ACEF/1213/11917 Decisão de apresentação de pronúncia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ACEF/1213/11917 Decisão de apresentação de pronúncia"

Transcrição

1 ACEF/1213/11917 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1213/11917 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido o Relatório de Avaliação elaborado pela Comissão de Avaliação Externa relativamente ao ciclo de estudos em funcionamento Urbanismo 2. conferente do grau de Mestre 3. a ser leccionado na(s) Unidade(s) Orgânica(s) (faculdade, escola, instituto, etc.) Universidade Lusófona De Humanidades E Tecnologia 4. a(s) Instituição(ões) de Ensino Superior / Entidade(s) Instituidora(s) Cofac - Cooperativa De Formação E Animação Cultural, C.R.L. 5. decide: Apresentar pronúncia 6. Pronúncia (Português): Exmos Senhores, Junto segue nosso texto de pronuncia. Atenciosamente, 7. Pronúncia (Português e Inglês, PDF, máx. 100kB): (impresso na página seguinte) pág. 1 de 1

2 Anexos

3 O Relatório da CAE mereceu a melhor atenção da ULHT e da Direção do Ciclo de Estudos. Consideram-se pertinentes e úteis os comentários constantes do mesmo, assim como as recomendações de melhoria aí referidas, que serão tomadas como referência para melhoria do ciclo de estudos, em linha com a estratégia do ensino que é ministrado. Neste documento responder-se-á de uma forma sequenciada a algumas das recomendações de melhoria da CAE. A Evidências que fundamentam as classificações de cumprimento assinaladas. O plano de estudos obedece formalmente aos requisitos legais, com uma estrutura curricular abrangente nas áreas científicas que preenchem as exigências desta formação concentrada sobre o primeiro ano. No que se refere aos requisitos específicos para a competência em projecto de urbanismo, constata-se, a partir do plano de estudos, uma discrepância difícil de entender entre as horas de contacto (uma parte do horário disponível para treino de práticas de projecto - 40 horas no ano) e horas de trabalho indicadas como efectivas (224). O plano de estudos prevê que a unidade curricular de Composição e Desenho do Espaço Urbano se configure em dois momentos: um directamente apoiado nas horas de contato, com predominante número de horas relativamente às restantes unidades, e outro momento directamente relacionado com horas de trabalho produtivo, que pelo nível de complexidade das propostas urbanas a desenvolver requer tempo significativo de execução Recomendações de melhoria. Recomenda-se uma explicitação mais extensiva do que é a actividade de um urbanista, nomeadamente ao nível da clarificação dos processos de concepção de projectos e planos, distinção entre planeamento e gestão. E, especialmente, a clarificação dos processos científicos multidisciplinares ligados ao estudo das problemáticas urbanas que não constituem objectivo próprio desta formação. O Departamento de Urbanismo tem continuamente encetado esforços no sentido da disseminação da informação referente à formação e actividade profissional específica. No 2º ciclo de estudos, promove-se o contacto focalizado com a investigação e consolidação operativa dos procedimentos urbanos, reforçando a informação através da publicação de artigos que acompanham a actualidade profissional e legislativa, assim como o incentivo à participação e envolvimento em debates/conferência organizados pelo Curso sobre esta matéria. Exemplos preconizados no ano lectivo 2013/14: Artigo Urbanista, a profissão em território nacional. pode ser consultado em: Conferência: Dia Mundial do Urbanismo 08 NOV.2013 A PROFISSÃO DE URBANISTA Artigo A Proposta de Lei de Bases da Política Pública de Solos, de Ordenamento do Território e do Urbanismo A Proposta de Lei 183/XII, tendo sido aprovada na generalidade na Assembleia da República1 a 8 de outubro de 2013, aguarda a sua definitiva aplicação na revisão dos vários diplomas complementares previstos, nomeadamente referentes ao regime jurídico dos instrumentos de gestão territorial e ao regime jurídico da urbanização e edificação Evidências que fundamentem a classificação de cumprimento assinalada. As competências e processos de decisão estão bem explicitadas, incluindo a participação dos estudantes no Conselho Pedagógico. Uma relativa fragilidade do corpo de estudantes, onde predomina a frequência pré-fim de semana num esquema de horários à sexta e sábado entre quinzenas, torna pouco operativos os métodos preconizados para a participação dos estudantes nas decisões sobre o processo de ensino/aprendizagem. O horário e calendarização do ciclo de estudos com duas semanas de intervalo de contacto formal, é composto pelo entendimento produtivo que se articula em função das temáticas leccionadas em sessões que promovem o incentivo à investigação e ao estabelecimento de metodologias de trabalho operativo e efectivo Recomendações de melhoria. Deveria pensar-se num esquema diferenciado de participação dos estudantes tendo em conta a sua presença reduzida por virtude do regíme de horários adoptado, superando as evidentes dificuldades de intervenção dos representantes destes alunos na estrutura de gestão mais corrente. O Departamento de Urbanismo realiza as diferentes actividades extra curriculares (http://www.urbanismoportugal.net/noticias/plano-atividades-departamento-urbanismo-marco-novembro ) juntando os diversos ciclos de estudo, salientando o corpo crítico e académico dos planos científicos desenvolvidos nos diferentes níveis. Os alunos do 2º ciclo integram-se na leitura global que é disseminada pelos cursos do departamento, tanto na partilha das problemáticas quer na ligação aos docentes

