BuscaLegis.ccj.ufsc.br

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BuscaLegis.ccj.ufsc.br"

Transcrição

1 BuscaLegis.ccj.ufsc.br Depósito judicial em ações propostas pelos contribuintes Cacildo Baptista Palhares Júnior* Depósito judicial e depósito em geral O depósito pode resultar de um contrato, de uma determinação legal, ou ter como objetivo a isenção de encargos ou obrigações1. O depósito judicial em ação tributária amolda-se a este último objetivo. O depósito judicial é extracontratual2. Não resulta de um contrato, porque a instituição financeira, que é pública, é obrigada por lei a receber os depósitos judiciais. Depósito judicial e contrato de depósito O depósito judicial não é depósito voluntário, conforme definido no art. 627 do Código Civil, porque não é necessariamente devolvido ao depositante. Também não é depósito necessário. Não se aplica o art. 647 do Código Civil, em virtude de o depósito judicial não resultar de determinação legal. Natureza do depósito judicial O depósito judicial feito pelo depositante ao banco não é gratuito. O levantamento pela parte vitoriosa não inclui juros, mas somente a correção monetária3. O depósito feito em garantia está sempre vinculado a uma discussão, administrativa ou judicial. Ele é levantado por aquele que tiver razão na discussão4. A conversão em renda do depósito judicial, nome que se dá ao levantamento de depósito por parte da Fazenda Pública, é prevista no art. 156, VI, do Código Tributário Nacional. Equivale ao pagamento, encerrando modalidade de extinção do crédito tributário5. O depósito do valor da dívida, em dinheiro, de que trata o art. 9º, inciso I, da Lei 6.830/80, não se confunde com os meios disponíveis ao contribuinte para suspender a exigibilidade do crédito tributário constituído (CTN, art. 151, I a IV), apesar de ambos garantirem o direito do Fisco6. Aquele se faz em execução, e este, em outro tipo de ação.

2 Vantagens e finalidades do depósito O depósito traz vantagens para ambas as partes. Para o contribuinte, tem como finalidade livrar o contribuinte de encargos ou obrigações que resultam da cobrança do crédito tributário. Impede a propositura da execução fiscal, a fluência dos juros e a imposição de multa. O depósito pode ser usado para evitar ou suspender a inscrição nos cadastros restritivos7. O depósito também traz vantagens para a Fazenda Pública, porque cumpre a finalidade da execução fiscal e acautela os interesses do Fisco em receber o crédito tributário com maior brevidade, atendendo assim ao princípio da economia processual8. Garante o juízo e demonstra, em princípio, a solvabilidade do contribuinte e seu propósito não procrastinatório. Ou seja, apesar de suspender a exigibilidade do crédito tributário, o depósito também serve para facilitar a extinção do crédito tributário. O depósito não constitui prejuízo ao Fisco, dado que o crédito tributário está garantido9. Momento do depósito O depósito em garantia pode ser feito na esfera administrativa ou na judicial. O depósito judicial do tributo discutido pode ser efetuado até o trânsito em julgado da sentença. Conseqüências do depósito O depósito do montante integral suspende a exigibilidade do crédito tributário, de acordo com o art. 151, II, do Código Tributário Nacional. Ou seja, evita a propositura da execução fiscal10. A integralização do depósito conduz à falta de interesse processual e conseqüente extinção da execução fiscal, uma vez que não há mais resistência à pretensão deduzida. Realizado o depósito integral posteriormente à propositura da execução fiscal, em sede de ação anulatória, deve ser extinto o processo executivo com ônus para o contribuinte11. No entanto, o depósito não suspende nem interrompe o prazo para o lançamento de ofício12, que pode ser realizado no caso de o depósito não ser suficiente para liquidar a dívida discutida13. Nesse caso, o depósito, por ser insuficiente, não suspende a exigibilidade do crédito tributário.

3 É devida a expedição de certidão positiva de débito com efeito de negativa, no caso do depósito integral, devido ao disposto no art. 206 do Código Tributário Nacional14. Valor do depósito De acordo com a Súmula 112 do Superior Tribunal de Justiça, o depósito somente suspende a exigibilidade do crédito tributário se for integral e em dinheiro. No caso de o lançamento não tiver ainda sido realizado, o depósito deverá ser do valor do tributo. No caso de ocorrência do lançamento, incluem-se a multa e os juros15. Deferimento do depósito O Superior Tribunal de Justiça já afirmou que o depósito é um direito do contribuinte, só dependente de sua vontade e de seus meios. O juiz não pode ordenar o depósito. Também não pode indeferi-lo16. Retirada do depósito O depósito judicial tributário diferencia-se do depósito previsto no art. 627 do Código Civil. Neste, o levantamento pode ser a qualquer momento pelo depositante. O Superior Tribunal de Justiça já decidiu que, se se tratar de depósito cautelar, com o objetivo de suspender a exigibilidade dos créditos tributários, o depósito só pode ser levantado após o trânsito em julgado17, porque se transforma em garantia do juízo18. O depósito judicial substitui a penhora19. No entanto, se o depósito que visa a suspender a exigibilidade for cumulado com liminar ou tutela antecipada, o levantamento pode ser autorizado a qualquer tempo20. Não pode ser permitido o levantamento do depósito judicial sem a anuência do Fisco. Isso significaria esvaziar o conteúdo da garantia prestada pelo contribuinte, em detrimento da Fazenda Pública21. O levantamento equivaleria, por via oblíqua, a antecipação da coisa julgada. No caso de extinção do processo sem julgamento do mérito, o levantamento do depósito deve ser deferido ao autor da ação22. Ações em que pode ser realizado o depósito Segundo o Superior Tribunal de Justiça, a parte tem o direito de efetuar o depósito judicial do crédito tributário seja nos autos de ação declaratória, anulatória, medida cautelar23, ou mandado de segurança, a fim de suspender a exigibilidade do crédito tributário. Não cabe o depósito na execução fiscal, visto que não suspenderia o seu curso. Ele é realizado em outro processo, para que não se proponha a execução fiscal.

4 Notas 1. DE PLÁCIDO E SILVA. Vocabulário jurídico. 11. ed. Rio de Janeiro, Forense, v. 2. p DE PLÁCIDO E SILVA. Vocabulário jurídico. 11. ed. Rio de Janeiro, Forense, v. 2. p Superior Tribunal de Justiça, recurso especial O depósito judicial como instrumento de garantia da relação processual. Revista de Direito Tributário, v. 82, p , p Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Tribunal Regional Federal da 3ª Região, agravo de instrumento Tribunal Regional Federal da 5ª Região, apelação Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Agravo de Instrumento BALEEIRO, ALIOMAR. Direito Tributário Brasileiro. 11. ed. Rio de Janeiro, Forense, p Comentário de MISABEL ABREU MACHADO DERZI. 11. Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Tribunal Regional Federal da 3ª Região, agravo de instrumento Tribunal Regional Federal da 5ª Região, apelação COÊLHO, SACHA CALMON NAVARRO. Curso de Direito Tributário Brasileiro. Rio de Janeiro, Forense, p Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Tribunal Regional Federal da 3ª Região, agravo de instrumento

5 19. COELHO, SACHA CALMOM NAVARRO. Curso de Direito Tributário Brasileiro. Rio de Janeiro, Forense, P Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Tribunal Regional Federal da 5ª Região, agravo regimental no agravo de instrumento em recurso extraordinário Superior Tribunal de Justiça, recurso especial Título do trabalho Depósito judicial em ações propostas pelo contribuinte Mês e ano da elaboração ou atualização do trabalho Dezembro de 2004 *Advogado Cidade de domicílio do autor Araçatuba Endereço completo e telefone do autor Rua Hermílio Magalhães, 275, Araçatuba (SP), CEP , tel.: (18) do autor Site pessoal do autor (opcional) Disponível em: < >. Acesso em: 11 jul

Assegurar que a parte executada em um processo realize o pagamento do valor discutido, caso venha a ser comprovado que esse é devido.

Assegurar que a parte executada em um processo realize o pagamento do valor discutido, caso venha a ser comprovado que esse é devido. GARANTIAS JUDICIAIS 1 OBJETIVO DA GARANTIA JUDICIAL Assegurar que a parte executada em um processo realize o pagamento do valor discutido, caso venha a ser comprovado que esse é devido. 2 Código de Processo

Leia mais

1.1. Legitimidade Ativa Execução Fiscal contra a Fazenda Pública Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil...

1.1. Legitimidade Ativa Execução Fiscal contra a Fazenda Pública Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil... sumário Parte i execução Fiscal Art. 1 o... 3 1.1. Legitimidade Ativa... 3 1.2. Execução Fiscal contra a Fazenda Pública... 6 1.3. Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil... 7 Art. 2 o... 8 2.1.

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ TRADIÇÃO, EXPERIÊNCIA E OUSADIA DE QUEM É PIONEIRO Curso: DIREITO Disciplina: DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II Professora: ILZA MARIA DA SILVA FACUNDES Turma: 8ºDIV

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA DECRETA:

PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA DECRETA: 1 DECRETO Nº 11.333, DE 30 DE JUNHO DE 2011. Dispõe sobre a regulamentação da emissão de certidões e declarações no âmbito da Fazenda Pública Municipal. O PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA, Estado do Piauí,

Leia mais

A Extinção, Suspensão E Isenção Do Pagamento De Tributos E As Cobranças Indevidas Do Fisco

A Extinção, Suspensão E Isenção Do Pagamento De Tributos E As Cobranças Indevidas Do Fisco BuscaLegis.ccj.ufsc.br A Extinção, Suspensão E Isenção Do Pagamento De Tributos E As Cobranças Indevidas Do Fisco Adriano Martins Pinheiro Bacharelando em Direito Articulista e colaborador de diversos

Leia mais

Direito Processual Tributário

Direito Processual Tributário CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ON-LINE EM Direito Processual Tributário Processo Judicial Tributário I Camila Vergueiro Catunda CICLO DE VIDA DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA Constituição Federal - competências

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação declaratória visa a obtenção de certeza jurídica da existência ou inexistência de fato e das consequências

Leia mais

01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto:

01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto: Irapua Beltrao 01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto: a) atestar a ocorrência do fato gerador b) individualizar o sujeito passivo

Leia mais

PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA. Denis Domingues Hermida

PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA. Denis Domingues Hermida PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA Denis Domingues Hermida - Locadora Carro Bom Ltda. foi autuada pela Receita Federal por ter deixado de recolher a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

Leia mais

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Sumário Parte I Introdução... 1 Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Parte II Petição inicial e contestação... 7 Capítulo 1. Introdução... 9 Capítulo 2. Estrutura da petição inicial...

Leia mais

IMPACTOS CORPORATIVOS SOBRE AS ALTERAÇÕES DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Carolina Sayuri Nagai Calaf

IMPACTOS CORPORATIVOS SOBRE AS ALTERAÇÕES DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Carolina Sayuri Nagai Calaf IMPACTOS CORPORATIVOS SOBRE AS ALTERAÇÕES DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Carolina Sayuri Nagai Calaf O QUE MUDOU EM LINHAS GERAIS Parágrafo 5º, no art. 46: Execução Fiscal sempre será proposta no domicílio

Leia mais

CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES...19 CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...21 CAPÍTULO 3 PRINCÍPIOS DO DIREITO TRIBUTÁRIO...

CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES...19 CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...21 CAPÍTULO 3 PRINCÍPIOS DO DIREITO TRIBUTÁRIO... SUMÁRIO PARTE 1 TEORIA DIREITO MATERIAL CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES...19 CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...21 2.1 Repartição das receitas tributárias... 23 2.2 Exercício da competência tributária...

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13 CAPÍTULO I A PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL... 15 1. Breve reconstrução histórica... 15 1.1. Do Procurador dos Feitos da Coroa, da Fazenda e do Fisco ao Procurador

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS AÇÃO MONITÓRIA DA AÇÃO MONITÓRIA Art. 700. A ação monitória pode ser proposta por aquele que afirmar, com base em prova escrita sem eficácia de título executivo, ter direito de

Leia mais

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS 1 Jurisdição 1.1 Introdução 1.2 Conceito e características 1.3 Divisão da jurisdição 1.4 Organização judiciária 2 Direito Processual Civil 2.1 Conceito e delimitação

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO TRIBUTARIO I

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO TRIBUTARIO I 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 8 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO TRIBUTARIO I NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 Tributo. Sistema Constitucional Tributário.

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ TRADIÇÃO, EXPERIÊNCIA E OUSADIA DE QUEM É PIONEIRO Curso: DIREITO Disciplina: DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II Professora: ILZA MARIA DA SILVA FACUNDES Turma: 8ºDIV

Leia mais

ARTIGO 65 DA LEI Nº , DE 11 DE JUNHO DE Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial ARTIGO 65

ARTIGO 65 DA LEI Nº , DE 11 DE JUNHO DE Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial ARTIGO 65 ARTIGO 65 LEI Nº 12.249, DE 11 DE JUNHO DE 2010 Art. 65. Poderão ser pagos ou parcelados, em até 180 (cento e oitenta) meses, nas condições desta Lei, os débitos administrados pelas autarquias e fundações

Leia mais

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/ NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO:

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/ NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO: COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/1.10.0126539-5 NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO: MANDADO DE SEGURANÇA NOVA PACK EMBALAGENS LTDA. DIRETOR DO DEPARTAMENTO DA

Leia mais

EXAME NACIONAL DA OAB QUESTÕES TRIBUTÁRIAS. ANTONIO CARLOS ANTUNES JUNIOR

EXAME NACIONAL DA OAB QUESTÕES TRIBUTÁRIAS. ANTONIO CARLOS ANTUNES JUNIOR EXAME NACIONAL DA OAB QUESTÕES TRIBUTÁRIAS ANTONIO CARLOS ANTUNES JUNIOR www.antunes.adv.br antunes@antunes.adv.br Apresentação Palestrante: Antonio Carlos Antunes Junior Pós-graduado em Direito Civil

Leia mais

PARECER 050/ Dos Parcelamentos Previstos na Lei /2013:

PARECER 050/ Dos Parcelamentos Previstos na Lei /2013: PARECER 050/2013 Parecer e análise dos parcelamentos previstos na Lei 12.865/2013. 1 - Dos Parcelamentos Previstos na Lei 12.865/2013: A Lei 12.865/2013 reabriu o prazo para que os contribuintes possam

Leia mais

Direito Tributário Extinção do crédito tributário e suas modalidades. (PGE.RN.2001.FCC.47) São causas. Código Tributário rio Nacional:

Direito Tributário Extinção do crédito tributário e suas modalidades. (PGE.RN.2001.FCC.47) São causas. Código Tributário rio Nacional: Direito Tributário Extinção do crédito tributário e suas modalidades. Sergio Karkache http://sergiokarkache.blogspot.com Hipóteses de Extinção 1)Pagamento 2)Compensação 3)Transação 4)Remissão 5)Prescrição

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDÉBITO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação empregada para o contribuinte recuperar valor já pago indevidamente ou a maior.

