NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA"

Transcrição

1 NORMAS REGULAMENTADORAS DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE ZOOTECNIA 1

2 2 Normas Regulamentadoras das Atividades Acadêmicas Complementares do Curso de Zootecnia As atividades complementares são componentes curriculares que possibilitem, por avaliação, o reconhecimento de habilidades, conhecimentos, competências e atitudes do aluno, inclusive adquiridos fora do ambiente acadêmico, sem que se confundam com o estágio supervisionado. CAPÍTULO I Da Natureza das Atividades Complementares Art 1º Atividades complementares são aquelas realizadas de forma extracurricular, enriquecedoras e implementadoras do perfil do formando, contribuindo para a sua formação técnica, pessoal, ética e humanística. 1º A carga horária mínima obrigatória das atividades complementares é de, no mínimo, 120 (cento e vinte) horas, equivalente a 8 (oito) créditos, de forma cumulativa e por categoria, e serão incorporadas ao histórico escolar do(a) aluno(a); 2º Para os alunos que ingressaram no curso antes do segundo semestre do ano de 2010 (2010.2), a carga horária mínima obrigatória das atividades complementares é de 90 (noventa) horas, equivalente a 6 (seis) créditos, de forma cumulativa e por categoria, e serão incorporadas ao histórico escolar do(a) aluno(a); Art 2 Serão consideradas válidas para fins de deferimento as atividades complementares realizadas a qualquer momento ao longo do curso de graduação do aluno, inclusive durante as férias e recessos escolares, desde que respeitado o previsto neste regulamento. Art. 3º As atividades complementares passíveis de reconhecimento para aproveitamento de cargas horárias estão representadas em três categorias: I atividades de ensino; II atividades de pesquisa; e III atividades de extensão. Art. 4 As atividades de ensino, compreendem: I disciplinas optativas (constantes no elenco ou outras); II atividades de monitoria; III participação em cursos e minicursos de extensão que versem sobre a matéria de interesse na formação do graduando; e IV cursos nas áreas de informática ou idiomas; Art. 5 As atividades de pesquisa, compreendem: I atuação como bolsista de iniciação científica; II participação em projetos de pesquisas;

3 3 III artigo publicado como autor ou co-autor (periódico com conselho editorial relacionado à área do curso); IV publicação de resumo em anais de evento científico; V participação em grupos institucionais de trabalhos e estudos realizados na IES; e VI apresentação de trabalhos em eventos técnico-científicos. Art. 6 As atividades de extensão, compreendem: I participação em seminários, oficinas, congressos, simpósios, conferências, encontros, ações comunitárias institucionais e similares de caráter técnicocientífico; II estágios curriculares não obrigatórios; III gestão de órgão de representação estudantil (UNE, UEE, DCE e CA), representação discente junto a órgãos colegiados da IES, participação em comissões com designação em portaria. IV membro de equipe de programas ou projetos de extensão na área de zootecnia; V visitas técnicas supervisionadas; VI participação em feiras, mostras e/ou exposições agropecuárias; e VII participação em empresa júnior. CAPÍTULO II Da Validação das Atividades Complementares. Art. 7 o A carga horária atribuída pelo Colegiado de Curso a cada uma das atividades, obedecerá a uma escala variável até o limite daquela solicitada com a atividade analisada, atendendo a critérios de desempenho e qualidade (Anexo I). Art. 8º O processo de reconhecimento e incorporação das atividades acadêmicas complementares no histórico escolar do (a) aluno (a) será iniciado com o pedido formulado pelo aluno (a) interessado (a) ao Colegiado do Curso de Zootecnia, devidamente comprovado mediante declaração ou certificação da inserção do aluno na atividade, período de realização, carga horária, aproveitamento e freqüência, mediante requerimento próprio (Anexo II). Art 9 O aluno que discordar da quantificação atribuída à Atividade Complementar poderá, no prazo de 03 (dias) úteis após a publicação, apresentar pedido de revisão ao Colegiado do Curso de Zootecnia. Art 10º O aluno obrigatoriamente deverá cumprir a carga horária total de atividades acadêmicas complementares em atividade(s) contemplando as três categorias. Art. 11º Os alunos ingressantes através de transferência podem aproveitar as Atividades Acadêmicas Complementares cursadas em outras IES, desde que constante no histórico escolar anterior e desde que contempladas no Anexo I e nos termos do Art. 1º.

4 4 Art. 12º Caso o histórico escolar anterior do aluno ingressante não apresente as Atividades Complementares já desenvolvidas, o mesmo deverá cumpri-las em sua totalidade no período restante de curso junto à UFMA. CAPÍTULO III Das Disposições Finais Art 13º Os casos omissos deste regulamento serão encaminhados para o Colegiado de Curso de Zootecnia para apreciação. Art 14 o Este Regulamento entra em vigor a partir da sua data de aprovação, revogadas as disposições em contrário.

5 5 ANEXO I Categorias Ensino Atividades Disciplinas optativas (constantes no elenco ou outras) Atividades de monitoria (considerar horas por semestre) Participação em cursos e minicursos de extensão que versem sobre a matéria de interesse na formação do graduando (considerar 15 horas por participação) Cursos nas áreas de informática ou cursos de idiomas (considerar 15 horas por participação semestral) Máximo de carga horária atribuíveis 60 Histórico escolar Procedimentos para validação Certificado ou declaração de monitoria, emitida pela Subunidade acadêmica responsável pela disciplina. Certificados emitidos pelos organizadores do curso ou evento. Certificados emitidos pelas unidades de ensino. Pesquisa Atuação como bolsista de iniciação científica (considerar horas por semestre) Participação em projetos de pesquisa (considerar horas por semestre); Artigo publicado como autor ou coautor de periódico externo à instituição com conselho editorial relacionado à área do curso (considerar horas por artigo) Resumo em anais de evento científico (considerar 15 horas por publicação) Participação em grupos institucionais de trabalhos e estudos realizados na IES (considerar 15 horas por semestre) Artigo publicado como autor ou coautor em revista científica da instituição (considerar horas por artigo) Apresentação de trabalhos científicos (considerar 15 horas por evento) Certificado ou termo de outorga emitido pelo órgão de concessão da bolsa. Registro ou termo de outorga do projeto, acompanhado de declaração emitida pelo coordenador. Cópia do artigo publicado ou documentação de aprovação pelo conselho editorial, quando no Cópia do resumo publicado ou documentação de aprovação pelo comitê de avaliadores, quando no Declaração emitida pelo líder do grupo de pesquisa registrado no lattes Cópia do artigo publicado ou documentação de aprovação pelo conselho editorial, quando no Cópia do resumo publicado ou documentação de aprovação pelo comitê de avaliadores, quando no Extensão Participação em seminários, oficinas, congressos, simpósios, conferências, encontros, ações comunitárias institucionais e similares de caráter técnico-científico (considerar 15 horas por participação). Estágios curriculares não obrigatórios 60 Gestão de órgão de representação estudantil (UNE, UEE, DCE e CA), representação discente junto a órgãos colegiados da IES, participação em comissões com designação em portaria (considerar 15 horas por ano de participação). Cópia dos certificados, expedidos pelos responsáveis do evento. Histórico escolar ou declaração emitida pelo coordenador de estágio devidamente assinada. Declaração emitida pela representação estudantil ou presidente do órgão colegiado do curso devidamente assinada ou cópia da portaria da comissão. Participação em programas ou projetos de extensão na área de Zootecnia (considerar horas por semestre). Visitas técnicas supervisionadas (considerar 15 horas por visita). Participação em Empresa Júnior (considerar 15 horas por ano de participação). Participação em Feiras, Mostras e/ou exposições agropecuárias (considerar 15 horas por participação) Registro ou termo de outorga do programa ou projeto, acompanhado de declaração emitida pelo coordenador. Listagem emitida pelo professor responsável pela visita, devidamente autorizado pelo coordenador do curso ou diretor de centro. Declaração da entidade. Declaração da entidade responsável pela organização.

6 6 ANEXO II Ao Coordenador do Curso de Zootecnia Assunto: Requerimento de avaliação e registro da carga horária de atividades complementares para o curso de graduação em Zootecnia. Eu,, aluno do Curso de Zootecnia, Matrícula UFMA Nº, requer de Vossa Senhoria a validação e registro de carga horária das atividades acadêmicas complementares abaixo relacionadas, com base na documentação comprobatória respectiva: 1 Atividades C. H. da atividade Documentos Anexos Grupo Chapadinha / / Assinatura do aluno Despacho: Carga horária deferida: Chapadinha / / Presidente do Colegiado de Curso

Fundação de Ensino Superior de Cajazeiras - FESC Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras - FAFIC

Fundação de Ensino Superior de Cajazeiras - FESC Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras - FAFIC REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA Art. 1º As atividades acadêmico-científico-culturais, denominadas atividades complementares, compreendem

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 103 DE 20 DE JUNHO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº. 103 DE 20 DE JUNHO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº. 103 DE 20 DE JUNHO DE 2013. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº. 44/2013

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso Direito - J. Andrade

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso Direito - J. Andrade MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso Direito - J. Andrade Juatuba/2009 1 1) O Que é atividade complementar? A Resolução CNE/CES nº 9 de 29 de Setembro de 2004 define as atividades complementares:

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES Art. 1º As Complementares Independentes são componente curricular do curso de Administração, objetivando a flexibilização da formação do aluno,

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES

NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES NORMAS ESPECÍFICAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES Art. 1º As Complementares Independentes integram o currículo do curso de graduação de Direito, objetivando sua flexibilização, sendo seu cumprimento

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO ÂMBITO DA FACET

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO ÂMBITO DA FACET REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO ÂMBITO DA FACET 1. DO CONCEITO E PRINCÍPIOS 1.1 As Atividades Complementares são componentes curriculares de caráter acadêmico, científico e cultural cujo foco

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURITIBA 2015 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 182 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 182 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 182 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº.

Leia mais

Redigido pelo Prof. Msc. Benedito Luciano Antunes de França em outubro de 2010 e atualizado em abril de 2014.

Redigido pelo Prof. Msc. Benedito Luciano Antunes de França em outubro de 2010 e atualizado em abril de 2014. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS (ACCC) PARA OS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DE GESTÃO FINANCEIRA DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 74/2011

RESOLUÇÃO Nº 74/2011 Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão RESOLUÇÃO Nº 74/2011 DÁ NOVA REDAÇÃO À RESOLUÇÃO Nº 81/04 QUE TRATA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES COMO COMPONENTE CURRICULAR DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Professora Nair Fortes Abu-Merhy ALÉM PARAÍBA

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Professora Nair Fortes Abu-Merhy ALÉM PARAÍBA ALÉM PARAÍBA Regulamento de Atividades Acadêmicas-Científico-Culturais Art.1º - O presente regulamento visa normatizar as Atividades Complementares ou Atividades Acadêmico-Científico-Culturais (AACC) dos

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA (Ato de Aprovação:

Leia mais

Instrução Normativa 001/2014 PROPPG/PROGRAD. Paraná.

Instrução Normativa 001/2014 PROPPG/PROGRAD. Paraná. Instrução Normativa 001/2014 OPPG/OGRAD Estabelece os procedimentos para a realização e acompanhamento de estágios de docência para Discentes de Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu e Pós- Doutoramento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO INTERNA Nº 03/2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO INTERNA Nº 03/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO INTERNA Nº 03/2014 Aprova a Resolução Interna que regulamenta normas complementares para o trabalho da Comissão de Bolsas e Acompanhamento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2014 R E S O L V E:

RESOLUÇÃO Nº 01/2014 R E S O L V E: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA CAMPUS VITÓRIA DA CONQUISTA COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL Av. Amazonas 3150, 45.075-265 Vitória da Conquista

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE ATENEU. Faculdade Ateneu Criando Valores.

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE ATENEU. Faculdade Ateneu Criando Valores. . REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE ATENEU Fortaleza, 2014 1 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES... 3 CAPÍTULO II... 3 DOS OBJETIVOS... 3 CAPÍTULO III... 3 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art.1º O presente regulamento tem por finalidade estabelecer normas para a realização e o registro das Atividades Complementares nos

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Barretos Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade definir normas e critérios para a seleção

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE FISIOTERAPIA Junho/2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades complementares são prática acadêmicas

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES NORMAS GERAIS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Prezados alunos, As atividades Acadêmico-Científico Culturais foram instituídas como carga horária visando a complementação

Leia mais

INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE A Direção Geral da Faculdade Independente do Nordeste, com vistas à chamada para seleção de alunos para o Programa Ciência

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA 2013 ATIVIDADES COMPLEMENTARES O que são? São práticas acadêmicas de múltiplos formatos, obrigatórias, que podem ser realizadas dentro ou fora

Leia mais

PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - FACHASUL 1 - DEFINIÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS

PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - FACHASUL 1 - DEFINIÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - FACHASUL 1 - DEFINIÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS O Programa de Atividades Complementares para o Curso de Administração

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE NUTRIÇÃO MANAUS-AM 2013 APRESENTAÇÃO As atividades complementares têm como finalidade proporcionar a complementação da formação acadêmica-profissional,

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Atividades Complementares aprovadas pelo colegiado do curso de Engenharia de Produção. São João del-rei, agosto de 2013 A seguir é apresentado as normas

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Bacharelado em Tradução

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Bacharelado em Tradução ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Bacharelado em Tradução O elenco das Atividades Complementares previstas no Projeto Pedagógico do Curso de Tradução da UFU está dividido em quatro grupos: (1) Atividades de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS SELEÇÃO INTERNA

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DIRETRIZES DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO. Ji-Paraná RO, 2015.

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DIRETRIZES DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO. Ji-Paraná RO, 2015. CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DIRETRIZES DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO Ji-Paraná RO, 15. CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DIRETRIZES DAS ATIVIDADES

Leia mais

ORIENTAÇOES GERAIS PARA A ORGANIZAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) Curso Geografia, modalidade: Licenciatura.

ORIENTAÇOES GERAIS PARA A ORGANIZAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) Curso Geografia, modalidade: Licenciatura. ORIENTAÇOES GERAIS PARA A ORGANIZAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) Curso Geografia, modalidade: Licenciatura. Art. 1º - As Atividades Acadêmicas Curriculares (AAC) são todas as atividades

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado de curso em agosto de 2010

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado de curso em agosto de 2010 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado de curso em agosto de 2010 Artigo 1º. Este Regulamento define, no âmbito dos Cursos da Faculdade Teológica Batista de São Paulo, as Atividades

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS E ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS E ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS E ATIVIDADES COMPLEMENTARES RESOLUÇÃO Nº 4, DE 20 DE AGOSTO DE 2013. Dispõe sobre as modalidades, os objetivos, os procedimentos e as atribuições

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES - UNINASSAU RECIFE

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES - UNINASSAU RECIFE REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES - UNINASSAU 1 / 11 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º A presente Resolução tem como finalidade regulamentar

Leia mais

ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Fixa normas para o funcionamento das Atividades Complementares para o curso de Administração da Universidade Federal de Mato Grosso, campus Rondonópolis/Mato

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DA FACULDADE SOCIAL DA BAHIA - FSBA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DA FACULDADE SOCIAL DA BAHIA - FSBA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DA FACULDADE SOCIAL DA BAHIA - FSBA Art. 1.º - As atividades complementares (de caráter acadêmico-científicoculturais), parte integrante das matrizes

Leia mais

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br As Pró-reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) e de Graduação (PROGRAD), no uso de suas atribuições, tornam público o edital de seleção interna para o Programa Ciência sem Fronteiras - Graduação

Leia mais

Centro Universitário De Belo Horizonte (Uni-Bh) Atividades Complementares De Graduação (ACGS)

Centro Universitário De Belo Horizonte (Uni-Bh) Atividades Complementares De Graduação (ACGS) 1 Centro Universitário De Belo Horizonte (Uni-Bh) Atividades Complementares De Graduação (ACGS) 1. Das Atividades Complementares De Graduação Entende-se como Atividades Complementares de Graduação (ACGs)

Leia mais

NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Sorriso-MT, junho de 2009 CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente conjunto de normas da Faculdade Centro Mato Grossense tem

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 028/2011 CONSEPE (Revogada pela Resolução n 026/2012 CONSEPE)

RESOLUÇÃO Nº 028/2011 CONSEPE (Revogada pela Resolução n 026/2012 CONSEPE) RESOLUÇÃO Nº 028/2011 CONSEPE (Revogada pela Resolução n 026/2012 CONSEPE) Regulamenta as Atividades Complementares nos Cursos de Graduação da UDESC. A Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Estabelece normas operacionais para acompanhamento e registro das Atividades Complementares. O Colegiado do Curso de Administração da

Leia mais

Centro Universitário De Belo Horizonte (Uni-Bh) Atividades Complementares De Graduação (ACGS)

Centro Universitário De Belo Horizonte (Uni-Bh) Atividades Complementares De Graduação (ACGS) 1 Centro Universitário De Belo Horizonte (Uni-Bh) Atividades Complementares De Graduação (ACGS) 1. Das Atividades Complementares De Graduação Entende-se como Atividades Complementares de Graduação (ACGs)

Leia mais

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br As Pró-reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) e de Graduação (PROGRAD), no uso de suas atribuições, tornam público o edital de seleção interna para o Programa Ciência sem Fronteiras - Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA. CAPITULO I Dos Fins

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA. CAPITULO I Dos Fins REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA Aprovado na CamEx, na 80ª Sessão, realizada em 11 de junho de 2014, apreciada no CONSEPE, na 47ª Sessão, realizada

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS. Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo:

RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS. Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo: RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo: I - Presidente Coordenador do Programa; II- Um docente permanente do Programa; IV- Um

Leia mais

NORMA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCPA CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NORMA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCPA CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCPA Art. 1º Revogar a Resolução 02/2010. CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 2º Respeitada a legislação vigente e as normas específicas

Leia mais

NORMATIVAS PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO (ACG) DO CURSO DE NUTRIÇÃO UFSM/CESNORS

NORMATIVAS PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO (ACG) DO CURSO DE NUTRIÇÃO UFSM/CESNORS Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Educação Superior Norte RS Departamento de Ciências da Saúde Curso de Nutrição NORMATIVAS PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO

Leia mais

EDITAL PROAE/UFGD Nº 60 DE 20 DE OUTUBRO DE 2014

EDITAL PROAE/UFGD Nº 60 DE 20 DE OUTUBRO DE 2014 EDITAL PROAE/UFGD Nº 60 DE 20 DE OUTUBRO DE 2014 SOLICITAÇÃO DE PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL APOIO À MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL O PRÓ-REITOR DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2011 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 4 Disposições preliminares... 4 CAPÍTULO II... 4 Das atividades complementares... 4 Seção I... 4 Atividades de iniciação científica...

Leia mais

Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL, LOGÍSTICA E PROCESSOS GERENCIAIS (MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA 2015.1) Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO: PEDAGOGIA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO: PEDAGOGIA 1 FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO: PEDAGOGIA 2 CRUZEIRO - SP 2014 APRESENTAÇÃO De acordo com a Resolução n o 1, de 02 de fevereiro de 2004,

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Atividades Complementares Sistemas de Informação 1. Introdução Nos cursos de graduação, além das atividades de aprendizagem articuladas pelas disciplinas que compõem a matriz curricular, deverão ser inseridas

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Regulamento das Atividades Complementares

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Regulamento das Atividades Complementares CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Regulamento das Atividades Complementares JUATUBA 2011 2 SUMÁRIO 1 - REGULAMENTO...03 2 - TABELA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES...06 3 - ORIENTAÇÕES - ATIVIDADES COMPLEMENTARES...07

Leia mais

NORMAS PARA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

NORMAS PARA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO NORMAS PARA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I Obrigatoriedade e Definição de Atividades Complementares

Leia mais

Faculdades Ibmec-MG. Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais

Faculdades Ibmec-MG. Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais Faculdades Ibmec-MG Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Art.1. O presente regulamento tem por finalidade estatuir

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE Regulamentação do Processo de Homologação de Candidatos da Fundação Centro Estadual da Zona Oeste a Bolsa de Graduação Sanduíche em Instituições no âmbito dos editais do Ministério de Ciências e Tecnologia

Leia mais

ANEXO ÚNICO À PORTARIA 004/2003 - ESTABELECE CRITÉRIOS PARA VALIDAÇÃO E REGISTRO DE CARGA HORÁRIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO ÚNICO À PORTARIA 004/2003 - ESTABELECE CRITÉRIOS PARA VALIDAÇÃO E REGISTRO DE CARGA HORÁRIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ANEXO ÚNICO À PORTARIA 004/2003 - ESTABELECE CRITÉRIOS PARA VALIDAÇÃO E REGISTRO DE CARGA HORÁRIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES O Diretor da Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce FADIVALE, em vista do

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares. Faculdade de Jussara

Regulamento das Atividades Complementares. Faculdade de Jussara ATIVIDADES COMPLEMENTARES O curso de Administração da Faculdade de Jussara, considerando a importância da existência de outras atividades acadêmicas na formação do profissional, reservará 5% (cinco por

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACs)

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACs) REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACs) CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Florianópolis (SC), 2013 1 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA INSTITUIÇÃO Mantenedora: Sistema Barddal de Ensino Grupo UNIESP Mantida:

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Curso de Arquitetura e Urbanismo ULBRA Torres Coord. Prof. Thaís Menna Barreto Martins Coord. Adjunta Prof. Bianca Breyer

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Carga Horária Total exigida no curso: 200 horas

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Carga Horária Total exigida no curso: 200 horas REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Carga Horária Total exigida no curso: 200 LONDRINA/PR 2014 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO

Leia mais

NORMAS PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NORMAS PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente conjunto de normas tem a finalidade de regulamentar as Atividades Complementares para os cursos que as incluem

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 EDITAL 021/2015 A PRÓ-REITORIA DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 13/2015 PROPPG EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PARA INGRESSO DE ALUNO BOLSISTA NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO DA REGULAÇÃO REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FGV DIREITO RIO RIO DE JANEIRO 2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS...

Leia mais

COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBJETIVO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBJETIVO ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBJETIVO ESTIMULAR A PARTICIPAÇÃO DO ALUNO EM EXPERIÊNCIAS DIVERSIFICADAS QUE CONTRIBUAM PARA A SUA FORMAÇÃO PROFISSIONAL. O ACADÊMICO OBRIGATORIAMENTE DEVERÁ APRESENTAR A COMPROVAÇÃO DE 120 HORAS DE.

Leia mais

O CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA, no uso de suas atribuições, e CONSIDERANDO a importância do Princípio da Indissociabilidade, estabelecido pelo

O CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA, no uso de suas atribuições, e CONSIDERANDO a importância do Princípio da Indissociabilidade, estabelecido pelo REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA Aprovado na CamEx, na 84 Sessão, realizada em 18 de março de 2015, apreciada no CONSEPE, na 54ª Sessão,

Leia mais

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/URCA

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/URCA Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/URCA Chamada Pública PRPGP-URCA 07/2014 A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa torna público

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Coordenação do Curso de Publicidade e Propaganda

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Coordenação do Curso de Publicidade e Propaganda REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamenta as Atividades Complementares do Curso de Publicidade e Propaganda do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie CAPÍTULO

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI NORMAS PARA REGISTRO ACADÊMICO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES MOSSORÓ RN 2005 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

Leia mais

Cursos: Engenharia Elétrica e. Engenharia de Automação e Controle

Cursos: Engenharia Elétrica e. Engenharia de Automação e Controle Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação em Engenharia Elétrica e Engenharia de Automação e Controle do Centro Universitário Salesiano de São Paulo Unidade Universitária de Americana

Leia mais

Serão consideradas atividades complementares de todos os cursos as seguintes modalidades:

Serão consideradas atividades complementares de todos os cursos as seguintes modalidades: Este regulamento normatiza o componente curricular Atividades Complementares, do Curso de Enfermagem da FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA, observando as recomendações das Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR. Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR. Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR Aprovado na 91ª Sessão do CONSUPE em 04.12.2003, com modificações inseridas na 96ª Sessão do CONSUPE em 24.11.2004,

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL REGULAMENTO PARA ACREDITAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS INTEGRADORAS

CURSO DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL REGULAMENTO PARA ACREDITAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS INTEGRADORAS CURSO DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL REGULAMENTO PARA ACREDITAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS INTEGRADORAS Este documento regulamenta as atividades Acadêmica Formativas Integradoras do Curso de Tecnologia

Leia mais

PROGRAMAS DE BOLSAS DE ESTUDO E BOLSAS DE PESQUISA DO ESTADO DE SANTA CATARINA

PROGRAMAS DE BOLSAS DE ESTUDO E BOLSAS DE PESQUISA DO ESTADO DE SANTA CATARINA PROGRAMAS DE BOLSAS DE ESTUDO E BOLSAS DE PESQUISA DO ESTADO DE SANTA CATARINA DA GARANTIA DOS DIREITOS CONSTITUCIONAIS AO CUMPRIMENTO DE SUAS CONDICIONALIDADES Florianópolis abril 2011 1 Fundamentação

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Regulamento de Atividades Complementares previstas para o Curso de Administração da Faculdade Del Rey. BELO HORIZONTE 2012 2 Regulamento

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR PROFISSIONAL- FATESP REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO

FACULDADE DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR PROFISSIONAL- FATESP REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 0 RESPONSÁVEIS PELA ELABORAÇÃO Profª Alessandra Kelly Freire Bezerra Coordedora do Curso de Enfermagem/Manhã Profª Naisis Castelo Branco

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE VILLAS BOAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE VILLAS BOAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE VILLAS BOAS São Paulo, 2014 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal nº 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19/12/86 Recredenciada pelo Decreto Estadual 9.271 de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementares do Curso Superior

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 031/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 031/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 031/07 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO QUE NORMATIZA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. A Presidente do Conselho Universitário CONSUNI do Centro Universitário de Jaraguá

Leia mais

EDITAL Nº 005/2011 PROCESSO SELETIVO INTERNO DE PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS - UNIFEMM

EDITAL Nº 005/2011 PROCESSO SELETIVO INTERNO DE PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS - UNIFEMM EDITAL Nº 005/2011 PROCESSO SELETIVO INTERNO DE PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS - UNIFEMM Artigo Primeiro - O Centro Universitário de Sete Lagoas - UNIFEMM, informa que no período de

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I...4 Disposições preliminares...4 CAPÍTULO II...4 Das atividades complementares...4 Seção I...4 Atividades de iniciação científica...4 Seção

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE MORRINHOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIEDADE E AMBIENTE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE MORRINHOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIEDADE E AMBIENTE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE MORRINHOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIEDADE E AMBIENTE Rua 14, nº 625 Jardim América Morrinhos - GO - CEP 75.650-000 Telefax (064) 3413-1097

Leia mais

CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES No Curso de Direito as Atividades Complementares são obrigatórias e obedecem às Diretrizes Nacionais de Curso, Resolução CES/CNE

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Local PRODEL. Programa de Extensão Institucional

Programa de Desenvolvimento Local PRODEL. Programa de Extensão Institucional Programa de Desenvolvimento Local PRODEL Programa de Extensão Institucional Programa de Extensão Institucional Um programa de extensão universitária é o conjunto de projetos de extensão desenvolvido por

Leia mais

EDITAL Nº 003/2010 PROCESSO SELETIVO INTERNO DE PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS - UNIFEMM

EDITAL Nº 003/2010 PROCESSO SELETIVO INTERNO DE PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS - UNIFEMM EDITAL Nº 003/2010 PROCESSO SELETIVO INTERNO DE PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS - UNIFEMM Artigo 1º - O Centro Universitário de Sete Lagoas - UNIFEMM, informa que no período de 11 a

Leia mais

Art. 1º - As atividades de formação acadêmica do Curso de Comunicação Social estão distribuídas nos seguintes grupos: ensino, pesquisa e extensão.

Art. 1º - As atividades de formação acadêmica do Curso de Comunicação Social estão distribuídas nos seguintes grupos: ensino, pesquisa e extensão. RESOLUCAO N O 02/2012- CCCS, de 25 de abril de 2012 Define a carga horária complementar das Atividades Acadêmicas Específicas do Curso de Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES O Parecer do CNE/CES nº 492/2001, assim define as atividades complementares:

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CRUZEIRO - SP 2013 1 APRESENTAÇÃO De acordo com a Resolução n o 1, de 02 de fevereiro de 2004,

Leia mais

I. Oferecer oportunidade de estudo aos discentes de graduação do IFAM em instituição de ensino de excelência em Portugal;

I. Oferecer oportunidade de estudo aos discentes de graduação do IFAM em instituição de ensino de excelência em Portugal; MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERINSTITUCIONAIS E COMUNITÁRIAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades Complementares são componentes curriculares que possibilitam o reconhecimento, por avaliação, de habilidades, conhecimentos e competências do estudante,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CRISTO REI

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CRISTO REI REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CRISTO REI 1 APRESENTAÇÃO O Presente Regulamento visa esclarecer ao acadêmico, a estrutura e o funcionamento das Atividades

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação do Centro Universitário Salesiano de São Paulo.

Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação do Centro Universitário Salesiano de São Paulo. Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação do Centro Universitário Salesiano de São Paulo. Aprovado na Reunião do Conselho Universitário em 26/11/2011 através da Resolução CONSU

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS OSÓRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

Faculdades Integradas de Taquara

Faculdades Integradas de Taquara CONSELHO SUPERIOR ACADÊMICO E ADMINISTRATIVO RESOLUÇÃO CSAA N 04/2015 Regulamenta as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação das Faculdades Integradas de Taquara. O Presidente do Conselho Superior

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DA FADERGS LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES.

REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DA FADERGS LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES. REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DA FADERGS LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES. O Diretor da FADERGS Laureate International Universities, no uso de suas

Leia mais

À vista das deliberações do plenário, em reunião realizada no dia 21 de junho de 2010 (Processo n.º 23096.029583/09-32).

À vista das deliberações do plenário, em reunião realizada no dia 21 de junho de 2010 (Processo n.º 23096.029583/09-32). 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 01/2010 Regulamenta a realização do Estágio de Extensão não-obrigatório,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE Edital do Processo de Homologação de Candidatos do Centro Universitário Estadual da Zona Oeste - UEZO à Bolsa de Graduação Sanduíche em Instituições no âmbito dos editais do Ministério de Ciências e Tecnologia

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO- FADISA, Professor Dr. ELTON DIAS

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DO ALUNO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DO ALUNO DO CURSO DE FISIOTERAPIA manual_ativ_compl_fisio.p65 1 Associação Teresinense de Ensino S/C Ltda - ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO - NUAPE COORDENAÇÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

Leia mais