1.2 Projecto Housekeeping

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1.2 Projecto Housekeeping"

Transcrição

1 1.2 Projecto Housekeeping Redesenhar a GS1 Portugal O projecto Housekeeping foi lançado com o objectivo de introduzir na um modelo integrado de excelência operacional virado para o Utilizador, decorrente da nova política estratégica que pretende optimizar a relação com o Associado. Para apoiar a concepção deste modelo e identificar as soluções que melhor dessem resposta à transformação pretendida, foi estabelecida uma parceria com Leadership Business Consulting, cujo know-how foi essencial para definir as principais dimensões de intervenção: 1. Reengenharia de Processos de Negócio; 2. Reestruturação Organizacional; 3. Redesenho da Arquitectura de Sistemas de Informação. As três dimensões constituíram a base do projecto Housekeeping, já que a partir destas foram desenvolvidos novos processos de trabalho, que deram origem a uma reestruturação da Organização, documentada no Organigrama que de seguida se apresenta, assim como a uma nova Arquitectura de Sistemas de Informação. O nome escolhido, Housekeeping, não foi fruto do acaso. Pretende transmitir a ideia de organizar melhor a Associação, limpando as ineficiências que limitavam o seu desenvolvimento em pleno. Trata- -se, assim, de um projecto que se consubstancia numa Organização moderna e preparada para os desafios do futuro Reengenharia de Processos A Reengenharia de Processos iniciou-se com a identificação dos processos-chave da, tendo como princípios orientadores a eficiência, a eficácia e a qualidade dos serviços prestados. Esta análise aprofundada de todos os processos de trabalho teve como prioridade o enfoque nas actividades que geram mais valor para o Associado, eliminando aquelas que não trazem, ou mesmo destroem, valor. Deu origem a um Manual Interactivo de Processos (MIP), isto é, o mapeamento e caracterização dos principais fluxos de processos que, no contexto dos Sistemas de Informação, têm impacto directo na eficiência e na qualidade do serviço Restruturação Organizacional A Restruturação Organizacional corresponde à modernização da Associação e da forma como trabalha, aliada a um forte investimento na formação e desenvolvimento dos seus Recursos Humanos, tendo em vista a constituição de uma equipa de alta performance, coesa, motivada e motivadora, capaz de responder a cada um dos cerca de Associados da, assim como aos quatro pilares estratégicos traçados no Roadmap : Orientação para o Associado/Mercado; Crescimento no Core Business; Diversificação; Excelência Operacional. 14

2 Organigrama 2011 João de Castro Guimarães Direcção Executiva Silvério Paixão Pedro Lopes Beatriz Águas Leonor Vale Filipa Peixoto Inovação e Standards Financeira e Serviços Partilhados Marketing, Comunicação e Relações Corporativas Comercial e Serviço ao Associado Recursos Humanos João Picoito Gestão de Projectos André Carreira Pagamentos Cláudia Silva Comunicação Manuela Pessoa Serviço ao Associado Cláudia Oliveira Recepção Artur Andrade Gestão de Projectos Tiago Almeida Facturação Diogo Almeida Eventos & Marketing Susana Duarte Angariação de Associados Nuno Moreira Serviços Gerais Luís Peixoto Jorge Henriques Sistemas de Informação Susana Inácio Serviço ao Associado Marcos Carreira Nuno Miranda Filipe Esteves 15

