PROGRAMA BOAS PRÁTICAS: POLÍTICA DE GESTÃO DOCUMENTAL CPAD/TRT13

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA BOAS PRÁTICAS: POLÍTICA DE GESTÃO DOCUMENTAL CPAD/TRT13"

Transcrição

1 PROGRAMA BOAS PRÁTICAS: POLÍTICA DE GESTÃO DOCUMENTAL CPAD/TRT13

2 A utilidade dos processos trabalhistas na pesquisa acadêmica. Raimundo Normando Madeiro Monteiro Comissão Permanente de Avaliação de Documentos - CPAD (TRT13) Trabalho desenvolvido com auxílio da CPAD e do Prof. Dr. Tiago Bernardon de Oliveira Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)

3 Ação Implementada Em 18 de agosto de 2011, quando da celebração do convênio entre o Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região e a Universidade Estadual da Paraíba.

4 Objetivo (s) da Ação Criar uma política de preservação e estimular os Tribunais Regionais do Trabalho, por meio das suas políticas de Gestão Documental formarem parcerias com Universidades Públicas, em especial com participação dos centros de pesquisa e documentação, no sentido de atender às Resoluções 22 do I e 08 do III Encontro da Memória e o Ato Conjunto TST - CSJT Nº 11/2011, onde no seu Art. 1º item IV tem a seguinte redação: fomentar a pesquisa de temas relacionados à história e à evolução do Direito do Trabalho e da Justiça do Trabalho.

5 Descrição da Ação O convênio celebrado vem destituir dos processos o seu caráter processual, passando a destiná-los ao fomento de estudos e pesquisas de caráter científico e didáticopedagógico, contribuindo para a formação profissional do seu corpo docente e discente, podendo disponibilizá-los a estudantes de qualquer instituto de pesquisa ou ensino ou mesmo para consulta pública.

6 Resultados Alcançados Fomentar a pesquisa científica; Estimular os Tribunais Regionais a firmarem parcerias com Universidades Públicas; Estimular que a preservação e a gestão documental integrem o Planejamento Estratégico dos Tribunais; Gerar trabalhos científicos como Monografia, Trabalho de Mestrado, Doutorado e Pós- Doutorado na área capital/trabalho.

7 Convênios Universidades / TRT s UFPel, UFSM, UFJF, UFMT... O exemplo mais próximo: UFPE / TRT-6

8 Convênio TRT-13 / UEPB (18 de Agosto de 2011)

9 Proposta inicial do convênio entre o TRT-13 e a UEPB (campus III Guarabira) (Obs.: O Campus III Guarabira da UEPB possui, atualmente, cinco cursos: História, Direito, Geografia, Pedagogia e Letras) Recepção inicial dos documentos com ordem de descarte das regiões de Guarabira e Souza; Tratamento, organização, catalogação, formação de um banco de dados, digitalização e disponibilização para a pesquisa pública desta documentação; A medida em que o projeto avança e se consolida, prevê-se a ampliação da recepção de documentos em Guarabira e almeja-se o desenvolvimento de projetos semelhantes em outros campi e universidades, notadamente João Pessoa e Campina Grande.

10 Dentre muitas questões, a preservação da documentação do TRT-13 é de fundamental importância para: O conhecimento histórico da classe trabalhadora da Paraíba, suas práticas, valores, tradições, reivindicações e formas de associação e organização; O aprimoramento da percepção de Direito e Justiça na sociedade paraibana; A análise das relações produtivas e suas transformações no estado durante a segunda metade do século XX; A observação da dinâmica das relações de classe na Paraíba; As práticas de exercício de direitos do patronato paraibano; A discussão sobre ampliação ou retração dos direitos ao longo do processo histórico; O funcionamento da Justiça do Trabalho e das relações entre sociedade civil e Estado na Paraíba; Práticas e interpretações jurídicas acerca da legislação trabalhista e suas modificações ao longo do processo histórico; A preservação de documentos que ainda podem ser úteis ao exercício de direitos de trabalhadores em busca de documentação e comprovação de sua trajetória de trabalho.

11 Importância do Convênio entre o TRT-13 e a UEPB Construção de um cultura arquivística, especialmente, no e sobre o interior da Paraíba; Impulso de estudos históricos sobre o interior da Paraíba (e do Brasil) uma realidade ainda a ser investigada; Aumento da qualificação da formação dos estudantes do Centro de Humanidades-UEPB Democratização do Ensino Superior e das demais esferas do Ensino no interior do Brasil; Articulação de pesquisas e cursos do CH.

12 Perspectivas de trabalho a partir do convênio Diversificação do acervo e formação de um efetivo Grupo de Pesquisas; Pesquisas sobre as condições de vida e trabalho na Paraíba; Pesquisas sobre as relações entre instituições públicas e classes sociais; Pesquisas sobre relações de gênero, raciais e trabalho infantil; Desenvolvimento da perspectiva sobre a História Global do Trabalho.

