Comandos de entrada. e saída. Comandos de entrada. Comandos de entrada. Comandos de entrada. Comandos de entrada. Comandos de entrada.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comandos de entrada. e saída. Comandos de entrada. Comandos de entrada. Comandos de entrada. Comandos de entrada. Comandos de entrada."

Transcrição

1 e saída Biblioteca stdio.h Comandos Função scanf() Função gets() Função getchar() Material cedido pelo prof. Daniel Callegari scanf() Rotina de entrada que lê todos os tipos de dados. Protótipo: int scanf(const char *string_de_controle, argumentos); Retorna o número de caracteres que foi atribuído ou EOF se ocorrer um erro (macro definida em stdio.h cujo valor é geralmente -1). string_de_controle é o comando de formato, isto é, determina como os valores são lidos para as variáveis apontadas na lista de argumentos. argumentos são as variáveis onde serão colocados os valores de entrada, &nomevariável Alguns comandos de Formato %c : caracter %d : inteiro %e : ponto flutuante (notação científica) %f : ponto flutuante %lf : double %s : string de caracteres s: #include<stdio.h> int x; printf( Digite um valor para x: ); scanf( %d, &x); #include<stdio.h> int x, y; printf( Digite dois valores separados por vírgula: ); scanf( %d %d, &x, &y); gets() Rotina de entrada que lê uma seqüência de caracteres (=string) até que seja pressionado enter. Protótipo: char gets(char *s); Retorna um ponteiro para a seqüência de caracteres. : char nome[30]; printf( Digite o seu nome: ); gets(nome); printf( Seu nome eh %s \n",nome); 1

2 char string[40]; printf("\n\ndigite uma sequencia de caracteres: "); gets(string); printf("caracteres digitados: %s\n",string); printf("digite outra sequencia de caracteres: "); scanf("%s",string); printf("caracteres digitados: %s", string); Saída do Programa: Digite uma sequencia de caracteres: Faculdade de Informatica Caracteres digitados: Faculdade de Informatica Digite outra sequencia de caracteres: Linguagem de Programacao Caracteres digitados: Linguagem Comandos de Entrada getchar() Rotina de entrada que espera uma tecla ser pressionada e devolve seu valor (lê um caracter da tela e o exibe). Precisa pressionar enter depois de digitar o caracter. Valor retornado pode ser armazenado numa variável do tipo char (se ocorreu erro retorna EOF). Protótipo: int getchar(void); main () int Ch; printf( Digite um caracter ); Ch=getchar(); printf( \nvoce pressionou a tecla %c \n",ch); Função geral para a escrita (ou saída formatada) no dispositivo de saída padrão, normalmente o vídeo Protótipo: int printf(const char *string_de_controle, argumentos); Retorna o número de caracteres escritos ou um valor negativo se ocorrer um erro string_de_controle consiste em dois tipos Primeiro: formado por caracteres que serão exibidos na tela Segundo: contém (1)caracteres de controle e (2)comandos de formato que definem a maneira pela qual os argumentos subseqüentes serão mostrados argumentos são as variáveis cujos conteúdos serão exibidos na tela Caracteres de controle são precedidos do sinal \ Causam efeitos especiais na saída \n : nova linha \t : tabulação horizontal \\ : a própria barra \b : backspace \ teste \ : aspas \a : campainha Comandos de formato podem ser alterados, por exemplo, para especificação da largura mínima de campo ou do número de casas decimais %[alinhamento][tamanho][.precisão]tipo Quando se informa o tamanho mínimo para imprimir uma variável o - inverte o alinhamento O alinhamento default para imprimir com tamanho é preencher da direita para a esquerda. Por exemplo, printf( %.2f \n, ) produz como saída s printf( %.2f \n, ) produz como saída printf( %-5d, 10) reserva no mínimo 5 espaços para imprimir a variável (no caso o número 10); começa a preencher os espaços da esquerda para a direita printf( %-7.2f, ) reserva 7 espaços no mínimo para imprimir o número; imprime somente os 2 últimos dígitos depois do ponto printf ( %.2f, ) imprime na direita e considera somente os 2 dígitos depois do ponto 2

3 putchar() Escreve um caracter na tela a partir da posição atual do cursor. Protótipo: int putchar(int c); Apesar de ser declarada recebendo um parâmetro inteiro, geralmente é chamada usando um caracter (variável do tipo char) Valor retornado é o caracter, ou EOF se ocorreu erro. main () int Ch; printf("digite um caracter: "); Ch=getchar(); printf("tecla pressionada: "); putchar(ch); Repetição Material cedido pelo prof. Daniel Callegari Comandos de repetição Comandos de repetição possibilitam executar uma parte do código várias vezes Utilizados porque na prática um programa não é executado para um único conjunto de valores A linguagem C oferece 3 tipos de comandos de repetição while do-while for Comandos de repetição Conceitos importantes Variável contador Variável que recebe um valor inicial (em geral 0) e é incrementada em algum ponto do programa de um valor constante (em geral 1) Variável acumulador Variável que recebe um valor inicial (em geral 0) e é incrementada em algum ponto do programa de um valor variável onde é necessário usar variáveis acumulador e contador: Fazer a média de um número indeterminado de valores digitados pelo usuário Permite que um certo trecho de programa seja executado ENQUANTO uma certa condição for verdadeira Forma: while (<condição>) // comandos após o 'while' Funcionamento: 1. Testa a condição 2. Se a condição for falsa então pula todos os comandos do bloco subordinado ao while e passa a executar os comandos após o bloco do while 3. Se a condição for verdadeira então executa cada um dos comandos do bloco subordinado ao while 4. Após executar o último comando do bloco do while volta ao passo 1 3

