Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Fundamentos de Redes II

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Fundamentos de Redes II"

Transcrição

1 Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Fundamentos de Redes II Euber Chaia Cotta e Silva

2 Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Endereçamento IP Euber Chaia Cotta e Silva

3 Endereçamento IP O endereço IPv4 é um endereço com 32 bits (4 octetos) que define de forma unívoca e universal a conexão de um dispositivo à Internet

4 Classes de endereçamento IP Os endereços são divididos em 5 classes: Classes 1º Octeto Bits MS Parte de rede e host Uso da classe A 1 127* 0 N.H.H.H Comercial. Redes grandes. B N.N.H.H Comercial. Redes médias. C N.N.N.H Comercial. Redes pequenas. D Reservado para multidifusão. E Experimental, usado para pesquisa. * Os endereços de classe A 127 são reservados para teste de diagnóstico da rede (loopback).

5 Endereçamento IP Parte dos bits dos endereços serve para a identificação da rede (netid) e parte para a identificação do host (hostid). A quantidade de bits varia de acordo com a classe do endereço.

6 O IANA Internet Assigned Numbers Authority organização responsável pela regulamentação do uso da Internet em todo o mundo. Nela as diversas empresas reservam faixas de endereços IP. Também é feita a distribuição de IPs por países. Por exemplo, a Apple é detentora da rede classe A número 17, que vai de a

7 Endereços IP privados Endereços especiais, reservados para redes privadas. Uso interno, os roteadores ignoram o endereço: Classe A: a Classe B: a Classe C: a

8 Máscara de Sub-rede A máscara é formada por 32 bits no mesmo formato que o endereçamento IP; Parte da rede: preenchida com bits 1; Parte do host: preenchida com bits 0; Pode ser utilizada uma máscara fora dos seus valores padrões quando há necessidade de segmentação da rede. Classe A: Classe B: Classe C:

9 Endereço de broadcast Pode ser necessário enviar o mesmo pacote para todos os hosts da rede; Usa-se o endereço de broadcast para chegar a todas as máquinas de uma só vez; Parte da rede normal e parte do host toda em 1;

10 Endereços IP válidos Não se distribui para as máquinas endereços com: - Parte de host TODA igual a 0; - Parte de host TODA igual a 255; - Com octetos maiores que 255; - Endereços de classe D ou E; - Endereços que iniciam com 127; Classes 1º Octeto Número de redes Hosts por rede A (2 7 2) (2 24 2) B (2 14 2) (2 16 2) C (2 21 2) 254 (2 8 2)

11 IP dinâmico O IP de uma conexão de rede não é fixo, pode ser alterado por software. Quando um computador com Windows conclui que não existe um servidor de endereços IP na rede, usará automaticamente um começando com (endereço APIPA - Automatic Programmed IP Address).

12 IP estático Cada computador deve ter o seu IP e máscara configurados manualmente. É necessário tomar cuidado para não dar IPs iguais para máquinas diferentes.

13 Divisão em sub-redes Não existe a necessidade de muitas máquinas na mesma rede... Exemplo: rede de classe C Rede Rede Rede Host 254 máquinas 8 bits do último octeto Pega-se bits da parte de host emprestados para a parte da rede. Como?

14 Divisão em sub-redes 1ª etapa: Determinar quantas sub-redes são necessárias. Ex: 4; Determinar quantos bits definem a quantidade de subredes necessárias: 2^2=4 subredes 2⁰ 2¹ 2² 2³ 2⁴ 2⁵ 2⁶ 2⁷

15 Divisão em sub-redes 2ª etapa: Quando soubermos quantos bits tomar emprestados, tomaremos esses bits da esquerda do primeiro octeto do endereço de host. Como precisamos tomar 2 bits da esquerda, deveremos mostrar o novo valor na máscara de sub-rede. Exemplo: endereço de rede º octeto 2º octeto 3º octeto 4º octeto Rede Host

16 Divisão em sub-redes A máscara de sub-rede padrão existente era e a nova máscara de subrede "personalizada" é ; O 192 (128+64) vem do valor dos dois primeiros bits da esquerda; Restam 6 bits para os endereços IP do host ou 2^6 = 64 2 = 62 hosts por sub-rede.

17 Sub-redes criadas Nº da subrede Valor binário emprestado Valor decimal emprestado Valores binários de rede/broadcast Intervalo decimal de subrede/broadcast Sub-rede nº0 Sub-rede nº1 Sub-rede nº2 Sub-rede nº

18 Sub-redes criadas Endereços INVÁLIDOS da sub-rede 0: Sub-rede nº Sub-rede nº 0: a parte do host é toda a parte do host é toda

19 Sub-redes criadas Endereços INVÁLIDOS da sub-rede 1: Sub-rede nº Sub-rede nº 1: a parte do host é toda a parte do host é toda

20 Sub-redes criadas Endereços INVÁLIDOS da sub-rede 2: Sub-rede nº Sub-rede nº 2: a parte do host é toda a parte do host é toda

21 Sub-redes criadas Endereços INVÁLIDOS da sub-rede 3: Sub-rede nº Sub-rede nº 3: a parte do host é toda a parte do host é toda

22 Processo AND Como o roteador sabe em qual rede está o host? Processo AND com o endereço IP do host de origem e de destino e a máscara de sub-rede. O resultado é o endereço da rede em que o host está.

