Capítulo Rede cliente-servidor com o Windows 2000 Server

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Capítulo Rede cliente-servidor com o Windows 2000 Server"

Transcrição

1 5 Capítulo Rede cliente-servidor com o Windows 2000 Server Mostraremos neste capítulo como configurar uma rede cliente-servidor com o Windows 2000 Server. Este sistema é derivado do Windows NT e faz parte da linha de sistemas Microsoft para servidores. Foi lançado em diversas versões, com características bem diferentes: Windows 2000 Professional Esta versão destina-se ao uso em estações de trabalho, e não como servidor. A partir dela foi criado o Windows XP. Windows 2000 Server Esta é a versão básica do Windows 2000 Server. Permite operar com até 4 processadores e 4 GB de memória. É ideal para redes clienteservidor de médio e pequeno porte. Windows 2000 Advanced Server Esta versão é indicada para redes de maior porte. Permite operar com até 8 processadores e 8 GB de memória. Permite que múltiplos servidores operem em conjunto, permitindo aumentar o desempenho em função do número de servidores. Windows 2000 Datacenter Server Tem os recursos da versão Advanced e pode operar com até 32 processadores e 32 GB de memória. A família de sistemas para servidores continuará a crescer com novas versões, porém a maioria dos recursos e comandos disponíveis manterão compatibilidade com o Windows Portanto os ensinamentos apresentados aqui certamente serão aproveitados para novas versões.

2 5-2 Como montar e configurar sua rede de PCs Componentes de hardware Não existe diferença na parte física da rede quando é usada a arquitetura clienteservidor. A mesma infra-estrutura de cabos, hubs, switches e outros equipamentos de rede aplica-se tanto para redes ponto-a-ponto como a redes cliente-servidor. A única diferença fica por conta do servidor, que precisa ser dedicado. Lembramos que em redes ponto-a-ponto podemos usar um servidor dedicado, o que é altamente recomendável, porém não é obrigatório. Em redes domésticas, por exemplo, o servidor pode ser usado como estação de trabalho. Nas redes cliente-servidor, o servidor é dedicado. Deve ter seu tempo livre para executar apenas as tarefas de atendimento dos demais computadores, fornecendo o acesso a arquivos, impressoras, à Internet, além de gerenciar todas as permissões de acesso. Assim como ocorre nas redes ponto-a-ponto, o acesso à Internet pode ser centralizado através do servidor. Podemos ter o servidor operando como simultaneamente como firewall e roteador para acesso à Internet, ou podemos ter um módulo separado, com firewall e roteador (normalmente integrados), deixando o servidor menos congestionado. No capítulo 7 daremos mais detalhes sobre as formas de conexão possíveis. Usaremos no nosso exemplo o compartilhamento da conexão a partir de um modem no servidor, usando acesso por linha telefônica. Figura 1 Exemplo de rede. Conceitos importantes Redes cliente-servidor são um pouco mais complexas que as redes ponto-a-ponto. As configurações não são automáticas, e o instalador precisa ter conhecimentos técnicos sobre diversos conceitos. É um grande contraste em comparação com as redes pontoa-ponto, que podem ser configuradas de forma automática através de assistentes, não necessitam de administrador e o responsável pela sua montagem nem mesmo precisa ter conhecimentos teóricos sobre redes, protocolos e outros elementos. Protocolos e endereços Entre os diversos protocolos utilizados em redes, o TCP/IP é o mais comum. É usado na Internet e é instalado automaticamente com o Windows. Os dados trocados entre dois computadores quaisquer da rede são acompanhados de um cabeçalho

3 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-3 contendo o endereço de destino e o endereço de origem. Cada endereço é formado por 4 bytes (32 bits). Convencionou-se escrever esses endereços como uma seqüência de quatro números decimais separados por pontos. Cada um desses números, sendo formados por 8 bits, pode assumir valores entre 0 e 255. Por exemplo: Esses endereços são chamados de endereços IP, e IP significa Internet protocol. Nos acessos à Internet, esses números são usados para endereçar sites. Existem entretanto certas faixas de endereços que não são usadas na Internet, e sim, são reservadas para uso em redes locais. São as seguintes as faixas reservadas para uso local: Classes internas Endereço inicial Endereço final Classe A Classe B Classe C Ao montar uma rede será preciso definir as faixas de endereços a serem usadas pelas máquinas. Quando usamos o Assistente de rede doméstica no Windows ME, esta escolha é feita automaticamente. No Windows 2000 Server, temos que fazer esta escolha manualmente. Para isso é preciso respeitar certas regras de distribuição de endereços. Se você não quer perder tempo nem esquentar a cabeça, configure sua rede como classe A. Você poderá usar para suas máquinas, qualquer endereço entre e Esta é inclusive a escolha padrão do Windows 2000 Server. Para escolher outras classes é preciso conhecer um pouco mais, como mostraremos agora: Redes classe A Essas redes podem ter até 16 milhões de endereços. Apenas grandes empresas receberam a permissão para uso dessas redes. Por exemplo, o serviço de correios dos Estados Unidos recebeu a rede A de número 56, e usa portanto os endereços entre e A IBM recebeu a rede 9 ( a ), a HP recebeu a rede 15, a Ford recebeu a rede 19, e assim por diante. Você poderá usar uma rede classe A de número 10 ( a ). A diferença é que esta faixa de endereços será de uso interno, ou seja, os roteadores que fazem a conexão da rede interna com a Internet ignoram esses endereços. Redes classe B Essas redes podem ter até máquinas. Elas utilizam endereços entre 128.x.x.x e 191.x.x.x. Essas classes são usadas por redes de médio porte, como universidades (apesar de algumas como MIT e Stanford usarem redes A, as de números 18 e 36, respectivamente). Existem faixas de endereços para redes classe B. Destas, 16 são usadas para redes locais classe B. São elas:

