PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CRÍTICA DE ARTE E CURADORIA DE EXPOSIÇÕES DE ARTE 2017 / 2018

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CRÍTICA DE ARTE E CURADORIA DE EXPOSIÇÕES DE ARTE 2017 / 2018"

Transcrição

1 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CRÍTICA DE ARTE E CURADORIA DE EXPOSIÇÕES DE ARTE 2017 / 2018 OBJETIVO Formar especialistas em crítica e curadoria de arte com forte ênfase nas disciplinas teóricas. A formação se concentra na arte moderna e contemporânea, principais objetos de demanda da crítica e da curadoria nos dias atuais. PÚBLICO Graduados em diversas áreas do ensino superior com interesse nas Artes Visuais, Arquitetura, Design, Comunicação, Ciências Sociais, História, Filosofia, Fotografia, Vídeo Arte, Cinema, assim como: colecionadores, marchands e público em geral interessados em arte moderna e contemporânea. METODOLOGIA Aulas expositivas, palestras, encontros com curadores, críticos, historiadores da arte e artistas visuais; exibição de filmes, aulas externas com visitas a exposições, acervos e centros culturais. MÓDULOS O curso permite a frequência por módulos. Nesse caso, será concedido um certificado de Curso de Extensão. Módulos Carga horária 360h/a 1. História e Crítica da Arte e da Arquitetura Modernas e Contemporâneas 84h/a 1.1 História da Arte Moderna I do Realismo à primeira guerra mundial 1.2 História da Arte Moderna II a consolidação do Modernismo, da primeira guerra mundial aos anos História da Arte Contemporânea I do pós-guerra aos anos História da Arte Contemporânea II do final do século XX aos dias de hoje 2. Teorias da Arte e Historiografia da Arte 84h/a 2.1 Introdução à Estética 2.2 Estética I

2 2.3 Estética II 2.4 Estética III 2.5 Historiografia e Teoria Crítica da Arte 2.6 Seminário de Pesquisa em Arte 3. Arte e Tecnologia as Novas Mídias na Arte Contemporânea 63h/a 3.1 História da Fotografia Principais momentos 3.2 Novas Tecnologias em Arte I: Imagem em movimento 3.3 Novas Tecnologias na Arte II 3.4 Seminário de pesquisa em Arte 4. A Curadoria de Exposições de Arte e Mostras com Novas Mídias 81h/a 4.1 Pequena História da Curadoria 4.2 A Função do Curador 4.3 Noções de Direito de Autor e Direito de Imagem 4.4 O projeto, seu Planejamento e Desenvolvimento 4.5 Noções de Concepção das Peças Gráficas e da Mídia Eletrônica 4.6 Noções de Conservação e Movimentação de Obras de Arte 4.7 Noções de Design e Montagem de Exposições de Arte 4.8 Iluminação de Exposição de Arte 4.9 A Concepção, Planejamento e Desenvolvimento das Atividades Paralelas e o Projeto Educativo 4.10 A Divulgação e a Assessoria de Imprensa 5. Orientação de Monografia 48h/a COORDENAÇÃO ACADÊMICA E PEDAGÓGICA Concepção e Supervisão: Prof. Paulo Sergio Duarte Coordenação acadêmica e pedagógica: Prof. Jorge Henrique Sayão Carneiro. PROFESSORES CONFIRMADOS: Andreas Valentin Bernardo Oliveira Daniela Chindler

3 Elisa Byington Evelyn Grumach Humberto Farias Jorge Sayão Luisa Duarte Luiza Mello Marcos Bonisson Paulo Sérgio Duarte Pedro Andrade Rogério Emerson Zaven Paré Coordenação Geral: Profª Ana Paula Del Pretti, M.S.c PREVISÃO DE INÍCIO Segundo semestre de 2017 (sujeito ao fechamento de turma) Terças e quintas, das 19h às 21:30h INVESTIMENTO Valor do curso: 18 parcelas de R$ 650,00 Valor por módulo: 6 parcelas de R$ 650,00 Desconto de 10% à vista CERTIFICAÇÂO Os alunos que tiverem frequência mínima de 75% e avaliação positiva receberão certificado de Pós-Graduação Lato Sensu, conferido pelo IUPERJ/Universidade Candido Mendes. DOCUMENTOS EXIGIDOS - Foto 3x4 - Cópia do diploma de graduação ou comprovação de conclusão de curso de graduação reconhecido pelo MEC - Cópia RG - Cópia CPF - Comprovante de residência INFORMAÇÕES E MATRÍCULAS Tels: / / / Site: https://goo.gl/lp078i End.: Rua da Assembleia, nº 10, sala 709 C Centro/RJ

4 Ref.: próximo ao Metrô da Carioca e ao Terminal Garagem Menezes Côrtes EMENTAS MÓDULO I: HISTÓRIA E CRÍTICA DA ARTE E DA ARQUITETURA MODERNAS E CONTEMPORÂNEAS 84 H/A O Módulo I apresenta historicamente a produção das artes visuais desde suas origens modernas até as produções contemporâneas. HISTÓRIA DA ARTE MODERNA I do Realismo à primeira guerra mundial Abordagem histórica dos movimentos artísticos, nas suas diversas formas de manifestação, pintura, escultura, arquitetura, artes gráficas, fotografia, artes decorativas, que se iniciam na segunda metade do século XIX até a primeira guerra mundial. Enfoque nas concepções artísticas que fundamentaram a reação às academias do século XIX até a formação da linguagem plástica moderna com o Cubismo. O Criticismo como modelo e paradigma teórico-crítico da modernidade. A repercussão da produção de arte de matriz europeia nas manifestações culturais brasileiras e suas implicações. Os vínculos e as especificidades do modernismo brasileiro com a cultura internacional. Prof. Jorge Sayão HISTÓRIA DA ARTE MODERNA II A Consolidação do Modernismo, da primeira guerra mundial aos anos 50 Abordagem histórica dos movimentos artísticos, nos seus diversos meios e formas de manifestação: pintura, escultura, arquitetura, artes gráficas, fotografia, design, no período compreendido entre as primeiras décadas do século XX até o término da segunda guerra mundial. A consolidação da linguagem plástica do modernismo. As vanguardas históricas e o desenvolvimento das teorias modernistas. A repercussão e as implicações da produção de arte internacional nas manifestações culturais brasileiras. Os vínculos e as especificidades do modernismo brasileiro com a cultura internacional. Prof. Elisa Byington

5 HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA I do pós-guerra aos anos 70 Abordagem histórica dos movimentos artísticos do pós-guerra até o fim dos anos 70. A crítica ao modelo teórico modernista. A supressão das categorias tradicionais das belas artes, a introdução de novos suportes e a incorporação de novas tecnologias. As repercussões e implicações, analogias e filiações do cenário artístico internacional e sua incidência nas manifestações culturais brasileiras. As especificidade e distinção da produção artística brasileira em relação aos movimentos estrangeiros Prof. Paulo Sérgio Duarte HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA II do final do século XX aos dias de hoje Abordagem histórica dos movimentos artísticos do final do século XX aos dias de hoje. A crise dos modelos teóricos avaliativos e valorativos da arte. A ampliação do campo de ação dos artistas e a derrubada das barreiras delimitativas entre as questões estéticas e as demais áreas da cultura, sociologia, antropologia, política, ecologia, ciência e tecnologia, etc. Ampliação do cenário artístico para além dos centros tradicionais europeus e americanos. As repercussões e implicações, analogias e filiações do cenário artístico internacional nas manifestações culturais brasileiras. As especificidades e as distinções da produção artística brasileira em relação aos movimentos estrangeiros. Prof. Luisa Duarte MÓDULO II: TEORIAS DA ARTE E HISTORIOGRAFIA DA ARTE 84 H/A O Módulo II visa introduzir as principais teorias estéticas e historiográficas que orientaram o debate artístico desde o final do século XVII até os dias de hoje, e que continuam relevantes nas discussões atuais. Introdução à Estética As mudanças dos paradigmas da estética da antiguidade para a estética iluminista, e surgimento de uma filosofia da arte. Prof. Paulo Sérgio Duarte Estética I As teorias estéticas, segundo os principais autores do período entre o iluminismo e o Romantismo Kant, Hegel e Schelling.

6 Prof. Pedro Andrade Estética II Discussão teórica de questionamentos estéticos que, inaugurados na segunda metade do século XIX e no século XX, permanecem pertinentes na atualidade artística. Tópicos que serão abordados: o apolíneo e o dionisíaco; arte, símbolo e conceito, o conceito de critica de arte; o declínio da aura e a reprodutibilidade técnica da obra; arte e indústria cultural. Nietzsche, Adorno, e Walter Benjamin. Prof. Bernardo Oliveira Estética III O debate teórico em torno das artes visuais na atualidade. As diferentes abordagens das escolas filosóficas e da teoria da arte. As tradições francesas, italianas, alemãs e as escolas analíticas americanas e inglesas. Ranciére, Barthes, Foucault, Agamben, Heidegger, Gadamer, Danto, e Dickie e Goodman. Prof. a confirmar Historiografia e Teoria Crítica de Arte As principais correntes de abordagem da historiografia contemporânea, seus métodos e seus limites. Iconografia, Formalismo, Sociológica, Psicológica, Pós-estruturalista e Analítica. Prof. Jorge Sayão Seminário de pesquisa em arte Disciplina com tema livre e professores alternados a cada período. MÓDULO III: ARTE E TECNOLOGIA AS NOVAS MÍDIAS NA ARTE CONTEMPORÂNEA 63 H/A O Módulo III aborda de forma abrangente o impacto das novas mídias na produção da arte contemporânea e as questões e os desafios lançados por essas novas tecnologias. História da Fotografia Principais momentos A partir de suas múltiplas invenções, que ocorreram quase que simultaneamente nas primeiras três décadas do século XIX, a fotografia foi progressivamente inserindo-se na vida moderna e

7 evoluindo tanto em sua técnica e tecnologias, como em seus usos e funções. No século seguinte, firmava-se como meio de registro do mundo visível, linguagem de comunicação e de expressão artística. Hoje, onipresente, a imagem fotográfica é parte fundamental do cotidiano contemporâneo. Prof. Andreas Valentin Novas tecnologias em arte I: Imagem em movimento A disciplina tem como tema central, a ação transversal da imagem em movimento (filme de artista, videoarte, media arts, etc) nos territórios da arte moderna e contemporânea. O curso objetiva apresentar e refletir, desde o seu início histórico, trabalhos seminais de diversos artistas na condição de conhecimento interdisciplinar, relacionado à linguagem e seus diferentes desdobramentos, tais como: literatura, pintura, história, filosofia, performance, linguística, política e outros saberes. Desse modo, em abordagem histórica e crítica, refletir o corte epistemológico que a imagem em movimento, inicialmente, com o cinema, produziu nos campos da linguagem das artes e da comunicação nos últimos cem anos. Prof. Marcos Bonisson Novas Tecnologias na Arte II Prof. Zaven Paré Seminário de Pesquisa em Arte Disciplina com tema livre e professores alternados a cada período. MÓDULO IV: A CURADORIA DE EXPOSIÇÕES DE ARTE E MOSTRAS COM NOVAS MÍDIAS 81 H/A O Módulo IV aborda questões teóricas, técnicas e metodológicas, que dizem respeito às diversas etapas de uma exposição de arte. Pequena História da Curadoria Prof. Jorge Sayão A Função do Curador Prof. Paulo Sérgio Duarte Noções de Direito de Autor e Direito de Imagem

8 O Projeto, seu Planejamento e Desenvolvimento O projeto, seu planejamento e desenvolvimento. Noções básicas de como montar um projeto de exposição: conceito, redação do projeto, realização de orçamento, inscrição em leis de incentivo. Inserção do projeto em circuitos culturais. Metodologia e conceito para desenvolvimento de projeto de exposição. Concepção e viabilização de projeto de exposição, com base na análise de um contexto específico e no uso de ferramentas de gestão adequadas, para atender a demandas culturais. Prof. Luiza Mello Noções de Concepção das Peças Gráficas e da Mídia Eletrônica Prof. Evelyn Grumach Noções de Conservação e Movimentação de Obras de Arte A disciplina é de caráter informativo. Pretende-se apresentar ao aluno o universo da conservação de obras de arte, no contexto da curadoria em instituições e do curador independente, bem como na organização de exposições. Ao final do curso, o aluno compreenderá noções básicas de conservação como manuseio, montagem e guarda de obras de arte; terá informações sobre quais documentos são necessários para a solicitação, empréstimo e seguro de obras de arte para uma exposição; estará ciente de como se dá a relação entre curador e conservador problemas e soluções dentro das instituições museológicas e em exposições temporárias. Prof. Humberto Faria Noções de Design e Montagem de Exposições de Arte Iluminação de Exposição de Arte Com o objetivo de estimular o processo criativo do participante nas áreas de artes cênicas e plásticas, o curso oferece uma imersão no universo da iluminação, e suas múltiplas possibilidades. Prof. Rogério Emerson A Concepção, Planejamento e Desenvolvimento das Atividades Paralelas e o Projeto Educativo Prof. Daniela Chindler

9 A Divulgação e a Assessoria de Imprensa Orientação de Monografia MÓDULO V: ORIENTAÇÃO DE MONOGRAFIA 48H/A

CURSO DE EXTENSÃO: MEDIAÇÃO FAMILIAR COM ORIENTAÇÃO EM EMPRESAS FAMILIARES

CURSO DE EXTENSÃO: MEDIAÇÃO FAMILIAR COM ORIENTAÇÃO EM EMPRESAS FAMILIARES CURSO DE EXTENSÃO: MEDIAÇÃO FAMILIAR COM ORIENTAÇÃO EM EMPRESAS FAMILIARES Sobre o curso O curso desenvolvido em parceria entre a Universidade Candido Mendes e o Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu Mediação e os Métodos Adequados de Solução de Conflitos- 2016

Pós-Graduação Lato Sensu Mediação e os Métodos Adequados de Solução de Conflitos- 2016 Pós-Graduação Lato Sensu Mediação e os Métodos Adequados de Solução de Conflitos- 2016 Credenciado pelo NUPEMEC Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 380 horas-aula Objetivo Promover o estudo

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO FIL02457 - FILOSOFIA POLÍTICA I (60 h, OBR) O homem e sua ação política. A noção de polis no pensamento grego antigo e seus desdobramentos

Leia mais

PROJETO / REGULAMENTO

PROJETO / REGULAMENTO FACULDADE BATISTA PIONEIRA Dr. Pestana, 1021, Ijuí, RS - 98700-000 - (55) 3332-2205 - faculdade@batistapioneira.edu.br Instituição Credenciada no MEC pela Portaria 1.478 de 04/12/2008 Bacharelado em Teologia

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV. HISTÓRIA Bacharelado e Licenciatura. COORDENADOR Fábio Adriano Hering

Currículos dos Cursos UFV. HISTÓRIA Bacharelado e Licenciatura. COORDENADOR Fábio Adriano Hering 164 HISTÓRIA Bacharelado e Licenciatura COORDENADOR Fábio Adriano Hering fahering@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 165 Bacharelado ATUAÇÃO O historiador formado na UFV poderá atuar em instituições

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2017

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2017 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2017 ABERTURA A IBE-FGV, em parceria com o programa de Pós Graduação GVlaw pós graduação lato sensu FGV DIREITO SP (GVlaw) torna

Leia mais

Matemática. 1 Semestre. Matemática I 75h. Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica.

Matemática. 1 Semestre. Matemática I 75h. Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica. Matemática 1 Semestre Matemática I 75h Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica. Lógica 60h Ementa: Estuda proposições, análise e discussões

Leia mais

Currículo do Curso de História

Currículo do Curso de História Currículo do Curso de História Bacharelado ATUAÇÃO O historiador formado na UFV poderá atuar em instituições de preservação, divulgação e estudo da memória histórica, como arquivos, museus, editoras, instituições

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO

INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA PROCESSO SELETIVO CURSO CINEASTAS DO FUTURO A Escola de Cinema Darcy Ribeiro (ECDR) torna pública a abertura

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA

CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA ICHLA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA Currículo Novo - 2010/02 - Noturno. RECONHECIMENTO RENOVADO PELA PORTARIA Nº 1.657, DE 07/10/2010 - D.O.U. DE 08/10/2010

Leia mais

NORMAS PARA INSCRIÇÃO

NORMAS PARA INSCRIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CENTRO DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO E DOUTORADO EM EDUCAÇÃO SELEÇÃO DE ALUNOS ESPECIAIS - PERÍODO 2015.1 Período de Inscrição: 23 e 24/02/2015

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 109, de

Leia mais

História das artes e estética. UNIARAXÁ - ARQUITETURA E URBANISMO 2015/2!!! Prof. M.Sc. KAREN KELES!

História das artes e estética. UNIARAXÁ - ARQUITETURA E URBANISMO 2015/2!!! Prof. M.Sc. KAREN KELES! UNIARAXÁ - ARQUITETURA E URBANISMO 2015/2 Prof. M.Sc. KAREN KELES Curso Arquitetura e Urbanismo Carga Horária 80 Horas - 4 horas semanais Ementa: Estética como campo filosófico. 66 horas teórica - prática

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 11. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 11. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 4 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 10 Cronograma de Aulas Pág. 11 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ANESTESIA Unidade Dias

Leia mais

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino Grade Curricular - Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino SEMESTRE 1 CCA0218 Língua Portuguesa - Redação e Expressão Oral I 4 0 4 CCA0258 Fundamentos de Sociologia Geral

Leia mais

PORTARIA 16/2016 DIRETORIA ACADÊMICA ADMINISTRATIVA

PORTARIA 16/2016 DIRETORIA ACADÊMICA ADMINISTRATIVA PORTARIA 16/2016 DIRETORIA ACADÊMICA ADMINISTRATIVA Dispõe sobre a organização pedagógica e o apoio logístico na oferta de cursos de pós-graduação lato sensu. O Diretor Acadêmico Administrativo da Faculdade

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 1º SEMESTRE/2017

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 1º SEMESTRE/2017 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 1º SEMESTRE/2017 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

CURSO: JORNALISMO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: JORNALISMO EMENTAS º PERÍODO CURSO: JORNALISMO EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: TEORIAS DA COMUNICAÇÃO Estudo do objeto da Comunicação Social e suas contribuições interdisciplinares para constituição de uma teoria da comunicação.

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 1º SEMESTRE/2017

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 1º SEMESTRE/2017 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 1º SEMESTRE/2017 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

Av. Gen. Carlos Cavalcanti, CEP Tel. 0** (42) Ponta Grossa Pr. -

Av. Gen. Carlos Cavalcanti, CEP Tel. 0** (42) Ponta Grossa Pr. - CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - MAGISTÉRIO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA Turno: MATUTINO/NOTURNO Reconhecido pelo Decreto nº 62.690 de 10.05.68, D.O.U. de 16.05.68. Para completar o curso de graduação Pedagogia

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2017

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2017 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2017 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

Educação Musical com Ênfase em Música popular Objetivo do curso:

Educação Musical com Ênfase em Música popular Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso Educação Musical com Ênfase em Música popular é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos

Leia mais

OFERTA DE DISCIPLINAS ALUNOS REGULARES

OFERTA DE DISCIPLINAS ALUNOS REGULARES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO OFERTA DE DISCIPLINAS 2015.1 ALUNOS REGULARES DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS (ALUNOS REGULARES): MESTRADO

Leia mais

FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife

FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E METODOLOGIAS ÁGEIS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Edital do Processo Seletivo 2016/2 Setembro

Leia mais

FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife

FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife ESPECIALIZAÇÃO EM SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO EM ENGENHARIA DE SOFTWARE: TECNOLOGIAS, TÉCNICAS E APLICAÇÕES (SIES:TTA)

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 16, de 30

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ACONSELHAMENTO GENÉTICO EM PREDISPOSIÇÃO

Leia mais

Pós-Graduação em Produção Audiovisual

Pós-Graduação em Produção Audiovisual Pós-Graduação em Produção Audiovisual Início em 27 de abril de 2017 Aulas aos sábados de 8:30 às 15:00 (com intervalo de 1:00 hora) Consultar planos de pagamento Desconto para pagamento à vista. 1 1 Objetivo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA ARTE ESCOLA DE TEATRO E DANÇA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA ARTE ESCOLA DE TEATRO E DANÇA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA ARTE ESCOLA DE TEATRO E DANÇA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS DO CORPO: CRIAÇÃO, TRANSMISSÃO E RECEPÇÃO EDITAL Nº 003/2013 - ICA

Leia mais

EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS. (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014).

EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS. (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014). EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014). DISCIPLINA ISOLADA 1º semestre de 2016 A Reitoria do CES/JF, no uso das atribuições que lhe foram

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA E HISTÓRIA CONCURSO PÚBLICO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA E HISTÓRIA CONCURSO PÚBLICO CRONOGRAMA DAS PROVAS ARQUEOLOGIA PROVA DATA HORÁRIO Prova Escrita 26 de maio 14h Entrega da proposta de 26 de maio 14h Resultado da prova escrita e 27 de maio 14h sorteio de pontos Prova didática 28 de

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR Previsão de Ingresso: primeiro semestre de 2016 ESPM Unidade Sul Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Educação Executiva: (51) 3218-1380

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO ENFERMAGEM EM TERAPIA INTENSIVA Unidade Dias

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM BELAS ARTES. CRÉDITOS Obrigatórios: 130 Optativos: 30.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM BELAS ARTES. CRÉDITOS Obrigatórios: 130 Optativos: 30. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:25:29 Curso : LICENCIATURA

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM FILOSOFIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 140 Optativos: 20.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM FILOSOFIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 140 Optativos: 20. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:23:01 Curso : LICENCIATURA

Leia mais

BACHARELADO EM HISTÓRIA DA ARTE UFRGS MATRIZ CURRICULAR

BACHARELADO EM HISTÓRIA DA ARTE UFRGS MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM HISTÓRIA DA ARTE UFRGS MATRIZ CURRICULAR ETAPA 1 ART 02199 Fundamentos das Artes Visuais ART 02189 História da Arte I ART 02187 História da Cultura ART 02116 Práticas Artísticas ART 02122

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 GABARITO PARA AVALIAÇÃO DE PROVA DE TÍTULOS CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES NÃO TITULARES NOME DO(A) CANDIDATO(A): DEPARTAMENTO: SETOR: Unidade Universitária: ÁREA OU MATÉRIA: GRUPO I Títulos universitários

Leia mais

Currículo do Curso de História

Currículo do Curso de História Currículo do Curso de História Licenciatura ATUAÇÃO O licenciado em História formado na UFV poderá atuar no ensino fundamental (séries finais: 5ª a 8ª séries), ensino médio e universitário. O curso está

Leia mais

1 - INFORMAÇÕES GERAIS

1 - INFORMAÇÕES GERAIS FUNDAÇÃO ADOPHO BÓSIO DE EDUCAÇÃO NO TRANSPORTE FABET FACULDADE DE TECNOLOGIA PEDRO ROGÉRIO GARGIA FATTEP PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL Nº 01/2014 DOS CURSOS DE: MBA em Gestão

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA HOSPITALAR Unidade Dias e

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UERJ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA CURSO DE DOUTORADO EDITAL 02/2011

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UERJ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA CURSO DE DOUTORADO EDITAL 02/2011 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UERJ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE DOUTORADO EDITAL 02/2011 TURMA 2011 DOUTORADO O Centro de Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

ARTES E HUMANIDADES Instruções para as Inscrições 2014/2015 (2.º ANO e 3.º ANO)

ARTES E HUMANIDADES Instruções para as Inscrições 2014/2015 (2.º ANO e 3.º ANO) ARTES E HUMANIDADES Instruções para as Inscrições 2014/2015 (2.º ANO e 3.º ANO) Cumprido o tronco comum, para perfazer os 180 créditos ECTS, o aluno pode optar por um ou dois majors, por um major e dois

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM OPERAÇÃO DE EQUIPAMENTOS

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CLÍNICA - BH Unidade Dias

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. t SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTADO DA ARTE EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

Leia mais

C.E.S.A.R.EDU Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife

C.E.S.A.R.EDU Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife C.E.S.A.R.EDU Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA INOVAÇÃO E INTELIGÊNCIA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Edital do Processo Seletivo 2017.1 Março/2017

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº O Centro Técnico e Faculdades Futurão, pessoa jurídica de direito privado, mantenedora da Faculdades Futurão,

Leia mais

HISTORIA DO DESIGN III

HISTORIA DO DESIGN III Blucher Design Proceedings Agosto de 2014, Número 3, Volume 1 HISTORIA DO DESIGN III Nelson Rodrigues da Silva - nelson.rodrigues@belasartes.br Centro Universitário Belas Artes de São Paulo - Bacharelado

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA EM TERAPIA

Leia mais

DOUTORADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO (Sem pré requisito de Mestrado)

DOUTORADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO (Sem pré requisito de Mestrado) CICLO ACADÊMICO 2017 DOUTORADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO (Sem pré requisito de Mestrado) Aprovado pela Resolução Conselho Superior 198/02 C. S. Acreditado pela CONEAU, Resolução Nº 010/00, Categoria B pela

Leia mais

EDITAL PGCult N 01/2016 disciplinas isoladas Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade - PGCult

EDITAL PGCult N 01/2016 disciplinas isoladas Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade - PGCult UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS - CCH PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA E SOCIEDADE - PGCULT MESTRADO INTERDISCIPLINAR (Aprovado pela Resolução 603/2009 CONSEPE) EDITAL

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR)

Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) Ementário - Doutorado Eixo de Disciplinas Comuns Metodologia de Pesquisa em Jornalismo M e D Obrigatória 60 horas 04 Conhecimento e campo científico. Campo

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS

Universidade Federal de São Paulo PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS V EDITAL DE APOIO A PROJETOS CULTURAIS ESTUDANTIS PROCULTURA ESTUDANTIL 2016 A Pró-Reitora de Assuntos Estudantis, no uso de suas atribuições e em cumprimento ao Decreto 7.234 de 19 de julho de 2010, que

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO MESTRADO EM EDUCAÇÃO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2010 E PRIMEIRO DE 2011 EDITAL

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA HOSPITALAR

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA - RIO Unidade Dias e Horários

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E GINECOLÓGICA Unidade

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA - RIO

Leia mais

EDITAL Nº 11/2016 PIBIC JUNIOR - PROPe

EDITAL Nº 11/2016 PIBIC JUNIOR - PROPe EDITAL Nº 11/2016 PIBIC JUNIOR - PROPe 1. Introdução Com o objetivo despertar a vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes do ensino médio e profissional da Rede Pública de Ensino,

Leia mais

EDITAL PRORROGAÇÃO DE INSCRIÇÃO DO 1º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ALIMENTAÇÃO ESCOLAR- TURMA 2015 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

EDITAL PRORROGAÇÃO DE INSCRIÇÃO DO 1º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ALIMENTAÇÃO ESCOLAR- TURMA 2015 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE NUTRIÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ALIMENTAÇÃO ESCOLAR EDITAL PRORROGAÇÃO DE INSCRIÇÃO DO 1º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

1 DA INSCRIÇÃO 2 DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA INSCRIÇÃO NO EXAME DE SELEÇÃO E ADMISSÃO

1 DA INSCRIÇÃO 2 DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA INSCRIÇÃO NO EXAME DE SELEÇÃO E ADMISSÃO Edital de convocação para Inscrição, Seleção e Matrícula de candidato aos Cursos de Pós-Graduação em nível de Especialização - Lato Sensu para o ano letivo de 2017. A Faculdade de Ciências da Administração

Leia mais

EDITAL N 16/2016 PPG/CPG/UEMA

EDITAL N 16/2016 PPG/CPG/UEMA EDITAL N 16/2016 PPG/CPG/UEMA A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Maranhão (PPG/UEMA) torna público, para o conhecimento dos interessados, que no período de 17 de maio

Leia mais

EDITAL CEAD/UFOP N 019/2013

EDITAL CEAD/UFOP N 019/2013 EDITAL CEAD/UFOP N 019/2013 Dispõe sobre o processo de inscrição para o Curso de Especialização em Coordenação Pedagógica (Pós- Graduação lato sensu) oferecido pelo Centro de Educação Aberta e a Distância

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR E ENSINO TÉCNICO

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR E ENSINO TÉCNICO PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR E ENSINO TÉCNICO EDITAL Nº 001/2016 A Faculdade do Vale do Araranguá, pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO. Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO. Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira QUINTA SELEÇÃO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL E DO TRABALHO

Leia mais

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I ANEXO I QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I Desemho básico Desemho intermediário Desemho básico de observação Desenho de observação Fotografia

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS EAD 1º Semestre de 2017

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS EAD 1º Semestre de 2017 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS EAD 1º Semestre de 2017 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS º PERÍODO CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS - 2016.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: LINGUAGEM E ESTRUTURAÇÃO MUSICAL II Teoria e Percepção Musical II. Desenvolvimento da leitura musical em quatro claves de referência:

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de PLANO DE CURSO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de PLANO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Teoria do Design de Moda Código: CH Total: 60 h. Pré-requisito: -

Leia mais

EDITAL 14 /2016 PIBIC ENSINO MÉDIO / CNPq

EDITAL 14 /2016 PIBIC ENSINO MÉDIO / CNPq EDITAL 14 /2016 PIBIC ENSINO MÉDIO / CNPq A e a Coordenação Executiva do PIBIC/ ENSINO MÉDIO tornam público o presente Edital de abertura de inscrições, visando à seleção de bolsistas para o PROGRAMA INSTITUCIONAL

Leia mais

O curso de especialização em Gestão Escolar tem por objetivo formar, em nível de pós-

O curso de especialização em Gestão Escolar tem por objetivo formar, em nível de pós- EDITAL CEAD/UFOP N 35/2014 Dispõe sobre o procedimento de seleção de candidatos para o Curso de Especialização em Gestão Escolar (Pós-Graduação lato sensu), oferecido pelo Centro de Educação Aberta e a

Leia mais

Especialização em Enfermagem em Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Central de Material Esterilizado

Especialização em Enfermagem em Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Central de Material Esterilizado Especialização em Enfermagem em Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Central de Material Esterilizado Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições em Breve Turma 08 --> A evolução na arte de exercer a enfermagem

Leia mais

ANATOMIA DO APARELHO LOCOMOTOR

ANATOMIA DO APARELHO LOCOMOTOR 1ª Série 6MOR017 ANATOMIA DO APARELHO LOCOMOTOR Estudo dos aparelhos - locomotor e cárdio-respiratório e sua relação com movimento humano culturalmente construído. 6SOC108 ANTROPOLOGIA A Construção social

Leia mais

Pedagogia. 1º Semestre. Biologia Educacional EDC602/ 60h

Pedagogia. 1º Semestre. Biologia Educacional EDC602/ 60h Pedagogia 1º Semestre Biologia Educacional EDC602/ 60h Ementa: Identificar os processos biológicos fundamentais diretamente relacionados à situação ensino-aprendizagem. Análise dos fatores genéticos e

Leia mais

Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas

Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas CHAMADA DE SELEÇÃO PÚBLICA 2012 APERFEIÇOAMENTO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E HOSPITALAR NA ÁREA DA INFECTOLOGIA Coordenação: Márcia Franco da Silva O Instituto de

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, alterando a resolução CONSEPE 18/2014 e demais disposições contrárias.

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, alterando a resolução CONSEPE 18/2014 e demais disposições contrárias. RESOLUÇÃO CONSEPE 19/2015 ALTERA LINHAS DE PESQUISA E RESPECTIVAS MATRIZES CURRICULARES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente do Conselho

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO MESTRADO EM EDUCAÇÃO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2012 E PRIMEIRO SEMESTRE DE

Leia mais

Fomenta Cultura Mostra de Artes Visuais

Fomenta Cultura Mostra de Artes Visuais Fomenta Cultura - 2017 Mostra de Artes Visuais Mostras inéditas de arte contemporânea e popular, compostas por exposições individuais e coletivas de artistas residentes em Minas Gerais, em início de trajetória

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE CURSO

CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ENF 304 Pré requisito: Nenhum Período Letivo: 2014.1 Professor:

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 10 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM PEDIÁTRICA

Leia mais

MBA EM MARKETING E ESTRATÉGIAS DIGITAIS

MBA EM MARKETING E ESTRATÉGIAS DIGITAIS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM MARKETING E ESTRATÉGIAS DIGITAIS Objetivos do Curso O curso tem como objetivo fundamental desenvolver competências para atuar de acordo com as tecnologias de informação

Leia mais

EDITAL PÓS Nº 002/2016 INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUÇÃO - LATO SENSU 2º SEMESTRE 2016

EDITAL PÓS Nº 002/2016 INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUÇÃO - LATO SENSU 2º SEMESTRE 2016 EDITAL PÓS Nº 002/2016 INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUÇÃO - LATO SENSU 2º SEMESTRE 2016 Gilceia Maria Lodi, diretora geral da Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac, no uso de suas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. MODELO PARA O PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO 1. Identificação do Projeto: Nome do Curso: Área do Conhecimento: Forma de Oferta: ( ) Presencial ( ) A distância Turno:

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online ENSINO DE BIOLOGIA Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação na

Leia mais

E D I T A L Nº 001/2016/PPGEdu/ICHS/CUR/UFMT SELEÇÃO DE ALUNOS ESPECIAIS

E D I T A L Nº 001/2016/PPGEdu/ICHS/CUR/UFMT SELEÇÃO DE ALUNOS ESPECIAIS Universidade Federal de Mato Grosso Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação Campus Universitário de Rondonópolis Instituto de Ciências Humanas e Sociais Programa de Pós-Graduação em Educação E D I T A

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL (Currículo iniciado em 2015)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL (Currículo iniciado em 2015) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL (Currículo iniciado em 2015) ANTROPOLOGIA 68 h/a 3210 A relação dialética entre o material e o simbólico na construção das identidades sociais e da

Leia mais

EDITAL Nº 05/2016 ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS REMANESCENTES NO CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO CAMPUS CHARQUEADAS

EDITAL Nº 05/2016 ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS REMANESCENTES NO CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO CAMPUS CHARQUEADAS EDITAL Nº 05/2016 ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS REMANESCENTES NO CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO CAMPUS CHARQUEADAS O Instituto Federal Sul-Rio-Grandense - Campus Charqueadas

Leia mais

Graduação: Arquitetura e Urbanismo Mestrado: Arquitetura, Arquitetura e Urbanismo, Planejamento Urbano e Desenvolvimento Urbano.

Graduação: Arquitetura e Urbanismo Mestrado: Arquitetura, Arquitetura e Urbanismo, Planejamento Urbano e Desenvolvimento Urbano. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 04, de 10 de fevereiro de 2014, publicado no Diário Oficial da União nº 30, de 12 de fevereiro de 2014. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES, PROGRAMAS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO- PNPD/C APES EDITAL PPGE-1/2017

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO- PNPD/C APES EDITAL PPGE-1/2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO -PPGE PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO- PNPD/C APES

Leia mais

Curso de Especialização em COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA E SUPERVISÃO ESCOLAR

Curso de Especialização em COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA E SUPERVISÃO ESCOLAR Curso de Especialização em COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA E SUPERVISÃO ESCOLAR ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Coordenação Pedagógica e Supervisão

Leia mais

EDITAL CEAD/UFOP N /2013

EDITAL CEAD/UFOP N /2013 EDITAL CEAD/UFOP N 0.. 12/2013 Dispõe sobre o processo de inscrição para o Curso de Especialização em Gestão Escolar (Pós-Graduação lato sensu) oferecido pelo Centro de Educação Aberta e a Distância da

Leia mais

Currículo - Versão para Imprimir

Currículo - Versão para Imprimir Currículo BACHARELADO EM FILOSOFIA s Obrigatorios: 144 s Eletivos: 28 s Complementares: 6 Semestre selecionado: 2013/1 Etapa 1 HUM01059 HUM01502 HUM01060 HISTÓRIA DA FILOSOFIA GREGA LÓGICA I - A Etapa

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação Aprovados em ata da décima segunda reunião ordinária do Departamento de Letras, realizada no dia 10 de junho de 2016. O ambiente intelectual

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2017

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2017 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2017 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ORTOPEDIA MULTIDISCIPLINAR Unidade Dias

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL APLICADA À NEUROLOGIA

Leia mais

Instituto de Educação Superior de Brasília IESB. Edital 005/2010. Processo externo para preenchimento de vagas para docentes. 2º Semestre de 2010

Instituto de Educação Superior de Brasília IESB. Edital 005/2010. Processo externo para preenchimento de vagas para docentes. 2º Semestre de 2010 Instituto de Educação Superior de Brasília IESB Edital 005/2010 Processo externo para preenchimento de para docentes 2º Semestre de 2010 O Instituto de Educação Superior de Brasília IESB, mantido pelo

Leia mais