4 O comando while deve ser usado sempre que: Não soubermos exatamente quantas vezes o laço deve ser repetido O teste deva ser feito antes de iniciar a execução de um bloco de comandos Houver casos em que o laço não deva ser repetido nenhuma vez Atenção: as variáveis usadas no teste devem ser inicializadas antes do teste // Programa que calcula a idade média de um grupo de pessoas. int soma=0, quantidade=0, idade=0; float media; while (idade!= -1) printf("digite a idade da pessoa %d. (-1 para encerrar).\n", quantidade+1); scanf("%d", &idade); if (idade >=0) soma = soma + idade; quantidade = quantidade + 1; if (quantidade > 0) // Faz o calculo da media de idade media = (float) soma / quantidade; printf("media idade das %d pessoas = %5.2f \n", quantidade, media); else printf("nenhum dado foi informado.\n"); Permite que um certo trecho de programa seja executado ENQUANTO uma certa condição for verdadeira Forma: do while(condição); // comandos após o do-while Funcionamento: 1. Executa os comando dentro do bloco do-while 2. Testa a condição 3. Se a condição for falsa então executa o comando que está logo após o bloco subordinado ao do-while 4. Se condição for verdadeira então volta ao passo 1. O comando do-while deve ser usado sempre que: Não soubermos exatamente quantas vezes o laço deve ser repetido O teste deva ser feito depois da execução de um bloco de comandos O bloco de comandos deve se executado pelo menos 1 vez // Programa que calcula a idade média de um grupo de pessoas. int soma=0, quantidade=0, idade; float media; do printf("digite a idade da pessoa %d. (-1 para encerrar).\n", quantidade+1); scanf("%d", &idade); if (idade >= 0) soma = soma + idade; quantidade = quantidade + 1; while (idade!= -1); if (quantidade > 0) // Faz o calculo da media de idade media = (float) soma / quantidade; printf("media idade das %d pessoas: %5.2f", quantidade, media); else printf("nenhum dado foi informado."); 4

5 Exercícios 1) Implemente um programa que calcule a média aritmética de vários valores inteiros positivos digitados pelo usuário. O final da leitura acontecerá quando for lido um valor negativo. 2) Faça um programa que leia a nota final de vinte alunos, calcule a média aritmética das notas dos alunos e mostre o valor da média. Respostas Exercício 1 int acumulador=0, contador=0, numero; printf("digite um numero inteiro(valor negativo para sair):"); scanf("%d", &numero); while ( numero >=0 ) acumulador = acumulador + numero; contador++; printf("digite um numero inteiro(valor negativo para sair):"); scanf("%d", &numero); if (contador > 0) printf("media aritmetica: %.2f",(float)acumulador/contador); Respostas Exercício 2 int acumulador=0, nota, i=1; do printf("digite a nota final do aluno %d: ", i); scanf("%d", &nota); i=i+1; acumulador = acumulador + nota; while(i<=20); printf ("Media da turma: %.2f", (float)acumulador/20); 5

Linguagem C Controle do Fluxo de Execução. Lógica de Programação

Linguagem C Controle do Fluxo de Execução. Lógica de Programação Linguagem C Controle do Fluxo de Execução Lógica de Programação Caro(a) aluno(a), Aqui começaremos a escrever os nossos primeiros programas em uma Linguagem de Programação. Divirta-se!!! Estrutura Seqüencial

Leia mais

Linguagem C (repetição)

Linguagem C (repetição) Linguagem C (repetição) André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Exercício Escrever um programa que conte (mostre na tela) os números de 1 a 100. Comandos aprendidos até o momento: printf, scanf, getchar,

Leia mais

Linguagem C: Introdução

Linguagem C: Introdução Linguagem C: Introdução Linguagem C É uma Linguagem de programação genérica que é utilizada para a criação de programas diversos como: Processadores de texto Planilhas eletrônicas Sistemas operacionais

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012. Linguagem C - Guia de bolso - Prof. César Melo

Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012. Linguagem C - Guia de bolso - Prof. César Melo Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012 Linguagem C - Guia de bolso - Prof. César Melo Histórico A linguagem C é uma linguagem de programação inventada na década de 1970 por Dennis Ritchie Brian Kennigaham.

Leia mais

Linguagem C Entrada/Saída (console)

Linguagem C Entrada/Saída (console) Linguagem C Entrada/Saída (console) Objetivos Nos artigos anteriores foram utilizadas as funções scanf() e printf(), porém não entramos em maiores detalhes. Agora estudaremos essas e outras funções de

Leia mais

5 - COMANDOS DE CONTROLE DE PROGRAMA Em C existem os comandos de decisões, os comandos de iteração (ou de laços) e os comandos de desvios.

