Automação Inteligente

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Automação Inteligente"

Transcrição

1 Curso de Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal da Paraíba Período Automação Inteligente Prof. Juan Moises Mauricio Villanueva

2 Informações da Disciplina Ementa Redes neurais artificiais. Inteligência artificial. Lógica fuzzy. Programação evolucionária. Pré-Requisitos Controle I Teoria de Controle 2

3 Informações da Disciplina Horários Créditos Segunda e Quarta 14:00 15:50 Local: Laboratório do LAC 04 créditos 3

4 Metodologia de Avaliação Projetos - Laboratórios P1 Projeto de Controladores usando Lógica Fuzzy P2 Projeto de Controladores usando Redes Neurais P3 - Identificação de Sistemas/Otimização usando Estratégias Evolutivas e Algoritmos Genéticos NotaFinal P1 P2 P3 3 Os projetos serão desenvolvidos usando a ferramenta de software MATLAB/Simulink, Sistemas de Aquisição de Dados, Microcontroladores e Plantas Montadas no Laboratórios 4

5 Bibliografia [1] M.G. Simões e I.S. Shaw, Controle e Modelagem Fuzzy, Editora Blucher, [2] Chin-Teng Lin and C.S. George Lee, Neural Fuzzy Systems: A Neuro-Fuzzy Synergism to inteligente Systems, Prentice Hall, [3] S. Ablameyko, L. Goras, M. Gori, V. Piuri, Neural Networks for Instrumentation, Measurement, and Related Industrial Applications, NATO Science Series, [4] A.A. Hopgood, Intelligent Systems for Engineers and Scientists, CRC Press LLC, [5] Z. Michalewicz, Genetic Algorithms + Data Structures = Evolution Programs, Springer, [6] Artigos científicos IEEE, Elsevier, Scielo. 5

6 Cronograma de Atividades Calendário P1 Projeto de Controladores usando Lógica Fuzzy Segunda Quarta Atividades Inicio 18/01 Introdução a Disciplina S1 23/01 25/01 Teoria e Conjuntos Fuzzy S2 30/01 01/02 Sistema de Inferência Fuzzy S3 06/02 08/02 Projeto de Controladores Fuzzy Toolbox Matlab Fuzzy S4 13/02 15/02 Inicio do Projeto P1 Modelagem e Simulação da planta em MATLAB S5 20/02 22/02 Desenvolvimento do Projeto Montagem da Planta, uc, Matlab, DAQ S6 27/02 01/03 - S7 06/03 08/03 Desenvolvimento do Projeto Montagem da Planta, uc, Matlab, DAQ S8 13/03 15/03 P1 - Avaliação Lógica Fuzzy 6

7 Cronograma de Atividades Calendário P2 Projeto de Controladores usando Redes Neurais Segunda Quarta S9 20/03 22/03 Introdução a Redes Neurais Artificiais S10 27/03 29/03 Modelos de Neurônios Artificiais e Pré-processamento de dados S11 03/04 05/04 Algoritmos de Aprendizagem Backpropagation Toolbox Matlab Neural S12 10/04 12/04 Inicio do Projeto P2 S13 17/04 19/04 Desenvolvimento S14 24/04 26/04 Avaliação P2 7

8 Cronograma de Atividades Calendário P3 - Identificação de Sistemas/Otimização usando Estratégias Evolutivas e Algoritmos Genéticos Segunda Quarta S15 01/05 03/05 Algoritmos Genéticos e Estratégias Evolutivas S16 08/05 10/05 Codificação Binário/Real; Operadores Genéticos, Função de Fitness S17 15/05 17/05 Inicio do Projeto P3 S18 22/05 24/05 Desenvolvimento S19 29/05 31/05 Avaliação P3 S20 05/06 Término do Período Letivo S21 12/06 Exames Finais e Médias Finais 8

9 Inteligência Artificial no Mercado de Trabalho Hoje, cerca de 900 companhias atuam no setor de IA no mundo, segundo a empresa de pesquisa Venture Scanner. Gigantes da tecnologia como Google, Facebook, Microsoft e Amazon dedicam cada vez mais investimentos à área. Segundo a CB Insights, os investimentos em startups do setor de IA cresceram 588% em cinco anos, atingindo US$ 310 milhões no ano passado. Fonte: Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios 9

10 10

11 11

12 12

13 CESAR (Recife) SOBRE O CESAR O CESAR é um centro privado de inovação que cria produtos, serviços e empresas com Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). A instituição desenvolve soluções em todo o processo de geração de inovação em e com TICs - desde o desenvolvimento da ideia, passando pela concepção e prototipação, até a execução de projetos para empresas dos mais diversos setores, como: telecomunicações, eletroeletrônicos, defesa, automação comercial, financeiro, logística, energia, saúde e agronegócio. Fonte: 13

Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações. Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva

Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações. Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva jmauricio@cear.ufpb.br Conteúdo Introdução Inteligência Artificial (IA) Algoritmos Genéticos Aplicações de Algoritmos

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Currículo 6 Aprovado pelo CDI em 30/05/16 - Carga Horária - Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva Redes Neurais Artificiais Mestrando: Lucas Nicolau Email: lucasfnicolau@gmail.com Professor: Juan Moises Villanueva Sumário 1. Sistemas Inteligentes 2. Introdução as Redes Neurais Artificias Neurônio Biológico

Leia mais

Disciplinas isoladas para o 1º semestre de 2017

Disciplinas isoladas para o 1º semestre de 2017 Curso: Engenharia de Telecomunicações Disciplinas isoladas para o 1º semestre de 017 Período Sigla P5 EE 01 Disciplina Circuitos Elétricos II créditos Pré e có-requisitos NB 003 - Cálculo III (PRÉ) EE

Leia mais

BIBLIOGRAFIA: TIJUNELIS, Pedro. Solid Edge. Campus Indianópolis-SP: Unip, 2010.

BIBLIOGRAFIA: TIJUNELIS, Pedro. Solid Edge. Campus Indianópolis-SP: Unip, 2010. CRONOGRAMA DE ATIVIDADE SEMESTRAL Aplicado em: 1º/2011 Curso: ENGENHARIA MECRATRÔNICA Disciplina: Computação Aplicada à Modelagem de Sólidos Carga horária: 2h/semana Semestres a ser aplicada: 8º e 9º A

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS - 2016.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: CÁLCULO I DISCIPLINA: FÍSICA I Estudo do centro de Massa e Momento Linear. Estudo da Rotação. Estudo de Rolamento, Torque

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de TIDD

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de TIDD Disciplina: 2854 - Sistemas Inteligentes e Ambientes Virtuais Turma A Área de Concentração: Processos Cognitivos e Ambientes Digitais Linha de Pesquisa: Inteligência Coletiva e Ambientes Interativos Professor:

Leia mais

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.)

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.) As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. obrigatórias Semestre Cálculo I 6 Elementos de Gestão Ambiental 2 Física I 6 1 Geometria Analítica 4 Introdução

Leia mais

GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE SISTEMAS 1 SEMESTRE DE º PERÍODO 2º PERÍODO

GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE SISTEMAS 1 SEMESTRE DE º PERÍODO 2º PERÍODO GRADE HORÁRA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARA DE SSTEMAS 1 SEMESTRE DE 2015 1º PERÍODO Horário 2 a. Feira 3 a. Feira 4 a. Feira 5 a. Feira 6 a. Feira UN035 - ntrodução a Engenharia de Sistemas MAT038

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. 1º Período

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. 1º Período MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º Período Código Disciplina CHT 1 CHP 2 CH Total Pré-requisitos Dados I 40 40 80 - Cálculo I 80-80 - Fundamentos da Computação 40-40 - Fundamentos

Leia mais

1º Período 2º Período 3º Período 4º Período 5º Período 6º Período 7º Período 8º Período 9º Período 10º Período

1º Período 2º Período 3º Período 4º Período 5º Período 6º Período 7º Período 8º Período 9º Período 10º Período Proposta de nova matriz de 2014 1º Período 2º Período 3º Período 4º Período 5º Período 6º Período 7º Período 8º Período 9º Período 10º Período 1 Arquitetura e 2 Cálculo Diferencial Cálculo Diferencial

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO E TELECOMUNICAÇÕES

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO E TELECOMUNICAÇÕES FCT - SALA SALA 01 ITEC -B Segunda Terça Quarta Quinta Sexta 07:30 09:10 Física I Programação Física I Programação 09:20 11:00 Cálculo I/ TC01022 Redes Móveis JASMINE Cálculo I/ TC01022 Redes Móveis JASMINE

Leia mais

Sistemas de Controle 2

Sistemas de Controle 2 Pontifícia Universidade Católica de Goiás Escola de Engenharia Sistemas de Controle 2 Prof. Dr. Marcos Lajovic Carneiro Sistemas de Controle 2 Prof. Dr. Marcos Lajovic Carneiro Planejamento da disciplina

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL CEARÁ - IFCE CAMPUS AVANÇADO DE ARACATI CURSO: BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROGRAMA DE UNIDADE DIDÁTICA PUD.

