EMENTÁRIO DE DISCIPLINAS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO NOTURNO - VERSÃO 2009/1 2013/1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EMENTÁRIO DE DISCIPLINAS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO NOTURNO - VERSÃO 2009/1 2013/1"

Transcrição

1 1 1º. PERÍODO ACR027 HISTORIA TEORIA FILOSOFIA DA ARQUITETURA E ARTE: INTRODUÇÃO Obrigatória Ementa: Arquitetura, arte e cidade, nas suas relações com as humanidades, às ciências e as técnicas. Introdução ao estudo do edifício e da cidade na história da arquitetura ocidental, da antiguidade ao contemporâneo. Problemas da historiografia da arquitetura e da arte. Introdução à metodologia de análise do objeto arquitetônico e artístico, à teoria e à crítica da arquitetura e do urbanismo. ARQ010 OFICINA DE FUNDAMENTAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO Obrigatória Ementa: Sensibilização e instrumentação para o processo criativo da arquitetura e urbanismo, enfatizando a relação entre sujeito e espaço nas escalas micro e macro. Expressão e representação gráfica do espaço e do objeto arquitetônico. Recursos computacionais aplicados à Arquitetura e Urbanismo. Noções de sistemas estruturais e conforto ambiental. CRT013 OFICINA INTEGRADA DE TOPOGRAFIA E CARTOGRAFIA Obrigatória Ementa: Introdução a Cartografia; histórico, conceitos e definições. Mapas, cartas e plantas. Cartografia e Geodésia: coordenadas, datum, projeções cartográficas e o sistema geodésico brasileiro. Tecnologia GPS. Topografia e Geodésia. Topografia e mensurações planimétricas e altimetrias. Perfis topográficos, declividades e hipsometria. Aplicações dos conhecimentos topográficos e cartográficos na Arquitetura. Análise topográfica orientada as áreas de risco e catástrofes ambientais. Cartografia digital e temática aplicada à topografia, princípios de Sistemas de Informações Geográficas, imagens de satélite, fotogrametria, tratamento gráfico da informação.

2 2 2º. PERÍODO ACR028 ARQUITETURA BRASILEIRA REVITALIZAÇÃO EDIFICIOS CIDADES I Obrigatória Ementa: Principais momentos da arquitetura brasileira e mineira. Arquitetura maneirista e jesuítica no Brasil. Arquitetura do período colonial no Brasil e na América Latina. Arquitetura barroca, neoclássica, eclética e contemporânea no Brasil e em Minas Gerais. ACR029 ARQUITETURA BRASILEIRA REVITALIZAÇÃO EDIFICIOS CIDADES II Obrigatória Ementa: História e Teoria da Conservação do Patrimônio Cultural. Teoria das intervenções no patrimônio: restauração; reabilitação e revitalização de edifícios, cidades e sítios históricos. Preservação cultural e ambiental. Estudo de casos. ACR030 ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA, CIDADE E CULTURA I Obrigatória Ementa: principais momentos da arquitetura brasileira e mineira. Arquitetura maneirista jesuítica no Brasil. Arquitetura do período colonial no Brasil e na América Latina. Arquitetura barroca neoclássica, eclética e contemporânea no Brasil e em Minas Gerais. ACR031 ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA, CIDADE E CULTURA II Obrigatória Ementa: História e teoria da conservação do Patrimônio Cultural. Teoria das intervenções no patrimônio: restauração, reabilitação e revitalização de edifícios, cidades e sítios históricos. Preservação cultural e ambiental. Estudos de casos.

3 3 ACR032 ARQUITETURA, ARTE E CIENCIAS HUMANAS I Obrigatória Ementa: Arquitetura, cidade, arte e ciências humanas: convergências e distinções. Principais teorias da arte e da arquitetura. Arquitetura, arte, ciência e filosofia. Abordagens epistemológicas da arquitetura e da arte. O utensílio, a obra de arquitetura e a obra de arte. ACR033 ARQUITETURA, ARTE E CIENCIAS HUMANAS II Obrigatória Ementa: Arquitetura, cidade, arte e ciências humanas: convergências e distinções. A visão crítica da arte e da arquitetura e seus espelhamentos mútuos. Arte e arquitetura: fronteiras, correntes e desafios modernos e contemporâneos da Arquitetura e da arte. Arte e cidade. ACR034 ESTÉTICA Obrigatória Ementa: Filosofia da arte e teorias da estética. A dimensão estética da Arquitetura e da cidade ARQ011 OFICINA INT. : PROBLEMAS DE PARCELAMENTO DO SOLO E ASSENTAMENTOS HABITACIONAIS ACR027, ARQ010, CRT013 Obrigatória Ementa: Abordagem crítica do espaço construído por meio do entendimento de seus aspectos sociais, psicológicos, econômicos, ambientais, técnicos e legais. Concepção do projeto de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo de assentamentos habitacionais populares.

4 4 ARQ012 OFICINA INT. : PROBLEMAS DE REQUALIFICAÇÃO DE ÁREAS E EDIFICAÇÕES URBANAS ACR027, ARQ010, CRT013 Obrigatória Ementa: Abordagem crítica do espaço construído por meio do entendimento de seus aspectos sociais, psicológicos, econômicos, ambientais, técnicos e legais. Concepção do projeto de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo para requalificação de assentamentos urbanos. ARQ013 OFICINA INT. : PROBLEMAS DE REQUALIFICAÇÃO E URBANIZAÇÃO DE ASSENTAMENTO PRECÁRIOS ACR027, ARQ010, CRT013 Obrigatória Ementa: Problemas de requalificação e urbanização de assentamentos precários. Abordagem crítica do espaço construído por meio do entendimento de seus aspectos sociais, psicológicos, econômicos, ambientais, técnicos e legais. Concepção do projeto de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo para requalificação de assentamentos precários. EHR031 INSTALAÇÕES PREDIAIS HIDRAULICO-SANITÁRIAS Obrigatória Ementa: Higiene nas habitações. Noções gerais de escoamento dos líquidos. Instalações de água fria e água quente nas edificações. Instalações de proteção contra incêndio. Esgotos prediais. Aspectos sanitários das instalações prediais. ELE158 INSTALAÇÕES PREDIAIS ELETRICAS E DE COMUNICAÇÃO Obrigatória Ementa: Conceitos fundamentais de suprimento de energia elétrica e de comunicações nas edificações. Teoria do projeto técnico das instalações elétricas de telefonia e de comunicações, com ênfase nos projetos habitacionais populares.

5 5 ESA131 MANEJO DAS ÁGUAS Obrigatória Ementa: Interação entre planejamento urbano e ações de saneamento para a salubridade ambiental e para o desenvolvimento sustentável. Manejo das águas pluviais: preservação das áreas de fundos de vale, canalização de cursos d água e seus impactos, poluição, soluções compensatórias, microdrenagem. Abastecimento de água. ESA132 MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Obrigatória Ementa: Manejo de resíduos sólidos: coleta, reciclagem e disposição final, aterros sanitários e disposição de resíduos especiais. ESA133 MANEJO DOS EFLUENTES LÍQUIDOS Obrigatória Ementa: Sistema de coleta e tratamento de efluentes líquidos. Recuo de águas servidoras. Drenagem de águas pluviais. GEO304 PLANEJAMENTO REGIONAL Obrigatória Ementa: Redes urbanas: funções, hierarquia, relações político-administrativas. Análise integrada do meio ambiente regional. Impactos ambientais e sociais das atividades econômicas no meio urbano-regional e metropolitano. PRJ066 ARRIMOS E CONTENÇÕES Obrigatória Ementa: Conceitos fundamentais para o emprego de arrimos e taludes naturais nos assentamentos habitacionais. Estruturas de Contenção: parâmetros do solo, estabilidade externa e interna, tipos usuais.