4 5-4 Como montar e configurar sua rede de PCs Se você decidir usar uma rede classe B, terá que escolher uma das 16 opções acima. Digamos que você escolha a faixa a Poderá então escolher para suas máquinas, endereços que começam com e variar apenas os dois últimos números. Redes classe C Cada uma dessas redes pode ter até 254 computadores. Os endereços IP reservados para essas classes vão de a São cerca de 4 milhões de redes possíveis, sendo que delas, 256 são reservadas para redes internas, que você poderá utilizar. São elas: Se você escolher por exemplo a terceira faixa, terá que utilizar endereços que começam com e variar apenas o último número. OBS.: em cada uma das redes, dois endereços são reservados, sendo um para a própria rede e um para broadcast (mensagem simultânea para todos os nós). Active Directory Um dos principais desafios dos desenvolvedores de redes é criar métodos seguros para controlar o uso dos recursos disponíveis pelos diversos usuários da rede. O Active Directory é um novo método de controle criado pela Microsoft para o Windows 2000 Server. Tomando um exemplo bem simples, imagine que o usuário bernardo fez logon em um certo computador da rede, e que no servidor exista uma pasta de uso específico desta usuário, chamada Arquivos de Bernardo. A validação do logon (usuário e senha) e a permissão do acesso desta pasta por este usuário é feita com base no Active Directory. Esta é a tarefa mais simples possível, existem muitas outras tarefas bastante complexas. Podem ser gerenciados usuários, grupos, computadores e máquinas em geral, servidores, pastas, impressoras e sites. Domínio

5 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-5 Domínio é um grupo de máquinas que acessam e/ou compartilham recursos entre si. A noção de domínio é muito parecida com a de grupo de trabalho. Ambos são visualizados a partir de Ambiente de rede ou Meus locais de rede. O acesso aos recursos compartilhados é controlado por um computador chamado controlador de domínio. Este deve utilizar o Windows 2000 Server, mas os demais computadores do domínio podem usar outros sistemas, como o Windows 2000 Professional, Windows XP e Windows 9x/ME. A figura 2 mostra os computadores do domínio LABO, usado na nossa rede. Nela o computador de nome SW2000 é o servidor de domínio. Nele é feita a autenticação dos usuários que fazem logon na rede. Uma vez autenticados, esses usuários podem acessar os recursos compartilhados existentes nos computadores do domínio, desde que esses recursos estejam configurados com permissões para esses usuários. A maioria dos recursos compartilhados estão no próprio servidor, entretanto nada impede que existam recursos em outras máquinas do domínio. Figura 2 Computadores do domínio LABO. DHCP Em uma rede, cada máquina deve ter seu endereço. Existem dois métodos de definição do endereço IP: manual e automático. O endereço manual é programado no quadro de propriedades de rede. Aplicamos um clique duplo sobre o protocolo TCP/IP e será mostrado um quadro com diversas guias. A figura 3 mostra o resultado em PCs com Windows 9x/ME. Na guia Endereço IP marcamos a opção Especificar um endereço IP. Podemos então preencher o endereço manualmente. Também é preciso preencher a máscara de sub-rede. Para endereços classe A, o padrão é A outra opção é Obter um endereço IP automaticamente. Ao ser usada, o endereço IP será definido por um servidor DCHP (Dynamic Host Configuration Protocol). Um computador com o Windows 2000 Server irá operar como servidor DCHP. Desta forma não precisamos configurar manualmente endereços IP para cada computador da rede. Deixamos todos na configuração automática (que é inclusive a opção padrão) - Obter um endereço IP automaticamente. Note que para esta configuração automática funcionar corretamente, o servidor DCHP deve estar ativo. Portanto é preciso ligar o servidor antes dos demais PCs da rede.

6 5-6 Como montar e configurar sua rede de PCs Figura 3 Indicando o endereço IP a ser usado. DNS e WINS O Windows 2000 Server permite que um computador opere como servidor DNS (Domain Naming System) e WINS (Windows Internet Naming Service). Tratam-se de dois processos usados para a conversão entre nomes e endereços. Digamos por exemplo que um computador tenha endereço O acesso fica muito mais fácil se os usuários da rede não precisarem memorizar esses números, e sim um nome mais amigável, como \\Servidor2. Dependendo do software utilizado, a conversão de nomes para endereços pode ser feita por um ou outro sistema. O WINS é o sistema mais antigo, usado nas redes Microsoft até meados dos anos 90. O DNS é o sistema mais novo, usado também na localização de sites na Internet. Graças ao DNS, programas terão acesso a recursos da rede a partir dos seus nomes. Graças ao WINS, computadores com sistemas mais antigos poderão ter acesso aos recursos do servidor. Instalando o Windows 2000 Server A instalação do Windows 2000 Server consiste em executar um boot com o seu CD- ROM de instalação e seguir o assistente de instalação. Podemos ter instalados mais de um sistema operacional no computador, usando por exemplo, o Windows XP e o Windows 2000 Server. Entretanto é altamente recomendável que o servidor seja totalmente dedicado, e que aplicativos comuns não sejam usados. Desta forma o servidor estará o tempo todo disponível para o atendimento dos demais computadores da rede. Recomendamos portanto que o disco rígido seja formatado na ocasião da instalação, utilizando o sistema NTFS. Podemos usar o disco rígido inteiro como um único drive C, ou dividi-lo em dois ou mais drives lógicos. Esta divisão é feita pelo programa de instalação do sistema.

7 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-7 Para realizar o boot através do CD-ROM de instalação do Windows 2000 Server, pode ser necessário alterar o CMOS Setup do computador. É preciso encontrar o comando que define a seqüência de boot, e então programá-lo para que o CD-ROM seja usado antes do disco rígido (ou seja, o boot só seria feito pelo disco rígido se não existir CD-ROM no drive). Em alguns Setups existem opções como A:, C:, CD- ROM; C:, A:, CD-ROM, e assim por diante. Em outros Setup temos os itens First boot device, Second boot device, third boot device e fourth boot device, e cada um deles pode ser programado com as opções Floppy, HD e CD-ROM. Enfim, escolhemos uma opção que deixe o CD-ROM ser usado antes do disco rígido. A figura 4 mostra a tela inicial do programa de instalação do Windows 2000 Server. É bastante parecido com o do Windows XP e o do Windows 2000 Professional. Teclamos ENTER para dar início à instalação. Figura 4 Programa de instalação do Windows 2000 Server. Será apresentado um contrato de licença. Devemos teclar F8 para concordar com o contrato e prosseguir com a instalação. O programa irá checar o estado do disco rígido. Verificará quais são as partições existentes para que possamos escolher em qual delas será feita a instalação. Quando um disco rígido é novo, todo o seu espaço será indicado como Espaço não particionado, ou seja, não existirão partições. No nosso exemplo o disco rígido já havia sido usado. Existe uma partição única, formatada com FAT32, com pouco mais de 38 GB, dos quais cerca de 22 GB estão livres. Recomendamos que esta partição seja excluída e que seja criada uma nova partição formatada com NTFS. Conforme explica a tela da figura 5, teclamos D para remover a partição.

8 5-8 Como montar e configurar sua rede de PCs Figura 5 Escolha da partição onde será feita a intalação. O programa avisará que os dados da partição antiga serão perdidos. É preciso confirmar a escolha para que a partição seja removida. O processo dura apenas alguns segundos, e ao seu término, toda a capacidade do disco será indicada como Espaço não particionado, como vemos na figura 6. Podemos agora teclar ENTER para instalar o Windows 2000 Server neste espaço. Figura 6 Instalar o sistema no espaço não particionado. Na tela seguinte escolhemos a opção Formatar a partição utilizando o sistema de arquivos NTFS. O programa fará então a formatação, operação que irá demorar vários minutos, dependendo da capacidade e da velocidade do disco rígido. Terminada a formatação será feita automaticamente a cópia dos arquivos de instalação na partição criada ou selecionada (figura 7). Este processo também é demorado, apesar de ser mais rápido que a formatação.

9 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-9 Figura 7 Os arquivos de instalação estão sendo copiados para o disco rígido. O computador será reiniciado, e o boot desta vez deverá ser feito pelo disco rígido. Se você alterou o CMOS Setup para permitir o boot pelo CD-ROM, altere-o novamente para que o boot seja feito pelo disco rígido. Em muitos computadores, o boot pelo CD-ROM só é feito mediante confirmação ( Press any key to boot from CD-ROM). Nesse caso basta não pressionar uma tecla e o boot pelo CD-ROM será ignorado. Seja como for, se após o boot for apresentada uma tela como a da figura 4, o programa de instalação estará sendo executado desde o início. Você deve cancelar a operação e retirar o CD-ROM do drive para que o boot seja feito pelo disco rígido. Quando aparecer a primeira tela gráfica do Windows 2000 Server, você pode colocar novamente o CD-ROM no drive, pois ele será necessário no restante da instalação. A tela gráfica do Windows 2000 Server estará operando neste momento no modo VGA, com resolução de 640x480 e 16 cores. Os próximos passos da instalação são explicados a seguir: Instalação de dispositivos O Assistente de instalação levará alguns minutos para instalar e configurar dispositivos como teclado, mouse, monitor e placa de vídeo. O processo demora alguns minutos e a tela poderá piscar ou apagar por alguns segundos. Configurações regionais A localidade do sistema e dos usuários será definida como Brasil (a menos que você esteja usando uma versão em inglês). Podemos clicar no botão Personalizar para alterar essas configurações. O layout do teclado é definido como padrão na versão brasileira, como Brasil/ABNT. O teclado ABNT é aquele que tem um Ç ao lado da tecla ENTER. Se o teclado não for desse tipo, demos que alterá-lo. Para isso basta clicar em Personalizar, marcar o item Português-Brasil, clicar em Propriedades e selecionar o layout Estados Unidos Internacional. Nome e organização

10 5-10 Como montar e configurar sua rede de PCs Um quadro perguntará o nome do usuário que está fazendo a instalação e o nome da organização (empresa). Este usuário terá poderes de administrador do sistema. Chave e licenciamento Será pedida a chave do produto, que é o código existente na parte traseira da embalagem do CD-ROM de instalação. Pedirá também o modo de licenciamento do sistema. Existe dois modos de licenciamento: por servidor e por estação. Em redes com o Windows 2000 Server, é preciso comprar não apenas o sistema operacional usado no servidor e os sistemas usados nas estações de trabalho, mas também as licenças de uso que permitem acessar o servidor a partir dos clientes. No modo de licenciamento por estação, cada computador da rede precisa ter uma licença adquirida. Este método é indicado para redes que possuem mais de um servidor. No modo de licenciamento por servidor, o número de clientes poderá variar, e o servidor admitirá um número máximo de conexões com clientes. Este método é indicado para redes que possuem apenas um servidor. O Windows 2000 Server é vendido com licenças embutidas para clientes, e o custo total dependerá do número de licenças para clientes. No nosso exemplo escolheremos o modo de licenciamento por servidor. Nome do computador e senha do administrador O assistente de instalação perguntará o nome do computador. Será dado automaticamente um nome complicado, como LVC-FTTI5VM9G7L. Podemos alterar o nome neste momento para algo mais amigável, como SW2000 ou outro nome de nosso agrado. Também será preciso criar uma senha para o administrador do sistema. Escolha dos componentes a serem instalados Será apresentada uma lista de componentes do Windows, na qual podemos escolher quais devem ser instalados. Esta lista é similar à obtida quando usamos o comando Adicionar/Remover programas, no Painel de controle. Podemos deixar selecionados os itens sugeridos pelo assistente. Novos componentes serão instalados à medida em que forem necessários durante o uso normal do sistema. Data, hora e fuso horário Assim como ocorre nas demais versões do Windows, será perguntada a data, a hora e a zona de tempo que define o fuso horário. Na versão em português é usado automaticamente o horário de Brasília. Se usarmos a versão em inglês poderemos alterar para Brasília, o fuso horário que vigora na maior parte do Brasil. Configurações de rede Serão feitas a seguir as configurações de rede. O assistente perguntará se devem ser usadas as configurações típicas ou personalizadas. As configurações típicas são indicadas para a maioria dos casos, e incluem:

11 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-11 Cliente para redes Microsoft Compartilhamento de arquivos e impressoras em redes Microsoft Protocolo TCP/IP Se for necessário utilizar outros componentes de rede, como por exemplo um protocolo adicional, podemos usar as configurações personalizadas e escolher os componentes desejados. Será perguntado o domínio ou grupo de trabalho. Em redes com o Windows 2000 Server usamos normalmente uma rede com domínio, e esta deve ser a opção escolhida aqui. Indicamos então o nome do domínio do qual o computador deve ser membro. No nosso exemplo usaremos o domínio LABO. Será preciso digitar o nome de um usuário com poderes de administrador, bem como a sua senha. Poderá ser o usuário que foi cadastrado durante o processo de instalação. Note que este comando não cria o domínio, e sim adiciona o computador a um domínio já existente. Como estamos instalando o primeiro servidor, o domínio ainda não existe, e será apresentada uma mensagem de erro, indicando que o domínio é inválido. Podemos então prosseguir e ingressar no domínio mais tarde, através do programa de configuração do servidor. Instalação dos componentes selecionados A próxima etapa demorará vários minutos. É a instalação dos componentes selecionados e das configurações escolhidas anteriormente. Aguarde até o assistente apresentar um quadro indicando que concluiu o seu trabalho. Clique em Concluir e será executado um novo boot. Não esqueça de retirar o CD-ROM de instalação. O primeiro boot O Windows 2000 Server já está instalado, mas será ainda preciso fazer diversas configurações. Será preciso configurar o servidor, criar contas de usuários, compartilhamentos, etc. A mensagem a rede está sendo iniciada é apresentada durante alguns minutos. A seguir é apresentado um quadro indicando que devemos pressionar Control-Alt-Del. No Windows 2000 Server, esta seqüência provoca a exibição de um quadro de logon, onde devemos preencher o nome do usuário e a senha. O usuário deverá ser Administrador, e a senha é a que criamos quando instalamos o sistema. Será apresentada a velha e conhecida área de trabalho do Windows. A interface gráfica do Windows 2000 Server é muito parecida com a do Windows 9x/ME.

12 5-12 Como montar e configurar sua rede de PCs Figura 8 A tela do Windows 2000 Server. Também será executado automaticamente o Assistente de configuração do servidor. Antes de configurar o servidor é preciso checar se todos os itens de hardware foram instalados corretamente. Certos dispositivos podem ainda não estar operacionais devido à falta de drivers. Devemos então fechar o assistente para fazer as configurações de hardware necessárias. Instalação de drivers A primeira coisa a fazer é instalar os drivers do chipset da placa mãe (ou placa de CPU). Esses drivers permitem que os recursos da placa mãe funcionem corretamente. Se não forem instalados podem ocorrer problemas de mau funcionamento nos acessos a disco, nos acessos à placa de vídeo, no gerenciamento de energia e a queda de desempenho do disco rígido. Esta é uma etapa muito importante, que até mesmo muitos técnicos esquecem de cumprir. O grande problema é que o Windows não avisa quando os drivers existentes não são adequados, ou quando os drivers do fabricante estão ausentes. Se a placa de CPU for de fabricação recente, é possível que os drivers existentes no CD-ROM que acompanha sejam adequados. O ideal entretanto é obter os drivers mais atualizados, no site do fabricante da placa mãe.

13 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-13 Figura 9 Programa de instalação que acompanha as placa Asus. A figura 9 mostra o programa de instalação que acompanha as placas Asus. A placa do nosso exemplo é uma TUV4X, que possui um chipset da VIA Technologies. A placa de CPU é portanto acompanhada do VIA 4 in 1 drivers, que é a primeira opção do menu. Escolhemos esta opção para instalar os drivers do chipset. Será preciso reiniciar o computador depois desta instalação. Figura 10 Existem dispositivos com problemas indicados no Gerenciador de dispositivos. Devemos a seguir checar o Gerenciador de dispositivos. No exemplo da figura 10, vemos que existem dois dispositivos com problemas (indicados com um ponto de interrogação). Esses dispositivos fazem parte da placa de som. Vários modelos de placas de som podem apresentar este problema. Basta usar o método padrão de atualização de driver e usar o CD-ROM que acompanha a placa de som. No caso de placas de CPU com som onboard, os drivers de som estão no CD-ROM que acompanha esta placa.

14 5-14 Como montar e configurar sua rede de PCs Muito importante é checar no Gerenciador de dispositivos a situação da placa de som e da placa de rede. Vemos na figura 10 que a placa de rede é reconhecida como: D-Link DFE-530TX PCI Fast Ethernet Adapter Se a placa de rede não estiver indicada no item Adaptadores de rede, o servidor não poderá ter acesso à rede. Será preciso instalar os drivers da placa de rede. Menos crítica mas também importante é a placa de vídeo. Se seus drivers não forem instalados, o Windows usará um driver VGA padrão e o modo gráfico estará limitado a 640x480 com 16 cores. No nosso exemplo (figura 10) vemos que a placa de vídeo está indicada como: S3 Inc. Trio 3D A placa estará portanto pronta para operar com resoluções mais elevadas e com maior número de cores. A falta desses recursos não é crítica para um servidor, entretanto para trabalhar melhor com os comandos do Windows 2000 Server, é ideal usar uma resolução de 800x600. Instale os drivers da placa de vídeo se necessário, e declare a marca e o modelo do monitor. Configurando o servidor Sempre que o Windows 2000 Server é iniciado, é executado o Assistente de configuração do servidor (figura 11). Este programa também pode ser executado com o comando: Iniciar / Programas / Ferramentas administrativas / Configurar o servidor Figura 11 Assistente de configuração do servidor.

15 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-15 OBS.: Conecte o servidor no hub ou switch onde será usado antes de realizar o boot, para que o assistente não reclame que a rede não foi encontrada. Aliás, a maioria dos programas necessários à configuração e administração do servidor são encontrados neste menu de ferramentas administrativas. Na figura 11, marcamos a opção Este é o único servidor da rede e clicamos em Avançar. O Assistente avisa então (figura 12) que serão instalados três módulos importantíssimos para o funcionamento do servidor; Active Directory DHCP DNS Esses três componentes são absolutamente necessários para o funcionamento do servidor. O DNS é um serviço de nomes para o protocolo TCP/IP. Graças a ele as máquinas da rede podem endereçar umas às outras usando nomes, ao invés de endereços TCP/IP. Figura 12 Serão instalados o Active Directory, o DHCP e o DNS. A seguir o Assistente pergunta (figura 13) o nome do domínio. Este nome é composto de duas partes, separadas por um ponto. A primeira parte pode ser o nome da empresa ou outra indentificação similar. No nosso exemplo usaremos LABO. A segunda parte é usada para a formação de nomes de sites na Internet. É necessário que este nome seja registrado no órgão gestor apropriado (no caso do Brasil, a FAPESP). Quando o rede não vai receber acessos externos, usamos a terminação LOCAL.

16 5-16 Como montar e configurar sua rede de PCs Figura 13 Identificando o domínio. Note que para computadores com sistemas compatíveis com o Active Directory, o nome do domínio será composto das duas partes (no nosso exemplo, LABO.LOCAL). Este será portanto o nome do domínio para computadores com Windows 2000 e Windows XP. Para computadores com sistemas que utilizam serviços de nomes baseados no NetBIOS (Windows 9x/ME), o nome será visto apenas com a primeira parte (no nosso caso, LABO). Figura 14 O Assistente está pronto para instalar as opções escolhidas. O Assistente apresentará o quadro da figura 14, e está pronto para instalar os componentes necessários. O processo demorará vários minutos, e será pedida a colocação do CD-ROM de instalação do Windows 2000 Server. Terminada a instalação, o computador será reiniciado. Este processo de boot também será demorado.

17 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-17 Depois do boot e do logon habitual, o Assistente de configuração da rede será executado, agora com o aspecto mostrado na figura 15. Se não quisermos mais que seja executado automaticamente a cada inicialização do Windows, basta desmarcar a opção Mostrar esta tela ao inicializar. Figura 15 Assistente de configuração da rede. Configurando o servidor DHCP Dentro do servidor físico no qual está instalado o Windows 2000 Server, podem existir vários servidores lógicos. Servidor de arquivos, servidor de impressão, servidor DNS, servidor WINS e servidor DHCP são alguns exemplos. Esses servidores são softwares que podem ser instalados em um mesmo computador, fazendo com que passe a oferecer diversos serviços. O servidor DCHP é o software que faz com que o computador passe a oferecer o serviço de distribuição de endereços IP para os demais PCs e dispositivos da rede. A vantagem em usar um servidor DHCP é que o administrador não precisa configurar manualmente o endereço IP de cada computador da rede. Todos os endereços serão distribuídos automaticamente pelo servidor DHCP. Apenas o servidor precisa ter seu endereço IP configurado. Para fazer esta configuração, abra a pasta Meus locais de rede e clique em conexões dial-up e de rede. Lá estará o ícone da conexão de rede (desde que a placa de rede esteja instalada corretamente). Clique neste ícone com o botão direito do mouse e escolha no menu a opção Propriedades. Será apresentado o quadro de propriedades de rede. Aplique agora um clique duplo no item Protocolo TCP/IP. Será apresentado o quadro da figura 16.

18 5-18 Como montar e configurar sua rede de PCs Figura 16 Propriedades do protocolo TCP/IP no servidor. O quadro já deverá estar preenchido com a configuração padrão do Windows, como mostra a figura 16: Usar o seguinte endereço IP: Máscara de sub-rede: Usar os seguintes endereços de servidor DNS: O protocolo TCP/IP nos computadores da rede também precisam ser configurados. Em cada cliente, no quadro de propriedades de rede aplicamos um clique duplo no protocolo TCP/IP. A figura 17 mostra o quadro obtido no Windows XP. Marcamos a opção Obter um endereço IP automaticamente e programamos o endereço para o servidor DNS.

19 Capítulo 5 Montando uma rede cliente-servidor 5-19 Figura 17 Configurnado um cliente com Windows XP. No Windows 9x/ME, o quadro de configurações TCP/IP é um pouco diferente. Existem guias separadas para o endereço IP e para o DNS. Programe-os como mostramos na figura 17. O próximo passo é ativar o DHCP no servidor. Isso pode ser feito diretamente pelo comando Rede/DHCP no Assistente de configuração da rede, ou então clicando em: Iniciar / Programas / Ferramentas administrativas / DHCP Figura 18 Configurando o servidor DHCP. Se existir apenas o item DHCP na parte esquerda do console da figura 18, clique-o com o botão direito do mouse e escolha no menu a opção Adicionar servidor. Será apresentado um quadro como o da figura 19. Basta marcar a opção Este servidor DHCP autorizado e clicar em OK.

20 5-20 Como montar e configurar sua rede de PCs Figura 19 Adicionando o servidor DHCP. Aplique um clique simples sobre o servidor (no nosso exemplo, SW2000) e use o comando Ação / autorizar. As demais configurações serão feitas automaticamente. Clicando em Concessões ativas (figura 20), veremos as indicações dos computadores que obtiveram endereço IP automático a partir do servidor DHCP. Figura 20 Lista de concessões ativas. Se o servidor já estiver indicado no painel da esquerda, observe a pequena seta no seu ícone. Se a seta for verde, então o servidor DHCP está pronto para funcionar. Se a seta for vermelha, clique no ícone do servidor com o botão direito do mouse e no menu apresentado use a opção Autorizar. Espere alguns segundos para que a seta se torne verde. Pressione a tecla F5 ou use o comando Ação / Atualizar. Incluindo as estações de trabalho no domínio Cada um dos computadores da rede deverá ser configurado não apenas para usar endereços IP automáticos como já mostramos, mas também para ingressar no domínio do servidor. No Windows XP, esta configuração é feita da seguinte forma: a) Clique em Meu computador com o botão direito do mouse e escolha no menu Propriedades. Um outro processo mais rápido é pressionar simultaneamente as teclas Windows e Pause.

Como instalar Windows XP

Como instalar Windows XP Como instalar Windows XP 1 Como instalar Windows XP Existem 2 opções para instalar XP: Opção A: para micro novo sem Sistema Operacional instalado (Exemplo de sistema operacional:windows 98, Windows 2000,

Leia mais

É altamente recomendável testar as conexões usando o programa PING (será visto posteriormente).

É altamente recomendável testar as conexões usando o programa PING (será visto posteriormente). Redes Ponto a Ponto Lista de checagem É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados.

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados. Redes Ponto a Ponto É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores devem estar

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

Introdução. O Windows Server 2003 está dividido em quatro versões:

Introdução. O Windows Server 2003 está dividido em quatro versões: Introdução Este é um tutorial de como Instalar o Windows Server 2003, este é o primeiro de alguns tutoriais que farei para ambientes de servidores Windows. A instalação do Windows Server 2003 segue o mesmo

Leia mais

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores ÍNDICE Capítulo 1: Introdução às redes de computadores Redes domésticas... 3 Redes corporativas... 5 Servidor... 5 Cliente... 7 Estação de trabalho... 8 As pequenas redes... 10 Redes ponto-a-ponto x redes

Leia mais

1. Considerações...3. 2. Introdução...3. 3. Arquitetura...3. 3.1. Topologia Básica...4. 3.2. Hardware mínimo recomendado...5

1. Considerações...3. 2. Introdução...3. 3. Arquitetura...3. 3.1. Topologia Básica...4. 3.2. Hardware mínimo recomendado...5 ÍNDICE 1. Considerações...3 2. Introdução...3 3. Arquitetura...3 3.1. Topologia Básica...4 3.2. Hardware mínimo recomendado...5 3.3. Sistemas Operacionais...5 4. Configurações Necessárias...6 4.1. Nas

Leia mais

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 1 Instalando o Linux Comunicações para Telecentros (servidor) 2 1.1 Experimentar o Linux

Leia mais

Capítulo. Montando uma rede ponto-a-ponto

Capítulo. Montando uma rede ponto-a-ponto Capítulo 4 Montando uma rede ponto-a-ponto Mostraremos agora como instalar uma pequena rede ponto-a-ponto. Este tipo de rede é classificado pela Microsoft como rede doméstica ou para pequenas empresas.

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

Tutorial Instalação Dual Boot Ubuntu e Windows XP Virtualização com VirtualBox

Tutorial Instalação Dual Boot Ubuntu e Windows XP Virtualização com VirtualBox System Technology Tutorial Instalação Dual Boot Ubuntu e Windows XP Virtualização com VirtualBox Weslley Barboza Tutorial para instalação de uma maquina virtual com dual boot utilizando Windows XP Professional

Leia mais

Atualizando do Windows XP para o Windows 7

Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizar o seu PC do Windows XP para o Windows 7 requer uma instalação personalizada, que não preserva seus programas, arquivos ou configurações. Às vezes, ela

Leia mais

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações Manual de Instalação de Telecentros Comunitários Ministério das Comunicações As informações contidas no presente documento foram elaboradas pela International Syst. Qualquer dúvida a respeito de seu uso

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Sistema Operativo Cliente Servidor

Sistema Operativo Cliente Servidor Sistema Operativo Cliente Servidor Windows Server 2003 Luis Garcia 1. Preparação do Ambiente Antes de implementarmos o Windows Server 2003 é importante termos os seguintes prérequisitos: Cd do produto

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico MANUAL DE INSTALAÇÃO LSoft Ponto Eletrônico SUPORTE TÉCNICO AO USUÁRIO: Atendimento On-line: www.lsoft.com.br E-Mail: suporte@lsoft.com.br (37) 3237-8900 Versão 1.0-2014. Todos os direitos reservados.

Leia mais

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais são programas que como o próprio nome diz tem a função de colocar o computador em operação. O sistema Operacional

Leia mais

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB.

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-300U deve ser conectado via cabo

Leia mais

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB.

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-301U deve ser conectado via cabo

Leia mais

Quando o PC for iniciado aparecerá uma tela com: Pressione enter para iniciar do CD ou algo parecido,

Quando o PC for iniciado aparecerá uma tela com: Pressione enter para iniciar do CD ou algo parecido, 1 de 17 4/5/2011 15:09 Configure o 1º boot da sua placa-mãe como sendo o CD-ROM, o setup vai depender do fabricante e modelo da mobo para configurar aperte DEL e procure pelas configurações de boot. Aperte

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Para criar um grupo doméstico e compartilhar arquivos é necessário que tenhamos pelo menos dois computadores ligados entre si (em

Leia mais

Guia Rápido de Instalação Ilustrado

Guia Rápido de Instalação Ilustrado Livre S.O. Guia Rápido de Instalação Ilustrado Introdução Este guia tem como objetivo auxiliar o futuro usuário do Livre S.O. durante o processo de instalação. Todo procedimento é automatizado sendo necessárias

Leia mais

Tutorial feito por Michell MGS TI Ensinando e Aprendendo (O Dia de amanhã a Deus pertence).

Tutorial feito por Michell MGS TI Ensinando e Aprendendo (O Dia de amanhã a Deus pertence). 1 - Instalando o Windows Server 2003 Enterprise Edition R1 e R2. 2 - Criando um nome para o Servidor. 3 - Adicionando IP fixo ao servidor. 1 - Insira o CD do Windows Server 2003 no drive de CD ROM e siga

Leia mais

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Endereços IP Arquitetura TCP/IP DHCP Redes classe A, B e C Protocolos TCP/IP Estudos complementares 3 Estudos complementares Consulte os capítulos 5 e 12 do livro: Capítulo

Leia mais

INICIALIZAÇÃO RÁPIDA. 1 Insira o CD 1 ou DVD do Novell Linux Desktop na unidade e reinicialize o computador para iniciar o programa de instalação.

INICIALIZAÇÃO RÁPIDA. 1 Insira o CD 1 ou DVD do Novell Linux Desktop na unidade e reinicialize o computador para iniciar o programa de instalação. Novell Linux Desktop www.novell.com 27 de setembro de 2004 INICIALIZAÇÃO RÁPIDA Bem-vindo(a) ao Novell Linux Desktop O Novell Linux* Desktop (NLD) oferece um ambiente de trabalho estável e seguro equipado

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10

INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10 Duração: 02:45 min INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10 1. Inicializar o Virtual PC 2007 e criar uma máquina virtual. a. Salvar em C:\Laboratorio b. O nome da máquina virtual será: Linux_Suse_Seunome.vmc

Leia mais

MANUAL CFTV DIGITAL - LINHA LIGHT 16 CANAIS 120 FPS / VID 120-LI CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR 16 Canais - 120 FPS Processador Dual Core 2.0GHZ ou superior; Placa Mãe Intel ou Gigabyte com chipset Intel;

Leia mais

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Introdução: Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Prezados leitores, esta é a primeira parte, desta segunda etapa dos tutoriais de TCP/IP. As partes de 01 a 20, constituem o módulo

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP)

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP) "Visão geral da configuração da rede" na página 3-2 "Escolhendo um método de conexão" na página 3-3 "Conectando via Ethernet (recomendado)" na página 3-3 "Conectando via USB" na página 3-4 "Configurando

Leia mais

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS)

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS) Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 Sumário... 2 Criando as Unidades Organizacionais... 16 Criando Grupos... 17 Criação de Usuários.... 20 Habilitando a Lixeira do AD DS.... 24

Leia mais

Guia de atualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53

Guia de atualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Guia de passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Índice 1. 1. Processo de configuração do Windows 8 2. Requisitos do sistema 3. Preparações 2. 3. usando 4. usando o DVD de 5. usando o DVD de 6. 1.

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 CRIAÇÃO DA MÁQUINA VIRTUAL... 3 Mas o que é virtualização?... 3 Instalando o VirtualBox...

Leia mais

COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010

COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010 PROCEDIMENTOS DE INSTALAÇÃO DO SERVIDOR WINDOWS SERVER 2003 R2 COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO MANUAL DE CONFIGURAÇÃO CONTMATIC PHOENIX SUMÁRIO CAPÍTULO I APRESENTAÇÃO DO ACESSO REMOTO... 3 1.1 O que é o ACESSO REMOTO... 3 1.2 Como utilizar o ACESSO REMOTO... 3 1.3 Quais as vantagens em usar o PHOENIX

Leia mais

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Sistemas Operacionais Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Conteúdo Programático Virtual Box Instalação do Virtual Box Instalação do Extension Pack Criando uma Máquina Virtual Instalando o Windows

Leia mais

Neste tutorial apresentarei o serviço DFS Distributed File System. Veremos quais as vantagens

Neste tutorial apresentarei o serviço DFS Distributed File System. Veremos quais as vantagens Neste tutorial apresentarei o serviço DFS Distributed File System. Veremos quais as vantagens em utilizar este serviço para facilitar a administração de pastas compartilhadas em uma rede de computadores.

Leia mais

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000 Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000 O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande

Leia mais

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010.

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Manual de Configuração Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução

Leia mais

INTRODUÇÃO AO SISTEMA

INTRODUÇÃO AO SISTEMA MANUAL DE INSTALAÇÃO DE SOFTWARE PÚBLICO BRASILEIRO Nome do Software: Guarux Versão do Software: Guarux Educacional 4.0 INTRODUÇÃO AO SISTEMA O Guarux Educacional 4.0 é uma distribuição idealizada pela

Leia mais

3. No painel da direita, dê um clique com o botão direito do mouse em qualquer espaço livre (área em branco).

3. No painel da direita, dê um clique com o botão direito do mouse em qualquer espaço livre (área em branco). Permissões de compartilhamento e NTFS - Parte 2 Criando e compartilhando uma pasta - Prática Autor: Júlio Battisti - Site: www.juliobattisti.com.br Neste tópico vamos criar e compartilhar uma pasta chamada

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04 Prof. André Lucio Competências da aula 3 Servidor de DHCP. Servidor de Arquivos. Servidor de Impressão. Aula 04 CONCEITOS

Leia mais

DHCP. Definindo DHCP: Fundamentação teórica do DHCP. Esquema visual

DHCP. Definindo DHCP: Fundamentação teórica do DHCP. Esquema visual Definindo DHCP: DHCP O DHCP é a abreviatura de Dynamic Host Configuration Protocol é um serviço utilizado para automatizar as configurações do protocolo TCP/IP nos dispositivos de rede (computadores, impressoras,

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View www.cali.com.br - Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View - Página 1 de 29 Índice INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (FIREBIRD E

Leia mais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Configurando e Implantando o Windows Server 2003 Fabricio Breve Requisitos de Hardware de Sistema Processador Mínimo: 266 MHz Mínimo ideal:

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010

COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010 PROCEDIMENTOS DE CONFIGURAÇÃO DO AD, DNS E DHCP COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) OUTUBRO/2010 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 4 Visão geral da instalação 4 Passo 1: Buscar atualizações 4 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 4 Passo 3: Instalar o Windows no seu

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 04/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas O conteúdo deste documento tem como objetivos geral introduzir conceitos mínimos sobre sistemas operacionais e máquinas virtuais para posteriormente utilizar

Leia mais

Como formatar e reinstalar o Windows 7

Como formatar e reinstalar o Windows 7 Como formatar e reinstalar o Windows 7 Windows 7 é muito melhor que as versões anteriores do Windows (XP e Vista). O processo de instalação é "simples e fáceis de seguir. Big Bravo! para a Microsoft por

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR. Julho/2007. Ministério da saúde

Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR. Julho/2007. Ministério da saúde Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR Julho/2007 Ministério da saúde SUMÁRIO Módulo 1. Instalação... 4 Introdução... 4 Configurações de equipamentos para instalação

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

Manual de Instalação, Configuração e utilização do MG-Soft Server

Manual de Instalação, Configuração e utilização do MG-Soft Server Manual de Instalação, Configuração e utilização do MG-Soft Server V 1.7 www.pinaculo.com.br (51) 3541-0700 Sumário Apresentação... 3 1. Instalando o MG-Soft Server... 3 1.1. REQUISITOS MÍNIMOS... 3 1.2.

Leia mais

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande velocidade

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Conteúdo Programático! Introdução ao Active Directory (AD)! Definições! Estrutura Lógica! Estrutura Física! Instalação do Active Directory (AD)!

Leia mais

Guia de Instalação Rápida. Guia de Instalação Rápida. Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150. Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150

Guia de Instalação Rápida. Guia de Instalação Rápida. Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150. Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150 Guia de Instalação Rápida Guia de Instalação Rápida Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150 Encore Electronics, Inc. Todos os direitos reservados. CAPA Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150 Encore Electronics, Inc.

