1. Prova Objetiva. Agente de Apoio Segmento de Atividades: Transporte e Manutenção de Automotores

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. Prova Objetiva. Agente de Apoio Segmento de Atividades: Transporte e Manutenção de Automotores"

Transcrição

1 Concurso Público 1. Prova Objetiva Agente de Apoio Segmento de Atividades: Transporte e Manutenção de Automotores Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 50 questões objetivas. Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno. Leia cuidadosamente as questões e escolha a resposta que você considera correta. Responda a todas as questões. Marque, na folha intermediária de respostas, localizada no verso desta página, a letra correspondente à alternativa que você escolheu. Transcreva para a folha de respostas, com caneta de tinta azul ou preta, todas as respostas anotadas na folha intermediária de respostas. A duração da prova é de 3 horas. A saída do candidato da sala será permitida após transcorrida 1 hora do início da prova. Ao sair, você entregará ao fiscal a folha de respostas e este caderno, podendo destacar esta capa para futura conferência com o gabarito a ser divulgado. Aguarde a ordem do fiscal para abrir este caderno de questões

2 Folha Intermediária de Respostas QUESTÃO 01 RESPOSTA QUESTÃO 26 RESPOSTA PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut 2

3 Língua Portuguesa Leia o texto para responder às questões de números 01 a 06. Namoradas, Mauro tivera muitas. Mas as ligações duravam pouco tempo. Isso o deixava deprimido. Desejava encontrar a companheira que ficaria sempre ao seu lado, mas onde estaria ela? Achou que tinha encontrado a resposta quando, na internet, entrou num site que não aceitava a participação daqueles que fossem reconhecidamente atraentes. O site informava que as pessoas feias tendem a ser mais compreensivas e leais. De fato, os rostos que ali apareciam eram feios. Mas o que o atraiu foi a promessa de fidelidade, de lealdade dos participantes. Lealdade era o que ele queria, não beleza. Uma foto chamou-lhe a atenção, era de uma garota gorda, espinhenta, medonha, que, contudo, sorria candidamente: Marcela. E foi esse sorriso doce que o atraiu e o fez decidir: namoraria aquela moça. Havia, porém, um problema. Segundo o site, teria de mandar a sua foto, que certamente seria rejeitada: feio ele não era. Procurou, então, um amigo e pediu que retocasse sua foto. Foi um sucesso: seu rosto ficou horroroso, o que possibilitou a sua aceitação pelo site exclusivamente de feios. Fez um contato com Marcela que aceitou a proposta; marcaram encontro num bar. Ela informou que iria com um vestido vermelho e uma flor no cabelo, detalhes que a ele pareceram inúteis, pois com aquela feiura toda ela seria facilmente identificável. Ele, não. Tinha mudado seu rosto no photoshop do seu amigo, mas não poderia fazê-lo na realidade. Nem era o que ele queria; seu plano era apresentar-se à garota feia, confessar o truque e dizer que queria namorá-la. Na noite marcada, lá estava ele sentado em uma das mesas do bar, esperando-a. E, de repente, surgiu na porta uma moça linda, usando um vestido vermelho e uma flor no cabelo. Ele estremeceu. Seria coincidência? Não era. A moça tinha feito a mesma coisa que ele: mandara à internet um retrato deformado pelo photoshop para também viver uma aventura com um feio fiel. Mauro teve de reconhecer: fiel seguramente seria, mas feio não. Em silêncio, levantou-se e foi para casa. (Moacyr Scliar, Folha de S.Paulo, Adaptado) 01. De acordo com o texto, Mauro marcou, pela internet, encontro com uma garota que, (A) conforme haviam combinado, ficou esperando-o à mesa de um bar. (B) embora feia, apresentava-se na internet como sendo bonita. (C) todos os dias, dizia aos amigos estar apaixonada por ele. (D) pela fisionomia sorridente, havia despertado o seu interesse. (E) por ser muito feia, não era a mulher que ele desejava. 02. No trecho Tinha mudado seu rosto no photoshop do seu amigo, mas não poderia fazê-lo na realidade. Nem era o que ele queria... a frase destacada refere-se ao fato de Mauro desejar que (A) sua foto não ficasse alterada. (B) Marcela não vestisse uma roupa vermelha. (C) seu rosto permanecesse, na vida real, como de fato era. (D) Marcela lhe fosse fiel. (E) Marcela tivesse piedade dele. 03. Em Isso o deixava deprimido. (1.º parágrafo) o significado contrário da palavra destacada é (A) abatido. (B) frustrado. (C) curioso. (D) intranquilo. (E) animado. 04. Assinale a alternativa cuja frase apresenta sentido figurado. (A) os rostos que ali apareciam eram feios. (2.º parágrafo) (B) levantou-se e foi para casa. (5.º parágrafo) (C) teria de mandar a sua foto (4.º parágrafo) (D) iria com um vestido vermelho e uma flor no cabelo (4.º parágrafo). (E) E foi esse sorriso doce que o atraiu (3.º parágrafo) 05. No trecho Desejava encontrar a companheira que ficaria sempre ao seu lado, mas onde estaria ela? (1.º parágrafo) a conjunção destacada pode ser substituída, sem alteração do sentido do texto, por (A) portanto. (B) porque. (C) embora. (D) entretanto. (E) contanto que. 06. Passando a frase Ele estremeceu. (5.º parágrafo) para o tempo futuro, no plural, obtém-se (A) Eles estremeceram. (B) Eles estremecerão. (C) Eles estremeciam. (D) Eles estremecessem. (E) Eles estremeçam. 3 PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut

4 07. Assinale a alternativa que apresenta o uso correto de vírgulas. (A) Mauro observou a mesa do bar, os copos, as garrafas e saiu. (B) Mauro, observou a mesa do bar os copos as garrafas e, saiu. (C) Mauro observou, a mesa do bar os copos, as garrafas e saiu. (D) Mauro observou a mesa, do bar, os copos as garrafas e saiu. (E) Mauro observou a mesa do bar, os copos as garrafas, e saiu. Nas questões de números 08 e 09, assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, os espaços das frases dadas. 08. Quando Mauro a este bar, ele vai observar o mau atendimento você já reclamou. (A) vir... de que (B) vier... em que (C) vier... de que (D) vim... que (E) vir... que 09. Eu e Mauro preocupamos em observar várias garotas feias, na internet, partir da semana passada. (A) nos... a (B) se... a (C) nos... à (D) si... a (E) se... à 10. Considerando a concordância das palavras, assinale a alternativa correta. (A) Marcela e Mauro, todas as noites, mantinha contato pela internet. (B) Hoje de manhã, houve algumas discussões na sala da internet. (C) Muitos boatos ruim correram por aqui. (D) Já se vendeu todos os ingressos para o jogo. (E) Vestida de vermelho, as duas garotas sentaram ao lado do balcão. matemática 11. Uma ambulância mantinha uma velocidade de 50 km/h numa avenida. Diminuiu essa velocidade em 40% em um trecho com trânsito mais acentuado e, depois de alguns minutos, a velocidade aumentou em 10%, passando a ser de (A) 27 km/h. (B) 30 km/h. (C) 33 km/h. (D) 42 km/h. (E) 45 km/h. 12. Um determinado recipiente tem a forma de um paralelepípedo reto-retângulo, e suas dimensões internas estão indicadas na figura. Ele está completamente cheio de certa substância e sabe-se que 1,6 kg dessa substância ocupa 2 dm 3. Nesse caso, a massa total da substância contida no recipiente tem (A) 60 kg. (B) 72 kg. (C) 82 kg. (D) 128 kg. (E) 144 kg. 13. Numa certa semana, a média diária de acidentes de motos, computada de segunda a quinta-feira, foi igual a 10. Computando-se também a sexta-feira, a média diária passou para 11 acidentes. Pode-se concluir que o número de acidentes ocorridos na sexta-feira foi igual a (A) 35. (B) 25. (C) 20. (D) 15. (E) O marcador de quilometragem do automóvel marcava 58,4 km quando iniciei um percurso até o Hospital. Ao chegar, o marcador indicou 72,2 km. Sabe-se que o automóvel fez o percurso todo em 15 minutos, percorrendo, nos 5 minutos iniciais, 1 da quilometragem total do percurso. Portanto, nos 3 últimos 10 minutos, foram percorridos PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut 4 (A) 4,6 km. (B) 6,9 km. (C) 8,4 km. (D) 8,8 km. (E) 9,2 km.

5 15. O gráfico apresenta, por faixa etária, o número de pessoas socorridas em acidentes durante certo período. 18. O polígono ABCD, cujas medidas e formato estão indicados no desenho, representa um terreno. número de pessoas socorridas a a a a a 60 mais de 60 faixa etária (em anos) Do total de pessoas socorridas, a porcentagem das que têm de 21 a 50 anos é igual a (A) 26%. (B) 42%. (C) 56%. (D) 60%. (E) 74%. 16. Júlio comprou um telefone celular e um aparelho de som. Pelos dois produtos, pagou 10 prestações iguais de R$ 57,20. O preço do aparelho de som foi igual a 2 do preço do telefone 9 celular. Pode-se concluir que a diferença entre os preços do telefone celular e do aparelho de som foi de (A) R$ 312,00. (B) R$ 327,00. (C) R$ 364,00. (D) R$ 468,00. (E) R$ 380, Para socorrer uma senhora que caiu, Isaías levou, da porta do edifício dela ao Pronto-Socorro, exatamente 7 minutos, numa velocidade média de 15 km/h. Assim, todo o percurso feito por ele tem (A) m. (B) m. (C) m. (D) m. (E) m. Se 1 cm da figura corresponde a 20 m do lado do terreno, pode-se concluir que o terreno ABCD tem um perímetro, em metros, igual a (A) 640. (B) 600. (C) 560. (D) 480. (E) No Campeonato Mundial de Ginástica Feminina, a diferença do número de pontos entre a primeira (medalha de ouro) e a segunda colocada (medalha de prata) foi de 0,134, ao passo que a diferença entre a segunda e a terceira colocada (medalha de bronze) foi de 0,067. A atleta que recebeu medalha de bronze fez 14,999 pontos. Nesse caso, a atleta que ganhou a medalha de ouro obteve a seguinte pontuação: (A) 15,066. (B) 15,200. (C) 15,401. (D) 16,200. (E) 16, Um tanque com volume interno máximo de 15 m 3 está completamente cheio de água potável e esse conteúdo é vendido por R$ 450,00. Se toda a água desse tanque é distribuída em galões de 20 litros para venda, e o preço do galão vazio é R$ 2,40, para não haver prejuízo, o preço mínimo de venda do conjunto galão com água deve ser Dado: 1 m 3 corresponde a litros (A) R$ 5,00. (B) R$ 4,80. (C) R$ 3,00. (D) R$ 2,80. (E) R$ 2,60. 5 PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut

6 Conhecimentos gerais 21. Leia o texto. Nós temos dois pré-sais. Um de petróleo e outro de recursos genéticos. Para mim, o acesso aos recursos genéticos é o présal da biodiversidade. É uma riqueza imensa do país e nós precisamos ter um patamar diferenciado. Além do quadro legal, precisamos ter uma estratégia de gestão para um assunto tão importante, tão estratégico para o desenvolvimento afirma a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. (http://blog.mma.gov.br/biodiversidade2010. Adaptado) A ministra compara a biodiversidade presente no território brasileiro ao pré-sal porque (A) na Amazônia também existem grandes reservas de petróleo, mas as leis ambientais proíbem a exploração. (B) é uma riqueza ainda pouco explorada, que deverá exigir maiores investimentos do governo para esse objetivo. (C) os recursos genéticos são as principais fontes de energia utilizadas no país, pois não causam poluição. (D) assim como o petróleo, a biodiversidade só foi descoberta no ano passado, através de pesquisas feitas pelo governo. (E) assim como o petróleo, só o governo pode explorar a biodiversidade, através de empresas como a Petrobras. 22. Observe o mapa O NO N NE L 23. Leia a notícia a seguir. Brasil avança no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), mas tem a média do Zimbábue na educação. (http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2010/11/ brasil-avanca-no-idh-mas-tem-media-do-zimbabue-na-educacao.html) Um dos principais problemas da educação brasileira é (A) a falta de escolas nas áreas rurais, onde mora a maior parte da população brasileira. (B) o predomínio das escolas particulares, já que a oferta de vagas nas escolas públicas não é obrigação do governo. (C) o tempo de permanência da população em sala de aula, pois a média no Brasil é considerada ainda muito baixa. (D) a falta de disciplina dos estudantes, pois para o Estatuto da Criança, a educação é um direito e não um dever. (E) a falta de mão de obra qualificada na educação básica, associada à escassez de profissionais qualificados nas grandes universidades. 24. A prefeitura do município de São Paulo possui um programa de Inspeção Ambiental Veicular. O principal objetivo desse programa é (A) melhorar a segurança no trânsito, com a apreensão de veículos sem documentação. (B) contribuir para a redução de atropelamentos na vias urbanas, por meio de medidas educacionais. (C) incentivar a compra de veículos movidos a álcool, pois são ambientalmente sustentáveis. (D) a redução do roubo de veículos, por meio da instalação gratuita de aparelhos de rastreamento. (E) a redução da poluição do ar, pois o automóvel é um dos maiores lançadores de poluentes. 25. Observe a figura. 5 SO S SE Com o auxílio da rosa dos ventos, pode-se afirmar que o segmento de reta que apresenta o sentido Sudoeste Nordeste está representado no mapa pelo número (A) 1. (B) 2. (C) 3. (D) 4. (E) 5. (http://guiaemsaopaulo.com.br/expo-transamerica) A cidade de São Paulo tem se destacado como importante centro de negócios, com a realização de feiras nacionais e internacionais. O Transamérica Expocenter é um exemplo de local onde são realizadas essas feiras. A referência mais próxima ao local é (A) a Ponte João Dias. (B) o Jóquei Clube. (C) a Ponte Cidade Jardim. (D) o Aeroporto de Congonhas. (E) a Ponte do Socorro. PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut 6

7 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 26. De acordo com o inciso II do artigo 29 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), estando a via em condições normais de trânsito, e também normais as condições climáticas, um condutor deverá (A) trafegar somente pela esquerda. (B) guardar distância de segurança. (C) trafegar com a velocidade no limite máximo. (D) manter os faróis ligados mesmo durante o dia. (E) trafegar com velocidade reduzida. 27. Nas interseções e suas proximidades, de acordo com o artigo 33 do CTB, o condutor não poderá (A) dar um leve toque na buzina. (B) diminuir a velocidade ou reduzir a marcha. (C) parar com espaço maior que 20 metros da esquina. (D) efetuar ultrapassagem. (E) estacionar com espaço maior que 20 metros da esquina. 28. Analise a figura. 30. De acordo com o CTB, uma via será considerada arterial quando for (A) caracterizada por interseções em nível não semaforizadas, destinada apenas ao acesso local ou a áreas restritas. (B) caracterizada por acessos especiais com trânsito livre, sem interseções em nível, sem acessibilidade direta aos lotes lindeiros e sem travessia de pedestres em nível. (C) caracterizada por interseções em nível, geralmente controlada por semáforo, com acessibilidade aos lotes lindeiros e às vias secundárias e locais, possibilitando o trânsito entre as regiões da cidade. (D) destinada a coletar e distribuir o trânsito que tenha necessidade de entrar ou sair da via de trânsito rápido, possibilitando o trânsito dentro das regiões da cidade. (E) bloqueada ao trânsito de veículos no período da manhã e livre para os pedestres e só liberada no período da tarde para os veículos. 31. Quando não sinalizada, a velocidade máxima permitida para uma via coletora, estando a via em condições normais de tráfego, será de (A) 20 km/h. (B) 30 km/h. (C) 40 km/h. (D) 50 km/h. (E) 60 km/h. Ela mostra uma situação de trânsito em que, à direita, nota-se uma placa de sinalização que informa ao condutor sobre a existência de uma curva (A) à esquerda. (B) em S à esquerda. (C) acentuada à esquerda. (D) sinuosa à esquerda. (E) acentuada em S à esquerda. 32. De acordo com o artigo 151 do CTB, no caso de reprovação no exame escrito sobre legislação de trânsito ou de direção veicular, o candidato só poderá repetir o exame depois de decorridos, da divulgação do resultado, (A) quinze dias. (B) doze dias. (C) nove dias. (D) sete dias. (E) cinco dias. 33. Analise a figura. 29. No período de 10 de setembro de 2009 a 15 de outubro de 2010, um condutor cometeu as seguintes infrações de trânsito: em obteve 7 pontos; em mais 7 pontos; em mais 5 pontos e em mais 7 pontos. Sendo assim, esse condutor (A) terá sua carteira de habilitação cassada. (B) terá sua carteira de habilitação suspensa por dois meses. (C) perderá o direito de dirigir somente na estrada. (D) terá somente os pontos anotados em sua carteira de habilitação. (E) não poderá dirigir durante o período de um ano. A sinalização horizontal, quando instalada na via pública, tem a finalidade de informar o condutor sobre a existência de um cruzamento (A) rodoviário. (B) aeroviário. (C) portuário. (D) rodoferroviário. (E) ferroviário. 7 PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut

8 34. Ao trafegar por uma via sinalizada com placa de velocidade máxima permitida de 80 km/h, um condutor que for flagrado a 100 km/h, por radar instalado na via, terá cometido uma infração 38. Analise a figura. (A) levíssima. (B) leve. (C) média. (D) grave. (E) gravíssima. 35. Será considerado uma infração leve (A) estacionar o veículo nos viadutos, pontes e túneis. (B) estacionar o veículo impedindo a movimentação de outro veículo. (C) ter seu veículo imobilizado na via por falta de combustível. (D) estacionar o veículo nas esquinas e a menos de cinco metros do bordo do alinhamento da via transversal. (E) estacionar o veículo afastado da guia da calçada (meiofio) de cinquenta centímetros a um metro. 36. O auto de infração será arquivado e seu registro julgado insubsistente se considerado inconsistente ou irregular ou se Ela mostra o sistema de acionamento das engrenagens do motor por correia, mais conhecido por correia dentada. Caso a manutenção preventiva deixe de ser executada de acordo com as normas do fabricante, a correia poderá quebrar e ocasionar (A) excesso de rotação do motor. (B) atropelamento das válvulas. (C) excesso de carga no alternador. (D) falta de lubrificação no eixo intermediário. (E) desacoplamento da coroa e pião. 39. A figura mostra uma bomba d água do sistema de arrefecimento de um motor de combustão interna, gasolina ou álcool. Caso a bomba não consiga fazer a água circular pelo sistema, poderá acarretar vários problemas no motor. Considerando essas informações, assinale a alternativa que não faz parte desse sistema. (A) o condutor for de outro Estado. (B) a carteira estiver vencida há mais de trinta dias. (C) no prazo máximo de trinta dias, não for expedida a notificação da autuação. (D) for flagrado durante o período noturno. (E) no prazo máximo de sessenta dias, não for expedida a notificação da autuação. (A) Junta de cabeçote queimada. 37. Disputar corrida por espírito de emulação é considerado uma infração gravíssima, e o infrator poderá pagar multa no valor de (A) R$ 80,00. (B) R$ 100,00. (B) Temperatura fora do normal. (C) Falha no sistema de injeção eletrônica. (D) Anéis sincronizados sem lubrificação. (E) Luz piloto da temperatura acesa. (C) R$ 150,00. (D) R$ 300,00. (E) R$ 574,61. PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut 8

9 40. A figura ilustra um sistema de freio comum na maioria dos veículos automotores. Dentre as alternativas a seguir, assinale aquela que contempla um problema no sistema que coloca em risco a segurança do veículo. Cilindro de Freio Pistões Tambor 43. Ao entrar em uma curva acentuada à esquerda, um condutor é arremessado com seu veículo violentamente para a direita. Essa manobra arriscada poderá ter sido ocasionada em razão (A) de o veículo ter diminuído a velocidade antes da curva. (B) de o condutor ter reduzido a marcha antes da curva. (C) de o condutor ter mantido o veículo mais à esquerda de sua faixa e em baixa velocidade. (D) da velocidade excessiva e da ação da força centrífuga. (E) da velocidade baixa e de pneus com a calibragem correta. Mecanismo de Regulagem (A) Folga no eixo piloto. (B) Mola mestre com folga. (C) Bolha de ar no sistema. (D) Eixo cardã com folga. Sapatas de Freio (E) Virabrequim sem lubrificação. 41. Analise a figura. Mecanismo de Freio de Estacionamento 44. As hemorragias externas dividem-se em arterial, venosa e capilar. A hemorragia arterial é aquela em que o sangue (A) extravasa em vasos de pequenos calibres. (B) é vermelho escuro, pobre em oxigênio. (C) é vermelho claro e apresenta pequenas perdas em vasos de pequeno calibre. (D) extravasa de forma espaçada, com pouca pressão. (E) é vermelho vivo, rico em oxigênio. 45. A fratura é caracterizada pela ruptura total ou parcial do osso, podendo ser fechada ou exposta. A fratura fechada é aquela (A) em que há o rompimento da pele e, nesse caso, ocorre simultaneamente um quadro de hemorragia. (B) em que a alteração do ritmo respiratório altera os sinais e sintomas. (C) em que há a perda dos reflexos. (D) em que não há o rompimento da pele, ficando o osso no interior do corpo. (E) que causa hematoma nas pálpebras. Ela mostra uma situação em que os dentes de acoplamento do eixo piloto desgastaram, deixando o eixo rodar em falso. Nesse caso, o defeito pode ter sido ocasionado por (A) homocinética sem lubrificação. (B) segurar o veículo na embreagem no aclive. (C) pneus descalibrados em dias de chuva. (D) comando de válvula com folga. (E) temperatura do motor fora do padrão. 42. Para evitar colisão com o veículo da frente, um condutor deverá (A) trafegar colado ao veículo da frente. (B) pisar na embreagem antes de pisar no freio. (C) manter distância de segurança. (D) manter os pneus bem cheios, acima da calibragem. (E) manter os pneus com a calibragem abaixo do normal. 46. O condutor do veículo de urgência é o profissional que está habilitado para conduzir veículos padronizados pelo código sanitário, obedecendo aos padrões de capacitação. A ele cabem a(s) competência(s) e a(s) atribuição(ões) próprias do cargo. Assinale a alternativa que contém competência(s) e atribuição(ões) do condutor. (A) Estabelecer contato radiofônico ou telefônico com a central de regulação médica e seguir suas orientações; conhecer a malha viária local. (B) Operar o sistema de rádio-comunicação e telefonia nas centrais de regulação; exercer o controle operacional da frota de veículos. (C) Atender solicitações telefônicas da população; anotar informações colhidas do solicitante. (D) Auxiliar o enfermeiro na assistência de enfermagem; prestar cuidados de enfermagem ao paciente. (E) Assistir o enfermeiro no planejamento; orientar e supervisionar as atividades. 9 PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut

10 47. Após a publicação da Portaria n.º 2.048/2002, ficou estabelecida a classificação das Unidades Hospitalares de Referência em atendimento às Urgências e Emergências. Segundo essa Portaria, a classificação é a seguinte: (A) unidades diversas Tipo I e unidades referenciais Tipo II. (B) unidades gerais Tipo I e II e unidades referencias Tipo I, II e III. (C) unidades de trauma Tipo III e unidades politrauma Tipo II. (D) unidades básicas Tipo I e unidades avançadas Tipo II. (E) unidades básicas e avançadas Tipo IV e unidades básicas Tipo VI. 48. As Unidades de Referência em atendimento às Urgências e Emergências, de acordo com a Portaria n.º 2.048/2002, são aquelas instaladas em hospitais gerais, aptos a prestarem assistência, e (A) de médio porte. (B) de pequeno porte. (C) especializados. (D) de mínimo porte. (E) de porte razoável. 49. Segundo a Portaria n.º 2.048/02, é considerado atendimento hospitalar móvel, o atendimento (A) que presta assistência correspondente ao primeiro nível de casos com média complexidade. (B) que procura chegar precocemente à vítima após ter ocorrido um agravo à saúde. (C) que procura o primeiro nível de assistência ambulatorial. (D) com unidades de programas de saúde da família. (E) com o programa de agentes comunitários de saúde. 50. Define-se ambulância como veículo terrestre, aéreo ou aquático que se destine ao transporte de enfermos. As ambulâncias são classificadas em tipos de A a F, sendo que aquelas destinadas ao transporte inter-hospitalar com risco à vida, mais conhecidas como ambulâncias de suporte básico, são do tipo (A) A. (B) C. (C) B. (D) D. (E) F. PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut 10

11 11 PSGP1002/01-AgApoioSA-TranspManutAut

12

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO O veículo estacionado, afastado da guia da calçada (meio fio) a mais de um metro, faz do seu condutor um infrator cuja punição será: 1 retenção do veículo e multa, infração média. 2 apreensão do veículo

Leia mais

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61 Tabela das Multas 7 pontos na CNH Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades Dirigir com a carteira já vencida há mais de 30 dias Recolhimento da carteira e retenção do veículo Não reduzir a

Leia mais

2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro?

2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro? 1 Quais são os 5 elementos da direção defensiva? 2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro? 3 O que significa DIREÇÃO DEFENSIVA? 4 Cite um exemplo de condição adversa

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Tratorista Agrícola CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Tratorista Agrícola CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES 1. Segundo o Estatuto do Servidor Público Municipal de Bom Jardim da Serra, servidor público é a pessoa que: a. Presta serviço remunerado ao município, seja do Poder Executivo,

Leia mais

TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO

TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO Questão 21 Algumas infrações de trânsito preveem a suspensão do direito de dirigir do condutor ou do proprietário do veículo. Assinale a alternativa que não

Leia mais

PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO

PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO Prova nº 01 1. Qual a idade que uma pessoa deve ter para se habilitar nas categorias (D) e (E)? (a) vinte e um anos (b) dezessete anos (c) dezoito anos (d) dezenove anos 2. Qual

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Operador de Máquinas III CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Operador de Máquinas III CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES 1. Segundo o Estatuto do Servidor Público Municipal de Bom Jardim da Serra, servidor público é a pessoa que: a. Presta serviço remunerado ao município, seja do Poder Executivo,

Leia mais

1.PLANO AUTO STANDARD

1.PLANO AUTO STANDARD 1.PLANO AUTO STANDARD 1.1.Definições ACIDENTE/SINISTRO Colisão, abalroamento ou capotagem envolvendo direta ou indiretamente o veículo e que impeça o mesmo de se locomover por seus próprios meios. COBERTURA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Técnico Operacional - Motorista (Natal) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA A quilometragem percorrida pelo veículo é indicada pelo: 1 velocímetro. 2 hodômetro. 3 manômetro. 4 conta-giros. O termômetro é utilizado para indicar a temperatura: 1 do motor. 2 do combustível. 3 no

