Teatro e Cinema PROFESSORA: HILANETE PORPINO 7 ANO/2017 PARNAMIRIM/RN

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Teatro e Cinema PROFESSORA: HILANETE PORPINO 7 ANO/2017 PARNAMIRIM/RN"

Transcrição

1 COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO Teatro e Cinema PROFESSORA: HILANETE PORPINO 7 ANO/2017 PARNAMIRIM/RN

2 O QUE É TEATRO? Teatro é uma forma de arte em que um ator ou conjunto de atores interpreta uma história ou atividades para o público em um determinado lugar. Com o auxílio de dramaturgos ou de situações improvisadas, de diretores e técnicos, o espetáculo tem como objetivo apresentar uma situação e despertar sentimentos no público. Teatro é também o termo usado para o local onde há jogos, espetáculos dramáticos, reuniões, apresentações, etc.

3 ONDE SURGIU? O teatro se originou na Grécia Antiga, por volta do século V, com as manifestações em homenagem ao Deus Dionísio. No Brasil, o teatro surgiu como forma de propagar a fé cristã, no século XVI. O primeiro teatro da América Latina (local para receber esse tipo de espetáculo é brasileiro e surgiu em MINAS GERAIS. TEATRO MUNICIPAL SÃO JOÃO DEL ffff REI MG

4 O TEXTO TEATRAL ESCRITO O TEXTO TEATRAL ESCRITO também pode ser chamado de TEXTO DRAMÁTICO é o texto escrito para ser representado. Quase sempre dispensa a figura do narrador. Cena do espetáculo Sítio do Picapau Amarelo - no TEATRO RIACHUELO, em 2014.

5 CARACTERÍSTICAS DO TEXTO TEATRAL Apresenta os nomes dos personagens antes de suas falas; Utiliza-se do discurso direto Possui RUBRICAS - são informações orientam os atores sobre o modo de proceder no palco, entonações de voz dos atores, gestos, posturas, e aparecem grafadas entre parênteses, com letras minúsculas e, geralmente em itálico. Apresenta o texto principal sequência narrativa organizada em exposição, conflito e desenlace (desfecho).

6 OBSERVE O TRECHO DE UM TEXTO TEATRAL E OSERVE AS SUAS CARACTERISTICAS O Cisne encantado ROMEU: Meu Deus! Será que estou sonhando ou tendo uma visão dos céus? ROBSON: Amigo sentir-se tão radiante e feliz? ROMEU: Não estás vendo, amigo? Ou este cego de coração que não consegue enxergar tão sublime beleza? ROBSON: Onde, Romeu? Deves estar louco, não consigo ver nada. ROMEU: (eufórico)tu não vês o resplendor das águas! ROBSON: Onde, amigo? Ah, sim. Agora posso ver. Um lindo Cisne nadando sobre as águas. ROMEU: (admirado) Meu Deus! Quanta ignorância! Não é um Cisne é uma bela moça se banhando no lago. ROBSON: Meu amigo, sinceramente não consigo ver uma moça, mas sim um Cisne. ROMEU: Espere um pouco, quando ela terminar o banho, vou levar você até ela. ROBSON: Está bem, amigo. Se você diz não vou discutir, vamos até lá. ROMEU: Pronto, Robson. Ela está saindo, vamos. CISNE: (sai correndo emitindo o seu canto melancólico e triste).

7 O CINEMA Foi com os irmãos Lumière que começaram as primeiras direções cênicas para o cinema o modelo de cinematógrafo patenteado pelos irmãos Lumière.

8 CURIOSIDADES SOBRE O CINEMA As primeiras manifestações cinematográficas brasileiras faziam parte do cinema mudo (filmagem sem som). O elemento essencial para o surgimento do cinema falado foi a criação do ROTEIRO.

9 O QUE É ROTEIRO DE CINEMA? É transcrição de tudo que vai ser falado na cena em evidência, ou seja, é uma sequência de ações que serão desenvolvidas ao longo do filme. É o registro escrito com a clara intenção de uma representação por partes que permite a filmagem e a edição.

10 AS PARTES DE UM ROTEIRO DE CINEMA CABEÇALHO DE CENA Introduz uma nova cena que ocorre por mudança de espaço ou de cena. AÇÃO uma pequena descrição do que ocorre na cena. Geralmente é escrita no tempo presente. DIÁLOGOS - são semelhantes aos do texto teatral. TRANSIÇÕES dizem respeito às mudanças de cena.

