INTRODUÇÃO AO ACCESS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INTRODUÇÃO AO ACCESS"

Transcrição

1 1 INTRODUÇÃO AO ACCESS O Access é um Sistema Gerenciador de Banco de Dados Relacional para microcomputadores, que roda a partir do Windows. No Access, um BD é composto, basicamente, de quatro módulos: tabelas, formulários, consultas e relatórios. Estes 4 módulos se reúnem em um BD com extensão.mdb. Tabelas: contem a estrutura e os registros de um BD. Um BD pode conter várias tabelas. Por exemplo, um BD de clientes pode conter uma tabela com dados cadastrais dos clientes e, outra de vendas realizadas para clientes Ao entrar no Access vamos Criar um Novo Arquivo, após optamos por Banco de Dados em Branco, dá-se um nome para o arquivo e por último um clique no botão criar e o Access lhe apresentará a janela de Banco de Dados (Aula1). 3.0 Criando uma Tabela Para criar uma nova Tabela faça o seguinte: Selecione a Guia Tabelas; Clique sobre o botão Novo. Será aberta a janela Nova Tabela onde você deverá definir qual o modo de tabela será construída. Para facilitar seu trabalho, sempre que você iniciar uma Nova Tabela selecione a opção Modo Design, onde definiremos os campos que serão incluídos na tabela 3. Dê um duplo clique na opção Criar Tabela no Modo Design; Aparecerá a caixa de definição das propriedades da tabela.

2 2 Desenho das Propriedades da Tabela Definindo os campos de uma Tabela A janela aberta mostra o local onde você irá criar a estrutura de cada tabela. esta janela apresenta duas partes. Na parte superior você deverá definir o nome dos campos que comporão a tabela. Na parte inferior você especificará as propriedades dos dados que serão cadastrados em cada campo. No quadro abaixo você tem a definição dos itens da parte superior da janela. Ao escolher os Tipos de dados para cada campo é apresentado um menu onde você deverá definir o tipo de dado que o campo suportará. O quadro Tipo de Dados. Item Definição Nome do Define o nome a ser dado ao Campo campo, por exemplo Classe. Tipo de Dados Define o tipo de informações que poderão ser armazenadas neste campo. Abaixo é apresentada

3 3 Descrição uma Lista com os tipos disponíveis e suas aplicações. Permite que seja criada uma descrição sobre a natureza do campo em questão. O Access usa a descrição para a propriedade texto da barra de status em novos formulários, de modo que a descrição aparece na barra de status quando você visualiza dados no formulário. Tipo de dado Suporta Texto Textos e os números, como por exemplo nomes e caracteres. Memorando Texto e números extensos, como comentários ou explicações; até caracteres. Número Dados numéricos nos quais você pretende executar cálculos matemáticos, com exceção de cálculos envolvendo dinheiro. Defina a propriedade Tamanho do Campo para definir o tipo de dados Número específico. Data/Hora Datas e horas. Existe uma variedade de formatos de exibição disponíveis ou pode-se também criar um formato. Moeda Valores de moeda. Não utilize o tipo de dados Número para valores monetários, porque os números à direita do decimal poderão ser arredondados nos cálculos. O tipo de dados Moeda mantém uma precisão fixa. Auto- Um número seqüencial exclusivo Numeração (incrementado em 1).Este campo será inciado do número 1 e a cada registro colocado ele aumentará de um em um. Os campos AutoNumeração não podem ser atualizados. Para obter maiores informações sobre, consulte o tópico da propriedade Contador Números seqüenciais automaticamente inseridos pelo Access. A numeração inicia em 1. É um ótimo campo para chave primária. Sim/Não Sim/Não, Verdadeiro/Falso, Ativado/Desativado ou campos que conterão somente um de dois valores. Objeto OLE Objetos criados em outros programas com a utilização do protocolo OLE que poderão ser vinculados ou incorporados a um banco de dados do Access através de um controle em um formulário ou relatório. Assistente de Cria um campo que permite a você escolher

4 4 Pesquisa um valor de uma outra tabela ou de uma lista de valores usando uma caixa de combinação. A escolha dessa opção na lista Tipo de Dados inicia o Assistente de Pesquisa para definir o tipo de dados. Chave Primária A chave primária é formada por um ou mais campos que identificam cada registro de uma tabela. Da mesma forma que uma placa de carro identifica um veículo, a chave primária identifica um único registro. A maioria das tabelas possuem chave primária formada por um único campo. O Microsoft Access não permitirá valores duplicados no campo. Por exemplo, na tabela Inquilinos, dois inquilinos não podem ter o mesmo código. O tipo de dado AutoNumeração atribui automaticamente números seqüenciais para os registros de uma tabela sem a existência de duplicação. Desta forma, foi utilizado tal tipo de dados para o campo CodigoDoInquilino e definido como chave primária, bastando para isto, posicionar o cursor na linha que contém o campo e clicar o botão Chave Primária barra de ferramentas. Propriedade do Campo: Formato/máscara de entrada clique na linha FORMATO e aparecerão as opções disponíveis. Legenda em qualquer consulta/relatório, aparecerá o novo nome digitado, ao invés do nome do campo original. Valor Padrão se for preenchido um valor, o mesmo aparecerá nas telas de inclusão. da

