MANUAL DE FRANQUIAS Página 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE FRANQUIAS Página 1"

Transcrição

1 MANUAL DE FRANQUIAS 1

2 Missão A Carmen Steffens nasceu com a missão de exaltar a beleza feminina, valorizar seu desejo pela exclusividade e evidenciar o conceito da Moda Feminina brasileira internacionalmente. Visão Consolidar-se a primeira grife genuinamente brasileira de consagração mundial. Valores Ser parceira de seus colaboradores internos e externos com ações transparentes e éticas produzindo produtos de boa qualidade e valor agregado, com tecnologia de ponto, design, conforto, e visando a responsabilidade social, com respeito ás pessoas e ao meio ambiente em todas as suas atividades. 2

3 Índice Manual do Operador Apresentação 05 História e Fundação 06 Normas e Procedimentos 10 Orientações e Treinamentos 12 Normas e Condutas dos Consultores de Varejo 13 Manutenção Diária da Loja 15 Políticas e Normas da Empresa 15 Ética 16 Uso do Telefone 16 Horário dos Colaboradores 16 Pertences Pessoais 17 Procedimentos de abertura e fechamento de Loja 18 Procedimentos de Liquidação 18 Remunerações (Comissões) 18 Formas de Pagamento 20 Recebimento de Produtos 21 Reservas 21 Controle de Estoque 22 Analise de Metas 23 Resumo de Desempenho Diário 24 3

4 Taxa de Conversão 25 Conserto 23 4

5 APRESENTAÇÃO A Carmen Steffens, visando consolidar cada vez mais a imagem de uma marca que busca expansão, desenvolveu este manual com o objetivo de fazer uma completa formatação e padronização da empresa, visando esclarecer eventuais duvidas que possam surgir no dia a dia, indicando a maneira mais correta de agir, estamos fornecendo este manual que será um instrumento útil e de forma eficaz para adequação ao sistema de franquias, além de servir como fonte de consulta e treinamento para todos os novos integrantes da rede. Esperamos compartilhar inúmeras vitórias que virão ao longo da jornada que se inicia, e lembramos que estaremos sempre a disposição do franqueado para dar todo apoio necessário caso haja dificuldades. Portanto contamos com sua total dedicação e entusiasmo e agradecemos desde já sua colaboração. Equipe Carmen Steffens 5

6 HISTÓRIA E FUNDAÇÃO 6

7 MARIO SPANIOL - O FUNDADOR Nascido no interior do Rio Grande do Sul, Mario Spaniol, logo cedo (1970), foi morar em Novo Hamburgo-RS, cidade onde se concentra toda atividade de couros e calçados. Lá trabalhou e estudou desde os quinze anos de idade, Foi ai que iniciou sua experiência em uma empresa de bolsas e malas, na área de administração de empresas e conhecimentos deste mercado. No ano de 1975, já com experiência em gestão de empresas, pois trabalhou em todas as áreas importantes da empresa (RH, finanças, vendas, expedição de exportação), resolveu junto com seu irmão montar uma empresa de comércio e representações de produtos para couros (SPANIOL MAQS E ARTIGOS PARA CURTUMES LTDA). Com esta empresa já bem sucedida nos estados do RS e SC foi que em 1980, expandiu os negócios, escolheu a cidade de Franca, o que determinaria o inicio da conquista dos mercados de SP, MG, PR, GO e MS, com os mesmos produtos que fabricavam, (produtos químicos, máquinas e artigos em geral para a industria do couro). Porém como todo grande empresário tinha novas ambições, e foi assim que em 1983, concretizava um sonho maior e fundou uma acabadora de couros inovadora tecnologia de ponta, investindo em funcionários e equipamentos de ultima geração. Nascia então a COUROQUIMICA, uma empresa que em 3 anos conquistou a liderança de mercado em Franca, e que até hoje lidera, devido ao seu arrojado e competitivo espírito inovador, somado á sua equipe e aos altos investimentos em pesquisa, desenvolvimento e equipamentos importados. Entretanto em 1993 surge uma nova idéia, que logo ganha força e se concretiza; produzir calçados e acessórios femininos na capital do calçado masculino do Brasil, FRANCA. Grande desafio! E assim surgiu a CARMEN STEFFENS, que leva o nome de sua mãe grafado em cada um dos modelos de pares de sapato e de bolsas, desenvolvidos a cada coleção. Em setembro de 2010 a grife fincou seus pés na Rude de Grenelle, em Paris, um dos endereços mais glamourosos e antenados do mundo, reafirmando a vocação em atender um 7

8 público fashionista e exigente. O processo de internaciolização já bem sucedidos pontos na França, Portugal, Espanha, Austrália, EUA, Canadá, Uruguai, Argentina, África do Sul, Angola, Bolívia, Paraguai, Líbano, e Moçambique. O objetivo é disseminar o estilo genuinamente brasileiro para mulheres que gostem de moda em qualquer lugar do planeta. O trunfo de realizar todas as etapas de produção dentro da própria fabrica amplia o leque de possibilidades estilísticas e restringe os segredos de know-how aos artesãos e profissionais que ali trabalham ao contrario do sistema de terceirização, mais utilizado pelo mercado. Identidade, alta tecnologia e finalizações artesanais que seguem o modelo italiano de produção, colocaram a grife no ranking das mais bem sucedidas do Brasil. O expoente deste sistema é um produto mais exclusivo, voltado para as classes A e B. E embora considere as tendências internacionais da moda, leva uma assinatura carregada de DNA, assinado por Monalisa Spaniol, e sua equipe de estilo, desde A mulher Carmen Steffens gosta de se destacar na multidão, busca produtos exclusivos aliados a conforto e qualidade. Para isso são realizados varios testes até que sejam encontrados os modelos ideais a serem comercializados. E se o publico feminino é cativo a marca tem já dois novos focos de expansão. São eles a CS Teen, voltado para as filhas que se espelham nas mães e a Raphael Steffens, para o publico masculino. Tendo o couro como principal matéria prima, são desenvolvidas sofisticadas técnicas de lavagem, secagem e texturização. Com maquinário de ponta, a pele bovina ganha texturas exóticas que nada deixam a desejar em relação as originais: pyton, naja, croco e avestruz. O tingimento pode vir em cores criadas dentro da própria fabrica ou ser feito através de transfers em efeitos metalizados e até holográficos. Todo este poder de alcance em tecnologia é destinado ás demandas da CS, que hoje detém 35% da produção do curtume. O restante é fornecido para marcas de porte internacional, como Mizuno, Hugo Boss, Cole Haan e Timberland. Preocupada com os impactos ambientais, a empresa desenvolveu uma estação de tratamento de água, onde 60% do utilizado é reaproveitado. Com um crescimento de 100% nos últimos três anos a Carmen Steffens produz hoje pares de sapato e mil bolsas por dia seguindo a filosofia Toyota de produção. Com ela, a empresa visa aproveitar ao máximo as qualidades individuais de cada empregado, renovando suas atividades e capacitando-os para novos desafios, como também destaca o 8

