Diagramas de Sequência e Contrato das Operações

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diagramas de Sequência e Contrato das Operações"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Projeto e Desenvolvimento de Sistemas de informação Comportamento do Sistema: Diagramas de Sequência e Contrato das Operações

2 Atividades da Fase Analisar Refinar Plano Sincronizar artefatos Analisar Projetar Construir Testar 1. Definir Casos de Uso Essenciais 2. Refinar Diagramas de Casos de Uso 3. Refinar o Modelo Conceitual 4. Refinar Glossário 5. Definir Diagramas de Seqüência do Sistema 6. Definir Contratos de Operação

3 O que já foi visto até agora Casos de Uso Completo Abstrato(descrição textual) Caso de Uso: Emprestar Livro Ator Principal: Atendente Interessados e Interesses: - Atendente: deseja registrar que um ou mais livros estão em posse de um leitor, para controlar se a devolução será feita no tempo determinado. - Leitor: deseja emprestar um ou mais livros, de forma rápida e segura. - Bibliotecário: deseja controlar o uso dos livros, para que não se percam e para que sempre se saiba com que leitor estão no momento. Pré-Condições: O Atendente é identificado e autenticado. Garantia de Sucesso (Pós-Condições): Os dados do novo empréstimo estão armazenados no Sistema. Os livros emprestados possuem status emprestado Cenário de Sucesso Principal: 1. O Leitor chega ao balcão de atendimento da biblioteca e diz ao atendente que deseja emprestar um ou mais livros da biblioteca. 2. O Atendente seleciona a opção para realizar um novo empréstimo. 3. O Atendente solicita ao leitor sua carteira de identificação, seja de estudante ou professor. 4. O Atendente informa ao sistema a identificação do leitor. 5. O Sistema exibe o nome do leitor e sua situação. 6. O Atendente solicita os livros a serem emprestados. 7. Para cada um deles, informa ao sistema o código de identificação do livro. 8. O Sistema informa a data de devolução de cada livro. 9. Se necessário, o Atendente desbloqueia os livros para que possam sair da biblioteca. 10. O Leitor sai com os livros. Fluxos Alternativos: (1-8). A qualquer momento o Leitor informa ao Atendente que desistiu do empréstimo. 3. O Leitor informa ao Atendente que esqueceu a carteira de identificação. 1. O Atendente faz uma busca pelo cadastro do Leitor e pede a ele alguma informação pessoal para garantir que ele é mesmo quem diz ser. 4. O Leitor está impedido de fazer empréstimo, por ter não estar apto. 1.Cancelar a operação. 7a. O Livro não pode ser emprestado, pois está reservado para outro leitor. 1. O Atendente informa ao Leitor que não poderá emprestar o livro e pergunta se deseja reservá-lo. 2. Cancelar a operação (se for o único livro) 7b. O Livro não pode ser emprestado, pois é um livro reservado somente para consulta. 1. Cancelar a operação (se for o único livro)

4 O que já foi visto até agora Casos de uso com substantivos e verbos sublinhados Caso de Uso 1 Caso de Uso 2... Caso de Uso n

5 Cenários ou Diagramas de Sequência do Sistema (DSS) Para dar prosseguimento à fase de análise, é desejável ter uma noção mais concreta do comportamento esperado do sistema diante dos eventos que fazem parte de cada caso de uso. Cenários ou DSS mostram um cenário global do funcionamento do sistema, dividindo o caso de uso em partes bem definidas denominadas operações, que são executadas em resposta aos eventos

6 Operações Os DSSs mostram eventos do sistema, isto é, eventos de Entrada e Saída relativos ao sistema. Os eventos implicam que o sistema tenha operações de sistema para tratar os eventos do sistema, tal qual uma mensagem OO O conjunto completo de operações define a interface pública do sistema, como se fosse um único componente ou classe. Todo sistema pode ser representado na UML por um objeto de uma classe denominada, por exemplo, Sistema. 6

7 Cenários ou Diagramas de Sequência do Sistema (DSS) Processo Unificado: define-se um DSS para cada caso de uso relevante. Pode haver várias soluções para o mesmo problema. usar a sequência típica de eventos como base

8 O Diagrama de Sequência do Sistema (DSS) Mostra uma particular sequência de eventos dentro de um caso de uso, os atores que interagem com o sistema, o sistema (como uma caixa preta) e os eventos de sistema que os atores geram. Deve ser feito para uma sequência típica eventos do caso de uso e, possivelmente, outros DSSs podem ser criados para as sequências alternativas mais interessantes.

9 O Diagrama de Sequência do Sistema (cont.) ATOR. SISTEMA O tempo corre no sentido de cima para baixo. A ordem dos eventos deve seguir a ordem no caso de uso...

10 Ex: Caso de Uso Essencial Emprestar Livro Sequência Típica de Eventos Ação do Ator 1. O Leitor chega ao balcão de atendimento da biblioteca e diz ao atendente que deseja emprestar um ou mais livros da biblioteca, entregando a ele a sua carteirinha. 2. O Atendente seleciona a opção para realizar um novo empréstimo. 3. O Atendente informa ao sistema a identificação do leitor. 5. O Atendente solicita os livros a serem emprestados. Resposta do Sistema 4. O Sistema exibe o nome do leitor e sua situação 10

11 Ex: Caso de Uso Essencial Emprestar Livro Sequência Típica de Eventos (cont.) Ação do Ator 6. Para cada livro, o atendente informa ao sistema o seu código de identificação. 8. O atendente encerra o empréstimo de livros Resposta do Sistema 7. O Sistema informa a data de devolução de cada livro. 9. O sistema registra o empréstimo realizado 10. Se necessário, o Atendente desbloqueia os livros para que possam sair da biblioteca. 11. O leitor sai com os livros. 11

12 Exemplo DSS para o caso de uso Emprestar Livro

13 Exemplo DSS alternativo para o caso de uso Emprestar Livro

14 Eventos e Operações de Sistema Um evento de sistema é um evento externo de entrada para o sistema, gerado por um ator. Eventos de sistema podem incluir parâmetros. Um evento inicia uma operação de resposta do sistema. Uma operação de sistema é uma operação executada em resposta a um evento de sistema. Os dois têm o mesmo nome (assim como mensagens e métodos). Os eventos e operações também podem ser de saída.