5 5 Regra de validação faz uma consistência do valor do campo. Por exemplo: no campo idade, se for colocado REGRA DE VALIDAÇÃO > 30, no cadastramento, não deixará ingressar com valor < =30. Texto de validação é a mensagem em caso de erro na REGRA DE VALIDAÇÃO. Requerido sim/não, caso for SIM, significa que é obrigatório o preenchimento do campo.. Indexado cria um índice de acesso a tabela. Serve para criar chaves secundárias. Salvando a Tabela Ao concluir a entrada dos campos e definição das propriedades, feche o quadro Tabela1 e, após confirmar o salvamento, digite o nome tabela, Inquilino. BASEADO NO EXEMPLO ACIMA, VOCE DEVE CRIAR AS TABELAS ABAIXO: Criar Tabela Funcionário: Código-funcionário - número, chave primária (ícone que tem uma chave!!) O campo chave primária indica que não ocorrerá nenhum outro funcionário com o mesmo código. Além disso, serve para fazer relacionamentos entre duas tabelas como veremos a seguir. Nome-funcionário texto [tamanho (30) na grade Propriedades do campo] Código-depto - texto tamanho (2) obrigatório (requerido SIM). Este campo tambem aparece na tabela de Departamento, e é através dele que faremos o relacionamento entre as tabelas Funcionários e Departamentos (Funcionário trabalha em Departamento). Carga horária semanal número. Regra de validação <= 40. Texto de validação carga horária inválida Salário moeda. Data nascimento data FORMATO abreviada. Feche a Tabela, salvando como Funcionário. Criar Tabela Departamento: Código-depto texto, chave primária, tamanho 2 obrigatório (requerido SIM) Nome-depto texto, tamanho 7 Feche a tabela, salvando como Departamento. 4. FORMULÁRIOS Quando você cria um formulário, cria uma forma de comunicação entre você e os dados armazenados no Access. Embora possa criar formulários simples que se

6 6 parecem muito com os familiares formulários de papel, você pode também melhorar a aparência deles com recursos visuais interessantes - tais como cores e sombras para definir seções diferentes, figuras ou gráficos - e uma grande variedade de controles. Os formulários do Access podem conter botões, listas de seleção, botões de opção e subformulários embutidos que fornecem maior funcionalidade que os típicos de papel. Exemplo de um formulário 4.1. Criando um formulário com a ajuda de um Assistente O Assistente faz perguntas sobre o formulário que você deseja criar e então cria um formulário baseado nas suas respostas. Para criar um formulário com a ajuda de um assistente 1. Na janela Banco de Dados, clique sobre o botão Formulários e então escolha o botão Novo. Aparecerá a caixa de diálogo Novo Formulário na qual você escolherá qual a forma de criação do formulário você deseja usar. Veja ilustração ao lado. 2. Para usar o assistente selecione a opção Assistente de Formulário. 3. Na caixa que aparece na parte de baixo, clique na setinha para escolher a tabela ou a consulta de origem do formulário. 4. Clique em OK.

7 7 Clique na seta para escolher a tabela ou a consulta que dará origem ao formulário. No primeiro quadro do Assistente de Formulário é pedido os campos que farão parte do formulário, como o formulário é para entrada de dados em uma tabela, todos os campos devem ser relacionados, clique nos botões indicados conforme figura a seguir. Nas próximas duas etapas, aceite o layout e estilo definido como padrão pelo Microsoft Access dando um clique no botão Avançar. Na última etapa, clique sobre o botão Concluir. Como padrão, o Access exibe o formulário de entrada de dados para a tabela Inquilino.

8 8 BASEADO NO EXEMPLO ACIMA, VOCE DEVE CRIAR OS FORMULÁRIOS ABAIXO: FORMULÁRIOS: Criar formulário para a tabela Funcionário. Vá para o modo Formulário. Clique em Novo. Selecione a tabela de Funcionário e clique em Assistente de formulário e dê OK. Escolha todos os campos (seta > para incluir um a um ou >>, incluirão todos os campos de uma só vez). Avançar. Avançar. Escolha o estilo (teste os vários existentes). Avançar. Título do formulário: Cadastro de Funcionário. Concluir. Salvar formulário: Funcionário. Abrir este formulário e digitar no mínimo 10 funcionários. Criar formulário para tabela Departamento. Use as mesmas instruções utilizadas para criar o formulário acima. Salvar formulário: Departamento. Abrir este formulário e digite alguns departamentos. OBS: ESTAS DUAS TRANSAÇÕES CRIADAS PARA DIGITAR FUNCIONÁRIOS E DEPARTAMENTOS FAZEM PARTE DE UM SISTEMA TRANSACIONAL E REFEREM-SE A INFORMAÇÕES PURAMENTE OPERACIONAIS. 5. Criando ou abrindo uma consulta Selecione a guia Consulta da Janela Banco de Dados e, em seguida dê um duplo clique sobre o botão Criar consulta no modo Design.

9 9 Logo após, será exibido dois quadros, o que está atrás conterá as tabelas que iremos utilizar, e o quadro a frente - Mostrar tabela, possui as tabelas disponíveis que servirão como base para a criação da consulta. Na janela com o título provisório Consulta1, temos as tabelas que acabamos de adicionar, e com o relacionamento a mostra. Logo abaixo, encontraremos um quadro para selecionarmos os campos, e sua respectiva tabela, que farão parte de nossa consulta. Como exemplo, selecione os seguintes campos para a tabela Imóveis: Tipo de Imóvel, Endereço, Cidade, Estado e Valor do imóvel, para a tabela Inquilino temos: Nome, Sobrenome, Endereço, Cidade e Estado.

10 10 Ainda, se desejar, poderá classificar de forma crescente ou decrescente qualquer um dos campos, para obter este recurso, clique na linha Classificação, abaixo do campo que deseja ordenar, e escolha uma das formas oferecidas. Ao concluir, feche a janela e confirme o salvamento, como sugestão, dê o nome de Imóveis/Inquilino. Para ver o resultado, clique sobre o botão Abrir da guia Consulta, estando com a consulta Imóveis/Inquilino selecionada. BASEADO NO EXEMPLO ACIMA, VOCE DEVE CRIAR AS CONSULTAS ABAIXO: CONSULTAS. Clique no botão CONSULTA. Criar nova consulta, Modo Estrutura. Adicionar a Tabela Funcionário e depois fechar. Montar na grade os campos: - nome funcionário - salário - carga horária - data nascimento, conforme descrito abaixo: Para montar a grade: clique no nome do campo segurando o botão do mouse e arraste-o até a grade, soltando-o. Em nome do funcionário (na grade) opte por classificar crescente clique na caixa de texto classificação da coluna nome do funcionário e dê outro clique no botão com a seta para baixo. Escolha Crescente, para quando o Access exibir o resultado da consulta, você ver os nomes dos alunos organizados em ordem ascendente ( de A até Z).

11 11 Salve a consulta como Relação de Funcionários. Testar a mesma: botão abrir e veja o resultado. QUE TIPO DE INFORMAÇÃO É ESTA: OPERACIONAL OU GERENCIAL? Definindo Critérios de Busca: vamos definir agora um critério de busca para nossa Tabela de Funcionários. Queremos obter a relação de funcionários que tenham salário acima de determinado valor. Para isso, vamos criar nova consulta: clique sobre o botão NOVO e após Modo Estrutura. Adicione a Tabela Funcionário e em seguida dê um clique sobre o botão fechar. Arraste os campos nome funcionário e salário para a grade. Na coluna salário da grade, clique na caixa de texto Critério e digite a seguinte expressão: >500 Salve a consulta como Funcionário com salário > 500,00. Teste a consulta. Obs.: se na sua tabela não tiver nenhum funcionário que atenda o critério de >500, troque este valor. OBS: SUPOR QUE A EMPRESA MUDOU DE ACIONISTA E O NOVO CONTROLADOR DESEJA DEMITIR FUNCIONÁRIOS QUE GANHEM ACIMA DE 500,00. A RELAÇÃO GERADA NESTA CONSULTA É DE CUNHO OPERACIONAL OU GERENCIAL? Exercício: criar uma consulta que liste os funcionários que tenham salário >200 e tenham data de nascimento > 01/01/75. Obs.: arraste todos os campos da tabela funcionário para grade. Salvar consulta como: Salário >200e nascimento > 01/01/75. Teste-a. Criando Campos Calculados: desejamos calcular a partir do salário do funcionário, o imposto de renda (IR), INSS e o salário líquido = salário IR INSS. Vamos criar NOVA CONSULTA, modo estrutura, e adicionando a tabela Funcionário. Arraste para grade, os campos código funcionário, nome do funcionário e salário. Digite na próxima coluna em branco na coluna campo. IR: [salário]*0,2 Na próxima coluna em branco. INSS: [salário]*0,1 E na próxima coluna em branco. Líquido: [salário]-[ir]-[inss] Obs.: 1) os dois (02) pontos (:) após o nome do campo e os colchetes, são importantes!! Salvar esta consulta como: Cálculo de Descontos. Teste-a. 2) Para colocar moeda nos campos calculados, vá na estrutura da consulta. Clique no campo (exemplo:ir). Clique com o botão direito do mouse e escolha Propriedades. Em Formato, escolha Moeda. Faça os mesmos procedimentos para os demais campos calculados. CONSULTA Desejamos saber quantos funcionários tem a Empresa, bem como o total dos salários. Nova consulta. Inclua tabela Funcionário. Arraste os campos código-funcionário, e salário para a grade. Clique sobre o botão TOTAIS.

12 12 Selecione SOMA na linha Total para o campo salário, Contar na caixa de texto da coluna código funcionário. Salve consulta como: Totais de Salários. Teste-a. 6.0 RELACIONAMENTO ENTRE DUAS TABELAS. Um relacionamento funciona coincidindo dados em campos-chave, normalmente um campo com o mesmo nome em ambas as tabelas. Na maioria dos casos, essa será a chave primária de uma tabela, que fornece um identificador exclusivo para cada registro, coincidindo com uma entrada na chave estrangeira em outra tabela. Por exemplo, funcionários podem ser associados a pedidos pelos quais são responsáveis, criando-se um relacionamento entre campos CódigoDoFuncionário. Com as tabelas adicionadas, arraste o campo-chave de uma tabela e solte-o no campo-chave da outra tabela. Você poderá excluir um relacionamento ou tabela do quadro Relacionamentos usando praticamente o mouse. Para excluir um relacionamento, dê um clique na linha de

13 13 relacionamento para selecioná-la e, em seguida, pressione a tecla Delete. Para excluir uma tabela, dê um clique na tabela para selecioná-la, e pressione a tecla Delete. VAMOS AGORA, ESTABELECER AS RELAÇÕES ENTRE AS TABELAS QUE VOCE CRIOU: Selecione a opção Relacionamento no menu Ferramentas. Selecione a tabela Funcionário dando um clique sobre a mesma e outro sobre o botão Adicionar. Agora adicione a tabela Departamento. Fechar. Selecione o campo código-depto na tabela Departamento, clique e segure o botão do mouse. O cursor deverá transformar-se num pequeno retângulo com alguns rabiscos dentro, arraste o campo até o campo correspondente na tabela Funcionário (código-depto), e solte assim que o cursor do mouse estiver sobre o campo de mesmo nome nesta tabela. Assim que você liberar o botão do mouse, o Access abrirá uma nova janela para que você informe como deverá ser estabelecida esta relação entre as tabelas. Selecione a opção Impor integridade referencial e clique no botão Criar. A partir deste momento se voce tentar digitar um códigodepto em Funcionário diferente dos existentes na tabela de Departamento, será rejeitado automaticamente pelo Access. Saia do Relacionamento, fechando-o. Vá no Formulário e abra o formulário Funcionário, e tente cadastrar um funcionário com código-depto que não existe na tabela Departamento (ex. D4) e veja a mensagem de erro que o Access dá. 7.0 CONSULTA ENVOLVENDO 2 TABELAS. Criar nova Consulta. Adicionar as tabelas Departamento e Funcionario e depois fechar. Observe que o relacionamento entre as duas tabelas aparece através da linha que liga os dois campos em comum (código-depto). Deseja-se um a relação de funcionários por departamento. Arraste para a grade o código-depto (Departamento), nome-depto, nome-funcionário e datanascimento. Salve a consulta como Relação Funcionários por Departamento. Teste-a.. OBS: veja que a relação saiu classificada por departamento e dentro dele por códigofuncionário. Parâmetros em consulta: Imaginemos que alguém deseje saber se uma determinada pessoa (ex.: Pedro) esteja cadastrada na nossa tabela Funcionário. Crie nova consulta para a tabela Funcionário. Arraste os campos código - funcionário, nome e data de nascimento para a grade de consulta. Dê um clique sobre a caixa de texto Critério na coluna nome do funcionário. Digite a mensagem que será exibida ao usuário na hora da execução: Como[Digite nome:]. Importante digitar as expressões Como e os colchetes!!. Para visualizar em zoom (caso deseje), pressione shift + F2. Salve a consulta como : Pesquisa por nome. Teste-a. OBS: a) se você digitar Pedro* como parâmetro, o Access exibirá todos os Pedros presentes no BD, ou, se você digitar *Luís* será localizado qualquer funcionário que tenha este nome em qualquer parte de sua identificação.

