ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS"

Transcrição

1 A ONU ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS Criada em 1945, após a Segunda Guerra Mundial, surgiu para estabelecer regras de convivência e solucionar divergências entre os países de forma pacífica; Tem sede em Nova York e possui 193 países membros, incluindo o Brasil; É o maior e mais importante organismo governamental internacional; Seus principais objetivos são: 1. Manutenção permanente da paz; 2. Defesa da igualdade, dos direitos e das liberdades do ser humano; 3. Promoção do desenvolvimento econômico, social e cultural

2 ESTRUTURA DA ONU A ONU é constituída basicamente por: CONSELHO DE SEGURANÇA CONSELHO ECONÔMICO E SOCIAL CONSELHO DE TUTELA CORTE INTERNACIONAL DE JUSTIÇA SECRETARIADO

3 ASSEMBLEIA GERAL DA ONU Órgão deliberativo (que toma decisões); Ocorre anualmente todo mês de setembro; Todos os países têm direito a um voto; Os países discutem temas relacionados à paz e segurança, desarmamento, direitos humanos, cooperação internacional, aprovação de novos membros etc. As propostas votadas e aprovadas não têm caráter obrigatório, são recomendações que não precisam ser adotadas por todos os membros.

4 CONSELHO DE SEGURANÇA Órgão responsável pela manutenção da paz e segurança mundial; Possui 15 membros; 5 membros são permanentes (Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, França e China); Estes membros têm direito de veto a qualquer proposta; Os outros 10 membros são eleitos pela Assembleia Geral para um período de 2 anos; Se pelo menos um membro permanente votar contra uma proposta, ela é rejeitada; Todas as decisões tomadas pelo Conselho de Segurança são obrigatórias, todos os países membros precisam cumprir, sob pena de sofrer sanções e até mesmo intervenções militares São funções do Conselho de segurança da ONU: 1. Autorizar o envio de forças ou missões de paz a países em conflitos internos; 2. Monitorar o cumprimento de direitos humanos; 3. Promover o desarmamento; 4. Mediar negociações para o reestabelecimento da paz.

5 CONSELHO ECONÔMICO E SOCIAL Possui 54 países-membros eleitos pela Assembleia Geral; Sua função é desenvolver e coordenar atividades sociais, econômicas e culturais, ambientais e educativas; Também formula recomendações para promover o desenvolvimento, o comércio internacional, a industrialização, a agricultura e a proteção aos direitos humanos e às liberdades fundamentais dos indivíduos.

6 CORTE INTERNACIONAL DE JUSTIÇA Possui sede na cidade de Haia na Holanda; É o principal órgão judiciário da ONU; É constituída por 15 juízes eleitos pela Assembleia Geral e pelo Conselho de Segurança; O mandato dos juízes é de 9 anos; Indivíduos não podem recorrer à Corte Internacional, somente países e outros órgãos da ONU; Sua principal função é julgar crimes contra a HUMANIDADE.

7 SECRETARIADO É constituído por cerca de 16 mil pessoas; É o órgão que administra a ONU; Entre outras funções, o secretariado administra as forças de paz, analisa problemas econômicos e sociais, prepara relatórios sobre meio ambiente ou direitos humanos, organiza as conferências, traduz documentos oficiais; O Secretário Geral da ONU é nomeado pela Assembleia Geral; Seu mandato é de 5 anos.

8 PRINCIPAIS AGÊNCIAS ESPECIALIZADAS OMS ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE Tem sede em Genebra na Suíça; Atua em 147 países; Seus programas vão desde o apoio técnico até a prevenção e tratamento de diversas doenças, vacinação e fornecimento de remédios FAO ORGANIZAÇÃO PARA AGRICULTURA E ALIMENTAÇÃO Tem sede em Roma na Itália; Atua em 191 países; Seu objetivo é promover o desenvolvimento agrícola, aumento da produção de alimentos e erradicação da fome e da subnutrição no mundo. BIRD BANCO MUNDIAL Tem sede em Whashington nos EUA; Possui 187 países membros; É uma espécie de cooperativa que só atende países em desenvolvimento fornecendo-lhes empréstimos para construção de escolas, hospitais, pontes etc. OMC ORGANIZAÇÃO MUDIAL DO COMÉRCIO Criada em 1994; Regulamenta o comércio mundial e as controvérsias entre os países-membros. UNESCO ORGANIZAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA Tem sede em Paris, na França; Constituída por 193 países; Seu objetivo é promover o desenvolvimento nas áreas de educação, ciências humanas e sociais, informação, cultura e comunicação; Seu principal projeto hoje é a redução mundial do analfabetismo. UNICEF FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA Presente em vários países; Voltada para o atendimento das necessidades de crianças e adolescentes; Desenvolve campanhas de vacinação, prevenção da AIDS, educação e saúde; Também combate o trabalho infantil. PNUMA PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O MEIO AMBIENTE Tem sede em Nairóbi, no Quênia; Promove a conservação e o uso racional dos recursos naturais. Atua em parceria com governos, órgãos não governamentais, setor acadêmico e privado.