INSTITUTO FEDERAL CEARÁ - IFCE CAMPUS AVANÇADO DE ARACATI CURSO: BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROGRAMA DE UNIDADE DIDÁTICA PUD. PROGRAMA DE UNIDADE DIDÁTICA PUD DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Código: Carga Horária: 40h Número de Créditos: 2 Código pré-requisito: Semestre: Nível: EMENTA S1 Bacharelado PARTE A: 1) Introdução

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES Situação Legal: Reconhecido Integralização: Mínimo 5 anos / Máximo 8 anos Carga Horária: 2.820h (188 créditos)

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N.

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Prérequisitos 01 Introdução à informática 04 60 02 Matemática instrumental

Leia mais

Fundamentos de sistemas de informação. Plano de ensino

Fundamentos de sistemas de informação. Plano de ensino Fundamentos de sistemas de informação Plano de ensino 1 Ementa Conceitos básicos de sistemas de informação e tecnologia de informação; Componentes de um sistema de informação (SI); Recursos de um SI; As

Leia mais

DISCIPLINAS DOS CERTIFICADOS DE ESTUDOS ESPECIAIS

DISCIPLINAS DOS CERTIFICADOS DE ESTUDOS ESPECIAIS Relação das disciplinas necessárias para obtenção de certificado de estudos especiais em: Controle e automação; Engenharia automobilística; Engenharia biomédica; Engenharia de estruturas; Engenharia de

Leia mais

Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO

Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO Tipos de Problemas 1. Dada uma variedade de alimentos, escolher uma dieta de menor custo que atenda as necessidades nutricionais de um indivíduo?

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO BACHARELADO

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO BACHARELADO FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 / Fone:

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Departamento de Engenharia - Universidade Federal de Lavras

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Departamento de Engenharia - Universidade Federal de Lavras Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Histórico Início 2007 com foco em modelagem biológica (Engenharias IV Capes) e característica multidisciplinar com professores da área de

Leia mais

LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO

LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO Engenharia de Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Apresentação Conteúdo Programático Referência bibliográfica Avaliações Dados pessoais Rosalvo Ferreira de Oliveira

Leia mais

FORMULÁRIO 2 : MATRIZ CURRICULAR CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA ATIVIDADES ACADÊMICAS INTEGRANTES DO CURSO

FORMULÁRIO 2 : MATRIZ CURRICULAR CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA ATIVIDADES ACADÊMICAS INTEGRANTES DO CURSO 1º 2º 3º 4º 5º DCC003 ALGORITMOS E ESTRUTURA DE DADOS I M DIS 4 60 60 0 OB OB OB OB OB OB EEE001 INTRODUÇÃO À ENGENHARIA ELÉTRICA M DIS 1 15 15 0 OB OB OB OB OB OB EEEnn1 INTRODUÇÃO AO PROJETO DE ENGENHARIA

Leia mais

A Matemática como Serviço a Ciência da Computação. Prof. Dr. Carlos Eduardo de Barros Paes Coordenador do Curso de Ciência da Computação

A Matemática como Serviço a Ciência da Computação. Prof. Dr. Carlos Eduardo de Barros Paes Coordenador do Curso de Ciência da Computação A Matemática como Serviço a Ciência da Computação Prof. Dr. Carlos Eduardo de Barros Paes Coordenador do Curso de Ciência da Computação A Matemática e Ciência da Computação A Matemática faz parte do DNA

Leia mais

OBJETIVOS. Aplicar técnicas de inteligência artificial na solução de problemas de controle e automação. EMENTA

OBJETIVOS. Aplicar técnicas de inteligência artificial na solução de problemas de controle e automação. EMENTA Curso: ENGENHARIA ELÉTRICA Unidade Curricular: INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL Professor(es): HANS ROLF KULITZ Período Letivo: OPTATIVA Carga Horária: 30 h TEÓRICAS E 30 h PRÁTICA OBJETIVOS Geral: Aplicar técnicas

Leia mais

1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 1º SEMESTRE

1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 1º SEMESTRE 1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 1º SEMESTRE 07:30 09:10 Física I Programação Física I Programação Lab. de Programação C Lab. de

Leia mais

6. QUADRIMESTRE IDEAL 7. NÍVEL Graduação 8. Nº. MÁXIMO DE ALUNOS POR TURMA TEORIA: 60 LABORATÓRIO: 30

6. QUADRIMESTRE IDEAL 7. NÍVEL Graduação 8. Nº. MÁXIMO DE ALUNOS POR TURMA TEORIA: 60 LABORATÓRIO: 30 Universidade Federal do ABC Rua Santa Adélia, 166 - Bairro Bangu - Santo André - SP - Brasil CEP 09.210-170 - Telefone/Fax: +55 11 4996-3166 1. CÓDIGO E NOME DA DISCIPLINA MC5001 - SISTEMAS MULTIAGENTES

Leia mais

1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA TARDE - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 2º SEMESTRE