11 REFERÊNCIAS SILVA, Maxçuny A. N. Língua Portuguesa: 7º ano. 2ª reimp. Brasília: Edebê Brasil, http: //www.infoescola.com/artes/história-doteatro/ https://www.significados.com.br/teatro/ https://pt.wikipedia.org/wiki/cinema http: //www.infoescola.com/artes/história-docinema/

ÍNDICE O TEXTO DRAMÁTICO PROFISSÕES RELACIONADAS COM O TEATRO VOCABULÁRIO RELACIONADO COM O TEATRO. Leitura de cartazes publicitários

ÍNDICE O TEXTO DRAMÁTICO PROFISSÕES RELACIONADAS COM O TEATRO VOCABULÁRIO RELACIONADO COM O TEATRO. Leitura de cartazes publicitários O TEXTO DRAMÁTICO O TEXTO DRAMÁTICO ÍNDICE PROFISSÕES RELACIONADAS COM O TEATRO VOCABULÁRIO RELACIONADO COM O TEATRO Leitura de cartazes publicitários CATEGORIAS DO TEXTO DRAMÁTICO O TEXTO DRAMÁTICO. Tem

Leia mais

O que é o teatro? Uma das mais antigas expressões artísticas do Homem; Tem origem no verbo grego theastai (ver, contemplar, olhar), e no vocábulo greg

O que é o teatro? Uma das mais antigas expressões artísticas do Homem; Tem origem no verbo grego theastai (ver, contemplar, olhar), e no vocábulo greg O TEXTO DRAMÁTICO Ridendo castigat mores (a rir se criticam os costumes) O que é o teatro? Uma das mais antigas expressões artísticas do Homem; Tem origem no verbo grego theastai (ver, contemplar, olhar),

Leia mais

Um olhar estético sobre as tragédias gregas. Prof. Arlindo F. Gonçalves Jr.

Um olhar estético sobre as tragédias gregas. Prof. Arlindo F. Gonçalves Jr. Um olhar estético sobre as tragédias gregas Prof. Arlindo F. Gonçalves Jr. http://www.mural-2.com O QUE APRENDEMOS COM AS TRAGÉDIAS Uma visão política ou sociológica das cidades-estados gregas Uma manifestação

Leia mais

GÊNEROS LITERÁRIOS. Dramático, Épico, Narrativo e Lírico

GÊNEROS LITERÁRIOS. Dramático, Épico, Narrativo e Lírico GÊNEROS LITERÁRIOS Dramático, Épico, Narrativo e Lírico O QUE SÃO GÊNEROS LITERÁRIOS? Designam as famílias de obras literárias dotadas de características iguais ou semelhantes. Porém, os gêneros não são

Leia mais

Em Roma: Surge como imitação do teatro grego (tragédia e comédia); Apogeu deu-se no séc. III-II a.c., com Plauto e Terêncio; Insere-se nos Jogos

Em Roma: Surge como imitação do teatro grego (tragédia e comédia); Apogeu deu-se no séc. III-II a.c., com Plauto e Terêncio; Insere-se nos Jogos O TEXTO DRAMÁTICO O teatro é a poesia que sai do livro e se faz humana. (Frederico García Lorca) Professor Luís Araújo 1 O que é o teatro? Uma das mais antigas expressões artísticas do Homem; Tem origem

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.1 Conteúdos

Leia mais

O jogo quinário na criação do espetáculo teatral

O jogo quinário na criação do espetáculo teatral 1 I Introdução O jogo quinário na criação do espetáculo teatral Prof. Dr. Iremar Maciel de Brito Professor, autor e diretor de teatro UNIRIO UERJ Palavras-chave: jogo sistema quinário espetáculo teatral

Leia mais

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo Questão Conceitue texto dramático apontando as características desse tipo de texto e descrevendo-as, à luz das discussões a respeito dos conceitos de texto, leitura, subjetividade e interpretação. Resolução

Leia mais

ESTRUTURA DO ESPETÁCULO

ESTRUTURA DO ESPETÁCULO ESTRUTURA DO ESPETÁCULO Grupo Um grupo teatral deve pesquisar acerca do conhecimento da história do teatro, épocas, instruir-se, informar-se, discutir, participar, descobrir-se, criar, questionar e divulgar

Leia mais

Prefácio: O Leão e a Joia, de Wole Soyinka

Prefácio: O Leão e a Joia, de Wole Soyinka Prefácio: O Leão e a Joia, de Wole Soyinka A 1ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, que aconteceu em Brasília, entre 14 e 23 de abril, foi marcada pelo lançamento da obra O Leão e a Joia, do poeta, escritor

Leia mais

HOJE FALAMOS DE GRAÇA E PAZ

HOJE FALAMOS DE GRAÇA E PAZ 16 de janeiro HOJE FALAMOS DE GRAÇA E PAZ Bom dia. E boa semana. Hoje começamos o nosso dia com a Palavra de Deus. Penso que sabes o que quer dizer A Palavra de Deus é aquela palavrinha que lemos e escutamos

Leia mais

Elementos da narrativa. Acção. Tempo. Espaço. Personagens. Narrador. Modos de Expressão e representação. Narratário

Elementos da narrativa. Acção. Tempo. Espaço. Personagens. Narrador. Modos de Expressão e representação. Narratário Elementos da narrativa Acção Tempo Espaço Personagens Narrador Modos de Expressão e representação Narratário O texto narrativo Conta acontecimentos ou experiências conhecidas ou imaginadas, o que implica

Leia mais

por trás Cenografia, Iluminação e Seus Caminhos

por trás Cenografia, Iluminação e Seus Caminhos por trás Cenografia, Iluminação e Seus Caminhos Por Denilson Marques 1 Trabalhar com a criação da luz é como trabalhar com uma tela em branco, em que cada dia novas cores são pintadas. Como em uma obra

