Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Garibaldi - RS 29 de março de 2017

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Garibaldi - RS 29 de março de 2017"

Transcrição

1 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Garibaldi - RS 29 de março de 2017

2 Agenda Quem pode solicitar financiamento? O que podemos financiar? Principais produtos do BNDES para apoio às MPMEs Cartão BNDES BNDES Automático BNDES Finame BNDES Progeren 3. Como solicitar o financiamento? Garantias: BNDES FGI 4. Canais de relacionamento

3 1. Quem pode solicitar financiamento? PESSOAS FÍSICAS Empreendedores sem CNPJ Apenas alguns casos PESSOAS JURÍDICAS Empresas com CNPJ

4 1. Quem pode solicitar financiamento? PESSOAS FÍSICAS Empreendedores sem CNPJ BNDES Microcrédito Agentes operadores de microcrédito Caminhoneiro Caminhão, carreto etc. Produtor Rural Programas agrícolas do Governo Federal

5 1. Quem pode solicitar financiamento? PESSOAS JURÍDICAS Empresas com CNPJ Microempreendedor individual (MEI) Empresas da agropecuária, indústria, comércio ou serviços Cooperativas ou associações Pré-requisitos Certidões em dia: FGTS, Tributos Federais e Dívida Ativa da União, INSS e RAIS; Atender a Legislação Ambiental; Não estar em regime de recuperação de crédito.

6 1. Quem pode solicitar financiamento? As operações do BNDES com MPMEs (99%) são realizadas por meio dos Agentes Financeiros Credenciados Bancos Comerciais Públicos e Privados Agências de Fomento Cooperativas de Crédito O BNDES não exige tempo mínimo de faturamento!

7 1. Quem pode solicitar financiamento? Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual * MPMEs Micro Pequena Média I Média II Grande Até R$ 360 mil Até R$ 3,6 milhões Até R$ 90 milhões Até R$ 300 milhões Acima de R$ 300 milhões * ROB da empresa ou de seu grupo econômico.

8 1. Quem pode solicitar financiamento? M P M E Porte da Empresa Micro Pequena Média I Média II Receita Operacional Bruta Anual até R$ 360 mil até R$ 3,6 milhões até R$ 90 milhões até R$ 300 milhões

9 2. O que podemos financiar? O QUE PODE SER FINANCIADO Móveis Caminhões Reformas e Construções Franquias Computadores Máquinas e equipamentos

10 2. O que podemos financiar? FOCOS DE APOIO FINANCEIRO Cartão BNDES BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Progeren Capital de Giro $ BNDES Finame Máquinas e Equipamentos

11 2. O que podemos financiar? Exemplo: Vou montar uma lanchonete. Quais serão os investimentos? Investimentos Valores (R$) Reforma ,00 Material de construção 8.000,00 Mão-de-obra ,00 Móveis e utensílios 5.000,00 Máquinas e equipamentos 3.000,00 Capital de giro 6.000,00 TOTAL ,00 Recursos próprios ,00 Necessidade de financiamento ,00

12 Cartão BNDES Imagem da página inicial do Portal do Cartão BNDES em fevereiro de 2017.

13 Cartão BNDES AMBIENTE DE NEGÓCIOS Março de mil Cartões habilitados R$ 58 bilhões de limite pré-aprovado 72 mil fornecedores credenciados 276 mil produtos cadastrados PARCEIROS

14 Cartão BNDES - Vantagens COMPRADORES Limite de até R$ 2 milhões, por banco emissor; Prestações fixas em até 48 meses; Taxa de juros atrativa: 1,18 % a.m. (março/2017); Financiamento de até 100% do valor do produto; Crédito rotativo e préaprovado; uso automático. Importante! O banco emissor pode cobrar a Tarifa de Abertura de Crédito (TAC), limitada a 2% do valor do limite concedido; As operações são sujeitas à cobrança de IOF; Não é possível sacar dinheiro ou financiar capital de giro!

15 2. O que podemos financiar? Exemplo:Vou montar uma lanchonete. Como financiar? Material de construção Móveis Equipamentos Mão-de-obra Computador Capital de giro

16 2. O que podemos financiar? Simulador Simulação* - Financiamento de R$ 10 mil Parcelas Fixas Valor em R$ ,51 888,14 475,28 338,56 270,87 *Taxa de 1,18% a.m. (Março/2017)

17 Como solicitar seu Cartão BNDES? MPME SOLICITA O CARTÃO NO PORTAL 1 Preenche proposta de solicitação do Cartão no site, que é enviada automaticamente, pela Internet, ao Banco Emissor

18 Como solicitar seu Cartão BNDES? MPME SOLICITA O CARTÃO NO PORTAL 1 Preenche proposta de solicitação do Cartão no site, que é enviada automaticamente, pela Internet, ao Banco Emissor MPME ENTREGA DOCUMENTAÇÃO AO GERENTE DO BANCO 2 Banco Emissor analisa a documentação e define limite de crédito 3 Assinatura do Termo de Adesão ao Regulamento do Cartão BNDES PRAZO DE EMISSÃO MÉDIO: 4 30 dias

19 Cartão BNDES - Vantagens FORNECEDORES 721 mil potenciais clientes com R$ 58 bilhões de crédito pré-aprovado Financiamento automático para o cliente Sem risco de crédito Fabricantes podem indicar distribuidores Exposição do catálogo de produtosgratuita Importante! Custos para o fornecedor: - TAXA DE AFILIAÇÃO: Cielo - R$ 79,90 (1ª venda). -TAXA DE DESCONTO sobre venda: Cielo até 2,7% Rede até 2,5% Cabal Brasil até 2,0% (limitado a R$ 1.000,00 por operação). O fornecedor receberá o valor da transação, descontada a taxa de administração, em 30 dias, após a inclusão do número da nota fiscal.

20 Como ser um Fornecedor Credenciado? Seja um Fornecedor Credenciado

21 Como ser um Fornecedor Credenciado? Seja um Fornecedor Credenciado

22 Como ser um Fornecedor Credenciado? Distribuidor/Revendedor Poderá vender no Site do Cartão BNDES desde que seja indicado por fabricante(s) já credenciado(s); Venderá somente os produto(s) autorizado(s) pelo fabricante que o indicou; As demais condições são as mesmas do fabricante; Não poderá adquirir os produtos que está autorizado a vender, utilizando o Cartão BNDES, caso o possua.

23 Cartão BNDES Estatísticas do Cartão BNDES Garibaldi RS Cartões emitidos Limites concedidos R$ 33,5 mi R$ 4,7 bi Nº de transações* Valor das transações* R$ 4,3 mi R$ 478,2 mi Fornecedores credenciados Nota: * Últimos 12 meses (13/03/2017)

24 2. O que podemos financiar? FOCOS DE APOIO FINANCEIRO Cartão BNDES BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Progeren Capital de Giro $ BNDES Finame Máquinas e Equipamentos

25 Projetos de investimento BNDES Automático O QUE PODE SER FINANCIADO Projetos de investimentos: construção, ampliação, modernização, incluindo os diversos itens que compõem o projeto.

26 2. O que podemos financiar? Exemplo:Vou ampliar meu comércio (ou qualquer setor) Com o BNDES Automático é possível financiar: Construções e reformas (material de construção e mão-deobra) Mobiliário e instalações Equipamentos nacionais Software nacional Treinamento de funcionários Capital de giro associado Faça um plano de investimentos! ATENÇÃO: itens como terrenos, imóveis, ponto comercial ou luvas NÃO SÃO FINANCIÁVEIS!

27 2. O que podemos financiar? No BNDES Automático: Os recursos são vinculados ao projeto É possível financiar treinamento, capital de giro e outros itens intangíveis Pode ter capital de giro associado Pode ter carência Exige acompanhamento e comprovação pelo agente financeiro Com o Cartão BNDES: Crédito é rotativo para os investimentos em geral Financiamento apenas de treinamentos e serviços credenciados Não financia capital de giro Não financia mão de obra Não tem carência Financiamento apenas dos itens credenciados

28 2. O que podemos financiar? FOCOS DE APOIO FINANCEIRO Cartão BNDES BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Progeren Capital de Giro $ BNDES Finame Máquinas e Equipamentos

29 Máquinas e Equipamentos BNDES Finame O QUE PODE SER FINANCIADO Aquisição de equipamentos novos, nacionais e credenciados no BNDES

30 Máquinas e Equipamentos BNDES Finame O QUE PODE SER FINANCIADO Capital de giro associado

31 2. O que podemos financiar? Exemplos: a) Vou investir em uma transportadora: Com BNDES Finame, é possível financiar os caminhões e empilhadeiras. b) Vou investir em uma padaria: Com BNDES Finame, é possível financiar equipamentos industriais como forno, geladeira, batedeira etc.

32 2. O que podemos financiar? FOCOS DE APOIO FINANCEIRO Cartão BNDES BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Progeren Capital de Giro $ BNDES Finame Máquinas e Equipamentos

33 Capital de giro BNDES Progeren O QUE PODE SER FINANCIADO Capital de giro isolado, para todos os setores.

34 Condições de Financiamento Cartão BNDES BNDES Automático BNDES Finame BNDES Progeren Custo Financeiro BNDES Remuneração (*) Agente Financeiro Taxa Final Prazo e Carência Negociado +/- com o 1,07% a.m. Agente Financeiro +/- 15,1 % a.a. Março ,18 % a.m. Até 48 meses Não tem 9,6% a.a. Negociada 3,7% a.a. Negociado 9,6% a.a. Negociada 4,0% a.a. Até 10 anos Até 2 anos 9,6% a.a. Negociada 7,0% a.a. Negociado com o Agente Financeiro Negociado +/- com o 1,29% a.m. Agente Financeiro Até 5 anos Até 2 anos +/- 1,05% a.m. Participação max. Até 100% Até 80% Até 80% Até R$ 70 milhões (*) Fonte: Média das operações de 2016, apenas para referência (AOI/DESCO).

35 Condições de Financiamento Cartão BNDES BNDES Automático BNDES Finame BNDES Progeren Custo Financeiro BNDES Remuneração (*) Agente Financeiro +/- 15,4 % a.a. 9,6% a.a. Negociada 3,7% a.a. 9,6% a.a. Negociada 4,0% a.a. 9,6% a.a. Negociada 7,0% a.a. Taxa Final Nov ,2 % a.m. +/- 1,05% a.m. +/- 1,07% a.m. +/- 1,29 % a.m. Prazo e Carência Até 48 meses Não tem Negociado Até 10 anos Até 2 anos Até 5 anos Até 2 anos Participação max. Até 100% Até 80% Até 80% Até R$ 70 milhões (*) Fonte: Média das operações de 2016, apenas para referência (AOI/DESCO).

36 3. Como solicitar o financiamento? Micro, Pequena e Média Empresa Agente Financeiro 1º Passo 2º Passo 3º Passo Dirigir-se à instituição financeira credenciada de sua preferência Apresentação da documentação necessária; Análise da possibilidade de concessão do crédito; Negociação das garantias; Aprovação da operação. Homologação da operação; Liberação dos recursos para o agente financeiro.

37 3. Como solicitar o financiamento? Dê atenção ao seu cadastro! A qualidade das informações é fundamental! O AGENTE FINANCEIRO ASSUME O RISCO DA OPERAÇÃO! Por isso, ele irá avaliar: O cadastro da empresa e dos sócios; Histórico de adimplemento ( bom pagador ); Capacidade de pagamento da empresa e do projeto; Setor de atividade; Garantias oferecidas.

38 BNDES FGI COMO FUNCIONA Complementador de garantias.

39 BNDES FGI Complementador de Garantias Condições de Contratação Limite por Beneficiário: Cobertura máxima: R$ 10 milhões 80% do financiamento Contragarantias Exigidas Valor Garantido Até R$ 1 milhão Acima de R$ 1 milhão Contragarantias Mínimas* Garantias Fidejussórias (ex: fiança) Garantias Fidejussórias + Garantias Reais Qual o custo? ECG Calculado com base em: Valor financiado Percentual de cobertura Prazo de financiamento O Encargo por Concessão de Garantia ECG poderá ser financiado juntamente com o principal, nas mesmas condições de juros e prazo.

40 BNDES FGI Complementador de Garantias Agentes Financeiros que operam o BNDES FGI

41 4. Canais de relacionamento Guia de Financiamento: fornece informações detalhadas sobre as linhas de crédito e como acessá-las.

42

43 Simulador on-line: Para simular alguns financiamentos online, basta preencher informações como o valor do bem ou do projeto, a participação do BNDES, os prazos desejados e a taxa de remuneração do agente financeiro

44

45 Aplicativo BNDES MPME Consultas a operações de crédito com informações atualizadas sobre o estágio em que se encontram, incluindo as datas das liberações Pesquisas no cadastro de máquinas e equipamentos, sistemas e componentes no CFI do BNDES: por produto ou pelo nome do fabricante

46 ATENÇÃO O BNDES não credencia nem indica quaisquer consultores, pessoas físicas ou jurídicas, como intermediários para facilitar, agilizar ou aprovar operações com o próprio Banco ou com as instituições financeiras credenciadas a repassar seus recursos.

47 Posto de Informações 40 Postos de Informações Presente em todas as regiões e em 18 estados Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul - FIERGS Vanessa Nunes e Kelly Cristine Santos Tel. (51) e FIERGS / BNDES

48 Obrigado. Fale conosco: DESUL: (11) Ouvidoria: facebook.com/bndes.imprensa twitter.com/bndes_imprensa youtube.com/bndesgovbr slideshare.net/bndes

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Campinas SP 14 de junho de 2017

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Campinas SP 14 de junho de 2017 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Campinas SP 14 de junho de 2017 2 Quem pode solicitar financiamento? O que podemos financiar? Principais produtos do BNDES para apoio às MPMES: Cartão

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. São Paulo SP 22.jul.2016

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. São Paulo SP 22.jul.2016 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas São Paulo SP 22.jul.2016 Agenda 1. 2. Quem pode solicitar financiamento? O que podemos financiar? Principais produtos do BNDES para apoio às MPMEs Cartão

Leia mais

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet São José do Rio Preto - SP 29.setembro.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas

Leia mais

Soluções BNDES para pequenos negócios. Belo Horizonte - MG 20/06/2017

Soluções BNDES para pequenos negócios. Belo Horizonte - MG 20/06/2017 Soluções BNDES para pequenos negócios Belo Horizonte - MG 20/06/2017 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituição Financeira Credenciada Informação

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituição Financeira Credenciada Informação

Leia mais

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Londrina - PR 26.janeiro.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações

Leia mais

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Aracaju-SE 14.março.2016 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituição Financeira Credenciada

Leia mais

Seminário de Crédito das Linhas do BNDES para Micro, Pequenas e Médias Empresas. Belo Horizonte - MG 01 de setembro de 2009

Seminário de Crédito das Linhas do BNDES para Micro, Pequenas e Médias Empresas. Belo Horizonte - MG 01 de setembro de 2009 Seminário de Crédito das Linhas do BNDES para Micro, Pequenas e Médias Empresas Belo Horizonte - MG 01 de setembro de 2009 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Feira de Santana BA 30/09/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? No de operações 2013 R$ 1,1 milhões

Leia mais

O BNDES mais perto de você. Apoio do BNDES para Biotecnologia e Indústria Farmaceútica. Belo Horizonte MG

O BNDES mais perto de você. Apoio do BNDES para Biotecnologia e Indústria Farmaceútica. Belo Horizonte MG Apoio do BNDES para Biotecnologia e Indústria Farmaceútica Belo Horizonte MG dezembro /2007 Missão do BNDES Promover o desenvolvimento econômico e social Redução das desigualdades sociais e regionais Geração

Leia mais

CARTÃO BNDES. Cartão BNDES

CARTÃO BNDES. Cartão BNDES Cartão BNDES Objetivos do Cartão BNDES Estabelecer maior proximidade com as Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME) Agilizar o acesso aos recursos financeiros do BNDES Disponibilizar financiamento automático

Leia mais

CARTÃO BNDES. Nome do Banco Emissor. Departamento de Operações de Internet - BNDES. 22 de agosto de 2007

CARTÃO BNDES. Nome do Banco Emissor. Departamento de Operações de Internet - BNDES. 22 de agosto de 2007 CARTÃO BNDES Departamento de Operações de Internet - BNDES Nome do Banco Emissor 22 de agosto de 2007 Agenda Um novo produto no mercado Conceito O Portal de Operações do Cartão BNDES Rede de Compradores

