Padrão de Terminologia/TISS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Padrão de Terminologia/TISS"

Transcrição

1 Padrão de Terminologia no âmbito da Saúde Suplementar Parte integrante da TISS Padrão de Terminologia/TISS

2 Agência Nacional de Saúde Suplementar Autarquia vinculada ao Ministério da Saúde Finalidade institucional (Lei nº 9.961/2000 Artigo 3º) promover a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde, regular as operadoras setoriais, inclusive quanto às suas relações com prestadores e consumidores, e contribuir para o desenvolvimento das ações de saúde no País. 2 Padrão de Terminologia /TISS

3 Política de Informação em Saúde da ANS Padronizar a Troca de Informações em Saúde Suplementar (TISS); Integrar os Sistemas de Informação em Saúde público e privado; Estabelecer o Registro Eletrônico em Saúde (RES); 3

4 Padrão TISS Conjunto de regras operacionais para a troca eletrônica de informações, via internet, entre operadoras e prestadores de serviços de saúde; a melhoria na qualidade do atendimento, a racionalização dos custos administrativos de operadoras e prestadores e otimização dos recursos existentes a interoperabilidade com outros bancos de dados e sistemas de informações em saúde hoje existentes, visando melhor utilização das informações coletadas. a possibilidade de construir o Registro Eletrônico de Saúde (RES) 4

5 Padrão TISS Padrão TISS é organizado em quatro categorias Estrutura e Conteúdo Representação de conceitos em saúde Comunicação Segurança e privacidade 5 Padrão de Terminologia /TISS

6 Padrão de Terminologia Componente - Representação de conceitos em saúde Desenvolvimento da Terminologia Unificada em Saúde Suplementar (TUSS) no âmbito da Saúde Suplementar Aprimora a interoperabilidade Prestador Operadora Operadora ANS 6 Padrão de Terminologia/TISS

7 Padrão de Terminologia ANS - Padrão de Terminologia na Saúde Suplementar Instituir, monitorar a implantação e penalizar pelo não cumprimento Ferramenta de gestão do padrão de terminologia Interface com o padrão de terminologia nacional 7 Padrão de Terminologia/TISS

8 Diretrizes Padrão de Terminologia Padrão de terminologia de âmbito nacional Secretarias do Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Agência de Vigilância Sanitária Comitê de Informação e Informática em Saúde (CEIINFO) Portaria MS 2466 de 14/10/2010. Subcomitê de Padrões de Arquitetura Tecnológica, Terminologia e Interoperabilidade (SPATTI); 8 Padrão de Terminologia/TISS

9 Padrão de Terminologia Terminologia âmbito nacional Terminologias dos sistemas de informação do SUS - Ambulatorial (SIA), Alta complexidade (APAC) e Hospitalar (SIH) Terminologias dos sistemas de informação da Vigilância Sanitária - Medicamentos com preços controlados 9 Padrão de Terminologia/TISS

10 Padrão de Terminologia Estratégias Implantação gradual em grupos de procedimentos ou eventos em saúde Na ausência de terminologias de âmbito nacional - Proposições do COPISS reconhecidas pelas ANS CBHPM mantida pela AMB Terminologia aprovada pelo CFO Outras instituições de reconhecido renome ou responsável pelo exercício profissional 10 Padrão de Terminologia/TISS

11 Padrão de Terminologia Atualização - Formulário específico (exceto rol ANS) Solicitante operadora de planos de saúde Analista 1 representante do solicitante no COPISS Analista 2 Associação Médica Brasileira terminologia médica Conselho Federal de Odontologia terminologia da área de odontologia Outras instituições propostas pelo COPISS e reconhecidas pela ANS para terminologias específicas 11 Padrão de Terminologia/TISS

12 Padrão de Terminologia Procedimentos médicos versão 1.0.1: IN 34, DIDES (Diretoria de Desenvolvimento Setorial), 13 de fevereiro de 2009: Estabelece a obrigatoriedade de adoção da TUSS para codificação de procedimentos médicos; IN 38, DIDES, 13 de novembro de Altera os prazos de implantação definidos na IN 34: Operadoras: 13/02/2010 Prestadores: 11/05/2010 Final do período de adaptação: 10/07/

13 Padrão de Terminologia Procedimentos médicos versão 1.0.2: IN 44, DIDES (Diretoria de Desenvolvimento Setorial), 08 de setembro de 2010: Atualização. Incorpora procedimentos constantes no atual rol de procedimentos RN 211 Adaptação do instrumento contratual. Operadora deverá atualizar a rede de prestadores com a tabela de faturamento baseada na Terminologia vigente. Prazo para realizarem a totalidade do seu processo de faturamento com os procedimentos médicos constantes na TUSS versão Data final: 15/10/

14 Padrão de Terminologia Procedimentos Odontológicos IN 42, DIDES, de 9 de junho de 2010: Estabelece a Terminologia Unificada da Saúde Suplementar para procedimentos odontológicos em nível ambulatorial para a troca de informações entre operadoras de plano privado de assistência à saúde e prestadores de serviços de saúde. Prazos:» Operadoras até 07/10/2010» Prestadores até 05/01/2011» Período de adaptação data final 06/03/

15 Padrão de Terminologia Próximas terminologias: Diárias e taxas hospitalares Medicamentos Procedimentos de outras áreas da saúde Órteses, próteses e materiais especiais 15

