Programa Preliminar. Programa Social

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa Preliminar. Programa Social"

Transcrição

1 23 a 26 de julho de Windsor Barra Hotel - Rio de Janeiro - RJ Programa Preliminar & Programa Social Prezado (a) Colega, Faltando 40 dias para o início do XVIII Congresso da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, que será realizado de 23 a 26 de julho, no Windsor Barra Hotel, temos a satisfação de divulgar o Programa Preliminar, que abrange praticamente todas as áreas da especialidade, e o Programa Social do evento. Temos 20 palestrantes internacionais da América Latina, Europa, EUA e Líbano. Cinco médicos de outras especialidades, que atestam a importância do exame oftalmológico no diagnóstico precoce de doenças sistêmicas. Fórum de residentes com outro formato. E uma noite de confraternização para darmos boas risadas com a stand-up comedy de Leandro Hassum - Lente de Aumento. Foi um verdadeiro mutirão, um tour de force, como diriam nossos colegas franceses. Mas era nosso compromisso de honra entregar a você o maior número possível de informações para que possa confirmar a abrangência desse nosso encontro, cujo tema oficial, Oftalmologia com Foco no Paciente resume nossa proposta. Contamos com sua presença. Programado para 10 dias depois do final da Copa do Mundo, os hotéis do congresso estão com as reservas bloqueadas para nosso evento, mas é importante que você confirme sua presença o quanto antes. Comissão Organizadora Programa Preliminar dos dias 23 a 26/7 Programa Social dos dias 24 e 25/7 Convidados internacionais e de doenças sistêmicas Hospedagem, não saia da Barra da Tijuca Páginas 6 a 11 Páginas 2 e 5 Páginas 3 e 4 Página 12 Inscrição para temas livres pelo site do congresso até 15 de julho com premiação de R$2.000,00 para o melhor tema livre e melhor pôster Patrocinador Diamante

2 2 Programa Preliminar & Programa Social Programa Social - Todas as atividades serão no Windsor Barra Hotel Dia 24 de Julho de Quinta-feira 18:30 - Cerimônia Oficial de Abertura do XVIII Congresso Internacional Entrega do 42º Prêmio Varilux: categoria Master - Karine Feitosa Ximenes (CE) O papel da Membrana de Descemet na Patogenia do Edema Corneano após Cirurgia de Segmento Anterior categoria Senior - Bernardo Teixeira Lopes (RJ) Detecção da Forma Frusta de Ceratocone com Utilização de Árvore de Decisão Automatizada categoria Incentivo à Pesquisa: Refração - Fábio Henrique da Silva Ferraz (SP) Perfil de Distribuição dos Erros Refracionais no Sul do Centro-Oeste do Estado de São Paulo Homenagem ao Médico Oftalmologista Homenagem Personalidades da Oftalmologia Após a Cerimônia Oficial de Abertura, Coquetel de Botequim e Happy Hour SBO Você É Show 3 Dia 25 de julho de Sexta-feira 19:00 - Coquetel 20:00 - Stand-up Comedy Lente de Aumento - Leandro Hassum Depois da Cerimônia de Abertura, no próprio Windsor Barra Hotel, todos estão convidados para o Coquetel de Botequim, onde serão servidos acepipes típicos, veja cardápio ao lado. Com direito à versão 3 do SBO Você É Show! Sucesso nos congressos de 2011 e 2012, SBO Você É Show está de volta, mostrando a face oculta de nossos oftalmologistas. Quem diria que, além de competentes profissionais, temos ótimos cômicos, contadores de piadas, músicos, cantores, dançarinos! A veia artística corre fértil no terreno da oftalmologia. SBO Você É Show 3 aceita inscrições sem testes. Você sabe cantar, dançar, contar piadas, é violinista, flautista, cavaquinista, saxofonista, não importa, o importante é se inscrever e participar. A SBO garante boa platéia! Participe, convide seus amigos e admiradores. Você terá seus 10 minutos de fama sob a luz dos holofotes e se sentirá astro/estrela no firmamento da oftalmologia e, quem sabe, alçará vôos mais altos. No palco iluminado do Botequim do Windsor Barra Hotel, sua estrela vai brilhar, participe do SBO Você É Show 3. Revele sua veia artística para uma platéia selecionada, a dos amigos do XVIII Congresso Internacional. Canapés frios Ovos de codorna com molho Rosé Queijo Aperitivo com Legumes Canapés Quentes - servidos em rechaud Batata calabreza Linguiça aperitivo Filezinho aperitivo Canapés quentes - servidos volante Mini pastéis de queijo Mini pastéis de palmito Empadinha de carne seca Bolinho de aipim com carne moída Estação de caldos Caldinho de feijão Caldinho de baroa (acompanhados de cebolinha, salsinha e torresmo) Bebidas Cardápio Água mineral com e sem gás Suco de frutas Refrigerantes Cerveja nacional Estação de caipirinha

3 Programa Preliminar & Programa Social 3 Palestrantes internacionais confirmados América Latina (Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai), Europa (França, Itália e Portugal), Estados Unidos e Oriente Médio (Líbano) participam do XVIII Congresso Internacional da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, de 23 a 26 de julho, no Windsor Barra Hotel. São um total de 20 palestrantes internacionais já confirmados: 7 da América Latina, 10 da Europa, 1 dos Estados Unidos e 2 do Líbano. No dia 24/7, os Simpósios Internacionais: Condutas em Oftalmologia reunirão Brasil, França, Itália e Portugal. No dia 25/7, os Simpósios Internacionais: Condutas em Oftalmologia terão a participação do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai e Líbano. Dos 20 palestrantes, 8 são presidentes das respectivas especialidades: Pablo Daponte, Conselho Argentino de Oftalmologia; Fábian Lerner, Sociedade Argentina de Oftalmologia; Verónica Azócar Gabe, Sociedade Chilena de Oftalmologia; Walter Timcke, Sociedade Paraguaia de Oftalmologia; Martín Sánchez, Associação Uruguaia de Oftalmlogia; Jean-François Korobelnik, Sociedade Francesa de Oftalmologia;e Matteo Piovella, Sociedade Italiana de Oftalmologia. Confira a participação de cada um no Programa Preliminar, páginas 6, 7, 8, 9, 10 e 11. ARGENTINA CHILE EUA Pablo Daponte Presidente da CAO Julio Manzitti (CAO) Fábian Lérner Presidente da SAO Óscar Mallo (SAO) Verónica Azócar Gabe Presidente da SOCHIOF Emmett Cunningham FRANÇA Jean-François Korobelnik Presidente da SFO Christophe Baudouin Hélène Proust Marc de Smet ITÁLIA LÍBANO Matteo Piovella Presidente da SOI Teresio Avitabile Dimitri Dementiev Luca Gualdi Charbel Fahed David Fahd PARAGUAI PORTUGAL URUGUAI Walter Timcke Presidente da SPO Paulo Torres Presidente da SPO Mun de Faria Martín Sánchez Presidente da ASUO

4 4 Programa Preliminar & Programa Social Palestrantes doenças sistêmicas Os Simpósios Doenças Sistêmicas e Olho e Importância do Exame Oftalmológico nas Doenças Sistêmicas, com a participação de clínico-cardiologista, endocrinologistas, infectologista, neurocirugião e reumatologista, no dia 25/7, são destaque no XVIII Congresso. Para as Comissão Organizadora e Comissão Científica, a participação de colegas de outras especialidades reforça o conceito do trabalho multidisciplinar, que permite o diagnóstico precoce de inúmeras doenças não só oculares. O que pensam os colegas: O diagnóstico de doenças endócrinas, em muitas ocasiões, é realizado por oftalmologistas bem treinados, quando priorizam um atendimento integral ao paciente. Durante uma consulta oftalmológica de rotina, o médico oftalmologista experiente observa, por exemplo, alguns sintomas e sinais de oftalmopatia de Graves, tais como, a retração palpebral, a proptose e sinais inflamatórios (inchaço, vermelhidão e dor ocular). Maite Chimeno-Endocrinologista - Médica especialista em endocrinologia e metabologia, professora do curso de pós-graduação do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE), endocrinologista do Programa de Diabetes de Duque de Caxias. Como clínico-cardiologista, vejo com muita importância a participação em um evento oftalmológico, pois nos olhos, através de um simples exame de olho, encontramos muitas respostas às doenças sistêmicas que escolhem este órgão como alvo de suas agressões, mormente a hipertensão arterial e o diabetes. Como sabemos, as doenças cardiovasculares matam de 300 a 400 mil brasileiros por ano. Serafim Borges-Clínico-cardiologista: Especialista em cardiologia e medicina do esporte, médico do Instituto Estadual de Cardiologia, médico do Clube de Regatas do Flamengo e da seleção brasileira de futebol. A atuação multidisciplinar com a neurocirurgia promete ser uma experiência ímpar durante o XVIII Congresso Internacional. Destacaria às seguintes sintomatologia e respectivas causas, como pontos importantes, aos quais devem, neurocirurgiões e oftalmologistas, estar atentos: 1-diplopia (imagem dupla binocular)- causa neurológica; 2- diplopia monocular- oftalmológica; 3- anisocoria (pupilas de diferentes diâmetros)- neurológica ou oftalmológica; 4-anisocoria com reflexo consensual presentelesão do nervo óptico ipsilateral; 4-papiledemia-neurológica ou oftalmológica; 6-ptose palpebral- neurológica; 7-lagoftalmia- neurológica; 8-paralisias oculares extrínsecas- neurológicas; 9-hemianopsias-neurológicas (homônimas-encefálicas, retroquiasmáticas, heterônimas bitemporais- quiasma óptico); 10- quadrantoanopsias-neurológicas retroquiasmáticas. Paulo de Carvalho- Neurocirurgião - Professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), membro da Academia Brasileira Militar de Medicina. Turismo no centro da cidade O assim chamado centro cultural do Rio de Janeiro começa na Praça Mauá, estendendo-se até a Cinelândia. São inúmeros os prédios históricos que merecem uma visita- a cidade foi a única capital imperial da América do Sul ( ), além de ter sido esculpida por artistas franceses vindos com a chamada Missão Francesa em No entanto, para quem não dispõe de muito tempo, duas visitas são imperdíveis: o Theatro Municipal e o Centro Cultural Banco do Brasil, que está sediando até o dia 22 de setembro a maior retrospectiva de Salvador Dali na América Latina. A mostra reúne 150 obras do artista catalão, mestre do surrealismo. Apresenta também o lado escultor de Salvador Dali, talvez o primeiro artista plástico que usou e abusou do marketing, desde na sua figura, reconhecida imediatamente pelos longos bigodes, as costeletas, sobrancelhas e olhos, até nos temas iconoclastas de muitos dos seus quadros. Quem for à exposição, aberta de quarta a segunda, das 9 às 21 horas, poderá conferir também a contribuição de Dali para o cinema: os filmes O cão andaluz e A idade do ouro, respectivamente de 1929 e 1930, dirigido por Luís Buñuel. E Quando fala o coração, 1945, de Alfred Hitchcock, cujas cenas de sonho foram desenhadas pelo artista. Os filmes serão exibidos dentro do espaço da exposição, mostrando um pouco do universo onírico, surreal de Dali. O Theatro Municipal, que fica no extremo oposto do Centro Cultural, já na Cinelândia, é palco dos melhores espetáculos de dança, balé e música da cidade. Mas só uma visita guiada às instalações já vale o deslocamento da Barra da Tijuca. Inaugurado em 1909, como parte do conjunto arquitetônico das obras de reurbanização da cidade, e abertura da Av. O diabetes é a principal causa de cegueira de adultos nos países desenvolvidos. Além disso, o Diabetes tipo 2 é uma doenças assintomática, desta forma não é incomum o indivíduo apresentar ao exame oftalmológico sinais de retinopatia diabética antes mesmo de descobrir seu diagnóstico de diabetes. Da mesma forma é fundamental que o clínico tenha em sua rotina o encaminhamento ao oftalmologista do paciente com Diabetes tipo 2 tão logo seja feito o diagnóstico pelo risco de já apresentar alterações oftalmológicas assintomáticas. Rosane Kupfer-Endocrinologista - Chefe do Serviço de Diabetes do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE), tesoureira geral da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes. Doenças que acometem primariamente as articulações podem resultar em múltiplos achados em diferentes órgãos e aparelhos. Da mesma forma, enfermidades sistêmicas têm repercussões no sistema osteoarticular. Dessa forma, o entrosamento entre as diferentes especialidades, como é o caso da oftalmologia com a reumatologia, é de enorme importância no diagnóstico precoce de diversas enfermidades, oferecendo maiores possibilidades terapêuticas e minimizando sequelas. Saliente-se também a repercussão oftalmológica de medicamentos prescritos por reumatologistas. Mauro Golfarb- Reumatologista - Chefe do setor de Reumatologia do (HFSE), professor titular da Faculdade de Medicina da Unesa e professor livre-docente em reumatologia da UNIRIO. A colaboração entre médicos de diferentes especialidades é de suma importância para o diagnóstico de várias doenças. Por isso acredito que seja importante a integração das diferentes sociedades médicas e a participação de especialistas de outras áreas nos congressos de especialidades. Como infectologista, acho muito interessante, pois em várias doenças infecciosas, como o citomegalovírus, tema de uma das minhas participações no encontro, a manifestação ocular ocorre no início da doença e pode levar a um diagnóstico precoce, antes de manifestações mais graves. Associadas a outros sinais e sintomas sistêmicos ajudam a definir o diagnóstico etiológico de doenças sistêmicas. Alberto Chebabo- Infectologista - Chefe do Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho-UFRJ, infectologista do Laboratório Diagnósticos da América-DASA, e presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro. Central, hoje Rio Branco, o Theatro Municipal, praticamente uma réplica da Ópera de Paris, tem uma forte presença do único pintor impressionista brasileiro: Eliseu Visconti. São de sua autoria o majestoso pano de boca (maior tela já pintada no Brasil), teto sobre a platéia (plafond) e friso sobre o palco (proscênio). Também de Eliseu Visconti são as pinturas do foyer do teatro (teto e painéis laterais), consideradas uma obra prima da pintura decorativa no Brasil. São do pintor Rodolfo Amoedo as oito pinturas nas paredes laterais da rotunda do foyer, e de Henrique Bernardelli as pinturas dos tetos das duas rotunda. No subsolo do Theatro Municipal funciona o restaurante Assirius, que abre para pequenos lanches e coquetéis nos dias de espetáculo. A decoração, com pinturas em relevo, estilo da Assíria, uma das primeiras civilizações da Antiguidade, por si só vale uma visita. Já na entrada do Centro Cultural do Banco do Brasil, na Rua Primeiro de Março, 66, quase na Praça Mauá, o cartaz da exposição Salvador Dali Fotos divulgação Fachada do Theatro Municipal, uma réplica da Ópera de Paris, e visão geral da platéia, com os camarotes e frisas nas laterais. A decoração suntuosa remete à Belle Époque, período em que o Theatro foi construído. Reformado, manteve o projeto original, mas com todas as inovações necessárias a uma casa de espetáculos moderna No saguão de entrada, banner da exposição. Imagem reproduz o artista com seus famosos bigodes retorcidos, sua marca registrada