13 Estruturação de um arquivo histórico no Brejo Paraibano

14

15 Processo de Formação de um Núcleo de Documentação Histórica do Centro de Humanidades da UEPB (NDH-CH/UEPB)

16 I Ciclo de Debates sobre História do Trabalho NDH-CH/UEPB Guarabira PB, 12, 13 e 14 de Agosto de 2013.

17 I Ciclo de Debates sobre História do Trabalho NDH-CH/UEPB Guarabira PB, 12, 13 e 14 de Agosto de 2013.

18 Enfim, por que preservar a documentação histórica? Para que serve a história?

19 Direito à Memória e à História - Preservação documental como garantia democrática (países democráticos possuem maior tradição de preservação da documentação histórica, ao contrário dos autoritários); - Preservar a documentação, discutir a História: possibilidade de debates sobre o passado é uma possibilidade democrática de debater no presente projetos de construção do futuro.

20 Trabalhos Produzidos TCC PROFESSORA, SINDICALISTA E MULHER: QUESTÕES DE CLASSE E GÊNERO EM UM PROCESSO TRABALHISTA (JOÃO PESSOA, ) SABRINA RAFAEL BEZERRA. TRABALHO DE MESTRADO ALINHANDO VIDAS E TECENDO HISTÓRIAS: COTIDIANO, GÊNERO E TRABALHO FEMININO NA FÁBRICA DE TECIDOS DE RIO TINTO (PB) NOS ANOS DE SABRINA RAFAEL BEZERRA

21 Preservar a documentação histórica é também fazer Justiça.

22 Obrigado!

Organização do Centro de Triagem da CPAD - TRT13 Análise e preservação dos processos findos

Organização do Centro de Triagem da CPAD - TRT13 Análise e preservação dos processos findos 1 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO Organização do Centro de Triagem da CPAD - TRT13 Análise e preservação dos processos findos Preservação e acesso à memória

Leia mais

REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO DE CHAPA PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA DA ANPUH-PB ( )

REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO DE CHAPA PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA DA ANPUH-PB ( ) REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO DE CHAPA PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA DA ANPUH-PB (2016-2018) Srs. Membros da comissão eleitoral, Solicitamos a inscrição da chapa Em defesa da História para a eleição da diretoria

Leia mais

UNIRIO / PROPLAN DIRETORIA DE AVALIAÇÃO E INFORMAÇÕES INSTITUCIONAIS - DAINF ORGANOGRAMA DAS UNIDADES ORGANIZACIONAIS. Atualizado em

UNIRIO / PROPLAN DIRETORIA DE AVALIAÇÃO E INFORMAÇÕES INSTITUCIONAIS - DAINF ORGANOGRAMA DAS UNIDADES ORGANIZACIONAIS. Atualizado em Atualizado em 15.03.2016 Boletim Interno nº 05/2016 1 1. GERAL REITORIA Vice-Reitoria Pró-Reitoria de Graduação Pró-Reitoria de Extensão e Cultura Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Pró-Reitoria

Leia mais

A diversidade arquivística brasileira

A diversidade arquivística brasileira A diversidade arquivística brasileira Literatura arquivística Fonte: Costa, Alexandre de Souza. A bibliografia arquivística no Brasil Análise quantitativa e qualitativa. www.arquivistica.net, Rio de janeiro,

Leia mais

De acordo ao PDI do IFSP, no que se refere às Políticas de Pesquisa, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia são verdadeiros

De acordo ao PDI do IFSP, no que se refere às Políticas de Pesquisa, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia são verdadeiros De acordo ao PDI do IFSP, no que se refere às Políticas de Pesquisa, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia são verdadeiros fomentadores do diálogo dentro de seu território, cabe provocar

Leia mais

EDITAL 003/16 - FAPESQ/CAPES

EDITAL 003/16 - FAPESQ/CAPES EDITAL 003/16 - FAPESQ/CAPES A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da FAPESQ, em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) em conformidade com o cronograma de

Leia mais

Dia 21/07/2016 Quinta-Feira Horário: 15:50. Formação de auxiliares de arquivo e biblioteca como política pública brasileira de educação profissional

Dia 21/07/2016 Quinta-Feira Horário: 15:50. Formação de auxiliares de arquivo e biblioteca como política pública brasileira de educação profissional 3º INTEGRAR Congresso Internacional de Arquivos, Bibliotecas, Centros de Documentação e Museus Tema: PRESERVAR PARA AS FUTURAS GERAÇÕES São Paulo, 19 a 21 de julho de 2016. Dia 21/07/2016 Quinta-Feira

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP TEXTO COMPILADO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as

Leia mais

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS As primeiras incubadoras de empresas surgiram no Brasil na década de 80 e desde então, o número de incubadoras vem crescendo sensivelmente. Em 1982, foi fundado sob a

Leia mais

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Instituto Sindipeças de Educação Corporativa 2016 Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Missão Oferecer soluções educacionais para elevar a competitividade e a sustentabilidade do setor de autopeças.