4 Recomendações de melhoria. Sugere-se uma maior atenção quanto aos métodos a utilizar para uma mais intensa participação dos estudantes nos inquéritos regulares semestrais e, em continuação, a divulgação em tempo útil de modo acessível dos resultados da acção avaliativa que deles decorre, incluindo notícia da implantação de melhorias. A participação dos docentes e alunos na articulação pedagógica estabelece-se nas várias reuniões intercalares realizadas ao longo do ano lectivo, permitindo aferir em cada semestre as considerações de qualidade exigidas, assim como na disponibilidade da direcção no acompanhamento de todas as situações relativas ao ensino/aprendizagem, posteriormente colocadas às comissões respectivas, para analise e resolução conjunta Recomendações de melhoria. O reforço da componente prática e experimental do plano de estudos e das didácticas dirigidas para a formação da componente prática e experimental do plano de estudos, que parece imprescindível dada a fragilidade das formações antecedentes nestas áreas, poderá exigir a utilização de espaços próprios adequados como os que são disponibilizados para o ensino da arquitectura. O 2º ciclo de estudos dispõe actualmente de uma sala própria com características polivalentes, que permite a frequência em aulas de componente teórica, organizada em mesas corridas direccionadas ao quadro; e um espaço disponibilizado para a utilização prática do desenho analógico e rigoroso, configurado em mesas de grande dimensão, permitindo o manuseamento de peças tridimensionais ou plantas de grandes formatos. A sala de aula dispõem igualmente de um computador eimpressora Lazer formato A3+ e de uma Plotter A1 para usufruto dos alunos O ciclo de estudos promove colaborações com outros ciclos de estudo dentro da sua instituição, bem como com outras instituições de ensino superior nacionais. Em parte O Curso reconhece a importância do intercâmbio institucional envolvendo outras universidades com a mesma formação, pelo que se insere actualmente num processo de diálogo conjunto que incentiva mais relações didácticas. Assim, as actividades programadas consideram a colaboração com outras instituições de ensino superior a nível nacional, nomeadamente nos eventos que decorrem no ano lectivo 2013/14 como por exemplo o Seminário Desafios Urbanos em Angola ou o X Fórum Urbanismo e Autarquias, envolvendo diversos docentes e profissionais de outras instituições de ensino superior com oferta específica nesta área: Seminário Desafios Urbanos em Angola área científica ANPU; ACIET; UADU; SGAT; I&DAuditório 06 de maio, Armando Guebuza (Biblioteca) ULHT, Lisboa Portugal O Seminário Desafios Urbanos em Angola visa, a partir de uma realidade inegável - o desenvolvimento do processo de urbanização e de ocupação urbanística do território angolano - trazer à reflexão alguns dos pressupostos indispensáveis para que este desafio possa ser levado a cabo de uma forma racional e sustentável. X FORÚM URBANISMO E AUTARQUIAS-CIDADES EQUITATIVAS.Urbanismo Socialmente Responsável. De que forma as nossas cidades podem ser mais equitativas? Como podem as cidades proporcionar maior igualdade de acesso dos cidadãos aos serviços públicos e privados prestados? O que podem fazer as autarquias para que as cidades proporcionem maiores níveis de equidade, promovendo com isso a coesão social, o crescimento económico e o urbanismo socialmente responsável? De que forma a nova lei de bases do território pode contribuir para que no futuro as nossas cidades possam ser mais equitativas e sustentáveis? De que forma o planeamento urbanístico e o desenho urbano que fazemos tem contribuído para tornar as cidades mais acessíveis e habitáveis para todos os segmentos da população e mais inclusivas para os diferentes grupos sociais? 6 e 7 JUNHO 2014, Auditório da CCDR do Algarve e Câmara Municipal de Faro Portugal Calendário de actividades de extensão março-nov DEPARTAMENTO DE URBANISMO ULHT Março 27 Urban Tema Desenho Urbano Contemporâneo no Brasil área científica UADU; I&D 31 Lançamento do Concurso de ideias para Logotipo do Dep. Urbanismo área científica UADU - 2 -

5 Abril 17 e 18 Conferência Internacional Tráfego e Transportes área científica ACIET; I&D 22 Seminário Aplicado de Urbanismo área científica I&D 25 a 30 Visita de estudo Internacional, LONDRES, com acolhimento pela The Bartlett School of Planning UCL área científica ANPU; ACIET; UADU; SGAT; I&D 29 Urban Tema Ambiente e Paisagem Urbana, Prof.º Caldeira Cabral área científica ANPU Maio 03 Centro Histórico de Torres ao centro, parceria entre os Dep. Urbanismo, Arqª e Design, inscrição gratuita até 11 de abril. área científica UADU 06 Seminário Desafios Urbanos em Angola área científica ANPU; ACIET; UADU; SGAT; I&D 20 Urban Tema Ecologia Urbana, Prof.º Caldeira Cabral área científica ANPU 24 e 25 Visita de estudo ÉVORA. Inscrição até dia 10 maio área científica ANPU; ACIET; UADU; SGAT; I&D Junho 06 e 07 X FÓRUM Urbanismo e Autarquias Cidades Equitativas, acolhimento Câmara Municipal de Faro e CCDR Algarve área científica ANPU; ACIET; UADU; SGAT; I&D Julho 06 a 25 Curso de Verão Internacional, Desenho Urbano Sustentável área científica ANPU; ACIET; UADU; SGAT; I&D 25 a 31 Curso livre, Desenho 3D aplicado ao Urbanismo área científica UADU Setembro 05 a 19 Exposição Laboratório de Urbanismo I área científica UADU Novembro 07 Homenagem Seminário Profº Costa Lobo Evidências que fundamentem a classificação de cumprimento assinalada. Existe um corpo docente próprio, qualificado na área do ciclo de estudos e adequado em número. Este corpo docente é constituído maioritariamente por doutores (9 doutores em tempo integral dos 13 docentes qualificados na área). O corpo docente em tempo integral assegura a maioria das necessidades do serviço docente. Não são detectáveis sinais que permita concluir que é encorajada a mobilidade do pessoal docente. O 2º ciclo de estudos é composto por um conjunto de docentes qualificados que asseguram a formação específica em Urbanismo, consolidando em paralelo trabalho de investigação e relações institucionais e profissionais com outra entidades nacionais e internacionais. Alguns docentes compatibilizam funções noutras universidades internacionais, dando aulas no formato de mobilidade Evidências que fundamentem a classificação de cumprimento assinalada. Tem vindo a baixar a procura do ciclo de estudos nos últimos três anos (18 em 2010/2011, 3 em 2011/2012 e 0 em 2012/ este último numero está errado porque o relatório da auto-avaliação foi fechado antes da conclusão do período de matrículas). O número clausus passou para 10 nos últimos dois anos mas não foi preenchido nos concursos normais. Na realidade os números apresentados indicam 2 estudantes por ano curricular Recomendações de melhoria. Importa alargar o universo de recrutamento para que possa fazer sentido a existência deste ciclo de estudos, que dá continuidade ao curso equivalente do primeiro ciclo. Tal poderá passar por uma acção junto de licenciados de outras instituições com formação elegível, explicitando de forma clara e objectiva a natureza da profissão de urbanista, campos de saber e competências que cobre e os contextos do emprego oferecido Recomendações de melhoria. As melhorias possíveis passam pelas acções que contribuam para uma maior procura do ciclo de estudos, incluindo novos estudantes e mais novos oriundos de maior contingente transitado do primeiro ciclo. A colocação de estudantes no ciclo de estudos tem vindo a ser uma orientação prioritária do Departamento. Desta forma, as iniciativas reflectidas na contextualização da formação/profissão e da demonstração clara das - 3 -