5 Programa Preliminar & Programa Social 5 Noite de confraternização Stand-up comedy Lente de Aumento na noite de confraternização dia 25/7 rir, sempre é bom Quem não gosta de rir? A risada, a gargalhada são contagiantes. Foi dentro desse espírito, de alegria e congraçamento, que a organização do XVIII optou pela apresentação de uma stand-up comedy na noite de confraternização. Espetáculo de humor executado Seja na TV, no teatro, ou no cinema, Leandro Hassum é, sem dúvida, um dos maiores comediantes da atualidade. Nascido e criado na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, sua stand-up comedy Lente de Aumento, sucesso de público e de crítica, é o show da noite de confraternização do XVIII Congresso Internacional da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, dia 25 de julho, a partir das 19 horas, no próprio Windsor Barra Hotel. Naturalmente divertido e dono de raciocínio rápido, ele mostra sua versatilidade e habilidade para entreter e divertir o público de todas as idades. Para Leandro, o sucesso nas telinhas veio no Zorra Total e se consolidou no programa Os Caras de Pau, ambos exibidos pela Rede Globo, seguidos de O Dentista Mascarado e Divertics. Nos palcos, Leandro iniciou uma parceria vitoriosa ao lado de Marcius Melhem no consagrado Nós na Fita, e no infantil Nós no Tempo, que ganhou o Prêmio Zilka Sallaberry de Teatro Infantil. Também no mundo virtual, encontramos Leandro Hassum se aventurando e dublando o game Allods Online, onde dá vida a um ser de uma raça estranha chamada Gibberlings. Já nas telonas do cinema, teve a oportunidade de atuar em grandes sucessos de bilheteria, além de dublar o hamster Rhino no desenho animado Bolt- O Supercão, produção da Disney, o personagem principal da animação Meu Malvado Favorito, o adorável Gru, e o Peru Jake na animação Bons de Bico. Em 2012 estreou no cinema brasileiro com o personagem Tino, no filme Até que a Sorte nos Separe, maior bilheteria do ano. Em 2013, com a continuação da franquia, outro recorde, o de lançamento nacional com maior número de cópias em todo o país. por apenas um comediante, que se apresenta geralmente em pé (daí o termo stand-up), sem acessórios, cenários, caracterização, personagem. O texto é sempre original, construído a partir de observações do dia a dia e do cotidiano. Leandro Hassum na stand-up comedy Lente de Aumento, seu primeiro espetáculo solo. A veia cômica ele exercita desde a época da escola primária, entre colegas. Incentivado por uma professora, sua mãe o levou para uma escolinha de teatro. Assim que pisei no palco, sabia que era ali que seria feliz. Quem sabe uma inspiração para nossas estrelas do SBO Você É Show 3 Divulgação Turismo na Barra da Tijuca e arredores Bairro que mais cresce na cidade, abrigando uma infinidade de hotéis, a Barra da Tijuca é mais conhecida por seus prédios em condomínios, shopping centers, a praia e a lagoa. No entanto, quem se aventurar um pouco fora do tradicional, encontrará o Sítio Burle Marx, onde o famoso paisagista viveu e que até hoje funciona como escritório de seus discípulos. A vegetação exuberante e a oportunidade de conhecer as plantas exóticas cultivadas por ele valem uma visita. O Museu Casa do Pontal, considerado o maior e mais significativo museu de arte popular do Brasil, a Praia da Reserva e o Bosque da Barra, também são destaque da região, hoje já contando Sítio Burle Marx, na Estrada Burle Marx, 2019, Barra de Guaratiba, mantém até hoje o ambiente onde viveu o grande paisagista, projetista dos jardins do Aterro do Flamengo com um complexo cultural, que rivaliza com os do centro do Rio: a Cidade das Artes, projeto do francês Christian Portzampare, nova sede da Orquestra Sinfônica Brasileira. Fotos divulgação Museu Casa do Pontal, na Estrada do Pontal, 3295, Recreio dos Bandeirantes, acervo do colecionador Jacques Van Beuque reúne 8 mil peças Cidade das Artes, no Trevo das Palmeiras, na Barra da Tijuca, ampla programação de concertos, ópera, dança, música popular A Praia da Reserva, entre as praias da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes, ideal para a prática do surfe ou para ficar ao sol, sem nenhum prédio fazendo sombra. O Bosque da Barra tem ampla estrutura de lazer, cercada por muito verde e um grande lago

6 6 Programa Preliminar & Programa Social Programa preliminar 23/7 Quarta-feira 14:00-16:00 Sala 4 Biomicroscopia - exames ao vivo na lâmpada de fenda Coordenador: Fernando Oréfice (MG) 16:00 às 16:30 Coffee Break 23/7 Quarta-feira 16:30-18:30 Sala 4 biomicroscopia - exames ao vivo na lâmpada de fenda Coordenador: fernando oréfice (mg) 23/7 Quarta-feira 14:00-16:00 Sala 5 Adaptação de lentes de contato - uma tarde com Cléber Godinho Coordenadores: Cléber Godinho (MG) Lentes de contato - do básico ao avançado adaptação ao vivo 16:00 Às 16:30 Coffee Break 23/7 Quarta-feira 16:30-18:30 Sala 5 adaptação de lentes de contato - uma tarde com Cléber Godinho Coordenadores: Cléber Godinho (mg) Lentes de contato - do básico ao avançado - adaptação ao vivo 23/7 Quarta-feira 14:00-16:00 Sala 6 o passo a passo da refração ocular i Coordenadores: césar Lipener (Sp), Neusa Vidal (SP) e Marcus Safady (RJ) 14:00 Sala de exame - padronização do espaço e luminancia. Medida da acuidade visual. Correspondência entre os métodos de exame César Lipener (SP) 14:15 Anamnese: colhendo informações importantes para o exame refracional Aderbal de Albuquerque Alves (RJ) 14:30 Ergoftalmologia: melhorando o desempenho do paciente Tania Schaefer (PR) 14:45 Técnica do exame refracional - retinoscopia em faixa : da teoria à prática Marcus Safady (RJ) 15:00 Aprendendo a usar o refrator de Green - cilindro cruzado, vareta de Madox, prisma de Risley, testes da motilidade extínseca, buraco estenopéico, dissociação prismática, balanço binocular, entre outros Neusa Vidal-SP 15:45 Perguntas e respostas 16:00 ÀS 16:30 Coffee Break 23/7 Quarta-feira 16:30-18:30 Sala 6 O passo a passo da refração ocular ii Coordenadores: Valéria Homem (RJ), Ricardo Uras (SP) e Harley Bicas (SP) 16:30 Cicloplegia : quando e como Harley Bicas (SP) 16:45 Correção das ametropias : quando e como 17:00 Anisometropias : como corrigir Max Rollemberg (SE) 17:15 Correção da presbiopia : aspectos práticos da refração do presbita Celso Cunha (MT) 17:30 Materiais e tratamentos de lentes oftálmicas : o que é importante para o paciente Valéria Homem (RJ) 17:45 Verificação dos óculos : o que devemos conferir. A. Duarte (RJ) 18:00 Problemas de adaptação aos óculos: os mais frequentes e como proceder Ricardo Uras (SP) 18:15 Perguntas e respostas 23/7 Quarta-feira 14:00-15:00 Sala 7 Interpretação do campo visual: valorizando as alterações iniciais para um diagnóstico mais precoce do glaucoma Coordenadores: Diogo Lucena (Rj) e Sérgio Meirelles(Rj) 23/7 Quarta-feira 15:00-16:00 Sala 7 Oftalmoscopia indireta Coordenadores: Sérgio Fernandes (Rj) e Flávio Mac Cord (Rj) 16:00 ÀS 16:30 Coffee Break 23/7 Quarta-feira 16:30-17:30 Sala 7 Gonioscopia Coordenador: Rogério Torres (Pr) 24/7 Quinta-feira 8:30-10:30 Sala 1 Facoemulsificação de a z Coordenadores: Newton Kara-Júnior(SP) e José Beniz Neto (GO) 08:30 Quais etapas da facoemulsificação ficam mais seguras com o laser de femtosegundo Armando Crema (RJ) 08:45 Técnicas de incisão e substâncias viscoelásticas Bruno Trindade (MG) 09:00 Dicas para a realização da capsulorrexe João Marcelo Lyra (AL) 09:15 Hidrodissecção e delineação: benefícios e riscos Marcelo Freitas (BA) 09:30 Recursos do facoemulsificador: aspiração, irrigação, vácuo e sistema anti-surge Newton Kara-Júnior (SP) 09:45 Técnica de fratura nuclear: dividir e conquistar Arthur Batalha (RJ) 10:00 Técnica de fratura nuclear: chop vertical versus chop horizontal José Beniz Neto (GO) 10:15 Técnicas pré-fratura Marco Rey de Faria (RN) 24/7 Quinta-feira 11:00-13:00 Sala 1 Facoemulsificação de a z Coordenadores: Newton Kara-Júnior(SP) e José Beniz Neto (GO) 11:00 Facoemulsificação em núcleos duros Leila Suely José (AM) 11:15 Conduta na ruptura da cápsula posterior Marcony Santhiago (RJ) 11:30 Técnicas de vitrectomia anterior e dicas para manipulação segura do vítreo na câmara anterior Otávio Bisneto (PR) 11:45 Dificuldades no implante da LIO Emir Amir Ghanem (SC) 12:00 Casos Desafiadores Jaime Guedes (RJ) 12:15 Lentes tóricas: cuidados na indicação Flávia Domingues (RJ) 12:30 Indicação, escolha e implante de LIOs para a presbiopia Fernando Trindade (MG) 12:45 Novidades em LIOs Virgílio Centurion (SP) 24/7 Quinta-feira 14:30-16:30 Sala 1 Simpósio Internacional: Condutas em Oftalmologia Brasil, França, Itália, Portugal Coordenadores: Marcus Safady (RJ), Ricardo Paletta Guedes (RJ), Luiz Carlos Portes (RJ), Jean-François Korobelnik (França) e paulo Torres (Portugal) 14:30 Abertura Marcus Safady (RJ) Sessão Brasil - França 14:30 Condutas Atuais no Ceratocone / La prise en charge actuelle du keratocone Hélène Proust (França) 14:40 Wavefront: algo de novo? / Wavefront? Quoi de neuf? Wallace Chamon (SP) 14:50 Avaliação do Segmento Anterior no Glaucoma - Situação Atual / Intérêt de l imagerie du segment antérieur dans le glaucome Christophe Baudoin (França) 15:00 Cirurgia antiglaucomatosa precoce tem vantagens?/ Chirurgie precoce du glaucome: avantages. Ricardo Paletta Guedes (MG) 15:10 Condutas nas Trações Vitreo-Maculares: vitreolise farmacológica. / Tractions vitréo- -maculaires et de leurs implications cliniques: La vitreolyse pharmacologique Marc de Smet (França) 15:20 Prognóstico funcional na cirurgia de buraco macular/les résultats fonctionnels de la chirurgie du trou maculaire Mario Pacini (DF) 15:30 O polo posterior na alta miopia / Le pôle postérieur du myope fort Jean-François Korobelnik (França) 15:40 A periferia retiniana no alto miope. Prevenindo complicações. / La périphérie de la rétine en haute myope. Prévenir les complications. Mário Motta (RJ) 15:50 ÀS 16:30 Sessão Brasil-Portugal 15:50 Olho Seco na Disfunção das Glândulas de Meibômio Paulo Torres (Portugal) 16:00 Propedêutica do Olho seco Luiz Carlos Portes (RJ) 16:10 Indentação macular em altos míopes Mun Faria (Portugal) 16:20 Novidades em trauma sobre o segmento posterior Carlos Augusto Moreira Jr. (PR) 24/7 Quinta-feira 17:00-18:30 Sala 1 Simpósio Internacional: condutas em Oftalmologia - Brasil, França, Itália, Portugal Coordenadores: Marcus Safady (RJ), Miguel Ângelo Padilha (RJ), Oswaldo Moura Brasil (RJ) e Mateo Piovella (Itália) Sessão Brasil-Itália 17:00 Incidence of retinal detachment after cataract or clear lens extraction and its possible prevention Teresio Avitabile (Itália) 17:10 Facectomia e injeção de antiangiogênico : é um momento oportuno? Oswaldo Moura Brasil (RJ) 17:20 Personalized Advanced Cataract Surgery with Multifocal, Trifocal, Toric Correction and Accommodative IOLs Matteo Piovella (Itália) 17:30 Catarata a laser : fatos e mitos Miguel Ângelo Padilha (RJ) 17:40 Lens exchange for toric customized IOL in the eyes with induced astigmatism after previously performed corneal procedures Dimitri Dementiev (Itália) 17:50 Como evitar/corrigir as complicações com as lentes multifocais e tóricas? Fernando Trindade (MG) 18:00 Indicações, complicações e casos especiais em Femtocatarata Luca Gualdi (Itália) 18:10 Quais fatores redundam em fracasso no cálculo do poder dióptrico das lentes intraoculares? Wagner Zacharias (SP) 18:20 Perguntas e Respostas 24/7 Quinta-feira 18:30-19:15 Sala 1 Cerimônia de abertura Coordenador: Marcus Safady (Rj) Entrega do Prêmio Varilux Homenagem Médico Oftalmologista Homenagem Personalidades SBO 2014 Discurso de Abertura 19:15 às 21:00 Coquetel Você é o Show! 24/7 Quinta-feira 8:30-10:30 Sala 2 Córnea e doenças externas: infecções Coordenadores: Ana Luisa Hofling de Lima (Sp) e Denise de Freitas (Sp) 08:30 Blefarites Patricia Contarini (RJ) 08:50 Alergia ocular-diagnóstico e tratamento Renata Resende (RJ) 09:10 Conjuntivite virais Gustavo Moura (SP) 09:30 Diagnóstico diferencial das ceratites clínico e laboratorial Ana Luisa Hofling de Lima (SP) 09:50 Tratamento das ceratites bacterianas e virais Ana Carolina Vieira (PE) 10:10 Tratamento das ceratites amebianas e fungica Francisco Bandeira (RJ) 24/7 Quinta-feira 11:00-13:00 Sala 2 Córnea e doenças externas: infecções Coordenadores: Ana Luisa Hofling de Lima (Sp) e Denise de Freitas (SP) 11:00 O que eu não estou diagnosticando em doenças externas oculares Denise de Freitas (SP) 11:20 Avaliação e tratamento das disfunções do filme lacrimal Helena Solari (RJ) 11:40 Distrofias corneanas-o que de interessante tem se descoberto Helena Solari (RJ) 12:00 Métodos para diagnóstico no ceratocone Norma Allemann (SP) 12:20 Indicações,técnica e resultados do crosslinking Ramon Coral Ghanem (RJ) 12:40 DALK versus penetrante: Quando indicar e resultados José Guilherme Pêcego (RJ) 24/7 Quinta-feira 14:30-16:30 Sala 2 Semiologia do glaucoma Coordenadores: Marcelo Palis (Rj) e Sérgio Meirelles (Rj) 14:30 Fatores de risco Heloisa Maestrine (MG) 14:45 Pressão ocular Juscelino Kubitschek de Oliveira (RJ) 15:00 Perimetria Sérgio Meirelles (RJ) 15:15 Nervo óptico e camada de fibras nervosas Rodrigo Brazuna (RJ) 15:30 Gonioscopia Lisandro Sakata (PR) 15:45 Imagem do segmento anterior (UBM,AS OCT e Scheimpflug) Rogério Torres (PR) 16:00 Oftalmoscopia confocal de varredura a laser (HRT) Maria Vitória Moura Brasil (RJ) 16:15 Tomografia de coerência óptica (OCT) Marcelo Palis (RJ) 24/7 Quinta-feira 17:00-18:30 Sala 2 Semiologia do glaucoma Coordenadores: Marcelo Palis (RJ) e Sérgio Meirelles (RJ) 17:00 Glaucoma pigmentar Fabio Lavinsky (RS) 17:15 Glaucoma pseudoexfliativo Roberto Galvão Filho (PE) 17:30 ICE síndromes (Atrofia essencial,cogan-reese, Chandler) Ruiz Simonato Alonso (RJ) 17:45 Glaucoma congênito Karina Nagao (RJ) 18:00 Glaucoma de pressão normal Diogo Lucena (RJ) 18:15 Glaucoma de ângulo fechado Lisandro Sakata (PR)

