Pedro Paulo Freitas da Silva

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pedro Paulo Freitas da Silva 17.709-12"

Transcrição

1 EMPRESA BRASILEIRA DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO NORTE- SRNO FOLHA 01/09 TÍTULO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE QUINZE (15) ESTAÇÕES DE RETRABALHO COMPLETAS PARA ELETRÔNICA, PARA OS AEROPORTOS VINCULADOS À SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO NORTE-SRNO, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇO. CÓDIGO: TR 08/2012 Data: 05/04/2012 AUTOR MATRÍCULA RUBRICA Pedro Paulo Freitas da Silva VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA Alex Yokoyama Takashi APROVADOR MATRÍCULA RUBRICA Sérgio Brandão Peralta REV MODIFICAÇÕES DATA RESPONSÁVEL MATRÍCULA RUBRICA

2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO ESCOPO DOS EQUIPAMENTOS A SEREM FORNECIDOS CONTROLE TECNOLÓGICO ENSAIOS E INSPEÇÃO EM FÁBRICA GARANTIA DE QUALIDADE NORMAS E RECOMENDAÇÕES DO RECEBIMENTO E ACEITAÇÃO / PAGAMENTO DOS MATERIAIS ENTREGUES DAS PENALIDADES PRAZO DE ENTREGA

3 Empresa Brasileira de Infra Estrutura Aeroportuária SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO NORTE- SRNO 1. OBJETIVO DO TERMO: TERMO DE REFERÊNCIA Este termo de referência define as condições gerais para aquisição de 15 (quinze) estações de retrabalho completas para componentes eletrônicos SMD, para os aeroportos vinculados à superintendência regional do Norte- SRNO, objeto de licitação pública, sendo fundamental para a correta avaliação quanto à incidência das despesas indiretas nos preços dos equipamentos. 1.2 REFERÊNCIAS Este Termo de Referência é associado aos seguintes documentos: 1.3 GLOSSÁRIO Planilha Padrão de Estimativa de Preços; Despacho Nº 180/MNNO/2012; São usadas neste documento as seguintes convenções e abreviaturas: CONTRATANTE - Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (INFRAERO), empresa pública da União, adquirente dos equipamentos objeto da licitação; CONTRATADA - Pessoa jurídica contratada para o fornecimento dos equipamentos objeto da licitação; 2. ESCOPO DOS EQUIPAMENTOS A SEREM FORNECIDOS: A CONTRATADA deverá fornecer os EQUIPAMENTOS com as seguintes características: ESTAÇÃO DE RETRABALHO Equipamento para retrabalho em eletrônica com soldagem, dessoldagem, ar quente e vácuo, indicado para uso em produção industrial, engenharia e laboratórios de retrabalho, sendo capaz de realizar trabalhos, também, com componentes SMD (dispositivos de montagem superficial). Este equipamento deve usar temperatura e controle de volume de ar quente e 3

4 bocais conectáveis a ponteira de ar quente, para soldar e dessoldar o maior numero de componentes eletrônicos dual in line e quad pack. Deve vir equipado com controle digital, fornecimento de ar integral e os bocais de ar quente com placas aquecíveis integradas, para aquecer o corpo dos componentes eletrônicos a serem trabalhados. Todos os acessórios que devem acompanhar o material a ser fornecido com cada estação de trabalho, e as especificações técnicas dos equipamentos estão detalhadas abaixo. i) ESTAÇÃO DE RETRABALHO: Voltagem de Entrada: 220V ou Bivolt (127V/220V) 60Hz; Potência: 700W; Faixa de temperatura: 50ºC a 550ºC; Precisão de controle temperatura: +/- 25ºC; Vácuo: bar; Ponteira de ar quente com possibilidade de adaptação de diversos tipos de bocais para trabalhos com grande variedade de componentes; Fluxo de ar quente variável com capacidade máxima de até 50l/min; Display tipo LCD para apresentação das variáveis; Memória interna para armazenamento de até 10 perfis de operação; Teclado para seleção das funções de operação e led s de indicação; Fornecimento de ar quente e vácuo integrados ao equipamento; Classe de proteção 1; Interface RS232 para conexão com o PC ou dispositivo de préaquecimento; Soquete para conexão de controle de pedal ou manual; ii) SUPORTE PARA PLACAS DE CIRCUITO ELETRÔNICO: Deve fixar a placa de circuito sob reparo permitindo posicionamento nos eixos X e Y ; Para placas de dimensões até 310 mm x 320 mm; 4

5 Para placas simples ou impressas em ambos os lados; Suporte giratório para montagem da ponteira de ar quente da estação de retrabalho incorporado, permitindo que a ponteira seja aproximada ou afastada, no sentido vertical, do componente eletrônico a ser trabalhado; Função de desligamento de segurança do fluxo de ar quente quando a ponteira é movimentada para o lado; Espaço para encaixe do pré-aquecedor de componentes eletrônicos sob a placa de circuito eletrônico; iii) BOCAIS DE AR QUENTE: Para componentes eletrônicos circulares, 01(uma) unidade de cada por estação de trabalho: Ø1,7 mm x 4,5º; Ø2,5 mm; Ø4 mm; Ø7 mm; 2 x Ø2,5 mm x 9,5 mm; Para componentes eletrônicos do tipo dual in line, 01(uma) unidade de cada por estação de trabalho: 10,7 x 10,7 mm; 14,0 x 10,0 mm; 19,0 x 12,0 mm; 21,5 x 14,8 mm; Para componentes eletrônicos do tipo quad pack, 01(uma) unidade de cada por estação de trabalho 10,7 x 10,7 mm; 14,8 x 10,8 mm; 14,5 x 10,0 mm; 15,5 x 13,0 mm; 18,0 x 18,0 mm; 5

6 17,5 x 23,5 mm; 20,5 x 20,5 mm; 24,0 x 12,0 mm; 26,0 x 26,0 mm; 31,3 x 31,3 mm; 36,0 x 36,0 mm; 43,0 x 43,0 mm; iv) PRÉ-AQUECEDOR DE PLACAS DE CIRCUITO ELETRÔNICO: Ferramenta para ser adaptada ao suporte de placas e ligada à estação de retrabalho, provendo aquecimento auxiliar as placas eletrônicas sob trabalho, reduzindo a exigência de calor das ponteiras de ar quente e minimizando o risco de danos térmicos as placas de circuitos. ACESSÓRIOS Software para monitoramento e registro de dados no PC; Cabo de comunicação PC - equipamento; Bocais de ar quente; Acionador de pedal de 2 (dois) estágios; Aquecedor de placas de circuito eletrônico com cabo de conexão à estação de retrabalho; Grampo para placas; Suporte para placas superdimensionadas; Grampo para placas com formato irregular; Ferramenta para remoção dos bocais de ar quente; Suporte para bocais de ar quente; Manual de operação; 6

7 3. CONTROLE TECNOLÓGICO Todos os ensaios, testes e provas a que devam ser submetidos os equipamentos a serem fornecidos, quer no campo, quer em laboratório, serão realizados pela CONTRATADA, às suas expensas. A padronização dos equipamentos deve obedecer às normas brasileiras e, na falta dessas e a critério da CONTRATANTE, serão adotadas outras normas. 4. ENSAIOS E INSPEÇÃO EM FÁBRICA Todos os exames e ensaios de rotina nos materiais nas fábricas deverão correr por conta da CONTRATADA. Os ensaios executados em outras instituições, quando comprovadamente necessários, correrão por conta da CONTRATADA. A CONTRATANTE poderá rejeitar quaisquer equipamentos, ou seus componentes, que não satisfaçam as especificações. A CONTRATADA deverá fornecer à CONTRATANTE, quando do Teste de Recebimento em Fábrica, um relatório completo de todos os ensaios realizados durante a fabricação dos produtos. Os testes de recebimento dos componentes deverão atender as exigências das especificações e Normas. Quando aprovados pela CONTRATANTE, estarão os materiais liberados para embarque no local de origem. As despesas decorrentes da rejeição de equipamentos, ou de seus componentes, pela CONTRATANTE, correrão inteiramente por conta da CONTRATADA, a qual será responsável pelos atrasos daí decorrentes. 5. GARANTIA DE QUALIDADE A CONTRATADA deverá garantir que as ferramentas serão de primeira qualidade, conduzindo a um ótimo resultado, acabamento e aparência, sendo as tolerâncias, ajustes e métodos de fabricação compatíveis com as melhores práticas modernas aplicáveis a cada caso. Será de inteira responsabilidade da CONTRATADA, qualquer dano que ocorrer com qualquer parte do equipamento (riscos, amassados, subtração de peças ou acessórios etc.) durante o transporte do mesmo. A CONTRATADA deverá garantir que serão prontamente reparados e substituídos, à sua própria custa, todos os equipamentos ou componentes de sistemas que acusarem defeitos ou quaisquer anormalidades no funcionamento, durante o período de garantia. 7

8 Os serviços, materiais e transportes necessários à correção de defeitos apresentados pelos serviços, equipamentos e componentes de sistemas fornecidos, dentro do prazo de garantia, correrão por conta da CONTRATADA. Todos os equipamentos e componentes adquiridos perante a CONTRATADA ou suas subcontratadas terão, obrigatoriamente, um período de garantia dos fabricantes, sendo a CONTRATADA co-responsável pelo cumprimento dessa garantia. A CONTRATADA deve zelar pelas garantias dos fornecedores e quando for o caso, após aceitação do equipamento ou componente, encaminhar à INFRAERO os respectivos certificados. O período de garantia mínimo para os serviços prestados e peças repostas será de 12 (doze) meses. 6. NORMAS E RECOMENDAÇÕES Serão adotadas as normas, especificações e recomendações constantes do presente documento e mais as dos seguintes órgãos: Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT); Na inexistência destas ou em caráter suplementar, poderão ser adotadas outras normas de entidades reconhecidas internacionalmente, como: International Electrotechnical Comission (IEC); Sempre com a aprovação da INFRAERO, poderão ser aceitas outras normas de reconhecida autoridade, que possam garantir o grau de qualidade desejado. Caso a CONTRATADA pretenda utilizar normas técnicas diferentes das relacionadas neste item, terá que submetê-las a aprovação da fiscalização da CONTRATANTE. A edição válida de cada norma será a vigente na data de apresentação pela CONTRATADA. 7. DO RECEBIMENTO E ACEITAÇÃO / PAGAMENTO DOS MATERIAIS ENTREGUES: Após a entrega, a INFRAERO terá o prazo de 05 (cinco) dias úteis para conferência qualitativa e quantitativas dos produtos entregues. Estando a entrega em conformidade com as especificações e quantidades a INFRAERO emitirá o termo de aceitação e procederá ao pagamento em até 10 (dez) dias úteis O recebimento será constituído da verificação detalhada dos itens abaixo: Se todo o escopo contratado foi fornecido; 8

9 Se todos os materiais possuem as características especificadas neste documento; Se todos os materiais entregues possuem a qualidade contratada; A INFRAERO poderá sustar o pagamento da contratada, no todo ou em parte nos casos: a) Entrega defeituosa do equipamento. b) Descumprimento de obrigações relacionadas com os materiais contratados, hipótese em que o pagamento ficará retido até que a contratada atenda à cláusula infringida. Todas as despesas decorrentes de possíveis rejeições dos materiais, tais como: deslocamento, frete, impostos, taxas, diferenças de alíquotas ou outras despesas fiscais, encargos sociais etc., bem como providências quanto a legalização do fornecimento perante os órgãos municipais, estaduais ou federais, correrão por conta da CONTRATADA. 8. DAS PENALIDADES: Ressalvados os casos de força maior devidamente comprovados e aceitos pela contratante, caso a contratada atrase o fornecimento dos materiais ficará sujeita às seguintes penalidades: a) Multa de 1,0 % (um por cento) ao dia, até 10º(décimo) dia de atraso sem justificativa aceita pela INFRAERO inclusive aplicada sobre o valor do fornecimento não realizado no prazo estabelecido sem justificativa aceita pela INFRAERO. b) O atraso superior a 10(dez) dias, será considerado como recusa de fornecimento, ensejando a rescisão da Ata de Registro de preços por justa causa, e aplicação de 10% (dez por cento) sobre o valor do fornecimento não realizado. 9. PRAZO DE ENTREGA 45 (quarenta e cinco) dias consecutivos, após a solicitação da Infraero através de SMS (Solicitação de Materiais e Serviços). 9

TERMO DE REFERÊNCIA TR 02/MNNO/2015

TERMO DE REFERÊNCIA TR 02/MNNO/2015 TERMO DE REFERÊNCIA TR 02/MNNO/2015 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE CABO DE FIBRA OPTICA DO TIPO MULTIMODO 62,5μm, APROPRIADA PARA USO EXTERNO EM DUTOS E COM PROTEÇÃO CONTRA ROEDORES, PARA

Leia mais

Página - 1 - de 7 Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária Prédio da Superintendência Regional do Noroeste

Página - 1 - de 7 Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária Prédio da Superintendência Regional do Noroeste Página - 1 - de 7 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE UMA EMPILHADEIRA À COMBUSTÃO GLP CONTRABALANÇADA, DESTINADA AO APOIO NAS ATIVIDADES DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS NO ALMOXARIFADO DA SUPERINTENDÊNCIA

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO DK850. revisão fevereiro de 2007

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO DK850. revisão fevereiro de 2007 DEKEL MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO DK850 revisão fevereiro de 2007 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE INTRODUÇÃO...

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E SERVIÇOS

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E SERVIÇOS CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E SERVIÇOS Este documento tem por finalidade regulamentar o fornecimento de equipamentos e serviços pela ENGEVAP ENGENHARIA E EQUIPAMENTOS LTDA., de acordo com a legislação em

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO TS-870D rev.01

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO TS-870D rev.01 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO TS-870D rev.01 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...1 2. ESPECIFICAÇÕES...1

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp - rev3 Produtos Certificados! www.electrondobrasil.com O Monitor de Temperatura

Leia mais

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3 Rev.03-06/23 M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3 Rua Major Carlos Del Prete, 19 - Bairro Cerâmica CEP 09530-0 - São Caetano do Sul - SP - Brasil Fone/Fax: (11) 4224-3080

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16.

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16. TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE SISTEMA ININTERRUPTO DE ENERGIA - NO-BREAK, PARA A SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO NORTE, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES

Leia mais

Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária AEROPORTO INTERNACIONAL DE RECIFE/GUARARAPES-GILBERTO FREYRE TERMO DE REFERÊNCIA

Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária AEROPORTO INTERNACIONAL DE RECIFE/GUARARAPES-GILBERTO FREYRE TERMO DE REFERÊNCIA AEROPORTO INTERNACIONAL DE RECIFE/GUARARAPES-GILBERTO FREYRE TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE PLATAFORMAS ELEVATÓRIAS ARTICULADAS PARA USO NO AEROPORTO

Leia mais

O trabalho a seguir trata-se de um modelo da parte técnica de um edital de licitação para uma

O trabalho a seguir trata-se de um modelo da parte técnica de um edital de licitação para uma O trabalho a seguir trata-se de um modelo da parte técnica de um edital de licitação para uma concorrência, tomada de preços ou carta convite para fornecimento de tubos de concreto simples ou armados,

Leia mais

BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA

BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA Especificação Técnica 02.112 - TI/SI 917a GERÊNCIA DE SUPORTE EM INFRA-ESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES E INFORMÁTICA

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE INFRA ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA AEROPORTO INTERNACIONAL DE NAVEGANTES TERMO DE REFERÊNCIA

EMPRESA BRASILEIRA DE INFRA ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA AEROPORTO INTERNACIONAL DE NAVEGANTES TERMO DE REFERÊNCIA 1 EMPRESA BRASILEIRA DE INFRA ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA AEROPORTO INTERNACIONAL DE NAVEGANTES TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Fornecimento e instalação de películas de proteção para vidros, conforme descrição

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DGA/054/2012

TERMO DE REFERÊNCIA DGA/054/2012 TERMO DE REFERÊNCIA DGA/054/2012 AQUISIÇÃO DE MATERIAL ELÉTRICO E DE REDE LÓGICA PARA REALIZAR MANUTENÇÃO PREDIAL NOS IMÓVEIS DA ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA EM PORTO VELHO PORTO VELHO DEZEMBRO DE

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Item Especificação Unidade QTD

TERMO DE REFERÊNCIA. Item Especificação Unidade QTD TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1 Aquisição de bebedouro de garrafão de água, conforme especificações e quantitativos constantes neste Termo de Referência e seu respectivo Encarte. 2. ESPECIFICAÇÃO DO

Leia mais

ANEXO 01 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIOS PARA CRMS

ANEXO 01 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIOS PARA CRMS Página 1 de 5 ÍNDICE DE REVISÕES REV. DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS 0 PARA LICITAÇÃO ORIGINAL REV. A REV. B REV. C REV. D REV. E REV. F DATA 01.08.11 25.04.14 EXECUÇÃO JADR AF VERIFICAÇÃO JADR JADR APROVAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE SOLDA SMD ANALÓGICA CONJUGADA FERRO + AR QUENTE MODELO DK2850

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE SOLDA SMD ANALÓGICA CONJUGADA FERRO + AR QUENTE MODELO DK2850 DEKEL MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE SOLDA SMD ANALÓGICA CONJUGADA FERRO + AR QUENTE MODELO DK2850 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE

Leia mais

Termo de Referência nº 001/CFAF-1/2009 Página - 1 - de 7

Termo de Referência nº 001/CFAF-1/2009 Página - 1 - de 7 Termo de Referência nº 001/CFAF-1/2009 Página - 1 - de 7 Contratação de empresa para fornecimento eventual de copos descartáveis, para utilização no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, pelo Sistema

Leia mais

Pergunta 01 No item 01 Desktops, está sendo solicitado o seguinte:

Pergunta 01 No item 01 Desktops, está sendo solicitado o seguinte: QUESTIONAMENTOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 002/2012 Pergunta 01 No item 01 Desktops, está sendo solicitado o seguinte: 1) Brilho: 250 cd/m2;interface: RF, D-sub, CVBS, S-Video no mínimo; Tendo em vista que as

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA

TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA TRANSFORMADOR DE CORRENTE (TC) E TRANSFORMADOR DE POTÊNCIA (TP), PARA DE INSTALAÇÕES DE UNIDADES CONSUMIDORAS ATENDIDAS EM MÉDIA E NO ÂMBITO DA ÁREA CONCESSÃO DA ELETROBRÁS DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 ATA DO REGISTRO DE PREÇOS CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DE PRESTAÇÃO DE

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PROJETO DOS SISTEMAS DE CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL DE MANGUINHOS BPM JUSTIFICATIVA A Biblioteca Parque Estadual de Manguinhos é um

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO. Constitui objeto deste Termo de Referência a aquisição de 06 (seis) troféus em acrílico.

ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO. Constitui objeto deste Termo de Referência a aquisição de 06 (seis) troféus em acrílico. ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO 1. DO OBJETO Constitui objeto deste Termo de Referência a aquisição de 06 (seis) troféus em acrílico. 2. ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO Item Descrição Quantidade Troféu para o vencedor

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REPAROS E OBRAS EMERGENCIAIS DE IMOVEIS SITUADOS NA ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE URBANISTICO DA REGIÃO DO PORTO MARAVILHA. 1. INTRODUÇÃO A Operação

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO SE850D rev.01

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO SE850D rev.01 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO SE850D rev.01 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE INTRODUÇÃO...1 1. ESPECIFICAÇÕES...1

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000120/2011-01

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000120/2011-01 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000120/2011-01 1 JUSTIFICATIVA 1.1 Justifica-se essa aquisição pela necessidade de atendimento à demanda de Aparelhos Telefônicos efetuada pelas diversas

Leia mais

Microregistradora TMS-44

Microregistradora TMS-44 Microregistradora TMS-44 MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 Manual do Usuário Microregistradora TMS-44 Edição de Outubro de 2008 Este manual tem caráter técnico-informativo, sendo propriedade da SWEDA. Todos

Leia mais

PROJETO BÁSICO Nº 007

PROJETO BÁSICO Nº 007 PROJETO BÁSICO Nº 007 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PROJETO DE ENGENHARIA PARA ELABORAÇÃO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO, E SPDA (SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGA ATMOSFÉRICA)

Leia mais

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439 Fone: 0800 707 700 Manual de Instruções Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 9 Fone: 0800 707 700 ÍNDICE. INTRODUÇÃO. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. FUNCIONAMENTO. Instalação. Programando o timer (tempo).

Leia mais

A estação IRDA é um equipamento complexo que possibilita a remoção e recolocação dos componentes SMD e BGA, através de um canhão de infravermelho.

A estação IRDA é um equipamento complexo que possibilita a remoção e recolocação dos componentes SMD e BGA, através de um canhão de infravermelho. ESTAÇÃO IRDA- INFRA-VERMELHO YA XUN WELDER 220V 862D++ Generalidades : A estação IRDA é um equipamento complexo que possibilita a remoção e recolocação dos componentes SMD e BGA, através de um canhão de

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014

CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014 CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014 OBJETO: Contratação de empresa especializada na Prestação de Serviços de Segurança Eletrônica, com monitoramento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Isolamento de tubulações de drenagem de ar condicionado

TERMO DE REFERÊNCIA Isolamento de tubulações de drenagem de ar condicionado 1 OBJETO: TERMO DE REFERÊNCIA Isolamento de tubulações de drenagem de ar condicionado 1.1 Fornecimento de materiais e execução de isolamento de tubulações (PVC) de drenagem de ar condicionado existentes

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE TELHADOS VERDES/ECOTELHADO, JARDINS E CANTEIROS NA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL RJ. JUSTIFICATIVA A Biblioteca

Leia mais

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Empresa Municipal de Informática S.A. - IplanRio Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTROLE DE REVISÃO

TERMO DE REFERÊNCIA CONTROLE DE REVISÃO TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA FORNECIMENTO DE UM TRANSFORMADOR DE 500kVA TENSÃO PRIMÁRIA 13.8 kva E TENSÃO SECUNDÁRIA DE 380/220V PARA O AEROPORTO INTERNACIONAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA-TR

TERMO DE REFERÊNCIA-TR TERMO DE REFERÊNCIA-TR 1 INTRODUÇÃO Nos termos da Lei 10.520/2002, Decreto 5.450/2005, com aplicação subsidiária da Lei 8.666/93, elaborou o presente Termo de Referência que consiste na aquisição com instalação

Leia mais

PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 01 PE Nº 35/2012

PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 01 PE Nº 35/2012 PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 01 PE Nº 35/2012 Considerando o posicionamento enviado pela área técnica desta CGU-PR, seguem abaixo as respostas ao Pedido de Esclarecimento nº 01 PE nº 35/2012: QUESTIONAMENTOS:

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19

COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19 COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19 1 - OBJETO: Cotação Eletrônica para Aquisição de Mesas de Xadrez para a Direção de Extensão do do IFRS. 2

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA N.º 130/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO (Termo de Referência) Processo n.º 23371.000645.2014-33

COTAÇÃO ELETRÔNICA N.º 130/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO (Termo de Referência) Processo n.º 23371.000645.2014-33 COTAÇÃO ELETRÔNICA N.º 130/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO (Termo de Referência) Processo n.º 23371.000645.2014-33 1. OBJETO: Cotação Eletrônica para Aquisição de Manta Magnética e Pallets para o

Leia mais

ANEXO I - DISCRIMINAÇÃO

ANEXO I - DISCRIMINAÇÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO Coordenadoria de Segurança Institucional PE nº. 73/3 ANEXO I - DISCRIMINAÇÃO AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO DE MONITORAMENTO E RASTREAMENTO

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO CONTEÚDO PG. 1. OBJIVO 02 2. ÂMBITO 02 3. CONCEITOS 02 4. NORMAS E LEGISLAÇÃO APLICÁVEIS 02 5. INSTRUÇÕES GERAIS 02 5.1. Local da Realização dos Serviços 02 5.2. Responsabilidade a cargo da DMED

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO, LICENCIAMENTO, ATUALIZAÇÃO E TREINAMENTO DE PRODUTOS MICROSOFT. 1 1 - OBJETO Registro de Preços para contratação

Leia mais

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center MUNICÍPIO DE SANTO ÂNGELO Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center Projeto DATA CENTER José Fioravante Schneider 01/06/2015 Página 1 de 9 ÍNDICE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA 1- Objeto da Licitação: Prestação de serviço para contratação de seguro de vida em grupo para os empregados da Empresa Municipal de Informática S.A - IplanRio, visando

Leia mais

ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO

ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO 1. CLÁUSULA PRIMEIRA - CONDIÇÕES GERAIS 1.1. A PARTE proprietária dos itens de infra-estrutura cedidos e a PARTE a qual será feita

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET)

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) IplanRio Empresa Municipal de Informática Janeiro 2012 1. OBJETO Registro de preço para aquisição de Dispositivos Móveis do tipo,

Leia mais

01 RESPONDENTO ATA DE REUNIÃO MAR/2010 MA DE JT 00 EMISSÃO INICIAL MAR/2010 MA DE JT Rev. Modificação Data Elaborado Verificado Aprovado

01 RESPONDENTO ATA DE REUNIÃO MAR/2010 MA DE JT 00 EMISSÃO INICIAL MAR/2010 MA DE JT Rev. Modificação Data Elaborado Verificado Aprovado 01 RESPONDENTO ATA DE REUNIÃO MAR/2010 MA DE JT 00 EMISSÃO INICIAL MAR/2010 MA DE JT Rev. Modificação Data Elaborado Verificado Aprovado atp engenharia Coordenador de Projeto CREA / UF Autor do Proj. /

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 018/2015

COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 018/2015 COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 018/2015 PROCESSO N.: 23499.001035/2015-00 Torna-se público, para conhecimento dos interessados, que a Universidade Federal de Itajubá CAMPUS ITABIRA, por meio do setor de Compras,

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INSTITUTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INSTITUTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INSTITUTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 037/2013 (Processo Administrativo n.º 67610.003597/2013-60) PAM/S Nº 303/ASE/2013

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias 1 OBJETO: ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias 1.1 Aquisição e instalação de fechamentos em gesso acartonado e em placas cimentícias, inclusive fornecimento

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59 1. DA JUSTIFICATIVA 1.1 Dotar de melhores condições de trabalho a sala 12, da SUREG/AM, na qual atuam os empregados designados para compor

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA KIT DE COMPONENTES DE MICROINFORMÁTICA P/ MONTAGEM DE TERMINAL DE AUTOATENDIMENTO PARA O SISTEMA GEST Controle de Revisões Elaborador: Adriano José Cunha de Aguiar Validador: Luiz

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de serviço de fornecimento de assinatura de jornais impressos e revistas, assim como acesso às matérias on line dos respectivos jornais e revistas para

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Junho/2011

TERMO DE REFERÊNCIA Junho/2011 TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA LOCAÇÃO DE MULTIFUNCIONAL, COM FORNECIMENTO DE 01 (UM) EQUIPAMENTO, INCLUINDO MANUTENÇÃO PREVENTIVA, CORRETIVA, REPOSIÇÃO DE PEÇAS, FORNECIMENTO

Leia mais

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES CADASTRO DE CLIENTES Recebimento de equipamentos somente com cadastro completo; O cadastro do e-mail é obrigatório; É de responsabilidade do cliente manter seus dados sempre

Leia mais

Manual da Qualidade para Fornecedores MANUAL DA QUALIDADE PARA FORNECEDORES

Manual da Qualidade para Fornecedores MANUAL DA QUALIDADE PARA FORNECEDORES MANUAL DA QUALIDADE PARA FORNECEDORES SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 APLICAÇÃO... 3 3 SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES... 3 3.1 Empresas Certificadas... 4 3.2 Empresas não Certificadas... 4 3.3 Avaliação

Leia mais

ANEXO l TERMO DE REFERÊNCIA-TOLDOS (RP 044.374/2012)

ANEXO l TERMO DE REFERÊNCIA-TOLDOS (RP 044.374/2012) ANEXO l TERMO DE REFERÊNCIA-TOLDOS (RP 044.374/2012) 1. OBJETO O presente Termo tem por objetivo o serviço de confecção e instalação de toldos no sexto andar do Fórum Thomaz de Aquino, de acordo com as

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 021/2015 Termo de Referência 1. DO OBJETO 1.1. Este Termo de Referência tem por objetivo a aquisição, por intermédio de licitação na modalidade de Pregão Presencial, de

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 Contrato AJDG n.º 031/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO PARA PRODUTOS FARMACÊUTICOS NO ÂMBITO DO MERCOSUL

CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO PARA PRODUTOS FARMACÊUTICOS NO ÂMBITO DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES. Nº 50/02 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO PARA PRODUTOS FARMACÊUTICOS NO ÂMBITO DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Resoluções Nº

Leia mais

FIPAI Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial

FIPAI Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial Contrato que entre si celebram a FIPAI Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial e a empresa... A FUNDAÇÃO PARA O INCREMENTO DA PESQUISA E DO APERFEIÇOAMENTO INDUSTRIAL - FIPAI,

Leia mais

ANEXO VI ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA.

ANEXO VI ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA. PREGÃO Nº 011/2007 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA. Processo nº 041.000.045/2007. VALIDADE: 12

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE XXXXXXXXXXXXXXX

PREFEITURA MUNICIPAL DE XXXXXXXXXXXXXXX Ref.: Solicitação de Compras nº. 000XXX/20XX. 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa especializada em prestação de serviços automotivos em geral, para manutenção preventiva e corretiva (elétrica e mecânica),

Leia mais

PLACA DE AQUECIMENTO SMD HOT-PLATE

PLACA DE AQUECIMENTO SMD HOT-PLATE PLACA DE AQUECIMENTO SMD HOT-PLATE Rua Guarda de Honra, 291 Ipiranga São Paulo SP 55 11 2068-9113 www.maxtroneletron.com.br 1 1. APRESENTAÇÃO Chave Liga-Desliga com indicador led verde. Indicador de anormalidade

Leia mais

PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE NOBREAKS

PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE NOBREAKS PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE NOBREAKS 1 FUNDAMENTO LEGAL 1.1 A contratação será realizada por meio do Sistema de Cotação Eletrônica de Preços, visto que os bens a serem adquiridos enquadram-se como bens

Leia mais

Termo de Referência nº 002/ADSP-6/2012 Página - 1 - de 14

Termo de Referência nº 002/ADSP-6/2012 Página - 1 - de 14 Termo de Referência nº 002/ADSP-6/2012 Página - 1 - de 14 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA EVENTUAL FORNECIMENTO DE PNEUS PARA EMPILHADEIRAS À INFRAERO SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE SÃO PAULO SRSP, PELO SISTEMA

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRAS

CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRAS - 1 de 6 CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRAS Revisão 2 26/01/2012 1 - PEDIDO 1.1 - Todo e qualquer pedido só será válido se tiver sido feito por escrito, provido das assinaturas das pessoas devidamente autorizadas,

Leia mais

Submódulo 12.3. Manutenção do sistema de medição para faturamento

Submódulo 12.3. Manutenção do sistema de medição para faturamento Submódulo 12.3 Manutenção do sistema de medição para faturamento Rev. Nº. 0 1 Motivo da revisão Este documento foi motivado pela criação do Operador Nacional do Sistema Elétrico. Atendimento à Resolução

Leia mais

30/10/2014 JL NG. Data Projetista Desenhista Aprovo. Sítio: Área do sítio: Tipo/ Especificação do documento:

30/10/2014 JL NG. Data Projetista Desenhista Aprovo. Sítio: Área do sítio: Tipo/ Especificação do documento: 0 EMISSÃO INICIAL 30/10/2014 JL NG Rev. Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo Sítio: Área do sítio: AEROPORTO INTERNACIONAL PINTO MARTINS LOTE 5 - TERMINAL DE PASSAGEIROS Escala: Data: Desenhista:

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão 1 OBJETO: ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão 1.1 Contratação de empresa de engenharia para fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão

Leia mais

Política de Garantia Placa Mãe

Política de Garantia Placa Mãe Política de Garantia Placa Mãe Com a certeza de que a ASUS no Brasil fornece produtos com o mesmo padrão de qualidade que a tornou líder mundial através da VISUM SISTEMAS, que é fabricante da marca ASUS

Leia mais

PRESIDÊNCIA GERÊNCIA DE INFRAESTRUTURA PREDIAL TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO

PRESIDÊNCIA GERÊNCIA DE INFRAESTRUTURA PREDIAL TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 003/2015 OBJETO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE LOCAÇÃO DE CAÇAMBAS METÁLICAS ESTACIONÁRIAS PARA RECOLHIMENTO, TRANSPORTE E DISPOSIÇÃO DE DETRITOS,

Leia mais

CARTA CONVITE nº 001/2012

CARTA CONVITE nº 001/2012 UNIMED CUIABÁ COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO CNPJ/MF nº 03.533.526/0001/88 UC-ComE/Of. 243/2012 Cuiabá/MT, 31 de agosto de 2012. CARTA CONVITE nº 001/2012 Prezado(s) Senhor(es), A UNIMED CUIABÁ tem o prazer

Leia mais

Licitação n.088 /2012 T. Preços n.º033/2012 Tipo: Menor preço por item

Licitação n.088 /2012 T. Preços n.º033/2012 Tipo: Menor preço por item Licitação n.088 /2012 T. Preços n.º033/2012 Tipo: Menor preço por item O Prefeito Municipal de Três Passos, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com as leis N.º 8.666/93 e 8.883/94 torna

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA EQUIPAMENTO AUTÔNOMO DE RESPIRAÇÃO (EPR) PARA O AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO / ANTÔNIO CARLOS JOBIM GALEÃO

TERMO DE REFERÊNCIA EQUIPAMENTO AUTÔNOMO DE RESPIRAÇÃO (EPR) PARA O AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO / ANTÔNIO CARLOS JOBIM GALEÃO TERMO DE REFERÊNCIA EQUIPAMENTO AUTÔNOMO DE RESPIRAÇÃO (EPR) PARA O AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO / ANTÔNIO CARLOS JOBIM GALEÃO 2011 1 TERMO DE REFERÊNCIA CONTROLE DE REVISÕES ELABORADO: ODRIVAM

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA UNIDADE: COORDENAÇÃO DE LOGÍSTICA - COLOG (GESUS) 1 de 10 1. DO OBJETO O objeto da licitação é a contratação de empresa especializada no fornecimento e montagem de Estruturas Metálicas Tipo Cantilever

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO CONTEÚDO 1. OBJETIVO 02 2. ÂMBITO 02 3. CONCEITOS 02 3.1. Siglas 4. NORMAS E LEGISLAÇÃO APLICÁVEIS 02 5. INSTRUÇÕES GERAIS 02 5.1. Características Gerais 03 5.2. Características Específicas e Exclusivas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /10

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /10 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 010/10 Processo nº 36.923/09 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA E MOBILIÁRIOS

Leia mais

Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA

Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA 1 - CARACTERÍSTICAS DO PROCESSO DE COMPRA 1.1 Órgão Requisitante: SUBVISA/LCP Nº 03/2013. Subsecretária de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses Laboratório

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA ESTUDOCOMPARATIVO NBRISO13485:2004 RDC59:2000 PORTARIA686:1998 ITENSDEVERIFICAÇÃOPARAAUDITORIA 1. OBJETIVO 1.2. 1. Há algum requisito da Clausula 7 da NBR ISO 13485:2004 que foi excluída do escopo de aplicação

Leia mais

Retificação PREGAO POR REGISTRO DE PRECOS N 004 2008 CEL 02 SETUL AQUISICAO COMPUTADORES SOFTWARE

Retificação PREGAO POR REGISTRO DE PRECOS N 004 2008 CEL 02 SETUL AQUISICAO COMPUTADORES SOFTWARE Retificação PREGAO POR REGISTRO DE PRECOS N 004 2008 CEL 02 SETUL AQUISICAO COMPUTADORES SOFTWARE A COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO CEL 02 comunica aos interessados que o Pregão Por Registro de Preços acima

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO ES.DT.PDN.01.01.025 POSTE DE CONCRETO ARMADO PARA REDES DE DISTRIBUIÇÃO 01

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO ES.DT.PDN.01.01.025 POSTE DE CONCRETO ARMADO PARA REDES DE DISTRIBUIÇÃO 01 SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO ESPECIFICAÇÃO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO ES.DT.PDN.01.01.025 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA ENGENHARIA E CADASTRO SP MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA E CADASTRO - ES

Leia mais

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Nível de Óleo para Transformadores e reatores MNO, é um equipamento microprocessado de alta precisão que indica o nível de óleo em escala

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Pregão nº 17/2015. Processo PRO nº 12053/2015 e SC 019234 PERGUNTAS E RESPOSTAS. Primeira Emissão: 02/06/2015

EDITAL DE LICITAÇÃO. Pregão nº 17/2015. Processo PRO nº 12053/2015 e SC 019234 PERGUNTAS E RESPOSTAS. Primeira Emissão: 02/06/2015 EDITAL DE LICITAÇÃO Pregão nº 17/2015 Processo PRO nº 12053/2015 e SC 019234 PERGUNTAS E RESPOSTAS Primeira Emissão: 02/06/2015 Pergunta n 01: Declara o Edital 9. DO PAGAMENTO 9.1. O pagamento dar-se-á

Leia mais

Retrabalhando o Componente SMD

Retrabalhando o Componente SMD Os aparelhos celulares utilizam a técnica de montagem por superfície ou SMT (Surface Mounting Technology) com emprego de componentes ultra-miniaturizados para a montagem em superfície chamados SMD (Surface

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO Secretaria de Administração TERMO DE REFERÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO Secretaria de Administração TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA n OBJETO 1.1- Contratação de empresa especializada para FORNECIMENTO 0E PASSAGENS AÉREAS EM ÂMBITO NACIONAL E INTERNACIONAL PARA ESTE, mediante menor preço, apurado pelo menor valor

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 05/14 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 05/14 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I TUBOS DE PEAD 1 - OBJETIVO 1.1 A presente licitação tem por objeto o fornecimento e entrega, pela empresa a ser CONTRATADA, de tubos de POLIETILENO DE ALTA DENSIDADE PE 100

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 010/2014 OBJETO Contratação de empresa especializada para execução dos serviços de instalação e fornecimento de vidros temperados incolor em imóveis da Eletrobrás Distribuição Rondônia,

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA DECRETO N.º 2356/2013 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e dá outras providências. Rosane Minetto Selig, Prefeita Municipal de Ouro

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ITEM DESCRIÇÃO QUANT. UNIDADE DE MEDIDA III INFORMAÇÕES TÉCNICAS DOS PRODUTOS A SEREM ADQUIRIDOS ESPECIFICAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA ITEM DESCRIÇÃO QUANT. UNIDADE DE MEDIDA III INFORMAÇÕES TÉCNICAS DOS PRODUTOS A SEREM ADQUIRIDOS ESPECIFICAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA I - OBJETO I.I Constitui objeto a aquisição de bandeiras oficiais do Brasil e do Distrito Federal e confecção de bandeira oficial do FNDE de acordo com as especificações, quantidades

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da contratação de serviços: 1.1 O presente Projeto Básico tem como objetivo a contratação de empresa para locação de impressoras, incluindo o fornecimento de

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. DIT/GIS TR ARP Licenças de Software Sistema Operacional Linux.doc 1/ 6 TERMO DE

Leia mais

Usuários: Divisão de Medição e Proteção da Receita, Gerências e Centros Regionais.

Usuários: Divisão de Medição e Proteção da Receita, Gerências e Centros Regionais. 1 Usuários: Divisão de Medição e Proteção da Receita, Gerências e Centros Regionais. SUMÁRIO 1. OBJETIVO 2. NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 3. DEFINIÇÕES 4. CONDIÇÕES GERAIS 5. CONDIÇÕES ESPECÍFICAS

Leia mais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Subtransmissão / Departamento de Automação e Telecomunicação Especificação Técnica ETD 00.042 Rádio Comunicação Móvel VHF Dados e Voz Versão:

Leia mais