5 - COMANDOS DE CONTROLE DE PROGRAMA Em C existem os comandos de decisões, os comandos de iteração (ou de laços) e os comandos de desvios. 3636363636363636363636363636363636363636363636363636 5 - COMANDOS DE CONTROLE DE PROGRAMA Em C existem os comandos de decisões, os comandos de iteração (ou de laços) e os comandos de desvios. 5.1 - Comandos

Leia mais

Disciplina de Algoritmos e Programação

Disciplina de Algoritmos e Programação Disciplina de Algoritmos e Programação Último Conteúdo Estruturas de condição Estrutura condicional simples Utilização da estrutura de condição if com expressões lógicas simples Utilização do comando if

Leia mais

Técnicas de Programação: Comandos de Controle de DEE UFPB

Técnicas de Programação: Comandos de Controle de DEE UFPB Técnicas de Programação: Comandos de Controle de Programa Prof. Protásio DEE UFPB 1 Comandos de Controle de Programa Comandos que direcionam o fluxo de execução de programa. Em C, tem se 3 categorias:

Leia mais

Introdução à Linguagem C

Introdução à Linguagem C Engenharia de CONTROLE e AUTOMAÇÃO Introdução à Linguagem C Aula 02 DPEE 1038 Estrutura de Dados para Automação Curso de Engenharia de Controle e Automação Universidade Federal de Santa Maria beltrame@mail.ufsm.br

Leia mais

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões.

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. 1 Estruturas da linguagem C 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. Identificadores Os identificadores seguem a duas regras: 1. Devem ser começados por letras

Leia mais

Capítulo 2 Operadores. A função scanf()

Capítulo 2 Operadores. A função scanf() Capítulo 2 Operadores A função scanf() A função scanf() é outra das funções de E/S implementadas em todos os compiladores e nos permite ler dados formatados da entrada padrão (teclado). Sintaxe: scanf(

Leia mais

Linguagem C. Prof.ª Márcia Jani Cícero

Linguagem C. Prof.ª Márcia Jani Cícero Linguagem C Prof.ª Márcia Jani Cícero A estrutura Básica de um Programa em C Consiste em uma ou várias funções ou programas. main( ) // primeira função a ser executada // inicia a função // termina a função

Leia mais

3. Linguagem de Programação C

3. Linguagem de Programação C Introdução à Computação I IBM1006 3. Linguagem de Programação C Prof. Renato Tinós Departamento de Computação e Matemática (FFCLRP/USP) 1 Principais Tópicos 3.4. Estruturas de Controle 3.4.1. Comandos

Leia mais

Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Segunda Aula Prática - 3 de setembro de 2010

Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Segunda Aula Prática - 3 de setembro de 2010 Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Segunda Aula Prática - 3 de setembro de 2010 1 Introdução O objetivo desta aula prática é exercitar o uso de variáveis de vários tipos

Leia mais

Variáveis, Tipos de Dados e Operadores

Variáveis, Tipos de Dados e Operadores ! Variáveis, Tipos de Dados e Operadores Engenharias Informática Aplicada 2.o sem/2013 Profa Suely (e-mail: smaoki@yahoo.com) VARIÁVEL VARIÁVEL É um local lógico, ligado a um endereço físico da memória

Leia mais

Hello World. Linguagem C. Tipos de Dados. Palavras Reservadas. Operadores Aritméticos. Pré e pós incremento e pré e pós decremento

Hello World. Linguagem C. Tipos de Dados. Palavras Reservadas. Operadores Aritméticos. Pré e pós incremento e pré e pós decremento Hello World Linguagem C printf("hello world!\n"); main é a função principal, a execução do programa começa por ela printf é uma função usada para enviar dados para o vídeo Palavras Reservadas auto double

Leia mais

INF1007: Programação 2. 0 Revisão. 06/08/2015 (c) Dept. de Informática - PUC-Rio 1

INF1007: Programação 2. 0 Revisão. 06/08/2015 (c) Dept. de Informática - PUC-Rio 1 INF1007: Programação 2 0 Revisão 06/08/2015 (c) Dept. de Informática - PUC-Rio 1 Tópicos Principais Variáveis e Constantes Operadores e Expressões Entrada e Saída Tomada de Decisão Construção com laços

Leia mais

Métodos Computacionais. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados

Métodos Computacionais. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Métodos Computacionais Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Tópicos da Aula Hoje aprenderemos a escrever um programa em C que pode realizar cálculos Conceito de expressão Tipos de

Leia mais

Introdução à Computação (IC) Linguagem C: Comandos de entrada e saída

Introdução à Computação (IC) Linguagem C: Comandos de entrada e saída Introdução à Computação (IC) Linguagem C: Comandos de entrada e saída Prof.ª Dr.ª Symone Gomes Soares Alcalá Universidade Federal de Goiás (UFG) Regional Goiânia (RG) Campus Aparecida de Goiânia (CAP)

Leia mais

Tipos de Dados, Variáveis e Entrada e Saída em C. DCC 120 Laboratório de Programação

Tipos de Dados, Variáveis e Entrada e Saída em C. DCC 120 Laboratório de Programação Tipos de Dados, Variáveis e Entrada e Saída em C DCC 120 Laboratório de Programação Variáveis Uma variável representa um espaço na memória do computador para armazenar um determinado tipo de dado. Em C,

Leia mais

Curso Básico de Programação Aula 11. Revisão Aula Anterior Laços de Repetição While; Do-While; For.

