Informática para o concurso Professor Alisson Cleiton

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informática para o concurso Professor Alisson Cleiton"

Transcrição

1 MÓDULO I INTRODUÇÃO E HARDWARE INTRODUÇÃO...2 HARDWARE GABINETE MONITOR TECLADO MOUSE DENTRO DO GABINETE PLACA MÃE O PROCESSADOR TECNOLOGIAS DE PROCESSAMENTO O CHIPSET OS BARRAMENTOS MEMÓRIA GERENCIAMENTO DA MEMORIA MEMÓRIA RAM MEMÓRIA ROM MEMÓRIA AUXILIAR MEMÓRIA INTERMEDIÁRIA (CACHE) CACHE HIT OU MISS MEMÓRIA VIRTUAL DISPOSITIVOS DE ENTRADA E SAÍDA UNIDADES DE MEDIDA DO COMPUTADOR...11 CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES: QUANTO A SUA NATUREZA QUANTO AO PORTE...12 O QUE É BLUETOOTH...13 EXERCÍCIOS PROPOSTOS /15

2 INTRODUÇÃO Bem, antes de iniciarmos qualquer assunto inerente ao concurso, precisamos entender alguns conceitos iniciais. Informática é a ciência que estuda os meios de armazenamento, transmissão e processamento das informações, tendo como seu maior propulsor e concretizador, um equipamento eletrônico chamado computador. Computador é o nome dado a um dispositivo eletrônico que armazena, processa (processar = calcular) e recupera informações, quase como um liquidificador (que armazena as frutas e legumes, processa-os e recupera, como resultado, o suco desejado). A história dos computadores eletrônicos remonta do meio da segunda grande guerra, quando o exército americano construiu o ENIAC, um computador que ocupava cerca de um terço da área do Maracanã, e possuía válvulas (apesar dos exageros, este trambolho tinha poder de cálculo equivalente à sua calculadora de bolso). Naquela época, os principais componentes do computador ENIAC eram as válvulas (são pequenas lâmpadas ) que tratavam a eletricidade de forma inteligente para que ela realizasse os procedimentos desejados. Mais tarde, na década de 50, foi inventado o sucessor da válvula, o transistor, um pequeno componente semicondutor de silício, bem menor que a válvula, e muito mais versátil. Com o passar dos anos, os transistores foram sendo miniaturizados a tal ponto que, começaram a ser impressos diversos deles em pastilhas únicas, para ocupar menos espaço. Essas pastilhas semicondutoras são chamadas de chips, ou circuitos integrados. Hoje em dia, existem chips que equivalem a milhões de transistores, são circuitos integrados muito densos, um mapa de um deles é mais complicado que uma foto aérea da cidade de São Paulo (e olha que São Paulo é a maior cidade da América Latina!). Verifique na imagem abaixo uma comparação entre os transistores e os chips: Atualmente, todos os equipamentos eletrônicos, inclusive os computadores, são formados por inúmeros chips, cada um com uma função definida, esses chips são soldados (colados com solda) em uma estrutura de plástico com alguns caminhos condutores, essas estruturas são denominadas placas de circuitos, ou somente placas. Atualmente um sistema computacional é entendido como uma junção de três componentes básicos. Podemos caracterizá-los melhor como: HARDWARE - todo o conjunto de componentes físicos de um computador e os periféricos ligados a ele. Como componentes físicos podemos destacar a título de exemplo, o teclado, os monitores, as impressoras e os scanners entre outros; SOFTWARE - refere-se ao conjunto de programas que são processados num computador. Uma das partes lógicas do sistema juntamente com o peopleware. Exemplos de software são: os editores de texto, os editores gráficos, as planilhas de cálculo e os jogos; PEOPLEWARE - ou também chamado humanware, é o conjunto de pessoas dedicadas a todo sistema computacional. Forma o conjunto de recursos humanos deste sistema e envolve, entre outros: analistas de sistema, programadores e integradores de software. HARDWARE E o que é um computador? É um equipamento eletrônico que processa as informações. Como funciona? Em poucas palavras, o computador: 1) Recebe dados de entrada; 2) Processa esses dados que entraram; 3) Armazena esses mesmos dados; 4) Devolve dados de saída para o usuário. 2/15

3 Organização Funcional do Computador Os principais elementos de hardware em um sistema computacional podem ser agrupados nas seguintes categorias: Unidade Central de Processamento (CPU) ou PROCESSADOR; Memória principal; Memória auxiliar, ou, outros dispositivos de armazenamento de dados; Dispositivos de entrada e saída de dados. Os dados entram Equipamentos de Entrada, ou Periféricos, ou ainda, Dispositivos de Entrada. Todos os equipamentos que permitem a inserção de dados no computador são listados neste rol. Exs: TECLADO, MOUSE, MICROFONE, SCANNER. Com a entrada dos dados, eles serão processados dentro de um componente conhecido como microprocessador, ou somente processador. Ele fica na placa-mãe, dentro do gabinete. Cuidado! Muitas pessoas chamam o gabinete de CPU. Isso é errado! O gabinete é a caixa metálica que centraliza todas as conexões do computador. Já a CPU é a unidade central de processamento. Continuando. Para processar as informações, o computador precisa armazenar os dados. E é aí que entram os componentes eletrônicos conhecidos como memórias. Em um computador existem vários tipos de memórias: algumas que servem para guardar dados por alguns instantes, outras que armazenam dados por muito mais tempo. Finalizando o processo, os dados saem pelos equipamentos conhecidos como equipamentos de saída de dados, ou periféricos de saída. Exs: MONITOR, IMPRESSORA. - GABINETE É a parte mais importante do computador, podemos dizer que o gabinete é o computador propriamente dito. Dentro dele, há vários componentes que fazem o processamento da informação. Mas atenção, não chame o gabinete de CPU, pois são coisas diferentes (algumas pessoas, inclusive técnicos costumam chamar o gabinete de CPU porque esta a CPU está dentro do gabinete). 3/15

4 - MONITOR É a tela que nos mostra as respostas que o computador nos dá. É um periférico de saída (pois a informação sai do computador para o usuário). - TECLADO Conjunto de teclas que permite que operemos o computador através de comandos digitados. É um periférico de entrada. - MOUSE Através dele, controlamos uma setinha que aponta para os itens na nossa tela. Também é um periférico de entrada. - DENTRO DO GABINETE São encontrados os componentes que formam o computador propriamente dito, como as memórias, o processador e o disco rígido, todos eles estão direta ou indiretamente ligados à placa mãe. - PLACA MÃE É uma grande placa de circuitos onde são encaixados os outros componentes, a Placa mãe recebe o processador, as memórias, os conectores de teclado, mouse e impressora, e muito mais (veja figura abaixo). Para atingir o propósito de entender o funcionamento do PC de forma conexa, precisamos conhecer o componente que é justamente o responsável por integrar as diversas partes de um PC: a placa-mãe. A Placa-mãe, também denominada mainboard ou motherboard, é uma placa de circuito impresso eletrônico. É considerado o elemento mais importante de um computador, pois tem como função permitir que o processador se comunique com todos os periféricos instalados. Na placa-mãe encontramos não só o processador, mas também a memória RAM, os circuitos de apoio, as placas controladoras, os conectores do barramento PCI e os chipset, que são os principais circuitos integrados da placa-mãe e são responsáveis pelas comunicações entre o processador e os demais componentes. Em alguns casos, a placa-mãe já é fabricada com alguns componentes, dispensando sua compra posterior. Se uma placa-mãe já possui uma placa de vídeo fabricada em sua estrutura, não é necessário comprar uma outra placa de vídeo. Dizemos, portanto, que essa placa de vídeo é on-board. A vantagem de ter componentes on-board é só tem uma: o custo. As placas-mãe com equipamentos on-board são mais baratas que as placas que nos obrigam a comprar os equipamentos posteriormente. Porém, quando um equipamento vem na placa mãe, seu desempenho é normalmente fraco e prejudica o restante do micro. Esses equipamentos normalmente exigem, para funcionar, de recursos da placa-mãe e do processador, diminuindo o desempenho geral da máquina. - O PROCESSADOR O processador é o equipamento que funciona como cérebro do computador, realizando o processamento e o cálculo das informações que passam por ele. É composto de: UC (Unidade de Controle) ULA (Unidade Lógico-Aritmética) Registradores Exerce funções de controle das operações - Envia a todos os componentes do computador um sinal elétrico regular - o pulso de "clock" - que fornece uma referência de tempo para todas as atividades e permite o sincronismo das É responsável pelos cálculos e operações de lógica São as memórias mais rápidas de um computador e sua função é o armazenamento local e temporário dos dados que estão sendo processados. 4/15

5 operações internas. - O clock é um pulso alternado de sinais de tensão, gerado pelos circuitos de relógio (composto de um cristal oscilador e circuitos auxiliares). A freqüência f do clock é medida em hertz. 1 Mhz (1 megahertz) equivale a um milhão de ciclos por segundo. Há vários processadores atualmente no mercado. Os principais são fabricados por duas empresas concorrentes: A Intel e a AMD. INTEL AMD - CELERON - SEMPROM - PENTIUM 4 - ATHLON XP - PENTIUM M / CELERON M (notebooks) - MOBILE ATHLON XP (notebooks) - XEON (servidores) - ATHLON 64 - ITANIUM (servidores) - OPTERON (servidores) Importante: a forma como a arquitetura de um processador foi elaborada faz com que ele se comunique apenas através de chaves positivas e negativas, assumindo valores 0 (zero) e 1 (um). Isso significa que para cada ordem que mandamos o processador executar, ele realiza milhares de operações apenas usando as chaves 0 e 1. A menor unidade de informação que um computador pode armazenar então, é este binômio 0 ou 1. À este tipo de informação chamamos Código Binário ou bit, que é a Linguagem de Máquina usada pelos computadores. Entretanto, utilizar o Bit como padrão para uma medida de tamanho de informação seria um tanto cansativo, pois as informações seriam medidas em milhares de bits. Por isso, a unidade padrão de medida na informática é o byte, que é o conjunto de 8 (oito) Bits. A um caractere, como uma letra, associamos um Byte. A partir deste conceito, foi criada uma nomenclatura para tratarmos com outras grandezas: Bit (b) MEDIDA: Byte (B) Kilobyte (KB) REPRESENTA O MESMO QUE: 0 ou 1 - menor unidade de dado conjunto de 8 bits ou 1 caractere 2 10 ou 1024 bytes Megabyte (MB) 2 20 ou 1024 Kilobytes Gigabyte (GB) Terabyte (TB) Petabyte (PB) Hexabyte (HB) 2 30 ou 1024 Megabytes 2 40 ou 1024 Gigabytes 2 50 ou 1024 Terabyte 2 60 ou 1024 Petabyte Exemplos: Hoje em dia, os discos rígidos têm suas capacidades medidas em Gigabyte (GB), enquanto as taxas de transferência de dados na internet são medidas em megabit por segundo (Mbps). - TECNOLOGIAS DE PROCESSAMENTO Processadores com pipeline são processadores que conseguem executar fases diferentes de várias instruções ao I Pipelining mesmo tempo. Processadores antigos não trabalhavam com pipelining. Esse processo foi adotado nos processadores modernos para otimizar o uso do processador, para que ele fique com menos áreas ociosas enquanto executa instruções. II Hyper- Threading Tecnologia que permite que várias partes de um mesmo programa sejam executadas simultaneamente pelo processador. Programas podem ser feitos para rodar em partes separadas, as quais chamamos de thread. Um processador comum só pode executar uma thread de cada programa por vez. Quando executamos vários programas ao mesmo tempo, temos a ilusão de que todos eles estão sendo executados simultaneamente. Na verdade, o que ocorre é que o processador alterna entre a execução dos programas. Como isso é feito em frações de segundos, para nós, usuários, é como se estivessem de fato sendo executados simultaneamente. Portanto, processadores comuns precisam esperar o término da execução de uma thread para iniciar outra. Processadores equipados com Hyper-Threading permitem que antes do fim de uma thread seja iniciada a execução de outra thread. Isso é conseguido simulando-se a presença de mais processadores. O processador com Hyper-Threading finge ser dois processadores, quando na realidade, fisicamente é um só. Para o Hyper-Threading funcionar, 5/15

6 III Dual Core tanto a placa-mãe como o BIOS e o sistema operacional do computador devem ser compatíveis. Enquanto o HT simula a presença de dois processadores físicos, quando na verdade há apenas um, os processadores Dual Core são processadores que possuem, fisicamente, um núcleo duplo. Assim, eles podem trabalhar como dois processadores distintos, apesar de dividirem entre si os demais recursos, como, em alguns casos, a memória cache. Na prática, isso quer dizer que é possível executar mais de uma thread de forma realmente paralela. É possível iniciar a execução de duas threads ao mesmo tempo. - O CHIPSET Chipset O componente central de uma placa-mãe é o chamado chipset. Chipset, na verdade, é o nome pelo qual é conhecido um conjunto de chips. Nas placas de CPU mais antigas, esses chips ficavam espalhados. Posteriormente reunidos, esses chips passaram a ser chamados de chipset. O chipset divide-se em dois importantes chips: Southbridge (PONTE SUL); Northbridge (PONTE NORTE). O chip Ponte Norte é responsável pela comunicação entre os componentes de maior velocidade do computador. É ele que faz a comunicação entre a CPU, a memória RAM e o slot AGP. O chip Ponte Sul, por sua vez, estabelece a comunicação entre os principais dispositivos de entrada e saída por meio dos barramentos PCI, IDE e outros. O chipset é uma espécie de controlador de tráfego da placa-mãe. Por ele passam todos os dados e instruções e é através dele que todos os barramentos conseguem se interconectar. - OS BARRAMENTOS A comunicação mais importante num computador se dá entre a CPU e a memória principal. Mas a CPU também tem que se comunicar com outros componentes, como os Dispositivos de Entrada e Saída e as outras memórias. Toda essa comunicação se dá pelos Barramentos de Sistema, que são linhas de comunicação que se estendem por todo o micro, atingindo grande parte de seus componentes. Podem ser: Barramento de DADOS; Barramento de ENDEREÇOS; Barramento de CONTROLE. Além dos Barramentos de Sistema, como vimos, existem também os Barramentos de Expansão, que servem para expandir o poder dos computadores se ligam a eles. Os equipamentos de entrada e saída e as memórias auxiliares tem barramentos próprios que devemos conhecer: ISA PCI AGP PCI Express Muito comum em micros mais antigos para encaixar placas de expansão, como modems, placas de som e placas de vídeo. As placas mãe atuais não contam com esse barramento, porque foi substituído pelo PCI. Transfere Simultaneamente: 16 bits Substituiu o barramento ISA. Para conectar placas de expansão. Porém, para placas de vídeo, não usamos o PCI. Normalmente são fabricadas para serem conectadas no barramento AGP. Suporta a tecnologia Plug and Play. Transfere Simultaneamente: 32 bits Para conectar somente placas de vídeo. Suporta também a tecnologia Plug and Play. Transfere Simultaneamente: 32 bits Veio para substituir o barramento PCI convencional, podendo ser usado para diversas placas de expansão (modem, rede, etc). Existem vários tipos de barramentos (1x, 2x, 4x e 8x), com velocidades maiores do que a 6/15

7 IDE SCSI PS/2 Serial Paralelo convencional. Importante: existe também o PCI Express x16, que veio substituir o barramento AGP (somente para placas de vídeo). Transfere Simultaneamente: 16 bits usado para conectar as unidades de armazenamento internas (HD, Drive de CD, Gravadores de CD, Drives de DVD, etc.) à placa-mãe do computador. Transfere um byte de cada vez (paralelo). (lê-se ) Próprio para discos, como o IDE, e impressoras e scanners de alta velocidade.normalmente são usados no mercado de servidores de rede, sendo incomuns em computadores caseiros. Além disso, dá pra conectar até 15 equipamentos em um único SCSI. Transfere Simultaneamente: 8 e 16 bits Barramento atualmente usado para conectar mouse e teclado. Suporta a tecnologia Plug and Play. Liga equipamentos de baixa velocidade, como teclado e mouse. É um barramento velho e por isso não é encontrado mais nos micros atuais. Podemos chamar de barramento serial ou barramento RS-232. Transferência de um bit por vez (em série) Liga componentes de maior velocidade, como impressoras e scanners. Transferência de vários bits simultâneos Conecta qualquer tipo de equipamento, substituindo a serial, PS/2 e paralela. Esse barramento foi criado para ser o único barramento externo de um computador. E é Plug-and-Play/Hot Swap(Trocar) Versões das portas USB USB 1.0: Lançado em janeiro de 1996, com taxas de transferência de dados de até 1,5 Mbit / s (baixa velocidade) e 12 Mbit / s (Velocidade máxima). USB 2.0: Lançado em abril de 2000 com taxas de transferência de dados de até 480 Mbps. USB 3.0: Lançado em setembro de 2009 com taxas de transferência de dados de até 4,8 Gbps. USB Entre os mais conhecidos dispositivos que utilizam-se da interface USB estão: Impressora Scanner Webcam Teclado Mouse Unidades de armazenamento (HD, Pendrive, CD-ROM) Joystick Gamepad PDA Câmera digital Placa-de-Som Modem MP3 Player Celular (em geral) Alguns dispositivos usam apenas a alimentação eléctrica da USB sem nenhuma função de comunicação ou controle. São exemplos: pequenas luminárias e ventiladores. Adaptadores Bluetooth 7/15

8 SATA Entre os sistemas operacionais que oferecem suporte nativo à interface USB, podemos citar: BeOS FreeBSD Linux Mac OS Mac OS X Microsoft Windows 95 OSR 2.0, 2.1, 2.5 (apenas para a versão 1.1) Microsoft Windows 98, 98 (Second Edition) Microsoft Windows ME Microsoft Windows 2000 Microsoft Windows XP Microsoft Windows 2003 Microsoft Windows Vista Microsoft Windows 7 Microsoft Windows 8 Solaris Também conhecido como Serial ATA, já é encontrado nas placas mãe atuais, vindo a substituir o barramento IDE. Mesmo sendo a transmissão dos dados de um bit por vez, ele é mais rápido que a transmissão em paralelo. - MEMÓRIA É todo componente capaz de armazenar informações. Existem memórias de todos os tipos em um computador: memórias superrápidas que armazenam informações por pouquíssimo tempo; memórias que guardam informações para sempre (ou até você não precisar mais), etc. Resumidamente, vamos tratar das principais memórias. Para um melhor entendimento, dividiremos a memória em tipos: 8/15

9 Tipos de Memoria - GERENCIAMENTO DA MEMORIA. - MEMÓRIA RAM A RAM é uma memória que armazena informações na forma de pulsos elétricos. A memória RAM é elétrica, portanto, VOLÁTIL, isto é, os dados podem se perder facilmente. A memória RAM foi feita única e exclusivamente para armazenar informações enquanto nosso micro está ligado, ou seja, apenas enquanto os programas estão em execução. Um programa que não está aberto, não está na RAM, mas está armazenado em outra memória (auxiliar, normalmente o HD). Quando o usuário abre o programa, suas instruções e dados são jogados na memória RAM, de onde a CPU passa a trazer essas instruções e dados para permitir que o programa seja executado. Todos os programas abertos em um computador são colocados na RAM Principal momentaneamente para que a CPU possa buscar os dados e instruções destes programas. De acordo com a sua fabricação, a memória RAM pode ser de dois tipos principais: DRAM RAM DINÂMICA SDRAM DDR DDR2 Menos rápida, mais barata e, por isso, encontrada em maior quantidade em nossos computadores. É esse tipo de memória que utilizamos como memória principal em nossos micros. Tipo de memória que permite a leitura ou o armazenamento de dois dados por vez (ao invés de um por vez, como na tecnologia anterior). Além disso, a memória SDRAM opera em freqüências mais altas. Tipo de memória que está substituindo a SDRAM. Tem como principal característica o fato de poder realizar o dobro de operações por ciclo de clock, ou seja, a memória realiza duas operações por vez, sempre quando o processador solicita operações. Evolução da memória DDR. Entre suas principais características estão: menor consumo de energia elétrica, menor custo de produção, e velocidades mais rápidas. Detalhe: já estão desenvolvendo a memória DDR3! SRAM RAM ESTÁTICA Mais rápida, mais cara e, por isso, aparece em menor quantidade em nossos micros. - MEMÓRIA ROM A ROM significa Read Only Memory, ou seja, memória somente de LEITURA. É uma memória que não pode ser alterada pelo usuário. O principal uso da memória ROM é o armazenamento de firmware. Firmware é um software (programa) que vem embutido nos dispositivos de hardware. Este programa é chamado de BIOS. O BIOS (Basic Input/Output System) é usado para realizar o processo de inicialização do computador, chamando o sistema operacional para o trabalho. Existem algumas variações da ROM, que vamos conhecer a seguir: PROM ROM Programável Tipo de memória ROM que pode ser programado usando equipamentos específicos. EPROM EEPROM Flash- ROM ROM Programável e Apagável ROM Programável e Apagável eletronicamente Memória Flash Podem ser apagadas por meio de exposição a luz ultravioleta para depois serem reescritas por um equipamento programador de memória ROM. São memórias ROM que podem ser apagadas e reescritas eletricamente. É um tipo derivado de EEPROM e, portanto, tem facilidade de apagamento e gravação de dados. Tem largo uso atualmente. Nos computadores mais modernos, o BIOS geralmente vem armazenado em Flash-ROM, possibilitando facilmente sua alteração. Os pequenos cartões de memória utilizados em câmeras digitais e os pendrives são tipos de Flash-ROM. - MEMÓRIA AUXILIAR Os discos funcionam como memória auxiliar (ou secundária) e ARMAZENAMENTO do computador. São chamados de memória auxiliar porque os dados não são acessados instantaneamente pela CPU. Eles precisam ser localizados e lidos ou gravados em 9/15

10 locais livres, e de não-volátil, porque o seu conteúdo não se perde ao desligarmos o computador. Entendemos como discos os HD s (ou winchester), disquetes e CD s. Dentre eles, o mais importante é o HD, pois nele são gravados os dados mais comumente necessários ao funcionamento do computador. Outro tipo de memória auxiliar são os CD s e DVD s. Temos que tomar cuidado com os tipos, pois podem confundir: ROM: só pode ser lido, pois já vem gravado de fábrica, como CDs de instalação de softwares. -R: só pode ser gravado uma vez, mas lido inúmeras vezes. Na verdade, podemos gravar um CD-R várias vezes, mas nunca podemos sobrescrever ou apagar algum dado previamente gravado. -RW: distingue-se do -R pela possibilidade de ter o seu conteúdo apagado para posteriormente receber novos dados. Antes de finalizá-lo, o comportamento é igual ao de um -R, porém, podemos apagar todo o seu conteúdo a qualquer momento deixandoo pronto para receber dados novamente. SSDs (Unidade de Estado sólido) Sua construção é baseada em um circuito integrado semicondutor, feito em um único bloco. Diferentemente do HD convencional, onde o armazenamento é feito em discos magnéticos, ou como os CDs e DVDs, que funcionam com leitura ótica, os SSD podem utilizar a memória RAM, memória flash (como nos cartões SD das câmeras fotográficas) ou o próprio semicondutor. enquanto um HD moderno de RPM consegue ler dados à apenas 200 Mbps (megabits por segundo), unidades SSD podem chegar a velocidades de 550 Mbps ou mais. O ganho em velocidade de carregamento do sistema e programas é perceptível e pode chegar a carregar programas duas vezes mais rápido do que em um HD comum. A outra grande vantagem do SSD é a durabilidade. Como não possuem partes mecânicas, quedas acidentais ou vibrações não causam muitos dados, ao contrário dos HDs onde pequenos acidentes podem ser fatais para o disco magnético. Discos Híbridos Como uma espécie de "meio termo", há ainda o formato de discos híbridos, que consiste em unidades de armazenamento que possuem uma parte SSD, geralmente apenas 8GB e o restante funciona como um disco rígido comum. Sua vantagem é aliar a velocidade de um SSD com a grande capacidade de armazenamento dos HDs convencionais. - MEMÓRIA INTERMEDIÁRIA (CACHE) O processador possui uma freqüência de operação muito mais rápida do que a memória RAM, então toda vez que o processador precisa buscar ou transferir um dado para a memória RAM ele teria que trabalhar na freqüência da memória RAM que é menor, com isso o micro ficaria lento. Então, para resolver esse problema criou-se a memória Cache que trabalha na mesma freqüência de operação do processador. Cache é um termo francês que significa escondido, está dividida em quatro grupos ou níveis: L1 (nível 1), L2 (nível 2), L3 (nível 3) e L4 (nível 4) dois tipos dessa memória estão armazenados no próprio processador (L1) e (L2), outros dois tipos mais recentes encontram-se na placa mãe (L3) e (L4). As duas últimas estando na placa-mãe não trabalham na mesma freqüência do processador. Os novos processadores da INTEL já estão incorporando o nível 3 (L3) dentro da sua arquitetura. O tamanho médio de memória cache dentro do processador é 1MB. - CACHE HIT OU MISS Erro ou acerto, são operações realizadas quando o processador procura um dado dentro da memória cache. Se o dado procurado esta dentro do cache então ocorre um acerto (HIT). Quando o processador necessita de um dado que não está no cache, tem de buscá-lo na memória RAM, que é lenta, baixando então o desempenho do micro. Quando isso ocorre acontece o chamado erro (miss), que também pode ser comumente chamado de cache miss. - MEMÓRIA VIRTUAL Todo programa aberto pelo sistema operacional fica carregado na memória principal do computador, ou seja, na memória RAM. Da mesma forma, os arquivos nos quais estamos trabalhando ou fazendo alterações, como planilhas e documentos de texto, vão sendo guardados nessa memória. Nos sistemas operacionais modernos, podemos ter diversos programas abertos simultaneamente 10/15

11 e em cada um deles pode haver vários arquivos sendo trabalhados. Assim, é provável que, em um determinado momento, a quantidade de memória principal do computador seja totalmente utilizada. Aí, o computador trava? Não, com a memória cheia, ele não pára de funcionar. Porém, fica mais lento. Vamos entender! Quando a capacidade da memória principal é totalmente utilizada, entra em cena a chamada memória virtual. A memória virtual é um recurso gerenciado pelo sistema operacional que aloca um espaço no disco rígido do computador fazendo com que ele (o disco rígido) funcione como um complemento da memória principal. Quando instalamos o sistema operacional no computador, automaticamente ele já reserva um espaço no disco rígido para o funcionamento da memória virtual. Se for necessário, os dados que estavam guardados na memória principal serão transferidos para o disco rígido formando então mais um nível de memória a ser consultado pela CPU. Assim, a CPU procura um dado requerido primeiramente na memória cache. Não encontrando-o, faz a busca na memória RAM e, dependendo das condições de uso no momento, procede à busca na memória virtual, que fica no disco rígido. - DISPOSITIVOS DE ENTRADA E SAÍDA Dispositivos de entrada são, equipamentos destinados a enviar dados para serem processados pela CPU. E é justamente isso o que ocorre. Ao teclarmos o algarismo 1, o teclado se encarrega de enviar a informação de que a tecla 1 foi pressionada. Essa informação chega à CPU, mais especificamente à Unidade de Controle, que decidirá o que fazer. Outro exemplo é o Scanner, serve para digitalizar impressos como fotos e documentos. Um scanner pode capturar uma imagem, de forma similar a uma copiadora ou pode ainda capturar textos de um documento. Nesse caso, utiliza-se uma tecnologia chamada OCR (Optical character recognition Reconhecimento óptico de caracter). Dessa forma, podemos, por exemplo, capturar o texto de uma página impressa de uma revista para posteriormente manipulá-lo em um editor de textos. Já os dispositivos de saída são equipamentos destinados a receber informações que foram processadas e enviadas pela CPU. O monitor é um exemplo de dispositivo de saída. É o equipamento usado para exibir as imagens que a gente vê no computador. Os monitores são medidos pelo tamanho da diagonal de suas telas, em polegadas e podem ser divididos em dois tipos: LCD possuem pequenas células retangulares que, quando excitadas da maneira certa, emitem uma determinada cor. CRT Monitores comuns têm um funcionamento engraçado: um canhão dispara feixes eletromagnéticos em direção à tela. Segue abaixo uma lista para ser preenchida com o tipo de dispositivo de cada equipamento. Dispositivo Tipo de Comunicação de Dados Monitor touch-screen Impressora Mouse Trackball e mousetouch Microfone Modem Headset Entrada/Saída Saída Entrada Entrada Entrada Entrada/Saída Entrada/Saída - UNIDADES DE MEDIDA DO COMPUTADOR Em um computador, existem vários componentes, e eles podem ter unidades de medida independentes de outros componentes, é como se o computador fosse um BOLO, em que cada ingrediente tem sua quantidade correta para fazê-lo funcionar. E, da mesma forma como num bolo, quanto MAIOR a quantidade de ingredientes, MAIOR é o bolo e, conseqüentemente, MAIS CARO. Acompanhe na listagem abaixo os vários componentes e suas respectivas unidades de medida: 11/15

12 Como podemos ver, existem Kilos, Megas e Gigas demais, que podem até nos confundir, por causa disso, vamos estudá-los para que não sejam mais um mistério: Quando algum valor é muito grande, usamos prefixos nas palavras para indicar seu valor multiplicado, por exemplo: 100 Kg são 100 Kilogramas ou 100 mil gramas, ou seja, Kilo significa MIL VEZES. Verifique a tabela abaixo: 1K = 1 Kilo = vezes 1M = 1 Mega = de vezes 1G = 1 Giga = de vezes ATENÇÃO! A linguagem binária utilizada no computador é matematicamente baseada no número 2, 1 Kilo, no mundo dos Bits e Bytes, não é exatamente 1000 vezes, mas 1024 vezes, bem como os outros valores: 1 Mega são exatamente 1024 x 1024 vezes e 1 Giga equivale a 1024 x 1024 x 1024 vezes. Ainda não precisamos passar da ordem dos Giga, mas depois dela vem a ordem dos Tera, dos Peta, dos Exa, etc... CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES: - QUANTO A SUA NATUREZA. DIGITAL: Processa as informações através de valores discretos ANALÓGICO: Processa a informação do jeito que ela é fornecida. - QUANTO AO PORTE NOTEBOOKS: Conhecido fora do Brasil como Laptop. É um computador portátil, leve, projetado para ser transportado e utilizado em diferentes lugares com facilidade. NETBOOKS: Uma categoria menor, mais leve e mais barata de laptops. São mais compactos e leves, são mais baratos, possuem bateria com autonomia superior. Os processadores apresentam desempenho inferior, memória RAM e Disco Rígido possuem menor capacidade. Ausência de drive de CD ou DVD. ULTRABOOKS: Ultrabook é um tipo de(laptop ultrafino) definido pela HP. Criado no ano de 2013, é uma iniciativa da Intel para criar um mercado PC para concorrer com o Apple Inc. MacBook Air. Utilizando como característica principal a memoria de armazenamento SDD. MICROCOMPUTADORES: Ou computadores pessoais possuem como característica uma UCP formada por um único microprocessador. MINICOMPUTADORES: São computadores de porte médio. São utilizados, por exemplo, em controles de processos industriais. SUPERCOMPUTADORES: São computadores de grande porte que utilizam alta velocidade de processamento. São utilizados geralmente em cálculos científicos que demandam números com uma grande quantidade de dígitos. São máquinas de uso em âmbito especifico. MAINFRAMES: São também computadores de grande porte, mas, possuem aplicações de âmbito mais geral, principalmente em processamentos que controlam uma grande quantidade de terminais com acesso on-line. 12/15

13 O QUE É BLUETOOTH Bluetooth é uma especificação industrial para equipamentos wireless de curto alcance. A principal característica do bluetooth é o seu alcance. Ele foi desenvolvido para que pudéssemos conectar dispositivos pessoais em uma pequena área de abrangência, normalmente uma sala ou escritório. O alcance do dispositivo depende da classe do dispositivo bluetooth, mas eles podem se comunicar, em média, à distância de 10 metros, podendo chegar a 100 metros. Dentre os diversos equipamentos que podem utilizar bluetooth, podemos citar: impressoras, câmeras digitais, telefones celulares, notebooks, teclados, mouses, headsets. Computadores que não possuem bluetooth integrado podem valer-se de um pequeno adaptador que se encaixa nas portas USB. 13/15

14 1 - Assinale a alternativa incorreta. a) Mainframe é um computador de grande porte, capaz de oferecer serviços de processamento para múltiplos usuários. b) O endereço de de um usuário identifica o provedor de acesso utilizado por ele para conectar-se à internet. c) Discos rígidos (hard disc) e discos ópticos (CD/DVD) são dispositivos que permitem armazenar grandes quantidades de dados. d) A comunicação da unidade central do computador com o mundo exterior é realizada por meio de periféricos. São exemplos de periféricos: impressoras, monitores, teclados, leitores de código de barras e microfones. e) SATA, IDE e SCSI são tecnologias relacionadas a discos rígidos 2 - Analise as seguintes afirmações sobre Freqüência de operação ou clock e marque as corretas. I) Unidade básica da freqüência é o Hertz. II) Determina a velocidade da transferência de dados entre os componentes de hardware. III) 1 MHz equivale a cem ciclos por segundo. IV) Quanto maior a freqüência maior o desempenho. Escolha a alternativa correta. a) I e III. b) II e IV. c) II, III e IV. d) I, II e IV. e) I, II, III e IV. 3 - Analise as seguintes afirmações sobre chipset e assinale as corretas: I) Contém todo o software básico para inicializar a placamãe. II) É um dos principais componentes lógicos de uma placamãe. III) Divide-se entre ponte norte e ponte sul. IV) O chipset é quem define, entre outras coisas, a quantidade máxima de memória RAM que uma placa-mãe pode ter. EXERCÍCIOS PROPOSTOS a) Possui o recurso de Hot Swap, permitindo conectar e desconectar dispositivos com o computador ligado. b) Permite conectar dispositivos como teclado, mouse e HD externo. c) É um padrão de barramento paralelo para conectar dispositivos a um computador. d) Permite conectar uma webcam. e) A versão 2.0 possui uma taxa de transferência de dados maior do que a versão O termo que representa o programa que fica armazenado em uma memória ROM, localizado na placa mãe é: a) CMOS. b) Overclock. c) Sistema operacional. d) BIOS. e) Chipset. 7 - Qual das peças abaixo não faz parte do computador? a) Placa mãe. b) Memória RAM. c) Fonte de energia. d) Controlador de pressão interna. e) Winchester 8 - Os serviços Bluetooth são usados para executar ações entre um programa instalado no seu computador e um dispositivo remoto Bluetooth. Um dispositivo Bluetooth pode oferecer um ou mais serviços. O Windows XP fornece vários serviços Bluetooth. Assinale a alternativa em que esta tecnologia NÃO é utilizada pelo Windows. A) Conectar-se à Internet através de um telefone celular. B) Conectar teclados e mouses sem fio ao seu computador. C) Gravação de DVD, utilizando um gravador interno (instalação no gabinete). D) Impressão. O Windows XP oferece suporte a HCRP (Hardcopy Cable Replacement Profile) para emissão de arquivos em uma impressora. E) Transferência de arquivos, usando o protocolo FPP com tecnologia Object Exchange (OBEX). Escolha a alternativa correta. a) I e III. b) II e IV. c) II, III e IV. d) I, II e IV. e) I, II, III e IV. 4 - A resolução de um monitor está relacionada com a sua quantidade de pixels. Se a quantidade de pixels for aumentada, qual dos itens abaixo está INCORRETO? a) A resolução do monitor aumenta. b) O tamanho dos pixels diminui. c) O tamanho dos ícones diminui. d) O tamanho de janelas e menus diminui. e) A área útil da tela (área de trabalho) diminui. 5 - Qual das afirmações sobre USB está ERRADA? 9 - Julgue os itens seguintes, relacionados a tecnologia de informática. ( ) A interface UDP é uma tecnologia implantada na placamãe que permite a conexão de diversos tipos de periféricos de forma rápida e segura. ( ) A velocidade dos microprocessadores atuais é normalmente medida em gigabytes A memória interposta entre RAM e microprocessador, ou já incorporada aos microprocessadores, destinada a aumentar a taxa de transferência entre RAM e processador denomina-se memória A) virtual B) secundária C) principal D) cache 14/15

15 E) ROM Gabarito 1 - B 2 - D 3 - C 4 - E 5 - C 6 - D 7 - D 8 - D 9 E; E 10 - D 2/15

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução.

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução. Apresentação www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Apresentação & Introdução Condicionamento Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Conceitos Iniciais 1 Mensurando Dados Sistemas

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br.

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação Apresentação & Introdução Condicionamento www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Mensurando Dados Sistemas de numeração Conceitos

Leia mais

BITS E BYTES COMO O COMPUTADOR ENTENDE AS COISAS

BITS E BYTES COMO O COMPUTADOR ENTENDE AS COISAS BITS E BYTES COMO O COMPUTADOR ENTENDE AS COISAS Toda informação inserida no computador passa pelo Microprocessador e é jogada na memória RAM para ser utilizada enquanto seu micro trabalha. Essa informação

Leia mais

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Hardware Definição de Computador Computador Digital Componentes Básicos CPU Processador Memória Barramento Unidades de Entrada e

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

Informática para concursos

Informática para concursos Informática para concursos Prof.: Fabrício M. Melo www.professorfabricio.com msn:fabcompuway@terra.com.br Hardware Software peopleware Parte física (Tangível). Parte lógica (Intangível). Usuários. Processamento

Leia mais

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Ambiental Prof.: Maico Petry Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Informática Aplicada O Que éinformação? Dados

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

Conhecer os tipos de Placa Mãe, principais caracteristicas, seus componentes e suas funcionalidades, destacando assim, a importância de uma placa mãe.

Conhecer os tipos de Placa Mãe, principais caracteristicas, seus componentes e suas funcionalidades, destacando assim, a importância de uma placa mãe. PLACA MÃE 1. OBJETIVO Conhecer os tipos de Placa Mãe, principais caracteristicas, seus componentes e suas funcionalidades, destacando assim, a importância de uma placa mãe. 2. COMPONENTES DA PLACA MÃE

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aulas: 01 e 02/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Hardware André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Gerações de hardware Tipos de computadores Partes do Microcomputador Periféricos Armazenamento de

Leia mais

Noções básicas sobre sistemas de computação

Noções básicas sobre sistemas de computação Noções básicas sobre sistemas de computação Conceitos e definições Dado: Pode ser qualquer coisa! Não tem sentido nenhum se estiver sozinho; Informação: São dados processados. Um programa determina o que

Leia mais

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Informática Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Roteiro de Aula Introdução Computador Hardware, Software básico, Software Aplicativo Hardwares

Leia mais

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 2 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Índice Continuação aula anterior... Memória Barramento Unidades de armazenamento Periféricos Interfaces

Leia mais

Microinformática. Perguntas:

Microinformática. Perguntas: Microinformática UNICERP Disciplina: Informática Prof. Denis Henrique Caixeta Perguntas: Como foi a evolução da computação? Qual a função do computador? O que é Hardware? O que é Software? BIT, Byte, etc

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO As respostas das atividades deverão ser mais simples e completas possíveis e baseadas nas aulas (vídeo-aula). Acrescentei mais informações para servirem de material de apoio aos estudos para avaliações

Leia mais

HARDWARE PARTE FÍSICA DO COMPUTADOR

HARDWARE PARTE FÍSICA DO COMPUTADOR HARDWARE PARTE FÍSICA DO COMPUTADOR Que bicho é esse? Você pode se perguntar quando vislumbra um computador, não se preocupe, se trata apenas de mais um eletrodoméstico das famílias do novo milênio. O

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação INFORMÁTICA -É Ciência que estuda o tratamento automático da informação. COMPUTADOR Equipamento Eletrônico capaz de ordenar, calcular, testar, pesquisar e

Leia mais

Chama-se sistema informatizado a integração que

Chama-se sistema informatizado a integração que Sistema Informatizado Hardware Sistema Informatizado Chama-se sistema informatizado a integração que acontece de três componentes básicos: a) Os computadores = hardware b) Os programas = software c) Os

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

GABARITO COMENTADO DE HARDWARE 1) Falsa O texto mostrado, descreve que o Pen Drive possui 8.192MB ou seja, 8 Gigas de Memória. Já a questão menciona que o texto exibido contém uma memória com capacidade

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 4.1 HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS Qualquer PC é composto pelos mesmos componentes básicos: Processador, memória, HD, placa-mãe, placa de vídeo e monitor

Leia mais

Hardware. Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial

Hardware. Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial Hardware Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial Conteúdo Definição do hardware; Tipo e tamanho dos computadores; Família dos computadores; Elementos do hardware; Portas de comunicação.

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Componentes Sistema Informação Hardware - Computadores - Periféricos Software - Sistemas Operacionais - Aplicativos - Suítes Peopleware - Analistas - Programadores - Digitadores

Leia mais

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles:

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles: RESUMO Um sistema de informação é composto de três componentes, Hardware, Software e Peopleware. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte, que significa

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Hardware X Software Memória do Computador Hardware X Software Toda interação dos usuários de computadores modernos é realizada

Leia mais

AULA 1. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 1. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 1 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Estudo de caso Empresa do ramo de seguros Presidência RH Financeiro Vendas e Marketing TI CRM Riscos Introdução

Leia mais

Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática

Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática Disciplina: Informática. Professor: Denis Henrique Caixeta. Valor: 4 pontos Visto no caderno 1) Quais são as características dos primeiros computadores?

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio Memórias Memória: é o componente de um sistema de computação cuja função é armazenar informações que são, foram ou serão manipuladas pelo sistema. Em outras

Leia mais

Introdução. à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático

Introdução. à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático Introdução à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático Estrutura básica de um sistema informático Componentes de um sistema informático O interior de um PC A placa principal ou motherboard O

Leia mais

Arquitetura Genérica

Arquitetura Genérica Arquitetura Genérica Antes de tudo, vamos revisar o Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador. Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador O funcionamento de um computador pode ser

Leia mais

Aula 01 Introdução à Informática. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br

Aula 01 Introdução à Informática. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br Aula 01 Introdução à Informática Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br Agenda da Aula Introdução à Informática; Dados x Informação; O Computador (Hardware); Unidades de medida.

