CARTA INTERNACIONAL DO MUNDO AO MILIONÉSIMO. ACH 1056 Fundamento de Cartografia Profª. Mariana Soares Domingues

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARTA INTERNACIONAL DO MUNDO AO MILIONÉSIMO. ACH 1056 Fundamento de Cartografia Profª. Mariana Soares Domingues"

Transcrição

1 CARTA INTERNACIONAL DO MUNDO AO MILIONÉSIMO ACH 1056 Fundamento de Cartografia Profª. Mariana Soares Domingues

2 Séries cartográficas O que é uma série cartográfica? É a sistematização de um conjunto de mapas, a fim de definir a padronização de sua representação Qual sua utilidade? quando a escala adotada não é capaz de abranger toda a região a ser mapeada (ex: estado ou país ), então a área será coberta por diversas folhas (cartas). (DUARTE, 2006 p.125)

3 Carta Internacional do Mundo ao O que é a CIM? Milionésimo - CIM É uma série cartográfica que faz parte de um plano mundial para sistematização de folhas na escala de 1: um por um milhão; daí a expressão milionésimo) é uma das mais utilizadas a Carta do Brasil ao Milionésimo foi derivada da CIM Quando e onde foi criada? Em novembro de Teve sua origem numa convenção internacional realizada em Londres na Inglaterra 3

4 Carta Internacional ao Milionésimo 4

5 CIM Foi estabelecido um código combinando letras e números N ou S para indicar norte e sul; Letras de A a V para indicar os limites da latitude números de 1 a 60 para indicar os fusos que partem do antimeridiano de Greenwich na direção oeste-leste. Formato das folhas com 6 graus de longitude por 4 graus de latitude

6 CIM A Projeção de Lambert é usada até as latitudes de 84 graus norte e 80 graus sul. Hoje está sendo usada a Projeção Cônica Conforme de Lambert, de acordo com a recomendação da Conferência das Nações Unidas sobre a CIM, em agosto de 1962.

7 Finalidades Permitir o desencadeamento de outras séries a partir da CIM. Fornecer uma base por meio da qual possam ser elaborados mapas temáticos de várias ordens, tais como: recursos naturais, população, solo, geologia, etc. Fornecer cartas de uso geral de modo a permitir atender às necessidades de especialistas ligados a vários campos do conhecimento humano.

8 8 Articulação Cartográfica A convenção de Londres de 1909, ao abordar o problema de articulação de folhas da Carta Internacional, recomendou o sistema ao Brasil, adotado pela Diretoria de Serviço Geográfico do Exército (DSG), com a modificação de sua edição em O esquema de articulação partindo da Carta Internacional ao Milionésimo (CIM) se estende até a escala 1:25.000, limite de escala da Cartografia Sistemática. Escalas maiores pertencem ao grupo da cartografia especial e que ainda não foram regulamentadas.

9 9 Articulação Cartográfica Em vista disso, cartas e plantas maiores que 1:25.000, não tem articulação de folha regulamentada. Isso faz com que os órgãos produtores de cartas e plantas adotem cada um o seu próprio sistema de articulação de folhas, ocorrendo quando da interligação de folhas produzidas por distintas fontes.(revista SBC n0 11, 1973) Esquema de Articulação : Índice de Nomenclatura: tabela indicando a escala, formato da folha no terreno, medida da folha no terreno (km) e o índice de nomenclatura correspondente relativas ao mapeamento sistemático desde a escala 1: até 1:25.000

10 10 rasil : Articulação em quadrantes baseada na arta Internacional ao Milionésimo

11 Carta do Brasil ao Milionésimo

12 Carta do Brasil ao Milionésimo Subdivisão das folhas ao milionésimo

13 Subdivisão das folhas 10

14 Subdivisão das folhas 11

15 CIM no Google Earth

16 Sistema Cartográfico Nacional Escalas Folhas existentes Projeção 1/ Cônica de Lambert (Carta ao Milionésimo) 1/ Cônica de Lambert (Carta ao Milionésimo) 1/ UTM 1/ UTM 1/ UTM 1/ UTM 13

17 Sistema Cartográfico Nacional Índice de Nomenclatura Escala 1/ Divisão do mundo nas folhas de 6º de longitude por 4º de latitude. A numeração dos fusos de 6º é determinada a partir do antimeridiano de Greenwich para Leste, de 1 até 60. Os fusos de interesse para o Brasil são os de número: 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24 e 25. Fusos Limite Esquerdo Limite Direito

18 Sistema Cartográfico Nacional Índice de Nomenclatura Em relação aos paralelos, cada faixa de 4 é notada acima e abaixo do Equador pelas letras do alfabeto: A, B, C, D, E, F... Para a formação do índice, o hemisfério Norte é notado pela letra N e o hemisfério sul pela letra S. O índice é formado então pela união da letra que caracteriza o hemisfério, com a letra que corresponde ao limite inferior da faixa e o número do fuso, correspondente ao limite esquerdo do fuso considerado. Exemplo: 6 o N ou S +Alfa de + Nr Fuso SB 23 Escala 1/ o 4 o 0-4 o -8 o -12 o o -16 A A B C D F o o o o o o

19 Sistema Cartográfico Nacional Índice de Nomenclatura Escala 1/ Na seqüência, a carta de 1/ é dividida em 4 folhas da escala 1/ , ou seja, cada folha agora terá 2º de latitude e 3º de longitude. Cada folha é notada pelas letras V, X, Y e Z, da esquerda para a direita e de cima para baixo. O índice para a folha de 1/ é formado pelo índice da folha de 1/ que ela pertence, seguido da letra 6 da folha de 1/ Exemplo: o Exemplo: SB 23 X V X 4 o 2 o Y Z 3 o Escala 1/

20 Sistema Cartográfico Nacional Índice de Nomenclatura Escala 1/ Cada folha 1/ é agora dividida em quatro folhas de 1/ , cada uma com 1º de latitude por 1º30 de longitude. 1 o A C 3 o B D 2 o As quatro folhas resultantes da divisão, são notadas pelas letras A, B, C e D, da esquerda para a direita e de cima para baixo. O índice da folha 1/ é definido pelo índice da folha 1/ a que pertence, adicionanda a letra da folha 1/ correspondente. 1 o 30' Escala 1/ Exemplo: SB 23 X-D

21 Sistema Cartográfico Nacional Índice de Nomenclatura Escala 1/ ' Na seqüência do mapeamento sistemático, cada folha é dividida em 6 folhas de 1/ , cada uma de 30 de latitude por 30 de longitude. Cada folha de 1/ é notada pelos algarismos romanos I, II, III, IV, V e VI, da esquerda para a direita e de cima para baixo O índice de nomenclatura de uma folha 1/ é definido pelo índice da folha 1/ que pertença a folha, seguido do algarismo romano da folha correspondente. 30' I II III IV V VI 30' Escala 1/ Exemplo: SB 23 X-D-II 1 o

22 Sistema Cartográfico Nacional Índice de Nomenclatura Escala 1/ ' Cada folha de 1/ é dividida em quatro folhas de 1/50.000, cada uma de 15ºde latitude por 15ºde longitude. 15' ' As quatro folhas são numeradas pelos números 1, 2, 3 e 4, da esquerda para a direita e de cima para baixo. 15' Escala 1/ O índice de nomenclatura de uma folha 1/ é dado pelo índice da folha de 1/ a qual ela pertença, acrescido do número da Exemplo: SB 23 X-D-II-3

23 Sistema Cartográfico Nacional Índice de Nomenclatura Escala 1/ É a última escala de mapeamento sistemático. Cada folha de 1/ é dividida em quatro folhas de 7 30 de latitude por 7 30 de longitude. As folhas são notadas pelas siglas NO, NE, SO e SE, pela sua posição relativa na divisão. O índice de nomenclatura das folhas 1/ é dado pelo índice de nomenclatura da folha 1/ que ela faz parte, acrescida pela sigla da folha correspondente. 7'30" NO SO 7'30" 15' NE SE Escala 1/ ' Exemplo: SB 23-X-D-II-3-SE

24 Sistema Cartográfico Nacional Índice de Nomenclatura A figura mostra o esquema de desdobramento de uma folha 1/ , até a folha 1/ o - 8 o ' o o o -12 o -48 o -45 o -42

25 Sistema Cartográfico Nacional Escalas Projeção Dimensão Área coberta (km 2 ) 1/ Cônica de Lambert (Carta ao Milionésimo) 1/ Cônica de Lambert (Carta ao Milionésimo) 6º x 4º º x 2º / UTM 1º 30 x 1º / UTM 30 x / UTM 15 x / UTM 7 30 x

26 Sistema Cartográfico Nacional Pelos conceitos já definidos, as cartas das escalas de mapeamento sistemático são divididas em folhas e cada folha representa a cobertura topográfica de uma área, sob a projeção cartográfica escolhida para a representação terrestre. No caso brasileiro, o mapeamento sistemático é constituído pelas escalas mostradas na tabela dividida em folhas cuja área de cobertura é apresentada.

27 Sistema Cartográfico Nacional As cartas são elaboradas para apresentar uma representação o mais precisa possível do terreno, tanto planimétrica como altimetricamente, bem como a hidrografia e vegetação da região. A planimetria compreende: rodovias, caminhos e elementos afins; terrenos e elementos afins; elementos relacionados à comunicações; edifícios e lugares povoados; elementos de áreas e contornos; obras públicas e industriais; pontos de controle; limites e fronteiras; sinais convencionais diversos.

28 Sistema Cartográfico Nacional A vegetação, apesar de ser um elemento planimétrico, é tratada separadamente, por ser restituída separadamente dos demais. A altimetria, ou hipsografia faz a representação dos elementos topográficos de relevo na carta. Hidrografia: hidrografia costeira (litoral e afastada da costa); elementos hidrográficos em geral.

29 Instituições que elaboram bases cartográficas no Brasil IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) Mapeamento do território nacional Confecção de mapas gerais, atlas e a elaboração do apoio básico fundamental (planimétrico e altimétrico). Trabalha também com Cartografia Temática e apóia a Cartografia sistemática do país. DSG (Diretoria do Serviço Geográfico) (Exército) Atende às necessidades específicas do Exército Apoio à cartografia sistemática do país e à Cartografia de Base (apoio fundamental) quando necessário.

30 Instituições que elaboram cartas especiais no Brasil DHN Diretoria de Hidrografia e Navegação Ligada ao Ministério da Marinha Mapeamento náutico (hidrográfico), inclusive para o apoio à navegação internacional ICA Instituto de Cartografia Aeronáutica É órgão do Comando da Aeronáutica É responsável pelo planejamento, gerenciamento, controle e execução das atividades relacionadas à Cartografia e às informações aeronáuticas.

31 Instituições que elaboram cartas especiais no Brasil IGC (Instituto geográfico e Cartográfico) Ligada a Secretaria de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo) EMPLASA (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano SA) Ligada à Secretaria de Economia e Planejamento do Governo do Estado

CARTOGRAFIA 1 - SISTEMA CARTOGRÁFICO BRASILEIRO 2 - ARTICULAÇÃO DE CARTAS. Sistema Cartográfico Nacional

CARTOGRAFIA 1 - SISTEMA CARTOGRÁFICO BRASILEIRO 2 - ARTICULAÇÃO DE CARTAS. Sistema Cartográfico Nacional CARTOGRAFIA 1 - SISTEMA CARTOGRÁFICO BRASILEIRO 2 - ARTICULAÇÃO DE CARTAS Sistema Cartográfico Nacional IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Mapeamento do território nacional a pequena

Leia mais

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA SISTEMA DE REFERÊNCIA

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA SISTEMA DE REFERÊNCIA CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA SISTEMA DE REFERÊNCIA Elaboração e Organização: Profa. Dra. Andréia Medinilha Pancher SISTEMA DE REFERÊNCIA Nomenclatura Séries Cartográficas Método de dividir uma área geográfica

Leia mais

SISTEMA CARTOGRÁFICO NACIONAL. LEB 450 TOPOGRAFIA E GEOPROCESSAMENTO II Prof. Carlos A. Vettorazzi

SISTEMA CARTOGRÁFICO NACIONAL. LEB 450 TOPOGRAFIA E GEOPROCESSAMENTO II Prof. Carlos A. Vettorazzi SISTEMA CARTOGRÁFICO NACIONAL LEB 450 TOPOGRAFIA E GEOPROCESSAMENTO II Prf. Carls A. Vettrazzi IBGE Institut Brasileir de Gegrafia e Estatística Mapeament d territóri nacinal em pequena escala, cnfecçã

Leia mais

10 PRINCÍPIOS DE CARTOMETRIA

10 PRINCÍPIOS DE CARTOMETRIA 10 PRINCÍPIOS DE CARTOMETRIA 10.1 CARTA INTERNACIONAL AO MILIONÉSIMO (CIM) 10.1.1 Histórico No final do século XIX e início do século XX já se tinha quase toda a superfície do planeta mapeada, porém a

Leia mais

CARTOGRAFIA. Carta Internacional do Mundo ao Milionésimo (CIM) Índice de nomenclatura e articulação de folhas. Prof. Luiz Rotta

CARTOGRAFIA. Carta Internacional do Mundo ao Milionésimo (CIM) Índice de nomenclatura e articulação de folhas. Prof. Luiz Rotta CARTOGRAFIA Carta Internacional do Mundo ao Milionésimo (CIM) Índice de nomenclatura e articulação de folhas Prof. Luiz Rotta CARTA INTERNACIONAL DO MUNDO AO MILIONÉSIMO Fornece subsídios para a execução

Leia mais

P. P. G. em Agricultura de Precisão DPADP0800: Cartografia e GPS aplicados a A. P. (Prof. Dr. Elódio Sebem)

P. P. G. em Agricultura de Precisão DPADP0800: Cartografia e GPS aplicados a A. P. (Prof. Dr. Elódio Sebem) Escalas: Razão de semelhança entre a representação e o mundo real. Relação entre a medida de um objeto ou lugar representado no papel e sua medida real. Relação entre a distância no mapa e a correspondente

Leia mais

Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM

Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM Prof. João Fernando Custodio da Silva Departamento de Cartografia www2.fct.unesp.br/docentes/carto/joaofernando Introdução Existem muitas e

Leia mais

PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA

PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA VOLUME No. 1 (Capitulos 1 a 7) da Série PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA Editor Coordenador: Paul S. Anderson Incluindo Capítulos Traduzidos do Livro Maps, Distortion and Meaning

Leia mais

Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator

Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator Prof. Dra. Mariana Soares Domingues Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator ACH1056 Fundamentos de Cartografia O verbo orientar está relacionado com a busca do

Leia mais

Fundamentos de Cartografia A Rede Geográfica

Fundamentos de Cartografia A Rede Geográfica UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Disciplina: Leitura e Interpretação de Cartas Fundamentos de Cartografia A Rede Geográfica Prof. Dr.

Leia mais

MAPAS, CARTAS E PLANTAS (Documentos Cartográficos)

MAPAS, CARTAS E PLANTAS (Documentos Cartográficos) Cartografia MAPAS, CARTAS E PLANTAS (Documentos Cartográficos) Prof. João Fernando C. da Silva Departamento de Cartografia Objetivos (da aula) Conceitos Definições Classificações CIMM ou CIM Estabelecer

Leia mais

OS SISTEMAS UTM, RTM, LTM, GAUSS-KRÜGER E PLANO TOPOGRÁFICO LOCAL

OS SISTEMAS UTM, RTM, LTM, GAUSS-KRÜGER E PLANO TOPOGRÁFICO LOCAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CURSO DE ENGENHARIA DE AGRIMENSURA OS SISTEMAS UTM, RTM, LTM, GAUSS-KRÜGER E PLANO TOPOGRÁFICO LOCAL Professor: Leonard Niero da Silveira leonardsilveira@unipampa.edu.br O

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2

GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2 GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2 1. IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Geoprocessamento Aplicado Semestre: 5º Créditos: 2.0.2.0 Carga Horária: 60h Período Letivo: 2015/1 Docente Responsável: Vinicius

Leia mais

Noções Básicas de Cartografia

Noções Básicas de Cartografia Noções Básicas de Cartografia 1. Introdução O conceito de Cartografia foi estabelecido em 1966 pela Associação Cartográfica Internacional (ACI), e ratificado pela UNESCO, no mesmo ano: "A Cartografia apresenta-se

Leia mais

Conceitos Básicos mapa

Conceitos Básicos mapa Cartografia Conceitos Básicos Entende-se por mapa a representação gráfica convencional, geralmente plana e em pequena escala, de áreas relativamente extensas, como acontece nos mapas dos atlas. Para tal,

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Medianeira PLANO DE ENSINO CURSO ENGENHARIA DE AMBIENTAL MATRIZ 519

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Medianeira PLANO DE ENSINO CURSO ENGENHARIA DE AMBIENTAL MATRIZ 519 Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Medianeira PLANO DE ENSINO CURSO ENGENHARIA DE AMBIENTAL MATRIZ 519 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL - Abertura e aprovação do projeto do curso:

Leia mais

CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01

CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01 CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01 Cartografia ciência responsável pela elaboração de representações da superfície da Terra. Com a ajuda da matemática, evoluiu e aprimorou mapas e

Leia mais

11/11/2013. Professor

11/11/2013. Professor UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Topografia II Introdução à Geodésia Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Definição: - Geodésia é a ciência

Leia mais

rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA

rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA TOPOS significa lugar GRAPHEN significa descrição Pode-se dizer que a TOPOGRAFIA é a ciência que trata do estudo da representação detalhada de uma porção da superfície terrestre.

Leia mais

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 NAVEGAR É PRECISO 2500 A.C. uma das primeiras representações de mapa, produzido na região da mesopotâmia. NAVEGAR É PRECISO Mapa do Salmo (1260) e Mappe-Monde (1707),

Leia mais

Mapeamento Temático. Fotogrametria e Fotointerpretação Prof. Dr. Raoni W. D. Bosquilia

Mapeamento Temático. Fotogrametria e Fotointerpretação Prof. Dr. Raoni W. D. Bosquilia Mapeamento Temático Fotogrametria e Fotointerpretação Prof. Dr. Raoni W. D. Bosquilia Como se classificam os mapas/cartas? A classificação mais comum é a que agrupa de acordo com a finalidade para a qual

Leia mais

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Transportes PTR Laboratório de Topografia e Geodésia LTG 1 2 O que é a Projeção UTM? É a projeção Universal Transversa de Mercator.

Leia mais

Topografia. Definição: Derivada das palavras gregas: Topos (lugar) Graphen (descrever) É a descrição de um lugar. Sheila R. Santos

Topografia. Definição: Derivada das palavras gregas: Topos (lugar) Graphen (descrever) É a descrição de um lugar. Sheila R. Santos Topografia Definição: Derivada das palavras gregas: Topos (lugar) Graphen (descrever) É a descrição de um lugar. 1 Topografia Definição: É o conjunto de princípios, métodos, aparelhos e convenções utilizados

Leia mais

Noções de Cartografia

Noções de Cartografia Noções de Cartografia Conteúdo Conceitos de Cartografia Definição de Mapa Datum Sistema de Referência Coordenadas Geográficas Sistema de Projeção Classificação das Projeções O Sistema de Projeção UTM Mapeamento

Leia mais

FUNDAMENTOS DE CARTOGRAFIA PARA GEOPROCESSAMENTO

FUNDAMENTOS DE CARTOGRAFIA PARA GEOPROCESSAMENTO FUNDAMENTOS DE CARTOGRAFIA PARA GEOPROCESSAMENTO NATUREZA DOS DADOS ESPACIAIS Julio Cesar Lima d Alge z Introdução z Conceitos de Geodésia z Sistemas de coordenadas z Projeções cartográficas z Transformações

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Uma projeção cartográfica consiste num conjunto de linhas (paralelos e meridianos), que formam uma rede, sobre a qual são representados os elementos do mapa. Todos os mapas e/ou cartas são representações

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica

Sistema de Informação Geográfica Sistema de Informação Geográfica Curso de Sistemas de Informação Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DComp 2017 Fundamentos de Cartografia para o Geoprocessamento 2 1 Geoprocessamento Área do

Leia mais

As projeções cartográficas são formas ou técnicas de representar a superfície terrestre em mapas.

As projeções cartográficas são formas ou técnicas de representar a superfície terrestre em mapas. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS As projeções cartográficas são formas ou técnicas de representar a superfície terrestre em mapas. Diz respeito às técnicas de representação da superfície

Leia mais

Professora: Jordana Costa

Professora: Jordana Costa Professora: Jordana Costa Cartografia Cartografia, segundo a ABNT é definida como: A arte de levantamento, construção e edição de mapas e cartas de qualquer natureza. Função principal: Representar a realidade

Leia mais

LISTA EXERCÍCIOS 11 CARTOGRAFIA 2

LISTA EXERCÍCIOS 11 CARTOGRAFIA 2 LISTA EXERCÍCIOS 11 CARTOGRAFIA 2 1) Criada em 1884, essa linha imaginária foi fruto de uma convenção para designar a hora inicial, o ponto a partir do qual se medem os fusos horários e as coordenadas

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE CARTOGRAFIA GERAL. 1) Sobre o sistema de coordenadas de localização, julgue os itens a seguir:

LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE CARTOGRAFIA GERAL. 1) Sobre o sistema de coordenadas de localização, julgue os itens a seguir: LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE CARTOGRAFIA GERAL 1) Sobre o sistema de coordenadas de localização, julgue os itens a seguir: I. ( ) A Linha do Equador não exerce função sobre os sistemas de localização, sendo

Leia mais

Cartografia Esferas celeste e terrestre e seus elementos astronômicos e cartográficos

Cartografia Esferas celeste e terrestre e seus elementos astronômicos e cartográficos Cartografia Esferas celeste e terrestre e seus elementos astronômicos e cartográficos Prof. João Fernando Custodio da Silva Departamento de Cartografia www2.fct.unesp.br/docentes/carto/joaofernando Conteúdo

Leia mais

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-2 Objetivos Conhecer as formas de representar a Terra Conhecer algumas das referências e medidas usadas na topografia Conhecer

Leia mais

PROVA: Testes. APOSTILA Nº 1 MÓDULOS 1 e 2

PROVA: Testes. APOSTILA Nº 1 MÓDULOS 1 e 2 DISCIPLINA: Geografia do Brasil SÉRIE 3ª e Med PROFESSOR: Márcio PROVA: Testes DIA: ASSUNTO: Noções Espaciais e Cartografia APOSTILA Nº 1 MÓDULOS 1 e 2 OBSERVAÇÕES: 1. (UNICAMP 2012. Adaptada) Abaixo é

Leia mais

A representação topográfica na Geografia. Disciplina FLG 141 Introdução à Cartografia Prof a Fernanda Padovesi Fonseca

A representação topográfica na Geografia. Disciplina FLG 141 Introdução à Cartografia Prof a Fernanda Padovesi Fonseca A representação topográfica na Geografia Disciplina FLG 141 Introdução à Cartografia Prof a Fernanda Padovesi Fonseca O que é topografia A topografia é um conjunto de saberes técnicos que contribuíram

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Ufrn 2013) Um estudante australiano, ao realizar pesquisas sobre o Brasil, considerou importante saber a localização exata de sua capital, a cidade de Brasília. Para isso, consultou o mapa a seguir:

Leia mais

Coordenadas Geográficas

Coordenadas Geográficas Coordenadas Geográficas Coordenadas Geográficas É a posição exata no globo terrestre Intersecção entre latitude e longitude Paralelos Linhas paralelas a Linha do Equador Trópico de Capricórnio Hemisfério

Leia mais

Paulo Tumasz Junior. Cartografia Geral

Paulo Tumasz Junior. Cartografia Geral Paulo Tumasz Junior Cartografia Geral APRESENTAÇÕES Slides - A cartografia é a ciência da representação gráfica da superfície terrestre, tendo como produto final o mapa, ciência que trata da concepção,

Leia mais

Cartografia I. BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto

Cartografia I. BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO  Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto Cartografia I BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO britaldo@csr.ufmg.br www.csr.ufmg.br Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto Introdução Histórico da Cartografia definição, história e evolução.

Leia mais

Projeções Cartográficas. Profa. Ligia

Projeções Cartográficas. Profa. Ligia Projeções Cartográficas Profa. Ligia Introdução Como representar uma superfície curva em um plano? Projeção: estabelecimento de um método, segundo o qual, a cada ponto da superfície da Terra corresponda

Leia mais

Projeções Cartográficas. Profa. Ligia

Projeções Cartográficas. Profa. Ligia Projeções Cartográficas Profa. Ligia Introdução Como representar uma superfície curva em um plano? Projeção: estabelecimento de um método, segundo o qual, a cada ponto da superfície da Terra corresponda

Leia mais

Sistemas de Coordenadas

Sistemas de Coordenadas Projeção cartográfica Quanto as propriedades espaciais Conformes os ângulos são mantidos idênticos (na esfera e no plano) e as áreas são deformadas. Sistemas de Coordenadas Equivalentes quando as áreas

Leia mais

Conceitos cartográficos para trabalhar com SIG. Mobilização e Capacitação para Elaboração dos Planos Municipais da Mata Atlântica

Conceitos cartográficos para trabalhar com SIG. Mobilização e Capacitação para Elaboração dos Planos Municipais da Mata Atlântica Conceitos cartográficos para trabalhar com SIG Mapa Mapa - Representação, geralmente em escala e em meio plano, de uma relação de feições materiais ou abstratas da superfície da terra Mapa - Apresentação

Leia mais

Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos. Cartografia Básica e Fotogrametria

Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos. Cartografia Básica e Fotogrametria Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos Cartografia Básica e Fotogrametria Definição Cartografia preocupa-se em apresentar um modelo de representação de dados para os processos

Leia mais

O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada.

O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada. O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada. Na antiguidade os navegadores precisavam dominar bem a cartografia. Abaixo temos algumas notações: Considerando

Leia mais

O que é Cartografia?

O que é Cartografia? O que é Cartografia? Nações Unidas As Nações Unidas, definiu em 1949, através de comissão especializada, cartografia como sendo A ciência que se ocupa da elaboração de mapas de toda espécie. Abrange todas

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519. Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519. Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519 Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva abarros@uefs.br barros@ige.unicamp.br A CARTOGRAFIA É CONSIDERADA COMO A CIÊNCIA E A ARTE DE EXPRESSAR, POR MEIO DE

Leia mais

Prof. Rodolfo Visentin 1

Prof. Rodolfo Visentin 1 EXERCÍCIOS GEOGRAFIA - Noções básicas de Cartografia (orientação: pontos cardeais; localização: coordenadas geográficas, latitude, longitude e altitude; representação: leitura, escala, legendas e convenções)

Leia mais

PLANO DE CURSO I EMENTA

PLANO DE CURSO I EMENTA Disciplina: Leituras Cartográficas e Interpretações Estatísticas I Carga horária total: 75 H PLANO DE CURSO I EMENTA Definições e esboço histórico da cartografia; Representações da Terra; Coordenadas;

Leia mais

U.E.F.S DEPARTAMENTO: TECNOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA

U.E.F.S DEPARTAMENTO: TECNOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA U.E.F.S DEPARTAMENTO: TECNOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA ------------- ------------------------------------------------------- TEC 201 CARTOGRAFIA GERAL CARGA HORÁRIA CRÉDITOS REQUISITOS

Leia mais

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I 1-Em um mapa cuja escala é 1:2.500.000, duas cidades estão separadas, em linha reta, por 5 centímetros. A distância real (no terreno) entre essas duas cidades é a) 50

Leia mais

MAPEAMENTO SISTEMÁTICO: SOFTWARE ONDE ESTOU?