16 Monitoramento - TISS Radar TISS Operadoras Médico-Hospitalar maio/2009 Radar TISS Operadoras Beneficiários Volume de Guias Convocadas Participantes Total 55,7% 86,9% Guias Total de Guias % TISS % TISS e papel % Papel % Total % Próximo Radar coleta dos dados em outubro/2010, referencia junho/ Padrão de Terminologia/TISS

17 Monitoramento - TISS Aprimoramento Indicadores de acompanhamento Sugestões Proporção de pagamento da despesa assistencial com base no padrão de terminologia vigente; Grau de alcance da TISS pelos prestadores vinculados à Operadora. 17 Padrão de Terminologia/TISS

18 Padrão de Terminologia / TISS

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 305, DE 9 DE OUTUBRO DE 2012 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 305, DE 9 DE OUTUBRO DE 2012 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1 de 7 24/10/2014 13:48 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 305, DE 9 DE OUTUBRO DE 2012 Esta Resolução estabelece o Padrão obrigatório para Troca de Informações na Saúde Suplementar - Padrão TISS dos dados de

Leia mais

Grupo de Estudos (Tiss 3.0) Faturamento

Grupo de Estudos (Tiss 3.0) Faturamento Grupo de Estudos (Tiss 3.0) Faturamento Rua Joaquim Cordeiro, 369 Bairro Cazeca Uberlândia/MG. CEP: 38400-030 Telefone: (34) 3236-9614 www.bolsin.net RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 305, DE 9 DE OUTUBRO DE

Leia mais

TISS PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÕES NA SAÚDE SUPLEMENTAR. Regras de negocio. JORNADA NACIONAL de SAÚDE SUPLEMENTAR para HOSPITAIS E OPERADORAS

TISS PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÕES NA SAÚDE SUPLEMENTAR. Regras de negocio. JORNADA NACIONAL de SAÚDE SUPLEMENTAR para HOSPITAIS E OPERADORAS JORNADA NACIONAL de SAÚDE SUPLEMENTAR para HOSPITAIS E OPERADORAS Regras de negocio TISS PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÕES NA SAÚDE SUPLEMENTAR CONCEITO As funções de Estado são fundamentais para a regulação

Leia mais

Manual Guias -Padrão TISS 3.02

Manual Guias -Padrão TISS 3.02 Unimed Caçapava Cooperativa de Trabalho Médico Manual Guias -Padrão TISS 3.02 Para uso interno Departamento de Faturamento Setembro/2014 Padrão TISS 3.0 A versão 3.0 do Padrão TISS complementa o processo

Leia mais

TISS S S ver e sã s o ã Junho/2012

TISS S S ver e sã s o ã Junho/2012 TISS versão 3.0 Junho/2012 Conceitos Básicos TISS Troca de Informação em Saúde Suplementar Componentes do Padrão: I. Conteúdo e Estrutura II. Representação de Conceitos em Saúde III. Segurança e Privacidade

Leia mais

Sustentabilidade da Saúde Suplementar

Sustentabilidade da Saúde Suplementar Sustentabilidade da Saúde Suplementar Rafael Pedreira Vinhas Gerente-Geral Gerência-Geral Regulatória da Estrutura dos Produtos Fórum de Regulação do Sistema Unimed - Maceió, 11 de maio de 2016. Agência

Leia mais

PADRÃO TISS. Oficina de Monitoramento do Envio de Dados. São Paulo- 15/10/ ª Reunião do COPISS - 13/08/2015 1

PADRÃO TISS. Oficina de Monitoramento do Envio de Dados. São Paulo- 15/10/ ª Reunião do COPISS - 13/08/2015 1 PADRÃO TISS Oficina de Monitoramento do Envio de Dados São Paulo- 15/10/2015 80ª Reunião do COPISS - 13/08/2015 1 Objeto Resolução Normativa nº 305 Estabelece o Padrão obrigatório de Troca de Informação

Leia mais

PADRÃO TISS. Cléia Delfino do Nascimento Representante da SBPC/ML no COPISS

PADRÃO TISS. Cléia Delfino do Nascimento Representante da SBPC/ML no COPISS Fonte: www.ans.gov.br TISS Troca de Informação em Saúde Suplementar PADRÃO TISS Cléia Delfino do Nascimento Representante da SBPC/ML no COPISS cleia@sluzia.com.br Conceito É um padrão de Troca de Informação

Leia mais

Projetos e-saúde e RES. 30 de outubro de 2015

Projetos e-saúde e RES. 30 de outubro de 2015 Projetos e-saúde e RES 30 de outubro de 2015 1 PROJETOS e-saúde e RES Mudanças e desafios do setor da Saúde Suplementar 2 Marizélia Leão Moreira Gerente da Gerência Executiva de Padronização e Interoperabilidade

Leia mais

Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar

Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar GEPIN/GGISS/DIDES Rio das Ostras RJ julho/2012 Cartão Nacional de Saúde (CNS) O que é? Documento numerado para cadastro de usuários de serviços de

Leia mais

AVM Faculdade Integrada MBA em Regulação Pedro Henrique de Moraes Papastawridis ESTUDO DESCRITIVO AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR (ANS)

