NOÇÕES DE CARTOGRAFIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NOÇÕES DE CARTOGRAFIA"

Transcrição

1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA 1. Localização e Orientação Localizar-se e orientar-se no espaço geográfico foi uma das preocupações iniciais do ser humano, devido a várias necessidades: encontrar recursos naturais para garantir a sobrevivência, traçar rotas comerciais, planejar estratégias de batalha, etc. Essa necessidade de localização explica a importância da cartografia, que pode ser definida como o conjunto dos conhecimentos científicos, artísticos e técnicos (desenho geométrico, projeções, fotos aéreas, imagens de satélite, etc.) voltados para a elaboração e interpretação de mapas e plantas. As informações contidas nos mapas estão dispostas de maneira sistematizada, representando o espaço geográfico de um determinado ponto de vista. Assim, quando analisamos um mapa devemos procurar entender a intenção do autor, sempre levando em consideração: orientação, coordenadas geográficas, escala, legenda e a projeção cartográfica. Rosa dos Ventos Pontos cardeais: N = Norte E = Leste S = Sul W = Oeste Pontos colaterais: NE = Nordeste SE = Sudeste SW = Sudoeste NW = Noroeste Pontos subcolaterais: NNE = Norte-nordeste ENE = Leste-nordeste ESE = Leste-sudeste SSE = Sul-sudeste SSW = Sul-sudoeste WSW = Oeste-sudoeste WNW = Oeste-noroeste NNW = Norte-noroeste 2. Coordenadas Geográficas Para que fosse possível a localização em um mapa, convencionou-se dividir o globo terrestre por meio de um sistema de linhas imaginárias, chamado sistema de coordenadas geográficas, que permitem localizar qualquer ponto na Terra. Essas linhas determinam dois tipos de medidas: a latitude e a longitude. As coordenadas geográficas funcionam como um plano cartesiano, onde a localização de um ponto é determinada pelo cruzamento das coordenadas x e y. Como a Terra é esférica, as coordenadas são medidas em graus. LATITUDE: é a distância medida em graus de qualquer ponto da Terra até a linha do Equador. O Equador corresponde ao círculo máximo da esfera terrestre, que determina a divisão do globo em dois hemisférios: norte (ou setentrional) e sul (ou meridional). A partir do Equador, traçam-se círculos paralelos que diminuem de diâmetro à medida que se afastam para o norte ou para o sul. Esses círculos são chamados de paralelos, e são identificados por sua distância, em graus, ao Equador. A latitude pode variar de 0º a 90º tanto para norte quanto para sul. A área limitada por dois paralelos é uma zona geográfica. LONGITUDE: é a distância em graus de qualquer ponto da Terra até o Meridiano de Greenwich. Como referência, adotou-se como meridiano 0º o que passa pela cidade de Greenwich, perto de Londres (Inglaterra). Este meridiano também divide a Terra em dois hemisférios: Ocidental (a oeste) e Oriental (a leste). Os meridianos são, portanto, linhas semicirculares que vão de um pólo ao outro da Terra e cruzam os paralelos perpendicularmente. Todos os meridianos têm o mesmo tamanho e são identificados por sua distância, em graus, ao Meridiano de Greenwich. Cada meridiano possui o seu antimeridiano, isto é, um meridiano oposto que, junto com ele, forma uma circunferência. A longitude varia de 0º a 180º tanto para leste quanto para oeste. A área limitada por dois meridianos é um fuso geográfico. NORTE SUL OESTE. A B. LESTE Por exemplo: o ponto A está situado no cruzamento entre um paralelo que está à 30º sul do Equador, e um meridiano que está à 60º oeste de Greenwich. Portanto, as coordenadas do ponto A serão as seguintes: PONTO A : Latitude = 30º S; Longitude = 60º W Da mesma forma, o ponto B está situado no cruzamento entre um paralelo que está à 45º norte do Equador, e um meridiano que está à 90º leste de Greenwich. Portanto, as coordenadas do ponto B serão as seguintes: PONTO B : Latitude = 45º N; Longitude = 90º E 1

2 3. Mapas Os mapas (ou cartas) são as representações da superfície curva da Terra sobre uma superfície plana, no papel. O mapa é sempre uma representação muito reduzida de uma determinada área real. O objetivo fundamental de um mapa é o de permitir o registro e a localização dos elementos da paisagem e nossa orientação no espaço geográfico. Um mapa pode representar uma parte da superfície terrestre, ou mesmo toda ela. Os avanços tecnológicos permitiram um grande progresso e muita precisão na elaboração dos mapas. Eles devem conter elementos tais como: título, legenda, escala, coordenadas geográficas, orientação, sistema de projeção, convenções, símbolos e cores. Mapas políticos, históricos, econômicos, geomorfológicos, hidrográficos, paisagens, relevo e clima são alguns exemplos de informações que podem ser analisadas. Mapa 1. Representação plana; 2. Escala pequena; 3. Destinado para assuntos como desastres naturais, político-adminitrativo; 4. Fins temáticos, culturais ou ilustrativos. Carta 1. Representação plana; 2. Escala media ou grande; 3. Destinada à avaliação precisa de direções e distância, localização de pontos, áreas e detalhes. Há, no entanto, uma diferença quando se fala em mapa e carta. Mapa é a representação no plano, normalmente em escala pequena, dos aspectos geográficos naturais, culturais e artificiais de uma área tomada na superfície de uma figura planetária. Carta é a representação no plano em escala media ou grande, dos aspectos artificiais e naturais de uma área tomada da superfície subdividida em folhas delimitadas por linhas convencionais - paralelos e meridianos - com finalidade de possibilitar a avaliação em pormenores, com um grau de precisão compatível com a escala. Diante da complexidade do espaço geográfico, porém, algumas informações são sempre priorizadas em detrimentos de outras. Por isso, um mapa é sempre uma simplificação da realidade, feita para atender ao interesse do usuário. Os mapas podem ser de dois tipos. Os mapas topográficos procuram representar o espaço geográfico mais próximo possível da realidade. As variáveis da superfície da Terra são representadas com detalhes e localização precisa, o que torna possível identificar a posição planimétrica e a altimétrica de qualquer elemento do espaço geográfico. Já os mapas temáticos contêm informações selecionadas sobre determinado fenômeno ou tema do espaço geográfico: aspectos naturais (geologia, relevo, vegetação, clima, etc.) ou sociais (população, agricultura, indústrias, urbanização, etc.). Nesses mapas a representação quantitativa e qualitativa dos temas selecionados é mais relevante. 4. Projeções Cartográficas Exemplo de mapa topográfico Exemplo de mapa temático São técnicas que se destinam a representar um objeto esférico e com três dimensões o globo terrestre numa folha de papel plana e com duas dimensões. As projeções foram desenvolvidas para permitir a representação da esfericidade da Terra num plano, cada uma priorizando determinado aspecto da representação. As projeções podem ser: equivalentes (que valorizam o tamanho, mas prejudicam o formado das áreas) e conformais (que sacrificam as proporções, mas valorizam as formas). Quanto à superfície, as projeções podem ser: planas, cônicas ou cilíndricas. Projeção Plana Polar Projeção Cônica de Albers Projeção Cilíndrica de Mercator 2

