RESGATE DA CONTA DE APOSENTADORIA A opção é tentadora, mas pode desperdiçar anos de contribuição. Leia mais na pág. 7

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESGATE DA CONTA DE APOSENTADORIA A opção é tentadora, mas pode desperdiçar anos de contribuição. Leia mais na pág. 7"

Transcrição

1 JORNAL IMPRESSO Ano 28 Setembro 2008 Nº 123 Forluz oferece novos perfis de investimento A Forluz decidiu oferecer outros perfis de investimento, que passarão a vigorar a partir de janeiro de Você poderá optar, de 20/10 a 14/11, pelos perfis ultraconservador (oferecido somente pela Forluz), conservador, moderado e agressivo. Página 5 POR TRÁS DOS BASTIDORES Saiba como funciona o CRM, ferramenta que gerencia o atendimento dentro da Fundação. Pág. 3 RESGATE DA CONTA DE APOSENTADORIA A opção é tentadora, mas pode desperdiçar anos de contribuição. Leia mais na pág. 7

2 DRP PRESTA CONTAS Beneficiários dos Planos de Previdência Desde que assumi a DRP, em setembro de 2006, tem me preocupado dispositivo constante dos regulamentos dos planosaeb.nosdoisplanos só são considerados beneficiários do participante aqueles que, além de figurarem nas categorias indicadas no texto - pai e mãe; cônjuge, ex-cônjuge e companheiro(a); filho(a) até 21 anos no Plano A e até 24 anos no Plano B e filho(a) inválido(a) de qualquer idade - forem incluídos formal e expressamente. Ou seja, se o participante, por qualquer razão, não enviar à Forluz documento escrito e assinado nomeando seus beneficiários e vier a falecer, os dependentes não terão direito à pensão, caso os gestores da Forluz, por maioria, insistam na rígida interpretação que costumam adotar. Se participante do Plano B, os herdeiros receberão exclusivamente o saldo existente em sua conta individual. Se do Plano A, nem isso. No Plano BD, que hoje possui um número mínimo de participante, não havia necessidade de inscrição formal dos beneficiários. Adquiriam automaticamente tal qualidade os dependentes do participante na Previdência Social (cônjuge e filhos(as)). O critério do Plano BD tinha, é certo, seus inconvenientes. Excluía pai e mãe e permitia a substituição de dependentes pelo assistido, sem recálculo do benefício, em prejuízo do plano. Por outro lado, não havia o risco de, por descuido, desinformação ou esquecimento, a família ficar ao desamparo. Recentemente, colega nosso, ativo, participante da Forluz, faleceu. Como era solteiro, ao se inscrever na Fundação indicou os pais como beneficiários. Casou-se, teve filhos e não promoveu alteração para incluir esposa e filhos como seus beneficiários nos Planos de Previdência. Talvez supondo que, ao incluílos no Plano de Saúde, seriam automaticamente considerados seus beneficiários na Previdência. Assim, se não houver uma interpretação flexível e equilibrada dos regulamentos, seus legítimos dependentes correm o risco de ficar ao desamparo, sem pensão e cobertura do Plano de Saúde. Evidentemente, não é isto que se quer. Creio que não só os representantes dos participantes, mas também os representantes da Patrocinadora Cemig nos colegiados da Forluz, conferirão aos textos regulamentares entendimento que autorize aos legítimos beneficiários do nosso colega o recebimento da pensãoeamanutenção da cobertura do Plano de Saúde. É fundamental, também, evitar a repetição de casos como esse. Para tanto, Plínio Arantes Diretor de Relações com Participantes da Forluz - Tel: (31) considero necessário promover alterações nos Regulamentos dos Planos A e B. A idéia é inverter o processo. Cônjuges, companheiros(as), filhos e filhas até a idade limite, bem como pais e mães seriam considerados beneficiários do participante, independentemente de qualquer iniciativa. Regras complementares estabeleceriam a possibilidade de exclusão/inclusão, recálculo do benefício segundo critérios atuariais, equiparação de enteado a filho, conceito de união estável, etc.... Proposta neste sentido será encaminhada ao Conselho Deliberativo, que, espero, demonstre mais uma vez sensibilidade para aperfeiçoar os regulamentos em benefício dos participantes, razão de ser da nossa Forluz. " Os conceitos e opiniões emitidos nesta coluna representam a posição do Diretor de Relações com Participantes". E X P E D I E N T E Conselho Deliberativo: Conselheiros: Tarcísio Andrade Neves (Presidente), Austen Armentano Mudado, Evandro Leite Vasconcelos, José Valentim Lino, Ricardo Luiz Diniz Gomes, Wilian Vagner Moreira. Suplentes: Antônio Reginaldo Corrêa da Fonseca, Carlos Alberto Costa Fonseca, Denys Cláudio Cruz de Souza, João Antunes de Souza, João Batista Pezzini, Vanderlei Toledo. Conselho Fiscal: José Renato de Carvalho Barbosa (Presidente), João Efrem Campos, Leonardo George de Magalhães, Vicente de Paula Castro. Suplentes: Carlos Augusto Reis de Oliveira, Maura Galuppo Botelho Martins, Raul Otávio da Silva Pereira, Ricardo Nadalin Guidi. Diretoria: Fernando Alves Pimenta (Presidente), Plínio Arantes, Helmer LimadePaula, José Ribeiro Pena Neto, Ronildo Gaspar Caixeta. JORNAL FORLUZ: Publicação Trimestral. Editado pela Assessoria de Comunicação. Tiragem: Editora e Jornalista Responsável: Virgínia Saoli (MG 09197JP) - Redação: Virgínia Saoli. Projeto gráfico e diagramação: Cláudia Andrade Tartaglia. Impressão: Gráfica Real. Correspondências: Avenida do Contorno, º andar - Fone: (31) CEP: Belo Horizonte - MG. Portal Corporativo: Obs: As matérias publicadas neste jornal são exclusivamente de caráter informativo, não gerando qualquer espécie de direito ou obrigação por parte da Forluz. 2 Jornal Forluz Setembro / 2008

3 Por trás dos bastidores Certamente você já deve ter se perguntado como funciona o atendimento da Forluz. Por que algumas solicitações são atendidas imediatamente e outras não? Ou por que ao ligar para o 0800 ou enviar um e- mail o atendente não lhe responde no tempo que você imagina ser suficiente para isso? Para responder essas questões é preciso saber um pouco mais sobre como o atendimento funciona. Hoje, a Fundação oferece várias opções: 0800, atendimento pessoal (Belo Horizonte e interior), e, também, o atendimento social, realizado pelas assistentes sociais com horário previamente agendado. Quase sempre, as solicitações dos participantes são atendidas neste primeiro contato. No entanto, algumas vezes isso não é possível. Nesse caso, o assunto é encaminhado para o Back Office, que, trocando em miúdos, éaretaguarda do atendimento. Nesse setor, que é o responsável pelo gerenciamento do atendimento, é feita a análise da solicitação. Segundo explica, Alessandra Bicalho, líder do CRM (sistema de gerenciamento de relacionamento com os clientes), a maioria das solicitações são resolvidas ainda no Back Office, mas quando o assunto demanda informações de outras áreas, é preciso aguardar. "Na maioria das vezes isso é possível. Nossa meta é pelo menos dar um retorno nesse tempo, mesmo que não seja a resposta definitiva", esclarece. Alessandra acrescenta, ainda, que foram criados níveis de prioridade, conforme a urgência da solicitação. OCRM recebe solicitações dos mais diversos assuntos - de alterações cadastrais a informações sobre recursos ao Conselho Deliberativo, passando por segunda via de contracheque. Por isso, por mais conhecimento que o atendente tenha, devido a diversidade e complexidade dos assuntos é impossível que ele tenha todas as respostas que o participante precisa. Em média, são cerca de registros diários no Atendimento. Quando um participante assistido solicita alteração bancária, por exemplo, além do 0800 e Back Office, seu pedido passa pelo Cadastro e pela Folha de Pagamentos para ser resolvido. Para tornar esse fluxo mais dinâmico, periodicamente os responsáveis pelo CRM de cada área da Fundação se reúnem para estudar melhorias no processo. Além de outras vantagens, a unificação dos sistemas da Fundação após a implantação do SAP trouxe muitas melhorias paraocrm. Uma delas foi a padronização e uniformização de todas as formas de atendimento, conforme informa Alessandra. "Hoje, o atendimento pessoal, o Call Center, Back Office e as áreas internas da Fundação tem acesso ao mesmo sistema, além de gerar um único registro e um único histórico, o que permite muito mais agilidade para atender as solicitações". Entenda como funciona o Atendimento Jornal Forluz Setembro/

4 Projeto de educação financeira é iniciado A exemplo do movimento em busca da educação financeira promovido em todo o País, a Forluz iniciou seu projeto de Educação Previdenciária, levando aos participantes, esclarecimentos para tomar suas decisões relativas ao plano previdenciário. Nas próximas semanas, os participantes do Plano B receberão informações sobre a forma como são investidos os recursos, a rentabilidade esperada, os riscos e os procedimentos operacionais a serem seguidos. Tudo isso vai ajudá-los a escolher o que é melhor para seu perfil (veja página ao lado). A educação financeira tem sido tema recorrente há alguns anos. Em 2002, Alan Greenspan, então presidente do banco central americano, o "Fed", defendia a necessidade de educar os americanos nos conceitos básicos de orçamento e finanças, de forma que, como consumidores, pudessem tomar decisões acertadas num mercado financeiro cada vez mais variado e complexo. Além disso, com o conhecimento do assunto, poderiam fazer orçamentos domésticos adequados, poupar, gerenciar dívidas e investir recursos para, no futuro, educar seus filhos e ter uma boa aposentadoria. O tema se estendeu ao resto do mundo e hoje está na ordem do dia dos governos de muitos países, entre eles os mais desenvolvidos. Organismos internacionais dedicados ao desenvolvimento econômico, como a OCDE, Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, por exemplo, estão engajados no mesmo esforço. Para as nações, é muito importante que seus cidadãos aprendam a poupar de forma consciente, aplicando seus recursos da maneira mais adequada possível. Além disso, é sinal de progresso e bemestar social as pessoas conseguirem viver dentro de seus orçamentos, não se endividando excessiva ou desnecessariamente. Assim, terão condições de enfrentar emergências. É fundamental que cada pessoa ou família decida o que é melhor para sua situação. E o melhor para um não é necessariamente o melhor para o outro. São decisões que dependem de cada um. Aliado a esse movimento, o Jornal Forluz traz sugestões também para as finanças pessoais. Afinal, a Fundação quer que todos usufruam, no futuro, de uma tranqüila e merecida aposentadoria, mas para isso o benefício não basta. Para chegar lá, é preciso atravessar as turbulências financeiras que a vida reserva a todos. Para começar, algumas dicas, talvez óbvias, mas que, se praticadas no dia-a-dia, farão diferença. 9 Quando for às compras, faça antes uma lista, estabeleça um limite de gastos e não o ultrapasse. 9 Faça seu orçamento doméstico e estabeleça metas que sejam factíveis. Por exemplo, dizer que vai cortar todas as despesas extraordinárias é uma meta que dificilmente você conseguirá cumprir. 9 Evite andar com seu cartão de crédito no bolso. 9 Separe o dinheiro economizado. De preferência, numa conta que não tenha acesso pelo caixa automático, talão de cheques ou cartão de débito. 9 Procure economizar o máximo de suas rendas extraordinárias, por exemplo, participação em resultados, 13º, restituição de imposto de renda. 9 Os "juros compostos" fazem uma grande diferença. Quanto mais cedo você começar a poupar, mais seu dinheiro renderá com a incidência de juros sobre juros. 9 Faça seguro de seus bens mais valiosos, como a casa e o carro. Verifique bem as coberturas antes de contratar o seguro. Evite surpresas desagradáveis. Lembre-se: o indesejável pode acontecer com qualquer um. 9 Cuidar bem de seu dinheiro servirá de exemplo a seus filhos. Incentive-os a poupar com regularidade. Motive-os, deixando que eles estabeleçam suas metas. 9 Lembre-se da aposentadoria. Todo mundo fica velho ou doente um dia (exceto, se morrer novo, claro!). Acompanhe seu plano na Forluz, procure saber como está investido seu dinheiro, consulte seu extrato. Se tiver dúvidas, não hesite: ligue para nós ( )! Dicas adaptadas do site Governo lança portal sobre educação financeira A Secretaria de Previdência Complementar (SPC), Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o Banco Central e a Superintendência de Seguros Privados (Susep), que formam um grupo de trabalho com o objetivo de desenvolver estratégias para educação financeira, lançaram um site que visa a ajudar a população na tarefa de planejar o orçamento familiar. A nova página (www.vidaedinheiro.gov.br) vai reunir as experiências e iniciativas de educação financeira já existentes no Brasil, formando um grande inventário nacional dessas ações. No site há espaço para que quaisquer entidades ou pessoas físicas relatem sua experiência sobre o assunto. 4 Jornal Forluz Setembro / 2008

5 Forluz oferece novos perfis de investimento A sua conta de aposentadoria, fruto das contribuições mensais que você e a Patrocinadora fazem, é administrada de acordo com um perfil de investimento. Até agora, os participantes que desejassem investir de forma mais arrojada tinham de optar por um gestor externo, pois a Forluz oferecia internamente um único perfil de característica conservadora. A partir de janeiro, serão oferecidos quatro perfis: ultraconservador*, conservador, moderado e agressivo. Isso porque existem participantes ativos em fases distintas de contribuição para o Plano B e, portanto, com motivações e interesses também diferentes no resultado da rentabilidade de sua conta de aposentadoria. Você poderá fazer sua opção de 20/10 a 14/11. Para ajudá-lo em sua escolha, a Fundação elaborou uma cartilha, que será distribuída nos próximos dias. Neste material constam informações sobre os novos perfis e, principalmente, conceitos sobre o mercado financeiro que devem ser levados em conta na hora de optar. Além dessas informações, a cartilha esclarece dúvidas sobre como são investidos seus recursos. Esta iniciativa está alinhada a estratégia nacional de educação financeira que visa elevar o nível de conhecimento sobre esse universo por parte da população brasileira. Além da preocupação com a boa governança para administrar melhor os recursos que se transformam em aposentadorias e pensões, a Forluz também está preocupada em educar seus participantes. A escolha do investimento é completamente pessoal e depende da sua situação financeira, tolerância a risco e do tempo que você tem para se aposentar. A Forluz ressalta que esta é uma decisão muito importante e que, por isso, você deve analisar suas necessidades e traçar seu objetivo de renda na aposentadoria. Palestras esclarecem dúvidas Uma série de palestras para sanar as dúvidas sobre o assunto foi iniciada no último dia 29 de setembro, no Edifício Sede da Cemig. Na ocasião, o Diretor Previdenciário da Risk Office, empresa especializada em consultoria financeira e gerenciamento de Riscos, Ronaldo de Oliveira, ressaltou que os participantes devem sempre lembrar que, independentemente do perfil escolhido, "todo investimento está sujeito a risco". Além desta, outras 11 palestras serão realizadas nas seguintes localidades: Cidade Industrial, Uberaba, Uberlândia, Sete Lagoas, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Montes Claros, Divinópolis, Pouso Alegre e Varginha. * Perfil oferecido somente pela Forluz Jornal Forluz Setembro/

6 Participantes escolherão seus representantes Os participantes da Fundação terão mais uma vez a oportunidade de escolherem seus representantes nos conselhos Deliberativo e Fiscal. No Conselho Deliberativo o candidato que for eleito irá representar os participantes ativos. No Conselho Fiscal a representação será dos assistidos. Esta eleição tem uma novidade que significa um grande avanço para a Fundação. Todo o processo passa a ser eletrônico. Assim como já acontece nas eleições para prefeito, governador, presidente, entre outros. O sistema de votação tem recursos de segurança para garantir o sigilo do voto e o acesso apenas dos participantes (ativos e assistidos), através de CPF e senha, que será enviada por Correio juntamente com as orientações de como votar. Haverá duas opções de voto: via internet, pelo Portal da Forluz, ou telefone ( ). O período de votação será do dia 07 a 23 de novembro. E, até 25 de novembro, os participantes conhecerão seus futuros representantes, que tomarão posse na reunião do Conselho Deliberativo de dezembro. Não perca a oportunidade de eleger seus representantes na Fundação. Exerça seu direito. Eleição Conselhos Deliberativo e Fiscal Serão duas opções de voto: Via internet, pelo Portal da Forluz Telefone ( ) O período de votação: A partir de 8h de07/11 às 17h de23/11 Cadastro atualizado garante rapidez na comunicação Manter os participantes sempre bem informados e em dia com as cartilhas, catálogos, informativos, entre outros documentos que a Fundação envia. Esse é um dos objetivos da Forluz, que tem como uma de suas prioridades a comunicação com os participantes. Mas para que isso seja possível, é necessário que todos mantenham seu cadastro atualizado. Muitas vezes um número de telefone não atualizado pode acarretar uma série de transtornos. Constantemente, participantes deixam de receber correspondências da Fundação por endereço desatualizado. Os participantes em atividade devem atualizar seus dados junto à Cemig, que se incumbe de enviá-los à Forluz. Aqueles que trabalham na Gasmig, Infovias, Sá Carvalho e Forluz devem fazer a atualização junto ao RH da respectiva empresa. Os aposentados e pensionistas devem atualizar seus dados através de correspondência ou comunicado à Forluz (Central de Atendimento - Av. Barbacena, 1200, Santo Agostinho - CEP: ). , telefone, CEP, entre outros. Sempre que tiver um dado novo no seu endereço, informe o mais rápido possível, garantindo assim eficiência na comunicação da Fundação com você. SPC aceita prazo solicitado para separação entre Previdência e Saúde A Secretaria de Previdência Complementar aceitou a solicitação da Forluz e concedeu prazo de 12 meses, a partir de 07/10/08, para que a Fundação realize o processo de separação entre as atividades de Previdência e Saúde. O próximo passo é a elaboração de um plano de ações para que tudo seja feito da forma mais tranqüila e eficaz possível. 6 Jornal Forluz Setembro / 2008

7 RESGATE pode DESPERDIÇAR anos de contribuição Com a possibilidade de resgatar seus recursos após se desligar da patrocinadora, um grande número de participantes tem feito esta escolha. A opção é tentadora, mas é preciso cuidado. Uma decisão impensada pode jogar por água abaixo longos anos de contribuições que resultaram em sua conta de aposentadoria. Em 2006, ano em que o resgate foi aprovado pelo Conselho de Gestão de Previdência Complementar (CGPC), tanto a Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) quanto a Associação Nacional dos Participantes de Fundos de Pensão (Anapar) foram taxativas: diante desta opção, a maioria dos participantes usaria suas reservas para consumo e não para garantir sua aposentadoria. A posição das entidades ainda continua a mesma. Segundo o presidente da Abrapp, José Mendonça, com o resgate "o recurso que deveria ser destinado ao benefício futuro é desviado para um bem presente. O participante esquece a necessidade que virá numa idade mais avançada na qual a força laboral será menor". Mendonça observa que a decisão de não resgatar e transformar o saldo da conta em benefício faz parte de uma conscientização de que a aposentaria deve ser priorizada. "É preciso trabalhar esta consciência da necessidade de preparar hoje o benefício de amanhã, e jamais tirar o recurso destinado ao benefício futuro para atender um bem fugaz de hoje", alerta o presidente. Cláudia Ricaldoni, Secretária Geral da Anapar e ex-diretora da Forluz, faz um alerta. "Não se pode confundir poupança financeira com poupança previdenciária. Esta última é exclusivamente para garantir segurança na velhice". Segundo Cláudia, na maioria das situações em que o participante resgata, ele o faz por acreditar que pode administrar o dinheiro melhor que o Fundo de Pensão. "Isso é muito difícil, porque nós não temos o conhecimento necessário", observa. E tem mais, salienta a Secretária, "é preciso lembrar que com a renda vitalícia, a família fica mais tranqüila". O Diretor de Relações com Participantes da Forluz, Plínio Arantes, também, partilha desta opinião. Ele ressalta que uma das principais características de um fundo de pensão é sua vitaliciedade, ou seja, enquanto o participante viver ele receberá seu benefício, terá sua renda mensal garantida. "Esta decisão demanda uma análise rigorosa. Em raríssimas exceções o resgate pode ser uma boa alternativa, mas é preciso cuidado para não se arrepender. Afinal, uma vez resgatado o dinheiro, não tem volta". O diretor aconselha que, antes de qualquer atitude, o participante busque esclarecimentos junto à Fundação. Portanto, pense bem antes de resgatar. A decisão sobre o seu futuro é sua. Atendimento é ampliado O espaço onde funciona o Atendimento da Forluz (no jardim inferior do Edifício Sede da Cemig) foi reformado, a fim de se adaptar às necessidades dos participantes. O ambiente foi ampliado, tornando-se mais confortável. Para a atendente, Maria de Fátima Sena, a mudança de layout só veio confirmar a preocupação que a Fundação tem em atender melhor o participante, que, hoje, chega ao atendimento, sempre com elogios. "Queremos recebê-los e atendê-los cada dia melhor porque eles fazem parte da "família Forluz"", ressaltou ela. Para Fatinha, como é carinhosamente tratada por todos, a nova estrutura do atendimento ficou ótima. "Temos sempre o compromisso de melhorar mais, para que todos se sintam bem, em um ambiente confortável e acima de tudo acolhedor". Na avaliação da pensionista, Ruth Santana Rocha, além de visualmente melhor, o espaço ficou mais confortável. "Cheguei ao atendimento e achei que estava em outro lugar, ficou excelente", observou ela. A satisfação da pensionista não se restringe ao espaço físico, ela diz só ter a agradecer à Forluz. "As pessoas sempre me atenderam com muito carinho". Jornal Forluz Setembro /

8

Longevidade: prepare-se para velejar por muito mais tempo. Página 5. Compare sua renda. Página 3 SPC aprova resgate para quem é elegível.

Longevidade: prepare-se para velejar por muito mais tempo. Página 5. Compare sua renda. Página 3 SPC aprova resgate para quem é elegível. JORNAL IMPRESSO Ano 28 Março 2008 Nº 121 Longevidade: prepare-se para velejar por muito mais tempo. Página 5 Compare sua renda. Página 3 SPC aprova resgate para quem é elegível. Página 7 DRP PRESTA CONTAS

Leia mais

Quase 100% dos participantes escolheram a Forluz como gestora de seus recursos. Página 3

Quase 100% dos participantes escolheram a Forluz como gestora de seus recursos. Página 3 JORNAL IMPRESSO Ano 28 Dezembro 2008 Nº 124 Quase 100% dos participantes escolheram a Forluz como gestora de seus recursos. Página 3 Orçamento doméstico: está na hora de começar o seu - Leia mais nas págs.

Leia mais

Conselho Deliberativo aprova separação entre Previdência e Saúde

Conselho Deliberativo aprova separação entre Previdência e Saúde Especial JORNAL IMPRESSO Ano 28! Setembro! 2008! Especial Conselho Deliberativo aprova separação entre Previdência e Saúde Cemig e Forluz tranqüilizam seus empregados e participantes, e garantem que manterão

Leia mais

Forluz implanta, com sucesso, Sistema Integrado de Gestão Confira nas págs. 4 e 5

Forluz implanta, com sucesso, Sistema Integrado de Gestão Confira nas págs. 4 e 5 JORNAL IMPRESSO Ano 28 Junho 2008 Nº 122 Forluz implanta, com sucesso, Sistema Integrado de Gestão Confira nas págs. 4 e 5 Empréstimo Forluz tem novas regras. Página 3 Investir com prudência. Prepare-se

Leia mais

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Cenário A Seguradora Aegon realizou, no período entre janeiro e fevereiro de 2015, uma pesquisa entre quinze

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão O que é A SISTEL? A Fundação Sistel de Seguridade Social foi criada em 1977 e possui expressiva experiência em Planos de Previdência Privada. A Sistel atua no desenvolvimento de soluções previdenciais

Leia mais

CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA

CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA ÍNDICE PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO Página 2 CRÉDITO Página 12 CRÉDITO RESPONSÁVEL Página 16 A EDUCAÇÃO FINANCEIRA E SEUS FILHOS Página 18 PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO O planejamento

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Relatório Maio/2012 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de maio de 2012,

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira BANRIDICAS FINANCEIRAS A sua cartilha sobre Educação Financeira Planejando seu orçamento Traçar planos e colocar tudo na ponta do lápis - não é tarefa fácil, mas também não é impossível. O planejamento

Leia mais

Apresentação do case sobre Educação Previdenciária da Forluz. José Ribeiro Pena Neto Diretor de Seguridade e Gestão

Apresentação do case sobre Educação Previdenciária da Forluz. José Ribeiro Pena Neto Diretor de Seguridade e Gestão Apresentação do case sobre Educação Previdenciária da Forluz José Ribeiro Pena Neto Diretor de Seguridade e Gestão Objetivos Principal: orientar os participantes, ampliando o conhecimento deles sobre orçamento

Leia mais

AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA. Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo.

AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA. Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo. AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo. Introdução Através deste Material Explicativo você toma conhecimento

Leia mais

12. Como é o caso de pensão por morte de quem ainda está contribuindo para a previdência?

12. Como é o caso de pensão por morte de quem ainda está contribuindo para a previdência? Tel: 0800 941 7738 1 Educação Financeira Esta Cartilha tem como abjetivo mostrar a importância da educação financeira e previdenciária aos advogados participantes da OABPrev-RJ para que possam organizar

Leia mais

Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubank

Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubank Chegou a hora! Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubank Índice Como funciona sua aposentadoria... 04 A tributação do seu benefício... 08 Seus recursos no plano... 10 Cuide bem de sua saúde física

Leia mais

cartilha educação financeira

cartilha educação financeira cartilha educação financeira cartilha educação financeira A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA A educação financeira é decisiva para o bem-estar presente e futuro das famílias, contudo, ela nem sempre

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

Prosaúde Integrado da Cemig

Prosaúde Integrado da Cemig Prosaúde Integrado da Cemig Cartilha editada em junho de 2013 A Cemig Saúde A Cemig Saúde é a operadora de autogestão que administra o Prosaúde Integrado da Cemig - PSI. A autogestão é a modalidade de

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Funbep II 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria... 08 Cuide bem

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV Material Explicativo Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV 2 GEBSA-PREV O PLANO GEBSA-PREV VAI AJUDAR VOCÊ A CONSTRUIR SEU FUTURO! Preocupada com a tranquilidade e o bem estar de seus funcionários, a GE oferece

Leia mais

Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K

Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K A principal função do OABPrev-SC é auxiliar o advogado a criar uma poupança previdenciária para dar suporte aos riscos

Leia mais

Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubanco CD

Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubanco CD Chegou a hora! Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubanco CD Índice Como funciona sua aposentadoria... 04 A tributação do seu benefício... 10 Seus recursos no plano... 12 Cuide bem de sua saúde

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Material Explicativo Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Sumário Plano CD - Tranqüilidade no futuro 3 Conheça a previdência 4 A entidade Previ-Siemens 6 Como funciona o Plano CD da Previ-Siemens?

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

Conheça sua. entidade de. saúde

Conheça sua. entidade de. saúde Conheça sua nova entidade de saúde A Entidade X (cujo nome vocês conhecerão brevemente) é sua nova operadora de saúde, criada para administrar o Prosaúde Integrado. Essa iniciativa traz muitos benefícios

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP Material Explicativo Plano de Benefícios HP Janeiro - 2015 1 As informações deste material visam cumprir a legislação aplicável e dar aos participantes uma idéia geral e resumida das alterações promovidas

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante Benefício definido (Eletra 01) BENEFICIO DEFINIDO Cartilha do Participante Introdução A ELETRA Fundação Celg de Seguros e Previdência é uma entidade fechada de previdência privada, de fins previdenciários

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV Manual Explicativo 1 2 Plano de Benefícios Atento AtentoPrev O Plano de Benefícios Atento Atento Prev é um plano de previdência complementar, constituído na modalidade

Leia mais

ENTENDA MELHOR! O TAC da tábua de mortalidade e o crédito gerado na conta do Plano B

ENTENDA MELHOR! O TAC da tábua de mortalidade e o crédito gerado na conta do Plano B ENTENDA MELHOR! O TAC da tábua de mortalidade e o crédito gerado na conta do Plano B 1 Relembrando os critérios de cálculo da MAT vitalícia O participante do plano B tem a opção, quando atingidos os critérios

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Material Explicativo Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2 Material Explicativo Fundação Previdenciária IBM A DIREÇÃO DO SEU FUTURO Lembre-se! O objetivo

Leia mais

plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012

plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012 plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012 Apresentação Ativo, rentabilidade, renda fixa, perfil de investimento... Se você tem o hábito de se informar sobre como anda o dinheiro investido no seu plano

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro.

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro. Comunicação Interna VivoPrev para quem é ligado no futuro. Qual o seu programa para o amanhã? Pensar no amanhã é algo que deve ser feito hoje. Quanto antes você começar, maior a garantia de chegar ao futuro

Leia mais

VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE.

VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE. VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE. ACESSO WEB QUEM PODE ENTRAR NA ÁREA RESTRITA ATRAVÉS DO SITE FBSS? Participantes Ativos Assistidos (Aposentados e Pensionistas) Importante: Dependentes e pessoas que

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Relatório Fevereiro/2013 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de fevereiro

Leia mais

Previdência complementar, assunto que não pode ficar para depois

Previdência complementar, assunto que não pode ficar para depois taesaprev BOLETIM DOS PARTICIPANTES DA TAESA INFORME NÚMERO 02 OUT/2014 Nesta edição: Contribuição eventual facultativa pode melhorar renda na aposentadoria. P.2 Seu perfil de investimento está adequado

Leia mais

EDIÇÃO 06 NOVEMBRO 2014 ANO 2. Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA!

EDIÇÃO 06 NOVEMBRO 2014 ANO 2. Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA! Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA! EDUCAÇÃO FINANCEIRA USO CONSCIENTE DO CRÉDITO: PROPAGUE ESSA IDEIA! Ele está tão integrado ao nosso dia a dia, que alguns consumidores acabam usando o recurso

Leia mais

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA SUMÁRIO Qual é o significado de aposentado e pensionista?...3 Quando é realizado

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O futuro que você faz agora FUNPRESP-JUD Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário 2 Funpresp-Jud seja bem-vindo(a)! A Funpresp-Jud ajudará

Leia mais

Os noticiários abandonaram um pouco o tema.

Os noticiários abandonaram um pouco o tema. Jornal da Sistel distribui superávit...pág. 4 Brasília, AGOSTO de 2009 Edição n o 123 Seu investimento pós-crise Conheça a rentabilidade dos planos de previdência da Sistel no primeiro trimestre de 2009

Leia mais

Introdução. Nesta cartilha, você conhecerá as principais características desse plano. O tema é complexo e,

Introdução. Nesta cartilha, você conhecerá as principais características desse plano. O tema é complexo e, Introdução O Plano Prodemge Saldado está sendo criado a partir da cisão do Plano Prodemge RP5-II e faz parte da Estratégia Previdencial. Ele é uma das opções de migração para participantes e assistidos.

Leia mais

Participante da modalidade Contribuição Definida: Participe da Campanha "Acesse o Site do Participante" e concorra a um ipad

Participante da modalidade Contribuição Definida: Participe da Campanha Acesse o Site do Participante e concorra a um ipad PRhosperar Boletim informativo da PRhosper Ano V - Nº 8 Agosto 2012 Pensando no futuro, investindo no presente Participante da modalidade Contribuição Definida: Participe da Campanha "Acesse o Site do

Leia mais

Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções

Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções Planos de Aposentadoria Básico e Suplementar Contribuição Definida Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções (documento completo

Leia mais

Cartilha do Crédito Consignado

Cartilha do Crédito Consignado Cartilha do Crédito Consignado Guia Prático para o Aposentado e Pensionista do INSS apoio ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS Caro aposentado ou pensionista Esta cartilha foi elaborada para o seu bem-estar.

Leia mais

Versão atualizada em março de 2011

Versão atualizada em março de 2011 Versão atualizada em março de 2011 Apresentação Ativo, rentabilidade, renda fixa, perfil de investimento... Se você tem o hábito de se informar sobre como anda o dinheiro investido no seu plano previdenciário,

Leia mais

Plano TELOS Contribuição Variável - I

Plano TELOS Contribuição Variável - I Plano TELOS Contribuição Variável - I A sua empresa QUER INVESTIR NO SEU FUTURO, E VOCÊ? A sua empresa sempre acreditou na importância de oferecer um elenco de benefícios que pudesse proporcionar a seus

Leia mais

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Índice Quem Somos Estrutura do plano Importância da Previdência Privada. Quanto antes melhor! As regras do plano Canais Visão Prev 2 Visão Prev Entidade fechada

Leia mais

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7 Sumário A função do 3 Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4 Contribuições do Participante 6 Contribuições da Patrocinadora 7 Controle de Contas 8 Investimento dos Recursos 9 Benefícios 10 Em caso de

Leia mais

Material Explicativo Centrus

Material Explicativo Centrus Material Explicativo Centrus De olho no futuro! É natural do ser humano sempre pensar em situações que ainda não aconteceram. Viagem dos sonhos, o emprego ideal, casar, ter filhos, trocar de carro, comprar

Leia mais

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial)

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Material Explicativo Encontre aqui as informações

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

Fundação Itaú Unibanco. Quer saber mais? www.fundacaoitauunibanco.com.br. Confira as novidades nesta edição especial do Com você.

Fundação Itaú Unibanco. Quer saber mais? www.fundacaoitauunibanco.com.br. Confira as novidades nesta edição especial do Com você. Fundação Itaú Unibanco Edição Especial Junho 2015 www.fundacaoitauunibanco.com.br Prepare-se! O novo site da Fundação Itaú Unibanco mudou e muito! para facilitar o acesso às informações, simplificar a

Leia mais

HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO. Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev

HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO. Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev,

Leia mais

JORNAL. O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6

JORNAL. O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6 JORNAL n o 30 ano X 1 o quadrimestre de 2014 Uma Publicação da Fundação Atlântico de Seguridade Social O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6 Comunicação

Leia mais

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR!

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! DATUSPREV INFORMATIVO CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! Quem já cumpriu 5 anos de contribuição pode solicitar o benefício de aposentadoria programada? Essas e mais informações pra você neste Informativo.

Leia mais

Cartilha Plano EPE DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ELETROS

Cartilha Plano EPE DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ELETROS Cartilha Plano EPE Esta cartilha foi criada com o intuito de oferecer informações objetivas sobre previdência, o plano CV EPE e a importância de poupar para garantir um futuro mais tranqüilo. Os pontos

Leia mais

Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil. Contribuição definida

Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil. Contribuição definida Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil Contribuição definida Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil Este folheto contém as principais características do Plano de Previdência Complementar da ArcelorMittal

Leia mais

Política de. [ comunicação] Forluz

Política de. [ comunicação] Forluz Política de [ comunicação] Forluz Índice Apresentação...4 Missão da Forluz...5 Condições para aplicação deste documento...6 Objetivos da Política de Comunicação...7 Diretrizes da Política de Comunicação...8

Leia mais

Sumário. Sumário O OBJETIVO DA CARTILHA 1. INTRODUÇÃO À PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR ... 5 2. CONHEÇA MAIS SOBRE A PREVIDÊNCIA USIMINAS ... 6 ...

Sumário. Sumário O OBJETIVO DA CARTILHA 1. INTRODUÇÃO À PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR ... 5 2. CONHEÇA MAIS SOBRE A PREVIDÊNCIA USIMINAS ... 6 ... CARTILHA USIPREV Sumário O OBJETIVO DA CARTILHA...................................................... 3 Sumário 1. INTRODUÇÃO À PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR 2. CONHEÇA MAIS SOBRE A PREVIDÊNCIA USIMINAS............................

Leia mais

Apresentação. Prezado beneficiário,

Apresentação. Prezado beneficiário, LANOIII Apresentação Prezado beneficiário, Visando dar continuidade à prestação dos melhores serviços em saúde e promover uma melhor qualidade de vida ao beneficiário, a CompesaPrev apresenta o CompesaSaúde

Leia mais

VOCÊ SABE A DIFERENÇA?

VOCÊ SABE A DIFERENÇA? EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA INADIMPLENTE OU ENDIVIDADO: VOCÊ SABE A DIFERENÇA? 1 EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA No nosso dia a dia, é bem comum confundir os termos endividado e inadimplente,

Leia mais

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo ÍNDICE 1. Mensagem importante pra você... 4 2. Que tal planejar sua aposentadoria?... 5 3. Estamos juntos!... 6 4. Saiba quem pode

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

A importância de um plano de aposentadoria complementar

A importância de um plano de aposentadoria complementar INFORMATIVO É a melhor maneira de planejar a sua aposentadoria; Poupança com 100% de rentabilidade - Parte Patrocinadora; Rentabilidade totalmente revertida ao participante Datusprev sem fins lucrativos;

Leia mais

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS Material Explicativo Sumário 2 COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO 3 CONTRIBUIÇÕES 8 ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES 9 OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO 11 BENEFÍCIOS 13 CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS 18 TRIBUTAÇÃO

Leia mais

Introdução. pensionistas). usufruir dos mesmos. Regulamento.

Introdução. pensionistas). usufruir dos mesmos. Regulamento. Introdução A Faelce elaborou esta cartilha, numa linguagem simples e objetiva, exclusivamente para seus participantes assistidos (aposentados e pensionistas). Nela estão inseridas informações relevantes

Leia mais

Educação Financeira e Previdenciária da Fundação Enersul

Educação Financeira e Previdenciária da Fundação Enersul Educação Financeira e Previdenciária da Fundação Enersul 1 Prezado Participante e Assistido, A Fundação Enersul pretende com esta cartilha, de maneira simples, colaborar na disseminação de informações

Leia mais

Mensagem do Administrador

Mensagem do Administrador Educação Financeira Índice 1. Mensagem do administrador... 01 2. O Cartão de crédito... 02 3. Conhecendo sua fatura... 03 4. Até quanto gastar com seu cartão... 07 5. Educação financeira... 08 6. Dicas

Leia mais

Revisado em 15/08/2011

Revisado em 15/08/2011 CARTILHA DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Nº 001 Revisado em 15/08/2011 Esta cartilha foi estruturada com perguntas e respostas para apresentar e esclarecer aos Participantes as informações

Leia mais

Fique tranqüilo e. pague menos. Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia.

Fique tranqüilo e. pague menos. Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia. Fique tranqüilo e pague menos Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia. Controle seu orçamento Evite gastar mais do que você possui na conta corrente, incluindo seu

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O FUTURO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL O déficit da previdência social coloca em risco o direito à aposentadoria Fatores que agravam a situação: Queda da taxa de natalidade Aumento da

Leia mais

Guia do Aposentado Conheça melhor as regras e benefícios do seu plano

Guia do Aposentado Conheça melhor as regras e benefícios do seu plano Guia do Aposentado Conheça melhor as regras e benefícios do seu plano Plano ACMV 1 Índice Como funciona sua aposentadoria... 04 Empréstimos... 08 Recadastramento... 09 Cuide bem de sua saúde física e financeira...

Leia mais

PERFIS DE INVESTIMENTO

PERFIS DE INVESTIMENTO PERFIS DE INVESTIMENTO Índice 3 Apresentação 3 Como funciona a ELETROS? 4 Como são os investimentos em renda variável? 5 Como são os investimentos em renda fixa? 6 Como são os investimentos nos demais

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

O PAC e você. Saiba mais sobre o funcionamento do PAC. editorial

O PAC e você. Saiba mais sobre o funcionamento do PAC. editorial Informativo bimestral da Fundação Itaubanco julho/agosto2003 ano1 nº2 O PAC e você Saiba mais sobre o funcionamento do PAC editorial Nesta edição, apresentamos uma matéria especial sobre o Plano de Aposentadoria

Leia mais

O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II

O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II ReckittPrev Reckitt Benckiser Sociedade Previdenciária O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II Material Explicativo do Plano de Benefícios II Sumário Carta da diretoria O futuro

Leia mais

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com 1 CARTILHA DO SEGURADO 1. MENSAGEM DA DIRETORA PRESIDENTE Esta cartilha tem como objetivo dar orientação aos segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Itatiaia IPREVI,

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV...

CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV... ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV... 7 CONHEÇA O PLANO DENTALUNIPREV... 8 PARTICIPANTES... 9 Participante

Leia mais

Sonhos. Sonhos não costumam ser autorrealizáveis. É necessário agir

Sonhos. Sonhos não costumam ser autorrealizáveis. É necessário agir Sonhos Sonhos não costumam ser autorrealizáveis É necessário agir Como transformar sonhos em projetos? 1) Saiba aonde você quer chegar 2) Internalize a visão de futuro trazida pela realização do projeto

Leia mais

Simuladores de benefícios Saiba como ficará sua projeção de aposentadoria com as taxas de juros reduzidas

Simuladores de benefícios Saiba como ficará sua projeção de aposentadoria com as taxas de juros reduzidas Simuladores de benefícios Saiba como ficará sua projeção de aposentadoria com as taxas de juros reduzidas Passo a passo Para ajudá-lo na simulação, preparamos um passo a passo do preenchimento do simulador

Leia mais

Plano D. Material Explicativo

Plano D. Material Explicativo Plano D Material Explicativo 2 Material Explicativo Previ Novartis Índice Pág. 4 Introdução Pág. 6 A Previdência no Brasil Pág. 10 A Previdência e o Plano de Benefício D Pág. 24 Questões 3 Material Explicativo

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Re Relatório de Seguridade Relatório de Seguridade Relatório Maio/2015 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números

Leia mais

RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil.

RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil. 1 RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil. O Informativo Previcoke (Fundo de Pensão da Coca-Cola Brasil) é feito para quem já pensa no amanhã e para quem quer começar a pensar. Aqui, você

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas.

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criou este material para ajudar você com as

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano de Previdência Redecard 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria...

Leia mais

manual do participante

manual do participante manual do participante Esta cartilha foi criada para, de forma simples, clara e prática, oferecer informações a respeito do Plano de Previdência Complementar dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

material explicativo 1

material explicativo 1 material explicativo 1 Material Explicativo Duprev CD CONTEÚDO Previdência Social... 3 Previdência Complementar... 4 Como funciona o Plano Duprev CD?... 4 Contribuição ao Plano... 4 Vantagens Fiscais...

Leia mais

Cartilha de Orientações Previdenciárias

Cartilha de Orientações Previdenciárias Cartilha de Orientações Previdenciárias 2 Cartilha de Orientações Previdenciárias 3 Presidente: Ary Joel de Abreu Lanzarin Diretoria: Fernando Passos Luiz Carlos Everton de Farias Manoel Lucena dos Santos

Leia mais

Relação de assuntos conteúdos da revista Lume

Relação de assuntos conteúdos da revista Lume Relação de assuntos conteúdos da revista Lume Confira aqui os assuntos veiculados nas várias edições da publicação online da Fundação. Você encontrará inúmeras matérias atuais e que vale a pena serem conhecidas.

Leia mais

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele.

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Saiba como limpar o nome. E mantê-lo limpo. Todos sabemos como é precioso o nosso nome e que dificuldades aparecem para todo mundo. Em muitos momentos da vida nos

Leia mais

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO C Cartilha do Plano C APRESENTAÇÃO O plano de benefícios previdenciários conhecido como Plano C foi implantado em 1997. O regulamento do Plano C foi adaptado à Lei Complementar nº 109,

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS NOVAS REGRAS PARA ESCOLHA DE BENEFICIÁRIOS

PERGUNTAS E RESPOSTAS NOVAS REGRAS PARA ESCOLHA DE BENEFICIÁRIOS PERGUNTAS E RESPOSTAS NOVAS REGRAS PARA ESCOLHA DE BENEFICIÁRIOS 1 - O que é Beneficiário Indicado? Qualquer pessoa física indicada pelo Participante conforme definido no regulamento do Plano. 2 - O que

Leia mais

Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO. seja um

Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO. seja um Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO seja um A Boa Vista Serviços é uma empresa genuinamente brasileira, atualizada e inovadora, constituída para a operação do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

Leia mais