Curso Básico de Programação Aula 11. Revisão Aula Anterior Laços de Repetição While; Do-While; For. Curso Básico de Programação Aula 11 Revisão Aula Anterior Laços de Repetição While; Do-While; For. Introdução à Linguagem C Laços de Repetição While Do-While For while () { } do {

Leia mais

Estruturas de Repetição. for() while() do-while() break; continue;

Estruturas de Repetição. for() while() do-while() break; continue; Estruturas de Repetição for() while() do-while() break; continue; 1 Auto-Ajuda (!) Como ajudar a solucionar erros básicos do meu programa? Verificar os ; Verificar se não há comandos em maiúsculas; Verificar

Leia mais

system("pause"); //Envia comando para o sistema operacional solicitando parada de execução do programa } //limitador do corpo do programa

system(pause); //Envia comando para o sistema operacional solicitando parada de execução do programa } //limitador do corpo do programa Atividade Prática no Ambiente Dev C++ Para as nossas atividades práticas vamos utilizar o ambiente de desenvolvimento da Linguagem C, Dev C++, ele é bastante fácil de utilizar e com muitos recursos. Segue

Leia mais

SITUAÇÃO VETORES. Imagine o seguinte problema:

SITUAÇÃO VETORES. Imagine o seguinte problema: 13/08/2014 PROF. FABIANO TAGUCHI http://fabianotaguchi.wordpress.com ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO AULA 07 VETORES MATRIZES EXERCÍCIOS 1 SITUAÇÃO Imagine o seguinte problema: Crie um programa que

Leia mais

Funções de Entrada e Saída Formatada Constantes de barra invertida

Funções de Entrada e Saída Formatada Constantes de barra invertida Funções de Entrada e Saída Formatada Constantes de barra invertida Constante \n \ \ \0 \\ \t \a \b Significado new line aspas apóstofro - nulo (0 decimal) barra invertida tabulação horizontal (tab) alerta

Leia mais

Aula 9 Oficina de Programação Strings. Profa. Elaine Faria UFU

Aula 9 Oficina de Programação Strings. Profa. Elaine Faria UFU Aula 9 Oficina de Programação Strings Profa. Elaine Faria UFU - 2017 String Cadeia de caracteres (ou String) É uma seqüência de letras e símbolos, na qual os símbolos podem ser espaços em branco, dígitos

Leia mais

ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO

ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO PROF. FABIANO TAGUCHI http://fabianotaguchi.wordpress.com (66) 9953-7642 AULA 02 Revisão de conteúdos da aula passada Exercícios de revisão da aula 01 Estruturas condicionais

Leia mais

Programação de Computadores I Funções de Repetição da Linguagem C PROFESSORA CINTIA CAETANO

Programação de Computadores I Funções de Repetição da Linguagem C PROFESSORA CINTIA CAETANO Programação de Computadores I Funções de Repetição da Linguagem C PROFESSORA CINTIA CAETANO Comando WHILE O comando while executa um bloco de comandos enquanto a condição testada for verdadeira (diferente

Leia mais

LP II Estrutura de Dados

LP II Estrutura de Dados LP II Estrutura de Dados Linguagem C Seleção e Repetição Prof. José Honorato F. Nunes honorato.nunes@ifbaiano.bonfim.edu.br Resumo da aula Estruturas de Seleção Simples Composta Aninhada Estruturas de

Leia mais

Elementos de programação em C

Elementos de programação em C Elementos de programação em C Entrada e saída: teclado e monitor de vídeo Francisco A. C. Pinheiro, Elementos de Programação em C, Bookman, 2012. Visite os sítios do livro para obter material adicional:

Leia mais

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S PROGRAMAÇÃO I VA R I Á V E I S, C O N S TA N T E S, O P E R A D O R E S E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S Variáveis 2 Variáveis são locais onde são armazenados os valores na memória. Toda variável é

Leia mais

#include <stdio.h> Void main() { printf( Cheguei!\n"); } INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C

#include <stdio.h> Void main() { printf( Cheguei!\n); } INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C #include Void main() { printf( Cheguei!\n"); } INTRODUÇÃO A LINGUAGEM C ANTES DO C ERA A LINGUAGEM B B foi essencialmente uma simplificação da linguagem BCPL. B só tinha um tipo de dado, que

Leia mais

Linguagem de Programação C. Fluxo de Saída Padrão. Linguagem de Programação C. printf. Fluxo de Saída Padrão. Algoritmos e Lógica de Programação

Linguagem de Programação C. Fluxo de Saída Padrão. Linguagem de Programação C. printf. Fluxo de Saída Padrão. Algoritmos e Lógica de Programação Algoritmos e Lógica de Programação Linguagem de Programação C Linguagem C Entrada e Saída de dados Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Fluxo de Saída Padrão Saída Formatada: ( ) Tem a função de

Leia mais

Programação Básica. Estrutura de um algoritmo

Programação Básica. Estrutura de um algoritmo Programação Básica Estrutura de um algoritmo Código-fonte Como vimos na aula anterior um algoritmo pode ser representado usando um fluxograma Um algoritmo pode também ser representado usando texto Esse

Leia mais

COMANDOS DE DECISÕES. O COMANDO if. O comando if instrui o computador a tomar uma decisão simples. Forma Geral: if (expressão de teste) instrução;

COMANDOS DE DECISÕES. O COMANDO if. O comando if instrui o computador a tomar uma decisão simples. Forma Geral: if (expressão de teste) instrução; COMANDOS DE DECISÕES O COMANDO if O comando if instrui o computador a tomar uma decisão simples. Forma Geral: if (expressão de teste) instrução; Por exemplo: /* testif.c*/ /* mostra o uso do comando if*/

Leia mais

Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Segunda Aula Prática - 29 de agosto de 2008

Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Segunda Aula Prática - 29 de agosto de 2008 Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Segunda Aula Prática - 29 de agosto de 2008 Introdução O objetivo desta aula prática é exercitar comandos de entrada e saída simples

Leia mais

Faculdade de Computação

Faculdade de Computação Faculdade de Computação Programação Procedimental 1 o Laboratório de Programação C Prof. Cláudio C. Rodrigues 1. Introdução O objetivo desta aula prática é exercitar o uso de variáveis de vários tipos

Leia mais

C Comandos de Controle

C Comandos de Controle C Comandos de Controle Adriano Cruz adriano@nce.ufrj.br Instituto de Matemática Departamento de Ciência da Computação UFRJ 15 de agosto de 2013 Adriano Cruz adriano@nce.ufrj.br (IM-DCC-UFRJ)C Comandos

Leia mais

Estruturas de repetição. Objetivos: - Compreender diversos tipos de comandos de repetições disponíveis na linguagem C.

Estruturas de repetição. Objetivos: - Compreender diversos tipos de comandos de repetições disponíveis na linguagem C. capa Estruturas de repetição Objetivos: - Compreender diversos tipos de comandos de repetições disponíveis na linguagem C. - Aprender a implementar algoritmos em C com laços de repetições. Estruturas de

Leia mais

Linguagem de Programação C

Linguagem de Programação C ICMC USP Linguagem de Programação C Aula: Comandos em C Prof. Dr Alneu de Andrade Lopes O comando if Se condição verdadeira (1) executa comando ou sequencia de comandos. Forma geral: if (condição) { sequência_de_comandos_1;

Leia mais

Programação: Vetores

Programação: Vetores Programação de Computadores I Aula 09 Programação: Vetores José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/62 Motivação Problema Faça um programa que leia

Leia mais

Apêndice B. Cadeias de Caracteres (Strings)

Apêndice B. Cadeias de Caracteres (Strings) Apêndice B. Cadeias de Caracteres (Strings) Até agora, quando desejávamos indicar o número de elementos existentes em um vetor qualquer, utilizávamos uma variável inteira, digamos tam, para armazenar tal

Leia mais

Introdução à Programação C

Introdução à Programação C Introdução à Programação C Fabio Mascarenhas - 2014.2 http://www.dcc.ufrj.br/~fabiom/introc Recapitulando Um programa C é uma sequência de diretivas (#include e #define), declarações de funções auxiliares,

Leia mais

Matrizes em C. Lucas Ferrari de Oliveira Professor Adjunto. Universidade Federal do Paraná

Matrizes em C. Lucas Ferrari de Oliveira Professor Adjunto. Universidade Federal do Paraná em C Lucas Ferrari de Oliveira Professor Adjunto Universidade Federal do Paraná Uma matriz é uma coleção de variáveis do mesmo tipo que é referenciada por um nome comum; Em C todas as matrizes consistem

Leia mais

Disciplina de Algoritmos e Programação

Disciplina de Algoritmos e Programação Disciplina de Algoritmos e Programação Aula Passada Prática com declaração e inicialização de variáveis Capacidade de representação (estouro de representação) Tamanho ocupado pela variável na memória (comando

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012. Linguagem C - Estruturas de Controle - Repetição. Prof. César Melo

Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012. Linguagem C - Estruturas de Controle - Repetição. Prof. César Melo Algoritmos e Estruturas de Dados I IEC012 Linguagem C - Estruturas de Controle - Repetição Prof. César Melo Estruturas de Controle: Repetição Estruturas: Por condição no início Por condição no fim Por

Leia mais

Faculdade Anglo-Americano Curso de Ciência da Computação Linguagem de Programação. Lista de Exercícios 1

Faculdade Anglo-Americano Curso de Ciência da Computação Linguagem de Programação. Lista de Exercícios 1 Faculdade Anglo-Americano Curso de Ciência da Computação Linguagem de Programação Lista de Exercícios 1 1. O programa seguinte tem vários erros em tempo de compilação. Encontre-os. Main() int a=1; b=2,

Leia mais

Estrutura do programa

Estrutura do programa Linguagem C Estrutura do programa Exemplo: #include #include main() { printf( Ola, mundo! ); system( pause ); }

Leia mais

Linguagem de Programação C

Linguagem de Programação C Linguagem de Programação C Aula 08 Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa Universidade Federal Rural do Semiárido Departamento de Ciências Exatas e Naturais 13 de novembro de 2009 Introdução O que é uma linguagem

Leia mais

1) Operadores de auto incremento ++ e auto decremento --

1) Operadores de auto incremento ++ e auto decremento -- Aula 09 - Operadores de auto incremento e auto decremento, atribuição múltipla, atribuição na declaração, atribuição resumida e algumas regras de boa programação. 1) Operadores de auto incremento ++ e

Leia mais

Cadeias de Caracteres (Strings)

Cadeias de Caracteres (Strings) INF1005: Programação 1 Cadeias de Caracteres (Strings) 02/05/10 (c) Paula Rodrigues 1 Tópicos Caracteres Cadeias de caracteres Leitura de caracteres e cadeias de caracteres Funções que manipulam cadeias

Leia mais

Vetores. e o programa deverá ler os valores separadamente:

Vetores. e o programa deverá ler os valores separadamente: Vetores Vetor é um tipo de dado usado para representar uma certa quantidade de variáveis de valores homogêneos (do mesmo tipo). Imagine o seguinte problema: calcular a média das notas da prova de 5 alunos.

Leia mais

Vetores(Arrays) Olimpíadas de Informática. Aulas preparatórias Introdução a Programação em C.

Vetores(Arrays) Olimpíadas de Informática. Aulas preparatórias Introdução a Programação em C. Olimpíadas de Informática Aulas preparatórias Introdução a Programação em C. Vetores(Arrays) Prof. Gemilson George gemilson@colegiogeo.com.br Blog: informaticageo.wordpress.com GEO.OBI Aula 05 Definição:

Leia mais

Linguagens de Programação I

Linguagens de Programação I Linguagens de Programação I Tema # 4 Operadores em C Susana M Iglesias FUNÇÕES ENTRADA-SAÍDA I/O printf(), utilizada para enviar dados ao dispositivo de saída padrão (stdout), scanf(), utilizada para ler

Leia mais

Tratamento de Caracteres

Tratamento de Caracteres Tratamento de Caracteres Notas de Aula Prof. Francisco Rapchan www.geocities.com/chicorapchan A tabela ASCII Se os computadores manipulam apenas números, como eles podem armazenar os caracteres de um nome

Leia mais

Módulo 5. Instruções if e switch. Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio)

Módulo 5. Instruções if e switch. Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio) Módulo 5 Instruções if e switch Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio) Comando de decisão if Executa uma determinada seqüência de comandos se sua condição for verdadeira Sintaxe if (condição)

Leia mais

PROGRAMAÇÃO A. Estrutura de Repetição

PROGRAMAÇÃO A. Estrutura de Repetição PROGRAMAÇÃO A Estrutura de Repetição INTRODUÇÃO Trechos de algoritmos e consequentemente comandos de um determinado programa que precisam ser repetidos para realizar algum tipo de leitura de dados ou cálculo

Leia mais

Introdução à Programação em C (II)

Introdução à Programação em C (II) Introdução à Programação em C (II) Resumo Streams de Texto Leitura e escrita de caracteres Caracteres como números inteiros Exemplos Cópia de Ficheiros Contagem de Caracteres Contagem de Linhas Contagem

Leia mais

Exercícios Repetição

Exercícios Repetição Curso de Engenharia de Controle e Automação Disciplina: Informática para a Automação Professor: Marcelo Cendron Exercícios Repetição 1.1 8.3 Exercícios 1. Faça um programa utilizando o comando while, que

Leia mais

Leitura de Arquivos. Prof. Fabrício Olivetti de França

Leitura de Arquivos. Prof. Fabrício Olivetti de França Leitura de Arquivos Prof. Fabrício Olivetti de França Leitura de Arquivos Na linguagem C temos um tipo especial chamado FILE para trabalhar com arquivos. Abrindo e fechando um arquivo Para abrir um arquivo

Leia mais

Linguagem C Princípios Básicos (parte 1)

Linguagem C Princípios Básicos (parte 1) Linguagem C Princípios Básicos (parte 1) Objetivos O principal objetivo deste artigo é explicar alguns conceitos fundamentais de programação em C. No final será implementado um programa envolvendo todos

Leia mais

Vetores e Matrizes. Conceito. Conceito. Conceito. Conceito. Conceito. Variáveis Compostas Homogêneas. Matriz

Vetores e Matrizes. Conceito. Conceito. Conceito. Conceito. Conceito. Variáveis Compostas Homogêneas. Matriz Variáveis Compostas Homogêneas São conhecidas na linguagem C como matrizes. Vetores e es É um conjunto de variáveis do mesmo tipo, acessíveis com um único nome e armazenadas de forma contínua na memória.

Leia mais

Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição

Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição Fundamentos de Programação Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Estruturas de Controle Permitem o controle da sequência de execução de um

Leia mais

Leitura Segura de Strings

Leitura Segura de Strings Leitura Segura de Strings As funções da biblioteca padrão de C que podem ser usadas para leitura de strings não são suficientemente adequadas para esta finalidade básica. Nesta seção, serão descritos alguns

Leia mais

1 Exercícios com ponteiros

1 Exercícios com ponteiros Computação para Informática Funções e Ponteiros1 EXERCÍCIOS COM PONTEIROS Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Aula Prática - Funções e ponteiros O objetivo desta aula prática

Leia mais

Introdução a Programação na Linguagem C.

Introdução a Programação na Linguagem C. Introdução a Programação na Linguagem C. Prof. Gemilson George E-mail: gemilson@geo.com.br Skype: gemilson_geo MSN: gemilsongeorge@gmail.com Facebook: facebook.com/gemilson Fone: (83)8880-2046 Blog: informaticageo.wordpress.com

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Primeiro programa em C #include int main() { int num1, num2, result; scanf("%d",&num1); scanf("%d",&num2); result = num1 + num2; printf("%d",

Leia mais

Lógica e Linguagem de Programação Convertendo um algoritmo em pseudocódigo para a linguagem C Professor: Danilo Giacobo

Lógica e Linguagem de Programação Convertendo um algoritmo em pseudocódigo para a linguagem C Professor: Danilo Giacobo Lógica e Linguagem de Programação Convertendo um algoritmo em pseudocódigo para a linguagem C Professor: Danilo Giacobo Este documento explica como transformar um algoritmo escrito na forma pseudocódigo

Leia mais

Exercícios Repetição. 8.3 Exercícios

Exercícios Repetição. 8.3 Exercícios Curso de Graduação em Ciência da Computação Disciplina: Algoritmos Professor: Marcelo Cendron Exercícios Repetição 8.3 Exercícios 1. Faça um programa utilizando o comando while, que fica lendo números

Leia mais

Mini apostila de Python - Oficina de Vestibulandos. PET Computação - UFPR September 2016

Mini apostila de Python - Oficina de Vestibulandos. PET Computação - UFPR September 2016 Mini apostila de Python - Oficina de Vestibulandos PET Computação - UFPR September 2016 1 Sumário 1 Introdução 3 2 Obtenção e Instalação 3 3 Variáveis 3 4 Operações Matemáticas 5 5 Entrada de Dados 6 6