9 melhor aproveitamento do material, organizando espaços e modos de operação. A excelência é a palavra-chave dentro do universo CS. E na busca por ela está uma empresa atenta ao bem-estar dos funcionários e da sociedade, visando a estabilidade e a qualidade de vida para seus trabalhadores. Um exemplo disto é a sexta feira a tarde livre. Desde agosto de 2008, os funcionários puderam optar por trabalhar uma hora a mais todos os dias e serem liberados na sexta feira a partir do meio dia. A medida reduziu as faltas em 5,6% para 1,3%. Outro ponto é a capacitação dos profissionais, visando um plano de carreira. Sempre daremos a preferência para quem está entre nós, desde que a pessoa manifeste interesse em crescer, revela o diretor. A grife explora também o conceito para destacar as relações entre franqueados e sede, como entre os funcionários e chefes. Assim é também a sua comunicação. Atuante no mercado de luxo é meticulosa ao trabalhar a própria imagem. A cada seis meses são promovidos catálogos e anúncios glamourosos, que são veiculados nas principais revistas de moda do País, sempre apostando no trio de qualidade, estilo e conforto, como carro-chefe. 9

10 NORMAS E PROCEDIMENTOS 10

11 INTRODUÇÃO Este capítulo foi desenvolvido com intenção de expressar, esclarecer e definir as Normas e Procedimentos da Franquia Carmen Steffens. A baixo estão listados alguns contatos importantes: Diretoria: Marketing: Comercial: Planejamento: Relacionamento: Financeiro: Franquias: Faturamento: Consertos: Transporte: Estilo: Informática: Projetos: Compras: Supervisão: Representação: RH: Treinamentos: nome do nome do 11

12 Orientações e Treinamentos A Carmen Steffens Franquias oferece sob supervisão pró-ativa constante, capacitação, orientação e treinamentos abordando diversas funções desempenhadas no dia-a-dia da loja, grande diferencial da franquia. Treinamentos desenvolvidos exclusivamente para nossa rede, aborda toda linha de produtos além do padrão de atendimento de atendimento único e diferenciado que nossos clientes exigem. Por isso os resultados são atingidos de maneira mais objetiva. O setor de treinamento desenvolve dinâmicas, material teórico, prático e orientações a cada lançamento de coleção, onde preparamos semestralmente nossas consultoras, tratando sempre de tendências, que serão aplicadas de maneira leve e de fácil entendimento. Toda essa bagagem de informações, é desenvolvida dentro da fábrica através dos procedimentos de produção dos calçados e acessórios o que torna o treinamento Carmen Steffens absolutamente especifico aos produtos que fabrica. Com o treinamento direcionado, a equipe de vendas das lojas e o próprio franqueado adquirem condições de atender os clientes da grife com excelência. Visando o nosso franqueado como operador do negócio treinamos toda parte operacional desde a utilização do nosso sistema de informática até a operação de todas as rotinas de loja, como controle e reposição de estoque, compras, vitrines, padronização visual e gestão de equipe. A Carmen Steffens disponibiliza este treinamento sem custos, visando melhoria da rede, satisfação dos franqueados e fidelização dos consumidores. 12

13 Normas e Condutas dos consultores do Varejo Manter problemas pessoais fora da loja; Limpeza da Loja; Registrar socialmente todos os clientes no gestor da Franquia; Fazer telemarketing ativo e constante, (sugerimos 15/dia por consultora) ; Contornar e resolver reclamações dos clientes; Preencher corretamente o registro social e boleto de vendas; Procurar atingir a meta; Vender adicionais; Estar sempre se ocupando com algo quando o cliente entrar na loja. Não ficar de braços cruzados dentro da loja. Não formar grupinhos de bate papo. Não ficar atrás do caixa. Auxiliar sempre o consultor (a) que estiver atendendo. Saber todas as regras da loja. Saber sua meta. Conhecer a filosofia da empresa. Trazer idéias de incentivo e planos de ação. Conhecer o produto. Cuidados com excessos de maquiagens e perfumes. Mãos e pés sempre limpos usando esmalte claro. Cabelos arrumados. Usar calçados da coleção atual. Utilizar e manter uniforme sempre limpo. Fazer todos os relatórios e avaliações. Participar dos Treinamentos Regionais. Funções da Gerente Treinar a equipe de vendas constantemente. Delegar funções e cuidar para façam corretamente suas tarefas operacionais Acompanhar diariamente as consultoras na área de vendas. 13

14 Cobrar para que todas consultoras estejam devidamente uniformizadas. Fazer sessão de orientação toda segunda feira com as consultoras. Realizar reuniões quinzenais. Preencher os relatórios no site. Acompanhar o preenchimento do resumo de desempenho e taxa de conversão. Administrar conflitos sobre sistema de vez. Controlar o orçamento da loja. Funções da Consultora Responsável Vender. Cuidar para que todo atendimento seja registrado na taxa de conversão. Em seu período deve fazer com que o sistema da vez seja cumprido dentro de suas normas. Em seu período verificar horário de chegada das consultoras e se as mesmas estão nos padrões CS. Acompanhar as vendas de outra consultora quando necessário. Ser responsável pelo recebimento e envio dos malotes. Avaliar consertos enviados e recebidos e informar clientes. Informar a gerente todos os acontecimentos da loja em seu período. Recebimento de mercadorias, seguindo padrões de recebimento. Manter a organização do estoque em seu período. Fazer e verificar telemarketing das consultoras em seu período. Multiplicar conhecimentos adquiridos nos treinamentos para toda equipe. Troca de vitrine toda quinta feira, e/ou quando se fizer necessário, e enviar fotos para o departamento de treinamento e para o supervisor responsável, para analise. 14

15 Manutenção Diária da Loja Todas as luzes funcionando. Interruptores das luzes limpos. Espelhos e vidros limpos. Chão, carpetes e tapetes limpos. Expositores sem poeira. Produtos escovados todos os dias. Áreas de responsabilidades mantidas por rodízio entre os funcionários. Spot direcionado corretamente. Produtos de papel em estoque. Produtos de limpeza em estoque. Limpar vitrines externa e internas todos os dias. Lixo retirado diariamente. Limpar estoque diariamente. Limpar balcão todos os dias e/ou se necessário no decorrer do mesmo. Escadas livres. Corredores do estoque livres para o transito. Políticas e Normas da Empresa Este capitulo deixa claro, as normas disciplinares adotadas por esta empresa. Havendo dúvidas esclareça com seu supervisor. Lembre-se, na duvida, não faça! Pergunte ao seuesupr visor. Ética 15

16 A ética é fundamental, tanto em nossa vida pessoal, como profissional. Devemos ter coerência em nossos atos e atitudes, principalmente em nosso local de trabalho. Assuntos internos deverão ser sigilosos, não devendo ser tratados ou comentados fora do ambiente de trabalho. Materiais operacionais como manuais, apostila, books de produtos ou qualquer outro material de propriedade desta empresa, não poderão ser retirados da loja, sem o consentimento da gerente ou de um responsável, os quais se responsabilizarão pelos mesmos. O não cumprimento dessas normas poderá acarretar em medidas punitivas que vão desde advertências verbais a advertências por escrito. Uso do Telefone A utilização do telefone está restrito ao uso comercial, sendo somente permitido o uso pessoal em casos de urgências e com a autorização da gerente. A violação desta norma poderá ocasionar penalidades, que vão desde advertências verbais como por escrito. Caso ocorra abuso do uso do telefone para chamadas pessoais, estas ligações serão cobradas em forma de vale. É dever dos funcionários anotar todas as ligações feitas para celular e interurbanos. Horário dos colaboradores Gerentes Segunda á Sexta: 14:00hs ás 22:00hs com 1h de intervalo. Sábado: 13:00hs ás 22:00hs com 1h de intervalo. Domingo: Folga Total de Horas: 43 horas semanais Sobra de Horas: 1 hora semanal que deve ser utilizada para inventários, reuniões, troca de coleções etc. Consultores (as) e Consultores (as) Responsáveis Segunda á Sexta Manhã: 14:00hs ás 22:00hs com 1h de intervalo. 16

17 Intermediário: 13h30min ás 20:00hs com 30 min. de intervalo. Tarde: 15h30min ás 22:00 hs com 30 min. de intervalo. Sábado Manhã: 09h 30min ás 18h30min com 1h de intervalo. Tarde: 13:00hs ás 22:00hs com 1h de intervalo. Domingo: Horário do shopping com folgas de segunda a quarta- feiras. Total de Horas: 38 horas semanais Sobra de Horas: 6 horas semanais que deverá ser utilizada para inventários, reuniões, troca de coleções etc. Consultoras Externas Obrigações e direitos trabalhistas das consultoras internas. Segunda á Sexta-Feira: 08:00hs ás 18:00hs com 2 hs de intervalo. Sábado: 09:00hs ás 13:00hs. Total de Horas: 44hs semanais. OBS: As folgas só poderão ser tiradas entre segunda e quarta feiras. Pertences Pessoais Todo pertence pessoal deverá ser guardado em local especifico no estoque. Telefones celulares deverão permanecer desligados ou com os alertas sonoros desativados durante o período de trabalho. É proibido deixar pertences pessoais nas escadas. SEGURANÇA Processo de Abertura e Fechamento A loja deverá ser aberta até no máximo 9:30 da manhã para que seja feita sua limpeza, caso ocorra algum imprevisto com a responsável pela abertura, esta deverá localizar com antecedência algum dos responsáveis citados na introdução. É importante lembrar que o não cumprimento do horário de abertura da loja ocasionará 17

18 multa por parte do shopping, a qual a responsável pela abertura se responsabilizará. O fechamento da loja não poderá ser feito antes das 22:00, lembrando que está proibido realizarem a limpeza com a loja aberta. Havendo clientes dentro da loja as portas deverão permanecer abertas até que o ultimo cliente saia. Procedimentos Liquidação Será encaminhado pelo Departamento de Varejo, antes das liquidações, os procedimentos pertinentes aos respectivos momentos situacionais. Fiquem atentos aos comunicados. Remunerações Todo inicio de mês o supervisor passará a gerente as metas semanais e mensais da loja. A gerente ou consultor (a) responsável deve passar apenas a meta e super meta semanal. A remuneração dos consultores (as) será feita sobre o batimento de metas e super metas semanais, porém pagas no quinto dia útil de cada mês. Veja abaixo a remuneração dos consultores (as), consultores (as) responsáveis e gerentes. Gerentes 1% em caso de não batimento de metas. 1,5% em caso de batimento de meta. 2% em caso de batimento de super meta. + Salário que pode variar entre R$ 800,00 á R$ 1.500,00. 18

19 Consultores (as) 4% em caso de não batimento de metas. 4,5% em caso de batimento de meta. 5% em caso de batimento de super meta. OBS: A loja batendo a super meta os consultores (as) tem como premio e incentivo R$ 125,00 para lojas P e PP, no caso de lojas G e GG o valor deste será de R$ 175,00. Consultores Responsáveis Além da remuneração de um consultor (a) o consultor (a) responsável tem um adicional assim como descrito abaixo: 0,2% em caso de não batimento de metas. 0,3% em caso de batimento de meta. 0,5% em caso de batimento de super meta. Consultores (as) Externos Alem da remuneração normal de consultor tem-se a comissão abaixo especificada: Se vender até R$ ,00 - comissão 4% Se vender de R$ ,00 á R$ ,00 - comissão 8% Se vender de R$ ,00 á R$ ,00 - comissão 9% Se vender acima de R$ ,00 - comissão 10% Obs: Contratar consultor (a) com carro próprio com ajuda de custo de R$ 75,00 semanais 19

20 FORMAS DE PAGAMENTO À Vista Valor da etiqueta Dinheiro / Cheque / Cartão de débito ou direto no Crédito. Cheques Á vista - valor da etiqueta. Cheque único, valor Maximo de R$ 1.000,00 com prazo máximo de 45 dias. Cheque pré vezes com parcelas de no máximo R$ 800,00. Limitando a compra em R$ 2.000,00. Cartão 1 vez - á vista - Valor de etiqueta. 2 ou mais vezes - Valor de etiqueta. Promissórias Não trabalhamos com essa modalidade de pagamento. Obs: Essas são baseadas em práticas de mercadoidaserpela Carmen Steffens. 20

21 RECEBIMENTO DE PRODUTOS No ato de chegada de mercadorias, caso a gerente não esteja, a funcionária encarregada deverá fazer a conferencia das notas fiscais e dos volumes, verificando a quantidade e o estado físico das embalagens. Caso algum volume esteja violado, a quantidade de itens dentro da caixa deve ser conferida com o total de itens que consta na N.F, caso esteja certo é só assinar o conhecimento. Caso não esteja correto fazer um aditivo no corpo da N.F, mencionando o fato e receber a mercadoria normalmente. Após este procedimento avise imediatamente o departamento comercial da Carmen Steffens em Franca-SP. A conferencia dos produtos deverá ser feito pela gerente. Caso seja constatado alguma discrepância na quantidade, no modelo ou cor, a gerente deverá entrar em contato imediatamente com a matriz da Carmen Steffens no departamento comercial. É importante também documentar o ocorrido através de , para o departamento de varejo A gerente também deverá informar o supervisor e proprietário (a) da loja. Após a conferencia do produto novo, separar um par número 35 para colocar na vitrine. Em casos como materiais de decoração que são frágeis a gerente ou responsável deve efetuar a conferencia na hora. Se o produto ou material se encontrar danificado, não assine o conhecimento da N.F e entre em contato com a matriz. RESERVAS As reservas deverão cumprir as exigências internas, tais como: Toda reserva deverá ter o consentimento da gerente. Toda reserva deverá ser preenchido o tag de reserva em duas vias. Uma ficará junto ao produto e a outra ficará para o controle da gerente. Todo produto ficará no máximo 24 horas reservado. 21

22 CONTROLE DE ESTOQUE A contagem do estoque deverá ser feita mensalmente, todo primeiro dia do mês usando o sistema Gestor de Franquias. As sobras e faltas devem ser minimizadas através de uma conferencia antes do fechamento do inventário. O estoque deverá ser organizado por numeração e referência. 22

23 ÁNALISE DE METAS 23

24 ANALISE DE METAS - ORIENTAÇÃO Todo inicio de mês o supervisor passará a gerente as metas semanais e mensais da loja. A gerente ou consultor (a) responsável deve passar apenas a meta e super meta semanal. A remuneração dos consultores (as) será feita sobre batimento de metas e super metas semanais, porém pagas no quinto dia útil de cada mês. Para consultores (as) com menos de 3 (três) meses, trabalhamos com percentuais de batimento de meta e super meta. Veja abaixo: 1º mês de loja: 70% da meta deve ser cumprida. 2º mês de loja: 80% da meta deve ser cumprida. 3º mês de loja: 90% da meta deve ser cumprida. 4º mês de loja: 100% da meta deve ser cumprida. Cadastramento de metas no sistema Gestor de Franqui a - É de suma importância que todas as metas sejam lançadas no sistema, com intuito de gerar parâmetros para compras futuras, e ou reposição de estoque. Resumo de desempenho diário- disponível no site, pois atualizamos sempre que necessário. Este resumo apresenta as ferramentas fundamentais para analisar as metas X desempenho das lojas, (Além desta planilha os franqueados devem acompanhar estes desempenhos através do sistema Gestor de Franquia. Taxa de Conversão- Este item também é fundamental para analisar o aproveitamento de cada consultora com os clientes atendidos, ou 24

25 seja, temos uma meta para cumprir de conversão sendo a mesma 40% de todos os clientes atendidos. 25

26 CONSERTOS 26

27 Para atendimento de qualidade e rapidez no pós vendas, situações as quais pedem analise técnica através da fabrica no que tange a produtos que possivelmente possam apresentar problemas decorrentes de fabricação, deve-se respeitar os procedimentos que citaremos a seguir. 1. Recebimento dos produtos em frente de loja. a) A consultora/gerente/franqueado, deverão no ato do atendimento, buscar informações quanto à data de compra do produto apresentado. b) Para a loja receber o produto, a cliente deverá preencher a carta contrato para analise de produtoş esse documento ficará em poder da loja. 2. Envio á fabrica a) Antes de realizar o encaminhamento do produto á fabrica, obrigatoriamente deve-se tirar 2 (duas) fotos nítidas e de boa qualidade encaminhar para para identificarmos a solicitação e constatarmos se a mesma procede, ou se é decorrência de mal uso e má conservação / manutenção inadequados. Junto ás fotos deve vir as seguintes informações conforme a ordem abaixo: Data de compra, pelo cliente final Referencia Numeração Problema apresentado b) Através destas fotos, também será orientado quanto aos produtos que apresentam soluções simples e que poderão ser corrigidos na própria cidade na qual a loja encontra-se estabelecida. Isso reduzirá custos com envio de consertos indevidos e proporcionará rapidez no retorno á cliente. IMPORTANTE Os produtos somente serão encaminhados e recebidos na fábrica, mediante aprovação do setor de relacionamento após analise das fotos. c) Os produtos aprovados, deverão vir acompanhados de identificação da cliente, data da compra e detalhamento da necessidade apresentada, bem como a etiqueta de conserto afixada no produto, referencia, configuração e numeração, ficha de conserto impressa no gestor da franquia em 4 (quatro) vias, sendo: uma via para loja, uma 27

28 para o cliente, e duas para o departamento de relacionamento com clientes. IMPORTANTE Caso não seja aprovadoo envio do produto por questões de mau uso / conservação e manutenção inadequados, será encaminhado via o laudo com a analise realizada através das fotos. d) A fabrica e o departamento de relacionamento não se responsabilizarão por envio tardio de quaisquer produtos. Logo o encaminhamento dos produtos após autorização, deverá ser feito no primeiro malote. IMPORTANTE Lembrando que o código de defesa do consumidor - artigo XVIII determina que temos 30 dias para solucionar a necessidade de nossos clientes após a data do recebimento do produto na loja. 3. Produtos com problemas em série (Produção) a) Quando a fabrica detectar produtos com problemas em série, entrará em contato com as lojas que possuem em estoque os mesmos, para que nos sejam encaminhados de acordo com a necessidade. O mesmo deverá acontecer com produtos pertencentes a mesma grade e que já foram vendidos, neste caso deverão ligar para os clientes solicitando o encaminhamento a loja informando que o produto adquirido pode vir a apresentar problemas e que desejamos enviar o mesmo para avaliação técnica e devolução posterior após ajustes se necessário for. 4. Motivos de recusa de produtos para reparos Envio de somente um pé, no caso de calçados Produtos sem identificação Produto sem aprovação via s e fotos Envio de consertos que não estão lançados no gestor Vários produtos em somente um controle (Cada produto encaminhado deverá vir em um controlexclusivo.) 28

29 AJUSTES A SEREM REALIZADOS NA PROPRIA CIDADE POR SAPATARIA / SAPATEIRO CONVENIADOS Qualquer ajuste terá custo se acontecer descaracterização do produto e ou intervenção externa. Ex: Uso de superbonder para colagens; Palmilhas, Calcanheiras, e Encapação de Saltos e Anabelas - Cola indicada: AM/Amazonas - base solvente orgânico, o processo de colagem é a frio. Passa-se a uma fina camada na área necessária aguarde a secagem de 10 minutos e afixe as partes em definitivo. Cabedais - Cola Indicada: AM06/Amazonas - base solvente orgânico, o processo de colagem é a frio. Passa - se a uma fina camada na área necessária, aguarda a secagem de 10 minutos e afixe as partes em definitivo. Solados - Colas indicadas: Aquabase AM1130/Amazonas - base água e Aquabase AM114S/Amazonas - base água. O processo de colagem nesses casos necessita de exposição á temperaturas até 60 (estufa). Passase a uma fina camada na área necessária, aguarda a secagem de 10 minutos, após aquece á temperatura informada para ativar os princípios ativos do produto e afixe as partes em definitivo. Forros (Botas e calçados em geral) - cola indicada: AM248/Amazonas - base solvente orgânico. O processo de colagem é a frio. Passa-se a uma fina camada na área necessária aguarda a secagem de 10 minutos e afixe as partes em definitivo. Pedras e Cristais - Cola indicada - Gel Mapan para pedrarias - cola a base de silicone. Aplica-se o produto na quantidade ideal, sem excessos, afixe o Cristal/Pedra, na posição original, aguarda a secagem em ambiente ventilado por 30 minutos, após a colagem observar se as garras que seguram a pedra estão devidamente fechadas como as demais. Secagem definitiva de 72 horas. Uso do calçado sem taco (o que danifica a estrutura do salto): o tacão deverá ser trocado tão logo necessário, esse serviço deverá ser realizado na sapataria da cidade. 29

30 Lavagem em geral, seja para bolsas ou calçados: estes produtos não devem ser lavados, somente devem ser limpos com panos macios e secos. Saltos roídos por animais, entre outros: automaticamente serão realizados com custos conforme tabela vigente. CASOS QUE APRESENTAM DESGASTE NATURAL POR DECORRENCIA DE USO Salto avariado certamente por impacto durante o uso não decorrente de fabricação pode ser consertado sob aprovação da cliente após emissão de orçamento. 30

31 Bolsa manchada por contato com jeans, manchas provindas destas situações, não configuram defeito de fabricação, pois é sabido que jeans e tecidos em algodão tingidos absorvem tanto quanto liberam cor em contato com superfícies e outros materiais. Com apenas um mês de uso este modelo apresenta desgaste natural por decorrência de uso estas situações são retornadas com laudo técnico, após encaminhamento dos s com fotos. Solicitação improcedente. 31

32 Couro deste modelo está manchado por manutenção inadequada, realizada pela cliente, para este atendimento, emite-se laudo técnico por não haver condições em recuperar a cor original. Este modelo de sandália sofreu séria avaria por decorrência de uso. Esta característica não é provida de nenhum processo produtivo. 32

33 Couro manchado por substancia não identificada durante o uso. Esta característica não é provinda de nenhum processo produtivo. SITUAÇÕES NAS QUAIS SÃO DECORRENTES DE FABRICAÇÃO Sandália cravejada de cristais chegou à loja sem os mesmos. 33

34 Couro Migrou cor vermelha para o couro branco. Em situações nas quais ocorram tal como se apresenta nestes exemplos, orientamos que sejam imediatamente informado á fabrica, através de fotos e relatos via s para que seja avaliado a necessidade de coleta em sua loja. A emissão de notas fiscais também deve ser feita conforme orientação abaixo: Os produtos aprovados tanto para consertos de clientes, quanto para devolução, deverão vir acompanhados de nota fiscal de: Remessa para conserto CFOP5915 (para lojas que estiverem dentro do Estado de São Paulo) ou CFOP6915 (para lojas que estiverem fora do Estado de São Paulo) Quando for orientado CRÉDITO, ou autorizado DEVOLUÇÃO, a nota fiscal deve trazer no campo: Natureza da Operação - a descrição DEVOLUÇÃO, com CFOP5202 (para lojas que estiverem dentro do Estado de São Paulo) e 6202 (para lojas que estiverem fora do Estado de São Paulo). Ao encaminhar a Nota Fiscal, certifique-se da normalidade e do preenchimento correto da mesma, pois ao se detectar que este documento apresenta rasuras, ausência de informações, valores de custo errados e outros erros, a coleta não será autorizada até a regularização da mesma. Pois ao se receber as notas fiscais via fax ou , e detectando anormalidades nas mesmas, será retornado imediatamente uma solicitação 34

35 em forma de memorando, via identificando os erros e solicitando a devida correção. Estejam atentos ás estas solicitações de correções, pois, sem as mesmas realizadas a coleta não poderá ser feita. Nota preenchida errada, contendo rasuras e valores errados, é passível de multa pela legislação fiscal e tributir a. O não cumprimento dos procedimentos obrig atórios, fará com que a loja arque com quaisquer custos que houverena substituição e/ou manutenção dos produtos apresentados. 35

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS O presente regulamento interno prescreve normas e procedimentos que devem ser rigorosamente respeitadas pelos funcionários que aceitarem trabalhar para a empresa,

Leia mais

MARCA PRÓPRIA. Algumas empresas possuem sua própria marca, mas não produzem, apenas desenvolvem a mercadoria.

MARCA PRÓPRIA. Algumas empresas possuem sua própria marca, mas não produzem, apenas desenvolvem a mercadoria. MARCA PRÓPRIA Algumas empresas possuem sua própria marca, mas não produzem, apenas desenvolvem a mercadoria. Normalmente estas empresas iniciaram suas atividades com uma marca que se consolidou no mercado.

Leia mais

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo.

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo. TERMO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE PRODUTOS PELA INTERNET Magazine Luiza S/A, pessoa jurídica de direito privado, com sede na cidade de Franca/SP, Rua Voluntários da Franca, nº 1465, inscrita no CNPJ

Leia mais

Cód. Doc. TAB-RHU-003

Cód. Doc. TAB-RHU-003 1 de 27 ÁREA: SUPERINTENDÊNCIA CARGO: Diretor Superintendente Garantir o correto funcionamento dos sistemas de informação utilizados pela empresa; Aprovar projetos de melhorias nos equipamentos e sistemas

Leia mais

AGENDA DA GERENTE E GESTÃO DA EQUIPE DE LOJA

AGENDA DA GERENTE E GESTÃO DA EQUIPE DE LOJA AGENDA DA GERENTE E GESTÃO DA EQUIPE DE LOJA Entregar a informação atrasada, cometer pequenos erros todos os dias, não conseguir atingir as metas, ter de resolver assuntos urgentes a todo o momento, entre

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil.

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil. Compras de Final de Ano Veja as vantagens e como é prático comprar pela internet: Você não sai de casa para comprar; Recebe o produto no conforto do seu lar; Filas? Esqueça; Não precisa bater perna atrás

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

P R O P O S T A D E FRANQUIA

P R O P O S T A D E FRANQUIA P R O P O S T A D E FRANQUIA Conheça a Depil Out Com base na franca expansão do setor de prestação de serviços e acreditando nas perspectivas cada vez mais promissoras; após estudo minucioso de como seria

Leia mais

MANUAL PARA FORNECEDORES

MANUAL PARA FORNECEDORES Página 1 de 11 SUMÁRIO: 1 VISÃO...3 2 MISSÃO...3 3 PRINCÍPIOS...3 4 POLÍTICA DE GESTÃO INOVA...4 5 - MENSAGEM AO FORNECEDOR...4 6 - OBJETIVO DO MANUAL...5 7 - REQUISITOS BÁSICOS DO SGQ...5 8 - AVALIAÇÃO

Leia mais

Cadastros Gerais Treinamento 1

Cadastros Gerais Treinamento 1 Cadastros Gerais Treinamento 1 O sistema JBI Loja possibilita controle completo da sua empresa. Abaixo segue a primeira fase dos cadastros iniciais do sistema. CADASTROS FORNECEDORES A tela de cadastro

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 2 Aceite das disposições contratuais pelo consumidor... pág. 02 3 Cuidados antes de confirmar

Leia mais

Seminário GVcev Franquias: Modelo de Negócio para o Varejo. Expansão de Franquias, por Gabriel Spaniol

Seminário GVcev Franquias: Modelo de Negócio para o Varejo. Expansão de Franquias, por Gabriel Spaniol Seminário GVcev Franquias: Modelo de Negócio para o Varejo Expansão de Franquias, por Gabriel Spaniol Video Iniciar com video Carmen Steffens Worldwide Introdução 137 Franquias no Brasil e 17 internacionais

Leia mais

Apresentação ao Shopping

Apresentação ao Shopping Apresentação ao Shopping O GrupoM8 utiliza o formato Norte-americano na administração e comercialização de sua rede de franquias Você Sabia? Há trinta anos os Estados Unidos adotaram um modelo inovador

Leia mais

CARGOS E PERFIS PROFISSIONAIS DOS FUNCIONÁRIOS DE A&B 1. GERENTE GERAL

CARGOS E PERFIS PROFISSIONAIS DOS FUNCIONÁRIOS DE A&B 1. GERENTE GERAL CARGOS E PERFIS PROFISSIONAIS DOS FUNCIONÁRIOS DE A&B GERENTE GERAL Sexo: Masculino ou Feminino Idade: entre 25 e 40 anos Escolaridade: ensino superior completo (Administração, contabilidade ou hotelaria)

Leia mais

POLÍTICA COMERCIAL. COMO COMPRAR: 1. Cadastrando-se como Cliente 2. Obrigatoriedade para compra

POLÍTICA COMERCIAL. COMO COMPRAR: 1. Cadastrando-se como Cliente 2. Obrigatoriedade para compra 1 POLÍTICA COMERCIAL Para realizar um excelente atendimento e garantir uma ótima experiência de compra aos nossos clientes, nos preocupamos com todos os detalhes que envolvem a venda. E um quesito ao qual

Leia mais

INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO GRATUITAMENTE EM NOSSO SITE WWW.MDRH.COM.BR MAIS INFORMAÇÕES TELEFONE 49-3323 5804

INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO GRATUITAMENTE EM NOSSO SITE WWW.MDRH.COM.BR MAIS INFORMAÇÕES TELEFONE 49-3323 5804 Gerente Administrativo - Chapecó/SC Tipo de contrato: Indiferente Descrição: Atuará na área administrativa/ financeira na negociação com bancos, controle de contas, liberação de pagamentos,financiamentos.

Leia mais

Manual de Normas e Procedimentos Comercial.

Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Gerência Comercial. Referência: Versão: Revisado 1.1 Data: 21/07/2014 21de Julho de 2014 Sumário Definição da Área Comercial.... 3 Representação da área comercial....

Leia mais

ESTOQUE. Manual Estoque Atualizado em 29/06/2007 Pág. 1

ESTOQUE. Manual Estoque Atualizado em 29/06/2007 Pág. 1 MANUAL ESTOQUE Pág. 1 INTRODUÇÃO AO MÓDULO ESTOQUE Sua empresa seja de pequeno, médio, ou grande porte, precisa de um sistema que contemple as principais rotinas de controle de estoque. É para contornar

Leia mais

Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços.

Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços. Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços. Considere também a qualidade do produto e as reais necessidades da pessoa que será presenteada. Nem sempre aparelhos mais sofisticados

Leia mais

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES CADASTRO DE CLIENTES Recebimento de equipamentos somente com cadastro completo; O cadastro do e-mail é obrigatório; É de responsabilidade do cliente manter seus dados sempre

Leia mais

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME.

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. CARTA DE APRESENTAÇÃO Estamos encaminhando nosso portfólio na intenção de apresentar nossa empresa. Após estudo e análise do mercado no segmento de Segurança, Segurança

Leia mais

INTHEGRA TALENTOS HUMANOS

INTHEGRA TALENTOS HUMANOS INTHEGRA TALENTOS HUMANOS OPORTUNIDADES DE TRABALHO Acesse e Cadastre-se: www.inthegrath.com.br RUA GENERAL OSORIO, 97 FUNDINHO 34-3234-6400 Analista Contábil (ITH 3173): Cursando Superior em Ciências

Leia mais

Manual de Procedimentos Garantia e Suporte Técnico

Manual de Procedimentos Garantia e Suporte Técnico 1.1 - Itens Cobertos em Garantia... 1 1.2 - Exceções... 1 1.3 - Período de Garantia Legal... 1 1.4 - Procedimento para envio do item em Garantia para a Triade 1 1.5 - Emissão da Nota Fiscal de Garantia..

