PROJETO DE PESQUISA ASPECTOS ANÁTOMO-PATOLÓGICOS DE DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO E TUMORES MÚSCULO-ESQUELÉTICOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO DE PESQUISA ASPECTOS ANÁTOMO-PATOLÓGICOS DE DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO E TUMORES MÚSCULO-ESQUELÉTICOS"

Transcrição

1 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA Centro de Ciências da Saúde - UFPE Av. Prof. Moraes Rego Cidade Universitária - CEP: Recife PE Prédio da Pós-graduação do Centro de Ciências da Saúde (CCS) - térreo Fone/Fax: (81) PROJETO DE PESQUISA ASPECTOS ANÁTOMO-PATOLÓGICOS DE DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO E TUMORES MÚSCULO-ESQUELÉTICOS LINHA DE PESQUISA Modelos morfofisiológicos e imunológicos das doenças. Coordenador: ROBERTO JOSÉ VIEIRA DE MELLO Professor do Departamento de Patologia - Centro de Ciências da Saúde - UFPE Recife, 2012

2 METAS Os tumores do SNC apresentam grande variedade de tipos histológicos, também com numerosas variantes dentro do mesmo tipo tumoral o que proporciona a classificação de subtipos. Essas variantes apresentam ou não relação com o comportamento biológico e clínico dos tumores, não se tendo, necessariamente justificativa para todas as alterações que ocorrem nos diferentes tipos ou mesmo dentro de um mesmo tipo de tumor. A investigação das bases patogênicas dos diferentes estudos celulares e tissulares presentes nessas neoplasias ganhem significância na medida em que novas terapêutica são introduzidas para o manuseio clínico das mesmas, podendose definir grupos de suscetibilidade para cada terapêutico. O coordenador do referido projeto também dará o suporte anátomopatológico através da realização de exames histopatológicos aos demais projetos de pesquisa desenvolvidos pelo POSPAT. MODELOS DE EXPERIMENTAÇÂO NEOPLASIAS DO SISTEMA NERVOSO E MÚSCULO ESQUELÉTICO HISTOPATOLOGIA DAS DOENÇAS CÁRDIO-VASCULARES RETOCOLITE ULCERATIVA e DOENÇA DE CROHN METODOLOGIAS Utilizar-se-á casos cirúrgicos de tumores do SNC, pertencentes aos arquivos do Hospital das Clínicas da UFPE, do hospital de Câncer de Pernambuco e do consultório de Neuropatologia do orientador, com diagnósticos dados com base em preocupações corada em hematoxicilina-eosina, podendo, na dependência do projeto de pesquisa, se utilizar técnicas de colorações especiais e de Imuno- Histoquímica, avaliados através de análises direta realizada por um neuropatologista, ou por outros métodos, como morfometria, realizado por profissionais da área. Necropsia 2

3 As necropsias, em média 25 por dia, serão executadas por médicos patologistas do SVO, dentro da rotina diária e normas técnicas e éticas do SVO e da Vigilância Sanitária, e acompanhadas pelo professor tutor, mestrandos e bolsistas. Durante a realização das mesmas serão identificadas, observadas e anotadas as características das lesões macroscópicas básicas relacionadas, direta ou indiretamente, a causa da morte. Os fragmentos teciduais destas lesões, retirados rotineiramente para o diagnóstico anatomopatológico (microscópico) executado pelo médico patologista, serão avaliados posteriormente pelos professores tutores, mestrandos e bolsistas. A cada mestrando, acompanhado pelo seu orientador ou co-orientador, caberá a responsabilidade de desenvolver um levantamento bibliográfico do tipo de distúrbio básico observado e de interesse na sua pesquisa individual. Esta atividade permitirá, a posteriori, o reconhecimento das características histológicas e fisiopatológicas correspondentes às lesões macroscópicas associadas às causas da doença de base. Estudos histopatológicos Os fragmentos teciduais serão processados para análise histopatológica no Setor de Patologia do LIKA e/ou no Laboratório Integrado de Histopatologia (Mestrado em Patologia/SVO). As rotinas de processamento e coloração dos recortes histológicos 3 serão feitas pela histotecnóloga tutora, acompanhada por mestrandos e bolsistas. Para o desenvolvimento deste plano trabalho os pesquisadores farão treinamento prévio utilizando tecidos animais de experimentos anteriores e obtidos na blocoteca (arquivo de blocos de parafina) do Setor de Patologia do LIKA. As técnicas de processamento e os diferentes métodos de coloração serão abordados em seminários apresentados pelos bolsistas, orientados pelos mestrandos, e avaliados pelos tutores. Finalmente, os recortes histológicos, após avaliação histopatológica, serão analisados pelos mestrandos e bolsistas juntamente com os professores orientadores, cabendo a cada pesquisador a elaboração de relatórios de acompanhamento referente ao estudo do distúrbio relacionado à sua pesquisa. Análises morfométricas 3