14 14 b) você pode criar em uma Consulta vários parâmetros, um para cada campo, se desejar. Outro exemplo: desejamos saber quais os funcionários que nasceram em um determinado período. Crie nova consulta, adicionando a tabela Funcionário. Arraste os campos nome do funcionário e a data de nascimento para a grade de consulta. Clique sobre a caixa de texto Critério no campo data de nascimento e entre com o seguinte parâmetro: Entre [Digite data inicial:] e [Digite data final:]. O Access vai mostrar todos os funcionários nascidos Entre a data inicial e a data final. Salve a consulta como: Funcionários nascidos em um período. Teste-a. 8.0 RELATÓRIOS. A geração de relatórios é bem semelhante a de formulários com assistentes. Ela pode ser baseada numa tabela ou em uma consulta. Você viu que o resultado de uma consulta é gerada em um único formato, semelhante a uma tabela. Geralmente, após feita uma consulta, é elaborado um relatório baseado nela para melhor visual. Crie relatórios a partir das consultas já geradas, e voce verá que o acabamento é bem superior. OBS; ELABORE OS RELATÓRIOS UTILIZANDO A OPÇÃO ASSISTENTE DE RELATÓRIOS Da tabela Inquilino, escolha os campos Nome e Sobrenome, da tabela Imóveis escolha os campos Tipo de Imóvel, Endereço, Cidade e Valor do Aluguel.

15 15 No quadro que está sendo pedido a forma de exibição dos dados, aceite a opção por Inquilino (a mais apropriada) e dê um clique sobre o botão Avançar. A seguir, o Assistente de Relatório deseja saber se queremos adicionar níveis de grupo, no relatório que estamos criando, os campos Nome e Sobrenome já estão na condição de nível de grupo, então, clique sobre o botão Avançar. No próximo quadro devemos informar a ordem de classificação dos dados. Use o campo Tipo de Imóvel em ordem crescente, para a primeira classificação, e o campo Valor do Aluguel

16 16 em ordem decrescente, para a segunda classificação. Estas opções resultarão em uma listagem em ordem alfabética de tipo de imóveis e, dentro destes, uma ordem decrescente dos respectivos aluguéis. A etapa seguinte solicita o layout e orientação do papel, escolha um dos layouts e a orientação mais adequada. A orientação Paisagem é recomendada para relatórios com muitos campos selecionados, provavelmente será esta orientação que você usará para o relatório Relação Completa de Imóveis. Nas duas últimas etapas escolheremos o estilo e o título (Imóveis por Inquilino). Após concluir estes procedimentos teremos como resultado o seguinte:

17 17 Da mesma forma que as consultas, os relatórios também possibilitam a restruturação, desta forma poderemos realizar qualquer tipo de correção, como exemplo, aumentar o campo endereço do nosso relatório Imóveis por Inquilino ESTUDO DE CASO. A) Uma empresa vende peças a clientes. Vamos criar uma base de dados para administrar as vendas. Criar as seguintes tabelas: PEÇAS: nro-peça número, chave primária Nome-peça texto 30 Preço moeda Qdte-estoque número Qdte-mínima-estoque - número Ponto-de-pedido - número Demanda-anual número Tempo-de-reposição número (em dias) Lote econômico de compra número Custo de carregamento - moeda CLIENTES: nro-cliente número, chave primária Nome-cliente texto, tamanho 30 Endereço texto, tamanho 50 NOTA FISCAL: nro-nota número, chave primária Data compra Qtde vendida número Nro-peça número (será relacionado com nro-peça em PEÇAS)

18 18 Nro-cliente número (será relacionado com nro-cliente em CLIENTES) a1) Criar formulários para cada uma destas tabelas; a2) Calcular o ponto de pedido de cada peça; (criar consulta de atualização) [demanda-anual] * ([tempo-de-reposição] / 360) + qtde-minima-estoque a3) Calcular o lote econômico de cada peça, sabendo-se que o custo de obtenção (pedido) é de R$50,00; ((2 * 50,00 * [demanda-anual]) / [custo de carregamento]) ^ 0,5 a4) Criar algumas consultas: Relação de clientes, relação de peças, dados da nota fiscal com o nome do cliente e o nome das peça, consulta a nome de cliente e nome da peça; a5) criar consulta para relacionar as peças cuja quantidade em estoque esteja < ou = ao ponto de pedido; a6) identificar consultas/formulários/relatórios operacionais e gerenciais. a7) Criar relatórios baseados nas consultas. B) Locadora de vídeo Criar as seguintes tabelas: CLIENTES: nro-cliente número, chave primária Nome-cliente texto, tamanho 30 Endereço texto, tamanho 50 Telefone texto (formatar máscara de entrada) FILMES : nro-filme número, chave primária Nome do filme texto, tamanho 30 Gênero texto, tamanho 10 (terror, suspense, comédia, etc.) Diretor texto, tamanho 30 Ator principal texto, tamanho 30 LOCAÇÃO : nro-locação número, auto numeração chave primária nro-cliente número (será relacionado com CLIENTES) nro-filme número (será relacionado com FILMES) data-locação data/hora abreviada data-entrega - data/hora abreviada valor-diária moeda b1) Criar formulários para cada tabela, para cadastrar os dados; b2) Criar consultas: relação de filmes, de clientes, consulta por nome de cliente, por nome de filme, por nome de diretor, por nome de ator principal. Relação de clientes com atraso na entrega dos filmes, com seus respectivos telefones para entrar em contato. Valor recebido em diárias de locação em um determinado período; b3) Identificar consultas/formulários/relatórios operacionais e gerenciais; b4) Criar relatórios baseados nas consultas criadas. APÊNDICES. Caixa de Listagem. Apresenta as opções disponíveis para um determinado comando, não aceitando valores que não estejam registrados. Vá na estrutura do formulário Funcionário. Clique no campo código departamento e dele-te-o. Selecione a opção Caixa de Listagem na Barra de Ferramentas, tendo o cuidado de deixar o botão Assistentes de Controle ligado. Clique no menu Exibir escolhendo Lista de Campos. Leve o apontador do mouse até a lista de campos, e assim que ele estiver sobre o campo

19 19 código departamento, clique e segure o botão. Arraste o campo até o formulário (no mesmo local onde foi deletado) e solte o botão do mouse quando o apontador estiver na posição desejada. Será acionado o assistente para Caixa de Listagem. Selecione o item Eu quero que caixa.... Avançar. Escolha a tabela Departamento que irá fornecer os valores. Avançar. Selecione os campos código departamento e nome departamento para campos selecionados. Avançar. Avançar. Escolha código departamento como a coluna que contem o valor a ser armazenado. Avançar. Concluir. Salve e teste o formulário. OBS: você pode ajustar a Caixa, no modo estrutura do formulário, selecionando a Caixa, e ajustando-a quando o apontador do mouse ficar como seta dupla. Com o apontador do mouse em forma de uma mão, voce desloca a etiqueta e o campo juntos. Com o apontador do mouse na forma de um dedo indicador, voce desloca ou a etiqueta ou o campo. Caixa de listagem com valores digitados. Vá na tabela Funcionário, no modo estrutura, e crie o campo Cor, texto, tamanho 20. Vá na estrutura do formulário Funcionário. Menu Exibir lista de campo. Selecione a opção Caixa de listagem e arraste o campo Cor na lista de campo até um ponto do formulário. Selecione o Item Eu digitarei os valores que eu desejo. Escolha uma coluna para exibir as cores disponíveis. Digite os valores de cor possíveis (Branco, Preto, Mulato, Amarelo...). Avançar Armazenar o valor neste campo COR. Teste o formulário. Caixa de Combinação: esta difere da Caixa da listagem por permitir que você entre com valores não definidos na lista. Vá na estrutura da tabela Funcionário e crie o campo Função, texto, tamanho 25. Vá na estrutura do formulário Funcionário. Menu Exibir Lista de Campo. Selecione a opção Caixa de Combinação e arraste o campo função até um ponto desejado no formulário. Selecione a opção Eu digitarei os valores que eu desejo. Digite 1 p/colunas. Digite algumas funções. Próximo. Selecione o campo função para onde armazenar o valor neste campo. Avançar. Concluir. Teste o formulário. Botão Grupo de opção: imagine que todo o Funcionário possui uma cotação da diretoria que os qualifica em três categorias distintas: Bom, Regular, Fraco. Vá na estrutura da tabela Funcionário e acrescente o campo Cotação, número. Selecione o formulário Funcionário e clique na estrutura. Abra a Caixa de Ferramentas e clique o botão Grupo de Opção. Vá até a lista de campos e arraste o campo Cotação p/ o formulário. Digite as legendas p/as opções: Bom, Regular, Fraco. Próximo. Deixe como valor padrão a opção Bom. Próximo. Deixe a sugestão do Access para valores das Opções (1,2,3,). Armazenar o valor no campo Cotação. Escolha um dos três estilos para apresentação do botão. Perceba que o Access já está exibindo seu grupo de opção no canto esquerdo da tela, mostrando como será realmente exibido o controle no formulário. Você pode selecionar o tipo de botão a ser exibido na tela: selecione os três tipos que o Access mostra como ficam. Escolha a opção Botões de Opção. Dê o nome da Cotação para etiqueta. Teste o formulário, informando o campo cotação p/alguns Projetos. Depois, liste a Tabela Projeto e veja o conteúdo do campo Cotação. Criação Menus. Crie um novo Formulário. Não selecione nada. Clique no ícone etiqueta Aa e solte na linha detalhe 0, formando um retângulo. Escreva o nome da Empresa (invente um). Selecione o retângulo e clique o botão direito do mouse, escolhendo Propriedades. Marque 12 para Tamanho da Fonte e Sim para Fonte em Itálico. Feche a janela. Clique em Botão de comando

20 20 na Barra de Ferramenta, tendo o cuidado de manter o botão Assistentes para Controles desligado e clique em algum ponto do Formulário. O Access cria um botão com um número nele. Clique o botão direito do mouse escolhendo Propriedades. Dê o nome de Funcionário para Legenda. Procure a propriedade Ao Clicar e dê um clique nela. Clique no botão em que aparece três pontinhos (...) e escolha Construtor de Macros, dando Ok. Deixe o nome da Macro sugerida pelo Access, ok. Clique na seta em Ação escolhendo Abrir Formulário. Em baixo, na Caixa Argumentos de ação, clique em Nome do Formulário, escolhendo Funcionário. Saia, salvando. Dê o nome do Formulário de Menu Principal. Teste este botão. Crie botões para abrirem os demais formulários. Crie um botão de nome Sair do Sistema, escolhendo a Ação (na Macro) Sair. Crie botões nos formulários para voltar ao menu principal, escolhendo Ação (na Macro) Abrir Formulário, nome Formulário: Menu Principal. Crie botões no Menu Principal, para chamar as consultas e os relatórios. OBS: você pode criar vários menus, por exemplo, um menu geral com botões chamando um botão o menu de Formulário, outro botão o menu de Consulta e outro botão o menu de Relatório. Nestes sub-menus crie botões para chamar respectivamente formulários, consultas e relatórios. Dica: Usando a macro AutoExec para ocultar a janela Banco de Dados e abrir um formulário (no caso Menu): Crie uma macro que voce dará o nome da palavra reservada do Access que é AutoExec. Em Ação, escolha Minimizar, para limpar a tela de abertura, minimizando a janela do banco de dados. Na próxima linha de Ação, escolha AbrirFormulário e na grade Argumentos da Ação escolha o nome do Menu (que voce criou) para Nome Formulário. Teste esta alteração da seguinte maneira: feche o seu BD. Selecione-o novamente, e voce verá que será aberto diretamente no Menu e, alem disso ocultará a janela Banco de Dados o que fará com que o usuário não tenha acesso as tabelas, consultas, formulários e macros. Obs: se voce não quiser executar a macro AutoExec ao abrir o banco de dados, mantenha pressionada a tecla SHIFT quando selecionar o banco de dados na caixa de diálogo Abrir Banco de Dados.

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Tela Inicial: O Banco de Dados e seus objetos:

Tela Inicial: O Banco de Dados e seus objetos: Access 1 Tela Inicial: 2 ÁREA DE TRABALHO. Nosso primeiro passo consiste em criar o arquivo do Access (Banco de Dados), para isto utilizaremos o painel de tarefas clicando na opção Banco de Dados em Branco.

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO. I. Criar um Novo Banco de Dados. Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo

TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO. I. Criar um Novo Banco de Dados. Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO I. Criar um Novo Banco de Dados Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo 3. Clicar em Banco de Dados em Branco 4. Escrever um nome na caixa de diálogo

Leia mais

Microsoft - Access 7.0. Índice

Microsoft - Access 7.0. Índice Índice Índice 1 Introdução ao Access 3 Criando um Banco de Dados Vazio I 4 Criando um Banco de Dados Vazio II 5 Criando um Banco de Dados Vazio III 6 Criando um Banco de Dados Vazio IV 6 Criando BD pelo

Leia mais

APOSTILA DE MICROSOFT ACCESS 2000. Jefferson Lordello Polizel Demóstenes F. da Silva Filho

APOSTILA DE MICROSOFT ACCESS 2000. Jefferson Lordello Polizel Demóstenes F. da Silva Filho APOSTILA DE MICROSOFT ACCESS 2000 Jefferson Lordello Polizel Demóstenes F. da Silva Filho PIRACICABA SP JANEIRO 2005 ÍNDICE Capítulo 1 O que é Banco de Dados? O que é o Access? Começando um novo banco

Leia mais

BANCO DE DADOS ACCESS. Junior Eu Te Amo!!!

BANCO DE DADOS ACCESS. Junior Eu Te Amo!!! BANCO DE DADOS ACCESS 2000 Agosto, 2007 Junior Eu Te Amo!!! SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 1 BANCO DE DADOS... 1 BANCO DE DADOS RELACIONAIS... 2 ABRINDO UM BANCO DE DADOS PRONTO... 3 JANELA BANCO DE DADOS... 4

Leia mais

Apostila de iniciação ao Microsoft Access

Apostila de iniciação ao Microsoft Access Apostila de iniciação ao Microsoft Access 1 Apostila de iniciação ao Microsoft Access Autor: Márcio Henrique Chaves Goldschmidt Co-autor: Prof. Dr. Gabriel Adrián Sarriés Apostila de iniciação ao Microsoft

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART Continuação 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART a) Vá para o primeiro slide da apresentação salva no item 31. b) Na guia PÁGINA INICIAL, clique no botão LAYOUT e selecione (clique) na opção TÍTULO

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

BASE 2.0. Conhecendo BrOffice.org Base 2.0 Básico

BASE 2.0. Conhecendo BrOffice.org Base 2.0 Básico BASE 2.0 1 Autor: Alessandro da Silva Almeida alessandroalmeida.teledata@ancine.gov.br Elaborado em : Final Janeiro de 2006. Licença: O manual segue os termos e condições da Licença Creative Attribution-NonCommercial-ShareAlike

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACERTO DE ESTOQUE...

Leia mais

WORD. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

WORD. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 WORD Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 WORD Mala direta Cartas Modelo Mesclar Etiquetas de endereçamento Formulários Barra

Leia mais

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches -

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches - Curso de Capacitação ao Sistema CDV - GID Desmanches - Coordenadoria de Gestão de Desmanches Divisão de Desmanches Conteúdo Módulo 1 Como utilizar o Moodle... 4 Módulo 2 - Acessando o GID CDV... 4 Aula

Leia mais

Planilha Eletrônica Excel

Planilha Eletrônica Excel COLÉGIO LA SALLE CANOAS Técnico em Informática Planilha Eletrônica Excel Excel Prof. Valter N. Silva Colégio La Salle Canoas Página 2 1. NOÇÕES BÁSICAS O Microsoft Excel 7.0 é um programa de planilha eletrônica,

Leia mais

Modo Estrutura é o ambiente de definição e estruturação dos campos, tipos de dados, descrição e propriedades do campo.

Modo Estrutura é o ambiente de definição e estruturação dos campos, tipos de dados, descrição e propriedades do campo. Unidade 02 A- Iniciando o Trabalho com o ACCESS: Criar e Salvar um Banco de Dados Acessar o ACCESS Criar e Salvar o Banco de Dados Locadora Encerrar o Banco de Dados e o Access Criando um Banco de Dados

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Manual de Access 2007

Manual de Access 2007 Manual de Access 2007 Índice Introdução... 4 Melhor que um conjunto de listas... 5 Amizades com relações... 6 A Estrutura de uma Base de Dados... 8 Ambiente do Microsoft Access 2007... 9 Separadores do

Leia mais

Banco de Dados. Microsoft Access

Banco de Dados. Microsoft Access Banco de Dados Microsoft Access PARTE 01 edição 2007 Índice 01-) Conceito... 2 02) Sistema Gerenciador de Banco de Dados Relacional (SGBDR)... 3 03) Access... 3 04) Etapas para elaboração de um Banco de

Leia mais

Questão - 01. Essência do Excel 2003...

Questão - 01. Essência do Excel 2003... Valdir Questão - 01 Como deve proceder o usuário do Microsoft para que sejam atualizados os cálculos das funções ou fórmulas utilizadas nas planilhas? a) Pressionar a tecla F9 no teclado b) Pressionar

Leia mais

Microsoft Excel 2003

Microsoft Excel 2003 Associação Educacional Dom Bosco Faculdades de Engenharia de Resende Microsoft Excel 2003 Professores: Eduardo Arbex Mônica Mara Tathiana da Silva Resende 2010 INICIANDO O EXCEL Para abrir o programa Excel,

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Banco de Dados Microsoft Access: Criar s Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na. 3. Criar uma no modo

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma tabela no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na tabela.

Leia mais

LIÇÃO 1 - INICIANDO E CRIANDO UM NOVO BANCO DE DADOS... 2 LIÇÃO 2 - CRIANDO TABELAS... 3 LIÇÃO 3 - MODIFICANDO A ESTRUTURA DE UMA TABELA...

LIÇÃO 1 - INICIANDO E CRIANDO UM NOVO BANCO DE DADOS... 2 LIÇÃO 2 - CRIANDO TABELAS... 3 LIÇÃO 3 - MODIFICANDO A ESTRUTURA DE UMA TABELA... Estudo dirigido Access 2007 1/24 LIÇÃO 1 - INICIANDO E CRIANDO UM NOVO BANCO DE DADOS... 2 LIÇÃO 2 - CRIANDO TABELAS... 3 LIÇÃO 3 - MODIFICANDO A ESTRUTURA DE UMA TABELA... 4 LIÇÃO 4 - TABELA - MODO FOLHA

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira - Access - Programa de base de dados relacional funciona em Windows Elementos de uma Base de Dados: Tabelas Consultas Formulários

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 CURITIBA 2015 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007... 3 JANELA PRINCIPAL... 3 1 - BOTÃO OFFICE... 4 2 - FERRAMENTAS DE ACESSO

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO Aprender a utilizar mapas, colocar filtros em tabelas e a criar tabelas e gráficos dinâmicos no MS-Excel. Esse roteiro foi escrito inicialmente para o Excel

Leia mais

Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas

Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas 1 de 5 21-08-2011 22:15 Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas Adição de Colunas com Valores Calculados: Vamos, inicialmente, relembrar, rapidamente alguns conceitos básicos sobre Consultas

Leia mais

Menu Notas Fiscais Entradas. Sugestão de Compras: 1º passo: selecionar os critérios de pesquisa e filtros:

Menu Notas Fiscais Entradas. Sugestão de Compras: 1º passo: selecionar os critérios de pesquisa e filtros: Menu Notas Fiscais Entradas (não é um manual) Sugestão de Compras: 1º passo: selecionar os critérios de pesquisa e filtros: Loja desejada. Fornecedor desejado (com marcas homologadas). Filtro para ignorar

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT O PowerPoint é uma poderosa ferramenta que faz parte do pacote Office da Microsoft. O principal uso desse programa é a criação de apresentação de slides, para mostrar

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

POWERPOINT BÁSICO. Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br

POWERPOINT BÁSICO. Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br POWERPOINT BÁSICO Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br POWER POINT INICIANDO O POWERPOINT 2000 Para iniciar o PowerPoint 2000. A partir

Leia mais

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7 1. EXCEL 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS As planilhas eletrônicas ficarão na história da computação como um dos maiores propulsores da microinformática. Elas são, por si sós, praticamente a causa da explosão

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint Serviço Técnico de Informática Curso Básico de PowerPoint Instrutor: Tiago Souza e Silva de Moura Maio/2005 O Microsoft PowerPoint No Microsoft PowerPoint, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 02

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 02 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 02 Escrevendo Fórmulas Você pode executar cálculos com seus dados usando fórmulas, que são formatadas por operadores de dados e quase sempre por funções. Você vai aprender

Leia mais

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010 Tutorial do Iniciante Excel Básico 2010 O QUE HÁ DE NOVO O Microsoft Excel 2010 é um programa de edição de planilhas eletrônicas muito usado no mercado de trabalho para realizar diversas funções como;

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 05

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 05 Modificando seus Gráficos MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 05 Quando você coloca seus dados num gráfico, nem sempre ele fica como você imaginou. Você pode mudar o estilo de seu gráfico a qualquer momento.

Leia mais

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário SERVIÇO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ARQUIVO CENTRAL Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário Belém Pará Fevereiro 2000 Sumário Introdução... 3 Acesso ao Sistema...

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

A guia Desenvolvedor

A guia Desenvolvedor A guia Desenvolvedor Primeiramente a aba Desenvolvedor deve estar ativada. Para ativá-la clique no botão do Office no canto superior esquerdo para abrir a seguinte janela: A seguir clique em Opções do

Leia mais

Nome Número: Série. Relacionamentos

Nome Número: Série. Relacionamentos Nome Número: Série Relacionamentos Competências: Organizar dados coletadas de acordo com as ferramentas de gerenciamento e Selecionar ferramentas para manipulação de dados; Habilidades: Utilizar um ambiente

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS

Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS Sumário Conceitos / Autores chave... 3 1. Introdução... 4 2. Consultas... 5 3. Relatórios... 8 4. Conclusões... 11

Leia mais

Faculdade Boa Viagem Sistemas de Informação Gerenciais EXERCÍCIO PASSO-A-PASSO PEDIDOS E CONTROLE DE ESTOQUE. Microsoft Access.

Faculdade Boa Viagem Sistemas de Informação Gerenciais EXERCÍCIO PASSO-A-PASSO PEDIDOS E CONTROLE DE ESTOQUE. Microsoft Access. Faculdade Boa Viagem Sistemas de Informação Gerenciais EXERCÍCIO PASSO-A-PASSO PEDIDOS E CONTROLE DE ESTOQUE Microsoft Access Professor: M.Sc. Joel da Silva Recife-PE 2006 FBV Controle de Estoque passo-a-passo

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL

INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL ACRESCENTANDO UMA NOVA COMPOSIÇÃO UNITÁRIA DE CUSTO AO BANCO GERAL DE DADOS (cunitgr.xls) Os arquivos cunitgr.xls e Bennett Profissional 04.xls são "pastas de trabalho"

Leia mais

SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0

SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0 SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0 Autoria Cristiane Caldeira Mendes Belo Horizonte 2013 Índice Introdução... 3 Objetivo... 3 Considerações Gerais... 3 Glossário de Ícones, Botões e

Leia mais

Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação.

Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação. Incluir um Inventário Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação. ) e preencha Clique na aba Itens e depois no botão Carregar Produtos

Leia mais

Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2

Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2 Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2 2. MANIPULAÇÃO DE DOCUMENTOS Os processadores de textos possibilitam a criação e a manipulação de diversos modelos de documentos. Com eles

Leia mais

INTRODUÇÃO AO WINDOWS

INTRODUÇÃO AO WINDOWS INTRODUÇÃO AO WINDOWS Paulo José De Fazzio Júnior 1 Noções de Windows INICIANDO O WINDOWS...3 ÍCONES...4 BARRA DE TAREFAS...5 BOTÃO...5 ÁREA DE NOTIFICAÇÃO...5 BOTÃO INICIAR...6 INICIANDO PROGRAMAS...7

Leia mais

Microsoft Excel 2010

Microsoft Excel 2010 Microsoft Excel 2010 Feito por Gustavo Stor com base na apostila desenvolvida por Marcos Paulo Furlan para o capacitação promovido pelo PET. 1 2 O Excel é uma das melhores planilhas existentes no mercado.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIFAP MACAPÁ-AP 2013 S U M Á R I O 1 Tela de Login...2 2 Acessando ao submenu cadastro de avaliação

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Validação de dados. Determinamos qual tipo de informação será aceita e dentro de qual intervalo.

Validação de dados. Determinamos qual tipo de informação será aceita e dentro de qual intervalo. Validação de dados Por meio do recurso de validação, podemos definir que tipo de informação gostaríamos que fosse aceita em um intervalo de células ou uma mensagem de auxílio ao usuário indicando qual

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC SUMÁRIO 1 - Tela de Login...03 2 - Caixa de Entrada...04 3 - Escrever Mensagem...06 4 - Preferências...07 4.1 - Configurações Gerais...07 4.2 - Trocar Senha...07 4.3

Leia mais

Banco de Dados Access Profa Elaine. Para criar um banco de dados proceda da seguinte forma:

Banco de Dados Access Profa Elaine. Para criar um banco de dados proceda da seguinte forma: Criando um banco de dados Ao acessar o MSAccess surgirá a seguinte tela: Para criar um banco de dados proceda da seguinte forma: 1. Dê um clique na opção banco de dados vazio. 2. Depois dê um clique no

Leia mais

EXCEL: VISÃO GERAL 4

EXCEL: VISÃO GERAL 4 EXCEL: VISÃO GERAL 4 Conhecendo o Excel 4 Conhecendo a área de trabalho 5 Entrada na barra de Fórmulas 6 Iniciando o programa 6 Abrindo uma pasta de planilhas 6 Inserindo dados 6 Apagando o conteúdo de

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Sistema Click Principais Comandos

Sistema Click Principais Comandos Sistema Click Principais Comandos Sumário Sumário... 1 1. Principais Funções:... 2 2. Inserção de Registro (F6):... 3 3. Pesquisar Registro (F7):... 4 3.1 Pesquisa por letras:... 5 3.2 Pesquisa por números:...

Leia mais

RESUMO DE CATALOGAÇÃO

RESUMO DE CATALOGAÇÃO RESUMO DE CATALOGAÇÃO CLASSIFICAÇÃO DISTINTA Contatos: Cirineo Zenere (c.zenere@pucpr.br) Eulália M. Soares (eulalia.soares@pucpr.br) Josilaine O. Cezar (josilaine.cezar@pucpr.br) SUMÁRIO INICIANDO A CATALOGAÇÃO...2

Leia mais

BEM-VINDO AO dhl PROVIEW

BEM-VINDO AO dhl PROVIEW BEM-VINDO AO dhl PROVIEW Guia de Usuário O DHL PROVIEW COLOCA VOCÊ NO CONTROLE DE SEUS ENVIOS. PROVIEW O DHL ProView é uma ferramenta de rastreamento on-line que permite o gerenciamento dos envios, a programação

Leia mais

Migrando para o Outlook 2010

Migrando para o Outlook 2010 Neste guia Microsoft O Microsoft Outlook 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber mais sobre as principais

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

Exercício - Power Point 4.0

Exercício - Power Point 4.0 Exercício - Power Point 4.0 1 Cenário:Você é um Gerente de Contas da Empresa Ferguson and Bardell e irá criar uma apresentação de investimento. Este é o primeiro exercício de uma série de 5, os exercício

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de código de barras e de separação de documentos no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

Tutorial USERADM Como inserir conteúdo no Portal Transparência

Tutorial USERADM Como inserir conteúdo no Portal Transparência Portal Transparência / Acesso a Informação Tutorial USERADM Como inserir conteúdo no Portal Transparência Como acessar? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar o

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Criar as tabelas para um banco de dados

Criar as tabelas para um banco de dados Treinamento Criar as tabelas para um banco de dados ANTES DE COMEÇAR O primeiro curso desta série, "Criar as tabelas de um novo banco de dados", forneceu uma lista de tabelas e campos para uso no banco

Leia mais

Ajuda do Sistema Aquarius.

Ajuda do Sistema Aquarius. Ajuda do Sistema Aquarius. Esta ajuda é diferenciada da maioria encontrada nos sistemas de computador do mercado. O objetivo desta ajuda é literalmente ajudar o usuário a entender e conduzir de forma clara

Leia mais

BrOffice.org Base. Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba

BrOffice.org Base. Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba (Baseado no documento livre Introdução ao BrOffice.org Base, de Noelson Alves Duarte, Revisado em 18 de março de 2006) Formatos: Diversos, inclusive bases de dados

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

Manual do Usuário. SCA - Sistema de Controle de Acesso

Manual do Usuário. SCA - Sistema de Controle de Acesso Manual do Usuário SCA - Sistema de Controle de Acesso Equipe-documentacao@procergs.rs.gov.br Data: Julho/2012 Este documento foi produzido por Praça dos Açorianos, s/n CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (51)

Leia mais