Leia mais

I O jogo teatral na criação do roteiro

I O jogo teatral na criação do roteiro 1 A CRIAÇÃO DO ROTEIRO NA PERFORMANCE DO JOGO TEATRAL ANTROPOLÓGICO Autor: Iremar Maciel de Brito Titulação: Doutor em Letras Afiliação institucional: Professor adjunto da Escola de Teatro da UNIRIO e

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO 2001-2004 O Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da

Leia mais

Linguagem Cinematográfica. Myrella França

Linguagem Cinematográfica. Myrella França Linguagem Cinematográfica Myrella França I. Termos Básicos TOMADA - Filmagem contínua de cada segmento específico da ação do filme. "TAKE" - Tomada; começa no momento em que se liga a câmara até que é

Leia mais

MOVIMENTA - Programação Geral

MOVIMENTA - Programação Geral Data Horários Descrição da atividade Dia 8 - Quarta Dia 9 - Quinta Dia 10 - Sexta 18h às 20h 13:30h às 15:30h 17h 18h Quarta Cultural Filme Atlântico Negro Na Rota dos Orixás Cine UNILAB (até o dia 31

Leia mais

TÍTULO DO FILME. Por. Seu Nome

TÍTULO DO FILME. Por. Seu Nome TÍTULO DO FILME Por Seu Nome Todo roteiro deve ter uma página de título com apenas um endereço de contato, no canto inferior esquerdo. Sempre incluir um telefone e endereço de e-mail, se tiver um. Número

Leia mais

6º Ano. Colégio Salesiano Dom Bosco. MATERIAL DIDÁTICO Ensino Fundamental Il

6º Ano. Colégio Salesiano Dom Bosco. MATERIAL DIDÁTICO Ensino Fundamental Il Colégio Salesiano Dom Bosco Av. Ayrton Senna, s/n, Nova Parnamirim - Parnamirim/RN - Cep 59.151-903 Telefone: (84) 3608-1694 www.salesiandombosco.com.br / contato@salesianodombosco.com.br 6º Ano ESCOLAS

Leia mais

OS PERSONAGENS DA PEÇA TEATRAL

OS PERSONAGENS DA PEÇA TEATRAL OS PERSONAGENS DA PEÇA TEATRAL Os personagens são o veículo da emoção. Comunicam sentimentos e estados de espírito, através dos diálogos e atitudes. Os primeiros personagens do teatro eram interpretados

Leia mais

A ÁGUA NOSSA DE CADA DIA

A ÁGUA NOSSA DE CADA DIA SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 09 / 05 / 205 UNIDADE: I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 4.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

CADERNO DE TEXTOS DEFINITIVOS DO TESTE ESCRITO

CADERNO DE TEXTOS DEFINITIVOS DO TESTE ESCRITO Neste teste escrito, faça o que se pede nas questões de a, usando as páginas de rascunho deste caderno, caso deseje. Em seguida, transcreva os textos para o CADERNO DE TEXTOS DEFINITIVOS DO TESTE ESCRITO,

Leia mais

VIVA O OUTONO. INTÉRPRETES um Avô e dois netos

VIVA O OUTONO. INTÉRPRETES um Avô e dois netos VIVA O OUTONO INTÉRPRETES um Avô e dois netos ANA Que estás a fazer, Avô? Não ouves, Avô? AVÔ Quê?.. Estás aí?.. Estou a tocar, não vês?... Não ouves? ANA Bem vejo, bem oiço, mas não é tocar por tocar,

Leia mais

15 Dia do Professor. NOVEMBRO Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Domingo. 12 Festa da Amizade (Consciência

15 Dia do Professor. NOVEMBRO Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Domingo. 12 Festa da Amizade (Consciência Calendário de provas e atividades do 7ºA 03 04 05 06 09 10 11 13 Educação Física - Trabalho 14 - Atividade com recorte 15 Dia do Professor 16 Reunião de Visita ao teatro Salvador Prof.ª Priscila entrega

Leia mais

Ficha Informativa A banda desenhada

Ficha Informativa A banda desenhada Ficha Informativa A banda desenhada A banda desenhada é um modo de contar uma história com desenhos. Os desenhos vão-se seguindo uns aos outros, formando uma sequência. Podem ser acompanhados de texto

Leia mais

Imagens sobre o ser professor construídas na elaboração dramatúrgica

Imagens sobre o ser professor construídas na elaboração dramatúrgica Imagens sobre o ser professor construídas na elaboração dramatúrgica Alessandra Ancona de Faria Universidade Paulista Professora Doutora em Educação pela PUC-SP Professora no Ensino Superior Resumo: A

Leia mais

MODELO DE ROTEIRO CURTA-METRAGEM: Existem muitos modelos de formato de roteiro. Este é o que utilizamos em nossas produções.