15 Evento de Entrada X Evento de Saída

16 Construção do Diagrama de Para cada Caso de Uso: Sequência Desenhe uma linha vertical representando o sistema como uma caixa preta. Identifique cada ator que opera diretamente sobre o sistema e desenhe uma linha vertical para cada ator. No texto do caso de uso que descreve uma sequência típica de eventos, identifique os eventos de sistema que cada ator gera; ilustre-os no diagrama. Opcionalmente, inclua o texto do caso de uso à esquerda do diagrama.

17 TPV: Caso de Uso Essencial Comprar Itens Versão 1 Ação do Ator 1. Este caso de uso começa quando um cliente chega a um ponto de pagamento equipado com um TPV, com vários itens que deseja comprar Sequência Típica de Eventos Resposta do Sistema 2. O caixa registra cada item e, 3. O sistema determina o preço do caso seja mais que um item do cada item e acrescenta informação mesmo produto, registra também a sobre o item à transação de vendas quantidade. em andamento. A descrição e o preço do item são apresentados. 3. No término da entrada de itens, o caixa indica para o TPV que a entrada de itens está completa 5. O caixa informa ao cliente o total da venda. 4. O Sistema calcula e apresenta o total da venda 17

18 TPV: Caso de Uso Essencial Comprar Itens Versão 1 Sequência Típica de Eventos (cont.) Ação do Ator 6. O cliente dá um pagamento em dinheiro. O valor fornecido é possivelmente maior que o total da venda. 7. O Caixa registra a quantia fornecida. Resposta do Sistema 8. O sistema calcula e apresenta o troco devido ao cliente 9. O caixa deposita o dinheiro recebido e retira o troco devido 11. O caixa dá o troco e o recibo ao cliente. 12. O cliente sai com as compras 10. O sistema registra a venda completada e imprime o recibo 18

19 Estudo de Caso: Diagrama de Sequência do Sistema para o Caixa loop Caso de Uso Comprar Itens Comprar Itens versão 1 :Sistema entraritem(cup, quantidade) terminarvenda() registrarpagamento(quantia)

20 Operações do sistema O conjunto das operações é definido pelos eventos dos sistema. entraritem(cup, quantidade) terminarvenda() registrarpagamento(quantia) Na UML: TipoX Sistema Operação1() Operação2() entraritem() terminarvenda() registrarpagamento()

21 Operações do Sistema: onde devem ser especificadas? O conceito (classe) sistema, sugerida no slide anterior é um tanto abstrata, não fazendo parte do mundo real pode ser considerada uma solução de projeto. As operações poderiam ser alocadas aos conceitos (tipos) já existentes no modelo conceitual (um passo mais adiante...)

22 Nota: porque os itens não foram exibidos no monitor de vídeo e o recibo não foi impresso? Como esses eventos de saída poderiam ser especificados? Veremos mais adiante o que acontece com o contrato associado às operações deste diagrama de sequência.

23 Diagrama de Sequência do Sistema para o Caso de Uso Comprar Itens (mostra os eventos de saída) Caixa loop Comprar Itens versão2 entraritem(cup, quantidade) exibiritem terminarvenda() registrarpagamento(quantia) emitirrecibo :Sistema

24 A fronteira do Sistema Quem é o ator no caso de uso Comprar Itens: o Caixa ou o Cliente? A fronteira sempre pode ser estendida para A fronteira sempre pode ser estendida para incluir operações manuais. Exemplo: O evento abrir a carteira deve ser incluído no escopo do sistema?

25 Diagrama de Sequência do Sistema para o Caso de Uso Comprar Itens Caixa loop Comprar Itens versão 1 entraritem(cup, quantidade) :Sistema terminarvenda() registrarpagamento(quantia)

26 Como dar nome aos eventos do sistema? Os eventos não devem ser nomeados em termos dos meios físicos da entrada de dados(teclados, leitores, etc.) ou dos elementos da interface. Devem capturar a intenção da operação. Começar o nome com um verbo na forma infinitiva. terminarvenda é melhor que chavedeentradapressionada

27 Comportamento do Sistema: Contratos das Operações

28 Atividades da Fase Analisar Refinar Plano Sincronizar artefatos Analisar Projetar Construir Testar 1. Definir Casos de Uso Essenciais 2. Refinar Diagramas de Casos de Uso 3. Refinar o Modelo Conceitual 4. Refinar Glossário 5. Definir Diagramas de Sequência do Sistema 6. Definir Contratos de Operação 7. Definir Diagramas de Estado

29 Contratos das Operações É importante que as tarefas atribuídas às operações sejam bem documentadas, para evitar redundâncias e inconsistências. Um contrato especifica o comportamento esperado para cada operação correspondente a um evento do sistema.

30 Contratos das Operações Auxiliam a definir o comportamento do sistema. Definem o efeito das operações sobre o sistema mudanças de estado que ocorrem quando uma operação é chamada. Depende do modelo conceitual, dos diagramas de sequência e da identificação das operações do sistema.

31 Contratos das Operações (cont.) A especificação dos contratos segue um estilo declarativo, enfatizando o que deve ser feito, sem explicar como. Pode ser escrito de maneira informal ou formal. Normalmente é expresso em termos de précondições e pós-condições. Deve ser especificado um contrato para cada operação do sistema (pelo menos para as mais importantes ou abrangentes) Podem ser elaborados também para métodos importantes e/ou complexos do sistema.