MAPEAMENTO SISTEMÁTICO: SOFTWARE ONDE ESTOU? MAPEAMENTO SISTEMÁTICO: SOFTWARE ONDE ESTOU? IVAN DORNELAS FALCONE DE MELO 1 ANA LÚCIA BEZERRA CANDEIAS 2 EDUARDO BARBOSA MENDES UFPE Universidade Federal de Pernambuco Av. Acadêmico Hélio Ramos s/n, Cidade

Leia mais

CARTOGRAFIA GEOGRÁFICA Profº Gustavo Silva de Souza

CARTOGRAFIA GEOGRÁFICA Profº Gustavo Silva de Souza CARTOGRAFIA GEOGRÁFICA Profº Gustavo Silva de Souza ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO NO ESPAÇO GEOGRÁFICO REPRESENTAÇÕES DO ESPAÇO TERRESTRE GLOBO TERRESTRE MAPA PRINCIPAIS ELEMENTOS DO MAPA TÍTULO ORIENTAÇÃO

Leia mais

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Coordenadas Aula 1

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Coordenadas Aula 1 UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1 Coordenadas Aula 1 Recife, 2014 Sistema de Coordenadas Um dos principais objetivos da Topografia é a determinação

Leia mais

Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior

Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior 1 - Introdução DIFERENÇAS ENTRE PANTA,, CARTA E MAPA Planta: é uma carta

Leia mais

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA Prof. Dr. Daniel Caetano 2013-2 Objetivos Conhecer as formas de representar a Terra Conhecer os erros envolvidos Conhecer algumas das referências usadas

Leia mais

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA Prof. Dr. Daniel Caetano 2014-1 Objetivos Conhecer as formas de representar a Terra Conhecer os erros envolvidos Conhecer algumas das referências usadas

Leia mais

Orientação. Polos Hemisférios Equador Montanhas Rios. Norte Sul Leste Oeste Sudeste

Orientação. Polos Hemisférios Equador Montanhas Rios. Norte Sul Leste Oeste Sudeste Orientação Conhecer o espaço onde se vive e saber que caminho tomar para chegar a determinado lugar constitui um aspecto de importância vital para os seres humanos. Um dos primeiros passos para nos orientar

Leia mais

Professores: Jaime, Clodoaldo

Professores: Jaime, Clodoaldo Professores: Jaime, Clodoaldo Ciência que abrange os fenômenos humanos e naturais, como condições ambientais(clima, vegetação, relevo, hidrografia) e as relações humanas Ela descreve e interpreta de maneira

Leia mais

8 -SISTEMA DE PROJEÇÃO UNIVERSAL TRANSVERSA DE MERCATOR - UTM

8 -SISTEMA DE PROJEÇÃO UNIVERSAL TRANSVERSA DE MERCATOR - UTM 8 -SISTEMA DE PROJEÇÃO UNIVERSAL TRANSVERSA DE MERCATOR - UTM Introdução: histórico; definições O Sistema de Projeção UTM é resultado de modificação da projeção Transversa de Mercator (TM) que também é

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica

Sistema de Informação Geográfica Sistema de Informação Geográfica Curso de Sistemas de Informação Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI 2016 Fundamentos de Cartografia para o Geoprocessamento 2 1 Geoprocessamento Área do conhecimento

Leia mais

FOTOGRAMETRIA E FOTOINTERPRETAÇÃO

FOTOGRAMETRIA E FOTOINTERPRETAÇÃO FOTOGRAMETRIA E FOTOINTERPRETAÇÃO Mosar Faria Botelho PONTOS DE APOIO Objetiva relacionar os objetos contidos na foto aérea com os objetos contidos no terreno. MÉTODOS DE POSICIONAMENTO POR GPS Modo Ponto

Leia mais

ACH 1056 Fundamento de Cartografia Profª. Mariana Soares Domingues

ACH 1056 Fundamento de Cartografia Profª. Mariana Soares Domingues ACH 1056 Fundamento de Cartografia Profª. Mariana Soares Domingues A posição em planta dos pontos da superfície da Terra constitui a Planimetria, a posição em altitude dos mesmos chama-se Altimetria. *A

Leia mais

MAPA DIGITAL DE PRESSÕES ESTÁTICAS NO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

MAPA DIGITAL DE PRESSÕES ESTÁTICAS NO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO MAPA DIGITAL DE PRESSÕES ESTÁTICAS NO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Guaraci Loureiro Sarzedas (1) Formado em Engenharia Civil, pela Universidade Mackenzie, São Paulo

Leia mais

Aula 12 O SISTEMA UTM, A CARTA INTERNACIONAL AO MILIONÉSIMO E O DESDOBRAMENTO DAS FOLHAS TOPOGRÁFICAS

Aula 12 O SISTEMA UTM, A CARTA INTERNACIONAL AO MILIONÉSIMO E O DESDOBRAMENTO DAS FOLHAS TOPOGRÁFICAS Aula 12 O SISTEMA UTM, A CARTA INTERNACIONAL AO MILIONÉSIMO E O DESDOBRAMENTO DAS FOLHAS TOPOGRÁFICAS META Apresentar o sistema UTM como forma de localização dos elementos terrestres e a composição das

Leia mais

INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS / USP INTRODUÇÃO ÀS GEOTECNOLOGIAS Princípios de cartografia

INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS / USP INTRODUÇÃO ÀS GEOTECNOLOGIAS Princípios de cartografia INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS / USP INTRODUÇÃO ÀS GEOTECNOLOGIAS 0440221 Princípios de cartografia Prof.: André Negrão 2017 Sumário Definição de cartografia Cartografia histórica Escala. Definição de mapa,

Leia mais

MÓDULO I CARTOGRAFIA E GEODÉSIA

MÓDULO I CARTOGRAFIA E GEODÉSIA PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Pato Branco/PR Departamento Acadêmico de Agrimensura 0 CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE CADASTRO

Leia mais

Unidade 5. Escolha da Projeção Cartográfica

Unidade 5. Escolha da Projeção Cartográfica Unidade 5 Escolha da Projeção Cartográfica Forma Tamanho Localização geográfica da região geográfica Propósito Fator de escala do mapa Um dos problemas básicos da Cartografia O problema da projeção cartográfica

Leia mais

FUNDAMENTOS DE PROJEÇÃO CARTOGRÁFICA

FUNDAMENTOS DE PROJEÇÃO CARTOGRÁFICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CURSO DE ENGENHARIA DE AGRIMENSURA FUNDAMENTOS DE PROJEÇÃO CARTOGRÁFICA Professor: Leonard Niero da Silveira leonardsilveira@unipampa.edu.br As projeções cartográficas nasceram

Leia mais

A planta possui linhas horizontais (letras) e verticais (números) que facilitam a localização de ruas, praças e logradouros.

A planta possui linhas horizontais (letras) e verticais (números) que facilitam a localização de ruas, praças e logradouros. A planta possui linhas horizontais (letras) e verticais (números) que facilitam a localização de ruas, praças e logradouros. Qualquer região da superfície terrestre pode ser dividida por linhas horizontais

Leia mais

TOPOGRAFIA E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1

TOPOGRAFIA E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1 E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1 IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Topografia Semestre: 3º Créditos: 2.0.0.2.0 Carga Horária: 60 h Período Letivo: 2015/2 Docente Responsável: VINICIUS MELO NOGUEIRA SILVA Contato:

Leia mais

Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia

Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia MODALIDADE: EJA Ensino Médio PERÍODO 1º Período Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia cartografia Professor (a): Kátia Silene Data: 03/08/2016 Nome do Aluno: Noções básicas de cartografia

Leia mais

Disciplina: Cartografia Profa. Dra. MARIA ISABEL CASTREGHINI DE FREITAS Aluno: 2) Qual a diferença entre projeções verdadeiras e redes convencionais?

Disciplina: Cartografia Profa. Dra. MARIA ISABEL CASTREGHINI DE FREITAS Aluno: 2) Qual a diferença entre projeções verdadeiras e redes convencionais? Câmpus de Rio Claro/SP Disciplina: Cartografia Profa. Dra. MARIA ISABEL CASTREGHINI DE FREITAS Aluno: PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 1) O que você entende sobre projeção cartográfica? 2) Qual a diferença entre

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO Compatibilidade e Integração de dados. Prof. Luiz Henrique S. Rotta

GEOPROCESSAMENTO Compatibilidade e Integração de dados. Prof. Luiz Henrique S. Rotta GEOPROCESSAMENTO Compatibilidade e Integração de dados Prof. Luiz Henrique S. Rotta COMPATIBILIDADE E INTEGRAÇÃO DE DADOS A integração de dados de diferentes fontes, gerados pelos mais diversos procedimentos,

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EAM330 Cartografia Geral

Programa Analítico de Disciplina EAM330 Cartografia Geral Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina EAM330 Cartografia Geral Departamento de Engenharia Civil - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: Teóricas Práticas

Leia mais

Mapeamento do uso do solo para manejo de propriedades rurais

Mapeamento do uso do solo para manejo de propriedades rurais 1/45 Mapeamento do uso do solo para manejo de propriedades rurais Teoria Eng. Allan Saddi Arnesen Eng. Frederico Genofre Eng. Marcelo Pedroso Curtarelli 2/45 Conteúdo programático: Capitulo 1: Conceitos

Leia mais

GEOGRAFIA VESTIBULAR

GEOGRAFIA VESTIBULAR GEOGRAFIA VESTIBULAR MOVIMENTOS DA TERRA TRANSLAÇÃO As estações do ano, resultantes das diferentes posições que a terra ocupa durante o movimento de translação ; A desigual duração dos dias e das noites

Leia mais

PROJEÇÕES. Prof. Dr. Elódio Sebem Curso Superior de Tecnologia em Geoprocessamento Colégio Politécnico - Universidade Federal de Santa Maria

PROJEÇÕES. Prof. Dr. Elódio Sebem Curso Superior de Tecnologia em Geoprocessamento Colégio Politécnico - Universidade Federal de Santa Maria PROJEÇÕES Prof. Dr. Elódio Sebem Curso Superior de Tecnologia em Geoprocessamento Colégio Politécnico - Universidade Federal de Santa Maria Todos os mapas são representações aproximadas da superfície terrestre.

Leia mais

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA (Copyright 1991-2006 SPRING - DPI/INPE) 1 (Para uso no SPRING) 1 - Sistemas de Coordenadas Um objeto geográfico qualquer, como uma cidade, a foz

Leia mais

1/27. Copyright LTG 2016 LTG/PTR/EPUSP

1/27. Copyright LTG 2016 LTG/PTR/EPUSP 1/27 2/27 ESCALA é a relação entre o valor de uma distância medida no desenho e sua correspondente no terreno. Representa-se na forma: 1:M ou 1/M ou como escala gráfica M é o módulo da escala e deve ser

Leia mais

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Curvas de Nível Mapas temáticos Representação de fenômenos e suas diversidades: Qualitativas: Representa os diferentes elementos cartográficos Ex: Rios, cidades, industrias,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Divisão de Apoio Técnico Pedagógico - DATP PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Divisão de Apoio Técnico Pedagógico - DATP PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO ANO SEMESTRE PERÍODO 2013 1 o 3 o CURSO(s): Geografia COMPONENTE CURRICULAR: Cartografia I TURNO 1 : Noturno CÓDIGO: CART I NATUREZA 2 : Obrigatória DEPARTAMENTO: Pró-reitoria

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho de Recuperação1º Semestre - 2º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Alessandra Disciplina: Geografia Turma: 1ª Série Ensino Médio Nome: Nº: ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Geografia Prof. Davi Cartografia

Geografia Prof. Davi Cartografia Geografia Prof. Davi Cartografia EXERCÍCIOS 4. (Fuvest 2012) Observe os seguintes mapas do Brasil: 1. (UNIFEI) Em um mapa no qual a escala é de 1: 100 000, a distância em linha reta entre duas cidades

Leia mais

CARTOGRAFIA GEOGRÁFICA Prof ª Gustavo Silva de Souza

CARTOGRAFIA GEOGRÁFICA Prof ª Gustavo Silva de Souza CARTOGRAFIA GEOGRÁFICA Prof ª Gustavo Silva de Souza CONCEITO A cartografia é a ciência da representação gráfica da superfície terrestre, tendo como produto final o mapa. Ou seja, é a ciência que trata

Leia mais

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 1. A distribuição de energia solar, ou insolação, depende dos movimentos de rotação

Leia mais

Programa Retomada de Conteúdo - 1 Bimestre

Programa Retomada de Conteúdo - 1 Bimestre Colégio Amorim Santa Teresa Fone: 2909-1422 Diretoria de Ensino Região Centro Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. Rua Lagoa Panema, 466 Vila Guilherme Programa Retomada de Conteúdo -

Leia mais

PRODUÇÃO CARTOGRÁFICA UD 1 CONVENÇÕES CARTOGRÁFICAS

PRODUÇÃO CARTOGRÁFICA UD 1 CONVENÇÕES CARTOGRÁFICAS UD 1 CONVENÇÕES CARTOGRÁFICAS Produto é o resultado de um trabalho, com valor agregado Ex: um objeto, um conceito, um evento. Para obter um produto é necessário: 1) Concepção: baseada na necessidade, visando

Leia mais

Cartografia. 1. (UFRGS) Instrução: responder à questão de acordo com o mapa abaixo.

Cartografia. 1. (UFRGS) Instrução: responder à questão de acordo com o mapa abaixo. Cartografia 1. (UFRGS) Instrução: responder à questão de acordo com o mapa abaixo. A análise do mapa permite concluir que a área representada localiza-se: A. No Hemisfério Ocidental, entre o Equador e

Leia mais

26/10/2012. Professor

26/10/2012. Professor Universidade Paulista - Unip Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia ICET Curso de Engenharia Civil Disciplina: 227L - Geodésia Introdução à Geodésia Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Definição:

Leia mais

Carta topográfica: planimetria e altimetria. Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado

Carta topográfica: planimetria e altimetria. Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado Carta topográfica: planimetria e altimetria Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado Escala de cores Hipsométrica e Batimétrica (CIM) CURVAS DE NÍVEL PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:

Leia mais

Carga Horária: 45 horas. Objetivo: Compreender as diferentes representações

Carga Horária: 45 horas. Objetivo: Compreender as diferentes representações Carga Horária: 45 horas 1 aula semanal (segunda-feira das 13 às 16hs) Objetivo: Compreender as diferentes representações da superfície da Terra e os aspectos de orientação. Manipular, analisar, extrair

Leia mais

Sistemas de Coordenadas

Sistemas de Coordenadas Sistemas de Coordenadas Um objeto geográfico qualquer, como uma cidade, a foz de um rio, ou o pico de uma montanha, somente poderá ser localizado se for possível descrevê-lo em relação a outros objetos

Leia mais

CONCEITOS DE CARTOGRAFIA

CONCEITOS DE CARTOGRAFIA CONCEITOS DE CARTOGRAFIA XIV CURSO DE USO ESCOLAR DE SENSORIAMENTO REMOTO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE Julio Cesar de Oliveira Julho 2011 SUMÁRIO 1 Introdução 2 Tipos de Representações Cartográficas 3 -

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável Cartografia Sistemática e Temática (IAD319) Prof. pablosantos@ufba.br 02 a Aula CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA 2016 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: 23/06/16 Nota: Professor(a): Élida e Edvaldo Valor da Prova: 40 Pontos Orientações gerais: 1) Número de questões desta prova: 15 2)

Leia mais

COORDENADAS GEOGRÁFICAS. PROFESSOR: Benjamim Pereira Vilela

COORDENADAS GEOGRÁFICAS. PROFESSOR: Benjamim Pereira Vilela COORDENADAS GEOGRÁFICAS PROFESSOR: Benjamim Pereira Vilela OBJETIVO COMPREENDER COORDENADAS GEOGRÁFICAS SUMÁRIO I INTRODUÇÃO II DESENVOLVIMENTO 1) Paralelos 2) Meridianos 3) Rede Geográfica 4) Paralelos

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina ECV310 Fundamentos de Cartografia e Topografia

Programa Analítico de Disciplina ECV310 Fundamentos de Cartografia e Topografia 0 Programa Analítico de Disciplina Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: 5 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 3 2 5 Períodos - oferecimento:

Leia mais

EngEnhArIA CaRToGRáFiCa Cartografia I 2º ano Esferas celeste e terrestre e seus elementos astronômicos e cartográficos

EngEnhArIA CaRToGRáFiCa Cartografia I 2º ano Esferas celeste e terrestre e seus elementos astronômicos e cartográficos EngEnhArIA CaRToGRáFiCa Cartografia I 2º ano Esferas celeste e terrestre e seus elementos astronômicos e cartográficos Prof. João Fernando Custodio da Silva Departamento de Cartografia www2.fct.unesp.br/docentes/carto/joaofernando

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável Cartografia Sistemática e Temática (IAD319) Prof. pablosantos@ufba.br 07 a Aula CARTA INTERNACIONAL DO

Leia mais