AVM Faculdade Integrada MBA em Regulação Pedro Henrique de Moraes Papastawridis ESTUDO DESCRITIVO AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR (ANS) AVM Faculdade Integrada MBA em Regulação Pedro Henrique de Moraes Papastawridis ESTUDO DESCRITIVO AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR (ANS) Rio de Janeiro 2016 AVM Faculdade Integrada MBA em Regulação

Leia mais

Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde Transplantes

Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde Transplantes Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde Transplantes Gerência de Assistência à Saúde (GEAS) Gerencial Geral de Regulação Assistencial (GGRAS) Diretoria de Normas e Habilitação dos Produtos (DIPRO) 13 de

Leia mais

REGISTRO ELETRÔNICO DE SAÚDE CONECTIVIDADE E INFORMAÇÃO ON-LINE NA REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE

REGISTRO ELETRÔNICO DE SAÚDE CONECTIVIDADE E INFORMAÇÃO ON-LINE NA REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE REGISTRO ELETRÔNICO DE SAÚDE CONECTIVIDADE E INFORMAÇÃO ON-LINE NA REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE Clique para editar Marizélia o nome Leão do Moreira autor Gerente da Gerência Executiva de Clique Padronização

Leia mais

TISS WTI jul/2014

TISS WTI jul/2014 TISS 3.02.00 jul/2014 RN 305 IN 51-2012 TISS Institui o Padrão obrigatório para Troca de Informações na Saúde Suplementar Agentes de Troca ANS Operadoras Prestadores Objetivos Padronizar Subsidiar ações

Leia mais

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas Coordenação Geral de Regulação e Avaliação REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS Setembro/2010

Leia mais

Desafios e Perspectivas para a Saúde Suplementar

Desafios e Perspectivas para a Saúde Suplementar Desafios e Perspectivas para a Saúde Suplementar Lenise Barcellos de Mello Secchin Chefe de Gabinete São Paulo, 06 de maio de 2016. Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS Agência reguladora federal

Leia mais

ANEXO DE SOLICITAÇÃO DE ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS - OPME

ANEXO DE SOLICITAÇÃO DE ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS - OPME Logo da Empresa ANEXO DE SOLICITAÇÃO DE ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS - OPME 2- Nº Guia no Prestador 12345678901234567890 1 - Registro ANS 3 - Número da Guia Referenciada 4 - Senha 5 - Data da

Leia mais

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE SETEMBRO/2016 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Orientações Gerais... 4 2.1 Entrega de guias... 4 2.2 PACOTES - Autorização e cobrança... 4 3. Formulários... 4

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA AUDIÊNCIA PÚBLICA

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA AUDIÊNCIA PÚBLICA Discutir a situação da pediatria no âmbito do Sistema Único de Saúde SUS e na Saúde Suplementar. Brasília, DF, 27 de maio

Leia mais

PADRÃO TISS organizacional

PADRÃO TISS organizacional PADRÃO TISS organizacional Setembro 2016 Sumário!! "! #$%! &'%()%! *+%, -! &$. " #/ &/ 0&))1 #$%1 "%1 $%2)(2), $%, &(%0 &$3 &45 #$36 76 )%)/ 8%+6 9 :%066 #$%66 "%66 &$ 8--&; 1

Leia mais

Manual de Instruções TISS

Manual de Instruções TISS Manual de Instruções TISS Introdução A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados de assistência

Leia mais

GUIA DE SERVIÇO PROFISSIONAL / SERVIÇO AUXILIAR DE DIAGNÓSTICO E TERAPIA - SP/SADT

GUIA DE SERVIÇO PROFISSIONAL / SERVIÇO AUXILIAR DE DIAGNÓSTICO E TERAPIA - SP/SADT Logo da Empresa GUIA DE SERVIÇO PROFISSIONAL / SERVIÇO AUXILIAR DE DIAGNÓSTICO E TERAPIA - SP/SADT 2- Nº Guia no Prestador 12345678901234567890 1 - Registro ANS 3 Número da Guia Principal 4 - Data da Autorização

Leia mais

SAW e TISS Gabriela Fonseca. Outubro de 2016

SAW e TISS Gabriela Fonseca. Outubro de 2016 SAW e TISS 3.03.01 Gabriela Fonseca Outubro de 2016 Sistema de Atendimento Web - SAW SAW: Nosso portal de comunicação com o Prestador Compatível com o navegador Mozilla Firefox Mensagens e Downloads no

Leia mais

Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar

Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Instruções para preenchimento Grupo 5 - Clínicas e Laboratórios Unimed Sorocaba Cooperativa de Trabalho Médico Av. Pres. Juscelino Kubitscheck de Oliveira,

Leia mais

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Parte V - Formulários do Plano de Contingência

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Parte V - Formulários do Plano de Contingência PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Parte V - Formulários do Plano de Contingência Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Maio 2014 323 Registro ANS Nº da no prestador 2 Número da

Leia mais

Pesquisa revela variação de até 3.108% em preços de órteses e próteses

Pesquisa revela variação de até 3.108% em preços de órteses e próteses Pesquisa revela variação de até 3.108% em preços de órteses e próteses O mercado de órteses, próteses e dispositivos médicos implantáveis é complexo e vasto - abrangendo desde marca-passo e stent cardíaco