3 a) Projeções cilíndricas: usadas para representar planisférios, os paralelos e meridianos são projetados sobre um cilindro que é planificado. Os paralelos retos e horizontais e os meridianos retos e verticais formam ângulos retos. Neste tipo de projeção, as formas terrestres (ilhas e continentes) são representadas sem distorção, porém com a alteração de suas áreas. O principal problema é apresentar deformações nas áreas de altas latitudes. Porém conservam as proporções das superfícies próximas do Equador. Destacam-se as projeções de: Mercator (conforme) não deforma os ângulos, e as áreas do hemisfério norte ficam muito ampliadas. Essa representação foi elaborada na época em que os europeus comandavam a expansão marítima, conquistando assim novos territórios. No mapa-mundi de Mercator, a Europa está numa posição central, superior e, por se situar em altas latitudes, proporcionalmente maior do que era na verdade. Esta representação acabou expressando cartograficamente a visão eurocêntrica do mundo. Projeção de Peters Projeção de Mercator Peters (equivalente) distorce as formas, mas mantém a proporção das áreas. A projeção de Peters trata-se de uma projeção cilíndrica equivalente que acabou dando destaque aos países de baixa latitude, cujas áreas eram visualmente diminuídas na projeção de Mercator. Esta representação expressou cartograficamente as aspirações dos países subdesenvolvidos (após a 2ª Guerra Mundial) de receberem o mesmo tratamento dado aos Estados desenvolvidos. Mollweide (equivalente elíptico) Nesta projeção os paralelos são linhas retas e os meridianos, linhas curvas. Sua área é proporcional à da esfera terrestre, tendo a forma elíptica. A distorção das formas é menor do que Peters. Projeção de Mollweide b) Projeções planas (azimutais): a área mapeada restringe-se ao centro da projeção. São elaboradas a partir de um plano tangente sobre a esfera terrestre. Meridianos e paralelos são projetados sobre um plano apoiado em um ponto que geralmente está no Equador ou nos pólos, mas pode aparecer em qualquer ponto da superfície terrestre. Pode ser: oblíqua, polar ou azimutal. c) Projeções cônicas: o globo terrestre á projetado em um cone tangente, que depois é planificado. São usadas principalmente para representar zonas temperadas, isto é, latitudes médias do globo terrestre. Projeção Azimutal Oblíqua Projeção Azimutal Polar Projeção Cônica 5. Escala Um mapa é sempre uma representação diminuída da realidade. Assim, precisamos saber a proporção entre o tamanho real da área e a sua representação no mapa. Para isso utilizamos a escala, que é a razão entre as dimensões reais do terreno e as dimensões que este terreno representa no mapa. Ou seja, a escala nos informa quantas vezes o objeto real foi reduzido graficamente. As escalas podem ser: Numérica: a proporção aparece, geralmente, comparando-se cm com cm. 1: ou 1 (cm, no desenho) (cm, na realidade) Neste exemplo, vemos que 1 cm no mapa equivale a cm na realidade. Podemos com isso calcular a distância real, por exemplo, entre dois pontos. Gráfica: a proporção aparece, geralmente, comparando-se km (realidade) com cm (mapa). 0 5km 10km 15km 20km 1cm Neste exemplo, vemos que a relação de proporção já está representada nas linhas e números. 1 cm no mapa equivale a 5 km na realidade. Observe que o numerador (o número 1) não varia. O denominador, que vem depois do sinal e à direita do numerador (no caso da escala numérica), varia bastante, dependendo do tamanho da escala. 3

4 Classificação da escala Escala grande: as escalas grandes são aquelas que possuem uma menor redução do espaço representado pelo mapa e, por essa razão, é possível um maior detalhamento dos elementos existentes. São escalas apropriadas para mapas urbanos e plantas arquitetônicas, por exemplo, pois mostram um grande detalhamento, mas abrangem uma área pequena na realidade. Em uma escala grande, o denominador é um número considerado pequeno na cartografia (ex.: 1:2.000). Escala pequena: as escalas pequenas são aquelas que possuem uma maior redução do espaço representado pelo mapa, ou seja, apresenta pouco detalhamento dos elementos. São apropriadas para mapas topográficos, mapas de países e planisférios, pois mostram um pequeno detalhamento, mas abrangem uma área grande na realidade. Em uma escala pequena, o denominador é um número considerado grande (ex.: 1: ). Observe que o tamanho da escala é inversamente proporcional ao tamanho do denominador. Quanto maior for o denominador, maior a redução aplicada para sua elaboração e menores serão os detalhes da área mapeada, ou seja, menor será a escala. Quanto menor for o denominador, menor a redução aplicada e maiores serão os detalhes da área mapeada, ou seja, maior será a escala. Cálculos de distância e escala Ao observar um mapa, podemos perceber alguns elementos deste: a distância real (D), a distância gráfica (d) e o denominador da escala (E). Através desses elementos, podemos calcular a distância entre dois pontos. Para isso, utilizamos as fórmulas a seguir. Para saber a distância real, conhecendo a distância gráfica e o denominador da escala: D = d x E Para saber a distância gráfica, conhecendo a distância real e o denominador da escala: d = D / E Para saber o denominador da escala, conhecendo a distância real e a distância gráfica: E = D / d d D E D = distância real d = distância gráfica E = escala Conversão de unidades Para realizar o cálculo de distância, geralmente é necessário converter as unidades de medida. Existe uma regra muito simples para fazer essas transformações (olhe a tabela ao lado). Para transformar quilômetros em centímetros, precisamos deslocar a vírgula cinco casas decimais à direita e acrescentar um zero para cada casa, se necessário. Por outro lado, para transformar centímetros em quilômetros, basta deslocar a vírgula cinco casas decimais para a esquerda e colocar um zero para cada casa, se necessário. Km hm dam m dm cm mm Ou seja, 70 km = cm Km hm dam m dm cm mm Ou seja, 35 cm = 0,00035 km 4

5 EXERCÍCIOS 01. No quadro a seguir, estão indicadas as coordenadas geográficas de diferentes localidades. Com base nestes dados, é correto afirmar: I - Todas as localidades estão situadas entre o Trópico de Câncer e a linha do Equador. II - As localidades A e E estão situadas na zona intertropical, no Hemisfério Sul. III - As localidades mais próximas da linha do Equador são F e A. IV - A localidade D está a noroeste da localidade F. Quais estão CORRETAS? (A) Apenas I (D) Apenas III e IV (B) Apenas II (E) I, II, III e IV (C) Apenas II e III 02. (UECE) Considerando a organização de um mapa, três condições fundamentais devem ser consideradas. Indique a opção correta: (A) cores, representação gráfica e estética. (B) sistema de projeções, legenda representativa e escala. (C) topografia, relevo e rede hidrográfica. (D) sistema de coordenadas, rios e lagos (E) representação gráfica, sistema de coordenadas e cores. 03. (PUC MG) De acordo com a escala, os mapas ou cartas podem ser classificados em cartas cadastrais ou plantas, mapas ou cartas topográficas, mapas ou cartas geográficas. Enumere a segunda coluna de acordo com a primeira. 1. cartas cadastrais ou plantas 2. mapas ou cartas topográficas 3. mapas ou cartas geográficas ( ) São de média escala, mostram as características ou os elementos naturais e artificiais da paisagem, com um certo grau de precisão ou de detalhamento. ( ) Exigem o emprego de escalas pequenas, mostram as características ou elementos geográficos gerais ( ) São cartas de grande escala, destinam-se à representação de cidades, bairros etc., com elevado grau de detalhamento e de precisão. Assinale a sequencia CORRETA encontrada: (A) 2, 1, 3 (D) 2, 3, 1 (B) 1, 2, 3 (E) 3, 2, 1 (C) 1, 3, (UFPB) Considerando a ideia de que os mapas são concebidos como instrumentos utilizados para representar o planeta Terra, é correto afirmar que: (A) os mapas do século XII, feitos pelos europeus, já representavam a Cordilheira dos Andes. (B) o primeiro mapa a considerar a Terra redonda foi feito por Ptolomeu. (C) o mapa-múndi feito por Mercator privilegia a representação do continente europeu por exagerar a sua extensão territorial. (D) a última porção do território africano a ser representado pelos cartógrafos europeus foi a da África Setentorial. (E) os mapas temáticos trabalham com diversos temas ao mesmo tempo. 05. (UFPB 2008) Escala gráfica, segundo Vesentini e Vlach (1996, p. 50), é aquela que expressa diretamente os valores da realidade mapeada num gráfico situado na parte inferior de um mapa. Nesse sentido, considerando que a escala de um mapa está representada como 1:25000 e que duas cidades, A e B, nesse mapa, estão distantes, entre si, 5cm, a distância real entre essas cidades é de: (A) m (D) 500m (B) 1.250m (E) 250m (C) m 06. (UDESC 2008) Sobre as coordenadas geográficas, assinale a alternativa correta. (A) A longitude é determinada pelo ângulo formado pela posição de um determinado ponto e o plano meridional, podendo variar de zero a 90 graus. (B) Coordenada geográfica é o ponto em que duas latitudes se cruzam. (C) Tanto as latitudes quanto as longitudes são medidas em graus, minutos e segundos. (D) Os principais paralelos e meridianos que cortam o território brasileiro são: Equador e Tordesilhas (E) O paralelo é uma circunferência imaginária, que pode ser traçado até 180 vezes sobre a superfície terrestre. 07. (UFMA 2009) A figura ao lado representa uma rede geográfica de uma determinada área da superfície terrestre. Quais as coordenadas geográficas das cidades A e B, respectivamente? (A) de longitude leste; 2 00 de latitude sul e de longitude leste; 0 30 de latitude sul (B) de latitude oeste; 2 00 de longitude sul e de latitude oeste; 0 30 de longitude sul (C) de longitude leste; 2 00 de latitude norte e de longitude leste; 0 30 de latitude norte (D) de longitude oeste; 2 00 de latitude norte e de longitude oeste; 0 30 de latitude norte (E) de latitude leste; 2 00 de longitude norte e de latitude leste; 0 30 de longitude norte 08.Observe a figura abaixo: I - O Brasil é o único país sul-americano que tem suas terras distribuídas por três hemisférios: o Norte, o Sul e o Oeste. II - Santa Catarina está situada totalmente ao Sul do Trópico de Capricórnio, o que influencia na sua caracterização climática. III - O ponto "A" tem como coordenadas geográficas 0 de longitude e 60 de latitude Oeste. Quais estão CORRETAS? (A) Apenas I (D) Apenas I e II (B) Apenas II (E) I, II e III (C) Apenas III 5

Conceitos Básicos mapa

Conceitos Básicos mapa Cartografia Conceitos Básicos Entende-se por mapa a representação gráfica convencional, geralmente plana e em pequena escala, de áreas relativamente extensas, como acontece nos mapas dos atlas. Para tal,

Leia mais

Coordenadas Geográficas

Coordenadas Geográficas Coordenadas Geográficas Coordenadas Geográficas É a posição exata no globo terrestre Intersecção entre latitude e longitude Paralelos Linhas paralelas a Linha do Equador Trópico de Capricórnio Hemisfério

Leia mais

GEOGRAFIA. Prof. Daniel San.

GEOGRAFIA. Prof. Daniel San. GEOGRAFIA Prof. Daniel San daniel.san@lasalle.edu.br PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS, pág. 19 a 30 Técnicas destinadas a representar o globo que tem três dimensões em apenas duas (3D em 2D). Consiste num conjunto

Leia mais

INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA. Prof. Rogério da Mata

INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA. Prof. Rogério da Mata INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA A importância dos pontos de referência Pontos Cardeais: são pontos principais utilizados como padrão de localização ou pontos de referência. Através deles é possível localizar

Leia mais

REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA

REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS DEFINIÇÃO... Projeção cartográfica corresponde à representação de uma superfície esférica num plano. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO MÉTODO PROJEÇÃO CILÍNDRICA

Leia mais

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 NAVEGAR É PRECISO 2500 A.C. uma das primeiras representações de mapa, produzido na região da mesopotâmia. NAVEGAR É PRECISO Mapa do Salmo (1260) e Mappe-Monde (1707),

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS O QUE SÃO AS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS? Os sistemas de projeções constituem-se de uma fórmula matemática que transforma as coordenadas geográficas, a partir de uma superfície esférica,

Leia mais

O QUE É CARTOGRAFIA? É A TÉCNICA DE FAZER MAPAS. MAPA NÃO É MERO DESENHO E SIM UM CONJUNTO DE MOTIVO: NECESSIDADE DO HOMEM SE LOCALIZAR.

O QUE É CARTOGRAFIA? É A TÉCNICA DE FAZER MAPAS. MAPA NÃO É MERO DESENHO E SIM UM CONJUNTO DE MOTIVO: NECESSIDADE DO HOMEM SE LOCALIZAR. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS (CARTOGRAFIA) O QUE É CARTOGRAFIA? É A TÉCNICA DE FAZER MAPAS. MAPA NÃO É MERO DESENHO E SIM UM CONJUNTO DE INFORMAÇÕES VISUAIS. MOTIVO: NECESSIDADE DO HOMEM SE LOCALIZAR. GA-SUR

Leia mais

O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada.

O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada. O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada. Na antiguidade os navegadores precisavam dominar bem a cartografia. Abaixo temos algumas notações: Considerando

Leia mais

Que formas conheces de representação da Terra?

Que formas conheces de representação da Terra? Que formas conheces de representação da Terra? Desde sempre o Homem sentiu necessidade de representar os lugares que ia conhecendo e tudo aquilo que contribuía para a sua sobrevivência. Dessa necessidade

Leia mais

REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS E CARTOGRÁFICAS

REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS E CARTOGRÁFICAS REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS E CARTOGRÁFICAS 1 CONHECENDO A CARTOGRAFIA E OS MAPAS 2 CARTOGRAFIA SEGUNDO A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT), CARTOGRAFIA É DEFINIDA COMO: "A ARTE DO LEVANTAMENTO,

Leia mais

Professores: Jaime, Clodoaldo

Professores: Jaime, Clodoaldo Professores: Jaime, Clodoaldo Ciência que abrange os fenômenos humanos e naturais, como condições ambientais(clima, vegetação, relevo, hidrografia) e as relações humanas Ela descreve e interpreta de maneira

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA 2016 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: 23/06/16 Nota: Professor(a): Élida e Edvaldo Valor da Prova: 40 Pontos Orientações gerais: 1) Número de questões desta prova: 15 2)

Leia mais

Geografia Capítulo 2. Cartografia. Introdução

Geografia Capítulo 2. Cartografia. Introdução Geografia Capítulo 2 Cartografia Introdução Cartografia é a ciência voltada para o estudo da construção e interpretação de mapas. Nesta ciência estuda-se como representar uma área geográfica em uma superfície

Leia mais

ATIVIDADES 8º ANO. MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. 5ª ed. São Paulo: Atual, p.16.

ATIVIDADES 8º ANO. MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. 5ª ed. São Paulo: Atual, p.16. 1) Leia o texto e assinale a alternativa correta: ATIVIDADES 8º ANO MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. 5ª ed. São Paulo: Atual, 2008. p.16. Sobre a Projeção de Mercator, podemos afirmar

Leia mais

Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita. Professor Leandro Signori

Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita. Professor Leandro Signori Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita Professor Leandro Signori Conteúdos constantes no edital Noções básicas de cartografia: Orientação: pontos cardeais; Localização: coordenadas

Leia mais

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I 1-Em um mapa cuja escala é 1:2.500.000, duas cidades estão separadas, em linha reta, por 5 centímetros. A distância real (no terreno) entre essas duas cidades é a) 50

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Uma projeção cartográfica consiste num conjunto de linhas (paralelos e meridianos), que formam uma rede, sobre a qual são representados os elementos do mapa. Todos os mapas e/ou cartas são representações

Leia mais

A REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO. A Geografia Levada a Sério

A REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO.  A Geografia Levada a Sério 1 Mapa É a representação dos elementos de um determinado espaço na superfície plana, tornando-se um importante instrumento de orientação e de localização; O mapa de Ga-Sur é o mapa mais antigo que se tem