Leia mais

PDI IFCE/PRPI

PDI IFCE/PRPI PDI 2014-2019 IFCE/PRPI Perspectiva dos Clientes da PRPI Expansão e consolidação da pesquisa científica e tecnológica Captação de recursos externos para Pesquisa e Inovação Cronograma de Metas 01 R$ 34.000.000,00

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 032/2009 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 032/2009 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 032/2009 CONSUNI Dispõe sobre a criação do Sistema de Gestão Documental da Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. O Presidente do Conselho Universitário CONSUNI da Fundação

Leia mais

ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC

ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS JOÃO PESSOA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE GESTORES

Leia mais

Políticas Públicas para Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil

Políticas Públicas para Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil Políticas Públicas para Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil Marcelo Machado Feres Secretário de Educação Profissional e Tecnológica SETEC Ministério da Educação São Paulo, 01 de setembro

Leia mais

2CIN006 FUNDAMENTOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E ARQUIVÍSTICA Princípios e teorias da Ciência da Informação e Arquivologia.

2CIN006 FUNDAMENTOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E ARQUIVÍSTICA Princípios e teorias da Ciência da Informação e Arquivologia. 1º SEMESTRE 2LEM001 ESPANHOL INSTRUMENTAL Compreensão de textos/documentos em língua espanhola. 2CIN006 FUNDAMENTOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E ARQUIVÍSTICA Princípios e teorias da Ciência da Informação

Leia mais

Discurso de posse da Diretoria Executiva eleita para 2017 Roberto Brandão novo presidente

Discurso de posse da Diretoria Executiva eleita para 2017 Roberto Brandão novo presidente Brasília, 14 de fevereiro de 2017. Discurso de posse da Diretoria Executiva eleita para 2017 Roberto Brandão novo presidente Cumprimentos e agradecimentos Senhoras e senhores, Autoridades aqui presentes

Leia mais

IV FÓRUM INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA

IV FÓRUM INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA IV FÓRUM INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA IV FIPED UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI Campus de Parnaíba 19 a Departamento de Educação - DE 21 de junho de 2012 - Parnaíba/PI 1ª CIRCULAR O Departamento de Educação

Leia mais

Arquigrafia: um repositório digital de imagens em ambiente colaborativo web

Arquigrafia: um repositório digital de imagens em ambiente colaborativo web Arquigrafia: um repositório digital de imagens em ambiente colaborativo web Vânia Mara Alves Lima Artur Simões Rozestraten Cibele Araújo Camargo Marques dos Santos Eliana de Azevedo Marques Letícia de

Leia mais

O GT de Conflitos Fundiários Urbanos do Conselho das Cidades apresenta para uma primeira discussão pública a seguinte proposta:

O GT de Conflitos Fundiários Urbanos do Conselho das Cidades apresenta para uma primeira discussão pública a seguinte proposta: DOCUMENTO DE REFERÊNCIA DA POLÍTICA NACIONAL DE PREVENÇÃO E MEDIAÇÃO DE CONFLITOS FUNDIÁRIOS URBANOS Esta proposta preliminar é resultado de um esforço coletivo do Grupo de Trabalho de Conflitos Fundiários

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2016 NÚCLEO DE SAÚDE

PLANO DE AÇÃO 2016 NÚCLEO DE SAÚDE PLANO DE AÇÃO 2016 NÚCLEO DE SAÚDE 1 FORMULÁRIO 1 - PLANO DE AÇÃO 2016 Durante a discussão da Proposta Orçamentária e Diretrizes para o Plano de Ação 2016 no CONSAD foi recomendado a explicitação dos objetivos

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa.

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa. CTC - CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS MISSÃO DA UNIDADE: O Centro de Tecnologia e Ciências tem seu objetivo maior consubstanciado nos objetivos gerais de Ensino, Pesquisa e Extensão. No que tange ao objetivo

Leia mais

Ricardo Agostinho de Rezende Junior. Por um c ampus melhor

Ricardo Agostinho de Rezende Junior. Por um c ampus melhor Por um c ampus melhor PROPOSTA E PLANO DE GESTÃO (2017 2020) Prof. Ricardo Agostinho de Rezende Junior CANDIDATURA A DIREÇÃO GERAL Campus Guarulhos APRESENTAÇÃO Ensinar não é transferir conhecimento, mas

Leia mais

PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP

PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP PROPLAD Plano de Desenvolvimento Institucional PDI UFOP 2016-2025 Reunião de trabalho da Comissão e dos Coordenadores dos GTs, 15 Fev 2016 Pauta #1. Acompanhamento das atividades dos GTs; #2. Definição

Leia mais

Sobre os autores. Tiago Bernardon de Oliveira (org.)