MODELO DE ROTEIRO CURTA-METRAGEM: Existem muitos modelos de formato de roteiro. Este é o que utilizamos em nossas produções. MODELO DE ROTEIRO CURTA-METRAGEM: Existem muitos modelos de formato de roteiro. Este é o que utilizamos em nossas produções. Um roteiro tem sempre que apresentar algumas características básicas, dentre

Leia mais

CEU TRÊS LAGOS

CEU TRÊS LAGOS CEU TRÊS LAGOS smeceutreslagos@prefeitura.sp.gov.br Estrada do Barro Branco, s/nº - Jardim Três Corações (11) 5976-5642 / 5976-5643 OUTUBRO - 2015 PROGRAMAÇÃO CULTURAL ATIVIDADE CLASSIFICAÇÃO - (faixa

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Narrativa: Elementos Estruturais (1)

Narrativa: Elementos Estruturais (1) Narrativa: Elementos Estruturais (1) Narrativa de ficção Discurso figurativo inscrito em coordenadas espaço-temporais. Sucessão temporal de ações (funções). Narrativa simples: passagem de um estado anterior

Leia mais

Há quatro GÊNEROS principais e clássicos e mais um gênero moderno (a partir do séc. XIX); são eles:

Há quatro GÊNEROS principais e clássicos e mais um gênero moderno (a partir do séc. XIX); são eles: Gêneros Literários Há quatro GÊNEROS principais e clássicos e mais um gênero moderno (a partir do séc. XIX); são eles: Gênero épico (fatos heroicos) Guerras, batalhas e grandes feitos 3ª pessoa; Expressa

Leia mais

Oficina de Teatro Ação de formação acreditada ( modalidade Curso) Conselho Científico da Formação Contínua/Acc /14

Oficina de Teatro Ação de formação acreditada ( modalidade Curso) Conselho Científico da Formação Contínua/Acc /14 Oficina de Teatro Ação de formação acreditada ( modalidade Curso) Conselho Científico da Formação Contínua/Acc- 76517/14 Duração: 25 horas presenciais Número de Créditos: 1 Destinatários: Educadores de

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 5 º Ano Período Dias de aulas previstos 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 12 12 12 14 2.º período 10 11 11 12 12 3.º período 9 9 9 9 10 (As Aulas

Leia mais

Planificação anual Português 6º ano

Planificação anual Português 6º ano Planificação anual Português 6º ano Unidades / Textos Unidade 0 Leitura 1.º período Domínios / Conteúdos Nº de aulas previstas Começar de novo Apresentação Texto não literário Texto narrativo. 65 Avaliação

Leia mais

TODOS NÓS, CADA UM DE NÓS

TODOS NÓS, CADA UM DE NÓS Programa: Produção de Material Didático O Sistema Preventivo nos livros didáticos da RSE EXEMPLOS AVULSOS LÍNGUA PORTUGUESA - ENSINO FUNDAMENTAL Alfabetização UNIDADE Reprodução proibida Reproduzir livro

Leia mais

BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO

BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO 1º Bimestre Para o 1º Ano do Ensino Médio, propomos o estudo do Teatro Popular Tradicional, uma modalidade de representação

Leia mais

UM LIVRO DE AUTO-AJUDA SINCERO

UM LIVRO DE AUTO-AJUDA SINCERO UM LIVRO DE AUTO-AJUDA SINCERO UM LIVRO DE AUTO-AJUDA SINCERO Alguma vez você leu um bom livro de auto-ajuda? Alguma palavra de sabedoria que o fizesse se sentir mais leve, mais esperançoso e mais motivado?

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA. Conteúdos: Semântica: Sinônimos e antônimos

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA. Conteúdos: Semântica: Sinônimos e antônimos CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Conteúdos: Semântica: Sinônimos e antônimos CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL

Leia mais

Nome da disciplina CrT CrP. Teorias e estéticas da arte Oficina de roteiro Oficina de produção Oficina de som 1 3 4

Nome da disciplina CrT CrP. Teorias e estéticas da arte Oficina de roteiro Oficina de produção Oficina de som 1 3 4 MATRIZ CURRICULAR Disciplinas Obrigatórias Nome da disciplina CrT CrP Total de créditos SEMESTRE I Teorias e estéticas da arte Teorias e estéticas clássicas do cinema e Teorias e estéticas contemporâneas

Leia mais

Guião de exploração pedagógica painel 4. Autoria: Maria José Marques

Guião de exploração pedagógica painel 4. Autoria: Maria José Marques Autoria: Maria José Marques A Exposição Itinerante Santillana é da autoria de Maria José Marques e foi exibida pela primeira vez na Universidade de Verão Santillana, nos dias 9, 10 e 11 de julho de 2012.