1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA TARDE - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 2º SEMESTRE 1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA TARDE - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 2º SEMESTRE 14:50 16:30 Física I Programação Física I Programação Lab. de Programação C Lab. de

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Álgebra Linear 02 0 02 40 Cálculo Diferencial e Integral I 04 0 04 80 Cálculo Vetorial e Geometria

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. COORDENADOR Alcione de Paiva Oliveira

Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. COORDENADOR Alcione de Paiva Oliveira 82 Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO COORDENADOR Alcione de Paiva Oliveira alcione@dpi.ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 83 Bacharelado ATUAÇÃO A Ciência da Computação caracteriza-se

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica PLANO DE ENSINO

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica PLANO DE ENSINO Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Teoria de Controle II PLANO DE ENSINO Código CEL039 Carga horária

Leia mais

1ª ETAPA - TURMA D e K

1ª ETAPA - TURMA D e K CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PF 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PF 3 ÉTICA E CIDADANIA I PF 3 FÍSICA GERAL I PF 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PF 3 FÍSICA EXPERIMENTAL I COMPUTAÇÃO, ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

Leia mais

1ª ETAPA - TURMA D e K

1ª ETAPA - TURMA D e K CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PAIE 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PAIE 3 ÉTICA E CIDADANIA I PAIE 3 FÍSICA GERAL I PAIE 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PAIE 3 FÍSICA EXPERIMENTAL I PAIE 3 COMPUTAÇÃO, ALGORITMOS

Leia mais

Curso: ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Curriculo: 0003-B DISCIPLINAS EM OFERTA 1º Semestre de NOT

Curso: ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Curriculo: 0003-B DISCIPLINAS EM OFERTA 1º Semestre de NOT GR02149 GR02152 GR02161 GR02173 GR02177 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Algoritmos Computacionais 72.00 Débora Meyhofer Ferreira Cálculo Fundamental 72.00 Elisabeth Conceição Sena Gonçalves Física Fundamental

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: Análise Estruturada de Sistemas C.H. Teórica: 40 PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Período Letivo: Série: Periodo: 2 sem/2013 2ª Série

Leia mais

Tabela de Pré-Requisitos. Interdisciplinar 36 Não há

Tabela de Pré-Requisitos. Interdisciplinar 36 Não há Nome da UC Categoria CH Total Pré-Requisitos Álgebra Linear Eletiva 72 Geometria Analítica Álgebra Linear Computacional Eletiva 72 Cálculo Numérico Álgebra Linear II Eletiva 72 Álgebra Linear Algoritmos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DISCIPLINA: Linguagens de Programação CÓDIGO: 2ECOM.031 Data de Elaboração: Janeiro/2012 Carga Horária: Total: 30 h/a; Semanal: 02 aulas; Créditos: 02 Modalidade: Prática Classificação do Conteúdo pelas

Leia mais

ANEXO: ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DA UFCG

ANEXO: ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DA UFCG ANEXO: ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DA UFCG I. CONTEÚDOS BÁSICOS (Carga horária de 1740 horas) 1.1 - FORMAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA (Carga horária: 1425 horas) 1.1.1 - MATEMÁTICA

Leia mais

INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL

INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL Rafael D. Ribeiro, M.Sc. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br A Inteligência Computacional (IC), denominada originalmente de Inteligência Artificial (IA), é uma das ciências

Leia mais

1. Currículo do Curso 1.1. Ementas e Bibliografias. Carga horária: 30 horas. Carga horária: 30 horas. Módulo 1: Metodologia do Trabalho

1. Currículo do Curso 1.1. Ementas e Bibliografias. Carga horária: 30 horas. Carga horária: 30 horas. Módulo 1: Metodologia do Trabalho 1. Currículo do Curso 1.1. Ementas e Bibliografias Módulo 1: Metodologia do Trabalho Científico 1. Fundamentos científicos 2. Método científico e aplicação 3. Normas de redação de texto científico 4. Análise

Leia mais

1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2014/ ENTRADA 1º SEMESTRE

1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2014/ ENTRADA 1º SEMESTRE 1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2014/ ENTRADA 1º SEMESTRE 07:30 09:10 Eletrônica Digital D (aula) / Eletrônica Digital (apena SIGAA) Programação

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Curso EngE.INT - Engenharia de Energia. Ênfase. Disciplina B161S - Introdução à Ciência da Computação I

Plano de Ensino. Identificação. Curso EngE.INT - Engenharia de Energia. Ênfase. Disciplina B161S - Introdução à Ciência da Computação I Plano de Ensino Curso EngE.INT - Engenharia de Energia Ênfase Identificação Disciplina B161S - Introdução à Ciência da Computação I Docente(s) Ricardo Luiz Barros de Freitas Unidade Câmpus Experimental

Leia mais

CCL: CONTROLE CLÁSSICO. Profa. Mariana Cavalca

CCL: CONTROLE CLÁSSICO. Profa. Mariana Cavalca CCL: CONTROLE CLÁSSICO Profa. Mariana Cavalca Currículo Resumido Curso Técnico em Eletro-Eletrônica ETEP (São José dos Campos - SP) Iniciação científica (estatística) Estágio Empresa ITA júnior: microcontroladores.