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Cumprimento de sentença. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Cumprimento de sentença. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Cumprimento de sentença Prof. Luiz Dellore 1. Finalidades dos processos 1.1 Processo de conhecimento: crise de incerteza 1.2 Processo de execução: crise de inadimplemento 2. Requisitos

Leia mais

Sumário PARTE 1 TEORIA DIREITO MATERIAL CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA... 19

Sumário PARTE 1 TEORIA DIREITO MATERIAL CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA... 19 Sumário PARTE 1 TEORIA DIREITO MATERIAL CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES... 17 CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA... 19 2.1 Repartição das receitas tributárias... 21 2.2 Exercício da competência

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: PRÁTICA PROCESSUAL E FISCAL TRIBUTÁRIA CÓD º PERÍODO

PLANO DE AULA DISCIPLINA: PRÁTICA PROCESSUAL E FISCAL TRIBUTÁRIA CÓD º PERÍODO PLANO DE AULA DISCIPLINA: PRÁTICA PROCESSUAL E FISCAL TRIBUTÁRIA CÓD. 00006408 4º PERÍODO TOTAL DE ENCONTROS: 20 SEMANAS SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS 1 UNIDADE

Leia mais

Curso de especialização em direito tributário e processo tributário. Indicação de leitura complementar

Curso de especialização em direito tributário e processo tributário. Indicação de leitura complementar Curso de especialização em direito tributário e processo tributário Indicação de leitura complementar Cursos e manuais AMARO, Luciano. Direito tributário brasileiro. 20 ed. São Paulo: Saraiva, 2014 CARRAZZA,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0018150-71.2007.8.19.0004 Apelante: Município de São Gonçalo Apelado: Casa de Saúde Santa Lúcia Relator: Des.

Leia mais

Nº PORTO ALEGRE

Nº PORTO ALEGRE APELAÇÃO E REEXAME NECESSÁRIO. DIREITO TRIBUTÁRIO. MANDADO DE SEGURANÇA. CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE NEGATIVA. DEVE SER AUTORIZADA A EXPEDIÃO DE CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE NEGATIVA, EM RAZÃO DA

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVO. Facilitar o cumprimento das obrigações fiscais pelo contribuinte do ICMS.

INTRODUÇÃO OBJETIVO. Facilitar o cumprimento das obrigações fiscais pelo contribuinte do ICMS. REGIME ESPECIAL INTRODUÇÃO OBJETIVO Facilitar o cumprimento das obrigações fiscais pelo contribuinte do ICMS. Ex.: emissão de notas fiscais, recolhimento ICMS ST, ICMS Importação; É importante salientar

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Zeta é uma sociedade empresária cujo objeto social é a compra, venda e montagem de peças metálicas utilizadas em estruturas de shows e demais eventos. Para o regular

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Caio era empregado da pessoa jurídica X há mais de 10 anos. No entanto, seu chefe o demitiu de forma vexatória, diante de outros empregados, sem o devido pagamento

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 125 Registro: 2016.0000104672 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1029695-32.2014.8.26.0053, da Comarca de, em que é apelante, é apelado FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 121746-RN (0015718-75.2011.4.05.0000) AGRTE : MUNICÍPIO DE ANTÔNIO MARTINS - RN ADV/PROC : BERNARDO VIDAL DOMINGUES DOS SANTOS AGRDO : FAZENDA NACIONAL ORIGEM : 12ª Vara Federal

Leia mais

E S T A D O D O M A T O G R O S S O Prefeitura Municipal de Jaciara

E S T A D O D O M A T O G R O S S O Prefeitura Municipal de Jaciara INSTRUÇÃO NORMATIVA STB SISTEMA DE TRIBUTOS / DIVIDA ATIVA Nº. 002/2010 Versão: 01 Aprovação em: 23/12/2010 Ato de aprovação: Decreto n.º 2895/2010 Unidade Responsável: Secretaria Municipal de Finanças/

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA, EMENTA E INFORMAÇÕES CORRELATAS Prof. Thiago Gomes Apresentação da Disciplina 1. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Estágio Supervisionado

Leia mais

Relação jurídica tributária

Relação jurídica tributária Relação jurídica tributária Planejamento Tributário Empresarial Crédito tributário: Lançamento tributário (ofício ou direto; declaração ou misto e por homologação); Presunção da dívida ativa; Suspensão

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO TRIBUTARIO I NOME DO CURSO: DIREITO

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO TRIBUTARIO I NOME DO CURSO: DIREITO 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 8 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO TRIBUTARIO I NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA Tributo. Sistema Constitucional Tributário.

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL TRIBUTÁRIO

PROCESSO JUDICIAL TRIBUTÁRIO PROCESSO JUDICIAL TRIBUTÁRIO 1. EXECUÇÃO FISCAL 1.1. Natureza jurídica da execução fiscal A fase judicial de cobrança do débito tributário começa quando da sua inscrição regular, tendo em vista que, a

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em janeiro de 2007, a Fazenda Nacional lavrou auto de infração em face da pessoa jurídica ABC, visando à cobrança de contribuições previdenciárias dos anos de 2005

Leia mais

Lei n /14 Desistência de Ações Judiciais

Lei n /14 Desistência de Ações Judiciais Desistência de Ações Judiciais O pagamento à vista e o parcelamento dependem da desistência de ações judiciais incidentes sobre o débito em questão, que deve ser realizada com renúncia ao direito sobre

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL C006073 Caio era empregado da pessoa jurídica X há mais de 10 anos. No entanto, seu chefe o demitiu de forma vexatória, diante de outros empregados, sem o devido

