manual de identidade corporativa * normas de utilização da marca

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "manual de identidade corporativa * normas de utilização da marca"

Transcrição

1 manual de identidade corporativa * normas de utilização da marca

2

3 01 - introdução O logótipo é um elemento de identificação da instituição e não tanto um mero elemento gráfico, por isso não deve ser alterado ou mostrado com outro aspecto formal. Os padrões gráficos descritos nos guias de utilização são elementos fundamentais para a formação da identidade corporativa de uma organização. Quanto maior constância houver na utilização do logótipo, nomeadamente, nas cores empregues e na tipografia utilizada, mais forte será a identidade da marca. Este documento providência todas as ferramentas necessárias para seguir as quatro regras básicas de uma gestão efectiva da marca: - uso consistente da identidade da marca; - manter o uso da marca e do logótipo bem visível; - uso das cores predefinidas; - uso das fontes recomendadas.

4 02 - conceito A essência do design assenta, essencialmente, na promoção do bem-estar das populações pela melhoria das suas condições de vida, fomentando-o através das suas constantes contribuições. Neste sentido, o design aplica os seus esforços de modo a fazer cumprir as promessas de felicidade que os seus pressupostos evocam, fazendo do planeamento e da projectação, meios que conduzem ao alcance desses objectivos. Com vista a essas realizações o designer faz-se munir de metodologias adequadas à especificidade de cada finalidade, com o intuito de estruturar e orientar as suas acções mediante uma sequência de operações previamente estabelecidas. O processo tem origem num determinado desígnio, que representa a aspiração do ser humano a uma determinada realização, com vista ao preenchimento de uma carência. Esse desígnio, consequência da análise das características do problema, orienta e justifica as tomadas de decisão ao longo do processo de criação. Assim, o resultado final deve ser o reflexo dessa intenção.

5 03 - conceito Para isso é necessário ter um conhecimento completo do meio envolvente e reflectir criticamente sobre ele, por meio da utilização do desenho, de modo a obter um conjunto de hipóteses de trabalho que poderão conter a solução para o problema inicialmente inventariado pelo seu constituinte. Assim, após um movimento peristáltico de convergência e divergência de hipóteses começam-se a filtrar opções de forma que, no final, permaneça aquela que mais se adequa à situação. Os ideais sociais anteriormente referidos, bem como o processo metodológico adoptado para os tornar reais, foram os fundamentos que serviram de base para a concepção desta imagem de marca. Assim, optou-se por explorar situações que transmitissem: - dinâmica, que caracteriza o processo de concepção aquando da procura da melhor das soluções possíveis, consistindo num percurso enérgico, diligente e pró-activo; - fluidez do movimento, revelando a capacidade de adaptação às mais diversas situações (tal como a água de um rio escolhe o seu caminho); - harmonia, através da disposição relativa dos elementos, criando uma ordem melodiosa;

6 04 - símbolo - equilíbrio, obtido a partir da acção de forças opostas - assimilação/emissão de conhecimento - metodologia, materializada numa estrutura que simbolizasse a descoberta da verdadeira essência inerente à realidade em estudo, que lhe estivesse subjacente um processo de tomada de consciência (investigação) e a concepção/realização de soluções equilibradas entre o realizável e o desejável (acção). *** O símbolo, semelhante a um vórtice energético, é representado por um conjunto de formas alinhadas em direcção a um centro, seguindo um movimento espiralado e fluido. A posição relativa das formas quer representar um comportamento semelhante ao da água quando esta se encontra perto de um remoinho. Se se partir do pressuposto que todas as coisas são o resultado da acção de duas forças opostas em constante interacção, poderemos representar o processo metodológico do seguinte modo:

7 05 - símbolo a) Yang, a investigação sentido da absorção (assimilação) de conhecimento A estrutura denuncia a existência de exercícios de concentração sobre algo específico (o objecto de projecto) que promovem uma tomada de consciência acerca do tema abordado. O espectador/designer é levado a fazer uma viagem ao cerne da questão, segundo uma direcção que é sugerida pela concentricidade das formas. Percurso que coincide com a fase de pesquisa sobre o objecto de projecto que, geralmente, se realiza nas etapas iniciais do processo de criação. b) Yin, a acção sentido da emissão (projectação) de conhecimento O movimento descrito anteriormente, que é realizado de fora para dentro, também é passível de ser realizado em direcção oposta, de dentro para fora, no sentido da concretização das ideias em direcção à forma, à densidade, à delimitação e à individualização. Este movimento compreende todo o tipo de acções que levam à materialização da ideia obtida, como é o caso da realização do brief, do ante-projecto, do projecto ou dos processos de verificação (prototipagem, testes).

8 06 - símbolo Em relação à cor, o azul (ou o gradiente de azul) foi escolhido por ser uma cor que apresenta o comprimento de onda mais curto e que, por isso, promove efeito relaxante e apaziguador no indivíduo, propício à realização de práticas mais ligadas ao intelecto e à reflexão. O gradiente obtido através das várias tonalidades, confluindo da mais escura (nas extremidades) para a mais clara (no centro), para além de acentuar a ideia de movimento, confere também um maior relevância ao centro (o cerne das questões) e torna o símbolo mais luminoso (efeito conseguido pela diferença de tonalidades usada).

9 07 - dimensões logótipo a 60% logótipo a 100% 1 - Margens de segurança Para manter a integridade visual do logótipo deve-lhe ser reservado um espaço específico, de forma a ficar afastado dos outros elementos que compõem a composição (textos, títulos, fotografias ou outros elementos gráficos). O esquema de cima mostra a área que deve permanecer livre de qualquer outro elemento visual. - a margem de segurança deve ser, pelo menos, igual a um quarto da altura do logótipo. 2 - Manutenção da integridade visual do logótipo: - o tamanho mínimo do logótipo deve ser de 41,1 mm x 15 mm - Para os casos onde haja limitações de espaço ou onde o logótipo tenha um destaque secundário - como acontece quando a empresa aparece como entidade patrocinadora - a redução pode ir até 24,7 mm x 9 mm

10 08 - cor A cor é um instrumento visual muito poderoso e que é parte integrante da identidade corporativa da empresa, por isso as cores nele empregues devem respeitar as indicações enunciadas em baixo. cores CMYK cores directas cores RGB grayscale 100c 90m 0y 40k pantone 282 U 0r 24g 66b 92% black 100c 80m 0y 10k pantone 280 U 0r 41g 104b 82% black 85c 35m 0y 0k pantone 285 U 0r 100g 167b 64% black 67c 2m 0y 0k pantone 298 U 0r 157g 225b 44% black 40c 0m 0y 0k 60% - pantone 298 U 44r 188g 238b 26% black

11 09 - fonte A fonte é também parte integrante da imagem de marca e constitui um elemento de substancial relevância. O uso constante da mesma família tipográfica é fundamental para criar uma imagem marca coerente. Tipo de fonte que usada no logótipo: Swiss 721 Light ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ Abcdefghijklmnopqrstuvwxyz Swiss 721 Light ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ Abcdefghijklmnopqrstuvwxyz Do mesmo modo que é aconselhado que seja usada a mesma fonte (light ou thin) em todos os documentos que digam respeito a esta entidade.

12 opacidade a 75% 10 - aplicação do logótipo sobre fundos

13 11 - exemplos de utilização indevida do logótipo ter cuidado para não alterar as proporções do logótipo não inclinar ou alterar as tonalidades das cores predefinidas não retirar elementos ao símbolo ou alterar a fontes predefinidas

14

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS CONTEÚDOS 01 RENOVAÇÃO DA MARCA 02 CONSTRUÇÃO DA MARCA 03 DIMENSÕES MÍNIMAS MARGEM MÍNIMA DE SEGURANÇA 04 05 06 CORES COMPORTAMENTOS SOBRE FUNDOS TIPOGRAFIA E RESPETIVOS ESTILOS

Leia mais

CENTRO DE HISTÓRIA DA ARTE E INVESTIGAÇÃO ARTÍSTICA MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

CENTRO DE HISTÓRIA DA ARTE E INVESTIGAÇÃO ARTÍSTICA MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS CYMK (coated euro) PANTONE (solid mate) RGB C 0% M 0% Y 0% K 10 0% C 0% M 0% Y 0% K 50% Pantone Black M 100% Pantone Black M 50% R 0% G 0% B 0% R 156% G 156 % B 156% UNIVERSO

Leia mais

I ntrodução. Todas as versões e aplicações que não estiverem aqui contempladas devem ser submetidos à aprovação prévia.

I ntrodução. Todas as versões e aplicações que não estiverem aqui contempladas devem ser submetidos à aprovação prévia. I ntrodução O símbolo-logotipo do LNEG é a face visível da sua identidade. Este manual tem como objectivo definir um conjunto de regras e recomendações que garantam uma aplicação correcta dessa marca.

Leia mais

Manual de Normas Gráficas

Manual de Normas Gráficas Manual de Normas Gráficas Introdução Este manual de normas gráficas constitui um guia dos elementos da identidade visual da, bem como, as respectivas normas para a sua correcta utilização e reprodução,

Leia mais

Manual de Normas Gráficas. COMPETE - Programa Operacional Factores de Competitividade

Manual de Normas Gráficas. COMPETE - Programa Operacional Factores de Competitividade Manual de Normas Gráficas COMPETE - Programa Operacional Factores de Competitividade > Índice A Marca 05 Identidade 06. Logótipo 08. Versões 09. Margem de Segurança 10. Dimensão Mínima 11. A Cor 12 Suportes

Leia mais

M A N U A L D E NOR M A S

M A N U A L D E NOR M A S MANUAL DE NORMAS A Construção de uma Marca é o resultado de uma pesquisa apurada. A sua construção obedece a regras precisas, que asseguram o equilíbrio da sua composição. Qualquer alteração das proporções

Leia mais

MANUAL DE NORMAS logótipo TORRES VEDRAS. AGENDA 21

MANUAL DE NORMAS logótipo TORRES VEDRAS. AGENDA 21 MANUAL DE NORMAS logótipo TORRES VEDRAS. AGENDA 21 MANUAL DE NORMAS logótipo TORRES VEDRAS. AGENDA 21 03. Valores da marca 04. Grelha de Construção do Logótipo e Margens de segurança 05. Escalas e Dimensões

Leia mais

manual de normas gráficas Centro de Informação Europeia Jacques Delors

manual de normas gráficas Centro de Informação Europeia Jacques Delors manual de normas gráficas Centro de Informação Europeia Jacques Delors índice Eurocid logótipos de marcas associadas conceito p.2 normas de utilização p.3 construção margens de segurança dimensões cores

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Apresentação A marca é o maior patrimônio de uma empresa. Nela estão depositadas toda sua força e história. A forma como você escreve essa marca, acrescentando características

Leia mais

Manual de Identidade Junho de 2011

Manual de Identidade Junho de 2011 Manual de Identidade Junho de 2011 Índice Identidade Visual... 2 O que é a Identidade Visual... 2 Objectivos do Manual de Identidade Visual... 2 Marca... 3 Versão Preferencial... 4 Versão Auxiliar... 4

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Marca Sumário 1. Apresentação 03 2. Uso do Manual 04 3. Componentes do Design 05 4. Logomarca 06 5. Assinatura 09 6. Área de Proteção 10 7. Alinhamento 11 8. Grade de Construção 12 9. Tipologia

Leia mais

Manual de Normas Gráficas

Manual de Normas Gráficas Manual de Normas Gráficas Versão 1.0 1.0 Julho 2014 Manual de Normas Gráficas. 1 ÍNDICE 3 // A IDENTIDADE DO MARE 4 // LOGOMARCA 8 // ÁREA DE PROTEÇÃO DA LOGOMARCA 9 // DIMENSÃO MÍNIMA DA LOGOMARCA 10

Leia mais

Manual de identidade da marca

Manual de identidade da marca Manual de identidade da marca Manual de identidade da marca Projecto - Restaurante do Futuro Introdução A imagem de uma marca é, actualmente, fundamental para o seu reconhecimento. O logótipo funciona

Leia mais

Manual daidentidade Visual

Manual daidentidade Visual Manual daidentidade Visual Apresentação Guia de uso Elementos da Identidade Visual Elementos da Papelaria Elementos de Informática Manual da Identidade Visual Apresentação Este manual tem como objetivo

Leia mais

IDENTIDADE VISUAL Manual de Normas MANUAL DE IDENTIDADE CORPORATIVA. acm. acm ALTO COMISSARIADO PARA AS MIGRAÇÕES. acm

IDENTIDADE VISUAL Manual de Normas MANUAL DE IDENTIDADE CORPORATIVA. acm. acm ALTO COMISSARIADO PARA AS MIGRAÇÕES. acm A FUNÇÃO DO MANUAL A garantia da aplicação correta da identidade ACM é o objetivo da definição do conjunto de regras e recomendações constantes neste manual. Este documento descreve o logótipo, as cores,

Leia mais

Guia de Uso DAMARCA V1.0 - Maio. 2011

Guia de Uso DAMARCA V1.0 - Maio. 2011 Guia de Uso DAMARCA V1.0 - Maio. 2011 Apresentação 3 Elementos da marca 4 Versões de uso preferencial 5 Cores 6 Aplicação em substrato metalizado 7 Versão degradê 8 Versões em P&B 9 Área de não interferência

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL INTRODUÇÃO A marca de uma empresa é seu símbolo mais importante. Através dela o público reconhece a presença da empresa, suas conquistas, sua tradição e seus ideais. Ela nos

Leia mais

A marca TURISMO DE PORTUGAL. Manual de Identidade Visual

A marca TURISMO DE PORTUGAL. Manual de Identidade Visual A marca TURISMO DE PORTUGAL Manual de Identidade Visual 01 INTRODUÇÃO Este manual explica os elementos básicos da identidade gráfica da marca Turismo de Portugal, para que possa ser usada de forma clara

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS ESCOLA SUPERIOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS VERSÃO 1.0 > INTRODUÇÃO ESTE MANUAL APRESENTA AS REGRAS BÁSICAS DE UTILIZAÇÃO DA NOVA IDENTIDADE VISUAL DA ESCOLA SUPERIOR DE COMUNICAÇÃO

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual ÍNDICE 1. MARCA Apresentação... 04 Cores Institucionais... 05 Família Tipográfi ca... 06 Construção... 07 Versões... 08 Fantasia... 09 Grayscale... 10 Uma Cor... 11 Assinaturas...

Leia mais

JUNHO 2014 V.01 MARCA GUIMARÃES MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

JUNHO 2014 V.01 MARCA GUIMARÃES MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS JUNHO 2014 V.01 MARCA GUIMARÃES MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS ÍNDICE 01. INTRODUÇÃO 02. IDENTIDADE MÚLTIPLA 03. MARCA INSTITUCIONAL 01. VERSÕES INSTITUCIONAIS 02. PATRIMÓNIO MUNDIAL 03. NOVAS VERSÕES 04. ESPAÇO

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Índice Apresentação 5 A Marca 7 Criação da Marca 8 Elementos 9 Tipografia 10 Cores 11 Redução Máxima 12 Área de Proteção 13 Grid de Construção 14 Versão Monocromática 15 Aplicação

Leia mais

Manual da marca 2014

Manual da marca 2014 Manual da marca 2014 Índice 1. Marca 2. Elementos, versões e proporções 3. Área de reserva e redução 4. As cores da marca 4.1. Uso preferencial e versão PB 4.2. Cor complementar 5. Variação de fundos 6.

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual 2 Índice Apresentação A Marca Criação da Marca Elementos Tipografia Cores Redução Máxima Área de Proteção Grid de Construção Versão Monocromática Aplicação Aplicação - Fundo Preto Aplicação - Fundo Especial

Leia mais

Manual de Identidade Visual Golin Módulo II Guia Rápido de Utilização do Logotipo / Meios Digitais. Manual de Identidade Visual junho 2010

Manual de Identidade Visual Golin Módulo II Guia Rápido de Utilização do Logotipo / Meios Digitais. Manual de Identidade Visual junho 2010 1 Manual de Identidade Visual Golin Módulo II Guia Rápido de Utilização do Logotipo / Meios Digitais Manual de Identidade Visual junho 2010 Sumário 2 A marca 3 Introdução 4 Comunicação através de Símbolos

Leia mais

PROPOSTA DE MARCA UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR 2ª Fase de Concurso Número de aluno 20710

PROPOSTA DE MARCA UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR 2ª Fase de Concurso Número de aluno 20710 PROPOSTA DE MARCA UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR 2ª Fase de Concurso Número de aluno 20710 01. UNIVERSO Antes de qualquer construção de uma nova marca, o primeiro passo deve ser sempre perceber qual o

Leia mais

Manual de identidade. Centro de Informação Europeia Jacques Delors

Manual de identidade. Centro de Informação Europeia Jacques Delors Manual de identidade (CIEJD) Direcção-Geral dos Assuntos Europeus (DGAE) Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) Autor: Carla Lopes design.avulso@gmail.com www.designavulso.blogspot.com Acesso em linha:

Leia mais

ARTIGO TÉCNICO. Os objectivos do Projecto passam por:

ARTIGO TÉCNICO. Os objectivos do Projecto passam por: A metodologia do Projecto SMART MED PARKS ARTIGO TÉCNICO O Projecto SMART MED PARKS teve o seu início em Fevereiro de 2013, com o objetivo de facultar uma ferramenta analítica de confiança para apoiar

Leia mais

MANUAL MANUAL DE USO DA MARCA SELO SOLAR

MANUAL MANUAL DE USO DA MARCA SELO SOLAR MANUAL MANUAL DE USO DA MARCA SELO SOLAR ÍNDICE 01. Uso do Manual 02. Construção da marca 03. Área de proteção 04. Dimensão minima 05. Especificações Cromáticas 06. Uso em monocromia 07. Tipografia 08.

Leia mais

ÍNDICE. 1. Marca 1.1 Valores 1.2 Conceito visual

ÍNDICE. 1. Marca 1.1 Valores 1.2 Conceito visual 09.05.2013 ÍNDICE 1. Marca 1.1 Valores 1.2 Conceito visual 2. Elementos Visuais 2.1 Construção 2.2 Área de protecção 2.3 Dimensão mínima 2.4 Tipografia 2.5 Cores 2.6 Marca Registada 3. Assinatura 3.1 Conceito

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Confiabilidade Confiabilidade será nossa palavra-chave: todas as nossas ações serão no sentido de conquistar o reconhecimento da OniSat como uma grande empresa na área de rastreamento.

Leia mais

Enap. Manual de uso da marca

Enap. Manual de uso da marca Manual de uso da marca O símbolo transmite seriedade, objetividade e contemporaneidade compatíveis com a instituição e também continuidade em relação ao sinal de identificação anteriormente usado. O desenho

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 1. MARCA Definições de Interesse... 03 Conceito... 04 Desenho... 06 Cores... 07 Tipografia... 08 Uso Incorreto da Marca... 09 Redução da Marca... 10 Versões Monocromáticas...

Leia mais

A ETIAM Etiquetadora Amaral Ltda. pretende através deste documento, consolidar o bem mais valioso que uma instituição pode ter: sua marca.

A ETIAM Etiquetadora Amaral Ltda. pretende através deste documento, consolidar o bem mais valioso que uma instituição pode ter: sua marca. INTRODUÇÃO Ter uma identidade visual, que passe uma mensagem de qualidade e segurança aos clientes é fundamental para o sucesso da empresa. A identidade visual é a imagem ou, em outras palavras, a roupa

Leia mais

BRAND BOOK. Locamerica 2011 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

BRAND BOOK. Locamerica 2011 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS BRAND BOOK Locamerica 2011 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS BRAND BOOK Este BRAND BOOK foi criado para orientar a expressão da marca Locamerica em todos os momentos de contato com seus públicos. Seu objetivo

Leia mais

Brandbook Manual de Identidade Corporativo Ensino Soluções Educacionais Tecnologia Gráfica Cultura e Entretenimento Anexos

Brandbook Manual de Identidade Corporativo Ensino Soluções Educacionais Tecnologia Gráfica Cultura e Entretenimento Anexos Brandbook 1. 4 Estratégias da Marca 1.1 Posicionamentos de Marca Missão e Visão Missão Trabalhar para a formação de um ser humano melhor, capaz de construir um mundo melhor. Atingir esse ideal pela educação

Leia mais

Manual de Identidade Visual da Marca Fiat

Manual de Identidade Visual da Marca Fiat Manual de Identidade Visual da Marca Fiat Conceito A construção de um logo...é Em última instância o reflexo da integração da empresa que simboliza. Seu efeito depende consideravelmente da sua exposição

Leia mais

A extensa região territorial que abrange a estrutura multicampi da Unoesc é fator de orgulho

A extensa região territorial que abrange a estrutura multicampi da Unoesc é fator de orgulho Manual de Marca Apresentação A marca da Unoesc foi desenvolvida a partir de um estudo baseado no perfil histórico representativo da instituição Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), tomando

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Uso e aplicação do logotipo

Manual de Identidade Visual. Uso e aplicação do logotipo Manual de Identidade Visual Uso e aplicação do logotipo 2 Apresentação O Manual de Identidade Visual da Fundação de Apoio à Universidade Federal de São Paulo, FapUnifesp, é um documento técnico, elaborado

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves. 2007 Teaser Design e Publicidade Lda. Todos os direitos reservados.

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves. 2007 Teaser Design e Publicidade Lda. Todos os direitos reservados. MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves 2007 Teaser Design e Publicidade Lda. Todos os direitos reservados. indíce IDEIA...03 SÍMBOLO...04 TIPOGRAFIA...05 LOGOMARCA...06 CORES...07

Leia mais

Resumo MANUAL DE MARCA. neodent.com.br/identidade-corporativa

Resumo MANUAL DE MARCA. neodent.com.br/identidade-corporativa neodent.com.br/identidade-corporativa MANUAL Resumo DE MARCA 01 a Componentes da marca Cores da marca As cores podem incitar uma emoção e evocar uma associação com a marca. A importância da cor não está

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS O presente manual de normas tem um papel fundamental na aplicação da identidade visual do IPN. Integra os elementos básicos que a constituem, as regras que determinam a sua correcta

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Este Manual, visa estabelecer e consolidar a identidade das marcas das empresas do GRUPO NETT, através de um conjunto de recomendações e especificações de normas essenciais. Seguir

Leia mais

CECOM/IFC MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CURSOS DO IFC

CECOM/IFC MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CURSOS DO IFC CECOM/IFC MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CURSOS DO IFC O OBJETIVO DO PROJETO A criação dos ícones dos cursos tem como objetivo construir uma identidade visual única para os cursos ofertados pelo IFC, principalmente

Leia mais

A marca. Versão beta 28 / 04/ 2010

A marca. Versão beta 28 / 04/ 2010 A marca O símbolo transmite brasilidade e a fluidez da Eletrobras, além de representar a evolução constante e o movimento contínuo e dinâmico da empresa rumo ao futuro. Em suas cores, temos o azul, representando

Leia mais

Manual de Normas Gráficas MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

Manual de Normas Gráficas MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Manual de Normas Gráficas MANUAL 1 MANUAL 2 Manual de Normas Gráficas Este manual contém as regras básicas de utilização dos elementos fundamentais de design da marca Ceramics Portugal does it better e

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE GRÁFICA

MANUAL DE IDENTIDADE GRÁFICA MANUAL DE IDENTIDADE GRÁFICA MANUAL DE IDENTIDADE GRÁFICA Este manual destina-se a orientar a utilização e aplicação dos elementos básicos da identidade, de forma a que seja salvaguardada a sua personalidade

Leia mais

Manual de Padronização

Manual de Padronização Manual de Padronização das Marcas EBC e seus veículos Novembro de 2013 1. Marca da EBC 4 1.1 Reduções mínimas 5 1.2 Aplicações da marca 6 1.3 Tipografia 7 1.4 Cor da marca 8 1.5 Usos Indevidos 9 2. Marca

Leia mais

Este é o Manual de Identidade Visual da Fundação CERTI. Ele serve para você conhecer melhor a nossa marca.

Este é o Manual de Identidade Visual da Fundação CERTI. Ele serve para você conhecer melhor a nossa marca. Manual de Para que serve este Manual Este é o Manual de Identidade Visual da Fundação CERTI. Ele serve para você conhecer melhor a nossa marca. Pag. 03 Pag. 04 Pag. 05 Pag. 06 Pag. 08 Pag. 12 Pag. 22 Pag.

Leia mais

Manual de Identidade Visual RIO +20

Manual de Identidade Visual RIO +20 Manual de Identidade Visual RIO +20 ÍNDICE Introdução 1. O selo 2. Aplicação principal 2.1. Construção 2.2. Aplicação em cores sólidas 2.3. Tons de cinza 2.4. Versões monocromáticas 2.5. Redução máxima

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Laboratório de Experimentação Remota INE/CTC/UFSC

Manual de Identidade Visual. Laboratório de Experimentação Remota INE/CTC/UFSC Manual de Identidade Visual Laboratório de Experimentação Remota INE/CTC/UFSC 14 de maio de 2002 Este manual foi criado e desenvolvido por Guilherme Corrêa Meyer guilhermecmeyer@hotmail.com - 9121 9171

Leia mais

manual de identidade visual

manual de identidade visual manual de identidade visual manual-perpart2.indd 1 índice 02 03 Apresentação A Marca 20 Papelaria Institucional Cartão de Visita I 04 A Marca 21 Cartão de Visita II 05 Logotipo 22 Envelope Ofício 06 Símbolo

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Sumário Apresentação 3 Logotipo - Versões Cromáticas 4 Diagrama de Construção, Área de Reserva e Redução 5 Convivência com Outras Marcas 6 Patrocínio 7 Aplicações sobre Fundos 8 Aplicações Incorretas 9

Leia mais

Aplicações da Logomarca Logomarca Preferencial - Assinatura Horizontal - Secretaria Logomarca Preferencial - Assinatura Vertical - Secretaria

Aplicações da Logomarca Logomarca Preferencial - Assinatura Horizontal - Secretaria Logomarca Preferencial - Assinatura Vertical - Secretaria Índice 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Apresentação A logomarca da Prefeitura de Palmas Proporções e medições Zona de exclusão Redução mínima Variantes de cor Cores

Leia mais

Manual de Identidade Corporativa

Manual de Identidade Corporativa Manual de Identidade Corporativa Identidade Corporativa O que é Identidade Corporativa Identidade Corporativa é o conjunto de imagens, símbolos, logotipos, cores, fontes e padrões gráficos que são definidos

Leia mais

Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES.

Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES. Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES. E a marca HEAVYLOAD transmite essa confiança e, também, cria essa percepção! Em cada momento

Leia mais

INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO A partir de meados do século xx a actividade de planeamento passou a estar intimamente relacionada com o modelo racional. Uma das propostas que distinguia este do anterior paradigma era a integração

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Sumário 1. Introdução 1.1. Apresentação...4 1.2. Ficha Técnica...4 2.1.1. Logotipo Padrão...5 2.1.1.1. Versão Comercial e Institucional, com e sem slogan...6 2.1.1.2. Versão

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA

MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA Este manual foi desenvolvido através de estudos e pesquisas visando orientar de forma coerente e objetiva a correta utilização da Marca USE. Você verá, detalhadamente, todos

Leia mais

S.Salvador junta de freguesia de Ílhavo

S.Salvador junta de freguesia de Ílhavo versão: 1.0/2014 IMPRESSÃO IMPRESSÃO NORMAS Formatos de papel (norma DIN) Envelopes DL Envelopes Cartão da visita NORMAS DE UTILIZAÇÃO DA MARCA Zona de proteção e redução mínima COMUNICAÇÃO Utilização

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Os símbolos são usados pela humanidade desde o início dos tempos como representações que fortalecem a comunicação ao despertar emoções. Entre esses, encontram-se as marcas.

Leia mais

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA ÍNDICE 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 APRESENTAÇÃO DEFESA DA MARCA FAMÍLIA TIPOGRÁFICA PADRÃO CROMÁTICO APLICAÇÕES E VERSÕES LIMITES DE REDUÇÃO

Leia mais

Manual de Identidade Visual Diretrizes de uso e gestão da marca

Manual de Identidade Visual Diretrizes de uso e gestão da marca Manual de Identidade Visual Diretrizes de uso e gestão da marca Manual de Identidade Visual - 1 Um projeto de identidade visual tem o propósito de desenvolver a marca e os elementos gráficos que constituem

Leia mais

A Identidade Visual de uma empresa é um de seus principais patrimônios.

A Identidade Visual de uma empresa é um de seus principais patrimônios. Apresentação A Identidade Visual de uma empresa é um de seus principais patrimônios. É por meio dela que uma instituição apresenta, seus valores, sua filosofia, sua postura profis-sional, torna-se visível

Leia mais

Manual de Aplicação da Marca do BRB

Manual de Aplicação da Marca do BRB Manual de Aplicação da Marca do BRB Banco de Brasília Superintendência de Marketing Dezembro de 2011 Redução Para garantir que a marca do BRB esteja sempre legível e não apresente ruídos, foi estabelecido

Leia mais

Índice. Manual de Uso da Marca Multiverde

Índice. Manual de Uso da Marca Multiverde Manual de Uso da Marca Multiverde Índice Introdução Logomarca Multiverde Proporções e Medidas Zona de Exclusão Reduções Mínimas Variantes de Cor Cores da Logomarca Aplicação Sobre Fundos Instáveis Usos

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Normas e padrões de utilização Versão 1.3 Alterada em 13/11/2014 Alteração: inclusão do elemento de marca registrada, após a concessão do registro da marca pelo INPI. Sumário

Leia mais

caderno de normas da marca inegi

caderno de normas da marca inegi caderno de normas da marca inegi identidade As pessoas reconhecem uma instituição pela sua identidade, o que significa que a identidade corporativa é como a face de uma pessoa. Pode ser amigável, interessante,

Leia mais

LOGOMARCA. Dimensões mínimas. Margem de segurança. Monocromatismo. Comportamento sobre fundos. Comportamento sobre cinzas ECONOMATO

LOGOMARCA. Dimensões mínimas. Margem de segurança. Monocromatismo. Comportamento sobre fundos. Comportamento sobre cinzas ECONOMATO p. LOGOMARCA Argumento Apresentação Dimensões mínimas Margem de segurança Família tipográfica Monocromatismo Cromatismo Comportamento sobre fundos Comportamento sobre cinzas 4 6 10 12 14 16 18 20 22 ECONOMATO

Leia mais

Manual de Identidade Normas Básicas

Manual de Identidade Normas Básicas Manual de Identidade Normas Básicas Este manual contém as normas base para a correcta aplicação e utilização da nossa identidade. As ferramentas principais são a Marca, o Símbolo e a Tipografia, que constituem

Leia mais

Caio Macedo. Manual de Uso da Marca

Caio Macedo. Manual de Uso da Marca Caio Macedo Manual de Uso da Marca INTRODUCAO O objetivo deste Manual é definir um padrão para a marca, tanto para futuras edições quanto para qualquer trabalho ou press release futuro; e para qualquer

Leia mais

I n s t i t u t o A l a i r M a r t i n s

I n s t i t u t o A l a i r M a r t i n s Guia de logomarca e identidade visual Guia de logomarca e identidade visual Guia de logomarca e identidade visual Sumário 1 - Logomarca...3 1.1 - Apresentação...4 1.2 - Elementos da logomarca...5 1.3 -

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Índice Introdução... A Marca... Grid de Construção... Campo de Proteção... Reduções Máximas... Aplicação com Marcas Adjuntas... Aplicação com Slogan Institucional... Grid de

Leia mais

ÍNDICE ESTACIONÁRIO CARTÕES DE VISITA APLICAÇÕES ASSINATURA DE E-MAIL

ÍNDICE ESTACIONÁRIO CARTÕES DE VISITA APLICAÇÕES ASSINATURA DE E-MAIL ÍNDICE CONSTRUÇÃO DA MARCA O LOGÓTIPO ÁREA DE PROTECÇÃO ASSINATURA DIMENSÕES MÍNIMAS CORES INSTITUCIONAIS TIPOGRAFIA VERSÕES DA MARCA COMPORTAMENTO SOBRE FUNDOS FOTOGRÁFICOS USO INCORRECTO ESTACIONÁRIO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS ÍNDICE Introdução Marca/logótipo Área de proteção e dimensões mínimas Referências cromáticas versão a cores e monocromática Aplicações sobre fundos cromáticos Aplicações sobre

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE DESIGN GRÁFICO. Planificação anual

CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE DESIGN GRÁFICO. Planificação anual Agrupamento de Escolas Júlio Dantas 1515 ESCOLA SECUNDÁRIA JÚLIO DANTAS LAGOS (00312) CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE DESIGN GRÁFICO Disciplina: sign Gráfico - 10ºH Professores: Mara Taquelim, Rui Calmeiro.

Leia mais

Uso correto da Marca ONS. versão 1.0 dezembro 2012

Uso correto da Marca ONS. versão 1.0 dezembro 2012 Uso correto da Marca ONS versão 1.0 dezembro 2012 O ONS desempenha com eficiência e eficácia seu papel no setor elétrico. A Marca ONS identifica e representa a organização e todos que a formam. Este documento

Leia mais

manual de identidade visual

manual de identidade visual manual de identidade visual Índice do nosso manual 1.Nosso Logo 1.1. Apresentação...3 1.2. Versões...4 Logo A Aplicações...5 Cores...6 Logo B Aplicações...7 Cores...8 Logo C Aplicações...9 Cores...10 1.3.

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Índice

Manual de Identidade Visual. Índice Índice Introdução Concepção Proporção da identidade visual Limite de redução Cores institucionais Tipografia institucional Versão de assinatura Cores Fundos coloridos Papelaria Aplicação em ícone para

Leia mais

A colaboração, a investigação e a reflexão contínuas são os pilares que podem

A colaboração, a investigação e a reflexão contínuas são os pilares que podem A colaboração, a investigação e a reflexão contínuas são os pilares que podem sustentar esta aspiração. 2. COMO CONCRETIZAR A MUDANÇA O Projecto Educativo de Escola (PEE) pode constituir um instrumento

Leia mais

Manual de Aplicação da Marca

Manual de Aplicação da Marca ICIPAL - AD A MUNICIPAL - ADM A MUNICIPAL - ADMINI Manual de Aplicação da Marca ade n PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMONTE Administração 2013/2016 cidade cidade nos nos 1 2 Manual de Aplicação da Marca Padronização

Leia mais

(RoadMap) Guia de Utilização dos Recursos de Competitividade

(RoadMap) Guia de Utilização dos Recursos de Competitividade (RoadMap) Guia de Utilização dos Recursos de Competitividade Notas de enquadramento O presente Roadmap surge no âmbito do projeto de Recursos de Competitividade, tendo como objectivo a facilitação da utilização

Leia mais

ÍNDICE MARCA. Apresentação... 3. Cor institucional... 4. Reprodução da marca... 5. Usos incorretos... 6. Redução da marca... 8

ÍNDICE MARCA. Apresentação... 3. Cor institucional... 4. Reprodução da marca... 5. Usos incorretos... 6. Redução da marca... 8 Manual de APLICAÇÃO DE MARCA ÍNDICE MARCA Apresentação... 3 Cor institucional... 4 Reprodução da marca... 5 Usos incorretos... 6 PARA QUE A MARCA ANDES-SN SEJA APLICADA CORRETAMENTE, ATENÇÃO: Sempre que

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri 3 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Diretoria de Comunicação Social

Leia mais

MANUAL DE MARCA E IDENTIDADE VISUAL IMPÉRIO C R I A T I V O

MANUAL DE MARCA E IDENTIDADE VISUAL IMPÉRIO C R I A T I V O MANUAL DE MARCA E IDENTIDADE VISUAL DESENVOLVEDORES: Breno Rodrigues Lucas Xavier ÍNDICE 3 - Conceitos 4 - Marca 4 - Desenvolvimento da marca 5 - Assinaturas 6 - Área de proteção 7 - Tipografia 8 - Dimensionamento

Leia mais

MANUAL DE NORMAS IDENTIDADE VISUAL TRANSPORTS YOU TO THE FUTURE.

MANUAL DE NORMAS IDENTIDADE VISUAL TRANSPORTS YOU TO THE FUTURE. ABRIL 2016 MANUAL DE NORMAS IDENTIDADE VISUAL TRANSPORTS YOU TO THE FUTURE. ÍNDICE MANUAL DE NORMAS DE IDENTIDADE VISUAL ELEMENTOS ESTRATÉGICOS 4- Um Transporte para o que Somos 5- Um Transporte para a

Leia mais

Apresentação. Identidade Visual

Apresentação. Identidade Visual Apresentação Identidade Visual É o conjunto de elementos gráficos que compõem o universo da marca. Neste manual, apresentamos regras e orientações para utilizá-los de maneira coerente e consistente, transmitindo

Leia mais

NORMAS DE APLICAÇÃO DO LOGOTIPO CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO

NORMAS DE APLICAÇÃO DO LOGOTIPO CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO NORMAS DE APLICAÇÃO DO LOGOTIPO CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO IMPORTANTE O LOGOTIPO CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO É UM SÍMBOLO PROTEGIDO LEGALMENTE. NÃO PODE SER ALTERADO EM PARTE OU NO SEU TODO. TODA

Leia mais

01. INTRODUÇÃO 02. MEMORIA DESCRITIVA 03. LOGOMARCA CONSTRUÇÃO DA LOGOMARCA VERSAO PRINCIPAL E SECUNDARIAS REDUÇÕES MAXIMAS MARGENS DE SEGURANÇA

01. INTRODUÇÃO 02. MEMORIA DESCRITIVA 03. LOGOMARCA CONSTRUÇÃO DA LOGOMARCA VERSAO PRINCIPAL E SECUNDARIAS REDUÇÕES MAXIMAS MARGENS DE SEGURANÇA 01. INTRODUÇÃO 02. MEMORIA DESCRITIVA 03. LOGOMARCA CONSTRUÇÃO DA LOGOMARCA VERSAO PRINCIPAL E SECUNDARIAS REDUÇÕES MAXIMAS MARGENS DE SEGURANÇA 04.UNIVERSO CROMÁTICO PANTONE COMPORTAMENTO SOBRE FUNDOS

Leia mais

P.PORTO POLITÉCNICO DO PORTO MANUAL DE IDENTIDADE REGRAS BÁSICAS PARA UTILIZAÇÃO DA MARCA RUI MENDONÇA DESIGN 2015

P.PORTO POLITÉCNICO DO PORTO MANUAL DE IDENTIDADE REGRAS BÁSICAS PARA UTILIZAÇÃO DA MARCA RUI MENDONÇA DESIGN 2015 P.PORTO POLITÉCNICO DO PORTO MANUAL DE IDENTIDADE REGRAS BÁSICAS PARA UTILIZAÇÃO DA MARCA RUI MENDONÇA DESIGN 2015 LOGÓTIPO/ MARCA Para uma comunicação eficaz, é fundamental utilizar o logótipo segundo

Leia mais

Manual da Marca CORITIBA FOOT BALL CLUB

Manual da Marca CORITIBA FOOT BALL CLUB Manual da Marca CORITIBA FOOT BALL CLUB APRESENTAÇÃO Marca forte é o primeiro passo para se alcançar o sucesso. Mas, para ser forte, a marca precisa estar exposta corretamente, sem variações de formato

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Marca Jogos Limpos

Manual de Identidade Visual. Marca Jogos Limpos Manual de Identidade Visual Marca Jogos Limpos Conceito Sinal gráfico que remete ao caule de uma muda de árvore, estruturado na Proporção Áurea. Essa proporção é facilmente encontrada na estrutura de inúmeras

Leia mais

V - Correcção de perspectiva

V - Correcção de perspectiva V - Correcção de perspectiva E se o afastamento do ponto de tomada de vista e a utilização de uma altura média em relação ao elemento a fotografar reduzem a necessidade de movimentos de correcção da perspectiva,

Leia mais

Manual de identidade Programa Operacional de Assistência Técnica Fundo Social Europeu

Manual de identidade Programa Operacional de Assistência Técnica Fundo Social Europeu Manual de identidade Programa Operacional de Assistência Técnica Fundo Social Europeu nota prévia Este manual tem o objectivo de contribuir para uma coerente e eficaz comunicação da identidade POAT FSE

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

manual de normas gráficas UNIVERSIDADE LUSÓFONA

manual de normas gráficas UNIVERSIDADE LUSÓFONA manual de normas gráficas UNIVERSIDDE LUSÓFON manual normas Os valores centrais da nossa Marca No início deste ano lectivo de 2014/2015, a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias renova a sua

Leia mais

Manual de Identidade Visual Do Poder Judiciário de Santa Catarina. Normas e Padrões de Utilização Atualizado em 04/01/2015

Manual de Identidade Visual Do Poder Judiciário de Santa Catarina. Normas e Padrões de Utilização Atualizado em 04/01/2015 Manual de Identidade Visual Do Poder Judiciário de Santa Catarina Normas e Padrões de Utilização Atualizado em 04/01/2015 3 Índice 1. Marca...5 Conceito - Design...6 Cores Institucionais...8 Família Tipográfica...9

Leia mais

Prova Escrita de Aplicações Informáticas B

Prova Escrita de Aplicações Informáticas B EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Aplicações Informáticas B 12.º Ano de Escolaridade Prova 703/1.ª Fase 11 Páginas Duração da Prova: 120 minutos.

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

MANUAL DE MARCA R E G R A S D E U T I L I Z A Ç Ã O

MANUAL DE MARCA R E G R A S D E U T I L I Z A Ç Ã O MANUAL DE MARCA R E G R A S D E U T I L I Z A Ç Ã O Fundado por um grupo de cirurgiões-dentistas em 1987, o Grupo OdontoPrev é líder absoluto em Assistência Odontológica na América Latina e reúne corporativamente

Leia mais