Clipping Nacional. Educação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Clipping Nacional. Educação"

Transcrição

1 Clipping Nacional de Educação Quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2015 Capitare Assessoria de Imprensa SHN Qd2Edifício Executive Office Tower Sala 1326 Telefones: (61) (61)

2 Valor Econômico BRASIL Só 10% das cidades cumpriram meta em matemática Por Ligia Guimarães De São Paulo Levantamento divulgado pelo movimento Todos pela Educação revela que segue insatisfatório o nível de aprendizagem de português e matemática entre os alunos que concluem o ensino fundamental em escolas públicas. A pesquisa, feita com base na proficiência dos alunos na Prova Brasil, realizada em 2013, mostra que somente 10,8% dos municípios brasileiros atingiram as metas estabelecidas pelo movimento para o 9º ano do ensino fundamental em matemática; em língua portuguesa, só 29,6% dos municípios cumpriram os objetivos. A meta estabelece níveis mínimos de pontuação no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em português e 300 em matemática - para que a aprendizagem seja considerada adequada em cada disciplina. O objetivo é cumprir metas parciais para que, até 2022, 70% dos alunos tenham aprendizado adequado. O resultado de 2013 consolida uma trajetória de declínio dos indicadores do ensino fundamental. O percentual de cidades que alcançaram o resultado esperado em matemática no 9º ano vem caindo desde 2007, quando era de 48,2%; e em língua portuguesa, desde 2009, quando estava em 83,7%. Para a coordenadora geral da organização, Alejandra Meraz Velasco, os dados reforçam que é preciso pensar políticas públicas específicas para os anos finais do ensino fundamental. "Precisamos olhar para a etapa final do ensino fundamental com mais especificidade, para que os alunos tenham a aprendizagem adequada e sigam para o ensino médio com condições de concluí-lo com êxito", afirma. A pesquisa usou números da Prova Brasil de 2005 a 2013 fornecidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A Prova Brasil existe desde 2005 e avalia as redes públicas de ensino (federal, estadual e municipal).

3 O GLOBO O PAÍS Projeto que dificulta fusão de partidos tramitará com regime de urgência Isabel Braga BRASÍLIA Sob o comando do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o plenário da Casa aprovou ontem mais duas propostas incômodas ao governo Dilma Rousseff. A primeira é o convite global para que os 39 ministros se expliquem aos deputados, em visitas semanais à Câmara. A segunda é a aceleração da tramitação do projeto que cria restrições à fusão de partidos e que dificulta a articulação, feita pelo ministro Gilberto Kassab (Cidades), para criar uma legenda e reduzir a dependência do governo em relação ao PMDB. O convite aos ministros foi aprovado em votação simbólica pelo plenário. A ideia de trazer um ministro toda semana para falar aos deputados sobre suas pastas foi defendida por Cunha nos últimos dias. Líderes da Casa, entre eles o do PT, Sibá Machado (AC), assinaram o requerimento. A justificativa padrão foi de que a exposição das prioridades dos Câmara aprova convite geral para ouvir ministros ministérios para 2015 deve levar em conta "a nova realidade macroeconômica brasileira e as necessidades de contenção de gastos públicos sem prejuízo do bem-estar geral da população". "Vai ser até bom" Cunha negou ontem que o convite seja uma tentativa de constranger o governo e disse que a vinda dos ministros pode evitar convocações em comissões e até ajudar o governo Dilma: - Vai ser até bom para o governo. Vai evitar que muitas coisas que sejam normais possam ser tratadas como derrotas. O presidente quer ouvir os ministros a partir de março, um por semana, às quintas-feiras. O projeto que cria uma quarentena para a fusão de partidos políticos recém-registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) será votado em plenário, sem passar pelas comissões - o que permite que ele seja aprovado nas próximas semanas. Pela proposta, o partido tem que aguardar cinco anos para se fundir a outro. Autor do projeto, o líder do DEM, Mendonça Filho (PE), ganhou o apoio de 17 partidos para o pedido de urgência, entre eles o do líder do PSD, partido de Kassab, Rogério Rosso (DF). Segundo deputados do PSD, o projeto dificultará a fusão de um possível novo PL com o PSD, mas não impede que os partidos façam coligações nas eleições. O deputado Afonso Florence (PT-BA) avisou que o PT era contra a medida e tentou dificultar a votação da urgência, mas em seguida recuou. O PMDB e outras legendas estão preocupadas com a articulação de Kassab, pois os deputados eleitos poderiam migrar para a nova legenda sem que isso fosse interpretado como infidelidade partidária. A manobra de criar o novo partido e posteriormente fazer a fusão com o PSD e outras legendas garante à nova sigla tempo de TV para a propaganda partidária e eleitoral e fundo partidário. Depois da criação do PSD, PROS e Solidariedade, o Congresso aprovou lei impedindo que legendas criadas após as eleições pudessem herdar o tempo de TV e o fundo partidário proporcionais ao número de deputados que elas migrassem.

4 O GLOBO O PAÍS Prefeitura diminui merenda a pretexto de prevenir obesidade Em São Bernardo, 80 escolas perdem café da manhã ou almoço; pais protestam Jaqueline Falcão SÃO PAULO A prefeitura de São Bernardo do Campo (SP) cortou parte da merenda escolar servida em 80 das 200 unidades da rede municipal. Na gestão do prefeito Luiz Marinho (PT), desde o início das aulas deste ano as crianças do período matutino não têm mais direito ao café da manhã. Os que estudam à tarde perderam o direito ao almoço e ficaram apenas com o lanche do intervalo. A prefeitura alegou que a mudança tem o objetivo de "evitar desperdício de comida e prevenir a obesidade infantil". A situação, que pegou pais e alunos de surpresa, levou o Ministério Público estadual a instaurar inquérito civil. Inconformados, os pais fizeram um protesto durante sessão na Câmara Municipal. Antes da mudança, entre 7h e 7h10m era servido um café da manhã, geralmente com pão com manteiga e café com leite, ou cereais com achocolatado, segundo relataram alunos ouvidos pelo O GLOBO. Agora, a única refeição do aluno é um almoço às 10h40m. No período da tarde, o almoço às 13h foi suspenso. O único lanche ocorre por volta das 15h40m (pode variar conforme a escola). Nesse cardápio, na maioria dos dias, alunos comem pão de cachorro quente com carne moída, salsicha ou frango desfiado. A redução da merenda envolve crianças da pré-escola e do ensino fundamental, que têm entre cinco e dez anos de idade. A prefeitura nega que tenha havido corte. Diz que foi feita adequação no cardápio conforme as necessidades nutricionais dos estudantes durante sua permanência em sala de aula. Ainda segundo a prefeitura, foram escolhidas as escolas que mais desperdiçam alimento. A administração diz que foi constatado índice de sobrepeso nos alunos após uma avaliação física - um dos fatores considerados para a mudança. Não foram apresentados dados para comprovar a tese. Os pais contaram ainda que está proibido mandar lanche de casa na mochila da criança. - Só podem comer o que é servido na escola. Cadê a obesidade? Ninguém mostrou resultado de estudo algum - reclama Janaina Feitosa, mãe de um estudante de 10 anos.