Leia mais

Na Fundação Calouste Gulbenkian

Na Fundação Calouste Gulbenkian Antes de Começar, de Almada Negreiros Na Fundação Calouste Gulbenkian M/4 A Companhia da Esquina estará em cena para Escolas durante o Ano Lectivo 2016/17 com o espectáculo Antes de Começar na Fundação

Leia mais

os 4 eixos: Leitura; Produção de textos; Oralidade; Análise Linguística. Outras áreas:

os 4 eixos: Leitura; Produção de textos; Oralidade; Análise Linguística. Outras áreas: NOME DA HISTÓRIA: Competências Objetivos Estratégias em Língua Portuguesa (contemplando PLANEJAMENTO: HISTÓRIA EM QUADRINHOS PROFESSORA: Iracema Pavão Vida de passarinho Leitura; produção textual; oralidade;

Leia mais

AGENDA OUTUBRO /QUARTA. artísticas comunitárias: abordagem poética do real* 19h30 às 21h30 Por uma pedagogia da dignidade 06/QUINTA

AGENDA OUTUBRO /QUARTA. artísticas comunitárias: abordagem poética do real* 19h30 às 21h30 Por uma pedagogia da dignidade 06/QUINTA AGENDA OUTUBRO 2016 01/SÁBADO 9h30 às 18h30 O som em cena* 10h às 17h Memória, Patrimônio e Museologia Social: germinações e irradiações** 10h às 17h Práticas artísticas comunitárias: abordagem poética

Leia mais

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares AN O ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares o Literária ata Soares OC. ento Social. Dois casais discutem a vida conjugal, sofrendo a influências mútuas. Os temas casamento,

Leia mais

Produção de Teatro Adulto

Produção de Teatro Adulto Programa Cultural das s 011 - s Selecionados Produção de Teatro Adulto s selecionados Proponente 1 Uma Bela Vista Maioridade Razões Inversas - A Ilusão Cômica A Peça do Casamento 4 JT Leroy 5 A Mecânica

Leia mais

Após termos trabalhado em sessões anteriores os temas Conhecer o nosso sistema de

Após termos trabalhado em sessões anteriores os temas Conhecer o nosso sistema de Venham lá os exames Após termos trabalhado em sessões anteriores os temas Conhecer o nosso sistema de Aprendizagem, A motivação, a concertação e a motivação, vamos começar a examinar os exames nacionais

Leia mais

EUROPEUS DE HOJE, CONSTRUTORES DO AMANHÃ

EUROPEUS DE HOJE, CONSTRUTORES DO AMANHÃ EUROPEUS DE HOJE, CONSTRUTORES DO AMANHÃ EUROPEUS DE HOJE, CONSTRUTORES DO AMANHÃ foi o Tema escolhido para envolver e abranger todas as áreas escolares do ano letivo 2013-2014. Portanto, cada professor

Leia mais

Teatro de Canudos A brincadeira como instrumento de comunicação da criança. Martins, HAV

Teatro de Canudos A brincadeira como instrumento de comunicação da criança. Martins, HAV A brincadeira como instrumento de comunicação da criança A brincadeira como instrumento de comunicação da criança A brincadeira como instrumento de comunicação da criança Holmes Antonio Vieira Martins

Leia mais

Em 2004 na II MOSTRA DO TEATRO CANDANGO: Prêmio de Melhor Ator e teve três indicações: Melhor Atriz, Melhor Cenografia e Melhor Espetáculo.

Em 2004 na II MOSTRA DO TEATRO CANDANGO: Prêmio de Melhor Ator e teve três indicações: Melhor Atriz, Melhor Cenografia e Melhor Espetáculo. CNPJ: 04.345.480/0001-83 Inscrição Estadual: 07.447.383/001-24 E-mail: mundinciadeteatro@gmail.com Website: http://mundinciadeteatro.blogspot.com Facebook: MundinCiaDeTeatro A Mundin Cia de Teatro é uma

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 9 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

DATA: 30 / 11 / 2011 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 7.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA:

DATA: 30 / 11 / 2011 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 7.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: / / UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 7.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:,

Leia mais

Teste de aula 5 questões por aula QUIZ. Teste Leitura 2 questões por aula

Teste de aula 5 questões por aula QUIZ. Teste Leitura 2 questões por aula BD_ Língua Portuguesa _7aS Suíte Kadiweu APP Assessoria Pedagógica ao Plano de curso Planejamento anual para BD_ Língua Portuguesa _7aS Considere: 200 dias de aula Tempos semanais 6 alternados, três vezes

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos JUNHO 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais

PROJETO FILME MADRE TEREZA

PROJETO FILME MADRE TEREZA Madre Teresa de Calcutá. Tesouro da humanidade: mística, sábia e santa. Turmas dos 9ºs anos - Capítulo 8 - Livro didático(2015). PROJETO FILME MADRE TEREZA TEMA : OS FENÔMENOS RELIGIOSOS: O SER HUMANO

Leia mais

PREFÁCIO. Agradeço a DEUS, a minha família, aos meus pastores e a todos que acreditam no nosso sucesso. TEMA: NATAL

PREFÁCIO. Agradeço a DEUS, a minha família, aos meus pastores e a todos que acreditam no nosso sucesso. TEMA: NATAL BOM NATAL PREFÁCIO Agradeço a DEUS, a minha família, aos meus pastores e a todos que acreditam no nosso sucesso. TEMA: NATAL Que essa mensagem venha ser de grande valia para você caro leitor.que possamos

Leia mais

Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal

Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal 18 de maio - Maria, pronta a servir com amor Hoje lembramos a simplicidade e generosidade de Maria, que logo