ONU ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS

ONU ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS 1. A Antecessora da ONU Sociedade das Nações A Sociedade das Nações era também conhecida como Liga das Nações Foi idealizada a partir dos 14 Pontos de Wilson Foi criada na

Leia mais

A Organização das Nações Unidas

A Organização das Nações Unidas A Organização das Nações Unidas A ONU A Carta da ONU 1. Preâmbulo. Cap. 1 Objetivos e princípios. Cap. 2 Membros. Cap. 3 Órgãos. Cap. 4 Assembleia Geral. Cap. 5 Conselho de Segurança. Cap. 6. Solução pacífica

Leia mais

ORGANISMOS MULTILATERAIS TRATADO DE NÃO PROLIFERAÇÃO NUCLEAR SISTEMA BRETTON WOODS

ORGANISMOS MULTILATERAIS TRATADO DE NÃO PROLIFERAÇÃO NUCLEAR SISTEMA BRETTON WOODS ORGANISMOS MULTILATERAIS TRATADO DE NÃO PROLIFERAÇÃO NUCLEAR SISTEMA BRETTON WOODS - Atuação segundo orientações estratégicas - Adotar normas comuns de comportamento político, social, etc. Planejar e concretizar

Leia mais

ORGA IZAÇÃO DAS AÇÕES U IDAS (Parte I)

ORGA IZAÇÃO DAS AÇÕES U IDAS (Parte I) DIREITOS HUMA OS Aula n.º 06 ORGA IZAÇÃO DAS AÇÕES U IDAS (Parte I) 1.- INTRODUÇÃO: CO TEXTO HISTÓRICO: A ONU foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, após o encerramento da II Guerra Mundial. DOCUME

Leia mais

Reflexões acerca da ONU e do CS-ONU. Entendimento do Sistema Internacional

Reflexões acerca da ONU e do CS-ONU. Entendimento do Sistema Internacional Reflexões acerca da ONU e do CS-ONU Entendimento do Sistema Internacional Abordagens Realismo ESTADO DE NATUREZA CONTRATO SOCIAL ESTADO POLÍTICO ASSIM: Homens: Iguais entre si Guerra de todos contra todos

Leia mais

Departamento Pedagógico do Núcleo de Ciência Política e Relações Internacionais Simulação do Conselho de Segurança das Nações Unidas

Departamento Pedagógico do Núcleo de Ciência Política e Relações Internacionais Simulação do Conselho de Segurança das Nações Unidas Simulação do Conselho de Segurança das Nações Unidas Ciência Política e Relações Internacionais Universidade da Beira Interior Covilhã, Fevereiro de 2014 REGULAMENTO 1. Objetivos gerais Promover, pela

Leia mais

Política Externa do Brasil

Política Externa do Brasil Política Externa do Brasil A política externa é o conjunto de objetivos políticos que um determinado Estado almeja alcançar nas suas relações com os demais países do mundo. Definição planejada e objetiva

Leia mais

Conferência de Paris, em 1955; Objetivo: - Cessar o confronto entre Chile e Argentina pela posse do continente; - Preservação da região para pesquisas científicas; Termos do tratado: - Liberdade de pesquisa

Leia mais

Ministério da Integração Nacional

Ministério da Integração Nacional Protocolo Conjunto para Proteção Integral a Crianças e Adolescentes, Pessoas Idosas e Pessoas com Deficiência em Situação de Riscos e Desastres Portaria Interministerial Nº 02 de 06 de Dezembro de 2012

Leia mais

Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES História da Saúde Internacional Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo

Leia mais

Manual de Negociação

Manual de Negociação Disciplina: Processo Decisório Prof. Gustavo Nogueira Manual de Negociação Organizador: Gilberto Sarfati 1º Edição 2010 Clarissa Brandão Clarissa Brandão é advogada, mestre em Direito Internacional e Integração

Leia mais

PROTEÇÃO INTERNACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS

PROTEÇÃO INTERNACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS PROTEÇÃO INTERNACIONAL DOS Aula 02 NOS CAPÍTULOS ANTERIORES... Identificamos a evolução histórica dos direitos humanos Direitos Humanos Direitos fundamentais Geração x Dimensões Documentos Históricos MAGNA

Leia mais

CONSIDERANDO: A Declaração sobre VIH/SIDA assinada durante a Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, em Maputo em 2000;

CONSIDERANDO: A Declaração sobre VIH/SIDA assinada durante a Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, em Maputo em 2000; MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O PROGRAMA CONJUNTO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE VIH/SIDA (ONUSIDA) E A COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) RELATIVO A APOIO PARA A REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE

Leia mais

RELAÇÕES COM ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS E COM A IGREJA

RELAÇÕES COM ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS E COM A IGREJA SOCIEDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO CONSELHO GERAL INTERNACIONAL RELAÇÕES COM ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS E COM A IGREJA E COM A IGREJA 1 Nestes momentos fragmentados, ficamos muito felizes com as coisas

Leia mais

RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE

RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO E GESTÃO PPA - Exercício - RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE Órgão

Leia mais

Qualidade de vida e políticas públicas internacionais. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

Qualidade de vida e políticas públicas internacionais. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Qualidade de vida e políticas públicas internacionais Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Estimativas e projeções Doenças crônicas não transmissíveis causam 60% das mortes no mundo. Estima-se que

Leia mais

Tribunal Penal Internacional. Carlos Eduardo Adriano Japiassú

Tribunal Penal Internacional. Carlos Eduardo Adriano Japiassú Tribunal Penal Internacional Carlos Eduardo Adriano Japiassú ABORDAGEM ῆ Introdução ao Direito Penal Internacional Justiça transicional ῆ Jurisdição internacional ῆ O Tribunal Penal Internacional O Estatuto