Leia mais

Padronizar as ações administrativas de verificação, solicitação, autorização, cobrança, demonstrativos de pagamento e recursos de glosas;

Padronizar as ações administrativas de verificação, solicitação, autorização, cobrança, demonstrativos de pagamento e recursos de glosas; GUIAS TISS 3.0 Introdução Resolução Normativa nº 305, de 09/10/2012 A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras

Leia mais

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014 Treinamento Grupo IV Prestadores PJ Cadastramento de Guias; Atendimento Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 1 Atendimento Status dos Procedimentos Status NEGADO, verificar

Leia mais

SINDHOSP e Grupo Fleury. Diretoria de Desenvolvimento Setorial DIDES/ANS Abril de 2013

SINDHOSP e Grupo Fleury. Diretoria de Desenvolvimento Setorial DIDES/ANS Abril de 2013 SINDHOSP e Grupo Fleury Diretoria de Desenvolvimento Setorial DIDES/ANS Abril de 2013 (R$ bilhões) Receita de Contraprestações e Despesa Assistencial Operadoras Médico-Hospitalares (Brasil 2003-125,0 100,0

Leia mais

O SUS LEGAL A partir das leis que ainda não foram cumpridas e que determinam a estrutura e funcionamento do SUS: Propostas do ministério da saúde

O SUS LEGAL A partir das leis que ainda não foram cumpridas e que determinam a estrutura e funcionamento do SUS: Propostas do ministério da saúde O SUS LEGAL A partir das leis que ainda não foram cumpridas e que determinam a estrutura e funcionamento do SUS: Propostas do ministério da saúde Brasília, 25/01/2017 Lei 141 Art. 30. Os planos plurianuais,

Leia mais

Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED

Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED Luiz Gustavo Meira Homrich Ouvidor São Paulo, 18 de março de 2016. Roteiro Situação e avanços das Ouvidorias no Setor de Saúde Suplementar; Aspectos fundamentais

Leia mais

PORTARIA Nº 2.080, DE 31 DE OUTUBRO DE 2003

PORTARIA Nº 2.080, DE 31 DE OUTUBRO DE 2003 PORTARIA Nº 2.080, DE 31 DE OUTUBRO DE 2003 Institui o Programa Nacional para Prevenção e Controle das Hepatites Virais, o Comitê Técnico de Acompanhamento e Assessoramento do Programa e dá outras providências.

Leia mais

Legenda da Guia de Serviços Profissionais/Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia (SP/SADT)

Legenda da Guia de Serviços Profissionais/Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia (SP/SADT) na Registro ANS 1 Registro ANS String 6 Registro da operadora de plano privado de assistência à saúde na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Número da no prestador 2 Nº da no prestador 0 Número

Leia mais

Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar

Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Acertos no Padrão de Comunicação e Segurança Versão 2.02.01 ALTERAÇÕES Relação de alterações

Leia mais

Projetos e Metas do Intercâmbio Nacional para 2017

Projetos e Metas do Intercâmbio Nacional para 2017 Projetos e Metas do Intercâmbio Nacional para 2017 Carla Sales Ingressou no sistema Unimed em 1995 Unimed do Brasil; Participou dos processos ligados ao atendimento durante a Criação da Central Nacional

Leia mais

Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro

Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro Logo da Empresa GUIA DE CONSULTA 2- Nº Guia no Prestador 12345678901234567890 1 - Registro ANS Dados do Beneficiário 3 - Número da Guia Atribuído pela Operadora 4 - Número da Carteira 5 - Validade da Carteira

Leia mais

GTE OPME TRANSPOSIÇÃO DE TABELA E MODELOS DE REMUNERAÇÃO. Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor

GTE OPME TRANSPOSIÇÃO DE TABELA E MODELOS DE REMUNERAÇÃO. Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor GTE OPME TRANSPOSIÇÃO DE TABELA E MODELOS DE REMUNERAÇÃO Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor Rio de Clique janeiro, para 24 editar de junho local de e 2016 data GTE OPME

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar. Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar

Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar. Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Troca de Informações em Saúde Suplementar INSTRUÇÕES GERAIS Este manual tem como finalidade instruir todos os prestadores de serviço no preenchimento

Leia mais

Manual de Instruções CAMED SAÚDE

Manual de Instruções CAMED SAÚDE Manual de Instruções CAMED SAÚDE Janeiro/2015 1 Sumário 1. Introdução... 5 2. Orientações Gerais... 6 2.1 Entrega de guias... 6 2.2 Numeração de guias... 6 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança... 6 3.

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 6, DE 25 DE AGOSTO DE Institui o Conjunto Mínimo de Dados da Atenção à Saúde e dá outras providências

RESOLUÇÃO N. 6, DE 25 DE AGOSTO DE Institui o Conjunto Mínimo de Dados da Atenção à Saúde e dá outras providências RESOLUÇÃO N. 6, DE 25 DE AGOSTO DE 2016 Institui o Conjunto Mínimo de Dados da Atenção à Saúde e dá outras providências A COMISSÃO INTERGESTORES TRIPARTITE, no uso das atribuições que lhe conferem o inciso

Leia mais

Objetivo. Orientar a SEDE quanto ao processo de parametrização das tabelas do Sistema Operacional CASSI SOC quando da entrada da versão TISS 3.0.

