Automação Inteligente

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Automação Inteligente"

Transcrição

1 Curso de Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal da Paraíba Período Automação Inteligente Prof. Juan Moises Mauricio Villanueva

2 Informações da Disciplina Ementa Redes neurais artificiais. Inteligência artificial. Lógica fuzzy. Programação evolucionária. Pré-Requisitos Controle I Teoria de Controle 2

3 Informações da Disciplina Horários Créditos Segunda e Quarta 14:00 15:50 Local: Laboratório do LAC 04 créditos 3

4 Metodologia de Avaliação Projetos - Laboratórios P1 Projeto de Controladores usando Lógica Fuzzy P2 Projeto de Controladores usando Redes Neurais P3 - Identificação de Sistemas/Otimização usando Estratégias Evolutivas e Algoritmos Genéticos NotaFinal P1 P2 P3 3 Os projetos serão desenvolvidos usando a ferramenta de software MATLAB/Simulink, Sistemas de Aquisição de Dados, Microcontroladores e Plantas Montadas no Laboratórios 4

5 Bibliografia [1] M.G. Simões e I.S. Shaw, Controle e Modelagem Fuzzy, Editora Blucher, [2] Chin-Teng Lin and C.S. George Lee, Neural Fuzzy Systems: A Neuro-Fuzzy Synergism to inteligente Systems, Prentice Hall, [3] S. Ablameyko, L. Goras, M. Gori, V. Piuri, Neural Networks for Instrumentation, Measurement, and Related Industrial Applications, NATO Science Series, [4] A.A. Hopgood, Intelligent Systems for Engineers and Scientists, CRC Press LLC, [5] Z. Michalewicz, Genetic Algorithms + Data Structures = Evolution Programs, Springer, [6] Artigos científicos IEEE, Elsevier, Scielo. 5

6 Cronograma de Atividades Calendário P1 Projeto de Controladores usando Lógica Fuzzy Segunda Quarta Atividades Inicio 18/01 Introdução a Disciplina S1 23/01 25/01 Teoria e Conjuntos Fuzzy S2 30/01 01/02 Sistema de Inferência Fuzzy S3 06/02 08/02 Projeto de Controladores Fuzzy Toolbox Matlab Fuzzy S4 13/02 15/02 Inicio do Projeto P1 Modelagem e Simulação da planta em MATLAB S5 20/02 22/02 Desenvolvimento do Projeto Montagem da Planta, uc, Matlab, DAQ S6 27/02 01/03 - S7 06/03 08/03 Desenvolvimento do Projeto Montagem da Planta, uc, Matlab, DAQ S8 13/03 15/03 P1 - Avaliação Lógica Fuzzy 6

7 Cronograma de Atividades Calendário P2 Projeto de Controladores usando Redes Neurais Segunda Quarta S9 20/03 22/03 Introdução a Redes Neurais Artificiais S10 27/03 29/03 Modelos de Neurônios Artificiais e Pré-processamento de dados S11 03/04 05/04 Algoritmos de Aprendizagem Backpropagation Toolbox Matlab Neural S12 10/04 12/04 Inicio do Projeto P2 S13 17/04 19/04 Desenvolvimento S14 24/04 26/04 Avaliação P2 7

8 Cronograma de Atividades Calendário P3 - Identificação de Sistemas/Otimização usando Estratégias Evolutivas e Algoritmos Genéticos Segunda Quarta S15 01/05 03/05 Algoritmos Genéticos e Estratégias Evolutivas S16 08/05 10/05 Codificação Binário/Real; Operadores Genéticos, Função de Fitness S17 15/05 17/05 Inicio do Projeto P3 S18 22/05 24/05 Desenvolvimento S19 29/05 31/05 Avaliação P3 S20 05/06 Término do Período Letivo S21 12/06 Exames Finais e Médias Finais 8

9 Inteligência Artificial no Mercado de Trabalho Hoje, cerca de 900 companhias atuam no setor de IA no mundo, segundo a empresa de pesquisa Venture Scanner. https://www.venturescanner.com/ Gigantes da tecnologia como Google, Facebook, Microsoft e Amazon dedicam cada vez mais investimentos à área. Segundo a CB Insights, os investimentos em startups do setor de IA cresceram 588% em cinco anos, atingindo US$ 310 milhões no ano passado. Fonte: Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios 9

10 10

11 11

12 12

13 CESAR (Recife) SOBRE O CESAR O CESAR é um centro privado de inovação que cria produtos, serviços e empresas com Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). A instituição desenvolve soluções em todo o processo de geração de inovação em e com TICs - desde o desenvolvimento da ideia, passando pela concepção e prototipação, até a execução de projetos para empresas dos mais diversos setores, como: telecomunicações, eletroeletrônicos, defesa, automação comercial, financeiro, logística, energia, saúde e agronegócio. Fonte: 13

Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações. Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva

Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações. Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva jmauricio@cear.ufpb.br Conteúdo Introdução Inteligência Artificial (IA) Algoritmos Genéticos Aplicações de Algoritmos

Leia mais

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva Redes Neurais Artificiais Mestrando: Lucas Nicolau Email: lucasfnicolau@gmail.com Professor: Juan Moises Villanueva Sumário 1. Sistemas Inteligentes 2. Introdução as Redes Neurais Artificias Neurônio Biológico

Leia mais

Disciplinas isoladas para o 1º semestre de 2017

Disciplinas isoladas para o 1º semestre de 2017 Curso: Engenharia de Telecomunicações Disciplinas isoladas para o 1º semestre de 017 Período Sigla P5 EE 01 Disciplina Circuitos Elétricos II créditos Pré e có-requisitos NB 003 - Cálculo III (PRÉ) EE

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Apresentação da Disciplina Aula #1.1 EBS 564 IA Prof. Luiz Fernando S. Coletta luizfsc@tupa.unesp.br Campus de Tupã Roteiro Objetivos da disciplina; Conteúdo; Metodologia de ensino; Bibliografia; Critérios

Leia mais

BIBLIOGRAFIA: TIJUNELIS, Pedro. Solid Edge. Campus Indianópolis-SP: Unip, 2010.

BIBLIOGRAFIA: TIJUNELIS, Pedro. Solid Edge. Campus Indianópolis-SP: Unip, 2010. CRONOGRAMA DE ATIVIDADE SEMESTRAL Aplicado em: 1º/2011 Curso: ENGENHARIA MECRATRÔNICA Disciplina: Computação Aplicada à Modelagem de Sólidos Carga horária: 2h/semana Semestres a ser aplicada: 8º e 9º A

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Currículo 6 Aprovado pelo CDI em 30/05/16 - Carga Horária - Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO CÁLCULO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE FÍSICA DISCIPLINA: REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ENGENHARIA

Leia mais

INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO Engenharia de Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Apresentação Conteúdo Programático Referência bibliográfica Avaliações Dados pessoais Rosalvo

Leia mais

Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO

Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO Tipos de Problemas 1. Dada uma variedade de alimentos, escolher uma dieta de menor custo que atenda as necessidades nutricionais de um indivíduo?

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS - 2016.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: CÁLCULO I DISCIPLINA: FÍSICA I Estudo do centro de Massa e Momento Linear. Estudo da Rotação. Estudo de Rolamento, Torque

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de TIDD

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de TIDD Disciplina: 2854 - Sistemas Inteligentes e Ambientes Virtuais Turma A Área de Concentração: Processos Cognitivos e Ambientes Digitais Linha de Pesquisa: Inteligência Coletiva e Ambientes Interativos Professor:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 05/07/2017 Currículo de Cursos Hora: 17:30:22

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 05/07/2017 Currículo de Cursos Hora: 17:30:22 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 05/07/2017 Currículo de Cursos Hora: 17:30:22 Curso: Nível: Grau Conferido: Turno: Tipo: Modalidade: Funcionamento: Documento de Autorização: Engenharia da

Leia mais

GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE SISTEMAS 1 SEMESTRE DE º PERÍODO 2º PERÍODO

GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE SISTEMAS 1 SEMESTRE DE º PERÍODO 2º PERÍODO GRADE HORÁRA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARA DE SSTEMAS 1 SEMESTRE DE 2015 1º PERÍODO Horário 2 a. Feira 3 a. Feira 4 a. Feira 5 a. Feira 6 a. Feira UN035 - ntrodução a Engenharia de Sistemas MAT038

Leia mais

RECONHECIMENTO DE GÊNERO ATRAVÉS DA VOZ

RECONHECIMENTO DE GÊNERO ATRAVÉS DA VOZ RECONHECIMENTO DE GÊNERO ATRAVÉS DA VOZ Marcela Ribeiro Carvalho marcela@enecar.com.br IFG/Câmpus Goiânia Hipólito Barbosa Machado Filho hipolito.barbosa@ifg.edu.br IFG/Câmpus Goiânia Programa Institucional

Leia mais

Sistemas de Controle 2

Sistemas de Controle 2 Pontifícia Universidade Católica de Goiás Escola de Engenharia Sistemas de Controle 2 Prof. Dr. Marcos Lajovic Carneiro Sistemas de Controle 2 Prof. Dr. Marcos Lajovic Carneiro Planejamento da disciplina

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO MECATRÔNICA ENG3502 SISTEMAS DE CONTROLE II

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO MECATRÔNICA ENG3502 SISTEMAS DE CONTROLE II PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO MECATRÔNICA ENG3502 SISTEMAS DE CONTROLE II PROF. MARCOS LAJOVIC CARNEIRO - 2017/1 Turma A01/1 PLANO

Leia mais

OBJETIVOS. Aplicar técnicas de inteligência artificial na solução de problemas de controle e automação. EMENTA

OBJETIVOS. Aplicar técnicas de inteligência artificial na solução de problemas de controle e automação. EMENTA Curso: ENGENHARIA ELÉTRICA Unidade Curricular: INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL Professor(es): HANS ROLF KULITZ Período Letivo: OPTATIVA Carga Horária: 30 h TEÓRICAS E 30 h PRÁTICA OBJETIVOS Geral: Aplicar técnicas

Leia mais

INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL

INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL Rafael D. Ribeiro, M.Sc. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br A Inteligência Computacional (IC), denominada originalmente de Inteligência Artificial (IA), é uma das ciências

Leia mais

Disciplinas Eletivas do Curso de Sistemas de Informação

Disciplinas Eletivas do Curso de Sistemas de Informação SISTEMA DE COMPUTAÇÃO MAT143 Introdução a Teoria dos Números 60h - 3 o DCC122 Circuitos Digitais 60h - 3 o DCC001 Análise e Projeto de Algoritmos 60h MAT143,DCC013,DCC107 6 o DCC063 Linguagens Formais

Leia mais

Técnicas de Inteligência Artificial. Sistemas de Informação UNISUL Aran Bey Tcholakian Morales, Dr. Eng. (Apostila 1)

Técnicas de Inteligência Artificial. Sistemas de Informação UNISUL Aran Bey Tcholakian Morales, Dr. Eng. (Apostila 1) Técnicas de Inteligência Artificial Sistemas de Informação UNISUL Aran Bey Tcholakian Morales, Dr. Eng. (Apostila 1) 4 6 7 8 12 13 14 15 16 Inteligência Artificial 20 Inteligência Artificial 21 Inteligência

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO E TELECOMUNICAÇÕES

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO E TELECOMUNICAÇÕES FCT - SALA SALA 01 ITEC -B Segunda Terça Quarta Quinta Sexta 07:30 09:10 Física I Programação Física I Programação 09:20 11:00 Cálculo I/ TC01022 Redes Móveis JASMINE Cálculo I/ TC01022 Redes Móveis JASMINE

Leia mais

Universidade de São Paulo

Universidade de São Paulo 91011 e 91010 2º Período RFM0006 Fisiologia Humana 5950106 Cálculo Diferencial e Integral I RFM0006 Fisiologia Humana RCG1026 Introdução à Epidemiologia (2ª até 16ª semanas letivas) RFM0009 Genética Humana

Leia mais

LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO

LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO LÓGICA PARA COMPUTAÇÃO Engenharia de Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Apresentação Conteúdo Programático Referência bibliográfica Avaliações Dados pessoais Rosalvo Ferreira de Oliveira

Leia mais

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR 495 Arquitetura de Redes TCP/IP 3 3 Ao final da disciplina o estudante será capaz de: - Reconhecer e compreender os principais conceitos e aplicações em TCP/IP - Compreender os fundamentos da interconexão

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. 1º Período

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. 1º Período MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º Período Código Disciplina CHT 1 CHP 2 CH Total Pré-requisitos Dados I 40 40 80 - Cálculo I 80-80 - Fundamentos da Computação 40-40 - Fundamentos

Leia mais

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.)

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.) As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. obrigatórias Semestre Cálculo I 6 Elementos de Gestão Ambiental 2 Física I 6 1 Geometria Analítica 4 Introdução

Leia mais

GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE SISTEMAS 2 SEMESTRE DE º PERÍODO 2º PERÍODO

GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE SISTEMAS 2 SEMESTRE DE º PERÍODO 2º PERÍODO GRADE HORÁRA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARA DE SSTEMAS 2 SEMESTRE DE 2014 1º PERÍODO Horário 2 a. Feira 3 a. Feira 4 a. Feira 5 a. Feira 6 a. Feira UN035 - ntrodução a Engenharia de Sistemas MAT038

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL CEARÁ - IFCE CAMPUS AVANÇADO DE ARACATI CURSO: BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROGRAMA DE UNIDADE DIDÁTICA PUD.

INSTITUTO FEDERAL CEARÁ - IFCE CAMPUS AVANÇADO DE ARACATI CURSO: BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROGRAMA DE UNIDADE DIDÁTICA PUD. PROGRAMA DE UNIDADE DIDÁTICA PUD DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Código: Carga Horária: 40h Número de Créditos: 2 Código pré-requisito: Semestre: Nível: EMENTA S1 Bacharelado PARTE A: 1) Introdução

Leia mais

Relação de Pré-Requisitos

Relação de Pré-Requisitos Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF Centro de Gestão do Conhecimento Organizacional - CGCO Sistema Integrado de Gestão Acadêmica - SIGA CDARA - COORDENADORIA DE ASSUNTOS E REGISTROS ACADÊMICOS

Leia mais

A Matemática como Serviço a Ciência da Computação. Prof. Dr. Carlos Eduardo de Barros Paes Coordenador do Curso de Ciência da Computação

A Matemática como Serviço a Ciência da Computação. Prof. Dr. Carlos Eduardo de Barros Paes Coordenador do Curso de Ciência da Computação A Matemática como Serviço a Ciência da Computação Prof. Dr. Carlos Eduardo de Barros Paes Coordenador do Curso de Ciência da Computação A Matemática e Ciência da Computação A Matemática faz parte do DNA

Leia mais

1. Currículo do Curso 1.1. Ementas e Bibliografias. Carga horária: 30 horas. Carga horária: 30 horas. Módulo 1: Metodologia do Trabalho

1. Currículo do Curso 1.1. Ementas e Bibliografias. Carga horária: 30 horas. Carga horária: 30 horas. Módulo 1: Metodologia do Trabalho 1. Currículo do Curso 1.1. Ementas e Bibliografias Módulo 1: Metodologia do Trabalho Científico 1. Fundamentos científicos 2. Método científico e aplicação 3. Normas de redação de texto científico 4. Análise

Leia mais

Fundamentos de sistemas de informação. Plano de ensino

Fundamentos de sistemas de informação. Plano de ensino Fundamentos de sistemas de informação Plano de ensino 1 Ementa Conceitos básicos de sistemas de informação e tecnologia de informação; Componentes de um sistema de informação (SI); Recursos de um SI; As

Leia mais

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva Redes Neurais Artificiais Mestrando: Lucas Nicolau Email: lucasfnicolau@gmail.com Professor: Juan Moises Villanueva Rede Neural Direta Arquitetura com múltiplas camadas com fluxo de informação apenas em

Leia mais

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia 40 Informática 40 Matemática 80 Produção de Textos 40 2º Bimestre Cálculo I 80 Física I 80 Inglês 20 Metodologia

Leia mais

6. QUADRIMESTRE IDEAL 7. NÍVEL Graduação 8. Nº. MÁXIMO DE ALUNOS POR TURMA TEORIA: 60 LABORATÓRIO: 30

6. QUADRIMESTRE IDEAL 7. NÍVEL Graduação 8. Nº. MÁXIMO DE ALUNOS POR TURMA TEORIA: 60 LABORATÓRIO: 30 Universidade Federal do ABC Rua Santa Adélia, 166 - Bairro Bangu - Santo André - SP - Brasil CEP 09.210-170 - Telefone/Fax: +55 11 4996-3166 1. CÓDIGO E NOME DA DISCIPLINA MC5001 - SISTEMAS MULTIAGENTES

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N.

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Prérequisitos 01 Introdução à informática 04 60 02 Matemática instrumental

Leia mais

1º Período 2º Período 3º Período 4º Período 5º Período 6º Período 7º Período 8º Período 9º Período 10º Período

1º Período 2º Período 3º Período 4º Período 5º Período 6º Período 7º Período 8º Período 9º Período 10º Período Proposta de nova matriz de 2014 1º Período 2º Período 3º Período 4º Período 5º Período 6º Período 7º Período 8º Período 9º Período 10º Período 1 Arquitetura e 2 Cálculo Diferencial Cálculo Diferencial

Leia mais

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva Redes eurais Artificiais Mestrando: Lucas icolau Email: lucasfnicolau@gmail.com Professor: Juan Moises Villanueva Sumário 1. Redes Adaline e Madaline 2. Redes eurais Diretas 3. Funções de Ativação Discreta

Leia mais

Tabela de Pré-Requisitos. Interdisciplinar 36 Não há

Tabela de Pré-Requisitos. Interdisciplinar 36 Não há Nome da UC Categoria CH Total Pré-Requisitos Álgebra Linear Eletiva 72 Geometria Analítica Álgebra Linear Computacional Eletiva 72 Cálculo Numérico Álgebra Linear II Eletiva 72 Álgebra Linear Algoritmos

Leia mais

Redes Neurais Artificiais (RNA) Definições. Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva

Redes Neurais Artificiais (RNA) Definições. Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva Redes Neurais Artificiais (RNA) Definições Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva jmauricio@cear.ufpb.br 1 Conteúdo 1. 2. 3. 4. 5. 6. Introdução Modelos básicos e regras de aprendizagem Rede neural de retro

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Álgebra Linear 02 0 02 40 Cálculo Diferencial e Integral I 04 0 04 80 Cálculo Vetorial e Geometria

Leia mais

Inteligência Artificial. Conceitos Gerais

Inteligência Artificial. Conceitos Gerais Inteligência Artificial Conceitos Gerais Inteligência Artificial - IA IA é um campo de estudo multidisciplinar e interdisciplinar, que se apóia no conhecimento e evolução de outras áreas do conhecimento.

Leia mais

Ementário das disciplinas do curso de Engenharia da Computação. - Núcleo Básico -

Ementário das disciplinas do curso de Engenharia da Computação. - Núcleo Básico - Ementário das disciplinas do curso de Engenharia da Computação Currículo 6 Criado pelo CDI em 30/05/2016 - Núcleo Básico - NB 019 - Cálculo I CH Teórica 160 CH Prática 00 CH Total 160 cr 8 Funções. Limites.

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA 1- BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 36-36 Cálculo Diferencial e Integral I 72-72 Informática

Leia mais

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL Figura: Capa do Livro Russell, S., Norvig, P. Artificial Intelligence A Modern Approach, Pearson, 2009. Universidade Federal de Campina Grande Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação Curso de Pós-Graduação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DISCIPLINA: Linguagens de Programação CÓDIGO: 2ECOM.031 Data de Elaboração: Janeiro/2012 Carga Horária: Total: 30 h/a; Semanal: 02 aulas; Créditos: 02 Modalidade: Prática Classificação do Conteúdo pelas

Leia mais

ANÁLISE QUANTITATIVA DE UM PÊNDULO INVERTIDO CONTROLADO POR PID E LÓGICA FUZZY

ANÁLISE QUANTITATIVA DE UM PÊNDULO INVERTIDO CONTROLADO POR PID E LÓGICA FUZZY ANÁLISE QUANTITATIVA DE UM PÊNDULO INVERTIDO CONTROLADO POR PID E LÓGICA FUZZY Adryano Fernandes Resende 1, Jackson Gonçalves Ernesto 2, Fábio Augusto Gentilin³ 1,2 Acadêmicos do Curso de Engenharia de

Leia mais

Sistemas de Informação e Decisão. Douglas Farias Cordeiro

Sistemas de Informação e Decisão. Douglas Farias Cordeiro Sistemas de Informação e Decisão Douglas Farias Cordeiro Decisão Tomamos decisões a todo momento! O que é uma decisão? Uma decisão consiste na escolha de um modo de agir, entre diversas alternativas possíveis,

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Departamento de Engenharia - Universidade Federal de Lavras

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Departamento de Engenharia - Universidade Federal de Lavras Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Histórico Início 2007 com foco em modelagem biológica (Engenharias IV Capes) e característica multidisciplinar com professores da área de

Leia mais

SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO BOLETIM OFICIAL NÚMERO ESPECIAL SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO B. O.

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. 1º Período

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. 1º Período FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 / Fone:

Leia mais

P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DISCIPLINA

P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DISCIPLINA Código PSI501 Denominação MODELAGEM MATEMÁTICA E SIMULAÇÃO

Leia mais

Apresentação da disciplina Inteligência Artificial Análise e Desenvolvimento de Sistemas INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PROFESSOR FLÁVIO MURILO

Apresentação da disciplina Inteligência Artificial Análise e Desenvolvimento de Sistemas INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PROFESSOR FLÁVIO MURILO Apresentação da disciplina Inteligência Artificial Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1 Inteligência Artificial Informações Gerais Curso: Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Ano letivo: 2016.2

Leia mais

Listagem de UC por curso

Listagem de UC por curso Listagem de UC por curso Semestre * 2015-16 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Direito Administrativo Contabilidade Financeira Introdução aos Estudos das Organizações Fundamentos

Leia mais

Natureza - OBRIGTEÓRICA

Natureza - OBRIGTEÓRICA 1 de 5 01 CON101 - Algorítmos e Programação - Ativa desde: CON102 - Cálculo I - Ativa desde: 16/11/2007 CON103 - Comunicação e Produção Técnico-Científica - Ativa desde: 16/11/2007 CON104 - Expressão Gráfica

Leia mais

DISCIPLINAS DOS CERTIFICADOS DE ESTUDOS ESPECIAIS

DISCIPLINAS DOS CERTIFICADOS DE ESTUDOS ESPECIAIS Relação das disciplinas necessárias para obtenção de certificado de estudos especiais em: Controle e automação; Engenharia automobilística; Engenharia biomédica; Engenharia de estruturas; Engenharia de

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Departamento de Engenharia - Universidade Federal de Lavras

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Departamento de Engenharia - Universidade Federal de Lavras Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Área de Concentração: Engenharia de Sistemas e Automação (Engenharias IV) As atividades de pesquisa na área de concentração em Engenharia

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul DEPARTAMENTO: Engenharia Elétrica CURSO: Engenharia Elétrica DISCIPLINA: Sistemas Digitais CÓDIGO: EEL 7020 CRÉDITOS: 04 (02 Teoria e 02 Prática) CARGA HORÁRIA: 72 horas-aula REQUISITOS: OFERTA: Pré-requisito:

Leia mais

Sistema de Inferência Fuzzy. Prof. Juan Mauricio Villanueva

Sistema de Inferência Fuzzy. Prof. Juan Mauricio Villanueva Sistema de Inferência Fuzzy Prof. Juan Mauricio Villanueva jmauricio@cear.ufpb.br http://app.cear.ufpb.br/~juan/ 1 Introdução Lógica Fuzzy É uma ferramenta que permite capturar informações imprecisas,

Leia mais

GERAÇÃO DO CONJUNTO DE REGRAS DE INFERÊNCIA PARA UM CONTROLADOR NEBULOSO USANDO ALGORITMOS GENÉTICOS

GERAÇÃO DO CONJUNTO DE REGRAS DE INFERÊNCIA PARA UM CONTROLADOR NEBULOSO USANDO ALGORITMOS GENÉTICOS o. SBAI Simpósio Brasileiro de Automação Inteligente, São Paulo, SP, 8- de Setembro de 999 GERAÇÃO DO CONJUNTO DE REGRAS DE INFERÊNCIA PARA UM CONTROLADOR NEBULOSO USANDO ALGORITMOS GENÉTICOS Yván J. Túpac,

Leia mais

APLICAÇÃO DE TESTES UTILIZANDO LÓGICA CLÁSSICA NA PROGRAMAÇÃO DE PLATAFORMA ROBÓTICA MÓVEL

APLICAÇÃO DE TESTES UTILIZANDO LÓGICA CLÁSSICA NA PROGRAMAÇÃO DE PLATAFORMA ROBÓTICA MÓVEL APLICAÇÃO DE TESTES UTILIZANDO LÓGICA CLÁSSICA NA PROGRAMAÇÃO DE PLATAFORMA ROBÓTICA MÓVEL Thomas Massaru Okuyama[PIBIC] 1, Márcio Mendonça[Orientador] 2, Keriton Lopes [Colaborador] 3 1 Programa Institucional

Leia mais

FORMULÁRIO 2 : MATRIZ CURRICULAR CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA ATIVIDADES ACADÊMICAS INTEGRANTES DO CURSO

FORMULÁRIO 2 : MATRIZ CURRICULAR CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA ATIVIDADES ACADÊMICAS INTEGRANTES DO CURSO 1º 2º 3º 4º 5º DCC003 ALGORITMOS E ESTRUTURA DE DADOS I M DIS 4 60 60 0 OB OB OB OB OB OB EEE001 INTRODUÇÃO À ENGENHARIA ELÉTRICA M DIS 1 15 15 0 OB OB OB OB OB OB EEEnn1 INTRODUÇÃO AO PROJETO DE ENGENHARIA

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal de Campina Grande Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação Processamento

Leia mais

UFBA PLANO DE ENSINO ENGC54 - LABORATÓRIO INTEGRADO VI Prof. Aurino Almeida Filho Prof. Tito Luís Maia Santos

UFBA PLANO DE ENSINO ENGC54 - LABORATÓRIO INTEGRADO VI Prof. Aurino Almeida Filho Prof. Tito Luís Maia Santos UFBA PLANO DE ENSINO ENGC54 - LABORATÓRIO INTEGRADO VI Prof. Aurino Almeida Filho Prof. Tito Luís Maia Santos 2016.2 UNIDADE: ESCOLA POLITÉCNICA DEPARTAMENTO: ENGENHARIA ELÉTRICA CÓDIGO: ENGC54 MODALIDADE:

Leia mais

Horários Segunda Terça Quarta Quinta

Horários Segunda Terça Quarta Quinta Curso: 655 ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO [Campus Araranguá] Fase: 1ª ARA7101-01655A (ARA - ARA301) ARA7101-01655A (ARA - ARA301) ARA7101-01655A (ARA - ARA301) ARA7101-01655A (ARA - ARA301) ARA7110-01655A (ARA

Leia mais

Full Development System para Windows. Código SW. MARCA: National Instruments.

Full Development System para Windows. Código SW. MARCA: National Instruments. Softwares SOFTWARE MULTISIM Full Development System para Windows. Código 779821-35SW. MARCA: National Instruments. SOFTWARE COREL DRAW X7 Software profissional de design gráfico Corel DRAW Graphics Suite

Leia mais

Otimização com Algoritmos Genéticos no MATLAB. Prof. Rafael Saraiva Campos CEFET-RJ

Otimização com Algoritmos Genéticos no MATLAB. Prof. Rafael Saraiva Campos CEFET-RJ Otimização com Algoritmos Genéticos no MATLAB Prof. Rafael Saraiva Campos CEFET-RJ Conteúdo do Mini-Curso PARTE 1 Teoria PARTE 2 Prática Conteúdo do Mini-Curso PARTE 1 Teoria 1.1. Conceitos Básicos de

Leia mais

Controlador de Lógica Nebulosa para implementação em robôs inteligentes utilizando Arduino

Controlador de Lógica Nebulosa para implementação em robôs inteligentes utilizando Arduino Controlador de Lógica Nebulosa para implementação em robôs inteligentes utilizando Arduino Mário Alberto Cecchi Raduan [UFRJ/PIBIC - Ago. 2011 a Jul. 2012] Orientador: Adriano Joaquim de Oliveira Cruz,

Leia mais

REDES DE SENSORES PARA A MONITORAÇÃO E ALERTA DE CHUVAS BASEADO NO ALGORITMO DE FUSÃO DE DADOS FUZZY RESUMO

REDES DE SENSORES PARA A MONITORAÇÃO E ALERTA DE CHUVAS BASEADO NO ALGORITMO DE FUSÃO DE DADOS FUZZY RESUMO REDES DE SENSORES PARA A MONITORAÇÃO E ALERTA DE CHUVAS BASEADO NO ALGORITMO DE FUSÃO DE DADOS FUZZY BRASIL,Joabe GUIMARÃES, Auritonio NOGUEIRA, Elder VILLANUEVA 4, Juan Moises Mauricio Centro de Energias

Leia mais

Introdução às Redes Neurais Artificiais

Introdução às Redes Neurais Artificiais Introdução às Redes Neurais Artificiais Introdução Prof. João Marcos Meirelles da Silva http://www.professores.uff.br/jmarcos Departamento de Engenharia de Telecomunicações Escola de Engenharia Universidade

Leia mais

Comunicado MMC 030/2010 Belo Horizonte, 30 de novembro de 2010 OFERTA DE DISCIPLI AS PARA O 1º SEMESTRE DE 2011

Comunicado MMC 030/2010 Belo Horizonte, 30 de novembro de 2010 OFERTA DE DISCIPLI AS PARA O 1º SEMESTRE DE 2011 Comunicado MMC 030/2010 Belo Horizonte, 30 de novembro de 2010 OFERTA DE DISCIPLI AS PARA O 1º SEMESTRE DE 2011 º DISCIPLI A TIPO CH CR DOCE TE DIA HORÁRIO 1. Álgebra Linear OB 45 3 Fausto de Camargo Júnior

Leia mais

Redes Neurais: MLP. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação

Redes Neurais: MLP. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Redes Neurais: MLP DCA0121 Inteligência Artificial Aplicada Heitor Medeiros 1 Tópicos Redes diretas de múltiplas

Leia mais

Redes Neurais e Sistemas Fuzzy

Redes Neurais e Sistemas Fuzzy 1. Inteligência Computacional Redes Neurais e Sistemas Fuzzy Apresentação da disciplina Conceitos básicos A chamada Inteligência Computacional (IC) reúne uma série de abordagens e técnicas que tentam modelar

Leia mais

Universidade Fernando Pessoa 11 de março de 2016 Porto

Universidade Fernando Pessoa 11 de março de 2016 Porto Autor: Raúl C. Morgado Doutorando Orientador: Luís B. Gouveia Professor Associado Universidade Fernando Pessoa 11 de março de 2016 Porto Introdução Cibersegurança Inteligência Artificial Inteligência Artificial

Leia mais

FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO PROCESSO DE MEDIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UTILIZANDO INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL RESUMO

FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO PROCESSO DE MEDIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UTILIZANDO INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL RESUMO 31 FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO PROCESSO DE MEDIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UTILIZANDO INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL RESUMO Marco Antônio Silva Pereira 1 Este artigo aborda assuntos relacionados aos problemas encontrados

Leia mais

PLANO DE ENSINO CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

PLANO DE ENSINO CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL PLANO DE ENSINO CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Componente Curricular: Sistemas Digitais e Projeto Integrador I Carga Horária: 97h Período Letivo:

Leia mais

Indústria 4.0 A nova fronteira da competitividade

Indústria 4.0 A nova fronteira da competitividade Indústria 4.0 A nova fronteira da competitividade João Emilio Gonçalves Gerente Executivo - Unidade de Política Industrial Diretoria de Desenvolvimento Industrial - DDI CNI - Confederação Nacional da Indústria

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL E SISTEMAS DE CONTROLE - MECATRÔNICA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL E SISTEMAS DE CONTROLE - MECATRÔNICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL E SISTEMAS DE CONTROLE - MECATRÔNICA Motivação O setor industrial experimentou nas últimas duas décadas um extraordinário avanço devido ao aumento

Leia mais

Protótipo de um Simulador de um Aspirador de Pó, Utilizando Algoritmo de Busca e Agentes Inteligentes, em Ambientes com Barreiras

Protótipo de um Simulador de um Aspirador de Pó, Utilizando Algoritmo de Busca e Agentes Inteligentes, em Ambientes com Barreiras Protótipo de um Simulador de um Aspirador de Pó, Utilizando Algoritmo de Busca e Agentes Inteligentes, em Ambientes com Barreiras Jussara Vieira Ramos ROTEIRO Objetivo Introdução: I.A. X Robótica Agentes

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES Situação Legal: Reconhecido Integralização: Mínimo 5 anos / Máximo 8 anos Carga Horária: 2.820h (188 créditos)

Leia mais

Inteligência Artificial. Aula 1 Prof. Nayat Sánchez Pi

Inteligência Artificial. Aula 1 Prof. Nayat Sánchez Pi Inteligência Artificial Aula 1 Prof. Nayat Sánchez Pi Curso: Inteligência Artificial Página web: http://nayatsanchezpi.com Material: Livro texto: Inteligência Artiicial, Russell & Norvig, Editora Campus.

Leia mais

Iniciação Científica no INATEL

Iniciação Científica no INATEL Iniciação Científica no INATEL 2016 / 1º. Semestre Profa. Rosanna Coordenadora do Programa de IC Inatel rosannas@inatel.br ic@inatel.br Objetivo O que é Iniciação Científica? Quais são as oportunidades

Leia mais

Prof. Aleksander S. Paterno. Disciplina de Processamento digital de sinais SALA E05 Quintas-feiras 8:20-10:20

Prof. Aleksander S. Paterno. Disciplina de Processamento digital de sinais SALA E05 Quintas-feiras 8:20-10:20 Prof. Aleksander S. Paterno Disciplina de Processamento digital de sinais SALA E05 Quintas-feiras 8:20-10:20 PDS-- Salas E05-Graduação 1oSem.2016 Resumo da aula Informações do professor Motivação para

Leia mais

Redes Neurais MLP: Exemplos e Características

Redes Neurais MLP: Exemplos e Características Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Redes Neurais MLP: Exemplos e Características DCA0121 Inteligência Artificial Aplicada Heitor Medeiros 1

Leia mais

APLICAÇÃO DE ALGORITMOS BIO-INSPIRADOS EM CONTROLE ÓTIMO

APLICAÇÃO DE ALGORITMOS BIO-INSPIRADOS EM CONTROLE ÓTIMO APLICAÇÃO DE ALGORITMOS BIO-INSPIRADOS EM CONTROLE ÓTIMO Profa. Mariana Cavalca Baseado em: Material didático do Prof. Dr. Carlos Henrique V. Moraes da UNIFEI Curso de verão da Profa. Gisele L. Pappa Material

Leia mais

UM MODELO NEURAL PARA A PREVISÃO DA DEMANDA DE ENERGIA ELÉTRICA NA CIDADE DE FRANCA

UM MODELO NEURAL PARA A PREVISÃO DA DEMANDA DE ENERGIA ELÉTRICA NA CIDADE DE FRANCA UM MODELO NEURAL PARA A PREVISÃO DA DEMANDA DE ENERGIA ELÉTRICA NA CIDADE DE FRANCA SOUZA, REGIANE MÁXIMO YOSHINO, RUI TADASHI HANISC,H, WERNER SIEGFRIED ETO, REGINA FUMIE Palavras-chaves: Artificial Neural

Leia mais

Licenciatura em Informática

Licenciatura em Informática Licenciatura em Informática Unidade Curricular Programação I Programming I Objetivos -Técnicas Fundamentais de Programação; -A linguagem C e C++: fundamentos; -Aplicações em linguagem C; -Aplicações em

Leia mais

ATA Nº 12 REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO LOCAL DE ENSINO DO CAMPUS ALEGRETE Às quinze horas e trinta e cinco minutos do dia dez de dezembro de dois

ATA Nº 12 REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO LOCAL DE ENSINO DO CAMPUS ALEGRETE Às quinze horas e trinta e cinco minutos do dia dez de dezembro de dois 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 ATA Nº 12 REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO LOCAL DE ENSINO DO CAMPUS

Leia mais

1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 1º SEMESTRE

1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 1º SEMESTRE 1) HORÁRIO DAS DISCIPLINAS - TURNO DA MANHÃ - 1º BLOCO DE DISCIPLINAS NOVO PPC - CALOUROS DE 2016/ ENTRADA 1º SEMESTRE 07:30 09:10 Física I Programação Física I Programação Lab. de Programação C Lab. de

Leia mais

Introdução às Redes Neurais Artificiais

Introdução às Redes Neurais Artificiais Introdução às Redes Neurais Artificiais Mapas Auto-Organizáveis Prof. João Marcos Meirelles da Silva http://www.professores.uff.br/jmarcos Departamento de Engenharia de Telecomunicações Escola de Engenharia

Leia mais

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 2 Introdução a I.A.

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 2 Introdução a I.A. Inteligência Artificial Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 2 Introdução a I.A. 1 Ciências do Artificial Ciências naturais objetivo: analisar e descrever a natureza (observação) mostrar que a complexidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 02 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Programação Computacional para a Física

Leia mais

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica www.abinee.org.br Associação de Classe de âmbito nacional Entidade sem fins lucrativos Fundada em setembro de 1963 Cerca de 600 associadas (em 1.500

Leia mais

Inteligência Artificial. Prof. Ilaim Costa Jr.

Inteligência Artificial. Prof. Ilaim Costa Jr. Inteligência Artificial Prof. Ilaim Costa Jr. 4) Ciência da Computação 4) Ciência da Computação Exemplos de Aplicação da IA Matemática: demonstração

Leia mais

O Futuro da Indústria e a Empregabilidade em Engenharia

O Futuro da Indústria e a Empregabilidade em Engenharia 27 de setembro de 2016 XLIV Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia - COBENGE O Futuro da Indústria e a Empregabilidade em Engenharia Zil Miranda Diretoria de Inovação-CNI Mudança de paradigma:

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: Análise Estruturada de Sistemas C.H. Teórica: 40 PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Período Letivo: Série: Periodo: 2 sem/2013 2ª Série

Leia mais

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Disciplina a matrícula e a rematrícula dos cursos de Engenharia da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2017 02 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Programação Computacional para a Física

Leia mais

Inteligência Computacional Redes Neurais 2003/2

Inteligência Computacional Redes Neurais 2003/2 Universidade Federal do Rio de Janeiro Departamento de Ciência da Computação Inteligência Computacional Redes Neurais 2003/2 Antonio Carlos Gay Thomé - 3268 thome@nce.ufrj.br www.equipe.nce.ufrj.br/thome

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica PLANO DE ENSINO

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica PLANO DE ENSINO Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Teoria de Controle II PLANO DE ENSINO Código CEL039 Carga horária

Leia mais