Sobre os autores. Tiago Bernardon de Oliveira (org.) Sobre os autores Tiago Bernardon de Oliveira (org.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros OLIVEIRA, TB., org. Sobre os autores. In: Trabalho e trabalhadores no Nordeste: análises e perspectivas

Leia mais

II Workshop de Gestão de Documentos da Fundação Universidade de Brasília

II Workshop de Gestão de Documentos da Fundação Universidade de Brasília II Workshop de Gestão de Documentos da Fundação Universidade de Brasília Tema Acesso à informação e preservação do patrimônio documental arquivístico: desafios das Instituições Federais de Ensino Superior

Leia mais

EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA

EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA EIXO III EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA SUGESTÃO Desde os anos 1980, observam-se transformações significativas

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG Nº

PORTARIA TRT 18ª GP/DG Nº PORTARIA TRT 18ª GP/DG Nº 50, de 18.3.09 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, Considerando a necessidade de atualização

Leia mais

ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA

ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA PROGRAMA: (X ) PIBIC PIBIC-Af

Leia mais

CONFERÊNCIA NACIONAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA INTRODUÇÃO

CONFERÊNCIA NACIONAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA INTRODUÇÃO CONFERÊNCIA NACIONAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA INTRODUÇÃO O Ministério de Educação, nos últimos três anos, vem construindo uma concepção educacional tendo em vista a articulação dos níveis e modalidades de ensino,

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES Edital nº 01/17 Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica A Pró-Reitora de Pesquisa da Escola Superior Dom Helder Câmara, no uso de suas atribuições, informa à Comunidade Acadêmica que estão abertas

Leia mais

Programa de Gestão da FABICO 2012/2016

Programa de Gestão da FABICO 2012/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO Programa de Gestão da FABICO 2012/2016 Candidatos: Direção: Ana Maria Mielniczuk de Moura Vice-direção: André Iribure

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Título do Projeto: Aprimoramento da sistemática de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º CINF0012- FUNDAMENTOS DA GESTÃO DA INFORMAÇÃO OBRIG 60 0 60 4.0 CONCEITOS FUNDAMENTAIS EM GESTÃO DA INFORMAÇÃO. CINF0013- INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO OBRIG 60 0 60 4.0 FUNDAMENTOS

Leia mais

conceito A internacionalização na UFG é concebida como um processo que articula a dimensão internacional, intercultural e global no ensino, pesquisa e

conceito A internacionalização na UFG é concebida como um processo que articula a dimensão internacional, intercultural e global no ensino, pesquisa e Plano de Gestão UFG 2014-20172017 INTERNACIONALIZAÇÃO Coordenadoria de Assuntos Internacionais Universidade Federal de Goiás conceito A internacionalização na UFG é concebida como um processo que articula

Leia mais

Sinto-me honrada por estar na Escola Superior de. Agricultura Luiz de Queiroz nesse momento festivo, de posse

Sinto-me honrada por estar na Escola Superior de. Agricultura Luiz de Queiroz nesse momento festivo, de posse Discurso da Profa. Dra. Suely Vilela na Posse do Prof. Dr. Antonio Roque Dechen, na função de Diretor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) Sinto-me honrada por estar na Escola Superior

Leia mais

O SABER-FAZER DO ARQUIVISTA-EDUCADOR: REFLEXÕES SOBRE O CURSO DE AUXILIAR DE ARQUIVO DO PRONATEC/JOÃO PESSOA

O SABER-FAZER DO ARQUIVISTA-EDUCADOR: REFLEXÕES SOBRE O CURSO DE AUXILIAR DE ARQUIVO DO PRONATEC/JOÃO PESSOA O SABER-FAZER DO ARQUIVISTA-EDUCADOR: REFLEXÕES SOBRE O CURSO DE AUXILIAR DE ARQUIVO DO PRONATEC/JOÃO PESSOA Josivan Soares Ferreira 1; Marli Batista Fidelis 2; Diana Marinho Dias 3 1 Arquivista e Especialista

Leia mais

Gabinete do Deputado Davidson Magalhães PCdoB/BA

Gabinete do Deputado Davidson Magalhães PCdoB/BA PROJETO DE LEI Nº,DE 2015. (Do Sr. Davidson Magalhães) Dispõe sobre a reserva de vagas para o ingresso na pós-graduação nas universidades e instituições federais de ensino superior e dá outras providências.

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA 1 a FASE CÓD DISCIPLINAS EIXO C/H Créditos Filosofia da I Epistemologia Introdução à Ciência Epistemologia Científica educativa Português Comunicação e expressão

Leia mais

Introdução à Biblioteconomia e à Ciência da Informação

Introdução à Biblioteconomia e à Ciência da Informação Instituto de Ciência da Informação Biblioteconomia e Documentação Disciplinas Obrigatórias CÓDIGO ICI 014 TÌTULO Introdução à Biblioteconomia e à Ciência da Informação Ementa: Biblioteconomia, Documentação

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA EDIÇÃO DE LIVROS TÉCNICO-CIENTÍFICOS PARA O CONTROLE DO CÂNCER FACINA, TF 1 ; CASADO, L 2

A IMPORTÂNCIA DA EDIÇÃO DE LIVROS TÉCNICO-CIENTÍFICOS PARA O CONTROLE DO CÂNCER FACINA, TF 1 ; CASADO, L 2 A IMPORTÂNCIA DA EDIÇÃO DE LIVROS TÉCNICO-CIENTÍFICOS PARA O CONTROLE DO CÂNCER FACINA, TF 1 ; CASADO, L 2 1 Instituto Nacional de Câncer (INCA) 2 Instituto Nacional de Câncer (INCA) tfacina@inca.gov.br

Leia mais

FACULDADES REINALDO RAMOS FARR/CESREI COORDENAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO

FACULDADES REINALDO RAMOS FARR/CESREI COORDENAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO FACULDADES REINALDO RAMOS FARR/CESREI COORDENAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO I SEMANA ACADÊMICA INTEGRADA DA CESREI BRAINSTORMING FORENSE Direito e Publicidade e Propaganda EDITAL nº. 01/2016 A

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS EDUCAÇÃO BÁSICA ENSINO SUPERIOR EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL EDUCAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO SISTEMA DE JUSTIÇA E SEGURANÇA EDUCAÇÃO E MÍDIA Comitê Nacional de Educação

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO (cursos presenciais e à distância)

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO (cursos presenciais e à distância) FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO (cursos presenciais e à distância) CACOAL 2015 CAPÍTULO I DO CONCEITO, FINALIDADE

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988

CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 Art. 207. As universidades gozam de autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial, e obedecerão ao princípio de indissociabilidade entre

Leia mais

Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa

Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa 2014. 1 Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa FACULDADE POLIS DAS ARTES Professor: Tiago Silva de Oliveira E-mail: psicotigl@yahoo.com.br Noturno/2014.1 Carga Horária 80h 1 Dia da Semana

Leia mais

INTERDICIPLINARIEDADE NA ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS ESTUDO DE CASO DO NÚCLEO DE ESTUDO, CULTURA, ORALIDADE, IMAGEM E MEMÓRIA NECOIM

INTERDICIPLINARIEDADE NA ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS ESTUDO DE CASO DO NÚCLEO DE ESTUDO, CULTURA, ORALIDADE, IMAGEM E MEMÓRIA NECOIM ENCONTRO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS INTERDICIPLINARIEDADE NA ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS ESTUDO DE CASO DO NÚCLEO DE ESTUDO, CULTURA, ORALIDADE, IMAGEM E MEMÓRIA NECOIM Faro/Portugal 5 Out. de 2013 Imagem disponível

Leia mais

EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação Institucional* Título da Ação (o que?

EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação Institucional* Título da Ação (o que? ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO CCSH Questão Geral 1.1 Como você percebe a utilização dos resultados da autoavaliação como subsídio à revisão, proposição e implementação das ações

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Regional do Trabalho da 13ª Região

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Regional do Trabalho da 13ª Região EDITAL Nº 07, DE 19 DE OUTUBRO DE 2010. A Procuradoria Regional do Trabalho (PRT) da 13ª Região, Órgão do Ministério Público do Trabalho (MPT), por determinação da Excelentíssimo Senhor Procurador-chefe,

Leia mais

A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA ARQUIVÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL NO BRASIL

A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA ARQUIVÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL NO BRASIL A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA ARQUIVÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL NO BRASIL José Mauro Gouveia (Universidade de Brasília) Eliane Braga de Oliveira (Universidade de Brasília) A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA

Leia mais

DE PÓS-GRADUAÇÃO

DE PÓS-GRADUAÇÃO 6.2.2. DE PÓS-GRADUAÇÃO As áreas de abrangência da UFOB têm experimentado importante crescimento econômico e populacional nos últimos 30 anos, fato que tem ampliado significativamente a demanda por profissionais

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES Edital nº 01/17 Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica A Pró-Reitora de Pesquisa da Escola Superior Dom Helder Câmara, no uso de suas atribuições, informa à Comunidade Acadêmica que estão abertas

Leia mais

COORDENADORIA DO CURSO DE DIREITO

COORDENADORIA DO CURSO DE DIREITO COORDENADORIA DO CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES - NAC NÚCLEO DE ESTUDOS URBANOS E ASSESSORIA JURÍDICA UNIVERSITÁRIA POPULAR NEAJUP CEUMA EDITAL DE SELEÇÃO nº02/2014 A Coordenação

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação Aprovados em ata da décima segunda reunião ordinária do Departamento de Letras, realizada no dia 10 de junho de 2016. O ambiente intelectual

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 79, DE 28 DE AGOSTO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 79, DE 28 DE AGOSTO DE 2014 RESOLUÇÃO Nº 79, DE 28 DE AGOSTO DE 2014 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 56ª Reunião Ordinária, realizada no dia 28 de agosto de 2014, no uso das atribuições que lhe são

Leia mais

Em agosto deste ano foi realizada a I Feira do Comércio, Indústria e Serviços da PB (FECIP), no Espaço Cultural na cidade de João Pessoa.

Em agosto deste ano foi realizada a I Feira do Comércio, Indústria e Serviços da PB (FECIP), no Espaço Cultural na cidade de João Pessoa. 1990 Em agosto deste ano foi realizada a I Feira do Comércio, Indústria e Serviços da PB (FECIP), no Espaço Cultural na cidade de João Pessoa. O principal objetivo desse evento foi apresentar produtos

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses.

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica (3) (4) (5) previsão de alunos por turma em disciplina teórica de, no máximo, 80. relação aluno por docente,

Leia mais

Planilha1 BIBLIOTECA CENTRAL. Página 1. Data: 17/10/2016 Evento: Aplicação das normas da ABNT nos trabalhos científicos.

Planilha1 BIBLIOTECA CENTRAL. Página 1. Data: 17/10/2016 Evento: Aplicação das normas da ABNT nos trabalhos científicos. BIBLIOTECA CENTRAL Data: 17/10/2016 Evento: Aplicação das normas da ABNT nos trabalhos científicos Horário: 9h 12h Local: Auditório da Biblioteca Central Ministrante: Giulianne Monteiro - Bibliotecária

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO EVOLUÇÃO DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO - UNIFAP (2009-2016) Profa MSc Marília Lobato Marilia_unifap@hotmail.com O QUE O

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo A Federação Espírita do Espírito Santo, fundada em 1921, é constituída pelo Conselho Estadual e

Leia mais

UM SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE

UM SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA UM SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO HISTÓRICA PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno: Marcos José de Menezes

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

ESTUDO SOBRE O PLANO DE CARGOS, CARREIRA, REMUNERAÇÃO E VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS EM EDUCAÇÃO DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE SOSSEGO PB

ESTUDO SOBRE O PLANO DE CARGOS, CARREIRA, REMUNERAÇÃO E VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS EM EDUCAÇÃO DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE SOSSEGO PB ESTUDO SOBRE O PLANO DE CARGOS, CARREIRA, REMUNERAÇÃO E VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS EM EDUCAÇÃO DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE SOSSEGO PB José Franscidavid Barbosa Belmino Professor de Ciências Naturais

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DO IFMG CAMPUS FORMIGA REFERÊNCIA ANO 2016

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DO IFMG CAMPUS FORMIGA REFERÊNCIA ANO 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS FORMIGA COMISSÃO PRÓPRIA LOCAL DE AUTOAVALIAÇÃO Rua São

Leia mais

Desafios e Oportunidades para o Desenvolvimento da EPT no Brasil até 2024

Desafios e Oportunidades para o Desenvolvimento da EPT no Brasil até 2024 Desafios e Oportunidades para o Desenvolvimento da EPT no Brasil até 2024 Marcelo Machado Feres Secretário de Educação Profissional e Tecnológica SETEC Ministério da Educação XXXIX edição da Reunião dos

Leia mais

PRESERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO ARQUIVO DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DOUTOR HERMANN BLUMENAU

PRESERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO ARQUIVO DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DOUTOR HERMANN BLUMENAU PRESERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO ARQUIVO DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DOUTOR HERMANN BLUMENAU Hoffmann, Cleverton 1 ; Silva, Sergio Bezerra da 2 ; Zotti, Solange Aparecida 3 1 Instituto Federal de Santa Catarina,

Leia mais

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Maio 2014 Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Missão Oferecer soluções educacionais para elevar a competitividade e a sustentabilidade do setor de

Leia mais

EDITAL 20/2016/ PROGRAD PARA SELEÇÃO DE TUTOR DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET SERVIÇO SOCIAL

EDITAL 20/2016/ PROGRAD PARA SELEÇÃO DE TUTOR DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET SERVIÇO SOCIAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL 0/016/ PROGRAD PARA SELEÇÃO DE TUTOR DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET SERVIÇO SOCIAL

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 49, de 09

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO ESTRUTURA CURRICULAR STRICTO SENSU (por área de concentração-baseada na Res. Vigente do CCEPE)

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO ESTRUTURA CURRICULAR STRICTO SENSU (por área de concentração-baseada na Res. Vigente do CCEPE) NOME DO CURSO: DIREITO NÍVEL: [ x ] MESTRADO [ ] DOUTORADO LINHA DE PESQUISA: 1 ESTADO, CONSTITUCIONALIZAÇÃO E DIREITOS HUMANOS PERÍODO DE VIGÊNCIA: para alunos MATRICULADOS a partir de 03 / 2013 DO CURSO

Leia mais

11) Incrementar programas de mobilidade e intercâmbio acadêmicos. Propiciar a um número maior de discentes a experiência de interação

11) Incrementar programas de mobilidade e intercâmbio acadêmicos. Propiciar a um número maior de discentes a experiência de interação Apresentação A vocação natural da instituição universitária é fazer-se um centro de convergência e articulação de esforços intelectuais, científicos, artísticos e culturais, estimulando o pensamento crítico,

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR)

Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) Ementário - Doutorado Eixo de Disciplinas Comuns Metodologia de Pesquisa em Jornalismo M e D Obrigatória 60 horas 04 Conhecimento e campo científico. Campo

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC. Regulamento de Atividades Complementares

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC. Regulamento de Atividades Complementares Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC Regulamento de Atividades Complementares Aplicável aos cursos e alunos matriculados nas estruturas curriculares implementadas a partir do 1º semestre de

Leia mais

A ARQUIVOLOGIA E O ARQUIVISTA: UM PARALELO SOCIAL

A ARQUIVOLOGIA E O ARQUIVISTA: UM PARALELO SOCIAL A ARQUIVOLOGIA E O ARQUIVISTA: UM PARALELO SOCIAL Ivanilda Bezerra Cavalcanti 1 ; Aurekelly Rodrigues da Silva 2; Pedro Augusto de Lima Barroso 3; Profa. Ma. Claudialyne da S. Araújo 4 1 Graduanda no curso

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF)

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF) TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF) I. DEFINIÇÃO Em atendimento às Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação, todo aluno do Curso de Engenharia Florestal deverá, obrigatoriamente,

Leia mais

ENSINO MÉDIO INOVADOR: AS EXPERIÊNCIAS NA COMPREENSÃO DA BIOLOGIA

ENSINO MÉDIO INOVADOR: AS EXPERIÊNCIAS NA COMPREENSÃO DA BIOLOGIA ENSINO MÉDIO INOVADOR: AS EXPERIÊNCIAS NA COMPREENSÃO DA BIOLOGIA Adiene Silva Araújo Universidade de Pernambuco - UPE adienearaujo@hotmail.com 1- Introdução A Biologia como ciência, ao longo da história

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO O presente Regimento Interno tem por finalidade regulamentar a subordinação, composição, atuação e competências do Núcleo de Pesquisa e Extensão da Faculdade

Leia mais

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso O Trabalho de Conclusão de Curso TCC é um requisito obrigatório para a conclusão do curso, realizada no final do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade

Leia mais

ENSINO MÉDIO COM VISTAS A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

ENSINO MÉDIO COM VISTAS A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR V Fórum das Licenciaturas ENSINO MÉDIO COM VISTAS A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR Os Desafios da Formação Humana Integral Reconhecimento da escola como espaço de cidadania o Ensino Médio é um direito

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA E HISTÓRIA CONCURSO PÚBLICO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA E HISTÓRIA CONCURSO PÚBLICO CRONOGRAMA DAS PROVAS ARQUEOLOGIA PROVA DATA HORÁRIO Prova Escrita 26 de maio 14h Entrega da proposta de 26 de maio 14h Resultado da prova escrita e 27 de maio 14h sorteio de pontos Prova didática 28 de

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE ARQUIVOLOGIA EMENTAS VERSÃO CURRICULAR N-20151

COLEGIADO DO CURSO DE ARQUIVOLOGIA EMENTAS VERSÃO CURRICULAR N-20151 COLEGIADO DO CURSO DE ARQUIVOLOGIA EMENTAS VERSÃO CURRICULAR N-20151 1º PERÍODO ECI240 - Introdução à Arquivologia História dos arquivos e da arquivologia e a evolução do pensamento arquivístico na cultura

Leia mais

CURRICULUM VITAE EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL. 1. Segundo Cartório de Registro de Imóveis e Anexos de Sorocaba/SP., de 1979 a 1988, cargo de escrevente.

CURRICULUM VITAE EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL. 1. Segundo Cartório de Registro de Imóveis e Anexos de Sorocaba/SP., de 1979 a 1988, cargo de escrevente. 1 CURRICULUM VITAE Nome: JOÃO BATISTA MARTINS CÉSAR. Cargo: Desembargador do Trabalho. Naturalidade: Sorocaba-SP. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 1. Segundo Cartório de Registro de Imóveis e Anexos de Sorocaba/SP.,

Leia mais

Avaliação da Educação Superior

Avaliação da Educação Superior CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA Avaliação da Educação Superior Profa. Dra. Luciane Torezan Viegas luciane.viegas@metodistadosul.edu.br AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO EXTERNA: Coordenadoria de Avaliação

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE APRESENTAÇÃO

PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE APRESENTAÇÃO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE APRESENTAÇÃO Uma vez que se contemple a importância, na missão da FAMETRO, da formação de cidadãos éticos e profissionais competentes para o contexto atual, é lógico que se

Leia mais

DIRETRIZES METAS INDICADORES DIRETRIZES

DIRETRIZES METAS INDICADORES DIRETRIZES As IFES são produtoras naturais de conteúdos para informação leiga nas várias áreas do conhecimento. As mídias de comunicação e divulgação institucional devem incluir as TV s universitárias das IFES em

Leia mais

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO,

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PROJETO IFPR/VIZIVALI INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DIREÇÃO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DIRETORIA DE EaD Equipe

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA/CAPES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA/CAPES UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA/CAPES EDITAL Nº 01/2014 Subprojeto PIBID/História /UFOPA SELEÇÃO DE DISCENTES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA CNEC/IESA MATRIZ 2016

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA CNEC/IESA MATRIZ 2016 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA CNEC/IESA MATRIZ 2016 CAPÍTULO I OBJETO DE REGULAMENTAÇÃO Art. 1º O presente conjunto de normas tem por finalidade formalizar a oferta,

Leia mais

PARÂMETROS DE AVALIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO ACADÊMICO

PARÂMETROS DE AVALIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO ACADÊMICO PARÂMETROS DE AVALIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO ACADÊMICO Os projetos de cursos novos serão julgados pela Comissão de Avaliação da área de Educação com base nos dados obtidos pela aplicação dos critérios

Leia mais

PLANO PLURIANUAL R$ 1,00 INFORMAÇÕES SOBRE AS AÇÕES ESTRATÉGICAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - FUESPI

PLANO PLURIANUAL R$ 1,00 INFORMAÇÕES SOBRE AS AÇÕES ESTRATÉGICAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - FUESPI 90 - GESTÃO E MANUTENÇÃO DO PODER EXECUTIVO COORDENAÇÃO GERAL DA FUESPI PROMOVER POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR DOCENTE E ADMINISTRATIVO, INCLUINDO O PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA. AMPLIAR O QUADRO

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UFPR 1. Apresentação O Departamento de Matemática - DMAT da UFPR possui atualmente 45 professores efetivos, 42 dos quais trabalhando em regime de dedicação

Leia mais

A importância do estudo e descrição das entidades produtoras de arquivos, através da elaboração de Registos de Autoridade Arquivística (RAA)

A importância do estudo e descrição das entidades produtoras de arquivos, através da elaboração de Registos de Autoridade Arquivística (RAA) A importância do estudo e descrição das entidades produtoras de arquivos, através da elaboração de Registos de Autoridade Arquivística (RAA) I Encontro de Arquivos Contemporâneos ENTRE PARADIGMAS: DA CUSTÓDIA

Leia mais

PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA. EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura

PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA. EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura Foco: Impactos da Emenda Constitucional do SNC na organização

Leia mais

Federação desigual. Assimetrias regionais. Região PIB População Território Região Sudeste 55,41% 42% 10,60% Região Norte 5,40% 8% 45,20%

Federação desigual. Assimetrias regionais. Região PIB População Território Região Sudeste 55,41% 42% 10,60% Região Norte 5,40% 8% 45,20% Federação desigual Assimetrias regionais Região PIB População Território Região Sudeste 55,41% 42% 10,60% Região Norte 5,40% 8% 45,20% Região Centro-oeste 9,57% 7% 18,90% Região Nordeste 13,40% 28% 18,20%

Leia mais

Turismo Histórico-Cultural. diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo

Turismo Histórico-Cultural. diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo Turismo Histórico-Cultural diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo Proposta de Recorte para a Conceituação de Turismo Cultural l o MTur, em parceria com o Ministério da Cultura e o IPHAN,

Leia mais

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras Plano Estratégico PETROBRAS Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional e internacional,

Leia mais

Os Governos Civis de Portugal. Memória, História e Cidadania

Os Governos Civis de Portugal. Memória, História e Cidadania Ministério da Administração Interna Secretaria-Geral Os Governos Civis de Portugal. Memória, História e Cidadania Encontro Arquivos da Administração Pública 2 e 3 julho Angélica Jorge/Cidália Ferreira

Leia mais

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales Tiago Bernardon de Oliveira (org.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros OLIVEIRA, TB., org. Trabalho e trabalhadores no Nordeste: análises

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA DO IFMG CAMPUS FORMIGA REFERÊNCIA ANO 2016

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA DO IFMG CAMPUS FORMIGA REFERÊNCIA ANO 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS FORMIGA COMISSÃO PRÓPRIA LOCAL DE AUTOAVALIAÇÃO Rua São

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAIMI/UNIESP

REGULAMENTO INTERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAIMI/UNIESP REGULAMENTO INTERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAIMI/UNIESP Mirassol/SP 2014 REGULAMENTO INTERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAIMI/UNIESP CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais