No primeiro dia de inverno no Hemisfério Sul, uma atividade de observação de sombras é realizada por alunos de Macapá, Porto Alegre e Recife.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "No primeiro dia de inverno no Hemisfério Sul, uma atividade de observação de sombras é realizada por alunos de Macapá, Porto Alegre e Recife."

Transcrição

1

2

3

4 No primeiro dia de inverno no Hemisfério Sul, uma atividade de observação de sombras é realizada por alunos de Macapá, Porto Alegre e Recife. Para isso, utiliza-se uma vareta de 30 cm fincada no chão na posição vertical. Para marcar o tamanho e a posição da sombra, o chão é forrado com uma folha de cartolina. Como mostra a figura:

5

6 Nas figuras abaixo, estão representadas as sombras projetadas pelas varetas nas três cidades, no mesmo instante, ao meio dia. A linha pontilhada indica a direção Norte Sul.

7 Levando-se em conta a localização destas três cidades no mapa, podemos afirmar que os comprimentos das sombras serão tanto maiores quanto maior for o afastamento da cidade em relação ao: a) Litoral B) Equador c) Nível do mar d) Trópico de Capricórnio e) Meridiano de Greenwich

8 Resolução... O experimento foi feito no primeiro dia de inverno no hemisfério sul. Este dia é chamado de solstício de inverno, para este hemisfério. O Sol está portanto, incidindo seus raios de luz perpendicularmente sobre o trópico de Câncer, que se situa no hemisfério norte. Portanto, quem está sobre esta linha não possuirá sombra ao meio dia. Afastando-se deste trópico em direção ao sul, passará a ter uma sombra cada vez maior.

9 No exercício portanto, à medida que nos afastamos do Equador em direção ao sul a haste vertical fixada no solo apresentará uma sombra cada vez maior. Ou seja, quanto maior for a latitude sul do observador maior será a sombra projetada por um objeto neta situação.

10 a) Litoral b) Equador c) Nível do mar d) Trópico de Capricórnio e) Meridiano de Greenwich

11

12 A figura abaixo mostra um eclipse solar no instante em que é fotografado em cinco diferentes pontos do planeta.

13 Duas destas fotografias estão reproduzidas abaixo:

14 As fotos poderiam corresponder, respectivamente, aos pontos: a) III, V e II. b) II, III e V. c) II, IV e III. d) I, II e III. e) I, II e V

15 Resolução... Dentre outros fatores como, por exemplo: posicionamento dos astros Terra Lua Sol; o tamanho aparente da Lua e do Sol serem praticamente os mesmos quando vistos da Terra; a existência dos eclipses também se deve ao princípio da propagação retilínea da luz; e também ao surpreendente fato de que o Sol, mesmo muito distante, apresenta-se como uma fonte extensa de luz. Portanto, projetado sobre o globo terrestre teremos uma região de sombra (umbra) e uma região de penumbra.

16 Sombra região que não recebe nenhum raio de luz proveniente do Sol. Pois todos os raios de luz são bloqueados pela Lua. (Eclipse Total). Penumbra região iluminada apenas por uma parte do disco solar. Que encontra-se parcialmente coberto pela Lua. (Eclipse Parcial).

17

18 a) III, V e II. b) II, III e V. c) II, IV e III. d) I, II e III. e) I, II e V

19

20 Observe o fenômeno indicado na tirinha abaixo.

21 A força que atua sobre o peso e produz o deslocamento vertical da garrafa é a força: a) de inércia b) gravitacional c) de empuxo d) centrípeta e) elástica

22 Resolução... A força centrípeta não tem identidade própria. Neste caso a força centrípeta é a tração no fio que sustenta a garrafa: F C = T. A força centrípeta também pode ser a força de atrito dos pneus de um carro com o asfalto durante uma curva, ou ainda a força de origem gravitacional entre um planeta e um satélite.

23 Tração F c m a c m 2 v R Tração Peso

24 a) de inércia b) gravitacional c) de empuxo d) centrípeta e) elástica

25

26 Observe a situação descrita na tirinha abaixo. Assim que o menino lança a flecha, há uma transformação de um tipo de energia em outra. A transformação, nesse caso, é de energia.

27 Energia cinética m = massa (kg) E c 2 mv V = velocidade (m/s) 2

28 Energia elástica K = constante elástica (N/m) E e 2 kx X = deformação (m) 2

29 Observe a situação descrita na tirinha abaixo. Assim que o menino lança a flecha, há uma transformação de um tipo de energia em outra. A transformação, nesse caso, é de energia. a) Gravitacional em energia potencial. b) Potencial elástica em energia cinética. c) Potencial elástica em energia gravitacional. d) Cinética em energia potencial elástica. e) Gravitacional em energia cinética

30 Resolução... Assim que o menino lança a flecha, há uma transformação de um tipo de energia em outra. A transformação, nesse caso, é de energia. a) Potencial elástica em energia gravitacional. b) Gravitacional em energia potencial. c) Potencial elástica em energia cinética. d) Cinética em energia potencial elástica. e) Gravitacional em energia cinética

31

32 Numa área de praia, a brisa marítima é uma conseqüência da diferença no tempo de aquecimento do solo e da água, apesar de ambos estarem submetidos às mesmas condições de irradiação solar. No local (solo) que se aquece mais rapidamente, o ar fica mais quente e sobe, deixando uma área de baixa pressão, provocando o deslocamento do ar da superfície que está mais fria (mar).

33 Transmissão de calor Convecção: A convecção é um processo de propagação do calor típico dos fluidos, em que as moléculas se movimentam com facilidade. Característico de líquidos e gases.

34 À noite ocorre um processo inverso ao que se verifica durante o dia.

35 Como a água leva mais tempo para esquentar (de dia), mas também leva mais tempo para esfriar (à noite), o fenômeno noturno (brisa terrestre) pode ser explicado da seguinte maneira: a) O ar que está sobre a água se aquece mais; ao subir, deixa uma área de baixa pressão, causando um deslocamento de ar do continente para o mar b) O ar mais quente desce e se desloca do continente para a água, a qual não conseguiu reter calor durante o dia c) O ar que esta sobre o mar se esfria e dissolve-se na água, forma-se, assim, um centro de baixa pressão, que atrai o ar quente do continente d) O ar que esta sobre a água se esfria, criando um centro de alta pressão que atrai massas de ar continental e) O ar sobre o solo, mais quente, é deslocado para o mar, equilibrando a baixa temperatura do ar que esta sobre o mar.

