UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Comitê de Ética. Dados do Projeto e do Coordenador do Projeto

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Comitê de Ética. Dados do Projeto e do Coordenador do Projeto"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Comitê de Ética Dados do Projeto e do Coordenador do Projeto Título do Projeto Avaliação nutricional de pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Pronto Socorro (HPS) de Juiz de Fora Coordenador do Projeto: Ana Paula Boroni Moreira Endereços para contato: Unidade/Departamento: Universidade Federal de Juiz de Fora Data: 22 de julho de 2014

2 1. Justificativa/Caracterização do Problema Nas últimas quatro décadas a alta prevalência mundial de desnutrição em pacientes hospitalizados tem sido amplamente documentada (AQUINO & PHILIPP, 2011). Diversos estudos que observam a desnutrição hospitalar correlacionam a sua presença ao aumento da morbimortalidade de pacientes, com maior tempo de internação e maiores custos (SANTOS, 2005; PENIÉ, 2005; CORREIA & WAITZBERG, 2003). Nos pacientes graves, que configuram amplo espectro de pacientes com diferentes doenças, respostas metabólicas e tratamentos, a desnutrição pode ser preexistente, manifestar-se à internação ou desenvolver-se em decorrência do estado hipercatabólico e hipermetabólico. A prevalência da desnutrição oscila entre 30% e 60% dos pacientes hospitalizados, sendo mais elevada nos pacientes graves devido à alteração no metabolismo dos diferentes substratos e ao déficit de nutrientes (MONTEJO GONZALEZ et al, 2006; WEINSIER et al, 1979). A desnutrição do paciente hospitalizado é definida como um estado mórbido secundário a uma deficiência, excesso ou desbalanço de energia, proteína ou outros nutrientes (LOCHS et al, 2006). Ela se manifesta clinicamente ou é detectada por testes antropométricos, bioquímicos, topográficos ou fisiológicos (WAITZBERG, 2001). Objetivando estimar o risco de mortalidade e morbidade da desnutrição, é realizada a avaliação nutricional, que possibilita a identificação e individualização das suas causas e conseqüências, com indicação e intervenção mais precisa para os pacientes com maior possibilidade de beneficiar-se do suporte nutricional (MONTEJO GONZALEZ et al, 2006). Existem diferentes parâmetros destinados à avaliação do estado nutricional. Contudo, sua aplicação no paciente crítico é prejudicada devido à interferência originária da doença aguda ou das medidas terapêuticas sobre os resultados, afetando a interpretação (ACOSTA ESCRIBANO et al, 2005). Em geral, para a avaliação do estado nutricional do paciente crítico, recorre-se aos métodos habitualmente empregados em outros pacientes (MONTEJO GONZALEZ et al, 2006), que apesar de suas limitações para avaliação da composição corporal, possuem relativa capacidade na predição de depleção nutricional (NETHING et al, 2007). O paciente crítico, após a agressão, sofre uma série de alterações hormonais visando manter a homeostase hemodinâmica. Estas alterações causam, dentre outros efeitos, intolerância à glicose e catabolismo protéico elevado. A oferta de nutrientes, embora não possa reverter a proteólise, a gliconeogênese e a lipólise associadas ao

3 estresse, pode reduzir as consequências do catabolismo exacerbado, melhorando a evolução clínica (ATKINSON & WORTHLEY, 2003). Diante do exposto, o presente trabalho justifica-se pela importância de se avaliar o estado nutricional dos pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o que possibilita um maior conhecimento sobre os riscos nutricionais encontrados nesse setor e, consequentemente, maior intervenção sobre o quadro nutricional dos pacientes. 2. Objetivos Objetivo geral: Avaliar, a partir de critérios objetivos e subjetivos, o estado nutricional dos pacientes internados em uma UTI. Objetivos específicos: Avaliar a via de administração da dieta prescrita; Avaliar o estado nutricional dos pacientes na admissão na UTI por meio de parâmetros bioquímicos e hematológicos (albumina sérica, leucócitos, percentual de linfócitos para posterior Contagem Total de Linfócitos, e glicemia); Avaliar o estado nutricional dos pacientes na admissão, e após 1 e 2 semanas de internação, considerando parâmetros antropométricos (altura do joelho, circunferência do braço, prega cutânea tricipital e circunferência da panturrilha) e parâmetros subjetivos (avaliação nutricional subjetiva global). Contribuir para a UTI do hospital, gerando melhoria no padrão nutricional dos pacientes e consequente redução da morbimortalidade; do tempo de internação e dos custos. 3. Metodologia e Estratégias de Ação Trata-se de um estudo prospectivo e observacional que será realizado com os pacientes admitidos na UTI do Hospital de Pronto Socorro localizado no município de Juiz de Fora (MG). Serão incluídos todos os pacientes internados na UTI durante o

4 período do estudo, que corresponde a 4 meses; e serão excluídos os pacientes com tempo de internação inferior a 1 semana e idade inferior a 19 anos. Serão coletados os seguintes dados dos prontuários: sexo, idade, diagnóstico clínico de internação, co-morbidades, tempo de internação, dieta prescrita (oral, enteral e/ou parenteral), intercorrências (úlceras de pressão, ventilação mecânica), além de parâmetros bioquímicos e hematológicos. A avaliação do estado nutricional ocorrerá em até 48 horas após admissão na UTI e será realizada por meio de parâmetros antropométricos, bioquímicos e hematológicos, e clínicos. Para a avaliação antropométrica serão aferidas as seguintes medidas: altura do joelho (AJ), circunferência do braço (CB), prega cutânea tricipital (PCT) e circunferência da panturrilha (CP). A AJ será aferida através de um infantômetro com o indivíduo em posição supina, com a perna flexionada formando um ângulo de 90º com o joelho, e posicionando-se a régua embaixo do calcanhar e a haste pressionando a cabeça da fíbula. A CB e a CP serão aferidas através de uma fita métrica inextensível. Para obtenção da CB, o braço será circundado com a fita, sem comprimir as partes moles, no ponto médio entre o acrômio e o olécrano. Para a CP, o indivíduo deve estar em posição supina (com o joelho flexionado a um ângulo de 90º) e a fita será posicionada horizontalmente, na área de maior diâmetro da panturrilha. Já a PCT, será aferida através de um adipômetro na parte superior do braço, sobre o músculo tríceps, no mesmo ponto médio utilizado para a CB. Posteriormente, serão estimados o peso, através das medidas de CB e AJ que compõem a fórmula proposta por Chumlea et al. (1988), e a estatura, que será estimada através da idade e da AJ dos pacientes (CHUMLEA et al, 1985). Após a aferição dessas medidas, será calculado e classificado o Índice de Massa Corporal (IMC) (OMS, 1997); a circunferência muscular do braço (CMB) pela fórmula CMB = CB (0.314 x PCT) e as adequações de CMB e PCT. A adequação da CB, PCT e CMB será classificada conforme proposto por Blackburn & Thornton (1979). Para a avaliação do perfil bioquímico e dos parâmetros hematológicos, serão considerados os resultados dos exames solicitados pelo médico responsável (albumina sérica, leucócitos, percentual de linfócitos para posterior Contagem Total de Linfócitos e glicemia). Os parâmetros bioquímicos e hematológicos serão classificados conforme os padrões de referências adotados pelo Hospital. Será realizada ainda uma avaliação nutricional subjetiva (ANS) conforme proposto por Cuppari (2005) (Anexo 01). Após 1 e 2 semanas de internação na UTI, serão realizadas novas avaliações nutricionais, abordando os dados antropométricos e clínicos para verificar se houve diferença significativa no estado nutricional dos pacientes.

5 A pesquisa se norteará na Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde, que abrange os aspectos éticos envolvidos nas pesquisas com seres humanos, sendo aprovada pelo Comitê de Ética, seguindo as normas propostas pelo TCLE (Termo de Consentimento Livre e Esclarecido) assinado pelo paciente ou familiar/responsável. Os dados coletados serão expressos como média e desvio-padrão e analisados pelo programa SigmaPlot (versão 11.0). Será aplicado o teste t pareado e a correlação de Spearman ou de Pearson para testar correlações entre as variáveis. O nível de significância adotado será de 5%. 4. Resultados e os impactos esperados Segundo o IBRANUTRI (Inquérito Brasileiro de Avaliação Nutricional Hospitalar), uma pesquisa multicêntrica realizada em 1996, em hospitais da rede pública do País, atingindo 12 Estados e o Distrito Federal, quase metade (48,1%) dos pacientes internados na rede pública do Brasil apresentavam algum grau de desnutrição. Entre estes pacientes desnutridos, 12,6% eram pacientes desnutridos graves e 35,5% desnutridos moderados (WAITZBERG et al, 2001). Diante dessa elevada prevalência, comum em pacientes hospitalizados, espera-se que os resultados deste estudo permitam uma maior intervenção sobre o quadro nutricional dos pacientes da UTI, colaborando para a recuperação e consequente qualidade de vida. 5. Cronograma Atividades Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Revisão Bibliográfica X X X X X X X X Coleta de dados (avaliação antropométrica; bioquímica e hematológica; e aplicação do questionário). Análise Estatística dos Dados X X X X X X Redação do Trabalho Final X X Apresentação para equipe da Unidade (UTI/HPS) X

6 *Meses referentes ao período após aprovação pelo Comitê de Ética. Data prevista para o término da pesquisa: 30/04/2015 (data sujeita à alteração, pois dependerá da aprovação do projeto pela Comissão de Ética). 6. Orçamento Especificações Quantidade Valor unitário Valor total Cópias: Termos de Consentimento; Fichas de Avaliação 120 cópias; 60 cópias. R$0,08; R$0,08. R$9,60; R$4,80. Antropométrica. Fita métrica 1 unidade R$15,00 R$15,00 Adipômetro 1 unidade R$349,00 R$349,00 Infantômetro 1 unidade R$48,00 R$48,00 TOTAL EM REAIS R$426,40 *Os gastos previstos neste projeto serão de responsabilidade da pesquisadora responsável. 7. Referências Bibliográficas ACOSTA ESCRIBANO, J.; GOMEZ-TELLO, V.; RUIZ SANTANA, S. Nutritional assessment of the severely ill patient. Nutr Hosp.; 20 Suppl 2:5-8. Spanish, AQUINO, R. C & PHILIPPI, S. T. Identificação de fatores de risco de desnutrição em pacientes internados. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo, v. 57, n. 6, Dec ATKINSON, M.; WORTHLEY, L.I. Nutrition in the critically ill patient: part I. Essential physiology and patophysiology. Crit Care Resusc, 5: , BLACKBURN, G.L., THORNTON, P.A. Nutritional assessment of the hospitalized patient. Medical Clinics of North America, Philadelphia, v.14, p , BRASIL. Resolução nº 196, de 10 de outubro de Conselho Nacional de Saúde. [online] Disponível em: <

7 CHUMLEA, W.C.; GUO, S.; ROCHE, A.F.; STEINBAUGH, M.L. Prediction of body weight for the nonambulatory elderly from anthropometry. Journal of American Dietetic Association, 88(5):564-8, CHUMLEA, W.C.; ROCHE, A.F.; STEINBAUGH, M.L. Estimating stature from knee height for persons 60 to 90 years of age. Journal of the American Geriatrics Society, 33(2):116-20, CORREIA, M.I.T.D.; WAITZBERG, D.L. The impact of malnutrition on morbidity, mortality, length of stay and costs evaluated through a multivariate model analysis. Clin Nutr, 22: , CUPPARI, L. Guia de nutrição: nutrição clínica no adulto. 2 ed. São Paulo: Manole, LOCHS, H.; ALLISON, S.;MEJER, R.; PIRLICH, R.; PIRLICH, M.; KONDRUP, J.: Introductory to the ESPEN guidelines on enteral nutrition: terminology, definitions and general topics. Clin Nutr, 25: , MONTEJO GONZALEZ, J.C.; CULEBRAS-FERNANDEZ, J.M.; GARCIA DE LORENZO Y MATEOS. Recommendations for the nutritional assessment of critically ill patients. Rev Med Chile, 134(8): , Spanish, NETHING, J.; RINGWALD-SMITH, K. WILLIAMS, R.; HANCOCK, M. L.; HALE, G. A.: Establishing the use of body mass index as an indicator of nutrition risk in children with cancer. JPEN J. Parenter. Enteral. Nutr., 31:53 7, ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE - OMS. Obesidade. Impedindo e controlando a epidemia global. Genebra, PENIÉ, J.B. State of malnutrition in Cuba hospital. Nutrition, 21: , SANTOS, V.A; Abreu S.M. Impacto da desnutrição no paciente adulto hospitalizado. Rev Enferm UNISA 2005; 6: WAITZBERG, D. L.; CAIAFFA, W. T.; CORREIA, M. I. T. D.: Hospital malnutrition: The brazilian national survey (IBRANUTRI): A study of 4000 patients. Nutrition, v. 17, nº 7/8, 2001.

8 WAITZBERG, DAN, L.: Nutrição oral, enteral e parenteral na prática clínica. 3. ed. São Paulo, SP: Atheneu, WEINSIER, R.L.; HUNKER, E.M.; KRUMDIECK, C.L.; BUTTERWORTH, C.E. Jr. Hospital malnutrition. A prospective evaluation of general medical patients during the course of hospitalization. Am J Clin Nutr., 32(2):418-26, 1979.

9 Anexo 01 Avaliação Nutricional Subjetiva Global

10

RELAÇÃO ENTRE INDICADORES DE MUSCULATURA E DE ADIPOSIDADE COM MASSA CORPORAL E RISCO CARDIOVASCULAR EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

RELAÇÃO ENTRE INDICADORES DE MUSCULATURA E DE ADIPOSIDADE COM MASSA CORPORAL E RISCO CARDIOVASCULAR EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS RELAÇÃO ENTRE INDICADORES DE MUSCULATURA E DE ADIPOSIDADE COM MASSA CORPORAL E RISCO CARDIOVASCULAR EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS Marcos Felipe Silva de Lima marcosfelipe@ymail.com Larissa Praça de Oliveira

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS TÓPICOS ESPECIAIS EM NUTRIÇÃO I AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DO PACIENTE ACAMADO

FACULDADE PITÁGORAS TÓPICOS ESPECIAIS EM NUTRIÇÃO I AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DO PACIENTE ACAMADO FACULDADE PITÁGORAS TÓPICOS ESPECIAIS EM NUTRIÇÃO I AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DO PACIENTE ACAMADO Profª. MSc. Karla Vanessa do Nascimento Silva PACIENTE ACAMADO Induvíduos altamente dependentes e que necessitam

Leia mais

CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN:

CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN: CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN: 2357-8645 MANUAL DE AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA DE ADULTOS PARA ESTUDANTES DE NUTRIÇÃO Sônia Maria Ximenes Gomes Lilian Vasconcelos

Leia mais

ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES HOSPITALIZADOS E SUA ASSOCIAÇÃO COM O GRAU DE ESTRESSE DAS ENFERMIDADES

ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES HOSPITALIZADOS E SUA ASSOCIAÇÃO COM O GRAU DE ESTRESSE DAS ENFERMIDADES Resumo Cintra, et al. Estado nutricional de pacientes hospitalizados... ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES HOSPITALIZADOS E SUA ASSOCIAÇÃO COM O GRAU DE ESTRESSE DAS ENFERMIDADES Renata Maria Galvão de Campos

Leia mais

Avaliação Nutricional de pacientes hospitalizados

Avaliação Nutricional de pacientes hospitalizados Avaliação Nutricional de pacientes Profa. Raquel Simões AN em pacientes Na prática clínica, a realização da avaliação do estado td nutricional tii envolve a utilização de uma série de indicadores nutricionais,

Leia mais

SISTEMA ESPECIALISTA BASEADO EM REGRAS PARA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ATRAVÉS DE MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS IMPLEMENTADO NO EXPERT SINTA

SISTEMA ESPECIALISTA BASEADO EM REGRAS PARA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ATRAVÉS DE MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS IMPLEMENTADO NO EXPERT SINTA SISTEMA ESPECIALISTA BASEADO EM REGRAS PARA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ATRAVÉS DE MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS IMPLEMENTADO NO EXPERT SINTA OMERO FRANCISCO BERTOL UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná,

Leia mais

AVALIAÇÃO BIOQUÍMICA NO IDOSO

AVALIAÇÃO BIOQUÍMICA NO IDOSO C E N T R O U N I V E R S I T Á R I O C AT Ó L I C O S A L E S I A N O A U X I L I U M C U R S O D E N U T R I Ç Ã O - T U R M A 6 º T E R M O D I S C I P L I N A : N U T R I Ç Ã O E M G E R I AT R I A

Leia mais

Apostila de Avaliação Nutricional NUT/UFS 2010 CAPÍTULO 3 AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ADULTOS

Apostila de Avaliação Nutricional NUT/UFS 2010 CAPÍTULO 3 AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ADULTOS CAPÍTULO 3 AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM ADULTOS AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM ADULTOS A avaliação antropométrica em adultos envolve vários indicadores. A escolha do indicador dependerá do que se quer avaliar e

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL E SOCIOECONÔMICO DE PACIENTES INTERNADOS NO HOSPITAL E MATERNIDADE VITAL BRAZIL

PERFIL NUTRICIONAL E SOCIOECONÔMICO DE PACIENTES INTERNADOS NO HOSPITAL E MATERNIDADE VITAL BRAZIL PERFIL NUTRICIONAL E SOCIOECONÔMICO DE PACIENTES INTERNADOS NO HOSPITAL E MATERNIDADE VITAL BRAZIL NUTRITIONAL AND SOCIOECONOMIC PROFILE OF INTERNED PATIENTS AT VITAL BRAZIL HOSPITAL AND MATERNITY DÉBORAH

Leia mais

Influência do Câncer no Estado Nutricional. UNIFESP Profa. Dra. Nora Manoukian Forones Setor de Oncologia Disciplina de Gastroenterologia Clínica

Influência do Câncer no Estado Nutricional. UNIFESP Profa. Dra. Nora Manoukian Forones Setor de Oncologia Disciplina de Gastroenterologia Clínica Influência do Câncer no Estado Nutricional UNIFESP Profa. Dra. Nora Manoukian Forones Setor de Oncologia Disciplina de Gastroenterologia Clínica Caquexia Definição: Síndrome multifatorial caracterizada

Leia mais

TÍTULO: OFERTA HÍDRICA PELA TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL EM PACIENTES HOSPITALIZADOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE

TÍTULO: OFERTA HÍDRICA PELA TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL EM PACIENTES HOSPITALIZADOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE TÍTULO: OFERTA HÍDRICA PELA TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL EM PACIENTES HOSPITALIZADOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: NUTRIÇÃO INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE DE MARÍLIA AUTOR(ES):

Leia mais

SISTEMA ESPECIALISTA BASEADO EM REGRAS PARA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ATRAVÉS DE MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS IMPLEMENTADO NO EXPERT SINTA

SISTEMA ESPECIALISTA BASEADO EM REGRAS PARA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ATRAVÉS DE MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS IMPLEMENTADO NO EXPERT SINTA SISTEMA ESPECIALISTA BASEADO EM REGRAS PARA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ATRAVÉS DE MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS IMPLEMENTADO NO EXPERT SINTA Omero Francisco Bertol 1,2, Percy Nohama 1, Deborah Ribeiro Carvalho 3

Leia mais

18º Congresso de Iniciação Científica ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL DO INTERIOR PAULISTA

18º Congresso de Iniciação Científica ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL DO INTERIOR PAULISTA 18º Congresso de Iniciação Científica ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL DO INTERIOR PAULISTA Autor(es) LARISSA BAUNGARTNER Orientador(es) KELLY CRISTINA PAGOTTO FOGAÇA Apoio Financeiro

Leia mais

ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES HIV/AIDS EM USO DE TERAPIA ANTI-RETROVIRAL 1 NUTRITIONAL STATUS OF HIV/AIDS PATIENTS IN USE OF ANTIRETROVIRAL THERAPY

ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES HIV/AIDS EM USO DE TERAPIA ANTI-RETROVIRAL 1 NUTRITIONAL STATUS OF HIV/AIDS PATIENTS IN USE OF ANTIRETROVIRAL THERAPY Disciplinarum Scientia, Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 4, n. 1, p. 95-102, 2004. 95 ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES HIV/AIDS EM USO DE TERAPIA ANTI-RETROVIRAL 1 NUTRITIONAL STATUS OF HIV/AIDS

Leia mais

Curso: Nutrição. Disciplina: Avaliação Nutricional Professora: Esp. Keilla Cardoso Outubro/2016

Curso: Nutrição. Disciplina: Avaliação Nutricional Professora: Esp. Keilla Cardoso Outubro/2016 Curso: Nutrição Disciplina: Avaliação Nutricional Professora: Esp. Keilla Cardoso Outubro/2016 ANTROPOMETRIA CIRCUNFERÊNCIAS CIRCUNFERÊNCIAS Finalidade das Medidas de Circunferências Podem representar:

Leia mais

Índice. Índice de Figuras. Índice de Tabelas. Lista de Abreviaturas. Resumo e Palavras-chave. 1. Introdução Objetivos 6

Índice. Índice de Figuras. Índice de Tabelas. Lista de Abreviaturas. Resumo e Palavras-chave. 1. Introdução Objetivos 6 Índice Índice de Figuras iii Índice de Tabelas iv Lista de Abreviaturas v Resumo e Palavras-chave vii 1. Introdução 1 2. Objetivos 6 3. Materiais e Métodos 8 4. Resultados e Discussão 10 5. Conclusão 17

Leia mais

Avaliação de treinamento multidisciplinar na triagem nutricional pela lógica difusa (fuzzy)

Avaliação de treinamento multidisciplinar na triagem nutricional pela lógica difusa (fuzzy) Avaliação de treinamento multidisciplinar na triagem nutricional pela lógica difusa (fuzzy) Cardia, W.; ARAUJO, E. ; Becker, O. M. ; Maia, R., Resumo: A desnutrição intra-hospitalar apresenta índices que

Leia mais

Avaliação nutricional de indivíduos internados em hospital. público no município de Bebedouro/SP

Avaliação nutricional de indivíduos internados em hospital. público no município de Bebedouro/SP 111 Avaliação nutricional de indivíduos internados em hospital público no município de Bebedouro/SP (Nutritional evaluantion of hospitalized individuals in a public hospital in Bebedouro - Brazil) Ana

Leia mais

Risco nutricional em pacientes hospitalizados durante o período de internação

Risco nutricional em pacientes hospitalizados durante o período de internação Artículo Original DOI: 10.12873/363duarte Risco nutricional em pacientes hospitalizados durante o período de internação Nutritional risk in hospitalized patients during hospital stay Duarte, Agnis 1 ;

Leia mais

FREQUÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM IDOSOS À ADMISSÃO NO SERVIÇO DE GERIATRIA DO REAL HOSPITAL PORTUGUÊS EM RECIFE-PE

FREQUÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM IDOSOS À ADMISSÃO NO SERVIÇO DE GERIATRIA DO REAL HOSPITAL PORTUGUÊS EM RECIFE-PE FREQUÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM IDOSOS À ADMISSÃO NO SERVIÇO DE GERIATRIA DO REAL HOSPITAL PORTUGUÊS EM RECIFE-PE Rafaella Italiano Peixoto (1); Manuella Italiano Peixoto (2); Hákylla Rayanne Mota de Almeida

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APLICABILIDADE DE FÓRMULAS PREDITIVAS DE PESO E ESTATURA: UMA REVISÃO NARRATIVA

AVALIAÇÃO DA APLICABILIDADE DE FÓRMULAS PREDITIVAS DE PESO E ESTATURA: UMA REVISÃO NARRATIVA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MEDICINA GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO Laura Henz AVALIAÇÃO DA APLICABILIDADE DE FÓRMULAS PREDITIVAS DE PESO E ESTATURA: UMA REVISÃO NARRATIVA Porto Alegre

Leia mais

ANÁLISE NUTRICIONAL E SENSORIAL DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES

ANÁLISE NUTRICIONAL E SENSORIAL DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES 25 a 28 de Outubro de 20 ISBN 978-85-8084-055- ANÁLISE NUTRICIONAL E SENSORIAL DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES Hevelyse Munise Celestino dos Santos, Mariah Benine Ramos da Silva 2, Ana Flávia de Oliveira 3

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL DE LONDRINA-PARANÁ

PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL DE LONDRINA-PARANÁ PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL DE LONDRINA-PARANÁ SCHUINDT, P. S; ANDRADE, A. H. G. RESUMO A grande incidência de desnutrição hospitalar enfatiza a necessidade de estudos sobre

Leia mais

DECLARAÇÃO DO COORDENADOR DO CURSO

DECLARAÇÃO DO COORDENADOR DO CURSO 58 APÊNDICE A DECLARAÇÃO DO COORDENADOR DO CURSO Declaro que conheço o projeto e aceito a realização da pesquisa Avaliação do Índice de Massa Corpórea, Circunferência Braquial e respectivo manguito, em

Leia mais

Espessura do músculo adutor do polegar como parâmetro antropométrico em pacientes críticos

Espessura do músculo adutor do polegar como parâmetro antropométrico em pacientes críticos Artigo Original Caporassi FS et al. Espessura do músculo adutor do polegar como parâmetro antropométrico em pacientes críticos Thickness of the adductor pollicis muscle as an anthropometric parameter in

Leia mais

ESTADO NUTRICIONAL DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS SEGUNDO A CIRCUNFERÊNCIA DO BRAÇO E PREGA CUTÂNEA TRICIPITAL NA CIDADE DE JOÃO PESSOA- PB

ESTADO NUTRICIONAL DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS SEGUNDO A CIRCUNFERÊNCIA DO BRAÇO E PREGA CUTÂNEA TRICIPITAL NA CIDADE DE JOÃO PESSOA- PB ESTADO NUTRICIONAL DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS SEGUNDO A CIRCUNFERÊNCIA DO BRAÇO E PREGA CUTÂNEA TRICIPITAL NA CIDADE DE JOÃO PESSOA- PB Daiane Veloso de Araújo (1); Larissa Raquel Gonzaga da Silva (1);

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL E DO RISCO CARDIOVASCULAR DA CORPORAÇÃO DE BOMBEIROS DE MARINGÁ/PR

AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL E DO RISCO CARDIOVASCULAR DA CORPORAÇÃO DE BOMBEIROS DE MARINGÁ/PR 26 a 29 de outubro de 2010 ISBN 978-85-61091-69-9 AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL E DO RISCO CARDIOVASCULAR DA CORPORAÇÃO DE BOMBEIROS DE MARINGÁ/PR Juciane Tonon Chinarelli 1 ; Renata Cristina Casale

Leia mais

AUTOR(ES): LUIS FERNANDO ROCHA, ACKTISON WENZEL SOTANA, ANDRÉ LUIS GOMES, CAIO CÉSAR OLIVEIRA DE SOUZA, CLEBER CARLOS SILVA

AUTOR(ES): LUIS FERNANDO ROCHA, ACKTISON WENZEL SOTANA, ANDRÉ LUIS GOMES, CAIO CÉSAR OLIVEIRA DE SOUZA, CLEBER CARLOS SILVA 16 TÍTULO: NÍVEL DE OBESIDADE ENTRE MÃES E FILHOS ESCOLARES CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: EDUCAÇÃO FÍSICA INSTITUIÇÃO: FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO AUTOR(ES):

Leia mais

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL NA PRÁTICA CLÍNICA

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL NA PRÁTICA CLÍNICA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL NA PRÁTICA CLÍNICA NUTRIÇÃO CLÍNICA 2010/2011 2º SEMESTRE OBJECTIVOS Verificar desvios nutricionais egrau Identificar doentes com necessidade de intervenção nutricional Avaliar a

Leia mais

TÍTULO: ÍNDICE DE CONICIDADE EM ADULTOS SEDENTÁRIOS DA CIDADE DE CAMPO GRANDE-MS

TÍTULO: ÍNDICE DE CONICIDADE EM ADULTOS SEDENTÁRIOS DA CIDADE DE CAMPO GRANDE-MS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ÍNDICE DE CONICIDADE EM ADULTOS SEDENTÁRIOS DA CIDADE DE CAMPO GRANDE-MS CATEGORIA: EM ANDAMENTO

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CRESCIMENTO NOS PRIMEIROS ANOS DE VIDA

AVALIAÇÃO DO CRESCIMENTO NOS PRIMEIROS ANOS DE VIDA AVALIAÇÃO DO CRESCIMENTO NOS PRIMEIROS ANOS DE VIDA Lilian dos Santos Rodrigues Sadeck Introdução O seguimento ambulatorial dos recém-nascidos (RN), iniciando até 7 dias após a alta hospitalar, é importante

Leia mais

APLICAÇÃO DO ÍNDICE DE RISCO NUTRICIONAL (IRN) E AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA EM IDOSOS. Kiss, S. A., Caselato de Sousa, V.M. 1

APLICAÇÃO DO ÍNDICE DE RISCO NUTRICIONAL (IRN) E AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA EM IDOSOS. Kiss, S. A., Caselato de Sousa, V.M. 1 APLICAÇÃO DO ÍNDICE DE RISCO NUTRICIONAL (IRN) E AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA EM IDOSOS Kiss, S. A., Caselato de Sousa, V.M. 1 Universidade do Vale do Paraíba/Nutrição 1 - Avenida Shishima Hifumi, 2.911 Urbanova

Leia mais

Terapia Nutricional em situações de demanda calórica e proteica elevada

Terapia Nutricional em situações de demanda calórica e proteica elevada Terapia Nutricional em situações de demanda calórica e proteica elevada Diversos estudos revelam pacientes desnutridos diagnosticados logo no momento de admissão hospitalar, variando entre 30% e 70% 3.

Leia mais

Universidade de Brasília UnB Faculdade de Ciências da Saúde FS

Universidade de Brasília UnB Faculdade de Ciências da Saúde FS Universidade de Brasília UnB Faculdade de Ciências da Saúde FS AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA EM USO DE COMPLEMENTO NUTRICIONAL TALITHA ELCANA

Leia mais

MÉTODOS DE ESTIMATIVA DE PESO E ALTURA NA AVALIAÇÃO DE DESNUTRIÇÃO DE PACIENTES COM CÂNCER*

MÉTODOS DE ESTIMATIVA DE PESO E ALTURA NA AVALIAÇÃO DE DESNUTRIÇÃO DE PACIENTES COM CÂNCER* ISSN 0103-4235 ISSN 2179-4448 on line Alim. Nutr., Araraquara v. 23, n. 4, p. 681-688, out./dez. 2012 MÉTODOS DE ESTIMATIVA DE PESO E ALTURA NA AVALIAÇÃO DE DESNUTRIÇÃO DE PACIENTES COM CÂNCER* Juliana

Leia mais

Índice de massa corporal e prevalência de doenças crônicas não transmissíveis em idosos institucionalizados

Índice de massa corporal e prevalência de doenças crônicas não transmissíveis em idosos institucionalizados Índice de massa corporal e prevalência de doenças crônicas não transmissíveis em idosos institucionalizados Cadimiel Gomes¹; Raíla Dornelas Toledo²; Rosimar Regina da Silva Araujo³ ¹ Acadêmico do Curso

Leia mais

O que é Nutrição Clínica?

O que é Nutrição Clínica? Published on Unidos pela nutrição clínica (http://www.unidospelanutricaoclinica.com.br) Início > O que é Nutrição Clínica? O que é Nutrição Clínica? Gerenciando Adequadamente o Balanço Energético de um

Leia mais

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM PACIENTES HOSPITALIZADOS: UMA RESPONSABILIDADE INTERDISCIPLINAR

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM PACIENTES HOSPITALIZADOS: UMA RESPONSABILIDADE INTERDISCIPLINAR 240 AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM PACIENTES HOSPITALIZADOS: UMA RESPONSABILIDADE INTERDISCIPLINAR MSc Luna Mares Lopes de Oliveira 1 Ana Paula Coelho Rocha 2 MSc Jânia Maria Augusta da Silva 3 Resumo: A desnutrição

Leia mais

Calf circumference is associated with the worst clinical outcome in elderly patients

Calf circumference is associated with the worst clinical outcome in elderly patients Artigo Original CIRCUNFERÊNCIA DA PANTURRILHA ASSOCIA-SE COM PIOR DESFECHO CLÍNICO EM IDOSOS INTERNADOS Calf circumference is associated with the worst clinical outcome in elderly patients Fernanda Souza

Leia mais

ESTADO NUTRICIONAL DE COLABORADORES DE REDE HOTELEIRA

ESTADO NUTRICIONAL DE COLABORADORES DE REDE HOTELEIRA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 ESTADO NUTRICIONAL DE COLABORADORES DE REDE HOTELEIRA Larissa Paula da Silva de Souza 1, Jordana Lara de Miranda Camargo 2, Isabelle Zanquetta Carvalho

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética. Atendimento de Nutrição nas Unidades de Internação

Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética. Atendimento de Nutrição nas Unidades de Internação UFSC Hospital Universitário Prof. Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina Elaborado por: Nutricionistas clínicas Revisado por: Nutricionistas clínicas Aprovado por: Gisele

Leia mais

Anthropometric profile of hospitalized patients from a university hospital

Anthropometric profile of hospitalized patients from a university hospital Artigo Original Perfil antropométrico dos pacientes internados em um hospital universitário Anthropometric profile of hospitalized patients from a university hospital Luciane Beitler da Cruz, Nicia Maria

Leia mais

REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DESNUTRIÇÃO CALÓRICO-PROTÉICA 3 / 14

REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DESNUTRIÇÃO CALÓRICO-PROTÉICA 3 / 14 APLICAÇÃO DE MÉTODOS SUBJETIVOS E ANTROPOMÉTRICOS NA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE ADULTOS HOSPITALIZADOS - UMA REVISÃO DA LITERATURA APPLICATION OF SUBJECTIVE METHODS IN ANTHROPOMETRIC AND NUTRITIONAL ASSESSMENT

Leia mais

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM IDOSOS RESIDENTES NA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA EURÍPEDES BARSANULPHO NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS MS

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM IDOSOS RESIDENTES NA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA EURÍPEDES BARSANULPHO NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS MS AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM IDOSOS RESIDENTES NA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA EURÍPEDES BARSANULPHO NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS MS Alexandra de Souza Falcão Graduanda em Nutrição Faculdades Integradas

Leia mais

Avaliação Nutricional de indivíduos internados em um hospital geral

Avaliação Nutricional de indivíduos internados em um hospital geral Avaliação Nutricional de indivíduos internados em um hospital geral Nutritional Assessment of individuals interned in a general hospital 430 Artigo Original Original Paper Carla de Oliveira Barbosa Rosa*

Leia mais

Correlação das medidas antropométricas reais do peso e da altura com os métodos de estimativa em pacientes adultos do Hospital Regional de Ceilândia

Correlação das medidas antropométricas reais do peso e da altura com os métodos de estimativa em pacientes adultos do Hospital Regional de Ceilândia ARTIGO ORIGINAL Correlação das medidas antropométricas reais do peso e da altura com os métodos de estimativa em pacientes adultos do Hospital Regional de Ceilândia Correlation of methods to estimate weight

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: NUTRIÇÃO MODALIDADE: DISCIPLINA: DIETOTERAPIA I ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: EDUCAÇÃO DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI Semestre

Leia mais

Rede Nacional de Vigilância de Morbidade Materna Grave. Frederico Vitório Lopes Barroso

Rede Nacional de Vigilância de Morbidade Materna Grave. Frederico Vitório Lopes Barroso Rede Nacional de Vigilância de Morbidade Materna Grave Frederico Vitório Lopes Barroso Morbidade Materna Grave Nos últimos anos, as mulheres que sobrevivem a complicações graves da gestação, near miss,

Leia mais

Diagnóstico nutricional em doenças tropicais na Amazônia brasileira

Diagnóstico nutricional em doenças tropicais na Amazônia brasileira Originais / Originals Diagnóstico nutricional em doenças tropicais na Amazônia brasileira Resumo A influência do estado nutricional sobre a evolução clínica de indivíduos enfermos torna evidente a importância

Leia mais

TERAPIA NUTRICIONAL NA CIRURGIA E NO TRAUMA. Neily Rodrigues Romero Ma. em Ciências Fisiológicas Nutricionista do IJF

TERAPIA NUTRICIONAL NA CIRURGIA E NO TRAUMA. Neily Rodrigues Romero Ma. em Ciências Fisiológicas Nutricionista do IJF TERAPIA NUTRICIONAL NA CIRURGIA E NO TRAUMA Neily Rodrigues Romero Ma. em Ciências Fisiológicas Nutricionista do IJF TRAUMA Definição: Problema de saúde pública Principais causas: acidentes e violência

Leia mais

AVALIAÇÃO SUBJETIVA GLOBAL. Prof (a). Drielly Rodrigues Viudes

AVALIAÇÃO SUBJETIVA GLOBAL. Prof (a). Drielly Rodrigues Viudes AVALIAÇÃO SUBJETIVA GLOBAL Prof (a). Drielly Rodrigues Viudes AVALIAÇÃO SUBJETIVA GLOBAL - Método simples, de rápida execução e baixo custo; -Validado para aplicação em pacientes cirúrgicos e clínicos.

Leia mais

N u t r i ç ã o E N t E r a l Linha Pediátrica

N u t r i ç ã o E N t E r a l Linha Pediátrica Nutrição Enteral Linha Pediátrica De acordo com o comitê de nutrição do ESPGHAN: Os pacientes pediátricos representam uma população particularmente vulnerável que têm requerimentos nutricionais específicos.

Leia mais

ACEITAÇÃO ALIMENTAR DE PACIENTES INTERNADOS EM HOSPITAL PRIVADO. RODRIGUES, Fernanda Nunes (Unitri, 1

ACEITAÇÃO ALIMENTAR DE PACIENTES INTERNADOS EM HOSPITAL PRIVADO. RODRIGUES, Fernanda Nunes (Unitri, 1 ACEITAÇÃO ALIMENTAR DE PACIENTES INTERNADOS EM HOSPITAL PRIVADO. RODRIGUES, Fernanda Nunes (Unitri, nanda-nutricao@hotmail.com) 1 RAMOS, Jeniffer Rodrigues (Unitri, jennynutricao@hotmail.com) 2 PÁDUA,

Leia mais

Aula prática. O roteiro da aula prática. O que se vai calcular no software Anthro/AnthroPlus. Anthro (WHO 2006) Anthro (WHO 2006) Anthro (WHO 2006)

Aula prática. O roteiro da aula prática. O que se vai calcular no software Anthro/AnthroPlus. Anthro (WHO 2006) Anthro (WHO 2006) Anthro (WHO 2006) 5/6/217 Universidade de São Paulo Faculdade de Saúde Pública Departamento de Nutrição HNT21 Avaliação Nutricional O roteiro da aula prática 1 atividade:, versão 3 de 211 Aula prática a) Uso do software

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL DE IDOSOS ATENDIDOS EM HOSPITAL PÚBLICO DA CIDADE DE MARINGÁ

PERFIL NUTRICIONAL DE IDOSOS ATENDIDOS EM HOSPITAL PÚBLICO DA CIDADE DE MARINGÁ ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 PERFIL NUTRICIONAL DE IDOSOS ATENDIDOS EM HOSPITAL PÚBLICO DA CIDADE DE MARINGÁ Rita de Cássia Felix

Leia mais

4 4 p al p avr al a avr

4 4 p al p avr al a avr 4 palavra palavra Consenso entrevista_maria Fernanda Elias Llanos foto_ricardo Teles Nacional de Nutrição Oncológica A palavra de Nivaldo B. de Pinho Cuidados nutricionais representam, de maneira multifatorial,

Leia mais

EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO FÍSICO SOBRE O PESO CORPORAL E A COMPOSIÇÃO CORPORAL DE MULHERES OBESAS

EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO FÍSICO SOBRE O PESO CORPORAL E A COMPOSIÇÃO CORPORAL DE MULHERES OBESAS A obesidade é uma doença crônica classificada como epidêmica, tendo apresentado importante aumento na sua prevalência nas últimas décadas, em diversos países, em todas as faixas etárias e níveis econômicos

Leia mais

Análise comparativa de fórmulas de estimativa de peso e altura para pacientes hospitalizados

Análise comparativa de fórmulas de estimativa de peso e altura para pacientes hospitalizados Artigo Original Santos EA et al. Análise comparativa de fórmulas de estimativa de peso e altura para pacientes hospitalizados Comparative analysis of equations for estimating weight and height for hospitalized

Leia mais

Produção e gestão hospitalar: o caso das ciências laboratoriais

Produção e gestão hospitalar: o caso das ciências laboratoriais Escola Nacional de Saúde Pública Universidade Nova de Lisboa Produção e gestão hospitalar: o caso das ciências laboratoriais Sílvia Lopes Carlos Costa Modelos de Gestão na Saúde Implicações nas Ciências

Leia mais

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE CRIANÇAS MENORES DE DOIS ANOS ATENDIDAS NA USF VIVER BEM DO MUNICIPIO DE JOÃO PESSOA-PB

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE CRIANÇAS MENORES DE DOIS ANOS ATENDIDAS NA USF VIVER BEM DO MUNICIPIO DE JOÃO PESSOA-PB AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE CRIANÇAS MENORES DE DOIS ANOS ATENDIDAS NA USF VIVER BEM DO MUNICIPIO DE JOÃO PESSOA-PB Tainá Gomes Diniz; Caroline Severo de Assis; Suzy Souto de Oliveira Faculdade de Ciências

Leia mais

Estado nutricional: métodos de avaliação, diagnóstico e significado prognóstico.

Estado nutricional: métodos de avaliação, diagnóstico e significado prognóstico. III CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM NUTRIÇÃO PARENTERAL E ENTERAL ADULTO/PEDIATRIA Estado nutricional: métodos de avaliação, diagnóstico e significado prognóstico. Nut. Eduila Couto eduilacouto@hotmail.com Estado

Leia mais

PROTOCOLO DE GERENCIAMENTO DE SEPSE 11- INSTRUÇÕES MULTIPROFISSINAIS ESPECÍFICAS: TIPO DE INSTRUÇÃO. Primeiras 06 horas

PROTOCOLO DE GERENCIAMENTO DE SEPSE 11- INSTRUÇÕES MULTIPROFISSINAIS ESPECÍFICAS: TIPO DE INSTRUÇÃO. Primeiras 06 horas PROTOCOLO DE GERENCIAMENTO DE SEPSE 11- INSTRUÇÕES MULTIPROFISSINAIS ESPECÍFICAS: EQUIPE TIPO DE INSTRUÇÃO Primeiras 06 horas ü Garantir restauração volêmica imediata (30ml/Kg) em 30 minutos. ü Solicitar

Leia mais

Avaliação Nutricional Subjetiva Global em Pacientes Cardiopatas

Avaliação Nutricional Subjetiva Global em Pacientes Cardiopatas Subjective Global Assessment of Nutritional Status in Cardiac Patients Aurea Kaoru Yamauti, Marcelo Eidi Ochiai, Paula Sofia Bifulco, Moab Alves de Araújo, Rosiris Roco Alonso, Regina Helena Cunha Ribeiro,

Leia mais

Avaliação antropométrica de crianças

Avaliação antropométrica de crianças Avaliação antropométrica de crianças Sylvia do Carmo Castro Franceschini Taís Cristina Araújo Magalhães Fabiana de Cássia Carvalho de Oliveira Viçosa Agosto, 2010 Peso: início da vida perda de peso fisiológica

Leia mais

Risco nutricional em pacientes idosos hospitalizados como determinante de desfechos clínicos

Risco nutricional em pacientes idosos hospitalizados como determinante de desfechos clínicos 32 Artigo REVISTA original GERIATRIA & GERONTOLOGIA Risco nutricional em pacientes idosos hospitalizados como determinante de desfechos clínicos Adriane dos Santos da Silva a,ida Cristina Mannarino b,

Leia mais

AVALIAÇAO NUTRICIONAL DO PACIENTE HOSPITALIZADO

AVALIAÇAO NUTRICIONAL DO PACIENTE HOSPITALIZADO AVALIAÇAO NUTRICIONAL DO PACIENTE HOSPITALIZADO SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 DEFINIÇÕES... 3 CAUSAS DA DESNUTRIÇÃO HOSPITALAR... 3 PREVALÊNCIA DA DESNUTRIÇÃO HOSPITALAR... 4 CONSEQUÊNCIAS DA DESNUTRIÇÃO...

Leia mais

RESUMO. Palavras-chave: Oximetria de Pulso. Frequência Respiratória. Fisioterapia Respiratória. Fisioterapia Motora. Enfermaria INTRODUÇÃO

RESUMO. Palavras-chave: Oximetria de Pulso. Frequência Respiratória. Fisioterapia Respiratória. Fisioterapia Motora. Enfermaria INTRODUÇÃO AVERIGUAÇÃO DA OXIMETRIA DE PULSO E DA FREQUÊNCIA RESPIRATÓRIA ANTES, DURANTE E APÓS A REALIZAÇÃO DA FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA E MOTORA EM PACIENTES HOSPITALIZADOS EM ENFERMARIA. FINDING OF THE OXIMETRY

Leia mais

Cadeira de Nutrição Clínica. Avaliação Nutricional

Cadeira de Nutrição Clínica. Avaliação Nutricional Cadeira de Nutrição Clínica Avaliação Nutricional PESO CORPORAL Energia Água MASSA GORDA Proteínas Glicogénio LIC LEC Minerais MASSA MAGRA COMPOSIÇÃO CORPORAL MASSA GORDA Gordura 80% Água 18% Proteína

Leia mais

Página 2 em diante devem estar contemplados os seguintes itens:

Página 2 em diante devem estar contemplados os seguintes itens: 1 TEMPLATE - Projeto de pesquisa FORMATAÇÃO Fonte: Texto: Arial ou Times New Roman, tamanho 12. Títulos: Arial ou Times New Roman, tamanho 14, negrito Espaço: duplo Margens: 2,5 cm em todas as margens

Leia mais

- avaliar os hábitos alimentares e o consumo de energia e nutrientes de adultos e idosos; - analisar e adequar macro e micronutrientes de planos

- avaliar os hábitos alimentares e o consumo de energia e nutrientes de adultos e idosos; - analisar e adequar macro e micronutrientes de planos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO: UNIDADE ACADÊMICA: FANUT CURSO: Nutrição DISCIPLINA: Nutrição e Dietética II GRADE: 2009

Leia mais

Comparação da Avaliação Antropométrica em Pacientes Internados por Intermédio de Métodos Estimativos e Diretos

Comparação da Avaliação Antropométrica em Pacientes Internados por Intermédio de Métodos Estimativos e Diretos 1 ARTIGO ORIGINAL Simone Filippini Yugue 1 Heidi Wanessa Ide Andréa Tiengo 3 1. Nutricionista formada pela Faculdade de Medicina de Itajubá. Nutricionista; Especialista em Nutrição Clínica, Nutricionista

Leia mais

NECESSIDADES ENERGÉTICAS DE PACIENTES EM NUTRIÇÃO ENTERAL: COMPARAÇÃO DE DOIS MÉTODOS

NECESSIDADES ENERGÉTICAS DE PACIENTES EM NUTRIÇÃO ENTERAL: COMPARAÇÃO DE DOIS MÉTODOS Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 NECESSIDADES ENERGÉTICAS DE PACIENTES EM NUTRIÇÃO ENTERAL: COMPARAÇÃO DE DOIS MÉTODOS Mariana da Silva Ricoldy 1 ; Izabelle

Leia mais

Avaliação Nutricional

Avaliação Nutricional Avaliação Nutricional Prof a Renato Marques 5 o período de Enfermagem Importância e conceitos da Avaliação Nutricional ESTADO NUTRICIONAL Definição Condição de saúde de um indivíduo, influenciada pelo

Leia mais

Laboratório de Avaliação Nutricional de Populações LANPOP/HNT/FSP/USP

Laboratório de Avaliação Nutricional de Populações LANPOP/HNT/FSP/USP Guia para realização de medidas antropométricas Peso Corporal Definição: Medida da massa corporal total. Balança portátil. Escala em g. Dispor o equipamento sobre superfície lisa e plana. Aguardar o visor

Leia mais

PERFIL ANTROPOMÉTRICO DOS USUÁRIOS DE CENTROS DE CONVIVÊNCIA PARA IDOSOS NO MUNICÍPIO DE NATAL- RN

PERFIL ANTROPOMÉTRICO DOS USUÁRIOS DE CENTROS DE CONVIVÊNCIA PARA IDOSOS NO MUNICÍPIO DE NATAL- RN PERFIL ANTROPOMÉTRICO DOS USUÁRIOS DE CENTROS DE CONVIVÊNCIA PARA IDOSOS NO MUNICÍPIO DE NATAL- RN Ana Paula Araujo de Souza 1 ; Luciana Karla Miranda Lins 2 1 Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência

Leia mais

Grau A de evidência: a escolha completa da fórmula

Grau A de evidência: a escolha completa da fórmula Grau A de evidência: a escolha completa da fórmula A escolha de um nutriente pode ser realizada mediante a leitura de um guia alimentar (diretriz) produzido por entidade científica renomada como ASPEN

Leia mais

ÍNDICE. CAPÍTULO 1: INTRODUÇÃO Introdução Pertinência do trabalho Objectivos e Hipóteses de Estudo...

ÍNDICE. CAPÍTULO 1: INTRODUÇÃO Introdução Pertinência do trabalho Objectivos e Hipóteses de Estudo... ÍNDICE CAPÍTULO 1: INTRODUÇÃO... 1 1.1. Introdução... 1 1.2. Pertinência do trabalho... 2 1.3. Objectivos e Hipóteses de Estudo... 2 CAPÍTULO 2: REVISÃO DA LITERATURA... 5 2.1. Obesidade Infantil... 5

Leia mais

Plano de ensino. 1) Identificação Curso

Plano de ensino. 1) Identificação Curso Plano de ensino 1) Identificação Curso Nutrição Disciplina Fisiopatologia e Dietoterapia II Carga horária 136h Semestre letivo 1 /2012 Professores Cristina M. Bragança de Moraes (Anne y Castro) e Thiago

Leia mais

PERFIL DOS HOSPITAIS EM RELAÇÃO AO USO DE FÓRMULAS ENTERAIS NAS CIDADES DE UBERLÂNDIA, UBERABA E ARAGUARI- MG.

PERFIL DOS HOSPITAIS EM RELAÇÃO AO USO DE FÓRMULAS ENTERAIS NAS CIDADES DE UBERLÂNDIA, UBERABA E ARAGUARI- MG. PERFIL DOS HOSPITAIS EM RELAÇÃO AO USO DE FÓRMULAS ENTERAIS NAS CIDADES DE UBERLÂNDIA, UBERABA E ARAGUARI- MG. RESUMO Introdução:Nutrição enteral (NE) é definida como alimento para fins especiais, com

Leia mais

Nutritional evaluation and ageing

Nutritional evaluation and ageing AVALIAÇÃO NUTRICIONAL E ENVELHECIMENTO 507 COMUNICAÇÃO COMMUNICATION Avaliação nutricional e envelhecimento Nutritional evaluation and ageing Lílian Ramos SAMPAIO 1 R E S U M O A avaliação do estado nutricional

Leia mais

VARIÁVEIS ANTROPOMÉTRICAS E DENSIDADE MINERAL ÓSSEA EM IDOSOS: UM ESTUDO DE ASSOCIAÇÃO PRIMEIRO LUGAR MODALIDADE PÔSTER

VARIÁVEIS ANTROPOMÉTRICAS E DENSIDADE MINERAL ÓSSEA EM IDOSOS: UM ESTUDO DE ASSOCIAÇÃO PRIMEIRO LUGAR MODALIDADE PÔSTER VARIÁVEIS ANTROPOMÉTRICAS E DENSIDADE MINERAL ÓSSEA EM IDOSOS: UM ESTUDO DE ASSOCIAÇÃO Janaína da Silva Nascimento 1, Jayanne Mayara Magalhaes de Melo 2, Natália Mendes de Melo 3, Marcos Vicente Pinheiro

Leia mais

Complicações gastrointestinais de terapia nutricional enteral em pacientes com estado crítico

Complicações gastrointestinais de terapia nutricional enteral em pacientes com estado crítico Complicações gastrointestinais de terapia nutricional enteral em pacientes com estado crítico Gleicy Kelly Fernandes Nunes e Lorena Pereira de Souza Rosa RESUMO Objetivo. Identificar a frequência de complicações

Leia mais

ANAIS DA 4ª MOSTRA DE TRABALHOS EM SAÚDE PÚBLICA 29 e 30 de novembro de 2010 Unioeste Campus de Cascavel ISSN

ANAIS DA 4ª MOSTRA DE TRABALHOS EM SAÚDE PÚBLICA 29 e 30 de novembro de 2010 Unioeste Campus de Cascavel ISSN CARGA DE TRABALHO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM DE UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA ADULTO SEGUNDO O TISS-28 Kelly Ribeiro 1 Anair Lazzari Nicola INTRODUÇÃO: A unidade de terapia intensiva (UTI) é destinada

Leia mais

Mariana Oliveira D Ambrósio

Mariana Oliveira D Ambrósio Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Ciências Médicas Programa de Aprimoramento Profissional AVALIAÇÃO DO IMPACTO DA HOSPITALIZAÇÃO SOBRE O ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS Mariana

Leia mais

Maria Darlene Machado da Rosa¹; Vivian Polachini Skzypek Zanardo 2 ; Cilda Picolli Ghislene³; Roseana Baggio Spinelli 4

Maria Darlene Machado da Rosa¹; Vivian Polachini Skzypek Zanardo 2 ; Cilda Picolli Ghislene³; Roseana Baggio Spinelli 4 COMPARAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL EM IDOSOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA EM ERECHIM - RS, PELO MÉTODO DA ESPESSURA DO MÚSCULO ADUTOR DO POLEGAR COM O ÍNDICE DE MASSA CORPORAL E CIRCUNFERÊNCIA

Leia mais

RASTREAMENTO DE RISCO NUTRICIONAL EM PACIENTES CIRÚRGICOS COM SOBREPESO E OBESIDADE DO HU/UFGD DOURADOS/MS.

RASTREAMENTO DE RISCO NUTRICIONAL EM PACIENTES CIRÚRGICOS COM SOBREPESO E OBESIDADE DO HU/UFGD DOURADOS/MS. RASTREAMENTO DE RISCO NUTRICIONAL EM PACIENTES CIRÚRGICOS COM SOBREPESO E OBESIDADE DO HU/UFGD DOURADOS/MS. Jéssica Maurino dos Santos¹; Natalia Tais Greff¹; Amanda Aparecida de Souza Vicente¹; Chrissy

Leia mais

Taxa Metabólica Basal: é importante medir? Tânia Kadima Magalhães Ferreira

Taxa Metabólica Basal: é importante medir? Tânia Kadima Magalhães Ferreira Taxa Metabólica Basal: é importante medir? Tânia Kadima Magalhães Ferreira Taxa Metabólica Basal (TMB) A TMB é definida como taxa de gasto energético no estado pós-absortivo após um jejum noturno de 12hs.

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL E PREVALÊNCIA DE DOENÇAS EM PACIENTES ATENDIDOS NO LABORATÓRIO DE NUTRIÇÃO CLÍNICA DA UNIFRA 1

PERFIL NUTRICIONAL E PREVALÊNCIA DE DOENÇAS EM PACIENTES ATENDIDOS NO LABORATÓRIO DE NUTRIÇÃO CLÍNICA DA UNIFRA 1 PERFIL NUTRICIONAL E PREVALÊNCIA DE DOENÇAS EM PACIENTES ATENDIDOS NO LABORATÓRIO DE NUTRIÇÃO CLÍNICA DA UNIFRA 1 TEIXEIRA, Giselle 2 ; BOSI, Greice 2 ; FONTOURA, Ethiene 2 ; MUSSOI, Thiago 2 ; BLASI,

Leia mais

Avaliação da glicemia e pressão arterial dos idosos da UNATI da UEG-GO

Avaliação da glicemia e pressão arterial dos idosos da UNATI da UEG-GO Avaliação da glicemia e pressão arterial dos idosos da UNATI da UEG-GO Maira Ayumi Matsuoka 1 * (IC), Deborah Cunha da Silva 2 Freitas 3 (PQ) (IC), Jaqueline Gleice Aparecida de 1 Graduação, bolsista da

Leia mais

Apostila de Avaliação Nutricional NUT/UFS 2010 CAPÍTULO 2 AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ADOLESCENTES

Apostila de Avaliação Nutricional NUT/UFS 2010 CAPÍTULO 2 AVALIAÇÃO NUTRICIONAL ADOLESCENTES CAPÍTULO 2 AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM ADOLESCENTES AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM ADOLESCENTES A avaliação nutricional dos adolescentes deve considerar a idade cronológica (peso, estatura e idade) e a idade biológica

Leia mais

Desnutrição, tempo de internação e mortalidade em um hospital geral do Sul do Brasil

Desnutrição, tempo de internação e mortalidade em um hospital geral do Sul do Brasil ARTIGO ORIGINAL Desnutrição, tempo de internação e mortalidade em um hospital geral do Sul do Brasil Malnutrition, length of hospital stay and mortality in a General Hospital in Southern Brazil Aline Marcadenti,

Leia mais

Protocolo de Vancocinemia

Protocolo de Vancocinemia Protocolo de Vancocinemia Versão eletrônica atualizada em fev/2012 Introdução A vancomicina é um dos principais antibióticos utilizados no ambiente hospitalar para tratameto das infecções por Staphylococcus

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016 (Nutricionista)

PROCESSO SELETIVO 2016 (Nutricionista) Santa Casa de Misericórdia de Passos Hospital Regional CNPJ (MF) 23.278.898/0001-60 - Inscrição Estadual: Isento PABX - DDR: (035) 3529.1300 (Geral) Rua Santa Casa, 164 - CEP 37904-020 Passos - MG e-mail:

Leia mais

JEJUM PRÉ-ANESTÉSICO E OPERATÓRIO. Localizador: Data: Vigência: Revisão: Página: HND.ANT.POP /5

JEJUM PRÉ-ANESTÉSICO E OPERATÓRIO. Localizador: Data: Vigência: Revisão: Página: HND.ANT.POP /5 HND.ANT.POP.002 20.10.2015 20.10.2017 01 1 /5 1. FINALIDADE Este procedimento tem como objetivo estabelecer regras e normas para orientar a realização do jejum pré-anestésico visando redução dos riscos

Leia mais

Avaliação do Estado Protéico

Avaliação do Estado Protéico Avaliação do Estado Protéico Profa. Raquel Simões Estado Nutricional protéico Homem 70kg 10 a 13 kg de proteína corporal, principalmente: p Músculos (30 50% do peso corporal) Vísceras (20% do peso corporal)

Leia mais

AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA DE PACIENTES SUBMETIDOS Á CIRURGIA BARIÁTRICA: HISTORICO DE PESO E COMPLICAÇÕES PÓS-CIRURGICAS

AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA DE PACIENTES SUBMETIDOS Á CIRURGIA BARIÁTRICA: HISTORICO DE PESO E COMPLICAÇÕES PÓS-CIRURGICAS 1 AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA DE PACIENTES SUBMETIDOS Á CIRURGIA BARIÁTRICA: HISTORICO DE PESO E COMPLICAÇÕES PÓS-CIRURGICAS GONTIJO, Pires Lidia (UNITRI) lpiresgontijo@yahoo.com.br ARAUJO, Thomas Cristina

Leia mais

TÍTULO: EFEITO DA TERAPIA PERIODONTAL NÃO CIRÚRGICA SOBRE O CONTROLE GLICÊMICO EM INDIVÍDUOS COM DIABETES TIPO2 E PERIODONTITE CRÔNICA: ENSAIO CLÍNICO

TÍTULO: EFEITO DA TERAPIA PERIODONTAL NÃO CIRÚRGICA SOBRE O CONTROLE GLICÊMICO EM INDIVÍDUOS COM DIABETES TIPO2 E PERIODONTITE CRÔNICA: ENSAIO CLÍNICO 16 TÍTULO: EFEITO DA TERAPIA PERIODONTAL NÃO CIRÚRGICA SOBRE O CONTROLE GLICÊMICO EM INDIVÍDUOS COM DIABETES TIPO2 E PERIODONTITE CRÔNICA: ENSAIO CLÍNICO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Leia mais

PREVALÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL GERAL MALNUTRITION PREVALENCE OF PATIENTS IN INTERNADOS GENERAL HOSPITAL

PREVALÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL GERAL MALNUTRITION PREVALENCE OF PATIENTS IN INTERNADOS GENERAL HOSPITAL PREVALÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO EM PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL GERAL MALNUTRITION PREVALENCE OF PATIENTS IN INTERNADOS GENERAL HOSPITAL KAROLINE DE SOUZA REIS Graduada em Nutrição pelo Centro Universitário

Leia mais

Qualidade no Atendimento Nutricional do Paciente Oncológico. Nutricionista Fernanda Pires CRN 13358

Qualidade no Atendimento Nutricional do Paciente Oncológico. Nutricionista Fernanda Pires CRN 13358 Nutricional do Paciente Oncológico Nutricionista Fernanda Pires CRN 13358 O conceito de que a qualidade é importante surge em 1970, com o renascimento da indústria japonesa que, seguindo os preceitos do

Leia mais

ESTADO NUTRICIONAL E SINTOMAS DE ANSIEDADE E DEPRESSÃO EM PACIENTES ONCOLÓGICOS EM TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO

ESTADO NUTRICIONAL E SINTOMAS DE ANSIEDADE E DEPRESSÃO EM PACIENTES ONCOLÓGICOS EM TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO ESTADO NUTRICIONAL E SINTOMAS DE ANSIEDADE E DEPRESSÃO EM PACIENTES ONCOLÓGICOS EM TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO Dafiny Rodrigues Silva 1, Laís Gomes Lessa Vasconcelos 1, Maria Cecília Costa Moreira Cardoso

Leia mais