6 competências e importância do Urbanismo contemporâneo, traduzem-se em diversas acções, como por exemplos concursos que promovem o envolvimento de estudantes mais novos; a sistematização da informação e estrutura curricular em novas peças de divulgação; actividades complementares inseridas na abrangência de outros territórios em desenvolvimento e que carecem de profissionais qualificados em Urbanismo. Exemplo: Concurso Escolar 2013/2014 Como Vives, em ª edição O concurso escolar é uma iniciativa do Departamento de Urbanismo, da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias ULHT. Lança o desafio aos mais novos para se pronunciarem sobre os problemas que dizem respeito ao urbanismo. Desta vez não apenas para descreverem as realidades das suas cidades, vilas, aldeias ou áreas de residências, mas para imaginarem como seriam estas daqui a 50 anos. " Atualmente estão inscritoscerca de 300 alunos e 25 escolas. Dia Aberto. 12 Fevereiro 2014 sala A.1.1. Departamento de Urbanismo ULHT Recepção os grupos escolares que nos visitam: 1. Projecção de PowerPoint de apresentação dos nossos cursos e atividades. 2. Exposição de maqueta 3. Exposição dos trabalhos de Laboratório dos alunos do Prof.º Varanda 4. Exposição dos painéis sobre o Departamento 5. Mesa com computadores, para os grupos interagirem com o desenho digital. 6. Mesa com folhas e marcadores, réguas, lápis. Proposta de execução de um desenho ou um texto sobre a ideia de espaço urbano. CONCURSO DE IDEIAS PARA CRIAÇÃO DE LOGOTIPO DO DEPARTAMENTO DE URBANISMO 1. Objetivo A criação deste concurso tem como objetivo a criação de ideias para a concepção de um logotipo institucional do Departamento de Urbanismo da Universidade Lusófona de Humanidades (ULHT), de acordo com as regras estabelecidas neste regulamento, prevendo-se a implementação da valorização do símbolo colectivo. Manutenção de um site pedagógico do departamento (www.urbanismo-portugal.net) criado em 2000, onde se apresentam as iniciativas de extensão do departamento e demais informações e documentação relevantes para os futuros alunos Evidências que fundamentem a classificação de cumprimento assinalada. Em geral são compreensíveis as competências a desenvolver em cada unidade curricular, cujos conteúdos programáticos têm coerência própria e, com algumas excepções, integram-se nos objectivos globais da formação. As metodologias de ensino e a avaliação correspondem às necessidades de cada unidade curricular e funciona minimamente a coordenação horizontal e vertical. A circunstância de todo o programa de transmissão de saberes nos vários domínios considerados estar concentrado no primeiro ano, com dez unidades curriculares diferentes para um horário efectivo de horas de contacto muito reduzido, dificulta s estratégias didácticas de cada unidade curricular. A estratégica didáctica assente na concentração dos conteúdos nas horas de contato decorrentes no primeiro ano configura a possibilidade de ainda que sobre orientação se produza num segundo ano um trabalho progressivamente autónomo de responsabilidade produtiva e metodológica Recomendações de melhoria. Uma melhor racionalização das matérias sem ambição de tudo cobrir, concentrando a formação nas unidades curriculares fundamentais, evitando a dispersão por assuntos de segunda linha de formação. A abrangência das temáticas expostas neste ciclo de estudos incentiva o aluno à tomada de decisão consciente por um ramo científico a desenvolver durante o curso e durante o seu processo de investigação Recomendações de melhoria. Será importante consolidar os planos de desenvolvimento do Centro de Investigação em Urbanismo, relacionar a investigação própria ou associada com outros centros com as práticas pedagógicas deste ciclo de estudos e - 4 -

7 promover a adopção de práticas de investigação internacionalmente reconhecidas bem como o trabalho conjunto entre profissionais e investigadores do campo teórico, crítico e especulativo, agregando o trabalho dos estudantes nestas direções. A compatibilização dos processos de investigação são uma prioridade para o 2º ciclo, porquanto se persegue um claro caminho anexo ao Centro de Investigação, agregando o estudante a estas metodologias. 10. Conclusões 1. O ciclo de estudos, apoiado na estratégia global do Departamento de Urbanismo, impulsiona um conjunto de medidas que persegue o objetivo inequívoco de estabilização do número de candidatos. A convicção de que as metodologias adotadas recentemente resultem a médio curto/médio prazo à estabilização do número de alunos em frequência letiva fundamentará a mobilização integral do corpo docente. 2. A calendarização do ciclo de estudos para além de se fundamentar na composição programática de metodologias pedagógicas assentes no tempo necessário à consolidação de processos de investigação decorrentes do tempo lectivo dos candidatos, poderá ainda permitir o desenvolvimento do seu trabalho operativo mais autónomo, tendo como comprovado a total disponibilidade de acompanhamento científico por parte dos docentes do curso. 3. A prática académica de gestão lectiva coloca os alunos do mestrado em comum com as temáticas expostas nos diversos módulos do ciclo avançado, mas a produção exigida ao aluno assim como as competências a adquirir obedecem a um trabalho exigente mas coordenado entre alunos e docentes, nomeadamente na fase de concretização e avaliação de conhecimentos. (en) The Report of the CAE deserved better attention ULHT and direction Cycle Studies. Considered to be relevant and useful comments indicated therein, as well as recommendations for improvement specified therein, which shall be taken as references for improvement of the course in line with the strategy of teaching that is taught. This document shall respond in a sequenced some of the recommendations to improve CAE way. A Evidences that support the given performance mark. The curriculum meets the formal legal requirements, with a comprehensive curriculum in science that meet the requirements of this concentrated on the first year training. With regard to specific requirements for competency in project planning, it appears from the syllabus, a difficult to understand discrepancies between contact hours (part of the time available for training practices of project - 40 hours in the year) and working hours indicated as effective (224). The study plan of Composition and Design for Urban Space is set in two moments: one supported directly in contact hours, with a predominant number of hours for the remaining units, and other time directly related to hours of productive work that the level complexity of the proposed urban development requires significant runtime 1.6. Improvement recommendations. We recommend a more extensive explanation of what is the activity of an urban planner, particularly in terms of clarifying the processes of designing projects and plans, the distinction between planning and management. And especially the clarification of multidisciplinary scientific processes related to the study of urban problems which are not characteristic of this training goal. The Urbanism Department has continuously initiated efforts towards dissemination of information on education and the profession. The 2nd cycle of studies, it promotes the focused on research and operational consolidation of municipal procedures contact, reinforcing the information through the publication of articles that accompany the professional and legislative actuality, as well as to encourage participation and involvement in discussions / conference organized by the Course on the matter. Examples: Article Urbanist, the profession in the country. Conference: World Urbanism Day 08 NOV.2013 FRIDAY As the planning profession Article The Proposed Law on Public Lands Policy, Spatial Planning and Urbanism - 5 -

8 "The Draft Law 183/XII, having been approved in general terms in the Assembly of the República1 October 8, 2013, pending its final review of the application in several complementary diplomas envisaged, in particular relating to the legal framework of land management instruments and legal regime of urbanization and building... " Evidences that support the given performance mark. Skills and decision processes are well explained, including the participation of students in the Pedagogical Council. A relative weakness of the student body, dominated by pre-order frequency of the schedule in a week Friday and Saturday between fortnights scheme makes little operating methods advocated for student participation in decisions about the process of teaching/learning. The time and calendar of the course with two weeks interval formal contact is made productive by understanding that articulates a function of lectured sessions on topics that promote incentives for research and establishment of operating methodologies and effective work Improvement recommendations. Should think about a different scheme participation of students taking into account their limited presence by virtue of the scheme adopted schedules, overcoming the obvious difficulties of intervention of representatives of these students in the most current management structure. T he Department performs different activities (http://www.urbanismo-portugal.net/noticias/plano-atividadesdepartamento-urbanismo-marco-novembro ) joining the various courses of study, emphasizing the critical and academic body of scientific plans developed at different levels. Students from the 2nd cycle are integrated into the overall reading that is disseminated by the courses of the department, both in sharing issues both in connection to teachers Improvement recommendations. It is suggested that greater attention as to the methods to be used for a more active participation of students in regular semiannual surveys, and continued the dissemination of timely accessible form the results of evaluative action that follows them, including news of implementing improvements. The participation of teachers and students in educational articulation is established in several interim meetings throughout the school year, allowing each semester to assess the considerations required quality as well as the availability of the management monitoring all situations related to teaching / learning, subsequently placed to the respective committees for review and joint resolution Improvement recommendations. Strengthening the practical and experimental of the curriculum and educational directed towards the training of practical and experimental studies of the plan, which seems essential given the fragility of the preceding formations in these areas may require the use of adequate own spaces as that are available for the teaching of architecture. The 2nd cycle of studies currently has its own room with versatile characteristics, which allows the frequency in theoretical classes; and space available for the practical use of analog and rigorous design, set on large tables, allowing the handling of three-dimensional parts of plants or large formats. The classroom also have a computer and format A3 + printer for students The course of study promotes collaborations with other courses of study within the institution as well as with other national institutions of higher education. partly The course recognizes the importance of institutional exchange involving other universities with the same formation, so currently is part of a process of dialogue set to encourage more didactic relations.so, consider the activities planned collaboration with other institutions of higher education nationwide, particularly in the events taking place in the academic year 2013/14 such as the Seminar Urban Challenges in Angola or X Municipalities and Urban Planning Forum, involving several teachers and professionals from other institutions of higher education in this specific area: - 6 -

9 Seminar Urban Challenges in Angola anpu scientific area ; ACIET ; UADU ; SGAT ; R & D Auditorium May 6, Armando Guebuza ( Library ) ULHT, Lisbon - Portugal The " Urban Challenges in Angola " Seminar aims, from an undeniable reality - the development of urbanization and urban occupation of Angola process - bringing to reflect some of the assumptions necessary for this challenge out of a form can be taken rational and sustainable. X - Forum URBAN MUNICIPALITIES AND CITIES FAIR. Urbanism Socially Responsible. How our cities can be fairer? How can cities provide more equal access of citizens to public and private services rendered? What can municipalities do to that cities provide greater levels of equity, thereby promoting social cohesion, economic growth and socially responsible urban planning? How does the new law on territory can contribute to the future of our cities to be more equitable and sustainable? How urban planning and urban design that we have contributed to making them more accessible and livable for all segments of the population and more inclusive for different social groups cities? 6:07 JUNE 2014 Auditorium of the CCDR Algarve and the Municipality of Faro - Portugal Calendar of activities March -Nov extension DEPARTMENT OF URBAN ULHT March 27 Theme Urban Contemporary Urban Design in Brazil UADU scientific area ; R & D 31 Launch of Competition of ideas for logo Dep Urbanism scientific area UADU April 17:18 International Conference Traffic and Transportation ACIET scientific area ; R & D 22 Seminar for Applied Urbanism scientific R & D area Business International, LONDON study with hosting by The Bartlett School of Planning UCL anpu scientific area ; ACIET ; UADU ; SGAT ; R & D. 29 Theme Urban Environment and Urban Landscape, Prof. Caldeira Cabral scientific area anpu May 03 Historic Centre of Torres Vedras, the center, a partnership between the City Planning Department, Arch. and Design, free registration until April 11. scientific area UADU 06 Seminar Urban Challenges in Angola anpu scientific area ; ACIET ; UADU ; SGAT ; R & D. 20 Urban Theme Urban Ecology, Prof. Caldeira Cabral scientific area anpu 00:25 Visit ÉVORA study. Registration until 10th May anpu scientific area ; ACIET ; UADU ; SGAT ; R & D June 6:07 X FORUM Equitable Urbanism Cities and Municipalities, Chamber host unicipal CCDR Algarve and Faro anpu scientific area ; ACIET ; UADU ; SGAT ; R & D July International Summer Course, Sustainable Urban Design anpu scientific area ; ACIET ; UADU ; SGAT ; R & D Free course, applied to the 3D drawing Urbanism scientific area UADU September Laboratory of Urban Planning Exhibition I scientific area UADU - 7 -

10 November 07 Tribute Seminar Prof. Costa Lobo Evidences that support the given performance mark. There is a proper, qualified faculty in of the study cycle area and adequate in number. This faculty is mostly made up of doctors (doctors 9 of 13 full-time qualified teachers in the area). The full-time faculty ensures most of the needs of the teaching service. There are detectable signs to suggest that is encouraged mobility of teaching staff. The 2nd cycle of studies consists of a set of qualified teachers ensure that specific formation in Urbanism, consolidating research work in parallel and institutional and professional relationships with other national and international entities. Some teachers make compatible functions in other international universities, teaching in the mobility format Evidences that support the given performance mark. Has reduced the demand of the study cycle in the last three years (18 in 2010/2011, 3 in 2011/2012 and 0 in 2012/ the latter number is wrong because the self-assessment report was closed before completion the period of enrollment). The clausus number increased to 10 in the last two years but has not been filled in normal competitions. In fact the figures indicate 2 students per academic year Improvement recommendations. It widen the universe of recruitment to help you make sense of existence this cycle of studies, which continues the equivalent course of the first cycle. This may go through an application to graduates of other institutions with eligible training, explaining clearly and objectively the nature of the planning profession, areas of knowledge, skills and contexts that covers the employment offered Improvement recommendations. Possible improvements are the actions that contribute to an increased demand this cycle of studies, including new students and younger transited largest contingent coming from the first cycle. The placement of students in the study program has been a priority direction of the Department. This way, initiatives reflected in the context of formation / profession and the clear demonstration of the importance of competencies and Contemporary Urbanism, translate into various actions, such as examples contests that promote the involvement of younger students; systematization of information and curriculum in new pieces of dissemination; Additional activities incorporated in the scope of other territories in development and that require of qualified professionals in Urbanism. Example: School Contest 2013/2014 " How Vives, nd edition. The school competition is an initiative of the Department of Town Planning, Lusophone University of Humanities and Technologies - ULHT. Launches challenge to young people to advise on issues concerning urbanism. This time not only to describe the realities of their cities, towns, villages or areas of residences, but to imagine how these would be 50 years from now. " Inscritoscerca currently are 300 students and 25 schools. Open Day. February 12, 2014 A.1.1 room. Department of City Planning ULHT Receiving school groups who visit us: 1. Designing PowerPoint presentation of our courses and activities. 2. Exhibition Comping 3. Exhibition of works by students of the Laboratory of Prof.. º Balcony 4. Exhibition panels on the Department 5. Table with computers for groups to interact with the digital design. 6. Bureau with leaves and markers, rulers, pencils. Proposed implementation of a drawing or text about the idea of urban space

11 CONTEST LOGO IDEAS FOR CREATING THE DEPARTMENT OF PLANNING 1. Objective The creation of this competition aims to create ideas for the design of an institutional logo Department of City Planning Lusophone University of Humanities ( ULHT ), in accordance with the rules laid down in this Regulation, and is expected to implement the enhancement of collective symbol. Maintenance of an educational website of the department ( - portugal.net ) created in 2000, which sets out the department's outreach initiatives and other relevant information and documentation for prospective students Evidences that support the given performance mark. Are generally understood to develop skills in each curricular unit, whose syllabuses have their own consistency and, with some exceptions, are integrated within the overall objectives of the formation. The teaching methodologies and assessment meet the requirements for each curricular unit and works minimally horizontal and vertical coordination. The fact that the entire program of transmission of knowledge in the various fields considered to be concentrated in the first year, with ten different curricular units for effective schedule of hours of very little contact hampers s teaching strategies for each curricular unit. The didactic strategy based on the concentration of the contents in contact hours resulting in the first year sets up the possibility of still guidance on what is produced in the second year a progressively autonomous work productively and methodological responsibility Improvement recommendations. Greater rationalization of matters no ambition to cover everything, concentrating on core formation curricular units, avoiding the dispersion for matters second-line training. The extent of the themes exposed in this course of study encourages students to taking conscious of a scientific sector to develop during the course and during their research process decision Improvement recommendations. It will be important to consolidate the development plans of the Research Centre for Urbanism, relate to own or combined with other centers with the pedagogical practices this cycle of studies research and promote the adoption of internationally recognized research practices and joint work between the professionals and researchers theoretical, critical and speculative, adding the students' work in these directions. The compatibility of the investigation procedures are a priority for the 2nd cycle, because it pursues a clear path to attached Research Centre, adding the student to these methodologies. 10. Conclusions 1. The course of study, supported the overall strategy of the Department of City Planning, drives a set of measures that pursues the clear goal of stabilizing the number of candidates. The conviction that the methodologies adopted recently resulting medium short / medium term to stabilize the number of students in attendance substantiates the full mobilization of the faculty. 2. Timing of the course as well as be based on programmatic composition teaching methods based on the time required to consolidate research processes arising from teaching time candidate, may also allow the development of more autonomous operating your job, having as full availability of proven scientific monitoring by faculty members. 3. Academic practice of teaching students of management poses MA in common with the themes exposed in the various modules of the advanced cycle, but production required the student as well as the skills to acquire follow a demanding job but coordinated between students and teachers, in particular for the implementation and evaluation of knowledge

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16 Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito Unidade curricular História do Direito Português I (1º sem). Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora:

Leia mais

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Unidade curricular História do Direito Português I (Doutoramento - 1º semestre) Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Semestre do plano de estudos 1

Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Inglês CU Name Código UC 6 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 54 ECTS 2 Horas de contacto TP - 22,5 Observações n.a. Docente responsável

Leia mais

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade

Leia mais

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil - Planeamento Urbanístico Engenharia Civil

Leia mais

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Construção, Território e Ambiente CU Name Código UC 11 Curso LEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 95 ECTS 3.5 Horas de contacto

Leia mais

ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE

ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade De Lisboa A.1.a. Outras Instituições

Leia mais

2. Conhecer a diversidade e complexidade de temáticas que podem ser abrangidas por esta área de conhecimento.

2. Conhecer a diversidade e complexidade de temáticas que podem ser abrangidas por esta área de conhecimento. Ficha de Unidade Curricular 1. Unidade curricular / Curricular Unit Psicologia Geral / General Psychology 2. Designação do Ciclo de Estudos em que se insere a Unidade Curricular (com semestre e ano lectivo)

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA. Departamento de Comunicação e Arte !!!!!!!!!

ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA. Departamento de Comunicação e Arte !!!!!!!!! Universidade de Aveiro 2012 Departamento de Comunicação e Arte RENATO MIGUEL SILVA COSTA ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA Universidade de

Leia mais

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office DPI Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office Apresentação/Presentation Criado em 1 de março de 2011, o Núcleo de

Leia mais

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES

FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES a. Unidade curricular Course unit title: Construção da Imagem Fílmica Construction of the Filmic Image Código: 01343927 Code: 01343927 b. ECTS: 5.0 c. Horas de contacto

Leia mais

Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker

Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1 1. Unidade curricular / Curricular Unit Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker 2. Designação do Ciclo

Leia mais

ACEF/1112/20852 Relatório final da CAE

ACEF/1112/20852 Relatório final da CAE ACEF/1112/20852 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Fundação Minerva - Cultura - Ensino E Investigação

Leia mais

NCE/09/02327 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/09/02327 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/09/02327 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas 1 a 7 1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: UNL + UCP 1.a. Descrição da Instituição

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil 2 Língua(s) de aprendizagem/avaliação:

Leia mais

NCE/10/01121 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/01121 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/01121 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universitas, Crl A.1.a. Descrição

Leia mais

SCHOOLS LOOKING FOR STUDENTS FOR ERASMUS PLACEMENTS

SCHOOLS LOOKING FOR STUDENTS FOR ERASMUS PLACEMENTS SCHOOLS LOOKING FOR STUDENTS FOR ERASMUS PLACEMENTS 2015 /16 ESTÁGIOS ERASMUS EM ESCOLAS * ERASMUS PLACEMENTS IN SCHOOLS * [POR FAVOR, PREENCHA O FORMULÁRIO NA (NUMA DAS) LÍNGUA(S) DE TRABALHO DO ESTÁGIO:

Leia mais

NCE/10/00411 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00411 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/00411 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Iade Instituto De Artes Visuais,

Leia mais

Participatory Map of Rio de Janeiro

Participatory Map of Rio de Janeiro Leandro Gomes Souza Geographer Luiz Roberto Arueira da Silva Director of City Information Pereira Passos Institute - City of Rio de Janeiro About us Pereira Passos Institute (IPP) is Rio de Janeiro municipal

Leia mais

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Hidráulica Urbana CU Name Código UC 725 Curso MEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 164 ECTS 6 Horas de contacto T - 22,5; PL -

Leia mais

apresenta presents ENCONTRO INTERNACIONAL DE OFICINAS E FORMADORES DE CINEMA DE ANIMAÇÃO 15 e 16 de Março 2013 Fundação Calouste Gulbenkian LISBOA

apresenta presents ENCONTRO INTERNACIONAL DE OFICINAS E FORMADORES DE CINEMA DE ANIMAÇÃO 15 e 16 de Março 2013 Fundação Calouste Gulbenkian LISBOA apresenta presents ENCONTRO INTERNACIONAL DE OFICINAS E FORMADORES DE CINEMA DE ANIMAÇÃO 15 e 16 de Março 2013 Fundação Calouste Gulbenkian LISBOA INTERNATIONAL MEETING OF WORKSHOPS AND TRAINERS OF ANIMATION

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Instituto Superior Miguel Torga Escola Superior de Altos Estudos Cláudia Sofia da Costa Duarte As Novas Tecnologias como componente da Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Dissertação de Mestrado em

Leia mais

Informática e Programação. Computer Science and Programming. Semestre do plano de estudos 1

Informática e Programação. Computer Science and Programming. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Informática e Programação CU Name Código UC 4 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Informática Duração Semestral Horas de trabalho 135 ECTS 5 Horas de contacto TP - 67,5 Observações

Leia mais

Integração de Imigrantes

Integração de Imigrantes Integração de Imigrantes ODEMIRA INTEGRA It is a project born from the need to improve and increase support measures, reception and integration of immigrants. 47% of immigrants registered in the district

Leia mais

CURSO: Elaboração de Projectos de Investigação e Desenvolvimento-CEPID

CURSO: Elaboração de Projectos de Investigação e Desenvolvimento-CEPID CURSO: Elaboração de Projectos de Investigação e Desenvolvimento-CEPID Título: Projecto de Mestrado em Ciências do Ensino Superior na UAN Autor: MSc. Mara Gomes Orientador: Professor Dr. Felipe Silva Miranda-

Leia mais

ACEF/1112/24182 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/24182 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/24182 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/24182 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular

Ficha de Unidade Curricular 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Ficha de Unidade Curricular Comunicação Multimédia (Desenvolvimento) Multimedia Communication (Development) 6.2.1.2. Docente responsável e respectivas horas

Leia mais

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma Proposta de Criação do Mestrado em Logística III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma De acordo com o Despacho RT 41/2005 de 19 de Setembro Universidade do Minho Escola de Economia e Departamento

Leia mais

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Instruções aos candidatos: (1) Preencher somente o número de inscrição em todas as folhas. (2) Usar caneta preta ou azul. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Leia mais

CEF/0910/26931 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/26931 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/26931 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Centro

Leia mais

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Transportes CU Name Código UC 706 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto T - 22,5; TP - 22,5

Leia mais

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Identificação

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Ficha da Unidade Curricular CURSO Mestrado em U.C. SISTEMAS INTEGRADOS DE Gestão Integrada da Qualidade,Ambiente e Segurança GESTÃO Horas presenciais

Leia mais

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D.

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. Pró-Reitora de Pós-Graduação / Graduate

Leia mais

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS O findar desta dissertação é o momento indicado para agradecer ao Professor Doutor João Carlos de Matos Paiva pela sua grande ajuda, pela disponibilidade sempre manifestada, pelo seu empenho

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante

Ficha de unidade curricular. Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante Unidade curricular Direito das Sociedades Comerciais Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular (preencher

Leia mais

CEF/0910/27461 Relatório final da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/27461 Relatório final da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/27461 Relatório final da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Ese

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR Concurso com Previa Qualificação Convite para a Manifestação de Interesse

Leia mais

ELABORAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS EDUCATIVOS MUNICIPAIS E DE PROJETO EDUCATIVO METROPOLITANO

ELABORAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS EDUCATIVOS MUNICIPAIS E DE PROJETO EDUCATIVO METROPOLITANO ELABORAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS EDUCATIVOS MUNICIPAIS E DE PROJETO EDUCATIVO METROPOLITANO OBJETIVOS, METODOLOGIA E ETAPAS DO PROJETO EDUCATIVO MUNICIPAL Concebendo a Educação como

Leia mais

NCE/11/01396 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/11/01396 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/11/01396 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: E.I.A. - Ensino, Investigação

Leia mais

Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano

Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano Licenciatura em Gestão (1º ciclo) First Cycle Degree in Management Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano Curricular Unit: Information Systems for Management

Leia mais

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Governação Novo Código e Exigências da Função Auditoria

Governação Novo Código e Exigências da Função Auditoria Novo Código e Exigências da Função Auditoria Fórum de Auditoria Interna - IPAI 19 de Junho de 2014 Direito societário e auditoria interna fontes legais 1. CSC artigo 420,º, n.º 1, i) - fiscalizar a eficácia

Leia mais

Pré-Inscrição On-line» [Versão em português] Online Registration» [English version] Programa Syllabus

Pré-Inscrição On-line» [Versão em português] Online Registration» [English version] Programa Syllabus Pré-Inscrição On-line» [Versão em português] Online Registration» [English version] Programa Syllabus Código Code Unidade Curricular Course Unit Português para Estrangeiros nível intermédio B Portuguese

Leia mais

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado UAb Session on Institutional Change Students and Teachers Lina Morgado Lina Morgado l SUMMARY 1 1. Pedagogical Model : Innovation Change 2. The context of teachers training program at UAb.pt 3. The teachers

Leia mais

Abordagem modular e projectos horizontais Infoday Lisboa, Setembro 2015

Abordagem modular e projectos horizontais Infoday Lisboa, Setembro 2015 Abordagem modular e projectos horizontais Infoday Lisboa, Setembro 2015 um Eixo Prioritário territorial EIXO PRIORITÁRIO 1: Promover as capacidades de inovação no Mediterrâneo para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Gestão e Análise Financeira. Managment and Financial Analysis. Semestre do plano de estudos 5

Gestão e Análise Financeira. Managment and Financial Analysis. Semestre do plano de estudos 5 Nome UC Gestão e Análise Financeira CU Name Código UC 28 Curso LEC Semestre do plano de estudos 5 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 106 ECTS 4 Horas de contacto T - 22,5; TP -

Leia mais

NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

NCE/10/00116 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00116 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/00116 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Descrição

Leia mais

Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado Científico

Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado Científico Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado Científico Unidade curricular Direito Constitucional I Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular José Alberto de Melo Alexandrino

Leia mais

Português 207 Portuguese for Business

Português 207 Portuguese for Business Português 207 Portuguese for Business Spring 2012: Porugal and the EU Instructor: Jared Hendrickson Office: 1149 Van Hise Office Hours: Monday and Thursday, 11:00 am-12:00 pm e-mail: jwhendrickso@wisc.edu

Leia mais

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law Sérgio Leal a,b, João Paulo Leal a,c Horácio Fernandes d a Departamento de Química e Bioquímica, FCUL, Lisboa, Portugal b Escola Secundária com 3.º ciclo Padre António Vieira, Lisboa, Portugal c Unidade

Leia mais

MASTER S DEGREE IN INTELLECTUAL PROPERTY ADMISSION EXAM

MASTER S DEGREE IN INTELLECTUAL PROPERTY ADMISSION EXAM CADERNO DE QUESTÕES NOTA FINAL MASTER S DEGREE IN INTELLECTUAL PROPERTY ADMISSION EXAM Before reading the text, pay attention to these important and essential remarks. All the answers must be written in

Leia mais

Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5

Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5 Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5 Type of course Compulsory Year 2º Semester 2nd sem Student Workload: Professor(s) Natalia Gomes, Ascensão Maria

Leia mais

Orientação de Gestão nº 06/POFC/2008

Orientação de Gestão nº 06/POFC/2008 Orientação de Gestão nº 06/POFC/2008 Enquadramento no Sistema de Apoio às Entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SAESCTN) de Projectos de IC&DT em todos os domínios científicos Projectos

Leia mais

Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies

Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies JUNNIUS MARQUES ARIFA Head of Department of Agriculture and Environmental Audit TCU s mandate and jurisdiction 1. Role of Supreme

Leia mais

English version at the end of this document

English version at the end of this document English version at the end of this document Ano Letivo 2016-17 Unidade Curricular PROJETO DE ENGENHARIA ELETRÓNICA Cursos ENGENHARIA ELETRÓNICA E TELECOMUNICAÇÕES (Mestrado Integrado) Unidade Orgânica

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS Mestrado em Ciências da Documentação e da Informação Variante de Arquivo A EXTERNALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ARQUIVO GESTÃO E CUSTÓDIA DE DOCUMENTOS CONTRIBUTO PARA

Leia mais

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 O ano de 2008 é marcado, em termos internacionais, pela comemoração dos vinte anos do Movimento Internacional de Cidades Saudáveis. Esta efeméride terá lugar em Zagreb,

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular 2014/2015

Ficha de Unidade Curricular 2014/2015 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Ficha de Unidade Curricular 2014/2015 Design de Identidade Identity design 6.2.1.2. Docente responsável e respetivas horas de contacto na unidade curricular

Leia mais

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO CENTRO UNIVERSITÁRIO FIEO Osasco 2009 MARLI DA COSTA RAMOS

Leia mais

NCE/10/01761 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/10/01761 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/01761 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/01761 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL

PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL / INDUSTRIAL PROPERTY AND UNFAIR COMPETITION provisório ELEMENTOS DA DISCIPLINA / COURSE DETAILS Docência/ Faculty Evaristo Mendes Ano Lectivo / Academic year:

Leia mais

NCE/10/02916 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/02916 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/02916 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Instituto Politécnico De Lisboa

Leia mais

PORTUGUESE ENVIRONMENT AGENCY (APA) MOBILITY WEEK 2013 PORTUGAL

PORTUGUESE ENVIRONMENT AGENCY (APA) MOBILITY WEEK 2013 PORTUGAL PORTUGUESE ENVIRONMENT AGENCY (APA) MOBILITY WEEK 2013 PORTUGAL carla.jorge@apambiente.pt EUROPEAN MOBILITY WEEK 36th COORDINATION MEETING For the time being, only 25 reports received of a total of 47

Leia mais

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking Agradecimentos A dissertação do Mestrado que adiante se apresenta resulta na concretização de um projecto que me parecia difícil mas não impossível de alcançar. Foram meses seguidos de trabalho de investigação,

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. FÍSICA APLICADA Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011 Horas

Leia mais

IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA

IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA Adriana Richit, Bárbara Pasa, Valéria Lessa, Mauri Luís Tomkelski, André Schaeffer, Andriceli Richit, Angélica Rossi

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO APRENDER CIDADANIA COM A DISCIPINA DE HISTÓRIA: 3 PERCURSOS NO CONCELHO DE ODEMIRA Rita Santos Agudo do Amaral Rêgo MESTRADO EM EDUCAÇÃO

Leia mais

Horizonte 2020. Ciênciacom e paraa Sociedade. Cláudia Oliveira Ponto de Contacto Nacional Sociedades, Ciência & Sociedade, e PMEs

Horizonte 2020. Ciênciacom e paraa Sociedade. Cláudia Oliveira Ponto de Contacto Nacional Sociedades, Ciência & Sociedade, e PMEs Horizonte 2020 Ciênciacom e paraa Sociedade Cláudia Oliveira Ponto de Contacto Nacional Sociedades, Ciência & Sociedade, e PMEs Objectivos Objectivosdo programaciênciacome para a Sociedade, Artigo3.3b

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/15 Unidade curricular: / Curricular Unit: Sociologia da Comunicação Sociology of Communication Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE LÍNGUAS (TURMAS REGULARES E INTENSIVAS) 2015/2016

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE LÍNGUAS (TURMAS REGULARES E INTENSIVAS) 2015/2016 NORMAS DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE LÍNGUAS (TURMAS REGULARES E INTENSIVAS) 2015/2016 1. Tipos de turma e duração: O CLECS oferece dois tipos de turma: regular e intensivo. Além destas turmas, o CLECS

Leia mais

6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 AGENDA

6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 AGENDA 6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 O projeto Building SPP O projeto Building SPP da Unidade de Produção Consumo Sustentável do Laboratório Nacional de Energia e Geologia () tem como objetivo desenvolver

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

A. Situação / Situation

A. Situação / Situation A. Situação / Situation A Assembleia Mundial da Saúde (OMS) aprova em 1969 o Regulamento Sanitário Internacional, revisto pela quarta vez em 2005. Esta última versão entrou em vigor no plano internacional

Leia mais

Programa Pedro Hispano. Excelência e Internacionalização dos Estudos Doutorais da FCSH

Programa Pedro Hispano. Excelência e Internacionalização dos Estudos Doutorais da FCSH Programa Pedro Hispano Excelência e Internacionalização dos Estudos Doutorais da FCSH Objectivo do Programa Promover a qualidade, a interdisciplinaridade e a internacionalização dos estudos doutorais da

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS COORDENADORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS International Relations Office

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS COORDENADORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS International Relations Office UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS COORDENADORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS International Relations Office FORMULÁRIO DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE DE INTERCÂMBIO EXCHANGE STUDENT APPLICATION FORM Semestre

Leia mais

PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS

PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS Ewelanny Louyde Ferreira de Lima¹; Daiane Rodrigues Soares². Alunas de graduação

Leia mais

ACEF/1112/20757 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/20757 Relatório preliminar da CAE 1 de 16 22-07-2013 15:55 ACEF/1112/20757 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Ensigest - Gestão

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

TRAINING THE ESSENTIALS

TRAINING THE ESSENTIALS 1 st RESEARCH METHODOLOGY SCHOOL What needs to be done? Esta edição pretende ser uma proposta de formação metodológica avançada suplementar para estudantes de pós-graduação, investigadores e profissionais

Leia mais

AGÊNCIA DE AVALIAÇÃO E ACREDITAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR A3ES PARTICIPAÇÃO DOS ESTUDANTES NAS COMISSÕES DE AVALIAÇÃO EXTERNA - EXERCÍCIO EXPERIMENTAL -

AGÊNCIA DE AVALIAÇÃO E ACREDITAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR A3ES PARTICIPAÇÃO DOS ESTUDANTES NAS COMISSÕES DE AVALIAÇÃO EXTERNA - EXERCÍCIO EXPERIMENTAL - AGÊNCIA DE AVALIAÇÃO E ACREDITAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR A3ES PARTICIPAÇÃO DOS ESTUDANTES NAS COMISSÕES DE AVALIAÇÃO EXTERNA - EXERCÍCIO EXPERIMENTAL - Sónia Cardoso e Sérgio Machado dos Santos Gabinete de

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo /15

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo /15 Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo - 2014/15 Unidade curricular: Curricular Unit: Fundamentos de Marketing Marketing Fundamentals Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE DE ÉVORA

UNIVERSIDADE DE ÉVORA UNIVERSIDADE DE ÉVORA MESTRADO EM INTERVENÇÃO SÓCIO-ORGANIZACIONÀL NA SAÚDE Curso ministrado em parceria com a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (DR Série, n.. 250 de 29 de Outubro de 2002)

Leia mais

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89 N 9º15'50. AGENDA 21 escolar Pensar Global, agir Local Centro de Educação Ambiental Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.84" O 918 773 342 cea@cm-tvedras.pt Enquadramento A Agenda

Leia mais

Desenho e Computação Gráfica. Drawing and Computer-aided Design. Semestre do plano de estudos 2

Desenho e Computação Gráfica. Drawing and Computer-aided Design. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Desenho e Computação Gráfica CU Name Código UC 12 Curso LEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Informática Duração Semestral Horas de trabalho 163 ECTS 6 Horas de contacto TP - 67,5

Leia mais