36 Resolução... Como a água leva mais tempo para esquentar (de dia), mas também leva mais tempo para esfriar (á noite), o fenômeno noturno (brisa terrestre) pode ser explicado da seguinte maneira: a) O ar que esta sobre a àgua se aquece mais; ao subir, deixa uma área de baixa pressão, causando um deslocamento de ar do continente para o mar b) O ar mais quente desce e se desloca do continente para a água, a qual não conseguiu reter calor durante o dia c) O ar que esta sobre o mar se esfria e dissolve-se na água, forma-se, assim, um centro de baixa pressão, que atrai o ar quente do continente d) O ar que esta sobre a água se esfria, criando um centro de alta pressão que atrai massas de ar continental e) O ar sobre o solo, mais quente, é deslocado para o mar, equilibrando a baixa temperatura do ar que esta sobre o mar.

37

38 O resultado da conversão direta de energia solar é uma das várias formas de energia alternativa de que se dispõe. O aquecimento solar é obtido por uma placa escura coberta por vidro, pela qual passa um tubo contendo água. A água circula, conforme mostra o esquema abaixo.

39 Condução: Transmissão de calor A condução é um processo de propagação de calor típico de corpos sólidos, em que as moléculas permanecem (em média) em seus devidos lugares porém vão passando a agitação de uma para outra. Condução não existe no vácuo

40 Transmissão de calor Irradiação: A irradiação é um processo de propagação de calor que não precisa de matéria para ocorrer. O calor que recebemos do sol chega até nós por esse processo, pois se sabe que entre o sol e a terra existe vácuo. Ocorre através de ondas eletromagnéticas.

41 São feitas as seguintes afirmações quanto aos materiais utilizados no aquecedor solar: I. o reservatório de água quente deve ser metálico para conduzir melhor o calor. II. a cobertura de vidro tem como função reter melhor o calor, de forma semelhante ao que ocorre em uma estufa. III. a placa utilizada é escura para absorver melhor a energia radiante do Sol, aquecendo a água com maior eficiência.

42 São feitas as seguintes afirmações quanto aos materiais utilizados no aquecedor solar: I. o reservatório de água quente deve ser metálico para conduzir melhor o calor. II. a cobertura de vidro tem como função reter melhor o calor, de forma semelhante ao que ocorre em uma estufa. III. a placa utilizada é escura para absorver melhor a energia radiante do Sol, aquecendo a água com maior eficiência. a) I. b) I e II. c) II. d) I e II. e) II e III.

43 Resolução... São feitas as seguintes afirmações quanto aos materiais utilizados no aquecedor solar: I. o reservatório de água quente deve ser metálico para conduzir melhor o calor. II. a cobertura de vidro tem como função reter melhor o calor, de forma semelhante ao que ocorre em uma estufa. III. a placa utilizada é escura para absorver melhor a energia radiante do Sol, aquecendo a água com maior eficiência. a) I. b) I e II. c) II. d) I e II. e) II e III.

44

45 Na figura abaixo está esquematizado um tipo de usina utilizada na geração de eletricidade. Água h Gerador Turbina Torre de transmissão

46 Analisando o esquema, é possível identificar que se trata de uma usina: a) hidrelétrica, porque a água corrente baixa a temperatura da turbina. b) hidrelétrica, porque a usina faz uso da energia cinética da água. c) termoelétrica, porque no movimento das turbinas ocorre aquecimento. d) eólica, porque a turbina é movida pelo movimento da água. e) nuclear, porque a energia é obtida do núcleo das moléculas de água.

47 Resolução... Analisando o esquema, é possível identificar que se trata de uma usina: a) hidrelétrica, porque a água corrente baixa a temperatura da turbina. b) hidrelétrica, porque a usina faz uso da energia cinética da água. c) termoelétrica, porque no movimento das turbinas ocorre aquecimento. d) eólica, porque a turbina é movida pelo movimento da água. e) nuclear, porque a energia é obtida do núcleo das moléculas de água.

48

49 Lâmpadas incandescentes são normalmente projetadas para trabalhar com a tensão da rede elétrica em que serão ligadas. Em 1997, contudo, lâmpadas projetadas para funcionar com 127V foram retiradas do mercado e, em seu lugar, colocaram-se lâmpadas concebidas para uma tensão de 120V. Segundo dados recentes, essa substituição representou uma mudança significativa no consumo de energia elétrica para cerca de 80 milhões de brasileiros que residem nas regiões em que a tensão da rede é de 127V. A tabela abaixo apresenta algumas características de duas lâmpadas de 60W, projetadas respectivamente para 127V (antiga) e 120V (nova), quando ambas encontram-se ligadas numa rede de 127V.

50

51 Acender uma lâmpada de 60W e 120V em um local onde a tensão na tomada é de 127V, comparativamente a uma lâmpada de 60W e 127V no mesmo local tem como resultado: a) mesma potência, maior intensidade de luz e maior durabilidade. b) mesma potência, maior intensidade de luz e menor durabilidade. c) maior potência, maior intensidade de luz e maior durabilidade. d) maior potência, maior intensidade de luz e menor durabilidade. e) menor potência, menor intensidade de luz e menor durabilidade.

52 Resolução... a) mesma potência, maior intensidade de luz e maior durabilidade. b) mesma potência, maior intensidade de luz e menor durabilidade. c) maior potência, maior intensidade de luz e maior durabilidade. d) maior potência, maior intensidade de luz e menor durabilidade. e) menor potência, menor intensidade de luz e menor durabilidade.

53

54 Podemos estimar o consumo de energia elétrica de uma casa considerando as principais fontes desse consumo. Pense na situação em que apenas os aparelhos que constam da tabela abaixo fossem utilizados diariamente da mesma forma. Tabela: A tabela fornece a potência e o tempo efetivo de uso diário de cada aparelho doméstico.

55

56 Supondo que o mês tenha 30 dias e que o custo de 1 KWh é de R$ 0,40, o consumo de energia elétrica mensal dessa casa, é de aproximadamente: a) R$ 135. b) R$ 165. c) R$ 190. d) R$ 210. e) R$ 230.

57 Resolução... ar condicionado 8h x 30 dias x 1,5(KW) 360KWh chuveiro 1 h x 30 dias x 3,3(KW) 33KWh 3 freezer 10h x 30 dias x 0,2(KW) 60KWh geladeira 10h x 30 dias x 0,35(KW) 105KWh lâmpadas 6h x 30 dias x 0,1(KW) 18KWh Consumo totalmensal (KWh) KWh

58 1KWh R$0,4 576KWh x x R$230,40

59 a) R$ 135. b) R$ 165. c) R$ 190. d) R$ 210. e) R$ 230.