23 Processo AND Endereço IP do host classe C: Máscara de sub-rede padrão: Resultado do AND:

24 Processo AND Endereço IP do host classe C: Máscara de sub-rede padrão: Resultado do AND:

25 Sua vez! 1- Observe a imagem. Qual máscara de rede colocará todos os hosts da Rede B na mesma subrede com a menor quantidade de endereços desperdiçados?

26 Sua vez! 2- Observe a imagem. Qual máscara é indicada para usar no Link Wan entre os roteadores provendo conectividade, com a menor quantidade de endereços desperdiçados?

27 Sua vez! 3- Observe a imagem. Qual é a sumarização mais apropriada para esse roteador?

28 Sua vez! 4- Na rede /27, qual é o último endereço IP que pode ser atribuído para um host? 5- Quantos endereços para host a subrede /22 irá prover? 6- Um administrador de redes foi solicitado para verificar o status das configurações IP de uma estação de trabalho efetuando um ping para seu endereço de Loopback. Qual endereço ele deverá efetuar o o ping para executar essa tarefa?

29 Sua vez! 7- Observe a imagem. O usuário da Workstation B reportou que não consegue acessar Server A. O que está impedindo Workstation B de acessar Server A?

30 Sua vez! 8- Qual é o principal motivo de se usar um endereço de IP privado em uma LAN? 9- Quando um Servidor DHCP é configurado, quais 2 Endereços IPs nunca serão atribuidos para hosts? 10- Quantas subredes e hosts por subrede pode-se obter usando a seguinte subrede /23? 11- Se a uma interface Ethernet de um roteador está atribuído o endereço IP /20, qual o número máximo de hosts é possível nessa subrede?

31 Sua vez! 12- Observe a exibição. Qual é a sumarização mais eficiente para que R1 possa anunciar as redes para R2?

32 Sua vez! 13- Defina através do processo de VLSM endereço ip e máscara para as interfaces f0/0 dos roteadores Floss, Tooth e Gum. Depois defina também para a interface S0/0 do roteador Floss, usando a rede /25.

33 Sua vez! 14- Defina através do processo de VLSM endereço ip e máscara para as interfaces f0/0 dos roteadores Vans, Truck e Cars. Depois defina também para a interface S0/0 do roteador Vans, usando a rede /24.

34

DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO

DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO Nome: LISTA 3 Máscara de sub-rede 1 Objetivos: Este exercício se concentra nas máscaras

Leia mais

NÃO AUTORIZO O USO DE QUALQUER EQUIPAMENTO DE ÁUDIO E VÍDEO!

NÃO AUTORIZO O USO DE QUALQUER EQUIPAMENTO DE ÁUDIO E VÍDEO! Endereçamento IP Endereçamento IP O crescimento explosivo da Internet tem ameaçado esgotar o estoque de endereços IP (Previsão inicial 2008). São usados para expandir o endereçamento IP sem que esse estoque

Leia mais

Capítulo 2 - Sumário. Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM

Capítulo 2 - Sumário. Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM 1 Endereço IP Classe de Endereços IP Endereços IP Especiais Endereços IP Privativos Capítulo 2 - Sumário Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM Endereçamento Dinâmico (DHCP) Mapeamento IP

Leia mais

Sub-Redes. Alberto Felipe Friderichs Barros

Sub-Redes. Alberto Felipe Friderichs Barros Sub-Redes Alberto Felipe Friderichs Barros Exercícios 8- Descubra se os ips de origem e destino se encontram na mesma rede: a) IP Origem: 10.200.150.4 IP Destino: 10.200.150.5 Máscara de rede: 255.255.255.0

Leia mais

Um sistema de comunicação necessita de um método de identificação de seus computadores. Numa rede TCP/IP, cada computador recebe um

Um sistema de comunicação necessita de um método de identificação de seus computadores. Numa rede TCP/IP, cada computador recebe um Endereçamento IP Um sistema de comunicação necessita de um método de identificação de seus computadores. Numa rede TCP/IP, cada computador recebe um endereço inteiro de 32 bits (endereço IP). Precisa ser

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES II

REDES DE COMPUTADORES II REDES DE COMPUTADORES II REDES IP: IP, MÁSCARA E GATEWAY TÁSSIO JOSÉ GONÇALVES GOMES www.tassiogoncalves.com.br tassiogoncalvesg@gmail.com CONTEÚDO INTRODUÇÃO CLASSES DE REDES E IPS REDES IP E SUB REDES

Leia mais

Capítulo 6: Roteamento Estático. Protocolos de roteamento

Capítulo 6: Roteamento Estático. Protocolos de roteamento Capítulo 6: Roteamento Estático Protocolos de roteamento 1 Capítulo 6 6.1 Implementação de roteamento estático 6.2 Configurar rotas estáticas e padrão 6.3 Revisão de CIDR e de VLSM 6.4 Configurar rotas

Leia mais

Protocolos da camada de redes. Professor Leonardo Larback

Protocolos da camada de redes. Professor Leonardo Larback Protocolos da camada de redes Professor Leonardo Larback Protocolos da camada de redes Na camada de redes (modelo OSI) operam os protocolos IP, ARP, RARP, ICMP etc. Em conjunto a esses protocolos, abordaremos

Leia mais

FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Unidade IV Camada de Rede. Luiz Leão

FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Unidade IV Camada de Rede. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático 4.1 Protocolo IP 4.2 Endereçamento IP 4.3 Princípios de Roteamento Introdução O papel da camada de rede é transportar pacotes

Leia mais

A máscara de sub-rede pode ser usada para dividir uma rede existente em "sub-redes". Isso pode ser feito para:

A máscara de sub-rede pode ser usada para dividir uma rede existente em sub-redes. Isso pode ser feito para: Fundamentos: A máscara de pode ser usada para dividir uma rede existente em "s". Isso pode ser feito para: 1) reduzir o tamanho dos domínios de broadcast (criar redes menores com menos tráfego); 2) para

Leia mais

Endereçamento IP. Departamento Engª Electrotécnica ISEC

Endereçamento IP. Departamento Engª Electrotécnica ISEC Endereçamento IP Departamento Engª Electrotécnica ISEC Objectivos Visão geral sobre o endereçamento IPv4 e IPv6 Administração do espaço de endereçamento Obtenção de endereços Atribuição de endereços (manual

Leia mais

Máscara de rede. Endereços especiais. Utilizando parte de um byte na máscara de sub-rede. Exemplo. Exemplo. Exemplo

Máscara de rede. Endereços especiais. Utilizando parte de um byte na máscara de sub-rede. Exemplo. Exemplo. Exemplo Infra Estruturas Computacionais Número único 32 bits associado à um host: Notação em decimal para cada byte: 129.52.6.34 Professor: André Ferreira andre.ferreira@ifba.edu.br Dividido em duas partes: Prefixo:

Leia mais

Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR

Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR Nome : Sabrina Tavera Rodrigues Prontuário: 1580248 Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR OBS: Respondi até o exercício 7, pois os outros não consegui fazer! 1) Dada a seguinte máscara IP 255.252.0.0,

Leia mais

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede Prof. Alex Furtunato alex.furtunato@academico.ifrn.edu.br Roteiro Introdução Números IPs Interfaces de rede Interface de loopback

Leia mais

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Protocolo mais importante: IP IPv4 (mais utilizada) IPv6 (atender ao crescimento das redes e a necessidade de novos endereços). PDU: Pacote

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura I - Redes Locais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura I - Redes Locais Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura I - Redes Locais Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Unidade IV Análise de Projeto

Leia mais

Máscara de Rede Prof. Renato da Costa TRE SP 2006 FCC 1) O número decimal 13 convertido ao sistema básico binário será igual a a) 1101. b) 0101. c) 1011. d) 1010. e)1001. 1 TCE RORAIMA 2007 CESGRANRIO

Leia mais

Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP

Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP Sumário Introdução... 2 Definindo a Classe IP... 2 Modelo de Rede Privada 1 Única Rede... 4 Etapas... 4 Configurações da Rede Privada... 4 Roteador...

Leia mais

Veja abaixo um exemplo de um endereço IP de 32 bits: 10000011 01101011 00010000 11001000

Veja abaixo um exemplo de um endereço IP de 32 bits: 10000011 01101011 00010000 11001000 4 Camada de Rede: O papel da camada de rede é transportar pacotes de um hospedeiro remetente a um hospedeiro destinatário. Para fazê-lo, duas importantes funções da camada de rede podem ser identificadas:

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos TCP/IP

Redes de Computadores. Protocolos TCP/IP Redes de Computadores Protocolos TCP/IP Sumário 2! Endereços IP (lógicos) Sub-redes! Endereços Ethernet (físicos)! Conversão de endereços IP/Ethernet! Pacotes IP! Números de portos! Segmentos UDP! Segmentos

Leia mais

Aula pratica 2 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP

Aula pratica 2 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP 1 Aula pratica 2 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como configurar equipamentos em redes Ethernet com os protocolos TCP/IP.