4 Serão realizados registros das imagens dos cortes histológicos dos órgãos e tecidos selecionados em microscópio óptico Olympus BX50. As imagens capturadas serão então digitalizadas através de uma câmera digital (MOTIC 1000) acoplada a um microcomputador (Intel Dual Core 4GB 750GB). Após a captura poderão ser realizadas diferentes técnicas morfométricas para a mensuração de áreas, perímetros, comprimentos, número de partículas dentre outros das estruturas a serem focadas em cada estudo. Para essa análise será utilizado um software de análise de imagens ImageLab As imagens dos cortes histológicos serão processadas e armazenadas referindo-se sua magnificação final de aumento e escala de pixels proporcional as propriedades de cada campo histológico selecionado. Estudos epidemiológicos Os dados pessoais e da história clínica serão coletados, pelos tutores, mestrandos e bolsistas, dos formulários de encaminhamento para necropsia (pelo hospital de origem) e de necropsia (preenchidos pelo médico patologista), conforme as normas técnicas e éticas estabelecidas pela Secretaria de Saúde/FUSAM e Diretoria do SVO, excluindo-se qualquer informação que permita a identificação da pessoa falecida. Os dados assim obtidos, juntamente com os resultados dos exames anatomopatológicos, serão utilizados para o desenvolvimento de um banco de dados, correlacionados entre si, e utilizados em estudo estatístico. Para execução desta etapa mestrandos e bolsistas serão instruídos pela professora tutora quanto à utilização dos dados em informática aplicada à saúde e epidemiologia. Bioética Todos material utilizado será aquele obtido na indicação formal de um procedimento cirúrgico realizado por neurocirurgião dentro das técnicas recomendadas para o caso. 4

5 PARTICIPANTES (Pesquisadores e Técnicos) Nicodemos Teles de Pontes Filho, Doutor, Professor Titular em Anatomia Patológica, Chefe do Setor de Patologia do LIKA/UFPE; Mario Ribeiro de Melo-Junior, Doutor, Professor Adjunto, Departamento de Patologia; Francisco Eduardo, Doutor, Professor de Coloproctologia da UFPE; Lucas Brandão, Doutor, Professor de Patologia Molecular, UFPE; Maurílio Toscano, Doutor, Coloproctologista do Hospital Barão de Lucena; Karen Pena de Souza Cavalcante, Doutora, Histotecnóloga do HC/UFPE; Marina Falcão, Mestre, Histotecnóloga do Departamento de Patologia, UFPE; Carmelita de Lima Bezerra Cavalcanti, Mestre em Bioquímica, Histotecnóloga responsável técnica do Setor de Patologia do LIKA/UFPE. 5

{accordion} Ciências da Saúde:: Seleção Edital. - Resultado. Nível mestrado início Nota Capes [2013]: 3

{accordion} Ciências da Saúde:: Seleção Edital. - Resultado. Nível mestrado início Nota Capes [2013]: 3 {accordion} Ciências da Saúde:: Nível mestrado início 1991 Nota Capes [2013]: 3 Endereço: Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Medicina Clínica, Av. Prof. Moraes Rego, s/n - Hospital das Clínicas

Leia mais

Aluna: Bianca Doimo Sousa Orientador: Prof. Dr. Jaques Waisberg. Hospital do Servidor Público Estadual

Aluna: Bianca Doimo Sousa Orientador: Prof. Dr. Jaques Waisberg. Hospital do Servidor Público Estadual Hospital do Servidor Público Estadual Programa de Iniciação Científica em Gastroenterologia Cirúrgica EXPRESSÃO IMUNO-HISTOQUÍMICA DO RECEPTOR DE FATOR DE CRESCIMENTO EPIDÉRMICO (EGFR) NO CARCINOMA COLORRETAL:

Leia mais

Educação e Regulamentação Profissional dos Técnicos de Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica em Portugal. Carina Ladeira

Educação e Regulamentação Profissional dos Técnicos de Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica em Portugal. Carina Ladeira Educação e Regulamentação Profissional dos Técnicos de Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica em Portugal Carina Ladeira Rio de Janeiro, 11 de Novembro 2009 Profissional de APCT Conteúdo funcional

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CURSO DE MESTRADO DISCIPLINAS

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CURSO DE MESTRADO DISCIPLINAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CURSO DE MESTRADO DISCIPLINAS BIOESTATÍSTICA Ementa: conceitos básicos; descrição e apresentação de dados; representação gráfica; análise descritiva; introdução

Leia mais

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS BIOESTATÍSTICA. Alessandra Maciel Almeida Coordenadora Raquel Aparecida Salustriano Fabreti de Oliveira

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS BIOESTATÍSTICA. Alessandra Maciel Almeida Coordenadora Raquel Aparecida Salustriano Fabreti de Oliveira DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS BIOESTATÍSTICA Professoras: Alessandra Maciel Almeida Coordenadora Raquel Aparecida Salustriano Fabreti de Oliveira Ementa: conceitos básicos; descrição e apresentação de dados;

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE CONTROLE DE QUALIDADE

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE CONTROLE DE QUALIDADE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE CONTROLE DE QUALIDADE ANATOMIA PATOLÓGICA CITOPATOLOGIA IMUNOPATOLOGIA Anatomia patológica é uma especialidade da medicina que tem como objetivo fazer diagnóstico das doenças através

Leia mais

INTRODUÇÃO À PATOLOGIA GERAL

INTRODUÇÃO À PATOLOGIA GERAL Cursos de Graduação em Farmácia e Enfermagem 3 o Período Disciplina: Patologia Geral INTRODUÇÃO À PATOLOGIA GERAL Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com 2014 DISCIPLINA DE

Leia mais

Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA Comissão de Residência Médica COREME Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA Instituída pelo Decreto nº 80.281, de 5 de setembro de 1977,

Leia mais

CONTEÚDOS E PRÁTICAS DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM PATOLOGIA

CONTEÚDOS E PRÁTICAS DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM PATOLOGIA CONTEÚDOS E PRÁTICAS DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM PATOLOGIA 1) OBJETIVOS GERAIS DO PROGRAMA O médico patologista deverá exercer suas atividades segundo os preceitos éticos, com humanismo, atualizando

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENFERMAGEM EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENFERMAGEM EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: ANATOMIA DO SISTEMA LOCOMOTOR Terminologia Anatômica. Sistema Esquelético. Sistema Articular. Sistema Muscular. DISCIPLINA: SISTEMAS BIOLÓGICOS

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/2 Aprovada pela Resolução nº 15 CONSEPE, de 18 de junho de 2014.