Leia mais

MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS

MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS PORTUGUES 1. Leia o texto e observe com atenção os espaços em branco: relação do homem com ele mesmo, com os outros e com natureza precisa ser construída como território

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no que diz respeito às infrações, analise as assertivas a seguir. I. Confiar ou entregar a direção de veículo à pessoa

Leia mais

Nome do(a) Aluno(a): Turma: RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES

Nome do(a) Aluno(a): Turma: RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES 5º ANO ESPECIALIZADO E CURSO PREPARATÓRIO 4º SIMULADO/2014-2ª ETAPA MATEMÁTICA Nome do(a) Aluno(a): Turma: RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES 01) Verifique o total de folhas (09) deste Simulado. Ele contém 20 (vinte)

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MEIO AMBIENTE

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MEIO AMBIENTE A falta de conservação e a desregulagem dos veículos: 1 apenas contribuem para a poluição do solo. 2 não agridem o meio ambiente. 3 acarretam, única e exclusivamente, o desgaste do veículo. 4 contribuem,

Leia mais

Legislação de Trânsito

Legislação de Trânsito Prova simulada do DETRAN 11 Legislação de Trânsito 1) O julgamento das penalidades de trânsito se dará através de um: a) Identificação do infrator. b) Notificação de autuação. c) Processo administrativo.

Leia mais

Assinale a alternativa correta: a) VVFF b) FVVF c) VFFV d) FVVV e) FVFV

Assinale a alternativa correta: a) VVFF b) FVVF c) VFFV d) FVVV e) FVFV MOTORISTA 1. Considere as seguintes qualidades de um bom condutor de veículos: I. É capaz de compreender as limitações dos outros que estão no trânsito. II. Exime-se de responsabilidades frente a situações

Leia mais

Município de Modelo Estado de Santa Catarina CARGO: MOTORISTA

Município de Modelo Estado de Santa Catarina CARGO: MOTORISTA Município de Modelo Estado de Santa Catarina 1 CADERNO DE PROVA PROCESSO SELETIVO 001/2014 CARGO: MOTORISTA INSTRUÇÕES AO CANDIDATO 01 Este caderno contém 30 (trinta) questões. Se não estiver completo,

Leia mais

Ver e ser visto no trânsito

Ver e ser visto no trânsito matéria de capa Ver e ser visto no trânsito CESVI realizou estudo para apontar as condições em que pedestres, motos e carros são mais bem visualizados à noite Por José Antonio Oka Segurança Viária Ver

Leia mais

1. EXAME TEÓRICO DE HABILITAÇÃO INFRAÇÕES

1. EXAME TEÓRICO DE HABILITAÇÃO INFRAÇÕES 1. XM TÓRIO HILITÇÃO INFRÇÕS Nome:. PF:.. - ata: / /. 01 02 03 (T rtigo 218, inciso I alínea a-) Transitar em velocidade superior a máxima permitida em uma via arterial até vinte por cento, é uma infração:

Leia mais

(O computador não educa, ensina - Revista Veja, maio, 2007, Texto adaptado.)

(O computador não educa, ensina - Revista Veja, maio, 2007, Texto adaptado.) 2 CONHECIMENTOS BÁSICOS NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 10, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. LÍNGUA PORTUGUESA LEIA O TEXTO ABAIXO PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS

Leia mais

Texto para a questão 4

Texto para a questão 4 CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES 1. Assinale o nome que se dá para o conjunto de regras que trata dos Direitos e Deveres dos funcionários públicos civis do Município de Ponte Alta/SC: a. Constituição do

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA Uma atitude que pode custar vidas Racha, também chamado popularmente de pega, é uma forma de corrida

Leia mais

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq Infrações, Penalidades e Medidas Administrativas wertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui

Leia mais

www.detran.pr.gov.br

www.detran.pr.gov.br www.detran.pr.gov.br INFELIZMENTE, A MAIOR PARTE DOS ACIDENTES COM MORTES NO TRÂNSITO BRASILEIRO ENVOLVEM MOTOCICLISTAS. POR ISSO, O DETRAN PREPAROU ALGUMAS DICAS IMPORTANTES PARA VOCÊ RODAR SEGURO POR

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE

PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE OBJETIVO DO PROGRAMA PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE O objetivo do Programa de Proteção ao Pedestre, da Secretaria Municipal de Transportes SMT é criar a cultura de respeito ao pedestre, resgatando os

Leia mais

Prefeitura Municipal de Condado - PE Concurso Público 2008 http://www.asperhs.com.br

Prefeitura Municipal de Condado - PE Concurso Público 2008 http://www.asperhs.com.br Texto I Português EXEMPLOS QUE FICAM Ouvi esta história de uma diretora de escola. Ela conta que advertiu um aluno de 8 anos que, em vez de entregar um trabalho impresso, o fez em pen drive. E a conversa

Leia mais

DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA. Trânsito seguro é um direito de todos

DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA. Trânsito seguro é um direito de todos DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA Trânsito seguro é um direito de todos TRANSITO LEGAL DIREÇÃO DEFENSIVA Sabem o que significa? Conduzir de modo a evitar acidentes, apesar das ações erradas dos outros e

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANGÃO

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANGÃO LEI COMPLEMENTAR 024 de 17 de outubro de 2011 DISPÕE SOBRE O SISTEMA VIARIO DO MUNICIPIO DE SANGÃO-SC E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Antônio Mauro Eduardo, Prefeito Municipal de Sangão, faz saber a todos os

Leia mais

Normas gerais de circulação e conduta

Normas gerais de circulação e conduta Normas gerais de circulação e conduta É muito importante a leitura do Capítulo III Normas Gerais de Circulação e Conduta, que vai dos artigos 26 ao 67, contidos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Leia mais

Boa Prova! 01 - Assinale a alternativa abaixo que não apresenta erro de ortografia em todas as palavras da seqüência:

Boa Prova! 01 - Assinale a alternativa abaixo que não apresenta erro de ortografia em todas as palavras da seqüência: Nº DE INSCRIÇÃO Prezado Candidato, leia atentamente as instruções a seguir: 1. Coloque o seu número de inscrição na capa da prova; 2. Assine o cartão resposta no verso; 3. A prova terá 3 (três) horas de

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão II

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão II Questões COVEST Física Mecânica Prof. Rogério Porto Assunto: Cinemática em uma Dimensão II 1. Um carro está viajando numa estrada retilínea com velocidade de 72 km/h. Vendo adiante um congestionamento

Leia mais

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio Dicas para segurança no trânsito realização apoio 1 Dicas de viagem segura. Viajar sozinho ou com toda a família requer certas responsabilidades. Aqui você encontrará várias recomendações para uma viagem

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE BELO HORIZONTE MG 25 DE OUTUBRO DE 2003 DURAÇÃO: 120 MINUTOS CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE

Leia mais

REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055

REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055 REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055 Somente quando estiver com documento do veículo em mãos, para fornecer ao atendente a placa e o chassi do veículo.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORÁ - SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 001/2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORÁ - SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 001/2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORÁ - SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 001/2011 CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS CLASSIFICADOS PARA PROVA PRÁTICA DOS CARGOS DE MOTORISTA, OPERADOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS, OPERADOR DE

Leia mais

PROVA SIMULADA (Pré-exame) Nº 10

PROVA SIMULADA (Pré-exame) Nº 10 PROV SIMUL (Pré-exame) Nº 10 Nome do aluno... Pontuação... provado Reprovado... LEGISLÇÃO E TRÂNSITO 1) Espaço livre destinado pela municipalidade à circulação, parada ou estacionamento de veículos ou

Leia mais

Regras de Trânsito do Japão

Regras de Trânsito do Japão Regras de Trânsito do Japão (Versão para pedestres e bicicletas) ~ Para não sofrer acidentes de trânsito ~ Supervisão: Polícia da Província de Gifu Edição / Publicação: Província de Gifu Regras básicas

Leia mais

SINALIZAÇÃO HORIZONTAL. Profa. Mariana de Paiva

SINALIZAÇÃO HORIZONTAL. Profa. Mariana de Paiva SINALIZAÇÃO HORIZONTAL Profa. Mariana de Paiva 3. INSTRUMENTOS DE CONTROLE DE TRÁFEGO 3.2 SINALIZAÇÃO CLASSIFICAÇÃO Sinalização Vertical Sinalização Horizontal Sinais Luminosos Dispositivos de Sinalização

Leia mais

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas 4 Regras de Trânsito 4-1 Regras de trânsito no Japão No Japão, as regras de trânsito são estabelecidas respectivamente para, automóveis e motos, bicicletas. Recomenda-se a assimilação rápida e correta

Leia mais

Meio Ambiente: Piloto Automático O Piloto Automático é uma ótima opção e pode economizar gasolina, mas você tem que usá-lo de forma segura.

Meio Ambiente: Piloto Automático O Piloto Automático é uma ótima opção e pode economizar gasolina, mas você tem que usá-lo de forma segura. Visão Geral Família e Passageiros: Roupas Reflexivas Quanto mais claro e brilhante, melhor! É isso mesmo, quanto mais brilhante e clara for sua roupa, melhor são suas chances de ser visto. Segurança Pessoal:

Leia mais

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira.

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. 1 OBJETIVO: Definir requisitos mínimos para: Operação; Inspeção; Qualificação do operador. 2 INTRODUÇÃO GENERALIDADES Existem basicamente

Leia mais

E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL

E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL Veja 15 dicas para economizar combustível no carro Da maneira de dirigir à escolha da gasolina, saiba o que pode trazer economia de consumo. Não existe mágica.

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001 LEIN 1.195/2001 Institui o Serviço de Transporte Individual de Passageiros em Motocicletas de aluguel (Mototáxi) O Prefeito Municipal de Rio Brilhante, Estado de Mato Grosso do Sul, faz saber que a Câmara

Leia mais

ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES

ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 30 (trinta) questões numeradas sequencialmente,

Leia mais

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro!

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro! Guia Como conhecer e cuidar melhor do seu carro! Segurança e Bem-estar! Você acaba de assistir a uma palestra sobre como conhecer e cuidar melhor do seu carro. Para que não se esqueça de alguns itens importantes,

Leia mais

Regras de Trânsito do Japão

Regras de Trânsito do Japão Regras de Trânsito do Japão (Versão para motoristas) ~ Para dirigir com segurança ~ Supervisão: Polícia da Província de Gifu Edição / Publicação: Província de Gifu CARTEIRA DE

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06)

RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06) RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06) Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores,

Leia mais

M a n u a l d o M e c â n i c o

M a n u a l d o M e c â n i c o M a n u a l d o M e c â n i c o folder2.indd 1 20/11/2009 14 12 35 Manual do Mecânico GNV GÁS NATURAL VEICULAR Entenda o GNV e saiba quais os cuidados necessários para a manutenção de veículos que utilizam

Leia mais

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro!

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro! A cada 10 mil km: Trocar o fluido do freio;* Trocar os filtros de ar, de combustível, do ar condicionado;* Trocar o óleo do motor (sintético) e filtro do óleo;* A cada 15 mil km Verificar as velas de ignição

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICIPIO DE SUMARÉ

O PREFEITO DO MUNICIPIO DE SUMARÉ PROJETO DE LEI Nº, de 30 de Novembro de 2010 Obriga a sinalização de fiscalização eletrônica de velocidade fixa efetuada por meio de radar nas vias urbanas do Município de Sumaré e proíbe sua instalação

Leia mais

Concurso de Motorista - 2014

Concurso de Motorista - 2014 PORTUGUÊS MATEMÁTICA 01 QUESTÃO Analise as alternativas abaixo e assinale a alternativa correta na divisão silábica. A ( ) par aná; sá-ba-do. B ( ) ó cu-los; sa-la-da. C ( ) ci-garro; ca-na. D ( ) Todas

Leia mais

Código de Trânsito Brasileiro

Código de Trânsito Brasileiro Código de Trânsito Brasileiro O Código de Trânsito Brasileiro estipula competência a setores federais, estaduais e municipais, para aplicar as penalidades de acordo com as infrações que o cidadão cometeu.

Leia mais

EXATA.GG GESTÃO GOVERNAMENTAL LTDA CNPJ - 08.646.165/0001-47 exatagg@exatagg.com.br exata.gg@brturbo.com.br. Língua Portuguesa.

EXATA.GG GESTÃO GOVERNAMENTAL LTDA CNPJ - 08.646.165/0001-47 exatagg@exatagg.com.br exata.gg@brturbo.com.br. Língua Portuguesa. Língua Portuguesa Matemática 01 Leia a frase abaixo: O homem delicado cedeu sua cadeira. Qual o é o verbo dessa frase? A) Cadeira. B) Cedeu. C) Delicado. D) Homem. 06 100 minutos equivalem a: A) 1 hora

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003

DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003 DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade, de avanço de sinal vermelho e da parada sobre a faixa de pedestres de veículos automotores,

Leia mais

c Publicada no DOU de 2-9-2003.

c Publicada no DOU de 2-9-2003. RESOLUÇÃO DO CONTRAN N o 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de

Leia mais

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões)

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões) PROCEDIMENTO CONCURSAL COMUM PARA CONSTITUIÇÃO DE RELAÇÃO JURÍDICA DE EMPREGO PÚBLICO POR TEMPO INDETERMINADO, TENDO EM VISTA O PREENCHIMENTO DE UM POSTO DE TRABALHO NA CARREIRA/CATEGORIA DE ASSISTENTE

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL PALMAS DE MONTE ALTO MOTORISTA D SAMU (CÓDIGO 101)

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL PALMAS DE MONTE ALTO MOTORISTA D SAMU (CÓDIGO 101) Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 06. TEXTO: A chamada Era do Petróleo ainda não acabou. Ao menos do ponto de vista de sua preponderância na matriz energética mundial.

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL PALMAS DE MONTE ALTO MOTORISTA D E E ADM (CÓDIGO 102)

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL PALMAS DE MONTE ALTO MOTORISTA D E E ADM (CÓDIGO 102) Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 06. TEXTO: A chamada Era do Petróleo ainda não acabou. Ao menos do ponto de vista de sua preponderância na matriz energética mundial.

Leia mais

Minirrotatória. Um projeto simples e eficiente para redução de acidentes

Minirrotatória. Um projeto simples e eficiente para redução de acidentes Minirrotatória Um projeto simples e eficiente para redução de acidentes Introdução A minirrotatória é um dispositivo de segurança utilizado em cruzamento não muito movimentado, para organizar a circulação

Leia mais

TRANSITO CUIDADO. Eliana Cristofolo MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO.

TRANSITO CUIDADO. Eliana Cristofolo MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO. CUIDADO NO TRANSITO MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO. AS CRIANÇAS DEVEM RESPEITAR PARA OS LADOS DEVEM OLHAR. SE NÃO VIER NENHUM AUTOMÓVEL

Leia mais

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos;

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos; CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 10 - O presente regulamento dispõe sobre o serviço de transporte de carga, na modalidade denominada motoentrega, consiste no serviço de entrega e coleta de

Leia mais

João Fortini Albano Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs

João Fortini Albano Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs Bicicletas e ciclovias João Fortini Albano Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs O veículo Um prisma com: Largura: 1,0m Comprimento: 1,75m Altura: 2,25m Vantagens para saúde Ciclismo é um dos esportes aeróbicos

Leia mais

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano de Aula Teórica da disciplina de Legislação de Trânsito 14, neste material. 115 Para

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. QUESTÃO 06

LÍNGUA PORTUGUESA. Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. QUESTÃO 06 UFG/CS CMTC - 2010 LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. País cumpre só 1/3 das metas para a educação Relatório feito sob encomenda para o Ministério da Educação

Leia mais

Segurança do trânsito 9. Velocidade e distância de parada Fevereiro 2010

Segurança do trânsito 9. Velocidade e distância de parada Fevereiro 2010 9. Velocidade e distância de parada Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Ilustração do Manual de Direção Defensiva do DENATRAN A velocidade é um dos maiores fatores de risco

Leia mais

Concurso Público. 006. Prova Objetiva. motorista

Concurso Público. 006. Prova Objetiva. motorista Concurso Público 006. Prova Objetiva motorista Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 50 questões objetivas. Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno

Leia mais

30/05/2015 sábado. Chegada proximo ao portal 15. às 06h00 solo. Solo, Trio, Sexteto, Octetos CIA DE EVENTOS

30/05/2015 sábado. Chegada proximo ao portal 15. às 06h00 solo. Solo, Trio, Sexteto, Octetos CIA DE EVENTOS REGULAMENTO Alterado dia 20/02/2015 PROGRAMAÇÃO: Data: Local: Percurso: Largada/ Chegada: 30/05/2015 sábado Largada Bertioga / Chegada Maresias aproximadamente 75 km de corrida Largada ao lado do Forte

Leia mais

Aulas 8 e 9. Aulas 10 e 11. Colégio Jesus Adolescente. a n g l o

Aulas 8 e 9. Aulas 10 e 11. Colégio Jesus Adolescente. a n g l o Colégio Jesus Adolescente a n g l o Ensino Médio 1º Bimestre Disciplina Física Setor A Turma 1º ANO Professor Gnomo Lista de Exercício Bimestral SISTEMA DE ENSINO Aulas 8 e 9 1) Um autorama descreve uma

Leia mais

Vícios e Manias ao Volante

Vícios e Manias ao Volante Vícios e Manias ao Volante EMBREAGEM Muitos brasileiros deixam o pé apoiado sobre o pedal da embreagem quando dirigem. É um dos vícios mais comuns e difícil de ser superado. As alavancas desse sistema

Leia mais

UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL

UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL ISSN 2177-9139 UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL Daniellen Thaianne de Oliveira Severo - daniii_severo@hotmail.com

Leia mais

DIRETORIA DE ENGENHARIA. ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos.

DIRETORIA DE ENGENHARIA. ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos. fls. 1/5 ÓRGÃO: DIRETORIA DE ENGENHARIA MANUAL: ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos. PALAVRAS-CHAVE: Faixa de Domínio, oleodutos. APROVAÇÃO EM: Portaria SUP/DER-

Leia mais

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE A GERAÇÃO DO CONHECIMENTO AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VIII Transformando conhecimentos em valores www.geracaococ.com.br Unidade Portugal Série: 5 o ano (4 a série) Período: TARDE Data: 9/9/2010 PORTUGUÊS

Leia mais

REGULAMENTO DA PROVA

REGULAMENTO DA PROVA II PETRÓPOLIS NIGHT RUN Etapa Quitandinha Maio 2015 1. O evento "PETRÓPOLIS NIGHT RUN Etapa Quitandinha, prova pedestre, com participação de ambos os sexos, será realizada no dia 16 de maio de 2015, com

Leia mais

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem.

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar. Ceder a passagem apenas ao meu veículo. Ceder a passagem apenas ao veículo

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO Um dos equipamentos obrigatórios a ser vistoriado na inspeção de segurança veicular é o(a): 1 rádio toca-fitas. 2 farol de milha. 3 pneu para chuva. 4 buzina. Entre vários aspectos a serem observados,

Leia mais

MULTA MULTA VALOR EM R$

MULTA MULTA VALOR EM R$ - Aplicadas pela autoridade de trânsito (posteriormente): I - advertência por escrito; II - multa; III - suspensão do direito de dirigir; IV - apreensão do veículo; V - cassação da Carteira Nacional de

Leia mais

Art. 173 Disputar corrida Gravíssima (10X) 7 Pontos R$ 1.915,40 (em dobro, caso de reincidência R$ 3.830,80)

Art. 173 Disputar corrida Gravíssima (10X) 7 Pontos R$ 1.915,40 (em dobro, caso de reincidência R$ 3.830,80) Art. 173 Disputar corrida por espírito de emulação Gravíssima (3X) R$ 574,61 Art. 173 Disputar corrida Art. 174. Promover, na via, competição esportiva, eventos organizados, exibição e demonstração de

Leia mais

TAREFA DA SEMANA DE 17 A 21 DE MARÇO

TAREFA DA SEMANA DE 17 A 21 DE MARÇO Transformação de km/h em m/s TAREFA DA SEMANA DE 17 A 21 DE MARÇO FÍSICA 1ª SÉRIE No S.I., a velocidade escalar é medida em metros por segundo (m/s). Na prática a unidade de medida é km/h. Como em muitos

Leia mais

OBI2012 Caderno de Tarefas

OBI2012 Caderno de Tarefas OBI2012 Caderno de Tarefas Modalidade Iniciação Nível 1, Fase 1 1 de abril de 2012 A PROVA TEM DURAÇÃO DE 2 HORAS Promoção: Patrocínio: v1.0 Olimpíada Brasileira de Informática OBI2012 1 Instruções LEIA

Leia mais

PROVA SIMULADA (Pré-exame) Nº 18

PROVA SIMULADA (Pré-exame) Nº 18 PROV SIMUL (Pré-exame) Nº 18 Nome do aluno... Pontuação... provado Reprovado... LEGISLÇÃO E TRÂNSITO 1) o condutor de veículos destinado a condução de escolares, exige-se: a) Idade superior a 18 anos.

Leia mais

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04 Pesquisa de Opinião Pública sobre as Campanhas Educativas para o Trânsito & da I m a g e m I n s t i t u c i o n a l da CET- RIO Relatório de Pesquisa 2008 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 03 PRINCIPAIS RESULTADOS

Leia mais

Será disputada no sistema maratona (XCM), percurso aproximado de 45km. O alinhamento dentro de cada bateria será aleatório.

Será disputada no sistema maratona (XCM), percurso aproximado de 45km. O alinhamento dentro de cada bateria será aleatório. REGULAMENTO DO PARADISE TRIP TRAIL. 1. A prova. Será disputada no sistema maratona (XCM), percurso aproximado de 45km. O alinhamento dentro de cada bateria será aleatório. 2. Roteiro. O roteiro de prova

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br As hipóteses de suspensão e cassação do direito de dirigir e o Processo Adminitrativo Ravênia Márcia de Oliveira Leite** A atribuição para a suspensão ou cassação do direito de dirigir

Leia mais

MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS

MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS CONHECIMENTOS GERAIS de 01 a 20 Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 15. TEXTO: MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS 5 10 15 20 25 30 Pesquisa

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. São Paulo, setembro de 2.007

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. São Paulo, setembro de 2.007 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO São Paulo, setembro de 2.007 2 CODIGO DE TRANSITO BRASILEIRO -PEDESTRES- INDICE 2 CAPITULO I (Artigos 1 a 4) sem citação de

Leia mais

VENAS CORRETORA DE SEGUROS LTDA Segunda Avenida Qda. 1-B Lt. 39 3º Andar Cidade Empresarial CEP 74934-605 Aparecida de Goiânia Goiás Fone: (62)

VENAS CORRETORA DE SEGUROS LTDA Segunda Avenida Qda. 1-B Lt. 39 3º Andar Cidade Empresarial CEP 74934-605 Aparecida de Goiânia Goiás Fone: (62) INTRODUÇÃO Educando com valores O trânsito é feito pelas pessoas. E, como nas outras atividades humanas, quatro princípios são importantes para o relacionamento e a convivência social no trânsito. 1. O

Leia mais

Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1

Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1 Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1 Infracções ÁLCOOL / ESTUPEFACIENTES Condução com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 0,5 g/l e inferior a 0,8 g/l.

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred)

COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred) COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred) 1) (UFRJ) Um maratonista percorre a distância de 42 km em duas

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 -

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Mecânico

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CONCURSO PÚBLICO PARA SAMU CENTRO-SUL Edital nº 11/2010, de 22/07/2010 ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CARGO: CONDUTOR-SOCORRISTA Atuar na Central Radioperador e controlador de frota e nas Unidades Móveis

Leia mais

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Em um cenário competitivo, o sucesso não é determinado apenas pela oferta

Leia mais

PMEE Planejamento Médico para Eventos Especiais

PMEE Planejamento Médico para Eventos Especiais PMEE Planejamento Médico para Eventos Especiais 1. Objetivo Estabelecer critérios mínimos para os serviços de emergência médica préhospitalar no atendimento ao público presente em eventos especiais. 2.

Leia mais

Assinalar como V (Verdadeiro), F (Falso) ou NSA (Não Se Aplica)

Assinalar como V (Verdadeiro), F (Falso) ou NSA (Não Se Aplica) E-EQI-01 Anexo 1 Checklist de Acessibilidade, baseado em Aragão (2004) PCD: pessoas com deficiência Assinalar como V (Verdadeiro), F (Falso) ou NSA (Não Se Aplica) 1. Vias de Acesso As vias de acesso no

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULINHO/2016 CURSOS DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO TÉCNICO

EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULINHO/2016 CURSOS DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO TÉCNICO EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULINHO/2016 CURSOS DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO TÉCNICO Define e regulamenta o Processo Seletivo, para provimento de vagas oferecidas para os cursos de Ensino Médio Integrado

Leia mais

Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão

Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FÍSICA E MATEMÁTICA Departamento de Física Disciplina: Física Básica II Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão Perguntas 1. A Figura 1 é uma gráfico

Leia mais

MULTA VALOR EM UFIR MULTA

MULTA VALOR EM UFIR MULTA MULTA -Imposta e arrecadada pelo órgão com circunscrição sobre a via onde haja ocorrido a infração. -O valor decorre da natureza da infração, assim como a respectiva pontuação. NATUREZA DA INFRAÇÃO MULTA

Leia mais

Vamos começar pelas recomendações mais gerais e obrigatórias.

Vamos começar pelas recomendações mais gerais e obrigatórias. Normas gerais de circulação ABETRAN Detalhadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) em mais de 40 artigos, as Normas Gerais de Circulação e Conduta merecem atenção especial de todos os usuários da

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República Polo em Petrolina/Juazeiro

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República Polo em Petrolina/Juazeiro Ref.: Inquérito Civil Público n.º 1.26.001.000170/2013-45 PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO EGRÉGIA 1ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Trata-se de Representação formulada em desfavor

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DF SES DF GERÊNCIA DE APOIO AO SERVIÇO MÓVEL DE URGÊNCIA GASMU NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM URGÊNCIA - NEU

SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DF SES DF GERÊNCIA DE APOIO AO SERVIÇO MÓVEL DE URGÊNCIA GASMU NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM URGÊNCIA - NEU SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DF SES DF GERÊNCIA DE APOIO AO SERVIÇO MÓVEL DE URGÊNCIA GASMU NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM URGÊNCIA - NEU Capacitação interna da Secretaria de Estado de Saúde do DF para Cadastro

Leia mais

LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE LEI:

LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE LEI: LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 Institui a Lei do Sistema Viário do Município de Cafeara, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE

Leia mais