Leia mais

Representatividade político/institucional: eficácia e resultado

Representatividade político/institucional: eficácia e resultado TEMA: Cenários e Desafios para as Cooperativas do DF Representatividade político/institucional: eficácia e resultado Márcio Lopes de Freitas Presidente do Sistema OCB Brasília, 23 de novembro de 2012 Sistema

Leia mais

PRINCIPAIS IMPACTOS AMBIENTAIS

PRINCIPAIS IMPACTOS AMBIENTAIS A QUESTÃO AMBIENTAL PRINCIPAIS IMPACTOS AMBIENTAIS Impacto Ambiental deve ser entendido como um desequilíbrio resultante da ação do homem(ligado ao modo de produção) sobre o meio ambiente. Alguns exemplos:

Leia mais

Codex Alimentarius. 1º Módulo.

Codex Alimentarius. 1º Módulo. Codex Alimentarius 1º Módulo Codex Alimentarius 1º Módulo Conceitos Objetivos Histórico Expressão latina que significa código ou lei de alimentos. O que é o Codex Alimentarius? O Codex Alimentarius é um

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes

Escola de Formação Política Miguel Arraes Escola de Formação Política Miguel Arraes Curso de Atualização e Capacitação Sobre Formulação e Gestão de Políticas Públicas Módulo III Políticas Públicas e Direitos Humanos Aula 7 Gestão em Segurança

Leia mais

Conselho de Segurança, Corte Internacional de Justiça e o Direito Internacional Público. Projeto Universitários pela Paz- UFRJ e UNIC-ONU

Conselho de Segurança, Corte Internacional de Justiça e o Direito Internacional Público. Projeto Universitários pela Paz- UFRJ e UNIC-ONU Conselho de Segurança, Corte Internacional de Justiça e o Direito Internacional Público Projeto Universitários pela Paz- UFRJ e UNIC-ONU Apresentação- Resumo I- Conselho de Segurança II- Corte Internacional

Leia mais

Definição Compreende-se por o processo de integração e interdependência entre países em seus aspectos comerciais, financeiros, culturais e sociais. A

Definição Compreende-se por o processo de integração e interdependência entre países em seus aspectos comerciais, financeiros, culturais e sociais. A Definição Compreende-se por o processo de integração e interdependência entre países em seus aspectos comerciais, financeiros, culturais e sociais. A globalização surgiu por necessidade primária do e na

Leia mais

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA ESTADO Conjunto de regras, pessoas e organizações que se separam da sociedade para organizá-la. - Só passa a existir quando o comando da comunidade

Leia mais

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES SECRETARIA DE PLANEJAMENTO DIPLOMÁTICO REPERTÓRIO DE POLÍTICA EXTERNA: POSIÇÕES DO BRASIL

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES SECRETARIA DE PLANEJAMENTO DIPLOMÁTICO REPERTÓRIO DE POLÍTICA EXTERNA: POSIÇÕES DO BRASIL MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES SECRETARIA DE PLANEJAMENTO DIPLOMÁTICO REPERTÓRIO DE POLÍTICA EXTERNA: POSIÇÕES DO BRASIL BRASÍLIA, 2007 Copyright Ministério das Relações Exteriores Brasil. Ministério

Leia mais

Regras Especiais do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU)

Regras Especiais do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) Regras Especiais do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) 1. Quórum 1.1. O quórum mínimo necessário para abertura da sessão é dois terços (2/3) do número total de delegações; 1.2. Para a aprovação

Leia mais

TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL

TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL Aula 03 NOS CAPÍTULOS ANTERIORES... Surgimento dos Direitos Humanos Internacionalização dos Direitos Humanos Sistemas Globais de Proteção dos Direitos Humanos 1 ASPECTOS INTRODUTÓRIOS Contextualização

Leia mais

Órgão Ministério do Turismo (MTur) Representação Efetiva Câmara Temática de Turismo Sustentável e Infância do CNT Representante Ana Paula de Siqueira

Órgão Ministério do Turismo (MTur) Representação Efetiva Câmara Temática de Turismo Sustentável e Infância do CNT Representante Ana Paula de Siqueira T U R I S M O Órgão Ministério do Turismo (MTur) Representação Efetiva Câmara Temática de Turismo Sustentável e Infância do CNT Representante Ana Paula de Siqueira Assessora Secretaria Geral da CNC Ações

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária.

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária. PROGRAMA DE ACÇÃO A diversidade e complexidade dos assuntos integrados no programa de acção da OMA permitirá obter soluções eficazes nos cuidados primários de saúde, particularmente na saúde reprodutiva

Leia mais

O Ministério da Saúde da República Federativa do Brasil (doravante denominado Ministério da Saúde)

O Ministério da Saúde da República Federativa do Brasil (doravante denominado Ministério da Saúde) MEMORANDUM DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA SAÚDE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O SECRETARIADO DO PROGRAMA CONJUNTO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE HIV/AIDS (UNAIDS) PARA CONSTITUIÇÃO DO CENTRO INTERNACIONAL