3 Área de Inovação e Standards A Área de Inovação e Standards agrega todas as funções técnicas da, como forma de garantir a protecção do Sistema GS1 em Portugal e assegurar a sua correcta implementação. Esta concentração de competências permite uma melhor coordenação de serviços, evitando redundâncias e perdas de eficiência. Neste sentido, dinamiza a inovação e a realização de novos projectos, elementos fundamentais à geração de eficiências nas Cadeias de Valor dos nossos Associados. A equipa é composta por sete técnicos especializados, que operacionalizam a aplicação do Sistema de Normas Globais GS1, gerindo-o nas suas vertentes de: Identificação, através da gestão de Identificadores- -Chave GS1; Captura de Dados Comerciais, através da aplicação de Normas para Identificação Automática (GS1 BarCodes) e Normas para Identificação por Rádio Frequência (GS1 EPCglobal); Partilha de Dados Comerciais entre parceiros, nomeadamente através de Normas para o Comércio Electrónico (GS1 ecom), Normas para a Sincronização de Dados (GS1 GDSN) e Normas para Sistemas de Informação para Codificação Electrónica de Produtos ou EPCIS. Área Financeira e Serviços Partilhados A Área Financeira e Serviços Partilhados veio reunir as áreas Administrativa, Financeira e de Tecnologias de Informação uma evolução no sentido de agregar as valências de suporte interno à Associação. Esta equipa conta actualmente com quatro profissionais, que procuram dar apoio a todos os seus clientes internos. Este reforço interno reflecte- -se na relação com o Associado, o que, em última análise, acrescenta valor a todos os momentos de interacção com as Empresas Associadas. Como tal, foram introduzidas recentemente alterações ao nível do sistema de contabilidade e facturação, designadamente um conjunto de novas funcionalidades que visam facilitar as formas de pagamento, reduzindo tempo e erros. Área de Marketing Comunicação e Relações Corporativas Valorizar a Associação nas vertentes da Notoriedade e Reputação, criando uma experiência de Marca consistente para os nossos Associados e Stakeholders é a Missão da Área de Marketing, Comunicação e Relações Corporativas, que integra três profissionais. Assim, cabe à vertente de Marketing o reforço da componente estratégica, nomeadamente, através do conhecimento do mercado e naquilo que diz respeito à Marca GS1, alinhando-se com as guidelines da GS1 Global Office que aponta claramente para uma mudança no posicionamento e na awareness da Marca GS1 como uma das cinco prioridades a nível global. A vertente da Comunicação engloba um conjunto de Canais, dos quais se destacam o website (www.gs1pt.org), a GS1 Magazine e a e-newsletter GS1, de periodicidade mensal, distribuída por mais de 24 mil contactos. Por fim, cabe às Relações Corporativas o desenvolvimento de uma abordagem de proximidade aos Associados, nomeadamente através da organização de Eventos. Destes salientamos o Roadshow : uma iniciativa de formação que percorre o país, fomentando o estreitamente de laços com os Associados, Tecido Empresarial e Meio Académico. Em 2011 também se destacou a organização do primeiro Congresso Nacional GS1 Portugal, que contou com uma assistência de cerca de 400 congressistas. 16

4 Área Comercial e Serviço ao Associado O Projecto Housekeeping identificou como decisiva e estratégica a necessidade de centralizar e uniformizar os contactos com o Associado, alinhando este objectivo com o novo posicionamento preconizado pela GS1 Global Office que recomenda uma viragem da venda de produto para a promoção de serviços de consultoria. Esta Área é responsável pelo desenvolvimento de programas que permitam: melhorar a prestação de serviços ao Associado; aumentar a capacidade angariação e fidelização e fomentar o cross-selling de Produtos/Serviços/Soluções, através de abordagens estruturadas ao mercado. Como actividades de lançamento em 2011 salientamos a implementação de processos que permitem o conhecimento pormenorizado do Associado e da sua cadeia de valor, com o objectivo de adequar a oferta de serviços e soluções GS1 às reais necessidades internas ou organizacionais dos Associados, do mercado ou mesmo de um sector. Área de Recursos Humanos e Organização O factor humano é actualmente a chave para a competitividade e para o sucesso de uma Organização e é fundamental que a sua gestão seja realizada de forma articulada com o contexto do negócio, com a orientação estratégica e contemple todas as componentes intrínsecas e extrínsecas. O novo modelo de gestão de Recursos Humanos, alinhado com as melhores práticas nacionais e internacionais, contempla uma forte dinâmica entre as suas diversas componentes, assim como um papel activo nas várias Áreas da Organização. Paralelamente, a Área de Recursos Humanos e Organização implementará, em conjunto com a Área de Inovação & Standards, um projecto de renovação da Formação a Associados, realizado a partir de um estudo profundo que avaliou as expectativas e necessidades formativas dos Associados, assim como as práticas implementadas nas Organizações Membro GS1 de referência. 17

5 1.2.3 Redesenho da Arquitectura de Sistemas de Informação Ao longo do ano foi sendo implementada a visão correspondente a uma nova Arquitectura de Sistemas de Informação, a qual suportará os novos Processos e a nova Estrutura Organizacional. É de realçar a ferramenta denominada CRM (Customer Relationship Management), por ser aquela que gere directamente a informação dos Associados. Trata-se de um sistema de gestão com foco no Cliente, constituído por um conjunto de procedimentos e processos integrados num modelo de gestão de negócios. Constitui uma estratégia de negócio que posteriormente se materializa em soluções tecnológicas. Esta Arquitectura de Sistema da tem no seu coração um (1) CRM, do qual faz parte um Sistema de Reporting e de Numeração, a (2) Intranet e Gestão Documental, (3) Aplicações para Facturação e para (4) a Área Financeira/Contabilidade, a (5) Plataforma GS1 SyncPT e uma (6) internet com Área Reservada para os Associados. Arquitectura dos SI/TI Intranet + Gestão Documental Reporting Aplicação Facturação CRM Numeração Aplicação Financeira e Contabilidade E2E DataPool GS1 SyncPT WEBSITE Serviços: DataDriver GEPIR Área Reservada para Associados INTERNO EXTERNO 18