Leia mais

Apostila de Geografia 10 Cartografia

Apostila de Geografia 10 Cartografia Apostila de Geografia 10 Cartografia 1.0 Definições Cartografia Ciência que estuda a representação total ou parcial da Terra. Produto final: mapas ou globos terrestres. Mapas Superfícies planas onde a

Leia mais

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA (Copyright 1991-2006 SPRING - DPI/INPE) 1 (Para uso no SPRING) 1 - Sistemas de Coordenadas Um objeto geográfico qualquer, como uma cidade, a foz

Leia mais

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 1. (PUC-RS) Com base no mapa abaixo: EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA Se um viajante se dirigir de Brasília a Teresina, passando por Palmas, e retornando à primeira, fazendo o mesmo caminho, terá como direção

Leia mais

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º ANO CAPÍTULO 01 PLANETA TERRA: COORDENADAS, MOVIMENTOS E FUSOS HORÁRIOS

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º ANO CAPÍTULO 01 PLANETA TERRA: COORDENADAS, MOVIMENTOS E FUSOS HORÁRIOS COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º ANO CAPÍTULO 01 PLANETA TERRA: COORDENADAS, MOVIMENTOS E FUSOS HORÁRIOS IMPORTÂNCIA O homem não existe sem a geografia O princípio

Leia mais

Verificação de Aprendizagem. Assunto: Projeções Cartográficas

Verificação de Aprendizagem. Assunto: Projeções Cartográficas Verificação de Aprendizagem Assunto: Projeções Cartográficas 1. A questão refere-se às imagens abaixo. Fonte: DUARTE, Paulo Araújo. Fundamentos de Cartografia. Florianópolis: Editora UFSC, 2002. Em relação

Leia mais

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Curvas de Nível Mapas temáticos Representação de fenômenos e suas diversidades: Qualitativas: Representa os diferentes elementos cartográficos Ex: Rios, cidades, industrias,

Leia mais

Projeções Cartográficas

Projeções Cartográficas CARTOGRAFIA Projeções Cartográficas Uma projeção cartográfica nada mais é do que o resultado de um conjunto de operações que permite representar no plano, por meio de paralelos e meridianos, os fenômenos

Leia mais

Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14

Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14 Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14 01. (Uerj/2014) Observe na imagem uma feição de relevo em escarpa, área de desnível acentuado de altitude, encontrada geralmente nas bordas de planalto,

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Ufrn 2013) Um estudante australiano, ao realizar pesquisas sobre o Brasil, considerou importante saber a localização exata de sua capital, a cidade de Brasília. Para isso, consultou o mapa a seguir:

Leia mais

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Coordenadas Aula 1

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Coordenadas Aula 1 UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1 Coordenadas Aula 1 Recife, 2014 Sistema de Coordenadas Um dos principais objetivos da Topografia é a determinação

Leia mais

CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01

CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01 CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01 Cartografia ciência responsável pela elaboração de representações da superfície da Terra. Com a ajuda da matemática, evoluiu e aprimorou mapas e

Leia mais

Projeções Cartográficas. Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado

Projeções Cartográficas. Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado Projeções Cartográficas Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado O que são projeções cartográficas? Podemos definir um projeção como sendo um sistema plano de meridianos e paralelos,

Leia mais

Professora: Rilvania Flôr.

Professora: Rilvania Flôr. Professora: Rilvania Flôr. Cartografia é a ciência de preparar cartas, mapas e planos para os mais variados fins, com diversos níveis de complexidade e informação, baseados em elementos científicos, técnicos

Leia mais

Coordenadas geográficas. Porto Alegre 2015

Coordenadas geográficas. Porto Alegre 2015 Coordenadas geográficas Porto Alegre 2015 Localização no espaço geográfico O conceito mais apropriado de orientação é direção. Usamos em nosso dia-a-dia uma localização básica fundamentada em Direita,

Leia mais

Geografia. Comunicação por Meio dos Mapas. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. Comunicação por Meio dos Mapas. Professor Luciano Teixeira. Geografia Comunicação por Meio dos Mapas Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia CARTOGRAFIA A Cartografia é um instrumento básico para a análise do espaço. Há muitos anos,

Leia mais

CARTOGRAFIA. Ciência e Arte. Constante avanço 4/3/2010 CARTOGRAFIA. Introdução e Sistema de Referência Locacional

CARTOGRAFIA. Ciência e Arte. Constante avanço 4/3/2010 CARTOGRAFIA. Introdução e Sistema de Referência Locacional CARTOGRAFIA CARTOGRAFIA Introdução e Sistema de Referência Locacional Prof. Ms. Mário Ramalho FATEC - JD Conjunto de estudos e operações científicas, artísticas e técnicas, baseado nos resultados de observações

Leia mais

Características Básicas dos Mapas

Características Básicas dos Mapas Características Básicas dos Mapas Localização e Atributos Localização: dada por suas posições no espaço (coordenadas) bidimensional ou tridimensional. Atributos: qualidades ou magnitudes, ou variável temática,

Leia mais

2.1. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que

2.1. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que Projeções Cartográficas A arte na construção de mapas 2. Projeções cartográficas 2.1. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades? 2.2 O que são e para que foram desenvolvidos

Leia mais

CARTOGRAFIA. (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas.

CARTOGRAFIA. (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. CARTOGRAFIA (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. ELEMENTOS DE UM MAPA. Escala: é a proporção entre o tamanho

Leia mais

Projeções Cartográficas. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades?

Projeções Cartográficas. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades? Projeções Cartográficas Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades? É possível eliminar as deformidades em um mapa ao representar áreas da Terra? O que são e para

Leia mais

1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto.

1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto. 1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto. a) A realização de mapeamentos temáticos muito detalhados requer a utilização de produtos de sensoriamento remoto de alta resolução

Leia mais

Parte 1: algumas considerações acerca das projeções cartográficas

Parte 1: algumas considerações acerca das projeções cartográficas Parte 1: algumas considerações acerca das projeções cartográficas PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Para entender o que são projeções cartográficas, precisamos lembrar de que o nosso planeta tem a forma arredondada

Leia mais

PROF. NETO CARTOGRAFIA

PROF. NETO CARTOGRAFIA PROF. NETO CARTOGRAFIA Norte ou setentrional ou boreal ou das terras A Rosa dos Ventos ou Rosa dos Rumos Sul ou meridional ou austral ou das águas. LINHAS IMAGINÁRIAS Objetivo das Linhas Imaginárias:

Leia mais

Coordenadas Geográficas

Coordenadas Geográficas GEOGRAFIA SÉRIE: 1º ano Coordenadas Geográficas Profº Luiz Gustavo Silveira Unidade I A linguagem geográfica e a leitura no mundo Livro: parte I Capítulo 4 Nós estamos aqui Tópicos do capítulo Terra no

Leia mais

TURMA: BOLSISTAS: Dayan / Débora Professor Supervisor: Ary Pereira TURNO: DATA: / /

TURMA: BOLSISTAS: Dayan / Débora Professor Supervisor: Ary Pereira TURNO: DATA: / / UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIEÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) NOME: SÉRIE: TURMA: BOLSISTAS:

Leia mais

Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator

Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator Prof. Dra. Mariana Soares Domingues Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator ACH1056 Fundamentos de Cartografia O verbo orientar está relacionado com a busca do

Leia mais

Prof. Rodolfo Visentin 1

Prof. Rodolfo Visentin 1 EXERCÍCIOS GEOGRAFIA - Noções básicas de Cartografia (orientação: pontos cardeais; localização: coordenadas geográficas, latitude, longitude e altitude; representação: leitura, escala, legendas e convenções)

Leia mais

Representações da superfície terrestre

Representações da superfície terrestre Representações da superfície terrestre Representações da superfície terrestre Formas de representação Formas de representação Mapas mentais Representações da imagem mental que cada um adquire de uma determinada

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2

GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2 GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2 1. IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Geoprocessamento Aplicado Semestre: 5º Créditos: 2.0.2.0 Carga Horária: 60h Período Letivo: 2015/1 Docente Responsável: Vinicius

Leia mais

Professora: Jordana Costa

Professora: Jordana Costa Projeções cartográficas Professora: Jordana Costa Projeções cartográficas Um dos grandes problemas enfrentados para uma boa representação cartográfica diz respeito à forma da Terra. Por possuir uma superfície

Leia mais

Geografia. Projeções Cartográficas. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. Projeções Cartográficas. Professor Luciano Teixeira. Geografia Projeções Cartográficas Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Cartografia A Cartografia é um instrumento básico para a análise do espaço

Leia mais

GPS REPRESENTAÇÃO DA TERRA

GPS REPRESENTAÇÃO DA TERRA GPS REPRESENTAÇÃO DA TERRA Macedo, M.Sc. Poli, Brasil.. 2014 2/24 Qual a Forma da Durante muito tempo adotou-se a com a forma plana, onde em qualquer momento se chegaria ao fim do oceano, em um grande

Leia mais

rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA

rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA TOPOS significa lugar GRAPHEN significa descrição Pode-se dizer que a TOPOGRAFIA é a ciência que trata do estudo da representação detalhada de uma porção da superfície terrestre.

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519. Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519. Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519 Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva abarros@uefs.br barros@ige.unicamp.br A CARTOGRAFIA É CONSIDERADA COMO A CIÊNCIA E A ARTE DE EXPRESSAR, POR MEIO DE

Leia mais

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 1. A distribuição de energia solar, ou insolação, depende dos movimentos de rotação

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Geografia Série: 6 a - Ensino Fundamental Professora: Cristiane Mattar Geografia Atividades para Estudos Autônomos Data: 25 / 4 / 2016 Aluno(a):

Leia mais

A T I V I D A D E S. Seção de Recursos Didáticos - Mecanografia DATA: _18_ / _02_ / SÉRIE/ANO: 7ª TURMA(S): A, B, C e D DISCIPLINA: Geografia

A T I V I D A D E S. Seção de Recursos Didáticos - Mecanografia DATA: _18_ / _02_ / SÉRIE/ANO: 7ª TURMA(S): A, B, C e D DISCIPLINA: Geografia SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 7ª TURMA(S):

Leia mais

ORIENTAÇÃO GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA

ORIENTAÇÃO GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA ORIENTAÇÃO Pontos Cardeais: norte, sul, leste e oeste. Outras denominações para os pontos cardeais: Norte setentrional, boreal; Sul meridional, austral; Leste este, nascente,

Leia mais

Professora: Jordana Costa

Professora: Jordana Costa Professora: Jordana Costa Cartografia Cartografia, segundo a ABNT é definida como: A arte de levantamento, construção e edição de mapas e cartas de qualquer natureza. Função principal: Representar a realidade

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica

Sistema de Informação Geográfica Sistema de Informação Geográfica Curso de Sistemas de Informação Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI 2016 Fundamentos de Cartografia para o Geoprocessamento 2 1 Geoprocessamento Área do conhecimento

Leia mais

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA Prof. Dr. Daniel Caetano 2014-1 Objetivos Conhecer as formas de representar a Terra Conhecer os erros envolvidos Conhecer algumas das referências usadas

Leia mais

Sistemas de Coordenadas

Sistemas de Coordenadas Sistemas de Coordenadas Um objeto geográfico qualquer, como uma cidade, a foz de um rio, ou o pico de uma montanha, somente poderá ser localizado se for possível descrevê-lo em relação a outros objetos

Leia mais

PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA

PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA VOLUME No. 1 (Capitulos 1 a 7) da Série PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA Editor Coordenador: Paul S. Anderson Incluindo Capítulos Traduzidos do Livro Maps, Distortion and Meaning

Leia mais

TOPOGRAFIA E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1

TOPOGRAFIA E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1 E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1 IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Topografia Semestre: 3º Créditos: 2.0.0.2.0 Carga Horária: 60 h Período Letivo: 2015/2 Docente Responsável: VINICIUS MELO NOGUEIRA SILVA Contato:

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO PROFESSOR JULIO BESSA DISCIPLINA GEOGRAFIA SIMULADO: P5 Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br ALUNO TURMA 601 Questão 1

Leia mais

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA SISTEMA DE REFERÊNCIA

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA SISTEMA DE REFERÊNCIA CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA SISTEMA DE REFERÊNCIA Elaboração e Organização: Profa. Dra. Andréia Medinilha Pancher SISTEMA DE REFERÊNCIA Nomenclatura Séries Cartográficas Método de dividir uma área geográfica

Leia mais

CARTOGRAFIA 1 - SISTEMA CARTOGRÁFICO BRASILEIRO 2 - ARTICULAÇÃO DE CARTAS. Sistema Cartográfico Nacional

CARTOGRAFIA 1 - SISTEMA CARTOGRÁFICO BRASILEIRO 2 - ARTICULAÇÃO DE CARTAS. Sistema Cartográfico Nacional CARTOGRAFIA 1 - SISTEMA CARTOGRÁFICO BRASILEIRO 2 - ARTICULAÇÃO DE CARTAS Sistema Cartográfico Nacional IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Mapeamento do território nacional a pequena

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Os sistemas de projeções cartográficas foram desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Os sistemas de projeções cartográficas foram desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Os sistemas de projeções cartográficas foram desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da superfície curva da esfera terrestre para um plano

Leia mais

Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia

Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia MODALIDADE: EJA Ensino Médio PERÍODO 1º Período Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia cartografia Professor (a): Kátia Silene Data: 03/08/2016 Nome do Aluno: Noções básicas de cartografia

Leia mais

SUBDOMÍNIO OBJETIVOS DESCRITORES CONTEÚDOS

SUBDOMÍNIO OBJETIVOS DESCRITORES CONTEÚDOS DISCIPLINA: Geografia ANO DE ESCOLARIDADE: 7.º Ano 2016/2017 METAS CURRICULARES PROGRAMA SUBDOMÍNIO OBJETIVOS DESCRITORES CONTEÚDOS A Terra: Estudos e Representações - A Geografia e o Território - A representação

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho de Recuperação1º Semestre - 2º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Alessandra Disciplina: Geografia Turma: 1ª Série Ensino Médio Nome: Nº: ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Lista de Carnaval

Lista de Carnaval SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 7ª TURMA(S):

Leia mais

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA Prof. Dr. Daniel Caetano 2013-2 Objetivos Conhecer as formas de representar a Terra Conhecer os erros envolvidos Conhecer algumas das referências usadas

Leia mais

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016 EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016 Em uma escala numérica, quanto maior foi o seu denominador isto é, o número que vem depois dos dois pontos, menor será a escala. Mas quanto menor for uma escala, maior será

Leia mais

M A P A S G E O G R A F I A. Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano. Prof. José Gusmão Rodrigues

M A P A S G E O G R A F I A. Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano. Prof. José Gusmão Rodrigues M A P A S Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano G E O G R A F I A Prof. José Gusmão Rodrigues Clique com o mouse sobre o título desejado ou vá clicando enter para ver a apresentação completa

Leia mais

CARTOGRAPHY - - BASE MAPS FOR WORLDS NEEDS.

CARTOGRAPHY - - BASE MAPS FOR WORLDS NEEDS. Apostila de Topografia - Cartografia O conceito de Cartografia tem suas origens intimamente ligadas às inquietações que sempre se manifestaram no ser humano, no tocante a conhecer o mundo que ele habita.

Leia mais

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 1 BIMESTRE SILVANA GEOGRAFIA

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 1 BIMESTRE SILVANA GEOGRAFIA COLÉGIO MONJOLO QUIZ N 01 2017 / 1 BIMESTRE SILVANA GEOGRAFIA Data da entrega: 28/04/2017. Aluno(a): 6º Ano 1-1-De acordo com desenho acima, Escreva qual é o Paralelo? e qual é o Meridiano? 2- Com base

Leia mais

GEOGRAFIA 2013/2014 LOGO DOCENTE: PEDRO MOREIRA.

GEOGRAFIA 2013/2014 LOGO DOCENTE: PEDRO MOREIRA. GEOGRAFIA 2013/2014 LOGO www.themegallery.com DOCENTE: PEDRO MOREIRA A Geografia 1. Etimologia (Grego) Geografia= geo + graphen Terra Descrever Definição de Geografia Geografia Física Humana Definição

Leia mais

LABORATÓRIO DE GEOPROCESSAMENTO DIDÁTICO. Professora: Selma Regina Aranha Ribeiro

LABORATÓRIO DE GEOPROCESSAMENTO DIDÁTICO. Professora: Selma Regina Aranha Ribeiro LABORATÓRIO DE GEOPROCESSAMENTO DIDÁTICO Professora: Selma Regina Aranha Ribeiro Estagiários: Ricardo Kwiatkowski Silva / Carlos André Batista de Mello ESCALAS - AULA 3 Precisão Gráfica É a menor grandeza

Leia mais

Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM

Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM Prof. João Fernando Custodio da Silva Departamento de Cartografia www2.fct.unesp.br/docentes/carto/joaofernando Introdução Existem muitas e

Leia mais

Modelos astronômicos

Modelos astronômicos Astronomia Modelos astronômicos Durante muitos séculos a ideia de que a Terra era o centro do universo foi aceita, esta teoria se baseava no movimento aparente do Sol. Esta teoria se chama Geocentrismo

Leia mais

LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Luiz Fernando Wisniewski

LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Luiz Fernando Wisniewski LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS Prof.º Luiz Fernando Wisniewski lfw.geografia@gmail.com LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS Orientação através da rosa dos ventos Paralelos e Meridianos Latitude

Leia mais

Com base nos pontos foram determinadas direções intermediárias, conhecidas como. pontos : nordeste (NE), (NO), sudeste (SE) e (SO).

Com base nos pontos foram determinadas direções intermediárias, conhecidas como. pontos : nordeste (NE), (NO), sudeste (SE) e (SO). PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Complete as

Leia mais

- Compreender o objeto e o método da Geografia

- Compreender o objeto e o método da Geografia AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Ciências Sociais e Humanas Planificação Anual de Geografia 7º ano Ano Letivo 2015/2016 Domínio/

Leia mais

Centro Educacional Colúmbia 2000

Centro Educacional Colúmbia 2000 Discente: Centro Educacional Colúmbia 2000 1º Tri/2016 Docente: Data: / / Ens. Médio Dependência Turma:1 ano Disciplina: Geografia Nº Dependência Trimestral de disciplina Apostila de dependência do primeiro

Leia mais

Professora Esp. Eliana V. Conquista

Professora Esp. Eliana V. Conquista Professora Esp. Eliana V. Conquista Estudo e elaboração de Mapas: Projeções e Escalas 1-Projeções Cartográficas (Formas: Cilíndrica, Cônica e Plana). 2-Escala (Gráfica e Numérica). Os mapas produzidos

Leia mais

12/11/2012. Professor

12/11/2012. Professor Universidade Paulista - Unip Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia ICET Curso de Engenharia Civil Disciplina: 227L - Geodésia Sistemas de Coordenadas Parte I Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Finalidade:

Leia mais

Professor Thiago Espindula - Geografia. Cartografia

Professor Thiago Espindula - Geografia. Cartografia Cartografia A Cartografia é a ciência que se presta à análise ou à criação de representações da Terra. A origem da palavra vem do fato das grandes representações do planeta serem feitas por cartas (mapas).

Leia mais

GEOGRAFIA Geral e do Brasil

GEOGRAFIA Geral e do Brasil Banco de Questões 1 GEOGRAFIA Geral e do Brasil 4. a edição Paulo Roberto Moraes BANCO DE QUESTÕES 2 A aplicação da cartografia nos estudos geográficos 1. (UNESP) Analise o mapa anamórfico ao lado. Explique

Leia mais

Mapeamento do uso do solo

Mapeamento do uso do solo Multidisciplinar Mapeamento do uso do solo para manejo de propriedades rurais Allan Arnesen Frederico T. Genofre Marcelo Pedroso Curtarelli CAPÍTULO 1 Conceitos básicos de cartografia e SIG 1. Introdução

Leia mais

Coordenadas Geográficas

Coordenadas Geográficas Orientação A rosa-dos-ventos possibilita encontrar a direção de qualquer ponto da linha do horizonte. Por convenção internacional, a língua inglesa é utilizada como padrão, portanto o Leste muitas vezes

Leia mais

ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO

ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO Para se orientar o homem teve de desenvolver sua capacidade de observação. Observando a natureza o homem percebeu que o Sol aparece todas as manhãs aproximadamente, num mesmo lado

Leia mais

Sistemas de Projeções Cartográficas:

Sistemas de Projeções Cartográficas: Sistemas de Projeções Cartográficas: Todos os mapas são representações aproximadas da superfície terrestre. Isto ocorre porque não se pode passar de uma superfície curva para uma superfície plana sem que

Leia mais

DATA: 07 / 05 / 2014 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 6.º ANO/EF

DATA: 07 / 05 / 2014 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 6.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE DATA: 07 / 05 / 204 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 6.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

FORMA DA TERRA E SISTEMAS DE REFERÊNCIA

FORMA DA TERRA E SISTEMAS DE REFERÊNCIA FORMA DA TERRA E SISTEMAS DE REFERÊNCIA Prof. Luciene Delazari Grupo de Pesquisa em Cartografia e SIG da UFPR SIG aplicado ao Meio Ambiente 2011 Por que é preciso ter conhecimento a respeito de cartografia

Leia mais

Mapas são representações totais ou parciais da superfície terrestre em um plano, em uma determinada escala.

Mapas são representações totais ou parciais da superfície terrestre em um plano, em uma determinada escala. 1 1 Projeção Cartográfica é a técnica de projetar a superfície da Terra, admitida como esférica ou elipsóidica, em um plano. A projeção cartográfica é definida por um Modelo da Superfície Terrestre e pelo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável Cartografia Sistemática e Temática (IAD319) Prof. pablosantos@ufba.br 02 a Aula CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA

Leia mais

Aula 2 LOCALIZAÇÃO, ORIENTAÇÃO E REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA

Aula 2 LOCALIZAÇÃO, ORIENTAÇÃO E REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA Aula 2 LOCALIZAÇÃO, ORIENTAÇÃO E REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA Orientação pelo Sol Leste = Nascente / Oeste = Poente Orientação por instrumentos (bússola) Consiste em uma agulha imantada que gira sobre um

Leia mais

Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano?

Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano? Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano? Dificuldade elementar da Cartografia : representar a Terra : transpor 3D para 2D : desprezar a curvatura da superfície real para representação Operação matemática

Leia mais

DISCIPLINA DE GEOGRAFIA

DISCIPLINA DE GEOGRAFIA DISCIPLINA DE GEOGRAFIA OBJETIVOS: 1º ano Conhecer o ambiente de moradia e sua localização através de passeios, fotos e desenhos. Conhecer o ambiente de estudo e sua localização através de passeios, fotos,

Leia mais

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO PROFESSOR: DIVERSOS ALUNO(a) GABARITO: AV. PARCIAL 1ª ETAPA DISCIPLINA: FIS./GEO. COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 53 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA Rua Frei Vidal, 1621 São João do Tauape/ Fone/Fax:

Leia mais