Leia mais

TEORIAS DO ESPETÁCULO E DA RECEPÇÃO

TEORIAS DO ESPETÁCULO E DA RECEPÇÃO TAPETE... O VOADOR TEORIAS DO ESPETÁCULO E DA RECEPÇÃO Marcus Mota * Universidade de Brasília-UnB marcusmota@unb.br Robson Corrêa de Camargo ** Universidade Federal de Goiás UFG robson.correa.camargo@gmail.com

Leia mais

História de uma Baleia

História de uma Baleia SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / / 0 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Contatos: (31)

Contatos: (31) Contatos: (31) 3075-6965 Rua Junquilhos, 1220 Jardim América - Belo Horizonte/MG www.ciacircunstancia.com.br PALHAÇOS À VISTA Sinopse Palhaços à Vista é um espetáculo de repertório, números de picadeiro

Leia mais

8. Tabela com sugestões de acessibilidade comunicacional para as diversas áreas da produção cultural (modelo Funcultura PE)

8. Tabela com sugestões de acessibilidade comunicacional para as diversas áreas da produção cultural (modelo Funcultura PE) 8. Tabela com sugestões de acessibilidade comunicacional para as diversas áreas da produção cultural (modelo Funcultura PE) Liliana Tavares O quadro abaixo mostra as formas de acessibilidade comunicacionais

Leia mais

Sistema COC de Educação Unidade Portugal

Sistema COC de Educação Unidade Portugal Sistema COC de Educação Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2010. Nome: 3 o ano (2 a série) AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO III 1 o BIMESTRE Eixo temático Espaço histórico e meio ambiente Disciplina/Valor

Leia mais

6º Ano. Colégio Salesiano São José. MATERIAL DIDÁTICO Ensino Fundamental Il. Rede Salesiana de Escolas RSE. Entusiasmo diante da vida

6º Ano. Colégio Salesiano São José. MATERIAL DIDÁTICO Ensino Fundamental Il. Rede Salesiana de Escolas RSE. Entusiasmo diante da vida Colégio Salesiano São José Rede Salesiana de Escolas RSE Largo Dom Bosco, 335 Ribeira Natal/RN Cep 59012-530 Tel. (84) 3211-4220 Fax: 3611-1027 www.salesianonatal.com.br contato@salesianonatal.com.br 6º

Leia mais

MÚSICA. SF 4 03 de setembro

MÚSICA. SF 4 03 de setembro MÚSICA SF 4 03 de setembro A banda de rock alternativo SF 4 tem influências de bandas internacionais como Foo Fighters, Queens of Stone Age, Led Zeppelin e bandas nacionais como Scalene, NX Zero, Medulla

Leia mais

Partenon (Templo à deusa Atena)

Partenon (Templo à deusa Atena) ARTE GREGA A arte grega é focada na busca do prazer pelo homem, ao contrário do que era praticado nas civilizações da Antiguidade Oriental, os gregos buscavam o Antropocentrismo, ou seja todas as respostas

Leia mais

Dilemas do Fundador na Passagem do Bastão: Identidade em Questão

Dilemas do Fundador na Passagem do Bastão: Identidade em Questão Dilemas do Fundador na Passagem do Bastão: Identidade em Questão Francis Valdivia de Matos São Paulo, 08 Abril 2014 Sabedoria Popular Dos estábulos às estrelas e de volta aos estábulos em três gerações.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Trabalho- A trajetória humana, suas produções e manifestações. 2 CONTEÚDOS

Leia mais

1. Você já havia visitado o Conjunto Nacional? sim não não respondeu

1. Você já havia visitado o Conjunto Nacional? sim não não respondeu 1. Você já havia visitado o Conjunto Nacional? sim não não respondeu 14 29 1 não respondeu sim 3 não 66% 2. Você já tinha assistido a um musical? sim não 17 27 sim 39% não 61% Qual? Quebra-nozes 3 Fantasma

Leia mais

A COMPANHIA. E em 2015 estreou o espetáculo Subversão na 11.ª Mostra de Teatro de Presidente Prudente.

A COMPANHIA. E em 2015 estreou o espetáculo Subversão na 11.ª Mostra de Teatro de Presidente Prudente. A COMPANHIA A Stásis Companhia de Teatro de Presidente Prudente/SP, formou-se, em meados de 2013, do encontro do ator e escritor paulista Júnior Martinez, com as atrizes prudentinas Giovana Galindo e Gisele

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE CONTO COM 3º ANO C PROFESSORA: FERNANDA SILVA MELO ROCHA A BELA ADORMECIDA OBJETIVO

SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE CONTO COM 3º ANO C PROFESSORA: FERNANDA SILVA MELO ROCHA A BELA ADORMECIDA OBJETIVO SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE CONTO COM 3º ANO C PROFESSORA: FERNANDA SILVA MELO ROCHA A BELA ADORMECIDA OBJETIVO Proporciona no aluno a habilidade de conhecer os diversos tipos de contos, e desenvolver no aluno

Leia mais

Resolução da Questão 1 Texto definitivo

Resolução da Questão 1 Texto definitivo Questão O texto teatral no Brasil alcança a sua maioridade com as peças do dramaturgo Nelson Rodrigues (-0), equiparando-se ao que de mais significativo se produziu no Ocidente ao longo do século

Leia mais

O conto é a forma narrativa, em prosa, de menor extensão (no sentido estrito de tamanho), ainda que contenha os mesmos componentes do romance.