6 1.3 Nova Arquitectura de Marca GS1 Para um Identidade Corporativa mais forte A marca GS1 foi criada há cinco anos, aquando da fundação de uma Organização única e de alcance global: a GS1 (Global System One), resultado da fusão da European Article Numbering (EAN International), da Uniform Code Council (UCC), nos EUA e da Electronic Commerce Council of Canada (ECCC), no Canadá. Mas porque as marcas se devem ir renovando no sentido de responder aos novos desafios e porque muito mudou no mundo nos últimos cinco anos a GS1 Global Office trabalhou com especialistas de marketing de nove Organizações Membro GS1 para desenvolver uma nova versão da Arquitectura de Marca GS1, que fosse ao encontro de um novo posicionamento estratégico e permitisse criar uma experiência de comunicação mais consistente com todos os Stakeholders da GS1 nos 150 países onde actua. Com esta nova Arquitectura de Marca, a GS1 está a alterar o seu foco de comunicação de uma estratégia de produto/tecnologia para outra mais centrada em soluções e respostas às necessidades específicas das cadeias de valor multissectoriais. Durante os últimos cinco anos foram desenvolvidas várias sub-marcas, tendo-se detectado o risco da diluição da marca corporativa. Assim, e até 2013, os logótipos das sub-marcas devem ser evitados e substituídos pela palavra respectiva, por exemplo: GS1 BarCodes, GS1 ecom, GS1 GDSN, etc.. Em 2013, todos os logótipos das sub-marcas deverão ter sido eliminados dos materiais de comunicação GS1, impressos e online. Em todos os documentos importantes produzidos pela GS1 deve constar a frase: A GS1 é uma marca registada da GS1 AISBL (AISBL Association Internationale Sans But Lucratif, em português, Associação Internacional Sem Fins Lucrativos). O Símbolo que protege a marca GS1 O logótipo GS1, assim como o nome GS1, são marcas registadas. O nome de uma marca, tal como o seu logótipo, são os elementos mais importantes de uma identidade corporativa. Como tal, para assegurar a protecção da marca e o respeito pela sua propriedade intelectual, o logótipo GS1 passou a incluir o símbolo de marca registada:. O mesmo símbolo é também utilizado sempre que o nome/marca GS1 seja mencionado pela primeira vez num texto. 19

Rastreabilidade e Eficiência dos Negócios na Agro-indústria

Rastreabilidade e Eficiência dos Negócios na Agro-indústria A origem e a qualidade dos alimentos estão na mira do Consumidor. Cada vez mais conscientes e exigentes, os Consumidores têm em conta uma série de atributos na hora de decidir o que vai para o carrinho

Leia mais

Congresso Nacional GS1 Portugal 10 Novembro Museu do Oriente. Inscreva-se já!

Congresso Nacional GS1 Portugal 10 Novembro Museu do Oriente. Inscreva-se já! Congresso Nacional GS1 Portugal 10 Novembro Museu do Oriente. Inscreva-se já! A GS1 Portugal CODIPOR apresenta o Congresso Nacional [de]coding the Future Value Chain, inteiramente dedicado à Linguagem

Leia mais

The global language of business

The global language of business The global language of business Mensagem do Presidente 04 Mensagem do Director Executivo 06 Órgãos Sociais para o Triénio 2010-2012 10 Índice 01 Informação Corporativa 12 1.1 Roadmap Estratégico 2010-2012

Leia mais

GS1 Contributo para uma Classificação Global

GS1 Contributo para uma Classificação Global GS1 Contributo para uma Classificação Global GS1 Portugal e o Sistema GS1 1ª Reunião da Rede Portuguesa sobre Composição dos Alimentos Projecto PortFIR 16 Dezembro 2008 Agenda Quem somos Sistema GS1 Quem

Leia mais

GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade. Roadshow GS1 Portugal passou por Matosinhos em parceria com AEP

GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade. Roadshow GS1 Portugal passou por Matosinhos em parceria com AEP GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade Paulo Gomes e João de Castro Guimarães, respectivamente Presidente e Director Executivo da GS1 Portugal CODIPOR, foram agraciados com a

Leia mais

apresentação corporativa

apresentação corporativa apresentação corporativa 2 Índice 1. Apresentação da BBS a) A empresa b) Evolução c) Valores d) Missão e Visão 2. Áreas de Negócio a) Estrutura de Serviços b) Accounting/Tax/Reporting c) Management & Consulting

Leia mais

O que é a Rede Gestus?