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/2 Aprovada pela Resolução nº 15 CONSEPE, de 18 de junho de 2014. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE MEDICINA DO MUCURI FAMMUC CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ESTRUTURA CURRICULAR 2014/2 Aprovada pela Resolução

Leia mais

Cursos de Graduação em Farmácia e Enfermagem

Cursos de Graduação em Farmácia e Enfermagem Cursos de Graduação em Farmácia e Enfermagem INTRODUÇÃO À PATOLOGIA GERAL Disciplina: Patologia Geral Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 DISCIPLINA DE PATOLOGIA GERAL INTRODUÇÃO À PATOLOGIA Conceito

Leia mais

Colégio de Anatomia Patológica

Colégio de Anatomia Patológica Colégio de Anatomia Patológica Inquérito aos Serviços para atribuição de Idoneidade e Capacidade Formativa I. Identificação do Serviço/Departamento HOSPITAL LOCALIDADE.. DIRECTOR DO SERVIÇO.. II. Caracterização

Leia mais

Programa de Residência Médica PATOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Residência Médica PATOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Residência Médica PATOLOGIA Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar

Leia mais

Departamento de Anatomia Patológica Laboratório de Multiusuário em Pesquisa UNIFESP

Departamento de Anatomia Patológica Laboratório de Multiusuário em Pesquisa UNIFESP VANTAGENS DO USO DA AGAROSE NAS TÉCNICAS DE PROCESSAMENTO DE CELL BLOCK NA CITOLOGIA ONCÓTICA DE LÍQUIDOS Joaquim Soares de Almeida. Departamento de Anatomia Patológica Laboratório de Multiusuário em Pesquisa

Leia mais

CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA ONCOLOGIA CUTÂNEA

CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA ONCOLOGIA CUTÂNEA CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA ONCOLOGIA CUTÂNEA Período de Seleção 31 de outubro a 04 de dezembro de 2016 Taxa de Inscrição R$ 250,00 Taxa de Matrícula R$ 450,00 Mensalidade R$ 950,00 Forma(s)

Leia mais

PROGRAMA INTEGRADO DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À PATOLOGIA GERAL E AOS MECANISMOS DE AGRESSÃO E DEFESA 2º Ano 2013

PROGRAMA INTEGRADO DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À PATOLOGIA GERAL E AOS MECANISMOS DE AGRESSÃO E DEFESA 2º Ano 2013 PROGRAMA INTEGRADO DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À PATOLOGIA GERAL E AOS MECANISMOS DE AGRESSÃO E DEFESA 2º Ano 2013 Departamento de Ciências Patológicas da FCMSCSP Chefe do Departamento: Prof.Dr. Dino Martini

Leia mais

ANEXO I-B DO EDITAL N o 079/ PRORH LISTA DE PONTOS E AVALIAÇÃO DA PROVA PRÁTICA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO ANATOMIA

ANEXO I-B DO EDITAL N o 079/ PRORH LISTA DE PONTOS E AVALIAÇÃO DA PROVA PRÁTICA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO ANATOMIA Fls. 34 CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO ANATOMIA ÁREA/SUBÁREA: ANATOMIA/ANATOMIA ANIMAL 01 APARELHO LOCOMOTOR EM ANIMAIS DOMÉSTICOS. 02 APARELHO UROGENITAL EM ANIMAIS DOMÉSTICOS. 03 SISTEMA

Leia mais

PERFIL DE FORMAÇÃO - INTEGRALIZAÇÃO MATRIZ CURRICULAR

PERFIL DE FORMAÇÃO - INTEGRALIZAÇÃO MATRIZ CURRICULAR PERFIL DE FORMAÇÃO - INTEGRALIZAÇÃO Período 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º CH/total Carga horária/semestre 582 659 597 615 630 532 596 545 -- -- -- -- 4756 h Estágio Supervisionado em Regime de

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 455/2012

RESOLUÇÃO N.º 455/2012 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 455/2012 EMENTA: Estabelece o Currículo do Curso de Graduação em, Grau: Bacharelado, sediado no Pólo Universitário de Rio

Leia mais

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal da Saúde Hospital Materno Infantil Presidente Vargas Comitê de Ética em Pesquisa

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal da Saúde Hospital Materno Infantil Presidente Vargas Comitê de Ética em Pesquisa INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS DE PESQUISA INFORMAÇÕES GERAIS Os projetos de pesquisa para apreciação do do HMIPV devem ser encaminhados através do sistema on-line da CONEP intitulado Plataforma

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: PATOLOGIA GERAL Código da Disciplina: NDC112 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta da disciplina: 5 período Faculdade responsável: Núcleo de Disciplinas Comuns

Leia mais

Destinada a estudantes das séries. Número de Vagas. Opção de Vaga. Unidade Educacional. Conteúdo Programático. Não Remunerada. Remunerada (Bolsa)