7 Programa Preliminar & Programa Social 7 24/7 Quinta-feira 8:30-10:30 Sala 3 Refração em situações especiais Coordenadores: César Lipener (SP) e Milton Ruiz Alves (SP) 08:30 No diabético Aderbal de Albuquerque Alves (RJ) 08:45 Pós-refrativa Luiz Felipe Lynch (PE) 09:00 No ceratocone Frederico Pena (RJ) 09:15 Pós-transplante de córnea Luiz Alberto Molina (RJ) 09:30 No glaucoma e catarata congênitos Thais Silveira (RJ) 09:45 Na anisometropia César Lipener (SP) 10:00 Nas altas ametropias André Homsi Jorge (SP) 10:15 Perguntas e respostas 24/7 Quinta-feira 11:00-13:00 Sala 3 Casos Clínicos de Refração Coordenadores: Harley Bicas (SP) e Aderbal de Albuquerque Alves (RJ) Caso 1 Max Rollemberg (SE) Caso 2 Julio Maria Gomes (Mg) Caso 3 Letícia Procianoy (RS) Caso 4 Celso Cunha (MS) Caso 5 Osvaldo Travassos de Medeiros (PB) Caso 6 Milton Ruiz Alves (SP) Caso 7 Ricardo Uras (Sp) Caso 8 Adamo Lui Netto (SP) Perguntas e Respostas 24/7 Quinta-feira 14:30-16:30 Sala 3 Fórum residentes Coordenadores: Arlindo Portes (Rj), Ricardo de Almeida Neves (Rj), Yoshifumi Yamane (Rj) e Gustavo Novais (Rj) 14:30 O que o oftalmologista deve conhecer para sua prática diária Renato Battaglia (RJ) 14:50 UFF 15:00 UFRJ 15:10 UNIRIO 15:20 ESTACIO 15:30 USP 15:40 SANTA CASA BH 15:50 CURITIBA 16:00 UERJ 16:10 Benjamin Constant 16:20 UNIFESP 24/7 Quinta-feira 17:00-18:30 Sala 3 Fórum Residentes Coordenadores: Arlindo Portes (RJ), Ricardo de Almeida Neves (RJ), Yoshifumi Yamane (RJ) e Gustavo Novais (RJ) 24/7 Quinta-feira 8:30-10:30 Sala 4 Urgências em Oftalmologia Coordenadores: Luiz Fernando Andrade (RJ) e Nilva Moraes (SP) 08:30 Classificação do trauma ocular Rogério Neurauter (SP) 08:45 Trauma de órbita Abelardo Couto (SP) 09:00 Trauma no esporte Emerson Castro (SP) 09:15 Úlcera perfurada.o que fazer? Mariana Gomes Pêcego Tudesco (RJ) 09:30 Catarata traumática pedro Carricondo (SP) 09:45 Trauma do segmento posterior Felipe Ferreira Conti (SP) 10:00 Caso Clínico Rafael Augusto de Freitas (RJ) 10:15 Caso Clínico Arli Duarte Loureiro (RJ) 10:30 Caso Clínico Itamar Soares (RJ) 24/7 Quinta-feira 11:00-13:00 Sala 4 Urgências em oftalmologia Coordenadores: Luiz Fernando Andrade (RJ) e Nilva Moraes (SP) 11:00 Hifema Luiz Roisman (SP) 11:15 Glaucoma traumático Larissa Doi (RJ) 11:30 Anestesia no trauma ocular Gilberto Portela 11:45 Lacerações da córnea e esclera Luiz Fernando Andrade (RJ) 12:00 Vitrectomia no trauma penetrante Eduardo Muranaka (RJ) 12:15 Corpo estranho intra-ocular Nilva Moraes (SP) 12:30 Caso clínico Luiz Filipe Adami (SP) 12:45 Caso clínico Maria Lydia Carvalho Vargas (RJ) 13:00 Caso clínico Juliana Prazeres (SP) 24/7 Quinta-feira 14:30-16:30 Sala 4 Visão subnormal Coordenadores: Hélder Costa Filho (Rj) e Juliana Bohn Alves (Rj) 14:30 Correlação clínico-funcional nas principais causas de deficiência visual:dados globais e regionais de deficiência visual Marcos Wilson Sampaio (SP) 14:45 Avaliação da acuidade visual e da velocidade de leitura na baixa visão Maria Aparecida Onuki Haddad (SP) 15:00 Dificuldades na abordagem na baixa visão na diminuição da transparência dos meios Evandro Lopes (RJ) 15:15 Avaliação da visão de cores Ruth Cytrinbaum (MG) 15:30 Como fazer a orientação escolar de uma criança com baixa visão Marco Aurélio Varella Figueiredo (RJ) 15:45 Quando requisitar estudo eletrofisiológico na baixa visão Luiz Paulo Lázaro (RJ) 16:00 Conduta nos casos de limitação da visão periférica 16:15 Orientação a família nos casos de baixa visão congênita Flávia Paschoalini Guimarães (MG) 24/7 Quinta-feira 8:30-10:30 Sala 5 Retina - simpósio de diabetes Coordenadores: Eduardo Morizot (RJ) e Francisco Cordeiro (PE) 08:30 Epidemiologia Raul N. Vianna (RJ) 08:41 Classificação Francisco Cordeiro (PE) 08:52 Angiografia Fluoresceínica no diabetes Jaime Arana (PR) 09:03 OCT no diabetes Silvana Vianello (MG) 09:14 Ultrasom no diabetes Alípio de Souza Neto (GO) 09:25 Maculopatia diabética antiangiogênios Daniel Lavinsky (RS) 09:36 Maculopatia diabética fotocoagulação José Cardillo (SP) 09:47 Maculopatia diabética vitrectomia Jorge Mitre (SP) 09:58 Retinopatia proliferativa: tratamento não cirúrgico Eduardo Morizot (RJ) 10:09 Retinopatia proliferativa: tratamento cirúrgico Magno Ferreira (MG) 10:20 Glaucoma neovascular no diabético Wagner Ghirelli (SP) 24/7 Quinta-feira 11:00-13:00 Sala 5 Retina - Casos Clínicos I Coordenadores:Raul N.Vianna (RJ) e Mario Junqueira Nóbrega (SC) DEBATEDORES Ricardo Japiassú Oswaldo Ferreira Moura Brasil (RJ) José Alexandre Pereira (RJ) 11:00 CASO 1 João Miguel Liporaci (RJ) 11:09 CASO 2 Eduardo Kestelman (RJ) 11:18 CASO 3 Aldo Barcia (RJ) 11:27 CASO 4 patrícia Correa (RJ) 11:36 CASO 5 Jacqueline Coblentz (RJ) 11:45 CASO 6 Demian Temponi (RJ) 11:54 CASO 7 Almyr Sabrosa (SP) 12:03 CASO 8 Carlos Escobar (RJ) 12:12 CASO 9 Flavio Mac Cord (RJ) 12:21 CASO 10 Augusto Motta (MG) 12:30 CASO 11 Isabel Felix (RJ) 12:39 CASO 12 Elaine Castro (RJ) 12:48 CASO 13 Francyne Veiga Reis Cyrino (SP) 24/7 Quinta-feira 14:30-16:30 Sala 5 Exames complementares Coordenadores: Norma Allemann(SP) e Hugo Soares Maia (RJ) 14:30 Imagem do segmento anterior em doenças da córnea: Topografia, Aberrometria, Scheimpflug, OCT Anterior Wallace Chamon (SP) 14:45 Imagem do segmento anterior em doenças da córnea: Microscopia Confocal, Microscopia Especular da Córnea 15:00 Imagem do segmento anterior em glaucoma e posição do cristalino: US, UBM, OCT anterior Isabel Habeyche Cardoso (RS) 15:15 Imagem do segmento anterior em lesões sólido-císticas: US, UBM, OCT anterior Norma Allemann (SP) 15:30 Imagem do segmento posterior em uveítes: retinografia, angiofluoresceinografia e ultrassonografia Rosane Resende (RJ) 15:45 Quando as Angiografias ( AF e ICV ) podem ser decisivas para o diagnóstico e / ou tratamento Hugo Soares Maia (RJ) 16:00 Imagem do segmento posterior em lesões tumorais da coróide: retinografia, angiofluoresceinografia e ultrassonografia Maria de Fátima Neri (BA) 16:15 Imagem do segmento posterior em doenças orbitárias: tomografia, ressonância e ultrassonografia Maira Saad Ávila Morales (SP) 16:27 Questões 24/7 Quinta-feira 17:00-18:30 Sala 5 Exames complementares Coordenadores: Norma Allemann (SP) e Hugo Soares Maia (RJ) 17:00 Biometria ultrassônica: Aprimorando a técnica Denise Mazoni (RJ) 17:15 Biometria óptica: Aprimorando a técnica e opções de equipamentos Tatiana Klejnberg (RJ) 17:30 Cálculo de Lente intraocular tórica e multifocal Fabio Henrique Casanova (PE) 17:45 Cálculo de lente intraocular no olho com doença da córnea ou cirurgia refrativa Fabiola Seabra (RJ) 18:00 Cálculo de lente intraocular na criança Andrea Zin (RJ) 18:15 Surpresas refracionais após cirurgia de catarata: diagnóstico, cálculo biométrico e opções para correção Wagner Zacharias (SP) 18:27 Questões 24/7 Quinta-feira 8:30-10:30 Sala 6 Lentes de contato gelatinosas Coordenadora: Tânia Schaefer (PR) e Valéria Homem (RJ) 08:30 Os novos materias e desenhos e sua aplicabilidade prática 08:45 Adaptação de Lentes Gelatinosas nas Ametropias Esféricas - (Miopia e Hipermetropia) - como indicar e como superar dificuldades Valéria Homem (RJ) 09:00 Adaptação da Lentes de Contato Gelatinosas no Astigmatismo. Qual o caminho para o sucesso. Monick Goecking (RJ) 09:15 Adaptação das Lentes de Contato Gelatinosas na Presbiopia. Comportamento do mercado e como escolher o paciente certo. Monovisão x Multifocal Tania Schaefer (PR) 09:30 Lente de contato no esporte José Antonio Westphalen (PR) 09:45 Adaptação de Lentes de Contato Gelatinosas no Ceratocone. O que temos no mercado brasileiro e qual a melhor indicação Eduardo Cukierman (RJ) 10:00 Soluções de limpeza e desinfecção encontradas atualmente e suas propriedades. Como orientar o paciente em relação a limpeza e desinfecção de suas lentes de contato. Beatriz Fiuza (RJ) 10:15 Qual o segredo para conquistar e fidelizar o seu paciente de lentes de contato frente às dificuldades do mercado leigo. (Internet e estabelecimentos comerciais) 24/7 Quinta-feira 11:00-13:00 Sala 6 Lente de contato rígidas Coordenadores: Frederico Pena (RJ) e César Lipener (SP) 11:00 Por que adaptar lentes de contato rígidas? Vantagens e desvantagens. Frederico Pena (RJ) 11:15 Tipos de materiais e parâmetros das lentes rígidas Luciana Freitas Lima (RJ) 11:30 Conceitos básicos para a adaptação Rafael Marinho (RJ) 11:45 Rotina do teste de adaptação-dicas importantes Eduardo Cukierman (RJ) 12:00 Adaptação no astigmatismo-casos clínicos Luiz Alberto Molina (RJ) 12:15 Adaptação nas altas ametropias-casos clínicos Rodrigo Godinho (MG) 12:30 Controle da adaptação Cesar Lipener (SP) 12:45 Complicações mais frequentes e suas soluções - casos cínicos Ari Pena (RJ) 13:00 ÀS 14:30 INTERVALO PARA O ALMOÇO 24/7 Quinta-feira 14:30-16:30 Sala 6 Lente de contato - dicas e macetes Coordenadores: Cléber Godinho (MG) e Sérgio Fernandes(RJ) 14:30 Qual a importância do teste da fluoresceína na adaptação da lente de contato? Eduardo Cukierman (RJ) 14:40 Como fazer o cálculo teórico das lentes nos seguintes exemplos: OD 6.0 esf. 3.0 cil 90 OE esf. 3.0 Cil 90 Ceratometria OD X a 90 OE X a 90 Rodrigo Godinho (MG) 14:50 Quais as principais contraindicações para adaptação de lentes de contato? Luciana Freitas Lima (RJ) 15:00 Como solucionar os seguintes achados? Lente bem adaptada que incomoda ao piscar córnea cora às 3h e 9h, bolhinhas abaixo da lente Sonia Maria Vasconcelos Nogueira (PA) 15:10 Qual o valor da topografia para adaptação de lentes de contato? paulo Polisuk (RJ) 15:20 Como contornar os problemas de sensação de olho seco em usuário de lentes de contato? Adamo Lui Neto (SP) 15:30 Quais dificuldades de adapatação em ceratocone? Vinicius Coelho Amaral (RJ) 15:40 Qual a sua experiência com a ortoceratologia? Cléber Godinho (MG)