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia de Produção. Ênfase. Disciplina EM1 - Cálculo Numérico Computacional

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia de Produção. Ênfase. Disciplina EM1 - Cálculo Numérico Computacional Curso 4402 - Engenharia de Produção Ênfase Identificação Disciplina 0002029EM1 - Cálculo Numérico Computacional Docente(s) Adriana Cristina Cherri Nicola Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento

Leia mais

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR 495 Arquitetura de Redes TCP/IP 3 3 Ao final da disciplina o estudante será capaz de: - Reconhecer e compreender os principais conceitos e aplicações em TCP/IP - Compreender os fundamentos da interconexão

Leia mais

SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO BOLETIM OFICIAL NÚMERO ESPECIAL SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO B. O.

Leia mais

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Disciplina a matrícula e a rematrícula dos cursos de Engenharia da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior da

Leia mais

Inteligência Artificial. Conceitos Gerais

Inteligência Artificial. Conceitos Gerais Inteligência Artificial Conceitos Gerais Inteligência Artificial - IA IA é um campo de estudo multidisciplinar e interdisciplinar, que se apóia no conhecimento e evolução de outras áreas do conhecimento.

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo

Universidade Federal do Espírito Santo Curso: Nível: Grau Conferido: Turno: Tipo: Modalidade: Funcionamento: Engenharia de Petroleo - Sao Mateus Ensino Superior Engenheiro de Petróleo Diurno Curso Bacharelado Em atividade Documento de Autorização:

Leia mais

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL Engenharia da Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Dados pessoais Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Dr. em ciência da computação (UFPE) rosalvo.oliveira@univasf.edu.br

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA

CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA Currículo Novo 200901 Reconhecido pela Portaria Ministerial Nº 1.193, de 08/04/2005 Duração: 3.720 h - 248 créditos, acrescidas de 120 horas de atividades complementares

Leia mais

Catalogo de requisitos - Processo Seletivo

Catalogo de requisitos - Processo Seletivo Catalogo de requisitos - Processo Seletivo 006-01-2016 HABILITAÇÃO COMPONENTE TITULAÇÃO Informática Redes de Comunicação de Dados Administração de Sistemas de Informação Análise de Sistemas Análise de

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÀS Pro- Reitoria de Graduação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÀS Pro- Reitoria de Graduação PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÀS Pro- Reitoria de Graduação PLANO DE ENSINO DISCIPLINA Equações Diferenciais CÓDIGO MAF-2010-C01 PROFESSOR CRISTIAN PATRICIO NOVOA BUSTOS CURSO Engenharia PERÍODO CRÉDITO

Leia mais

CONDIÇÕES DE OFERTA PARA CADASTRO DO CURSO PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE ACADÊMICO Nome do curso Ciência da Computação Condições de Oferta do Curso

CONDIÇÕES DE OFERTA PARA CADASTRO DO CURSO PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE ACADÊMICO Nome do curso Ciência da Computação Condições de Oferta do Curso CONEP UFSJ Parecer N o 066/2009 Aprovado em 02/12/2009 ANEXO A: ORIENTAÇÕES PARA OFERTA E CADASTRO DO CURSO CONDIÇÕES DE OFERTA PARA CADASTRO DO CURSO PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE ACADÊMICO Nome do curso

Leia mais

1º PERÍODO Carga horária Teórica Prática Total

1º PERÍODO Carga horária Teórica Prática Total MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ESTRUTURA CURRICULAR 2008/1

Leia mais

Metodologia de Projeto em Engenharia Mecânica AULA 1 APRESENTAÇÃO. Prof. André Ogliari UFSC/EMC/NEDIP

Metodologia de Projeto em Engenharia Mecânica AULA 1 APRESENTAÇÃO. Prof. André Ogliari UFSC/EMC/NEDIP Metodologia de Projeto em Engenharia Mecânica 2015.2 AULA 1 APRESENTAÇÃO Prof. André Ogliari UFSC/EMC/NEDIP Conteúdo Plano de ensino Exemplos de projetos Apresentação da disciplina 2 PLANO DE ENSINO Identificação:

Leia mais

Listagem de UC por curso

Listagem de UC por curso Listagem de UC por curso Semestre * 2015-16 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Direito Administrativo Contabilidade Financeira Introdução aos Estudos das Organizações Fundamentos