Destinada a estudantes das séries. Número de Vagas. Opção de Vaga. Unidade Educacional. Conteúdo Programático. Não Remunerada. Remunerada (Bolsa) II - HABILIDADES E ATITUDES I - HISTOLOGIA ANEXO I QUADRO DE VAGAS - Processo Seletivo de estudantes do Curso de Graduação em Medicina da ESCS para a atividade de monitoria no ano letivo de 2017 Unidade

Leia mais

1.1. Trabalhos Realizados na Área

1.1. Trabalhos Realizados na Área 1 1 Introdução Várias formas de tratamento de lesões de úlceras de perna têm sido empregadas hoje em dia. O método de tratamento dependerá da origem da úlcera bem como de seu estado patológico. Com o objetivo

Leia mais

GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM BACHARELADO HORÁRIO 2º SEMESTRE LETIVO_2015

GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM BACHARELADO HORÁRIO 2º SEMESTRE LETIVO_2015 GRADUAÇÃO DE BACHARELADO HORÁRIO 2º SEMESTRE LETIVO_2015 TURMA 1º SEMESTRE NOTURNO SALA: ANATOMIA HUMANA LÍNGUA PORTUGUESA ANATOMIA HUMANA LÍNGUA PORTUGUESA LUCIANA UHREN RONALDO L. VITÓRIO MEIRA SILVA

Leia mais

Citologia de líquidos orgânicos, punções aspirativas, escarro, lavados cavitários, esfregaços cérvico-vaginais, etc. Exames de peças cirúrgicas de

Citologia de líquidos orgânicos, punções aspirativas, escarro, lavados cavitários, esfregaços cérvico-vaginais, etc. Exames de peças cirúrgicas de Citologia de líquidos orgânicos, punções aspirativas, escarro, lavados cavitários, esfregaços cérvico-vaginais, etc. Exames de peças cirúrgicas de variada complexidade e de material de biópsia Consultas

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA PRIMEIRO SEMESTRE INTRODUÇÃO À PRÁTICA MÉDICA I 45 ANATOMIA SISTÊMICA APLICADA I 90 BIOFÍSICA E FISIOLOGIA I 90 SOCIOLOGIA CULTURA E ÉTICA 45 BIOLOGIA CELULAR, TECIDUAL

Leia mais

URI Câmpus de Frederico Westphalen Curso de Nutrição Período I 2017

URI Câmpus de Frederico Westphalen Curso de Nutrição Período I 2017 Citologia, Histologia e Embriologia Gera Química Orgânica I - Q Rosangela Ferigollo Binotto Sandro Rogério Giacomelli Doutora http://lattes.cnpq.br/9116384900915590 A disciplina será desenvolvida sob a

Leia mais

Centro Universitário Central Paulista

Centro Universitário Central Paulista Centro Universitário Central Paulista EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA DOS CURSOS EDITAL Nº 02/2016 2º semestre O Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP) faz saber, a todos os interessados,

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015, DE 30 DE SETEMBRO DE 2016.

EDITAL Nº 01/2015, DE 30 DE SETEMBRO DE 2016. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO PRETO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE EXPERIMENTOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS PROFESSOR: SEBASTIÃO MARCOS TAFURI PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS PROFESSOR: SEBASTIÃO MARCOS TAFURI PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS PROFESSOR: SEBASTIÃO MARCOS TAFURI PLANO DE ENSINO FUNÇÃO: Apoio ao Diagnóstico SUBFUNÇÃO: Hematologia II CARGA

Leia mais

Histologia Texto, atlas e roteiro de aulas práticas 3ª edição Tatiana Montanari

Histologia Texto, atlas e roteiro de aulas práticas 3ª edição Tatiana Montanari Histologia Texto, atlas e roteiro de aulas práticas 3ª edição Tatiana Montanari Tatiana Montanari Histologia Texto, atlas e roteiro de aulas práticas 3ª edição Porto Alegre Edição do autor 2016 Histologia

Leia mais

Patologia - orientações

Patologia - orientações Patologia - orientações Padronização para Patologistas e Ginecologistas Elaborado pelas Sociedades Brasileiras de Citopatologia, de Patologia, de Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia, FEBRASGO,

Leia mais

T P PRÉ-REQUISITO T P PRÉ-REQUISITO

T P PRÉ-REQUISITO T P PRÉ-REQUISITO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 2012.2 1º SEMESTRE Anatomia Humana I 72 36 36 - Biologia Celular e Genética 72 36 36 - Introdução à Enfermagem 36 36 - Relações Étnico-raciais, Cultura e Saúde

Leia mais

Doutorado em Ciências da Saúde

Doutorado em Ciências da Saúde Doutorado em Ciências da Saúde Currículo e Ementas Disciplinas obrigatórias: Disciplinas Nº de crédito Ementa Epidemiologia 2 O método epidemiológico. A investigação epidemiológica. O conceito de risco.

Leia mais

Laboratórios de diagnóstico veterinário: função e desenvolvimento no Brasil

Laboratórios de diagnóstico veterinário: função e desenvolvimento no Brasil Laboratórios de diagnóstico veterinário: função e desenvolvimento no Brasil Claudio Barros Laboratório de Anatomia Patológica (LAP), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEZ ), Universidade

Leia mais

Faculdade São Lucas. Credenciada pela Portaria de 03/12/99. Coordenação de Medicina Matriz Curricular 2º Semestre de 2011

Faculdade São Lucas. Credenciada pela Portaria de 03/12/99. Coordenação de Medicina Matriz Curricular 2º Semestre de 2011 Faculdade São Lucas Credenciada pela Portaria 1.714 de 03/12/99 Rua Alexandre Guimarães, 1927 Bairro: Areal Porto Velho RO Telefones: (69) 32118000 Coordenação de Medicina Matriz Curricular 2º Semestre

Leia mais

Enfermagem 1 SEMESTRE. Biologia 60h

Enfermagem 1 SEMESTRE. Biologia 60h Enfermagem 1 SEMESTRE Biologia 60h Ementa: Biologia celular: composição, estrutura, ultraestrutura e função da célula e de seus componentes. Divisão celular: meiose e mitose. Reprodução: tipos e diversidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DOUTORADO EM DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM

Leia mais

4ª Reunião do GT de Oncologia. Projeto OncoRede

4ª Reunião do GT de Oncologia. Projeto OncoRede 4ª Reunião do GT de Oncologia Projeto OncoRede Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor Rio de Janeiro, 02 de Setembro de 2016 Clique para editar local e data Pauta da 4ª

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO- PNPD/C APES EDITAL PPGE-1/2017

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO- PNPD/C APES EDITAL PPGE-1/2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO -PPGE PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO- PNPD/C APES

Leia mais

Disciplina: Anatomia e Histologia

Disciplina: Anatomia e Histologia Curso de Graduação em Enfermagem Departamento de logia Disciplina: Anatomia e Histologia Ano: 2012 Série: 1º ano Semestre: 1º Carga Horária: 45 horas teórico-práticas Departamento: logia Coordenador: Profa.

Leia mais

Colégio de Anatomia Patológica

Colégio de Anatomia Patológica Colégio de Anatomia Patológica Curso de Introdução à Patologia Molecular e Recomendações em relação ao Estágio de Biologia Molecular. I. INTRODUÇÃO De acordo com a Portaria 204/2012 de 4 de Julho o Internato

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO. Código da disciplina: CITOLOGIA E HISTOLOGIA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO. Código da disciplina: CITOLOGIA E HISTOLOGIA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: EDUCAÇÃO FISICA Núcleo Temático: Disciplina:

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009 No período de 02 a 16 de fevereiro de 2009, estarão abertas as inscrições para bolsas de Extensão e Cultura, cujos resultados

Leia mais

Programa de Residência Médica CITOPATOLOGIA R4. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Residência Médica CITOPATOLOGIA R4. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Residência Médica CITOPATOLOGIA R4 Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer,

Leia mais

Relatório de Laboratório por Curso

Relatório de Laboratório por Curso de cursos de ensino Cód. 57 Ortodontia 89 Técnica cirúrgica 9 Técnica operatória Dentística restauradora 53 9709 ODONTOLOGIA Graduação Bacharelado Presencial 8 373 Espaços para esportes Serviços 9 Anatomia

Leia mais

CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: ANATOMIA DO SISTEMA LOCOMOTOR Terminologia Anatômica. Sistema Esquelético. Sistema Articular. Sistema Muscular. DISCIPLINA: SISTEMAS BIOLÓGICOS

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Campus CEDETEG ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Campus CEDETEG ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1ª SÉRIE ANUAL MANHÃ 07h30min Imunologia o Anatomia Humana Laboratório de Anatomia Humana Fisiologia Humana e Biofísica TA e TB Microbiologia TA Parasitologia TB SALA 6 BLOCO 1 08h20min Imunologia o Anatomia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 05, de

Leia mais

PPG Patrimônio Local de Depósito Descrição Valor Total PROGRAMA DE POS GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS. PRÉDIO DO INSTITUTO DE ARTES.

PPG Patrimônio Local de Depósito Descrição Valor Total PROGRAMA DE POS GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS. PRÉDIO DO INSTITUTO DE ARTES. PPG Patrimônio Local de Depósito Descrição Valor Total ARTES CÊNICAS 439914/439915 PROGRAMA DE POS GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS. PRÉDIO DO INSTITUTO DE ARTES. APARELHO ILUM. 250M R$ 6.380,00 CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO.

Leia mais

Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação

Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação Registro Hospitalar de Câncer Este tipo de registro se caracteriza em um centro de coleta, armazenamento,

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Ficha de Avaliação A. Avaliação do projeto de pesquisa (Título): 1. Capa: A capa atende todos os seguintes itens descritos a seguir? Nome da Instituição Proponente; nome (s) do (s) pesquisadores autor

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM ATLAS DE HISTOLOGIA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO A FAVOR DA EDUCAÇÃO NA ÁREA MÉDICA.

DESENVOLVIMENTO DE UM ATLAS DE HISTOLOGIA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO A FAVOR DA EDUCAÇÃO NA ÁREA MÉDICA. DESENVOLVIMENTO DE UM ATLAS DE HISTOLOGIA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO A FAVOR DA EDUCAÇÃO NA ÁREA MÉDICA. Marcos Felipe Costa Mauriz 1, Daniel Fernando Pereira Vasconcelos 2. ¹Bolsista ITV,

Leia mais

EDITAL 002/PPGFMC/2016

EDITAL 002/PPGFMC/2016 EDITAL 002/PPGFMC/2016 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia (PPGFMC), do Centro de Ciências Biológicas, da Universidade Federal de Santa Catarina, faz saber que, no período de 04

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA OS ORIENTADORES DE TCC DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

INSTRUÇÕES PARA OS ORIENTADORES DE TCC DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS INSTRUÇÕES PARA OS ORIENTADORES DE TCC DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Observação: além deste documento, é importante que o orientador fique atento às datas e prazos do TCC, definidas no Calendário do

Leia mais

CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA HOSPITAL SÃO LUCAS DA PUCRS MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA HOSPITAL SÃO LUCAS DA PUCRS MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA HOSPITAL SÃO LUCAS DA PUCRS MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Porto Alegre Versão 01 - Dezembro de 2013 1 Comitê Gestor: Prof. Jorge Luis Nicolas Audy Pró-Reitor de Pesquisa,

Leia mais

Nome Completo para Faturamento/Emissão de Nota Fiscal

Nome Completo para Faturamento/Emissão de Nota Fiscal Cadastro Financeiro Nome Completo para Faturamento/Emissão de Nota Fiscal CPF / CNPJ RG / Inscrição Estadual Endereço Bairro Município Estado CEP DDD / Telefone DDD / Celular E-mail Nome do Paciente CPF

Leia mais

DOCENTE TITULAÇÃO LINHAS DE PESQUISA

DOCENTE TITULAÇÃO LINHAS DE PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Profissional e Tecnológica Instituto Federal de, Ciência e Tecnologia de Goiás Câmpus Formosa Departamento das Áreas Acadêmicas TCC - Linhas de pesquisa Professores

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Currículo de Cursos por Período(Modelo UFES)

Universidade Federal do Espírito Santo Currículo de Cursos por Período(Modelo UFES) Curso: 253 - Educação Física - Bacharelado Nivel: Ensino Superior Grau Conferido: Bacharel em Educação Física Turno: Noturno Tipo: Curso Modalidade: Bacharelado Funcionamento: Em atividade Documento de

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Área de Concentração em Clínica Cirúrgica Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Prof. Dr. Andre Poisl Fay (andre.fay@pucrs.br) Cirurgia Videolaparoscópica

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO CÂMPUS DE ARAÇATUBA - FACULDADE DE ODONTOLOGIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO CÂMPUS DE ARAÇATUBA - FACULDADE DE ODONTOLOGIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO CÂMPUS DE ARAÇATUBA - FACULDADE DE ODONTOLOGIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA X INTEGRAL NOTURNO PLANO DE ENSINO Disciplina: Departamento:

Leia mais

Projeto para Implantação de um Novo Curso de Mestrado em uma Instituição de Ensino Superior.

Projeto para Implantação de um Novo Curso de Mestrado em uma Instituição de Ensino Superior. Projeto para Implantação de um Novo Curso de Mestrado em uma Instituição de Ensino Superior. PLANO GERAL DO PROJETO 1. INTRODUÇÃO Com a entrada em vigor da Lei 9.394/96 Lei de Diretrizes e Bases da Educação

Leia mais

Pré-requisitos Para integrar o Programa MACAL de Estágio Supervisionado, o candidato precisa atender os seguintes requisitos:

Pré-requisitos Para integrar o Programa MACAL de Estágio Supervisionado, o candidato precisa atender os seguintes requisitos: Prezados Senhores: A MACAL - Soluções em Nutrição, desde 2003 desenvolve o programa de Estágio Supervisionado que consiste em um intensivo programa para a preparação de novos profissionais, tendo como

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIENCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIENCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIENCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA Edital nº 68, de 22 de julho de 2014, publicado no Diário Oficial da União

Leia mais

PET ESTUDOS SÍNDROME METABÓLICA da anatomia à intervenção clínica

PET ESTUDOS SÍNDROME METABÓLICA da anatomia à intervenção clínica PET ESTUDOS SÍNDROME METABÓLICA da anatomia à intervenção clínica O curso Síndrome Metabólica da anatomia à intervenção clínica será desenvolvido a partir de dois grandes eixos: - Eixo teórico-prático

Leia mais

Licenciatura em Ciências Biomédicas

Licenciatura em Ciências Biomédicas Licenciatura em Ciências Biomédicas Uma formação de elevada empregabilidade e com vagas em Medicina Coordenação: Prof. Doutor Ricardo Jorge Dinis-Oliveira CESPU & UNIVERSIDADE DE MADRID ALFONSO X EL SABIO

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento ONCOLOGIA ORTOPÉDICA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento ONCOLOGIA ORTOPÉDICA. Comissão de Residência Médica COREME Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas e disseminar

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CIRURGIA DERMATOLÓGICA 2015 / 2016

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CIRURGIA DERMATOLÓGICA 2015 / 2016 CHEFE DO SERVIÇO: DR. SÉRGIO COSTA LIMA DA SILVA COORDENADORES: DRª ANDRÉA MYCHELAYNE E RAPHAEL C. PERYASSÚ SETOR DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA Local: Hospital da Gamboa/RJ Nível: Pós-Graduação Lato Sensu

Leia mais

Faculdade Estácio de Sá de Juiz de Fora Direção Acadêmica

Faculdade Estácio de Sá de Juiz de Fora Direção Acadêmica Faculdade Estácio de Sá de Juiz de Fora Direção Acadêmica EDITAL Nº. 04 / 2010 Programa de Iniciação Científica PIC Programa de Extensão Acadêmica PEA Objetivos A Faculdade Estácio de Sá de Juiz de Fora,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO Nº 216/89

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO Nº 216/89 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO Nº 216/89 Define a Reestruturação dos Departamentos do Instituto de Biologia. O CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA, no uso da competência que lhe

Leia mais

COORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS

COORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS COORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL Nº 076/2016-COGEPS DIVULGAÇÃO DOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS (PROGRAMA) PARA A PROVA DIDÁTICA DO 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO

Leia mais

REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Os alunos do Curso de Estatística da UFPR regularmente matriculados na disciplina CE078

Leia mais

CODIGO DISCIPLINA PERÍODO BA027 Acupuntura 6º PERÍODO BA031 Anatomia Médica I 1º PERÍODO BA033 Neuroanatomia 2º PERÍODO BA034 Esplancnologia 2º

CODIGO DISCIPLINA PERÍODO BA027 Acupuntura 6º PERÍODO BA031 Anatomia Médica I 1º PERÍODO BA033 Neuroanatomia 2º PERÍODO BA034 Esplancnologia 2º CODIGO DISCIPLINA PERÍODO BA027 Acupuntura 6º PERÍODO BA031 Anatomia Médica I 1º PERÍODO BA033 Neuroanatomia 2º PERÍODO BA034 Esplancnologia 2º PERÍODO BA045 Anatomia Humana Prática com Dissecação 4º PERÍODO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE MEDICINA E CIRURGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE MEDICINA E CIRURGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: MEDICINA DEPARTAMENTO: DEPARTAMENTO DE MEDICINA ESPECIALIZADA DISCIPLINA: NEUROLOGIA CARGA HORÁRIA: 120 HORAS CRÉDITOS: 07 CÓDIGO: SME0013 PROFESSOR: REGINA MARIA PAPAIS ALVARENGA

Leia mais

Grade Curricular - Medicina Veterinária

Grade Curricular - Medicina Veterinária Grade Curricular - Medicina Veterinária SEMESTRE 1 0100111 Introdução ao Estudo da Medicina Veterinária I 3 0 3 BIO0225 Genética e Evolução 4 0 4 BMC0115 Biologia Celular, Tecidual I e do Desenvolvimento

Leia mais

Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-graduação em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos

Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-graduação em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-graduação em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos Regulamento do I Curso de Verão de Farmacologia PPgPNSB/CCS/UFPB Realização:

Leia mais

INSTITUCIONAL HISTÓRIA

INSTITUCIONAL HISTÓRIA 2011 INSTITUCIONAL HISTÓRIA O Centro de Diagnóstico do Câncer foi fundado em 1998 e está localizado na cidade de João Pessoa, sendo considerado uma referência estadual para a detecção precoce do câncer

Leia mais

HORÁRIO DE PROVA NAS

HORÁRIO DE PROVA NAS DE PROVA NAS DIREITO DIREITO ADMINISTRATIVO II DIREITO CIVIL IV DIREITO EMPRESARIAL IV DIREITO PROCESSUAL CIVIL III DIREITO DO TRABALHO I DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO DIREITO TRIBUTÁRIO I DIREITO CIVIL

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Artigo 1º - O Programa

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV MEDICINA VETERINÁRIA. COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin

Currículos dos Cursos do CCB UFV MEDICINA VETERINÁRIA. COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin 186 Currículos dos Cursos do CCB UFV MEDICINA VETERINÁRIA COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin laercio@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 187 Médico Veterinário ATUAÇÃO O(a) Médico(a) Veterinário(a)

Leia mais

PLANO DE CURSO 3º PERÍODO ANO: COMPONENTE CURRICULAR: Patologia Geral CARGA HORÁRIA TOTAL: 108 hs TEÓRICA: 90 hs PRÁTICA: 18 hs

PLANO DE CURSO 3º PERÍODO ANO: COMPONENTE CURRICULAR: Patologia Geral CARGA HORÁRIA TOTAL: 108 hs TEÓRICA: 90 hs PRÁTICA: 18 hs CURSO: Medicina PLANO DE CURSO 3º PERÍODO ANO: 2015.1 COMPONENTE CURRICULAR: Patologia Geral CARGA HORÁRIA TOTAL: 108 hs TEÓRICA: 90 hs PRÁTICA: 18 hs PROFESSOR RESPONSÁVEL: Maria Auxiliadora Peixoto Peçanha

Leia mais

Nº 58, sexta-feira, 13 de maio de Hospital Universitário Onofre Lopes

Nº 58, sexta-feira, 13 de maio de Hospital Universitário Onofre Lopes Hospital Universitário Onofre Lopes Nº 58, 13 de MAIO de 2016 4 5 ... 7 DESIGNAÇÃO... 7 Portaria nº 109, de 12 de maio de 2016 Portaria nº 110, de 12 de maio de 2016... 9 AUTORIZAÇÃO... 9 Portaria nº 50,

Leia mais

Formulário de Encaminhamento de Projeto de Pesquisa em Experimentação Animal

Formulário de Encaminhamento de Projeto de Pesquisa em Experimentação Animal COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA Formulário de Encaminhamento de Projeto de Pesquisa em Experimentação Animal Uso Exclusivo do CEP/URI Campus de Erechim Recebido em / / Número do Projeto Ao encaminhar seu projeto,

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC DEPARTAMENTO REGIONAL DE PERNAMBUCO PROCESSO SELETIVO 2011

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC DEPARTAMENTO REGIONAL DE PERNAMBUCO PROCESSO SELETIVO 2011 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC DEPARTAMENTO REGIONAL DE PERNAMBUCO PROCESSO SELETIVO 2011 COMUNICADO Nº. 05 DE AVALIAÇÃO e CONVOCAÇÃO PARA A PROVA PRÁTICA NÍVEL OPERACIONAL (MANICURA/PEDICURA,

Leia mais

FACULDADE VERDE NORTE - FAVENORTE

FACULDADE VERDE NORTE - FAVENORTE ESTRUTURA CURRICULAR DE ENFERMAGEM 1º PERÍODO INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM 40 00 40 33:20 ANTROPOLOGIA/SOCIOLOGIA 80 00 80 66:40 FUNDAMENTOS DA SAÚDE 60 00 60 50:00 PÚBLICA SAÚDE PÚBLICA PESP I METODOLOGIA

Leia mais

Introdução. Profa. Dra. Enny Fernandes Silva

Introdução. Profa. Dra. Enny Fernandes Silva Introdução Profa. Dra. Enny Fernandes Silva Andreas Vesalius (1514-1564). Nascido em Bruxelas. pai da Anatomia. De Humani Corporis Fabbrica Libri Septem. (Basiléia, 1543). (Os sete livros sobre os tecidos

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DE LISBOA. Curso de Licenciatura em Anatomia Patológica Citológica e Tanatológica

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DE LISBOA. Curso de Licenciatura em Anatomia Patológica Citológica e Tanatológica Curso de Licenciatura em Anatomia Patológica Citológica e Tanatológica Sociologia das Profissões segunda-feira 03/jul 14:00 15:40 S -2.15 Métodos Laboratoriais em Patologia Molecular Citopatologia III

Leia mais

DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS DPB

DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS DPB DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS DPB Coordenação Geral de Programas Estratégicos CGPE 1. OBJETIVO Objetivo Geral O referido Edital tem por principal objetivo promover e fomentar a realização de

Leia mais

Proposta de Criação do Curso Pós-Graduado em Disfunção da ATM e Dor Orofacial

Proposta de Criação do Curso Pós-Graduado em Disfunção da ATM e Dor Orofacial UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE MEDICINA Proposta de Criação do Curso Pós-Graduado em Disfunção da ATM e Dor Orofacial

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFPE

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFPE HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFPE Nº 16, 05 de junho de 2015 EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES - EBSERH Hospital das Clínicas- Universidade Federal de Pernambuco Av. Prof. Moraes Rego S/N Cep: 50740-900

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO)

ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO) ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO) A Defesa de Projeto de Dissertação consiste na elaboração e apresentação oral, perante banca examinadora, do projeto de pesquisa que será

Leia mais

DESPACHO. ASSUNTO: Calendários Académicos e Calendários de Exames para cursos de 2º ciclo - Mestrados, biénio 2012/2014 e ano letivo

DESPACHO. ASSUNTO: Calendários Académicos e Calendários de Exames para cursos de 2º ciclo - Mestrados, biénio 2012/2014 e ano letivo DESPACHO N.º 17 /2013 Data: 2013/04/10 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e não Docente ASSUNTO: Calendários Académicos e Calendários de Exames para cursos de 2º ciclo - Mestrados, biénio

Leia mais

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Horário de aula. Química Geral e Inorgânica. Biologia Celular e Tecidual.

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Horário de aula. Química Geral e Inorgânica. Biologia Celular e Tecidual. CURSO: ANO: 2016 SÉRIE: 1 série SEMESTRE LETIVO DO ANO: ( X ) 1º SEMESTRE ( ) 2º SEMESTRE 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Horário de aula Biologia Introdução ao Geral e Biologia Celular e

Leia mais

FREQUÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM IDOSOS À ADMISSÃO NO SERVIÇO DE GERIATRIA DO REAL HOSPITAL PORTUGUÊS EM RECIFE-PE

FREQUÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM IDOSOS À ADMISSÃO NO SERVIÇO DE GERIATRIA DO REAL HOSPITAL PORTUGUÊS EM RECIFE-PE FREQUÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM IDOSOS À ADMISSÃO NO SERVIÇO DE GERIATRIA DO REAL HOSPITAL PORTUGUÊS EM RECIFE-PE Rafaella Italiano Peixoto (1); Manuella Italiano Peixoto (2); Hákylla Rayanne Mota de Almeida

Leia mais

DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1

DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1 361 DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1 Márcia Suelen Bento 2, Marcelo Oliveira Chamelete 3,

Leia mais

Projeto Cooperativo BAPPD

Projeto Cooperativo BAPPD BIORREMEDIAÇÃO DE AMBIENTE POLUÍDO POR PETRÓLEO OU SEUS DERIVADOS Projeto Cooperativo Coordenação Profª. Dra. Maria de Fátima Vieira. de Queiroz Sousa Vice-Coordenação Profª. Dra. Janete Magali de Araújo

Leia mais

UFF Instituto de Biologia Departamento de Imunobiologia GIM

UFF Instituto de Biologia Departamento de Imunobiologia GIM UFF Instituto de Biologia Departamento de Imunobiologia GIM 1- PROJETOS EXTENSÃO COORDENADOR RESUMO PERFIL DO ALUNO Produção, aplicação e divulgação de material educativo. Claudia Marcia Borges Barreto

Leia mais

O Curso de Métodos e Técnicas de Investigação/ Projecto Integrado Multidisciplinar tem como objectivo fornecer aos alunos as competências necessárias

O Curso de Métodos e Técnicas de Investigação/ Projecto Integrado Multidisciplinar tem como objectivo fornecer aos alunos as competências necessárias O Curso de Métodos e Técnicas de Investigação/ Projecto Integrado Multidisciplinar tem como objectivo fornecer aos alunos as competências necessárias para a realização de uma proposta de Projecto de Investigação

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EDITAL N 05/2013

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EDITAL N 05/2013 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EDITAL N 05/2013 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA ABERTURA

Leia mais