32 Contrato das Operações Sistema entraritem() terminarvenda() registrarpagamento() Os contratos são escritos para cada operação do sistema

33 Contratos das Operações Características típicas de um contrato: Nome da operação Parâmetros de entrada Objetivos (ou responsabilidade) da operação Referências cruzadas (requisitos e/ou casos de uso) Pré-condições Pós-condições

34 Pré-Condições Representam o estado do sistema antes da chamada da operação. São os pré-requisitos para que a operação aconteça. Não serão verificadas pela operação, ou seja, assume-se que sejam verdadeiras antes da chamada da operação. Elas devem ter sido verificadas em alguma operação anterior.

35 Pós-Condições Representam o estado do sistema após a chamada da operação, mostrando o que mudou como consequência da sua execução. Para cada operação, deve-se analisar os conceitos identificados no Modelo Conceitual e definir, para cada possível objeto do sistema, o que muda quando a operação é chamada. Deve-se observar o DSS, para se ter uma melhor idéia do contexto em que a operação está inserida e o contexto resultante.

36 Pós-Condições Importante: Não são as ações a serem executadas sobre as operações. Ao contrário, são observações sobre objetos do Ao contrário, são observações sobre objetos do modelo conceitual que se tornam verdadeiras ao término das operações

37 Pós-Condições Categorias usuais de pós condições: Criar objetos Excluit objetos Modificar o valor de um atributo Criar associações entre objetos Excluir associações entre objetos

38 Observação Deve-se fazer um contrato para cada operação relevante Uma operação pode aparecer em vários DSSs Ex: tanto ao emprestar quanto ao devolver um livro, em algum momento o Atendente informará o ISBN do livro e o sistema deverá fazer uma busca. Assim uma operação buscarlivro(isbn) seria comum aos DSSs com somente um contrato para descrevê-la, mas com referências cruzadas aos dois casos de uso.

39 Exemplo Sistema Biblioteca iniciaremprestimo() emprestarlivro(id_livro) Encerrar Empréstimo() Qual a responsabilidade de cada operação? Em quais casos de uso ela aparece? O que ela considera como verdadeiro para ser executada? O que muda no Modelo Conceitual após sua invocação?

40 Exemplo Sistema Biblioteca loop

41 Modelo Conceitual Biblioteca ^ faz * * Reserva período situacao corresponde a Atendente nome 1 registra * 1 Leitor nome tipo 1 faz * Empréstimo/Devolução data do empréstimo situação corresponde a 0..1 refere-se a > 1 Bibliotecaria nome registra 1 * 1 Livro titulo autor ano ISBN editora tipo LinhaDoEmpréstimo data_prevista_devolução data_entrega_real 1 1..* refere-se a 1 possui * CopiaDoLivro nro sequencial situacao liberadoparaemprestimo 1 41

42 Exemplo do Contrato para encerrarempréstimo() Operação: encerrarempréstimo() Referências Cruzadas: Caso de Uso: Emprestar Livro Pré-Condições: um leitor apto a emprestar livros já foi identificado; pelo menos um livro já foi identificado e está disponível para ser emprestado. Pós-Condições: um novo empréstimo foi registrado; o novo empréstimo foi relacionado ao leitor já identificado na operação iniciar o empréstimo ; a situação dos livros emprestados foi alterada para emprestado.

43 Como fazer um contrato: Relacionamento entre artefatos Caso de Uso: Comprar Itens Este caso de uso começa... Casos de Uso Comprar Itens versão 1 Caixa entraritem(cup, quantidade) terminarvenda() :Sistema Sistema registrarpagamento(quantia) Diagrama de Sequência do sistema Operação: entraritem... Pós-condições... Contratos Operação: terminarvenda... Pós-condições:... entraritem() terminarvenda() registrarpagamento() Operações de sistema

44 Como fazer um contrato Identifique as operações do sistema a partir dos diagramas de sequência do sistema. Para cada operação do sistema, construa um contrato. Comece escrevendo a seção Responsabilidade, descrevendo informalmente a finalidade (objetivo) da operação.

45 Como fazer um contrato (cont.) Complete a seção Pós-condições, descrevendo de forma declarativa as mudanças de estado que ocorrem aos objetos do modelo conceitual. Para descrever as pós-condições, use as seguintes categorias de mudança de estados de conceitos (futuros objetos) Criação e exclusão/destruição de instâncias. Modificação de atributos. Associações formadas e/ou associações desfeitas.

46 Pós-condições Deve ser usadas categorias de mudanças de estado. Deve ser declarativa e orientada a mudanças de estado e não orientada a ações. Por isso, usar o verbo no passado. Ex. Usar uma Venda foi criada, ao invés de criar uma Venda As cláusulas das pós-condições estão associadas ao modelo conceitual. Ao escrevê-las você pode notar erros ou omissões no modelo conceitual.

47 Pós-condições: quão completas devem ser? Não é provável, e mesmo necessário, criar um conjunto de pós-condições completo na fase de análise. Alguns detalhes serão descobertos durante a fase de projeto. Isto segue o espírito do desenvolvimento iterativo.

48 Estudo de Caso: Sistema Terminal de Ponto de Vendas Criação dos contratos das operações: EntrarItem(CUP,quantidade) TerminarVenda() RegistrarPagamento(quantia)

49 TPV: Relacionamento entre os artefatos gerados Caso de Uso: Comprar Itens Este caso de uso começa... Casos de Uso Comprar Itens versão 1 Caixa entraritem(cup, quantidade) terminarvenda() :Sistema Sistema registrarpagamento(quantia) Diagrama de Sequência do sistema entraritem() terminarvenda() registrarpagamento() Operação: entraritem... Pós-condições... Operação: terminarvenda... Pós-condições:... Contratos Operação: registrarpagamento... Pós-condições:... Operações de sistema

50 CONTRATO Nome: entraritem(cup :número, quantidade:inteiro) Responsabilidade: Entrar(registrar) a venda de um item e acrescentá-lo à venda. Exibir a descrição e o preço do item. Tipo: Sistema Referências cruzadas: Funções do sistema: R1.1, R1.3,R1.9 Caso de Uso: Comprar Itens Notas: Use acesso super-rápido ao banco de dados Exceções: Se o CUP não for válido, indique o erro. c.i. = criação de Saída: Pré-condições: O CUP existe (é conhecido do sistema) Pós-condições: Se for uma nova venda, uma Venda foi Criada (c.i.) Se for uma nova venda, a nova Venda foi associada ao TPV (f.a) Uma LinhadeItemdeVenda foi criada (c.i) A LinhadeItemdeVenda foi associada à Venda (f.a) LinhadeItemdeVenda.quantidade recebeu o valor de quantidade (m.a) A LinhadeItemdeVenda foi associada a um(a) (Especificação de) Produto, com base no CUP (f.a) instância f.a = formada uma associação m.a = modificação de atributo

51 * Modelo conceitual para o domínio do TPV * LinhadeItemdeVenda quantidade Contido-em Paga-por Venda data tempo 1 Pagamento quantia * 1 1 Iniciada-por Registra-Dados-da v Cliente Registra-venda-de Catálogo de Produtos Usado-por Capturada-em 1 Descritos-por 1 * 1 Loja endereço nome Possui 1 TPV 1..* * Contém 1..* Estoca Iniciado por 1 1 < Registra-Vendas-do * 1 Especificação de Produto descrição preço CUP * Descreve Item Gerente Caixa 1 1

52 CONTRATO Nome: terminarvenda() Responsabilidades: Registrar que é o fim da entrada de itens de Venda e exibir o total da venda. Tipo: Sistema Refs cruzadas: Função do sistema: R1.2 Notas: Exceções: Caso de Uso: Comprar Itens Se uma venda não está em andamento, indicar o erro. Saída: Pré-condições: Uma venda deve ter sido iniciada Pós-condições: Venda.estáCompleta recebeu o valor true (ma)

53 Mudanças no modelo conceitual Existe um atributo sugerido no contrato de terminarvenda que não aparece no modelo conceitual. Venda estácompleta:booleano data hora

54 CONTRATO Nome: registrarpagamento(quantia:quantidade) Responsabilidades: Registrar o pagamento, calcular o troco e imprimir o recibo. Tipo: Sistema Refs cruzadas: Função do sistema: R2.1 Caso de Uso: Comprar Itens Notas: Exceções: Se a venda não está completa, indicar um erro. Se a quantia for menor que o total da venda, indicar um erro. Saída: / Pré-condições: Pós-condições: Um Pagamento foi criado (ci) Pagamento.quantiaFornecida recebeu o valor de quantia (ma) O Pagamento foi associado à Venda (fa) A Venda foi associada à Loja, para acrescentá-la ao registro histórico de vendas completadas (fa) c.i. = criação de instância f.a = formada uma associação m.a = modificação de atributo

55 CONTRATO Nome: Iniciar Responsabilidades: Iniciar o sistema. Tipo: Sistema Refs cruzadas: Notas: Exceções: Saída: Pré-condições: Pós-condições: Uma Loja, TPV, CatálogodeProdutos e (Especificaçãode)Produto foram criadas (ci) c.i. = criação de instância f.a = formada uma associação m.a = modificação de atributo CatálogodeProdutos foi associado a EspecificaçãodeProduto (fa) Loja foi associada a CatálogodeProdutos (fa) Loja foi associada a TPV (fa) TPV foi associado a Gerente (fa)

56 Próximo Tópico Refinar Plano Sincronizar artefatos Analisar Projetar Construir Testar 1. Definir Casos de Uso Reais 2. Refinar a arquitetura do sistema 4. Definir Diagramas de Classes de Projeto 3. Definir diagramas de interação 5. Definir o Esquema Do Banco de Dados

Visibilidade e Diagrama de Classe de Projeto Estudo de Caso Sistema TPV

Visibilidade e Diagrama de Classe de Projeto Estudo de Caso Sistema TPV UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Visibilidade e Diagrama de Classe de Projeto Estudo de Caso Sistema

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Prof. M.Sc. Ronaldo C. de Oliveira ronaldooliveira@facom.ufu.br FACOM - 2011 UML Linguagem Unificada de Modelagem Análise Orientada a Objetos com UML Análise Orientada a Objetos com UML Diagrama de Caso

Leia mais

Modelo conceitual Aula 08

Modelo conceitual Aula 08 Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Sistemas de Informação - CPCX Modelo conceitual Aula 08 Prof. Fernando Maia da Mota Slides gentilmente cedidos por Profa. Dra. Maria Istela Cagnin Machado UFMS/FACOM

Leia mais

Concepção e Elaboração

Concepção e Elaboração UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Análise e Projeto Orientado a Objetos Concepção e Elaboração Estudo

Leia mais

Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IX Modelo Conceitual do Sistema (Modelo de Domínio) Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN

Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IX Modelo Conceitual do Sistema (Modelo de Domínio) Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IX Modelo Conceitual do Sistema (Modelo de Domínio) Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução Análise de domínio Descoberta das informações que são gerenciadas

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Roteiro Introdução Descrição: Sistema de Ponto de Vendas Casos de Usos Atores Fluxo de Eventos Cenários Formato de Documentação de Casos de Uso Diagramas de Casos de

Leia mais

Curso de Licenciatura em Informática

Curso de Licenciatura em Informática Curso de Licenciatura em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita EXERCÍCIOS SOBRE MODELAGEM DE CASOS DE USO Exercício 1: construa um Diagrama de Casos de

Leia mais

Resolução da lista de exercícios de casos de uso

Resolução da lista de exercícios de casos de uso Resolução da lista de exercícios de casos de uso 1. Explique quando são criados e utilizados os diagramas de casos de uso no processo de desenvolvimento incremental e iterativo. Na fase de concepção se

Leia mais

Guia para elaboração do Modelo de Domínio Metodologia Celepar

Guia para elaboração do Modelo de Domínio Metodologia Celepar Guia para elaboração do Modelo de Domínio Metodologia Celepar Agosto 2009 Sumário de Informações do Documento Documento: guiamodelagemclassesdominio.odt Número de páginas: 20 Versão Data Mudanças Autor

Leia mais

Casos de Uso O que é. Casos de Uso. Objetivos de um Caso de Uso. Atores. Atores e Casos de Uso. Diagramas de Caso de Uso

Casos de Uso O que é. Casos de Uso. Objetivos de um Caso de Uso. Atores. Atores e Casos de Uso. Diagramas de Caso de Uso Casos de Uso O que é Casos de Uso Descrições narrativas de processos do domínio da aplicação Documentam a seqüência de eventos de um ator (um agente externo) usando o sistema para completar, do início

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 05 Material preparado por Fernanda Madeiral Delfim Tópicos Aula 5 Contextualização UML Astah

Leia mais

2 Diagrama de Caso de Uso

2 Diagrama de Caso de Uso Unified Modeling Language (UML) Universidade Federal do Maranhão UFMA Pós Graduação de Engenharia de Eletricidade Grupo de Computação Assunto: Diagrama de Caso de Uso (Use Case) Autoria:Aristófanes Corrêa

Leia mais

Diagramas de Sequência do Sistema e Contratos de Operações. SSC-121 Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2º semestre de 2012

Diagramas de Sequência do Sistema e Contratos de Operações. SSC-121 Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2º semestre de 2012 Diagramas de Sequência do Sistema e Contratos de Operações SSC-121 Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2º semestre de 2012 1 O que já foi visto até agora Casos de Uso Completo Abstrato

Leia mais

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Histórico Diversas metodologias e métodos surgiram para apoiar OO. Evolução a partir de linguagens C++ e SmallTalk. Anos 80 Anos 80-90: diversidade de autores.

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso

Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Casos de Uso Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Booch, G. et al. The Unified Modeling Language User Guide Medeiros,

Leia mais

Engenharia de Software III

Engenharia de Software III Engenharia de Software III Casos de uso http://dl.dropbox.com/u/3025380/es3/aula6.pdf (flavio.ceci@unisul.br) 09/09/2010 O que são casos de uso? Um caso de uso procura documentar as ações necessárias,

Leia mais

Requisitos de Software

Requisitos de Software Requisitos de Software Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 6 Slide 1 Objetivos Apresentar os conceitos de requisitos de usuário e de sistema Descrever requisitos funcionais

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE CASOS DE USO

ESPECIFICAÇÕES DE CASOS DE USO ESPECIFICAÇÕES DE CASOS DE USO CASO DE USO: INCLUIR CLIENTE Sumário: este caso de uso se inicia quando o usuário precisa incluir um cliente no sistema. Atores: Atendente Pré-condições: Documentação do

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

Modelos de Sistemas Casos de Uso

Modelos de Sistemas Casos de Uso Modelos de Sistemas Casos de Uso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Modelagem de Sistema UML Unified Modeling Language (Linguagem de Modelagem Unificada)

Leia mais

Casos de Uso - definições

Casos de Uso - definições Casos de Uso - definições Um caso de uso é uma descrição narrativa de uma seqüência de eventos que ocorre quando um ator (agente externo) usa um sistema para realizar uma tarefa [Jacobson 92] Um caso de

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

UML - Unified Modeling Language

UML - Unified Modeling Language UML - Unified Modeling Language Casos de Uso Marcio E. F. Maia Disciplina: Engenharia de Software Professora: Rossana M. C. Andrade Curso: Ciências da Computação Universidade Federal do Ceará 24 de abril

Leia mais

Análise OO. Análise. Antónia Lopes Desenvolvimento C. Objectos 09/10. Antónia Lopes

Análise OO. Análise. Antónia Lopes Desenvolvimento C. Objectos 09/10. Antónia Lopes Análise OO 36 Análise Análise é a investigação do problema Análise de Requisitos é o termo que designa a investigação das necessidades e condições que o sistema, e o projecto em geral, têm de satisfazer.

Leia mais

Casos de uso Objetivo:

Casos de uso Objetivo: Casos de uso Objetivo: Auxiliar a comunicação entre os analistas e o cliente. Descreve um cenário que mostra as funcionalidades do sistema do ponto de vista do usuário. O cliente deve ver no diagrama de

Leia mais

Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional.

Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional. Unidade 3: Modelagem de requisitos e de soluções (Parte a) 1 Casos de uso 1.1 Conceitos básicos e parâmetros de descrição Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional.

Leia mais

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Universidade Federal Rural de Pernambuco Bacharelado em Sistemas de Informação Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Docente: Rodrigo Aluna: Thays Melo de Moraes Diagramas do Projeto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 08 APRESENTAÇÃO Na aula de hoje vamos apresentar e discutir como definir

Leia mais

Especificação de Caso de Uso

Especificação de Caso de Uso Versão: 1.1 Especificação de Caso de Uso UCCITES015 Versão: 1.1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 27/08/2008 0.1 Criação do documento. Ana Ornelas 02/09/2008 0.2 Atualização de alguns termos

Leia mais

O Processo Unificado: Captura de requisitos

O Processo Unificado: Captura de requisitos O Processo Unificado: Captura de requisitos Itana Gimenes Graduação em Informática 2008 Captura de Requisitos Modelagem do negócio: Visão de negócios Modelo de objetos de negócio de negócio Especificação

Leia mais

ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Análise Descrição do problema a ser implementado Descrição dos objetos e classes que fazem parte do problema, Descrição

Leia mais

Especificação de Requisitos

Especificação de Requisitos Projeto/Versão: Versão 11.80 Melhoria Requisito/Módulo: 000552 / Conector Sub-Requisito/Função: Multas Tarefa/Chamado: 01.08.01 País: Brasil Data Especificação: 13/05/13 Rotinas Envolvidas Rotina Tipo

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso! Um modelo funcional

Modelagem de Casos de Uso! Um modelo funcional Modelagem de Casos de Uso Diagrama de Casos de Uso Especificação de Cenários! Um modelo funcional! Mostra como os valores são processados, sem preocupações com:! ordenamento (seqüência) das ações;! as

Leia mais

Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema

Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema Objetivos da aula: Aprender os elementos básicos da modelagem por casos de uso Utilizar as associações entre casos de uso, atores e demais artefatos Compreender

Leia mais

Exercícios Diagrama de Casos de Uso. Disciplina: Engenharia de Requisitos

Exercícios Diagrama de Casos de Uso. Disciplina: Engenharia de Requisitos Exercícios Diagrama de Casos de Uso Disciplina: Engenharia de Requisitos Gilmar Luiz de Borba 2010-1 Página: 1 1. CASO DE USO CONTROLE DE PROVAS OBJETIVO: Construir um diagrama de caso de uso simples.

Leia mais

Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil

Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil UFCG Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil Arthur Silva Freire Caio César Meira Paes Carlos Artur Nascimento Vieira Matheus de Araújo Maciel Tiago Brasileiro Araújo Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 20 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 20 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 20 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 10 de Dezembro de 2013. Revisão aula anterior Modelo de classes Modelo de estado Modelo de iteração Modelo

Leia mais

Guia de Modelagem de Casos de Uso

Guia de Modelagem de Casos de Uso Guia de Modelagem de Casos de Uso Sistema de e-commerce de Ações Versão 1.1 1 Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor 13 de Setembro de 2008 1.0 Criação do documento Antonio Marques 28 de Setembro

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca Diagrama de Caso de Uso Biblioteca Caso de Uso -Reservar Livro Objetivo: Este caso de uso possibilita a um usuário da biblioteca fazer a reserva de um livro. Esta reserva é efetuada diretamente pelo Usuário

Leia mais

UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração

UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração Ricardo Argenton Ramos Engenharia de Software II 2013.1 Um Exercício Como você pode representar? Uma casa de 2 andares, 4 quartos, 2 banheiros,

Leia mais

Especificação de Caso de Uso

Especificação de Caso de Uso Versão: 1.1 Especificação de Caso de Uso UCCITES04 Versão: 1.1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 03/09/2008 0.1 Criação do documento. Ana Ornelas 09/09/2008 0.2 Atualização gerais no documento.

Leia mais

A Linguagem de Modelagem Unificada (UML)

A Linguagem de Modelagem Unificada (UML) Aécio Costa A Linguagem de Modelagem Unificada (UML) Percebeu-se a necessidade de um padrão para a modelagem de sistemas, que fosse aceito e utilizado amplamente. Surge a UML (Unified Modeling Language)

Leia mais

MODELAGEM DE SISTEMAS

MODELAGEM DE SISTEMAS MODELAGEM DE SISTEMAS Diagramas de Casos de Uso Profa. Rosemary Melo Diagrama de Casos de Uso Modelagem de Sistemas Apresenta uma visão externa geral das funções ou serviços que o sistema deverá oferecer

Leia mais

Modelagem do Processo de Negócio

Modelagem do Processo de Negócio Análise e Projeto 1 Modelagem do Processo de Negócio Modelos de processos de negócios descrevem as diferentes atividades que, quando combinados, oferecem suporte a um processo de negócio. Processos de

Leia mais

Uma visão mais clara da UML Sumário

Uma visão mais clara da UML Sumário Uma visão mais clara da UML Sumário 1 Método...2 2 Análise de requisitos...2 2.1 Diagramas de Casos de Uso...3 2.1.1 Ator...3 2.1.2 Casos de Uso (Use Case)...4 2.1.3 Cenário...4 2.1.4 Relacionamentos...6

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

ProcessoUnificado: Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA

ProcessoUnificado: Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA ProcessoUnificado: Elaboração Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA ResultadodaConcepção Um seminário curto de requisitos; A maioria dos atores, objetivos e casos de uso nomeados; A maioria dos casos de

Leia mais

CASO DE USO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

CASO DE USO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com CASO DE USO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Caso de Uso Descreve o modelo funcional (comportamento) do sistema Técnica de especificaçao de requisitos Especifica um serviço que o sistema

Leia mais

Análise Orientada a Objetos Modelagem Requisitos usando Casos de Uso

Análise Orientada a Objetos Modelagem Requisitos usando Casos de Uso Análise Orientada a Objetos Modelagem Requisitos usando Casos de Uso Não diga pouco em muitas palavras, mas sim, muito em poucas. Pitágoras Especificação e Modelagem de Requisitos Regras de Negócio Glossário

Leia mais

09/09/2013. Roteiro. Aula 2 Revisão 2:Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Biblioteca. Atributos

09/09/2013. Roteiro. Aula 2 Revisão 2:Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Biblioteca. Atributos Aula 2 Revisão 2:Diagrama de Sequência UML Roteiro Diagrama Sequência Mostra: a evolução de uma dada situação em determinado momento do software uma dada colaboração entre duas ou mais classes a interação

Leia mais

UML & Padrões Aula 3. UML e Padrões - Profª Kelly Christine C. Silva

UML & Padrões Aula 3. UML e Padrões - Profª Kelly Christine C. Silva UML & Padrões Aula 3 UML e Padrões - Profª Kelly Christine C. Silva 1 UML & Padrões Aula 3 Diagrama de Casos de Uso Profª Kelly Christine C. Silva O que vamos tratar: Modelos de Caso de Uso Diagrama de

Leia mais

Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas. Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes

Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas. Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes Versão do documento: 1.4 Data de atualização: 04 de Fevereiro de 2012 Histórico

Leia mais

UML 2.0 Diagrama de casos de uso

UML 2.0 Diagrama de casos de uso Definição UML 2.0 Diagrama de casos de uso Prof. Cesar Augusto Tacla Comunicação entre clientes, usuários e desenvolvedores Funcionalidades oferecidas pelo sistema Exemplo Elementos do diagrama Atores

Leia mais

Documento de Casos de Uso. MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho

Documento de Casos de Uso. MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho Documento de Casos de Uso MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho 1. Índice 2. Introdução 3 3. Descrição dos atores 3 4. Diagrama de caso de uso 4 5. 5.1 5.2

Leia mais

Casos de Uso. Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software

Casos de Uso. Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software Um caso de uso descreve o que seu sistema faz para atingir determinado objetivo

Leia mais

Modelagem OO com UML. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza

Modelagem OO com UML. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Modelagem OO com UML Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Modelos Maneira

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Aula 02 Análise e Projeto OO Edirlei Soares de Lima Análise A análise modela o problema e consiste das atividades necessárias para entender

Leia mais

Especificação de Caso de Uso

Especificação de Caso de Uso Versão: 1.0 Especificação de Caso de Uso UCCITES018 Versão: 1.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 13/08/2013 1.0 Criação do documento. Naiana Lima Celso Normal.dotmNormal.dotmNormal.dotmDocumento1

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica

Pontifícia Universidade Católica Pontifícia Universidade Católica Curso de Professor Rodrigues Neto Trabalho de Modelagem 2003.3 Turma A (Centro) Gerenciamento das Atividades da Pet Shop Boys Grupo: Evaldo Porto evaldoporto@ig.com.br

Leia mais

Modelo de interações no processo de desenvolvimento

Modelo de interações no processo de desenvolvimento Modelo de interações no processo de desenvolvimento Modelo de interações no processo de desenvolvimento Em um processo incremental e iterativo, os modelos evoluem em conjunto. Embora estes modelos representem

Leia mais

Engenharia de Software. Análise Essencial

Engenharia de Software. Análise Essencial Engenharia de Software Análise Essencial 1 Evolução dos métodos de análise de sistemas Métodos Análise Tradicional Análise Estruturada Abordagens Funcional Funcional Dados Ferramentas Textos fluxuogramas

Leia mais

TRABALHO DE DIPLOMAÇÃO Regime Modular ORIENTAÇÕES SOBRE O ROTEIRO DO PROJETO FINAL DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

TRABALHO DE DIPLOMAÇÃO Regime Modular ORIENTAÇÕES SOBRE O ROTEIRO DO PROJETO FINAL DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES TRABALHO DE DIPLOMAÇÃO Regime Modular ORIENTAÇÕES SOBRE O ROTEIRO DO PROJETO FINAL DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES [Observação: O template a seguir é utilizado como roteiro para projeto de sistemas orientado

Leia mais

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27 1. Objetivos do curso 2 Introdução 2 Funções do Sistema: 2 Da Comunicação Interna: 3 o Enviadas: 3 o Recebidas: 3 o Com Cópia Pessoal: 3 Ofícios 4 o Enviados: 4 o Recebidas com Cópia: 5 Contatos Externos:

Leia mais

Especificação de Caso de Uso

Especificação de Caso de Uso Versão: 1.1 Especificação de Caso de Uso UCCITES03 Versão: 1.1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 06/10/2008 0.1 Criação do documento. Soraya Silva 08/10/2008 0.2 Ajuste na formatação do

Leia mais

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2007 Slide 1 Engenharia de Requisitos Exemplo 1 Reserva de Hotel 1. INTRODUÇÃO Este

Leia mais

PROJETO: PRODUTO 3 RELATÓRIO PARCIAL DO DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES

PROJETO: PRODUTO 3 RELATÓRIO PARCIAL DO DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES Nome da Empresa: DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SÓCIO-ECONÔMICOS (DIEESE) PROJETO: PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BRA/IICA/03/005 PARTICIPAÇÃO SOCIAL NÚMERO DO CONTRATO: 205037 TEMA:

Leia mais

QUESTÃO 01 - DIAGRAMA DE SEQUENCIA (CONCEITOS)

QUESTÃO 01 - DIAGRAMA DE SEQUENCIA (CONCEITOS) Campus Cachoeiro de Itapemirim Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Curso Técnico em Informática Professor: Rafael Vargas Mesquita Bimestre 02 - Avaliação 03 - Assunto: Diagrama de Sequência Aluno:

Leia mais

Controle do Arquivo Técnico

Controle do Arquivo Técnico Controle do Arquivo Técnico Os documentos existentes de forma física (papel) no escritório devem ser guardados em pastas (normalmente pastas suspensas) localizadas no Arquivo Técnico. Este Arquivo pode

Leia mais

Feature-Driven Development

Feature-Driven Development FDD Feature-Driven Development Descrição dos Processos Requisitos Concepção e Planejamento Mais forma que conteúdo Desenvolver um Modelo Abrangente Construir a Lista de Features Planejar por

Leia mais

Introdução! 1. Modelos de Domínio! 1. Identificação de classes conceituais! 2. Estratégia para identificar classes conceituais! 2

Introdução! 1. Modelos de Domínio! 1. Identificação de classes conceituais! 2. Estratégia para identificar classes conceituais! 2 Modelo de domínio Introdução! 1 Modelos de Domínio! 1 Identificação de classes conceituais! 2 Estratégia para identificar classes conceituais! 2 Passos para a elaboração do modelo de domínio! 2 Passo 1

Leia mais

Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático

Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Notas de Aula Ulrich Schiel Notas de Aula Ariadne

Leia mais

Modelos de Sistemas Casos de Uso

Modelos de Sistemas Casos de Uso Modelos de Sistemas Casos de Uso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Casos de Uso Objetivos Principais dos Casos de Uso: Delimitação do contexto de

Leia mais

Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor

Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor Sistema de Gerenciamento de Loja - SIGEL Documento de Visão Versão 1.0.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 13/01/2011 0.1 Versão preliminar do levantamento de requisitos funcionais e não

Leia mais

DIAGRAMA DE CASO DE USO

DIAGRAMA DE CASO DE USO Simulador de uma casa bancária: que faz empréstimo para aposentados, pensionistas e funcionários públicos. Onde deve-se calcular a margem de consignação, o valor das parcelas de cada empréstimo e o valor

Leia mais

Análise do Sistema Casos de Uso

Análise do Sistema Casos de Uso As Fases do PU 1 Análise do Sistema Casos de Uso Casos de Uso Completo Abstrato Diagrama de Casos de Uso Emprestar Livro Ator Principal: Atendente Interessados e Interesses: Caso de Uso: Emprestar Livro

Leia mais

Diagramas de Casos de Uso

Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Casos de Uso Não diga pouco em muitas palavras, mas sim, muito em poucas. Pitágoras Casos de uso O modelo de casos de uso modela os requisitos funcionais do sistema. É uma técnica de modelagem

Leia mais

Millennium ECO 2.0 (beta)

Millennium ECO 2.0 (beta) MILLENNIUM NETWORK Millennium ECO 2.0 (beta) Documentação Técnica (draft) 10/2013 Este documento contém as instruções para a utilização da biblioteca Millenium_Eco que se presta à comunicação de aplicativos

Leia mais

Guia de Especificação de Caso de Uso Metodologia CELEPAR

Guia de Especificação de Caso de Uso Metodologia CELEPAR Guia de Especificação de Caso de Uso Metodologia CELEPAR Agosto 2009 Sumário de Informações do Documento Documento: guiaespecificacaocasouso.odt Número de páginas: 10 Versão Data Mudanças Autor 1.0 09/10/2007

Leia mais

Circulação de Materiais

Circulação de Materiais Circulação de Materiais Manual APC Manual PER-MAN-001 Circulação de Materiais Sumário 1. EMPRÉSTIMO/DEVOLUÇÃO/DÉBITOS/RENOVAÇÃO... 1-1 1.1 1.2 EMPRÉSTIMO... 1-3 DEVOLUÇÃO... 1-7 1.3 DÉBITOS... 1-10 1.4

Leia mais

O Processo de Engenharia de Requisitos

O Processo de Engenharia de Requisitos UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA O Processo de Engenharia de Requisitos Engenharia de Software 2o.

Leia mais

Sumário. Uma visão mais clara da UML

Sumário. Uma visão mais clara da UML Instituto Federal de Santa Catarina Câmpus Chapecó Ensino Médio Integrado em Informática Módulo V Unidade Curricular: Engenharia de Software Professora: Lara P. Z. B. Oberderfer Uma visão mais clara da

Leia mais

Engenharia de Software Folha 1 - UML - Casos de Uso/Utilização DI-UBI

Engenharia de Software Folha 1 - UML - Casos de Uso/Utilização DI-UBI 1. Considere o diagrama de casos de uso/utilização para um controlo remoto de TV, o qual garante que inclui todas as funções do controlo remoto como casos de uso/utilização do seu modelo. 2. Descreva textualmente

Leia mais

Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1

Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1 Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1 Prof. Gustavo Willam Pereira ENG10082 Programação II Créditos: Prof. Clayton Vieira Fraga Filho Apesar de todas as vantagens que

Leia mais

Felipe Denis M. de Oliveira. Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet)

Felipe Denis M. de Oliveira. Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet) UML Felipe Denis M. de Oliveira Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet) 1 Programação O que é UML? Por quê UML? Benefícios Diagramas Use Case Class State Interaction Sequence Collaboration Activity Physical

Leia mais

Modelagem de Software

Modelagem de Software Modelagem de Software Engenharia de Software Rosana T. Vaccare Braga Material adaptado a partir de material da Profa. Simone Senger Souza ICMC/USP São Carlos Modelagem Construção de modelos abstratos Auxílio

Leia mais

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Elaborado por SIGA-EPT Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Versão Dezembro - 2009 Sumário 1 Introdução 5 1.1 Entrando no sistema e repassando as opções................... 5 1.2 Administração......................................

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

Uma visão mais clara da UML Sumário

Uma visão mais clara da UML Sumário Uma visão mais clara da UML Sumário 1 Definição de Objeto...2 2 Estereótipos...3 2.1 Classe fronteira (boundary):...3 2.2 Classe de Entidade (entity):...3 2.3 Classe de Controle (control):...4 3 Interação

Leia mais

IF-718 Análise e Projeto de Sistemas

IF-718 Análise e Projeto de Sistemas Centro de Informática - Universidade Federal de Pernambuco Especificação de Requisitos do Software Sistema de Gerenciamento de Restaurantes IF-718 Análise e Projeto de Sistemas Equipe: Jacinto Filipe -

Leia mais

Casos de Uso. Viviane Torres da Silva viviane.silva@ic.uff.br. http://www.ic.uff.br/~viviane.silva/2012.1/es1

Casos de Uso. Viviane Torres da Silva viviane.silva@ic.uff.br. http://www.ic.uff.br/~viviane.silva/2012.1/es1 Casos de Uso Viviane Torres da Silva viviane.silva@ic.uff.br http://www.ic.uff.br/~viviane.silva/2012.1/es1 O que é? Uma técnica para capturar requisitos funcionais Descreve o sistema sob a perspectiva

Leia mais

Modelode Domínio: Identificando. Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA

Modelode Domínio: Identificando. Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA Modelode Domínio: Identificando Conceitose Relacionamentos Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA Identificaçãode Conceitos Segue os seguintes princípios: Forma incremental É reavaliado e incrementado a

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components

Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components Cecília Mary Fischer Rubira Patrick Henrique da Silva Brito Instituto de Computação (IC) Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) INF064

Leia mais