Leia mais

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2015. Agenda 1. Noções Básicas de Redes 1.1 O que é uma Rede 1.2 Endereçamento IP 1.3 Máscaras de

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Tecnologias de Roteamento

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Tecnologias de Roteamento Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Tecnologias de Roteamento Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Site da disciplina http://echaia.com Graduação Tecnológica em Redes de Computadores

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

Atividade 6.4.1: Cálculo de VLSM e design de endereçamento básico

Atividade 6.4.1: Cálculo de VLSM e design de endereçamento básico Diagrama de Topologia Tabela de endereçamento Dispositivo Interface Endereço IP Gateway padrão HQ Filial1 Filial2 Fa0/0 Fa0/1 S0/0/0 S0/0/1 Fa0/0 Fa0/1 S0/0/0 S0/0/1 Fa0/0 Fa0/1 S0/0/0 S0/0/1 All contents

Leia mais

Laboratório 4.2.9d Fluke LinkRunner Testes de LAN

Laboratório 4.2.9d Fluke LinkRunner Testes de LAN Laboratório 4.2.9d Fluke LinkRunner Testes de LAN Objetivo Familiarizar-se com as capacidades do Fluke LinkRunner Determinar se um cabo de acesso está ativo Identificar a velocidade, capacidades duplex

Leia mais

Máscaras de sub-rede. Fórmula

Máscaras de sub-rede. Fórmula Máscaras de sub-rede As identificações de rede e de host em um endereço IP são diferenciadas pelo uso de uma máscara de sub-rede. Cada máscara de sub-rede é um número de 32 bits que usa grupos de bits

Leia mais

I CICLO CIENTÍFICO FAPAN

I CICLO CIENTÍFICO FAPAN I CICLO CIENTÍFICO FAPAN Instalação e configuração de Redes Locais LAN, em ambientes Microsoft Windows e GNU/Linux Ademar Alves Trindade Roberto Tikao Tsukamoto Júnior Cáceres-MT, 4 a 6 de maio de 2011.

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº2 Configuração de TCP/IP numa rede computadores Utilização do Ping e Tracert 1 Objectivo

Leia mais

Tutorial de TCP/IP. Uma visão geral do protocolo TCP/IP

Tutorial de TCP/IP. Uma visão geral do protocolo TCP/IP Este tutorial tem como objetivo apresentar o protocolo TCP/IP e os seus aspectos básicos de utilização em redes baseadas no Windows. Será apresentado o protocolo TCP/IP, de tal maneira que se possa entender

Leia mais

Classes de Endereços Máscaras de Rede

Classes de Endereços Máscaras de Rede Classes de Endereços Máscaras de Rede Carlos Gustavo Araújo da Rocha Endereçamento - IP O endereçamento é feito pela atribuição de um (ou mais) endereços IP a cada equipamento da rede Quatro bytes (A.B.C.D)

Leia mais

Estudos complementares U.E. EDGAR TITO RANILDO LOPES. sobre TCP/IP. Endereços. Arquitetura TCP/IP DHCP Redes classe A, B e C Protocolos TCP/IP.

Estudos complementares U.E. EDGAR TITO RANILDO LOPES. sobre TCP/IP. Endereços. Arquitetura TCP/IP DHCP Redes classe A, B e C Protocolos TCP/IP. U.E. EDGAR TITO RANILDO LOPES Curso de Redes de Comunicãção ão Endereços IP Arquitetura TCP/IP DHCP Redes classe A, B e C Protocolos TCP/IP Noções sobre TCP/IP Estudos complementares Endereços IP 3 4 Endereços

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de rede: protocolo ipv4, endereçamento, classes, cálculo de sub-rede, CIDR Versão 1.0 Março de 2017 Prof. Jairo jairo@uni9.pro.br professor@jairo.pro.br http://www.jairo.pro.br/

Leia mais

IMEI MONTAGEM E MANIPULAÇÃO DE REDES DE DADOS - REDES DE COMPUTADORES. Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos

IMEI MONTAGEM E MANIPULAÇÃO DE REDES DE DADOS - REDES DE COMPUTADORES. Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos IMEI MONTAGEM E MANIPULAÇÃO DE REDES DE DADOS - REDES DE COMPUTADORES Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Arquitetura da Internet A Internet é constituída por uma enorme quantidade

Leia mais

Experiência 04: Comandos para testes e identificação do computador na rede.

Experiência 04: Comandos para testes e identificação do computador na rede. ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno

Leia mais

Endereçamento IP. Cálculo do endereço de rede. Sérgio Teixeira. Cálculo do endereço de rede

Endereçamento IP. Cálculo do endereço de rede. Sérgio Teixeira. Cálculo do endereço de rede Endereçamento IP Cálculo do endereço de rede Professor: Sérgio Teixeira Cálculo do endereço de rede Toda vez que um pacote IP chega no roteador ele precisa ser roteado. Para isso, o roteador precisa saber

Leia mais

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2015. Agenda 1. Noções Básicas de Redes 1.1 O que é uma Rede 1.2 Endereçamento IP 1.3 Máscaras de

Leia mais

COLOCANDO A REDE PARA FUNCIONAR

COLOCANDO A REDE PARA FUNCIONAR COLOCANDO A REDE PARA FUNCIONAR INTRODUÇÃO Para que uma rede de computadores exista precisamos preencher alguns requisitos tais como: 1 Devem existir 2 ou mais computadores ou então não seria necessária

Leia mais

Redes de Computadores II. Professor Airton Ribeiro de Sousa

Redes de Computadores II. Professor Airton Ribeiro de Sousa Redes de Computadores II Professor Airton Ribeiro de Sousa 1 PROTOCOLO IP IPv4 - Endereçamento 2 PROTOCOLO IP IPv4 - Endereçamento A quantidade de endereços possíveis pode ser calculada de forma simples.