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia de Produção. Ênfase. Disciplina DP1 - Cálculo Diferencial e Integral I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia de Produção. Ênfase. Disciplina DP1 - Cálculo Diferencial e Integral I Curso 4402 - Engenharia de Produção Ênfase Identificação Disciplina 0002000DP1 - Cálculo Diferencial e Integral I Docente(s) Valter Locci Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Matemática

Leia mais

Sistemas de Informação e Decisão. Douglas Farias Cordeiro

Sistemas de Informação e Decisão. Douglas Farias Cordeiro Sistemas de Informação e Decisão Douglas Farias Cordeiro Decisão Tomamos decisões a todo momento! O que é uma decisão? Uma decisão consiste na escolha de um modo de agir, entre diversas alternativas possíveis,

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. 1º Fase

CURRÍCULO DO CURSO. 1º Fase Objetivo: Titulação: Diplomado em: Engenheiro de Controle e Automação Engenharia, áreas Elétrica e Mecânica, habilitação Controle e Automação Período de Conclusão do Curso: Carga Horária Obrigatória: Mínimo:

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO CÁLCULO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE FÍSICA DISCIPLINA: REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DISCIPLINA:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO. Semestre letivo. 1. Identificação Código

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO. Semestre letivo. 1. Identificação Código MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Engenharia da Informação 1640066 1.2

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 099/2016

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 099/2016 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 099/2016 Altera o Currículo do Curso de Engenharia de Controle e Automação, regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MEC- 481/2012,

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36 TEÓRICA 18

Pré-requisito Coreq Disciplina EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36 TEÓRICA 18 1 de 5 Nível:BACHARELADO Início: 20081 01 - - EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008 EMC102 - Filosofia - Ativa desde: Natureza - OBRIGATÓRIA EMC103 - Física: Cinemática e Dinâmica - Ativa

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso de Graduação em Engenharia Mecânica

PLANO DE ENSINO. Curso de Graduação em Engenharia Mecânica PLANO DE ENSINO 1. CURSO Curso de Graduação em Engenharia Mecânica 2. DISCIPLINA / COMPONENTE CURRICULAR NOME: Engenharia e Sustentabilidade CARGA HORÁRIA: 40h MÓDULO OU FASE: 1 ANO / SEMESTRE: 2016/1

Leia mais

Centro de Educação Superior do Oeste - CEO. CURSO: Engenharia de Alimentos ANO/SEMESTRE: 2012/01 DISCIPLINA: Ciências Ambientais FASE: 5 a

Centro de Educação Superior do Oeste - CEO. CURSO: Engenharia de Alimentos ANO/SEMESTRE: 2012/01 DISCIPLINA: Ciências Ambientais FASE: 5 a CURSO: Engenharia de Alimentos ANO/SEMESTRE: 2012/01 DISCIPLINA: Ciências Ambientais FASE: 5 a CARGA HORÁRIA: 36HA TURNO: Vespertino PROFESSOR (A): Neudi José Bordignon CRÉDITOS: 02 PLANO DE ENSINO 1 HORÁRIO

Leia mais

Portfolio de Cursos a Distância

Portfolio de Cursos a Distância Portfolio de Cursos a Distância Iniciação Profissional - Competência Transversal: 13 cursos Consumo Consciente de Energia - 14h Desenho Arquitetônico - 14 h Educação Ambiental - 14h Empreendedorismo -

Leia mais

Apresentação da disciplina Inteligência Artificial Análise e Desenvolvimento de Sistemas INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PROFESSOR FLÁVIO MURILO

Apresentação da disciplina Inteligência Artificial Análise e Desenvolvimento de Sistemas INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PROFESSOR FLÁVIO MURILO Apresentação da disciplina Inteligência Artificial Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1 Inteligência Artificial Informações Gerais Curso: Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Ano letivo: 2016.2

Leia mais

Sobre os organizadores

Sobre os organizadores Sobre os organizadores Robson Pequeno de Sousa Carolina Cavalcanti Bezerra Eliane de Moura Silva Filomema Maria Gonçalves da Silva Moita (orgs.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros SOUSA, RP.,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n Dois Irmãos 52171-900 Recife-PE Fone: 0xx-81-332060-40 proreitor@preg.ufrpe.br PLANO DE ENSINO

Leia mais

Inteligência Artificial. Josiane M. Pinheiro Ferreira Maio/2009

Inteligência Artificial. Josiane M. Pinheiro Ferreira Maio/2009 Inteligência Artificial Josiane M. Pinheiro Ferreira Maio/2009 Inteligência Artificial (IA) Estuda e tenta construir entidades inteligentes Durante milhares de anos procuramos entender como pensamos: Como