Leia mais

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A EXECUÇÃO FISCAL. DÉBITO DE PEQUENO VALOR. INTERESSE PROCESSUAL. RESERVA LEGAL. REMISSÃO. 1. A Fazenda Pública tem o poder-dever de cobrar seus créditos independentemente do seu valor. Somente a lei pode

Leia mais

MANUAL DE DIREITO TRIBUTÁRIO

MANUAL DE DIREITO TRIBUTÁRIO MARCELO ALEXANDRINO Auditor Fiscal da Receita Federal desde 1997, exerce suas atribuições na Divisão de Tributação da Superintendência da Receita Federal, no Rio Grande do Sul. Professor de Direito Tributário

Leia mais

O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL

O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL EXECUÇÃO FISCAL Legislação aplicável: Lei 6.830/80 e aplicação subsidiária do CPC. OBJETIVOS DA LEI 6.830/80: Regular a execução judicial para a cobrança da dívida ativa

Leia mais

1. Quem pode usufruir os benefícios das reduções previstas na Lei?

1. Quem pode usufruir os benefícios das reduções previstas na Lei? Ministério da Fazenda Secretaria da Receita Federal do Brasil Delegacia da Receita Federal em Santa Cruz do Sul Esclarecendo a Lei 11.941/2009 O Governo Federal editou lei que concede benefício de reduções

Leia mais

AULA ) Competência de 1 Grau para exame da Tutela Provisória. 12.8) Natureza Jurídica da Decisão da Tutela Provisória

AULA ) Competência de 1 Grau para exame da Tutela Provisória. 12.8) Natureza Jurídica da Decisão da Tutela Provisória Turma e Ano: Master A (2015) 06/07/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 23 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol CONTEÚDO DA AULA: Tutela provisória : AULA 23 12.7) Competência

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 854.942 - RJ (2006/0135894-6) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI EMENTA PROCESSUAL CIVIL. TRIBUTÁRIO. ART. 526 DO CPC. SÚMULA 07/STJ. AÇÃO DECLARATÓRIA C/C ANULATÓRIA DE DÉBITO

Leia mais

Juros de mora e prestação de garantia

Juros de mora e prestação de garantia 16-05-12- Juros de mora e prestação de garantia Com vista à uniformização de procedimentos, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) veio prestar alguns esclarecimentos sobre o regime de prestação de garantia,

Leia mais

A Questão da Prescrição Intercorrente no Processo Administrativo Fiscal Celso Alves Feitosa

A Questão da Prescrição Intercorrente no Processo Administrativo Fiscal Celso Alves Feitosa A Questão da Prescrição Intercorrente no Processo Administrativo Fiscal Celso Alves Feitosa 1. Introdução No exercício do direito de defesa contra o lançamento tributário, é assegurado ao sujeito passivo

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017.

MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017. MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL - www.etecnico.com.br - facebook/mapaetecnicofiscal 1 INTRODUÇÃO A MP 783/2017, institui o

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO À EXECUÇÃO FISCAL...

SUMÁRIO INTRODUÇÃO À EXECUÇÃO FISCAL... SUMÁRIO 17 SUMÁRIO INTRODUÇÃO À EXECUÇÃO FISCAL... 27 1. A Execução Fiscal como instrumento arrecadatório... 27 2. Caráter social da execução fiscal. Princípios da igualdade e da livre concorrência...

Leia mais

A União Federal em Juízo. Editora Lumen Juris. 354:347.9(81) S728u 3.ed.

A União Federal em Juízo. Editora Lumen Juris. 354:347.9(81) S728u 3.ed. JOÃO CARLOS SOUTO Procurador da Fazenda Nacional. Mestre em Direito Público. Membro do Instituto dos Advogados da Bahia. Professor de Direito Constitucional. Diretor de Publicações e Relações Internacionais

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO CLAUDIO CARNEIRO. Blog: claudiocarneiroadv.blogspot.com.br. Site: Facebook: CLAUDIO CARNEIRO II

DIREITO TRIBUTÁRIO CLAUDIO CARNEIRO. Blog: claudiocarneiroadv.blogspot.com.br. Site:  Facebook: CLAUDIO CARNEIRO II 2012 DIREITO TRIBUTÁRIO CLAUDIO CARNEIRO Blog: claudiocarneiroadv.blogspot.com.br Site: www.claudiocarneiro.com.br Facebook: CLAUDIO CARNEIRO II IMPOSTOS: FEDERAIS: II, IE, IR, IPI, IOF, ITR, IGF, Extraordinário

Leia mais

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DAS MULTAS POR FALTA DE PAGAMENTO DE ISS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NA VIGÊNCIA DE MEDIDA LIMINAR

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DAS MULTAS POR FALTA DE PAGAMENTO DE ISS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NA VIGÊNCIA DE MEDIDA LIMINAR ANÁLISE DA APLICAÇÃO DAS MULTAS POR FALTA DE PAGAMENTO DE ISS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NA VIGÊNCIA DE MEDIDA LIMINAR MARCUS OLIVEIRA Mestre em Direito Tributário Questão problema Pode haver aplicação

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças Sumário Capítulo 1 Prazos 1.1. Forma de contagem: somente em dias úteis 1.2. Prática do ato processual antes da publicação 1.3. Uniformização dos prazos para recursos 1.4. Prazos para os pronunciamentos

Leia mais

PARCELAMENTO REFIS V

PARCELAMENTO REFIS V PARCELAMENTO REFIS V Lei n. 12.996, de 18 de junho de 2014 Medida Provisória n. 651, de 9 de julho de 2014 Portaria Conjunta PGFN/RFB n. 13, de 30 de julho de 2014 1 PRAZO: ATÉ 25 DE AGOSTO DE 2014 ADESÃO

Leia mais

Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05

Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05 Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05 Ano UFIR-RJ* 2006 67.495.595,72 2007 50.486.636,57 2008 65.476.580,85 2009 231.174.347,46 2010 421.467.819,04 2011 144.707.862,62 2012 357.340.649,83 2013 367.528.368,78

Leia mais

Sumário. Os autores... 5 Lista de abreviaturas e siglas Apresentação Parte I

Sumário. Os autores... 5 Lista de abreviaturas e siglas Apresentação Parte I Sumário Os autores... 5 Lista de abreviaturas e siglas... 15 Apresentação... 17 Parte I Questões preliminares Capítulo I Formação do título executivo... 21 Marilei Fortuna Godoi Introdução... 21 1. Aspectos

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0014628-88.2009.8.19.0061 Ação Declaratória 2.ª Vara Cível da Comarca de Teresópolis APELANTE: VANIA DOS SANTOS APELADO: DETRAN- DEPARTAMENTO

Leia mais

Obrigatoriedade. Autonomia do Crédito Tributário. Origem:

Obrigatoriedade. Autonomia do Crédito Tributário. Origem: Direito Tributário Crédito tributário:conceito e constituição. Lançamento: conceito e modalidades de lançamento. Hipóteses de alteração do lançamento. Sergio Karkache http://sergiokarkache.blogspot.com

Leia mais

Direito Tributário para o Exame de Ordem

Direito Tributário para o Exame de Ordem Direito Tributário para o Exame de Ordem 3 Conceito de Tributo. 4 Legislação Tributária. 5 Obrigação Tributária. 6 Crédito Tributário. (1a. Parte: Conceito, Constituição) Sergio Karkache http://sergiokarkache.blogspot.com

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em 1º de janeiro de 2014, a União publicou lei ordinária instituindo Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico (CIDE) incidente sobre as receitas decorrentes

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Execução I. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Execução I. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Execução I Prof. Luiz Dellore Inadimplemento + título executivo extrajudicial: Processo de execução. PARTE ESPECIAL LIVRO II DO PROCESSO DE EXECUÇÃO Sempre? Art. 785. A existência

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO. Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3

DIREITO TRIBUTÁRIO. Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3 DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PROFISSIONAL Ponto 1 A&D Consultoria Ltda. firmou contrato de prestação de serviços de consultoria com o Banco Claro S.A., para desenvolver e propor a implementação de estratégias

Leia mais

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 2º JUIZADO Processo nº: 001/ Natureza: Autora:

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 2º JUIZADO Processo nº: 001/ Natureza: Autora: COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 2º JUIZADO Processo nº: 001/1.07.0150175-1 Natureza: Autora: Réu: Juíza Prolatora: AÇÃO CAUTELAR DE CAUÇÃO STEM PHARMACEUTICAL SUPLEMENTOS ALIMENTARES

Leia mais

Impacto do novo CPC sobre a compensação tributária: reescritura do art. 170-A do CTN?

Impacto do novo CPC sobre a compensação tributária: reescritura do art. 170-A do CTN? Impacto do novo CPC sobre a compensação tributária: reescritura do art. 170-A do CTN? Juliana Furtado Costa Araujo Doutora PUC/SP e Procuradora da Fazenda Nacional/PRFN-SP Art. 170-A. É vedada a compensação

Leia mais

PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL

PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL *ATENÇÃO: ANTES DE INICIAR A PROVA, VERIFIQUE SE TODOS OS SEUS APARELHOS ELETRÔNICOS FORAM ACONDICIONADOS E LACRADOS DENTRO DA EMBALAGEM PRÓPRIA. CASO A QUALQUER MOMENTO DURANTE A REALIZAÇÃO DO EXAME VOCÊ

Leia mais

O ISS E AS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE

O ISS E AS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE O ISS E AS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE Controvérsias Jurídicas da Incidência Tributária Sandro Roberto dos Santos Advogado e Gerente Jurídico da CASSI Maio de 2016 Constituição Federal de 1988 Sistema

Leia mais

SUMÁRIO Direito Tributário...2 O Direito Tributário e as demais ciências jurídicas...5 O Direito Tributário e os Limites ao Poder de Tributar...

SUMÁRIO Direito Tributário...2 O Direito Tributário e as demais ciências jurídicas...5 O Direito Tributário e os Limites ao Poder de Tributar... SUMÁRIO Direito Tributário...2 Conceito...2 Polos...2 Receitas públicas...2 Natureza...3 Exemplos de receitas derivadas...3 Exemplos de receitas originárias...4 O Direito Tributário e o Direito Público...4

Leia mais

Coordenação Geral de Tributação

Coordenação Geral de Tributação Fl. 10 Fls. 1 Coordenação Geral de Tributação Solução de Consulta Interna nº 9 Data 18 de março de 2013 Origem COCAJ ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA DE PESSOA FÍSICA IRPF RENDIMENTOS COM EXIGIBILIDADE SUSPENSA.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000145628 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0023402-05.2010.8.26.0053, da Comarca de São Paulo, em que é apelante/apelado AKA PUBLICIDADE DE PARTICIPAÇÕES

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 14ª VARA DA JUSTIÇA FEDERAL EM SÃO PAULO - SP

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 14ª VARA DA JUSTIÇA FEDERAL EM SÃO PAULO - SP EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 14ª VARA DA JUSTIÇA FEDERAL EM SÃO PAULO - SP PROCESSO nº DISTRIBUIÇÃO POR DEPENDÊNCIA AO PROCESSO nº 90.0042414-3 MARÍTIMA SEGUROS S/A, pessoa jurídica de

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO Definição... 21

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO Definição... 21 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 Capítulo I Direito Tributário... 13 1. Definição... 13 2. Relação com outros ramos do direito... 13 3. Fontes do direito tributário... 14 4. Legislação tributária... 20 Capítulo

Leia mais

Novo Processo Administrativo Fiscal Federal. Marcos Vinicius Neder

Novo Processo Administrativo Fiscal Federal. Marcos Vinicius Neder Novo Processo Administrativo Fiscal Federal Fase de Fiscalização Alteração de competências Fases do processo administrativo fiscal Fase de Fiscalização Fase da Defesa Administrativa Impugnação Recurso

Leia mais

REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS

REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS O PROGRAMA DE PARCELAMENTO No dia 1º de setembro último, o Estado do Rio Grande do Sul

Leia mais

Parcelamento Especial

Parcelamento Especial Parcelamento Especial Lei nº 11.941/2009 (conversão da MP 449/2008) Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6/ 2009 HISTÓRICO DOS PARCELAMENTOS ESPECIAIS REFIS - Lei 9.964/2000 Débitos de pessoas jurídicas Todos

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu Direito Tributário

Pós-Graduação Lato Sensu Direito Tributário Pós-Graduação Lato Sensu Direito Tributário Professora FABIANA DEL PADRE TOMÉ Mestre e Doutora em Direito Tributário pela PUC/SP Disciplina SUSPENÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO Que é crédito tributário? Crédito

Leia mais

BÔNUS DE ADIMPLÊNCIA FISCAL

BÔNUS DE ADIMPLÊNCIA FISCAL BÔNUS DE ADIMPLÊNCIA FISCAL Instituído pela Lei nº 10.637, de 2002 1) CONTRIBUIÇÃO SOCIAL SOBRE O LUCRO LÍQUIDO (CSLL) * Silvério das Neves * Adherbal Corrêa Bernardes 1.1) Alíquotas O art. 6º da Medida

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL 1 LEI Nº 5.211, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2013 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Institui a segunda fase do Programa de Recuperação de Créditos Tributários do Distrito Federal RECUPERA-DF e dá outras providências.

Leia mais

Direito Tributário para o Exame de Ordem

Direito Tributário para o Exame de Ordem Direito Tributário para o Exame de Ordem 9. Espécies Tributárias. (2a. Parte). 10 Processo Tributário. 11 Ações de Iniciativa do Contribuinte. Sergio Karkache http://sergiokarkache.blogspot.com Contribuição

Leia mais

N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE D E C R E T A: Seção I Das Disposições Gerais

N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE D E C R E T A: Seção I Das Disposições Gerais D E C R E T O N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE 2013 DISCIPLINA O PARCELAMENTO DOS CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS E NÃO TRIBUTÁRIOS, INSCRITOS OU NÃO EM DÍVIDA ATIVA, DO MUNICÍPIO DE ANGRA DOS REIS, DE SUAS AUTARQUIAS

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL - C006061 Zeta é uma sociedade empresária cujo objeto social é a compra, venda e montagem de peças metálicas utilizadas em estruturas de shows e demais eventos. Para

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em janeiro de 2007, a Fazenda Nacional lavrou auto de infração em face da pessoa jurídica ABC, visando à cobrança de contribuições previdenciárias dos anos de 2005

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A pessoa jurídica A, fabricante de refrigerantes, recolheu em montante superior ao devido o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente nas operações

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos IRRF Título financeiro em dólar

Parecer Consultoria Tributária Segmentos IRRF Título financeiro em dólar IRRF 30/09/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Da Tributação na Fonte - RIR/99... 3 3.2. Ato Declaratório Interpretativo...

Leia mais

CONVÊNIO ICMS 70 COMEÇO DO FIM DA GUERRA FISCAL?

CONVÊNIO ICMS 70 COMEÇO DO FIM DA GUERRA FISCAL? COMEÇO DO FIM DA GUERRA FISCAL? Especialmente preparado para Copyright TozziniFreire Advogados, 2014. Reprodução permitida, desde que citada a fonte Jerry Levers de Abreu jabreu@tozzinifreire.com.br Agosto,

Leia mais

SIMULADO PFN I (Tributário e Processo Tributário) Prof. Mauro Luís Rocha Lopes Dezembro de 2015

SIMULADO PFN I (Tributário e Processo Tributário) Prof. Mauro Luís Rocha Lopes Dezembro de 2015 Simulado PFN 2015 I Prof. Mauro Luís Rocha Lopes SIMULADO PFN I (Tributário e Processo Tributário) Prof. Mauro Luís Rocha Lopes Dezembro de 2015 1ª Questão A empresa Fábrica de Caixões Morte Feliz Ltda

Leia mais

Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº , de 2002.

Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº , de 2002. Portaria Conjunta SRF/PGFN nº 07, de 8 de janeiro de 2003 DOU de 10.1.2003 Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº 10.637, de

Leia mais

Planejamento Tributário Empresarial

Planejamento Tributário Empresarial Planejamento Tributário Empresarial Aula 11 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina, oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades,

Leia mais

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA 2016 ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO INSCRIÇÃO MUNICIPAL CPF/CNPJ 54125003 06.042.030/0001-47 RAZÃO

Leia mais

Os Impactos do Novo Código de Processo Civil e a Execução Fiscal

Os Impactos do Novo Código de Processo Civil e a Execução Fiscal Os Impactos do Novo Código de Processo Civil e a Execução Fiscal Rafhael Frattari Professor de Direito Tributário da FUMEC/MG Vilas Boas, Lopes e Frattari Advogados Aplicação do NCPC à Execução Fiscal»

Leia mais

PROVIMENTO Nº CGJ-05/ O DESEMBARGADOR JOÃO PINHEIRO, CORREGEDOR GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições,

PROVIMENTO Nº CGJ-05/ O DESEMBARGADOR JOÃO PINHEIRO, CORREGEDOR GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, PROVIMENTO Nº CGJ-05/ 2007 Autoriza o apontamento dos títulos que indica, no âmbito da Central de Protesto de Títulos e Documentos da capital e dos Tabelionatos de Protesto de Títulos e Documentos de todo

Leia mais

Das Espécies de Lançamento Tributário São três as espécies de lançamento tributário: de ofício, por declaração e por homologação.

Das Espécies de Lançamento Tributário São três as espécies de lançamento tributário: de ofício, por declaração e por homologação. CRÉDITO TRIBUTÁRIO Das Espécies de Lançamento Tributário São três as espécies de lançamento tributário: de ofício, por declaração e por homologação. a) Lançamento de Ofício: Art. 149. O lançamento é efetuado

Leia mais

Altera a Lei nº ,de 27 de dezembro de 1999, que dispõe sobre a Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos.

Altera a Lei nº ,de 27 de dezembro de 1999, que dispõe sobre a Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos. GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Gabinete Civil da Governadoria Superintendência de Legislação LEI Nº 16.653, DE 23 DE JULHO DE 2009 Altera a Lei nº 13.569,de 27 de dezembro de 1999, que dispõe sobre a Agência

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 38ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO. Registro: ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 38ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO. Registro: ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000390065 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0035685-43.2010.8.26.0576, da Comarca de São José do Rio Preto, em que são apelantes ARANTES ALIMENTOS LTDA.

Leia mais

05ª Vara Federal de Execução Fiscal do Rio de Janeiro ( ) EMENTA

05ª Vara Federal de Execução Fiscal do Rio de Janeiro ( ) EMENTA Apelação Cível - Turma Espec. II - Tributário Nº CNJ : 0045951-57.2014.4.02.5101 (2014.51.01.045951-8) RELATOR : Desembargador Federal FERREIRA NEVES APELANTE : MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO PROCURADOR :

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA. Ofício circular n. 0234/2011-CGJ Aracaju, 27 de janeiro de 2011,

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA. Ofício circular n. 0234/2011-CGJ Aracaju, 27 de janeiro de 2011, Ofício circular n. 0234/2011-CGJ Aracaju, 27 de janeiro de 2011, Senhor(es) Notário(s), Com o intuito de uniformizar e divulgar o procedimento para PROTESTOS DE TÍTULOS JUDICIAIS, a Corregedoria-Geral

Leia mais

Fiscal Online Disciplina: Direito Tributário Prof. Eduardo Sabbag Data: 13.07.2012 MATERIAL DE APOIO MONITORIA. Índice 1.

Fiscal Online Disciplina: Direito Tributário Prof. Eduardo Sabbag Data: 13.07.2012 MATERIAL DE APOIO MONITORIA. Índice 1. Fiscal Online Disciplina: Direito Tributário Prof. Eduardo Sabbag Data: 13.07.2012 MATERIAL DE APOIO MONITORIA Índice 1. Anotações de Aula 1. ANOTAÇÕES DE AULA DIREITO TRIBUTARIO NO CTN Art. 155-A CTN.

Leia mais

AÇÃO MONITORIA. Elan Marcos de Matos TEIXEIRA¹ Priscila Moreira MARCONDES² Ariane Fernandes OLIVEIRA³ 1. INTRODUÇÃO.

AÇÃO MONITORIA. Elan Marcos de Matos TEIXEIRA¹ Priscila Moreira MARCONDES² Ariane Fernandes OLIVEIRA³ 1. INTRODUÇÃO. AÇÃO MONITORIA Elan Marcos de Matos TEIXEIRA¹ Priscila Moreira MARCONDES² Ariane Fernandes OLIVEIRA³ 1. INTRODUÇÃO. O Presente artigo tem como finalidade discutir o processo monitório e seu respective

Leia mais