O que é a Rede Gestus? O que é a Rede Gestus? A Rede Gestus é uma união estratégica que tem em vista a revitalização e dinamização do comércio local das zonas de Bragança, Chaves e Viseu. A Rede destina-se às Pequenas e Médias

Leia mais

Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool. Lisboa 2014-03-06

Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool. Lisboa 2014-03-06 Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool Lisboa 2014-03-06 3 O Alinhamento de dados com a plataforma SYNC PT Data Pool O PROJETO IMPLEMENTAÇÃO O PROCESSO 4 O Alinhamento de dados com a plataforma SYNC

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

Relatório Técnico Final Projecto nº 22838

Relatório Técnico Final Projecto nº 22838 SISTEMA DE INCENTIVOS À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO (SI I&DT) Leadership Business Consulting Relatório Técnico Final Projecto nº 22838 1 ÍNDICE 1. O Projecto 1.1. Os objectivos e a estrutura

Leia mais

Dinâmicas de exportação e de internacionalização

Dinâmicas de exportação e de internacionalização Dinâmicas de exportação e de internacionalização das PME Contribuição da DPIF/ Como fazemos? 1. Posicionamento e actuação da DPIF A DPIF tem como Missão: Facilitar o acesso a financiamento pelas PME e

Leia mais

Projecto GTBC. leading excellence 1. Portugal: Espanha:

Projecto GTBC. leading excellence 1. Portugal: Espanha: Projecto GTBC Portugal: Edifício Taurus Campo Pequeno, 48 2º 1000-081 Lisboa Tel.: +351 217 921 920 Fax: +351 217 921 929 www.gtbc.pt info@gtbc.pt Espanha: CalleAtocha, 20, 2ªIzq 28012 Madrid Tel.: +34

Leia mais

ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting

ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting Contactos: Isabel Fonseca Marketing VP Consulting Telefone: +351 22 605 37 10 Fax: +351 22 600 07 13 Email: info@vpconsulting.pt

Leia mais

» apresentação. WORKFLOW que significa?

» apresentação. WORKFLOW que significa? » apresentação WORKFLOW que significa? WORKFLOW não é mais que uma solução que permite sistematizar de forma consistente os processos ou fluxos de trabalho e informação de uma empresa, de forma a torná-los

Leia mais

O Sistema GS1 Normas para os T&L

O Sistema GS1 Normas para os T&L O Sistema GS1 Normas para os T&L MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa O QUE É A GS1? Sem Fins Lucrativos Neutra em relação

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

O SECTOR A SOLUÇÃO Y.make Num mundo cada vez mais exigente, cada vez mais rápido e cada vez mais competitivo, o papel dos sistemas de informação deixa de ser de obrigação para passar a ser de prioridade.

Leia mais

Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos

Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos 27 LEADERSHIP AGENDA a inovação na gestão do relacionamento compensa Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos A participação activa dos cidadãos é vital para a promoção

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 SECRETARIAL & MANAGEMENT SUPPORT Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores

Leia mais

ARTIGO: SOLUÇÕES PARA O SECTOR AUTARQUIAS in IGOV Maio 2010

ARTIGO: SOLUÇÕES PARA O SECTOR AUTARQUIAS in IGOV Maio 2010 CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM - R EVOLUÇÃO ADMINISTRATIVA A Autarquia de Santarém, em parceria com a PT Prime, desenvolveu um sistema de soluções integradas e inter-operantes que lhe possibilitaram operacionalizar

Leia mais

Banco Popular, Espanha

Banco Popular, Espanha Banco Popular, Espanha Tecnologia avançada de automação do posto de caixa para melhorar a eficiência e beneficiar a saúde e segurança dos funcionários O recirculador de notas Vertera contribuiu para impulsionar

Leia mais

Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA ISGB THE PORTUGUESE SCHOOL OF BANK MANAGEMENT

Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA ISGB THE PORTUGUESE SCHOOL OF BANK MANAGEMENT BSUPERIOR DE GESTÃO INSTITUTO 0101011010101001010 0101011010101001010 Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO no Sector Financeiro 2005 2006 Associação Portuguesa de Bancos INSTITUTO SUPERIOR

Leia mais

Primeira Unidade Empresarial de Serviços Partilhados em Saúde arranca em Portugal

Primeira Unidade Empresarial de Serviços Partilhados em Saúde arranca em Portugal Primeira Unidade Empresarial de Serviços Partilhados em Saúde arranca em Portugal É hoje apresentada publicamente a primeira Unidade Empresarial de Serviços Partilhados em Saúde a funcionar em Portugal.

Leia mais

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente Grupo Pestana suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O trabalho de consolidação de informação permitiu desde logo abrir novas possibilidades de segmentação, com base num melhor conhecimento

Leia mais

2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07

2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07 2011/07/07 NOTA: No caso de imprimir este documento, o mesmo passa automaticamente a Cópia Não Controlada ; a sua utilização implica a confirmação prévia de que corresponde à

Leia mais

Premier. Quando os últimos são os Primeiros

Premier. Quando os últimos são os Primeiros Premier Quando os últimos são os Primeiros Fundada em 1997 Especializada no desenvolvimento de soluções informáticas de apoio à Gestão e consultoria em Tecnologias de Informação. C3im tem como principais

Leia mais

Conteúdo. - Apresentação da empresa. - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação. - Processo de implementação

Conteúdo. - Apresentação da empresa. - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação. - Processo de implementação COTEC 2010/10/19 Conteúdo - Apresentação da empresa - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação - Processo de implementação - Factores críticos de sucesso visão.c Apresentação

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

IAPMEI EEN. KMS Knowledge Management Solution

IAPMEI EEN. KMS Knowledge Management Solution IAPMEI EEN KMS Knowledge Management Solution Praia, 1 e 2 de Dezembro de 2011 IAPMEI Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação http://www.iapmei.pt/ Principal instrumento das políticas

Leia mais

Plano Estratégico de Sistemas de Informação 2009

Plano Estratégico de Sistemas de Informação 2009 v.1.6. Plano Estratégico de Sistemas de Informação 2009 Versão reduzida Hugo Sousa Departamento de Tecnologias PESI 2009 Calendário de Projectos Calendário Direcção de projectos para 2009Projecto Licenciamento

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Desde Janeiro 2006 Responsável pela Unidade de Negócios da Lisboagás para Lisboa e Amadora.

CURRICULUM VITAE. Desde Janeiro 2006 Responsável pela Unidade de Negócios da Lisboagás para Lisboa e Amadora. CURRICULUM VITAE Nome: Nuno Miguel de Campos Matos Vaz Neto Morada: Rua João de Oliveira Miguens, 5-5º C Código Postal e Localidade: 1350-187 Lisboa Nacionalidade: Portuguesa Telefone: +351917765911 E-mail:

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

Estratégia para os Sistemas e Tecnologias de Informação

Estratégia para os Sistemas e Tecnologias de Informação Estratégia para os Sistemas e Tecnologias de Informação A transcrição ou reprodução deste documento não é permitida sem a prévia autorização escrita do IGIF PRINCIPAIS MENSAGENS O IGIF, na vertente SI,

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

Fonte: http://www.mckinsey.com

Fonte: http://www.mckinsey.com 30000000 70000000 Fonte: http://www.mckinsey.com 700000 1400000 Fonte: http://www.mckinsey.com 22000 43000 Fonte: http://www.mckinsey.com Fonte: http://www.mckinsey.com Disponível em: http://www.gs1.org/healthcare/mckinsey

Leia mais

SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012

SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012 New Standards for Business SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012 Quem Somos A SCORE INNOVATION é uma empresa que tem como objecto social a prestação de serviços em consultoria,

Leia mais

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA Introdução Nesta edição do Catálogo de Serviços apresentamos os vários tipos de serviços que compõe a actual oferta da Primavera na área dos serviços de consultoria.

Leia mais

Conferência Espaço de Arquitectura 2010

Conferência Espaço de Arquitectura 2010 Nota Introdutória: O tema da reabilitação urbana é um dos tópicos centrais da análise actual sobre Planeamento e Urbanismo e uma janela aberta para encontrar soluções na recuperação dos centros históricos

Leia mais

ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto

ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto The global language of business GS1 EPCglobal/RFID Uma ferramenta logística RASTREABILIDADE INFORMAÇÃO EM TEMPO REAL GS1 EPC

Leia mais

Distinga-se pelo conhecimento

Distinga-se pelo conhecimento 2012 Distinga-se pelo conhecimento Índice Clique na Informação que deseja consultar Calendário de Formação GS1 Porquê Formação no Sistema GS1? Modelos de Formação Competências Informação Práticas 02 03

Leia mais

Recursos Humanos em Portugal

Recursos Humanos em Portugal O Maior Salão Profissional de Recursos Humanos em Portugal 9.ª Edição 17e 18 de Março de 2010 Centro de Congressos do Estoril www.ife.pt OS DECISORES SÃO UMA PRESENÇA GARANTIDA + 2000 profissionais de

Leia mais

MEDI T FINANCE CONTABILIDADE CONSULTORIA

MEDI T FINANCE CONTABILIDADE CONSULTORIA AMedi T Finance é a mais recente aposta do Grupo Medi T. É uma organização multidisciplinar que presta serviços profissionais nasáreas da Assessoria Financeira, Contabilidade, Auditoria e Consultoria.

Leia mais

A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial.

A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial. POWERING BUSINESS QUEM SOMOS A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial. Desde 1987 que desenvolvemos um trabalho

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA Quem Somos Somos um grupo de empresas de prestação de serviços profissionais nas áreas das Tecnologias de Informação, Comunicação e Gestão. Estamos presente em Portugal,

Leia mais

Consultoria de Gestão Sistemas Integrados de Gestão Contabilidade e Fiscalidade Recursos Humanos Marketing e Comunicação Consultoria Financeira JOPAC SOLUÇÕES GLOBAIS de GESTÃO jopac.pt «A mudança é a

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE. Pág. 1 de 15. Actuar. Verifica r. Data: 09/05/2011 Edição: 01 Revisão: 00 Entrada em vigor:

MANUAL DA QUALIDADE. Pág. 1 de 15. Actuar. Verifica r. Data: 09/05/2011 Edição: 01 Revisão: 00 Entrada em vigor: MANUAL DA QUALIDADE Pág. 1 de 15 Planear Realizar Actuar Verifica r Rubrica: Rubrica: MANUAL DA QUALIDADE Pág. 2 de 15 INDICE: CAP. 1 - MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE 1.1. - Objectivo 1.2. - Âmbito e exclusões

Leia mais

O QUE É A CERTIFICAÇÃO DA QUALIDADE?

O QUE É A CERTIFICAÇÃO DA QUALIDADE? 1 O QUE É A CERTIFICAÇÃO DA QUALIDADE? A globalização dos mercados torna cada vez mais evidente as questões da qualidade. De facto a maioria dos nossos parceiros económicos não admite a não qualidade.

Leia mais

Estratégia de Marketing na Comunicação Interna. O caso épt! Miguel Horta e Costa Presidente Executivo

Estratégia de Marketing na Comunicação Interna. O caso épt! Miguel Horta e Costa Presidente Executivo Estratégia de Marketing na Comunicação Interna O caso épt! Miguel Horta e Costa Presidente Executivo Conferência Mercator XXI Lisboa, 7 de Outubro 2004 O papel da comunicação no desenvolvimento dos negócios

Leia mais

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com Moçambique Agenda EVENTOS 2013 NEW!! Também in Company INSCREVA-SE EM inscrip@iirportugal.com VISITE www.iirportugal.com INOVAÇÃO Estimado cliente, Temos o prazer de lhe apresentar em exclusiva o novo

Leia mais

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY _ CURRICULUM Composta por uma equipa multidisciplinar, dinâmica e sólida, Sobre Nós A ilimitados - the marketing company é uma empresa de serviços na área do Marketing,

Leia mais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais conteúdos: Programa de formação avançada centrado nas competências e necessidades dos profissionais. PÁGINA 2 Cinco motivos para prefirir a INOVE RH como o seu parceiro, numa ligação baseada na igualdade

Leia mais

Apresentação da empresa

Apresentação da empresa Apresentação da empresa A nossa Missão Ajudar as empresas a enfrentar os desafios do presente e do futuro e a encontrar ou retomar os caminhos do sucesso Sabemos que cada problema tem solução e que cada

Leia mais

Factor PME. Junho 2011

Factor PME. Junho 2011 Projecto Factor PME Junho 2011 Índice Âmbito e Objectivos 03 Condições de Elegibilidade _Entidade beneficiária 04 _Projecto 05 Investimentos Elegíveis _Componentes de financiamento 06 _Despesas elegíveis

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal

O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal COTEC PORTUGAL - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL PARA A INOVAÇÃO A COTEC Portugal - Associação

Leia mais

Advisory(Assessoria de Gestão)

Advisory(Assessoria de Gestão) Advisory(Assessoria de Gestão) Explorar a floresta aproveitando a incerteza, sem se perder entre as árvores As empresas que estão claramente focadas na criação de valor demonstram que sabem o que fazem,

Leia mais

FÓRMULA DE CRIAÇÃO DE VALOR

FÓRMULA DE CRIAÇÃO DE VALOR Por Rodrigo Cantusio Segurado A Cirrus Management Consulting criou a metodologia Fórmula de Criação de Valor para orientar as organizações a avaliar a aderência do modelo de gestão, atividades, investimento

Leia mais

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU A ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA - CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA (AIP-CCI) E A A ELO - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno PHC dteamcontrol Interno A gestão remota de projectos em aberto A solução via Internet que permite acompanhar os projectos em aberto em que o utilizador se encontra envolvido, gerir eficazmente o seu tempo

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO CRIAÇÃO DO ECOSSISTEMA EMPREENDEDOR TERRAS DE SICÓ Considerando que: I O IAPMEI reconhece a importância da promoção do espírito empreendedor ao nível autárquico e que a conjugação

Leia mais

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 Jaime Andrez Presidente do CD do IAPMEI 10 de Maio de 2006 Minhas Senhoras e meus Senhores, 1. Em nome do Senhor Secretário de Estado Adjunto, da Indústria

Leia mais

6º Congresso Nacional da Administração Pública

6º Congresso Nacional da Administração Pública 6º Congresso Nacional da Administração Pública João Proença 30/10/08 Desenvolvimento e Competitividade: O Papel da Administração Pública A competitividade é um factor-chave para a melhoria das condições

Leia mais

Protocolo de Colaboração Rede Embaixadores para a Responsabilidade Social das Empresas dos Açores

Protocolo de Colaboração Rede Embaixadores para a Responsabilidade Social das Empresas dos Açores Protocolo de Colaboração Rede Embaixadores para a Responsabilidade Social das Empresas dos Açores Introdução Considerando que nos Açores, são já muitas as empresas e organizações que assumem convictamente

Leia mais

Neves & Freitas Consultores, Lda.

Neves & Freitas Consultores, Lda. A gerência: Cristian Paiva Índice 1. Introdução... 3 2. Apresentação... 4 2.2 Missão:... 4 2.3 Segmento Alvo... 4 2.4 Objectivos... 5 2.5 Parceiros... 5 2.6 Organização... 5 3. Organigrama da empresa...

Leia mais

Apresentação. -> Actividades realizadas em 2008 -> Actividades planeadas para 2009

Apresentação. -> Actividades realizadas em 2008 -> Actividades planeadas para 2009 Apresentação -> Actividades realizadas em 2008 -> Actividades planeadas para 2009 Apresentação -> Actividades realizadas em 2008 Enquadramento Nº PAs em Contact Centers A actividade de Customer Service

Leia mais

ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO

ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO O papel da Assistência Empresarial do IAPMEI António Cebola Sines, 11 de Dezembro de 2009 MISSÃO DO IAPMEI Promover a inovação e executar políticas de estímulo

Leia mais

Apresentação de Solução

Apresentação de Solução Apresentação de Solução Solução: Gestão de Altas Hospitalares Unidade de negócio da C3im: a) Consultoria e desenvolvimento de de Projectos b) Unidade de Desenvolvimento Área da Saúde Rua dos Arneiros,

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO. Luís Miguel Nicolau Valente.

INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO. Luís Miguel Nicolau Valente. INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Luís Miguel Nicolau Valente Julho de 2008 RELATÓRIO FINAL PARA A OBTENÇÃO DO GRAU DE NÍVEL IV EM DESENVOLVIMENTO

Leia mais

ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa

ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa Neste artigo clarifica-se os objectivos do ILM (Information Life Cycle Management) e mostra-se como estes estão dependentes da realização e manutenção

Leia mais

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas À semelhança do que acontece nas sociedades contemporâneas mais avançadas, a sociedade portuguesa defronta-se hoje com novos e mais intensos

Leia mais

Business Process Management. A Gestão Colaborativa dos Processos e da sua Performance em QPR

Business Process Management. A Gestão Colaborativa dos Processos e da sua Performance em QPR Business Process Management A Gestão Colaborativa dos Processos e da sua Performance em QPR Quais são os desafios típicos das empresas na Gestão de Processos? > Criar e manter a informação associada aos

Leia mais

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT TURISMO: TENDÊNCIAS E SOLUÇÕES Exmos. Senhores Conferencistas, Antes de

Leia mais

Governo societário de Sistemas de Informação

Governo societário de Sistemas de Informação Governo societário de Sistemas de Proposta de princípios e recomendações para o governo societário de Sistemas de «Governo do Sistema de : O conjunto de práticas relativas à tomada de decisões políticas

Leia mais

A experiência no domínio dos Serviços Partilhados em Saúde

A experiência no domínio dos Serviços Partilhados em Saúde A experiência no domínio dos Serviços Partilhados em Saúde Joaquina Matos Vilamoura, 23 Maio 2009 Quem Somos O que Somos? Visão Missão Ser referência como entidade de Serviços Partilhados na área da Saúde,

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME

CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME NATUREZA DO PROGRAMA O Programa Formação-Acção PME consiste num itinerário de Formação e Consultoria Especializada (Formação-Acção Individualizada), inteiramente

Leia mais

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos PHC TeamControl CS A gestão de equipas e de departamentos A solução que permite concretizar projectos no tempo previsto e nos valores orçamentados contemplando: planeamento; gestão; coordenação; colaboração

Leia mais

Índice. 15 Dossier Congresso Nacional GS1 Portugal 2011. A nossa escolha... Nesta edição... Um livro: The New Normal de Peter Hinssen.

Índice. 15 Dossier Congresso Nacional GS1 Portugal 2011. A nossa escolha... Nesta edição... Um livro: The New Normal de Peter Hinssen. GS1 MAGAZINE 4 GS1 MAGAZINE 5 Índice 06 Breves 15 Dossier Congresso Nacional GS1 Portugal 2011 30 Identidade Corporativa Nova Arquitectura de Marca GS1 32 Corporativo Projecto Housekeeping: Organização

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão do Investimento Privado

Sistema Integrado de Gestão do Investimento Privado Conferência Internacional de Promoção de Investimentos Para a Província de Malanje Sistema Integrado de Gestão do Investimento Privado Painel I: Economia e Negócio em Angola Sistema Integrado de Gestão

Leia mais

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Microsoft Dynamics CRM Customer Solution Case Study APCER Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Sumário País Portugal Sector Serviços Perfil do Cliente

Leia mais

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia:

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia: GRUPO FERREIRA A GFH, é um Grupo sólido e inovador, detendo um curriculum de projectos de qualidade reconhecida, com um portfólio de negócios diversificado, e que aposta no processo de internacionalização,