Leia mais

PEA 2509 Laboratório de Automação de Sistemas Elétricos

PEA 2509 Laboratório de Automação de Sistemas Elétricos 1 Introdução Sejam bem vindos à disciplina PEA 2509 Laboratório de Automação de Sistemas Elétricos. O curso é organizado em dois módulos, sendo o primeiro a respeito de Sistemas de Automação de Subestações

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul DEPARTAMENTO: Engenharia Elétrica CURSO: Engenharia Elétrica DISCIPLINA: Sistemas Digitais CÓDIGO: EEL 7020 CRÉDITOS: 04 (02 Teoria e 02 Prática) CARGA HORÁRIA: 72 horas-aula REQUISITOS: OFERTA: Pré-requisito:

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação (Currículo 3 aprovado pelo CDI em 23/12/15) - Carga Horária Carga Horária Núcleo Básico 1.260h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

Projecto e Desenvolvimento de Programas

Projecto e Desenvolvimento de Programas Projecto e Desenvolvimento de Programas Projecto de programas Metodologia de desenvolvimento Construção de algoritmos Instituto Superior Técnico, Dep. de Engenharia Mecânica - ACCAII Programa de Computador

Leia mais

Licenciatura em Informática

Licenciatura em Informática Licenciatura em Informática Unidade Curricular Programação I Programming I Objetivos -Técnicas Fundamentais de Programação; -A linguagem C e C++: fundamentos; -Aplicações em linguagem C; -Aplicações em

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:28:06 Curso : CIÊNCIAS

Leia mais

Inteligência Artificial. Prof. Ilaim Costa Jr.

Inteligência Artificial. Prof. Ilaim Costa Jr. Inteligência Artificial Prof. Ilaim Costa Jr. 4) Ciência da Computação 4) Ciência da Computação Exemplos de Aplicação da IA Matemática: demonstração

Leia mais

Curso de Graduação em Engenharia, Habilitação em Engenharia Elétrica... Estrutura Curricular:

Curso de Graduação em Engenharia, Habilitação em Engenharia Elétrica... Estrutura Curricular: Curso de Graduação em Engenharia, Habilitação em Engenharia... Estrutura Curricular: Curso: 3 ENGENHARIA ELÉTRICA Currículo: 4 Ênfase: Eletrotécnica Resolução UNESP 33, de 24/6/1988 (ingressantes a partir

Leia mais

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA Inteligência Artificial Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA Projeto de Redes Neurais Projeto de Redes Neurais Baseado apenas em dados Exemplos para treinar uma rede devem ser compostos por

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Produção

Currículo do Curso de Engenharia de Produção Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Curso de Engenharia de da UFV visa preparar profissionais que, integrando equipes interdisciplinares e articulando fatores de diferentes naturezas

Leia mais

ANÁLISE QUANTITATIVA DE UM PÊNDULO INVERTIDO CONTROLADO POR PID E LÓGICA FUZZY

ANÁLISE QUANTITATIVA DE UM PÊNDULO INVERTIDO CONTROLADO POR PID E LÓGICA FUZZY ANÁLISE QUANTITATIVA DE UM PÊNDULO INVERTIDO CONTROLADO POR PID E LÓGICA FUZZY Adryano Fernandes Resende 1, Jackson Gonçalves Ernesto 2, Fábio Augusto Gentilin³ 1,2 Acadêmicos do Curso de Engenharia de

Leia mais

Multi-Layer. Perceptron. Sumário. Aplicações de Redes Neurais. Previsão de Séries Temporais. Aplicações de Previsão

Multi-Layer. Perceptron. Sumário. Aplicações de Redes Neurais. Previsão de Séries Temporais. Aplicações de Previsão Aplicações de Redes Neurais Multi-Layer Perceptron Previsão de Séries Temporais Inferência da Qualidade de Produtos de Destilação (Soft Sensors) Classificação de Imagens Determinação da Carga Limite em

Leia mais

ATA Nº 12 REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO LOCAL DE ENSINO DO CAMPUS ALEGRETE Às quinze horas e trinta e cinco minutos do dia dez de dezembro de dois

ATA Nº 12 REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO LOCAL DE ENSINO DO CAMPUS ALEGRETE Às quinze horas e trinta e cinco minutos do dia dez de dezembro de dois 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 ATA Nº 12 REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO LOCAL DE ENSINO DO CAMPUS

Leia mais

Rede Nacional dos Institutos SENAI de Inovação

Rede Nacional dos Institutos SENAI de Inovação Rede Nacional dos Institutos SENAI de Inovação Como Ação Estruturante do Programa SENAI de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira SENAI Departamento Nacional São Paulo, 15 de Março de 2015 Agenda

Leia mais

AULA 1 - INTRODUÇÃO. Prof. Marcio Kimpara

AULA 1 - INTRODUÇÃO. Prof. Marcio Kimpara COMANDOS INDUSTRIAIS AULA 1 - INTRODUÇÃO Prof. Marcio Kimpara UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul FAENG Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia Prof. Marcio Kimpara

Leia mais

MEEC. Mestrado em Eng. Electrotécnica e de Computadores. Índice. MEEC Edição 2008/09 Instituto Superior de Engenharia do Porto

MEEC. Mestrado em Eng. Electrotécnica e de Computadores. Índice. MEEC Edição 2008/09 Instituto Superior de Engenharia do Porto Mestrado em Eng. Electrotécnica e de Computadores O Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores destina-se a complementar a formação de profissionais habilitados com o grau de Licenciado, fornecendo

Leia mais

Controlador de Lógica Nebulosa para implementação em robôs inteligentes utilizando Arduino

Controlador de Lógica Nebulosa para implementação em robôs inteligentes utilizando Arduino Controlador de Lógica Nebulosa para implementação em robôs inteligentes utilizando Arduino Mário Alberto Cecchi Raduan [UFRJ/PIBIC - Ago. 2011 a Jul. 2012] Orientador: Adriano Joaquim de Oliveira Cruz,

Leia mais

P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DISCIPLINA

P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DISCIPLINA Código PSI501 Denominação MODELAGEM MATEMÁTICA E SIMULAÇÃO

Leia mais

Redes Neurais: MLP. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação

Redes Neurais: MLP. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Redes Neurais: MLP DCA0121 Inteligência Artificial Aplicada Heitor Medeiros 1 Tópicos Redes diretas de múltiplas

Leia mais

Sumário. 3. Ergonomia. 2. Engenharia da Qualidade 16/03/2011 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL

Sumário. 3. Ergonomia. 2. Engenharia da Qualidade 16/03/2011 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL Sumário PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL Prof. Amauri Cruz Espírito Santo Prof. Rafael Lipinski Paes Prof. Alejandro Martins Prof. Wolmer Brod Peres Campos de atuação

Leia mais

Conceitos e Tecnologias

Conceitos e Tecnologias Conceitos e Tecnologias Processos Inteligentes Digital Twins Dados Analíticos Internet das coisas Customização Sistemas Ciber-Físicos Eficiência Máquina / Máquina O caminho até a Manufatura Avançada Primeira

Leia mais

Plano de Ensino de Disciplina Ciência da Computação 2º / 2016

Plano de Ensino de Disciplina Ciência da Computação 2º / 2016 Plano de Ensino de Disciplina Ciência da Computação 2º / 2016 Disciplina: Computação Gráfica e Processamento de Imagens Código: 016031 Série: 8 0 Semestre Carga Horária Semanal: 04 aulas Carga Horária

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Componente Curricular: DP0377-EMPREENDEDORISMO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre Letivo 2016 02 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS ESTRUTURAIS

Leia mais

Sistemas Lineares e Invariantes: Tempo Contínuo e Tempo Discreto

Sistemas Lineares e Invariantes: Tempo Contínuo e Tempo Discreto Universidade Federal da Paraíba Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Sistemas Lineares e Invariantes: Tempo Contínuo e Tempo Discreto Prof. Juan Moises Mauricio Villanueva jmauricio@cear.ufpb.br

Leia mais

Planejamento da Disciplina Controle e Servomecanismos I

Planejamento da Disciplina Controle e Servomecanismos I Planejamento da Disciplina Controle e Servomecanismos I Professor José Paulo Vilela Soares da Cunha 12 de abril de 2013 Identificação UERJ Faculdade de Engenharia Departamento de Eletrônica e Telecomunicações

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 36-36 Direito 36-36 Cálculo Diferencial e Integral I 72-72 Fundamentos da Administração

Leia mais

Universidade Fernando Pessoa 11 de março de 2016 Porto

Universidade Fernando Pessoa 11 de março de 2016 Porto Autor: Raúl C. Morgado Doutorando Orientador: Luís B. Gouveia Professor Associado Universidade Fernando Pessoa 11 de março de 2016 Porto Introdução Cibersegurança Inteligência Artificial Inteligência Artificial

Leia mais

INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL EM AMBIENTES DE PROCESSAMENTO PARALELO. Lamartine N. F. Guimarães.

INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL EM AMBIENTES DE PROCESSAMENTO PARALELO. Lamartine N. F. Guimarães. INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL EM AMBIENTES DE PROCESSAMENTO PARALELO Lamartine N. F. Guimarães. Roteiro Inteligência Computacional: Problemas. Os BEOWULFS do IEAv. Possibilidades de Paralelismo. Redes neurais:

Leia mais