Objetivo. Orientar a SEDE quanto ao processo de parametrização das tabelas do Sistema Operacional CASSI SOC quando da entrada da versão TISS 3.0. Parametrização Objetivo Orientar a SEDE quanto ao processo de parametrização das tabelas do Sistema Operacional CASSI SOC quando da entrada da versão TISS 3.0. Carência Nas carências já cadastradas, o

Leia mais

1. Art. 17, caput: Formas de comunicação ao beneficiário

1. Art. 17, caput: Formas de comunicação ao beneficiário Contribuições do SINOG Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo para discussão na 2ª reunião do Grupo Técnico da Regulamentação da Lei nº 13.003/2014. Contribuições sobre pontos relevantes

Leia mais

I - houver previsão contratual de livre negociação como única forma de reajuste; e

I - houver previsão contratual de livre negociação como única forma de reajuste; e Gerência/Diretoria: GEEIQ/DIDES Prot. nº. 33902.546580/2016-48 Data: 01/11/2016 Hora: 10h05min Assinatura: Ana Paiva Nota Técnica n.º 45/2016/GEEIQ/DIDES/ANS Assunto: Critérios de qualidade considerados

Leia mais

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída do consultório (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída do consultório (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014 Treinamento Grupo I - Oncologia Cadastramento de Guias; Atendimento Saída do consultório (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 1 Atendimento Status NEGADO, verificar o motivo! Atendimento

Leia mais

TISS. Troca de Informações em Saúde Suplementar MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA REDE CREDENCIADA PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS

TISS. Troca de Informações em Saúde Suplementar MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA REDE CREDENCIADA PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA REDE CREDENCIADA PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS 2007 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 03 2. INFORMAÇÕES CONTATOS... 03 3. APRESENTAÇÃO... 04

Leia mais

João Monlevade. O que é o TISS?

João Monlevade. O que é o TISS? O que é o TISS? O TISS é a sigla para Troca de Informações em Saúde Suplementar Instituído pela RN 114, de 26/10/2005 Modelos de guias definidos pela IN 17, de 10/11/2005 TODAS AS OPERADORAS DE SAÚDE IRÃO

Leia mais

OPME/DMI As mudanças no cenário e ações de gestão adotadas por hospitais para minimizar distorções e mitigar riscos.

OPME/DMI As mudanças no cenário e ações de gestão adotadas por hospitais para minimizar distorções e mitigar riscos. OPME/DMI As mudanças no cenário e ações de gestão adotadas por hospitais para minimizar distorções e mitigar riscos. FEHOSP Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo Cenário

Leia mais

ANEXO I FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE RECONHECIMENTO PELA ANS DE PESSOAS JURÍDICA PARA ATUAR COMO ENTIDADE ACREDITADORA DE SERVIÇOS DE SAÚDE NO QUALISS

ANEXO I FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE RECONHECIMENTO PELA ANS DE PESSOAS JURÍDICA PARA ATUAR COMO ENTIDADE ACREDITADORA DE SERVIÇOS DE SAÚDE NO QUALISS ANEXO I FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE RECONHECIMENTO PELA ANS DE PESSOAS JURÍDICA PARA ATUAR COMO ENTIDADE ACREDITADORA DE SERVIÇOS DE SAÚDE NO QUALISS ACREDITADORA NO QUALISS reconhecimento para atuar

Leia mais

Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar

Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar Coordenação de Beneficiários Gerência de Produção e Análise de Informações GEPIN Gerência-Geral de Informações e Sistemas - GGISS Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE Conceito: São arranjos organizativos de ações e serviços de saúde, de diferentes densidades tecnológicas,

Leia mais

Legenda da Guia de Resumo de Internação

Legenda da Guia de Resumo de Internação PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Formulário do Plano de Contingência Legenda da Guia de Resumo de Internação Registro ANS 1 Registro ANS String 6 Registro da operadora de plano privado de

Leia mais

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Parte V - Formulários do Plano de Contingência

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Parte V - Formulários do Plano de Contingência PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Parte V - Formulários do Plano de Contingência Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Maio 2014 323 Registro ANS Nº da no na 1 2 Registro ANS

Leia mais

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Nossa história Cenário Cenário Nossa história Setores Previsão segundo o Plano de Trabalho Quando

Leia mais

JUNTA MÉDICA: ORIENTAÇÕES PARA A ANÁLISE DAS DEMANDAS NIP ASSISTENCIAIS

JUNTA MÉDICA: ORIENTAÇÕES PARA A ANÁLISE DAS DEMANDAS NIP ASSISTENCIAIS JUNTA MÉDICA: ORIENTAÇÕES PARA A ANÁLISE DAS DEMANDAS NIP ASSISTENCIAIS Junta médica: normativos CONSU 8/98 De acordo com o Art. 4º, inciso V, da Resolução CONSU 08/1998, as operadoras de planos privados

Leia mais

Manual de Preenchimento dos formulários da TISS. Versão

Manual de Preenchimento dos formulários da TISS. Versão Manual de Preenchimento dos formulários da TISS Versão 3.02.00 Agosto/2014 u Página 2 de 58 Sumário Instruções Gerais... 4 Guia de Consulta... 5 Guia de Serviço Profissional/Serviço Auxiliar de Diagnóstico

Leia mais

Agenda Regulatória. Secretário Executivo da ANS. São Paulo, 05 de novembro de Debates GVSaúde João Luis Barroca

Agenda Regulatória. Secretário Executivo da ANS. São Paulo, 05 de novembro de Debates GVSaúde João Luis Barroca Agenda Regulatória ANS Debates GVSaúde João Luis Barroca Secretário Executivo da ANS São Paulo, 05 de novembro de 2012 Evolução do Processo de Regulação Até 1997 1997 1998 1999 2000 Debates no Congresso

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NOTA TÉCNICA Nº 04 ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE O RELATÓRIO QUADRIMESTRAL DE ACORDO COM A LEI COMPLEMENTAR Nº141 DE 13 DE JANEIRO DE 2012 Introdução: Até 2011, a forma de prestar contas sobre as ações, recursos

Leia mais

PADRÃO TISS. organizacional

PADRÃO TISS. organizacional PADRÃO TISS organizacional maio 2014 1 Sumário I. Versão do Componente Organizacional... 6 II. Componente organizacional... 6 Finalidade... 6 Definição... 6 III. Exposição de motivos da atualização...

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS

SOLICITAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS SOLICITAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS 3.02.00 1 Campos obrigatórios das guias Os campos com preenchimento obrigatório possuem um asterisco antes do nome do campo. Tabelas de

Leia mais

Hospital de Clínicas da UFTM. Macroproblema 1: falta de gestão adequada

Hospital de Clínicas da UFTM. Macroproblema 1: falta de gestão adequada Hospital de Clínicas da UFTM Macroproblema 1: falta de gestão adequada 2016 MP1. Falta de gestão adequada NC1. Falta de um projeto de comunicação interna NC2. Falta de fluxos e rotinas administrativas

Leia mais

Lei n o de 28/12/1990

Lei n o de 28/12/1990 Lei n o 8.142 de 28/12/1990 Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA-RN Nº 366, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO NORMATIVA-RN Nº 366, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014 RESOLUÇÃO NORMATIVA-RN Nº 366, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014 Altera o Regimento Interno da Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, instituído pela Resolução Normativa - RN nº 197, de 16 de julho de 2009,

Leia mais

6º Congresso Nacional Unimed de Auditoria em Saude

6º Congresso Nacional Unimed de Auditoria em Saude 6º Congresso Nacional Unimed de Auditoria em Saude Situacao Atual da Saude Suplementar Buzios, 16 de junho de 2011 Leandro Reis Tavares Diretor de Normas e Habilitacao de Operadoras Diretoria de Normas

Leia mais

Fórum de Custos. Gestão Corporativa de Faturamento Automatização de Indicadores Corporativos

Fórum de Custos. Gestão Corporativa de Faturamento Automatização de Indicadores Corporativos Fórum de Custos Gestão Corporativa de Faturamento Automatização de Indicadores Corporativos Mauricio Rodrigues Loures - Diretoria Financeira Corporativa Selma Santos Gerente Corporativo de Faturamento

Leia mais

Secretárias SECRETÁRIAS

Secretárias SECRETÁRIAS Secretárias SECRETÁRIAS Valores das Consultas Intercâmbio Federativo = R$ 65,00 Intercâmbio Nacional = R$ 65,00 Costa do Sol e Correios = R$ 65,00 Unimed's Federativas 017 Leste Fluminense 205 Campos 023

Leia mais

Principais alternativas para a otimização e a diminuição de falhas no Faturamento Hospitalar

Principais alternativas para a otimização e a diminuição de falhas no Faturamento Hospitalar Principais alternativas para a otimização e a diminuição de falhas no Faturamento Hospitalar AGENDA 1. A Qualirede 2. Cenário das cobranças e dos pagamentos 3. Dificuldades no faturamento hospitalar 4.

Leia mais

A CERTIFICAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE: DCEBAS - AVANÇOS E DESAFIOS PARA A GESTÃO DO SUS

A CERTIFICAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE: DCEBAS - AVANÇOS E DESAFIOS PARA A GESTÃO DO SUS MINISTÉRIO DA SAÚDE - MS SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE - SAS DEPARTAMENTO DE CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES BENEFICENTES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EM SAÚDE - DCEBAS A CERTIFICAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE: DCEBAS - AVANÇOS

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO FORMULÁRIO ELETRÔNICO REA OUVIDORIAS OUVIDORIA DA ANS

MANUAL DE PREENCHIMENTO FORMULÁRIO ELETRÔNICO REA OUVIDORIAS OUVIDORIA DA ANS MANUAL DE PREENCHIMENTO FORMULÁRIO ELETRÔNICO REA OUVIDORIAS OUVIDORIA DA ANS Este Manual tem por objetivo orientar as operadoras de planos privados de assistência à saúde quanto ao preenchimento do formulário

Leia mais

GUIA DE RECURSO DE GLOSAS ODONTOLÓGICAS

GUIA DE RECURSO DE GLOSAS ODONTOLÓGICAS Logo da Empresa GUIA DE RECURSO DE GLOSAS ODONTOLÓGICAS 2- Nº Guia no Prestador 12345678901234567890 1 - Registro ANS 3 - Nome da Operadora 4 - Objeto do Recurso 5 - Número da Guia de Recurso de Glosas

Leia mais

Formulario-af.pdf 1 14/05/14 11:36

Formulario-af.pdf 1 14/05/14 11:36 Formulario-af.pdf 1 14/05/14 11:36 Formulario-af.pdf 2 14/05/14 11:36 Formulario-af.pdf 3 14/05/14 11:36 ANEXO CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO Prezado(a) Beneficiário(a), A Agência Nacional de Saúde

Leia mais

Guias TISS As condições de preenchimento dos campos são: 1.Obrigatório: a situação na qual o termo deve ser preenchido, incondicionalmente;

Guias TISS As condições de preenchimento dos campos são: 1.Obrigatório: a situação na qual o termo deve ser preenchido, incondicionalmente; Guia Guias TISS 3.02.01 No TISS 3.02.00 a ANS definiu novo layout para troca de informações entre operadoras e prestadores de serviços, na autorização, cobrança, demonstrativos de pagamento e recurso de

Leia mais

Legenda da Guia de Resumo de Internação

Legenda da Guia de Resumo de Internação na Registro ANS 1 Registro ANS String 6 Registro da operadora de plano privado de assistência à saúde na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Número da no prestador Número da de solicitação de internação

Leia mais

AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas de preços 30 a 99 vidas. Tabela de preços 30 a 99 vidas plano com coparticipação

AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas de preços 30 a 99 vidas. Tabela de preços 30 a 99 vidas plano com coparticipação AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas de preços 30 a 99 vidas Julho 2016 Amil 400 Amil 400 Amil 500 Amil 700 Faixa Etária Enfermaria Apartamento Apartamento Apartamento 00 a 18 anos 202,75 230,51 254,40 314,64

Leia mais

Ajuste Anual de Preço de Medicamentos

Ajuste Anual de Preço de Medicamentos Ajuste Anual de Preço de Medicamentos Março 2017 1. Modelo de ajuste de preços Lei nº 10.742, de 6 de outubro de 2003 Define normas de regulação para o setor farmacêutico, cria a Câmara de Regulação do

Leia mais

Soluções que facilitam a gestão da saúde

Soluções que facilitam a gestão da saúde Soluções que facilitam a gestão da saúde A Hospidata Mais eficiência na gestão de saúde Empresa do grupo MV, líder brasileira em soluções de tecnologia para gestão da saúde, a Hospidata oferece um portfólio

Leia mais

SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS. Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS

SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS. Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS Escolaridade de nível superior de acordo com a NOB/RH/2006

Leia mais

Monitoramento TISS. Luciana Y Tamada set/2015

Monitoramento TISS. Luciana Y Tamada set/2015 Monitoramento TISS Luciana Y Tamada set/2015 Troca de Informações em Saúde Suplementar RN 305 / 2012 Institui o Padrão obrigatório para Troca de Informações na Saúde Suplementar Cronologia RN 305 / 2012

Leia mais

Plano de Saúde Amil Empresarial ou PME

Plano de Saúde Amil Empresarial ou PME AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas 02 a 29 vidas Amil Saúde 400, 500, 700 para 02 a 29 vidas AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS QUEM PODE SER DEPENDENTE = DEPENDENTES LEGAIS ATÉ O TERCEIRO GRAU DE PARENTESCO LIMITADOS

Leia mais

Agência Nacional de Saúde Suplementar

Agência Nacional de Saúde Suplementar AS Saúde Suplementar e a inclusão de novos procedimentos no Rol da ANS XXXIV CONGRESSO DA SBHCI 21 Junho de 2012 Agência Nacional de Saúde Suplementar É a agência reguladora do Governo Federal, vinculada

Leia mais

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE ANO 2013 Conforme previsto no art. 36 da Lei Complementar N.º 141/2012, o Relatório Detalhado do Quadrimestral Anterior contém informações

Leia mais

Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016

Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016 Política de Controles Internos Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016 OBJETIVO Garantir a aplicação dos princípios e boas práticas da Governança Corporativa, e que

Leia mais

O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde

O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde Bases Legais do Controle Interno Controle interno na Administração Pública Brasileira previsto nos artigos 75/80 da Lei 4.320/64. O

Leia mais

Legenda da Guia de Recurso de Glosa

Legenda da Guia de Recurso de Glosa Registro ANS Número da de recurso de glosas no na 1 2 Registro ANS Nº da no String 6 Registro da de plano privado de assistência à saúde na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Número que identifica

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013 Dispõe sobre a instituição de unidade organizacional específica de ouvidoria pelas operadoras de planos privados de assistência saúde. [Correlações]

Leia mais

Gestão eficiente e integrada

Gestão eficiente e integrada Gestão eficiente e integrada Philips Tasy para Operadoras de Planos de Saúde Controle e eficiência operacional O sistema Philips Tasy disponibiliza inúmeras ferramentas que permitem aos gestores um controle

Leia mais

Regulatory Practice Insurance News

Regulatory Practice Insurance News INSURANCE Regulatory Practice Insurance News FINANCIAL SERVICES Setembro 2008 SUSEP DFC Carta-Circular DECON 06, de 12.09.2008 - Demonstração de Fluxo de Caixa Esta Carta-Circular dispõe sobre a substituição

Leia mais

Saber online. como é investido cada real do SUS na saúde do brasileiro

Saber online. como é investido cada real do SUS na saúde do brasileiro Saber online como é investido cada real do SUS na saúde do brasileiro Informatização é prioridade PRIORIDADE DE GESTÃO Integrar o controle das ações, permitindo o melhor atendimento ao cidadão, a correta

Leia mais

ESTADO RICARDO CERCEAU

ESTADO RICARDO CERCEAU SAUDE ESTADO REGIONAL SUPLEMENTAR DO ESPIRITO SANTO DE SAÚDE VITÓRIA LUIS ALFREDO VIDAL DE CARVALHO RICARDO CERCEAU RENATO CERCEAU Brasil, 2013-1ª edição LUIS ALFREDO VIDAL DE CARVALHO RICARDO CERCEAU

Leia mais

Ministério da Saúde PORTARIA Nº 2.073, DE 31 DE AGOSTO DE 2011

Ministério da Saúde PORTARIA Nº 2.073, DE 31 DE AGOSTO DE 2011 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 2.073, DE 31 DE AGOSTO DE 2011 Regulamenta o uso de padrões de interoperabilidade

Leia mais

Recursos Próprios 2013

Recursos Próprios 2013 Recursos Próprios 2013 " Serviços Próprios de Atendimento Pré-Hospitalar (SOS) e Assistência Domiciliar ( Home- Care): reconhecendo a importância destas modalidades assistenciais para o cliente e para

Leia mais

Rio de Janeiro, dezembro de 2006

Rio de Janeiro, dezembro de 2006 Política de indução das ações de Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças, no âmbito do Setor de Saúde Suplementar, visando à integralidade da Atenção à Saúde. Rio de Janeiro, dezembro de 2006

Leia mais

PLANO DE SAÚDE MANUAL DO CREDENCIADO

PLANO DE SAÚDE MANUAL DO CREDENCIADO Vitallis PLANO DE SAÚDE MANUAL DO CREDENCIADO Apresentação É com grande satisfação que iniciamos parceria. A Vitallis Saúde é classificada na modalidade Medicina de Grupo, tem cobertura nacional e é uma

Leia mais

TERMO ADITIVO ao Contrato Particular de Plano de Saúde (nome do plano) Reg. ANS nº (nº produto).

TERMO ADITIVO ao Contrato Particular de Plano de Saúde (nome do plano) Reg. ANS nº (nº produto). TERMO ADITIVO ao Contrato Particular de Plano de Saúde (nome do plano) Reg. ANS nº (nº produto). CONTRATADA: UNIMED MURIAÉ COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA., inscrita no CNPJ/MF nº 25.971.433/0001-15,

Leia mais

RESOLUÇÃO-RDC No- 59, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009

RESOLUÇÃO-RDC No- 59, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 RESOLUÇÃO-RDC No- 59, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a implantação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos e definição dos mecanismos para rastreamento de medicamentos, por meio de tecnologia

Leia mais

REDEFINE O COMITÊ NACIONAL PARA A PROMOÇÃO DO USO DE MEDICAMENTOS NO ÂMBITO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

REDEFINE O COMITÊ NACIONAL PARA A PROMOÇÃO DO USO DE MEDICAMENTOS NO ÂMBITO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE Circular 199/2013 São Paulo, 17 de Maio de 2013. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) REDEFINE O COMITÊ NACIONAL PARA A PROMOÇÃO DO USO DE MEDICAMENTOS NO ÂMBITO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE Diário Oficial da União

Leia mais

Resolução Normativa RN n 395/2016

Resolução Normativa RN n 395/2016 Resolução Normativa RN n 395/2016 Rodrigo Aguiar Gerente Geral de Assessoramento da Diretoria de Fiscalização Rio de Janeiro, janeiro de 2016. O que apresentamos aqui? Resolução Normativa RN n 395/2015,

Leia mais

Reajuste anual de planos de saúde

Reajuste anual de planos de saúde Sindicato dos Laboratórios de Minas Gerais Nº : 204 Data: 08/06/2015 Fale conosco: (31) 3213-2738 - Fax (31) 3213-0814 - secretaria@sindlab.org.br - www.sindlab.org.br Reajuste anual de planos de saúde

Leia mais

Regulação em Saúde no SUS e o Pacto Federativo.

Regulação em Saúde no SUS e o Pacto Federativo. Cláudio Tavares - Diretor de Regulação, Avaliação e Controle da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (DRAC/SMS) Regulação em Saúde no SUS e o Pacto Federativo. Experiência do Município de Goiânia no

Leia mais

A relação entre prestadores de serviços e operadoras de planos de saúde

A relação entre prestadores de serviços e operadoras de planos de saúde A relação entre prestadores de serviços e operadoras de planos de saúde Gerência de Aprimoramento do Relacionamento entre Prestadores e Operadoras Diretoria-Adjunta da Diretoria de Desenvolvimento Setorial

Leia mais

CMB - X Congresso Nacional das Operadoras e Hospitais em Saúde Suplementar Painel: Melhorando a Gestão em Operadoras e Hospitais - Operadoras

CMB - X Congresso Nacional das Operadoras e Hospitais em Saúde Suplementar Painel: Melhorando a Gestão em Operadoras e Hospitais - Operadoras CMB - X Congresso Nacional das Operadoras e Hospitais em Saúde Suplementar Painel: Melhorando a Gestão em Operadoras e Hospitais - Operadoras 22/07/2015 4º no Ranking nacional Medicina de Grupo 1º Empresa

Leia mais