Leia mais

Manual de Ativação AhF01 Fog IoT

Manual de Ativação AhF01 Fog IoT Manual de Ativação Sumário Introdução 3 Conteúdo da Embalagem 3 Requisitos para Instalação 3 Guia de Configuração Rápida 3 Acessando o 4 Para acessar a interface de configuração do : 4 Configurações avançadas

Leia mais

Redes de Computadores e Aplicações. Aula 30 Endereçamento IP Endereços Especiais

Redes de Computadores e Aplicações. Aula 30 Endereçamento IP Endereços Especiais Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Campus Currais Novos Redes de Computadores e Aplicações Aula 30 Endereçamento IP Endereços Especiais Prof. Diego Pereira

Leia mais

ROTEAMENTO REDES E SR1 ETER-FAETEC. Rio de Janeiro - RJ ETER-FAETEC

ROTEAMENTO REDES E SR1 ETER-FAETEC. Rio de Janeiro - RJ ETER-FAETEC ROTEAMENTO REDES E SR1 Rio de Janeiro - RJ INTRODUÇÃO A comunicação entre nós de uma rede local é realizada a partir da comutação (seja por circuito, seja por pacotes). Quem realiza essa função é o switch

Leia mais

Conteúdo. Endereçamento IP Sub-redes VLSM Variable Length Subnetwork Mask CIDR Classless Inter-Domain Routing

Conteúdo. Endereçamento IP Sub-redes VLSM Variable Length Subnetwork Mask CIDR Classless Inter-Domain Routing EndereçamentoIP Conteúdo Endereçamento IP Sub-redes VLSM Variable Length Subnetwork Mask CIDR Classless Inter-Domain Routing Endereçamento IP Serviço de Comunicação Universal Um sistema de comunicação

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Nível de rede Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Nível de rede Trabalho sob a Licença Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil Creative Commons. Para visualizar uma

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN ENDEREÇAMENTO IP O IP é um protocolo da Camada de rede É um endereço lógico único em toda

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores (LEIC/LEETC/LERCM) Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Introdução a Sub-redes

Introdução a Sub-redes Sub Redes Introdução a Sub-redes Sub-redes de uma rede significa usar a máscara de sub-rede para dividir a rede e quebrar uma grande rede em segmentos menores, mais eficientes e gerenciáveis, ou sub-redes.

Leia mais

DHCP. Prof. Hederson Velasco Ramos REDES

DHCP. Prof. Hederson Velasco Ramos REDES Prof. Hederson Velasco Ramos REDES DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) É um protocolo, parte da pilha de serviços TCP/IP, que disponibiliza endereços ip por concessão e as configurações a dispositivos

Leia mais

Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 3

Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 3 Curso Profissional de Gestão de Programação de Sistemas Informáticos Ano Letivo 2015/2016 Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 3 CONVERSÃO DE IP S PARA BINÁRIO E VICE-VERSA

Leia mais

Jéfer Benedett Dörr

Jéfer Benedett Dörr Redes de Computadores Jéfer Benedett Dörr prof.jefer@gmail.com Conteúdo Camada de Rede IP Kurose Capítulo 4 Tanenbaum Capítulo 5 Protocolo IP O protocolo Internet ou simplesmente IP - Internet Protocol

Leia mais

Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários

Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Informações adicionais Compreenda endereços IP de Um ou Mais Servidores

Leia mais

Capítulo 4: Conceitos de Roteamento

Capítulo 4: Conceitos de Roteamento Capítulo 4: Conceitos de Roteamento Protocolos de roteamento 1 Capítulo 4 4.0 Conceitos de Roteamento 4.1 Configuração inicial de um roteador 4.2 Decisões de roteamento 4.3 Operação de roteamento 4.4 Resumo

Leia mais

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento IP 1 História e Futuro do TCP/IP O modelo de referência TCP/IP foi desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD). O DoD exigia

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Divisão em Sub-redes

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Divisão em Sub-redes Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Classes de Endereços IP: Para criar a estrutura de sub-redes, os bits do host devem ser reatribuídos

Leia mais

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução ao Endereço IP. Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução ao Endereço IP. Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014 Disciplina Fundamentos de Redes Introdução ao Endereço IP 1 Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014 PROTOCOLO TCP - ARQUITETURA Inicialmente para abordamos o tema Endereço IP, é necessário abordar

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES CAMADA DE REDE Teresa Vazão 2012/2013 IRC - Introdução às Redes de Computadores - LERC/LEE 2 INTRODUÇÃO Internetworking, ligar o mundo em rede.. 1982 Bolt, Beranek and

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Camada de Rede (Endereçamento IP) Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.1T Conteúdo Programático 3.3. Camada de Rede 3.3.1. Endereçamento IP 3.3.2. Roteamento 3.3.3. IPv4

Leia mais

ESTUDOS REALIZADOS. Camada Física. Redes de Computadores AULA 13 CAMADA DE REDE. Camada Física Camada de Enlace Subcamada de Acesso ao Meio AGORA:

ESTUDOS REALIZADOS. Camada Física. Redes de Computadores AULA 13 CAMADA DE REDE. Camada Física Camada de Enlace Subcamada de Acesso ao Meio AGORA: Redes de Computadores AULA 13 CAMADA DE REDE Profº Alexsandro M. Carneiro Outubro - 2005 ESTUDOS REALIZADOS Camada Física Camada de Enlace Subcamada de Acesso ao Meio AGORA: Camada de Rede Camada Física

Leia mais

Redes de Computadores II INF-3A

Redes de Computadores II INF-3A Redes de Computadores II INF-3A 1 ROTEAMENTO 2 Papel do roteador em uma rede de computadores O Roteador é o responsável por encontrar um caminho entre a rede onde está o computador que enviou os dados

Leia mais

Laboratório - Cálculo de sub-redes IPv4

Laboratório - Cálculo de sub-redes IPv4 Objetivos Parte 1: Determinar a divisão em sub-redes em endereços IPv4 Determinar o endereço de rede. Determinar o endereço de broadcast. Determinar o número de hosts. Parte 2: Calcular divisão em sub-redes

Leia mais

Roteamento IP e Sub-redes

Roteamento IP e Sub-redes Roteamento IP e Sub-redes 1.0. Introdução Ao longo dos últimos anos, a Internet passou por duas dificuldades principais de escala ao sofrer um crescimento ininterrupto: o esgotamento do espaço dos endereços

Leia mais

Manual de utilização Módulo TCP/IP MTCP-4E4S

Manual de utilização Módulo TCP/IP MTCP-4E4S INSTALAÇÃO 1 - Conecte a fonte 12Vcc/1A a tomada e em seguida ao módulo MTCP-4E4S. 2 - Conecte o cabo de rede que acompanha o produto ao módulo TCP/IP (conector RJ45) e em seguida ao roteador ou servidor

Leia mais

Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2

Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2 Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2 Prof. Celso Rabelo Centro Universitário da Cidade 1 Objetivo 2 3 O cabeçalho O CABEÇALHO Os campos 4 Conceitos Gerais Clássico Classe A Classe B Classe C Classe

Leia mais

Entendendo o IPv6 (I)

Entendendo o IPv6 (I) Entendendo o IPv6 (I) SNNAngola IPv6 Series http://www.snnangola.wordpress.com Nataniel Baião. IPv4 - Limitações Esgotamento do protocolo finito IPv4. IPv4: 32 bits, 4 Octetos. Ex: 1.1.1.1, 10.11.12.13

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

CST em Redes de Computadores

CST em Redes de Computadores CST em Redes de Computadores Comunicação de Dados II Aula 04 Endereçamento IPv6 Prof: Jéferson Mendonça de Limas Esgotamento IPv4 RFC 1700, blocos de tamanho específicos Classe A (/8) 16 milhões de Hosts

Leia mais

Roteamento Prof. Pedro Filho

Roteamento Prof. Pedro Filho Roteamento Prof. Pedro Filho Definição Dispositivo intermediário de rede projetado para realizar switching e roteamento de pacotes O roteador atua apenas na camada 3 (rede) Dentre as tecnologias que podem

Leia mais

Objetivo: Praticar a aplicação de acesso remoto via protocolo RDP (Remote Desktop) em ambientes Microsoft Windows.

Objetivo: Praticar a aplicação de acesso remoto via protocolo RDP (Remote Desktop) em ambientes Microsoft Windows. AULA 7: Remote Desktop Objetivo: Praticar a aplicação de acesso remoto via protocolo RDP (Remote Desktop) em ambientes Microsoft Windows. Ferramentas: Máquina Virtual Windows 2003 Server; Máquina Virtual

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores 0010101010101010010101010101010 0010101010101010010101010101010 0010101010101010010101010101010 0010101010101010010101010101010 0010101010101010010101010101010 0010101010101010010101010101010 0010101010101010010101010101010

Leia mais

Manual de utilização NSE Módulo TCP/IP MTCP-1E1S

Manual de utilização NSE Módulo TCP/IP MTCP-1E1S INSTALAÇÃO 1 Conecte a fonte 12Vcc/1A (ou 24Vcc/1A) a tomada e em seguida ao módulo MTCP-1E1S ( Negativo externo ---(o--- Positivo interno ). 2 Conecte o cabo de rede que acompanha o produto ao módulo

Leia mais

Camada de Rede. Endereçamento IPv4. Endereçamento IP. Endereçamento IP. Endereçamento IP 08/05/2010. Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar

Camada de Rede. Endereçamento IPv4. Endereçamento IP. Endereçamento IP. Endereçamento IP 08/05/2010. Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar Camada de Rede v Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar Um endereço de IP não identifica um computador específico. Pelo contrário, cada endereço de IP identifica uma conexão entre um computador e uma rede. Um

Leia mais

Jeandervall. Roteamento

Jeandervall. Roteamento Roteamento Configurar um roteador parece um tanto quanto complicado, porem não é uma tarefa impossível. O detalhe é que é preciso tomar muita a atenção na ora de configurar as rotas. Recomenda-se que antes

Leia mais

Gerenciamento de Redes Linux. Linux configuração de rede

Gerenciamento de Redes Linux. Linux configuração de rede Gerenciamento de Redes Linux Linux configuração de rede As interfaces de rede no GNU/Linux estão localizadas no diretório /dev e a maioria é criada dinamicamente pelos softwares quando são requisitadas.