Leia mais

O que é a ONU? Fonte:http://www.unicrio.org.br/ONUTextos.php?Texto=onu_01.html

O que é a ONU? Fonte:http://www.unicrio.org.br/ONUTextos.php?Texto=onu_01.html O que é a ONU? Fonte:http://www.unicrio.org.br/ONUTextos.php?Texto=onu_01.html A Organização das Nações Unidas, também conhecida pela sigla ONU, é uma organização internacional formada por países que se

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES

RELATÓRIO DE ATIVIDADES Util. Públ. Municipal:.686/1998 Util. Públ. Estadual: 14.37/010 PABX: (55) 13 3383 166 RELATÓRIO DE ATIVIDADES Exercício 015 1 Util. Públ. Municipal:.686/1998 Util. Públ. Estadual: 14.37/010 PABX: (55)

Leia mais

Resumo da intervenção Miguel Romão Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

Resumo da intervenção Miguel Romão Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Luanda, 8 de Abril de 2014 GLOBALIZAÇÃO E COOPERAÇÃO EM MATÉRIA CIVIL E COMERCIAL ENTRE SISTEMAS DE JUSTIÇA Resumo da intervenção Miguel Romão Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

Leia mais

A procura de uma paz duradoura: a ONU

A procura de uma paz duradoura: a ONU Escola Básica Adriano Correia de Oliveira A procura de uma paz duradoura: a ONU Cláudia Sousa N.º6 Fabiana Ferreira N.º8 Joaquim Araújo N.º11 Mauro Lopes N.º12 Telmo Pires N.º15 9.ºA 2011/2012 Escola Básica

Leia mais

Agricultura e Alimentação (JA)

Agricultura e Alimentação (JA) O SR. INOCÊNCIO OLIVEIRA (PL/PE pronuncia o seguinte discurso.) Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados: Relatório da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), organismo da ONU,

Leia mais

CONFERÊNCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O MEIO AMBIENTE

CONFERÊNCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O MEIO AMBIENTE A Questão Ambiental Meio Ambienta SUSTENTABILIDADE CONFERÊNCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O MEIO AMBIENTE HISTÓRICO DO AMBIENTALISMO 1925 Protocolo de Genebra. 1964 Conferência das Nações Unidas sobre comercio

Leia mais

REGULAMENTO DA REDE DE PARLAMENTARES PARA O AMBIENTE E LUTA CONTRA A DESERTIFIÇÃO E A POBREZA. Proposta

REGULAMENTO DA REDE DE PARLAMENTARES PARA O AMBIENTE E LUTA CONTRA A DESERTIFIÇÃO E A POBREZA. Proposta ASSEMBLEIA NACIONAL REGULAMENTO DA REDE DE PARLAMENTARES PARA O AMBIENTE E LUTA CONTRA A DESERTIFIÇÃO E A POBREZA Proposta ****** Art. 1 Denominação e natureza 1. É constituída A Rede de Parlamentares

Leia mais

CONFERÊNCIAS SOBRE O MEIO AMBIENTE ESTOCOLMO

CONFERÊNCIAS SOBRE O MEIO AMBIENTE ESTOCOLMO ESTOCOLMO - 1972 Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano Teve como objetivo discutir as consequências da degradação ambiental e os efeitos das atividades industriais. A Conferência foi

Leia mais

CARTA DE BRASÍLIA DO ENFRENTAMENTO À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PARA FINS COMERCIAIS.

CARTA DE BRASÍLIA DO ENFRENTAMENTO À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PARA FINS COMERCIAIS. CARTA DE BRASÍLIA DO ENFRENTAMENTO À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PARA FINS COMERCIAIS. A. PREÂMBULO I CONSIDERANDO que o Brasil é signatário da Declaração dos Direitos da Criança, adotada

Leia mais

Professor Jaime Arturo Ramírez Presidente do Conselho Universitário

Professor Jaime Arturo Ramírez Presidente do Conselho Universitário RESOLUÇÃO N o 02/2015, DE 31 DE MARÇO DE 2015 Estabelece o Regimento do Centro Esportivo Universitário, reeditando, com alterações, a Resolução n o 13/1993, de 02 de setembro de 1993. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA 2004-2007 (Projeto de Lei nº 41/2005-CN) PARECER DA COMISSÃO SUBSTITUTIVO

Leia mais

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO COMÉRCIO - OMC

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO COMÉRCIO - OMC ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO COMÉRCIO - OMC Bretton Woods 1944: Ainda antes do final da Segunda Guerra Mundial, chefes de governo resolveram se reunir buscando negociar a redução tarifária de produtos e serviços.

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 8 de Junho de /11 FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 NOTA

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 8 de Junho de /11 FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 NOTA CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 8 de Junho de 2011 11268/11 NOTA de: para: Assunto: FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 Secretariado-Geral do Conselho Conselho (Justiça e Assuntos Internos) Projecto

Leia mais

ESTATUTO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS TÉCNICOS EM MEIO AMBIENTE DO ESTADO DO PARANÁ SINDITTEMA-PR

ESTATUTO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS TÉCNICOS EM MEIO AMBIENTE DO ESTADO DO PARANÁ SINDITTEMA-PR ESTATUTO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS TÉCNICOS EM MEIO AMBIENTE DO ESTADO DO PARANÁ SINDITTEMA-PR TÍTULO I DA INSTITUIÇÃO, PRERROGATIVAS, DIREITOS E DEVERES DOS ASSOCIADOS Capítulo I

Leia mais

CI-CPRI. Reforma da ONU. Prof. Maria Sousa Galito, Superintendente Pedro Clemente e Dra. Isabel Frada 21/01/2013

CI-CPRI. Reforma da ONU. Prof. Maria Sousa Galito, Superintendente Pedro Clemente e Dra. Isabel Frada 21/01/2013 CI-CPRI Reforma da ONU Prof. Maria Sousa Galito, Superintendente Pedro Clemente e Dra. Isabel Frada 21/01/2013 28/04/1919: Criação da Liga das Nações, pelo Tratado Versalhes. Missão: promover a cooperação

Leia mais

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do ensino secundário Quem orienta este programa na Escola?

Leia mais

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNFPA FUNDO DE POPULAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNFPA FUNDO DE POPULAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNFPA FUNDO DE POPULAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS COPATROCINADORES UNAIDS 2015 UNFPA O QUE É O UNFPA? O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) se esforça para oferecer um mundo

Leia mais

Datas Especiais. MARÇO 08 - Dia Internacional da Mulher 11 - Dia Internacional das Vítimas do Terrorismo 14 - Dia dos Animais Dia Nacional da Poesia

Datas Especiais. MARÇO 08 - Dia Internacional da Mulher 11 - Dia Internacional das Vítimas do Terrorismo 14 - Dia dos Animais Dia Nacional da Poesia Datas Especiais JANEIRO 01 - Dia da Confraternização Universal Dia Mundial da Paz 04 - Dia Mundial do Braille 06 - Dia de Reis Dia da Gratidão 07 - Dia da Liberdade de Cultos 08 - Dia do Fotógrafo Dia

Leia mais

CONVENÇÃO (156) SOBRE A IGUALDADE DE OPORTUNIDADES E DE TRATAMENTO PARA HOMENS E MULHERES TRABALHADORES: TRABALHADORES COM ENCARGOS DE FAMÍLIA"

CONVENÇÃO (156) SOBRE A IGUALDADE DE OPORTUNIDADES E DE TRATAMENTO PARA HOMENS E MULHERES TRABALHADORES: TRABALHADORES COM ENCARGOS DE FAMÍLIA CONVENÇÃO (156) SOBRE A IGUALDADE DE OPORTUNIDADES E DE TRATAMENTO PARA HOMENS E MULHERES TRABALHADORES: TRABALHADORES COM ENCARGOS DE FAMÍLIA" A Conferência Geral da Organização Internacional do Trabalho,

Leia mais

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 OMS ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 OMS ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE COPATROCINADOR UNAIDS 2015 OMS ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE COPATROCINADORES UNAIDS 2015 O QUE É A OMS? As novas orientações consolidadas de tratamento da OMS representam mais um salto adiante para uma

Leia mais

A Apex-Brasil. Como funciona a Agência?

A Apex-Brasil. Como funciona a Agência? A Apex-Brasil Como funciona a Agência? Fundação e Missão A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) é um Serviço Social Autônomo que atua para: Promover os produtos e

Leia mais

Geopolítica e Organizações internacionais mundiais

Geopolítica e Organizações internacionais mundiais Geopolítica e Organizações internacionais mundiais GEOPOLÍTICA Compreensão das relações entre o poder político e o espaço geográfico. Preocupada com as estratégias políticas de dominação. É uma área da

Leia mais

Rede Judiciária Europeia em matéria civil e comercial (RJE)

Rede Judiciária Europeia em matéria civil e comercial (RJE) na Europa Rede Judiciária Europeia em matéria civil e comercial (RJE) http://ec.europa.eu/civiljustice Missões e actividades da rede: A rede será responsável por: Facilitar a cooperação judiciária entre

Leia mais

1.1.1 A história dos direitos humanos e da Declaração Universal dos Direitos do Homem

1.1.1 A história dos direitos humanos e da Declaração Universal dos Direitos do Homem 1. Conceitos chave da formação Objectivos de aprendizagem Os participantes adquirirão um conhecimento de base sobre: - a ONU e suas instituições internacionais competentes em matéria de deficiências e

Leia mais

A NOSSA HISTÓRIA O passado, o presente e o futuro da UNICEF

A NOSSA HISTÓRIA O passado, o presente e o futuro da UNICEF A NOSSA HISTÓRIA O passado, o presente e o futuro da UNICEF 1946 Mantimentos para a Europa No final da II Guerra Mundial, a fome e a doença ameaçavam as crianças da Europa. Em Dezembro de 1946, as Nações

Leia mais

CONFERÊNCIA NACIONAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA INTRODUÇÃO

CONFERÊNCIA NACIONAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA INTRODUÇÃO CONFERÊNCIA NACIONAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA INTRODUÇÃO O Ministério de Educação, nos últimos três anos, vem construindo uma concepção educacional tendo em vista a articulação dos níveis e modalidades de ensino,

Leia mais

-PNAN - Portaria Estatuto da criança e do adolescente -PCNs

-PNAN - Portaria Estatuto da criança e do adolescente -PCNs -PNAN - Portaria 1.010 - Estatuto da criança e do adolescente -PCNs Alimentação Escolar Aline Guimarães Nutricionista - CECANE UnB PNAN Política Nacional de Alimentação e Nutrição Alimentação escolar PNAN

Leia mais

Prefeitura Municipal de Valente-BA. A Prefeitura Municipal de Valente, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR.

Prefeitura Municipal de Valente-BA. A Prefeitura Municipal de Valente, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. ANO. 2013 DIÁRIO DO MUNICÍPIO DE VALENTE - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Valente, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. LEI N.º 598, DE. Valente - Bahia Gestor: Ismael

Leia mais

DIREITO INTERNACIONAL

DIREITO INTERNACIONAL DIREITO INTERNACIONAL 2011.2 Prof.º Professor Alexandre Mattos Passaporte Visto 1 Passaporte Decreto nº 1.983, de 14 de agosto de 1996 e publicado no DOU em 15/08/1996 a) Azul escuro PF 5 aa b) Verde MRE

Leia mais

Estatutos da Associação de Estudantes da ETPZP

Estatutos da Associação de Estudantes da ETPZP CAPÍTULO I Princípios Gerais Artigo 1º Denominação, âmbito e sede 1. A Associação de Estudantes adiante designada por Associação, é a organização representativa dos alunos da (ETPZP). 2. A presente Associação,

Leia mais

O BRASIL NO CONTEXTO MUNDIAL

O BRASIL NO CONTEXTO MUNDIAL O BRASIL NO CONTEXTO MUNDIAL BRASIL: PAÍS RICO OU POBRE??? Ao estudarmos a economia brasileira nos deparamos com uma série de incoerências: é atualmente a 6ª economia mundial; significativo parque industrial;

Leia mais

Mostra de Projetos Criando Identidade com Pontal do Paraná. Protegendo a Maternidade. Alimentando Vidas. Qualidade de Vida - Mulheres Coletoras

Mostra de Projetos Criando Identidade com Pontal do Paraná. Protegendo a Maternidade. Alimentando Vidas. Qualidade de Vida - Mulheres Coletoras Mostra de Projetos 2011 Criando Identidade com Pontal do Paraná Protegendo a Maternidade Alimentando Vidas Qualidade de Vida - Mulheres Coletoras Mostra Local de: Pontal do Paraná. Categoria do projeto:

Leia mais

A população mundial está crescendo a uma taxa exponencial de 1,2% ao ano. Gera crescimento e Desenvolvimento Econômico

A população mundial está crescendo a uma taxa exponencial de 1,2% ao ano. Gera crescimento e Desenvolvimento Econômico A população mundial está crescendo a uma taxa exponencial de 1,2% ao ano. Gera crescimento e Desenvolvimento Econômico O que é sustentabilidade? Um caminho para a sustentabilidade: Recursos Naturais Degradação

Leia mais

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL 2013

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL 2013 LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL 2013 21. A função estabelecida constitucionalmente à Defensoria Pública consiste em (a) defender a ordem jurídica, o regime democrático e os interesses sociais e individuais indisponíveis.

Leia mais

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Proposta relativa ao Ponto 8. da Ordem de Trabalhos Considerando que se encontra vago o cargo de Presidente

Leia mais

Plano de Atividades de 2015 do Centro de Relações Laborais

Plano de Atividades de 2015 do Centro de Relações Laborais Plano de Atividades de 2015 do Centro de Relações Laborais A. ENQUADRAMENTO GERAL 1. O CRL foi criado, no seguimento de acordos de concertação social, para apoio técnico à negociação coletiva. É um organismo

Leia mais

Direito Internacional da Segurança Social

Direito Internacional da Segurança Social Direito Internacional da Segurança Social 16 de Abril de 2008 Pierre Guibentif ISCTE / Mestrado em Ciências do Trabalho e Relações Laborais ISCTE 16-4-2008 Introdução histórica Parte 1: até a II Guerra

Leia mais

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 ONU MULHERES ENTIDADE DAS NAÇÕES UNIDAS PARA IGUALDADE DE GÊNERO E EMPODERAMENTO DAS MULHERES

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 ONU MULHERES ENTIDADE DAS NAÇÕES UNIDAS PARA IGUALDADE DE GÊNERO E EMPODERAMENTO DAS MULHERES COPATROCINADOR UNAIDS 2015 ONU MULHERES ENTIDADE DAS NAÇÕES UNIDAS PARA IGUALDADE DE GÊNERO E EMPODERAMENTO DAS MULHERES COPATROCINADORES UNAIDS 2015 O QUE É A ONU MULHERES? A igualdade de gênero é obrigatória

Leia mais

Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome

Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome - 06-23-2016 Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome por Por Dentro da África - quinta-feira, junho 23,

Leia mais

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO E S C O L A D E E N G E N H A R I A K E N N E D Y, F A C U L D A D E S K E N N E D Y E F A C U L D A D E S D E C I Ê N C I A S J U R Í D I C A S P R O F E S S

Leia mais

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNICEF FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNICEF FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNICEF FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA COPATROCINADORES UNAIDS 2015 UNICEF O QUE É UNICEF? O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) acredita que promover os

Leia mais

DIPLOMACIA CORPORATIVA CORPO DOCENTE. Carlos Pio

DIPLOMACIA CORPORATIVA CORPO DOCENTE. Carlos Pio DIPLOMACIA CORPORATIVA CORPO DOCENTE DISCIPLINA: Economia da Globalização e Comércio Internacional Carlos Pio Carlos Pio é acadêmico e consultor com mais de 20 anos de experiência no Brasil e no exterior.

Leia mais

02. ORDEM OU DESORDEM MUNDIAL?

02. ORDEM OU DESORDEM MUNDIAL? 02. ORDEM OU DESORDEM MUNDIAL? O que foi a Guerra Fria Disputa pelo poder em escala global Estados Unidos (capitalista) x União Soviética (socialista) Sem conflito armado direto guerra econômica, diplomática

Leia mais

OURO VERDE LOCAÇÃO E SERVIÇO S.A. CNPJ/MF Nº / NIRE

OURO VERDE LOCAÇÃO E SERVIÇO S.A. CNPJ/MF Nº / NIRE OURO VERDE LOCAÇÃO E SERVIÇO S.A. CNPJ/MF Nº 75.609.123/0001-23 NIRE 41.300.078.424 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 03 DE JULHO DE 2015 I. DATA, HORA E LOCAL: Realizada aos 03

Leia mais

UMAPAZ UNIVERSIDADE ABERTA DO MEIO AMBIENTE E DA CULTURA DE PAZ

UMAPAZ UNIVERSIDADE ABERTA DO MEIO AMBIENTE E DA CULTURA DE PAZ UNIVERSIDADE ABERTA DO MEIO AMBIENTE E DA CULTURA DE PAZ Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz Projeto prioritário da Prefeitura do Município de São Paulo, proposto pela Secretaria do

Leia mais

CÂNDIDO LUSTOSA PEREIRA DE ARAÚJO JÚNIOR SEMIRAMES ELVAS DE ARAGÃO MELO A VITÓRIA QUE O POVO QUER DE NOVO

CÂNDIDO LUSTOSA PEREIRA DE ARAÚJO JÚNIOR SEMIRAMES ELVAS DE ARAGÃO MELO A VITÓRIA QUE O POVO QUER DE NOVO PLANO ANO DE GOVERNO: PREFEITO: CÂNDIDO LUSTOSA PEREIRA DE ARAÚJO JÚNIOR VICE- PREFEITA: SEMIRAMES ELVAS DE ARAGÃO MELO COLIGAOÇÃO: A VITÓRIA QUE O POVO QUER DE NOVO PLANO ANO DE GOVERNO: PREFEITO: CÂNDIDO

Leia mais

Reestruturação do ICH e Anvisa. Brasil se tornará Membro? Renato Alencar Porto Diretor São Paulo, 13 de abril de 2015

Reestruturação do ICH e Anvisa. Brasil se tornará Membro? Renato Alencar Porto Diretor São Paulo, 13 de abril de 2015 Reestruturação do ICH e Anvisa Brasil se tornará Membro? Renato Alencar Porto Diretor São Paulo, 13 de abril de 2015 EUA, Japão, EU + Suíça e Canadá + PhRMA, JPMA, EFPIA OMS (observadora) Austrália Rússia

Leia mais

Deliberação n.º 83 /2015. Regulamento Interno da CIC Portugal 2020

Deliberação n.º 83 /2015. Regulamento Interno da CIC Portugal 2020 Deliberação n.º 83 /2015 Regulamento Interno da CIC Portugal 2020 A CIC Portugal 2020, na reunião ordinária de 21 de dezembro de 2015, deliberou, nos temos da alínea q) do n.º 2 do artigo 10.º do Decreto-Lei

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 Altera a lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, para estabelecer o reajuste anual do valor per capita do PNAE, definindo o IPCA como índice utilizado para o cálculo

Leia mais

Angela Cristina Marchionatti

Angela Cristina Marchionatti Angela Cristina Marchionatti Coordenadora e Representante Institucional Responsável pelas políticas públicas para as mulheres Fone: 55 33328100 Email: coordenadoriadamulher@ijui.rs.gov.br Case 1-Cartilha

Leia mais

MECANISMO DE ACOMPANHAMENTO. INTERAMERICANA CONTRA A CORRUPÇÃO 1 abril 2004 Original: espanhol

MECANISMO DE ACOMPANHAMENTO. INTERAMERICANA CONTRA A CORRUPÇÃO 1 abril 2004 Original: espanhol MECANISMO DE ACOMPANHAMENTO OEA/Ser.L. DA IMPLEMENTAÇÃO DA CONVENÇÃO SG/MESICIC/doc.58/04 rev.7 INTERAMERICANA CONTRA A CORRUPÇÃO 1 abril 2004 Original: espanhol Primeira Reunião da Conferência de Estados

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DOS LOUROS ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCAREGADOS DE EDUCAÇÃO

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DOS LOUROS ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCAREGADOS DE EDUCAÇÃO CAPITULO I ARTIGO 1.º (Denominação, natureza, sede e âmbito) 1. A Associação adopta a designação de Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos dos Louros. 2. É uma

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA SANTIAGO DO CACÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA SANTIAGO DO CACÉM Módulo A1: Empregabilidade I: Comunicação e Relações Interpessoais 1º Período Estratégias de autoconhecimento e de promoção da auto-estima. A Comunicação nas relações interpessoais. Tipos de comunicação

Leia mais

ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO

ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO OBJETIVOS DO GOVERNO: Consolidar e aprofundar os projetos e ações

Leia mais

CRIANÇA SEGURA Safe Kids Brasil. Apresentação Institucional 2015

CRIANÇA SEGURA Safe Kids Brasil. Apresentação Institucional 2015 CRIANÇA SEGURA Safe Kids Brasil Apresentação Institucional 2015 Uma questão de Saúde Pública 830 mil crianças morrem vítimas de acidentes, anualmente, em todo o mundo*. Mais de 90% destas mortes acontece

Leia mais

COMO EXPORTAR PARA A ONU

COMO EXPORTAR PARA A ONU COMO EXPORTAR PARA A ONU 1. Conhecendo a UNESCO: 1.1. A UNESCO - Organização das Nações Unidas Para a Educação, a Ciência e a Cultura foi fundada em 16 de novembro de 1945 após a Segunda Guerra Mundial,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 01. Dentre os aspectos peculiares aos órgãos jurisdicionais trabalhistas no Brasil, não se encontra: I - Não existem Varas do Trabalho especializadas em determinadas matérias,

Leia mais

A visão da OIT sobre o Trabalho Decente

A visão da OIT sobre o Trabalho Decente Boletim Econômico Edição nº 61 maio de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico A visão da OIT sobre o Trabalho Decente 1 1. CONCEITO DE TRABALHO DECENTE O conceito de Trabalho

Leia mais

AMNISTIA INTERNACIONAL

AMNISTIA INTERNACIONAL AMNISTIA INTERNACIONAL Índice AI: 40/06/00 Tribunal Penal Internacional Ficha de Dados 5 Processos contra os autores de crimes de guerra Todos os membros das forças armadas que tenham violado os regulamentos

Leia mais

Municípios e Comunidades. Saudáveis. Promovendo a qualidade de vida através da Estratégia de Municípios e Comunidades. Saudáveis

Municípios e Comunidades. Saudáveis. Promovendo a qualidade de vida através da Estratégia de Municípios e Comunidades. Saudáveis Organização Pan Americana da Saúde Oficina Regional da Organização Mundial da Saúde Municípios e Comunidades Saudáveis Guia dos prefeitos e outras autoridades locais Promovendo a qualidade de vida através

Leia mais

Mortalidade Infantil E Populações tradicionais. Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Mortalidade Infantil E Populações tradicionais. Objetivos de Desenvolvimento Sustentável Mortalidade Infantil E Populações tradicionais Objetivos de Desenvolvimento Sustentável OS ODM s Muito a celebrar... O Brasil alcançou a meta relacionada à mortalidade infantil. Mas com muita desigualdades

Leia mais

Direito Internacional Humanitário (DIH) e Direito Penal Internacional (DPI) Profa. Najla Nassif Palma

Direito Internacional Humanitário (DIH) e Direito Penal Internacional (DPI) Profa. Najla Nassif Palma Direito Internacional Humanitário (DIH) e Direito Penal Internacional (DPI) Profa. Najla Nassif Palma Direito Internacional Humanitário (DIH) e Direito Penal Internacional (DPI) O que é? Como é aplicado?

Leia mais

POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL - HISTÓRICO MUNDIAL -SÉCULO XIX

POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL - HISTÓRICO MUNDIAL -SÉCULO XIX POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL - HISTÓRICO MUNDIAL -SÉCULO XIX 1869 Ernst Haeckel, propõe o vocábulo ecologia para os estudos das relações entre as espécies e seu ambiente. 1872 Criação do primeiro parque

Leia mais

V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004

V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004 V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004 ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE OS ESTADOS MEMBROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 360, DE 2016

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 360, DE 2016 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 360, DE 2016 Altera a lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, para estabelecer o reajuste anual do valor per capita do PNAE, definindo o IPCA como índice utilizado

Leia mais

Dra Hedi Martha Soeder Muraro

Dra Hedi Martha Soeder Muraro Dra Hedi Martha Soeder Muraro hemuraro@sms.curitiba.pr.gov.br Missão da SMS Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba, responsabilizando-se pela gestão e regulação dos serviços

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL DO SICOOB JUDICIÁRIO

REGULAMENTO ELEITORAL DO SICOOB JUDICIÁRIO REGULAMENTO ELEITORAL DO SICOOB JUDICIÁRIO Art. 1º - Este Regulamento disciplina os procedimentos que regem as eleições previstas no artigo 69 do Estatuto Social da COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO

Leia mais

DIREITO INTERNACIONAL

DIREITO INTERNACIONAL DIREITO INTERNACIONAL Mendonça, João Victor Mendes de Gomes e. M539d Direito internacional : organizações internacionais / João Victor Mendes de Gomes e Mendonça. Varginha, 2015. 68 slides. Sistema requerido:

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 6B AULA 16. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 6B AULA 16. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 6B AULA 16 Profº André Tomasini Panorama Mundial Fronteiras (naturais, territoriais, socias e econômicas) Classificação / Regionalizações Países do 1º mundo Países de Industrialização

Leia mais

- Logo oficial da ONU. Bruna Lemberg, Gabriel Murakami, Natália Abdo, Pedro Salles, Sofia Samea

- Logo oficial da ONU. Bruna Lemberg, Gabriel Murakami, Natália Abdo, Pedro Salles, Sofia Samea - Logo oficial da ONU Bruna Lemberg, Gabriel Murakami, Natália Abdo, Pedro Salles, Sofia Samea Banco Mundial (WB) Fornece empréstimos para países em desenvolvimento Banco Internacional para construção

Leia mais