a) Baseando-se nos resultados acima, qual é a sequência mais provável desses 4 genes no cromossomo, a partir do gene A? b) Justifique sua resposta.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "a) Baseando-se nos resultados acima, qual é a sequência mais provável desses 4 genes no cromossomo, a partir do gene A? b) Justifique sua resposta."

Transcrição

1 CAP. 08: HERANÇA QUANTITATIVA OU POLIGENICA CAP. 09: MAPAS DE LIGAÇÃO GÊNICA - LINKAGE CAP. 10: O MATERIAL GENÉTICO E A GENÉTICA DO FUNCIONAMENTO DOS GENES 1. Considere dois genes e seus respectivos alelos: A e a; B e b. Em termos de localização cromossômica, explique o que significa dizer que esses dois genes a) segregam-se independentemente na formação dos gametas. b) estão ligados. 2. Os locos gênicos A e B se localizam em um mesmo cromossomo, havendo 30 unidades de recombinação (morganídeos) entre eles. a) Como se denomina a situação mencionada? Supondo o cruzamento AB/ab com ab/ab b) Qual será a porcentagem de indivíduos AaBb na descendência? c) Qual será a porcentagem de indivíduos Aabb? 3. Um organismo, homozigoto para os genes A B C D, todos localizados em um mesmo cromossomo, é cruzado com outro, que é homozigoto recessivo para os mesmos alelos. O retrocruzamento de F1 (com o duplo recessivo) mostra os seguintes resultados: - não ocorreu permuta entre os genes A e C; - ocorreu 20% de permuta entre os genes A e B, 30% entre A e D; - ocorreu 10% de permuta entre os genes B e D. a) Baseando-se nos resultados acima, qual é a sequência mais provável desses 4 genes no cromossomo, a partir do gene A? b) Justifique sua resposta. 4. A grande variação da cor da pele na espécie humana deve-se não apenas à herança quantitativa, mas também à maior ou menor exposição ao Sol. Em relação à influência genética, supõe-se que o gene S determine uma dose de melanina, que se soma ao mesmo efeito do gene T, não alelo. Assim, indivíduos SSTT são considerados negros. No cruzamento de um homem mulato médio, filho de uma mulher branca, com uma mulher negra, qual seria a proporção fenotípica dos filhos desse casal? 5. Para determinada planta, suponha que a diferença entre um fruto de 10 cm de comprimento e um de 20 cm de comprimento seja devida a dois genes, cada um com dois alelos, que têm efeito aditivo e que se segregam independentemente. Na descendência do cruzamento entre dois indivíduos,sendo um com 10 cm e um com 20 cm, espera-se qual proporção de plantas com frutos de 17,5 cm? 6. A altura dos espécimes de uma determinada planta encontrada no cerrado varia entre 12cm e 108cm. Os responsáveis por essa variação são 3 pares de genes com segregação independente, que

2 interferem igualmente na altura da planta. Determine a altura, em centímetros, esperada para a primeira geração de um cruzamento entre dois indivíduos com os genótipos AABBCC e aabbcc. 7. Alguns antibióticos são particularmente usados em doenças causadas por bactérias. A tetraciclina é um deles; sua ação impede que o RNA transportador (RNA t ) se ligue aos ribossomos da bactéria, evitando a progressão da doença. a) Que processo celular é interrompido pela ação da tetraciclina? Qual é o papel do RNA t nesse processo? b) Em que local, na bactéria, ocorre a síntese do RNA t? Cite dois outros componentes bacterianos encontrados nesse mesmo local. 8. A figura abaixo representa um gene eucariótico de uma determinada enzima. A é a região promotora do gene; B e D são éxons; e C é um íntron. a) Das partes assinaladas, quais são codificadoras, ou seja, quais contêm informações que vão fazer parte do transcrito final e da proteína? Explique. b) Alguns indivíduos possuem uma mutação em A, o que gera uma atividade enzimática reduzida. Entretanto, não existem diferenças estruturais entre as enzimas codificadas pelos genes com e sem esta mutação. Como tal fato pode ser explicado? 9. A imagem abaixo representa o processo de tradução. a) Quais são as estruturas representadas pelas letras A e B, respectivamente? b) Nos eucariotos, em quais estruturas celulares esse processo ocorre?

3 10. A figura a seguir esquematiza as duas etapas envolvidas no processo de síntese proteica em determinada célula. Com base nestas informações, responda: a) Tal processo esta ocorrendo em uma célula eucariótica ou procariótica? Justifique. b) Explique o que significa: código genético universal e código genético degenerado. 11. Os esquemas I e II abaixo mostram as etapas da expressão gênica em dois organismos distintos, um procarioto e um eucarioto. a) Indique, com justificativa, qual esquema se refere ao eucarioto. Em qual ou quais compartimentos celulares ocorrem as etapas indicadas por 1 e 2 no esquema I, e as etapas 3 e 5 do esquema II? b) A remoção diferencial de íntrons do RNA mensageiro pode resultar na produção de diferentes peptídeos. Qual das etapas indicadas nos esquemas corresponde ao processo de remoção de

4 íntrons? Explique por que a remoção diferencial de introns pode acarretar a produção de diferentes peptídeos. 12. O esquema abaixo representa o mecanismo de biossíntese proteica em um trecho de DNA de uma célula eucariota. Observe que sua hélice inferior será transcrita e que as bases nitrogenadas, em destaque, compõem um íntron, a ser removido no processamento do pró-rnam. Identifique a sequência de bases que irá compor o trecho de RNA mensageiro a ser traduzido em proteína e determine o número de aminoácidos a serem introduzidos na proteína nascente. 13. Em setembro de 1957, após os primeiros experimentos que culminaram na determinação da estrutura tridimensional do DNA, o cientista Francis Crick fez a seguinte declaração: É difícil resistir à conclusão de que o DNA é material genético. Se este for o caso, nosso problema é aprender como o DNA reproduz a si mesmo [...]. A ideia básica é que duas cadeias de DNA, que se encaixam como uma mão em uma luva, são separadas de alguma forma e a mão então serve como molde para uma nova luva, enquanto a luva atua como molde para uma nova mão. Consequentemente, teremos duas mãos usando luvas onde havia apenas uma. Em termos químicos, imaginávamos que os monômeros fornecidos pela célula se alinham ao longo da cadeia molde com bases complementares formando pares. Tendo como base a declaração de Crick, explique o processo de duplicação semiconservativa do DNA.

5 14. O DNA é a molécula da hereditariedade. Essa molécula é formada por nucleotídeos. Em relação aos nucleotídeos do DNA responda: a) Qual a composição de um nucleotídeo que compõe as fitas de DNA? b) Quais as pirimidinas do DNA? 15. Usando a tabela do código genético, é possível deduzir a sequência de aminoácidos de uma proteína a partir da sequência de nucleotídeos do RNA mensageiro que a codifica. Indique se é possível, dada a sequência de aminoácidos de uma proteína de um eucarioto, deduzir a sequência de seu gene. Justifique sua resposta.

genética molecular genética clássica DNA RNA polipeptídio GENÉTICA Exercícios 1. Julgue os itens que se seguem.

genética molecular genética clássica DNA RNA polipeptídio GENÉTICA Exercícios 1. Julgue os itens que se seguem. GENÉTICA clássica molecular DNA RNA polipeptídio Exercícios 1. Julgue os itens que se seguem. 01. As cadeias de RNA mensageiros são formadas por enzimas que complementam a sequência de bases de um segmento

Leia mais

Genética Molecular. Tema 1: Genética Molecular. Prof. Leandro Parussolo

Genética Molecular. Tema 1: Genética Molecular. Prof. Leandro Parussolo Instituto Federal de Santa Catarina Câmpus Florianópolis Unidade Curricular: Biologia I Tema 1: Genética Molecular Genética Molecular Prof. Leandro Parussolo leandro.parussolo@ifsc.edu.br Genética Estuda

Leia mais

Síntese de Proteínas e Divisão Celular

Síntese de Proteínas e Divisão Celular Síntese de Proteínas e Divisão Celular Síntese de Proteínas e Divisão Celular 1. Normalmente não se encontram neurônios no cérebro em plena divisão celular. Entretanto, no Mal de Alzheimer, grandes quantidades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Monitoria da disciplina de Biologia Molecular (CBI 613) Monitor responsável: Bruno Jhônatan Costa Lima (13.2.2032) Assunto: Síntese proteica e regulação da expressão gênica GENES E CROMOSSOMOS 1. Identifique

Leia mais

Duplicação do DNA & Síntese de proteínas

Duplicação do DNA & Síntese de proteínas Duplicação do DNA & Síntese de proteínas Aula de Biologia Tema: Duplicação do DNA & Síntese Protéica Daniel Biólogo Planetabiologia.com ÁCIDOS NUCLÉICOS 1) Conceito: Os Ácidos Nucléicos são macromoléculas,

Leia mais

Como os alelos localizam-se em um mesmo. dos gametas, a não ser que ocorra permutação ou crossing over;

Como os alelos localizam-se em um mesmo. dos gametas, a não ser que ocorra permutação ou crossing over; Devido um organismo possuir milhares de genes e apenas alguns pares de cromossomos, é de se esperar, portanto, que um número razoável de pares de genes esteja localizado num mesmo par de cromossomos homólogos.

Leia mais

CAPÍTULO 6: COMPOSTOS ORGÂNICOS PROTEÍNAS CAP. 7: COMPOSTOS ORGÂNICOS ÁCIDOS NUCLEICOS E VITAMINAS

CAPÍTULO 6: COMPOSTOS ORGÂNICOS PROTEÍNAS CAP. 7: COMPOSTOS ORGÂNICOS ÁCIDOS NUCLEICOS E VITAMINAS CAPÍTULO 6: COMPOSTOS ORGÂNICOS PROTEÍNAS CAP. 7: COMPOSTOS ORGÂNICOS ÁCIDOS NUCLEICOS E VITAMINAS 1. Dentre os diferentes compostos orgânicos das células temos as proteínas. Sobre estas responda: a) Cite

Leia mais

Resoluções das atividades

Resoluções das atividades Resoluções das atividades Aula 8 Ácidos nucleicos Atividades para sala 01 D 02 B No DNA, ocorrem duas fitas de polinucleotídios. As duas fitas são unidas por pontes de hidrogênio estabelecidas entre os

Leia mais

ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS

ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS Faculdade Ciência da Vida Disciplina: Genética Básica Aula 2 ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS PROFESSORA: Fernanda Guimarães E-MAIL: guimaraes.biologia@gmail.com NÚCLEO Abriga do material genético

Leia mais

Transcrição: Síntese de RNA Tradução: Síntese Proteica

Transcrição: Síntese de RNA Tradução: Síntese Proteica Transcrição: Síntese de RNA Tradução: Síntese Proteica A estrutura química da molécula de RNA apresenta pequenas diferenças em relação ao DNA. http://www.nature.com/scitable/learning-path/theelaboration-of-the-central-dogma-701886#url

Leia mais

Departamento de Genética Nilce M. Martinez Rossi

Departamento de Genética Nilce M. Martinez Rossi ORGANIZAÇÃO E FUNCIONALIDADE DO GENOMA HUMANO Departamento de Genética Nilce M. Martinez Rossi Fenótipo = GENÓTIPO + Ambiente O que é o genoma? Projetos Genoma Genoma: sequencia de DNA de todos os cromossomos

Leia mais

EXERCÍCIOS DE MONITORIA 2º PERÍODO AGOSTO BIOLOGIA RECUP. PARCIAL

EXERCÍCIOS DE MONITORIA 2º PERÍODO AGOSTO BIOLOGIA RECUP. PARCIAL 1ª série Ens. Médio 1. A figura a seguir refere-se à hereditariedade: a) EXERCÍCIOS DE MONITORIA 2º PERÍODO AGOSTO BIOLOGIA RECUP. PARCIAL b) Explique de que forma a molécula de DNA atua no fenômeno da

Leia mais

Anabolismo Nuclear e Divisão Celular

Anabolismo Nuclear e Divisão Celular 1. (UFRN) Uma proteína X codificada pelo gene Xp é sintetizada nos ribossomos, a partir de um RNAm. Para que a síntese aconteça, é necessário que ocorram, no núcleo e no citoplasma, respectivamente, as

Leia mais

ÁCIDOS NUCLÉICOS 15/6/2010. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica. - Desoxirribose, presente no DNA; - Ribose, presente no RNA.

ÁCIDOS NUCLÉICOS 15/6/2010. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica. - Desoxirribose, presente no DNA; - Ribose, presente no RNA. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica ÁCIDOS NUCLÉICOS Prof. Msc. Reginaldo Vicente Ribeiro Cuiabá Maio de 2010 São as biomoléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

Biologia Ensino Médio 2º ano classe: Prof. Cesinha Nome: nº

Biologia Ensino Médio 2º ano classe: Prof. Cesinha Nome: nº PRIMEIR LETR TEREIR LETR Biologia Ensino Médio 2º ano classe: Prof. esinha Nome: nº Valor: 10 Nota:. Lista de ExercíciosTarefa- Segundos nos prof. esinha 2015 1. (ff 2010) figura a seguir representa um

Leia mais

Transcrição do DNA. Dogma central. O fluxo da informação é unidirecional. Refutação definitiva da herança dos caracteres adquiridos 26/04/2015

Transcrição do DNA. Dogma central. O fluxo da informação é unidirecional. Refutação definitiva da herança dos caracteres adquiridos 26/04/2015 Transcrição do DNA José Francisco Diogo da Silva Junior Mestrando CMANS/UECE Dogma central O fluxo da informação é unidirecional Refutação definitiva da herança dos caracteres adquiridos 1 A iniciação

Leia mais

DNA: Replicação e Transcrição. Professora: MSc Monyke Lucena

DNA: Replicação e Transcrição. Professora: MSc Monyke Lucena EXTRA, EXTRA Se a mãe for (DD) e o pai (D), nenhum dos descendentes será daltónico nem portador. Se a mãe (DD) e o pai for (d), nenhum dos descendentes será daltônico, porém as filhas serão portadoras

Leia mais

Clique para editar o estilo do título mestre

Clique para editar o estilo do título mestre sub 23/07/2014 1 23/07/2014 1 AU09 Estrutura título e Função mestre do Material Genético Nalini subtítulo Drieli Josviak mestre Doutorado drinaly@gmail.com 23/07/2014 2 23/07/2014 2 Material Genético:

Leia mais

REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição

REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto JUL/2011 HISTÓRICO 1957 CRICK e GAMOV Dogma Central da Biologia Molecular A Célula DIFERENCIAÇÃO Núcleo: DNA CRESCIMENTO

Leia mais

Prof. João Carlos Setubal

Prof. João Carlos Setubal Prof. João Carlos Setubal QBQ 102 Aula 3 (biomol) Transcrição e tradução Replicação Dogma Central da Biologia Molecular Transcrição RNA mensageiro Usa Uracila ao invés de Timina Tradução de mrnas Ocorre

Leia mais

Fundamentos da Genética. Professor: Anderson Marques de Souza 2016

Fundamentos da Genética. Professor: Anderson Marques de Souza 2016 Fundamentos da Genética Professor: Anderson Marques de Souza 2016 Genética: Conceitos Básicos 1º estuda a transmissão de características da célula-mãe para a célula-filha; 2º estuda as características

Leia mais

Estrutura e Função de Ácidos Nucléicos

Estrutura e Função de Ácidos Nucléicos UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC BIOQUÍMICA BIO0001 Estrutura e Função de Ácidos Nucléicos Prof Karine P. Naidek Novembro/2016 O RNA

Leia mais

Noções de Genética: COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE CURSINHO PRÉ-ENEM PROFESSORA: MSc MONYKE LUCENA

Noções de Genética: COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE CURSINHO PRÉ-ENEM PROFESSORA: MSc MONYKE LUCENA Noções de Genética: COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE CURSINHO PRÉ-ENEM PROFESSORA: MSc MONYKE LUCENA Noções de Genética: Genética: É o estudo da hereditariedade. Hereditariedade: fenômeno que explica as semelhanças

Leia mais

14/02/2017. Genética. Professora Catarina

14/02/2017. Genética. Professora Catarina 14/02/2017 Genética Professora Catarina 1 A espécie humana Ácidos nucleicos Tipos DNA ácido desoxirribonucleico RNA ácido ribonucleico São formados pela união de nucleotídeos. 2 Composição dos nucleotídeos

Leia mais

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Nucleotídeos É a unidade formadora dos ácidos nucléicos: DNA e RNA. É composto por um radical fosfato, uma pentose (ribose RNA e desoxirribose DNA) e uma base nitrogenada

Leia mais

Organização do genoma e variação individual

Organização do genoma e variação individual Organização do genoma e variação individual José Francisco Diogo da Silva Junior Mestrando CMANS/UECE PLASTICIDADE CELULAR 1 PLASTICIDADE CELULAR PLASTICIDADE CELULAR 2 COMPOSIÇÃO DO DNA ESTRUTURA DO DNA

Leia mais

2) UFRS - O esquema a seguir refere-se a uma célula diplóide que, durante a meiose, sofrerá permutação entre os genes A e B.

2) UFRS - O esquema a seguir refere-se a uma célula diplóide que, durante a meiose, sofrerá permutação entre os genes A e B. LIGAÇÃO CROMOSSÔMICA 1) UFRS - Os seguintes conceitos genéticos foram escritos por um aluno que estava com dúvidas sobre a matéria e que pediu a um professor qualificado que os conferisse: I - Os genes

Leia mais

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Telmo Giani Fonte: Internet

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Telmo Giani Fonte: Internet Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Telmo Giani Fonte: Internet OS ÁCIDOS NUCLEICOS DNA Ácido fosfórico Desoxirribose Bases Púricas: A e G Bases Pirimídicas: C e T Dupla fita RNA Ácido fosfórico Ribose

Leia mais

Organização estrutural e funcional do núcleo. Professor Otaviano Ottoni Netto

Organização estrutural e funcional do núcleo. Professor Otaviano Ottoni Netto Organização estrutural e funcional do núcleo Professor Otaviano Ottoni Netto Núcleo Celular Estrutura do Núcleo Alberts et al., 1994 - págs 335 e 345 _Tráfego de proteínas entre núcleo e citoplasma_

Leia mais

Assinale abaixo quais os processos que resultam na expressão das características individuais:

Assinale abaixo quais os processos que resultam na expressão das características individuais: Atividade extra Questão 1 O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são chamados de genes. Assinale abaixo quais os processos que resultam na expressão

Leia mais

((lambda (h q) (list h (list q h) (list q q))) (quote (lambda (h q) (list h (list q h) (list q q)))) (quote quote))

((lambda (h q) (list h (list q h) (list q q))) (quote (lambda (h q) (list h (list q h) (list q q)))) (quote quote)) The depressing truth Ultimately, it all comes down to 3 facts: 1.All things eventually disappear. 2.Making copies can delay this. 3.With limited resources, what is left is that which makes good copies

Leia mais

IFSC Campus Lages. Transcrição. Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri

IFSC Campus Lages. Transcrição. Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri IFSC Campus Lages Transcrição Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri RNA - estrutura Semelhante ao DNA, com ribose como glicídio e uracila como base nitrogenada, no lugar da timina do DNA. RNA é unifilamentar

Leia mais

Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa

Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa Ano Lectivo: 2007/200 Disciplina: Biologia e Geologia (ano 2) Ano: 11º Turma: CT Curso: C.H. - C.T. Duração: 0 min. Data: 31 / /2007 Docente: Catarina Reis

Leia mais

Introdução a Biologia Molecular: DNA Nutrição

Introdução a Biologia Molecular: DNA Nutrição Introdução a Biologia Molecular: DNA Nutrição Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ABR/2011 HISTÓRICO Organização Células DNA + Proteínas Informação das proteínas e RNAs que serão sintetizadas

Leia mais

Número de genes versus número de proteínas em eucariotos

Número de genes versus número de proteínas em eucariotos Número de genes versus número de proteínas em eucariotos Bioquímica II SQM0416 Júlia Assirati Tomie Kuriyama Victória Montenegro de Campos Resumo Introdução Características do genoma humano Como foram

Leia mais

03/02/2010. Estrutura de Ácidos. Nucléicos e. Organização do. Genoma Humano. DNA por Watson & Crick, (Nature 171: ).

03/02/2010. Estrutura de Ácidos. Nucléicos e. Organização do. Genoma Humano. DNA por Watson & Crick, (Nature 171: ). DNA por Watson & Crick, 1953 Estrutura de Ácidos Nucléicos e Organização do Genoma Humano (Nature 171: 737-738). Modelo de estrutura tridimensional do DNA, baseado principalmente nos estudos de difração

Leia mais

Síntese de Proteínas, Divisão Celular e Embriologia

Síntese de Proteínas, Divisão Celular e Embriologia Síntese de Proteínas, Divisão Celular e Embriologia 1. Em um segmento de cadeia ativa de DNA, que servirá de molde para a fita de RNA mensageiro, há 30 timinas e 20 guaninas. No segmento correspondente

Leia mais

Introdução à Bioquímica

Introdução à Bioquímica Introdução à Bioquímica Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos Dra. Fernanda Canduri Laboratório de Sistemas BioMoleculares. Departamento de Física.. UNESP São José do Rio Preto - SP. Genoma! O genoma de um organismo

Leia mais

Nutrição. Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

Nutrição. Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Nutrição Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto JUN/2011 Princípios Básicos As proteínas são vinculo entre genótipo e fenótipo; A expressão gênica é o processo pelo qual o DNA coordena a síntese

Leia mais

Perguntas para o roteiro de aula. 1) Descreva as principais características estruturais gerais das moléculas de DNA e

Perguntas para o roteiro de aula. 1) Descreva as principais características estruturais gerais das moléculas de DNA e Perguntas para o roteiro de aula Professora: Drª Marilda S. Gonçalves Propriedades físico-químicas dos ácidos nucléicos 1) Descreva as principais características estruturais gerais das moléculas de DNA

Leia mais

Gene tica. O que é genética? É o estudo dos genes e de sua transmissão para as futuras gerações. Genética Clássica -> Mendel(1856)

Gene tica. O que é genética? É o estudo dos genes e de sua transmissão para as futuras gerações. Genética Clássica -> Mendel(1856) Gene tica Conceitos básicos Na semente estão contidas todas as partes do corpo do homem que serão formadas. A criança que se desenvolve no útero da mãe tem as raízes da barba e do cabelo que nascerão um

Leia mais

Profº André Montillo

Profº André Montillo Profº André Montillo www.montillo.com.br Definição: É um polímero, ou seja, uma longa cadeia de nucleotídeos. Estrutura Molecular dos Nucleotídeos: Os nucleotídeos são constituídos por 3 unidades: Bases

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 07 ÁCIDOS NUCLEICOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 07 ÁCIDOS NUCLEICOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 07 ÁCIDOS NUCLEICOS Nome do Nucleotídeo Adenina Guanina Timina Citosina Base Adenina (A) Guanina (G) Timina (T) Citosina (C) Purina / Pirimidina Purin Purina Pirimidina Pirimidina

Leia mais

Figura 1. Exemplo da estrutura de um nucleotídeo

Figura 1. Exemplo da estrutura de um nucleotídeo 2 - ÁCIDOS NUCLÉICOS Na natureza há dois tipos de ácidos nucléicos: DNA ou ácido desoxirribonucléico e RNA ou ácido ribonucléico. Analogamente a um sistema de comunicação, essas informações são mantidas

Leia mais

GENÉTICA: DE MENDEL AO DNA

GENÉTICA: DE MENDEL AO DNA GENÉTICA: DE MENDEL AO DNA Como os genes influenciam as características? O que faz com que um alelo seja dominante ou recessivo? Por que alguns genes provocam doenças? PROBLEMATIZAÇÃO Quais são os ácidos

Leia mais

a) Qual é o mecanismo de herança dessa doença? Justifique.

a) Qual é o mecanismo de herança dessa doença? Justifique. É sabido que indivíduos homozigotos recessivos para alelos mutados do gene codificador da enzima hexosaminidase desenvolvem uma doença conhecida como Tay-Sachs, e morrem antes do quarto ano de vida. Nos

Leia mais

Exercícios Genética e Evolução Curso: Tecnológicos Campus Palotina

Exercícios Genética e Evolução Curso: Tecnológicos Campus Palotina Exercícios Genética e Evolução Curso: Tecnológicos Campus Palotina Professor: Robson Fernando Missio 1ª Avaliação 1) Um pesquisador trabalhando com o melhoramento de milho realizou o cruzamento controlado

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II CAMPUS TIJUCA II. DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS COORD.: PROFa. CRISTIANA LIMONGI

COLÉGIO PEDRO II CAMPUS TIJUCA II. DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS COORD.: PROFa. CRISTIANA LIMONGI COLÉGIO PEDRO II CAMPUS TIJUCA II DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS COORD.: PROFa. CRISTIANA LIMONGI 1º & 2º TURNOS 3ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO REGULAR & INTEGRADO ANO LETIVO 2015 PROFESSORES: FRED & PEDRO

Leia mais

Introdução à Bioquímica Celular

Introdução à Bioquímica Celular Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Introdução à Bioquímica Celular Prof. Msc. Macks Wendhell Gonçalves mackswendhell@gmail.com O que é Biologia Celular? É o ramo da ciência

Leia mais

Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir. Dúvidas Mais Comuns BIO 11. Flipping Book.

Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir. Dúvidas Mais Comuns BIO 11. Flipping Book. Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir Dúvidas Mais Comuns BIO 11 Flipping Book http://netxplica.com DÚVIDAS MAIS COMUNS :: BIOLOGIA E GEOLOGIA 11 http://netxplica.com 1. Crescimento e

Leia mais

3 Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos

3 Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos 1 3 Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos - São compostos ricos em energia - Funcionam como sinais químicos - São reservatórios moleculares da informação genética a) Nucleotídeos - São encontrados polimerizados

Leia mais

1. Produção de DNA recombinante (plasmídio de uma bactéria/gene do vaga-lume). 3. Multiplicação da célula de tabaco com o gene do vaga-lume.

1. Produção de DNA recombinante (plasmídio de uma bactéria/gene do vaga-lume). 3. Multiplicação da célula de tabaco com o gene do vaga-lume. 01. Analise a figura a seguir, que representa um determinado experimento: 1. Produção de DNA recombinante (plasmídio de uma bactéria/gene do vaga-lume). 2. Introdução do DNA em célula de tabaco. 3. Multiplicação

Leia mais

Bases genéticas dos caracteres quantitativos e qualitativos e componentes de variação fenotípica

Bases genéticas dos caracteres quantitativos e qualitativos e componentes de variação fenotípica Universidade Federal de Rondônia Curso de Eng. Florestal Melhoramento genético Florestal Bases genéticas dos caracteres quantitativos e qualitativos e componentes de variação fenotípica Emanuel Maia www.lahorta.acagea.net

Leia mais

Conceitos Básicos de Genética. Relação Fenótipo-Genótipo

Conceitos Básicos de Genética. Relação Fenótipo-Genótipo Conceitos Básicos de Genética Relação Fenótipo-Genótipo Genética É a disciplina dentro da Biologia que estuda os mecanismos da hereditariedade. O que é genética? É o estudo dos genes e de sua transmissão

Leia mais

Colégio Argumento Interação Gênica e Herança Quantitativa

Colégio Argumento Interação Gênica e Herança Quantitativa Colégio Argumento Interação Gênica e Herança Quantitativa 1ª lei de Mendel 1 par de genes 1 característica genética Ex: Aa x Aa proporção 3:1 2ª lei de Mendel 2 pares de genes 2 características genéticas

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Fred. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Fred. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Fred DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

ÁCIDOS NUCLEICOS.

ÁCIDOS NUCLEICOS. ÁCIDOS NUCLEICOS ÁCIDOS NUCLEICOS ÁCIDOS NUCLEICOS, DNA e RNA, são moléculas que contêm as instruções de como fazer o organismo. Elas são formadas de nucleotídeos, que são uma base nitrogenada, um fosfato

Leia mais

Princípios de Sistemática Molecular

Princípios de Sistemática Molecular ! Ciências teóricas e sistemática biológica "! DNA, genes, código genético e mutação! Alinhamento de seqüências! Mudanças evolutivas em seqüências de nucleotídeos! Otimização em espaços contínuos e discretos!

Leia mais

Disciplina : Biologia Molecular: conceitos e Técnicas. Professora. Dra. Andrea Soares da Costa Fuentes

Disciplina : Biologia Molecular: conceitos e Técnicas. Professora. Dra. Andrea Soares da Costa Fuentes Disciplina : Biologia Molecular: conceitos e Técnicas Professora. Dra. Andrea Soares da Costa Fuentes Revisão Geral Sumário História da Genética Molecular DNA e RNA Dogma Central Replicação Transcrição

Leia mais

IFSC Campus Lages. Tradução. Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri

IFSC Campus Lages. Tradução. Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri IFSC Campus Lages Tradução Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri Relação DNA RNA Proteína Estrutura das proteínas Gene - Proteína Hipótese Gene - Proteina Os genes são responsáveis pelo funcionamento

Leia mais

AU10. Princípios Básicos de Genética Molecular 2: Regulação da Expressão Gênica. Juliana da Silveira Schauren

AU10. Princípios Básicos de Genética Molecular 2: Regulação da Expressão Gênica. Juliana da Silveira Schauren AU10 Princípios Básicos de Genética Molecular 2: Regulação da Expressão Gênica Juliana da Silveira Schauren Doutoranda PPG-GEN julianaschauren@gmail.com Resumo Introdução: revisão transcrição e tradução

Leia mais

1) (FMSA-SP) Os fenômenos 1, 2 e 3 no esquema ao lado são respectivamente:

1) (FMSA-SP) Os fenômenos 1, 2 e 3 no esquema ao lado são respectivamente: 1) (FMSA-SP) Os fenômenos 1, 2 e 3 no esquema ao lado são respectivamente: a) tradução, transcrição, duplicação b) duplicação, transcrição, tradução c) duplicação, tradução, transcrição d) tradução, duplicação,

Leia mais

Ligação, Recombinação e Mapeamento gênico em eucariotas

Ligação, Recombinação e Mapeamento gênico em eucariotas Ligação, Recombinação e Mapeamento gênico em eucariotas A lei da segregação independente estelece que: Em um cruzamento envolvendo mais de um gene, os genes diferentes se separam ou segregam independentemente

Leia mais

MÓDULO 3 BIOLOGIA MOLECULAR

MÓDULO 3 BIOLOGIA MOLECULAR MÓDULO 3 BIOLOGIA MOLECULAR Aula 1 - Estrutura e Propriedades dos Ácidos Nucleicos Evidências de que o DNA constitui o material genético Experimento de Frederick Griffith (1928) Pneumococcus pneumoniae

Leia mais

Aulas Multimídias Santa Cecília. Profa. Renata Coelho

Aulas Multimídias Santa Cecília. Profa. Renata Coelho Aulas Multimídias Santa Cecília Profa. Renata Coelho Duplicação, transcrição e tradução DNA Modelo de Watson e Crick, proposto em 2 de abril de 1953: DNA é formado por 2 fitas (dupla hélice) Cada filamento

Leia mais

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros Genética Clássica 1. Conceito: É a ciência voltada para o estudo da hereditariedade, bem como da estrutura e função dos genes. Características Fundamentais

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (em 2004) Sobre a atividade e a expressão dos genes, assinale o que for correto. 01) Durante a transcrição de um gene normal e funcional, as fitas opostas servem de molde para a síntese de RN mensageiros

Leia mais

Regulação da expressão gênica em Procariotos. John Wiley & Sons, Inc.

Regulação da expressão gênica em Procariotos. John Wiley & Sons, Inc. Regulação da expressão gênica em Procariotos Cada célula tem todos os genes, mas em um tecido apenas parte deles está ativa REGULAÇÃO DA EXPRESSÃO GÊNICA Diferenciação celular: diferentes tipos celulares

Leia mais

Síntese de RNA e Proteínas

Síntese de RNA e Proteínas Síntese de RNA e Proteínas BCM I T.04 Transcrição e tradução são os meios da célula expressar as instruções génicas o fluxo de informação genética é do DNA para o RNA para as Proteínas Os genes podem ser

Leia mais

Segregação Monogênica: 1 a Lei de Mendel. Profa. Vanessa Kava

Segregação Monogênica: 1 a Lei de Mendel. Profa. Vanessa Kava Segregação Monogênica: 1 a Lei de Mendel Profa. Vanessa Kava 1a Lei de Mendel VOCÊ JÁ SABE QUE Os cromossomos situam-se no núcleo das células 1 cromossomo 1 molécula de DNA 1molécula de DNA vários genes

Leia mais

A síntese proteica envolve várias fases, que culminam na síntese de proteínas nos ribossomas, tendo como base a informação genética do DNA. Classifica

A síntese proteica envolve várias fases, que culminam na síntese de proteínas nos ribossomas, tendo como base a informação genética do DNA. Classifica BG 11 EPM 14/15 A síntese proteica envolve várias fases, que culminam na síntese de proteínas nos ribossomas, tendo como base a informação genética do DNA. Classifica como Verdadeira (V) ou Falsa (F) cada

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS EM GENÉTICA

CONCEITOS BÁSICOS EM GENÉTICA CONCEITOS BÁSICOS EM GENÉTICA HISTÓRICO: Veio ao Serviço de Aconselhamento Genético do Hospital de Clínicas, um casal jovem com o seguinte relato: a) homem fenotipicamente normal, com 35 anos, obeso, pertencente

Leia mais

Primeira Lei de Mendel e Heredogramas

Primeira Lei de Mendel e Heredogramas Primeira Lei de Mendel e Heredogramas Primeira Lei de Mendel e Heredogramas 1. O heredograma refere-se a uma característica controlada por um único par de genes (A e a). Assim, em relação a esta característica,

Leia mais

Estágio Docência. Vanessa Veltrini Abril Doutoranda em. Março de 2007

Estágio Docência. Vanessa Veltrini Abril Doutoranda em. Março de 2007 Ação Gênica Estágio Docência Vanessa Veltrini Abril Doutoranda em Genética e Melhoramento Animal Março de 2007 Qual é a função do DNA? Como a informação genética é transportada? Genes TRANSFERÊNCIA DE

Leia mais

QUESTÕES DE GENÉTICA - PROFESSORA: THAÍS ALVES 30/05/2015

QUESTÕES DE GENÉTICA - PROFESSORA: THAÍS ALVES 30/05/2015 QUESTÕES DE GENÉTICA - PROFESSORA: THAÍS ALVES 30/05/2015 01. Em situações problemas relacionadas à genética mendeliana, um dos cálculos probabilísticos utilizados é a aplicação da denominada regra da

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Ciências 8 o ano Unidade 3 5 Unidade 3 Nome: Data: 1. As bactérias não têm núcleo nem DNA. Você concorda com essa afirmação? Justifique. 2. Uma mulher de 40 anos de idade está

Leia mais

a) T2 e T3. b) T1 e T3. c) T3 e T4. d) T1 e T4.

a) T2 e T3. b) T1 e T3. c) T3 e T4. d) T1 e T4. Lista de Exercícios (BIO-LEO) 1. (Faculdade Albert Einstein 2016) O gráfico abaixo refere-se ao processo de divisão celular que ocorre durante a espermatogênese humana: Nesse processo de divisão ocorre:

Leia mais

Estudo Dirigido Sequenciamento de DNA

Estudo Dirigido Sequenciamento de DNA Estudo Dirigido Sequenciamento de DNA Professores Dra. Daniela Alves Silvestre OBJETIVOS Compreender a partir do estudo da técnica de sequenciamento do DNA através da utilização de didesoxinucleotídeos,

Leia mais

Esta avaliação é composta de 12 questões, das quais você deverá escolher apenas 10 para responder.

Esta avaliação é composta de 12 questões, das quais você deverá escolher apenas 10 para responder. 1º EM Biologia B Marli Av. Trimestral 28/10/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

BIOLOGIA Módulo 1 12º CTec GRUPO I

BIOLOGIA Módulo 1 12º CTec GRUPO I A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s A n t ó n i o S é r g i o V. N. G a i a E S C O L A S E C U N D Á R I A / 3 A N T Ó N I O S É R G I O BIOLOGIA Módulo 2º CTec CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO DE CIÊNCIAS

Leia mais

PROCESSAMENTO DE RNA. Prof. Marcelo A. Soares. Universidade Federal do Rio de Janeiro

PROCESSAMENTO DE RNA. Prof. Marcelo A. Soares. Universidade Federal do Rio de Janeiro PROCESSAMENTO DE RNA Prof. Marcelo A. Soares Laboratório rio de Virologia Molecular Universidade Federal do Rio de Janeiro Curso de Genética Molecular I - Ciências Biológicas Transcrição/Tradução Em procariotos

Leia mais

Tema da aula/lista de exercício: Aula 7 Replicação/Transcrição/Tradução

Tema da aula/lista de exercício: Aula 7 Replicação/Transcrição/Tradução Disciplina: Biologia Profa: Laure Turma: TR / / Tema da aula/lista de exercício: Aula 7 Replicação/Transcrição/Tradução 1. (Unicamp) Em um experimento, um segmento de DNA que contém a região codificadora

Leia mais

01. (Unicamp 2017) Considerando o esquema a seguir como uma representação simplificada da meiose, indique a alternativa correta.

01. (Unicamp 2017) Considerando o esquema a seguir como uma representação simplificada da meiose, indique a alternativa correta. 01. (Unicamp 2017) Considerando o esquema a seguir como uma representação simplificada da meiose, indique a alternativa correta. a) A, B, D e F são diploides. b) B, C, D e E são formados na telófase I.

Leia mais

Vestibulando Web UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROVA DE BIOLOGIA ABERTA VESTIBULAR

Vestibulando Web  UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROVA DE BIOLOGIA ABERTA VESTIBULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROVA DE BIOLOGIA ABERTA VESTIBULAR 2008-01) Há algum tempo, a resistência a antibióticos vem-se tornando um problema mundial de Saúde Pública, porque dificulta o tratamento

Leia mais

REGULAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO

REGULAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO REGULAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO Prof. Ana Rita Rainho Controlo da actividade celular Se todas as células de um organismo possuem a mesma informação genética, qual o mecanismo que permite às células diferenciar-se?

Leia mais

Aula 2. Replicação, Transcrição, Tradução e Regulação

Aula 2. Replicação, Transcrição, Tradução e Regulação Aula 2 Replicação, Transcrição, Tradução e Regulação Dogma Central da Biologia Molecular Replicação Replicação é o processo de duplicação de uma molécula de DNA que antecede a divisão celular. Semiconservativa

Leia mais

QUESTÕES SOBRE MEIOSE/MITOSE

QUESTÕES SOBRE MEIOSE/MITOSE 1) Durante a meiose, o pareamento dos cromossomos homólogos é importante porque garante: (A) a separação dos cromossomos não homólogos. (B) a duplicação do DNA, indispensável a esse processo. (C) a formação

Leia mais

A tabela resumida do código genético mostra alguns códons e seus aminoácidos correspondentes.

A tabela resumida do código genético mostra alguns códons e seus aminoácidos correspondentes. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 1ª Série

Leia mais

Introdução à Bioquímica

Introdução à Bioquímica Introdução à Bioquímica Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos Dra. Fernanda Canduri Laboratório de Sistemas BioMoleculares. Departamento de Física.. UNESP São José do Rio Preto - SP. Tópicos! Estrutura e função

Leia mais

Estrutura e Função de proteínas. Continua...

Estrutura e Função de proteínas. Continua... Estrutura e Função de proteínas Continua... Estrutura Quaternária Descreve o número e as posições relativas das subunidades nas proteínas multiméricas; O nível + alto da estrutura são os arranjos macromoleculares...

Leia mais

Dra. Maria Izabel Gallão. Síntese de proteínas

Dra. Maria Izabel Gallão. Síntese de proteínas Síntese de proteínas DNA RNAm proteína - citoplasma 20 aa formar uma pt RNAt específico subunidades do ribossomos precarregada com fatores protéicos auxiliares. a síntese protéica começa quando todos estes

Leia mais

Herança das Características de Interesse

Herança das Características de Interesse Herança das Características de Interesse Algumas características dos bovinos podem ser classificadas em classes fenotipicamente distintas Presença de chifres Susceptibilidade a doenças Musculatura dupla

Leia mais

Aula 2: Genética da Transmissão I

Aula 2: Genética da Transmissão I LGN215 - Genética Geral Aula 2: Genética da Transmissão I Antonio Augusto Franco Garcia Maria Marta Pastina Primeiro semestre de 2011 Piracicaba SP Conceitos Essenciais A existência de genes pode ser deduzida

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º ALUNO(a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem 1) Em urtigas o caráter denteado das folhas domina o caráter liso. Numa experiência

Leia mais

Resolução de Questões do ENEM (Noite)

Resolução de Questões do ENEM (Noite) Resolução de Questões do ENEM (Noite) Resolução de Questões do ENEM (Noite) 1. O cladograma representa, de forma simplificada, o processo evolutivo de diferentes grupos de vertebrados. Nesses organismos,

Leia mais

Biologia Luiz Segundo

Biologia Luiz Segundo Biologia Luiz Segundo TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Desde que médicos começaram a solicitar regularmente exames de tomografia computadorizada, cientistas se preocupam que o procedimento de imageamento

Leia mais

Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Biologia. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Biologia. Não abra o caderno antes de receber autorização. 04/12/2011 Biologia Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Biologia. Não abra o caderno antes de receber autorização. Instruções 1. Verifique

Leia mais

BIOLOGIA QUESTÃO 01. Observe o esquema abaixo que apresenta as diferentes etapas do processo de coagulação sangüínea. Ca ++ e tromboplastina

BIOLOGIA QUESTÃO 01. Observe o esquema abaixo que apresenta as diferentes etapas do processo de coagulação sangüínea. Ca ++ e tromboplastina Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 008 - ª Prova Comum TIPO BIOLOGIA QUESTÃO 0 Observe o esquema abaixo que apresenta as diferentes etapas do processo de coagulação sangüínea. Fibrinogênio Coágulo Ca ++

Leia mais

Engenharia Agronômica. Biologia Celular 1º Período

Engenharia Agronômica. Biologia Celular 1º Período Engenharia Agronômica Biologia Celular 1º Período Apresentação Introdução: Estrutura, funções e evoluções das células Cap. 01 (Junqueira e Carneiro) e Biologia das células (Amabis e Martho, UFRJ) videos\a

Leia mais

BIOLOGIA. Questão 01. fenilalanina. cisteína ácido glutâmico

BIOLOGIA. Questão 01. fenilalanina. cisteína ácido glutâmico BIOLOGIA Questão 01 Proteínas são moléculas responsáveis pela maior parte dos processos celulares. Seu funcionamento é dependente da constituição de aminoácidos que, por sua vez, é determinada, principalmente,

Leia mais