5 O GLOBO O PAÍS Promotor pode entrar com ação contra município SÃO PAULO O promotor de Justiça da Infância e Juventude na Comarca de São Bernardo, Jairo Edward de Luca, solicitou informações e esclarecimentos à Secretaria Estadual de Educação. Se constatadas irregularidades, poderá ser proposto um termo de ajustamento de conduta (TAC) ou a promotoria entrará com ação civil pública. A prefeitura diz que segue o que determina a Lei /2009 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e uma resolução de junho de Um dos itens da resolução prevê que os cardápios deverão ser planejados para atender, no mínimo, "20% das necessidades nutricionais diárias quando ofertada uma refeição, para os demais alunos matriculados na educação básica, em período parcial". (Jaqueline Falcão)

6 O GLOBO SOCIEDADE De cada 10 escolas do Rio, oito têm ensino ruim de matemática Já em português, só 34,9% ti veram desempenho esperado no 9º ano RAPHAEL KAPA Levantamento realizado pelo grupo Todos Pela Educação, com base nos dados da última edição da Prova Brasil, de 2013, mostra uma equação difícil de ser resolvida: nada mais que duas em cada dez escolas da rede pública da cidade do Rio apresentam um aprendizado suficiente em matemática no 9º ano. Já em português, somente 34,9% dos colégios cariocas obtiveram uma pontuação adequada. As informações mostram a dificuldade para se cumprir uma das metas do Plano Nacional de Educação, divulgado ano passado, que prevê a melhora da educação básica no país. Percebemos uma estagnação em cidades que estavam em processo de evolução. No Sudeste, isso fica claro. No Norte e no Nordeste, que apresentaram resultados inferiores nas últimas edições da Prova Brasil, a melhora no aprendizado está sendo maior afirma Alejandra Velasco, coordenadora do Todos Pela Educação. O grupo elaborou uma meta bienal para cada cidade brasileira, de forma que todos os municípios tenham 70% de suas escolas com ensino básico adequado até Para isso, é prevista uma pontuação mínima, que deve ser alcançada na avaliação do governo federal. A cada edição da Prova Brasil é estabelecido um novo percentual a ser atingido no próximo exame. A cidade do Rio tinha a meta de colocar 37,8% dos alunos com boas notas em matemática e 41,8% em português em Decepcionou nas duas disciplinas. Na primeira, conseguiu apenas 18,3%, percentual abaixo do alcançado na edição de 2011 (18,6%). Na segunda, atingiu 34,9%. A secretária municipal de Educação, Helena Bonemy, acredita que o resultado reflete um ano atípico no ensino carioca: Tivemos um crescimento no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) entre 2009 e 2013 de 22%. O problema nesta edição pode estar relacionado ao ano letivo que tivemos em Enfrentamos 85 dias de greve de professores, entre agosto e outubro, e a Prova Brasil foi realizada em novembro. NECESSIDADE DE NOVAS POLÍTICAS A secretária também afirma que o resultado deverá melhorar na próxima edição, que será realizada este ano. As metas do Todos pela Educação para o município são 46% das escolas com notas boas em matemática e 49% em português. Fazemos um trabalho consistente, que demonstra uma evolução no nosso ensino. Temos certeza de que, na prova deste ano, o quadro se reverterá afirma a secretária. O Estado do Rio também não escapa da recuperação se depender do levantamento. Somente 5% das escolas atingiram a meta estabelecida em português. Já em matemática, a situação é pior: 97,8% das escolas não cresceram o suficiente na disciplina. Procurada para comentar o fraco desempenho, a Secretaria Estadual de Educação se limitou a ressaltar a importância do processo de avaliação para a melhoria do ensino fluminense. Nacionalmente, o desempenho é igualmente preocupante. Apenas uma em cada dez cidades atingiram o objetivo estabelecido em matemática. Já no estudo de língua portuguesa, o número sobe mas sem grandes vitórias para três em cada dez municípios. Isto mostra que é necessário empreender novas políticas públicas, pois, se as cidades que cresceram nas provas anteriores estagnaram, as que estão em evolução agora podem sofrer o mesmo mal afirma Alejandra. MUITO DISCURSO, POUCA PRÁTICA Para a pedagoga Ana Paula Santos, especialista em Educação

7 Básica pela Universidade Federal Fluminense (UFF), os dados mostram que o Brasil possui uma imensa dificuldade de colocar os discursos em prática: No ano passado, tivemos a divulgação do Plano Nacional de Educação. Este ano, foi colocado que o lema do mandato será "Brasil: Pátria educadora ". Mas poucos são os esforços vistos e praticados pelos governos das três esferas para mudar o quadro nacional. O uso das notas das avaliações feitas pelo governo federal, como a Prova Brasil e o Enem, também é visto com cautela pela pedagoga: É evidente que é necessário avaliar de alguma forma. Porém, não se deve considerar que uma educação satisfatória está ligada só a uma boa nota. A Prova Brasil, por exemplo, retrata apenas duas disciplinas. Se os governos se focarem somente em aumentar estas notas, poderão perder a qualidade que já possuem em outras áreas.

8 O GLOBO SOCIEDADE Governo admite que Fies sofre restrições MEC promete para hoje o anúncio das novas regras do programa RENATA MARIZ EVANDRO ÉBOLI BRASÍLIA- O ministro da Educação, Cid Gomes, confirmou ontem que cursos com reajustes superiores a 4,5% estão travados para revalidação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), preocupando milhares de estudantes que dependem dos recursos para continuar os estudos em Novas regras do programa, que financia a graduação de 1,9 milhão de pessoas no país, devem ser anunciadas hoje. Temos que acompanhar esse processo (de reajuste das mensalidades). Não pode correr solto. Estamos tratando de recursos públicos. Qual foi a inflação do Brasil nos últimos seis meses? O curso ou faculdade que praticar aumento superior à inflação, esses casos estão sendo colocados à parte, para que haja explicação afirmou Gomes. ABAIXO DA INFLAÇÃO Quanto aos novos contratos de Fies, a ideia é que as instituições de ensino superior privado cerca de 70% desse mercado têm alunos custeados pelo programa enviem ao MEC a oferta de vagas e os cursos disponíveis. Depois de analisar a qualidade das graduações e se elas são em áreas estratégicas para o país, a pasta decidirá quais poderão receber via Fies. As instituições de ensino privado, em reunião ontem com o secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, argumentaram que o reajuste superior a 4,5% está abaixo da inflação medida em Em abril e maio, nós temos dissídio e acordo coletivos para fechar com os professores, e os reajustes não serão menores que 6%, dada a inflação que tivemos no ano passado disse José Roberto Kova k, assessor ju rí dico da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). CABO DE GUERRA O MEC vem debatendo com o setor mudanças nas regras do Fies, determinadas por portarias do governo baixadas em dezembro passado. De um lado, instituições reclamam de modificações no fluxo de repasse de recursos e não aceitam a inclusão de critérios mínimos no Enem (350 pontos na prova e não ter zerado a redação) para que o estudante possa pedir o Fies. De outro, o governo afirma que a qualidade precisa ser garantida. Por orientação da presidente Dilma, o MEC quer colocar o vetor qualidade disse o ministro. A gente supriu um bom tempo, preocupado unicamente praticamente com quantidade. Justifica-se. O Brasil ao longo da sua história deu poucas oportunidades para estudantes pobres e carentes cursarem o ensino superior. Agora a gente quer regularizar o fluxo, pautando qualidade como um principio fundamental para esses critérios. Estamos, de forma objetiva, conversando com os setores envolvidos e nas próximas 24 horas deveremos anunciar como vai funcionar.

9 FOLHA DE SÃO PAULO COTIDIANO TRANSPORTE Assembleia aprova passe livre estudantil em trens e metrô DE SÃO PAULO - A Assembleia Legislativa de SP aprovou nesta quarta (11) projeto de lei que dá passe livre para estudantes em trens, metrô e ônibus intermunicipais. Na capital, o prefeito Fernando Haddad (PT) já sancionou lei que concede a tarifa zero estudantil nos ônibus. O texto segue agora para sanção do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Terão direito a 50 viagens gratuitas por mês estudantes dos ensinos fundamental e médio de instituições públicas e os de ensino superior --que estudem em universidades públicas e comprovem baixa renda ou que sejam participantes de programas sociais, como Prouni e Fies.

10 FOLHA DE SÃO PAULO COTIDIANO Haddad descumpre meta de lotação de sala na pré-escola Prefeitura anunciou que reduziria para 29 o número de crianças por turma Média na rede é de 31 alunos na classe, sendo que algumas unidades têm 35; ideal seria até 25, diz especialista FÁBIO TAKAHASHI DE SÃO PAULO As pré-escolas municipais de SP estão com mais alunos por turma do que o determinado pela própria prefeitura. Em outubro passado, a gestão Fernando Haddad (PT) anunciou que havia reduzido de 30 para 29 o número de crianças por sala. As pré-escolas atendem a alunos de quatro e cinco anos. Apesar da medida, as turma iniciaram este ano letivo com 31 crianças, em média, segundo dados da prefeitura. Em Itaim Paulista (zona leste), por exemplo, em quatro das dez unidades há 35 alunos por sala. Ao anunciar a redução do tamanho das turmas, a Secretaria de Educação afirmou que a medida representava "compromisso com a qualidade" do ensino. São os próprios órgãos da pasta que distribuem os alunos entre as pré-escolas municipais, chamadas de Emeis. "Se tivéssemos 29 por turma, conseguiríamos dar mais atenção às crianças, a qualidade do ensino melhoraria", afirma servidora de unidade no Itaim Paulista com 35 por sala. "Mas compreendemos que se há crianças na demanda, temos de atendê-las." Ela pediu anonimato. Análise do Conselho Nacional da Educação indicou que as préescolas deveriam ter até 22 alunos por turma, para garantir a qualidade do atendimento. A pesquisadora Maria Letícia Nascimento, da USP, diz que 25 é aceitável. "Acima disso fica muito difícil. São crianças pequenas, que exigem muita atenção", afirma a pesquisadora. LEGISLAÇÃO Uma dificuldade para se diminuir o tamanho das turmas de pré-escolas é que, a partir do ano que vem, todas as crianças de quatro anos deverão estar na escola, como determina lei federal de Hoje, a obrigatoriedade começa aos seis. "Parece que a prefeitura fez uma portaria que não conseguiria cumprir", diz o presidente do Sinesp (sindicato dos diretores das escolas municipais), João de Souza. Segundo ele, o sindicato foi informado por algumas diretorias de ensino de que crianças serão matriculadas até se chegar a 35 por turma --pois há alunos na fila e poucas unidades disponíveis. A gestão Haddad apresentou como meta construir 65 Emeis em seu mandato. Até agora, foram entregues 21; outras 14 estão em obras. As demais 32 estão em "etapa anterior à obra", segundo o site da prefeitura. A decisão de diminuir as turmas foi tomada num momento em que o número de alunos por sala crescia. O Censo Escolar mostra que a média de crianças por turma subiu de 31,3 para 32,1 nas pré-escolas paulistanas entre 2012 e O anúncio foi feito no ano seguinte.

11 FOLHA DE SÃO PAULO COTIDIANO OUTRO LADO Crianças são bem atendidas, diz prefeitura DE SÃO PAULO A Secretaria Municipal de Educação afirmou que as préescolas têm capacidade para atender a mais de 29 crianças por turma --meta estipulada por portaria do ano passado. Por meio de nota oficial, a pasta disse também que a norma já previa que o número poderia ser ultrapassado "excepcionalmente", desde que respeitada a capacidade físicas das salas. A secretaria ressalta que há regiões da cidade em que a quantidade de alunos por sala é menor do que 29. Questionada desde a noite de terça-feira (10), a pasta não informou quantas turmas de préescola possuem mais alunos do que o estipulado. A portaria do ano passado apontou também para a diminuição do número de estudantes por sala da terceira série em diante do ensino fundamental --o máximo passou de 35 para 33. Na média, a rede está atendendo essa meta. Nenhuma das séries possui mais que o número fixado, segundo os dados da prefeitura. A portaria foi publicada em outubro, antes de o atual secretário de Educação, Gabriel Chalita, assumir o cargo.

12 CORREIO BRAZILIENSE CIDADES EDUCAÇÃO» DF é reprovado no ensino básico A comparação entre os resultados da Prova Brasil e as metas do movimento Todos pela Educação para o aprendizado adequado dos alunos de 5º e 9º anos revela estagnação ANA PAULA LISBOA MARCELLA FERNANDES Luana da Silva Santos foi reprovada no 1º ano do ensino médio O Distrito Federal atingiu apenas uma entre as quatro metas estabelecidas pelo movimento Todos pela Educação (TPE) para o ensino adequado de português e de matemática para o 5º e o 9º anos do ensino fundamental. O levantamento considera os resultados da Prova Brasil de 2013 e os ideais previstos pelo TPE para aquele ano. A última vez em que a capital federal cumpriu o esperado em língua portuguesa para ambas as séries foi em Em matemática, desde o estabelecimento das metas, em 2006, o resultado previsto nunca foi alcançado (veja arte). A comparação não é negativa apenas para o DF, e os indicadores revelam que, no geral, os alunos de 5º e 9º anos não previsto o adequado para essas séries em português e em matemática nas escolas públicas brasileiras. Assim, fica cada vez mais difícil alcançar os objetivos para os próximos anos. Em 2015, o ideal é que 62,4% dos alunos de Brasília tenham aprendido o adequado para português no 5º ano e 53,8% para matemática. No 9º ano, as metas para este ano são, respectivamente, de 48,3% e 46,6%. Nunca teremos uma escola de qualidade se o trabalho pedagógico nas séries iniciais não for benfeito. Nosso primeiro gargalo é na alfabetização e, ao longo do caminho, os alunos ficam com lacunas de ensino que perduram para o resto da vida, observa a professora da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (FE/UnB) Stella Maris Bortoni-Ricardo. O subsecretário de Educação Básica do DF, Gilmar Ribeiro, também percebe que os problemas começam cedo. Muito se fala do baixo desempenho dos alunos do ensino médio, mas o problema é que o estudante chega com certa deficiência do ensino fundamental; por isso, os altos índices de reprovação. Isso vem desde a alfabetização e vai se ampliando. O resultado de um sistema que não ensina o adequado nos anos iniciais são jovens que chegam ao ensino médio com lacunas de aprendizagem. Aos 17 anos, a moradora do Paranoá Luana da Silva Santos é exemplo disso. Ela foi reprovada no 1º ano. Depois de repeti-lo, agora, prepara-se para cursar o 2º no Centro Educacional Gisno. O ensino médio foi um choque, porque é mais puxado. É um preparatório para a faculdade, e ainda tem física e química. No ensino fundamental, não tive a preparação adequada, diz. Beatriz Lira, 17, passou pelo mesmo problema. O conteúdo do 1º ano é um choque, tanto que reprovei essa série duas vezes. Entre as queixas da estudante, estão professores que não estimulam o estudo e que faltam demais. Brasil Em âmbito nacional, 29,6% dos municípios corresponderam às metas do movimento Todos pela Educação em português no 9º ano. Em matemática, o percentual caiu para 10,8%. Já no 5º ano, os percentuais de municípios que

13 atingiram as metas foram 61,7% e 48% para matemática e português, respectivamente. Os resultados refletem estagnação ou retrocesso na comparação com 2011, data da última prova. As metas do TPE são estabelecidas individualmente para cada município e estado, de acordo com as dificuldades de cada um. Ricardo Falzetta, gerente de Conteúdo do TPE, destaca que os piores resultados são encontrados nos estados do Norte e do Nordeste. São regiões que carecem de políticas públicas específicas, por uma questão história e socioeconômica, mas também temos muitos municípios no Sul, no Sudeste e no Centro- Oeste com problemas. Cada um deve olhar para a sua própria região e pensar em soluções. A deficiência na formação dos professores e na elaboração dos currículos e a falta de infraestrutura nas escolas são apontadas por especialistas como os principais fatores que levam a esse cenário, além da precariedade de políticas públicas. Desde o Plano Nacional de Educação (PNE), não houve nenhuma grande política de educação que pudesse sustentar uma melhora constante, e o próprio PNE já era limitado, aponta Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. Os fatores externos à escola também têm peso significativo no processo educacional, lembra Paulo Roberto Corbucci, pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Alunos com condições socioeconômicas precárias que geralmente residem nas periferias das grandes cidades ou no interior já chegam à aula com uma desvantagem. Para Mozart Neves Ramos, diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna, a partir do 6º ano, há uma piora no desempenho, que se estende ao longo das séries. É o começo de um problema que se agrava mais adiante, no ensino médio. Ele destaca que, muitas vezes, as séries finais são de responsabilidade tanto estadual quanto municipal, o que dificulta a gestão, em comparação aos primeiros anos, em que, normalmente, a atribuição é restrita ao município. As assessorias de imprensa do Ministério da Educação (MEC) e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informam que são levadas em conta, no âmbito da educação nacional, as metas do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). De olho na qualidade A Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), também denominada Prova Brasil, é uma avaliação aplicada a alunos de 5º e 9º anos do ensino fundamental da rede pública, com o objetivo de medir a qualidade do ensino fora da rede particular.

14

15

16

17

18 CORREIO BRAZILIENSE CIDADES Segunda chamada na ESCS A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), divulgou na tarde de ontem a segunda chamada dos aprovados no vestibular para medicina e enfermagem. No total, a seleção ofereceu 160 vagas para os dois cursos. Os selecionados devem comparecer na sexta-feira, 13 de fevereiro, na Secretaria de Assuntos Acadêmicos da ESCS, no Setor Médico Hospitalar Norte, para solicitar a matrícula. O atendimento ocorrerá das 8h30 às 12h e das 14h30 às 17h. O formulário de requerimento será entregue no ato. É necessário levar os seguintes documentos: cópia e original da Carteira de Identidade; cópia e original do Cadastro de Pessoa Física (CPF); cópia e original do título eleitoral, no caso dos candidatos maiores de 18 anos; cópia e original do histórico escolar completo do ensino fundamental para os candidatos aprovados dentro das vagas reservadas (sistema de cotas); cópia e original do certificado ou diploma de conclusão do ensino médio ou equivalente; e três fotos recentes 3x4. Para candidatos do sexo masculino, maiores de 18 anos, também é necessária a comprovação de estar em dia com as obrigações militares.

19 CORREIO BRAZILIENSE CIDADES EDUCAÇÃO» Mais 27 aprovados no PAS Os selecionados em terceira chamada deverão fazer a matrícula em 19 de fevereiro na Universidade de Brasília (UnB) Nathália Cardim Instituto Central de Ciência (ICC) da UnB: o primeiro semestre do ano começará em 9 de março O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/ UnB) divulgou, na tarde de ontem, a lista com os 27 candidatos aprovados em terceira chamada do subprograma 2012 do Programa de Avaliação Seriada (PAS). Os selecionados deverão se matricular para as atividades do 1º semestre de 2015, que começa em 9 de março (veja Agenda). O registro dos alunos ocorrerá em 19 de fevereiro, nos postos avançados da Secretaria de Administração Acadêmica (SAA) de cada curso. O aluno deverá apresentar, preenchidos, os dois questionários sobre o perfil do estudante, descritos na Agenda do Calouro e, ainda, cópia autenticada dos seguintes documentos: Carteira de Identidade, comprovante de conclusão do ensino médio, histórico escolar de ensino médio, certificado de alistamento militar (para candidatos do sexo masculino maiores de 18 anos), título eleitoral, comprovante de votação na última eleição ou a certidão de quitação eleitoral e CPF. Os aprovados nos cursos que exigem Certificação de Habilidade Específica deverão apresentar o certificado obtido nessa habilitação, dentro do período de validade do documento. Para o subprograma, a UnB ofereceu vagas, em 97 cursos de graduação, distribuídos nos quatro câmpus (Darcy Ribeiro, Ceilândia, Gama e Planaltina). Foi a primeira vez que o PAS adotou o sistema de cotas para negros, para o qual ficaram reservadas 132 vagas. Para as de escolas públicas, válida desde 2012, foram destinadas 833 oportunidades. Os candidatos do sistema universal concorreram a cadeiras. As provas foram aplicadas em 23 de novembro do ano passado. O Cespe também liberou ontem o resultado provisório das questões discursivas (tipo D) e da redação para a 1ª e a 2ª etapa do PAS em Os estudantes que fizeram a prova podem conferir o resultado no site do Correio, em euestudante. O prazo para recursos vai das 9h de hoje até as 18h de amanhã, na página do Cespe. O resultado final para a redação e para os itens discursivos está previsto para 21 de fevereiro. O boletim de desempenho individual para os participantes das duas etapas deve ser divulgado em 28 de março.

20 CORREIO BRAZILIENSE CIDADES EDUCAÇÃO» Diversidade na hora de avaliar Especialistas defendem a adoção de instrumentos complementares à prova no momento de determinar o desempenho dos estudantes» MARIANA NIEDERAUER ESPECIAL PARA O CORREIO A professora Kaelly Ornelas com os alunos Lucca, 9, e Ana Sofia, 10: avaliações individuais são substituídas por trabalhos em grupo Para evitar a ansiedade de aguardar o dia da prova e os momentos de tensão a cada exercício que precisa ser resolvido, muitas escolas adotam instrumentos de avaliação alternativos, como trabalhos em grupo e montagem de portfólio. Especialistas destacam que essa é a melhor forma de garantir o aprendizado e esses instrumentos devem ser aliados ao modelo tradicional, que prepara o estudante para os processos seletivos a serem enfrentados na vida adulta. As provas e os exames são procedimentos atrelados a uma perspectiva mais tradicional, conservadora e autoritária. É preciso achar formas (de avaliação) que superem essa visão, que é mais passadista, defende o professor Odilon Carlos Nunes, do Departamento de Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Segundo ele, essa maneira de medir os conhecimentos adquiridos pelo aluno favorece a memorização e é mais burocrática. Por isso, deve ser usada em conjunto com uma avaliação processual, que privilegie o desenvolvimento do aluno ao longo do tempo. Entre os benefícios dessa combinação, ele lista a autonomia, a habilidade de enfrentar problemas e o fomento de uma posição menos individualista. Também é um modelo mais justo, segundo ele, que categoriza menos o aluno, além de estimulá-lo. Provas e exames, quando existirem, devem ser encarados como medidas numéricas, e não mais do que isso, destaca. Álvaro Domingues, presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinepe/DF), lembra que é importante levar em consideração também a função de cada avaliação. Se o intuito é que o estudante adquira habilidades e competências dentro de um contexto que não é eliminatório, é opcional que se dê uma nota para o desempenho dele. Se o objetivo é prepará-lo para um concurso ou para o vestibular, torna-se necessária uma avaliação quantitativa. Sempre vai existir a competição, pois é preciso selecionar as pessoas, avalia. Ensino diferente No Colégio Arvense, que recebe alunos até o 5º ano do ensino fundamental, as avaliações são variadas, incluem trabalhos em grupo e a montagem de portfólios, prova oral e o registro individual do aluno, que reúne comentários do professor sobre cada um dos estudantes. Cada indivíduo tem uma forma única de aprendizagem, e o professor não pode delimitar o que o aluno vai aprender, explica a diretora Educacional do colégio, Margareth Nogueira. As provas não são tratadas da maneira tradicional, ganham até outro nome: momento privilegiado de estudo (MPE). Os alunos resolvem os exercícios em grupo e podem consultar o material. Todas tratam um tema único para, a partir dele, abordar os conteúdos ensinados em sala de aula. A professora do 5º ano Kaelly Ornelas afirma que o método é diferente dos demais, mas muito eficiente. Desperta na criança a habilidade crítica e ela se torna mais autônoma, observa.

Entenda agora as mudanças para as novas contratações do FIES

Entenda agora as mudanças para as novas contratações do FIES Entenda agora as mudanças para as novas contratações do FIES Em notícias divulgadas nos meios de comunicação o Ministério da Educação informou as mudanças constantes relacionadas ao FIES. Segue abaixo

Leia mais

Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem?

Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem? SAIBA TUDO SOBRE O ENEM 2009 Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem? Até 2008, o Enem era uma prova clássica com 63 questões interdisciplinares, sem articulação direta com os

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Bernardete Gatti: o país enfrenta uma grande crise na formação de seus professores em especial, de alfabetizadores.

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1

Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1 Vestibular Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1 Comissão do Processo Seletivo - CoProS A Diretora Geral da Faculdade Integrada de Goiás FIG, com base em dispositivos constantes em seu Regimento, de

Leia mais

Manual do Candidato VESTIBULAR 2012.2

Manual do Candidato VESTIBULAR 2012.2 Fundação Educacional Unificada Campograndense Estrada da Caroba, 685 - Campo Grande - Rio de Janeiro - Cep.: 23085-590 www.feuc.br feuc@feuc.br CNPJ: 42.257.543/0001-39 Manual do Candidato VESTIBULAR 2012.2

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2014. (Do Sr. Izalci)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2014. (Do Sr. Izalci) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2014 (Do Sr. Izalci) Requer informações ao Ministro da Educação Senhor José Henrique Paim sobre o retorno ao País de bolsistas ligados ao Programa Ciência Sem Fronteiras.

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você.

IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você. Manual do Candidato Graduação 3º Trimestre de 2014 IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você. IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada foi fundado em 2001, com o objetivo

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Coordenação do Processo Seletivo

Coordenação do Processo Seletivo Coordenação do Processo Seletivo Edital nº 002/12 Processo Seletivo Inverno 2012/2 A Diretora Geral da Faculdade Catuaí, mantida pela Associação de Ensino de Cambé, com base em dispositivos constantes

Leia mais

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas.