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba SP 27/03/2014

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba SP 27/03/2014 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba SP 27/03/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba SP 04/06/2014

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba SP 04/06/2014 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba SP 04/06/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro

BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro A seguir as informações sobre as condições financeiras, o objetivo do financiamento, a orientação sobre como solicitar

Leia mais

Apoio a Região Serrana do RJ. 02 e 03 de fevereiro de 2011

Apoio a Região Serrana do RJ. 02 e 03 de fevereiro de 2011 Apoio a Região Serrana do RJ 02 e 03 de fevereiro de 2011 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Infra-estrutura

Leia mais

LINHAS DE FINANCANCIAMENTO DO BNDES

LINHAS DE FINANCANCIAMENTO DO BNDES LINHAS DE FINANCANCIAMENTO DO Linhas de Financiamento para Geração Distribuída O APOIO DO AO SETOR SOLAR FOTOVOLTAICO NELSON TORTOSA - Credenciamento Setor Solar Fotovoltaico EMPRESAS CREDENCIADAS NO Já

Leia mais

Novas políticas OPERACIONAIS. Condições

Novas políticas OPERACIONAIS. Condições Novas políticas OPERACIONAIS Condições Destaques 02 Ampliação de ACESSO AO CRÉDITO Ampliação de ACESSO A GARANTIAS Ampliação de ACESSO A CAPITAL DE GIRO com operações diretas (sem intermediação de agente

Leia mais

Feira da Mecânica 2012

Feira da Mecânica 2012 Feira da Mecânica 2012 Reunião de expositores São Paulo - SP 15 de Maio de 2012 Agenda Informações Institucionais Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Aquisição de Máquinas e Equipamentos

Leia mais

Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital Programa BNDES ProBK

Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital Programa BNDES ProBK Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital Programa BNDES ProBK Fevereiro de 2016 Bruno Plattek bruno.plattek@bndes.gov.br Como apoiamos Tx. de Interm. Fin. Organização Interna Área

Leia mais

DEMPI Micro, pequena e média

DEMPI Micro, pequena e média LINHAS DE FINANCIAMENTO DE LONGO PRAZO ACESSO AO CRÉDITO MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS FIESP - 15/8/14 COMPESCA LINHAS DE FINANCIAMENTO DE LONGO PRAZO AGÊNCIAS DE FOMENTO As agências de fomento são

Leia mais

Missão do BNDES MPME. Promover o desenvolvimento econômico e social. Redução das desigualdades sociais e regionais Geração de emprego e renda

Missão do BNDES MPME. Promover o desenvolvimento econômico e social. Redução das desigualdades sociais e regionais Geração de emprego e renda BNDES APLs como Estratégia de Desenvolvimento de MPMEs Brasília DF novembro 2007 Missão do BNDES Promover o desenvolvimento econômico e social Redução das desigualdades sociais e regionais Geração de emprego

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você. Campinas - São Paulo 23 de Novembro de 2010

O BNDES Mais Perto de Você. Campinas - São Paulo 23 de Novembro de 2010 O BNDES Mais Perto de Você Campinas - São Paulo 23 de Novembro de 2010 Material de apoio Formulário de Perguntas Formulário de Avaliação 3 1 7 5 Informações Institucionais Informações gerais Quem somos

Leia mais

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015 Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços São Paulo - SP 24.jun.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Manaus AM 20/01/2015

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Manaus AM 20/01/2015 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Manaus AM 20/01/2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2013 R$ 1,1

Leia mais

Instrumentos de Apoio do BNDES à BID

Instrumentos de Apoio do BNDES à BID Instrumentos de Apoio do BNDES à BID Brasília, 28 de Setembro de 2016 Apoio do BNDES: Aspectos Básicos OPERAÇÕES DIRETAS OPERAÇÕES INDIRETAS Empresa financiada diretamente pelo BNDES Empresas financiadas

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Prioridades BNDES Infraestrutura logística e energética Infraestrutura urbana de saneamento e mobilidade. Modernização da

Leia mais

Agência do Paraná. Paulo Marques Ferreira. Analista econômico-financeiro e representante do BRDE na região Oeste do PR

Agência do Paraná. Paulo Marques Ferreira. Analista econômico-financeiro e representante do BRDE na região Oeste do PR Agência do Paraná Paulo Marques Ferreira Analista econômico-financeiro e representante do BRDE na região Oeste do PR O BRDE Região de atuação: MS - PR SC - RS Criado em 1961 por três estados da região

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Curitiba / PR 17 de março de 2014 Agenda Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas

Leia mais

PORTAL DO CARTÃO BNDES

PORTAL DO CARTÃO BNDES DO CARTÃO DO CARTÃO 3 6 O ADQUIRENTE PARA 8 9 PRODUTOS CONTRATADOS 10 11 12 13 14 2 DO CARTÃO A É A MAIS NOVA ADQUIRENTE DO CARTÃO. VOCÊ PODE ESCOLHER A ADQUIRENTE DAS VENDAS REALIZADAS PELA SUA EMPRESA

Leia mais

PROSOFT. Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação. Prosoft Exportação

PROSOFT. Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação. Prosoft Exportação PROSOFT Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação Prosoft Exportação Florianópolis, 16 de novembro de 2009 1 Apresentação do BNDES Fundado

