OBJETO DADOS DAOFERTANTE. 2.1 Dados do grupo econômico ofertante: Grupo América Móvil, controladora no Brasil da EMBRATEL, CLARO e NET.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OBJETO DADOS DAOFERTANTE. 2.1 Dados do grupo econômico ofertante: 2.1.1 Grupo América Móvil, controladora no Brasil da EMBRATEL, CLARO e NET."

Transcrição

1 CLARO S.A. E EMPRESA BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES S.A. OFERTA DE REFERÊNCIA DE INFRAESTRUTURA E CESSÃO DE USO DE ÁREA OFICIO Nº 58/2013/GIESB/SPV-Anatel OBJETO 1.1 A presente Oferta tem por objeto regular os direitos e obrigações das Partes quanto ao compartilhamento de infraestrutura passiva e cessão de uso de áreas no âmbito de suas respectivas outorgas de serviços de telecomunicações. DADOS DAOFERTANTE 2.1 Dados do grupo econômico ofertante: Grupo América Móvil, controladora no Brasil da EMBRATEL, CLARO e NET. 2.2 Dados da empresa ofertante: Claro: Razão Social:Claro S.A.; CNPJ: / ; Endereço da Sede:Rua Flórida, nº 1970, Cidade Monções, São Paulo - SP; Responsável Técnico:Celso Viegas Responsável pelos aspectos comerciais de Infraestrutura:Mauricio Velloso Embratel: Razão Social: Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A.; CNPJ: / ; Endereço da Sede:Avenida Presidente Vargas, n.º 1.012, Rio de Janeiro RJ; Responsável Técnico:Walther Bichler Responsável pelos aspectos comerciais de Infraestrutura:Genilson SERVIÇOS PRESTADOS E ÁREA DE ATUAÇÃO 3.1 Instrumentos de Outorga: Claro:Termos de Autorização nº 007/2010 PVCP/SPV Anatel, de 15/03/2010; nº 009/2010 PVCP/SPV Anatel, de 15/03/2010; e, nº 550/2012 PVCP/SPV Anatel, de 31/10/ Embratel: Termo de Autorização n 219/2002/SPB - Anatel, de 15/08/2002. Página 1

2 3.2 Modalidade de Serviçosde Telecomunicações Prestados: Claro:Serviço Móvel Pessoal (SMP); Embratel: Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC) Local 3.3 Área de Abrangência Geográfica: Claro e Embratel: Todos os Códigos Nacionais (CN) do território nacional. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 4.1 As especificações técnicas dos equipamentos, meios e infraestruturas, assim como o detalhamento das características física e elétricasdas interfaces e terminais, irão variar de acordo com a(s) torre(s) a ser(em) compartilhada(s), devendo as informações prestadas pelo Técnico da DETENTORA, ao receber a solicitação de compartilhamento. 4.2 A disponibilidade de equipamentos, meios e infraestruturas associados à Oferta, inclusive os critérios e procedimentos de análise de viabilidade para o compartilhamento dos elementos de infraestrutura, será verificada através de uma vistoria a ser realizada a cada solicitação recebida, observando os critérios estabelecidos nos itens 1.1 e 1.2 do AnexoV do Contrato de Compartilhamento de Infraestrutura e Cessão de Uso de Área (CONTRATO). 4.3 A Claro e a Embratel estão Presentes em todos em todos os Códigos Nacionais (CN) do território nacional. 4.4 A distribuição geográfica da rede formada pela Infraestrutura de Torres segue junto àpresente Oferta, em mídia gravável (CD). 5.1 Preços e Descontos: ASPECTOS COMERCIAIS DA OFERTA Tabela de Preços: ITEM DE INFRAESTRUTURA Torre Torre Topo de Área + Prédio Facilidade Terreno UNIDA DE QUANTIDA DE m 2 AEV * Até 5 m 2 Até 13 PREÇO R$ 7.650,00 Torre Torre m 2 AEV * m2 adicional R$ 800,00 Página 2

3 Área + Facilidade Topo de Prédio Terreno m 2 m2 adicional R$ 300,00 *AEV: Área Exposta ao Vento Além dos valores mencionados acima, a SOLICITANTE arcará ainda com o rateio do valor do aluguel referente à área utilizada no Terreno ou no Topo de Prédio (Área) Caberá à SOLICITANTE o pagamento das despesas relacionadas ao seu consumo de energia elétrica diretamente à concessionária, de forma que o pagamento deverá ser efetuado diretamente a esta Exceções, que devem ser formalizadas com a negativa ou inviabilidade da concessionária, serão tratadas como Projeto Especial e serão cobrados conforme os valores da tabela abaixo: ÁREA + FACILIDADES PREÇO EM REAIS NOME SIGLA UNIDADE SIGLA PREÇO Energia CA Comercial ECAC kva PECAC R$ 332,66 Energia CC ECC kw PECC R$ 731,99 Ar Condicionado Ar TR PAr R$ 936,29 QECAC = Potência Solicitada de Energia CA Comercial em kva QECC = Potência Solicitada de Energia CC em kw QAR = Potência Solicitada de Ar Condicionado em TR A concessão de descontos não se aplica a esta Oferta de Referência Os valores referentes a cada um dos itens de infraestrutura acordados no ANEXO II serão reajustados anualmente a contar da data de assinatura do CONTRATO pela variação do Índice de Serviços de Telecomunicações (IST), ou por outro índice que oficialmente venha a substituí-lo, de acordo com a fórmula abaixo: P = (P0 x i) / i0 Sendo: P = Preço reajustado; P0 = Preço no mês-base de contratação do item compartilhado ou do último reajuste; i0 = IST relativo ao mês-base da contratação do item compartilhado ou do último reajuste; i = IST relativo ao mês do reajuste. Caso legislação superveniente venha a permitir a revisão dos valores objetos do presente CONTRATO em periodicidade inferior à anual, as Partes desde já expressamente concordam com a sua imediata aplicação ao presente CONTRATO, desde que limitada à periodicidade mensal. Página 3

4 5.1.4 Não há previsão expressa para esta Oferta de Referência. ASPECTOS OPERACIONAIS DA OFERTA 6.1 Solicitação de compartilhamento de infraestrutura: Solicitação de vistoria As Solicitações de Vistoria deverão ser encaminhadas pela SOLICITANTE à DETENTORA, por meio de correspondência eletrônica ou carta, citando no assunto solicitação de novos itens ou alteração dos existentes As Solicitações de Vistoria deverão ser respondidas pela DETENTORA à solicitante, por meio de correspondência eletrônica ou carta, no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas, informando a viabilidade de execução da referida vistoria. Em caso de possibilidade, deverá ser informado na resposta da solicitação o agendamento de data para realização da vistoria, a quem solicitou a vistoria Na realização da vistoria, deverão estar presentes, preferencialmente, representantes de ambas as Partes Solicitação de itens de infraestrutura Após a vistoria realizada, a solicitante deverá encaminhar à detentora as Solicitações de Itens de Infraestrutura desejados, por meio de correspondência eletrônica ou carta, citando no assunto SOLICITAÇÃO de novos itens ou alteração dos existentes, de acordo com o formulário constante no ANEXO I - Formulário de Solicitação de ITENS de Infraestrutura Essas Solicitações deverão ser submetidas à análise de viabilidade e aprovação por parte da detentora, que deverá emitir parecer técnico a respeito da referida viabilidade do compartilhamento da infraestrutura, em até 10 (dez) dias úteis à SOLICITANTE No caso de viabilidade de compartilhamento, a detentora deverá responder à SOLICITANTE, emitindo parecer técnico de viabilidade. Em resposta, a SOLICITANTE deverá encaminhar à detentora o Projeto Técnico de Implantação No caso de inviabilidade de compartilhamento, a detentora deverá responder à SOLICITANTE, emitindo parecer técnico de inviabilidade Projeto Técnico de Implantação Página 4

5 Os Projetos Técnicos de Implantação deverão ser encaminhados pela SOLICITANTE à DETENTORA, citado no assunto SOLICITAÇÃO DE NOVOS ITENS OU ALTERAÇÃO DOS EXISTENTES, e serão submetidos à análise e aprovação por parte da DETENTORA A DETENTORA deverá responder à SOLICITANTE emitindo termo de aprovação e autorização no prazo de até 10 (dez) dias úteis O projeto Técnico deverá ser composto por: Projeto Executivo (arquivo eletrônico + 02 vias impressas e vistadas) + ARTs de Projeto e Execução (02 cópias autenticadas); a) Projeto de Implantação Civil; b) Projeto de Implantação Elétrica e Aterramento; c) Projeto dos acessórios da Torre, suporte de antenas e esteiramento horizontal e vertical; d) Laudo estrutural (arquivo eletrônico + 02 vias impressas e assinadas) + ARTs (02 cópias autenticadas) ANEXO I - Formulário de Solicitação de ITENS de Infraestrutura Liberação das obras implantação da infraestrutura Após a aprovação do Projeto Técnico de Implantação, a detentora deverá encaminhar à solicitante, o formulário de liberação e utilização constante no ANEXO V Termo de Liberação de Utilização e viabilizar a entrada da solicitante no site para início das obras A partir da data de liberação das obras, através do ANEXO V Termo de Liberação de Utilização, a detentora poderá iniciar a cobrança devida pelo compartilhamento, mesmo que a formalização do compartilhamento ainda não tenha sido efetuada Após o término da obra de implantação pela SOLICITANTE, a mesma terá até 15 (quinze) dias para o envio do relatório fotográfico à DETENTORA, que deverá responder em até 30 (trinta) dias com o termo de aceitação. Se houverem divergências entre o projeto de implantação e o serviço executado, a SOLICITANTE terá até 30 (trinta) dias para providenciar as correções necessárias, após ter sido comunicada pela DETENTORA Efetuadas as correções, a SOLICITANTE deverá novamente seguir o fluxo definido no item até o aceite pela DETENTORA. Página 5

6 6.2 Inclusão, devolução e alteração dos itens de infraestrutura: Inclusão dos itens de infraestrutura As inclusões dos ITENS DE INFRAESTRUTURA deverão ser realizadas conforme os procedimentos descritos no item 1, do presente ANEXO Após o recebimento da solicitação de inclusão de um ou mais ITENS DE INFRAESTRUTURA, a detentora deverá providenciar um termo aditivo contendo a alteração dos itens de infraestrutura A partir da data de liberação das obras, através do ANEXO V Termo de Liberação de Utilização, a detentora poderá iniciar a cobrança devida pelo compartilhamento, mesmo que a formalização do compartilhamento ainda não tenha sido efetuada Devolução dos itens de infraestrutura As devoluções dos ITENS DE INFRAESTRUTURA deverão ser comunicadas pela SOLICITANTE à detentora, por meio de correspondência eletrônica ou carta, citado no assunto a solicitação de novos itens ou alteração dos existentes A SOLICITANTEpoderá efetuar na vigência do contrato a devolução dos ITENS DE INFRAESTRUTURA, desde que comunique à detentora num prazo de 180 (cento e oitenta) dias Após o recebimento da solicitação de devolução de um ou mais ITENS DE INFRAESTRUTURA, as Partes deverão providenciar um termo aditivo contendo as alterações referentes à devolução dos itens em referência A SOLICITANTE deverá encaminhar para o contato indicado, o pedido de retirada dos equipamentos, citado no assunto solicitação de novos itens ou alteração dos existentes A partir da data de liberação do site, a detentora deverá cessar a cobrança relativa ao referido compartilhamento, mesmo que a formalização do compartilhamento ainda não tenha sido efetuada. 6.3 A Claroe Embratel não se responsabilizam pela guarda dos equipamentos instalados, uma vez que na grande maioria dos sites não são assistidos. Página 6

7 6.3.1 Os procedimentos de acesso não constam na Oferta, pois cada site possui a sua característica única de acesso, principalmente em função dos terrenos e topo de prédios locados, no entanto conforme previsto no Contrato Padrão, a SOLICITANTE tem acesso ao mesmo 24 (vinte e quatro) horas por dia Não há previsão expressa para esta Oferta de Referência. 6.4 Qualidade: SOLICITANTE e DETENTORA devem executar o Contrato de forma a atender aos parâmetros de qualidade e às obrigações associadas às concessões, permissões ou autorizações outorgadas pelo Poder concedente para prestação dos respectivos serviços, os quais não devem ser comprometidos pelo compartilhamento da infraestrutura O prazo para reparo de falhas na infraestrutura contratada será informado pela DETENTORA após o recebimento da solicitação de reparo, de acordo com a falha ocorrida e titularidade dos equipamentos instalados O procedimento para reparo de falhas na infraestrutura contratada será informado pela DETENTORA após o recebimento da solicitação de reparo, de acordo com a falha ocorrida e titularidade dos equipamentos instalados A DETENTORA deverá atender as reclamações da SOLICITANTE sobre falhas na INFRAESTRUTURA contratada, 24 (vinte e quatro) horas por dia, 7 (sete) dias por semana, e providenciar o reparo dos itens compartilhados solicitados pela SOLICITANTE, observadas as regras do Contrato de Compartilhamento, mantendo-a informada sobre as ações efetivadas até a completa normalização de seu funcionamento Não aplicável à esta Oferta de Referência. 6.5 Demais Prazos: O Contrato de Compartilhamento de Infraestrutura Passiva e Cessão de Uso de Área possui vigência a partir da data de sua assinatura e vigorará até 30 (trinta) dias após a desativação do ultimo COMPARTILHAMENTO O prazo de contratação de cada COMPARTILHAMENTO será de 60 (sessenta)meses a partir da ativação, e será renovado automaticamente por iguais e sucessivos períodos, caso não haja manifestação contrária e por escrito de qualquer das Partes em até 60 (sessenta) dias antes do seu término. Página 7

8 6.6 Os Procedimentos Operacionais para o compartilhamento de infraestrutura passiva estão especificados Contrato de compartilhamento, anexoa presente Oferta de referência. SANÇÕES E PENALIDADES 7.1 O não pagamento dos valores mensais devidos à DETENTORA, na sua data de vencimento, sujeitará à SOLICITANTE, independentemente de aviso, notificação ou interpelação judicial, às seguintes penalidades, sem prejuízo de outras sanções previstas na legislação pertinente: Pagamento do débito total composto das seguintes parcelas: Débito original previsto no documento de cobrança; Aplicação de multa moratória de 2% (dois por cento), sobre o valor do documento de cobrança em atraso, devida uma única vez, no dia seguinte ao do vencimento; Pagamento de juros de mora sobre o valor do documento de cobrança, na ordem de 1% (um por cento) ao mês, pro rata die, devido a partir do dia seguinte ao do vencimento até a data da efetiva liquidação do débito; Atualização monetária sobre o valor previsto nos itens , e acima calculada pela variação do Índice Geral de Preços Disponibilidade Interna (IGP-DI), ou por outro índice oficial que venha a substituí-lo devido a partir do dia seguinte ao do vencimento até a data da efetiva liquidação do débito Rescisão do CONTRATO pela DETENTORA em relação à SOLICITANTE, após 90 (noventa) dias da data do vencimento de qualquer parcela não paga constante dos documentos de cobrança recebidos pela SOLICITANTE, sem prejuízo das demais penalidades cabíveis No caso de rescisão do Contrato conforme previsto no item acima, ou no caso de rescisão por denúncia da SOLICITANTE, a qualquer tempo, independente do prazo de vigência, desde que notificada à outra Parte, com aviso prévio por escrito, com antecedência mínima de 180 (cento e oitenta) dias, no que se refere a cada item compartilhado, antes do prazo acordado entre as Partes, a SOLICITANTE estará sujeita ao pagamento de multa rescisóriacalculada conforme abaixo: Onde: V Multa = V M x (N - M) x 0,30 Página 8

9 V Multa = Valor da multa. V M = Valor mensal do(s) item(ns) compartilhado(s). N = Número de meses do prazo de contratação ajustado. M = Número inteiro de meses decorridos entre a data fixada no Termo de Liberação para Utilização do(s) item(ns) compartilhado(s) e a data de cancelamento do(s) mesmo(s). 0,30 = Fator de multiplicação. CONDIÇÕES DE ACESSO/COMPARTILHAMENTO 8.1 Durante a vigência do presente contrato, será permitido o acesso a circulação e a permanência de pessoal da SOLICITANTE nas áreas compartilhadas, 24 (vinte e quatro) horas por dia, 7 (sete) dias por semana. 8.2 O acesso aos sistemas de informações da DETENTORA deve ser solicitado ao Responsável Técnico para cada torre demandada. 8.3 A oferta de elementos de infraestrutura passiva deve ser solicitada ao Responsável Técnico da DETENTORA, para cada torre demandada. MINUTA CONTRATUAL 9.1 O Contrato de Compartilhamentode Compartilhamento de Infraestrutura e Cessão de Uso de Área e seus Anexos são parte integrante da presente Oferta de Referência. Página 9

ALTERAÇÕES DA MINUTA REVISADA EM MARÇO/2011

ALTERAÇÕES DA MINUTA REVISADA EM MARÇO/2011 CONTROLE DE VERSÃO EILD PADRÃO BRASIL TELECOM S.A. ALTERAÇÕES DA MINUTA REVISADA EM MARÇO/2011 1. Alterações realizadas no corpo do contrato: Alteradas as qualificações da CONTRATADA e CONTRATANTE O Anexo

Leia mais

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC)

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) O texto deste Contrato foi submetido à aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, estando sujeito a

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Fale Light PLANO ALTERNATIVO N 068 - LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Fale Light PLANO ALTERNATIVO N 068 - LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Fale Light PLANO ALTERNATIVO N 068 - LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano Fale Light PAS 068 Modalidade do STFC Local. Descrição

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERANTIVO N 036 - LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERANTIVO N 036 - LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERANTIVO N 036 - LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano NET FONE VIA EMBRATEL PAS 036 Modalidade

Leia mais

A. NOME DA EMPRESA. Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO. Plano Básico de Serviço Local. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL

A. NOME DA EMPRESA. Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO. Plano Básico de Serviço Local. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL A. NOME DA EMPRESA Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO Plano Básico de Serviço Local. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL Plano Básico de Serviço Local. D. MODALIDADE DE STFC COBERTA Plano específico para

Leia mais

Detalhamento do Plano

Detalhamento do Plano A. Empresa: S/A PLANO ALTERNATIVO LOCAL (Região II exceto os Setores 20, 22 e 25 do PGO) B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço Nº 146 C. Identificação para a Anatel: Plano Alternativo de Serviço

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO. Objeto O objeto do presente Contrato é a prestação, pela EMBRATEL, do Serviço Telefônico Fixo

Leia mais

1. Alterar os itens 1.3, 1.3.1, 1.5 e 1.5.1 e acrescentar item 1.3.2 da Cláusula Primeira do Contrato, com a seguinte redação:

1. Alterar os itens 1.3, 1.3.1, 1.5 e 1.5.1 e acrescentar item 1.3.2 da Cláusula Primeira do Contrato, com a seguinte redação: PRIMEIRO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E FORNECIMENTO DE INFRA-ESTRUTURA DE ACESSO A SERVIÇOS INTERNET DE BANDA ESTREITA DIAL PROVIDER Pelo presente instrumento particular, de um lado, na

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO CLARO FONE FALE ON NET PLANO ALTERNATIVO N 110 - LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO CLARO FONE FALE ON NET PLANO ALTERNATIVO N 110 - LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO CLARO FONE FALE ON NET PLANO ALTERNATIVO N 110 - LC Empresa Empresa Claro S/A, incorporadora da Embratel S.A., autorizada do STFC na modalidade Local. Nome do Plano Plano CLARO

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERNATIVO N 095-LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERNATIVO N 095-LC Empresa PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERNATIVO N 095-LC Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano NET FONE VIA EMBRATEL PAS 095-LC Modalidade

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE FIAÇÃO INTERNA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE FIAÇÃO INTERNA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE FIAÇÃO INTERNA Pelo presente instrumento particular, a A.TELECOM S.A. inscrita no CNPJ/MF sob o nº 03.498.897/0001-13, com sede na Alameda Campinas, 1070

Leia mais

A. NOME DA EMPRESA. Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO. Plano Alternativo Transitel. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL D. MODALIDADE DE STFC COBERTA

A. NOME DA EMPRESA. Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO. Plano Alternativo Transitel. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL D. MODALIDADE DE STFC COBERTA A. NOME DA EMPRESA Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO Plano Alternativo Transitel. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL PA-27 local. D. MODALIDADE DE STFC COBERTA Plano específico para a modalidade LOCAL.

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 093-LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 093-LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 093-LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano 093 Local Modalidade do STFC Local. Descrição Resumida A adesão a este plano de serviço

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SCM

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SCM CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SCM Contrato que entre si celebram Edmilson de Lima Araújo - ME, inscrito no CNPJ sob o nº 00552496/0001-06, Inscrição Estadual 24837800-7, situado a Av. Dr. Jayme Carneiro Lopes

Leia mais

(NOME DO PROVEDOR), (QUALIFICAÇÃO DO PROVEDOR), doravante denominada simplesmente PROVEDOR.

(NOME DO PROVEDOR), (QUALIFICAÇÃO DO PROVEDOR), doravante denominada simplesmente PROVEDOR. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE BILHETAGEM E VALORAÇÃO DE CHAMADAS PARA INTERNET, ATENDIMENTO À CLIENTES E LANÇAMENTO DE CRÉDITO EM CONTA TELEFÔNICA, firmado entre TELEMAR NORTE LESTE S/A de um lado

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA Por este instrumento, em que são partes: de um lado a TELEFÔNICA BRASIL S.A., concessionária do Serviço Telefônico

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO 0800 PROGRESSIVO CLÁUSULA PRIMEIRA DOCUMENTO INTEGRANTE DO CONTRATO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO 0800 PROGRESSIVO CLÁUSULA PRIMEIRA DOCUMENTO INTEGRANTE DO CONTRATO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO 0800 PROGRESSIVO Pelo presente instrumento, de um lado a TELEFÔNICA BRASIL S.A., inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 02.558.157/0001-62, com sede na Av. Engenheiro Luiz Carlos

Leia mais

a seguir denominadas individualmente de Parte e em conjunto de Partes.

a seguir denominadas individualmente de Parte e em conjunto de Partes. TERMO DE COMPROMISSO CELEBRADO ENTRE A EMPRESA TELECOMUNCIAÇÕES LTDA E A TELEFÔNICA BRASIL S.A. TELEFÔNICA EMPRESA., inscrita no CNPJ sob o nº 00.000.000/0001-91, com sede na Rua YYY,, n nn, na cidade

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 088-LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 088-LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 088-LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Via Fone Fale Simples Modalidade do STFC Local. Descrição Resumida A adesão a este plano

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE FALE FIXO LOCAL PLANO ALTERANTIVO N 107 - LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE FALE FIXO LOCAL PLANO ALTERANTIVO N 107 - LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE FALE FIXO LOCAL PLANO ALTERANTIVO N 107 - LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano NET FONE FALE FIXO LOCAL PAS 107 - LC

Leia mais

TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE. Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: Representante legal:

TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE. Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: Representante legal: TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: CEP: Telefone: Representante legal: RG: CPF: 1. Por este termo, o associado

Leia mais

SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA

SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA Veja como funciona, como contratar, quais os seus direitos e como reclamar no caso de problemas. COMO FUNCIONA A transmissão pode ser via cabo, satélite ou microonda, sendo

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS Pelo presente instrumento particular, a TELEFÔNICA BRASIL S.A., com sede na Rua Martiniano de Carvalho, nº 851,

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS Pelo presente instrumento particular, a TELECOMUNICAÇÕES DE SÃO PAULO S/A TELESP, com sede na Rua Martiniano de

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Locação de imóveis

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Locação de imóveis Pág.: 1/6 1 Objetivo Esta Norma estabelece os procedimentos referentes à celebração, renovação e rescisão dos contratos de locação de imóveis efetuados pela COPASA MG, exclusivamente para o exercício de

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC)

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) Pelo presente instrumento particular ( Contrato ), de um lado, ALGAR TELECOM S/A, prestadora de serviços de telecomunicações, inscrita no

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL PLANO ALTERNATIVO N 236 - LD

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL PLANO ALTERNATIVO N 236 - LD PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL PLANO ALTERNATIVO N 236 - LD 1. EMPRESA Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. 2. NOME DO PLANO Plano PAS 236 LDN 3. MODALIDADE DO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL Pelo presente instrumento, de um lado a CLARO S.A., com sede na Rua Flórida, 1970, São Paulo/SP, inscrita no CNPJ/MF

Leia mais

Detalhamento do Plano

Detalhamento do Plano PLANO ALTERNATIVO LOCAL PLANO Nº 032 A. Empresa: OI (TELEMAR NORTE LESTE S.A.), autorizatária do Serviço Telefônico Fixo Comutado na Modalidade Local, na Região III e no Setor 3 da Região 1 do Plano Geral

Leia mais

Recibo 1- CLÁUSULA PRIMEIRA Objeto

Recibo 1- CLÁUSULA PRIMEIRA Objeto Contrato Nº : /14 Recibo 1- CLÁUSULA PRIMEIRA Objeto CONTRATO DE LICENÇA DE USO E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE, que entre si fazem, de um lado, MINAS LEGAL AUTOMACAO COMERCIAL, sito na cidade de Governador Valadares,

Leia mais

Contrato de Prestação de Serviços De Desenvolvimento de Site

Contrato de Prestação de Serviços De Desenvolvimento de Site Contrato de Prestação de Serviços De Desenvolvimento de Site DEFINIÇÃO: Esse contrato visa documentar a proposta de prestação de serviços, apresentada pela CONTRATADA e aceita previamente pela CONTRATANTE,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO FEDERALCAP MENSAL (PM 60 PADRÃO)

CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO FEDERALCAP MENSAL (PM 60 PADRÃO) CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO FEDERALCAP MENSAL (PM 60 - PADRÃO) 1. INTRODUÇÃO 1.1. A FEDERAL CAPITALIZAÇÃO S.A., a seguir denominada EMITENTE, é uma sociedade especializada na instituição e administração

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP SIP HOJE Telecom

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP SIP HOJE Telecom CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP SIP HOJE Telecom São partes deste Contrato o CLIENTE, qualificado na Proposta Comercial ou Termo de Adesão ao Serviço, e a Operadora

Leia mais

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 124a

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 124a DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 124a A. Empresa: Oi (Telemar Norte Leste S.A.) B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço n.º 124A Oi Fixo Controle C. Identificação para a Anatel: Plano

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DA LINHA LAZER

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DA LINHA LAZER CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DA LINHA LAZER Pelo presente instrumento particular, a TELEFÔNICA BRASIL S.A., com sede na Rua Martiniano de Carvalho, nº 851,

Leia mais

UNISITES COMUNICAÇÃO DE DADOS Rua Capitão José Verdi, 2068 - São José do Rio Preto, SP Cep. 15025-530 - Tel. (17) 2136-2555.

UNISITES COMUNICAÇÃO DE DADOS Rua Capitão José Verdi, 2068 - São José do Rio Preto, SP Cep. 15025-530 - Tel. (17) 2136-2555. CONTRATO DE MANUTENÇÃO E COMPARTILHAMENTO DE ESTRUTURA CONTRATO: 150709.1 DISPOSIÇÕES ESPECÍFICAS DO CONTRATO 1. DAS PARTES CONTRATANTE: ABZ ALARMES COMERCIAL RIO PRETO LTDA ME; CNPJ. 10.540.188/0001-14;

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA Por este instrumento, em que são partes: de um lado a TELEFÔNICA BRASIL S.A, prestadora do serviço telefônico

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO N o 615, DE 6 NOVEMBRO DE 2002 (*) Vide alterações e inclusões no final do texto. Aprova o modelo do Contrato de Prestação de Serviço Público de Energia

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO RURALCEL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO RURALCEL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO RURALCEL Pelo presente instrumento particular, a TELEFÔNICA BRASIL S.A., Concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado, CNPJ/MF sob o n 02.558.157/0001-62, com sede

Leia mais

MODELO DO CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA

MODELO DO CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA São partes no presente instrumento, de um lado, (i) o usuário dos serviços de telecomunicações da Brasil Telecom S.A., doravante individualmente

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO PARA A PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEFONIA FIXA COMUTADA, MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL

CONTRATO DE ADESÃO PARA A PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEFONIA FIXA COMUTADA, MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL CONTRATO DE ADESÃO PARA A PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEFONIA FIXA COMUTADA, MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL A INTELIG TELECOMUNICAÇÕES LTDA., com sede na Cidade do Rio de Janeiro - RJ, à Praia de Botafogo,

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da Boticário Prev, dos Participantes e Assistidos, para a concessão

Leia mais

ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO

ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO 1. CLÁUSULA PRIMEIRA - CONDIÇÕES GERAIS 1.1. A PARTE proprietária dos itens de infra-estrutura cedidos e a PARTE a qual será feita

Leia mais

PLANO BÁSICO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEFONIA FIXA COMUTADA NA MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL

PLANO BÁSICO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEFONIA FIXA COMUTADA NA MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL PLANO BÁSICO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEFONIA FIXA COMUTADA NA MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL TIM CELULAR S.A., com sede na Cidade de São Paulo SP, à Av. Giovani Gronchi, 7143 - Vila Andrade,

Leia mais

*ESTE CONTRATO ESTÁ REGISTRADO NO 9O. OFICIAL DE REGISTRO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE SÃO PAULO SOBRE O NÚMERO 793973.

*ESTE CONTRATO ESTÁ REGISTRADO NO 9O. OFICIAL DE REGISTRO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE SÃO PAULO SOBRE O NÚMERO 793973. *ESTE CONTRATO ESTÁ REGISTRADO NO 9O. OFICIAL DE REGISTRO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE SÃO PAULO SOBRE O NÚMERO 793973. CONTRATO DE LOCAÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LOCAÇÃO DE BEM MÓVEL Contrato

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DA LINHA PRÉ-PAGA

CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DA LINHA PRÉ-PAGA CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DA LINHA PRÉ-PAGA Pelo presente Contrato particular, a TELEFÔNICA BRASIL S.A., com sede na Rua Martiniano de Carvalho, nº 851, São Paulo, Estado de São

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO LINHA HÍBRIDA TARIFA PLANA LOCAL

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO LINHA HÍBRIDA TARIFA PLANA LOCAL CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO LINHA HÍBRIDA TARIFA PLANA LOCAL Por este instrumento, em que fazem parte de um lado, Telecomunicações de São Paulo S.A. TELESP, devidamente inscrita no CNPJ/MF

Leia mais

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ZURICH BRASIL CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 17.266.009/0001-41 ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL

CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL PLANO PU 15/15 A - MODALIDADE:

Leia mais

ALTERAÇÕES DA MINUTA REVISADA EM MARÇO/2012

ALTERAÇÕES DA MINUTA REVISADA EM MARÇO/2012 CONTROLE DE VERSÃO SERVIÇO 102 - SMP TELEMAR NORTE LESTE S.A E OI S.A. ALTERAÇÕES DA MINUTA REVISADA EM MARÇO/2012 1. ALTERAÇÕES REALIZADAS NO CORPO DO CONTRATO: Alteração da redação do item CLÁUSULA QUINTA

Leia mais

ANEXO 22 - TERMO DE PRESTAÇÂO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE BDO E PLATAFORMA DE REDE PARA PORTABILIDADE

ANEXO 22 - TERMO DE PRESTAÇÂO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE BDO E PLATAFORMA DE REDE PARA PORTABILIDADE ANEXO 22 - TERMO DE PRESTAÇÂO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE BDO E PLATAFORMA DE REDE PARA PORTABILIDADE 1. PARTES TELEFÔNICA BRASIL S.A. - TELEFÔNICA, com sede à Rua Martiniano de Carvalho, nº 851, na

Leia mais

Para fins deste Contrato são consideradas as seguintes definições:

Para fins deste Contrato são consideradas as seguintes definições: CONTRATO PLANOS ALTERNATIVOS DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Nº 96 E 107 VIVO FIXO CLASSICA MEUS MINUTOS (130, 400, 700, 900, 1000, 1100, 1300, 1400, 2000, 3000, 4500 e 6000 Minutos Local Fixo Fixo)

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PM 60/60 A - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Nº 0001/2014

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Nº 0001/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Nº 0001/2014 Pelo presente instrumento particular, de um lado a G30 TELECOM SERVIÇOS EM TELECOMUNICAÇÕES LTDA., com sede na Estrada da Boiada,

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO - LINHA CONTROLE 80

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO - LINHA CONTROLE 80 CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO - LINHA CONTROLE 80 Pelo presente instrumento particular, a TELECOMUNICAÇÕES DE SÃO PAULO S/A TELESP, com sede na Rua Martiniano

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS VIVO CLÁSSICA

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS VIVO CLÁSSICA CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO MEUS MINUTOS VIVO CLÁSSICA Pelo presente instrumento particular, a TELEFÔNICA BRASIL S.A., com sede na Av. Engenheiro Luiz Carlos

Leia mais

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 88.076.302/0001-94

Leia mais

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições:

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições: CONTRATO DE MÚTUO Prelo presente instrumento particular, [O Estudante, pessoa física proponente de empréstimo com determinadas características ( Proposta )], identificado e assinado no presente contrato

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS DA CEG 1.º PARTES a) CEG: COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE

Leia mais

REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA AS CIDADES UBERLÂNDIA E UBERABA

REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA AS CIDADES UBERLÂNDIA E UBERABA REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA AS CIDADES UBERLÂNDIA E UBERABA 1. OBJETIVO: o presente regulamento tem por objetivo estabelecer a relação entre as empresas Companhia de Telecomunicações do Brasil

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.902145/2013-85 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO DO SISTEMA OCORRENCIAONLINE.COM

CONTRATO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO DO SISTEMA OCORRENCIAONLINE.COM CONTRATO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO DO SISTEMA OCORRENCIAONLINE.COM De um lado, a empresa OcorrenciaOnline.com Informática Ltda, com sede em São Paulo, na Av. Rouxinol, 1041 - cj 1402, bairro Moema,

Leia mais

PLANO DE DESCONTO- Bem vindo à Alpha Nobilis PD01

PLANO DE DESCONTO- Bem vindo à Alpha Nobilis PD01 PLANO DE DESCONTO- Bem vindo à Alpha Nobilis PD01 Município de Biritiba-mirim 1. EMPRESA ALPHA NOBILIS CONSULTORIA E SERVIÇOS LTDA. 2. NOME DO PLANO PD01 - Plano de desconto - Bem vindo à Alpha Nobilis.

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA LINHA DA SUPER ECONOMIA

CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA LINHA DA SUPER ECONOMIA CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA LINHA DA SUPER ECONOMIA Por este instrumento, em que são partes: de um lado a TELEFÔNICA BRASIL S.A., concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado,

Leia mais

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 150

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 150 DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 50 A. Empresa: Oi (Telemar Norte Leste S.A.) B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço n.º 50 Franquia 500 minutos Internet sem Limites + Franquia VC

Leia mais

Regulamento Oferta LIVE TIM Empresas 16/12/2013 a 31/03/2015

Regulamento Oferta LIVE TIM Empresas 16/12/2013 a 31/03/2015 Regulamento Oferta LIVE TIM Empresas 16/12/2013 a 31/03/2015 1. INTRODUÇÃO 1.1 Esta Promoção é realizada pela TIM Celular S/A, prestadora de SCM, com sede na Avenida Giovanni Gronchi, número 7.143, Cidade

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO MÓVEL PESSOAL SMP - PRÉ- PAGO.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO MÓVEL PESSOAL SMP - PRÉ- PAGO. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO MÓVEL PESSOAL SMP - PRÉ- PAGO. Confira as condições do contrato para prestação de serviços firmado entre você e a Oi Móvel S/A. (Oi), com sede em Setor Comercial Norte,

Leia mais

NORMA RESSARCIMENTO POR DANO ELÉTRICO

NORMA RESSARCIMENTO POR DANO ELÉTRICO PÁGINA 1 de 7 ÍNDICE DO CONTEÚDO 1. Objetivo 1 2. Norma e Documentos Complementares 1 3. Definições 1/2 4. Condições Gerais 2 5. Procedimentos 3/4/5 6. Anexo 6 7. Ficha de Vida 7 1. Objetivo: Esta norma

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.901295/2014-52 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PU 81.4 - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA-ESTRUTURA E DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA SCM

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA-ESTRUTURA E DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA SCM CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA-ESTRUTURA E DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA SCM Pelo presente instrumento particular, de um lado a TRANSIT DO BRASIL LTDA., com sede na Avenida Bernardino

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 (NOME FANTASIA DO PRODUTO): INVESTCAP TRAD-PU 03 (12M) MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900283/2013-20

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PM 48/48 D - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, as partes abaixo identificadas (i), registrada na Junta Comercial do Estado de sob o nº, inscrita no

Leia mais

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS II - GLOSSÁRIO PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU HARTFORD CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73

Leia mais

CONTRATO PLANO DE SAÚDE ANIMAL

CONTRATO PLANO DE SAÚDE ANIMAL CONTRATO PLANO DE SAÚDE ANIMAL Contrato de cobertura de custos dos procedimentos de assistência medica e hospitalar veterinária, que entre si fazem, de um lado ANIMED PLANOS DE SAÚDE VETERINÁRIOS LTDA,

Leia mais

Ass.: Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação PROSOFT Comercialização

Ass.: Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação PROSOFT Comercialização CARTA-CIRCULAR Nº 37/2007 Rio de Janeiro, 30 de agosto de 2007 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação PROSOFT

Leia mais

PLANO BÁSICO LOCAL- PB01

PLANO BÁSICO LOCAL- PB01 PLANO BÁSICO LOCAL- PB01 1. EMPRESA ALPHA NOBILIS CONSULTORIA E SERVIÇOS LTDA. - BRASTEL 2. NOME DO PLANO Plano Básico Local 3. MODALIDADE DO STFC COBERTA Local. 4. DESCRIÇÃO RESUMIDA Habilitação: é o

Leia mais

=CONTRATO 01/2013 LOCAÇÃO DE SOFTWARE=

=CONTRATO 01/2013 LOCAÇÃO DE SOFTWARE= =CONTRATO 01/2013 LOCAÇÃO DE SOFTWARE= CONTRATO PARA LOCAÇÃO DE SOFTWARE - PROGRAMA PARA GERENCIAMENTO DOS DADOS PREVIDENCIÁRIOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS CIVIS DO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE DO SUL E CESSÃO

Leia mais

CARTILHA REGULAMENTO GERAL CONSUMIDOR RGC. Outubro / 2015

CARTILHA REGULAMENTO GERAL CONSUMIDOR RGC. Outubro / 2015 CARTILHA REGULAMENTO GERAL CONSUMIDOR RGC Outubro / 2015 CONHEÇA SEUS DIREITOS Principais normas aplicáveis aos consumidores: * Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90); * Regulamento Geral de

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO PRIME PLANO PM 48/48 P - MODALIDADE:

Leia mais

NORMA SOBRE REGISTRO DE INTENÇÃO DE DOAÇÃO A INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA, UTILIZANDO SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

NORMA SOBRE REGISTRO DE INTENÇÃO DE DOAÇÃO A INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA, UTILIZANDO SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES NORMA SOBRE REGISTRO DE INTENÇÃO DE DOAÇÃO A INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA, UTILIZANDO SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES 1 - DO OBJETIVO 1.1. Esta Norma tem por objetivo estabelecer condições para prestação

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº:

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM102T7 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: II GLOSSÁRIO

Leia mais

Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip

Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip CONTA CORRENTE (uso exclusivo do banco) Razão Social do Titular Endereço

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 036/2015 CONVITE Nº 007/2015 CONTRATO CONTRATO QUE FAZEM ENTRE SI A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE, COM RESULT ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA, PARA A CESSÃO DE USO, NA FORMA DE

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA. Pelo presente instrumento particular de Contrato de Prestação de Serviços de Telefonia (doravante designado simplesmente Contrato ) o

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO.1 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.30/0001-94 APLUBCAP ECO.1 MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: 15414.0055/011-47

Leia mais

Telecomunicações de São Paulo S/A

Telecomunicações de São Paulo S/A INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE USO DA RELAÇÃO DE ASSINANTES No. M O D E L O A Telecomunicações de São Paulo S/A - TELESP, sociedade constituída sob as leis brasileiras, com sede na Capital do Estado

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2008 O Presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP, Prof. Tarcísio

Leia mais

Um Plano de Serviço é um conjunto de especificações que definem as condições sob as quais

Um Plano de Serviço é um conjunto de especificações que definem as condições sob as quais I - O Cliente e a Vésper Da Qualificação do Cliente - Para facilitar o entendimento deste texto, a palavra Cliente será usada para designar a pessoa física ou jurídica que contrata junto à Vésper a prestação

Leia mais

SERVIÇO MÓVEL PESSOAL - SMP

SERVIÇO MÓVEL PESSOAL - SMP SERVIÇO MÓVEL PESSOAL - SMP PLANO BÁSICO DE SERVIÇO Nome da Prestadora: BRASIL TELECOM CELULAR S/A ÁREA 5 Número: Página 1 de 8 1. Aplicação Este Plano Básico de Serviço é aplicável pela autorizatária

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS MEGA, PLUS E SEM LIMITE. Pelo presente instrumento, de um lado a COMPANHIA DE TELECOMUNICAÇÕES DO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS MEGA, PLUS E SEM LIMITE. Pelo presente instrumento, de um lado a COMPANHIA DE TELECOMUNICAÇÕES DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS MEGA, PLUS E SEM LIMITE Pelo presente instrumento, de um lado a COMPANHIA DE TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL CENTRAL, prestadora de serviços de telecomunicações, inscrita

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON

Leia mais

REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO BRASIL + MÓVEL TIM BRASIL (1/9/2015 a 20/12/2015)

REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO BRASIL + MÓVEL TIM BRASIL (1/9/2015 a 20/12/2015) REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO BRASIL + MÓVEL TIM BRASIL (1/9/2015 a 20/12/2015) Empresa Participante: INTELIG TELECOMUNICAÇÕES LTDA., com sede na Rua Fonseca Teles, nº 18, A30, bloco B, Térreo, São

Leia mais

TERMO DE ADESÃO A OFERTA 31 SIMPLIFICADO EMPRESARIAL

TERMO DE ADESÃO A OFERTA 31 SIMPLIFICADO EMPRESARIAL TELEMAR NORTE LESTE S.A., sociedade anônima, concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC) na Região I, Setores de números 1, 2, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15,16 e 17, constante

Leia mais

Compartilhamento de Infraestrutura 2012 (Telemar R1)

Compartilhamento de Infraestrutura 2012 (Telemar R1) Compartilhamento de Infraestrutura 2012 (Telemar R1) Data Base: Julho 2012 Versão 1.0 Índice DESCRIÇÃO GERAL... 2 SEGMENTOS ALVO... 2 BENEFÍCIOS... 2 ABRANGÊNCIA... 2 SITES... 3 COLOCATION INDOOR... 4

Leia mais

REGULAMENTO Promoção Planos Locais Empresas

REGULAMENTO Promoção Planos Locais Empresas REGULAMENTO Promoção Planos Locais Empresas Esta promoção é realizada pela TELEFÔNICA BRASIL S/A, com sede na Rua Martiniano de Carvalho, nº 851 São Paulo, inscrita no CNPJ/MF nº 02.558.157/0001-62 (doravante

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900570/2013-30 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais