Panorama do mercado VSAT e das iniciativas em banda Ka Visões do Comsys Vsat 2011 José Antonio Gonzalez Gerente de Projetos Especiais SSPI VSAT Day

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Panorama do mercado VSAT e das iniciativas em banda Ka Visões do Comsys Vsat 2011 José Antonio Gonzalez Gerente de Projetos Especiais SSPI VSAT Day"

Transcrição

1 Panorama do mercado VSAT e das iniciativas em banda Ka Visões do Comsys Vsat 2011 José Antonio Gonzalez Gerente de Projetos Especiais SSPI VSAT Day /11/2011

2 Agenda Panorama mundial de Vsat Mercado Corporativo Mercado de Massa Banda Ka Iniciativas em curso e programadas Investir em Ka? Modelos de Negócio Oportunidades

3 Mercado Corporativo Panorama Mundial 2010 foi o ano onde quase nada aconteceu: No mercado empresarial as vendas novamente caíram em relação ao ano anterior, afetadas principalmente pela retração do mercado na África e Oriente Médio unidades vendidas em 2010, contra em 2009 e em 2008 A proliferação da fibra na África reduziu o uso de backhaul e dos serviços VSAT A redução da atividade econômica também contribuiu na Europa Oriental Até o mercado militar foi afetado Fonte: Comsys Vsat 2011

4 Panorama Mundial Mesmo com a retração de vendas, a quantidade de VSATs em operação no mercado empresarial continuou crescendo, sustentada pela durabilidade da tecnologia Nos últimos anos, a tecnologia mostrou diversos avanços importantes que adequaram a solução VSAT às novas demandas do mercado Os operadores de redes VSAT informam que a demanda para soluções VSAT mudou das redes exclusivas, para a preocupação com a continuidade do serviço (backup) e com a extensão de redes terrestres (híbridas) Este tipo de aplicação resulta na redução do ticket médio e conseqüentemente das margens da operação Fonte: Comsys Vsat 2011

5 Mercado de Massa Panorama Mundial aparentemente apenas a disponibilidade de banda (ou a falta dela) está segurando o crescimento das vendas. Mesmo assim, a base de acessos mundial cresceu 7% para cerca de 1.3MM de usuários. Aqui o driver é a banda Ka Só nos EUA, mais de 1 MM de usuários mostram que a solução é viável mas que também é necessária mais banda. A Hughes e a Wildblue aguardam seus novos satélites para expandir planos e vendas Na Europa, a Eutelsat e a Avanti já iniciaram a comercialização de seus serviços, mas é cedo para avaliar como irão. A SES virá em seguida Na Asia/Ocenania, a Austrália lidera os esforços com a solução provisória usando o IPStar (Ku) Fonte: Comsys Vsat 2011 Fonte: Comsys Vsat 2011

6 Panorama Mundial No Oriente Médio e África a expectativa é pelo Yahsat 1B. Avanti, STM e outros também tem planos para essa área Na América Latina existem alguns planos também, mas ainda incipientes, onde podem ser citadas a Hughes, Yahsat, Star One e o SGB da parceria Telebras/Embraer Não há dúvidas de que apenas com a banda Ka, o mercado satélite poderá ofertar a quantidade de banda que o mercado demanda, porém ainda é cedo para dizer se o BC desse novo modelo é sustentável apenas com banda larga Fonte: Comsys Vsat 2011 Fonte: Comsys Vsat 2011

7 Iniciativas em Banda Ka Em operação: Spaceway (Hughes), Wild Blue (Viasat), Hylas 1 (Avanti), KA SAT (Eutelsat) e Yahsat 1A Planejados: Viasat 1, Hylas 2, Global Express (Inmarsat), Jupiter, Thor 7 (Telenor), Yahsat 1B, Astra 2E, 2F e 2G (SES), NBN, etc. Diferentes características/diferentes visões: Satélites exclusivos Ka de alta capacidade como KA SAT, Jupiter, Viasat 1, NBN Satélites híbridos ou exclusivos com baixa capacidade de Ka como Hylas 1&2, Yahsat 1A&1B, Amazonas 3, Astra 2E, 2F e 2G

8 Como investir em Ka? Duas formas básicas: HTS dezenas de spots, alta capacidade e necessidade de múltiplos gateways Maior risco de mercado Maior investimento Hosted payload alguns transponders em satélite originalmente destinado para serviço em banda C/Ku Médio risco de mercado Menor investimento Manutenção do negócio tradicional Como vimos, a Europa experimenta hoje as duas iniciativas. Eutelsat por um lado e Avanti e SES por outro. Existe apenas uma correta?

9 Modelos de Negócio Avanti Hosted Network Operator (HNO) o operador compra banda no satélite e opera e gerencia sua própria Hub no teleporto da Avanti Guaranteed Virtual Network Operator (GVNO) o operador compra Mbits sem contenção (2,5 até 45 Mbps) e opera e gerencia sua parte da Hub através de ferramentas providas pela Avanti, Shared Virtual Network Operator (SVNO) o operador compra unidades de banda larga (desde 500/128 Kbps até 8/2,5 Mbps) e se compromete com uma quantidade de pontos por ano, ficando toda a operação e gerencia sob responsabilidade da Avanti. Além da banda larga, possui payload exclusivo para uso militar e pretende também atuar em backhaul de celular e serviços para o mercado PME

10 Modelos de Negócio Yahsat Terá apenas um modelo de atendimento com provedores nos países onde terá cobertura Ficará responsável pelo segmento de terra (incluindo as VSATs), gerência da rede, operação e campanhas de marketing regionais e de lançamento Os provedores serão responsáveis pelo relacionamento com o cliente final, incluindo o marketing nacional, a ativação, instalação, faturamento e suporte Desafio regulatório e de costumes no tratamento da oferta do serviço e campanhas de marketing nos diferentes países Além da banda larga, tem payload exclusivo para uso militar e pretende trabalhar também com backup e serviços para PME

11 Modelos de Negócio KA SAT Terá modelo único, contando com a Skylogic como provedor de banda larga e parceiros continentais ou regionais para a distribuição do serviço É o sucessor do serviço Tooway já em operação Pretende atacar mercados além do acesso banda larga: SNG Light, Broadcast regional, Back-up e Trunking IP Oferta de serviços na categoria de cabo e ADSL

12 Modelos de Negócio Viasat Para o mercado de massa, aproximadamente 50% da distribuição é feita pelo varejo e o restante através de provedores com serviço completo Para o mercado empresarial, conta com parceiros de valor adicionado. Espera crescer fortemente nesse mercado com o lançamento do Viasat 1 Está introduzindo 120 Gbps de capacidade no mercado que conta hoje com cerca de 85 Gbps Serviço poderá oferecer taxas até 12 Mbps de download, comparando-o aos serviços terrestres

13 Oportunidades Backhaul Celular Praticamente todos os novos players de banda Ka pretendem trabalhar com a oferta de continuidade para backhaul celular, A configuração em estrela das soluções de backhaul casa perfeitamente com o esquema de spots/gateways das ofertas de banda Ka Fonte: NSR BSM 9ª Edição 2010

14 Oportunidades Comunicações em movimento SNG Aviões, navios e veículos Demanda crescente Necessidade de altas velocidades Equipamento menor e mais barato Broadcast regional Ideal para canais regionais com cobertura limitada, cadeias de varejo regionais, treinamento Só para nós: Copa do Mundo 2014, Olimpíadas 2016, Exploração do Pré-Sal

15 Transacional Banda Larga Continuidade E o mercado tradicional? Evolução do valor da solução Primeiras redes: baixo tráfego, controle de estoque, atualização de arquivos, cobertura, rapidez da implantação Evolução da tecnologia, novas aplicações, aumento da velocidade mas dificuldade de competir com soluções terrestres Nova visão: balanceamento de tráfego, confiabilidade, uso para treinamento de equipes, videoconferência, etc. quando inativa

16 Para refletir Banda Ka é o caminho para o crescimento do mercado VSAT? As soluções em C e Ku deixarão de existir? Qual o tamanho do mercado no Brasil e quanto a nova classe média contribuirá para isso? Quantos players estarão nesse jogo?

17 Informações de contato: José Antonio C. Gonzalez Gerente de Projetos Especiais Diretoria Regional Leste Sul e Negócios Satelitais Star One Tel

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ÃO INSTITUCIONAL 8º WRNP

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ÃO INSTITUCIONAL 8º WRNP APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ÃO INSTITUCIONAL 8º WRNP QUEM SOMOS Criada em 2000 a HISPAMAR SATÉLITES é resultado da parceria de duas experientes empresas de telecomunicações e líderes em seus mercados. GRUPO

Leia mais

1.A HUGHES. 2.Visão geral comunicação por satélite. 3.Aplicações

1.A HUGHES. 2.Visão geral comunicação por satélite. 3.Aplicações COMUNICAÇÃO SATELITAL COMO ALAVANCA PARA O DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA FÁBIO RICCETTO DIRETOR DE VENDAS HUGHES Agenda 1.A HUGHES 2.Visão geral comunicação por satélite 3.Aplicações A HUGHES Nosso Fundador

Leia mais

PNBL e o setor de satélites

PNBL e o setor de satélites PNBL e o setor de satélites Artur Coimbra de Oliveira Diretor do Departamento de Banda Larga Sumário Ministério das Comunicações Diagnóstico Ações do Governo Federal Impactos Aplicações potenciais do acesso

Leia mais

Broadcast Day - SSPI. Banda Ka: Aplicações em Broadcasting

Broadcast Day - SSPI. Banda Ka: Aplicações em Broadcasting Broadcast Day - SSPI Banda Ka: Aplicações em Broadcasting Maio 29, 2012 1 GHz 5 GHz 10 GHz 15 GHz 20 GHz 25 GHz 30 GHz 35 GHz 40 GHz Introdução Definição Ka: Denominação das faixas para satélite Geoestacionário:

Leia mais

A mais nova operadora brasileira de satélites

A mais nova operadora brasileira de satélites A mais nova operadora brasileira de satélites Jeferson Almeida Gerente de Pré-vendas 23 Maio 2013 A HUGHES no Brasil Presente há 45 anos no Brasil 10 anos de operação de serviços 120 colaboradores MANAUS

Leia mais

Centro de Estudos em Telecomunicações. Solução Wireless Híbrida para a Universalização da Banda Larga no Brasil

Centro de Estudos em Telecomunicações. Solução Wireless Híbrida para a Universalização da Banda Larga no Brasil Centro de Estudos em Telecomunicações Solução Wireless Híbrida para a Universalização da Banda Larga no Brasil AGENDA Introdução Soluções de Acesso em Banda Larga Satélites na Banda Ka Satélites de Alta

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014

Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014 Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014 Meta do PNBL Se pacote PNBL de 1 Mbps for ofertado por R$ 15 em todos os municípios Se pacote PNBL de 1 Mbps for

Leia mais

NewsSpotter SNG via KA-SAT. Eloi Stivalletti Eutelsat do Brasil

NewsSpotter SNG via KA-SAT. Eloi Stivalletti Eutelsat do Brasil NewsSpotter SNG via KA-SAT Eloi Stivalletti Eutelsat do Brasil 1 NewsSpotter via KA-SAT é um produto em banda Ka para Contribuição de News e Dados em campo. O que é o NewsSpotter? Inovador Leve e Compacto

Leia mais

Audiência Pública Comissão de Ciência e Tecnologia Senado Federal. Tecnologia de Satélites

Audiência Pública Comissão de Ciência e Tecnologia Senado Federal. Tecnologia de Satélites Audiência Pública Comissão de Ciência e Tecnologia Senado Federal Tecnologia de Satélites Brasília, 01 de Dezembro de 2011 ABRASAT e SINDISAT ABRASAT Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações

Leia mais

VSat em alto-mar Desafios e Perspectivas. SSPI VSat Day 30/11/2010 Márcio Esteves

VSat em alto-mar Desafios e Perspectivas. SSPI VSat Day 30/11/2010 Márcio Esteves VSat em alto-mar Desafios e Perspectivas SSPI VSat Day 30/11/2010 Márcio Esteves VSAT EM ALTO-MAR Breve introdução Navegar é uma operação arriscada e difícil. Até não muito tempo atrás a tripulação ficava

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga

Programa Nacional de Banda Larga Programa Nacional de Banda Larga Metas e eixos de ação Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal Brasília, 31 de agosto de 2011 Dados de acesso à Internet em

Leia mais

BGAN. Transmissão global de voz e dados em banda larga. Banda larga para um planeta móvel

BGAN. Transmissão global de voz e dados em banda larga. Banda larga para um planeta móvel BGAN Transmissão global de voz e dados em banda larga Banda larga para um planeta móvel Broadband Global Area Network (BGAN) O firm das distâncias O serviço da Rede Global de Banda Larga da Inmarsat (BGAN)

Leia mais

Projetos de Rede Corporativa usando plataforma Gilat SkyEdge II. Ana Claudia de Barcellos

Projetos de Rede Corporativa usando plataforma Gilat SkyEdge II. Ana Claudia de Barcellos Projetos de Rede Corporativa usando plataforma Gilat SkyEdge II Ana Claudia de Barcellos Negócio Satélite na BT LatAm Foco no Mercado Corporativo BT possui uma ótima reputação na região com capacidade

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA?

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? Tecnologia 40 Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? DSL Cabo Fibra Móvel Móvel WiFi em movimento Convergência TERMINAL é poder MULTI- se comunicar ÓTIMO MÍDIA independente de local, dispositivo de acesso

Leia mais

INTERNET VIA SATÉLITE BANDA LARGA A inovação no seu acesso!

INTERNET VIA SATÉLITE BANDA LARGA A inovação no seu acesso! INTERNET VIA SATÉLITE BANDA LARGA A inovação no seu acesso! É com imenso prazer que comunico a chegada da internet banda larga via satélite no Brasil. Veja com detalhes que não se trata da banda KU (já

Leia mais

Tabela de Preços MARKETING B2B

Tabela de Preços MARKETING B2B 1. SOLUÇÔES DE DADOS E ACESSO A INTERNET... 2 1.1. TC IP ECONÔMICO SAT... 2 1.2. TC VPN CONNECT... 4 1.3. TC DATA... 4 1.4. TC PAC... 6 1.5. TC PAC DEDICADO... 7 1.6. TC FRAME WAY... 12 1/15 1. SOLUÇÔES

Leia mais

Multiplicação da Capacidade: Uso de Spot Beams em Banda Ka

Multiplicação da Capacidade: Uso de Spot Beams em Banda Ka Multiplicação da Capacidade: Uso de Spot Beams em Banda Ka 20 de Outubro de 2010 Diretoria de Engenharia Gerência de Sistemas de Comunicações (ENGSIS) Confidencial 1/ 15 Introdução 1/4 A Banda Ka, devido

Leia mais

Agenda: INTRODUÇÃO HISPAMAR PLATAFORMA BANDA LARGA SOBRE O BRASIL PLATAFORMA BANDA LARGA SOBRE A AMERICA LATINA PROCESSAMENTO A BORDO - AMERHIS

Agenda: INTRODUÇÃO HISPAMAR PLATAFORMA BANDA LARGA SOBRE O BRASIL PLATAFORMA BANDA LARGA SOBRE A AMERICA LATINA PROCESSAMENTO A BORDO - AMERHIS Agenda: INTRODUÇÃO HISPAMAR PLATAFORMA BANDA LARGA SOBRE O BRASIL PLATAFORMA BANDA LARGA SOBRE A AMERICA LATINA PROCESSAMENTO A BORDO - AMERHIS /0* -').' +,,* ()%*(' %'( $ # 30º e 61º Oeste: Coberturas

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Dezembro de 2012 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

Satellite Operators Interference Reduction Group Iniciativas e Soluções para o combate a interferências

Satellite Operators Interference Reduction Group Iniciativas e Soluções para o combate a interferências Satellite Operators Interference Reduction Group Iniciativas e Soluções para o combate a interferências Outubro/2010 Diretoria de Engenharia Gerência de 1Sistemas de Comunicações (ENGSIS) Satellite Operators

Leia mais

O Satélite Brasileiro e o PNBL

O Satélite Brasileiro e o PNBL O Satélite Brasileiro e o PNBL SECOP 2015 08/10/2015 PROJETOS Infraestrutura Telebras Terrestre Internacional + Satelital REDE TERRESTRE Backbone Telebras Redes seguras de Governo A Telebras equipou aproximadamente

Leia mais

TUPs - Telefones de Uso Público Considerações sobre um Tema Complexo. Judson Goulart Filgueiras Gerência de Projetos Técnicos Star One

TUPs - Telefones de Uso Público Considerações sobre um Tema Complexo. Judson Goulart Filgueiras Gerência de Projetos Técnicos Star One TUPs - Telefones de Uso Público Considerações sobre um Tema Complexo Judson Goulart Filgueiras Gerência de Projetos Técnicos Star One SSPI - Vsat Day - 21 de Outubro de 2012 Carlos Alberto Pastore Engenheiro

Leia mais

01. SkyReach telecom: HISTÓRICO

01. SkyReach telecom: HISTÓRICO Histórico 01. SkyReach telecom: HISTÓRICO > Fundada em 2011 por engenheiros com vasta experiência em telecomunicações via satélite para o mercado Offshore > Sediada no Rio de Janeiro - BR e possui também

Leia mais

Apostilas de Eletrônica e Informática SDH Hierarquia DigitaL Síncrona

Apostilas de Eletrônica e Informática SDH Hierarquia DigitaL Síncrona SDH A SDH, Hierarquia Digital Síncrona, é um novo sistema de transmissão digital de alta velocidade, cujo objetivo básico é construir um padrão internacional unificado, diferentemente do contexto PDH,

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

Como medir a velocidade da Internet?

Como medir a velocidade da Internet? Link Original: http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2012/05/como-medir-velocidade-da-suainternet.html Como medir a velocidade da Internet? Pedro Pisa Para o TechTudo O Velocímetro TechTudo é uma

Leia mais

4G no Brasil: Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações. Alexandre Jann FIESP. Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America

4G no Brasil: Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações. Alexandre Jann FIESP. Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America 5º Encontro de Telecomunicações Respeito ao Consumidor 4G no Brasil: FIESP Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações Alexandre Jann Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America Tópicos Perfil

Leia mais

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite SINDISAT Suporte: TELECO - Inteligência em Telecomunicações Brasília,

Leia mais

Sistemas de redes sem fio são classificadas nas categorias de móveis ou fixas:

Sistemas de redes sem fio são classificadas nas categorias de móveis ou fixas: Redes Sem Fio Sistemas de redes sem fio são classificadas nas categorias de móveis ou fixas: Redes sem fio fixa são extremamente bem adequado para implantar rapidamente uma conexão de banda larga, para

Leia mais

Varejo virtual ERA DIGITAL. por Tânia M. Vidigal Limeira FGV-EAESP

Varejo virtual ERA DIGITAL. por Tânia M. Vidigal Limeira FGV-EAESP ERA DIGITAL Varejo virtual Ovolume de operações registrado recentemente no âmbito do comércio eletrônico atesta que a Internet ainda não chegou às suas últimas fronteiras. Vencidas as barreiras tecnológicas

Leia mais

Caio Bonilha 10 out 2012

Caio Bonilha 10 out 2012 Caio Bonilha 10 out 2012 1. Banda Larga no Brasil Cobertura do Mercado de Banda Larga Conexões Banda Larga por Região 62% 17% 8% 3% 10% Centro-Oeste Nordeste Norte Sudeste Sul Fonte: Anatel SICI Junho/2012

Leia mais

apresentação de serviços

apresentação de serviços apresentação de serviços Nos últimos 50 anos a humanidade gerou mais informações do que em toda sua história anterior. No mercado corporativo, o bom gerenciamento de informações é sinônimo de resultados.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO Data Atualização: 17/04/2014

MANUAL DO USUÁRIO Data Atualização: 17/04/2014 MANUAL DO USUÁRIO Data Atualização: 17/04/2014 Rubricar SUMÁRIO 1. Missão, Visão e Valores... Missão... Visão... Valores... Quem Somos... 2. Manual do Usuário... 4 2.1 - Sobre a ferramenta... 4 2.2 - Como

Leia mais

A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações

A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações 24 de Março de 2011 As exigências de infraestrutura de TIC para a Copa do Mundo e Olimpíada no Brasil Desafios e Oportunidades na construção do IBC. A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações

Leia mais

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Rogério Santanna dos Santos Brasília, 29 de Setembro de 2009 Mercado Banda Larga - Operadoras Empresas 2007 (x1000) 2008 (x1000) % Crescimento Ano 2007 Telefonica

Leia mais

Algar Telecom lança TV por assinatura via satélite

Algar Telecom lança TV por assinatura via satélite Algar Telecom lança TV por assinatura via satélite Com investimentos de mais de R$ 160 milhões, empresa amplia seu portfólio de serviços São Paulo, 20 de maio de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações

Leia mais

Financiar a inovação tecnológica através da redução do custo de manutenção Oracle e SAP. Sucesu-RS 04 de Outubro de 2013

Financiar a inovação tecnológica através da redução do custo de manutenção Oracle e SAP. Sucesu-RS 04 de Outubro de 2013 Financiar a inovação tecnológica através da redução do custo de manutenção Oracle e SAP Sucesu-RS 04 de Outubro de 2013 Financiar a inovação tecnológica através da redução do custo de manutenção Oracle

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Junho de 2013 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

Inovação em Banda Larga. Marco Antonio Folegatti Gerente Geral da América do Sul Telecom Networks

Inovação em Banda Larga. Marco Antonio Folegatti Gerente Geral da América do Sul Telecom Networks Inovação em Banda Larga Marco Antonio Folegatti Gerente Geral da América do Sul Telecom Networks A banda larga beneficia a todos Melhoria na qualidade de vida com FTTH Exemplos em países em desenvolvimento

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois

Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois Caio Bonilha Telebras 1 Câmara dos Deputados, 06/12/2011 Mercado de Banda Larga no Brasil Conexões Banda Larga por região 9% 2% 17% 63% 9% Norte Nordeste

Leia mais

The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil. Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil

The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil. Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil etailbrazil.com 2014 O mercado está se ajustando a uma realidade multi-canal não excludente,

Leia mais

FleetBroadband. O referencial em comunicações móveis via satélite

FleetBroadband. O referencial em comunicações móveis via satélite FleetBroadband O referencial em comunicações móveis via satélite A toda velocidade para um futuro com banda larga FleetBroadband é o primeiro serviço de comunicações marítimas a fornecer voz e dados em

Leia mais

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser.

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. 02 O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. As soluções tecnológicas que encontra para melhorar a colaboração na sua empresa são muito caras e complexas? Pretende tornar as suas equipas mais ágeis

Leia mais

Sr. Secretário de Estado do Empreendorismo e da Inovação, caríssimos convidados, minhas senhoras e meus senhores, muito bom dia.

Sr. Secretário de Estado do Empreendorismo e da Inovação, caríssimos convidados, minhas senhoras e meus senhores, muito bom dia. Sr. Secretário de Estado do Empreendorismo e da Inovação, caríssimos convidados, minhas senhoras e meus senhores, muito bom dia. Bem-vindos à Conferência da ANACOM. Antes de mais gostaria de agradecer

Leia mais

Conceito de Rede e seus Elementos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Conceito de Rede e seus Elementos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Conceito de Rede e seus Elementos Prof. Marciano dos Santos Dionizio Conceito de Rede e seus Elementos O conceito de rede segundo Tanenbaum é: um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações

Leia mais

Visão Geral. Treinamento Canais Network 1. Carlos Baleeiro Gerente de Contas Corporativo, Brasil carlos.baleeiro@kaspersky.com

Visão Geral. Treinamento Canais Network 1. Carlos Baleeiro Gerente de Contas Corporativo, Brasil carlos.baleeiro@kaspersky.com Visão Geral Treinamento Canais Network 1 Carlos Baleeiro Gerente de Contas Corporativo, Brasil carlos.baleeiro@kaspersky.com Agenda Porque Kaspersky? Reconhecimento do Mercado. Quem é a Kaspersky? Os desafios

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga

Programa Nacional de Banda Larga Programa Nacional de Banda Larga Metas e eixos de ação Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal Brasília, 31 de agosto de 2011 Dados de acesso à Internet em

Leia mais

OFERTA BOMBARDEIO SAT DETONANDO OS PREÇOS!!

OFERTA BOMBARDEIO SAT DETONANDO OS PREÇOS!! OFERTA BOMBARDEIO SAT DETONANDO OS PREÇOS!! Loucura de Preços no IP Connect Sat! Preços com até 62% de desconto!!! Possibilidade de isenção da Instalação!! Prazo de até 30 dias para a instalação!! Oferta

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Copyright 2008 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Dezembro/2008 Preparado para Meta de Banda Larga

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD Simplificação da TI O Dell série MD pode simplificar a TI, otimizando sua arquitetura de armazenamento de dados e garantindo

Leia mais

Larga Brasil 2005-2010

Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho de 2010 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2010 IDC. Reproduction

Leia mais

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio Software de Gestão Rural ADM Rural 4G 2011 ADM Rural 4G Agenda de Apresentação E Empresa Planejar O Software ADM Rural 4G Diferenciais Benefícios em

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 002 - SCM

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 002 - SCM PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 002 - SCM EMPRESA CLARO S/A., incorporadora da Embratel S.A. NOME DO PLANO REDE ÚNICA DE DADOS MPLS TIPO DE SERVIÇO Serviço de Formação de Rede MPLS

Leia mais

Hiperconectividade e a aproximação da era dos zetabytes

Hiperconectividade e a aproximação da era dos zetabytes Relatório técnico Hiperconectividade e a aproximação da era dos zetabytes 2 de junho de 2010 Este documento oficial faz parte do Cisco Visual Networking Index (VNI), uma iniciativa contínua para acompanhar

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

Aplicativo. Soluções de IP Backhaul da RADWIN. Atendendo à crescente demanda de IP backhaul

Aplicativo. Soluções de IP Backhaul da RADWIN. Atendendo à crescente demanda de IP backhaul Aplicativo Soluções de IP Backhaul da RADWIN Atendendo à crescente demanda de IP backhaul Com a crescente demanda de aplicativos de banda larga, os provedores de serviços estão buscando cada vez mais o

Leia mais

Boas-vindas ao Comércio Eletrônico. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014

Boas-vindas ao Comércio Eletrônico. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014 Boas-vindas ao Comércio Eletrônico André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014 SOBRE A TRAY Sobre a Tray + 10 anos de atuação em e-commerce + 4.500 lojas virtuais + 3MM pedidos processados em

Leia mais

DHL OCEAN DIRECT (FCL) A CONFIABILIDADE QUE VOCÊ EXIGE A FLEXIBILIDADE QUE VOCÊ PRECISA

DHL OCEAN DIRECT (FCL) A CONFIABILIDADE QUE VOCÊ EXIGE A FLEXIBILIDADE QUE VOCÊ PRECISA DHL OCEAN DIRECT (FCL) A CONFIABILIDADE QUE VOCÊ EXIGE A FLEXIBILIDADE QUE VOCÊ PRECISA POR QUE ESCOLHER O DHL OCEAN DIRECT (FCL) EXPERIÊNCIA EM LOGÍSTICA PARA NEGÓCIOS DE TODOS OS TAMANHOS Nossa experiência

Leia mais

Camada Física: Meios de transmissão não guiados

Camada Física: Meios de transmissão não guiados Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Camada Física: Meios de transmissão não guiados Em 1945 o escritor Arthur Clarke calculou que um satélite em 35.800 km em órbita circular

Leia mais

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010 I Fórum Lusófono de Comunicações Abril. 2010 Evolução do Setor de Telecomunicações no Brasil Pré-Privatização Monopólio estatal Poucos investimentos Baixa qualidade dos serviços 98 Grande demanda reprimida

Leia mais

Oportunidades e Desafios Banda Larga Móvel no Brasil

Oportunidades e Desafios Banda Larga Móvel no Brasil Oportunidades e Desafios Banda Larga Móvel no Brasil Mobile Broadband Outlook for the Americas, Rio de Janeiro, 26 April 200 # OPORTUNIDADES O Perfil de uso do Brasileiro... Tempo Tempo médio médio de

Leia mais

Exploração de SMP por meio de Rede Virtual Credenciado & Autorizado. MVNO (Mobile Virtual Network Operator) Consulta Pública nº 50/2009

Exploração de SMP por meio de Rede Virtual Credenciado & Autorizado. MVNO (Mobile Virtual Network Operator) Consulta Pública nº 50/2009 Exploração de SMP por meio de Rede Virtual Credenciado & Autorizado MVNO (Mobile Virtual Network Operator) Consulta Pública nº 50/2009 março de 2010 Agenda Preâmbulo Conceitos Internacionais Princípios

Leia mais

Funcionalidade Escalabilidade Adaptabilidade Gerenciabilidade

Funcionalidade Escalabilidade Adaptabilidade Gerenciabilidade Projeto de Redes Requisitos Funcionalidade -- A rede precisa funcionar. A rede precisa permitir que os usuários desempenhem os seus deveres profissionais. A rede precisa oferecer conectividade de usuário-para-usuário

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES TECNOLOGIA ETHERNET

REDE DE COMPUTADORES TECNOLOGIA ETHERNET SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES TECNOLOGIA ETHERNET Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com ARQUITETURA ISDN (Integrated Services Digital Network)

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho/2008 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Mauro Peres, Country Manager IDC Brasil Copyright 2008

Leia mais

TALKDOW 5.1 v Web. Manual Operacional Sistema TALKDOW V 5.1 Web

TALKDOW 5.1 v Web. Manual Operacional Sistema TALKDOW V 5.1 Web TALKDOW 5.1 v Web Manual Operacional Sistema TALKDOW V 5.1 Web Bem vindo ao manual operacional de controle e gerenciamento de arquivos para Afiliadas do Grupo Talk Radio. A partir de agora você irá aprender

Leia mais

APIMEC-SP 31 de Julho de 2012

APIMEC-SP 31 de Julho de 2012 APIMEC-SP 31 de Julho de 2012 AVISO LEGAL A Companhia faz declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração

Leia mais

ACADEMIA DE PP ( PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO)

ACADEMIA DE PP ( PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO) A Academia é o melhor caminho para especialização dentro de um tema no ERP da SAP. Para quem busca uma formação com certificação em Planejamento e Produção, o mais indicado é participar da Academia de

Leia mais

Newsletter. Condições especiais para STFP Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Centro. Janeiro 2011. Campanha Colaboradores

Newsletter. Condições especiais para STFP Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Centro. Janeiro 2011. Campanha Colaboradores Newsletter Janeiro 2011 Campanha Colaboradores Condições especiais para STFP Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Centro Principais Vantagens para Associados A Vodafone oferece condições especiais

Leia mais

A Inca Digital leva os recursos de flexibilidade e desempenho garantidos para um nível mais alto com a série Onset X

A Inca Digital leva os recursos de flexibilidade e desempenho garantidos para um nível mais alto com a série Onset X A Inca Digital leva os recursos de flexibilidade e desempenho garantidos para um nível mais alto com a série Onset X A nova plataforma revolucionária tem potencial para 14 canais, mesa de vácuo com 25

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD 1 de 9 Desde o nascimento do telemóvel e o seu primeiro modelo vários se seguiram e as transformações tecnológicas que estes sofreram ditaram o nascimento de várias gerações. O Motorola DynaTac 8000X é

Leia mais

Veremos os seguintes tópicos relacionados ao projeto de redes corporativas: Tecnologias para o Acesso Remoto

Veremos os seguintes tópicos relacionados ao projeto de redes corporativas: Tecnologias para o Acesso Remoto Seleção de Tecnologias e Dispositivos para Redes Corporativas Veremos os seguintes tópicos relacionados ao projeto de redes corporativas: Tecnologias para o Acesso Remoto Tecnologias WAN Sistemas para

Leia mais

Projeto de Redes de Computadores. Projeto de Redes de Computadores

Projeto de Redes de Computadores. Projeto de Redes de Computadores Seleção de Tecnologias e Dispositivos para Redes Corporativas Veremos os seguintes tópicos relacionados ao projeto de redes corporativas: Tecnologias para o Acesso Remoto Tecnologias WAN Sistemas para

Leia mais

Documento de Requisitos de Rede (DRP)

Documento de Requisitos de Rede (DRP) Documento de Requisitos de Rede (DRP) Versão 1.2 SysTrack - Grupo 1 1 Histórico de revisões do modelo Versão Data Autor Descrição 1.0 30/04/2011 João Ricardo Versão inicial 1.1 1/05/2011 André Ricardo

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL. ERPFlex Software de Gestão Empresarial. Sumário SOBRE A LOCAWEB SOLUÇÃO PROPOSTA CONDIÇÕES COMERCIAIS PRAZOS E DEMAIS CONDIÇÕES

PROPOSTA COMERCIAL. ERPFlex Software de Gestão Empresarial. Sumário SOBRE A LOCAWEB SOLUÇÃO PROPOSTA CONDIÇÕES COMERCIAIS PRAZOS E DEMAIS CONDIÇÕES PROPOSTA COMERCIAL ERPFlex Software de Gestão Empresarial Sumário SOBRE A LOCAWEB SOLUÇÃO PROPOSTA CONDIÇÕES COMERCIAIS PRAZOS E DEMAIS CONDIÇÕES IMPLEMENTAÇÃO 2 4 5 5 5 Sobre a Locaweb A Locaweb é líder

Leia mais

ACADEMIA DE SD (VENDAS E DISTRIBUIÇÃO)

ACADEMIA DE SD (VENDAS E DISTRIBUIÇÃO) A Academia é o melhor caminho para especialização dentro de um tema no ERP da SAP. Para quem busca uma formação com certificação em vendas e distribuição, o mais indicado é participar da Academia de SD.

Leia mais

Ações do Ministério das Comunicações

Ações do Ministério das Comunicações Ações do Ministério das Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Brasília, março de 2012. Crescimento do setor alguns destaques Serviço Número de Acessos Taxa de Crescimento

Leia mais

Faça seu provedor crescer. Quer saber?

Faça seu provedor crescer. Quer saber? Faça seu provedor crescer Quer saber? Edmilson José de Almeida Filho Consultor e Gestor ISP Suporte a Provedores desde 2001 Suporte Linux desde 2001 Suporte Mikrotik desde 2007 Visão geral VISÃO As pessoas

Leia mais

QUESTIONAMENTOS EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO No.14000174/2014 AC

QUESTIONAMENTOS EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO No.14000174/2014 AC QUESTIONAMENTOS EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO No.14000174/2014 AC Questionamento 1 No subitem 5.2.3 da Especificação Técnica, embora seja pedida a utilização de aceleração de tráfego HTTP e TCP Spoofing, não

Leia mais

EVOLUÇÃO DO HOME OFFICE NA

EVOLUÇÃO DO HOME OFFICE NA EVOLUÇÃO DO HOME OFFICE NA Palestra Teletrabalho Modelo de Trabalho Home Office Modernização da área de Vendas EVOLUÇÃO DO HOME OFFICE NA 1º Movimento 1999/2000 2º Movimento 2001/2002 3º Movimento 2005-2007

Leia mais

A Tecnologia e Inovação para alavancar seu negócio. Marcos Leite Diretor Comercial da Artsoft Sistemas

A Tecnologia e Inovação para alavancar seu negócio. Marcos Leite Diretor Comercial da Artsoft Sistemas A Tecnologia e Inovação para alavancar seu negócio. Marcos Leite Diretor Comercial da Artsoft Sistemas - O que há de mais moderno ao seu alcance. Tecnologia On Demand NECESSIDADES DE TI Onde e como hospedar

Leia mais

Multiplexador. Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação

Multiplexador. Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação Multiplexadores Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação Transmissor 1 Receptor 1 Transmissor 2 Multiplexador Multiplexador Receptor 2 Transmissor 3 Receptor 3 Economia

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 2Mbps Internet Popular

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 2Mbps Internet Popular PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 2Mbps Internet Popular Plano de Serviço 1. Aplicação Este Plano de Serviço do Serviço de Comunicação Multimídia é aplicável a

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados Página 1 de 10 Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÃO PROPOSTA 5 DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS INCLUSOS 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS

Leia mais

A sua empresa em contato com o mundo. Ferramenta de envio de SMS

A sua empresa em contato com o mundo. Ferramenta de envio de SMS A sua empresa em contato com o mundo Ferramenta de envio de SMS A Talktelecom Líder na América Latina em telefonia computadorizada Compete no mercado desde 1992 com soluções em telecomunicações Em plena

Leia mais

Controle e Monitoramento Inteligente dos processos e regras de negócios utilizando a Plataforma Zabbix

Controle e Monitoramento Inteligente dos processos e regras de negócios utilizando a Plataforma Zabbix 1/7 Controle e Monitoramento Inteligente dos processos e regras de negócios utilizando a Plataforma Zabbix Navegue: 1/7 > www.alertasecurity.com.br +55 11 3105.8655 2/7 PERFIL ALERTA SECURITY SOLUTIONS

Leia mais

Práticas de Home Office na Ticket Brasil. Arnaldo Moral Gerente de RH

Práticas de Home Office na Ticket Brasil. Arnaldo Moral Gerente de RH Práticas de Home Office na Ticket Brasil Arnaldo Moral Gerente de RH Perfil Edenred Market Share Líder nos principais segmentos de atuação 41 países Sendo 59% de volume em países emergentes + 6.000 Colaboradores

Leia mais

Internet 3G - VIVO ZAP

Internet 3G - VIVO ZAP O Vivo Zap 3G é a banda larga da Vivo que você acessa no seu computador ou notebook usando o mesmo modem. E você também pode contratar o Vivo Zap 3G para acessar a internet pelo seu smartphone. VANTAGENS

Leia mais

Audiência Pública CFFC - Comissão de Fiscalização Financeira e Controle

Audiência Pública CFFC - Comissão de Fiscalização Financeira e Controle Audiência Pública CFFC - Comissão de Fiscalização Financeira e Controle Brasília, 17 de abril de 2012 Visão Geral AC Rio Branco Venezuela Boa Vista Manaus AM Hub Satélite RR Porto Velho Rede de fibra ótica

Leia mais

Apresentação. bitveloz. Veja seus serviços pelos olhos dos clientes

Apresentação. bitveloz. Veja seus serviços pelos olhos dos clientes Apresentação bitveloz Veja seus serviços pelos olhos dos clientes Agenda Apresentação da e-bit bitveloz Contato 2 Histórico da e-bit Fundada em Fevereiro de 2000 Qualificação de lojas virtuais através

Leia mais

IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA EDUARDO TUDE. Impactos da Lei de Informática em Telecomunicações. 2 abril 2013, Anhembi, São Paulo

IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA EDUARDO TUDE. Impactos da Lei de Informática em Telecomunicações. 2 abril 2013, Anhembi, São Paulo IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA EDUARDO TUDE Impactos da Lei de Informática em Telecomunicações 2 abril 2013, Anhembi, São Paulo Sumário Introdução Serviços de Telecom no Brasil A Indústria

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA Descrição da(s) atividade(s): Indicar qual software integrado de gestão e/ou ferramenta

Leia mais

1 Introduc ao 1.1 Hist orico

1 Introduc ao 1.1 Hist orico 1 Introdução 1.1 Histórico Nos últimos 100 anos, o setor de telecomunicações vem passando por diversas transformações. Até os anos 80, cada novo serviço demandava a instalação de uma nova rede. Foi assim

Leia mais

Tecnologias para comercialização de seguros e previdência por Meios não Presenciais

Tecnologias para comercialização de seguros e previdência por Meios não Presenciais Tecnologias para comercialização de seguros e previdência por Meios não Presenciais Palestrante: Marco Aurélio Damiani Palestrante Formação Acadêmica Engenheiro de Produção Mecânica com Especialização

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK)

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) 1. VPN Segundo TANENBAUM (2003), VPNs (Virtual Private Networks) são redes sobrepostas às redes públicas, mas com

Leia mais

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite. Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite SINDISAT

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite. Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite SINDISAT Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite SINDISAT Rio de Janeiro, 16 de Agosto de 2011 2 Referência Internacional

Leia mais