Leia mais

Introdução Introduç ão Rede Rede TCP/IP Roteame Rotea nto nto CIDR

Introdução Introduç ão Rede Rede TCP/IP Roteame Rotea nto nto CIDR Introdução as Redes TCP/IP Roteamento com CIDR LAN = Redes de Alcance Local Exemplo: Ethernet II não Comutada Barramento = Broadcast Físico Transmitindo ESCUTANDO ESCUTANDO A quadro B C B A. DADOS CRC

Leia mais

Data and Computer Network Subnet-Mask & Routing

Data and Computer Network Subnet-Mask & Routing Subnet-Mask & Routing Prof. Doutor Felix Singo Ass. Velito Gujamo 1 Máscara de sub-rede Data and Computer Network Ao configurar o TPC/IP, além do endereço IP é preciso informar também o parâmetro da máscara

Leia mais

CCNA 1 Modelos OSI e TCP/IP. Kraemer

CCNA 1 Modelos OSI e TCP/IP. Kraemer CCNA 1 Modelos OSI e TCP/IP Modelos OSI e TCP/IP Modelo em camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Comparação dos modelos Endereçamento de rede Modelo de camadas Encapsulamento Desencapsulamento Modelo OSI Sistema

Leia mais

ALGUNS CONCEITOS. Rede de Computadores

ALGUNS CONCEITOS. Rede de Computadores ALGUNS CONCEITOS Rede de Computadores Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 OBJETIVO 1. Compartilhar recursos computacionais disponíveis sem considerar a localização física

Leia mais

Aula 5 Camada de rede (TCP/IP):

Aula 5 Camada de rede (TCP/IP): Aula 5 Camada de rede (TCP/IP): Protocolos da Camada de Rede; Endereços IP (Versão 4); ARP (Address Resolution Protocol); ARP Cache; RARP (Reverse Address Resolution Protocol); ICMP. Protocolos da Camada

Leia mais

Oficina de sub-redes. versão 1.1. Jackson Costa Fundação Bradesco Natal /RN. CCNA rev 6 2008 Cisco Systems, Inc. All rights reserved.

Oficina de sub-redes. versão 1.1. Jackson Costa Fundação Bradesco Natal /RN. CCNA rev 6 2008 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Oficina de sub-redes versão 1.1 Jackson Costa Fundação Bradesco Natal /RN 1 Conteúdo u Conversão Binário - Decimal v Determinar endereços de rede e broadcast Método Binário (AND) Método Prático w Determinar

Leia mais

Arquitetura Internet (TCP/IP)

Arquitetura Internet (TCP/IP) Instituto Federal do Pará - IFPA Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 TCP/IP ENDEREÇAMENTO IP O roteamento dos datagramas através das subredes são feitos baseados no seu endereço

Leia mais

Rede EtherTalk Macintosh (MacOS 8.x/9.x/X, versão 10.1)

Rede EtherTalk Macintosh (MacOS 8.x/9.x/X, versão 10.1) Impressora a laser em cores Phaser 6200 Rede EtherTalk Macintosh (MacOS 8.x/9.x/X, versão 10.1) Esta seção fornece as etapas de instalação e solução de problemas para Macintosh (MacOS 8 até X, versão 10.1):

Leia mais

Protocolo e Endereços Internet

Protocolo e Endereços Internet Protocolo e Endereços Internet Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode

Leia mais

Laboratório Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs

Laboratório Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs Laboratório 1.1.6 Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs Objetivo Identificar as ferramentas utilizadas para descobrir a configuração de redes do computador com vários sistemas operacionais. Coletar

Leia mais

Endereçamento IP. Aula Extra Prof. Fred Sauer, D.Sc.

Endereçamento IP. Aula Extra Prof. Fred Sauer, D.Sc. Endereçamento IP Aula Extra Prof. Fred Sauer, D.Sc. Questões Típicas A qual Classe IP pertence um endereço Quais endereços são privados ou reservados Endereço de rede e broadcast de um endereço de host

Leia mais

CCNA Exploration (Protocolos e Conceitos de Roteamento) Protocolo RIP

CCNA Exploration (Protocolos e Conceitos de Roteamento) Protocolo RIP CCNA Exploration (Protocolos e Conceitos de Roteamento) Protocolo RIP Cronograma Introdução Formato da mensagem e características do RIP Operação do RIP Habilitando o RIP Verificando, identificando e resolvendo

Leia mais

O endereço de sua estação de trabalho é 201.252.203.107, e você esta usando a máscara de subrede: 255.255.255.248.

O endereço de sua estação de trabalho é 201.252.203.107, e você esta usando a máscara de subrede: 255.255.255.248. Cálculo de endereços de rede Quais os hosts da rede 10.12.148.0 IP: 00001010.00001100.100101xx.xxxxxxxx Mask:11111111.11111111.11111100.00000000 Rede:00001010.00001100.10010100.00000000 Assim, podemos

Leia mais

rsf.a06 Resolução de Nomes PROFº RICARDO JOSÉ BATALHONE FILHO

rsf.a06 Resolução de Nomes PROFº RICARDO JOSÉ BATALHONE FILHO rsf.a06 Resolução de Nomes PROFº RICARDO JOSÉ BATALHONE FILHO Endereçamento e Nomes Dispositivos de rede possuem ambos um Nome e um Endereço atribuídos a eles; Nomes são independentes de localidade e se

Leia mais

Redes de Computadores. Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva

Redes de Computadores. Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva Redes de Computadores Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva Perguntinhas básicas J n O que é rotear? n O que é uma rota? n Porque rotear? n Como sua requisição chega no facebook? Conceitos n Roteamento

Leia mais

Este documento requer uma compreensão do ARP e de ambientes Ethernet.

Este documento requer uma compreensão do ARP e de ambientes Ethernet. Proxy ARP Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Como o Proxy ARP Funciona? Diagrama de Rede Vantagens do Proxy ARP Desvantagens do Proxy ARP Introdução Este documento

Leia mais

Jacson Rodrigues <jacsonrcsilva@gmail.com> 1

Jacson Rodrigues <jacsonrcsilva@gmail.com> 1 Redes de Computadores Conceitos Básicos Alguns conceitos fundamentais sobre a configuração de IPs, Máscara e Roteamento em Redes de Computadores muitas vezes não são bem compreendidos por pessoas da área.

Leia mais

Fundamentos. Aplicação. Sessão Transporte OSI Transporte TCP/IP. Física

Fundamentos. Aplicação. Sessão Transporte OSI Transporte TCP/IP. Física Fundamentos O protocolo TCP/IP atualmente é o protocolo mais utilizado em redes locais. Isso se deve basicamente à popularização da Internet, a rede mundial de computadores, já que esse protocolo foi criado

Leia mais

Proposta de um sítio colaborativo sobre IPv6

Proposta de um sítio colaborativo sobre IPv6 Proposta de um sítio colaborativo sobre IPv6 Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br GTER 25 25ª Reunião, Salvador 31 de Maio de 2008 Agenda Alguns poucos slides sobre a motivação (para o IPv6)... A proposta

Leia mais

Firewall. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Firewall. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Firewall Prof. Marciano dos Santos Dionizio Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas eram feitas de madeira o fogo era um grande problema, pois se alastrava facilmente

Leia mais

Endereços Lógicos, Físicos e de Serviço

Endereços Lógicos, Físicos e de Serviço Endereçamento IP O IP é um protocolo da Camada de rede É um endereço lógico único em toda a rede, portanto, quando estamos navegando na Internet estamos utilizando um endereço IP único mundialmente, pois

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL. Curso Técnico em Informática

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL. Curso Técnico em Informática SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL Curso Técnico em Informática Estrutura de Endereçamento IP e Mascara de Subrede Endereçamento IP e Classes Autoridade para Atribuição de Números da Internet http://www.iana.org/

Leia mais

Guia Primeiros Passos da Bomgar B400

Guia Primeiros Passos da Bomgar B400 Guia Primeiros Passos da Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio 2010 Guia Primeiros Passos da Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio 2010 Obrigado por usar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento

Leia mais

Guia de Configuração Rápida da Rede

Guia de Configuração Rápida da Rede Guia de Configuração Rápida da Rede WorkCentre M123/M128 WorkCentre Pro 123/128 701P42078_pt-BR 2004. Todos os direitos reservados. A proteção de copyright aqui reclamada inclui todas as formas e assuntos

Leia mais

Endereçamento de Rede IPv4

Endereçamento de Rede IPv4 4 Endereçamento de Rede IPv4 6.0.1 INTRODUÇÃO AO CAPÍTULO O endereçamento é uma função-chave dos protocolos da camada de rede que permitem a comunicação de dados entre os hosts na mesma rede ou em redes

Leia mais

Atividade: Design de endereçamento básico VLSM

Atividade: Design de endereçamento básico VLSM CURSO: Tecnológico Redes de Computadores DOCENTE: Charles Lima Soares DISCIPLINA: Protocolos de Comunicação TCP/IP ATIVIDADE DE ENDEREÇAMENTO - VLSM Atividade: Design de endereçamento básico VLSM Diagrama

Leia mais

** Distance Vector - Trabalha com a métrica de Salto(HOP),. O protocolo que implementa o Distance Vector é o RIP.!

** Distance Vector - Trabalha com a métrica de Salto(HOP),. O protocolo que implementa o Distance Vector é o RIP.! Laboratório wireshark Número de sequencia: syn syn ack ack Cisco Packet Tracer Roteador trabalha em dois modos de operação: - Modo Normal - símbolo > - Modo Root - símbolo # ##################################################################

Leia mais