Leia mais

enfrentarem os desafios 2016

enfrentarem os desafios 2016 Contribuição do BNDES para as empresas Economia enfrentarem os desafios 2016 Fevereiro de 2016 1 A racionalidade da contribuição do BNDES aos desafios de 2016 Apoiar necessidades das empresas; atender

Leia mais

Sistemática Convencional x Check List

Sistemática Convencional x Check List 1) Analisa a operação Atualização Crédito Aprovado Proposta contendo as condições de Financiamento: Dados do comprador (CNPJ, endereço, local de instalação,cnae, etc...); CNAE Solicitação de Carta de Finalidade,

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Campinas - SP 17.mar.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2014*

Leia mais

Slide 1. MP1 Micro Padrão; 3/4/2008

Slide 1. MP1 Micro Padrão; 3/4/2008 VII Seminário Rio-Metrologia Rio de Janeiro 04.08.09 Slide 1 MP1 Micro Padrão; 3/4/2008 Objetivo Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das

Leia mais

Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G -Programa BNDES P&G -

Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G -Programa BNDES P&G - Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G -Programa BNDES P&G - Departamento da Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás - Área de Insumos Básicos Departamento Regional Sul Gabinete da Presidência (GP/DESUL) Abril

Leia mais

BNDES - Apresentação Institucional. Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014

BNDES - Apresentação Institucional. Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014 BNDES - Apresentação Institucional Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade

Leia mais

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009 CAFÉ COM CRÉDITO Santo André - SP 06 de outubro de 2009 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Bens de

Leia mais

Hospital Unimed de Piracicaba. Investimentos + Fontes Financiamentos

Hospital Unimed de Piracicaba. Investimentos + Fontes Financiamentos Hospital Unimed de Piracicaba Investimentos + Fontes Financiamentos Base: 06/2007 Fontes de Financiamentos: BIRD Banco Mundial BID Banco do Brasil BNDES FINEP Ex Im Bank Crédito Mobiliário Bancos Privados.

Leia mais

As quatro etapas para adquirir seu imóvel em 30 dias. Ministrante: Anderson Rentes

As quatro etapas para adquirir seu imóvel em 30 dias. Ministrante: Anderson Rentes As quatro etapas para adquirir seu imóvel em 30 dias Ministrante: Anderson Rentes Ementa 1-Dinheiro á Vista 2-Finciamento 3-Consórcio 4-Construção Dinheiro á vista Dinheiro á Vista Maior preferência do

Leia mais

III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasilia, 7 a 9 de abril de 2015.

III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasilia, 7 a 9 de abril de 2015. III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasilia, 7 a 9 de abril de 2015. Apoio Específico aos Municípios Linha de Financiamento para Modernização

Leia mais

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011 Apoio às MPMEs Sorocaba/SP 30 de novembro de 2011 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Infra-estrutura

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga. São Paulo - SP 16.abr.2015

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga. São Paulo - SP 16.abr.2015 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga São Paulo - SP 16.abr.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte

Leia mais

Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável. Financiamento do Desenvolvimento Regional

Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável. Financiamento do Desenvolvimento Regional Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável Financiamento do Desenvolvimento Regional Desenvolvimento Regional Sustentável - DRS Visão Participativa - Concertação BB Associações Universidades Região Empresas

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio à Aquisição de Bens de Capital Usados BNDES BK Usados

Ass.: Programa BNDES de Apoio à Aquisição de Bens de Capital Usados BNDES BK Usados Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 60/2012-BNDES Rio de Janeiro, 28 de setembro de 2012. Ref.: BNDES Finame e BNDES Finame Leasing Ass.: Programa BNDES de Apoio à Aquisição

Leia mais

1 MANUAL PROGEREN MANUAL PROGEREN

1 MANUAL PROGEREN MANUAL PROGEREN 1 MANUAL PROGEREN MANUAL PROGEREN O PRODUTO O Progeren é uma linha de crédito para capital de giro, disponibilizada pelo BNDES e repassada pelo BDMG, e está disponível pela plataforma Web do Banco (BDMGWeb).

Leia mais

3. CNAE E FATURAMENTO: 3.1. CNAE Principal (Código e Descrição da Atividade Econômica Principal, conforme CNPJ):

3. CNAE E FATURAMENTO: 3.1. CNAE Principal (Código e Descrição da Atividade Econômica Principal, conforme CNPJ): BNDES/GOIÁSFOMENTO CARTA-CONSULTA 1. RESUMO DA OPERAÇÃO PROPOSTA: 1.1. Sobre a Empresa 1.1.1. Empresa/Proponente: 1.1.2. Objetivo Social: 1.1.3. Localização do Empreendimento Proposto (município): 1.2.

Leia mais

Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES

Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES Encontro Provedores Regionais Bauru BNDES / P&D Brasil Luís Otávio Reiff Assessor da Presidência BNDES/GP Brasília, 17 Novembro de 2015 Histórico Programa

Leia mais

Seminário Climatização & Cogeração a Gás Natural

Seminário Climatização & Cogeração a Gás Natural Seminário Climatização & Cogeração a Gás Natural Linhas de Financiamentos - BNDES 12 de julho de 2012. Nelson Granthon Barata Gerente Departamento de Fontes Alternativas de Energia Área de Infraestrutura

Leia mais

Apoio do BNDES Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Hospitalares e Odontológicos

Apoio do BNDES Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Hospitalares e Odontológicos Apoio do BNDES Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Hospitalares e Odontológicos Seminário Internacional sobre Diretivas RoHS e WEEE Brasília, 08 de fevereiro de 2011 Complexo Industrial da Saúde

Leia mais

BRDE Soluções para o. Próprios. Paulo Cesar Starke Junior Superintendente Juliana Souza Dallastra Gerente de Planejamento

BRDE Soluções para o. Próprios. Paulo Cesar Starke Junior Superintendente Juliana Souza Dallastra Gerente de Planejamento BRDE Soluções para o Financiamento de Recursos Paulo Cesar Starke Junior Superintendente Juliana Souza Dallastra Gerente de Planejamento 2 Onde conseguir recursos UOL 03/09/2013 A resposta é a mais óbvia

Leia mais

MILTON LUIZ DE MELO SANTOS Diretor Presidente

MILTON LUIZ DE MELO SANTOS Diretor Presidente MILTON LUIZ DE MELO SANTOS Diretor Presidente Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de longo

Leia mais

Objetivo. Apoiar as Micro, Pequenas e Médias. Empresas (MPMEs) de forma ágil com uma. linha de crédito automática e pré-aprovada

Objetivo. Apoiar as Micro, Pequenas e Médias. Empresas (MPMEs) de forma ágil com uma. linha de crédito automática e pré-aprovada Objetivo Apoiar as Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs) de forma ágil com uma linha de crédito automática e pré-aprovada Ambiente de Negócios Como funciona? Compradores MPMEs Fornecedores Credenciados

Leia mais

A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado

A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado INOVAR PARA CRESCER QUEM SOMOS A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo. Atua como banco de desenvolvimento apoiando financeiramente às iniciativas que estimulam o crescimento

Leia mais

CIRCULAR N 12/2009. Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES

CIRCULAR N 12/2009. Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES CIRCULAR N 12/2009 Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de 2009 Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES O Superintendente da Área de Operações Indiretas, consoante Resolução

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item Crédito Rural

Conhecimentos Bancários. Item Crédito Rural Conhecimentos Bancários Item 2.2.7- Crédito Rural Conhecimentos Bancários Item 2.2.7- Crédito Rural Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR) Normas BACEN Conhecimentos Bancários Item 2.2.7- Crédito Rural

Leia mais

Apoio do BNDES às Exportações

Apoio do BNDES às Exportações Apoio do BNDES às Exportações ABINEE São Paulo outubro/2015 Classificação: Documento Ostensivo - Unidade Gestora AEX Objetivos Objetivos Apoiar a exportação de bens e serviços de alto valor agregado; Aumentar

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 Institui linha de crédito denominada PROGER Urbano Micro e Pequena Empresa Capital de Giro, no âmbito do Programa de Geração

Leia mais

BRADESCO Nicho Educação

BRADESCO Nicho Educação Apresentação Diretoria Executiva BRADESCO Nicho Educação 10 e 11/10/2016 17.set 73 anos de experiência no Setor Financeiro Segmentação Rede de Distribuição e Presença Regional Plataformas de Distribuição

Leia mais

O empreendedor poderá permanecer com no máximo duas operações ativas.

O empreendedor poderá permanecer com no máximo duas operações ativas. 1 CONDIÇÕES GERAIS: Poderá ser financiada qualquer atividade produtiva urbana e as atividades relacionadas a ganhos complementares de renda realizados no meio rural. Ex.: Artesanato, turismo rural, agroindústria,

Leia mais

SOLUÇÕES CAIXA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL. Crédito Imobiliário Produtos e Serviços Comerciais

SOLUÇÕES CAIXA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL. Crédito Imobiliário Produtos e Serviços Comerciais SOLUÇÕES CAIXA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL Crédito Imobiliário Produtos e Serviços Comerciais Outubro/2016 Cenário Balanço PMCMV 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 TOTAL MCMV 286.305 718.823 508.199 798.749

Leia mais

Financiamentos à Inovação Agência do Rio Grande do Sul

Financiamentos à Inovação Agência do Rio Grande do Sul Porto Alegre - 2016 Financiamentos à Inovação Agência do Rio Grande do Sul Estados-sócios BRDE É uma instituição pública de fomento, constituída como banco de desenvolvimento. Área de Atuação PRESENÇA

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES

Solicitando o Cartão BNDES Solicitando o Cartão BNDES Atualizado em 04/05/2011 Pág.: 1/18 Introdução Este manual destina-se a orientar as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) na solicitação do Cartão BNDES no Portal de Operações

Leia mais

FGO E FGI fundos garantidores de risco de crédito. Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar

FGO E FGI fundos garantidores de risco de crédito. Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar FGO E FGI fundos garantidores de risco de crédito Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar BRASÍLIA, 2016 FGO E FGI fundos garantidores de risco de crédito Como as micro, pequenas

Leia mais

Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae)

Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae) Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae) Fonte das informações desta apresentação: PESQUISAS Bancarização das MPE, (nov/15) 6.005 entrevistas Financiamento dos Pequenos Negócios no

Leia mais

PROGRAMA GAÚCHO DE MICROCRÉDITO

PROGRAMA GAÚCHO DE MICROCRÉDITO PROGRAMA GAÚCHO DE MICROCRÉDITO O governo do Estado do Rio Grande do Sul em conjunto com o Banrisul, e suas Secretarias de Estado, está instituindo o Programa Gaúcho de Microcrédito, conforme o Decreto

Leia mais

Orientação ao Lojista

Orientação ao Lojista BB CRÉDITO MATERIAL CONSTRUÇÃO Orientação ao Lojista Agosto 2008 Índice 1. Para sua Empresa 1.1 O que é?. 02 1.2 Quais são as características do BB Crédito Material Construção? 02 1.3 Quais são as vantagens

Leia mais

O BNDES mais perto de você. abril de 2009

O BNDES mais perto de você. abril de 2009 O BNDES mais perto de você abril de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Apoio ao mercado

Leia mais

Departamento de Bens de Capital - BNDES O Apoio do BNDES ao Setor de Bens de capital

Departamento de Bens de Capital - BNDES O Apoio do BNDES ao Setor de Bens de capital Departamento de Bens de Capital - BNDES O Apoio do BNDES ao Setor de Bens de capital 12º Encontro da Cadeia de Ferramentas, Moldes e Matrizes - MOLDES ABM Agosto de 2014 Importância do investimento na

Leia mais

Seminário Investimentos em BIODIESEL

Seminário Investimentos em BIODIESEL Seminário Investimentos em BIODIESEL João Carlos Cavalcanti Superintendente da Área de Infra-estrutura do BNDES 16 de março de 2006 Agenda BNDES Formas de Atuação Programa de Financiamento para BNDES Formas

Leia mais

BRDE ENERGIA. Linhas de financiamento para geração de energia e eficiência energética

BRDE ENERGIA. Linhas de financiamento para geração de energia e eficiência energética BRDE ENERGIA Linhas de financiamento para geração de energia e eficiência energética Felipe Castro do Couto: Gerente de Planejamento - BRDE Santa Catarina Um pouco de BRDE Banco público de fomento, criado

Leia mais

Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças, Partes e Componentes de Fabricação Nacional, por Fabricantes de Bens de Capital BNDES Finame Componentes

Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças, Partes e Componentes de Fabricação Nacional, por Fabricantes de Bens de Capital BNDES Finame Componentes CIRCULAR Nº 49/2011 Rio de Janeiro, 22 de novembro de 2011 Ref.: Ass.: Produto BNDES Finame Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças, Partes e Componentes de Fabricação Nacional, por Fabricantes de

Leia mais

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG www.bndes.gov.br LINHAS DE CRÉDITO BNDES Automático

Leia mais

BNDES FGI Fundo Garantidor para Investimentos. Dezembro de 2011

BNDES FGI Fundo Garantidor para Investimentos. Dezembro de 2011 BNDES FGI Fundo Garantidor para Investimentos Dezembro de 2011 Contexto Solicitação de financiamento MPME Exigência de garantias Agente Financeiro BNDES FGI Atua como complementador de garantias para o

Leia mais

Parque Tecnológico de Botucatu Junho / 2015

Parque Tecnológico de Botucatu Junho / 2015 Parque Tecnológico de Botucatu Junho / 2015 São Paulo Inova O Programa São Paulo Inova é uma iniciativa do Estado de São Paulo para apoiar empresas paulistas de base tecnológica e de perfil inovador em

Leia mais

PROMOÇÃO SEMANA CONSTRUCARD. Julho 2015

PROMOÇÃO SEMANA CONSTRUCARD. Julho 2015 PROMOÇÃO SEMANA CONSTRUCARD Julho 2015 Brasília, Nov/2016 Produto Pessoa Física Convênio com Lojistas Parcerias Julho 2015 CONSTRUCARD CAIXA O que é? Linha de crédito destinada a financiar mediante o uso

Leia mais

Fecomercio BNDES R$ 1 bilhão R$ 9 bilhões

Fecomercio BNDES R$ 1 bilhão R$ 9 bilhões A Fecomercio oferece novo serviço para micro e pequenas empresas terem acesso às linhas do BNDES. Nos últimos dez anos, o volume de créditos destinados pelo Banco às micro e pequenas empresas subiu de

Leia mais

Programa BB-Florestal. Banco do Brasil S.A. -- Superintendência Estadual de Minas Gerais

Programa BB-Florestal. Banco do Brasil S.A. -- Superintendência Estadual de Minas Gerais Programa BB-Florestal Programa BB-Florestal Momento atual produto x demanda disponibilidade de recursos naturais alta tecnologia das empresas do setor mercado consumidor diversificado questão ambiental

Leia mais

AGÊNCIA DO PARANÁ SEMINÁRIO INOVATEC LONDRINA AGOSTO/14. Parceria BRDE / FIEP / SEBRAE

AGÊNCIA DO PARANÁ SEMINÁRIO INOVATEC LONDRINA AGOSTO/14. Parceria BRDE / FIEP / SEBRAE AGÊNCIA DO PARANÁ SEMINÁRIO INOVATEC LONDRINA AGOSTO/14 Parceria BRDE / FIEP / SEBRAE . Fundação: 1961. AGÊNCIA PARANÁ. Perfil jurídico: Autarquia. Primeiro agente financeiro credenciado a repassar Linhas

Leia mais

A atuação do BNDES na Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Odontológicos e Hospitalares

A atuação do BNDES na Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Odontológicos e Hospitalares A atuação do BNDES na Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Odontológicos e Hospitalares 1º CIMES São Paulo, abril 2012 Agenda Complexo Industrial da Saúde A Indústria de EMHO Desafios e propostas

Leia mais

Alternativas de financiamento para a energia solar fotovoltaica no Brasil

Alternativas de financiamento para a energia solar fotovoltaica no Brasil Alternativas de financiamento para a energia solar fotovoltaica no Brasil FRANcisco José Araújo BEZERRA Superintendente de Políticas de Desenvolvimento BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. Área de atuação

Leia mais

PROFARMA Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde

PROFARMA Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde Banco Nacional de Desenvolvimento Econômco e Social - BNDES PROFARMA Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde Belo Horizonte dezembro/2007 1 Aprovado em maio / 2004 MACRO-OBJETIVO

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba - SP 08/10/2013

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba - SP 08/10/2013 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba - SP 08/10/2013 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

Junho de Modelos de Financiamento aos Projetos de Energia Renovável

Junho de Modelos de Financiamento aos Projetos de Energia Renovável Junho de 2016 Modelos de Financiamento aos Projetos de Energia Renovável Líderes em Renováveis Investimentos em 2014 3 Source: Renewables 2015 Global Status Report (year base: 2014) Participação das renováveis

Leia mais

BNDES e o apoio à Infraestrutura. Agosto de 2016

BNDES e o apoio à Infraestrutura. Agosto de 2016 BNDES e o apoio à Infraestrutura Agosto de 2016 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952. Empresa pública de propriedade integral da União. Instrumento chave para implementação da política industrial,

Leia mais

A seguir são definidos os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem observados na presente Linha.

A seguir são definidos os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem observados na presente Linha. á~bndes Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AO! CIRCULAR SUP/AOI W 03/2017-BNDES Rio de Janeiro, 24 de janeiro de 2017 Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Linha BNDES para Composição de Dívidas-

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Vitória ES 08/04/2015

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Vitória ES 08/04/2015 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Vitória ES 08/04/2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2014 1,14

Leia mais

BRITCHAM - CORPORATE DAY

BRITCHAM - CORPORATE DAY BRITCHAM - CORPORATE DAY PAINEL 4 - FINANCIAMENTO Antonio Giglio Neto 23 de março de 2016 SUMÁRIO DA APRESENTAÇÃO I O Papel do Mercado Financeiro e de Capitais na Atividade Econômica II Legislação Relevante

Leia mais

BNDES e o Apoio ao Setor de P&G. André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014

BNDES e o Apoio ao Setor de P&G. André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014 BNDES e o Apoio ao Setor de P&G André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014 BNDES BNDES Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Instrumento chave

Leia mais

Linhas de Financiamento para a Construção Civil

Linhas de Financiamento para a Construção Civil Linhas de Financiamento para a Construção Civil Câmara Brasileira da Indústria de Construção 16 de dezembro de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da

Leia mais

Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet. Marabá / PA 15 de abril de 2014

Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet. Marabá / PA 15 de abril de 2014 Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet Marabá / PA 15 de abril de 2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

QUEM SOMOS MISSÃO EMPRESAS BENEFICIÁRIAS

QUEM SOMOS MISSÃO EMPRESAS BENEFICIÁRIAS QUEM SOMOS A Nossa Caixa Desenvolvimento S/A é a Agência de Fomento do Estado de São Paulo e se caracteriza como uma instituição financeira, por isso, segue a regulamentação do Banco Central. A Nossa Caixa

Leia mais

Formas de apoio do BNDES

Formas de apoio do BNDES Formas de apoio do BNDES ABIMAQ São Paulo/SP 16 de junho de 2011 BNDES FGI Fundo Garantidor para Investimentos Contexto BNDES FGI - Fundo Garantidor para Investimentos Micro, Pequena e Média Empresa Solicitação

Leia mais

Apoio à Inovação. Novembro 2009

Apoio à Inovação. Novembro 2009 Apoio à Inovação Novembro 2009 Agenda O BNDES Inovação Política de Inovação do BNDES Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas Programas Fundos Produtos Prioridades 1950 1960 1970 1980 1990 Infra-estrutura

Leia mais

Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT

Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT O cadastro da Light é feito exclusivamente on line, através do Portal de Fornecedores com apoio do Sistema Websupply. Não há recebimento de documentação

Leia mais

Mecanismos de Financiamento para a Indústria de P&G. Helena Tenório. Chefe do Departamento de Programas e Políticas do BNDES. 2 de julho de 2008

Mecanismos de Financiamento para a Indústria de P&G. Helena Tenório. Chefe do Departamento de Programas e Políticas do BNDES. 2 de julho de 2008 Mecanismos de Financiamento para a Indústria de P&G Helena Tenório Chefe do Departamento de Programas e Políticas do 2 de julho de 2008 Parceria Petrobras INVESTIMENTO FINANCIAMENTO Desenvolvimento da

Leia mais

Produtos Aquisição Residencial e Comercial

Produtos Aquisição Residencial e Comercial Negócios Imobiliários São Paulo, Março de 2016 Produtos Aquisição Residencial e Comercial Leilão de Imóveis Guia Rápido Condições Produtos de Crédito Imobiliário Residenciais Condições gerais do produto

Leia mais

Novas políticas OPERACIONAIS. Condições Financeiras

Novas políticas OPERACIONAIS. Condições Financeiras Novas políticas OPERACIONAIS Condições Financeiras Destaques Ampliação de ACESSO AO CRÉDITO Ampliação de ACESSO A GARANTIAS Ampliação de ACESSO A CAPITAL DE GIRO com operações diretas (sem intermediação

Leia mais

Banco inovador, parceiro do cliente em soluções financeiras, para. empresas comprometidas com a geração de oportunidades e o

Banco inovador, parceiro do cliente em soluções financeiras, para. empresas comprometidas com a geração de oportunidades e o ABIMAQ Maio de 2014 BDMG Missão: Banco inovador, parceiro do cliente em soluções financeiras, para empresas comprometidas com a geração de oportunidades e o desenvolvimento sustentável de Minas Gerais.

Leia mais

7º Gestão das Cidades

7º Gestão das Cidades 7º Gestão das Cidades INVESTIMENTO PRODUTIVO NOS MUNICÍPIOS Vitória, 21 de novembro de 2012 Walsey de Assis Magalhães O BNDES e a Administração Pública Objetivo estratégico: redução das desigualdades regionais

Leia mais