O conto é a forma narrativa, em prosa, de menor extensão (no sentido estrito de tamanho), ainda que contenha os mesmos componentes do romance. Ensino Médio 1º ano O conto é a forma narrativa, em prosa, de menor extensão (no sentido estrito de tamanho), ainda que contenha os mesmos componentes do romance. Entre suas principais características,

Leia mais

23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP.

23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP. 23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP. No dia 23 de abril de 2013 a Biblioteca Central pediu aos seus leitores que dedicassem algumas palavras de homenagem

Leia mais

A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão

A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão silenciosa, a Liturgia tem quatro momentos distintos: 1. A Liturgia

Leia mais

PERFEITO CORAÇÃO. Está se vê obrigada a casar-se sem amor com Tiago. Viverá infeliz. O problema é que Roberto deixou Cristal grávida.

PERFEITO CORAÇÃO. Está se vê obrigada a casar-se sem amor com Tiago. Viverá infeliz. O problema é que Roberto deixou Cristal grávida. PERFEITO CORAÇÃO Como previsto, estréia amanhã, aqui no Recanto, Perfeito Coração. Antes de tudo, gostaria de dizer que ela é inspirada na obra homônima de Pedro Lopes, autor da vencedora do Emmy Laços

Leia mais

Ficha Técnica de Apoio

Ficha Técnica de Apoio Tarefa 03 Ficha Técnica de Apoio Teatro e Circo Áreas de Desenvolvimento Enfatizadas: Afetivo, Caráter, Físico, Intelectual e Social Explicação sobre o tema: Teatro é um termo de origem grega que designa

Leia mais

Rua Pirapetinga, 567 - Serra - 30220-150 Belo Horizonte - MG -Tel. (31) 3282-2366 www.universoproducao.com.br conheca todos os amigos do pipoca! A Universo Produção realiza há mais de 15 anos uma série

Leia mais

PARADIGMA DE COMUNICAÇÃO

PARADIGMA DE COMUNICAÇÃO A HIPERMÍDIA É UM NOVO A HIPERMÍDIA É UM NOVO PARADIGMA DE COMUNICAÇÃO O texto identifica e organiza os elementos constitutivos da roteirização de produções audiovisuais como o cinema ou a televisão, e

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 9 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 9 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 9 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 10 9 9 11 11 3.º período 9 10 9 9 10 (As aulas previstas

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 5ºAno 1.5 LÍNGUA PORTUGUESA 4º período 1º de dezembro de 2015 Cuide da organização da sua prova. Escreva de forma legível. Fique atento à ortografia. Elabore respostas claras. Tudo isso será considerado

Leia mais

REVISÃO. APOSTILA 02 Sistema Anglo. 7º ano REDAÇÃO PROF. CLAUDIO JÚNIOR. Colégio Sagrado Coração de Jesus

REVISÃO. APOSTILA 02 Sistema Anglo. 7º ano REDAÇÃO PROF. CLAUDIO JÚNIOR. Colégio Sagrado Coração de Jesus REVISÃO APOSTILA 02 Sistema Anglo 7º ano REDAÇÃO PROF. CLAUDIO JÚNIOR Colégio Sagrado Coração de Jesus EFEITO DE SUSPENSE O suspense é um efeito muito utilizado por autores de diversos tipos de narrativas.

Leia mais

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA ARTES CÊNICAS

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA ARTES CÊNICAS EDUCAÇÃO ARTÍSTICA ARTES CÊNICAS 01) Considere o texto a seguir.... é o resultado de um processo voluntário e premeditado de criação, em que a espontaneidade e o intuitivo também exercem papel de importância.

Leia mais

Pai e Filho 1 Paulo Victor Batista de SOUSA 2 Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES 3 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Pai e Filho 1 Paulo Victor Batista de SOUSA 2 Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES 3 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte XXIII Prêmio Expocom 06 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação Pai e Filho Paulo Victor Batista de SOUSA Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

Pentecostes Atos

Pentecostes Atos Pentecostes Atos 2 1-47 Introdução: Jesus, durante a sua vida, foi seguido pelos apóstolos e por tantas outras pessoas. Maria, sua mãe, desde o início estava sempre com ele e nunca o abandonou. Quando

Leia mais

Desperta/ Reflexão. Deixa-te Iluminar/Oração. Bom dia. E boa semana. Hoje é o último dia de outubro. Um mês dedicado às missões e a Nossa Senhora,

Desperta/ Reflexão. Deixa-te Iluminar/Oração. Bom dia. E boa semana. Hoje é o último dia de outubro. Um mês dedicado às missões e a Nossa Senhora, A MENINA E O TAMBOR 31 de outubro Bom dia. E boa semana. Hoje é o último dia de outubro. Um mês dedicado às missões e a Nossa Senhora, sob o título de Nossa Senhora do Rosário. Com certeza que alguma LUZ

Leia mais

SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE

SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE 1 Em meados do séc. XIX o Brasil passou por um período de crescimento econômico, estabilidade social e incentivo às letras, ciência e arte por parte do imperador

Leia mais

RESGATE CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR

RESGATE CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR RESGATE DA E CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR I TEMA Resgate da Cultura e História Potiguar II CARACTERIZAÇÃO Segmento: Fundamental II e Ensino Médio PROFESSORES RESPONSÁVEIS: Fyedka Paula de Oliveira Profª de

Leia mais

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) Currículo dos Cursos (por estrutura)

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) Currículo dos Cursos (por estrutura) Ano do Currículo/Versão: 20/1 - Resolução UNIRIO Nº 4.150, DE 09 DE JULHO DE 2013 Exigida Máxima Créditos Exigidos Créditos Máximo Hora: 1:15 Estrutura Curricular: Créditos Mínimo : Mínima : 540 1.EIXO

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DO PROJETO SONHOS E BONECOS - AÇÃO GRIÔ BAHIA

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DO PROJETO SONHOS E BONECOS - AÇÃO GRIÔ BAHIA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DO PROJETO SONHOS E BONECOS - AÇÃO GRIÔ BAHIA - 2015 MESTRE GRIÔ: DITO VIOLEIRO GRIÔ APRENDIZ: FLAVIA PACHECO COMUNIDADE: RIO DE CONTAS Atividade I Iniciamos o projeto com uma

Leia mais

Olá queridos leitores!

Olá queridos leitores! Poesias de amor Olá queridos leitores! Meu nome é Nagila da Silva ferreira tenho 15 anos e escrevi este livro para vocês que não sabem expressar seus sentimentos facilmente então sempre que puder leia

Leia mais

Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo.

Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo. Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo. PESSOAS GRAMATICAIS Numa situação comunicativa há sempre três elementos envolvidos, chamados pessoas do discurso ou pessoas gramaticais,

Leia mais

Guião de exploração pedagógica painel 8. Autoria: Maria José Marques

Guião de exploração pedagógica painel 8. Autoria: Maria José Marques Autoria: Maria José Marques A Exposição Itinerante Santillana é da autoria de Maria José Marques e foi exibida pela primeira vez na Universidade de Verão Santillana, nos dias 9, 10 e 11 de julho de 2012,

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Artes do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos / 2013

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Artes do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos / 2013 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo.

Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. SINOPSE: Kelson s : O Lugar onde Vivo Relato de quatro meninos de uma comunidade de baixa renda do Rio de Janeiro, falando a um entrevistador, do lugar onde vivem.

Leia mais

TEXTO NARRATIVO: COMO É ESSE GÊNERO?

TEXTO NARRATIVO: COMO É ESSE GÊNERO? AULAS 9 À 12 Prof. Sabrina Moraes TEXTO NARRATIVO: COMO É ESSE GÊNERO? A narração é um tipo de texto que conta uma sequência de fatos, sejam eles reais ou imaginários, nos quais as personagens atuam em

Leia mais

ENTREVISTA COM EDUARDO MOREIRA 1. Entrevista concedida por Eduardo Moreira 2 para Fernanda Pacini 3, sobre o espetáculo Um Molière Imaginário.

ENTREVISTA COM EDUARDO MOREIRA 1. Entrevista concedida por Eduardo Moreira 2 para Fernanda Pacini 3, sobre o espetáculo Um Molière Imaginário. ENTREVISTA COM EDUARDO MOREIRA 1 Entrevista concedida por Eduardo Moreira 2 para Fernanda Pacini 3, sobre o espetáculo Um Molière Imaginário. Fernanda Pacini - Gostaria que começasse falando sobre a escolha

Leia mais

Professoras: Nilceli e Maria do Carmo

Professoras: Nilceli e Maria do Carmo Caros alunos das 3 séries A, B, C e D, aqui vocês encontrarão algumas atividades de revisão de conteúdo do primeiro semestre da matéria de Língua Portuguesa. Essas atividades deverão ser entregues no primeiro

Leia mais

II SEARA TEATRAL REGULAMENTO GERAL

II SEARA TEATRAL REGULAMENTO GERAL II SEARA TEATRAL Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência REGULAMENTO GERAL II SEARA TEATRAL é o Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência, que visa fomentar o diálogo entre a ciência

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano UNIDADES /TEXTOS UNIDADE 0 Ponto de partida UNIDADE 5 Apanha-me também um poeta 1º PERÍODO DOMÍNIOS / CONTEÚDOS Expressão oral: memória

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 5º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 UM, DOIS, TRÊS COMEÇAR! UNIDADE

Leia mais

UFRN PIBID Subprojeto PIBID-Pedagogia SEQUENCIAS DIDÁTICAS

UFRN PIBID Subprojeto PIBID-Pedagogia SEQUENCIAS DIDÁTICAS SEQUENCIAS DIDÁTICAS EXPRESSÃO CORPORAL E ARTÍSTICA Para explorar outras formas de expressão... Produção textual através do texto de imagem por meio da obra: Ritinha Bonitinha - Eva Furnari. Apresentação

Leia mais