Leia mais

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional Arquitetura: Conjunto de elementos que perfazem um todo; estrutura, natureza, organização. Houaiss (internet) Bit- Binary Digit - Número que pode representar apenas dois valores: 0 e 1 (desligado e ligado).

Leia mais

Introdução ao Processamento de Dados - IPD

Introdução ao Processamento de Dados - IPD Introdução ao Processamento de Dados - IPD Autor: Jose de Jesus Rodrigues Lira 1 INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DE DADOS IPD A Informática está no nosso dia a dia: No supermercado, no banco, no escritório,

Leia mais

Conceitos básicos (Hardware/Software) CESPE

Conceitos básicos (Hardware/Software) CESPE Conceitos básicos (Hardware/Software) CESPE INDEA/MT (Adaptada). Cargo: Área: Técnico Agrícola Aplicação: 3/11/2002 1. Julgue os itens seguintes. 1. A função da placa de fax/modem é a de interligar o computador

Leia mais

Prof. Demétrios Coutinho. Informática. Hardware

Prof. Demétrios Coutinho. Informática. Hardware 1 Prof. Demétrios Coutinho Informática Hardware 2 Componentes Básicos e Funcionamento 2 Hardware 3 Conjunto de dispositivos elétricos/eletrônicos que englobam a CPU, a memória e os dispositivos de entrada/saída

Leia mais

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE Memória ROM Vamos iniciar com a memória ROM que significa Read Only Memory, ou seja, uma memória somente para leitura. Isso quer dizer que as instruções que esta memória contém só podem ser lidas e executadas,

Leia mais

Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação. Conceitos Introdutórios

Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação. Conceitos Introdutórios Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação Conceitos Introdutórios Informática Informática - Tratamento ou processamento da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador.

Leia mais

Placa - Mãe - Introdução

Placa - Mãe - Introdução Aula de Hardware Placa - Mãe - Introdução Também conhecida como "motherboard" ou "mainboard", a placa-mãe é, basicamente, a responsável pela interconexão de todas as peças que formam o computador. O HD,

Leia mais

SAMUEL MARTINS SEAP 07-01-2015 INFORMÁTICA HARDWARE

SAMUEL MARTINS SEAP 07-01-2015 INFORMÁTICA HARDWARE HARDWARE CONCEITOS INICIAIS A informática é um meio de obter informações de forma rápida e automática utilizando equipamentos como: Microcomputadores PC s (Desktops), Mainframes, Notebooks, Tablet e outros

Leia mais

Disciplina: Tecnologia da Informação Autor: Fabio Machado de Oliveira 1

Disciplina: Tecnologia da Informação Autor: Fabio Machado de Oliveira 1 Autor: Fabio Machado de Oliveira 1 Sumário Unidade I Introdução 1.1 Histórico da Informática... 3 1.2 Conceitos de sistemas... 3 1.3 Conceito de dado, informação e conhecimento... 4 1.4 Conceitos de sistemas

Leia mais

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br Computação I Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br MÓDULO I- Introdução à Informática Hardware Hardware? HARDWARE é a parte física do computador. É o conjunto de componentes mecânicos, elétricos

Leia mais

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. Hardware e Software UFCD - 0769. Joaquim Frias

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. Hardware e Software UFCD - 0769. Joaquim Frias Formação Modular Certificada Arquitetura interna do computador Hardware e Software UFCD - 0769 Joaquim Frias Computador É um conjunto de dispositivos eletrónicos capaz de aceitar dados e instruções, executa

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS - 2015. Prof. Marco Antônio

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS - 2015. Prof. Marco Antônio INFORMÁTICA PARA CONCURSOS - 2015 Prof. Marco Antônio Gestão da Informação e Conhecimento Dados Elemento bruto que não expressa informação Ex.: A, ], % *, & Gestão da Informação e Conhecimento Informação

Leia mais

Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Cronologia da evolução dos computadores: 3500 a.c.: os sumérios criam a numeração e o ábaco. 1500 a.c.: egípcios utilizam o Relógio de

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 3.1 EXECUÇÃO DAS INSTRUÇÕES A UCP tem duas seções: Unidade de Controle Unidade Lógica e Aritmética Um programa se caracteriza por: uma série de instruções

Leia mais

Entendendo o Computador Resumo. ADS IFBA www.ifba.edu.br/professores/antoniocarlos

Entendendo o Computador Resumo. ADS IFBA www.ifba.edu.br/professores/antoniocarlos Entendendo o Computador Resumo Tipos de Computadores Mainframe computador de grande porte, normalmente utilizado para gerenciar grande quantidade de fluxo de dados (operadoras de cartões de crédito, telefonia).

Leia mais

Microprocessadores II - ELE 1084

Microprocessadores II - ELE 1084 Microprocessadores II - ELE 1084 CAPÍTULO III OS PROCESSADORES 3.1 Gerações de Processadores 3.1 Gerações de Processadores Primeira Geração (P1) Início da arquitetura de 16 bits CPU 8086 e 8088; Arquiteturas

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Programa Instrutor Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática 18 de Maio de 2010 Programa Instrutor (Universidade Federal do Montagem Paraná,

Leia mais

Tipos de placas-mãe PLACA MÃE. Placa-mãe com slot ISA (destaque)

Tipos de placas-mãe PLACA MÃE. Placa-mãe com slot ISA (destaque) PLACA MÃE Placa mãe, também denominada mainboard ou motherboard, é uma placa de circuito impresso, que serve como base para a instalação dos demais componentes de um computador, como o processador, memória

Leia mais

INFORmação. O que é um Computador?

INFORmação. O que é um Computador? Professor: M. Sc. Luiz Alberto Filho Conceitos básicos Evolução histórica Hardware Sistemas de numeração Periféricos Software Unidades Básicas de Medidas 2 Facilidade de armazenamento e recuperação da

Leia mais

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Informática Básica Conceitos Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Conceitos INFOR MÁTICA Informática INFOR MAÇÃO AUTO MÁTICA Processo de tratamento da informação

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS

PROCESSAMENTO DE DADOS PROCESSAMENTO DE DADOS Aula 1 - Hardware Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari 2 3 HARDWARE Todos os dispositivos físicos que constituem

Leia mais

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Elementos que constituem o Computador O funcionamento do computador é possível devido aos vários elementos interligados que o constituem:

Leia mais

2012/2013. Profª Carla Cascais 1

2012/2013. Profª Carla Cascais 1 Tecnologias de Informação e Comunicação 7º e 8º Ano 2012/2013 Profª Carla Cascais 1 Conteúdo Programático Unidade 1 Informação/Internet Unidade 2 Produção e edição de documentos -Word Unidade 3 Produção

Leia mais

COMEÇAM A SURGIR DÚVIDAS:

COMEÇAM A SURGIR DÚVIDAS: INTRODUÇÃO Olá pessoal, a proposta deste material não é formar técnicos na área de informática, mas sim repassar conceitos, macetes e dicas que auxiliem na preparação para concursos públicos. Peço desculpas

Leia mais

APOSTILA CORREIOS VERSÕES AGP TAXA DE TRANSFERÊNCIA

APOSTILA CORREIOS VERSÕES AGP TAXA DE TRANSFERÊNCIA Outro fato ruim é que nem sempre os equipamentos que vêm junto com a placa-mãe têm boa qualidade. Por razões de custo, as fábricas escolhem equipamentos fracos, o que compromete o desempenho final da máquina.

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Definir os conceitos de Hardware e Software Identificar os elementos que compõem um computador

Leia mais

TI Aplicada. Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Principais Componentes Barramentos Placa Mãe Processadores Armazenamento

Leia mais

Técnicas de Manutenção de Computadores

Técnicas de Manutenção de Computadores Técnicas de Manutenção de Computadores Professor: Luiz Claudio Ferreira de Souza Placa Mãe Dispositivos (Onboard) São aqueles encontrados na própria Placa Mãe. Ex: Rede, Som, Vídeo e etc... Prof. Luiz

Leia mais

Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas. Óbidos

Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas. Óbidos Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas Óbidos MÓDULO 769 Arquitectura interna do computador Carga horária 25 Objectivos No final do módulo, os formandos deverão: i. Identificar os elementos base

Leia mais

Processador, Memória, disco, periféricos. Adriano Mauro Cansian 2

Processador, Memória, disco, periféricos. Adriano Mauro Cansian 2 Conceitos sobre Computadores Adriano Mauro Cansian André Proto UNESP - São José do Rio Preto http://adriano.acmesecurity.org/lc Neste tópico veremos: Componentes físicos dos computadores O hardware: :

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01

Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública Sistemas de Informação Gerenciais 2º Período 2013.2 QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01 FCC - 2013 - Banco do Brasil - Escriturário

Leia mais

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Introdução Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções

Leia mais

Infra-estrutura de TI Recursos de Hardware. Sistemas de Informações Gerenciais Prof. M.Sc. Daniel A. Furtado Introdução à Informática Prof.

Infra-estrutura de TI Recursos de Hardware. Sistemas de Informações Gerenciais Prof. M.Sc. Daniel A. Furtado Introdução à Informática Prof. Infra-estrutura de TI Recursos de Hardware Sistemas de Informações Gerenciais Prof. M.Sc. Daniel A. Furtado Introdução à Informática Prof. Anilton O que é Tecnologia da Informação? O termo Tecnologia da

Leia mais

Noções de Informática. Rodrigo Schaeffer

Noções de Informática. Rodrigo Schaeffer Noções de Informática Rodrigo Schaeffer Hardware Hardware Parte Física O teclado, mouse, vídeo, impressora, disco rígido, são alguns exemplos de hardware. Software Software Parte Lógica Os programas, arquivos,

Leia mais

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios.

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Aplicativos Informatizados da Administração Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Habilidades, Competências e Bases Tecnológicas Bases tecnológicas: Fundamentos de equipamentos

Leia mais

O Computador. Hardware e Software. Formatos de Computadores

O Computador. Hardware e Software. Formatos de Computadores O Computador Formatos de Computadores Com a evolução da tecnologia diversos formatos de computadores surgiram no mundo, e muitos ainda estão por surgir, mas vamos conhecer alguns formatos que encontramos

Leia mais

MEMÓRIA. 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2

MEMÓRIA. 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2 MEMÓRIA CONCEITO Bit- 0 1 Essência de um sistema chamado BIESTÁVEL Ex: Lâmpada 0 apagada 1 acesa 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2 A que se destina a memória: Armazenamento das instruções

Leia mais

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03 Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 Unidades de armazenamento

Leia mais

Concurso da UFBA Noções de Informática para concursos.

Concurso da UFBA Noções de Informática para concursos. Concurso da UFBA Noções de Informática para concursos. Professor Ravel Silva Material elaborado pelo Professor Ravel Silva para apoiar a preparação dos alunos para o Concurso da UFBA - edital 03/2013 cargos

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL Entendendo o Computador Componentes do Computador COMPONENTES DO COMPUTADOR Tabela ASCII A sigla ASCII deriva de American Standard Code for Information Interchange, ou seja, Código no Padrão Americano

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) Sobre o sistema operacional Windows 7, marque verdadeira ou falsa para cada afirmação: a) Por meio do recurso Windows Update é possível manter o sistema

Leia mais

R S Q 0 0 1 0 1 0 1 0 0 1 1 0 Tabela 17 - Tabela verdade NOR

R S Q 0 0 1 0 1 0 1 0 0 1 1 0 Tabela 17 - Tabela verdade NOR 19 Aula 4 Flip-Flop Flip-flops são circuitos que possuem a característica de manter os bits de saída independente de energia, podem ser considerados os princípios das memórias. Um dos circuitos sequenciais

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador 1 Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Curso: Sistemas de Informação Introdução 2 O Computador é uma ferramenta que

Leia mais

MEMÓRIA. A memória do computador pode ser dividida em duas categorias:

MEMÓRIA. A memória do computador pode ser dividida em duas categorias: Aula 11 Arquitetura de Computadores - 20/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber MEMÓRIA Memória é um termo genérico usado para designar as partes do computador

Leia mais

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Processadores Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução O processador é um circuito integrado de controle das funções de cálculos e tomadas de decisão de um computador. Também é chamado de cérebro do

Leia mais

Introdução aos Computadores

Introdução aos Computadores Os Computadores revolucionaram as formas de processamento de Informação pela sua capacidade de tratar grandes quantidades de dados em curto espaço de tempo. Nos anos 60-80 os computadores eram máquinas

Leia mais

COMO FUNCIONA O COMPUTADOR

COMO FUNCIONA O COMPUTADOR COMO FUNCIONA O COMPUTADOR A arquitetura básica de qualquer computador completo é formada por apenas 5 componentes básicos: processador, memória RAM, disco rígido (HD), dispositivos de entrada e saída

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Sistemas de Entrada/Saída Princípios de Hardware Sistema de Entrada/Saída Visão Geral Princípios de Hardware Dispositivos de E/S Estrutura Típica do Barramento de um PC Interrupções

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

Princípios de Informática

Princípios de Informática Princípios de Informática Aula 1 Introdução à Informática Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Técnico em Alimentos Prof. Bruno B. Boniati www.cafw.ufsm.br/~bruno

Leia mais

Noções de Informática. Rodrigo Schaeffer

Noções de Informática. Rodrigo Schaeffer Noções de Informática Rodrigo Schaeffer www.cetecnet.com.br/rodrigo Hardware Hardware Parte Física O teclado, mouse, vídeo, impressora, disco rígido, são alguns exemplos de hardware. Software Software

Leia mais

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

25/04/2015 HARDWARE BÁSICO ADRIANO SILVEIRA 1ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR

25/04/2015 HARDWARE BÁSICO ADRIANO SILVEIRA 1ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR 2 1ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR HARDWARE BÁSICO ADRIANO SILVEIRA Hardware x Software Hardware conjunto de elementos físicos que compõem um computador. Pode ser tocado de alguma forma, existe fisicamente.

Leia mais

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários 2 Partes do Sistema Computacional HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS Software Dados Usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística

Leia mais