Experiências da Petrobras no Caminho do Pré-Sal. Francisco Nepomuceno Filho Gerente Executivo - E&P Corporativo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Experiências da Petrobras no Caminho do Pré-Sal. Francisco Nepomuceno Filho Gerente Executivo - E&P Corporativo"

Transcrição

1 Experiências da Petrobras no Caminho do Pré-Sal Francisco Nepomuceno Filho Gerente Executivo - E&P Corporativo Rio Oil & Gas RJ, setembro de 2008

2 Avanços em águas profundas Vazão: bopd

3 Descobertas Petrobras de Óleo/Gás em Águas profundas Águas Profundas na Bacia de Campos -Conhecimento - Campos Gigantes em AP Geológico: - Turbiditos Terciários - Arenitos Inconsolidados - Altas permeabilidades (1-4 Darcies) -Tecnologias: - Plataformas de produção: SS e FPSO - Poços Horizontais com Gravel packing para evitar produção de areia - Completação submarina - Dutos rígidos e linhas flexíveis - Aval. Econômica: - Produção aumentou de 500 mil para 1,5 milhões de bopd - Reservas provadas: de 3 para 10 bilhões de boe

4 Pólos de Produção Bacia de Campos RO Águas Rasas BC AB / ABL MRL / MLS / MLL BR / ESP Litoral Sul BC

5 Descobertas de Óleo/Gás entre Novas descobertas em AP Bacias: Santos e Esp. Santo -Conhecimento - 5 novos campos gigantes em AP Geológico: - Reservatórios profundos (Cretáceo) - Óleo pesado, óleo leve e gás - Baixa permeabilidade (1-100 mdarcies) -Tecnologias: - Poços de alta produtividade (poços horizontais) - BCSS - Aval. Econômica: - Produção aumentou de 1,5 para 1,8 milhões de bopd - Reservas provadas: de 10 para 14 bilhões de boe - Descobertas > 8 bilhões de boe

6 Reservas de óleo e gás no Brasil - Critério SPE Bi boe Terra Águas Rasas (0-300 m) Águas profundas (> 300m) 11,01 9,3 13, Produção Acumulada Até 12/2007 UN (Milhões BOE) UN-AM 355 UN-RNCE 958 UN-SEAL 923 UN-BA UN-ES 292 UN-BC UN-RIO UN-BS 6 Total ,

7 Produção de Óleo da Petrobras Mil b/d

8 Investimentos Exploratórios % MM US$ % 55% 50% 49% 39% % 23% % % 50% 40% 30% 20% 10% 0% Indice de Sucesso Exploratório (%)

9 Volume Descoberto Economicamente Recuperável pela Petrobras no Brasil 11,4 bi boer Milhões boer Milhões boer

10 PLANGÁS - Curva de Entrega de Gás Natural Milhões de m 3 /d % p/a % p/a , o tri/ o. Tri/ o. Tri/ o. Tri/ o. Tri/ Norte Nordeste Sul-Sudeste

11 Metas PLANGÁS MM m 3 /d MM m 3 /d Campinas Guararema Adequação UPGN Cubatão 2,5 MM m3/d UTGCA 15 MM m3/d Caraguatatuba Belo Horizonte Ampliação de Cabiúnas/ REDUC 23 MM m3/d Cabiúnas Rio de Janeiro REDUC Tambaú Ampliação da UTGC 20 MM m3/d Lagoa Parda UPGN Sul Vitória Capixaba 2,5 MM m3/d Ubu Camarupim Garoupa Namorado Enchova Parque das Conchas Plataformas da UN-BC e UN-RIO Peroá/Cango /Cangoá Canapu Golfinho Módulo 2 P-52 Roncador Módulo 1A P-54 Roncador Módulo 2 Marlim Leste Mód.. 2 (Jabuti) P-53 Marlim Leste P-51 Marlim Sul Módulo Cacimbas Mexilhão Merluza Lagosta Uruguá Cabiúnas Cubatão Caraguatatuba

12 Descobertas no Pré-Sal Descobertas de Óleo e Gás na seção présal na Bacia de Santos Conhecimento - 8 descobertas em águas Ultra Profundas em Santos Geológico: - Reservatórios carbonáticos abaixo de 2 mil metros de sal - Óleo leve e gás -Tecnologias: - FPSO e TLWP - Planta de GNL marítima - Poços de Alta produtividade (alta inclinação) - Aval. Econômica: - Descoberta de Tupi - 5 a 8 bilhões de boe - Descoberta de Iara 3 a 4 bilhões de boe - 6 novas descobertas em avaliação Cluster blocks

13 Província Pré-Sal: Nova Era

14 Descobertas no Pré-Sal no Estado do Espírito Santo (Bacia de Campos) Gasene 6-BAZ-001-D-ES Locação aprovada 4-ESS-172-ES Descobridor do Campo de Caxaréu 6-BFR-001-D-ES Locação aprovada 4-ESS ESS ESS-110HPA CXR PRB CHT JUB 1-ESS ESS-135 BLA BAZ 1-ESS CHT-4 1-ESS-119 BFR NAU 1-ESS ESS-125 MGG 3-ESS ESS-175-ES Descobridor do Campo de Pirambú 1-CHT-004-ES Teste previsto para o segundo semestre (aguardando sonda) 1-ESS-103A-ES TLD iniciando em 02/09/2008 (P-34) CTU N S 77 km Testes mostraram alta produtividade em reservatórios do pré-sal Cachalote Anã Argonauta Jubarte Caxaréu Azul Franca Náutilus Mangangá Ostra Abalone 20 km Pirambú Catuá

15 Província Pré-Sal

16 Bacia de Campos

17

18 Província Pré-Sal

19 Bacia de Santos Litoral Norte BS MXL / MLZ / LAG Cluster Litoral Sul BS

20 Sistemas Petrolíferos das Bacias de Campos e Santos 0 Lâmina d água atual Sal Pré -sal km

21 Linha sísmica/seção geológica - Santos

22 Pré-sal da Bacia de Santos 133 km PMXL 290 km BM-S km 166 km ~ 200 Km BM-S-42 RJS-617 BM-S-10 RJS-628 BM-S-11 BM-S-24 SPS-52 BM-S-8 SPS-51 BM-S-21 SPS-50 BM-S-9 RJS-646 BM-S-17

23 Os campos gigantes representam 79% do total das reservas mundiais Distribuição Regional de Campos Gigantes (> 500mm bbls) e suas percentagens nas reservas mundiais : Alguns exemplos dos principais desenvolvimentos 30 0,7% Kashagan 21Bi Kurmangazi 8 Bi ,4% Sakhalin II 4.5 Bi Cantarell 10.5 Bi Nome do Campo Reservas Estimadas (boe) Ano da Descoberta Início de produção 0,9% Thunder Horse 1.0 Bi ,1% Marlim 3.6 Bi * Akpo 700 Bi Tupi 5-8 Bi Agbami 900 Mi Girassol/Jaz/Rosa 1.5 Bi Roncador 3.2 Bi Albacora 1.4 Bi Shah Deniz 8.0 Bi Dalia 1.0 Bi ,6% Khurais 27 Bi Kizomba 2 Bi Azadegan 6.0 Bi ,7% Anaran 1.0 Bi <0,1% 1,2% Sakhalin I 5.1 Bi Nº Total de Campos 79 % Percentual Total das Reservas Mundiais Fonte: CERA, jun, 2008

24 Tupi TLD - Unidade de Produção FPSO Capacidades LDA Capacidade de Processamento ao óleo Range de óleo Poços Capacidade do Flare m 30 mil bpd º API 1 produtor de óleo 1000 mil m3 Riser de exportação de gás 1 1 o óleo: março/2009

25 Tupi piloto - Unidade de Produção Capacidades LDA Capacidade de Processamento ao óleo Capacidade de Compressão de gás Injeção de água Produção de água Faixa de óleo m 100 mil bpd 4 milhões Poços m³/d Produtores 100 mil bpd 60 mil bpd º API Poços 5 produtores de óleo (+4 reservas) 2 injetores de água (+3 reservas) 1 injetor de gás (+1 reserva) 1o óleo: dez/2010

26 Piloto - Unidade de Produção Dois Novos Pilotos: - Capacidade de 100 Mil bpd - 5 MM m3/d gás 1o óleo: 2013 : 2014

27 Escoamento do Gás para o Piloto do Tupi UGN UTGCA RPBC 145 Km 212 Km PMXL 170 Km URG Para atender o Piloto 248 Km PMLZ-1 TEFRAN Existente Em construção Em estudo Área do TUPI

28 Comentários Finais 1- O Desenvolvimento do pré-sal será bem diferente do desenvolvimento da Bacia de Campos 2 Várias concepções inovadoras estão sendo estudadas, hoje, pela Petrobras. 3- Os dados coletados nessa 1ª fase serão fundamentais na implantação dessas novas tecnologias Fim

Reunião PETROBRAS e ONIP Setembro de 2005

Reunião PETROBRAS e ONIP Setembro de 2005 Reunião PETROBRAS e ONIP Setembro de 2005 Investimentos Planejados em E&P Projetos de Exploração e Produção (2006-2010) No Brasil Internacional Total $ 28,0 bilhões $ 6,1 bilhões $ 34,1 bilhões Exploração

Leia mais

Mauro Yuji Hayashi E&P-PRESAL/PLAN PRESAL/PLAN

Mauro Yuji Hayashi E&P-PRESAL/PLAN PRESAL/PLAN Mauro Yuji Hayashi E&P-PRESAL/PLAN PRESAL/PLAN 24 de Setembro de 2008 Agenda O Pré-Sal no Brasil Plano Diretor de Desenvolvimento do Pólo Pré-sal 2 Agenda O Pré-Sal no Brasil Plano Diretor de Desenvolvimento

Leia mais

O PRÉ SAL E SEUS DESAFIOS. Carlos Tadeu da Costa Fraga Gerente Executivo do Centro de Pesquisas da PETROBRAS

O PRÉ SAL E SEUS DESAFIOS. Carlos Tadeu da Costa Fraga Gerente Executivo do Centro de Pesquisas da PETROBRAS O PRÉ SAL E SEUS DESAFIOS Carlos Tadeu da Costa Fraga Gerente Executivo do Centro de Pesquisas da PETROBRAS 1 Pré-sal História geológica 164 130 122 108 152 Milhões Milhões Milhões Forma atual de de anos

Leia mais

Oferta de Gás Natural - Plano Estratégico da Petrobras Área de Gás e Energia

Oferta de Gás Natural - Plano Estratégico da Petrobras Área de Gás e Energia Oferta de Gás Natural - Plano Estratégico da Petrobras 2015 Área de Gás e Energia Apresentação do Diretor Ildo Sauer 7º Encontro de Negócios de Energia - FIESP 02/08/2006 Confidencial 1 1 Roteiro da apresentação

Leia mais

POLO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS A CONSOLIDAÇÃO DE UMA INFRAESTRUTURA PRODUTIVA

POLO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS A CONSOLIDAÇÃO DE UMA INFRAESTRUTURA PRODUTIVA POLO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS A CONSOLIDAÇÃO DE UMA INFRAESTRUTURA PRODUTIVA Solange Guedes Diretora do E&P PRÉ-SAL: confirma sua posição de província petrolífera de classe mundial... Grandes reservatórios

Leia mais

Confidencial. 23/Ago/2011 1

Confidencial. 23/Ago/2011 1 Confidencial 23/Ago/2011 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia sobre condições futuras

Leia mais

Petrobras no Rio de Janeiro. José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2006

Petrobras no Rio de Janeiro. José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2006 Petrobras no Rio de Janeiro José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2006 Aviso As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem

Leia mais

Oportunidades na Logística de Exploração de Petróleo, Gás e Biocombustíveis

Oportunidades na Logística de Exploração de Petróleo, Gás e Biocombustíveis Oportunidades na Logística de Exploração de Petróleo, Gás e Biocombustíveis 9º Encontro da Arquitetura e da Engenharia Consultiva de São Paulo Santos, 23 de setembro de 2009 Márcio Naumann Gerente de Exploração

Leia mais

ENG-ENGENHEIRO DE AUTOMAÇÃO

ENG-ENGENHEIRO DE AUTOMAÇÃO ENG-ENGENHEIRO DE AUTOMAÇÃO SISTEMAS DE PRODUÇÃO, REFINO E TRANSPORTE DE PETRÓLEO SENAI-RJ PRODUÇÃO DE PETROLEO Prof. Dr. Ricardo N. AYUP ZOUAIN ricardo.ayup@ufrgs.br 02 de dezembro de 2011 PRODUÇÃO DE

Leia mais

PLANGÁS Plano de Antecipação da Produção de Gás

PLANGÁS Plano de Antecipação da Produção de Gás 3 a CONFERÊNCIA ANUAL DE MERCADO DE GÁS a PLANGÁS Plano de Antecipação da Produção de Gás Petrobras E&P Mauro S. Sant Anna Gerente de Planejamento da Produção de Gás mauross@petrobras.com.br 30 de janeiro

Leia mais

Potencial do Pré-Sal. Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis Magda Chambriard

Potencial do Pré-Sal. Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis Magda Chambriard Potencial do Pré-Sal Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis Magda Chambriard O Pré-Sal como o novo paradigma Evoluçã ção o Institucional Constituição de 1934 O Regime de concessões

Leia mais

Cenário Tecnológico Nacional Setor de Petróleo e Gás

Cenário Tecnológico Nacional Setor de Petróleo e Gás Cenário Tecnológico Nacional Setor de Petróleo e Gás Brasília, 22 de fevereiro de 2011 Carlos Cunha Dias Henriques Gerente de Tecnologia de Materiais e Equipamentos do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento

Leia mais

Estratégia da Petrobras na Área de E&P. Paulo Henrique Costacurta Estratégia e Gestão de Portfolio de E&P 25 de setembro de 2013

Estratégia da Petrobras na Área de E&P. Paulo Henrique Costacurta Estratégia e Gestão de Portfolio de E&P 25 de setembro de 2013 Estratégia da Petrobras na Área de E&P Paulo Henrique Costacurta Estratégia e Gestão de Portfolio de E&P 25 de setembro de 2013 AGENDA ESTRATÉGIA DO E&P PANORAMA DO E&P PRÉ-SAL É UMA REALIDADE BACIA DE

Leia mais

PRE-SAL PANORAMA E OPORTUNIDADES

PRE-SAL PANORAMA E OPORTUNIDADES PRE-SAL PANORAMA E OPORTUNIDADES CARLOS TADEU FRAGA Set / 2012 Aviso Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO Contribuição da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS)

PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO Contribuição da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS) PLANO DE NEGÓCIOS E GESTÃO 2012 2016 Contribuição da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS) PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2020 Santos, 23 de outubro de 2012 MERCADO DE DERIVADOS

Leia mais

José Sergio Gabrielli Presidente. 24 de Agosto de 2011

José Sergio Gabrielli Presidente. 24 de Agosto de 2011 José Sergio Gabrielli Presidente 24 de Agosto de 2011 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia

Leia mais

Destaques Operacionais do E&P

Destaques Operacionais do E&P Destaques Operacionais do E&P DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DE 2015 Rio de Janeiro, março de 2016 DE&P Superação da meta de produção pela primeira vez nos últimos 13 anos Crescimento de 5,5 % na produção de

Leia mais

Divulgação de Resultados

Divulgação de Resultados Divulgação de Resultados 2º trimestre de 2010 (legislação societária) 13 de agosto de 2010 Conferência com a Imprensa Almir Guilherme Barbassa Diretor Financeiro e de Relações com Investidores 1 AVISO

Leia mais

AGENDA PRÉ-SAL HISTÓRICO ESTRATÉGIA LOGÍSTICA PRINCIPAIS RESULTADOS PERSPECTIVAS

AGENDA PRÉ-SAL HISTÓRICO ESTRATÉGIA LOGÍSTICA PRINCIPAIS RESULTADOS PERSPECTIVAS MAURO YUJI HAYASHI 27 / Junho / 2013 AGENDA PRÉ-SAL HISTÓRICO ESTRATÉGIA LOGÍSTICA PRINCIPAIS RESULTADOS PERSPECTIVAS O que é o pré-sal Localização remota a 300 km da costa Lâmina d água pode exceder 2000

Leia mais

PRÉ-SAL: A CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA NACIONAL

PRÉ-SAL: A CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA NACIONAL Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças as PRÉ-SAL: A CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA NACIONAL Guilherme de Oliveira Estrella Petrobras DE&P Rio de Janeiro, 23 de março de 2010 Informações A apresentação

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS. José Luiz Marcusso E&P / UN-BS. São Paulo, 11 de maio de 2010

PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS. José Luiz Marcusso E&P / UN-BS. São Paulo, 11 de maio de 2010 PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS José Luiz Marcusso E&P / UN-BS São Paulo, 11 de maio de 2010 1 1 AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais

Leia mais

PLANO DE INVESTIMENTOS PETROBRAS

PLANO DE INVESTIMENTOS PETROBRAS PLANO DE INVESTIMENTOS PETROBRAS Pedro José Barusco Filho Gerente Executivo da ENGENHARIA agosto/2003 Missão e Visão Missão Atuar de forma segura e rentável nas atividades da indústria de óleo, gás e energia,

Leia mais

Estratégia Tecnológica da Petrobras

Estratégia Tecnológica da Petrobras Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil Rio de Janeiro, 1º de setembro de 2011 Estratégia Tecnológica da Petrobras Carlos Tadeu da Costa Fraga Gerente Executivo do CENPES Petrobras no mundo

Leia mais

Situação dos Projetos em Implantação na Bacia de Santos

Situação dos Projetos em Implantação na Bacia de Santos UN-BS Situação dos Projetos em Implantação na Bacia de Santos Rio de Janeiro, 07 de dezembro de 2009 José Luiz Marcusso Início das Atividades em 05/01/2006 Av. Conselheiro Nébias,, 159-4 o andar Santos/SP

Leia mais

Pré-sal: Oportunidades e Desafios

Pré-sal: Oportunidades e Desafios Pré-sal: Oportunidades e Desafios PRÉ-SAL PETRÓLEO S. A. -PPSA Comitê de Energia - Britcham 27 de Maio de 2014 OSWALDO A. PEDROSA JR Pré-Sal Petróleo S. A. -PPSA 1 2 3 4 5 Pré-Sal: História e Expectativa

Leia mais

José Formigli Diretor do E&P. 500 mil barris de óleo por dia no Pré-Sal

José Formigli Diretor do E&P. 500 mil barris de óleo por dia no Pré-Sal José Formigli Diretor do E&P 500 mil barris de óleo por dia no Pré-Sal LOCALIZAÇÃO DA PROVÍNCIA PRÉ-SAL LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DO PRÉ-SAL CONCESSÃO (BACIA DE SANTOS) CONCESSÃO (BACIA DE CAMPOS) (00%) BALEIA

Leia mais

Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica. Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica

Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica. Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica Roberto Murilo Carvalho de Souza Gerente de Estratégia Tecnológica CENPES PETROBRAS

Leia mais

Pré-Sal e Oportunidades para o Litoral Paulista

Pré-Sal e Oportunidades para o Litoral Paulista Pré-Sal e Oportunidades para o Litoral Paulista José Luiz Marcusso Gerente Geral da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos São Paulo, 25 de outubro de 2011 Descobertas de óleo

Leia mais

Unidade de Negócio de Exploração e Produção da Bacia de Santos UN-BS

Unidade de Negócio de Exploração e Produção da Bacia de Santos UN-BS Unidade de Negócio de Exploração e Produção da Bacia de Santos UN-BS Novos Empreendimentos previstos para a UN-BS no Plano de Negócios 2007-2011 da Petrobras José Luiz Marcusso Gerente-Geral São Paulo,

Leia mais

Produção no pré-sal bate novo recorde e ultrapassa a barreira de 500 mil barris de petróleo por dia

Produção no pré-sal bate novo recorde e ultrapassa a barreira de 500 mil barris de petróleo por dia Produção no pré-sal bate novo recorde e ultrapassa a barreira de 500 mil barris de petróleo por dia Rio de Janeiro, 1 de julho de 2014 Petróleo Brasileiro S.A. A Petrobras informa que a produção de petróleo

Leia mais

Custos e Competitividade no Setor Petróleo no Brasil. José Roberto Fagundes Netto PETROBRAS/CENPES

Custos e Competitividade no Setor Petróleo no Brasil. José Roberto Fagundes Netto PETROBRAS/CENPES Custos e Competitividade no Setor Petróleo no Brasil José Roberto Fagundes Netto PETROBRAS/CENPES Agenda Direcionamento Tecnológico Petrobras para Produção Offshore Estrutura atual da Carteira de Redução

Leia mais

OS INVESTIMENTOS DA PETROBRAS E OS NOVOS CAMINHOS PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA

OS INVESTIMENTOS DA PETROBRAS E OS NOVOS CAMINHOS PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA OS INVESTIMENTOS DA PETROBRAS E OS NOVOS CAMINHOS PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA Presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo 8 de agosto de 2011 Confidencial 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões

Leia mais

BOLETIM DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL

BOLETIM DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL EDIÇÃO 38 - JUNHO 215 M I N I S T É R I O D E M I N A S E E N E R G I A BOLETIM DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL D E P G @ M M E. G O V. B R E D I Ç Ã O 3 8 - J U N H O 2 1 5 INTRODUÇÃO

Leia mais

Os Investimentos da Petrobras e o Desenvolvimento Econômico

Os Investimentos da Petrobras e o Desenvolvimento Econômico Os Investimentos da Petrobras e o Desenvolvimento Econômico Seminário UM BRASIL QUE CRESCE JORNAL O DIA E PETROBRAS José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente 30 de janeiro de 2007 1 Aviso PETROBRAS As

Leia mais

A estratégia da Petrobras e auto-suficiência energética para o Brasil

A estratégia da Petrobras e auto-suficiência energética para o Brasil A estratégia da Petrobras e auto-suficiência energética para o Brasil Câmara de Comércio Britânica do Rio de Janeiro José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente 22 de Maio de 2006 0 Aviso PETROBRAS As

Leia mais

Presente, Futuro e Desenvolvimento dos Projetos da Bacia de Santos

Presente, Futuro e Desenvolvimento dos Projetos da Bacia de Santos Santos, novembro de 2015. Presente, Futuro e Desenvolvimento dos Projetos da Bacia de Santos José Marcelo Luvizotto UO-BS/ENGP BACIAS SEDIMENTARES BRASILEIRAS Unidades Operacionais de E&P Tacutu Foz do

Leia mais

Análise das Rodadas de Licitação até 2013 e perspectivas para a exploração de petróleo no horizonte 2020

Análise das Rodadas de Licitação até 2013 e perspectivas para a exploração de petróleo no horizonte 2020 Marcelo Mafra Borges de Macedo Superintendente de Segurança Operacional e Maio Ambiente Análise das Rodadas de Licitação até 2013 e perspectivas para a exploração de petróleo no horizonte 2020 O Papel

Leia mais

FÓRUM REGIONAL DA BAHIA

FÓRUM REGIONAL DA BAHIA FÓRUM REGIONAL DA BAHIA Desenvolvimento da Indústria Naval na Bahia Federação das Indústrias do Estado da Bahia - FIEB 12 de julho de 2004 Evolução e Perspectivas da Produção de Óleo Mil bpd 2.500 2.000

Leia mais

Gás Natural. Alternativa Energética e Ambiental. Universidade Santa Úrsula

Gás Natural. Alternativa Energética e Ambiental. Universidade Santa Úrsula Gás Natural Alternativa Energética e Ambiental Universidade Santa Úrsula Francisco Barros Secretário Executivo da ABEGÁS Rio de Janeiro RJ 19 de Dezembro de 2007 www.abegas.org.br Slide 1 Rio de Janeiro

Leia mais

Estratégia de Inovação e Tecnologia da Petrobras

Estratégia de Inovação e Tecnologia da Petrobras Estratégia de Inovação e Tecnologia da Petrobras Rio de Janeiro, 20 de abril de 2012 Carlos Tadeu da Costa Fraga Gerente Executivo de Pesquisas e Desenvolvimento Aviso As apresentações podem conter previsões

Leia mais

Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura Painel 4: Capitalização da Petrobras

Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura Painel 4: Capitalização da Petrobras Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura Painel 4: Capitalização da Petrobras TÓPICOS PROPOSTOS 1 -PETROBRAS MARCOS ESCOLHIDOS 2 - PLANO DE INVESTIMENTO 2009/2013 E FINANCIAMENTO 3 - VALORAÇÃO

Leia mais

Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D

Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D Seminário sobre INOVAÇÃO E TECNOLOGIA Rio de Janeiro, 24 de maio de 2016 Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D André Fachetti Gerente Geral de Gestão Tecnológica PETROBRAS / CENPES Agenda

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2015 Área de Negócio de E&P Bacia de Campos UN-BC

Plano Estratégico Petrobras 2015 Área de Negócio de E&P Bacia de Campos UN-BC Plano Estratégico Petrobras 2015 Área de Negócio de E&P Bacia de Campos UN-BC Petrobras 2015 As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas

Leia mais

Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil. Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012

Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil. Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012 Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012 Essa apresentação pode conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P

Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P Seminário BNDES: Desenvolvimento da cadeia de fornecedores de petróleo e gás Guilherme Estrella Diretor de E&P Rio Rio de de Janeiro, 1º 1º de de setembro

Leia mais

Farm in BS-4 e Atualização do Portfólio de Ativos

Farm in BS-4 e Atualização do Portfólio de Ativos Farm in BS-4 e Atualização do Portfólio de Ativos Setembro 2011 Aquisição de 30% de participação no Bloco BS-4 localizado na Bacia de Santos (1) (1) Sujeito à aprovação da ANP 2 Taxa de sucesso geológico

Leia mais

S M E Comissão de Energia 28/04/2010

S M E Comissão de Energia 28/04/2010 Oportunidades e Desafios do Pré-Sal S M E Comissão de Energia 28/04/2010 HIDROCARBONETOS Definição Compostos orgânicos constituídos de átomos de carbono e hidrogênio. PETRÓLEO INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS

Leia mais

Cenário Atual do Setor de Petróleo & Gás e suas Perspectivas

Cenário Atual do Setor de Petróleo & Gás e suas Perspectivas Cenário Atual do Setor de Petróleo & Gás e suas Perspectivas Setembro 2014 07/10/2014 1 A Dinamus Somos uma empresa de consultoria e inteligência de mercado especializada no desenvolvimento de negócios

Leia mais

Lucro líquido do primeiro semestre alcançou R$ 16 bilhões 21 milhões

Lucro líquido do primeiro semestre alcançou R$ 16 bilhões 21 milhões Nota à Imprensa 13 de agosto de 2010 Lucro líquido do primeiro semestre alcançou R$ 16 bilhões 21 milhões Aumento foi de 11% sobre o 1º semestre de 2009, principalmente devido ao aumento da cotação do

Leia mais

3ª Reunião do Comitê de Gás, Energia e Transporte Dutoviário do PROMINP

3ª Reunião do Comitê de Gás, Energia e Transporte Dutoviário do PROMINP 3ª Reunião do Comitê de Gás, Energia e Transporte Dutoviário do PROMINP PLANO ATUAL DE INVESTIMENTOS DAS ASSOCIADAS DA ABEGÁS Gustavo Galiazzi Coordenador Técnico ABEGÁS www.abegas.org.br Slide 1 Rio de

Leia mais

A PPSA e os Desafios do Pré-Sal: Riscos e Oportunidades para o País

A PPSA e os Desafios do Pré-Sal: Riscos e Oportunidades para o País A PPSA e os Desafios do Pré-Sal: Riscos e Oportunidades para o País PRÉ-SAL PETRÓLEO S. A. - PPSA Fórum Pensamento Estratégico - Unicamp 4 de Junho de 2014 OSWALDO A. PEDROSA JR ANTONIO CLÁUDIO DE FRANÇA

Leia mais

CENÁRIO E PERSPECTIVAS DO SETOR PETRÓLEO 4º CAMPETRO CAMPINAS OIL & GAS

CENÁRIO E PERSPECTIVAS DO SETOR PETRÓLEO 4º CAMPETRO CAMPINAS OIL & GAS CENÁRIO E PERSPECTIVAS DO SETOR PETRÓLEO 4º CAMPETRO CAMPINAS OIL & GAS Alfredo Renault Campinas, 11 de novembro de 2015 SUMÁRIO I. PETROBRAS PLANO DE NEGÓCIOS II. PRÉ-SAL III. PRIORIDADES E DESINVESTIMENTOS

Leia mais

Rodadas de Licitação 2017 Potenciais Impactos no RJ

Rodadas de Licitação 2017 Potenciais Impactos no RJ Rodadas de Licitação 2017 Potenciais Impactos no RJ Décio Oddone, Diretor Geral Rio de Janeiro, 27 de junho de 2017. Agenda 1 2 3 4 Cenário Atual Aprimoramentos Rodadas de Licitação Conclusão A Indústria

Leia mais

Desafios e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural na próxima década

Desafios e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural na próxima década Desafios e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural na próxima década Roberto Gonçalves Gerente Executivo da Engenharia da Petrobras 8º Encontro Nacional do Prominp 23 de Novembro-São Luis, MA

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão 2012/ de Agosto de 2012

Plano de Negócios e Gestão 2012/ de Agosto de 2012 Plano de Negócios e Gestão 2012/2016 15 de Agosto de 2012 PNG 2012-2016 Investimento total da Petrobras: US$ 236,6 bilhões 0 Investimento na área de E&P: US$ 131,6 bilhões* 19% 68% (25,4) (89,9) 12% (16,3)

Leia mais

Cumprimentar os presentes Agradecer IotA Por que o tema é relevante Hámais de 30 anos... Essa nova realidade que eu gostaria de compartilhar com v.

Cumprimentar os presentes Agradecer IotA Por que o tema é relevante Hámais de 30 anos... Essa nova realidade que eu gostaria de compartilhar com v. O Pré sal: Brasil como Player Global no Setor de Petróleo Brazil Energy Roundtable: Energy & the New Administration Luiz Costamilan Cumprimentar os presentes Agradecer IotA Por que o tema é relevante Hámais

Leia mais

Carteira de Investimentos 2003 a 2007

Carteira de Investimentos 2003 a 2007 Workshop Temático - PROMINP Carteira de Investimentos 2003 a 2007 Empresas de petróleo (exceto Petrobras) Angra dos Reis, 07 de Agosto de 2003 A carteira de investimentos prevista pela indústria de petróleo

Leia mais

Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D

Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D Seminário sobre INOVAÇÃO E TECNOLOGIA Rio de Janeiro, 28 de maio de 2015 Sistema Tecnológico da Petrobras: Uma Visão de P&D André Fachetti Gerente Geral de Gestão Tecnológica PETROBRAS / CENPES Agenda

Leia mais

Descrição Ação. Manutenção e Adequação de Ativos de Informática, Informação e Teleprocessamento - Nacional

Descrição Ação. Manutenção e Adequação de Ativos de Informática, Informação e Teleprocessamento - Nacional Classificação Programática Descrição Ação Programação Anual 2013 Realização até dezembro de 2013 0807.4101.0001 Manutenção e Adequação de Bens Imóveis - 424.971.000 422.547.492 0807.4102.0001 Manutenção

Leia mais

8ª Feira da Metalmecânica, Energia e Automação MEC SHOW 2015. Operações da Petrobras no ES: Oportunidades para o Mercado Local

8ª Feira da Metalmecânica, Energia e Automação MEC SHOW 2015. Operações da Petrobras no ES: Oportunidades para o Mercado Local 8ª Feira da Metalmecânica, Energia e Automação MEC SHOW 2015 Operações da Petrobras no ES: Oportunidades para o Mercado Local José Luiz Marcusso Vitória, 28 de Julho de 2015 PRINCIPAIS PROJETOS DE PRODUÇÃO

Leia mais

VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE

VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE VISÃO ESTRATÉGICA PARA PROTEÇÃO EMPRESARIAL DOS ATIVOS CRÍTICOS DO PRÉ-SAL Mauro Yuji Hayashi PETROBRAS/E&P-PRESAL/PLAN

Leia mais

OS DESAFIOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS

OS DESAFIOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS Confidencial 1 OS DESAFIOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO PRÉ-SAL DA BACIA DE SANTOS Santos, 22 de agosto de 2011 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem

Leia mais

Hidrocarboneto no Pré-Sal, Equilíbrio Energético Brasileiro e Regional Debate sobre as Consequências para a Energia no Cone Sul

Hidrocarboneto no Pré-Sal, Equilíbrio Energético Brasileiro e Regional Debate sobre as Consequências para a Energia no Cone Sul Hidrocarboneto no Pré-Sal, Equilíbrio Energético Brasileiro e Regional Debate sobre as Consequências para a Energia no Cone Sul Instituto das Américas Rio de Janeiro 22 de Outubro de 2009 www.gasenergy.com.br

Leia mais

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO NO BRASIL

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO NO BRASIL EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO NO BRASIL RESULTADOS E PERSPECTIVAS 29 de agosto de 2012 Eduardo Alessandro Molinari. :. COORDENADOR E&P-CORP AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

Lançamento dos Fóruns Regionais de São Paulo

Lançamento dos Fóruns Regionais de São Paulo Lançamento dos Fóruns Regionais de São Paulo (Área de Refino e Petroquímica) São Paulo 23 de março de 2007 Empreendimentos do Refino para o Estado de São Paulo Planejamento Estratégico (PN 2007-2011) E

Leia mais

OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO Fórum de Desenvolvimento do Turismo Náutico

OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO Fórum de Desenvolvimento do Turismo Náutico OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO Fórum de Desenvolvimento do Turismo Náutico Duarte Aquino Secretaria de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo Vitória, 22/09/2011 POR QUE INVESTIR NO ESPÍRITO SANTO?

Leia mais

Desafios no aumento de eficiência na Logística de petróleo e derivados no país

Desafios no aumento de eficiência na Logística de petróleo e derivados no país Desafios no aumento de eficiência na Logística de petróleo e derivados no país 2 O mercado brasileiro de derivados possui uma concentração na costa litorânea e no sul sudeste do país e o potencial de crescimento

Leia mais

O Sistema Tecnológico da PETROBRAS

O Sistema Tecnológico da PETROBRAS O Sistema Tecnológico da PETROBRAS José Roberto Fagundes Netto Gerente Geral de P&D em Geoengenharia e Engenharia de Poço do CENPES Rio de Janeiro, 29 de maio de 2014 Aviso As apresentações podem conter

Leia mais

O Sistema Tecnológico da PETROBRAS

O Sistema Tecnológico da PETROBRAS O Sistema Tecnológico da PETROBRAS José Roberto Fagundes Netto Gerente Geral de P&D em Geoengenharia e Engenharia de Poço do CENPES Rio de Janeiro, 29 de maio de 2014 Aviso As apresentações podem conter

Leia mais

Excedentes da Cessão Onerosa

Excedentes da Cessão Onerosa Maria das Graças Silva Foster Presidente Excedentes da Rio de Janeiro, 27 de junho de 2014 1 Através da a Petrobras adquiriu os direitos para explorar, avaliar e produzir até 5 bilhões de boe em seis áreas

Leia mais

Linha do tempo Brasil Colonial - 1919 1927 1937 1938 1939 1941 1945 1947

Linha do tempo Brasil Colonial - 1919 1927 1937 1938 1939  1941 1945 1947 Linha do tempo Brasil Colonial - A existência do petróleo no País já era computada durante os tempos do regime imperial. Naquela época, o Marquês de Olinda cedeu o direito a José Barros de Pimentel de

Leia mais

A Petrobras e o Desenvolvimento do Mercado de Gás Natural no Brasil

A Petrobras e o Desenvolvimento do Mercado de Gás Natural no Brasil XII Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica (CREEM-2005) A Petrobras e o Desenvolvimento do Mercado de Gás Natural no Brasil Antonio Carlos Pereira Maia Gerente Desenvolvimento de Mercado

Leia mais

Hélder Paes Moreira Leite Gerente de Relacionamento com Investidores

Hélder Paes Moreira Leite Gerente de Relacionamento com Investidores Hélder Paes Moreira Leite Gerente de Relacionamento com Investidores Reservatório do Pré-Sal 1 São Paulo, 17 de Dezembro de 2009 AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

MEC SHOW 2017 Conferência panorama atual e expectativas reais do setor offshore no Brasil

MEC SHOW 2017 Conferência panorama atual e expectativas reais do setor offshore no Brasil MEC SHOW 2017 Conferência panorama atual e expectativas reais do setor offshore no Brasil Investimentos previstos pela Petrobras no segmento offshore 18/07/2017 AGENDA A Unidade de Operações de Exploração

Leia mais

Reservas Provadas da Petrobras em 2013

Reservas Provadas da Petrobras em 2013 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Reservas Provadas da Petrobras em 2013 Rio de Janeiro, 14 de janeiro de 2014 Petróleo eiro S.A. - Petrobras comunica o volume de suas

Leia mais

Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas

Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas Reservas Petrolíferas do Pré-Sal Audiência Pública

Leia mais

José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente

José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente Plano de Negócios da Petrobras 2009 2013 Encontro Anual na ABIQUIM 1 São Paulo 04 de Dezembro de 2009 AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de

Leia mais

As Licitações da ANP: Oportunidade Histórica para a Indústria Petrolífera Mundial Eliane Petersohn Superintendente de Definição de Blocos

As Licitações da ANP: Oportunidade Histórica para a Indústria Petrolífera Mundial Eliane Petersohn Superintendente de Definição de Blocos As Licitações da ANP: Oportunidade Histórica para a Indústria Petrolífera Mundial Eliane Petersohn Superintendente de Definição de Blocos Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis Roteiro

Leia mais

Projeto Bacia de Santos Atividades Exploratórias da Karoon

Projeto Bacia de Santos Atividades Exploratórias da Karoon Projeto Bacia de Santos Atividades Exploratórias da Karoon Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina Comitê de Petróleo e Gás Florianópolis, SC 11 de Abril 2014 Australia Brasil Peru Karoon

Leia mais

REFINO E TRANSPORTE DE HIDROCARBONETOS. José Wellington de Paiva Gerente da Operação de Processamento de Fluidos dezembro/2005

REFINO E TRANSPORTE DE HIDROCARBONETOS. José Wellington de Paiva Gerente da Operação de Processamento de Fluidos dezembro/2005 REFINO E TRANSPORTE DE HIDROCARBONETOS José Wellington de Paiva Gerente da Operação de Processamento de Fluidos dezembro/2005 UN-RNCE - UNIDADE DE NEGÓCIO DO RN E CEARÁ LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA PRODUÇÃO-MAR

Leia mais

Programa Temático 2022 Combustíveis

Programa Temático 2022 Combustíveis Programa Temático 2022 Combustíveis Objetivo 0054 Suprir o mercado interno de combustíveis, por meio da expansão e modernização do parque nacional de refino e possibilitar o comércio de petróleo e derivados

Leia mais

14º Encontro de Energia São Paulo - 05/08/2013

14º Encontro de Energia São Paulo - 05/08/2013 INSTITUTO BRASILEIRO DE PETRÓLEO, GÁS E BIOCOMBUSTÍVEIS 14º Encontro de Energia São Paulo - 05/08/2013 Petróleo e Biocombustíveis Painel : A Eterna Busca da Autossuficiência Flávio Ofugi Rodrigues Diretor

Leia mais

Reservas Provadas da Petrobras em Reservas Provadas Petrobras em 2012

Reservas Provadas da Petrobras em Reservas Provadas Petrobras em 2012 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Reservas Provadas da Petrobras em 2012 Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 2013 Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras comunica o volume

Leia mais

Perspectivas para Exploração e Desenvolvimento do Pré-Sal

Perspectivas para Exploração e Desenvolvimento do Pré-Sal PRÉ-SAL PETRÓLEO S. A. - PPSA Perspectivas para Exploração e Desenvolvimento do Pré-Sal Oswaldo A. Pedrosa Jr. Fundação Getúlio Vargas (FGV) 25 de março de 2015 Rio de Janeiro, RJ 1 2 3 4 5 6 Assuntos

Leia mais

Boletim da Produção de Petróleo e Gás Natural

Boletim da Produção de Petróleo e Gás Natural AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS 2013 Março 2013 Boletim da Produção de Petróleo e Gás Natural Superintendência de Desenvolvimento e Produção SDP 1º de maio de 2013 ELABORADO

Leia mais

Outro destaques operacionais do E&P 12/11/2015 DE&P

Outro destaques operacionais do E&P 12/11/2015 DE&P Outro destaques operacionais do E&P 12/11/2015 DE&P Evolução da Produção de Óleo e Gás da Crescimento de 6% nos últimos 12 meses, com destaque para Produção Nacional (8%) Produção de Óleo e Gás do E&P

Leia mais

10º BALANÇO. Janeiro a Abril de 2010

10º BALANÇO. Janeiro a Abril de 2010 10º BALANÇO Janeiro a Abril de 2010 RESULTADOS DO PAC 70,7% dos recursos previstos até 2010 realizados R$ 463,9 bilhões 46,1% das ações concluídas R$ 302,5 bilhões AÇÕES Logística, Energia e Social e Urbano

Leia mais

Tabela 2.1: Contas Agregadas do Petróleo (Barril).

Tabela 2.1: Contas Agregadas do Petróleo (Barril). PETRÓLEO Rafael Nogueira Julia Febraro sendo 24,7% da produção óleo leve (>=31 API), 46,4% óleo médio (>=22 API e

Leia mais

Petrobras Update. Outubro de 2015

Petrobras Update. Outubro de 2015 Petrobras Update Outubro de 2015 AVISOS Esta apresentação pode conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia sobre condições futuras

Leia mais

Relatório de Certificação de Reservas de Atlanta. Referente a 31 de março de Maio 2014

Relatório de Certificação de Reservas de Atlanta. Referente a 31 de março de Maio 2014 Maio 2014 Relatório de Certificação de Reservas de Atlanta Referente a 31 de março de 2014 QGEP Av Almirante Barroso, N.52, Sala 1301 Centro Rio de Janeiro - RJ Cep: 20031-918 T 55 21 3509-5800 QGEP Divulga

Leia mais

CONGRESSO BRASILEIRO DO AÇO E EXPOAÇO 2011 JOSÉ SERGIO GABRIELLI DE AZEVEDO - PRESIDENTE

CONGRESSO BRASILEIRO DO AÇO E EXPOAÇO 2011 JOSÉ SERGIO GABRIELLI DE AZEVEDO - PRESIDENTE CONGRESSO BRASILEIRO DO AÇO E EXPOAÇO 2011 JOSÉ SERGIO GABRIELLI DE AZEVEDO - PRESIDENTE SÃO PAULO, 2 DE JUNHO DE 2011 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais

Leia mais

INVESTIMENTOS NO INTERIOR PAULISTA

INVESTIMENTOS NO INTERIOR PAULISTA SEGUNDO CAPÍTULO FÓRUM RAC2017 - CAMINHOS DA RETOMADA 17 de Julho de 2017 A MATRIZ ENERGÉTICA BASEADA NO PETRÓLEO E GÁS : NECESSIDADES E OPORTUNIDADES PARA INVESTIMENTOS NO INTERIOR PAULISTA Celso Morooka

Leia mais

APIMEC Rio de Janeiro 17 de dezembro de 2013

APIMEC Rio de Janeiro 17 de dezembro de 2013 APIMEC 2013 Rio de Janeiro 17 de dezembro de 2013 AÇÕES IMPLEMENTADAS Adequação da estrutura organizacional/redução de despesas Redução da frota de sondas e pessoal Aquisição de participação nos Campos

Leia mais

VISÃO GERAL DOS PROJETOS DE LIBRA E CONTEÚDO LOCAL DO FPSO DO PILOTO

VISÃO GERAL DOS PROJETOS DE LIBRA E CONTEÚDO LOCAL DO FPSO DO PILOTO VISÃO GERAL DOS PROJETOS DE LIBRA E CONTEÚDO LOCAL DO FPSO DO PILOTO Clube de Engenharia - RJ Joint Venture Operator Rio de Janeiro, 12 de Abril de 2017 1 Agenda Visão geral de Libra Contexto do FPSO de

Leia mais

Superintendência de Segurança Operacional e Meio Ambiente da ANP

Superintendência de Segurança Operacional e Meio Ambiente da ANP Superintendência de Segurança Operacional e Meio Ambiente da ANP Descomissionamento de Instalações Offshore Visão do Regulador Marcelo Mafra Borges de Macedo Superintendente de Segurança Operacional e

Leia mais

Petrobras Café da Manhã com Analistas

Petrobras Café da Manhã com Analistas Petrobras Café da Manhã com Analistas São Paulo, 10 de Junho de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores

Leia mais

Oportunidades para a Cadeia. 8º Encontro Nacional do PROMINP São Luís, 24/11/2011

Oportunidades para a Cadeia. 8º Encontro Nacional do PROMINP São Luís, 24/11/2011 Oportunidades para a Cadeia de Suprimentos de E&P 8º Encontro Nacional do PROMINP São Luís, 24/11/2011 Aviso Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem

Leia mais

ENG-ENGENHEIRO DE AUTOMAÇÃO SISTEMAS DE PRODUÇÃO, REFINO E TRANSPORTE DE PETRÓLEO

ENG-ENGENHEIRO DE AUTOMAÇÃO SISTEMAS DE PRODUÇÃO, REFINO E TRANSPORTE DE PETRÓLEO ENG-ENGENHEIRO DE AUTOMAÇÃO SISTEMAS DE PRODUÇÃO, REFINO E TRANSPORTE DE PETRÓLEO Prof. Dr. Ricardo N. AYUP ZOUAIN ricardo.ayup@ufrgs.br PETRÓLEO Definição Componentes 1. Hidrocarboneto Composição Grau

Leia mais

Resultados Comitê Setorial de E&P. 3 º Workshop Nacional do PROMINP. 17 de novembro de 2005

Resultados Comitê Setorial de E&P. 3 º Workshop Nacional do PROMINP. 17 de novembro de 2005 Resultados Comitê Setorial de E&P 3 º Workshop Nacional do PROMINP 17 de novembro de 2005 Carteira de Projetos CARTEIRA 2004 CARTEIRA 2005 PROPOSTA CARTEIRA 2006 E&P-01 E&P-02 E&P-03 E&P-04 E&P-05 E&P-06

Leia mais

A indústria de construção naval brasileira

A indústria de construção naval brasileira A indústria de construção naval brasileira Apresentação ao BNDES Cenário Nacional O mercado: o segmento offshore Plataformas fixas Plataformas semi-submersíveis - FPU FPSO FSO José Roberto Simas e Alberto

Leia mais