1.1. ESPECTROFOTÔMETRO DE ABSORÇÃO ATÔMICA VARIAN AA240FS (FAST SEQUENTIAL)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1.1. ESPECTROFOTÔMETRO DE ABSORÇÃO ATÔMICA VARIAN AA240FS (FAST SEQUENTIAL)"

Transcrição

1 1.1. ESPECTROFOTÔMETRO DE ABSORÇÃO ATÔMICA VARIAN AA240FS (FAST SEQUENTIAL) Destinado para análise de elementos químicos por espectrofotometria de absorção ou emissão do analito atomizado em chama química de mistura ar+acetileno ou ar+acetileno+óxido nitroso. Determina concentrações em ppm (ou mg/l). Integram o equipamento os sistemas amostrador e diluidor automatizados.

2 1.2. ESPECTROFOTÔMETRO DE ABSORÇÃO ATÔMICA VARIAN AA240Z (Zeeman) Destinado para análise de elementos químicos por espectrofotometria de absorção ou emissão por pirólise do analito em superfície eletrotérmica (forno de grafite) em ambiente inerte de argônio, contando com o efeito Zeeman que utiliza um campo magnético para reduzir o desdobramento das linhas das componentes polarizadas pelo analito atomizado. Determina concentrações em ppb (ou g/l). Integra o equipamento o sistema amostrador automatizado e uma câmera de vídeo on-line para auxiliar o alinhamento e posicionamento das amostras durante as analises.

3 1.3. MICROSCÓPIO DE FORÇA ATÔMICA SHIMADZU SPM 9600 Microscópio que permite observações de alta ampliação via varredura da superfície da amostra com uma ponta microscópica. O SPM-9600 possui grande capacidade de medição, com a vantagem do processamento digital via circuitos de controle. Isso, em outras palavras, significa que o seu sistema de processamento de sinal, VBDF (Variable Bandwidth Digital Filter, ou, Filtro Digital de Largura de Banda Variável), produz imagens limpas e de alta qualidade. Apresenta as seguintes configurações de análises: modo Contato; modo Dinâmico, e de Fase; Modulação de Força; modo Força Magnética (MFM); modo Potencial de Superfície e Corrente (KFM. Devido a sua versatilidade, este equipamento pode ser empregado na análise de pós e superfícies de solos e tecidos vegetais, em varreduras de até 120 µm, determinando as microestruturas apresentadas por estes materiais.

4 1.4. DIFRATOMETRO DE RAIO X RIGAKU ULTIMA IV Equipamento destinado a caracterização de estruturas cristalinas que constituem os mais variados tipos de materiais sólidos, desde nanopartículas até aglomerados na forma de laminas, pastilhas, pós e filmes. Apresenta como diferenciais o Beam Ótico paralelo de focalização seletiva, sistemas de alinhamentos automatizados e facilidade de acoplamento e configuração de acessórios. Com estas características o ULTIMA IV pode ser aplicado na identificação de traços de fases cristalinas constituintes da amostra em análise. Os acessórios instalados permitem a medida de tensões residuais, filmes finos e em altas temperaturas.

5 1.5. ESPECTROMETRO DISPERSIVO RAMAN COM MICROSCOPIA ÓTICA BRUKER SENTERRA Equipamento destinado a caracterização espectroscópica dos mais variados tipos de materiais por meio da técnica dispersiva de fótons (modo Stokes), efeito RAMAN gerado a partir da incidência de um laser de comprimento de onda de 550 nm com parâmetros controlados sobre a superfície da amostra. Contando com o sistema confocal e com três grades internas de difração, permite analises em faixas de baixa e alta resolução desde 45 até 3700 cm -1 com luz verde, gerando espectros convencionais, de mapeamento e de profundidade. Apresenta ainda um conjunto de microscopia ótica de alta resolução e ampliação e um stage microprocessado de precisão micrométrica para posicionamento e localização da região a ser analisada na amostra.

6 1.6. ESPECTROMETRO INFRA VERMELHO FTIR SHIMADZU IR PRESTIGE 21 Equipamento destinado a caracterização espectroscópica de absorção, transmissão ou reflexão de energia por meio da incidência de uma fonte infravermelha do espectro eletromagnético incidente sobre determinada amostra. De acordo com as freqüências únicas de vibrações em suas ligações atômicas, torna-se possível a caracterização dos mais variados tipos de materiais pela técnica de infra-vermelho. O IR Prestige 21 possui alinhamento automático de seu sistema ótico com a fonte de geração do IR, tornando-o versátil e de fácil operação, e ainda, contando com o seu sistema de transformada de Fourier apresenta alta resolução, resposta rápida de análise e pode ser aplicado em comprimentos de onda de trabalho desde 350 até 4500 cm -1.

7 1.7. ESPECTROMETRO UV-VIS NIR VARIAN CARY 50 Equipamento destinado a caracterização espectroscópica de absorção, transmissão ou reflexão de energia por meio da incidência de uma fonte ultravioleta do espectro eletromagnético incidente sobre determinada amostra. Este equipamento também utiliza comprimentos de onda de trabalho na faixa da luz ultra-violeta, visível e próximas do infra-vermelho (NIR) permitindo sua aplicação em varreduras de amostras sólidas e líquidas, no acompanhamento e controle de cinética de reações químicas além de caracterização de cores, utilizando os mais variados sistemas de coordenadas como Cie Lab, Cie Luv, whiteness, yelowness, etc. Este equipamento conta ainda com o sistema Peltier de aquecimento de amostras líquidas, e com o sistema Barreline+fibra ótica para caracterização de amostras opacas.

8 1.8. SISTEMA LIQUEFATOR DE NITROGÊNIO STIRLING ECONOMY Sistema criostático de alta pressão para produção de Nitrogênio Líquido a partir do ar ambiente. O ar atmosférico é constituído em mais de 80% pelo gás nitrogênio, podendo ser processado para a produção de nitrogênio líquido, que apresenta como principal característica física sua baixa temperatura de constituição, em torno de -180 C. O sistema Stirling Economy têm a capacidade de comprimir o ar atmosférico sob baixas temperaturas e altas pressões produzindo nitrogênio líquido que pode ser utilizado nas mais variadas aplicações, como, armazenamento de amostras biológicas e outros materiais, resfriamento rápido de amostras a serem analisadas, controle de atmosferas de analises, etc. Possui uma produção aproximada de 5l/h.

9 1.9. ULTRAFREEZER NUAIRE MODELO GLACIER -86ºC Equipamento destinado para um congelamento mais efetivo (congelamento completo da amostra) do que um freezer convencional, utilizando temperaturas de até -80ºC, garantindo que os materiais armazenados mantenham estáveis suas propriedades físico-químicas por um longo período,. Também garante que os produtos a serem liofilizados permaneçam congelados por mais tempo, com conseqüente aumento da eficiência do processo.

10 1.10. ULTRACENTRÍFUGA REFRIGERADA HITACHI MODELO HIMAC CR21GII Centrífuga refrigerada de alta velocidade. Possui travamento automático dos rotores através de força centrípeta. Apresenta grande versatilidade trabalhando com rotores para amostras de 5 ml até 500 ml, podendo atingir até rpm. Possui ainda sensor de balanceamento das amostras, controle de tempo de centrifugação e resfriamento até -20 C, otimizando os processos de centrifugação.

11 1.11. LIOFILIZADOR TERRONI MODELO LD1500A A liofilização é o mais nobre processo de conservação das propriedades físico-químicas de vários produtos, pois envolve os dois métodos existentes mais confiáveis: congelamento e desidratação. Para ser liofilizado, o produto deve ser congelado e uma baixa temperatura, geralmente abaixo de -20ºC, para depois ser submetido a uma pressão negativa (vácuo), fazendo com que a água dos produtos seja retirada por sublimação, ou seja, passe diretamente do estado sólido (gelo) para o estado gasoso. O resultado final é um produto com estrutura porosa e livre de umidade, capaz de ser reconstituída pela simples adição de água. Suas características originais são preservadas (tamanho, textura, sabor, aroma, vitaminas, sais minerais, proteínas, etc.) e quando conservados adequadamente, mesmo em temperatura ambiente, resiste, intactos por muitos anos. O liofilizador LD1500A é constituído basicamente por um condensador que trabalha a temperaturas inferiores 50 C e uma bomba de vácuo de 7CFM, apresentando ainda sistema de câmara e árvore, independentes, para facilitar o acondicionamento das amostras durante seu processamento.

12 1.12. SISTEMA ULTRAPURIFICADOR DE ÁGUA GEHAKA MODELO MASTER SYSTEM LAB O sistema Master System é próprio para obtenção de água Tipo I, garantida por um processo de monitoramento contínuo. Ideal para obtenção de Água ULTRAPURA e água Tipo III, a partir da água com padrão de pureza equivalente às redes públicas de distribuição. Próprio para as aplicações mais críticas em Laboratórios como: cromatografia líquida HPLC, ICP/MS, espectrometria de absorção atômica, espectrometria de emissão de chama, etc. As etapas de purificação incluem: filtro de partículas, bomba de entrada, filtro de carvão ativado, osmose reversa, ponto de serviço de água Tipo III, reservatório interno de 12 litros, bomba de recirculação, luz UV de dupla ação: germicida e oxidação do carbono orgânico, deionizador e filtro microbiológico em cápsula de saída com membrana em fibra oca com retenção de 0,01 µm.

13 1.13. ANALISADOR DE POTENCIAL ZETA, PESO MOLECULAR E TAMANHO DE PARTÍCULA ZETASIZER NANO SERIES MALVERN MODELO NANO ZS90 O Zetasizer Nano ZS90 incorpora em um único equipamento três técnicas de análises. O espalhamento dinâmico de luz com um ângulo de 90 graus do qual é usado para medir tamanhos de partículas. Esta técnica mede a difusão das partículas movendo-se sob movimento Browniano, e converte os tamanhos e a distribuição de tamanhos utilizando a relação de Stokes- Einstein. A Micro- Eletroforese de Laser Doppler é a técnica utilizada para medir o potencial zeta. Um campo elétrico é aplicado a uma solução de moléculas ou a uma dispersão de partículas, as quais irão se mover a uma velocidade relacionada com o seu potencial zeta. Esta velocidade é medida utilizando uma técnica de interferômetro a laser patenteado chamado M3 PALS (Phase Analysis Light Scattering). Esta velocidade possibilita o cálculo da mobilidade electroforética, e desta forma, o potencial zeta das amostras, de forma precisa para uma grande variedade de tipos de amostras e meios de dispersão, incluindo altas concentrações salinas e dispersantes não aquosos.

14 1.14. SISTEMA SIMULTÂNEO DE ANÁLISE TÉRMICA DIFERENCIAL E TERMOGRAVIMÉTRICA DSC/TGA LABSYS EVO SETARAN ATÉ 1600 C O equipamento oferece análise simultânea de TGA/DTA num intervalo da temperatura ambiente até 1600 C. Devido a esta ampla faixa de trabalho, possui grande variedade de análises simultâneas de DSC/DTA, TGA e TGA-DSC/DTA. Vários campos de aplicação são possíveis, incluindo polímeros termoplásticos e termorígidos, materiais compósitos, produtos farmacêuticos, substâncias inorgânicas e determinação de parâmetros termodinâmicos, além de uma precisão de 2% das variáveis determinadas.

15 1.15. SISTEMA ANALISADOR TERMOMECÂNICO SETSYS EVOLUTION TMA SETARAN ATÉ 1600 C Equipado com um forno de grafite robusto e de alto desempenho, possui controle fácil e preciso de sua temperatura. Seu sistema de arrefecimento eficiente permite a realização de programas de aquecimento e resfriamento simultâneos e com grande precisão durante uma análise. Também possui um sistema de vácuo primário e secundário e sua alta performance do painel de controle de gás assegura um controle preciso da atmosfera e das misturas de gases. Suas aplicações incluem estudos de oxidação/corrosão de metais e ligas, de reação entre um material e um gás de estabilidade, isotérmica de materiais sob atmosferas especiais, transições de fase, determinação de variações de tamanho de sólidos ou em pó, caracterização de materiais sob tensões variadas, estudo de filmes e fibras, sinterização de cerâmica, estudo do comportamento térmico de ligas e medidas de coeficiente de expansão térmica.

16 1.16. APARELHO DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR (RMN) BRUKER MODELO ASCEND 400MHZ A espectroscopia de ressonância magnética nuclear pode ser usada no estudo de estruturas de moléculas, em suas interações, na cinética ou dinâmica molecular e na composição nuclear magnética. Aplica-se no estudo da composição de misturas biológicas ou sintéticas em solução ou em situ. Possibilita o estudo de moléculas pequenas, metabolizadas para tamanhos médios de produtos peptídicos ou naturais até proteínas de médio e alto peso molecular. O projeto do ímã supercondutor Ascend possui tecnologia avançada, permitindo que o uso de bobinas magnéticas menores resulta em uma redução significativa no tamanho físico de campos magnéticos dispersos. Os ímãs Ascend são, portanto, mais faceis e seguros de serem operados com performance máxima. A tecnologia de junção única permite excelente estabilidade do campo, e a supressão de perturbação externa com uma eficiência de 99% contra fontes magnéticas externas e de distúrbios de campo mínimo, exigindo áreas de isolamento ao redor e sobre o magneto menores do que em equipamentos de versões anteriores e compatíveis com o ASCEND 400MHz. Ele utiliza tecnologia de automação e software superiores, para sistemas RMN integrados de alta performance utilizadas em biologia estrutural, moléculas pequenas e aplicações de materiais de pesquisa em geral, tornando os sistemas de controle amigáveis e de fácil familizarização pelo operador. O sistema instalado permite a análise de amostras líquidas com trocador automático e amostras sólidas.

17

18 1.17. TRIBÔMETRO DE ALTA TEMPERATURA DA CSM INSTRUMENTS O equipamento é capaz de realizar ensaios de desgaste e de medida de coeficiente de atrito em temperaturas de até 800 o C. Este é um tribômetro do tipo pino sobre disco em que podem ser variados a carga aplicada, a velocidade e o material da esfera. Possui boa estabilidade térmica em alta temperaturas, procedimento de calibração fácil e automático, teste de desgaste em baixas velocidades, levantamento automático do braço e sistema compacto.

19 1.18. MICROSCÓPIO ELETRÔNICO DE VARREDURA DE EMISSÃO DE CAMPO FEG-SEM, MODELO MIRA 3 LMH E MICROSCÓPIO ELETRÔNICO DE VARREDURA CONVENCIONAL MODELO VEGA3 Esta nova geração de microscópios eletrônicos de varredura por emissão de campo (FE) fornecem aos usuários as vantagens das últimas tecnologias, tais como nova e moderna eletrônica de alta performance para rápidos processamentos de aquisições de imagens, sistema de varredura ultra-rápido com compensações estáticas e dinâmicas de aberrações de imagens ou internas. O microscópio vem com sistemas de EBSD e de micro-análise EDS. A série VEGA foi projetada em função de uma ampla linha de aplicações de MEVs e necessidades atuais de pesquisadores e controles de indústrias. Esta nova geração fornece aos usuários as últimas tecnologias tais como nova e moderna eletrônica de alta performance para rápidos processamentos de aquisições de imagens, sistema de varredura ultrarápido com compensações estáticas e dinâmicas de aberrações de imagens. Esta versão vem com uma grande câmara com operação ampliada de manipulação motorizada em alto vácuo e é indicada para uma grande variedade de aplicações, onde materiais condutivos são analisados.

20 1.19. VISCOSÍMETRO DE ROLAMENTO DE ESFERA ANTON PAAR MODELO LOVIS 2000 M/ME O Lovis 2000 M/ME é um viscosímetro de queda de esfera que mede o tempo de escoamento de uma esfera através de líquidos transparentes e opacos conforme o princípio de queda de esfera Höppler. A medição requer apenas 100 µl de volume de amostra. Os resultados são indicados como viscosidade dinâmica intrínseca, cinemática ou dinâmica. O viscosímetro é econômico, opera a partir de 100 µl de amostra, com ermostato Peltier, mede viscosidades dinâmica e cinemática em um ciclo com a possibilidade de uma combinação eficiente com medidores de densidade, medidores da velocidade do som e trocadores de amostras. O sistema é fechado - sem contato da amostra com o ar e com ângulo de medição variável para cálculo da viscosidade de cisalhamento zero. É para amostras até mpa.s entre 5 C e 100 C.

21 1.20. CONJUNTO PARA PREPARAÇÃO DE GELO SECO, CILINDRO CO 2 LÍQUIDO, APARELHO THERMOSAFE IMPORTADO PELA INTERPRISE BRASIL Conjunto usado na confecção de blocos de gelo seco (CO 2 sólido) que são utilizados para manter o sistema liofilizador refrigerado por períodos mais longos no decorrer de uma liofilização, evitando descongelamento prematuro das amostras antes do término do processo.

22 1.21. FORNO JUNG MODELO 2310, 1000 ºC Forno mufla indicado para processos laboratoriais de pesquisa, controle da qualidade, testes gravimétricos, pré-sinterização e outros procedimentos utilizados no desenvolvimento de novos produtos.

23 1.22. BLOCOS DIGESTORES 2200W MICROCONTROLADOS TECNAL MODELO 040/25 Blocos com controlador de temperatura digital microprocessado com sistema PID e certificado de calibração RBC, utilizados para digerir os mais diversos tipos de amostras, tais como plantas, alimentos, bebidas, entre outros; para posterior análise de nitrogênio/proteína, macro e micronutrientes, etc. Confeccionado em alumínio fundido, revestido em aço inoxidável 304. Apresenta resistências blindadas com potência de 2200W permitindo temperaturas de trabalho de de +27 a 450 ºC.

24 1.23. BALANÇA ANALÍTICA SHIMADZU MODELO AY 220 Balança analítica com capacidade máxima de carga de 220g, com leitura mínima de 0,1mg. Aplicada para pesagens precisas de reagentes e outros produtos em geral para preparação de amostras em geral, utilizados nas diversas analises físico-químicas.

LISTA DE SERVIÇOS PRESTADOS PELOS LABORATÓRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

LISTA DE SERVIÇOS PRESTADOS PELOS LABORATÓRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA LISTA DE SERVIÇOS PRESTADOS PELOS LABORATÓRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA Outubro de 2014 Reitor Carlos Luciano Sant' Ana Vargas Agência de Inovação e Propriedade Intelectual João Irineu

Leia mais

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período QUÍMICA Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão 74471 Química Estrutural 34 Química Química Inorgânica para Ciências Farmacêuticas OU 68 68977 Ciências Farmacêuticas 2008

Leia mais

Aparelho de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), modelo Prominence, marca SHIMADZU:

Aparelho de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), modelo Prominence, marca SHIMADZU: Aparelho de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), modelo Prominence, marca SHIMADZU: Os componentes de uma cromatografia líquida são: bomba, coluna cromatográfica, detector e o registrador.

Leia mais

Laboratórios de Pesquisa da Biologia

Laboratórios de Pesquisa da Biologia Laboratórios de Pesquisa da Biologia 1 - Laboratório de Biologia e Ecologia Animal (B 1.01) Conta com um espaço físico de 12m x 12m (144m²) phmetro ou medidor de ph: é um aparelho usado para medição de

Leia mais

Preparo de Amostras. Linha de produtos. ::: Clear Solutions in Sample Preparation

Preparo de Amostras. Linha de produtos. ::: Clear Solutions in Sample Preparation Preparo de Amostras Linha de produtos ::: Clear Solutions in Sample Preparation Multiwave PRO Soberano nos métodos de preparo de amostras 4 O sistema de reação assistido por micro-ondas Multiwave PRO oferece

Leia mais

13/8/2007. Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ ENTRADA NO PROGRAMA

13/8/2007. Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ ENTRADA NO PROGRAMA AVALIAÇÃO TRIENAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA CTC-QUÍMICA/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA DQ/CCEN/UFPB Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ MESTRADO ACADÊMICO (1986) DOUTORADO

Leia mais

METALURGIA DO PÓ (SINTERIZAÇÃO) 1. Introdução Transformação de pó de metais em peças pela aplicação de pressão e calor (sem fusão do metal base).

METALURGIA DO PÓ (SINTERIZAÇÃO) 1. Introdução Transformação de pó de metais em peças pela aplicação de pressão e calor (sem fusão do metal base). METALURGIA DO PÓ (SINTERIZAÇÃO) 1. Introdução Transformação de pó de metais em peças pela aplicação de pressão e calor (sem fusão do metal base). Etapas do processo: - obtenção dos pós metálicos - mistura

Leia mais

Automação industrial Sensores

Automação industrial Sensores Automação industrial Sensores Análise de Circuitos Sensores Aula 01 Prof. Luiz Fernando Laguardia Campos 3 Modulo Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina O que são sensores?

Leia mais

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com Descritivo de produto Fornecedor www.velp.com Chapa c/ Aquecimento e Agitação Modelo AREC Chapa de aquecimento com agitação, com placa de aquecimento em cerâmica, extremamente resistente à corrosão e fácil

Leia mais

Monowave 300. Sínteses por Microondas Para Pesquisa e Desenvolvimento. ::: Excellence in Microwave Synthesis

Monowave 300. Sínteses por Microondas Para Pesquisa e Desenvolvimento. ::: Excellence in Microwave Synthesis Monowave 300 Sínteses por Microondas Para Pesquisa e Desenvolvimento ::: Excellence in Microwave Synthesis Sínteses O Monowave 300 fornece uma abordagem completamente nova e sofisticada para síntese por

Leia mais

Parafínicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos parafínicos. Naftênicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos naftênicos.

Parafínicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos parafínicos. Naftênicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos naftênicos. PETRÓLEO E DERIVADOS ASELCO / TELEDYNE TIPOS DE PETRÓLEO Parafínicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos parafínicos. Naftênicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos naftênicos. Mistos

Leia mais

ANALISADORES DE GASES

ANALISADORES DE GASES BGM BOMBA DE SUCÇÃO SÉRIE COMPACTA ANALISADORES DE GASES Descrição: Gera uma depressão no processo, succionando a amostra e criando a vazão exata para atender o tempo necessário de condicionamento do gás

Leia mais

Espectroscopia Óptica Instrumentação e Aplicações. CQ122 Química Analítica Instrumental II 2º sem. 2014 Prof. Claudio Antonio Tonegutti

Espectroscopia Óptica Instrumentação e Aplicações. CQ122 Química Analítica Instrumental II 2º sem. 2014 Prof. Claudio Antonio Tonegutti Espectroscopia Óptica Instrumentação e Aplicações CQ122 Química Analítica Instrumental II 2º sem. 2014 Prof. Claudio Antonio Tonegutti Classificação dos métodos de análises quantitativas Determinação direta

Leia mais

BEM-VINDO À SÉRIE NEXGEN

BEM-VINDO À SÉRIE NEXGEN BEM-VINDO À SÉRIE NEXGEN O Bentley NexGen representa o resultado de mais de 20 anos de trabalho conjunto com nossos clientes. O Bentley NexGen representa a última palavra em tecnologia de ponta para análise

Leia mais

ESPECTROMETRIA ATÔMICA. Prof. Marcelo da Rosa Alexandre

ESPECTROMETRIA ATÔMICA. Prof. Marcelo da Rosa Alexandre ESPECTROMETRIA ATÔMICA Prof. Marcelo da Rosa Alexandre Métodos para atomização de amostras para análises espectroscópicas Origen dos Espectros Óticos Para os átomos e íons na fase gasosa somente as transições

Leia mais

3 Espectroscopia no Infravermelho 3.1. Princípios Básicos

3 Espectroscopia no Infravermelho 3.1. Princípios Básicos 3 Espectroscopia no Infravermelho 3.1. Princípios Básicos A espectroscopia estuda a interação da radiação eletromagnética com a matéria, sendo um dos seus principais objetivos o estudo dos níveis de energia

Leia mais

EMENTÁRIO. ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Química Analítica, Química Inorgânica, Química Orgânica, Físico-Química

EMENTÁRIO. ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Química Analítica, Química Inorgânica, Química Orgânica, Físico-Química PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA - DOUTORADO Autorizado pela Resolução Univ. nº 17 de 27 de março de 2008. Para completar o Programa ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM QUÍMICA DOUTORADO (UEL/UEPG/UNICENTRO)

Leia mais

CENTRAL ANALÍTICA ESPECTROSCOPIA ATÔMICA

CENTRAL ANALÍTICA ESPECTROSCOPIA ATÔMICA CENTRAL ANALÍTICA ESPECTROSCOPIA ATÔMICA Com a descoberta que o átomo possui estrutura; isto é, é composta de partículas menores tais como elétrons os quais são ordenados de acordo a critérios quânticos

Leia mais

FCVA/ UNESP JABOTICABAL ESPECTROSCOPIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA. Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran

FCVA/ UNESP JABOTICABAL ESPECTROSCOPIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA. Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran FCVA/ UNESP JABOTICABAL ESPECTROSCOPIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1. INTRODUÇÃO Átomos ou Íons: têm estados de energia característicos, nos quais os elétrons podem permanecer.

Leia mais

CLEARPOINT. A Qualidade do Ar Comprimido

CLEARPOINT. A Qualidade do Ar Comprimido CLEARPOINT CLEARPOINT A Qualidade do Ar Comprimido CARACTERÍSTICAS Meio A filtração efetiva para ar e gases comprimidos e essencial para quase todas as aplicações industriais. A linha CLEARPOINT da BEKO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO QUÍMICA APLICADA - MESTRADO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO QUÍMICA APLICADA - MESTRADO strado em Química Aplicada Seleção 2007 1/6 1 a etapa do Processo de Seleção 2007 - Parte 1 Questão 01: (A) Arranje, em ordem crescente de comprimento de onda, os seguintes tipos de fótons de radiação

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA

PROPRIEDADES DA MATÉRIA Profª Msc.Anna Carolina A. Ribeiro PROPRIEDADES DA MATÉRIA RELEMBRANDO Matéria é tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Não existe vida nem manutenção da vida sem matéria. Corpo- Trata-se de uma porção

Leia mais

Apoiada nestes 3 pilares buscamos oferecer uma completa linha de produtos e serviços (de???), oferecendo aos nosso clientes o mais elevado nível de

Apoiada nestes 3 pilares buscamos oferecer uma completa linha de produtos e serviços (de???), oferecendo aos nosso clientes o mais elevado nível de Apoiada nestes 3 pilares buscamos oferecer uma completa linha de produtos e serviços (de???), oferecendo aos nosso clientes o mais elevado nível de satisfação, de forma sustentável. Solução analítica para

Leia mais

Descritivo de produto. Fornecedor. www.pginstruments.com

Descritivo de produto. Fornecedor. www.pginstruments.com Descritivo de produto Fornecedor www.pginstruments.com ESPECTROFOTÔMETRO T90+ DESCRIÇÃO O T90 + é um espectrofotômetro duplo feixe de alto desempenho com largura de banda espectral variável 0.1. 0.2, 0.5,

Leia mais

O olho humano permite, com o ar limpo, perceber uma chama de vela em até 15 km e um objeto linear no mapa com dimensão de 0,2mm.

O olho humano permite, com o ar limpo, perceber uma chama de vela em até 15 km e um objeto linear no mapa com dimensão de 0,2mm. A Visão é o sentido predileto do ser humano. É tão natural que não percebemos a sua complexidade. Os olhos transmitem imagens deformadas e incompletas do mundo exterior que o córtex filtra e o cérebro

Leia mais

Espectometriade Fluorescência de Raios-X

Espectometriade Fluorescência de Raios-X FRX Espectometriade Fluorescência de Raios-X Prof. Márcio Antônio Fiori Prof. Jacir Dal Magro FEG Conceito A espectrometria de fluorescência de raios-x é uma técnica não destrutiva que permite identificar

Leia mais

Turbocompressor modelo ABS HST 20

Turbocompressor modelo ABS HST 20 Turbocompressor modelo ABS HST 20 Principais Aplicações O turbocompressor modelo ABS HST 20 é altamente adequado para as seguintes áreas de aplicação: Aeração de água, efluentes ou outros líquidos Flotação

Leia mais

2.1. Efeito de Doppler e efeito de pressão 2.2. Efeito da temperatura 2.3. Instrumentação 2.4. Tipos de interferências

2.1. Efeito de Doppler e efeito de pressão 2.2. Efeito da temperatura 2.3. Instrumentação 2.4. Tipos de interferências ANÁLISE INSTRUMENTAL MESTRADO BIOQUÍMICA 1.ºANO Capítulo 2 2. Espectroscopia de emissão e absorção atómica 2.1. Efeito de Doppler e efeito de pressão 2.2. Efeito da temperatura 2.3. Instrumentação 2.4.

Leia mais

Plásticos para Cultivo Celular

Plásticos para Cultivo Celular Linha Cultivo de Células e Tecidos Fabricada em poliestireno cristal virgem (GPPS), oferece produtos com alta transparência para ótima visualização e sem presença de contaminantes, assegurando integridade

Leia mais

FUNCIONAMENTO DE UM MONITOR CONTÍNUO DE OZÔNIO

FUNCIONAMENTO DE UM MONITOR CONTÍNUO DE OZÔNIO FUNCIONAMENTO DE UM MONITOR CONTÍNUO DE OZÔNIO 1. Introdução A melhor tecnologia para o monitoramento de baixas concentrações de ozônio (O 3 ) no ar ambiente é a da absorção de luz na faixa do Ultra Violeta

Leia mais

Um mix mais completo. para otimizar o seu tanque

Um mix mais completo. para otimizar o seu tanque Um mix mais completo para otimizar o seu tanque Quando se trata de otimizar o seu tanque, a linha da Alfa Laval oferece uma ampla gama de possibilidades. Nenhum outro fornecedor oferece para você uma

Leia mais

Termopares Convencionais I

Termopares Convencionais I Termopares Convencionais I Introdução Definimos Termopares como sensores de medição de temperatura que são constituídos por dois condutores metálicos e distintos, puros ou homogêneos. Em uma de suas extremidades

Leia mais

Resfriadores Evaporativos BRISBOX

Resfriadores Evaporativos BRISBOX Características do Produto: Resfriadores Evaporativos BRISBOX BRISBOX Aplicações Resfriadores evaporativos Munters, possuem uma ótima performance energética e podem ser aplicados em: Bingos; Boates; Academias;

Leia mais

Trocadores de calor a placas. A otimização da troca térmica

Trocadores de calor a placas. A otimização da troca térmica Trocadores de calor a placas A otimização da troca térmica Um amplo conhecimento para otimizar seus processos As atividades da Alfa Laval têm um único objetivo: oferecer a você cliente tecnologias que

Leia mais

materiais ou produtos,sem prejudicar a posterior utilização destes, contribuindo para o incremento da

materiais ou produtos,sem prejudicar a posterior utilização destes, contribuindo para o incremento da Definição De acordo com a Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos, ABENDE, os Ensaios Não Destrutivos (END) são definidos como: Técnicas utilizadas no controle da qualidade, d de materiais ou

Leia mais

PROF. KELTON WADSON OLIMPÍADA 8º SÉRIE ASSUNTO: TRANSFORMAÇÕES DE ESTADOS DA MATÉRIA.

PROF. KELTON WADSON OLIMPÍADA 8º SÉRIE ASSUNTO: TRANSFORMAÇÕES DE ESTADOS DA MATÉRIA. PROF. KELTON WADSON OLIMPÍADA 8º SÉRIE ASSUNTO: TRANSFORMAÇÕES DE ESTADOS DA MATÉRIA. 1)Considere os seguintes dados obtidos sobre propriedades de amostras de alguns materiais. Com respeito a estes materiais,

Leia mais

CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões

CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões WIKA Referência Mundial em produtos para medição, controle e calibração de pressão e temperatura, a WIKA está presente em mais de 75 países, fornecendo

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS PERÍODO

CONTEÚDOS OBJETIVOS PERÍODO ESCOLA BÁSICA2,3 EUGÉNIO DOS SANTOS 2013 2014 página 1 ESCOLA BÁSICA DO 2.º E 3.º CICLOS EUGÉNIO DOS SANTOS PLANIFICAÇÃO E METAS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 8.º ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/2014-000

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/2014-000 26267 - UNIVERSIDADE FED DA INTEGR LATINO-AMERICANA 58658 - UNIVERSIDADE FED. DA INTEGR. LATINO-AMERICANA RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/20-000 - Itens da Licitação - APARELHO ENSAIOS FÍSICOS

Leia mais

Uma Revolução Na Análise De Leite

Uma Revolução Na Análise De Leite Uma Revolução Na Análise De Leite O NOVO EQUIPAMENTO DA SÉRIE NEXGEN Bentley DairySpec FT Um equipamento robusto e de alta precisão desenvolvido para análise de produtos lácteos A Série NexGen da Benltey

Leia mais

Como o material responde quando exposto à radiação eletromagnética, e em particular, a luz visível.

Como o material responde quando exposto à radiação eletromagnética, e em particular, a luz visível. Como o material responde quando exposto à radiação eletromagnética, e em particular, a luz visível. Radiação eletromagnética componentes de campo elétrico e de campo magnético, os quais são perpendiculares

Leia mais

SENSORES DISCIPLINA DE MATERIAIS ELÉTRICOS. ALUNOS: André Sato Érico Noé Leandro Percebon

SENSORES DISCIPLINA DE MATERIAIS ELÉTRICOS. ALUNOS: André Sato Érico Noé Leandro Percebon SENSORES DISCIPLINA DE MATERIAIS ELÉTRICOS ALUNOS: André Sato Érico Noé Leandro Percebon Indrodução SENSORES são dispositivos que mudam seu comportamento sob a ação de uma grandeza física, podendo fornecer

Leia mais

Osmose Reversa Conheça este processo de purificação de água

Osmose Reversa Conheça este processo de purificação de água Osmose Reversa Conheça este processo de purificação de água Antes de falarmos sobre Osmose Reversa, precisamos entender o que é Osmose. Osmose é o nome dado ao movimento da água entre meios com concentrações

Leia mais

LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA

LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA Laboratórios de Química I, II, III, IV Localização: - Analítica - Bloco "M" 304 Área: 70,65 m² - Físico Química - Bloco M 303 Área: 95,48m² - Química Inorgânica - Bloco

Leia mais

SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS

SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS TRUsimplicity TM MEDIÇÃO MAIS FÁCIL E RÁPIDA PORTÁTIL E SEM SUPORTE. MOVIMENTAÇÃO LIVRE AO REDOR DA PEÇA USO FACILITADO. INSTALAÇÃO EM

Leia mais

A foto mostra o Climatizador Vesper com o deslocamento de ar em banda larga espalhando a névoa evaporativa com ampla dispersão.

A foto mostra o Climatizador Vesper com o deslocamento de ar em banda larga espalhando a névoa evaporativa com ampla dispersão. Climatização Ambiental Apresentação Os climatizadores Vesper utilizam os Ventiladores Vesper que são fabricados há mais de 50 anos e dispoem dos mais variados modelos e tipos que vão de 46 cm a 1 (um)

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO UERJ 2010

CONCURSO PÚBLICO UERJ 2010 CONCURSO PÚBLICO UERJ 2010 CADERNO DE PROVA DISCURSIVA Este caderno, com nove páginas numeradas sequencialmente, contém cinco questões discursivas. Não abra o caderno antes de receber autorização. Instruções

Leia mais

PROJETOS EM INSTRUMENTAÇÃO E AUTOMAÇÃO INSTRUMENTAÇÃO - TEMPERATURA

PROJETOS EM INSTRUMENTAÇÃO E AUTOMAÇÃO INSTRUMENTAÇÃO - TEMPERATURA MÉTODO DE MEDIÇÃO Podemos dividir os medidores de temperatura em dois grandes grupos, conforme a tabela abaixo: 1º grupo (contato direto) Termômetro à dilatação de líquidos de sólido Termômetro à pressão

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Informações de Tabela Periódica CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Folha de Dados Elemento H C N O F Al Cl Zn Sn I Massa atômica (u) 1,00 12,0 14,0

Leia mais

Prova Experimental Física, Química, Biologia

Prova Experimental Física, Química, Biologia Prova Experimental Física, Química, Biologia Complete os espaços: Nomes dos estudantes: Número do Grupo: País: BRAZIL Assinaturas: A proposta deste experimento é extrair DNA de trigo germinado e, posteriormente,

Leia mais

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com Descritivo de produto Fornecedor www.velp.com Termorregulador Digital - Modelo VTF Indicado para aplicações onde é exigido controle preciso de temperatura. DESCRIÇÃO O VTF é equipado com a Tecnologia de

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador DESCRITIVO TÉCNICO Nome Equipamento: Máquina automática para corte de silício 45º e perna central até 400 mm largura Código: MQ-0039-NEP Código Finame: *** Classificação Fiscal: 8462.39.0101 1 Alimentador

Leia mais

EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica

EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica Descrição Geral: Equipamento esterilizador horizontal automático para esterilização por vapor saturado de alta temperatura com duas

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 A L 0 H mola apoio sem atrito B A figura acima mostra um sistema composto por uma parede vertical

Leia mais

DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO

DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO O analisador de CO para baixas concentrações (ppm - partes por milhão) no ar ambiente é um instrumento de alta sensibilidade, usado para monitorar

Leia mais

Centro Universitário Padre Anchieta

Centro Universitário Padre Anchieta Absorbância Centro Universitário Padre Anchieta 1) O berílio(ii) forma um complexo com a acetilacetona (166,2 g/mol). Calcular a absortividade molar do complexo, dado que uma solução 1,34 ppm apresenta

Leia mais

Os constituintes do solo

Os constituintes do solo Os constituintes do solo Os componentes do solo Constituintes minerais Materiais orgânicos Água Ar Fase sólida partículas minerais e materiais orgânicos Vazios ocupados por água e/ou ar Os componentes

Leia mais

Materiais cerâmicos e vítreos vítreos

Materiais cerâmicos e vítreos vítreos Materiais cerâmicos e vítreos Materiais inorgânicos e não-metálicos processados e / ou usados a elevadas temperaturas Cerâmicas / argilas / silicatos das mais velhas indústrias humanas (15000 AC) resistentes

Leia mais

Pasve Válvula Retrátil Rotativa

Pasve Válvula Retrátil Rotativa Folha de Dados Pasve Ph Pasve Válvula Retrátil Rotativa PATENTEADA, única válvula desenhada para limpeza e calibração de sensores de PH sem removê-los do processo ou desligamento de bombas. Para uso de

Leia mais

Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases

Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases V1 O queéum Sistemade Condicionamento? O Que é um Sistema de Condicionamento? Amostra do Processo? Analisador Sistema de Condicionamento O sistema

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

1 DIFERENCIAIS. de CO do forno são até 200% menores do que exige a legislação.

1 DIFERENCIAIS. de CO do forno são até 200% menores do que exige a legislação. FORNO CREMATŁRIO JUNG - CR270012 1 2 Obs.: As imagens acima são meramente ilustrativas. O equipamento das fotos é semelhante ao modelo cotado, entretanto, sua aparência, acessórios e funcionalidade podem

Leia mais

Arranjo Instalações Físico da Indústria. Caracterização dos Sistemas na Indústria

Arranjo Instalações Físico da Indústria. Caracterização dos Sistemas na Indústria Caracterização dos Sistemas na Indústria - Trata-se do conjunto de das instalações de processo e das instalações auxiliares, que são agrupadas de acordo com sua nalidade, em diversos sistemas integrados;

Leia mais

ANALISE DOS GAZES DE ESCAPAMENTO E SUAS APLICAÇÕES

ANALISE DOS GAZES DE ESCAPAMENTO E SUAS APLICAÇÕES ANALISE DOS GAZES DE ESCAPAMENTO E SUAS APLICAÇÕES Analise dos gazes de escapamento Surgiram junto com o automóvel mas a partir das legislações anti-polui poluição é que realmente se desenvolveram; Influenciam

Leia mais

Reações a altas temperaturas. Diagrama de Equilíbrio

Reações a altas temperaturas. Diagrama de Equilíbrio Reações a altas temperaturas Diagrama de Equilíbrio Propriedades de um corpo cerâmico Determinadas pelas propriedades de cada fase presente e pelo modo com que essas fases (incluindo a porosidade) estão

Leia mais

Connect. Collaborate. Solve.

Connect. Collaborate. Solve. Connect. Collaborate. Solve. Conecte-se com novos produtos, serviços e soluções inovadoras. Colabore com especialistas técnicos para resolver seus desafios mais difíceis de aplicações. Linha de Produtos

Leia mais

Tecnologia solar de alta eficiência para aquecimento de água

Tecnologia solar de alta eficiência para aquecimento de água [ Ar ] [ Água ] [ Terra ] Tecnologia Solar [ Buderus ] Tecnologia solar de alta eficiência para aquecimento de água Coletores Logasol Controladores Logamatic Estação Logasol Vasos de expansão Bomba circuladora

Leia mais

Filtros para aplicações de processos

Filtros para aplicações de processos Filtros para aplicações de processos Filtros HYDAC para a técnica de processos Filtros para a técnica de processos asseguram com sua qualidade o funcionamento aumentando a vida útil de componentes, sistemas

Leia mais

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Tecnologia DPR A hb ar comprimido se preocupa continuamente com o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de seus produtos e serviços afim de superar as necessidades

Leia mais

Homologado pelos fabricantes de equipamentos

Homologado pelos fabricantes de equipamentos Homologado pelos fabricantes de equipamentos Confiabilidade e durabilidade são indispensáveis. A suspensão de uma sessão de radioterapia ou a perda de hélio em uma ressonância magnética precisam ser evitadas

Leia mais

código 171608 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DOMINGOS JARDO Direção Regional de Educação de Lisboa

código 171608 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DOMINGOS JARDO Direção Regional de Educação de Lisboa código 7608 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DOMINGOS JARDO Direção Regional de Educação de Lisboa Ciclo: º Ano: 8º Disciplina: Físico-Química Conteúdos. Reações Químicas..Tipos de reações Investigando algumas

Leia mais

Transformações físicas de substâncias puras Aula 1

Transformações físicas de substâncias puras Aula 1 Transformações físicas de substâncias puras Aula 1 Físico-Química 2 Termodinâmica Química 2 Profa. Claudia de Figueiredo Braga Diagramas de Fases Diagramas de fases: Uma das formas mais compactas de exibir

Leia mais

VAZAMENTOS CALCULADOS: UMA ANÁLISE FÍSICA

VAZAMENTOS CALCULADOS: UMA ANÁLISE FÍSICA VAZAMENTOS CALCULADOS: UMA ANÁLISE FÍSICA Mauricio Oliveira Costa (mauricio@tex.com.br) 2.009 RESUMO A proposta deste artigo consiste em apresentar uma análise sob a ótica da Física e Matemática sobre

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Técnico em Mecânica A respeito das bombas centrífugas é correto afirmar: A. A vazão é praticamente constante, independentemente da pressão de recalque. B. Quanto

Leia mais

Catálogo dos equipamentos remanescentes do Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento em Química (LPQ)

Catálogo dos equipamentos remanescentes do Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento em Química (LPQ) Catálogo dos equipamentos remanescentes do Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento em Química (LPQ) Ultima Atualização: 01/02/2011 Sumário página Cromatógrafo a gás (CG) acoplado a espectrômetro de massas

Leia mais

Ciências do Ambiente

Ciências do Ambiente Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil Ciências do Ambiente Aula 18 O Meio Atmosférico III: Controle da Poluição Atmosférica Profª Heloise G. Knapik 2º Semestre/ 2015 1 Controle da Poluição Atmosférica

Leia mais

Tratamento de ar. Filtros Série Delta Exemplos de aplicação. Filtro coal. Grosso Tipo H ou Filtro coal. Fino Tipo D. Filtro Tipo G

Tratamento de ar. Filtros Série Delta Exemplos de aplicação. Filtro coal. Grosso Tipo H ou Filtro coal. Fino Tipo D. Filtro Tipo G Filtros Delta Exemplos de aplicação Qual o filtro Delta utilizado e para que aplicação? Os reservatórios de ar devem ser instalados antes e / ou depois do secador. filtro de aspiração refrigerante reservatório

Leia mais

TECNOLOGIA DOS MATERIAIS

TECNOLOGIA DOS MATERIAIS TECNOLOGIA DOS MATERIAIS Aula 7: Tratamentos em Metais Térmicos Termoquímicos CEPEP - Escola Técnica Prof.: Transformações - Curva C Curva TTT Tempo Temperatura Transformação Bainita Quando um aço carbono

Leia mais

CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA. Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho

CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA. Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho SÉRIE DV14 1417 / 1422 / 1432 / 1442 CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA O Centro de Usinagem

Leia mais

4 MÉTODO ANALÍTICO EMPREGADO NA DETERMINAÇÃO DE MERCÚRIO TOTAL

4 MÉTODO ANALÍTICO EMPREGADO NA DETERMINAÇÃO DE MERCÚRIO TOTAL 39 4 MÉTODO ANALÍTICO EMPREGADO NA DETERMINAÇÃO DE MERCÚRIO TOTAL 4.1 O Processo de absorção atômica A absorção de energia por átomos livres, gasosos, no estado fundamental, é a base da espectrometria

Leia mais

Processo de Forjamento

Processo de Forjamento Processo de Forjamento Histórico A conformação foi o primeiro método para a obtenção de formas úteis. Fabricação artesanal de espadas por martelamento (forjamento). Histórico Observava-se que as lâminas

Leia mais

4. Medição de Irradiância. 4.1 Introdução

4. Medição de Irradiância. 4.1 Introdução Apostila da Disciplina Meteorologia Física II ACA 0326, p. 40 4. Medição de Irradiância 4.1 Introdução Das grandezas radiométricas definidas no capítulo 1, os instrumentos convencionais utilizados em estudos

Leia mais

Transmissão das Ondas Eletromagnéticas. Prof. Luiz Claudio

Transmissão das Ondas Eletromagnéticas. Prof. Luiz Claudio Transmissão das Ondas Eletromagnéticas Prof. Luiz Claudio Transmissão/Recebimento das ondas As antenas são dispositivos destinados a transmitir ou receber ondas de rádio. Quando ligadas a um transmissor

Leia mais

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Tecnologia DPR A hb ar comprimido se preocupa continuamente com o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de seus produtos e serviços afim de superar as necessidades

Leia mais

Bioquímica. Purificação de proteínas

Bioquímica. Purificação de proteínas Bioquímica Purificação de proteínas Estratégia geral - Liberação da proteína do material biológico - Podem ser separados por fracionamento celular - Pode-se separar proteínas por características: Solubilidade

Leia mais

Introdução. Criar um sistema capaz de interagir com o ambiente. Um transdutor é um componente que transforma um tipo de energia em outro.

Introdução. Criar um sistema capaz de interagir com o ambiente. Um transdutor é um componente que transforma um tipo de energia em outro. SENSORES Introdução Criar um sistema capaz de interagir com o ambiente. Num circuito eletrônico o sensor é o componente que sente diretamente alguma característica física do meio em que esta inserido,

Leia mais

RELAÇÃO DO TEMPO DE SINTERIZAÇÃO NA DENSIFICAÇÃO E CONDUTIVIDADE ELÉTRICA EM CÉLULAS À COMBUSTÍVEL. Prof. Dr. Ariston da Silva Melo Júnior

RELAÇÃO DO TEMPO DE SINTERIZAÇÃO NA DENSIFICAÇÃO E CONDUTIVIDADE ELÉTRICA EM CÉLULAS À COMBUSTÍVEL. Prof. Dr. Ariston da Silva Melo Júnior RELAÇÃO DO TEMPO DE SINTERIZAÇÃO NA DENSIFICAÇÃO E CONDUTIVIDADE ELÉTRICA EM CÉLULAS À COMBUSTÍVEL Prof. Dr. Ariston da Silva Melo Júnior INTRODUÇÃO Célula à combustível é um material eletroquimico em

Leia mais

12ª Conferência sobre Tecnologia de Equipamentos

12ª Conferência sobre Tecnologia de Equipamentos 12ª Conferência sobre Tecnologia de Equipamentos COTEQ2013-340 DETECÇÃO E CONTROLE DE POLUIÇÃO EM ISOLADORES DE ALTA TENSÃO ATRAVÉS DE TERMOGRAFIA Laerte dos Santos 1, Marcelo O. Morais Filho 2, Rodolfo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. PRÓ-EQUIPAMENTOS 2013 INFORMAÇÕES Subprojeto Situação Localização 1. PPGCA Centrífuga refrigerada (para tubos de 1,5 a 50 ml) Incubadora de CO2 (150 litros) Extrator de Lipídio (modelo com 06 provas) Destilador

Leia mais

inox. Atualmente, válvulas solenóide servo-assistidas são usadas cada vez mais ao invés de válvulas de ação direta.

inox. Atualmente, válvulas solenóide servo-assistidas são usadas cada vez mais ao invés de válvulas de ação direta. Este artigo traz uma visão tecnológica das válvulas solenóide para aplicações com alta pressão. O uso das mesmas em fornecedoras de gás natural e, em sistemas aspersores (água-neblina) de extintores de

Leia mais

Sistemas Ar Comprimido. Aplicações medicinais e de respiração. www.fargon.com.br

Sistemas Ar Comprimido. Aplicações medicinais e de respiração. www.fargon.com.br Sistemas Ar Comprimido Aplicações medicinais e de respiração www.fargon.com.br Apresentação Sistemas personalizados de ar comprimido Fabricados para atender necessidades específicas de aplicação de ar

Leia mais

Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização

Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização A qualidade do ar em um sistema de ar comprimido tem variações e todas elas estão contempladas no leque de opções de produtos que a hb ar comprimido oferece.

Leia mais

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Tecnologia DPR A hb ar comprimido se preocupa continuamente com o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de seus produtos e serviços afim de superar as necessidades

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. MATERIAIS: DIVERSIDADE E CONSTITUIÇÃO 1.1 Materiais 1.1.1 Materiais

Leia mais

Fluid Control Systems Catálogo Compacto

Fluid Control Systems Catálogo Compacto Fluid Control Systems Catálogo Compacto 3 Sumário Linha de Produtos Visão Geral... 2 Válvulas Solenóides... 6-35 Válvulas Solenóides Propósito Geral 2/2 atuação direta. 6 2/2 servo-assistida e válvulas

Leia mais

O primeiro forno de microondas -1949. O inventor do forno de microondas INTRODUÇÃO MICROONDAS: Microondas PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS POR MICROONDAS

O primeiro forno de microondas -1949. O inventor do forno de microondas INTRODUÇÃO MICROONDAS: Microondas PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS POR MICROONDAS FACULDADE DE FARMÁCIA DA UFMG DEPARTAMENTO DE ALIMENTOS ALM 024- Processamento de Alimentos PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS POR MICROONDAS INTRODUÇÃO São empregadas em alimentos porque geram calor O forno de

Leia mais

http://intranet.ad.finep.gov.br/sistemas/operacionais/acompanhamento_tecnico/cron...

http://intranet.ad.finep.gov.br/sistemas/operacionais/acompanhamento_tecnico/cron... Página 1 de 5 RELAÇÃO DE ITENS DA CONTRAPARTIDA E DE OUTROS APORTES Referência: 0636/10 Convênio: 01.10.0767.01 Despesas Acessórias de Importação Conjunto de Componentes para vácuo Sistema de vácuo com

Leia mais