8 8 Programa Preliminar & Programa Social 15:50 Que vantagens as lentes Rose K trouxeram para a adaptação em ceratocone? 16:00 Que critérios você usa para indicar lente gelatinosa ou rígida Simone Castelluccio (BA) 16:10 Lentes de contato multifocais ou báscula? Martha Kumagai (PR) 16:20 Qual a sua experiência com lentes esclerais? Quando indicar? Cesar Lipener (SP) 24/7 Quinta-feira 17:00-18:30 Sala 6 Lente de contato - adaptações especiais Coordenador: Orestes Miraglia (MG) 17:00 Como escolher a primeira lente para ceratocone Ari Pena (RJ) 17:15 Lentes rígidas de desenho especial (Rose K, best fit K,dupla face Optolentes) Quando? Cesar Lipener (SP) 17:30 Adaptação em cavaleiro Orestes Miraglia (MG) 17:45 Lentes Escleriais Leonardo Gontijo (MG) 18:00 Paciente présbita:como resolver? Samantha de Albuquerque (SP) 18:15 Debate com os palestrantes 24/7 Quinta-feira 8:30-10:30 Sala 7 Terapêutica Coordenadores: Arlindo Portes (RJ) e Moysés Zajdenweber(RJ) 08:30 O que há de novo no tratamento da DMRI? Oswaldo Ferreira Moura Brasil (RJ) 08:50 Novas Perspectivas no Tratamento do Retinoblastoma Evandro Lucena (RJ) 09:10 Antibioticoterapia via oral em doenças oculares externas e de anexos oculares Arlindo Portes (RJ) 09:30 Endoftalmite: Como eu trato Miguel Hage Amaro (PA) 09:50 Ciclosporina no tratamento da ceratoconjuntivite sicca. Armando da Silva Cunha Junior (MG) 10:10 Como eu trato sífilis e suas manifestações oculares Moyses Zajdenweber (RJ) 24/7 Quinta-feira 11:00-13:00 Sala 7 As melhores monografias sbo/2013 Coordenadores: Arlindo Portes (RJ) 11:00 11:15 Hialoidotomia em caso de Macroaneurisma arterial retiniano 11:30 Vasculite bilateral relacionada a granulomatose de Wegener: relato de caso. Apresentador: Luiz Felippe dos Santos Celli (RS) Orientador: André Portes (RJ) 11:45 Retinopatia de Purtscher-like associado ao uso de cocaína: relato de caso. Apresentadora: Fabiane Pereira Marques (RJ) Orientador(a): André Portes (RJ) 12:00 The accuracy of Goldmann applanation tonometry over silicone hydrogel contact lenses in patients with glaucoma 12:15 Técnica de instilação de colírio em pacientes com glaucoma Apresentadora: Angela Flores Paredes (RJ) Orientadora: Beatriz de Abreu Fiuza Gomez (RJ) 12:30 Uso de Tracolimus pomada a 0,03% em lesão palpebral por Lupus Eritematoso Discóide: relato de caso. Apresentadora: Patrícia de Moura Ayres (RJ) Orientadora: Juliana Medrado (RJ) 12:45 Complicações Primárias da Interface do flap de LASIK: revisão bibliográfica Apresentadora: Renata Loures Bueno de Moraes (RJ) Orientador:Marcony Santhiago (RJ) 24/7 Quinta-feira 14:30-16:30 Sala 7 Órbita Coordenadores: Abelardo Couto(Rj) e Guilherme Herzog Neto (Rj) 14:30 Cavidades Anoftálmicas Eduardo Soares (MG) 14:45 Tumores Orbitários na Infância Jose Vital Filho (SP) 15:00 Tumores de Glândula Lacrimal Luiz Augusto Morizot Leite Fo. (RJ) 15:15 Rabdomiossarcoma 15:30 Processo inflamatório da órbita 15:45 Tumores Neurogênicos Abelardo Couto(Rj) 16:00 Estagiamento da Doença de Graves Juliana Medrado (RJ) 16:15 Trauma orbitário Edgar Alves Costa (RJ) 24/7 Quinta-feira 17:00-18:30 Sala 7 Sessão Sbo - Inca - Unifesp de Patologia Ocular Coordenadores: Evandro Lucena (Rj) e Rubens Belfort Neto (Sp) 17:00 Síndromes Mascaradas Emmett Cunningham (EUA) 17:15 Retinoblastoma Julio Manzitti (Argentina) 17:30 6 casos de 10 minutos 24/7 Quinta-feira 8:30-10:30 Sala 8 Refrativa técnicas cirúrgicas Coordenadores: Bruno Fontes (Rj) e Wallace Chamon (Sp) 08:30 Confecção do Flap com o Laser de Femtossegundo: planejamento e limites Bruno Fontes (RJ) 08:45 Ablação de superfície em altas ametropias Bruno de Freitas Valbon (RJ) 09:00 Extração de Lentícula Estromal Corneana por Pequena Incisão com o Laser de Femtossegundo ( SMILE ) Renato Ambrósio Jr (RJ) 09:15 Implantes Intracorneanos para correção da Presbiopia Marcony Santhiago (RJ) 09:30 Lentes intraoculares para correção de altas ametropias em olhos fácicos ( LIOs Fácicas ) Frederico Pena (RJ) 09:45 Cirurgia ceratorrefrativa em pacientes previamente submetidos a ceratotomia radial (RK) Marcella Salomão (RJ) 10:00 Crosslinking: técnica padrão e variações José Guilherme Pêcego (RJ) 10:15 Implante de Anel Intracorneano associado a Crosslinking Frederico Guerra (RJ) 24/7 Quinta-feira 11:00-13:00 Sala 8 Refrativa - complicações Coordenadores: Edna Almodin (PR) e Ramon Coral Ghanem (SC) 11:00 como lidar com o paciente insatisfeito com a cirurgia refrativa Emir Amin Ghanem (SC) 11:15 comparativo entre lasik com microceratomos modernos x femtosegundo 11:30 manejando as complicaçoes do lasik Edna Almodin (SP) 11:45 prevenção e manejo do haze após prk 12:00 Retratamentos no prk e lasik: quando e como realizar Marcony Santhiago (RJ) 12:15 Anel e crosslinking na ectasia corneana associada a cirurgia refrativa Guilherme Ferrara (RJ) 12:30 Transplante de córnea na ectasia corneana associada a cirurgia refrativa Ramon Coral Ghanem (SC) 12:45 Tratamento da ametropia após transplante de Córnea 24/7 Quinta-feira 14:30-16:30 Sala 8 Transplante de córnea Coordenadores: Ari de Souza Pena (Rj) e Gustavo Bonfadini (Rj) 14:30 Exigências e Legislação no Transplante de Córnea Rodrigo Pavanelli (SP) - Universidade Federal de São Paulo 14:45 Transplante Penetrante Marco Antonio Alves (RJ) Hospital dos Servidores do Rio de Janeiro 15:00 Transplante Lamelar Anterior (DALK, FALK) Luis de Brito Martins (SP) - Universidade Federal de São Paulo 15:15 Transplante Lamelar Posterior (DSAEK) Frederico Guerra (RJ) - Instituto Benjamin Constant do Rio de Janeiro 15:30 Cirurgia Tríplice - Otimização do cálculo da LIO em DSAEK Gustavo Bonfadini (RJ)- Banco de Olhos do Rio de Janeiro - INTO 15:45 Transplante Lamelar Posterior (DMEK, DMAEK) Glauco Reggiani Mello (PR)- Universidade Federal do Paraná 16:00 Manejo Pós-operatório e complicações no Transplante de Córnea Luiz Alberto Molina (RJ)- Oculistas Associados 16:15 Novas Tecnologias em Transplante de Córnea Nicolas Cesário Pereira (SP) 24/7 Quinta-feira 17:00-18:30 Sala 8 Ii Encontro Nacional de Ligas Acadêmicas de Oftalmologia Coordenadores: André Portes (Rj) e pedro Carricondo (SP) 17:00 CASO 1 - Interligas São Paulo - Universidade de São Paulo ( USP) Juliana Mika Kato (SP) 17:06 CASO 2 - Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos Andressa Miranda Magalhães (TO) 17:12 CASO 3 - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO) Maria Fonseca Resende (RJ) 17:18 CASO 4 - Universidade Estácio de Sá (UNESA RJ) Layla Areas (RJ) 17:24 CASO 5 - Escola de Mediciana da Universidade Federal de São Paulo ( UNIFESP) Jenifer Wu (SP) 17:30 CASO 6 - Faculdade de Medicina do ABC (FMABC SP) Margarida Maria Ochsendorf de Almeida Prado (SP) 17:36 CASO 7 - Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES SP) Bárbara Ruiz (SP) 17:42 CASO 8 - Universidade de Santo Amaro (UNISA SP) Bianca Nicolela Susanna (SP) 17:48 CASO 9 - Pontífica Universidade Católica de Goías (PUC Goías GO ) Tainan de Oliveira/Adriana Ribeiro de Almeida/ Igor Reis (GO) 17:54 CASO 10 - Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goías (FMUFG GO) Bruno Viana Gonçalves/ João Jorge Nassaralla Neto (GO) 18:00 CASO 11 - Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Pará (UFPA) Phelipe Augusto Rabelo Paixão (PA) 18:06 CASO 12 - Universidades Pernambucanas Mateus Cajui (PE) 18:12 CASO 13 - Centro Universítário Serra dos Orgãos (UNIFESO RJ) Valdez Melo dos Anjos Filho (RJ) 18:18 CASO 14 - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Rafael Lani Louzada (RJ) 25/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 1 Dia a dia na oftalmologia Coordenadores: Sérgio Fernandes (RJ), Elisabeto Ribeiro Gonçalves (MG), Marco Antonio Alves (RJ) 08:30 Paciente jovem, 12 anos, emétrope, com exodesvio intermitente e queixa de astenopia. Como orientar o tratamento? Miguel Gontijo (MG) 08:40 Quais os critérios para seleção de pacientes para lentes intraoculares multifocais? Dê um exemplo de caso cujo resultado não foi satisfatório. Tadeu Cvintal (SP) 08:50 Alergia ocular crônica, como tratar? Diego Gadelha (PE) 09:00 Solicitei um OCT para suspeita de glaucoma. Ajuda? Como interpretar? Maria Vitória Moura Brasil (RJ) 09:10 Olho Seco. O que temos de novidade? Dácio Costa (CE) 09:20 A neovascularização do ângulo nos processos obstrutivos venosos da retina necessariamente antecipa o glaucoma neovascular? Raul N. Vianna (RJ) 09:30 Em casos de pterígio que avançam até o eixo visual ou em presença de opacidade corneana, como você calcula a lente intraocular? Marco Rey Faria (RN) 09:40 Quais são as indicações e como estão os resultados dos transplantes de endotélio? Frederico Guerra (RJ) 09:50 Descolamento de retina surgido durante o uso de fluoroquinolona oral. Existe relação entre o descolamento e o antibiótico? Mário Motta (SP) 10:00 Paciente relatando perda transitória da visão em um olho, associada a cintilações pela 2ª vez em um mês. Qual a conduta? João Borges Fortes (RS) 10:10 O lugar do laser no tratamento das vaculopatias isquêmicas da retina? Walter Takahashi (SP) 10:20 Em um paciente com catarata e glaucoma, quando optar por apenas a facectomia ou por cirurgia combinada? Diogo Lucena (RJ) 25/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 1 Dia a dia na oftalmologia Coordenadores: Lisandro Sakata (PR), Sérgio Fernandes (RJ) e Celso Marra (RJ) 11:00 Como determinar a agressividade do tratamento anti-glaucomatoso? Conceito de progressores rápidos. Paulo Augusto de Arruda Mello (SP) 11:10 Criança estrábica, com ambliopia no olho não fixador. Qual a sua conduta? Rodrigo Machado Cruz (DF) 11:20 Discos ópticos que parecem glaucoma. Como integrar informações para minimizar o erro? Leonardo Proveti Cunha (MG) 11:30 A Câmara rasa pode servir de argumento para indicar a faço? Lisandro Sakata (PR) 11:40 Frente a um resultado refracional indesejado após facectomia, qual a sua conduta? Cirurgia refrativa troca de lente ou implante de uma segunda lente? Fernando Trindade (MG) 11:50 Como você trata conjuntivite papilar gigante? Germano de Andrade (CE) 12:00 Paciente com menos 2.0 ESF e -2.0 CIL a 90 graus quer usar lente de contato. Qual a melhor opção? Izabela Godinho (MG) 12:10 Como você trata uma oclusão venosa Miguel Laudelino Fernandes (MG) 12:20 Qual a sua conduta diante de cataratas duras e com córneas de celularidade baixa; exemplo 900 células/mm²? Amilton Sampaio (BA) 12:30 A trabeculoplastia a laser diminui a PIO? Por quanto tempo? Repetir funciona? Existe diferença de eficácia entre aparelhos? 12:40 Criança com 6 anos, apresenta no exame de refração 3 dioptrias de hipermetropia. Qual a sua conduta? Samuel Cukierman (RJ) 12:50 Quando podemos indicar extração de cristalino transparente com finalidade refrativa? Virgilio Centurion (SP) 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 1 Dia a dia na oftalmologia Coordenadores: Germano de Andrade (CE), Israel Rozemberg (RJ) e Carlos Fernando Ferreira (RJ) 14:30 Nos pacientes já submetidos à cirurgia refrativa, não raro mais de uma vez, quais os critérios para escolha de LIO? Usa LIOs multifocais? Israel Rozemberg (RJ) 14:40 Quais as indicações atuais para uso de antigiogênicos? João Alberto Holanda de Freitas (SP) 14:50 Glaucoma progression analisys ajuda na investigação de progres são através do campo visual? Como? Larissa Doi (RJ) 15:00 Quando devemos indicar Cross Link? Brunno Dantas (RJ) 15:10 O OCT ajuda de fato na avaliação da progressão do glaucoma? Tiago Prata (SP) 15:20 Qual a sua conduta no pré e pós operatório de catarata? Dalmo Pinheiro (SP) 15:30 Pode existir alguma relação entre uma oclusão arterial retiniana e plástica de face com preenchimento com gordura autóloga ou silicone? Elisabeto Ribeiro Gonçalves (MG)

9 Programa Preliminar & Programa Social 9 15:40 Paciente jovem, sem história de patologias prévias, com baixa visual unilateral. O exame do fundo do olho mostra edema de papila. Qual a sua conduta? Marcio Morterá (RJ) 15:50 A avaliação do perfil pressórico no dia a dia do consultório necessita de? Medidas isoladas em horários diferentes. Mini-curva, teste de sobre carga hídrica? Marcelo Hatanaka (SP) 16:00 Minha mãe está com glaucoma. Qual droga devo utilizar para iniciar o tratamento? Timolol, Prostaglandinas ou combinações fixas? (efeito redução pressórica noturna, nemo proteção, fluxo sanguíneo). Michael Mc Dougall Bethlem (RJ) 16:10 Paciente com 35 anos apresenta queixa de embaçamento visual em um olho. No exame do fundo do olho a região macular parece um pouco elevada. Como orientar o diagnóstico e tratamento? André Soares Maia (RJ) 16:20 Paciente usuário de lente de contato gelatinosa apresenta infecção corneana. Qual a sua conduta? Eduardo Godinho (MG) 25/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 2 Glaucoma - tratamento clínico Coordenadores:Vital Paulino Costa(SP) e Rogério Torres (PR) 08:30 Em um exame de rotina, quando devo suspeitar que um paciente tenha glaucoma? Claudia Castor Bastos (rj) 08:40 Curva diária de pio: indicações Adroaldo de Alencar Costa Filho (RJ) 08:50 Tonometria x paquimetria : como relacionar? 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 2 Glaucoma - casos clínicos Coordenadores: Remo Susanna Jr. (SP) e Homero Gusmão de Almeida (MG) 14:30 caso 1 14:50 Caso 2 Rogério Torres (PR) Marcelo Hatanaka (SP) Michael Bethlem (RJ) 15:10 Caso 3 paulo Augusto de Arruda Mello (SP) Fábio Lavinsky 15:30 Caso 4 Mirko Babic (SP) Sergio Meirelles (RJ) Lisandro Sakata (PR) 15:50 Caso 5 Carlos Akira Omi (SP) 16:10 Caso 6 Heloisa Maestrini (MG) 25/7 Sexta-feira 17:00-18:30 Sala 2 Análise da papila: diagnosticando precocemente o glaucoma Coordenador: Remo Susanna Jr. (SP) 25/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 3 Catarata -casos especiais Coordenador: Miguel Ângelo Padilha (RJ) 08:30 Em que situações devemos redobrar os cuidados no cálculo de lentes intraoculares? Thiago Pacini (DF) 08:45 Manejo cirúrgico de cristalinos ectópicos 17:18 Citomegalovirus Alberto Chebabo (RJ)/infectologista 17:36 Hipertensão arterial Serafim Borges (RJ)/Cardiologista 17:54 Doenças reumáticas Mauro Goldfarb (RJ)/Reumatologista 18:12 Síndromes compressivas Paulo Sérgio de Carvalho (RJ)/Neurocirurgião 25/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 4 Uveíte I Coordenadores: Rubens Belfort Jr (SP) e Haroldo Vieira de Moraes Jr. (RJ) 08:30 Diagnóstico diferencial entre Uveítes mascara das,(linfomas,retinoblastomas) Rubens Belfort Neto (SP) 08:40 Imagens em Uveítes:OCT Andre Romano (SP) 08:50 Imagens em Uveítes:Angiofluoresceinografia e Angiofluorescência 09:00 Caso clínico de Uveíte Marc de Smet (França) 09:10 Anti-VEGFs:existe o melhor para uveítes? Eduardo Novais (RJ) 09:20 Corticóide ou anti-vegf para edema macular em uveítes? Mário Nobrega (SC) 09:30 Caso clínico de Uveíte Emmett Cunningham (EUA) 09:50 Glaucoma em uveítes:terapeutica diferenciada? Sérgio Meirelles (RJ) 10:00 Quando referir um paciente com uveíte anterior,intermediária, posterior e difusa para especialista Luciana Barbosa Carneiro (GO) 10:10 Aula Magna:Toxoplasmose:atualidades e perspectivas terapeuticas Fernando Oréfice (MG) 10:30 Perguntas e respostas 15:50 Uveíte associada à artrite idiopática juvenil:como diagnosticar e tratar Ana Luiza Biancardi (RJ) 16:00 Os 10 erros mais comuns no tratamento e diagnóstico das uveítes Rubens Belfort Jr. (SP) 16:10 Palestrantre Internacional Emmett Cunningham (EUA) 16:30 Perguntas e respostas 25/7 Sexta-feira 17:00-18:30 Sala 4 Substâncias Intra-Vítreas: indicações e situação atual 25/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 5 Córnea / doenças externas casos clínicos Coordenadores: Luiz Fernando Régis-Pacheco (RJ) e Lúcio Dantas (MG) 08:30 Caso clínico 1 Bruno Fontes (RJ) 08:45 Caso clínico 2 Luis Vieira (RJ) 09:00 Caso Clínico 3 Rodrigo Morizot (RJ) 09:15 Caso Clínico 4 Gustavo Novais (RJ) 09:30 Caso Clínico 5 Luis Alberto Molina (RJ) 09:45 Caso Clínico 6 Cristina Muccioli (SP) 10:00 Caso Clínico 7 Frederico Pena (RJ) 10:15 Caso Clínico 8 Guilherme Ferrara 09:00 O campo visual pode fazer diagnóstico precoce? Giovanni Colombini (RJ) 09:10 Testes funcionais ou estruturais para o diagnóstico Sergio Meirelles (RJ) 09:20 Quando e como iniciar o tratamento Rogério Torres (PR) 09:30 Quando e como associar Ana Elisa Coimbra (RJ) 09:40 Qual o limite do tratamento clínico do glaucoma Heloisa Giacometti (PR) 09:50 Testes funcionais ou estruturais: para o seguimento Vital Paulino Costa (SP) 10:00 Tratamento clínico do glaucoma de ângulo estreito Lisandro Sakata (PR) 10:10 Tratamento clínico do glaucoma congênito Regina Cele (SP) 10:20 Trabeculoplastia à laser : quando, como e resultados. Ricardo Paletta Guedes (MG) 25/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 2 Glaucoma - tratamento cirúrgico Coordenadores: Carlos Akira Omi (SP) e Ricardo Paletta Guedes (MG) 11:00 Indicações e vantagens da cirurgia antiglaucomatosa Maria Vitória Moura Brasil (RJ) 11:15 Pontos importantes na Trabeculectomia Marcelo Palis (RJ) 11:30 Pontos importantes na cirurgia não penetrante Vanessa Maria Paletta Guedes (MG) 11:45 Pontos importantes na cirurgia de implantes e tubos Marcelo Jordão Lopes da Silva (SP) 12:00 Pontos importantes na cirurgia combinada de catarata e glaucoma Carlos Akira Omi (SP) 12:15 Novos adjuvantes para a cirurgia do glaucoma Ricardo Paletta Guedes (MG) 12:30 Como recuperar minha cirurgia filtrante Heloísa Maestrini (MG) 12:45 Ciclofotocoagulação endoscópica-indicações e técnica 09:00 Como lidar com a queda do núcleo no vítreo Nelson Sabrosa (RJ) 09:15 Lentes suturadas na esclera versus em câmara anterior Durval Carvalho (GO) 09:30 Lentes multifocais e tóricas: como extrair o melhor destas tecnologias? Otávio Bisneto (PR) 09:45 O endotélio corneano no pré, per e pós-operatório da cirurgia de catarata. Bruno Fontes (RJ) 10:00 Catarata congênita: um desafio permanente Islane Verçosa (CE) 10:15 Comentários / Discussão Miguel Ângelo Padilha (RJ) 25/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 3 Catarata - vídeo-simpósio Coordenadores: Fernando Trindade (MG) e Newton Kara-Junior (SP) 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 3 Doenças Sistêmicas e Olho Coordenadores: Celso Marra Pereira (RJ) e Luiz Carlos Portes (RJ) 14:30 Exoftalmia na doença de graves Maite Chimeno (RJ)/Endocrinologista Luiz Augusto Morizot Leite Filho (RJ)/Oftalmologista 14:54 Toxicidade pela cloroquina Mauro Goldfarb (RJ)/Reumatologista José Alexandre Pereira (RJ)/Oftalmologista 15:18 Paralisias óculo-motora paulo Sérgio de Carvalho (RJ)/ Neurocirurgião 15:42 Histoplasmose ocular Alberto Chebabo (RJ)/Infectologista Miguel Hage Amaro (PA)/Oftalmologista 16:06 Risco cirúrgico.necessário na facectomia? Serafim Borges (RJ)/Cardiologista 16:21 Miguel Ângelo Padilha (RJ)/Oftalmologista 25/7 Sexta-feira 17:00-18:30 Sala 3 Importância do exame oftalmológico nas doenças sistêmicas Coordenadores: Oswaldo Moura Brasil (RJ) e paiva Gonçalves Filho (RJ) 17:00 Diabetes Rosane Kupfer (RJ)/Endocrinologista 25/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 4 Uveíte II Coordenadores: Rubens Belfort Jr (SP) e Haroldo Vieira de Moraes Jr. (RJ) 11:00 Esclerite Andre Curi (RJ) 11:10 Vitrectomia diagnóstica em uveítes 11:20 Caso clínico de Uveíte Marc de Smet (França) 11:30 Uveítes intermediárias:diagnóstico diferencial e diferentes condutas Wesley Campos (MG) 11:40 Vasculite Retiniana Marcelo Casella (PR) 11:50 MEWDS Aline Sutili (SP) 12:00 Doença de Behcet Daniella Socci (RJ) 12:10 Sífilis 12:20 Tuberculose Maria Carolina Marquezan (SP) 12:30 AIDS e olho:infecção oportunista,ainda existe? Haroldo Vieira de Moraes Jr. (RJ) 12:40 Caso clínico de Uveíte Emmett Cunningham (EUA) 13:00 Perguntas e respostas 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 4 Uveíte III Coordenadores: Rubens Belfort Jr (SP) e Haroldo Vieira de Moraes Jr. (RJ) 14:30 Catarata e uveítes Fernanda Bina (RJ) 14:40 Herpes posterior(arn e PORN) Moyses Zajdenweber (RJ) 14:50 VKH Carlos Hirata (SP) 15:00 Imunossupressores em uveítes Joyce Yamamoto (SP) 15:10 Herpes anterior Cristina Muccioli (SP) 15:20 Quando e de que maneira ter a ajuda do não oftalmologista na uveíte:indicações e limitações. Reumatologista, infectologista, neurologista? Rubens Belfort Jr. (RJ) 15:30 Diagnóstico diferencial da uveíte na população pediátrica Rogério Lacerda (MG) 15:40 Sarcoidose Haroldo Vieira de Moraes Jr. (RJ) 25/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 5 Córnea /doenças externas - olho seco Coordenadores: Marco Antonio Alves (RJ) e José Álvaro Pereira Gomes (SP) Doenças externas e Olho seco 11:00 Pérolas no diagnóstico e tratamento do olho seco e disfunção das glândulas de Meibomius (DGM) 11:15 Deficiência de limbo: Como diagnosticar? Como tratar? José Álvaro P. Gomes (SP) 11:30 Ceratite infecciosa em pacientes usuários de lentes de contato: Como abordar? Denise de Freitas (SP) 11:45 Crosslinking no tratamento de ectasias e de outras doenças da córnea Transplante de Córnea 12:00 Transplante Penetrante X Lamelares : Análise Crítica Marco Antonio Alves (RJ) 12:15 DALK - melhores técnicas Ramon Coral Ghanem (SC) 12:30 Transplantes endoteliais - o que fazer DMEK ou DSAEK? Nicolas Cesário Pereira (SP) 12:45 Como fazer a transição para as técnicas lamelares Gustavo Novais (RJ) 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 5 Simpósio retina i Coordenadores: Walter Takahashi (SP) Oswaldo Moura Brasil (RJ) 14:30 Edema cistóide de mácula João Nassaralla (GO) 14:41 Coriorretinopatia serosa central 14:52 Maculopatias tóxicas Marcelo Casella (PR) 15:03 Membrana epirretiniana 15:14 Buraco de mácula Oswaldo Moura Brasil (RJ) 15:25 Retinoquise hereditária Wagner Ghirelli (SP) 15:36 Distrofias hereditárias(stargart,cones e viteliforme) Rosane Resende (RJ) 15:47 Degeneração Macular seca 15:58 Degeneração Macular exsudativa Walter Takahashi (SP) 16:09 Variantes da DMRI(Polipoidal e RAP) Miguel Hage Amaro (PA)

10 10 Programa Preliminar & Programa Social 25/7 Sexta-feira 17:00-18:30 Sala 5 Retina - casos clínicos II Coordenadores: Hugo Soares Maia (RJ) e Mario Junqueira Nóbrega (SC) Debatedores: Carlos Alexandre Garcia (RN) Ricardo Japiassu (RJ) 17:00 Caso 1 Andre Soares Maia (RJ) 17:09 Caso 2 Remo Turchetti (RJ) 17:18 Caso 3 Armando Magalhães (RJ) 17:27 Caso 4 17:36 Caso 5 Vitor Cerqueira (RJ) 17:45 Caso 6 Rodrigo Botelho (RJ) 17:54 Caso 7 Adriano Martins (RJ) 18:03 Caso 8 André Barros (RJ) 18:12 Caso 9 Claudia Amaral (RJ) 18:21 Caso 10 Jacqueline Coblentz (RJ) 18:30 Caso 11 Francisco Andrade (RJ) 25/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 6 Temas livres Coordenadores: Sérgio Meirelles (RJ) e patrícia Pachá (RJ) 25/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 6 Temas livres Coordenadores: Sérgio Meirelles (RJ) e patrícia Pachá (RJ) 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 6 Curso sbao de administração de clínicas oftalmológicas - módulo 1 Coordenadores: Ronald Cavalcanti (PE) e Renato Battaglia (RJ) 14:30 Abertura SBAO- informações gerais e atuação Ronald Cavalcanti (PE) 14:35 Risco Jurídico em serviços de saúde Antonio Couto (RJ) 15:00 Imagem profissional e comunicação Ricardo Machado (RJ) 15:30 Credenciamento e Negociação com operadoras de saúde João Fernandes (RJ) 16:00 Atendimento de alta performance X Sucesso Profissional Roberta Fernandes (RJ) 25/7 Sexta-feira 17:00-18:30 Sala 6 Curso sbao de administração de clínicas oftalmológicas - módulo 2 Coordenadores: Roberta Fernandes (RJ) e Alice Selles (RJ) 17:00 Entendendo o Sistema Público de Escrituração Digital Sped: o que muda nas clínicas médicas Victor Marinho (RJ) 17:30 Sete pecados capitais no marketing de serviços oftalmológicos Alice Selles (RJ) 18:00 Como administrar um consultório de Oftalmologia Rodrigo Schwartz Pegado (RJ) 18:25 Encerramento Ronald Cavalcanti (PE) 25/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 7 Estrabismo - curso básico Coordenadores: Beatriz Simões (RJ) e Harley Bicas (SP) 08:30 Avaliação da visão central. Diagnósticos diferenciais Rodrigo Machado Cruz (DF) 08:45 Oftalmoscopia e Refratometria 09:00 Heteroforias e Heterotropias. Caracterizações e Diferenciações 09:15 Tipos principais de Estrabismo 09:30 Esotropias Acomodativa e Hipoacomodativa Beatriz Simões (RJ) 09:45 Exotropias Intermitentes Harley Bicas (SP) 10:00 Desvios Verticais 10:15 Cirurgias: quando e por que indicar André Homsi Jorge (SP) 11:00 ÀS 11:30 Coffee Break 25/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 7 Estrabismo - curso avançado Coordenadores: Miguel Gontijo (MG) e Marcelo Vadas (SP) 11:00 Estrabismo em crianças com atraso do desenvolvimento neuropsicomotor Monica F. Cronemberg (SP) 11:20 Cirurgia refrativa no paciente estrábico Galton Vasconcelos (MG) 11:40 Síndrome de Duane: alternativas cirúrgicas Marcelo Vadas (SP) 12:00 Polias: elas existem? Miguel Gontijo (MG) 12:20 Toxina Botulínica nos nistagmos Teresa Prazeres (SC) 12:40 Reoperação em Estrabismo Carlos Souza Dias (SP) 13:00 Diagnóstico dos desvios ciclo verticais Harley Bicas (SP) 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 7 Simpósio internacional: condutas em oftalmologia Brasil -Argentina - Líbano - Paraguai Coordenadores: Marcus Safady (RJ), Walter Timcke (Paraguai), Charbel Fahed (Líbano), pablo Daponte (Argentina -Presidente da CAO) e Tânia Schaefer (PR) 14:30 Abertura Marcus Safady (RJ) 14:30 PARAGUAI Walter Timcke (Paraguai) 14:40 Brasil Virgilio Centurion (SP) 14:50 Paraguai 15:00 Brasil 15:10 TPRK in Hyperopia and Astigmatism Charbel Fahed (Líbano) 15:20 Brasil Wallace Chamon 15:30 Dryness following TPRK and Lasik David Fahd (Líbano) 15:40 Brasil Newton Kara José (SP) 15:50 Retinopatia del Prematuro uso de antiangiogenico Julio Manzitti (Argentina) 16:00 Brasil Marco Ávila (GO) 16:10 Argentina - CAO pablo Daponte (Argentina) 16:20 Brasil 25/7 Sexta-feira 17:00-18:30 Sala 7 Simpósio internacional: condutas em oftalmologia Brasil -Argentina - Chile - Uruguai Coordenadores: Marcus Safady (RJ), Fabian Lerner (Argentina), Martin Sanchez (Uruguai), Verónica Azócar Gabe ( Chile), Miguel Ângelo Padilha (RJ) 17:00 Chile 17:10 Brasil Miguel Ângelo Padilha (RJ) 17:20 Chile 17:30 Argentina (SAO) Fábian Lerner 17:40 Brasil paulo Augusto de Arruda Mello (SP) 17:50 Argentina (SAO) Óscar Mallo 18:00 Uruguai Martin Sanchez 18:10 Brasil 18:20 Uruguai 25/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 8 Oculoplástica Coordenadores: Hélcio Bessa (RJ) e Murilo Rodrigues (MG) 08:30 Ectrópio involucional Gustavo Kalled (RJ) 08:45 Retração palpebral Leonardo Lins (RJ) 09:00 Reconstrução palpebral Ricardo Morshbacher (RS) 09:15 Blefaroplastia:Como eu tratobolsas de gordura na pálpebra inferior Ana Rosa Pimentel (MG) 09:30 Infecção fúngica pós-blefaroplastia Leonardo Mariano dos Reis (GO) 09:45 Lagoftalmo paralítico:abordagens cirúrgicas Célia Sathler (SP) 10:00 Correção de ptose palpebral-via conjuntival Sergio Burnier (SP) 10:15 Complicações de cirurgia de ptose palpebral Eduardo Soares (MG) 25/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 8 Vias lacrimais Coordenadores: Eduardo Soares (MG) e João Amaro Ferrari Silva (SP) 11:00 Complicações da Dacriocistorinostomia externa Murilo Alves Rodrigues (MG) 11:15 Importância da Dacriocistografia 11:30 Dacriocistorinostomia endonasal João Amaro Ferrari Silva (SP) 11:45 Lesão Traumática do Canalículo Jorge Alberto de Oliveira (RJ) 12:00 Obstrução Lacrimal do Recém-nascido Hélcio Bessa (RJ) 12:15 Perspectiva no tratamento do Olho Seco Ícaro Perez Soares (MG) 12:30 Disgenesias do Sistema Lacrimal de Drenagem Eduardo Soares (MG) 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 8 Oftalmopediatria Coordenadores: Sansão Kac (RJ) e Islane Verçosa(CE) 14:30 Vias lacrimais Aletea Pompei (RJ) 14:50 Reflexo vermelho 15:10 Glaucoma Marcelo Jarczun Kac (RJ) 15:30 Refração Mauro Plut (SP) 15:50 Retina Evandro Lucena (RJ) 16:10 Estrabismo Beatriz Simões (RJ) 25/7 Sexta-feira 17:00-18:30 Sala 8 Oftalmopediatria - catarata congênita e retinopatia da prematuridade Coordenadores: João Borges Fortes (RS) e Marcia Tartarella (SP) 17:00 Cirurgia de catarata congenita com sistema de vitrectomia 25 gauge Marcia Tartarella (SP) 17:15 Controle da inflamação na cirurgia da catarata congenita Julio Manzitti (Argentina) 17:30 Acompanhamento das crianças operadas por catarata congênita Ana Tereza Ramos Moreira (PR) 17:45 Diretrizes brasileiras para triagem de retinopatia da prematuridade Andrea Zin (RJ) 18:00 Ropscore: uma ferramenta para a triagem na retinopatia da prematuridade (rop) João Borges Fortes Filho (RS) 18:15 Atualidades no tratamento da rop Nilva Moraes (SP) 25/7 Sexta-feira 14:30-16:30 Sala 9 Simpósio de pesquisa clínica da RBO (SBO E ABCCR) Coordenadores: Newton Kara-Júnior (SP), Arlindo Portes (RJ) e André Portes (Rj) 14:30 Como escolher o tema e desenhar a pesquisa Newton Kara-Junior (SP) 15:00 Aleatoriedade e Randomização Wallace Chamon (SP) 15:30 Como evitar erros metodológicos (vieses) 16:00 Características do padrão internacional de publicação Marcony Santhiago (RJ) 26/7 Sexta-feira 8:30-10:30 Sala 1 Simpósio sbo / Sociedade Latino-Americana de Glaucoma (SLAG) Coordenadores: Marcus Safady (RJ), paulo Augusto de Arruda Mello (SP) e Ivan Maynart Tavares (SP) Discutidores: Fábian Lerner (Argentina), Lisandro Sakata (Brasil) Apresentação de temas de glaucoma com comentários dos discutidores. Após apresentação de cada tema, participação da platéia com votação eletrônica. 26/7 Sábado 11:00-13:00 Sala 1 Sessão interativa - córnea Coordenadores: Dácio Costa (CE) e Newton Kara-José (SP) 26/7 Sábado 8:30-10:30 Sala 2 Neuro-oftalmologia Coordenadores: Marco Aurélio Lana-Peixoto (MG) e Mário Monteiro (SP) 08:30 Novas técnicas de perimetria em Neuroftalmologia Alexandre C.Taleb (GO) 08:40 Avanços na imagem por ressonância magnética Leonardo Provetti Cunha (MG) 09:20 Avanços na tomografia computadorizada em Neuroftalmo 09:30 Indicações do PVE e do ERG de campo total e multifocal Adalmir M.Dantas (RJ) 09:40 Tomografia de Coerência óptica Mário Monteiro (SP) 09:50 Novos testes laboratoriais em Neuroftalmologia Carolina do Val Ferreira Ramos (SP) 10:00 Angiofluoresceinografia no diferencial de neuropatias Mario Teruo Sato (SP) 10:10 Avanços nas Neuropatias hereditárias Carlos Filipi Chicani (RJ) 10:20 Conceitos atuais na Neuropatia óptica isquêmica 10:30 Conceitos atuais na Neuromielite óptica Marco Aurélio Lana-Peixoto (MG) 26/7 Sexta-feira 11:00-13:00 Sala 2 Neuro-oftalmologia Coordenadores: Marco Aurélio Lana-Peixoto (MG) e Mário Monteiro (SP) 11:30 Perda visível e Edema de disco no jovem Marco Aurélio Lana-Peixoto (MG) 11:40 Edema de disco e perda visual no idoso Adalmir M.Dantas (RJ) 11:50 Perda transitória da visão no idoso Leonardo Provetti Cunha (MG) 12:00 Papiledema com perda visual Mário Monteiro (SP) 12:10 Síndrome de Horner dolorosa de início agudo 12:20 Proptose aguda,diplopia e vermelhidão ocular após trauma craniano 12:30 Ptose de instalação aguda Alexandre C.Taleb (GO) 12:40 Anisocoria súbita Mário Teruo Sato (SP) 12:50 Perda visual com fundo de olho normal Carlos Filipi Chicani (SP) 26/7 Sábado 8:30-10:30 Sala 3 Catarata - vídeo simpósio - complicações Coordenadores: Virgílio Centurion (SP) e Fabio Henrique Casanova (PR) 09:00 O que aprendi com este caso? paulo Fadel (PR) 09:10 O que aprendi com este caso? Durval Carvalho (DF)

11 Programa Preliminar & Programa Social 11 09:20 O que aprendi com este caso? Mário Carvalho (MG) 09:30 O que aprendi com este caso? José Beniz Neto (GO) 09:40 O que aprendi com este caso? Marco Antonio Rey Faria (RN) 09:50 o que aprendi com este caso? Bruno Trindade (PR) 10:00 O que aprendi com este caso? Bruno Fontes (RJ) 10:10 O que aprendi com este caso? Fabio Henrique Casanova (PE) 10:20 O que aprendi com este caso? Virgílio Centurion (SP) 26/7 Sábado 11:00-13:00 Sala 3 Catarata - controvérsias Coordenador: Armando Crema (RJ) e 11:30 Incisões Gustavo Malavazzi (SP) 11:40 Viscoelásticos 11:50 Capsulorrexe Carlos Halfeld (RJ) 12:00 Hidrodissecção e hidrodelineação Fernanda Bina (RJ) 12:10 Técnicas de fragmentação de núcleos moles Bruno Fontes (RJ) 12:20 Técnicas de fragmentação de núcleos duros Thiago Ramalho (PI) 12:30 LIOs tóricas Ivan Resende Filho (RJ) 12:40 LIOs multifocais Virgílio Centurion (SP) 12:50 Laser de Femtosegundo e catarata 10:15 PISK( Pressure-Induced interlamellar stromal keratitis ) Bruno Valbon (ES) 10:30 Astigmatismo irregular pós refrativa Evandro Diniz (MG) 10:45 Ectasia pós LASIK Renato Ambrósio Jr. (RJ) 26/7 Sábado 8:30-10:30 Sala 5 Simpósio retina ii Coordenadores):Roberto Abdalla Moura (MG), João Alberto Holanda de Freitas (SP) 09:00 Oclusão de ramo venoso 09:11 Oclusão de veia central Álvaro Hilgert (MT) 09:22 Telangiectasias parafoveais Celso Marra Pereira (RJ) 09:33 Descolamento vítreo conduta 09:44 Degenerações periféricas da retina quando tratar? Elisabeto Ribeiro Gonçalves (MG) 09:55 Hemorragias vítreas João Alberto Holanda de Freitas (SP) 10:06 Descolamento de retina sem PVR Edmundo Soares (MG) 10:17 Descolamento de retina com PVR Marcos Ávila (GO) 10:28 Descolamento por rotura gigante Eduardo Muranaka (RJ) 10:39 Descolamento de retina secundários Roberto Abdalla Moura (MG) 26/7 Sábado 8:30-10:30 Sala 6 Curso sbao para colaboradores de clínicas oftalmológicas - módulo i Coordenadores: Ronald Cavalcanti (PE) e João Fernandes (RJ) 09:00 Abertura SBAO-informações gerais e atuação Ronald Cavalcanti (PE) 09:05 Relacionamento com operadoras de saúde:como evitar glosas João Fernandes (RJ) 09:25 Como auxiliar o médico e se organizar contabilmente Vitor Marinho (RJ) 09:55 Trabalho em equipe e motivação Faiga Marques (RJ) 26/7 Sábado 11:00-13:00 Sala 6 Curso sbao para colaboradores de clínicas oftalmológicas - módulo ii Coordenadora: Alice Selles (RJ) 11:30 Os desafios do prontuário eletrônico 11:45 Caminhos para o atendimento com alta performance Roberta Fernandes (RJ) 12:45 Faturamento em Oftalmologia-Procedimentos e dicas Rosângela Monteiro (RJ) 13:45 Encerramento Ronald Cavalcanti (PE) 26/7 Sábado 8:30-10:30 Sala 7 26/7 Sábado 11:00-13:00 Sala 7 Oftalmologia estética Coordenadora: Edna Pochaczevsky (RJ) 11:00 Botox e Preenchimento Andre Braz (RJ) 11:30 Dermatologia e tratamentos com uso de tecnologia Maria del Pilar Biot (RJ) 12:00 Perguntas e Respostas 26/7 Sábado 8:30-10:30 Sala 8 Workshop de bloqueios anestésicos. O que o cirurgião deve saber Coordenadora: Américo Autran Neto (RJ) 26/7 Sábado 11:00-13:00 Sala 8 I-oftalmologia: o que realmente agrega valor ao nosso dia a dia? Coordenador: Alexandre Rosa (PA) 26/7 Sábado 8:30-10:30 Sala 4 Refrativa - casos clínicos Coordenadores: Renato Ambrósio Jr. (RJ) e Marcella Salomão (RJ) 09:00 Haze ou Ectasia pós PRK Marcony Santhiago (RJ) 09:15 Buttonhole da lamela:reparo Alberto Bensoussan (RJ) 09:30 Olho seco pós LASIK Marcella Salomão (RJ) 09:45 Hipermetropia pós Ceratotomia Radial Tadeu Cvintal (SP) 10:00 Ceratite infecciosa pós LASIK Denise Freitas (SP) 26/7 Sábado 11:00-13:00 Sala 5 Retina - casos clínicos III Coordenadores: Mário Motta (Rj) e Aderbal Alves Jr (RJ) Debatedor: Nelson Sabrosa (RJ) Debatedor: Flavio Mac Cord (RJ) Apresentador: Almyr Sabrosa (RJ) Apresentadores: Andreia Lima Barbosa (RJ)/ Armando Magalhães (RJ) Apresentador: Demian Temponi (RJ) Apresentador: Francine Veiga Reis Cyrino (MG) Apresentador: João Miguel Liporaci (RJ) Apresentador: Marcia Brazuna (RJ) Apresentador: Thiago Martins (SP) Oftalmologia estética Coordenadora: Edna Pochaczevsky (RJ) 08:30 Introdução / Apresentação 09:00 Dermatologia para oftalmologistas - envelhecimento cutâneo Maria del Pilar Biot (RJ) 09:20 Tratamentos químicos e tecnologicos Maria del Pilar Biot (RJ) 09:40 Lifting Barbara Machado (RJ) 10:00 Blefaroplastia Ana Stela (RJ) facebook.com/congressosbo

12 12 Programa Preliminar & Programa Social Hospedagem Escolha um desses hotéis e faça logo sua reserva Fotos divulgação Brisa Barra Hotel Barra First Class Brisa Barra Hotel, também na Av. Lúcio Costa, no número 5.700, a 5 km do Windsor, oferece uma boa infraestrutura, incluindo sauna, piscina, além de bom restaurante Barra Fist Class, na Av. das Américas, 7897, é o que oferece tarifas mais reduzidas, mas com a distância do Windsor- 10km, acaba não sendo uma boa opção pela relação custo-benefício Transamerica Prime Barra Transamerica, situado a 4 km do Windsor, na Av. Gastão Senges,395, próximo à praia e também à região comercial dos shoppings, bares, restaurantes, permite vista para a Pedra da Gávea O hotel que sediará o XVIII Congresso Internacional, na Av. Lúcio Costa, 2630, é a opção ideal para os congressistas aliando o conforto de um hotel cinco estrelas à praticidade. Todas as atividades do evento, inclusive o programa social, estão centralizadas no Windsor Barra Hotel Windsor Barra Hotel RoyALT Barra Hotel Royalty Barra Hotel, na Av. do Pepê, 690, a apenas 4 km do Windsor,um dos primeiros hotéis da região, em frente à praia que homenageia o surfista Pepê Lopes, falecido prematuramente em 1991 Valores do pacote de hospedagem 02 ou 03 noites de hospedagem, pelo período de 23 a 26 de junho de 2014 Café da manhã no hotel que estará hospedado Hotel Windsor Barra - apto superior Windsor Barra - apto superior executivo Apto Single COMISSÃO ORGANIZADORA Valores por diárias Apto Duplo (por pessoa) Apto Triplo (por pessoa) R$ 528, % + 5% R$ 528, % + 5% Sob Consulta R$ 570, % + 5% R$ 570, % + 5% Sob Consulta Distância ao Evento (Sede do Evento) Brisa Barra Hotel R$ 420,00 + 5% R$ 520,00 + 5% Sob Consulta 5 KM Royalty Barra Hotel R$ 420,00 + 5% R$ 506,00 + 5% Sob Consulta 4 KM Barra First Hotel R$ 400,00 + 5% R$ 460,00 + 5% Sob Consulta 10 KM Transamerica Prime Barra R$583,00 + 5% R$613,00 + 5% Sob Consulta 4 KM *Por tratar-se de período de evento é imprescindível a reserva pelo período mínimo de 2 noites *Valores sujeitos a alteração sem prévio aviso e à disponibilidade das acomodações oferecidas. INSCREVA-SE! Informações de hospedagem, inscrições e grade científica, já estão no site: CATEGORIA Sócio SBO - qualquer categoria (anuidade quite) Sócio Titular (anuidade 2014 em aberto) Sócio Aspirante (anuidade 2014 em aberto) Sócio Correspondente (anuidade 2014 em aberto) Acadêmico de Medicina Médico não Sócios Residentes COMISSÃO CIENTÍFICA Inscrição Gratuita R$590,00 R$472,00 R$472,00 R$120,00 R$700,00 R$324,00 Importante: 1) Aos Sócios Quites: é imprescindível a inscrição no congresso para garantir sua participação. 2) Aos demais Sócios: O pagamento do boleto gerado na inscrição do congresso quita a anuidade 2014 e garante a participação no evento em caráter de cortesia. Aderbal Alves Jr. (RJ) Andre Portes (RJ) Elisabeto Ribeiro Gonçalves (MG) Fabiola Mansur (BA) Gilberto dos Passos (RJ) Giovanni Colombini (RJ) João Alberto Holanda de Freitas (SP) Luiz Carlos Portes (RJ) Marcus Safady (RJ) Ricardo de Almeida Neves (RJ) Sérgio Fernandes (RJ) Tania Schaeffer (PR) Arlindo Portes (RJ) Armando Crema (RJ) Bruno Fontes (RJ) Carlos Augusto Moreira Jr. (PR) César Lipener (PR) Cléber Godinho (MG) Dácio Costa Carvalho (CE) Denise de Freitas (SP) Fernando Oréfice (BA) Fernando Trindade (MG) Germano de Andrade (CE) Haroldo Vieira de Moraes Jr. (RJ) Jacó Lavinsky (RS) José Álvaro Pereira Gomes (SP) Márcio Nehemy (MG) Mário Motta (RJ) Miguel Ângelo Padilha (RJ) Newton Kara José (SP) Newton Kara-Junior (SP) Oswaldo Moura Brasil (RJ) Paiva Gonçalves Filho (RJ) Paulo Augusto de Arruda Mello (SP) Remo Susanna Jr.(SP) Ramon Coral Ghanem (SC) Renato Ambrósio Jr. (RJ) Roberto Marback (BA) Rubens Belfort Jr. (SP) Sérgio Meirelles (RJ) Walter Takahashi (SP)

Protocolos para exames complementares em oftalmologia

Protocolos para exames complementares em oftalmologia Protocolos para exames complementares em oftalmologia Regulamentar as indicações absolutas para a requisição dos 31 exames complementares oftalmológicos. É necessário entender que cada profissional poderá

Leia mais

PROGRAMA. SEXTA-FEIRA, 22/10-10:30 às 19:00 h

PROGRAMA. SEXTA-FEIRA, 22/10-10:30 às 19:00 h PROGRAMA SEXTA-FEIRA, 22/10-10:30 às 19:00 h 10:30. 11:00 ABERTURA E APRESENTAÇÃO DO CURSO 11:00. 11:30 TIPOS DE LENTES OFTÁLMICAS Dr. Eduardo Godinho 11:30. 12:00 MEDIDA DA ACUIDADE VISUAL Dr. Osvaldo

Leia mais

8:00h. INSCRIÇÕES E ENTREGA DE MATERIAL. COORDENADORES: Ubirajara Moulin De Moraes (ES) Fabio Braga Soares (ES)

8:00h. INSCRIÇÕES E ENTREGA DE MATERIAL. COORDENADORES: Ubirajara Moulin De Moraes (ES) Fabio Braga Soares (ES) 8:00h. INSCRIÇÕES E ENTREGA DE MATERIAL. Ubirajara Moulin De Moraes (ES) Fabio Braga Soares (ES) 8:40-8:50h. ABERTURA Dr. Fabio Braga Soares (ES) MODULO 1: DEBATEDORES : Dr. Ari De Souza Pena (RJ) Dra.

Leia mais

Autoria: Conselho Brasileiro de Oftalmologia, Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa (ABCCR).

Autoria: Conselho Brasileiro de Oftalmologia, Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa (ABCCR). Diretriz de tratamento da Catarata Autoria: Conselho Brasileiro de Oftalmologia, Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa (ABCCR). Participantes: Dr. Armando

Leia mais

Objetivo: O objetivo deste trabalho é estabelecer diretrizes baseadas em evidências científicas para Cirurgia Refrativa.

Objetivo: O objetivo deste trabalho é estabelecer diretrizes baseadas em evidências científicas para Cirurgia Refrativa. Diretriz de Cirurgia Refrativa Autoria: Conselho Brasileiro de Oftalmologia, Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa (ABCCR). Participantes: Dr Renato Ambrosio

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA. Resposta: Diagnóstico 1. Coriorretinopatia Serosa Central. Exames 1. Angiografia fluoresceínica 2. Tomografia de coerência óptica

PADRÃO DE RESPOSTA. Resposta: Diagnóstico 1. Coriorretinopatia Serosa Central. Exames 1. Angiografia fluoresceínica 2. Tomografia de coerência óptica PADRÃO DE RESPOSTA Questão 1: Paciente feminino de 35 anos com queixa súbita de baixa visual no OD. Sem comorbidades sistêmicas. Ao exame a acuidade visual era sem correção OD 20/60 com metamorfopsia e

Leia mais

CEGUEIRA E CATARATA. Perguntas e respostas

CEGUEIRA E CATARATA. Perguntas e respostas CEGUEIRA E CATARATA Perguntas e respostas Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira 14. O que torna a pessoa cega? Somado aos acidentes e defeitos

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA PRELIMINAR

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA PRELIMINAR PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA PRELIMINAR 07/07/2016 09:00-10:30 h Mesa Redonda CATARATA O papel das novas tecnologias na cirurgia de catarata (I) SALA 1 (QUELUZ 2 E 5) 09:00-09:10 Recursos diagnósticos (UBM,

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

OFTALMOLOGIA DO HOSPITAL SÃO RAFAEL

OFTALMOLOGIA DO HOSPITAL SÃO RAFAEL II JORNADA DE OFTALMOLOGIA DO HOSPITAL SÃO RAFAEL Foto do Hospital São Rafael, Salvador - Brasil Foto do Hospital San Raffaele, Milão - Itália Salvador-BA, 4 e 5 de junho de 2010 Hospital São Rafael CFM

Leia mais

CRESEMS, CISCOPAR e 20ª. Regional de Saúde Toledo PR PROTOCOLOS CLÍNICOS ESPECIALIZADOS

CRESEMS, CISCOPAR e 20ª. Regional de Saúde Toledo PR PROTOCOLOS CLÍNICOS ESPECIALIZADOS CRESEMS, CISCOPAR e 20ª. Regional de Saúde PROTOCOLOS CLÍNICOS ESPECIALIZADOS OFTALMOLOGIA Pré-requisitos: História clínica detalhada; Exame físico completo; Exames complementares essenciais conforme o

Leia mais

www.saudedireta.com.br

www.saudedireta.com.br H00-H59 CAPÍTULO VII : Doenças do olho e anexos H00-H06 Transtornos da pálpebra, do aparelho lacrimal e da órbita H10-H13 Transtornos da conjuntiva H15-H19 Transtornos da esclera e da córnea H20-H22 Transtornos

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE GUIAS DE REFERÊNCIA EM OFTALMOLOGIA. Área de abrangência do DRS XIII

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE GUIAS DE REFERÊNCIA EM OFTALMOLOGIA. Área de abrangência do DRS XIII CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE GUIAS DE REFERÊNCIA EM OFTALMOLOGIA Área de abrangência do DRS XIII HOSPITAL DAS CLINICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

07:30 08:15 AMETISTA PALESTRA PARA A COMUNIDADE LEIGA - OLHO DIABÉTICO NO SÉCULO XXI

07:30 08:15 AMETISTA PALESTRA PARA A COMUNIDADE LEIGA - OLHO DIABÉTICO NO SÉCULO XXI 27 DE MARÇO QUINTA FEIRA 07:30 08:15 AMETISTA PALESTRA PARA A COMUNIDADE LEIGA - OLHO DIABÉTICO NO SÉCULO XXI COORDENADORES: Abelardo Targino-CE, Daniel Lucena CE, Francisco Cordeiro PE e Javier Montero-CE

Leia mais

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015.

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015. Certifico que, Ademir dos Santos Ferreira, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Certifico que, Almir Junio Gomes Mendonça, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Engenheiro

Leia mais

Amanda Cardoso de Melo

Amanda Cardoso de Melo Aime Pinheiro Pires participou da palestra: Empreendedor De Sucesso, Amanda Cardoso de Melo Amanda Loschiavo Amoiré Santos Ribeiro Ana Carolina Pereira Pires Ana Carolina Pioto Magalhães Ana Cristina Angelo

Leia mais

PRINCÍPIOS BÁSICOS. Histórico:

PRINCÍPIOS BÁSICOS. Histórico: REFRAÇÃO Histórico: PRINCÍPIOS BÁSICOS Lei básica da reflexão era conhecida por Euclides, o mais famoso matemático da Antigüidade viveu entre 325 e 265 AC. De forma experimental, o princípio básico da

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE OFTALMOLOGIA DA SANTA CASA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA 2013

DEPARTAMENTO DE OFTALMOLOGIA DA SANTA CASA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA 2013 Organização: Departamento de Oftalmologia e Centro de Estudos Jacques Tupinambá Objetivo: Atualização continuada em oftalmologia clínica e cirúrgica. Obrigatória para residentes, especializandos, fellows

Leia mais

VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA 03 a 06 de junho de 2015

VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA 03 a 06 de junho de 2015 VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA 03 a 06 de junho de 2015 Programação Wet Labs Vagas: 20 As aulas teóricas serão realizadas com 20 alunos. A parte prática será dividida em 02

Leia mais

Elevar a Liga Acadêmica de Clínica Médica de Sobral (LACMS) à referência nacional nos âmbitos do ensino, pesquisa e extensão.

Elevar a Liga Acadêmica de Clínica Médica de Sobral (LACMS) à referência nacional nos âmbitos do ensino, pesquisa e extensão. APRESENTAÇÃO No intuito de qualificar estudantes e profissionais de diversas áreas da saúde, a Liga Acadêmica de Clínica Médica de Sobral (LACMS) está realizando no período de 16 a 19 de junho, no (),

Leia mais

VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA 03 a 06 de junho de 2015

VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA 03 a 06 de junho de 2015 VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA 03 a 06 de junho de 2015 Programação Wet Labs Vagas: 20 As aulas teóricas serão realizadas com 20 alunos. A parte prática será dividida em 02

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA REFRAÇÃO. Sexta, dia 05 de novembro Das 08h00 às 12h00 Sala 02

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA REFRAÇÃO. Sexta, dia 05 de novembro Das 08h00 às 12h00 Sala 02 PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA REFRAÇÃO Sexta, dia 05 de novembro Das 08h00 às 11h30 Sala 01 Casos clínicos desafiadores Apresentações de casos clínicos de 10 minutos e 20 minutos de discussão com a platéia. 08h00

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

para que serve. Transplante de funciona essa cirurgia. delee que a luz funcionando, ruim. visão vai ficar O transplante que essa córnea são:

para que serve. Transplante de funciona essa cirurgia. delee que a luz funcionando, ruim. visão vai ficar O transplante que essa córnea são: Transplante de Córnea: O que é e serve. para que O Transplante de Córnea é o transplante de órgãos mais realizado no mundo e também o de maior sucesso. Vamos aqui explicar o que é e como funciona essa

Leia mais

XIV CONGRESSO INTERNACIONAL DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA

XIV CONGRESSO INTERNACIONAL DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA XIV CONGRESSO INTERNACIONAL DE CATARATA E CIRURGIA REFRATIVA Limite: 20 vagas / wet lab 01/06/2016 - QUARTA-FEIRA 13h30 15h30 FACO BÁSICO (TEORIA / PRATICA) FACO BÁSICO DINÂMICA DOS FLUIDOS PARA SE OPERAR

Leia mais

RESULTADO DA ANÁLISE CURRICULAR LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

RESULTADO DA ANÁLISE CURRICULAR LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA APRENDIZAGEM MOTORA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESULTADO DA ANÁLISE CURRICULAR LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA ANA PAULA ZANINI DA SILVA DESCLASSIFICADA ITEM 2.1.1 LUIZ FERNANDO MARIANO MONTEIRO 47 PONTOS

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA SALA C 21/10/10 Quinta-feira 08:00-09:15 Mesa-Redonda: Fígado I Moderador: Dr. José Huygens Garcia (CE) Secretário:

Leia mais

Hospital Sofia Feldman

Hospital Sofia Feldman Hospital Sofia ldman Relatório de Remuneração de Médicos Referente a Mês/Ano: 07/2015 NOME DO TRABALHADOR ROBERTO SALES MARTINS VERCOSA PAULO MAX GARCIA LEITE LUCAS BARBOSA DA SILVA JOAO BATISTA MARINHO

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

PARECER CREMEB Nº 05/09

PARECER CREMEB Nº 05/09 Expediente Consulta n o 147.353/08 PARECER CREMEB Nº 05/09 (Aprovado em Sessão da 2ª Câmara de 05/03/2009) Assunto: Indicação de cirurgia refrativa para trabalhador que necessite de utilizar equipamento

Leia mais

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL Adriana da Conceição Palhares Lopes Alexandra Rodrigues Barbosa Ana Salomé Lopes Queirós Andreia Dias da Costa Bianca Patricia Gonçalves Ramos Carina Filipa Monteiro Rodrigues

Leia mais

Glaucoma. O que é glaucoma? Como acontece?

Glaucoma. O que é glaucoma? Como acontece? Glaucoma O que é glaucoma? Glaucoma é uma doença crônica do olho (que dura toda a vida), que ocorre quando há elevação da pressão intra-ocular (PIO), que provoca lesões no nervo ótico e, como conseqüência,

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

SIMPÓSIO DE PLÁSTICA OCULAR, ÓRBITA E VIAS LACRIMAIS. 30 de outubro (sexta-feira) 16h30 às 18h Sala Pégasus

SIMPÓSIO DE PLÁSTICA OCULAR, ÓRBITA E VIAS LACRIMAIS. 30 de outubro (sexta-feira) 16h30 às 18h Sala Pégasus SIMPÓSIO DE PLÁSTICA OCULAR, ÓRBITA E VIAS LACRIMAIS Eduardo Soares (MG) Rodrigo Almeida (MG) 16h30 às 18h Sala Pégasus Marilisa Nano Costa (SP) Mitos e Verdades em Vias Lacrimais Eduardo Garcia (SP) Dacrioplastia

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Carina Coelho Cariologia/Med. dentária Preventiva Dentisteria Operatória 1 11 15h00-16h00 Investigação Isabel Roçadas Pires Cariologia/Med.

Leia mais

Três meses para o encontro nacional do Rio Começam pagamentos da taxa de participação

Três meses para o encontro nacional do Rio Começam pagamentos da taxa de participação Junho de 2009 Nº 42 Três meses para o encontro nacional do Rio Começam pagamentos da taxa de participação Estamos há apenas três meses do III Encontro Nacional da Família Tourinho, que acontecerá no Rio

Leia mais

O que é Avançada técnica cirúrgica com excimer laser que possibilita a correção refrativa da visão.

O que é Avançada técnica cirúrgica com excimer laser que possibilita a correção refrativa da visão. PRK O que é Avançada técnica cirúrgica com excimer laser que possibilita a correção refrativa da visão. Técnica Cirurgia realizada na superfície da córnea, sem a necessidade de corte. Indicação Correção

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

Ana Carolina Pereira Pires

Ana Carolina Pereira Pires Aimê Pinheiro Pires universidades e centros de pesquisa na geração de novos negócios, Ana Carolina Pereira Pires Ana Cristina Angelo Rocha Ana Paula Andrade Galvão Andre Araujo André Lopes Andre Luiz Santos

Leia mais

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos Nome Curso s Amarelos Vermelhos Carlos Júnior Mestrado 4 Jogo 15 Rui Nascimento Mestrado Jerónimo Mestrado 1 Jogo 15 Pedro Francês Mestrado 1 Andre Figueiredo Mestrado 3 Jogo6 Artur Daniel Mestrado 2 João

Leia mais

Adriane Cristina de Jesus

Adriane Cristina de Jesus Adriane Cristina de Jesus Alexandre Coelho Rodrigues Gomes Alexandre Montenegro Nascimento Vilarinhos Ana Carolina Nogueira Ana Carolina Rodrigues Oliveira Ana Luiza de Paiva Silva Ana Luiza dos Anjos

Leia mais

Relatório Sintético de Procedimentos

Relatório Sintético de Procedimentos Apêndice E Procedimentos em Oftalmologia da Tabela Unificada do SUS Procedimentos que exigem habilitação como Centro de Atenção Oftalmológico (504) ou Unidade de Atenção Especializada em Oftalmologia (503)

Leia mais

ANALISTA DE INFORMÁTICA / SISTEMAS

ANALISTA DE INFORMÁTICA / SISTEMAS EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA - EMPREL ANALISTA DE INFORMÁTICA / SISTEMAS ALEXANDRE CANTINHO SALSA JUNIOR 900861 30º 60,00 ANA CECILIA VITAL DE ANDRADE, 901526 14º 67,00 ANDRE LUIZ DE OLIVEIRA LOPES

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

VII CAMPEONATO INFANTIL DE FUTEBOL SOÇAITE DO MAXMIN CLUBE EQUIPE: EXPOMIX

VII CAMPEONATO INFANTIL DE FUTEBOL SOÇAITE DO MAXMIN CLUBE EQUIPE: EXPOMIX EQUIPE: EXPOMIX CATEGORIA: INFANTO 1 VITOR IAN 14 2 PEDRO HENRIQUE SATLER 14 3 LUCAS HENRIQUE R. GUEDES 15 4 WELLINGTON BENTO 15 5 GUSTAVO VEO GUSMÃO 14 6 SAMUEL LOPES TOLEDO 14 7 VINICIUS TADEU SILVEIRA

Leia mais

Saúde Ocular do Idoso

Saúde Ocular do Idoso Saúde Ocular do Idoso Norma Helen Medina Centro de Oftalmologia Sanitária CVE CCD/SES SP dvoftal@saude.sp.gov.br Classificação de deficiência visual Organização Mundial da Saúde CID 10 Cegueira Acuidade

Leia mais

Oftalmologi. Oftalmologia. em notícias

Oftalmologi. Oftalmologia. em notícias 60 Oftalmologi Oftalmologia em notícias Márcio Bittar Nehemy é o novo Professor Titular do Departamento de Oftalmologia e Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

UNIDADES HOSPITALARES AUTORIZADAS PARA REALIZAR TRANSPLANTES

UNIDADES HOSPITALARES AUTORIZADAS PARA REALIZAR TRANSPLANTES Secretaria de Estado de Saúde UNIDADES HOSPITALARES AUTORIZADAS PARA REALIZAR TRANSPLANTES CÓRNEAS RIO DE JANEIRO Hospital Federal de Bonsucesso Responsável Técnico: Maria Alice Corrêa Avenida Londres,

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO BANCA: D-01D LINHA DE PESQUISA: DIREITOS HUMANOS E ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO: FUNDAMENTAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E EFETIVIDADE ÁREA DE ESTUDO: DIREITO POLÍTICO SALA: 501 Carlos Athayde Valadares Viegas Ricardo

Leia mais

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 Professor Responsável: MARTA REGINA DE JESUS Dias / Hora / Local: 6a. Feira - 09/08 das 9:00 às 12:00h

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento e Capacitação Médico em Oftalmologia HDO

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento e Capacitação Médico em Oftalmologia HDO PROCESSO SELETIVO 2016 Programa de Treinamento e Capacitação Médico em Oftalmologia HDO O Hospital Dia Oftalmológico, através de sua Comissão do Programa de Treinamento e Capacitação Médico em Oftalmologia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO COMISSÃO DE EXAMES DE RESIDÊNCIA MÉDICA. Nome do Candidato Caderno de Prova 25, PROVA DISSERTATIVA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO COMISSÃO DE EXAMES DE RESIDÊNCIA MÉDICA. Nome do Candidato Caderno de Prova 25, PROVA DISSERTATIVA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO COMISSÃO DE EXAMES DE RESIDÊNCIA MÉDICA Novembro/2010 Processo Seletivo para Residência Médica - 2011 25 - Ano Opcional em Oftalmologia Nome do Candidato Caderno de Prova

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

FAETEC - Técnico de Nível Médio - 2º Semestre. 2ª Reclassificação - Ano Letivo de 2013

FAETEC - Técnico de Nível Médio - 2º Semestre. 2ª Reclassificação - Ano Letivo de 2013 CVT Cidade de Deus Curso Técnico Subsequente ao Ensino Médio - Edificações (Noturno) 38 314010966 SAMUEL JOSÉ FAUSTINO JUNIOR Página 1 de 28 CVT Itaboraí Curso Técnico Subsequente ao Ensino Médio - Edificações

Leia mais

1.1.8 ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS QUALQUER ÁREA DE FORMAÇÃO/BELÉM 10057072, Augusto Rolim Dias Arruda, 68.

1.1.8 ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS QUALQUER ÁREA DE FORMAÇÃO/BELÉM 10057072, Augusto Rolim Dias Arruda, 68. MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS (ANTAQ) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS,

Leia mais

PARECER CREMEC nº 27/2007 01/12/2007

PARECER CREMEC nº 27/2007 01/12/2007 1 PARECER CREMEC nº 27/2007 01/12/2007 PROCESSO CONSULTA Protocolo CREMEC nº 003962/06 ASSUNTO Solicitações de exames pós-operatórios em cirurgia refrativa. INTERESSADO Dr. José Luciano Leitão de Alencar,

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

Novos Aspectos do Pré Operatório de Cirurgia Refrativa: A importância da Análise da Frente de Onda. Dr. Renato Ambrósio Jr

Novos Aspectos do Pré Operatório de Cirurgia Refrativa: A importância da Análise da Frente de Onda. Dr. Renato Ambrósio Jr - 1 - Novos Aspectos do Pré Operatório de Cirurgia Refrativa: A importância da Análise da Frente de Onda Dr. Renato Ambrósio Jr O Dr. Renato Ambrósio Jr é pós graduando em nível de Doutorado na Universidade

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA

CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANDRÊSSA CAIXETA SOUZA 0 Desclassificado

Leia mais

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CLASSIFICAÇÃO GERAL POR CURSO

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CLASSIFICAÇÃO GERAL POR CURSO Inscrição GILBRAN COSTA GUIMARÃES 003020851100087 662,64 Cirurgia Geral 1 * MARCELA SILVA VIEIRA 003027851100098 655,49 Cirurgia Geral 2 * GUTENBERG DINIZ BORBOREMA 003021851100096 619,4 Cirurgia Geral

Leia mais

OBJETO. a) a Atenção à Saúde: prestar assistência integral e humanizada à saúde dos usuários do SUS, de acordo com a pactuação estabelecida;

OBJETO. a) a Atenção à Saúde: prestar assistência integral e humanizada à saúde dos usuários do SUS, de acordo com a pactuação estabelecida; PLANO DE TRABALHO RAZÃO SOCIAL: CLÍNICA E CIRURGIA DE OLHOS DR. ARMANDO AUGUSTO GUEDES LTDA. NOME FANTASIA: COSC CIRURGIA OCULAR SÃO CRISTÓVÃO CNPJ: 00.181.085/0001-51 CNES: 3122786 OBJETO O presente Plano

Leia mais

DR. FERNANDO JOSÉ DE NOVELLI CRM 12289

DR. FERNANDO JOSÉ DE NOVELLI CRM 12289 DR. FERNANDO JOSÉ DE NOVELLI CRM 12289 FORMAÇÃO Graduado em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP) (1990-1995). Residência médica no Hospital das Clínicas de São Paulo pela Universidade de São Paulo

Leia mais

Local de Prova LICEU FRANCO BRASILEIRO, RUA DAS LARANJEIRAS, 13/15,, LARANJEIRAS, RIO DE JANEIRO - RJ / SALA: 18, PRÉDIO: B - ANDAR: TER

Local de Prova LICEU FRANCO BRASILEIRO, RUA DAS LARANJEIRAS, 13/15,, LARANJEIRAS, RIO DE JANEIRO - RJ / SALA: 18, PRÉDIO: B - ANDAR: TER LOCAIS DE PROVA - ENADE 2011 ARQUITETURA E URBANISMO ALINE ROCHA GONCALVES ANA CARLA GONZALEZ DE ARAUJO ANA CAROLINA SOUZA RODRIGUES DA SILVA ANITA LUIZA DE SOUSA SOARES CARLA DA SILVA SOUZA CARLOS JOSE

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL FOLHA DE RESULTADOS CORTA-MATO ESCOLAR 2013 PROVA: Corta-Mato Escolar - Fase de Ilha ORGANIZAÇÃO: S. Desporto de S. Miguel / A. Atletismo de S. Miguel DATA: 16 de

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos 1642 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 3406 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova : A Processo Nome Idade EMR. Rep. LE1 LE2 NEE 440 1 André Daniel Almeida Pimentel 98 2 Daniel Gonçalves Tomé

Leia mais

Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual

Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual - 103 Hugo Neves Dão Nelas Btt/Livestrong Individual

Leia mais

Mini Glossário. B Blefarite Inflamação das pálpebras.

Mini Glossário. B Blefarite Inflamação das pálpebras. A Acomodação Capacidade do olho em focar a várias distâncias, desde o perto ao longe, por alteração da potência dióptrica do cristalino. Acuidade Visual Capacidade de discriminar dois pontos próximos como

Leia mais

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES PROVA 25m Livres femininos Class Escola Nome Escalão Tempo Obs. EBS Vieira de Araújo Mariana Fonseca Infantis A 20:2 2 EBS

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 List of Players Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 No Name Feder Club 1. Alexandre Aranda, Ini Conservatório de Música 2. Alexandre Alves, InfA Conservatório de Música 3. Alexandre Magalhães, InfA

Leia mais

DE JANEIRO BOLETIM OFICIAL Nº 10/2003. Em, 31 DE JULHO DE 2003

DE JANEIRO BOLETIM OFICIAL Nº 10/2003. Em, 31 DE JULHO DE 2003 RIO FEDERAÇÃO DE KICK BOXING DO ESTADO DO DE JANEIRO BOLETIM OFICIAL Nº 10/2003 Em, 31 DE JULHO DE 2003 O Presidente da Federação de Kick Boxing do Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições

Leia mais

Córnea em debate. VII Reunião Temática do Serviço de Oftalmologia do Hospital de SãoSebastião

Córnea em debate. VII Reunião Temática do Serviço de Oftalmologia do Hospital de SãoSebastião Reportagem VII Reunião Temática do Serviço de Oftalmologia do Hospital de SãoSebastião Córnea em debate Serviço de Oftalmologia do Hospital S. Sebastião reuniu mais de 200 especialistas num encontro onde

Leia mais

DR. FERNANDO JOSÉ DE NOVELLI CRM 12289 RQE 6098

DR. FERNANDO JOSÉ DE NOVELLI CRM 12289 RQE 6098 DR. FERNANDO JOSÉ DE NOVELLI CRM 12289 RQE 6098 APRESENTAÇÃO PROFISSIONAL Graduado em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP) (1990-1995). Residência médica no Hospital das Clínicas de São Paulo

Leia mais

Bacharelado em Educação Física (Noturno) Alyssa Gabrielle De Nera. Bacharelado em Educação Física (Noturno) Amanda Borges Frando De Souza

Bacharelado em Educação Física (Noturno) Alyssa Gabrielle De Nera. Bacharelado em Educação Física (Noturno) Amanda Borges Frando De Souza CANDIDATOS APROVADOS CURSO NOME Ciências Biomédicas (Diurno) Adriele Cardoso Dos Santos Redes de Computadores (Noturno) Agnaldo Cunha Produção Áudio Visual (Noturno) Alessandro Henrique De Oliveira Produção

Leia mais

NOVA ZONA ÓPTICA VARIÁVEL LÍDER MUNDIAL NO TRATAMENTO DO CERATOCONE

NOVA ZONA ÓPTICA VARIÁVEL LÍDER MUNDIAL NO TRATAMENTO DO CERATOCONE NOVA ZONA ÓPTICA VARIÁVEL LÍDER MUNDIAL NO TRATAMENTO DO CERATOCONE O mais completo e versátil sistema para remodelamento corneano existente no mercado mundial. Keraring, segmento de anel corneano intraestromal,

Leia mais

DESENHO PRISMÁTICO KERARING SEGMENTOS DE ARCOS E ESPESSURAS VARIÁVEIS EXCLUSIVO

DESENHO PRISMÁTICO KERARING SEGMENTOS DE ARCOS E ESPESSURAS VARIÁVEIS EXCLUSIVO KERARING, segmento de anel corneano intraestromal, é um dispositivo de precisão implantado para correção de irregularidades da superfície corneana e redução de erros refracionais associados ao Ceratocone

Leia mais

INSTITUTO PAULISTA DA VISÃO - IPEPO / SPDM / HOSPITAL SÃO PAULO CURSO DE TERAPÊUTICA EM OFTALMOLOGIA

INSTITUTO PAULISTA DA VISÃO - IPEPO / SPDM / HOSPITAL SÃO PAULO CURSO DE TERAPÊUTICA EM OFTALMOLOGIA INSTITUTO PAULISTA DA VISÃO - IPEPO / SPDM / HOSPITAL SÃO PAULO CURSO DE TERAPÊUTICA EM OFTALMOLOGIA A G O S T O A D E Z E M B R O D E 2 01 5 O CURSO Ensino especializado, reunindo algumas das maiores

Leia mais

CREA-RJ Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro Classificação Final dos Candidatos Aptos - Nível Médio

CREA-RJ Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro Classificação Final dos Candidatos Aptos - Nível Médio Local de atuação : ARMAÇÃO DE BUZIOS 1 15 Bárbara Audára Brito Gomes APTO 19/02/1965 11 8 9 6 34 2 22 Wellington Santos da Luz APTO 19/05/1976 10 7 9 6 32 segunda-feira, 18 de abril de 2005 Pag. 1 de 19

Leia mais

Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015

Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015 Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015 Alexandre Luís Albuquerque E Quinhones Gaiolas, 3274/10, Bom com Distinção, Transição, Ana Maria Pires Matias Soares, 3149/10, Muito Bom, Transferência,

Leia mais

APURAÇÃO DE RESULTADO ENTREVISTA. 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior

APURAÇÃO DE RESULTADO ENTREVISTA. 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior 46 Samuel Souza Evangelista 130 104 Jussara Cândida Soares Desclassificada 45 Bruno José Rupino 130 61 Fabiana Grigógio

Leia mais

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Exame Nota No. Nome Regime Recurso Final 22528 Adriana da Silva Afonso Ordinário 1.25 R 21342 Alexandra Crespo

Leia mais

Desenvolvimento e Mudanças na Gestão Pública

Desenvolvimento e Mudanças na Gestão Pública UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEAD / UNIRIO PROGRAMA NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PNAP CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE ORGANIZAÇÃO

Leia mais

www.sohcierj.org.br Prezados Colega,

www.sohcierj.org.br Prezados Colega, www.sohcierj.org.br Prezados Colega, Está se aproximando a data do 13º Simpósio de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista da Sociedade de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do Estado do Rio

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

RESULTADO DE TUTORIA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA

RESULTADO DE TUTORIA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA RESULTADO DE TUTORIA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA Lista de S, por disciplina, da permanência no cadastro de reserva de tutoria no curso de Administração, Modalidade a Distância. Os S devem aguardar

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

Gerenciamento de Redes utilizando Mikrotik O.S. Carga Horária Total: 35 horas

Gerenciamento de Redes utilizando Mikrotik O.S. Carga Horária Total: 35 horas Certificamos que ABÍLIO SOARES COELHO participou como ouvinte do VIII ENUCOMP Encontro Unificado de Computação, promovido pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Universidade Federal do Piauí (UFPI),

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 806.514.025-49 668.468.

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 806.514.025-49 668.468. CARGO Área de Atuação Nº CPF NOME DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 BÁRBARA CRISTINA DOS CORREIA Nota Final

Leia mais

Alunos apurados para a 2ª fase do concurso: 7º ano

Alunos apurados para a 2ª fase do concurso: 7º ano DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS CONCURSO ORTOGRÁFICO DE INGLÊS - 3º CICLO 2011 /2012 Resultados da 1ª fase Alunos apurados para a 2ª fase do concurso: 7º ano 7º A 7º B Nº 1, André Santos Nº 2, André Matos Nº 4,

Leia mais