Leia mais

MBA Internacionalização de Empresas Comércio e Serviços

MBA Internacionalização de Empresas Comércio e Serviços MBA Internacionalização de Empresas Comércio e Serviços Com o apoio: CEGE Centro de Estudos de Gestão INTRODUÇÃO O MBA Internacionalização de Empresas Comércio e Serviços, promovido pela Confederação do

Leia mais

GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO

GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO 3ª EDIÇÃO CURSO Desenvolver e implementar GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO Optimize Custos e estabeleça Métricas de Performance LUANDA 9 e 10 de JULHO de 2014 Planifique de forma integral a

Leia mais

Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS BRAZILIAN DESK. Estabelecendo pontes para o futuro Portugal Brasil

Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS BRAZILIAN DESK. Estabelecendo pontes para o futuro Portugal Brasil Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS BRAZILIAN DESK Estabelecendo pontes para o futuro Portugal Brasil Abreu Advogados Brazilian Desk 2015 ABREU ADVOGADOS Quem Somos A Abreu Advogados

Leia mais

Maria da Conceição Gonçalves Costa

Maria da Conceição Gonçalves Costa Maria da Conceição Gonçalves Costa Identificação pessoal Conceição Costa tem um Master of Arts in Business Communication and Public Relations pela European University (equivalência a grau de mestre pela

Leia mais

ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo

ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo With the support of the European Commission and the Belgian Presidency of the European Union Porquê Enterprise 2020? Os desafios económicos, sociais e

Leia mais

A filosofia da Viatecla assenta em 3 pilares

A filosofia da Viatecla assenta em 3 pilares A filosofia da Viatecla assenta em 3 pilares Equipa de profissionais com know-how especializado Conhecimento profundo / interiorização dos modelos de negócio dos clientes Foco na inovação Unidades de negócios

Leia mais

Assurance Tax Outsourcing Consulting Corporate Finance. Management Essentials I

Assurance Tax Outsourcing Consulting Corporate Finance. Management Essentials I Assurance Tax Outsourcing Consulting Corporate Finance Management Essentials I Introdução A Baker Tilly Portugal, enquanto Organização de referência em Serviços Profissionais e a Baker Tilly Academy tendo

Leia mais

Revolução digital Da estratégia à gestão do risco

Revolução digital Da estratégia à gestão do risco Revolução digital Neste curso serão abordadas as melhores práticas a adoptar, da estratégia à gestão de risco, perante os desafios dos diferentes meios digitais. Porquê participar neste curso? O impacto

Leia mais

FACTURA ELECTRÓNICA Impactos nas organizações

FACTURA ELECTRÓNICA Impactos nas organizações 2º SEMINÁRIO EUROPAPER DIGITAL Impactos da Adopção da Factura Electrónica: Económicos, Sociais e Organizacionais Alexandre Nilo Fonseca Presidente Aliança Digital FACTURA ELECTRÓNICA Impactos nas organizações

Leia mais

Manual da Qualidade. Rodrigo Barata Mediação de Seguros. Revisão n. 01 Data de Publicação: 2009-04-2408 Elaborado por: RodrigoBarata Estado:

Manual da Qualidade. Rodrigo Barata Mediação de Seguros. Revisão n. 01 Data de Publicação: 2009-04-2408 Elaborado por: RodrigoBarata Estado: Rodrigo Barata Página 2 de 14 Indice 1. Promulgação 3 2. Politica da Qualidade 3 3. Missão da Empresa 4 4. Campo de aplicação 4 4.1 Referências 4 5. Apresentação da Empresa Rodrigo Barata Unipessoal 5

Leia mais

Agenda: BIMFórum Portugal. Funcionamento. Plataforma de Apoio. a união de Vontades. Próximos passos

Agenda: BIMFórum Portugal. Funcionamento. Plataforma de Apoio. a união de Vontades. Próximos passos Agenda: BIMFórum Portugal Funcionamento Plataforma de Apoio a união de Vontades Próximos passos Ineficiências (MOLETE, 2003 colaboração de empresas inscritas na Associação de Empreiteiros Gauteng, de

Leia mais

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 A aposta no apoio à internacionalização tem sido um dos propósitos da AIDA que, ao longo dos anos, tem vindo a realizar diversas acções direccionadas para

Leia mais

Your Partner for a Safe IT Operation

Your Partner for a Safe IT Operation Your Partner for a Safe IT Operation is Integrated Systems AG Öschlestrasse 77 78315 Radolfzell Germany Tel. +(49) (0) 7732/9978 0 Fax +(49) (0) 7732/9978 20 info@integratedsystems.de www.integratedsystems.de

Leia mais

HR Analytics Impacto na gestão de pessoas e negócio

HR Analytics Impacto na gestão de pessoas e negócio HR Analytics Impacto na gestão de pessoas e negócio ExpoRH Março de 2015 1. Os recursos humanos são a função mais importante numa organização. Devem liderar os processos de transformação e mudança organizacional.

Leia mais