6 6 PRJ067 ESTRUTURA DE CONCRETO I Obrigatória Ementa: Características e propriedades do concreto, do aço e do concreto armado. Carregamento e dimensionamento de lajes, vigas e pilares. Lançamento de estrutura. Comportamento estrutural. Escadas e outros elementos. Noções sobre concreto protendido. PRJ068 ESTRUTURAS METÁLICAS Obrigatória Ementa: Perfis estruturais metálicos e suas aplicações. Aços estruturais e suas características. Tipos de ligações. Acabamentos de superfícies metálicas. Vigas, pilares e treliças. Modelos de projetos. Coberturas. Estruturas modulares em aço. Edifícios em aço. PRJ069 FUNDAÇÕES Obrigatória Ementa: Solos: características e parâmetros básicos. Estruturas de Fundação: fundações superficiais tipos, projeto e utilização; fundações profundas tipos, projeto utilização. Definição do tipo de fundação a ser adotado. PRJ070 RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS I Obrigatória Ementa: Conceitos fundamentais sobre a resistência dos materiais; compressão e tração; noções gerais sobre tensões, deformações e flambagem. PRJ071 TEORIA DAS ESTRUTURAS I Obrigatória Ementa: Os sistemas estruturais e os esforços a que estão submetidos os seus diversos elementos em projetos exemplares: abordagem conceitual.

7 7 TAU030 MATERIAIS E TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO I Obrigatória Ementa: Estudo dos materiais de construção sob o ponto de vista de suas propriedades, e características. Conceitos fundamentais classes, tipos, produtos, componentes; características gerais e específicas. Normas técnicas: especificações técnicas de materiais e serviços. Controles de qualidade de materiais. TAU031 ORÇAMENTO, PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO DE OBRAS Obrigatória Ementa: Empreendimentos habitacional de interesse social em regime de autogestão comunitária: Sistema e processo de orçamentação; Assessoria técnica e projetos. TAU032 PRATICA PROFISSIONAL E LEGISLAÇÃO Obrigatória Ementa: Regulamentação e ética profissional. Diretrizes e atribuições do arquiteto e do urbanista. Responsabilidades contratuais, procedimentos e formulários. Direito Autoral. Prática profissional em diversas áreas de atuação. Caracterização de um escritório: perfil dos serviços; menu de serviços e esquema de produção. TAU033 TÉCNICAS RETROSPECTIVAS Obrigatória Ementa: Evolução das técnicas construtivas no Brasil. Estratégias de intervenção e bases para seleção de técnicas. Repertório técnico: caracterização, estruturação, capacitações e recursos; aspectos normativos, econômicos e a ambientais; aplicações. Compatibilização técnica e estética. Patrimônio: apropriação e conservação de bens imóveis. TAU034 TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO Obrigatória Ementa: Produção da Arquitetura: noções básicas das forças que convergem para a produção; mercado de trabalho e demanda social. Apropriação tecnológica: decisão e desempenho; compatibilização dos materiais, técnicas de construção e sistemas construtivos. Sistemas construtivos produzidos no canteiro e sistemas industrializados, aplicáveis à construção predial. Alvenarias estruturais. Técnicas construtivas tradicionais e vernaculares.

8 8 TAU035 TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO E SUSTENTABILIDADE Obrigatória Ementa: Contexto da tecnologia do ambiente construído; premissas metodológicas do processo produtivo na construção civil e atuação do arquiteto e urbanista; definições e conceitos de tecnologia e sustentabilidade e as linhas da tecnologia do ambiente construtivo: abordagem experimental do conforto ambiental e eficiência energética; análise e avaliação de desempenho; tecnologia dos materiais e sistemas construtivos. TAU036 ACÚSTICA DE AMBIENTES Obrigatória Ementa: Adequação da qualidade acústica do ambiente construído. Fontes acústicas no ambiente construído. Exigências humanas para conforto acústico. Acústica em edificações: descrição, análise, avaliação de ambientes. Desempenho acústico de componentes: materiais e sistemas construtivos convencionais e especiais. Projeto acústico. Interação entre acústico hidro-térmico e luminoso. Legislação ambiental, normas técnicas e regulamentos. TAU037 CONFORTO TÉRMICO CLIMATIZAÇÃO DE AMBIENTES Obrigatória Ementa: Adequação da qualidade hidrotérmica do ambiente construído. Noções de climatologia aplicada à Arquitetura e Urbanismo. Exigências humanas para conforto hidrotérmico. Condicionamento hidrotérmico e ventilação natural: métodos de análise de desempenho hidrotérmico e dimensionamento de componentes. Sistemas prediais de climatização. Normas técnicas e regulamentos. URB016 OFICINA DE PLANEJAMENTO URBANO: PROBLEMA DE DESENVOLVIMENTO URBANO MUINICIPAL ACR027,ARQ010, CRT013 Obrigatória Ementa: Planejamento de municípios de pequeno e médio porte: uso e ocupação do solo; instrumentos de política urbana. Planejamento sustentável. Planejamento sustentável e Planejamento Participativo. Infraestrutura e equipamentos urbanos. Metodologia de coleta e tratamento de dados para análise, diagnóstico, prognóstico e diretrizes de planejamento. Políticas públicas para os assentamentos urbanos.

9 9 URB017 OFICINA DE PLANEJAMENTO URBANO: PROBLEMAS DE PLANEJAMENTO DE ACR027,ARQ010, Obrigatória OCUPAÇÃO DE SUB-BACIAS CRT013 Ementa: Bacia hidrográfica como unidade de planejamento; meio ambiente, paisagem e planejamento sustentável; compartimentos do relevo e seus elementos. Infraestrutura e equipamentos urbanos. Macro e micro drenagem. Metodologia de coleta e tratamento de dados para análise, diagnósticos e diretrizes de planejamento. Políticas públicas para os assentamentos urbanos. Planejamento participativo. URB018 OFICINA DE PLANEJAMENTO URBANO: PROBLEMAS DE PLANEJAMENTO LOCAL ACR027,ARQ010, CRT013 Obrigatória Ementa: Sítio Urbano: meio ambiente, paisagem e planejamento sustentável; compartimentos do relevo e seus elementos. Infraestrutura e equipamentos urbanos. Percepção e imagem da cidade. Plano local ou de bairro: coleta e tratamento de dados, análise, diagnóstico, prognóstico e diretrizes de planejamento. Políticas públicas para os assentamentos urbanos. Planejamento participativo. URB019 OFICINA DE PLANEJAMENTO URBANO REGIONAL E METROPOLITANO ACR027 ARQ010,CRT013 Obrigatória Ementa: Redes urbanas: funções, hierarquia, relações político-administrativas, interação cidade-campo. Análise integrada do meio ambiente regional e metropolitano. Impactos ambientais e sociais das atividades econômicas no meio urbano-regional e metropolitano. Governança metropolitana. URB020 HISTÓRIA DO URBANISMO Obrigatória Ementa: História do pensamento urbanístico entre os séculos XIX e XX.

10 10 URB021 PAISAGEM E MEIO AMBIENTE Obrigatória Ementa: Concepção e planejamento da paisagem, espaços livres e áreas verdes. Morfologia Urbana. Sistema público de áreas verdes e paisagismo urbano. Áreas de preservação. Barragens. Encostas e alta declividade. Áreas passíveis de deslizamento ou voçorocamento. Faixas de domínio. Elementos condicionantes para o uso de vegetação: aspectos naturais. URB022 ESTUDOS SOCIAIS E PRODUÇÃO DO ESPAÇO I Obrigatória Ementa: Produção e estruturação do espaço urbano. Análise do processo de desenvolvimento econômico, social e político do país. URB023 TEORIA URBANA I Obrigatória Ementa: Introdução ao estudo das teorias do espaço e do planejamento urbano. ARQ014 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ACR027 ARQ010,CRT013 Ementa: Estágio obrigatório, conforme regulamentado pelo Colegiado do Curso Obrigatória ARQ015 TRABALHO DE CURSO A CARGA OPTATIVA - GRUPOS Ementa: Trabalho de curso de acordo com as Diretrizes do CNE ACR027 ARQ010,CRT013 Obrigatória GR

11 11 ARQ016 TRABALHO DE CURSO B CARGA OPTATIVA - GRUPOS Ementa: Trabalho de curso de acordo com as Diretrizes do CNE ACR027 ARQ010,CRT013 Obrigatória GR DISCIPLINAS OPTATIVAS/ OPTATIVAS COMPLEMENTARES/ OPTATIVAS DIRECIONADAS/ GRUPOS DE OPTATIVAS ACR035 PATRIMONIO CULTURAL E SUSTENTABILIDADE G5 Ementa: A problemática da preservação do patrimônio, a partir da ampliação contemporânea deste conceito. Memória, identidade, preservação, autenticidade. Principais instrumentos da área do patrimônio, entre os quais o inventário cultural, o registro cultural e o tombamento. Exemplos de reabilitação urbana e arquitetônica. ACR036 TOP. ARQUITETURA BRASILEIRA E REVITALIZAÇÃO DE EDIFICIOS E CIDADES G8 Ementa: Temas da atualidade e do interesse para a formação profissional do arquiteto e do urbanista ACR037 TÓPICOS EM ARQUITETURA CONTEMPORANEA, CIDADE E CULTURA G8 Ementa: Temas da atualidade e do interesse para formação profissional do arquiteto e do urbanista

12 12 ACR038 TÓPICOS EM ARQUITETURA, ARTE E CIÊNCIAS HUMANAS G8 Ementa: Temas da atualidade e do interesse para formação profissional do arquiteto e do urbanista ACR039 TÓPICOS EM HISTÓRIA DA ARQUTETURA G8 Ementa: Temas da atualidade e do interesse para formação profissional do arquiteto e do urbanista ACR040 TÓPICOS EM TEORIA DA ARQUITETURA G8 Ementa: Temas da atualidade e do interesse para formação profissional do arquiteto e do urbanista ARQ017 OFICINA TEMÁTICA DE CONCURSOS DE ARQUITETURA E URBANISMO G0 Ementa: Oficinas para possibilitar a participação dos estudantes em concursos nacionais e internacionais e projeto, com orientação dos professores. ARQ018 CONDOMINIOS HABITACIONAIS G1 Ementa: A problemática contemporânea dos condomínios habitacionais. A legislação pertinente.

13 13 ARQ019 OFICINA TEMÁTICA DE OCUPAÇÃO DE ENCOSTAS G1 Ementa: Estudo de caso em encostas de RMBH ARQ020 TOPICOS DE PLANEJAMENTO HABITACIONAL G1 Ementa: Temas da atualidade e do interesse para formação profissional do arquiteto e do urbanista ARQ021 PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTIFICOS I G4 Ementa: Comparecimento, com atestado de frequência, a eventos científicos qualificados pelo Colegiado de Curso. ARQ022 PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTIFICOS II G9 Ementa: Apresentação de trabalho ou pôster em eventos científicos qualificado pelo Colegiado de curso ARQ023 PARTICIPAÇÃO EM PROJETOS INSTITUCIONAIS DE EXTENSÃO G9 Ementa: Participação em projetos de extensão conexos à área de arquitetura e urbanismo, na qualidade de bolsista (ou voluntário) de extensão.

14 14 ARQ024 PARTICIPAÇÃO EM PROJETOS INSTITUCIONAIS DE MONITORIA G9 Ementa: Participação em projetos de monitoria conexos à área de arquitetura e urbanismo, na qualidade de bolsista (ou voluntário) de monitoria. ARQ025 PARTICIPAÇÃO EM PROJETOS INSTITUCIONAIS DE PESQUISA G9 Ementa: Participação em projetos de monitoria conexos à área de arquitetura e urbanismo, na qualidade de bolsista (ou voluntário) de monitoria. ARQ026 PARTICIPAÇÃO NO PET G9 Ementa: Participação no programa de educação tutorial ESA134 OFICINA TEMÁTICA DE ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL DE ASSENTAMENTOS HABITACIONAIS Ementa: Avaliação de impactos ambientais dos assentamentos habitacionais: metodologia G5 ETG047 TRANSPORTE URBANO G Ementa: Politicas publicas para o transporte urbano e metropolitano. A problemática operacional do transporte urbano e metropolitano

15 15 GEO055 GEOLOGIA URBANA G Ementa: Influencia da situação geológica no desenvolvimento urbano e dos procedimentos metodológicos adequados a sua caracterização. Aplicação no desenvolvimento de planos urbanísticos e na compatibilização com o meio ambiente. GEO305 GEOMORFOLOGIA G Ementa: Aplicação da Geomorfologia na Arquitetura e Urbanismo. Aplicabilidade no âmbito do planejamento e no uso sustentável do espaço. Analise das limitações geomorfológicas inerentes a ocupação do espaço. Os elementos e as características do meio físico que condicionam o planejamento e o projeto urbanístico. A dinâmica das vertentes. PRJ056 COORDENAÇÃO MODULAR G0 Ementa: Princípios da coordenação modular e sua aplicabilidade aos projetos prediais típicos. PRJ057 OFICINA TEMÁTICA DE ARQUITETURA G0 Ementa: Análise das condições de uso e apropriação dos espaços, para elaboração de propostas de intervenções. Acessibilidade ambiental das edificações: problemas e soluções. PRJ058 OFICINA TEMATICA DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA E MEIOS DIGITAIS G0 Ementa: Meios ditais de representação e apresentação de projetos

16 16 PRJ059 OFICINA TEMATICA DE DESIGN UNIVERSAL G0 Ementa: Principais conceitos do Design Universal. Acessibilidade ambiental e inclusão. Estudo de caso. PRJ060 OFICINA TEMATICA DE DETAHLES DE ARQUITETURA G0 Ementa: Desenvolvimento e detalhes de projetos prediais. PRJ061 OFICINA TEMATICA DE HABITAÇÃO VERTICALIZADA G0 Ementa: Edifícios comerciais, habitacionais e de uso misto, verticalizados, circulações verticais. PRJ062 TÓPICOS DE TEORIAS DO PROJETO G0 Ementa: Temas da atualidade e do interesse para a formação do arquiteto e do urbanista PRJ072 RESISTÊNCIA DOS MATERIASI II G7 Ementa: Casos exemplares de compressão e tração; casos exemplares de tensões, deformações e flambarem.

17 17 PRJ073 TÓPICOS EM ESTRUTURAS G7 Ementa: Temas em engenharia de estruturas da atualidade e do interesse para a formação. TAU038 CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA G0 Ementa: A construção industrializada no Brasil: atualidades e perspectivas. Os sistemas BIM. TAU039 MATERIAIS E TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO II G2 Ementa: Sistemas construtivos e processos de execução de obras. Equipamentos e ferramentas de obra, organização de canteiro e instalação da obra. Controle da qualidade dos materiais e serviços e padrões de qualidade. Segurança no trabalho. Terraplenagem: tratamento de encostas/ drenagem/ pavimentação. TAU040 OFICINA TEMÁTICA DE ALVENARIA ESTRUTURAL G2 Ementa: Técnicas de construção em alvenaria estrutural: estudo de caso. TAU 041 OFICINA TEMÁTICA DE CONSTRUÇÃO A SECO G2 Ementa: Estudo de caso sobre construção a seco, examinando os princípios básicos dessa técnica.

18 18 TAU042 OFICINA TEMÁTICA DE TÉCNICAS VERNACULARES G2 Ementa: Técnicas de construção vernaculares: estudo de caso. TAU043 TÓPICOS EM TÉCNICAS DE CONSTRUÇÕES G2 Ementa: Temas da atualidade e do interesse para a formação profissional do arquiteto e do urbanista. TAU044 ILUMINAÇÃO NATURAL E ARTIFICIAL DE AMBIENTES G3 Ementa: Adequação da qualidade luminosa do ambiente construído. Disponibilidade da luz natural e recursos de disponibilização da luz artificial. Exigências humanas para conforto luminoso-visual. Iluminação natural e artificial: sistemas, medição, métodos de cálculo, análise e dimensionamento de componentes. TAU045 OFICINA TEMáTICA DE ACUSTICA URBANA G3 Ementa: Estudo de caso: recuperação do conforto acústico de edificações ou recintos urbanos. TAU046 OFICINA TEMáTICA DE CONFORTO AMBIENTAL G3 Ementa: Estudo de caso: recuperação ambiental de edificações habitacionais.

19 19 TAU047 TÓPICOS EM CONFORTO AMBIENTAL G3 Ementa: Temas em conforto ambiental da atualidade e do interesse para a profissional do arquiteto e do urbanista. TAU048 EFICIÊNCIA ENERGETICA DAS EDIFICAÇÕES G5 Eficiência energética e sustentabilidade. Pressupostos projetuais para a garantia da eficiência energética das edificações. UNI009 OFICINA MULTIDISCIPLINAR G1 Temática aberta. Panorama energético nacional. Sistema geral de classificação RTQ-C, método prescritivo: pré-requisitos gerais e específicos, classificação da envoltória, do sistema de iluminação e do sistema de condicionamento. Bonificações. Equação geral de pontuação. URB024 OFICINA TEMÁTICA DE PROJETOS PAISAGISTICOS G0 Projetos na escala de quadra ou lote, seus condicionantes naturais e de infraestrutura, considerando especialmente os conjuntos habitacionais populares. Vegetação, espaços impermeáveis, iluminação e mobiliário. URB025 HISTORIA DA CIDADE G1 Historia da urbanização, com ênfase na formação urbana brasileira

20 20 URB026 OFICINA TEMÁTICA DE ANÁLISE URBANA G1 Estudo de caso na Região Metropolitana de Belo Horizonte URB027 OFICINA TEMÁTICA DE GESTÃO URBANA PARTICIPATIVA G1 Os princípios gerais da gestão participativa. Avaliação crítica de experiências exemplares. URB028 OFICINA TEMÁTICA DE REABILITAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS G1 Reabilitação de áreas urbanas degradadas: estudo de caso. URB029 PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO G1 Metodologias e experiências de planejamento participativo, numa perspectiva crítica URB030 POLITICA HABITACIONAL G1 A politica habitacional de interesse social nos níveis municipal, estadual e federal URB031 TÓPICOS DE PLANEJAMENTO URBANO G1 Temas da atualidade e do interesse para a formação profissional do arquiteto e do urbanista.

21 21 URB032 HABITAÇÃO E MEIO AMBIENTE G5 Condicionantes ambientais garantidores da qualidade dos assentamentos habitacionais. Qualidade ambiental das habitações. Manejo dos resíduos domiciliares. URB033 LEGISLAÇÃO URBANA E AMBIENTAL G5 Avaliação critica urbanística e ambiental nos níveis municipais, estaduais e federais URB034 LICENCIAMENTO AMBIENTAL G5 Normas e procedimentos par o licenciamento ambiental de empreendimentos habitacionais. URB035 TÓPICOS EM SUSTENTABILIDADE G5 Temas em sustentabilidade da atualidade e do interesse para a formação profissional do arquiteto e do urbanista. URB036 URBANIZAÇÃO E SUSTENTABILIDADE G5 Aspectos de sustentabilidade ambiental e econômica nos assentamentos urbanos.

22 22 UR037 AUTO-GESTÃO HABITACIONAL G6 Princípios da autogestão habitacional. Os problemas operacionais da autogestão habitacional. Análise de experiências notáveis. URB0 ESTUDOS SOCIAIS E PRODUÇÃO DO ESPAÇO I G6 Produção e estruturação do espaço urbano. Análise do processo de desenvolvimento econômico, social e político do país. URB038 ESTUDOS SOCIAIS E PRODUÇÃO DO ESPAÇO II G6 Produção e estruturação do espaço urbano. Análise do processo de desenvolvimento econômico, social e político do país. A função social da propriedade urbana. URB039 FINANCIAMENTO HABITACIONAL G6 Politicas de apoio institucional à politica habitacional. Linha de financiamento habitacional no Brasil URB040 GOVERNANÇA METROPOLITANA I G6 Aspectos da estruturação do espaço metropolitano

23 23 URB041 GOVERNANÇA METROPOLITANA II G6 Problemas de planejamento e gestão participativa no âmbito metropolitano URB042 POLÍTICAS PÚBLICAS E HABITAÇÃO G6 Aspecto contemporâneo das politicas publica de habitação. URB043 PRODUÇÃO HABITACIONAL G6 Os modos de produção habitacional contemporâneos, considerando a habitação de interesse social. Produção habitacional e urbanização URB0 TEORIA URBANA I G6 Introdução ao estudo das teorias do espaço e do planejamento urbano URB044 TEORIA URBANA II G6 Os sistemas estruturais usuais em projetos habitacionais. Projetos exemplares. Aspectos da base teórica moderna e contemporânea sobre a problemática urbana e seus desdobramentos no Brasil. URB045 TÓPICOS EM ESTUDOS SOCIAIS G6 Problemas sociais e urbanos contemporâneos

24 24

RESOLUÇÃO. Artigo 3º - O Plano de Implantação, Conteúdo Programático e demais características do referido Curso constam do respectivo Processo.

RESOLUÇÃO. Artigo 3º - O Plano de Implantação, Conteúdo Programático e demais características do referido Curso constam do respectivo Processo. RESOLUÇÃO CONSEPE 59/2001 ALTERA O CURRÍCULO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, DO CÂMPUS DE ITATIBA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE,

Leia mais

1º SEMESTRE. 1. Análise e Percepção da Forma da Arquitetura 05 75h - 2. Desenho I 05 75h - 4. Geometria Descritiva 05 75h -

1º SEMESTRE. 1. Análise e Percepção da Forma da Arquitetura 05 75h - 2. Desenho I 05 75h - 4. Geometria Descritiva 05 75h - V- MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ARQUITETURA E URBANISMO 1º SEMESTRE 1. Análise e Percepção da Forma da Arquitetura 05 75h - 2. Desenho I 05 75h - 3. Estética e História das Artes 05 75h

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - ESCOLA DE ENGENHARIA ENGENHARIA CIVIL - 1º. SEMESTRE LETIVO DE 2013. 1º período

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - ESCOLA DE ENGENHARIA ENGENHARIA CIVIL - 1º. SEMESTRE LETIVO DE 2013. 1º período 1º período EMC013 Desenho Projetivo para Engenharia A 6ª 09:25 11:55 1162 - BL 4 B 5ª 07:30 10:00 1162 - BL 4 C 5ª 10:15 12:45 1162 - BL 4 ENG011 Introdução à Engenharia Civil A 4ª 09:25 11:05 1165 - BL

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL Conteúdo Programático 1) Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável: Conceitos Básicos (12 h) - Principais questões ambientais no Brasil e no mundo. - Conceitos

Leia mais

Disciplinas Obrigatórias

Disciplinas Obrigatórias MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 507/2014 EMENTA: Estabelece o Currículo do Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Grau: Bacharelado. O CONSELHO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Fase Cod. Disciplina I Matriz Curricular vigente Carga Horária Teórica Prática Total

Leia mais

PROGRAMAS DAS PROVAS

PROGRAMAS DAS PROVAS ENGENHEIRO CIVIL (prova objetiva) PORTUGUÊS: PROGRAMAS DAS PROVAS 1. Compreensão de textos informativos e argumentativos e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios).

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS. CURRÍCULO 4/803 - Ingresso Vestibular a partir de 2007/1

EMENTAS DAS DISCIPLINAS. CURRÍCULO 4/803 - Ingresso Vestibular a partir de 2007/1 EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURRÍCULO 4/803 - Ingresso Vestibular a partir de 2007/1 NÍVEL I 4111W - 04 Matemática para Arquitetura Ementa: Fundamentos do Cálculo Diferencial, Cálculo Integral e Geometria

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, BACHARELADO CURRÍCULO 1620 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR

ESTRUTURA CURRICULAR ESTRUTURA CURRICULAR O currículo proposto busca atender além do perfil do formando, também competências e habilidades necessárias ao profissional para garantir uma boa formação tanto teórica quanto prática

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO ARQUITETURA E URBANISMO 1. TURNO: Integral HABILITAÇÃO: Bacharelado GRAU ACADÊMICO: Arquiteto e Urbanista PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 5 anos Máximo = 9 anos 2. OBJETIVO/PERFIL DO PROFISSIONAL A SER

Leia mais

1º PERÍODO P R O G R A M A

1º PERÍODO P R O G R A M A 1º PERÍODO ADJUNTA DISCIPLINA: Desenho de Arquitetura H114585 Expressão e Representação gráfica. Convenções adotadas no desenho dos Projetos de Arquitetura, de acordo com as normas vigentes (ABNT). Instrumentos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 090/2008-CTC

RESOLUÇÃO Nº 090/2008-CTC RESOLUÇÃO Nº 090/2008-CTC CERTIDÃO Certifico que a presente resolução foi afixada em local de costume, neste Centro, no dia 19/12/2008. Aprova novo projeto pedagógico do curso de graduação em Arquitetura

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Arquitetura

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Arquitetura

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS EDITAL Nº 073, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2011

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS EDITAL Nº 073, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS EDITAL Nº 073, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2011 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 068/2011 DO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE 3.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE 3.ª SÉRIE MATRIZ CURRICULAR CURSO: GRADUAÇÃO: REGIME: DURAÇÃO: INTEGRALIZAÇÃO: ARQUITETURA E URBANISMO BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 05 (CINCO) ANOS LETIVOS MÍNIMO: 05 (CINCO) ANOS LETIVOS A) TEMPO TOTAL:

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ARQUITETURA E URBANISMO. COORDENADOR Roberto de Almeida Goulart Lopes rgoulart@ufv.br

Currículos dos Cursos UFV ARQUITETURA E URBANISMO. COORDENADOR Roberto de Almeida Goulart Lopes rgoulart@ufv.br 76 Currículos dos Cursos UFV ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADOR Roberto de Almeida Goulart Lopes rgoulart@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 77 Bacharelado ATUAÇÃO O curso de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO DIRETORIA DE ENSINO 1 PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO DIRETORIA DE ENSINO 1 PROGRAMA DE DISCIPLINA DIRETORIA DE ENSINO 1 CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I MTM 1 MATEMÁTICA ICEB 0 00 0 0 Semestral 7* horas * Há necessidade de se verificar junto ao de Matemática a possibilidade de compatibilização do programa,

Leia mais

DOCUMENTO PARA DEBATE EM SESSÃO NO DIA 05 DE OUTUBRO DE 2015 Linhas Transversa is INDISSOCIABILIDADE ENTRE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA GRADUAÇÃO E CONSCIÊNCIA DO

Leia mais

PROC-IBR-EDIF 046/2015 Análise de Projeto de Estrutura Metálica

PROC-IBR-EDIF 046/2015 Análise de Projeto de Estrutura Metálica INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC-IBR-EDIF 046/2015 Análise de Projeto de Estrutura Metálica Primeira edição válida a partir

Leia mais

Curso de Gestão de Águas Pluviais

Curso de Gestão de Águas Pluviais Curso de Gestão de Águas Pluviais Capítulo 4 Prof. Carlos E. M. Tucci Prof. Dr. Carlos E. M. Tucci Ministério das Cidades 1 Capítulo 4 Gestão Integrada Conceito Marcos Mundiais, Tendência e Estágio Institucional

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO 132 ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADORA DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Aline Werneck Barbosa de Carvalho abarbosa@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 CURRÍCULO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, BACHARELADO CURRÍCULO 1610 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

CURRICULUM SIMPLIFICADO

CURRICULUM SIMPLIFICADO Série: 1-1 Semestre 7AQ110 ANTROPOMETRIA 2.0 7AQ104 DESENHO ARQUITETÔNICO I 4.0 7AQ101 DESENHO DE OBSERVAÇÃO 4.0 7AQ102 DESENHO GEOMÉTRICO 4.0 7AQ106 HISTÓRIA DA ARTE ANTIGA 2.0 7AQ103 LINGUAGEM VISUAL

Leia mais

Código Disciplina/Pré-Requisito Caráter Créditos. ARQ01046 LINGUAGENS GRÁFICAS I Obrigatória 3 45 ARQ01045 MAQUETES Obrigatória 3 45

Código Disciplina/Pré-Requisito Caráter Créditos. ARQ01046 LINGUAGENS GRÁFICAS I Obrigatória 3 45 ARQ01045 MAQUETES Obrigatória 3 45 Período Letivo: 2012/1 Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Habilitação: ARQUITETURA E URBANISMO Currículo: ARQUITETURA E URBANISMO Créditos Obrigatórios: 260 Créditos Eletivos: 10 Créditos Complementares: 6

Leia mais

Grade Curricular - Arquitetura e Urbanismo

Grade Curricular - Arquitetura e Urbanismo Grade Curricular - Arquitetura e Urbanismo SEMESTRE 1 - Obrigatórias SAP0615 Projeto I 12 4 16 SAP0620 Desenho de Arquitetura 6 2 8 SAP0623 Plástica 6 2 8 SAP0645 Informática na Arquitetura 8 2 10 SAP0646

Leia mais

FACULDADE SANTA RITA

FACULDADE SANTA RITA FACULDADE SANTA RITA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL BACHARELADO Matriz Curricular 1º SEMESTRE Introdução à Engenharia Geometria Analítica e Álgebra Linear 04 80 Cálculo I 04 80 Tópicos de Economia para Engenharia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 006/2013 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Serviços e Projetos em Engenharia para todos os segmentos.

Serviços e Projetos em Engenharia para todos os segmentos. Apresentação da Empresa Sumário 02 Quem Somos 03 Urbanismo e Infraestrutura 04 Arquitetura e Paisagismo 05 Área de Estruturas 06 Proteção contra Incêndio 07 Área de Hidráulica 08 Instalações Elétricas

Leia mais

Missão. Objetivos Específicos

Missão. Objetivos Específicos CURSO: Engenharia Ambiental e Sanitária Missão O Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar profissionais com sólida formação técnico científica nas áreas

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ARQUITETURA E URBANISMO Ementário das disciplinas 1º Período 1. COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO 4 créditos 68 horas Variações Linguísticas ou Níveis de Linguagem.

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI INSTITUTO DE CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA - TEÓFILO OTONI CURSO DE GRADUAÇÃO - ENGENHARIA CIVIL ESTRUTURA CURRICULAR

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS. CURRÍCULO 4/804 - Ingresso Vestibular a partir de 2012/1

EMENTAS DAS DISCIPLINAS. CURRÍCULO 4/804 - Ingresso Vestibular a partir de 2012/1 EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURRÍCULO 4/804 - Ingresso Vestibular a partir de 2012/1 NÍVEL I 4110K 03 Matemática para Arquitetura Ementa: Estudo da Álgebra dos Vetores, da Geometria Analítica, da Geometria

Leia mais

1º período. 2º período

1º período. 2º período 1º período Eixo Disciplina CH Pré-requisito Correquisito (C) 1 Cálculo I 90 9 Contexto Social e Profissional do Engenheiro Civil 30 7 Desenho Técnico 30 1 Geometria Analítica e Álgebra Vetorial 90 2 Laboratório

Leia mais

AULA 3. Aspectos Técnicos da Regularização Fundiária.

AULA 3. Aspectos Técnicos da Regularização Fundiária. Regularização Fundiária de Assentamentos Informais em Áreas Urbanas Disciplina: Regularização Fundiária e Plano Diretor Unidade 03 Professor(a): Laura Bueno e Pedro Monteiro AULA 3. Aspectos Técnicos da

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 DOU de 05/10/09 seção 01 nº 190 pág. 51 MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 Estabelece orientações relativas à Política de Saneamento Básico e

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 25.09.2007 Vigência: ingressos a partir de 2008/1. CÓD. 243 - CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 05

Aprovado no CONGRAD: 25.09.2007 Vigência: ingressos a partir de 2008/1. CÓD. 243 - CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 05 Aprovado no CONGRAD: 25.09.2007 Vigência: ingressos a partir de 2008/1 CÓD. 243 - CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 05 I - NÚCLEO DE CONHECIMENTOS DE FUNDAMENTAÇÃO Estética,

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. PROGRAMA : ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVO : Manter as atividades administrativas e operacionais dos órgãos para melhoria da prestação de serviços ao público Valores (R$ 1,00) 2006 11.700,000 Manutenção das

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADOR Ítalo Itamar Caixeiro Stephan stephan@ufv.br 154 Currículos dos Cursos do CCE UFV Currículo do Curso de Arquitetura e Urbanismo Arquiteto e Urbanista ATUAÇÃO O curso

Leia mais

C:\Documents and Settings\Usuario\Desktop\Júlio\Arquivos finais_esa\grade-eng.sanitária-v.final_17.02.12.doc

C:\Documents and Settings\Usuario\Desktop\Júlio\Arquivos finais_esa\grade-eng.sanitária-v.final_17.02.12.doc 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental Grade Curricular válida a partir de 29/11/2011 Natureza Créditos Horas-aula Disciplinas Obrigatórias 210 3.150

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 70/2002

RESOLUÇÃO CONSEPE 70/2002 RESOLUÇÃO CONSEPE 70/2002 ALTERA A CARGA HORÁRIA DOS CURRÍCULOS DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, DO CÂMPUS DE ITATIBA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa

Leia mais

2º SEMESTRE. Cálculo I 04 00 60 Introdução ao Cálculo Álgebra Linear e Geometria Analítica

2º SEMESTRE. Cálculo I 04 00 60 Introdução ao Cálculo Álgebra Linear e Geometria Analítica Resolução CONSUN Nº 34/2014 de 29/10/2014 COD. NOME DA DISCIPLINA T P CH Pré-Requisito 1º SEMESTRE Introdução à 04 00 60 Introdução ao Cálculo 04 00 60 Química Geral Antropologia 02 00 30 Desenho Técnico

Leia mais

OPERAÇÕES URBANAS CONSORCIADAS Instrumentos de viabilização de projetos urbanos integrados

OPERAÇÕES URBANAS CONSORCIADAS Instrumentos de viabilização de projetos urbanos integrados OPERAÇÕES URBANAS CONSORCIADAS Instrumentos de viabilização de projetos urbanos integrados DEAP/SNAPU/MCIDADES Maio/2015 Contexto brasileiro Necessidade de obras públicas para requalificação e reabilitação

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓREITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Fase Cód. Disciplina I II III IV V VI Matriz Curricular do curso de Engenharia Civil PréReq.

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 187 Engenheiro Civil ATUAÇÃO Ao Engenheiro Civil compete o desempenho das atividades profissionais previstas

Leia mais

BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ

BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ 1º PERÍODO Introdução à Arquitetura e Urbanismo 04 60 História e Teoria da Arquitetura e do Urbanismo I - Panorama Mundial 04 60

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO OPERACIONAL PARA SERVIÇOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO

PROGRAMA DE APOIO OPERACIONAL PARA SERVIÇOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO Superintendência de Urbanismo e Produção Habitacional Coordenação de Projetos PROGRAMA DE APOIO OPERACIONAL PARA SERVIÇOS DE ENGENHARIA,

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 08/2011 Altera a Resolução n. 15/2006 do CONSEPE, que aprova a Projeto Pedagógico do

Leia mais

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal)

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Curso: Engenharia Agrícola e Ambiental Matriz Curricular 1 Período IB 157 Introdução à Biologia 4 (2-2) IT 103 Técnicas Computacionais em Engenharia 4 (2-2)

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO FEAR -Faculdade de Engenharia e Arquitetura FEAR CAMPUS Fig.1 Mapa Campus I (Adaptado pela autora) Fonte: WebSite www.upf.com.br FEAR ENSINO O curso de Arquitetura e Urbanismo da UPF, iniciou suas atividades

Leia mais

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO Curso Técnico de Edificações Profª Engª Civil Alexandra Müller Barbosa EMENTA Estudos de procedimentos executivos: Estruturas portantes, Elementos vedantes, Coberturas, Impermeabilização,

Leia mais

PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO DE TRABALHO

PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO DE TRABALHO UNIÃO DE ENSINO E CULTURA DE GUARAPUAVA - UNIGUA FACULDADE GUARAPUAVA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Coordenação do Curso de Arquitetura e Urbanismo

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Coordenação do Curso de Arquitetura e Urbanismo DISCIPLINAS OPTATIVAS ARQUITETURA E URBANISMO 2º semestre 2015 Bem-vinda(o). Conheça aqui as disciplinas optativas oferecidas neste semestre. Você deve escolher pelo menos 5 (cinco) disciplinas optativas

Leia mais

MESTRADO EM MEMÓRIA SOCIAL E BENS CULTURAIS. 1.1 Matriz Curricular Disciplinas obrigatórias

MESTRADO EM MEMÓRIA SOCIAL E BENS CULTURAIS. 1.1 Matriz Curricular Disciplinas obrigatórias MESTRADO EM MEMÓRIA SOCIAL E BENS CULTURAIS 1.1 Matriz Curricular Disciplinas obrigatórias C/H Memória Social 45 Cultura 45 Seminários de Pesquisa 45 Oficinas de Produção e Gestão Cultural 45 Orientação

Leia mais

CURSO: GESTÃO AMBIENTAL

CURSO: GESTÃO AMBIENTAL CURSO: GESTÃO AMBIENTAL OBJETIVOS DO CURSO Objetivos Gerais O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental tem por objetivo formar profissionais capazes de propor, planejar, gerenciar e executar ações

Leia mais

C o n s t r u t o r a

C o n s t r u t o r a C o n s t r u t o r a Trabalhamos em todo território nacional, com equipes qualificadas, supervisão diária, trazendo qualidade, preço, prazo e excelência em sua obra. Clientes Principais Serviços Projetos

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 (Do Sr. Geraldo Resende) Estabelece a Política Nacional de Captação, Armazenamento e Aproveitamento de Águas Pluviais e define normas gerais para sua promoção. O Congresso Nacional

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão Curso: Engenharia Civil SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Civil da UNESA tem por missão formar Engenheiros Civis com sólida formação básica e profissional, alinhada com as diretrizes

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO CURSO: TURISMO ( bacharelado) Missão Formar profissionais humanistas, críticos, reflexivos, capacitados para planejar, empreender e gerir empresas turísticas, adaptando-se ao

Leia mais

Gestão de águas urbanas: conquistas, desafios e oportunidades

Gestão de águas urbanas: conquistas, desafios e oportunidades Associação Brasileira de Recursos Hídricos Gestão de águas urbanas: conquistas, desafios e oportunidades Vladimir Caramori CTEC/UFAL Fortaleza, novembro de 2010 Gestão das águas urbanas Tema complexo reconhecido

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TAPEJARA SECRETARIA DE AGRICULATURA E MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE TAPEJARA SECRETARIA DE AGRICULATURA E MEIO AMBIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE TAPEJARA SECRETARIA DE AGRICULATURA E MEIO AMBIENTE AUDIÊNCIA PÚBLICA - ESTUDOS TÉCNICOS MACRODRENAGEM E APP S EM ÁREAS URBANA CONSOLIDADA PROPOSTA DE CONDICIONANTES E RESTRIÇÕES

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

ESCOLA DE ARQUITETURA E URBANISMO PROF. EDGAR ALBUQUERQUE GRAEFF Direção: Dirceu Lima da Trindade

ESCOLA DE ARQUITETURA E URBANISMO PROF. EDGAR ALBUQUERQUE GRAEFF Direção: Dirceu Lima da Trindade VICE-REITORIA ACADÊMICA DEPARTAMENTO DE ARTES E ARQUITETURA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO ESCOLA DE ARQUITETURA E URBANISMO PROF. EDGAR ALBUQUERQUE GRAEFF Direção: Dirceu Lima da Trindade PLANO DE CURSO

Leia mais

Ministério das Cidades MCidades

Ministério das Cidades MCidades Ministério das Cidades MCidades Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ODS São Paulo, 02 de junho de 2014 Roteiro 1. O processo de urbanização no Brasil: histórico. 2. Avanços institucionais na promoção

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL PRIMEIRO PERÍODO Calculo I 4 72 60 - Geometria Analítica 4 72 60 - Introdução a Engenharia Civil 4 72 60 - Metodologia Cientifica 4 72 60 - Filosofia Geral

Leia mais

RESOLUÇÃO CA Nº 004/2014

RESOLUÇÃO CA Nº 004/2014 Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001. RESOLUÇÃO CA Nº 004/2014 Aprovar a alteração da matriz curricular do Curso de Arquitetura

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ENGENHARIA CIVIL MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Civil do CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTACIO RADIAL DE SÃO PAULO tem por missão graduar Engenheiros Civis

Leia mais

Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental

Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental 1.CURSOS COM ÊNFASE EM : Gestão Ambiental de Empresas 2. CONCEPÇÃO DOS CURSOS: O Brasil possui a maior reserva ecológica do planeta sendo o número um em

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / DIURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / DIURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / DIURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: CARTOGRAFIA E TOPOGRAFIA CÓDIGO: CRT003 CLASSIFICAÇÃO: Obrigatória PRÉ-REQUISITO: não tem CARGA HORÁRIA: TÉORICA : 30 horas

Leia mais

FEDERAL ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO

FEDERAL ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO CARGO/ESPECIALIDADES Art. 378. Ao Consultor Legislativo, Especialidade Assessoramento Legislativo. ÁREAS DE INTERESSE DO SENADO FEDERAL Agronomia;

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2013 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2013 1.ª SÉRIE Curso: Graduação: Regime: Duração: MATRIZ CURRICULAR PROCESSOS GERENCIAIS (Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios) TECNOLÓGICA SERIADO ANUAL - NOTURNO 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

A AngoBIM é uma empresa de direito Angolano, sedeada em Talatona, que tem como atividade principal o desenvolvimento de projetos de Arquitectura e de

A AngoBIM é uma empresa de direito Angolano, sedeada em Talatona, que tem como atividade principal o desenvolvimento de projetos de Arquitectura e de A AngoBIM é uma empresa de direito Angolano, sedeada em Talatona, que tem como atividade principal o desenvolvimento de projetos de Arquitectura e de Engenharia, bem como Assistência Técnica e Fiscalização

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Infraestrutura Física dos Serviços de Saúde no Conceito Hospitais Seguros INICIATIVAS DA ANVISA e OPAS/OMS PARA IMPLANTAÇÃO DA ESTRATÉGIA SEGURANÇA DO PACIENTE NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO PAÍS Coordenação

Leia mais

1 PERÍODO. Disciplina: 1964 MODELAGEM I Carga Horária: 60 h

1 PERÍODO. Disciplina: 1964 MODELAGEM I Carga Horária: 60 h 1 PERÍODO Disciplina: 1964 MODELAGEM I Carga Horária: 60 h Introdução à metodologia do projeto arquitetônico. Estudo das relações entre forma, função e sistema construtivo. Estudo dos métodos de análise

Leia mais

Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife.

Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife. Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife. Data: dia 29 de abril de 2009 Local: sede da ONG Etapas no Recife PROGRAMA REABILITAÇÃO

Leia mais

UniVap - FEAU CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Prof. Minoru Takatori ESTUDO PRELIMINAR

UniVap - FEAU CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Prof. Minoru Takatori ESTUDO PRELIMINAR 1 ESTUDO PRELIMINAR OBJETIVOS Analise e avaliação de todas as informações recebidas para seleção e recomendação do partido arquitetônico, podendo eventualmente, apresentar soluções alternativas. Tem como

Leia mais

SELO CASA AZUL CAIXA Seminário Construções Sustentáveis

SELO CASA AZUL CAIXA Seminário Construções Sustentáveis SELO CASA AZUL CAIXA Seminário Construções Sustentáveis 19/OUT/2011 Mara Luísa Alvim Motta Gerência Nacional de Meio Ambiente CAIXA EVOLUÇÃO DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO 2003-2010 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO

Leia mais

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS POR DISCIPLINA / FORMAÇÃO. a) Administração

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS POR DISCIPLINA / FORMAÇÃO. a) Administração Anexo II a que se refere o artigo 2º da Lei nº xxxxx, de xx de xxxx de 2014 Quadro de Analistas da Administração Pública Municipal Atribuições Específicas DENOMINAÇÃO DO CARGO: DEFINIÇÃO: ABRANGÊNCIA:

Leia mais

Programa Paraisópolis

Programa Paraisópolis Programa Paraisópolis Identificação das Comunidades Cemitério Getsemani Jd. Colombo Paraisópolis Porto Seguro Cemitério do Morumbi Colégio Visconde de Porto Seguro Programa Paraisópolis Caracterização

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2014 1.ª SÉRIE MEIOS DE EXPRESSÃO VISUAL EM ARQUITETURA E URBANISMO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2014 1.ª SÉRIE MEIOS DE EXPRESSÃO VISUAL EM ARQUITETURA E URBANISMO Curso: Graduação: Regime: Duração: MATRIZ CURRICULAR ARQUITETURA E URBANISMO BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 5 (CINCO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 05 (CINCO) ANOS LETIVOS

Leia mais

Pós-Graduação Curso Disciplina Ementa Horário Aulas Titulação Mínima Pré-requisito Indispensável Consultor Responável

Pós-Graduação Curso Disciplina Ementa Horário Aulas Titulação Mínima Pré-requisito Indispensável Consultor Responável Planilha atualizada em 14/07/2015. Curso Disciplina Ementa Horário Aulas Titulação Mínima Pré-requisito Indispensável Consultor Responável Prazo para envio de currículos Campus Publicidade e Marketing

Leia mais

Concurso Público: Prêmio Caneleiro de Arquitetura Sustentável TERMO DE REFERÊNCIA

Concurso Público: Prêmio Caneleiro de Arquitetura Sustentável TERMO DE REFERÊNCIA Concurso Público: Prêmio Caneleiro de Arquitetura Sustentável TERMO DE REFERÊNCIA Junho 2014 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO Pg. 03 2. OBJETO Pg. 03 3. ESCOPO DOS PRODUTOS E SERVIÇOS Pg. 03 4. DIRETRIZES PARA

Leia mais

5MAT073 DESENHO GEOMÉTRICO E GEOMETRIA DESCRITIVA D

5MAT073 DESENHO GEOMÉTRICO E GEOMETRIA DESCRITIVA D 1ª Série 5MAT072 CÁLCULO C Equacoes e funcoes: logaritmos e exponenciacao. Limites. Derivadas. Tangentes e Normais. Maximos e minimos. Integracao simples. Calculo de areas de regioes planas, volumes de

Leia mais

GEOGRAFIA. transformadas

GEOGRAFIA. transformadas GEOGRAFIA Disciplina A (currículo atual 2008) Disciplina B (currículos extintos) 1ª período 59480 Cartografia Geral 68 Geografia Cartografia B 136 37230 Geografia Contida Ementa: Aborda os fundamentos

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 198 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro Ambiental ATUAÇÃO O curso de Engenharia Ambiental da UFV

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Flores da Cunha /RS - Junho, 2015.

APRESENTAÇÃO. Flores da Cunha /RS - Junho, 2015. APRESENTAÇÃO A Biossplena - Projetos Ecodinâmicos é uma empresa que atua há cinco anos no Brasil, desenvolvendo e assessorando projetos para EMPREENDIMENTOS URBANÍSTICOS, com foco nas comunidades planejadas,

Leia mais

Workshop Saneamento Básico Fiesp. Planos Municipais de Saneamento Básico O apoio técnico e financeiro da Funasa

Workshop Saneamento Básico Fiesp. Planos Municipais de Saneamento Básico O apoio técnico e financeiro da Funasa Workshop Saneamento Básico Fiesp Planos Municipais de Saneamento Básico O apoio técnico e financeiro da Funasa Presidente da Funasa Henrique Pires São Paulo, 28 de outubro de 2015 Fundação Nacional de

Leia mais

Ementário do curso de Design de Moda Grade 2011/1

Ementário do curso de Design de Moda Grade 2011/1 1 1 INTRODUÇÃO AO DESIGN DE MODA Terminologias e conceitos da área. Contextualização e processo de moda. Mercado. Ciência e. 2 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO Leitura analítica e crítica. Gêneros textuais.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.465, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2013

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.465, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.465, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2013 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL MUNICIPAL: INSTRUMENTOS UTILIZADOS PELA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE DO MUNICÍPIO DE VIANA ES

GESTÃO AMBIENTAL MUNICIPAL: INSTRUMENTOS UTILIZADOS PELA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE DO MUNICÍPIO DE VIANA ES I CONGRESSO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL GESTÃO AMBIENTAL MUNICIPAL: INSTRUMENTOS UTILIZADOS PELA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE DO MUNICÍPIO DE VIANA ES Karla Casagrande Lorencini Bacharel em Ciências

Leia mais

SELO CASA AZUL CAIXA. Cases empresariais - SBCS10 São Paulo, 9/NOV/2010

SELO CASA AZUL CAIXA. Cases empresariais - SBCS10 São Paulo, 9/NOV/2010 Cases empresariais - SBCS10 São Paulo, 9/NOV/2010 SELO CASA AZUL CAIXA Sandra Cristina Bertoni Serna Quinto Arquiteta Gerência Nacional de Meio Ambiente SELO CASA AZUL CAIXA CATEGORIAS E CRITÉRIOS SELO

Leia mais

ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO

ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO Administração/Logística Psicologia das Relações Humanas; Liderança e Gestão de Equipes; Professor de Psicologia Doutorado em Psicologia Enfermagem Segurança

Leia mais

Rio Urbanos, Bacias Urbanas: Projetos Integradores outubro 2013

Rio Urbanos, Bacias Urbanas: Projetos Integradores outubro 2013 Rio Urbanos, Bacias Urbanas: Projetos Integradores outubro 2013 Segurança hídrica - Declaração Ministerial do 2o Fórum Mundial da Água, 2001 Acesso físico e econômico à água em quantidade e qualidade suficiente

Leia mais

TÓPICOS ESPECIAIS 2015-2 ARQUITETURA E URBANISMO DESIGN

TÓPICOS ESPECIAIS 2015-2 ARQUITETURA E URBANISMO DESIGN TÓPICOS ESPECIAIS 2015-2 ARQUITETURA E URBANISMO DESIGN Conheça aqui os Tópicos Especiais oferecidos neste semestre. Você pode se inscrever em quantos Tópicos Especiais desejar. Observe a compatibilidade

Leia mais