60 Mas você ainda vai sentir falta disso! Tá quase na hora!!!!!!!!!!!! Até aqui foi só festa! Ou quase! Boa prova, confie em você! Pois eu confio! Afonso

1. (Enem 98) Na figura a seguir está esquematizado um tipo de usina utilizada na geração de eletricidade.

1. (Enem 98) Na figura a seguir está esquematizado um tipo de usina utilizada na geração de eletricidade. COLETÂNEA ENEM PROF. SAMUEL DEGTIAR 1. (Enem 98) Na figura a seguir está esquematizado um tipo de usina utilizada na geração de eletricidade. Analisando o esquema, é possível identificar que se trata de

Leia mais

ENEM 2002 QUESTÕES DE FÍSICA

ENEM 2002 QUESTÕES DE FÍSICA ENEM 2002 QUESTÕES DE FÍSICA 01) Na comparação entre diferentes processos de geração de energia, devem ser considerados aspectos econômicos, sociais e ambientais. Um fator economicamente relevante nessa

Leia mais

POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES. PROF.: Célio Normando

POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES. PROF.: Célio Normando POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES CADERNO 2 PROF.: Célio Normando CA 1 Compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo seus papéis nos processos de

Leia mais

ENEM 2000 QUESTÕES DE FÍSICA

ENEM 2000 QUESTÕES DE FÍSICA ENEM 2000 QUESTÕES DE FÍSICA 01) O esquema abaixo mostra, em termos de potência(energia/tempo), aproximadamente, o fluxo de energia, a partir de uma certa quantidade de combustível vinda do tanque de gasolina,

Leia mais

Temperatura, calor e processos de transmissão de calor

Temperatura, calor e processos de transmissão de calor REVISÃO ENEM Temperatura, calor e processos de transmissão de calor TEMPERATURA Temperatura é a grandeza física escalar que nos permite avaliar o grau de agitação das moléculas. Quanto maior for o grau

Leia mais

PROPAGAÇÃO DE CALOR A propagação do calor entre dois sistemas pode ocorrer através de três processos diferentes: a condução, a convecção e a radiação.

PROPAGAÇÃO DE CALOR A propagação do calor entre dois sistemas pode ocorrer através de três processos diferentes: a condução, a convecção e a radiação. PROPAGAÇÃO DE CALOR A propagação do calor entre dois sistemas pode ocorrer através de três processos diferentes: a condução, a convecção e a radiação. CONDUÇÃO TÉRMICA A condução térmica é um processo

Leia mais

Calorimetria - Quantidade de calor - Calor especifico - Capacidade térmica - Mudanças de fase da substância

Calorimetria - Quantidade de calor - Calor especifico - Capacidade térmica - Mudanças de fase da substância ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO INDIVIDUAL DE ESTUDO PARA ATENDIMENTO DA PROGRESSÃO PARCIAL ESTUDOS INDEPENDENTES- 1º e 2º SEMESTRE RESOLUÇÃO SEE Nº 2.197, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 ANO

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Propagação de Calor

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Propagação de Calor Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Propagação de Calor 1. (Enem 2013) Em um experimento foram utilizadas duas garrafas PET, uma pintada

Leia mais

Enem Resposta: Alternativa E. Resolução comentada: I-Falsa: ph = - log [ H+] Logo na 6ª a [H+] será 10-4, e na 14ª [H+] será 10-6

Enem Resposta: Alternativa E. Resolução comentada: I-Falsa: ph = - log [ H+] Logo na 6ª a [H+] será 10-4, e na 14ª [H+] será 10-6 Enem - 2002 1- A chuva em locais não poluídos é levemente ácida. Em locais onde os níveis de poluição são altos, os valores do ph da chuva podem ficar abaixo de 5,5, recebendo, então, a denominação de

Leia mais

TRANSMISSÃO DE CALOR (PROPAGAÇÃO DE CALOR) Prof. Lucas

TRANSMISSÃO DE CALOR (PROPAGAÇÃO DE CALOR)  Prof. Lucas TRANSMISSÃO DE CALOR (PROPAGAÇÃO DE CALOR) www.wikifisica.com Prof. Lucas 1. Fluxo de calor (Ø): é a quantidade de calor Q, que atravessa uma superfície S, por unidade de tempo Δt. Condução térmica

Leia mais

SIMULADO DE FÍSICA. a) 26 m. b) 14 m. c) 12 m. d) 10 m. e) 2 m

SIMULADO DE FÍSICA. a) 26 m. b) 14 m. c) 12 m. d) 10 m. e) 2 m SIMULADO DE FÍSICA 1. Num estacionamento, um coelho se desloca, em seqüência, 12 m para o Oeste, 8 m para o Norte e 6 m para o Leste. O deslocamento resultante tem módulo. a) 26 m b) 14 m c) 12 m d) 10

Leia mais

FATORES CLIMÁTICOS Quais são os fatores climáticos?

FATORES CLIMÁTICOS Quais são os fatores climáticos? Quais são os fatores climáticos? o Latitude A distância a que os lugares se situam do equador determina as suas características climáticas. Por isso, existem climas quentes, temperados e frios. o Proximidade

Leia mais

Fís. Professor: Leo Gomes Monitor: Arthur Vieira. Fís

Fís. Professor: Leo Gomes Monitor: Arthur Vieira. Fís . Semana 19 Professor: Leo Gomes Monitor: Arthur Vieira Exercícios de calorimetria 19 jun EXERCÍCIOS DE AULA 1. (ENEM) Aquecedores solares usados em residências têm o objetivo de elevar a temperatura da

Leia mais

Física. 28)Para exemplificar pares de forças, segundo o princípio da ação-reação, são apresentadas as seguintes situações:

Física. 28)Para exemplificar pares de forças, segundo o princípio da ação-reação, são apresentadas as seguintes situações: Física 26) De um determinado local da superfície da Terra um objeto é lançado verticalmente para cima Considerando as seguintes grandezas físicas envolvidas nesse experimento: 1 velocidade inicial de lançamento,

Leia mais

A Energia solar. Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1

A Energia solar. Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1 A Energia solar Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1 Forma de aproveitamento Quase todas as fontes de energia hidráulica, biomassa, eólica, combustíveis fósseis e energia

Leia mais

Física. Lista ENEM 22 - Propagação do Calor - SOLUÇÕES

Física. Lista ENEM 22 - Propagação do Calor - SOLUÇÕES Física Lista ENEM 22 - Propagação do Calor - SOLUÇÕES 1. (Unicamp 2016) Um isolamento térmico eficiente é um constante desafio a ser superado para que o homem possa viver em condições extremas de temperatura.

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E GEOCIÊNCIAS. ENEM FÍSICA Professor Juliano Cavalcanti

INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E GEOCIÊNCIAS. ENEM FÍSICA Professor Juliano Cavalcanti INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E GEOCIÊNCIAS ENEM FÍSICA 2016 http://www.upf.br http://www.upf.br/ppgecm/ Professor Juliano Cavalcanti juliano@upf.br CARACTERÍSTICAS - Olhar crítico, de modo a resolver problemas

Leia mais

Tipos de transmissão. Sendo o calor a transmissão de energia térmica, podemos ter três diferentes formas de ocorrência: Transmissão por CONDUÇÃO

Tipos de transmissão. Sendo o calor a transmissão de energia térmica, podemos ter três diferentes formas de ocorrência: Transmissão por CONDUÇÃO Tipos de transmissão Sendo o calor a transmissão de energia térmica, podemos ter três diferentes formas de ocorrência: Transmissão por CONDUÇÃO Transmissão por CONVECÇÃO Transmissão por IRRADIAÇÃO Transmissão

Leia mais

PROVA DE FISICA. a) Kg. m/s 2 e N.m b) Kg. m/s 2 e kgf c) Kgf e kcal d) Kg. m 2 /s 2 e J e) N e Kg. m/s 2

PROVA DE FISICA. a) Kg. m/s 2 e N.m b) Kg. m/s 2 e kgf c) Kgf e kcal d) Kg. m 2 /s 2 e J e) N e Kg. m/s 2 1 PROVA DE FISICA 1. Duas grandezas da física consideradas de importância fundamental para a compreensão dos fenômenos naturais são: força e energia. As suas unidades, no sistema internacional, são respectivamente

Leia mais

4. (G1) Se soltarmos um tijolo ele vai (ganhar ou perder?) energia cinética. Para onde vai ou de onde vem essa energia cinética?

4. (G1) Se soltarmos um tijolo ele vai (ganhar ou perder?) energia cinética. Para onde vai ou de onde vem essa energia cinética? 1. (Unicamp) Uma atração muito popular nos circos é o "Globo da Morte", que consiste numa gaiola de forma esférica no interior da qual se movimenta uma pessoa pilotando uma motocicleta. Considere um globo

Leia mais

Entre sistemas a temperaturas diferentes a energia transfere-se do sistema com temperatura mais elevada para o sistema a temperatura mais baixa.

Entre sistemas a temperaturas diferentes a energia transfere-se do sistema com temperatura mais elevada para o sistema a temperatura mais baixa. Sumário Do Sol ao Aquecimento Unidade temática 1. Mecanismos de transferência de calor: a radiação, a condução e a convecção. O coletor solar e o seu funcionamento. Materiais condutores e isoladores do

Leia mais

REVISÃO ENEM FÍSICA-1

REVISÃO ENEM FÍSICA-1 REVISÃO ENEM FÍSICA-1 2011 Professor (a): Reginaldo José da Silva Data: / 10 / 2011 Aluno (a): nº: Série: 3º E.M QUESTÃO 01 Millikan para a obtenção do valor da carga do elétron. O vaporizador borrifa

Leia mais

Dado: g = 10 m/s 2. (A) 5,6 x 10 2 J (D) 1,4 x 10 2 J (B) 1,4 x 10 3 J (C) 3,5 x 10 3 J

Dado: g = 10 m/s 2. (A) 5,6 x 10 2 J (D) 1,4 x 10 2 J (B) 1,4 x 10 3 J (C) 3,5 x 10 3 J 41 A quantidade de calor Q transferida para o ar durante o tempo t através da superfície aquecida de um ferro de passar roupa de área A é dada por Q = h t A (q - q 0 ), onde q é a temperatura da superfície

Leia mais

PREPARAÇÃO PARA A PROVA DE AFERIÇÃO

PREPARAÇÃO PARA A PROVA DE AFERIÇÃO PREPARAÇÃO PARA A PROVA DE AFERIÇÃO 2016-17 CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS PARTE 2: FÍSICA 7º ANO DE ESCOLARIDADE III O Planeta Terra Período de rotação da Terra - É o tempo que a Terra demora a dar uma volta

Leia mais

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES. VERIFIQUE SE ESTÁ COMPLETO. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES. VERIFIQUE SE ESTÁ COMPLETO. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES. VERIFIQUE SE ESTÁ COMPLETO. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS VERIFIQUE SE NA PÁGINA CORRESPONDENTE À RESPOSTA DAS QUESTÕES 01, 06 E 08 APARECE UM DESENHO

Leia mais

Energia mecânica. O que é energia?

Energia mecânica. O que é energia? Energia mecânica Energia mecânica O que é energia? Descargas elétricas atmosféricas convertem enormes quantidades de energia elétrica em energia térmica, sonora e luminosa. A ciência define o conceito

Leia mais

QUESTÃO 16 PROVA DE FÍSICA I

QUESTÃO 16 PROVA DE FÍSICA I 6 PROVA DE FÍSICA I QUESTÃO 16 A figura representa um bloco de massa m que, após ser lançado com velocidade v, sobe uma rampa de comprimento L, sem atrito, inclinada de um ângulo θ. Assinale a opção que

Leia mais

1 a fase prova para alunos da 8 a série

1 a fase prova para alunos da 8 a série Olimpíada Brasileira de Física 2008 1 a fase 8ª série 1 1 a fase prova para alunos da 8 a série LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 01) Esta prova destina-se exclusivamente a alunos da 8ª série. Ela

Leia mais

ALUNO(A): TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO:

ALUNO(A): TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: ALUNO(A): PROVA COMENTADA OBF 014 PRIMEIRA FASE NÍVEL 1 Professor: Edney Melo Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: 01. A unidade de energia no sistema internacional é o JOULE (J) 0. Uma fonte renovável

Leia mais

EXERCÍCIOS FÍSICA 10. e problemas Exames Testes intermédios Professor Luís Gonçalves

EXERCÍCIOS FÍSICA 10. e problemas Exames Testes intermédios Professor Luís Gonçalves FÍSICA 10 EXERCÍCIOS e problemas Exames 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Testes intermédios 2008 2009 2010 2011 Escola Técnica Liceal Salesiana do Estoril Professor Luís Gonçalves 2 3 Unidade 1 Do Sol ao

Leia mais

PROF. DANILO PRINCÍPIOS DA ÓTICA GEOMÉTRICA TERCEIRO ANO 13/02/2016 FOLHA 03

PROF. DANILO PRINCÍPIOS DA ÓTICA GEOMÉTRICA TERCEIRO ANO 13/02/2016 FOLHA 03 FOLHA 03 Após esta aula, a lista "INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ÓTICA"pode ser feita por completo. EXERCÍCIOS 1. Suponha que você tenha em mãos quatro corpos esféricos: A, B, C e D. Os corpos A, B e C foram

Leia mais

FÍSICA. Processo Seletivo/UNIFAL - julho ª Prova Comum TIPO 1 QUESTÃO 11

FÍSICA. Processo Seletivo/UNIFAL - julho ª Prova Comum TIPO 1 QUESTÃO 11 FÍSICA QUESTÃO 11 A figura abaixo apresenta um feixe de luz branca viajando no ar e incidindo sobre um pedaço de vidro crown A tabela apresenta os índices de refração (n) para algumas cores nesse vidro

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 10.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 2010/2011 NOME: Nº: TURMA:

ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 10.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 2010/2011 NOME: Nº: TURMA: ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 0.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 200/20 NOME: Nº: TURMA: AVALIAÇÃO: Prof.. A energia eléctrica pode ser produzida em centrais termoeléctricas. Nessa produção há perdas de

Leia mais

Matriz de referência DE FÍSICA - SAERJINHO ANO ENSINO MÉDIO

Matriz de referência DE FÍSICA - SAERJINHO ANO ENSINO MÉDIO 1 ANO ENSINO MÉDIO MATÉRIA E ENERGIA TERRA E UNIVERSO H01 Reconhecer a equivalência entre massa e energia, descrevendo processos de conversão de massa em energia. H02 Reconhecer a equivalência entre massa

Leia mais

ATIVIDADE DE FÍSICA. Professor: Paulo Henrique

ATIVIDADE DE FÍSICA. Professor: Paulo Henrique ALUNO(A): TURMA: DATA: / / 2 a SÉRIE DO ENSINO MÉDIO ATIVIDADE DE FÍSICA Professor: Paulo Henrique INSTRUÇÕES: 1. A sua atividade contém: a) 21 (vinte e uma) questões. Confira seu exemplar. Não serão aceitas

Leia mais

d) condução e convecção b) radiação e condução e) condução e radiação c) convecção e radiação

d) condução e convecção b) radiação e condução e) condução e radiação c) convecção e radiação Lista 7 Propagação de calor 01. Sabe-se que a temperatura do café se mantém razoavelmente constante no interior de uma garrafa térmica perfeitamente vedada. a) Qual o principal fator responsável por esse

Leia mais

Física e Meio Ambiente

Física e Meio Ambiente Física e Meio Ambiente Temperatura e Clima na Terra PROF. WILDSON W DE ARAGÃO Ciência Sergipe.com FATORES QUE INFLUENCIAM A TEMPERATURA DA TERRA Movimento de Rotação - Maior arrefecimento após o pôr

Leia mais

Dilatação Térmica Aula 4 Allan Calderon

Dilatação Térmica Aula 4 Allan Calderon Dilatação Térmica Aula 4 Allan Calderon Transmissão de calor Def.: O calor é uma forma de energia que se propaga entre dois pontos, devido a uma diferença de temperatura entre eles. Ex.: Efeito estufa:

Leia mais

Energia & Sustentabilidade

Energia & Sustentabilidade Energia & Sustentabilidade O que é Energia? O termo energia do grego: "ergos, cujo significado original é trabalho, força em ação. Fontes limpas de energia: a luz do sol; o vento; a água. Energia Elétrica

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Potência e Energia Elétrica

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Potência e Energia Elétrica Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Potência e Energia Elétrica 1. (Enem 2010) Todo carro possui uma caixa de fusíveis, que são utilizados

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE FÍSICA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE FÍSICA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE FÍSICA Nome: Nº 9º ano Data: / / 2016 Nota: Professores: Gladstone e Samuel A - Introdução Leia, atentamente, este roteiro, pois ele resgata conteúdos essenciais para o

Leia mais

TERMOLOGIA. Calorimetria:

TERMOLOGIA. Calorimetria: TERMOLOGIA Calorimetria: Calor: é energia térmica em trânsito. Ela ocorre sempre entre dois corpos com temperaturas diferentes. O corpo com temperatura maior sede espontaneamente calor para o corpo que

Leia mais

Mecanismos de transferência de calor. Anjo Albuquerque

Mecanismos de transferência de calor. Anjo Albuquerque Mecanismos de transferência de calor 1 Mecanismos de transferência de calor Quando aquecemos uma cafeteira de alumínio com água ao lume toda a cafeteira e toda a água ficam quentes passado algum tempo.

Leia mais

1. (1,0) O gráfico abaixo mostra como a potência gerada por uma usina elétrica, em quilowatts (kw), varia ao longo das horas do dia.

1. (1,0) O gráfico abaixo mostra como a potência gerada por uma usina elétrica, em quilowatts (kw), varia ao longo das horas do dia. PAA A VALIDADE DO QiD, AS ESPOSTAS DEVEM SE APESENTADAS EM FOLHA PÓPIA, FONECIDA PELO COLÉGIO, COM DESENVOLVIMENTO E SEMPE A TINTA. TODAS AS QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA DEVEM SE JUSTIFICADAS. DATA DE

Leia mais

PROVA DE FÍSICA II. Dado: calor latente de fusão da água = 3,5 x 10 5 J/kg. A) 100 B) 180 D) Zero C) 240 E) 210

PROVA DE FÍSICA II. Dado: calor latente de fusão da água = 3,5 x 10 5 J/kg. A) 100 B) 180 D) Zero C) 240 E) 210 PROVA DE FÍSCA Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. nterprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais como fatores

Leia mais

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira)

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Semana 12 Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA VESTIBULAR UFPE UFRPE / 1998 2ª ETAPA NOME DO ALUNO: ESCOLA: SÉRIE: TURMA: FÍSICA 1 VALORES DE ALGUMAS GRANDEZAS FÍSICAS Aceleração da gravidade : 10 m/s 2 Número de Avogadro : 6,0 x 10 23 /mol Constante

Leia mais

Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses

Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses Hipertexto: http://www.astro.if.ufrgs.br Fundamentos de Astronomia e Astrofísica Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses Rogemar A. Riffel e-mail: rogemar@ufrgs.br http://www.if.ufrgs.br/~rogemar

Leia mais

Avaliação: Exercícios online 3 º Bimestre. Curso: E. Fundamental TURMA: 901/ 902 DATA: / /

Avaliação: Exercícios online 3 º Bimestre. Curso: E. Fundamental TURMA: 901/ 902 DATA: / / Avaliação: Exercícios online 3 º Bimestre DISCIPLINA: Física PROFESSOR(A): Marcos Veiga Curso: E. Fundamental TURMA: 901/ 902 DATA: / / NOME: Nº.: 1. (G1) Do ponto de vista microscópico o que é a temperatura?

Leia mais

Unidade 9 Transferência de Calor. Introdução Condução Fluxo de calor Convecção Irradiação

Unidade 9 Transferência de Calor. Introdução Condução Fluxo de calor Convecção Irradiação Unidade 9 Transferência de Calor Introdução Condução Fluxo de calor Convecção Irradiação Introdução Você já reparou que as colheres utilizadas para misturar alimentos em panelas costumam ser feitas de

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Termodinâmica

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Termodinâmica Termodinâmica Termodinâmica 1. Um cilindro, com comprimento de 1,5m, cuja base inferior é constituída por um bom condutor de calor, permanece semi-imerso em um grande tanque industrial, ao nível do mar,

Leia mais

FísicaWild on. Energia Mecânica. Em = Ec + Ep. Energia Cinética. Energia Potencial

FísicaWild on. Energia Mecânica. Em = Ec + Ep. Energia Cinética. Energia Potencial CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS FÍSICA WILDSON W DE ARAGÃO wildsondearagao@hotmail Energia Mecânica O conceito de Energia é amplamente discutido na Física. Desde a Energia Mecânica, no início do

Leia mais

5ª LISTA DE EXERCÍCIOS

5ª LISTA DE EXERCÍCIOS 5ª LISTA DE EXERCÍCIOS DISCIPLINA: Física Geral e Experimental I CURSO: Engenharia de Produção Noturno. 2º termo Prof. Dr. Elton Aparecido Prado dos Reis 01 - Um grupo de pessoas, por intermédio de uma

Leia mais

LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Luiz Fernando Wisniewski

LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Luiz Fernando Wisniewski LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS Prof.º Luiz Fernando Wisniewski lfw.geografia@gmail.com LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS Orientação através da rosa dos ventos Paralelos e Meridianos Latitude

Leia mais

Exercícios complementares - Física

Exercícios complementares - Física - Física Exercícios Conteúdo Habilidade 1, 2 e 3 Grandezas físicas e unidades de medidas 4 Aceleração média 5 Força resultante 6 Gráficos do M.R.U. e M.R.U.V. 7 Leis de Newton 8, 9 10 e 11 Trabalho e energia

Leia mais

1º SIMULADO DISCURSIVO IME FÍSICA

1º SIMULADO DISCURSIVO IME FÍSICA FÍSICA Questão 1 Considere o veículo de massa M percorrendo uma curva inclinada, de ângulo, com raio R constante, a uma velocidade V. Supondo que o coeficiente de atrito dos pneus com o solo seja, calcule

Leia mais

11 O gráfico na figura descreve o movimento de um caminhão de coleta de lixo em uma rua reta e plana, durante 15s de trabalho.

11 O gráfico na figura descreve o movimento de um caminhão de coleta de lixo em uma rua reta e plana, durante 15s de trabalho. 11 O gráfico na figura descreve o movimento de um caminhão de coleta de lixo em uma rua reta e plana, durante 15s de trabalho. a) Calcule a distância total percorrida neste intervalo de tempo. b) Calcule

Leia mais

Processo Avaliativo LISTA EXTRA 1-1º Bimestre/2017 Disciplina: Física B 1ª série EM A/B Data: 10/02/2017. Nome do aluno Nº Turma

Processo Avaliativo LISTA EXTRA 1-1º Bimestre/2017 Disciplina: Física B 1ª série EM A/B Data: 10/02/2017. Nome do aluno Nº Turma Processo Avaliativo LISTA EXTRA 1-1º Bimestre/2017 Disciplina: Física B 1ª série EM A/B Data: 10/02/2017 Nome do aluno Nº Turma Atividade Avaliativa: A atividade deve ser respondida e mantida no caderno.

Leia mais

Energia: Capacidade de realizar trabalho.

Energia: Capacidade de realizar trabalho. Energia: Capacidade de realizar trabalho. Formas de energia: Matéria: - Cinética (movim. macroscópico, térmica, etc) - Potencial (elétrica, gravitacional, elástica, etc) Tudo que tem massa e ocupa lugar

Leia mais

Física 3 aulas 19 e 20 Introdução à Óptica

Física 3 aulas 19 e 20 Introdução à Óptica www.fisicanaveia.com.br Física 3 aulas 19 e 20 Introdução à Óptica www.fisicanaveia.com.br/cei 1 De acordo com o Eletromagnetismo, particularmente das equações de James Clerk Maxwell (1831-1879), ao final

Leia mais

01- Por que a atmosfera é essencial para os seres aeróbios (organismos que usam o gás oxigênio para respirar)? R.:

01- Por que a atmosfera é essencial para os seres aeróbios (organismos que usam o gás oxigênio para respirar)? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Por que a atmosfera

Leia mais

= 36 = (m/s) = 10m/s. 2) Sendo o movimento uniformemente variado, vem: V = V 0 0 = 10 4,0. T T = 2,5s

= 36 = (m/s) = 10m/s. 2) Sendo o movimento uniformemente variado, vem: V = V 0 0 = 10 4,0. T T = 2,5s 11 FÍSICA Um veículo está rodando à velocidade de 36 km/h numa estrada reta e horizontal, quando o motorista aciona o freio. Supondo que a velocidade do veículo se reduz uniformemente à razão de 4 m/s

Leia mais

Questão 46. Questão 48. Questão 47. alternativa D. alternativa E. alternativa B

Questão 46. Questão 48. Questão 47. alternativa D. alternativa E. alternativa B Questão 46 No interior de um ônibus que trafega em uma estrada retilínea e horizontal, com velocidade constante de 90 km/h, um passageiro sentado lança verticalmente para cima um pequeno objeto com velocidade

Leia mais

Questão 46. Questão 47. Questão 49. Questão 48. alternativa B. alternativa B. alternativa A. alternativa D. A distância média da Terra à Lua é

Questão 46. Questão 47. Questão 49. Questão 48. alternativa B. alternativa B. alternativa A. alternativa D. A distância média da Terra à Lua é Questão 46 A distância média da Terra à Lua é 3,9 10 m. Sendo a velocidade da luz no vácuo igual a 30, 10 5 km/s, o tempo médio gasto por ela para percorrer essa distância é de: a) 0,77 s d) 77 s b) 1,3

Leia mais

5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril minutos /

5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril minutos / 5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor.. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais

Disciplina: Física Turma:3º ano Professor: André Antunes Escola SESI Jundiaí Aluno (a): Data: / / 2017.

Disciplina: Física Turma:3º ano Professor: André Antunes Escola SESI Jundiaí Aluno (a): Data: / / 2017. LISTA DE EXERCÍCIOS CAMPO ELÉTRICO E ELETRODINÂMICA 1- Não é necessário folha em anexo (Fazer na própria lista); 2- Leia com atenção para descobrir o que o exercício pede e retire os dados; 3- Verifique

Leia mais

Respostas Caderno de Exercícios 4

Respostas Caderno de Exercícios 4 4 Unidade 9 Eletrodinâmica Parte II capítulo 1 Associação de dispositivos elétricos em circuitos residenciais. D 3. C 4. A 5. D 6. A 7. A 8. D 9. C 10. D 11. D 1. a) i total 5 A b) R$ 7,9 14. D 15. B 16.

Leia mais

Questão 37. Questão 39. Questão 38. Questão 40. alternativa D. alternativa C. alternativa B

Questão 37. Questão 39. Questão 38. Questão 40. alternativa D. alternativa C. alternativa B Questão 37 Certas cargas transportadas por caminhões devem ser muito bem amarradas na carroceria, para evitar acidentes ou, mesmo, para proteger a vida do motorista, quando precisar frear bruscamente o

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Departamento de Estudos Básicos e Instrumentais 3 Termologia Física II Prof. Roberto Claudino Ferreira Prof. Roberto Claudino 1 ÍNDICE 1. Conceitos Fundamentais;

Leia mais

3 - Um objeto de 1,8 m de altura foi colocado diante de uma câmara escura de orifício conforme o esquema a seguir.

3 - Um objeto de 1,8 m de altura foi colocado diante de uma câmara escura de orifício conforme o esquema a seguir. 1 - Num dia ensolarado, um aluno de 1,8 m mede a sua sombra, encontrando 1,2 m. Se, naquele mesmo instante, a sombra de outra pessoa ao lado dele é de 1,0m então podemos concluir que a altura dessa pessoa

Leia mais

Física Legal.NET - O seu site de Física na Internet

Física Legal.NET - O seu site de Física na Internet 11. (Fei 97) A luz solar se propaga e atravessa um meio translúcido. Qual das alternativas a seguir representa o que acontece com a propagação dos raios de luz? 12. (Fuvest 93) A luz solar penetra numa

Leia mais

Lista Básica Aulas 22 e 23 Frente 3

Lista Básica Aulas 22 e 23 Frente 3 TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Considere os dados abaixo para resolver a(s) questão(ões), quando for necessário. Constantes físicas Aceleração da gravidade próximo à superfície da Terra: Aceleração da gravidade

Leia mais

As figuras acima mostram as linhas de indução de um campo magnético uniforme B r

As figuras acima mostram as linhas de indução de um campo magnético uniforme B r 1) No sistema mostrado abaixo, as roldanas e os fios são ideais e o atrito é considerado desprezível. As roldanas A, B, e C são fixas e as demais são móveis sendo que o raio da roldana F é o dobro do raio

Leia mais

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno 6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA Física e Química A - 10ºAno Professora Paula Melo Silva Data: 24 abril 2015 Ano Letivo: 2014/2015 90 min 1. Considere duas centrais produtoras de energia

Leia mais

FÍSICA - Lucas SALA DE ESTUDOS 2º TRIMESTRE Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS MUNIZ Nome: nº

FÍSICA - Lucas SALA DE ESTUDOS 2º TRIMESTRE Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS MUNIZ Nome: nº FÍSICA - Lucas SALA DE ESTUDOS º TRIMESTRE Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS MUNIZ Nome: nº Sala de Estudos ENERGIA MECÂNICA, POTÊNCIA E ELETRODINÂMICA 1. (Espcex (Aman) 014) Uma esfera é lançada

Leia mais

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: FÍSICA CIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: FÍSICA CIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 1º Ano: C11 Nº Professora: Saionara Chagas Data: / /2016 COMPONENTE

Leia mais

A fonte Solar de Energia da Terra

A fonte Solar de Energia da Terra A fonte Solar de Energia da Terra A energia solar é criada no núcleo do Sol quando os átomos de hidrogênio sofrem fusão nuclear para hélio. Em cada segundo deste processo nuclear, 700 milhões de toneladas

Leia mais

CONDUÇÃO TÉRMICA. Condução é o processo de propagação de calor no qual a energia térmica passa de partícula para partícula de um meio.

CONDUÇÃO TÉRMICA. Condução é o processo de propagação de calor no qual a energia térmica passa de partícula para partícula de um meio. PROPAGAÇÃO DE CALOR CONDUÇÃO TÉRMICA Condução é o processo de propagação de calor no qual a energia térmica passa de partícula para partícula de um meio. FLUXO DE CALOR (Φ) LEI DE FOURIER Q t (θ 1 > θ

Leia mais

g= 10 m.s c = 3,0 10 8 m.s -1 h = 6,63 10-34 J.s σ = 5,7 10-8 W.m -2 K -4

g= 10 m.s c = 3,0 10 8 m.s -1 h = 6,63 10-34 J.s σ = 5,7 10-8 W.m -2 K -4 TESTE DE FÍSICO - QUÍMICA 10 º Ano Componente de Física A Duração do Teste: 90 minutos Relações entre unidades de energia W = F r 1 TEP = 4,18 10 10 J Energia P= t 1 kw.h = 3,6 10 6 J Q = mc θ P = U i

Leia mais

FÍSICA. kg. s N m. Analisando a alternativa C, nota-se que: . s. = s = J. Resolução. O sistema está inicialmente em repouso (Q 0

FÍSICA. kg. s N m. Analisando a alternativa C, nota-se que: . s. = s = J. Resolução. O sistema está inicialmente em repouso (Q 0 FÍSICA Resolução Obtendo a unidade SI da grandeza definida pelo enunciado, resulta: m. t G = d. p u(g) = kg. s N m. m = kg. s. m = s m kg. s 3 Analisando a alternativa C, nota-se que: J. s W = J. s J s

Leia mais

Observação 2: Após os primeiros 15 segundos, a temperatura da água que sai do chuveiro começa a aumentar gradativamente.

Observação 2: Após os primeiros 15 segundos, a temperatura da água que sai do chuveiro começa a aumentar gradativamente. FÍSICA Questão 01 Dado: se precisar, utilize, para a aceleração da gravidade g = 10 m/s 2 A figura ao lado mostra a instalação de água quente no banheiro do Senhor Pedro. A água fria entra num pequeno

Leia mais

MOVIMENTOS E ENERGIA MECÂNICA

MOVIMENTOS E ENERGIA MECÂNICA APOSTILA 01 MOVIMENTOS E ENERGIA MECÂNICA QUESTÃO 01 ENEM MEC QUESTÃO 02 ENEM MEC O trecho da música, de Lenine e Arnaldo Antunes (1999), ilustra a preocupação com o trânsito nas cidades, motivo de uma

Leia mais

POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES. PROF.: Célio Normando

POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES. PROF.: Célio Normando POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES CADERNO 1 PROF.: Célio Normando CA 5 - Entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e aplicá-los em diferentes contextos. H17 Relacionar informações apresentadas

Leia mais

COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO. ENERGIA Do fogo a energia elétrica. Prof. Márcio Marinho

COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO. ENERGIA Do fogo a energia elétrica. Prof. Márcio Marinho COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO ENERGIA Do fogo a energia elétrica O fogo O fogo é a rápida oxidação de um material combustível liberando calor, luz e produtos de reação, tais como o dióxido de carbono

Leia mais

PROVA FÍSICA 1º TRIMESTRE 2013 PROF. VIRGÍLIO

PROVA FÍSICA 1º TRIMESTRE 2013 PROF. VIRGÍLIO PROVA FÍSICA 1º TRIMESTRE 2013 PROF. VIRGÍLIO NOME Nº 1º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão anuladas. As questões

Leia mais

Campo Elétrico. a) Q < 0 e q < 0. b) Q > 0 e q < 0. c) Q < 0 e q neutra. d) Q > 0 e q > 0. e) Q < 0 e q > 0.

Campo Elétrico. a) Q < 0 e q < 0. b) Q > 0 e q < 0. c) Q < 0 e q neutra. d) Q > 0 e q > 0. e) Q < 0 e q > 0. QUESTÃO 1 Uma partícula carregada positivamente é abandonada do ponto A da figura, presa a um fio isolante, em uma região de campo elétrico uniforme, como mostra a figura. Desprezando a ação gravitacional,

Leia mais

Lista de Exercícios (Profº Ito) Dinâmica no Movimento Circular

Lista de Exercícios (Profº Ito) Dinâmica no Movimento Circular TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO SE NECESSÁRIO, ADOTE g = 10 m/s. 1. Um circuito de Fórmula Mundial circular, com 320 m de raio, tem como velocidade de segurança 40 m/s. Calcule a tangente do ângulo de inclinação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 04/2016-PROGRAD PROVA ESCRITA ÁREA: FÍSICA GERAL Questão 1. (Valor 2,0) Um foguete modelo de 4,00 kg é lançado verticalmente para cima com

Leia mais

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 22 TRABALHO E POTÊNCIA

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 22 TRABALHO E POTÊNCIA FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 22 TRABALHO E POTÊNCIA k x Como pode cair no enem (ENEM) Um motor só poderá realizar trabalho se receber uma quantidade de energia de outro sistema. No caso, a energia

Leia mais

Adotando-se o solo como origem dos espaços e orientando a trajetória para cima, do trecho compreendido entre os instantes 0 e 15,0s, vem: s = N Área

Adotando-se o solo como origem dos espaços e orientando a trajetória para cima, do trecho compreendido entre os instantes 0 e 15,0s, vem: s = N Área 46 b FÍSICA Um estudante que se encontrava sentado em uma praça, em frente de um moderno edifício, resolveu observar o movimento de um elevador panorâmico. Após haver efetuado algumas medidas, concluiu

Leia mais

2) (UFRJ) A figura a seguir mostra um objeto pontual P que se encontra a uma distância de 6,0 m de um espelho plano.

2) (UFRJ) A figura a seguir mostra um objeto pontual P que se encontra a uma distância de 6,0 m de um espelho plano. EXERCÍCIOS DE REVISÃO DO PRIMEIRO SEMESTRE (SETOR 1215) CARRILHO 1) A figura a seguir representa os perfis de dois espelhos planos E e E'. O raio de luz I incide obliquamente no espelho E, formando um

Leia mais

5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr minutos /

5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr minutos / 5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr. 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor E.E. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais

Dados: A condutividade térmica da parede é igual a e o custo da energia elétrica em é de

Dados: A condutividade térmica da parede é igual a e o custo da energia elétrica em é de 1. (Upe-ssa 2 2016) É muito comum o amplo uso de aparelhos de ar-condicionado durante o verão intenso do Recife. Nessa cidade, uma residência possui uma parede de área e espessura separando o ambiente

Leia mais

LEIS DE NEWTON DINÂMICA 3ª LEI TIPOS DE FORÇAS

LEIS DE NEWTON DINÂMICA 3ª LEI TIPOS DE FORÇAS DINÂMICA É a parte da Mecânica que estuda as causas e os movimentos. LEIS DE NEWTON 1ª Lei de Newton 2ª Lei de Newton 3ª Lei de Newton 1ª LEI LEI DA INÉRCIA Quando a resultante das forças que agem sobre

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 10.º teste sumativo de FQA 9.maio.015 10.º Ano Turma A Professora: M.ª do Anjo Albuquerque Versão 1 Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 10 páginas

Leia mais

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova.

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. Física 1 2 a prova 02/07/2016 Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. 1- Assine seu nome de forma LEGÍVEL na folha do cartão de respostas. 2- Leia os enunciados com atenção. 3- Analise sua

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS FÍSICA EXTREMAMENTE FÁCIL Prof. MSc.Tarso Holanda

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS FÍSICA EXTREMAMENTE FÁCIL Prof. MSc.Tarso Holanda CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS FÍSICA EXTREMAMENTE FÁCIL Prof. MSc.Tarso Holanda Prezado Aluno, Neste e-book de Física, será passada as nossas dicas mais importantes para o ENEM 2016. Para isso,

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV E HABILIDADES REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV 2 Vídeo - Primeira Lei de Newton - Lei da Inércia 3 As três leis de Newton do movimento Sir Isaac Newton desenvolveu as três

Leia mais

QUESTÕES EXTRAS 3ª SÉRIE

QUESTÕES EXTRAS 3ª SÉRIE QUESTÕES EXTRAS 3ª SÉRIE 1) Um pássaro voa em linha reta do ponto A, no solo, ao ponto B, em uma montanha, que dista 400 m do ponto A ao longo da horizontal. O ponto B se encontra também a uma altura de

Leia mais