Itália - FASCISMO /43

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Itália - FASCISMO /43"

Transcrição

1 Itália - FASCISMO /43 Benito Mussolini, o Duce Símbolo do Partido Nacional Fascista

2 Antecedentes Após a 1ª Guerra Mundial, a Itália passa por uma grave: Crise económica, caracterizada pela desvalorização da moeda, pela subida acentuada dos preços e pelo aparecimento de um elevado número de desempregados (foram desmobilizados 2 milhões de soldados). Agitação social, marcada por inúmeras greves, por tumultos, manifestações e ocupações de fábricas e de propriedades agrícolas pelos trabalhadores. A Itália sentia que tinha sido traída pelos Aliados, porque as suas ambições de alargamento do território não tinham sido totalmente satisfeitas no tratado de Versalhes. Em 1921, surge o Partido Nacional Fascista, que actuava com extrema violência (através dos camisas negras), culpava os partidos de esquerda da situação em que o país se encontrava e defendia um governo forte que restabelecesse a ordem e o prestígio do país. Recebeu o apoio da Burguesia, dos proprietários agrícolas e da Classe Media. Nas eleições de 1921, o PNF elegeu 35 deputados.

3 A tomada do poder 28 de Outubro de 1922 Mussolini, liderando milhares de camisas negras, dirige-se para Roma ( marcha sobre Roma ), exigindo a formação de um novo governo. Mussolini participando na marcha sobre Roma O rei Vitor Manuel III, temendo o início de uma guerra civil, convida Mussolini para formar governo. Em 1924, o Partido Nacional Fascista ganha as eleições, através de fraudes, intimidações e violência. A partir de então é estabelecida um regime autoritário. Vitor Manuel III

4 A ditadura fascista - características 1ª - Totalitarismo: os poderes executivo e legislativo estavam concentrados no chefe de governo, o Duce; o Estado controlava tudo, desde a economia à formação da juventude; Para o fascista, tudo está no Estado, nada de humano ou espiritual existe fora do Estado. Nesse sentido, o fascismo é totalitário e o Estado fascista, síntese e unidade de todo o valor, interpreta, desenvolve e dá potência à vida integral de um povo. Nem agrupamentos (partidos políticos, associações, sindicatos), nem indivíduos fora do Estado. Mussolini, A Doutrina do Fascismo, 1930 in, Vários, Temas de História 12, v.1, Porto Editora, p. 244.

5 O Estado controla a economiapara tornar a Itália numa grande potência económica e colonial, Mussolini: - procurou que o país atingisse a autarcia, pelo que tomou medidas para o aumento da produção agrícola (a batalha do trigo ) e industrial (do aço e construção naval); - procurou proteger a produção nacional (aumentando as taxas alfandegárias que recaiam sobre as importações); - procurou combater o desemprego através de um programa de obras públicas;

6 Controlo da juventude: para formar o bom fascista, os jovens italianos participavam em organizações juvenis paramilitares, onde lhes era dada formação física, militar e doutrinária, de maneira a que estivessem preparados para defender o regime e para ser obedientes e disciplinados. Filhos da Loba a partir dos 4 anos Balillas 8 aos 14 anos Vanguardistas 14 aos 18 Jovens Fascistas a partir dos 18 anos

7 2ª - antidemocrática, autoritária e repressiva: todos os partidos políticos foram proibidos, excepto o PNF, foi criada uma polícia política (OVRA), foi estabelecida a censura (de modo a que a imprensa e o cinema sirvam os interesses do regime) e as liberdades fundamentais passaram a ser desrespeitadas;

8 3ª Culto do Chefe: o Chefe, o Duce, considerado um homem excepcional, a quem se devia prestar obediência cega e seguir sem hesitações. Com as suas poses teatrais e discursos inflamados, em grandes manifestações públicas, Mussolini provocava o histerismo colectivo.

9 4ª - Corporativismo: foram proibidos todos os sindicatos, substituídos pelas corporações, e foi proibida a greve. 5ª - Nacionalismo: o regime considerava que os interesses da Nação estavam acima de tudo (na educação valorizam-se os grandes momentos da História Nacional e os grandes feitos do povo, nomeadamente o passado imperial romano). Cartaz de propaganda com a Loba do mito da fundação de Roma. Águia Romana, símbolo do império em cartaz de propaganda. 6ª - Imperialismo: visando restabelecer o passado gloriosos e dominador, a Itália Fascista conquistou a Etiópia (África) e interferiu nos problemas europeus, participando na Guerra Civil Espanhola (1936/39), aliouse a Hitler e mais tarde participou na 2ª Guerra Mundial.

Ciências Humanas História. Totalitarismos ou Regimes Autoritários

Ciências Humanas História. Totalitarismos ou Regimes Autoritários Ciências Humanas História Totalitarismos ou Regimes Autoritários Relembrando Professor Evandro R. Saracino ersaracino@gmail.com Facebook.com/ersaracino Facebook.com/errsaracino Estude o MESMO conteúdo

Leia mais

CONCEITO DE TOTALITARISMO

CONCEITO DE TOTALITARISMO CONCEITO DE TOTALITARISMO Totalitarismo: tipo de Estado, difundido na Europa entre as duas grandes guerras mundiais, que exerce um enorme controle sobre todas as atividades sociais, econômicas, políticas,

Leia mais

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa Os regimes totalitaristas Professor Gustavo Pessoa O NAZIFASCISMO tipo de governo característico de alguns países no período entre guerras (1918 1939). ONDE? CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: Principalmente ITA,

Leia mais

LIBERALISMO. defende o indivíduo

LIBERALISMO. defende o indivíduo 2.1.1. As opções totalitárias - Itália, Alemanha, URSS, Portugal, Espanha - Fascismos [extrema-direita]: fascismo italiano, nazismo alemão - Características: 1. Antiliberal LIBERALISMO defende o indivíduo

Leia mais

Regimes Totalitários. Nazifascismo

Regimes Totalitários. Nazifascismo Regimes Totalitários Nazifascismo 1918-1939 http://historiaonline.com.br CONTEXTO Humilhação imposta à Alemanha e à Itália 1ª Guerra Mundial (Tratado de Versalhes), Sentimento nacionalista = revanchismo,

Leia mais

A PROSPERIDADE DOS EUA NOS ANOS 20

A PROSPERIDADE DOS EUA NOS ANOS 20 CRISE DE 1929: Ao final da Primeira Guerra, a indústria dos EUA era responsável por quase 50% da produção mundial. O país criou um novo estilo de vida: o american way of life. Esse estilo de vida caracterizavase

Leia mais

ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PROF.º OTTO TERRA

ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PROF.º OTTO TERRA ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PASSO DEL BRENNERO ITÁLIA: O SURGIMENTO DO FASCISMO Contexto da Itália pós 1ª Guerra: PASSO DEL TRIESTE PORTO DE FIÚME - A Itália

Leia mais

05 - PERÍODO ENTREGUERRAS: REGIMES TOTALITÁRIOS

05 - PERÍODO ENTREGUERRAS: REGIMES TOTALITÁRIOS 05 - PERÍODO ENTREGUERRAS: REGIMES TOTALITÁRIOS Consequências da Grande Guerra (1914-1918) Perda de muitas vidas e destruição de famílias Grave crise econômica e diminuição territorial para os derrotados

Leia mais

Regimes totalitários

Regimes totalitários Regimes totalitários TOTALITARISMO Regime Político em que o Estado é mais importante que o indivíduo, o cidadão. Em nome dos interesses do Estado, os governantes passam a controlar, de forma absoluta,

Leia mais

Regimes ditatoriais na Europa

Regimes ditatoriais na Europa Ano Lectivo 2010/2011 HISTÓRIA 12º Ano Escola Secundária/3 da Rainha Santa Isabel de Estremoz Apresentação nº 1 Regimes ditatoriais na Europa Avanço da extrema-direita na Europa Professor Pedro Bandeira

Leia mais

O NACIONALISMO NA ITÁLIA

O NACIONALISMO NA ITÁLIA TOTALITARISMO NO REGIME TOTALITÁRIO TEMOS O QUE CHAMAMOS DE ESTADO TOTAL, NO QUAL TODAS AS ATIVIDADES POLÍTICAS, ECONÔMICAS, RELIGIOSAS, SOCIAIS E CULTURAIS ESTÃO SOB SUA DIREÇÃO. O ESTADO TOTALITÁRIO

Leia mais

Devido a grande crise que assolava o mundo em meados de , novas filosofias políticas começam a surgir no território europeu.

Devido a grande crise que assolava o mundo em meados de , novas filosofias políticas começam a surgir no território europeu. Cap. 6 Devido a grande crise que assolava o mundo em meados de 1929-1930, novas filosofias políticas começam a surgir no território europeu. Esses ideais políticos costumeiramente marcavam o autoritarismo

Leia mais

Génese e implantação do fascismo. e do nazismo

Génese e implantação do fascismo. e do nazismo Génese e implantação do fascismo FASCISMO: - Regime político que vigorou em Itália de 1922 a 1945 e que influenciou fortemente outros países. - Símbolo: o fascio romano. e do nazismo NAZISMO: - Regime

Leia mais

O PERÍODO ENTREGUERRAS

O PERÍODO ENTREGUERRAS O PERÍODO ENTREGUERRAS Contexto: A Primeira Guerra Mundial havia acabado e muitos fatores básicos, considerados raízes desse conflito, não haviam sido solucionados. Contexto: Alemães, italianos e espanhóis

Leia mais

História 9º ano Ficha formativa n.º

História 9º ano Ficha formativa n.º UMA CRISE À ESCALA MUNDIAL (recapitulação de matéria anterior- da ficha 6) Factores de propagação da Crise: - Rapidez do alastrar da crise - Retirada dos capitais americanos investidos na Europa (levando

Leia mais

TESTE DE AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL

TESTE DE AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Agrupamento de Escolas de Arraiolos Escola EB 2,3/S Cunha Rivara de Arraiolos Ano Lectivo 2009/2010 HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 6º Ano Teste de Avaliação nº 5 TESTE DE AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 9º História Rafael Av. Mensal 26/05/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova contém

Leia mais

Período entre as guerras ( ): A crise de 1929 e a ascensão dos regimes totalitários

Período entre as guerras ( ): A crise de 1929 e a ascensão dos regimes totalitários Período entre as guerras (1919-1939): A crise de 1929 e a ascensão dos regimes totalitários PROF. JOÃO GABRIEL DA FONSECA joaogabriel_fonseca@hotmail.com Estende-se do final da Primeira ao início da Segunda

Leia mais

II GUERRA MUNDIAL

II GUERRA MUNDIAL II GUERRA MUNDIAL 1939-1945 ASCENSÃO DOS REGIMES TOTALITÁRIOS EUROPA NO PÓS GUERRA Com o fim da Primeira Guerra Mundial, a Europa teve de enfrentar uma de suas piores crises econômicas. O uso do território

Leia mais

Estado Novo Autor: Prof. Mário Rui

Estado Novo Autor: Prof. Mário Rui 1933-1974 Autor: 1. O derrube da 1.ª República 28 de Maio de 1926 O Marechal Gomes da Costa marcha sobre Lisboa, à fente de uma coluna militar, vinda de Braga. A 1.ª República é derrubada. Instaura-se

Leia mais

Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO

Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO 1 - Introdução: A década de 1930 seria atingida por uma das maiores crises econômicas da história capitalista, a chamada Grande Depressão. A crise favoreceu a polarização

Leia mais

Após o golpe de Estado de 28 de Maio de 1926, liderado pelo General Gomes da Costa, inicia-se a Ditadura Militar. Salazar é convidado para o governo.

Após o golpe de Estado de 28 de Maio de 1926, liderado pelo General Gomes da Costa, inicia-se a Ditadura Militar. Salazar é convidado para o governo. Após o golpe de Estado de 28 de Maio de 1926, liderado pelo General Gomes da Costa, inicia-se a Ditadura Militar. Salazar é convidado para o governo. Salazar renuncia à pasta da Fazenda (Finanças), porque

Leia mais

Nazismo. Adolf Hitler

Nazismo. Adolf Hitler 1889: Nasce em Braunau (Áustria). 1914/18: Participa na 1.ª Guerra Mundial. 1919: Filia-se no Partido Alemão dos Trabalhadores (DAP). 1921: Converte o DAP no Partido Nacional-Socialista Alemão dos Trabalhadores

Leia mais

REGIMES FASCISTAS PROFESSOR ESPECIALISTA HAROLDO TRAZÍBULO JR.

REGIMES FASCISTAS PROFESSOR ESPECIALISTA HAROLDO TRAZÍBULO JR. REGIMES FASCISTAS PROFESSOR ESPECIALISTA HAROLDO TRAZÍBULO JR. REGIMES FASCISTAS - NOÇÕES GERAIS: A ORIGEM DA PALAVRA ( FASCIUM ). - O FASCISMO NA ITÁLIA, NA ALEMANHA (NAZISMO), PORTUGAL (SALAZARISMO OU

Leia mais

Exacerbação do nacionalismo italiano. Poucos ganhos territoriais no pós guerra Desejo de conquistas territoriais Situação econômica caótica

Exacerbação do nacionalismo italiano. Poucos ganhos territoriais no pós guerra Desejo de conquistas territoriais Situação econômica caótica Exacerbação do nacionalismo italiano Poucos ganhos territoriais no pós guerra Desejo de conquistas territoriais Situação econômica caótica Inflação e empréstimos Desemprego Greves crescem em 1919 1920

Leia mais

OS ESTADOS TOTALITARIOS - FASCISMO NAZISMO. Prof: R O C H A

OS ESTADOS TOTALITARIOS - FASCISMO NAZISMO. Prof: R O C H A OS ESTADOS TOTALITARIOS - FASCISMO NAZISMO Prof: R O C H A OS ESTADOS TOTALITARIOS - FASCISMO O período entre guerras (1919-1939) teve uma marca política: a tendência è radicalização. Regimes totalitários

Leia mais

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL SEGUNDA GUERRA MUNDIAL1939-1945 CAUSAS -Continuação da Primeira Guerra; *disputas imperialistas; *mesmos países controlando os mercados; *crises econômicas: empobrecimento dos trabalhadores nos anos 20

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1934

CONSTITUIÇÃO DE 1934 Vargas INTRODUÇÃO Neste livro você vai ler sobre a Era Vargas. Solicitado pela professora Valéria, da disciplina de História, escrito por Manuela Rottava, com caráter avaliativo. Tem destaque nas seguintes

Leia mais

Fonte: Acesso em 11/09/13.

Fonte:  Acesso em 11/09/13. Fascismo e Nazismo A cruz swastica é o símbolo das quatro forças sagradas que sob inumeráveis nomes e aspectos diferentes representaram um papel importante na concepção humana do Criador e da Criação,

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 9 o ano Unidade 4

Sugestões de avaliação. História 9 o ano Unidade 4 Sugestões de avaliação História 9 o ano Unidade 4 5 Nome: Data: Unidade 4 1. Leia as sentenças a seguir sobre a década de 1920 e marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. a) Os Estados Unidos

Leia mais

REVISÃO ANTECEDENTES DO CONFLITO

REVISÃO ANTECEDENTES DO CONFLITO REVISÃO ANTECEDENTES DO CONFLITO Cria-se uma Revolução na Alemanha, o Kaiser foge para Holanda -> República de Wiemar. 1919 Janeiro EUA (Woodrow Wilson) apresenta plano -14 pontos para paz: Descolonização

Leia mais

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Antecedentes Absolutismo (Czar Nicolau II). País mais atrasado da Europa. (85% pop. Rural) Ausência de liberdades individuais. Igreja Ortodoxa monopolizava o ensino

Leia mais

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio A Era do populismo Professor: Márcio Gurgel Os antecedentes da revolução de 1930 o Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, o O rompimento da república café-com-leite,

Leia mais

Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX

Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX 1. (UNESP) As unificações políticas da Alemanha e da Itália, ocorridas na segunda metade do século XIX, alteraram o equilíbrio político e social europeu.

Leia mais

Roteiro de Estudos 3ª s Séries

Roteiro de Estudos 3ª s Séries Roteiro de Estudos 3ª s Séries 2 trimestre Disciplina: História Professor: João Ricardo O que devo saber: Revolução Russa A Rússia às vésperas da revolução O ensaio geral 1905 O fim do regime czarista

Leia mais

19 HISTÓRIA 3.ºciclo do ENSINO BÁSICO 2016 alunos abrangidos pela Portaria n.º 23/2015, de 27 de fevereiro

19 HISTÓRIA 3.ºciclo do ENSINO BÁSICO 2016 alunos abrangidos pela Portaria n.º 23/2015, de 27 de fevereiro informação-prova de equivalência à frequência data: 1 2. 0 5. 2 0 16 19 HISTÓRIA 3.ºciclo do ENSINO BÁSICO 2016 alunos abrangidos pela Portaria n.º 23/2015, de 27 de fevereiro 1.O B J E T O D E A V A L

Leia mais

GABARITO DA PROVA BIMESTRAL DE HISTÓRIA 1º BIMESTRE

GABARITO DA PROVA BIMESTRAL DE HISTÓRIA 1º BIMESTRE HISTÓRIA PROF. LEANDRO 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO GABARITO DA PROVA BIMESTRAL DE HISTÓRIA 1º BIMESTRE 1. O acordo de paz imposto à Alemanha após a Primeira Guerra Mundial foi o tratado de Versalhes, assinado

Leia mais

Aula4 REGIMES TOTALITÁRIOS. Valéria Maria Santana Oliveira

Aula4 REGIMES TOTALITÁRIOS. Valéria Maria Santana Oliveira Aula4 REGIMES TOTALITÁRIOS META Apresentar as principais características dos regimes totalitários e seus exemplos mais emblemáticos na era contemporânea. OBJETIVOS Ao final da aula o(a) aluno(a) deverá:

Leia mais

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA NO SÉCULO XIX. Prof. Lincoln Marques

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA NO SÉCULO XIX. Prof. Lincoln Marques ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA NO SÉCULO XIX Prof. Lincoln Marques ORIGENS COLONIAIS INTRODUÇÃO A primeira metade do século XIX para os EUA foi marcada: pela conquista de territórios em direção ao Oceano Pacífico,

Leia mais

O Entreguerras: Nazismo e Fascismo. Profª Viviane Jordão

O Entreguerras: Nazismo e Fascismo. Profª Viviane Jordão O Entreguerras: Nazismo e Fascismo Profª Viviane Jordão Introdução O período entreguerras é uma fase da História do século XX que vai do final da Primeira Guerra Mundial até o início da Segunda Guerra

Leia mais

A segunda guerra mundial

A segunda guerra mundial A segunda guerra mundial Contexto e causas da segunda guerra mundial A Segunda Guerra Mundial compreende o período entre os anos de 1939 e 1945 no qual ocorreu o conflito armado de maior escala da história

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 3º EM História Fransergio Av. Trimestral 01/11/13 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta

Leia mais

SABADÃO CSP O PERÍODO ENTRE GUERRAS PROF. BRUNO ORNELAS

SABADÃO CSP O PERÍODO ENTRE GUERRAS PROF. BRUNO ORNELAS SABADÃO CSP O PERÍODO ENTRE GUERRAS PROF. BRUNO ORNELAS TEMAS PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL; A REVOLUÇÃO RUSSA; A CRISE DE 1929; A PRIMEIRA REPÚBLICA; O NAZIFASCISMO. ANTECEDENTES SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Leia mais

Unificação Italiana e Alemã. Prof. Leopoldo UP

Unificação Italiana e Alemã. Prof. Leopoldo UP Unificação Italiana e Alemã Prof. Leopoldo UP Antecedentes: O Congresso de Viena(1815) Tentativa frustrada de manter o Antigo Regime. A Revolução de 1830. A Revolução Industrial se espalha por várias regiões

Leia mais

2ª Guerra Mundial

2ª Guerra Mundial 2ª Guerra Mundial 1939-1945 http://historiaonline.com.br Antecedentes da Guerra Política de apaziguamento: LIGA DAS NAÇÕES Tolerância excessiva em relação às violações do Tratado de Versalhes e Saint Germain.

Leia mais

Primeiro Reinado ( )

Primeiro Reinado ( ) Primeiro Reinado (1822-1831) PROF. CRISTIANO CAMPOS CPII - HUMAITÁ II O que a Bandeira do Império pode nos informar sobre este momento da nossa história? Ordem de Cristo - herança portuguesa O rei como

Leia mais

UDESC 2016/2 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2016/2 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Questão tratou sobre movimentos que emergiram nos EUA dos anos 1960 e suas consequências na Europa e até mesmo no Brasil. I. Verdadeira. 1 II. Falsa. Os movimentos LGBT ocorreram a partir dos

Leia mais

Produção do Espaço Geográfico

Produção do Espaço Geográfico Geografia Produção do Espaço Geográfico Século XX parte 3 Prof. Diego Moreira 1) Introdução A) Aspectos Gerais Crise de 1929 Grande Depressão Keynesianismo New Deal Ascenção Nazi-fascista Era Vargas (1930/1937)

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS HISTÓRIA A - Prof. Renato Albuquerque MATRIZ DO TESTE SUMATIVO DE 13.DEZEMBRO º ANO

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS HISTÓRIA A - Prof. Renato Albuquerque MATRIZ DO TESTE SUMATIVO DE 13.DEZEMBRO º ANO HISTÓRIA A - Prof. Renato Albuquerque MATRIZ DO TESTE SUMATIVO DE 13.DEZEMBRO.2013 12.º ANO Modernismo (pp 91-111) Estalinismo (pp 142-147) Intervencionismo de estado (pp 148-155) Dimensão social e política

Leia mais

A NOSSA VIZINHA ESPANHA. Nos últimos anos a Espanha tem passado um mau. bocado, no plano financeiro, económico, político e social.

A NOSSA VIZINHA ESPANHA. Nos últimos anos a Espanha tem passado um mau. bocado, no plano financeiro, económico, político e social. A NOSSA VIZINHA ESPANHA Nos últimos anos a Espanha tem passado um mau bocado, no plano financeiro, económico, político e social. Como Portugal - embora não tenha aceite a Troika, honra lhe seja - a Grécia

Leia mais

ANTECEDENTES DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

ANTECEDENTES DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ANTECEDENTES DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ANTECEDENTES SÉCULOS XIX E XX IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO ÁREAS DOMINADAS IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO ÁREAS DOMINADAS IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO OBJETIVOS

Leia mais

Uma ditadura antiesquerdista cercada de entusiasmo popular criando uma combinação inesperada.

Uma ditadura antiesquerdista cercada de entusiasmo popular criando uma combinação inesperada. FASCISMO NAZISMO Uma ditadura antiesquerdista cercada de entusiasmo popular criando uma combinação inesperada. Inesperada por contar com o apoio da direita industrial, preocupada com a reconstrução econômica

Leia mais

Nazifascismo IDADE CONTEMPORÂNEA

Nazifascismo IDADE CONTEMPORÂNEA IDADE CONTEMPORÂNEA Nazifascismo Antes mesmo da Crise de 1929, surgiram movimentos nacionalistas, antiliberais e antissocialistas, os quais chamamos de Fascismos (ou Nazi-fascismo). Com a crise de 1929,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO Teste sumativo de História A 2º Ano Turma C Professor: Renato Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Tolerância: 0 minutos 4 páginas.fevereiro.202 Este teste

Leia mais

GRUPO I O ESTADO NOVO NO QUADRO INTERNACIONAL (DÉCADAS DE 30 A 50 DO SÉCULO XX) Este grupo baseia-se na análise dos seguintes documentos:

GRUPO I O ESTADO NOVO NO QUADRO INTERNACIONAL (DÉCADAS DE 30 A 50 DO SÉCULO XX) Este grupo baseia-se na análise dos seguintes documentos: EXAME HISTÓRIA A 1ª FASE 2009 página 1/5 GRUPO I O ESTADO NOVO NO QUADRO INTERNACIONAL (DÉCADAS DE 30 A 50 DO SÉCULO XX) Este grupo baseia-se na análise dos seguintes documentos: Doc. 1 O Estado Novo,

Leia mais

BANCO DE ATIVIDADES Presente História 5 ano - 4 bimestre Avaliação

BANCO DE ATIVIDADES Presente História 5 ano - 4 bimestre Avaliação História 5 ano - 4 bimestre Unidade 4 1. Escreva um pequeno texto sobre o governo Getúlio Vargas. Não esqueça de incluir dois argumentos favoráveis e dois desfavoráveis. Dê um título para o texto. 2. Leia

Leia mais

HISTÓRIA 3 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO

HISTÓRIA 3 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO HISTÓRIA 3 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II A Guerra Fria e seu Contexto. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 6.2 Conteúdo II Guerra Mundial - causas.

Leia mais

PROJETO DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre Disciplina:História Ano/ Série: 6º ano do E. Fundamental II

PROJETO DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre Disciplina:História Ano/ Série: 6º ano do E. Fundamental II PROJETO DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre - 2017 2015 Disciplina:História Ano/ Série: 6º ano do E. Fundamental II Professor(a): Marina Furlan Objetivo: Retomar os conteúdos trabalhados no trimestre

Leia mais

Matriz de Referência de HISTÓRIA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Matriz de Referência de HISTÓRIA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL H01 Identificar diferentes tipos de modos de trabalho através de imagens. X H02 Identificar diferentes fontes históricas. X H03 Identificar as contribuições de diferentes grupos

Leia mais

Por Estado devemos entender formas de governação em que alguns indivíduos assumem funções de administração política na sociedade;

Por Estado devemos entender formas de governação em que alguns indivíduos assumem funções de administração política na sociedade; Questões primordiais Por Estado devemos entender formas de governação em que alguns indivíduos assumem funções de administração política na sociedade; Houveram formas diferenciadas de governação nos mais

Leia mais

Revolução Russa 1917

Revolução Russa 1917 Revolução Russa 1917 1 A RÚSSIA PRÉ-REVOLUCIONÁRIA Economia Predominantemente rural (latifúndios) com vestígios do feudalismo, muito atrasado economicamente. Mais da metade do capital russo provinha de

Leia mais

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O indivíduo deve lealdade e devoção ao Estado nacional compreendido como um conjunto de pessoas unidas num mesmo território por tradições, língua, cultura,

Leia mais

A ERA NAPOLEÔNICA

A ERA NAPOLEÔNICA A ERA NAPOLEÔNICA 1799-1815 Era Napoleônica (1799-1815) 1. Introdução Assumindo o poder em 1799 Napoleão Bonaparte instituiu o regime de Consulado. Em seu governo, exerceu uma verdadeira ditadura militar,

Leia mais

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI ATIVIDADE DE HISTÓRIA U.E. 15

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI ATIVIDADE DE HISTÓRIA U.E. 15 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI ATIVIDADE DE HISTÓRIA U.E. 15 1- Quais as contradições permanentes e fundamentais do Modo de Produção Capitalista? 2- O que geraram esses problemas/contradições? 3- Além de todos

Leia mais

Um Novo Tempo da História, 12º Ano Caderno do Aluno

Um Novo Tempo da História, 12º Ano Caderno do Aluno Um Novo Tempo da História, 12º Ano Caderno do Aluno Página 1 de 23 Página 2 de 23 1. d) 2. b) 3. d) 4. c) 5. Escolher três de entre as seguintes: - Corporativismo ou enquadramento em corporações das atividades

Leia mais

2ª GUERRA MUNDIAL 1939 a 1945

2ª GUERRA MUNDIAL 1939 a 1945 2ª GUERRA MUNDIAL 1939 a 1945 HITLER PRECISAVA JUSTIFICAR SEUS INVESTIMENTOS EM ARMAS HITLER PRECISAVA DESVIAR ATENÇÃO DA POPULAÇÃO DOS PROBLEMAS ECONÔMICOS MAIS GRAVES E ALIMENTAR O NACIONALISMO. HITLER

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Perfil de aprendizagem de História 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Das sociedades recolectoras às primeiras sociedades produtoras 1. Conhecer o processo

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS DISSERTATIVOS. História Prof. Guilherme

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS DISSERTATIVOS. História Prof. Guilherme RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS DISSERTATIVOS História Prof. Guilherme Questão 7 Fuvest 2012 Leia este texto, que se refere à dominação europeia sobre povos e terras africanas. "Desde o século XVI, os portugueses

Leia mais

HISTÓRIA. Professores: André, Guga, Pedro

HISTÓRIA. Professores: André, Guga, Pedro HISTÓRIA Professores: André, Guga, Pedro Questão esperada sobre Mundo Islâmico (Idade Média). A resposta correta, letra A, fala sobre o expansionismo da cultura islâmica. A obra de Avicena, muito famosa,

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

Evolução do capitalismo

Evolução do capitalismo Evolução do capitalismo EVOLUÇÃO DO CAPITALISMO Prof. JÚLIO CÉSAR GABRIEL http://br.groups.yahoo.com/group/atualidadesconcursos Modo de produção Maneira como o seres humanos se organizam para produzirem

Leia mais

Era Vargas: Era Vargas: Estado Novo ( )

Era Vargas: Era Vargas: Estado Novo ( ) Aula 22 Era Vargas: Era Vargas: Estado Novo (1937-1945) Setor 1605 1 Estado Novo (1937 1945) 2 O Fim da Era Vargas Prof. Edu Aula 22 - Era Vargas: Estado Novo (1937-1945) ealvespr@gmail.com 1.1 Era Vargas

Leia mais

O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e. a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o

O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e. a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o DISCIPLINA: História A - EMENTA O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o conhecimento de saberes construídos

Leia mais

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO O ABSOLUTISMO ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO Regime político em que o poder está concentrado nas mãos do Rei. Rei: chefe militar, economia, chefe administrativo, controle da Igreja, poder político -> Poder

Leia mais

O Imperialismo O ATRASO ALEMÃO: Grande crescimento industrial Ampliação de mercados; Lorena: ¾ do fornecimento de matéria-prima para a indústria de aço; 1880 amplo programa de expansão naval: Lei Naval

Leia mais

Como o Brasil se Tornou um País Independente? Cap 10 (p ) Autor: prof Marco Moraes

Como o Brasil se Tornou um País Independente? Cap 10 (p ) Autor: prof Marco Moraes Como o Brasil se Tornou um País Independente? Cap 10 (p. 131-151) Autor: prof Marco Moraes O processo de independência brasileira Período de tempo marcado pela crescente busca pela independência do Brasil

Leia mais

NOVA HISTORIA DE PORTUGAL. Direcção de joel SERRÃO e A.H. de OLIVEIRA MARQUES PORTUGAL E. o ESTADO NOVO ( )

NOVA HISTORIA DE PORTUGAL. Direcção de joel SERRÃO e A.H. de OLIVEIRA MARQUES PORTUGAL E. o ESTADO NOVO ( ) ~ NOVA HISTORIA DE PORTUGAL Direcção de joel SERRÃO e A.H. de OLIVEIRA MARQUES PORTUGAL E o ESTADO NOVO (1930-1960) ÍNDICE GERAL PREFÁCIO o INTRODUÇÃO o o o o o o o o o o 0.0 o o o o o. o o o o o o o o

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX Habilidade: Analisar a interferência na organização dos territórios a partir das guerras mundiais. Geopolítica e Território A Europa foi cenário

Leia mais

1ª Guerra Mundial, Crise do Capitalismo e República Velha

1ª Guerra Mundial, Crise do Capitalismo e República Velha 1ª Guerra Mundial, Crise do Capitalismo e República Velha 1ª Guerra Mundial, Crise do Capitalismo e República Velha 1. de auto-estima, indispensável para formar um cidadão. Um repórter de A Tribuna ouviu

Leia mais

Cite e explique DUAS políticas da Era Vargas que se relacionam com a queda do liberalismo.

Cite e explique DUAS políticas da Era Vargas que se relacionam com a queda do liberalismo. Questão 1: Leia os textos abaixo e, em seguida, responda às questões: (...) os 23 anos entre a chamada Marcha sobre Roma de Mussolini e o auge do sucesso do Eixo na Segunda Guerra Mundial viram uma retirada

Leia mais

Propostas de Resolução da Prova Escrita de História A 12.º Ano 2015 (2.ª Fase) GRUPO I GRUPO II

Propostas de Resolução da Prova Escrita de História A 12.º Ano 2015 (2.ª Fase) GRUPO I GRUPO II Propostas de Resolução da Prova Escrita de História A 12.º Ano 2015 (2.ª Fase) GRUPO I 1. (D) 2. (B) 3. (D) 4. (C) 1. Absolutismo ou Monarquia Absoluta. 2. (D) GRUPO II 3. Transcrição de duas das seguintes

Leia mais

A Queda da Monarquia. Portugal: os antecedentes do 5 de Outubro de 1910

A Queda da Monarquia. Portugal: os antecedentes do 5 de Outubro de 1910 A Queda da Monarquia Portugal: os antecedentes do 5 de Outubro de 1910 M Filipe Sousa 2012 Da Monarquia As Cortes A Monarquia Constitucional à República A Crise e a Queda da Monarquia Momentos na caminhada

Leia mais

ROMA ANTIGA. Antiguidade Ocidental

ROMA ANTIGA. Antiguidade Ocidental ROMA ANTIGA Antiguidade Ocidental Roma Antiga Geografia Península Itálica Fonte Eneida (Virgílio) Enéas Lavinia Cidade de Alba Longa Amúlio X Numitor Réia Silvia Marte Remo Rômulo Loba 753 a.c. - Roma

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 9 o ano Unidade 7

Sugestões de avaliação. História 9 o ano Unidade 7 Sugestões de avaliação História 9 o ano Unidade 7 Nome: Unidade 7 Data: 1. O fim da ditadura de Vargas propiciou a criação de novos partidos. Relacione os partidos da primeira coluna com as ideias da segunda

Leia mais

REGIONALIZAÇÃO E AS ORDENS MUNDIAIS

REGIONALIZAÇÃO E AS ORDENS MUNDIAIS REGIONALIZAÇÃO E AS ORDENS MUNDIAIS ORDEM MUNDIAL Equilíbrio temporário das relações políticas, econômicas, diplomáticas e militares entre as potências na disputa pelo poder e pela hegemonia do mundo.

Leia mais

A história de Roma Antiga é fascinante em função da cultura desenvolvida e dos avanços conseguidos por esta civilização. De uma pequena cidade,

A história de Roma Antiga é fascinante em função da cultura desenvolvida e dos avanços conseguidos por esta civilização. De uma pequena cidade, Roma A história de Roma Antiga é fascinante em função da cultura desenvolvida e dos avanços conseguidos por esta civilização. De uma pequena cidade, tornou-se um dos maiores impérios da antiguidade. Dos

Leia mais

HISTÓRIA GERAL A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL ( ) Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO

HISTÓRIA GERAL A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL ( ) Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO HISTÓRIA GERAL A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945) Profº Msc. Givaldo Santos de Jesus 3 ANO A Segunda Guerra Mundial (1939 1945) O -Introdução: O desfecho da Primeira Guerra Mundial não proporcionou a

Leia mais

Formação do Sistema Internacional DBBHO SB (4-0-4)

Formação do Sistema Internacional DBBHO SB (4-0-4) Formação do Sistema Internacional DBBHO1335-16SB (4-0-4) Professor Dr. Demétrio G. C. de Toledo BRI demetrio.toledo@ufabc.edu.br UFABC - 2016.III Aula 13 5ª-feira, 3 de novembro Para falar com o professor:

Leia mais

O Fascismo italiano, o Nazismo alemão e o Estado Novo no Brasil.

O Fascismo italiano, o Nazismo alemão e o Estado Novo no Brasil. O Fascismo italiano, o Nazismo alemão e o Estado Novo no Brasil. A Crise Capitalista Após I Guerra, a Europa viveu um período relativamente curto de crise econômica. A Crise Capitalista Em contrapartida

Leia mais

História B Aula 21. Os Agitados Anos da

História B Aula 21. Os Agitados Anos da História B Aula 21 Os Agitados Anos da Década de 1930 Salazarismo Português Monarquia portuguesa foi derrubada em 1910 por grupos liberais e republicanos. 1ª Guerra - participação modesta ao lado da ING

Leia mais

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média:

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: EXERCÍCIOS ON LINE 3º BIMESTRE DISCIPLINA: Sociologia PROFESSOR(A): Julio Guedes Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: NOME: Nº.: Exercício On Line (1) O início do Partido

Leia mais

1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira

1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira 1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira Expansão capitalista e nacionalismo As transições tardias: Alemanha e Itália

Leia mais

DISCIPLINA DE HISTÓRIA

DISCIPLINA DE HISTÓRIA DISCIPLINA DE HISTÓRIA OBJETIVOS: 6º ano Estabelecer relações entre presente e passado permitindo que os estudantes percebam permanências e mudanças nessas temporalidades. Desenvolver o raciocínio crítico

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES DE APRENDIZAGEM AVALIAÇÃO. Observação e análise de mapas, cronologias, gráficos,

CALENDARIZAÇÃO COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES DE APRENDIZAGEM AVALIAÇÃO. Observação e análise de mapas, cronologias, gráficos, HISTÓRIA 3º Ciclo E. B. 9º Ano 2014-2015 Planificação de Unidade TEMA I. A Europa e o Mundo no limiar do século XX SUBTEMA I.1. Hegemonia e declínio da influência europeia CONCEITOS: Imperialismo, Colonialismo,

Leia mais

A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( )

A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( ) A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914-1918 ) OS MOTIVOS DA GUERRA O IMPERIALISMO: Alguns países estavam extremamente descontentes com a partilha da Ásia e da África, ocorrida no final do século XIX. O ROMPIMENTO

Leia mais

3.º Teste sumativo de História A

3.º Teste sumativo de História A ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 3.º Teste sumativo de História A 12º Ano Turma D Professor: Renato Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Tolerância: 10 minutos 6 páginas 04.dezembro.2012 Este teste

Leia mais

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o tenentismo pelo país; Defediam: Voto secreto; Autonomia

Leia mais

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini A Era Vargas M Ó D U L O 1 0 Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Governo Provisório (1930 1934) Formado de um agrupamento de membros da Aliança Liberal, tenentes e outros. É a fase de

Leia mais

SEGUNDO REINADO D. PEDRO II

SEGUNDO REINADO D. PEDRO II SEGUNDO REINADO D. PEDRO II 1840 1889 Golpe da Maioridade Proclamação da República GOVERNO = MONARQUIA PARLAMENTARISTA Segundo Reinado, a estrutura e a organização política, econômica e social do Brasil,

Leia mais