Leia mais

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Documento Gerado por: Amir Bavar Criado em: 18/10/2006 Última modificação: 27/09/2008 Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação

Leia mais

Compartilhando arquivos no Windows XP

Compartilhando arquivos no Windows XP Compartilhando arquivos no Windows XP Para criar um grupo doméstico e compartilhar arquivos é necessário que tenhamos pelo menos dois computadores ligados entre si (em rede) por meio de cabo direto, hub,

Leia mais

Implementando e gerenciando dispositivos de hardware

Implementando e gerenciando dispositivos de hardware 3 Implementando e gerenciando dispositivos de hardware Uma boa parte das questões do exame está concentrada nessa área. Saber implementar e, principalmente, solucionar problemas relacionados a dispositivos

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Índice 3 Introdução 4 Requisitos Necessários 5 Visão Geral da Instalação 5 Passo 1: Buscar atualizações 5 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 5 Passo 3: Instalar

Leia mais

Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1

Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1 Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1 Versão 30/06/2014 FOR Segurança Eletrônica Rua dos Lírios, 75 - Chácara Primavera Campinas, SP (19) 3256-0768 1 de 12 Conteúdo A cópia total ou parcial

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers Guia de Instalação Rápida 13897290 Instalação do Backup Exec Este documento contém os seguintes tópicos: Requisitos do sistema Antes de instalar Sobre a conta

Leia mais

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Guia de instalação e configuração

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Guia de instalação e configuração Mac OS X 10.6 Snow Leopard Guia de instalação e configuração Leia este documento antes de instalar o Mac OS X. Ele inclui informações importantes sobre como instalar o Mac OS X. Requisitos do sistema Para

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX José Vitor Nogueira Santos FT5 Introdução: O QUE É O SUSE OpenSUSE, é uma distribuição

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Agendar uma tarefa Você deve estar com logon de administrador para executar essas etapas. Se não tiver efetuado logon como administrador, você só poderá alterar as configurações

Leia mais

Instalação em Dual Boot

Instalação em Dual Boot Manual Instalação em Dual Boot tutorial de instalação Dual boot Windows XP e o Linux Educacional 2.0 Francisco Willian Saldanha Analista de Teste de Sistemas MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Instalação em Dual

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003

Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003 Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003 Como instalar o Serviço DHCP Antes de poder configurar o serviço DHCP, é necessário instalá lo no servidor. O DHCP não é instalado por padrão durante

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011)

SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011) 2011 DIE / GIO / Núcleo de Gestão de Eventos SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011) ÍNDICE 1. Introdução... 1 2. Pré Instalação... 1 2.1. Nomenclatura...

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Relatório de Instalação do Windows 2003 Server

Relatório de Instalação do Windows 2003 Server Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Relatório de Instalação do Windows 2003 Server Instalação do Windows 2003 Server quarta-feira, 3 de dezembro de 2013 Índice Introdução...

Leia mais

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4 Índice Introdução Librix...3 Software Livre...3 Manual Eletrônico...3 Opções de Suporte...3 Dicas para a Instalação Configuração de Dispositivos Básicos...4 Teclado...4 Mouse...5 Vídeo...5 Rede...6 Configuração

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Estrutura do IP... 3 1.3 Tipos de IP... 3 1.4 Classes de IP... 4 1.5 Máscara de Sub-Rede... 6 1.6 Atribuindo um IP ao computador... 7 2

Leia mais

Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows. Guia do Usuário

Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows. Guia do Usuário Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows Guia do Usuário Serviço de Atendimento ao Cliente/ Suporte Técnico Site: http://www.laplink.com/index.php/por/contact E-mail:

Leia mais

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Índice 1 Introdução... 4 Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Verificação dos itens recebidos... 6 Painel Frontal... 7 Painel Traseiro... 8 3 Conectando o

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Por: Rafael Nink de Carvalho www.linuxeducacional.com www.rafaelnink.com

Por: Rafael Nink de Carvalho www.linuxeducacional.com www.rafaelnink.com L I N2 U0 X0 9 Manual de Instalação do Linux Educacional 3.0 Por: Rafael Nink de Carvalho ü Configurando o SETUP do computador ü Rodando a versão Live CD ü Instalando o Linux www.linuxeducacional.com Educacional

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Professor Carlos Muniz Atualizar um driver de hardware que não está funcionando adequadamente Caso tenha um dispositivo de hardware que não esteja funcionando corretamente

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

Instalando seu Servidor Windows 2003

Instalando seu Servidor Windows 2003 Instalando seu Servidor Windows 2003 Antes de iniciar, precisamos dos seguintes itens: Letícia Banffy. Um computador com os seguintes requisitos mínimos: Processador Pentium II, 256 MB de RAM (É possível

Leia mais

Como instalar o Active Directory no Windows Server 2003

Como instalar o Active Directory no Windows Server 2003 Como instalar o Active Directory no Windows Server 2003 Po r Artur Higash iyama Primeiro assegure se que o seu servidor e a sua rede estão funcionando conforme o artigo "Requisitos e Recomendações para

Leia mais

Instalação: permite baixar o pacote de instalação do agente de coleta do sistema.

Instalação: permite baixar o pacote de instalação do agente de coleta do sistema. O que é o projeto O PROINFODATA - programa de coleta de dados do projeto ProInfo/MEC de inclusão digital nas escolas públicas brasileiras tem como objetivo acompanhar o estado de funcionamento dos laboratórios

Leia mais

Manual de Instalação. Windows XP. Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014.

Manual de Instalação. Windows XP. Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014. Manual de Instalação Windows XP Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014. 1 SUMÁRIO OBJETIVO DO MANUAL:...03 REQUISITOS MÍNIMOS:...03 PROCESSO DE INSTALAÇÃO:...04 3.1 Documentos

Leia mais

2 de maio de 2014. Remote Scan

2 de maio de 2014. Remote Scan 2 de maio de 2014 Remote Scan 2014 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. Conteúdo 3 Conteúdo...5 Acesso ao...5

Leia mais

Curso GNU/Linux. Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3. Existe apenas uma partição com espaço livre...3

Curso GNU/Linux. Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3. Existe apenas uma partição com espaço livre...3 Cesar Kállas - cesarkallas@gmx.net Curso GNU/Linux Realização CAECOMP Puc Campinas 2004 Capítulo 3 Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3 O HD tem espaço livre não particionado...3

Leia mais