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas. Perguntas frequentes: 1) Quais os dias de prova do Vestibular Univale 2016? Você pode escolher qual o melhor dia para fazer as provas do Vestibular Univale 2016. 28 de novembro de 2015 (sábado), das 15

Leia mais

ALGUMAS RESPOSTAS A PERGUNTAS FREQUENTES

ALGUMAS RESPOSTAS A PERGUNTAS FREQUENTES ALGUMAS RESPOSTAS A PERGUNTAS FREQUENTES O que é a semestralidade? É o valor que deve ser pago por cada aluno durante os 6 (seis) meses de cada período letivo. Este valor depende da faixa de créditos (isto

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 Térreo; 2º e 3º andares Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801535 2 A Escola

Leia mais

CURSINHO POPULAR OPORTUNIDADES E DESAFIOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOCENTE

CURSINHO POPULAR OPORTUNIDADES E DESAFIOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOCENTE CURSINHO POPULAR OPORTUNIDADES E DESAFIOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOCENTE INTRODUÇÃO Lucas de Sousa Costa 1 Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará lucascostamba@gmail.com Rigler da Costa Aragão 2

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br

Leia mais

VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014

VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014 VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO SELETIVO REFERENTE AO 1 o SEMESTRE DO ANO LETIVO DE 2014 O Diretor do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro da Universidade

Leia mais

Prouni 2016: candidatos podem consultar primeira lista de aprovados

Prouni 2016: candidatos podem consultar primeira lista de aprovados O Ministério da Educação divulgou nesta segunda, 25, a primeira chamada de pré-selecionados para o Programa Universidade para Todos (Prouni). Os candidatos podem conferir os resultados no site http://siteprouni.mec.gov.br/,

Leia mais

As Formas de Ingresso em Universidades Públicas e Privadas através do ENEM

As Formas de Ingresso em Universidades Públicas e Privadas através do ENEM As Formas de Ingresso em Universidades Públicas e Privadas através do ENEM Prof. Ph. D. João Benedito dos Santos Jr. Prof. M. Sc. Will Ricardo dos Santos Machado Curso de Bacharelado em Ciência da Computação

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

Coordenação do Processo Seletivo

Coordenação do Processo Seletivo Coordenação do Processo Seletivo Edital nº 003/14 Processo Seletivo Verão 2015-1 A Diretora Geral da Faculdade Catuaí, mantida pela Associação de Ensino de Cambé, com base em dispositivos constantes de

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

Mapa da Educação Financeira no Brasil

Mapa da Educação Financeira no Brasil Mapa da Educação Financeira no Brasil Uma análise das iniciativas existentes e as oportunidades para disseminar o tema em todo o País Em 2010, quando a educação financeira adquire no Brasil status de política

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM HOTELARIA HOSPITALAR Unidade Dias e Horários

Leia mais

1.2. Quais são as condições do financiamento para novos contratos?

1.2. Quais são as condições do financiamento para novos contratos? Tire suas dúvidas 1. CONHECENDO O FIES 1.1. O que é o Fies? O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), criado pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, é o programa do Ministério da Educação que financia

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS Perguntas mais frequente e respostas do Departamento de Políticas Educacionais. 1. Qual é a nomenclatura adequada para o primeiro ano do ensino fundamental

Leia mais

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100 Grupo Educacional LBS-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2016 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na seleção e classificação

Leia mais

1 O texto da Constituição Federal de 1988 diz: Art. 7. São direitos dos trabalhadores urbanos e

1 O texto da Constituição Federal de 1988 diz: Art. 7. São direitos dos trabalhadores urbanos e 1 Introdução A presente pesquisa tem como objeto de estudo a inserção da pessoa com deficiência física no mercado de trabalho. Seu objetivo principal é o de compreender a visão que as mesmas constroem

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS:

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS: FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 A FACULDADE DO SUL DA BAHIA, credenciada pela Portaria Ministerial nº 944, de 17/05/2001 publicada no DOU em 21/05/2001 e o INSTITUTO

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação 16 de Maio de 2013 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br JORNAL

Leia mais

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA PERGUNTAS FREQUENTES Este guia com perguntas e respostas foi desenvolvido para possibilitar um melhor entendimento

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Iguaçu. Av. Botucaris, nº 1590. Telefone: (46) 3552-1464

MANUAL DO CANDIDATO. Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Iguaçu. Av. Botucaris, nº 1590. Telefone: (46) 3552-1464 MANUAL DO CANDIDATO Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Iguaçu Av. Botucaris, nº 1590 Telefone: (46) 3552-1464 E-mail: secretaria@faculdadeiguacu.edu.br Horário: 2ª à 6ª das 14h00 às 22h00 Capanema

Leia mais

MANUAL DA BOLSA FORMAÇÃO E CURSOS PRONATEC

MANUAL DA BOLSA FORMAÇÃO E CURSOS PRONATEC FUNDAÇÃO ADOLPHO BÓSIO DE EDUCAÇÃO NO TRANSPORTE FABET FACULDADE DE TECNOLOGIA PEDRO ROGÉRIO GARCIA FATTEP CENTRO DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA NO TRANSPORTE CETT MANUAL DA BOLSA FORMAÇÃO E CURSOS PRONATEC

Leia mais

EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2

EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2 EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2 A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo das Faculdades Integradas de Vitória FDV, para conhecimento de todos os interessados, torna público

Leia mais

Ensino fundamenta - responsabilidade só dos Municípios?

Ensino fundamenta - responsabilidade só dos Municípios? Ensino fundamenta - responsabilidade só dos Municípios? O que prevê a legislação e qual tem sido a participação estadual, municipal e privada na oferta de educação básica no RJ? Nicholas Davies, prof.

Leia mais

Estabelece, ainda, excepcionalmente, em seu artigo 4.º que:

Estabelece, ainda, excepcionalmente, em seu artigo 4.º que: INTERESSADO: Secretaria Municipal de Educação SEMED ASSUNTO: Apreciação de Exposição de Motivos para o não cumprimento, em caráter excepcional, da Resolução n. 010/2010-CME/MANAUS RELATOR: Paulo Sérgio

Leia mais

II. Inscrição 3. As inscrições para o Vestibular estarão abertas no período de 6 de janeiro de 2015 a 28 de fevereiro de 2015 e poderão ser feitas:

II. Inscrição 3. As inscrições para o Vestibular estarão abertas no período de 6 de janeiro de 2015 a 28 de fevereiro de 2015 e poderão ser feitas: EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE MEDICINA DO ABC VESTIBULAR AGENDADO 2015 (Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Gestão Hospitalar, Nutrição, S. Ambiental e T. Ocupacional) A Faculdade de Medicina

Leia mais

Sind-UTE/MG - 2013 ANASTASIA, CADÊ OS R$ 8 BILHÕES DA EDUCAÇÃO. www.sindutemg.org.br

Sind-UTE/MG - 2013 ANASTASIA, CADÊ OS R$ 8 BILHÕES DA EDUCAÇÃO. www.sindutemg.org.br ANASTASIA, CADÊ OS R$ 8 BILHÕES DA EDUCAÇÃO www.sindutemg.org.br 1 Desde o ano de 1988, a Constituição Federal manda que os governadores invistam 25% de impostos arrecadados em educação. Por que esta regra

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS EDITAL PROPEG Nº 003/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 A Direção Geral da Faculdade Iguaçu, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, de acordo com a legislação vigente e Regimento Geral, torna

Leia mais

O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP

O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP VERSÃO: 03-04-2008 2 O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP 1. Apresentação do Programa O Programa de Inclusão Social da USP (INCLUSP) foi concebido a partir da preocupação

Leia mais

Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210

Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210 MANUAL DO CANDIDATO Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210 Telefones: (43) 3174-5454 ou 3174-5464 E-mail: secretaria@faculdadecatuai.com.br Horário:

Leia mais

EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014

EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 A Diretora Maria Aparecida Pinto, Diretora da Faculdade de São Lourenço, no uso de suas atribuições, torna público que, no período de 02 de setembro

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2012.2 EDITAL Nº 001/2012

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2012.2 EDITAL Nº 001/2012 1 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2012.2 EDITAL Nº 001/2012 A FACULDADE ESCOLA DE NEGÓCIOS EXCELLENCE FAENE torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo 2012 destinado a selecionar

Leia mais

CARTA ABERTA EM DEFESA DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA

CARTA ABERTA EM DEFESA DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA CARTA ABERTA EM DEFESA DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA O Fórum das universidades públicas participantes do PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA vem, por meio desta, defender

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

IDEB ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA CONCEITOS E USOS

IDEB ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA CONCEITOS E USOS IDEB ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA CONCEITOS E USOS Elaine Toldo Pazello FEA-RP / USP epazello@usp.br Instituto Fonte 26/11/2013 Roteiro da apresentação Descrever o cálculo do IDEB, procurando

Leia mais

M a n u a l E n e m 2 0 1 5 P á g i n a 1. Manual do Enem 2015

M a n u a l E n e m 2 0 1 5 P á g i n a 1. Manual do Enem 2015 M a n u a l E n e m 2 0 1 5 P á g i n a 1 Manual do Enem 2015 Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), segundo o INEP, tinha o objetivo de avaliar o desempenho do aluno ao término da escolaridade

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CEDEI EDITAL PPPG Nº 29/2015

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CEDEI EDITAL PPPG Nº 29/2015 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CEDEI (Aprovado pela Resolução Nº 1235, de 22 de dezembro de 2014 CONSEPE) EDITAL PPPG Nº 29/2015 A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do ensino médio pode aumentar em 1 ano

Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do ensino médio pode aumentar em 1 ano SP quer ampliar ensino técnico estadual Data:10/05/2011 Veículo: O ESTADO DE S. PAULO SP Mariana Mandelli Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO 2013

PROGRAMA DE ESTÁGIO 2013 PROGRAMA DE ESTÁGIO 2013 Estamos em busca de jovens talentos! Cavalcante Ramos Advogados através do seu programa de estágio tem como objetivo proporcionar ao estagiário o conhecimento das rotinas forenses

Leia mais

EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014. Bacharelados: Administração; Educação Física; Nutrição e Enfermagem

EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014. Bacharelados: Administração; Educação Física; Nutrição e Enfermagem EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 Guilherme Bernardes Filho, Mantenedor das Faculdades Integradas ASMEC, no uso de suas atribuições, torna público que, a partir de 19 de setembro de

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO FACECA 2014/1 DETALHADO

EDITAL PROCESSO SELETIVO FACECA 2014/1 DETALHADO EDITAL PROCESSO SELETIVO FACECA 2014/01 CONSOLIDADO O Diretor da Faculdade Cenecista de Varginha Faceca, com sede no município de Varginha, Estado de Minas Gerais, torna público, na forma regimental e

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais

Clipping de Notícias Educacionais Os resultados do Enade são utilizados pelo MEC na elaboração do Índice Geral de Cursos (IGC) e do Conceito Preliminar de Curso (CPC), indicadores de qualidade de instituições de ensino e de seus cursos

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES PS 2014

PERGUNTAS FREQUENTES PS 2014 1) Como funciona o vestibular da UFPA? PERGUNTAS FREQUENTES PS 2014 A partir do Processo Seletivo 2014 (PS 2014), a UFPA passa a adotar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como única fase do vestibular.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ A N E X O I E D I T A L D E C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 01/2015 D O S R E Q U I S I T O S E A T R I B U I Ç Õ E S D O S C A R G O S RETIFICAÇÃO

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014 Grupo Educacional IPEC-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2014 r www.fappes.edu.b 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na

Leia mais

CNS - ISERJ: RETRATOS DA RESISTÊNCIA DISCENTE. Palavras-chave: Curso Normal Superior (CNS), perfil, pretensões e motivações.

CNS - ISERJ: RETRATOS DA RESISTÊNCIA DISCENTE. Palavras-chave: Curso Normal Superior (CNS), perfil, pretensões e motivações. 24 CNS - ISERJ: RETRATOS DA RESISTÊNCIA DISCENTE Profª Ms Angela Maria Venturini Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro/ISERJ RESUMO O Curso Normal Superior (CNS) do Instituto Superior de Educação

Leia mais

CT03.15 -Departamento de Gestão Social - Novembro/2012 - Atualizado em março/2014 CENSO ESCOLAR

CT03.15 -Departamento de Gestão Social - Novembro/2012 - Atualizado em março/2014 CENSO ESCOLAR CENSO ESCOLAR (conhecido como PRODESP) ENTIDADES QUE DEVEM REALIZAR O CADASTRAMENTO: Escolas de Educação Infantil, Escolas Regulares e Especiais, Instituições de Educação Superior e de Educação Profissional

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Unificado de 2015 do Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa IPEP

Edital de Processo Seletivo Unificado de 2015 do Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa IPEP Edital de Processo Seletivo Unificado de 2015 do Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa IPEP O Diretor Geral do IPEP, Érico Rodrigues Bacelar, no uso de suas atribuições legais e regimentais e considerando

Leia mais

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS Tendo como argumento aperfeiçoar ainda mais a prestação de serviços de saúde à população, o Executivo traz a esta Casa o Projeto de Lei 64/2014, que

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Edson Silva) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério da Educação que a disciplina língua inglesa seja incluída nos currículos dos cursos de graduação

Leia mais

M a n u a l d o P r o U n i 2014 P á g i n a 1

M a n u a l d o P r o U n i 2014 P á g i n a 1 M a n u a l d o P r o U n i 2014 P á g i n a 1 O Programa Universidade para Todos (Prouni) foi criado pelo Governo Federal em 2004 e tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX

EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX O Diretor da Faculdade de Ciências Odontológicas do Norte de Minas - FACIONORTE, tendo em vista a legislação vigente, faz saber aos interessados que estarão abertas as inscrições

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015 ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015 Art. 1º A Escola Superior de Gestão Comercial e Marketing (ESIC), e por sua Comissão

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 2 ESTADO DE MINAS 3 ESTADO DE MINAS http://www.em.com.br PSD de Kassab mira 'órfãos' do PMDB quercista O PSD obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terça-feira e corre

Leia mais

Art. 3º. A taxa de Inscrição será no valor de R$ 30,00 (trinta reais). Em hipótese alguma será devolvido o valor pago.

Art. 3º. A taxa de Inscrição será no valor de R$ 30,00 (trinta reais). Em hipótese alguma será devolvido o valor pago. EDITAL N 03 /2011-2 - VESTIBULAR, CONCURSO PRINCIPAL E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTINUADO DO CENTRO UNIVERSITARIO DE MINEIROS UNIFIMES MANTIDO PELA FUNDAÇÃO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO

DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO 1 DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO Cesar Simões Salim Professor e Autor de livros de empreendedorismo cesar.salim@gmail.com Visite meu blog: http://colecaoempreendedorismo.blogspot.com/

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

Crédito Estudantil Ibmec

Crédito Estudantil Ibmec Crédito Estudantil Ibmec Queremos receber bons estudantes e torná-los excelentes alunos. Olhando para o futuro, também queremos que eles sejam os melhores profissionais do mercado. Sabemos que ter uma

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais

EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Maio/ 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário.

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário. ATO ADMINISTRATIVO REITORIA Nº 45/2015 Aprova o Edital do Processo Seletivo do Programa de Integralização de Créditos para a Conclusão do Curso Superior de Teologia Vestibular 1º semestre de 2016 O REITOR

Leia mais

Prepare-se para Faculdade. Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios

Prepare-se para Faculdade. Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios Prepare-se para Faculdade Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios Sucesso $$$ sonho habilidade Passos para Faculdade 1- Conhecer você mesmo. 2- Características da faculdade.

Leia mais

Influências das políticas públicas de inclusão

Influências das políticas públicas de inclusão artigo Rodrigo Perla Martins Diretor do Sinpro/RS Doutor em História, Mestre em Ciência Política e graduado em História. Influências das políticas públicas de inclusão na educação superior e os benefícios

Leia mais

Política de Bolsas e Financiamentos

Política de Bolsas e Financiamentos Política de Bolsas e Financiamentos Queremos receber bons estudantes e torná-los excelentes alunos. Olhando para o futuro, também queremos que eles sejam os melhores profissionais do mercado. Sabemos que

Leia mais

EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegíveis

1. Objetivo. 2. Elegíveis 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa integral das mensalidades para cursar 1 (um) semestre, por meio de intercâmbio em uma das instituições de Ensino Superior

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Gerência Executiva de Comunicação Corporativa, Inteligência Competitiva e Sustentabilidade

Gerência Executiva de Comunicação Corporativa, Inteligência Competitiva e Sustentabilidade Gerência Executiva de Comunicação Corporativa, Inteligência Competitiva e Sustentabilidade Edital Processo Seletivo Programa Formare Aprendiz Santos Brasil 2016 1 Edital Processo Seletivo Programa Formare

Leia mais

SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES

SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES Introdução A questão dos recursos humanos na área de Tecnologia da Informação é assunto de preocupação permanente no Colégio de

Leia mais

1. CURSOS / ATOS LEGAIS / TURNOS / VAGAS. Administração¹ Linha de Formação em Marketing e Entretenimento. Comunicação Social¹ com Habilitação em

1. CURSOS / ATOS LEGAIS / TURNOS / VAGAS. Administração¹ Linha de Formação em Marketing e Entretenimento. Comunicação Social¹ com Habilitação em Edital de Convocação para Ingresso nos cursos da Graduação em 2013/2 através de Transferência Interna de Curso e Transferência Externa entre Faculdades A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

Universalizar a educação primária

Universalizar a educação primária Universalizar a educação primária META 2 terminem um ciclo completo de ensino. Garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos, Escolaridade no Estado de São Paulo O aumento sistemático das

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE MAURICIO DE NASSAU DE BELÉM MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL CREDENCIAMENTO: PORTARIA Nº 571, DE 13 DE MAIO DE, DOU 16 DE MAIO DE SEÇÃO I EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 O Diretor da Faculdade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE ECONOMIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE ECONOMIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE ECONOMIA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU PRESENCIAL EM MERCADOS FINANCEIROS E DE

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: DIFICULDADES, ANSEIOS E SUGESTÕES DOS ALUNOS.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: DIFICULDADES, ANSEIOS E SUGESTÕES DOS ALUNOS. N 430 - OLIVEIRA Eloiza da Silva Gomes de, ENCARNAÇÃO Aline Pereira da, SANTOS Lázaro ACESSO AO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: DIFICULDADES, ANSEIOS E SUGESTÕES DOS ALUNOS. O Vestibular se reveste de grande

Leia mais

11ª Mostra Nacional de Trabalhos de Qualidade do Judiciário Gestão de Pessoas

11ª Mostra Nacional de Trabalhos de Qualidade do Judiciário Gestão de Pessoas Apresentação 11ª Mostra Nacional de Trabalhos de Qualidade do Judiciário Gestão de Pessoas Identificação do órgão: Supremo Tribunal Federal Unidade: Secretaria de Recursos Humanos / Coordenadoria de Desenvolvimento

Leia mais

Tema: evasão escolar no ensino superior brasileiro

Tema: evasão escolar no ensino superior brasileiro Entrevista com a professora Maria Beatriz de Carvalho Melo Lobo Vice- presidente do Instituto Lobo para o Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia e Sócia- diretora da Lobo & Associados Consultoria.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008 RESOLUÇÃO Nº 03/2008 Fixa critérios para o Processo Seletivo/Vestibular 2008.2 - UNIVASF referentes aos Cursos de Engenharia do Campus Juazeiro-BA. O DA UNIVASF, no uso da atribuição que lhe confere o

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais

Clipping de Notícias Educacionais Clipping 24/09/2010 SEMERJ www.semerj.org.br semerj@semerj.org.br Clipping de Notícias Educacionais Caso sua instituição ainda não seja associada ao SEMERJ, visite nosso site e descubra as vantagens em

Leia mais

PDE Plano de Desenvolvimento da Educação

PDE Plano de Desenvolvimento da Educação PDE Plano de Desenvolvimento da Educação Secretaria de Educação Básica Ministério da Educação Foto: João Bittar Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011

Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011 Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011 O Instituto de Ensino Superior João Alfredo de Andrade, por sua Comissão Organizadora do Processo Seletivo, instituída em caráter permanente pela Portaria

Leia mais