Leia mais

Introdução a Linguagem C. Prof. Me. Hélio Esperidião

Introdução a Linguagem C. Prof. Me. Hélio Esperidião Introdução a Linguagem C Prof. Me. Hélio Esperidião Características de um programa De forma geral a maioria dos programas são compostos por dados de entrada, processamento e dados de saída. Entrada de

Leia mais

Algoritmos e Introdução à Programação. Lógica e Linguagem de Programação

Algoritmos e Introdução à Programação. Lógica e Linguagem de Programação Algoritmos e Introdução à Programação Lógica e Linguagem de Programação Prof. José Honorato Ferreira Nunes honoratonunes@softwarelivre.org http://softwarelivre.org/zenorato/honoratonunes Linguagem C Seleção

Leia mais

NOME DO ALUNO: AVALIAÇÃO SIMULADA

NOME DO ALUNO: AVALIAÇÃO SIMULADA CURSO: ECA ECV EEL EPR - EMC SÉRIE: 1 a. e 2 a. DISCIPLINA: Algoritmos e Programação PROFESSOR: Paulo Cesar F. De Oliveira, BSc, PhD* RA: DATA: 21/11/2016 NOTA: NOME DO ALUNO:, AVALIAÇÃO SIMULADA 1ª Questão

Leia mais

Programação de Computadores II. Cap. 7 Cadeias de Caracteres 1/2

Programação de Computadores II. Cap. 7 Cadeias de Caracteres 1/2 Programação de Computadores II Cap. 7 Cadeias de Caracteres 1/2 Livro: Waldemar Celes, Renato Cerqueira, José Lucas Rangel. Introdução a Estruturas de Dados, Editora Campus (2004) Slides adaptados dos

Leia mais

Funções de Entrada e Saída

Funções de Entrada e Saída inicio Escrita no ecrã (Saída de dados) Escrever( introduza o valor do raio ) Raio Leitura do valor do raio S Raio < 0 N O utilizador insere o valor do raio (Entrada de dados do teclado) Escrita no ecrã

Leia mais

LINGUAGEM C: ARRAY: VETORES E MATRIZES

LINGUAGEM C: ARRAY: VETORES E MATRIZES LINGUAGEM C: ARRAY: VETORES E MATRIZES Prof. André Backes POR QUE USAR ARRAY? As variáveis declaradas até agora são capazes de armazenar um único valor por vez. Sempre que tentamos armazenar um novo valor

Leia mais

Características da Linguagem C

Características da Linguagem C Características da Linguagem C Na aula passada, foi implementado o exemplo utilizado do reajuste salarial O resultado impresso pode ser visualizado da seguinte forma: Características da Linguagem C Introdução

Leia mais

1ª Lista de Exercícios

1ª Lista de Exercícios Universidade Federal do Rio de Janeiro Data: 26/04/05 Disciplina: Computação I 1ª Lista de Exercícios 1) Faça um programa, em pseudo-código, que peça ao usuário que informe n números reais e então calcule

Leia mais

Vetores(Arrays) Olimpíadas de Informática. Aulas preparatórias Introdução a Programação em C.

Vetores(Arrays) Olimpíadas de Informática. Aulas preparatórias Introdução a Programação em C. Olimpíadas de Informática Aulas preparatórias Introdução a Programação em C. Vetores(Arrays) Prof. Gemilson George gemilson@colegiogeo.com.br Blog: informaticageo.wordpress.com GEO.OBI Aula 05 Vetores

Leia mais

Linguagem C: Elementos fundamentais

Linguagem C: Elementos fundamentais Instituto de C Linguagem C: Elementos fundamentais Luis Martí Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense lmarti@ic.uff.br - http://lmarti.com Tópicos Principais Variáveis e Constantes Operadores

Leia mais

Linguagens de Programação PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES. Linguagem C. Linguagem C Estrutura Básica. Constante (literais) Linguagem C Primeiro Programa

Linguagens de Programação PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES. Linguagem C. Linguagem C Estrutura Básica. Constante (literais) Linguagem C Primeiro Programa Linguagens de Programação PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES Linguagem C - Introdução Linguagens de Máquina Representação numérica Difícil utilização e compreensão Específica para cada máquina Linguagens Simbólicas(Assembly)

Leia mais

Linguagem C vetores. IF61A/IF71A - Computação 1 Prof. Leonelo Almeida. Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Linguagem C vetores. IF61A/IF71A - Computação 1 Prof. Leonelo Almeida. Universidade Tecnológica Federal do Paraná Linguagem C vetores IF61A/IF71A - Computação 1 Prof. Leonelo Almeida Universidade Tecnológica Federal do Paraná Até agora... Introdução à linguagem C Estrutura de um programa Escrita e execução do primeiro

Leia mais

Prof. Marcelo Machado Cunha Faculdade Pio Décimo

Prof. Marcelo Machado Cunha Faculdade Pio Décimo 1 Introdução A linguagem C foi criada por Dennis Ritchie, em 1972, no centro de Pesquisas da Bell Laboratories. Sua primeira utilização importante foi a reescrita do Sistema Operacional UNIX, que até então

Leia mais

A Linguagem C. A forma de um programa em C

A Linguagem C. A forma de um programa em C A Linguagem C Criada em 1972 por D. M. Ritchie e K. Thompson. Tornou-se uma das mais importantes e populares, principalmente pela portabilidade e flexibilidade. Foi projetada para o desenvolvimento de

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo LAÇOS Laços são comandos da linguagem

Leia mais

Módulo 1. Introdução. AEDS I C++ (Rone Ilídio)

Módulo 1. Introdução. AEDS I C++ (Rone Ilídio) Módulo 1 Introdução AEDS I C++ (Rone Ilídio) Introdução Linguagens de Programação Fonte Compilador Executável SO I Hardware C++ - Características Evolução do C, ou seja, possui a mesma sintaxe É uma linguagem

Leia mais

Métodos Computacionais. Comandos Condicionais e de Repetição em C

Métodos Computacionais. Comandos Condicionais e de Repetição em C Métodos Computacionais Comandos Condicionais e de Repetição em C Tópicos da Aula Hoje vamos acrescentar comportamentos mais complexos a programas em C Comandos Condicionais if-else switch Comandos de Repetição

Leia mais

Introdução a Programação de Jogos

Introdução a Programação de Jogos Introdução a Programação de Jogos Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição

Leia mais

Estrutura de Programas e Tipos de Dados Simples

Estrutura de Programas e Tipos de Dados Simples SSC0101 - ICC1 Teórica Introdução à Ciência da Computação I Estrutura de Programas e Tipos de Dados Simples Prof. Vanderlei Bonato: vbonato@icmc.usp.br Prof. Claudio Fabiano Motta Toledo: claudio@icmc.usp.br

Leia mais

Aula 5 - Mais C e repetição

Aula 5 - Mais C e repetição Vamos nesta aula mostrar mais detalhes e a forma geral dos comandos C vistos até agora. O comando de atribuição A forma geral do comando de atribuição é: = A expressão

Leia mais

Linguagem de Programação I. Aula 07 Linguagem C: Estruturas de Controle

Linguagem de Programação I. Aula 07 Linguagem C: Estruturas de Controle Linguagem de Programação I Aula 07 Linguagem C: Estruturas de Controle Da Aula Anterior Tipos de dados básicos em C Modificadores de tipo Declaração de Variáveis Operadores em C Nesta Aula Estruturas de

Leia mais

Fundamentos de Programação. Linguagem C++ aula II - Variáveis e constantes. Prof.: Bruno Gomes

Fundamentos de Programação. Linguagem C++ aula II - Variáveis e constantes. Prof.: Bruno Gomes Fundamentos de Programação Linguagem C++ aula II - Variáveis e constantes Prof.: Bruno Gomes 1 Variáveis Representa uma porção da memória que pode ser utilizada pelo programa para armazenar informações

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Linguagem C: estruturas de repetição While / Do While / For

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Linguagem C: estruturas de repetição While / Do While / For Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Linguagem C: estruturas de repetição While / Do While / For Prof. Renato Pimentel 1 Estruturas de repetição O real poder dos computadores está

Leia mais

AVALIAÇÃO SIMULADA. 2ª Questão: (0,75 pontos): O que vai aparecer na tela ao se executar o trecho de código abaixo?

AVALIAÇÃO SIMULADA. 2ª Questão: (0,75 pontos): O que vai aparecer na tela ao se executar o trecho de código abaixo? CURSO: TADS SÉRIE: 1 a. e 2 a. DISCIPLINA: Algoritmos e Programação PROFESSOR: Paulo Cesar F. De Oliveira, BSc, PhD* RA: DATA: 02/06/2017 NOTA: NOME DO ALUNO: GABARITO, AVALIAÇÃO SIMULADA 1ª Questão: (0,75

Leia mais

Estruturas de Repetição

Estruturas de Repetição Estruturas de Repetição Introdução As estruturas de repetição, permitem executar mais de uma vez um mesmo trecho de código. Trata-se de uma forma de executar blocos de comandos somente sob determinadas

Leia mais

Estruturas de Repetição

Estruturas de Repetição Estruturas de Repetição Disciplina: Algoritmos e Programação Luciano Moraes Da Luz Brum Universidade Federal do Pampa Unipampa Campus Bagé Email: lucianobrum18@gmail.com Horários de atendimento: (outros

Leia mais

Estrutura de Seleção Múltipla Switch

Estrutura de Seleção Múltipla Switch Estrutura de Seleção Múltipla Switch Disciplina: Algoritmos e Programação Luciano Moraes Da Luz Brum Universidade Federal do Pampa Unipampa Campus Bagé Email: lucianobrum18@gmail.com Horários de atendimento:

Leia mais

Estruturas de Repetição na Linguagem C. Slides da Prof. Deise Saccol

Estruturas de Repetição na Linguagem C. Slides da Prof. Deise Saccol Estruturas de Repetição na Linguagem C Slides da Prof. Deise Saccol 1 Comando for Estrutura de repetição for (var=valor inicial; condição; incremento) comando; for (var=valor inicial; condição; incremento)

Leia mais

Char e Strings de Caracteres

Char e Strings de Caracteres Atualizado em 27/08/2009 Caracteres Caracteres ocupam 1 byte (8 bits) na memória e são declarados com o tipo char. Declaração: char a, b; char x = a ; char y[12]; char z[26] = { abcdefghijklmnopqrstuvwxyz

Leia mais

Estruturas de Dados. Módulo 4 Funções. 9/8/2005 (c) Dept. Informática - PUC-Rio 1

Estruturas de Dados. Módulo 4 Funções. 9/8/2005 (c) Dept. Informática - PUC-Rio 1 Estruturas de Dados Módulo 4 Funções 9/8/2005 (c) Dept. Informática - PUC-Rio 1 Referências Waldemar Celes, Renato Cerqueira, José Lucas Rangel, Introdução a Estruturas de Dados, Editora Campus (2004)

Leia mais