ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL AMI/NBup 10ª Edição 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL AMI/NBup 10ª Edição 2015"

Transcrição

1 ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL AMI/NBup 10ª Edição 2015

2 QUERES FAZER PARTE DESTA MISSÃO? Se queres chegar mais longe em experiência e vivência Pelo décimo ano consecutivo o Novo Banco realiza o teu sonho de participar em projetos de Cooperação para o Desenvolvimento da AMI em vários países do mundo. Como? O Novo Banco suporta os custos envolvidos (viagens, vistos, alojamento e alimentação nas missões) na realização de 3 estágios. Para quem? Para alunos do 5º e 6º anos* de Medicina e Finalistas de Enfermagem e Nutrição de Universidades portuguesas, que sejam Clientes do Novo Banco. Quando? Durante 2 meses entre julho de 2015 e fevereiro de Onde? Nas missões de desenvolvimento e com parceiros locais da AMI no Brasil, na Colômbia e na Guiné Bissau. Estágios Brasil *Os alunos do 6º ano deverão ter disponibilidade para integrar missão entre julho e dezembro de No caso de não haver candidaturas de alguma das áreas de estágio, as vagas serão preenchidas por alunos de uma das outras áreas elegíveis

3 PARA CHEGARES MAIS LONGE NECESSITAS DE Quais os critérios de seleção? Medicina Tropical. Motivação / Espírito Humanitário. Experiência como formador. Experiência de voluntariado. Experiência internacional. Participação em atividades extracurriculares. Frequentar uma instituição de ensino portuguesa e com relações privilegiadas com o Novo Banco*. Como fazer a candidatura? Até 8 de maio, todas as candidaturas deverão ter dado entrada no Gabinete de Universidades do Novo Banco: Novo Banco Rua Castilho, 26, 2º Piso Lisboa *Lista de Universidades disponível no website do Novo Banco e da AMI Estágios Guiné-Bissau

4 PARA CHEGARES MAIS LONGE NECESSITAS DE Quais os documentos de candidatura? Ficha de candidatura aos estágios Novo Banco/AMI Ficha de Voluntário Internacional da AMI Quatro fotos tipo passe (originais) Curriculum Vitae atualizado em Português Certificado de Habilitações (ou equivalente) Nº de Conta Novo Banco/ NIB Cópia do BI e Contribuinte ou Cartão do Cidadão Cópia do Passaporte (se aplicável) Estágios São Tomé

5 O TEU DIA A DIA SERÁ Os Estagiários em missão integram as equipas da AMI ou de parceiros no terreno e participam nas atividades dos projetos, sendo tutelados por profissionais da mesma área de formação. Além disso os estagiários envolvem-se fortemente na prevenção, através do desenvolvimento de ações de educação para a saúde nos centros de saúde, nas escolas e nas várias comunidades, bem como na formação dos técnicos de saúde locais. Sempre que é realizada uma pequena reabilitação, os estagiários envolvemse também na organização e pintura dos postos, centros de saúde ou hospitais locais. -Tchêupalavra que na língua Crioulo Cabo-Verdiano significa muito. O que dizer desde que cheguei e que comecei a integrar a missão e a ambientar-me à cultura cabo-verdiana, há uma palavra que marca todos os meus dias: tchêu! Foi ainda no primeiro dia que a aprendi e desde então percebi que ela resume estas duas primeiras semanas no terreno. Porque tudo o que vivi e espero ainda viver, aqui, representam muitas e novas experiências, com um sentimento de muita intensidade e muita vontade de absorver tudo o que conseguir. ( ) Testemunho de um Estagiário Estágios Cabo Verde

6 O QUE SE ESPERA DE TI EM MISSÃO? Que respeites a carta de princípios da AMI (www.ami.org.pt) e os regulamentos da missão. Que encares a integração em missão como uma experiência profissional que deve ser respeitada enquanto tal. Que tenhas espírito de iniciativa e de equipa para levar adiante todas as atividades do projeto. Que te integres bem na comunidade local, esforçando-te por conviver, compreender e aceitar a realidade e a cultura local. Que te integres e respeites a equipa e parceiros locais, esforçando-te por compreender, partilhar e aprender com a sua forma de estar e de trabalhar. Que respeites o chefe de missão/coordenador de estágio em todas as indicações dadas para o bom funcionamento da missão. Que te integres bem na equipa expatriada, respeitando as características e a forma de ser de cada um. Que colabores em todas as tarefas da casa (arrumar, limpar, cozinhar...). Estágios Colômbia

7 Estágios de Cooperação Internacional AMI/NBup 2015 BRASIL Estado Ceará, Município de Milagres 1 ESTÁGIO MEDICINA Breve Descrição A missão é desenvolvida através de uma parceria com uma organização local a ACOM. Equipa local: é constituída por 1 Médico, 1 Enfermeira, 1 Nutricionista, 1 Psicólogo, 1 Terapeuta Ocupacional, 1 Terapeuta da Fala, 1 Assistente Social e 5 Técnicos de Enfermagem. Área de intervenção: assistência no Hospital e Maternidade Madre Rosa Gattorno e atividades voltadas para a melhoria de qualidade de vida da população (palestras, sessões de formação, visitas domiciliárias,...). Condições Os voluntários ficam alojados no Hospital e Maternidade Madre Rosa Gattorno situado na pequena cidade de Milagres. As deslocações na cidade e para as comunidades rurais na periferia são feitas de moto-táxi ou de carro. Considero que o voluntariado internacional é sempre uma experiência marcante e muda-nos, alterando a nossa visão labiríntica do mundo, moldando a nossa tolerância cultural e fazendo-nos relativizar os acontecimentos do dia-a-dia à escala global. Não minto ao dizer que voltei exausta, física e emocionalmente, mas voltei também com a bagagem cheia de sorrisos e de lições de vida. Testemunho de um Estagiário

8 Estágios de Cooperação Internacional AMI/NBup 2015 COLÔMBIA Cartagena, Barrio San Pedro Martir 1 ESTÁGIO NUTRIÇÃO* Breve Descrição A missão é desenvolvida através de uma parceria com uma associação local a Fundación Hogar Juvenil. Equipa local: O Departamento Saúde e Nutrição é composto por duas nutricionistas e uma auxiliar de enfermagem. Área de intervenção: Programas de saúde, educação sanitária, assistência familiar, comunitária e prevenção da toxicodependência, alcoolismo, formação técnica laboral. Condições Os voluntários ficam alojados na residência do Diretor da Fundación Hogar Juvenil próxima das instalações da organização. A língua de trabalho é o Espanhol. As deslocações são feitas a pé, de táxi ou moto-táxi. tive oportunidade de contactar com a cultura peculiar fez-me compreender que existem outras formas de viver e pensar não necessariamente menos correctas que as vigentes nos países desenvolvidos, mas apenas diferentes. No fundo, aprofundei o meu conceito de diferença e tornei-me uma pessoa mais tolerante. * No caso de não existirem candidaturas desta área, a vaga será preenchida por um aluno de uma das outras áreas elegíveis para estágio (Medicina ou Enfermagem). Testemunho de um Estagiário

9 Estágios de Cooperação Internacional AMI/NB up 2015 GUINÉ-BISSAU Região de Quinara 1 ESTÁGIO ENFERMAGEM Breve Descrição Os voluntários integram a missão AMI com equipa expatriada e local. A equipa expatriada: é constituída por um chefe de missão e um coordenador responsável pela área da saúde. A equipa local: é composta de 6 supervisores operacionais, 1 motorista, 1 logístico, 1 empregada doméstica, 1 auxiliar administrativo e 1 contabilista. A área de intervenção: saúde comunitária, promoção da saúde materno-infantil através de um grupo de Agentes de Saúde Comunitária. O estagiário irá trabalhar também em estreita parceria com a Direção de Saúde de Quinara e os Recursos Humanos de saúde locais. Condições Alojamento na casa da AMI em Buba e transporte diário no carro ou motorizada da missão. A língua de trabalho é o Português e o Crioulo. Prevê-se deslocação a Bolama e a Bissau com frequência. " tive oportunidade de aperfeiçoar a minha técnica de execução do exame físico aos pacientes, com vista à extracção do maior número de dados possível para o correcto diagnóstico da situação clínica em causa. O contacto com a população fez-me perceber a importância das medidas e iniciativas preventivas em saúde, bem como desenvolver estratégias para motivar as pessoas a cuidarem de saúde individual e colectiva. Testemunho de um Estagiário

10 QUANDO CHEGARÃO AS NOTÍCIAS? Estágios Angola 1ª Fase: Aviso de receção das candidaturas Os candidatos receberão, após o fecho do período de candidaturas, um do Novo Banco confirmando a receção da sua candidatura. 2ª Fase: Aviso de seleção A seleção será feita apenas pela AMI segundo os critérios estipulados. Os candidatos com melhor pontuação obtida na análise curricular serão chamados para realizar uma entrevista na Sede da AMI, em Lisboa. Os selecionados serão informados até ao dia 15 de junho, devendo confirmar a sua disponibilidade para partir em Missão até ao dia 22 de junho. No caso de desistências, serão contactados os candidatos suplentes. Todos os candidatos receberão, via , o resultado da sua candidatura no final do processo. 3ª Fase: Preparação No dia 24 de junho realizar-se-á uma Sessão de Preparação aos Estagiários, em Lisboa, cuja frequência é obrigatória, de forma a garantir a melhor integração do estagiários nos projetos. Serão agendadas posteriormente reuniões individuais. Até à data da partida, poderão ser alterados os destinos de missão. Nota: Para todos os interessados a AMI realizará a Formação a Voluntários Internacionais Geral de 4 a 5 de junho. Mais informação em:

11 Informação adicional em: [HOME Para si À sua medida Universitário Estágios NBup] em facebook.com/nbup ou em

ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL BES/AMI 9ª Edição 2014

ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL BES/AMI 9ª Edição 2014 ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL BES/AMI 9ª Edição 2014 QUERES FAZER PARTE DESTA MISSÃO? Estágios Brasil Se queres chegar mais longe em experiência e vivência Pelo nono ano consecutivo o BES realiza

Leia mais

ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL AMI/NBup 11ª Edição 2016

ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL AMI/NBup 11ª Edição 2016 ESTÁGIOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL AMI/NBup 11ª Edição 2016 QUERES FAZER PARTE DESTA MISSÃO? Se queres chegar mais longe em experiência e vivência Pelo décimo primeiro ano consecutivo abrimos a possibilidade

Leia mais

Estágios de Cooperação Internacional BES/ AMI. 6ª Edição Ano 2011

Estágios de Cooperação Internacional BES/ AMI. 6ª Edição Ano 2011 Estágios de Cooperação Internacional BES/ AMI 6ª Edição Ano 2011 Março de 2011 Queres fazer parte desta Missão? Se queres chegar mais longe em experiência e vivência Pelo sexto ano consecutivo o BES realiza

Leia mais

Estágios de Cooperação Internacional BES/ AMI. 8ª Edição Ano 2013

Estágios de Cooperação Internacional BES/ AMI. 8ª Edição Ano 2013 Estágios de Cooperação Internacional BES/ AMI 8ª Edição Ano 2013 Março de 2013 Queres fazer parte desta Missão? Se queres chegar mais longe em experiência e vivência Pelo oitavo ano consecutivo o BES realiza

Leia mais

REGULAMENTO MARCAMUNDOS

REGULAMENTO MARCAMUNDOS REGULAMENTO MARCAMUNDOS Título I (MarcaMundos) Capítulo I (Definição) Art.1 1. O MarcaMundos (MM) é um projeto da Associação de Estudantes da NOVA Medical School Faculdade de Ciências Médicas da Universidade

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA A AMI é uma Organização Não Governamental (ONG) portuguesa, privada, independente, apolítica e sem fins

Leia mais

ASSOCIAÇÃO MOVE- TE MAIS

ASSOCIAÇÃO MOVE- TE MAIS APRESENTAÇÃO A Associação MOVE- TE MAIS, foi constituída a 14 de Dezembro de 2012, é uma associação sem fins lucrativos que desenvolve ações de voluntariado nacional e internacional nas áreas da saúde

Leia mais

Estágios Internacionais. Programa Erasmus + Ação 1 Mobilidade para Aprendizagem

Estágios Internacionais. Programa Erasmus + Ação 1 Mobilidade para Aprendizagem Estágios Internacionais Programa Erasmus + Ação 1 Mobilidade para Aprendizagem A Escola Profissional Magestil vai promover a realização de estágios internacionais ao abrigo do Programa Erasmus+ (Ação 1).

Leia mais

Regulamento. Foremor

Regulamento. Foremor Regulamento Foremor Preâmbulo O presente projeto decorre de uma candidatura realizada pela MARCA ADL ao programa ERASMUS+, no âmbito da KA1 Learning Mobility for Individuals e está integrada numa iniciativa

Leia mais

III PROGRAMA DE ESTÁGIOS DE VERÃO AEFFUL

III PROGRAMA DE ESTÁGIOS DE VERÃO AEFFUL III PROGRAMA DE ESTÁGIOS DE VERÃO AEFFUL 1 Enquadramento O Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais (GESP) tem o objectivo de estabelecer uma plataforma de comunicação entre estagiários e recém-mestres

Leia mais

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Clínica Médica 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Reconhecido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica São Paulo - 2014/2016 Coordenador: Dr. Norton Wagner Ferracini O IBEPEGE

Leia mais

Estágios de Verão BESup. GUN Gabinete Universidades

Estágios de Verão BESup. GUN Gabinete Universidades Estágios de Verão BESup Janeiro 2013 Objetivos dos Estágios BESup Participar de forma construtiva na valorização dos Universitários através da criação de valor científico, intelectual e vivencial Detetar

Leia mais

Voluntariado REGULAMENTO INTERNO

Voluntariado REGULAMENTO INTERNO Voluntariado REGULAMENTO INTERNO 1. Âmbito e Enquadramento O Projeto de Voluntariado da FUNDAÇÃO DA JUVENTUDE dá a oportunidade aos jovens portugueses de contribuírem para o desenvolvimento do país e da

Leia mais

O que é o Voluntariado? O que é ser Voluntário? Quais são os meus direitos como voluntário? Quais são os meus deveres enquanto voluntário?

O que é o Voluntariado? O que é ser Voluntário? Quais são os meus direitos como voluntário? Quais são os meus deveres enquanto voluntário? Perguntas frequentes sobre o voluntariado e sobre todos os pontos importantes sobre o Festival, de forma a ficares esclarecido com todas as tuas dúvidas. O que é o Voluntariado? Voluntariado é um conjunto

Leia mais

EDITAL. 1. Enquadramento

EDITAL. 1. Enquadramento EDITAL Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Fisioterapia na Saúde da Mulher 2ª Edição 2014/2015 A Escola Superior de Tecnologia

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA CLÍNICA Unidade Dias e Horários

Leia mais

CRIA O TEU PROJETO SOCIAL

CRIA O TEU PROJETO SOCIAL A MUDANÇA ÉS! SPIRIT 16 UMA FORMAÇÃO EM EMPREENDEDORISMO SOCIAL CRIA O TEU PROJETO SOCIAL COM IMPLEMENTAÇÃO EM SÃO TOMÉ www.wact.pt WACT - WE ARE CHANGING TOGHETER QUEM É A WACT E EM QUE ACREDITA? A WACT

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ORTOPEDIA MULTIDISCIPLINAR Unidade Dias

Leia mais

INSTITUTO CNA. Regulamento Senar Rondon 2011

INSTITUTO CNA. Regulamento Senar Rondon 2011 Regulamento Senar Rondon 2011 O Instituto CNA, com sede em Brasília, faz saber que estão abertas as inscrições, junto às universidades parceiras mencionadas no quadro abaixo, para a seleção de estudantes

Leia mais

GUIA PRÁTICO ACOLHIMENTO FAMILIAR CRIANÇAS E JOVENS

GUIA PRÁTICO ACOLHIMENTO FAMILIAR CRIANÇAS E JOVENS Manual de GUIA PRÁTICO ACOLHIMENTO FAMILIAR CRIANÇAS E JOVENS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/9 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Acolhimento Familiar Crianças

Leia mais

Centro Universitário Monte Serrat - UNIMONTE Núcleo Acadêmico Coordenadoria Geral de Pós-Graduação lato sensu ÁREAS/CURSOS

Centro Universitário Monte Serrat - UNIMONTE Núcleo Acadêmico Coordenadoria Geral de Pós-Graduação lato sensu ÁREAS/CURSOS Centro Universitário Monte Serrat - UNIMONTE Núcleo Acadêmico Coordenadoria Geral de Pós-Graduação lato sensu EDITAL PÓS-GRAD Nº 002/2012 O Núcleo Acadêmico/Coordenadoria Geral de Pós-Graduação lato sensu

Leia mais

PROJETO CRESCE CAMPO DE FÉRIAS PARA CRIANÇAS COM DOENÇA RENAL ORGANIZAÇÃO

PROJETO CRESCE CAMPO DE FÉRIAS PARA CRIANÇAS COM DOENÇA RENAL ORGANIZAÇÃO PROJETO CRESCE CAMPO DE FÉRIAS PARA CRIANÇAS COM DOENÇA RENAL 2015 ORGANIZAÇÃO O que é o PROJETO CRESCE O Projeto CRESCE, que será organizado pela APIR Associação Portuguesa de Insuficientes Renais pela

Leia mais

Programa de Estágios Extra-curriculares Voluntários (PEEV) da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte (AE ISCS-N)

Programa de Estágios Extra-curriculares Voluntários (PEEV) da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte (AE ISCS-N) Programa de Estágios Extra-curriculares Voluntários (PEEV) da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte (AE ISCS-N) 1ª Edição 2012/2013 Programa de Estágios Extra-curriculares

Leia mais

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão Hospital Universitário Walter Cantídio Diretoria de Ensino e Pesquisa Serviço de Desenvolvimento de Recursos Humanos Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão HOSPITAL

Leia mais

Comunicações e Informações

Comunicações e Informações Jornal Oficial da União Europeia C 183 A Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 58. o ano 4 de junho de 2015 Índice V Avisos PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS Serviço Europeu de Seleção do

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PALMAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS-UFT CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS/CEULP-ULBRA

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PALMAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS-UFT CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS/CEULP-ULBRA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PALMAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS-UFT CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS/CEULP-ULBRA Edital para Seleção de bolsistas e voluntários para o Programa

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPel Sociedade Pelotense de Assistência e Cultura SPAC

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPel Sociedade Pelotense de Assistência e Cultura SPAC UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPel Sociedade Pelotense de Assistência e Cultura SPAC Edital 001/2014 - Seleção de Profissional Programa Redes de Cooperação A UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS - UCPel,

Leia mais

8. Número de vagas Número mínimo de formandos para a viabilização do curso: 12 Número máximo de formandos para a viabilização do curso: 30

8. Número de vagas Número mínimo de formandos para a viabilização do curso: 12 Número máximo de formandos para a viabilização do curso: 30 EDITAL Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Fisioterapia na Saúde da Mulher 3ª Edição 2016 A Escola Superior de Tecnologia da Saúde

Leia mais

DESPACHO. ASSUNTO: - Regulamento do Gabinete de Apoio ao Estudante e ao Diplomado- GAED

DESPACHO. ASSUNTO: - Regulamento do Gabinete de Apoio ao Estudante e ao Diplomado- GAED DESPACHO Nº. 17/2015 Data: 2015/05/22 Para conhecimento de: Pessoal docente, discente e não docente ASSUNTO: - Regulamento do Gabinete de Apoio ao Estudante e ao Diplomado- GAED Com o intuito de normalizar

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM AUDITORIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE Unidade

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Qualidade na Saúde 3.

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Qualidade na Saúde 3. Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Qualidade na Saúde 3.ª Edição 2014/2015 EDITAL A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de

Leia mais

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO PROJETO JOVENS EM MOVIMENTO 2016

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO PROJETO JOVENS EM MOVIMENTO 2016 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO PROJETO JOVENS EM MOVIMENTO 2016 ENQUADRAMENTO O Departamento de Ambiente e Equipamento, através do Núcleo de Promoção e Sensibilização Ambiental (NPSA), tem como incumbência,

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO 5ª EDIÇÃO, 2015-16

REGULAMENTO DO CONCURSO 5ª EDIÇÃO, 2015-16 REGULAMENTO DO CONCURSO ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO EM PORTUGAL PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE PROVENIENTES DOS PAÍSES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA E TIMOR-LESTE 5ª EDIÇÃO, 2015-16 Artigo 1º Âmbito O presente

Leia mais

2ª Edição. Projeto de Voluntariado em Moçambique

2ª Edição. Projeto de Voluntariado em Moçambique 2ª Edição Projeto de Voluntariado em Moçambique O Projeto: Nyumba-Kaya é o Mundo A 1ª Edição do projeto Nyumba-kaya é o Mundo foi realizada entre os meses de julho e setembro de 2009. 11 voluntários tiveram

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA CLÍNICA Unidade Dias e Horários

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos E D I T A L Nº 04/2007 Seleção ao II Curso de Especialização em Mastologia A Coordenação do, extensão do Departamento de Cirurgia da da Universidade Federal do Ceará FAZ SABER aos interessados que estarão

Leia mais

AS TIC E A SAÚDE NO PORTUGAL DE HOJE

AS TIC E A SAÚDE NO PORTUGAL DE HOJE AS TIC E A SAÚDE NO PORTUGAL DE HOJE 18 MARÇO 2015 Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa PATROCINDADORES Apoio Patrocinadores Globais APDSI APDSI Conferência As TIC e a Saúde no Portugal de Hoje SESSÃO

Leia mais

Projeto de Voluntariado para a Cooperação: MUITO MAIS MUNDO. Plano de acção para o Município de Santa Cruz, Santiago, Cabo Verde.

Projeto de Voluntariado para a Cooperação: MUITO MAIS MUNDO. Plano de acção para o Município de Santa Cruz, Santiago, Cabo Verde. Projeto de Voluntariado para a Cooperação: MUITO MAIS MUNDO Plano de acção para o Município de Santa Cruz, Santiago, Cabo Verde Versão concisa Coordenadores: Dr. José Mendes Alves, Câmara Municipal de

Leia mais

Regulamento do Programa Erasmus +

Regulamento do Programa Erasmus + Regulamento do Programa Erasmus + Projeto Novas competências para o futuro 2015-2017 O que é o Erasmus +? Erasmus+ é o programa da União Europeia nos domínios da educação, da formação, da juventude e do

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM NEUROLOGIA CLÍNICA E INTENSIVA Unidade

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 8 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DOR Unidade Dias e Horários

Leia mais

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI REGULAMENTO DA CLÍNICA ESCOLA E SERVIÇOS DE PSICOLOGIA - CESP Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 11/15 de 08/04/15. CAPÍTULO I DO OBJETIVO DO REGULAMENTO Art. 1º A Clínica Escola de Psicologia é o ambiente

Leia mais

grandes oportunidades

grandes oportunidades Conecte-se a grandes oportunidades Carreiras sem limites Alcance além do que é possível Qualquer que seja o seu caminho, você pode ser parte das mudanças de vida para melhor no mundo todo. Uma carreira

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA Nô Pintcha Pa Dizinvolvimentu UE-PAANE - Programa de Apoio aos Actores Não Estatais TERMOS DE REFERÊNCIA CONTRATO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PARA FORMADOR EM CONTABILIDADE, GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA

Leia mais

EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL

EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL 2014 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CURSO... 3 3. PRÉ-REQUISITOS... 4 4. INSCRIÇÃO... 4 5.

Leia mais

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Saída Profissional: Operador CAD Certificação ao nível do 9º Ano / Nível II Laboral Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Para: Organização de Serviços de Segurança e Saúde do Trabalho/Saúde Ocupacional (SST/SO) nos Cuidados Primários de Saúde - ACES e Sede de ARS(s) Todos os serviços do Ministério da Saúde Nº: 05/DSPPS/DCVAE

Leia mais

GUIA PRÁTICO ACOLHIMENTO FAMILIAR PESSOAS IDOSAS E ADULTAS COM DEFICIÊNCIA

GUIA PRÁTICO ACOLHIMENTO FAMILIAR PESSOAS IDOSAS E ADULTAS COM DEFICIÊNCIA Manual de GUIA PRÁTICO ACOLHIMENTO FAMILIAR PESSOAS IDOSAS E ADULTAS COM DEFICIÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/8 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Acolhimento

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016.1A EDITAL Nº 0013 VERSÃO 2

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016.1A EDITAL Nº 0013 VERSÃO 2 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016.1A EDITAL Nº 0013 VERSÃO 2 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO EXTERNO PROJETO QUIXOTE 2012

EDITAL PROCESSO SELETIVO EXTERNO PROJETO QUIXOTE 2012 EDITAL PROCESSO SELETIVO EXTERNO PROJETO QUIXOTE 2012 A Associação de Apoio ao AAPQ faz saber que realizará processo seletivo para contratação de: 02 Psiquiatras 01Farmacêutico 01 Assistentes Social 01

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO CONCELHIO DE PREVENÇÃO DAS TOXICODEPENDÊNCIAS (PECPT)

PLANO ESTRATÉGICO CONCELHIO DE PREVENÇÃO DAS TOXICODEPENDÊNCIAS (PECPT) PLANO ESTRATÉGICO CONCELHIO DE PREVENÇÃO DAS TOXICODEPENDÊNCIAS (PECPT) Plano de Actividades 2009/10 Odivelas 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO 1 1 IDENTIDADE E COMUNICAÇÃO 2 2 FUNCIONAMENTO DA REDE DE PARCERIA 4 2.2

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA - CURITIBA Unidade

Leia mais

EDITAL Nº 021/CoAI/15

EDITAL Nº 021/CoAI/15 EDITAL Nº 021/CoAI/15 A Coordenadoria de Assuntos Internacionais (CoAI) da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) torna pública aos interessados a abertura das inscrições para o Programa de Intercâmbio

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM TERAPIA OCUPACIONAL ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM TERAPIA OCUPACIONAL ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM TERAPIA OCUPACIONAL ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO Agostinho Luís da Silva Cruz, Presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP),

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS

ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS A Direcção Geral da Administração Pública e a Inspecção-Geral de Finanças (IGF), através da Direcção Geral do Planeamento, Orçamento e Gestão do Ministério

Leia mais

Artigo 1.º Pitchyou Pitchyou Pitchyou Pitchyou

Artigo 1.º Pitchyou Pitchyou Pitchyou Pitchyou IF Artigo 1.º (Definição) 1. O Pitchyou define-se como um sistema de aceleração agregado ao processo de recrutamento de quadros superiores. O objetivo é colocar em contacto direto empresas e candidatos

Leia mais

EDITAL. 3. Para concretizar a candidatura deverá enviar os seguintes documentos para o e-mail: gpgrad@iscap.ipp.pt

EDITAL. 3. Para concretizar a candidatura deverá enviar os seguintes documentos para o e-mail: gpgrad@iscap.ipp.pt EDITAL Olímpio de Jesus Pereira Sousa Castilho, Presidente do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Instituto Politécnico do Porto, faz saber que: 1. Está aberto o concurso para admissão

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação

Leia mais

UNIDADE ACADÊMICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UAPPG Edital de pré-seleção para o programa do Colégio Doutoral Tordesillas do Grupo Tordesillas

UNIDADE ACADÊMICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UAPPG Edital de pré-seleção para o programa do Colégio Doutoral Tordesillas do Grupo Tordesillas UNIDADE ACADÊMICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UAPPG Edital de pré-seleção para o programa do Colégio Doutoral Tordesillas do Grupo Tordesillas O Magnífico Reitor da Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

Leia mais

2ª Edição - 2011. Projecto de Voluntariado em Moçambique

2ª Edição - 2011. Projecto de Voluntariado em Moçambique 2ª Edição - 2011 Projecto de Voluntariado em Moçambique AIDGLOBAL: breve apresentação A AIDGLOBAL Acção e Integração para o Desenvolvimento Global é uma Organização Não Governamental que desenvolve projectos

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013 Por meio do presente Edital se faz a Convocação Pública

Leia mais

CAPÍTULO I Disposições gerais

CAPÍTULO I Disposições gerais Regulamento Municipal do Banco Local de Voluntariado de Lagoa As bases do enquadramento jurídico do voluntariado, bem como, os princípios que enquadram o trabalho de voluntário constam na Lei n.º 71/98,

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

C1 C2 C3 C4 C5 C6 a) 6 2 1 2 1. Licenciatura em Design a) 20 8 10 14 8

C1 C2 C3 C4 C5 C6 a) 6 2 1 2 1. Licenciatura em Design a) 20 8 10 14 8 EDITAL 1º Ciclo de Estudos - Ano Letivo 2015/2016 Concurso para os regimes de Reingresso, Mudança de Curso, Transferência, e Concursos Especiais de Ingresso (titulares de curso médio ou superior e maiores

Leia mais

A - REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA EXCHANGE DA FEDERAÇÃO EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (EFIM)

A - REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA EXCHANGE DA FEDERAÇÃO EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (EFIM) A - REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA EXCHANGE DA FEDERAÇÃO EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (EFIM) O Exchange Programme (EP) é um Programa promovido pela Federação Europeia de Medicina Interna (EFIM) que visa

Leia mais

ACES GRANDE PORTO I SANTO TIRSO / TROFA PROGRAMAS E PROJETOS

ACES GRANDE PORTO I SANTO TIRSO / TROFA PROGRAMAS E PROJETOS ACES GRANDE PORTO I SANTO TIRSO / TROFA PROGRAMAS E PROJETOS O Dec. Lei 28/2008 de 22 de Fevereiro, estabelece o regime da criação, estruturação e funcionamento dos agrupamentos de Centros de Saúde (ACES)

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA VOLUNTARIADO. Regulamento do Voluntariado

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA VOLUNTARIADO. Regulamento do Voluntariado REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO Índice 1. Enquadramento... 3 2. Definição... 3 3. Princípios... 4 4. Objetivos... 4 5. Direitos... 4 6. Deveres... 5 7. Inscrição... 7 8. Candidatura...

Leia mais

Especialista Marketing e Publicidade Estagiário (m/f)

Especialista Marketing e Publicidade Estagiário (m/f) Especialista Marketing e Publicidade Estagiário (m/f) Referência do Anúncio 2606847 Associação MaisIncomum Av. Rocha Páris, 90 - F, Viana do Castelo Email: info@maisincomum.org Telef.: (+351) 929 059 646

Leia mais

3-7 Novembro 2014, Lisboa

3-7 Novembro 2014, Lisboa Curso Instrutor de Reabilitação Cardíaca fase 4 British Association for Cardiovascular Prevention and Rehabilitation (BACPR) 3-7 Novembro 2014, Lisboa Área(s) de Formação: 726- Terapia e Reabilitação Unidades

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES INSTITUTO DE LETRAS NÚCLEO DE EXTENSÃO LICOM / LÍNGUAS PARA A COMUNIDADE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES INSTITUTO DE LETRAS NÚCLEO DE EXTENSÃO LICOM / LÍNGUAS PARA A COMUNIDADE UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES INSTITUTO DE LETRAS NÚCLEO DE EXTENSÃO LICOM / LÍNGUAS PARA A COMUNIDADE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DA CLÍNICA DIMAGEM 2014

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DA CLÍNICA DIMAGEM 2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DA CLÍNICA DIMAGEM 2014 APRESENTAÇÃO O programa de pós-graduação em Radiologia e Diagnóstico por Imagem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PRAÇA DAS PROFISSÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PRAÇA DAS PROFISSÕES Edital Praça das Nº 1-2015 Seleção de Bolsistas e Voluntários -2016 Aos estudantes dos Cursos de Graduação da UFCG: A Unidade Suplementar Praça das, desta Universidade, nos termos das disposições normativas

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

SELEÇÃO PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SELEÇÃO PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO O INSTITUTO BALEIA JUBARTE (IBJ) está selecionando estudantes que estejam cursando biologia, oceanografia, medicina veterinária, pedagogia ou áreas afins para

Leia mais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Curso de Especialização em Gestão e Relações Internacionais Área de Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas

Leia mais

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estágio dos estudantes de Licenciatura

Leia mais

Técnico Auxiliar de Farmácia - Empower Up

Técnico Auxiliar de Farmácia - Empower Up Início Empower Up Equipa Consultoria Documentação» Contactos Empower Up» Formação» Técnico Auxiliar de Farmácia Técnico Auxiliar de Farmácia 240 horas AULAS TEÓRICAS E TEÓRICO-PRÁTICAS 160 ou 320 horas

Leia mais

ESCOLA DE VERÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO

ESCOLA DE VERÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO ESCOLA DE VERÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO 1) Objectivos a) A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTeSC) realiza a 1ª Edição da Escola de Verão com uma semana de ocupação para jovens

Leia mais

Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Saúde Indígena Convênios SPDM-MS/SESAI PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 007/ 2015 DSEI TAPAJÓS

Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Saúde Indígena Convênios SPDM-MS/SESAI PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 007/ 2015 DSEI TAPAJÓS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 007/ 2015 DSEI TAPAJÓS A SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, entidade sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do

Leia mais

Política de Prevenção e Controlo do Álcool no Grupo EDP

Política de Prevenção e Controlo do Álcool no Grupo EDP Política de Prevenção e Controlo do Álcool no Grupo EDP Para preencher o rodapé: 1. Pressione a tecla F5 2. Prima o seguinte botão EDP Valor Direção de Segurança e Saúde Agenda 1. Apresentação. O Grupo

Leia mais

EDITAL 34/2013 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇAO PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO PARA 2014/1

EDITAL 34/2013 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇAO PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO PARA 2014/1 EDITAL 34/2013 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇAO PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO PARA 2014/1 O Reitor da Universidade Vila Velha ES faz saber a todos os alunos regularmente matriculados em cursos

Leia mais

EDITAL 002/2015 SELEÇÃO DE PRECEPTORES PARA ATUAR NO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE/2016

EDITAL 002/2015 SELEÇÃO DE PRECEPTORES PARA ATUAR NO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE/2016 EDITAL 002/2015 SELEÇÃO PRECEPTORES PARA ATUAR NO PROGRAMA RESIDÊNCIA MULTI E EM ÁREA DA SAÚ/2016 A Secretaria Municipal de Saúde publica edital para realização do processo seletivo simplificado para a

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Nº 01/2014 MULHERES DA PAZ

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Nº 01/2014 MULHERES DA PAZ EDITAL DE PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Nº 01/2014 MULHERES DA PAZ A Prefeitura Municipal de Diadema por meio da Secretaria Municipal de Defesa Social, no uso de suas atribuições, torna público que estarão

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA Unidade Dias e Horários

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO NAS DOENÇAS CRÔNICAS

Leia mais

GUIA PRÁTICO APOIOS SOCIAIS FAMÍLIA E COMUNIDADE EM GERAL

GUIA PRÁTICO APOIOS SOCIAIS FAMÍLIA E COMUNIDADE EM GERAL Manual de GUIA PRÁTICO APOIOS SOCIAIS FAMÍLIA E COMUNIDADE EM GERAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/9 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia

Leia mais

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES.

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. ANA LUCIA MESQUITA DUMONT; Elisa Nunes Figueiredo. Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SMSA-BH (Atenção Básica)

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015 REDE NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA E FEMINISTA A GUAYÍ, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sediada na Rua José do Patrocínio 611, Bairro Cidade Baixa, Porto

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO. Junho de 2012.

ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO. Junho de 2012. ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO Posição: Director Executivo Programa Inter Religioso Contra a Malária (PIRCOM) Projecto Academy for Educational Development/Communication for Change (C Change) Supervisor:

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ENTRE A UFRGS E A UNIVERSIDADE DO PORTO PROMOVIDO PELA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFRGS.

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ENTRE A UFRGS E A UNIVERSIDADE DO PORTO PROMOVIDO PELA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFRGS. PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ENTRE A UFRGS E A UNIVERSIDADE DO PORTO PROMOVIDO PELA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFRGS Apresentação A Universidade do Porto (UP), Portugal, oferece vagas de mobilidade

Leia mais

II ENCONTRO DA CPCJ SERPA

II ENCONTRO DA CPCJ SERPA II ENCONTRO DA CPCJ SERPA Ninguém nasce ensinado!? A família, a Escola e a Comunidade no Desenvolvimento da criança Workshop: Treino de Competências com famílias um exemplo de intervenção e de instrumentos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC ASSESSORIA PARA ASSUNTOS INTERNACIONAIS E INTERINSTITUCIONAIS CENTRO DE LINGUAS E CULTURAS DA UNISC

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC ASSESSORIA PARA ASSUNTOS INTERNACIONAIS E INTERINSTITUCIONAIS CENTRO DE LINGUAS E CULTURAS DA UNISC UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC ASSESSORIA PARA ASSUNTOS INTERNACIONAIS E INTERINSTITUCIONAIS CENTRO DE LINGUAS E CULTURAS DA UNISC EDITAL DA III VIAGEM INTERNACIONAL DE ESTUDOS CURSO DE ESPANHOL

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Endereço(s) de correio electrónico Telemóvel 913980845 Rua Rebelo de Carvalho, casa 25, 4610-212 Felgueiras (Portugal)

Leia mais

1 SADS- Serviço de Atendimento Domiciliar em Saúde. 1 Projeto Dengue. 1 Consultório na Rua. 1 Central de Ambulâncias

1 SADS- Serviço de Atendimento Domiciliar em Saúde. 1 Projeto Dengue. 1 Consultório na Rua. 1 Central de Ambulâncias Equipamentos de Saúde Gerenciados pelo CEJAM em Embu das Artes 11 Unidades Básicas de Saúde com 25 equipes de Estratégia Saúde da Família 1 SADS- Serviço de Atendimento Domiciliar em Saúde 1 Projeto Dengue

Leia mais

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008 MINAS GERAIS 12/04/2008 Diário do Judiciário Chefe de Gabinete: Dalmar Morais Duarte 11/04/2008 PRESIDÊNCIA Portaria 2.176/2008 Institucionaliza o Programa Conhecendo o Judiciário do Tribunal de Justiça.

Leia mais

Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Saúde Indígena Convênios SPDM-MS/SESAI

Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Saúde Indígena Convênios SPDM-MS/SESAI PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 032/ 2015 DSEI ALTAMIRA CADASTRO DE RESERVA A SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, entidade sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

Palavras- chave: Vigilância epidemiológica, Dengue, Enfermagem

Palavras- chave: Vigilância epidemiológica, Dengue, Enfermagem ANÁLISE DAS NOTIFICAÇÕES DE DENGUE APÓS ATUAÇÃO DO SERVIÇO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA HOSPITALAR INTRODUÇÃO: A Dengue é uma doença infecciosa febril aguda de amplo espectro clínico e de grande importância

Leia mais