Leia mais

Considerações Gerais sobre Troca e Devolução para Internet e Televendas

Considerações Gerais sobre Troca e Devolução para Internet e Televendas Considerações Gerais sobre Troca e Devolução para Internet e Televendas Nosso compromisso é sua total satisfação nas compras realizadas em nosso site de internet. Caso você não tenha ficado satisfeito

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

Perguntas frequentes

Perguntas frequentes Perguntas frequentes 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra podem ser adquiridas a qualquer momento

Leia mais

Controle e uso de EPI s e Uniformes NIK 026

Controle e uso de EPI s e Uniformes NIK 026 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ESCOPO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 3.1. EPI S... 2 3.2 UNIFORMES... 2 3.3 FICHA DE CONTROLE DE EPI S E UNIFORMES... 2 3.4 GESTORES... 2 3.5 ASSOCIADOS... 2 4. RESPONSABILIDADES...

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 ÍNDICE Introdução...3 A Necessidade do Gerenciamento e Controle das Informações...3 Benefícios de um Sistema de Gestão da Albi Informática...4 A Ferramenta...5

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney BANCO RENDIMENTO S/A, com sede na Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.092, 19ºandar, São Paulo, Capital, inscrito no C.N.P.J. sob no. 68.900.810/0001-38,

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/5 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Normatizar os procedimentos de entrada e saída de materiais adquiridos pelo Município; 1.2) Garantir recebimento dos materiais no que se refere a quantidade, qualidade e prazo

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

NORMAS GERAIS DE FABRICAÇÃO DE FERTILIZANTES

NORMAS GERAIS DE FABRICAÇÃO DE FERTILIZANTES Pág.: 1/10 1. OBJETIVO Definir os procedimentos operacionais relativos às normas gerais de produção e envase de produtos formulados na TERRA NOSSA, desde a emissão da ordem de produção até a entrega do

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA 1 Conteúdo Introdução... 3 Objetivo... 3 Esclarecimentos... 3 O que é considerado garantia... 4 O que são considerados itens de manutenção... 4 O que são considerados materiais

Leia mais

COMO ADQUIRIR CARTÃO PARA EMPRESA

COMO ADQUIRIR CARTÃO PARA EMPRESA COMO ADQUIRIR CARTÃO PARA EMPRESA As empresas só podem comprar Vale Transporte através de cartões. A empresa que desejar obter cartões de Vale Transporte é preciso ter o cadastro de sua empresa junto à

Leia mais

Sobre as Franquias Honing Brasil A Honing Brasil é a marca de roupa masculina inspirada no Hóquei no Gelo canadense. A paixão dos canadenses por este esporte e a garra de seus praticantes inspiram a Honing,

Leia mais

Zurich: um parceiro de nível mundial

Zurich: um parceiro de nível mundial Zurich: um parceiro de nível mundial Países com escritório ZURICH Países que temos potencialidades Fundado em 1872 Presente em mais de 60 países Um dos líderes globais da indústria de seguros Entre os

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade Serviços Associados Manual de Procedimentos ATAP

Sistema de Gestão da Qualidade Serviços Associados Manual de Procedimentos ATAP Pág. 1 / 6 1 Objetivos do Programa Neste manual, estão descritos os procedimentos, a política e os pré-requisitos que regem o Programa para Assistência Técnica Autorizada Perto, singularmente denominada

Leia mais

ANEXO C MANUAL DE POLÍTICA DE FORNECIMENTO PARA ATENDIMENTO ÀS LOJAS DA REDE PRÓPRIA

ANEXO C MANUAL DE POLÍTICA DE FORNECIMENTO PARA ATENDIMENTO ÀS LOJAS DA REDE PRÓPRIA ANEXO C MANUAL DE POLÍTICA DE FORNECIMENTO PARA ATENDIMENTO ÀS LOJAS DA REDE PRÓPRIA Prezados Senhores, Face à constante processo de melhoria contínua nos procedimentos da Rede de Valor Le Postiche, elaboramos

Leia mais

MANUAL DO COLABORADOR

MANUAL DO COLABORADOR MANUAL DO COLABORADOR 2 SUMÁRIO 1. Apresentação ---------------------------------------------------------- 3 2. Histórico da empresa ----------------------------------------------- 4 3. Serviços prestados

Leia mais

1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO...

1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO... ÍNDICE 1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO... 3 4.1. Integral ato da entrega... 3 4.2. Integral pós-recebimento... 3 4.3. Parcial pós-recebimento...

Leia mais

SOLUÇÕES DE SOFTWARE MISTER CHEF

SOLUÇÕES DE SOFTWARE MISTER CHEF MISTER CHEF Histórico - A MISTERCHEF é uma empresa genuinamente brasileira com 16 anos de experiência e uma ampla especialização na criação e desenvolvimento de soluções para Automação Comercial do Varejo.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16. Instrução Normativa: 14.16/08-01. Revisão nº 0102. Data da Revisão: 22/10/2012. Resolução Sup.

INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16. Instrução Normativa: 14.16/08-01. Revisão nº 0102. Data da Revisão: 22/10/2012. Resolução Sup. INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16 Telemarketing Ativo Origem: Diretoria Superintendência Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Mato Grosso Instrução Normativa: 14.16/08-01 Revisão nº 0102

Leia mais

Saiba tudo sobre o Cartão Tricard

Saiba tudo sobre o Cartão Tricard Saiba tudo sobre o Cartão Tricard 03 Conhecendo o Cartão Tricard Vantagens para meu cliente, vantagens para minha loja Como funciona o Cartão Tricard Kit de boas vindas do Cartão Tricard 07 15 24 25 Faça

Leia mais

Perguntas Frequentes. Distribuidores

Perguntas Frequentes. Distribuidores Perguntas Frequentes Distribuidores O que é o site Compre Lista Escolar? É um site que possui um sistema desenvolvido, exclusivamente, para que distribuidores possam realizar vendas de livros escolares

Leia mais

Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes.

Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes. Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes. Neste guia você encontrará informações importantes para suas vendas e

Leia mais

VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE DE VENCEDORES! PROPOSTA DISTRIBUIDOR LA POZZI

VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE DE VENCEDORES! PROPOSTA DISTRIBUIDOR LA POZZI VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE DE VENCEDORES! PROPOSTA DISTRIBUIDOR LA POZZI INTRODUÇÃO A LaPozzi Professional Cosméticos fornece ao mercado de cosméticos capilar profissional, produtos inovadores,

Leia mais

Operações de Rotina. 4.13 Arrumação da Loja

Operações de Rotina. 4.13 Arrumação da Loja 4.13 Arrumação da Loja Operações de Rotina O bem-estar na loja depende de muitos fatores. Um dos mais importantes é a arrumação, pois propicia uma boa impressão, tanto aos clientes quanto aos colaboradores.

Leia mais

1/5 NORMA INTERNA Nº: DATA DA VIGÊNCIA: 26/2010 ASSUNTO: SISTEMA OPERACIONAL DO ALMOXARIFADO CENTRAL

1/5 NORMA INTERNA Nº: DATA DA VIGÊNCIA: 26/2010 ASSUNTO: SISTEMA OPERACIONAL DO ALMOXARIFADO CENTRAL 1/5 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Normatizar os procedimentos de entrada e saída de materiais adquiridos pelo Município; 1.2) Garantir recebimento dos materiais no que se refere a quantidade, qualidade e prazo

Leia mais

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS ON-LINE Alterada dia 13/01/2015-13h00 Venha fazer parte do sucesso de vendas de camisetas que mais cresce na Internet... Já são mais de 100 micro-franqueados e franqueados no Brasil!

Leia mais

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso I - FINALIDADE: Informatizar o processo de solicitação e emissão de cheques avulsos, além de proporcionar maior segurança e sigilo das informações. II - ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES...

Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES... REF: CE-M-001 REV: 2 de 9 Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES... 4 7. DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO... 4 POLÍTICAS...

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO A IFOUR Fundada em 2000, a ifour Sistemas conta com sedes em Viçosa e Muriaé. Atua no desenvolvimento de soluções completas para gestão empresarial (automação), envolvendo software e equipamentos para

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

Em qualquer lugar do país, e a qualquer hora do dia ou da noite, você estará sempre seguro.

Em qualquer lugar do país, e a qualquer hora do dia ou da noite, você estará sempre seguro. O SulAmérica Auto é o seguro completo que você precisa para seu veículo. Com ele, além das coberturas e garantias, você também tem descontos exclusivos em peças e serviços tanto para você quanto para o

Leia mais

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia Descrição do Sistema de Franquia Franquia é um sistema de distribuição de produtos, tecnologia e/ou serviços. Neste sistema uma empresa detentora de know-how de produção e/ou distribuição de certo produto

Leia mais

Fabrício Nogueira KPL

Fabrício Nogueira KPL Esta publicação, escrita por Fabrício Nogueira, sócio-diretor da KPL, tem como principal objetivo discutir o serviço de SAC em lojas virtuais. Ele funciona como um guia de boas práticas de atendimento

Leia mais

dynam PROPOSTA OFICIAL PARA PPC (Links Patrocinados) publicidadeonline AGÊNCIA SEARCH ENGINE MARKETING Marketing de Busca

dynam PROPOSTA OFICIAL PARA PPC (Links Patrocinados) publicidadeonline AGÊNCIA SEARCH ENGINE MARKETING Marketing de Busca PROPOSTA OFICIAL PARA PPC (Links Patrocinados) dynam publicidadeonline AGÊNCIA SEARCH ENGINE MARKETING Marketing de Busca Av. Carlos Gomes 141 Suite 411 - Porto Alegre. RS Tel. +55(11) 3522-5950 / (51)

Leia mais

REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR

REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR 1. OBJETO 1.1. O Programa Fidelidade FASCAR CLUB consiste em um Programa de relacionamento com clientes da FASCAR, denominação doravante de Indústria

Leia mais

SOBRE A NOSSA EMPRESA

SOBRE A NOSSA EMPRESA SOBRE A NOSSA EMPRESA A Resolve Serviços Empresariais Ltda., fundou-se em 1991, com o propósito de oferecer o serviço de mão de obra temporária fundamentada na Lei 6019/74, destacando-se pela ética, agilidade,

Leia mais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Cadastros Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Cadastro de Grupos de Usuário... 3 Cadastro de Usuários... 4 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Empresas...

Leia mais

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Módulo Cadastro SIGLA Digital Relação de Controles de Acesso Página 1 de 22 Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Agenda Telefônica Cadastro simplificado de telefones. Tem

Leia mais

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Atualizado em 15/05/14 Pág.: 1/6 Introdução O Cartão BNDES é um meio de pagamento baseado no conceito de cartão de crédito e que visa financiar

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861

MANUAL DO USUÁRIO. Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861 MANUAL DO USUÁRIO Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861 Rio de Janeiro INPI/CEDIN 2014 BIBLIOTECA DO INPI Vinculada ao Centro de Disseminação da Informação Tecnológica (CEDIN),

Leia mais

Questionário de entrevista com o Franqueador

Questionário de entrevista com o Franqueador Questionário de entrevista com o Franqueador O objetivo deste questionário é ajudar o empreendedor a elucidar questões sobre o Franqueador, seus planos de crescimento e as diretrizes para uma parceria

Leia mais

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS ON-LINE Plano Promo ADQUIRA JÁ O SEU! Até dia 01/05/2015 Alterada dia 26/02/2015-16h00 Venha fazer parte do sucesso de vendas de camisetas que mais cresce na Internet... Já são

Leia mais

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS Uma empresa sem vendas simplesmente não existe, e se você quer ter sucesso com uma loja você deve obrigatoriamente focar nas vendas. Pensando nisso começo este material com

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu

Leia mais

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS ON-LINE Alterada dia 26/02/2015-16h00 Venha fazer parte do sucesso de vendas de camisetas que mais cresce na Internet... Já são mais de 100 micro-franqueados e franqueados no Brasil!

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

FRANCHISING JAIR PASQUALI

FRANCHISING JAIR PASQUALI FRANCHISING JAIR PASQUALI jair.pasquali@marisolsa.com PARTICIPAÇÃO DOS SEGMENTOS DE VAREJO RECEITA TOTAL DO COMÉRCIO VAREJISTA E DE VEÍCULOS Produtos farmacêuticos 5,7% Tecidos e artigos do vestuário 7,5%

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL LINKS PATROCINADOS

PROPOSTA COMERCIAL LINKS PATROCINADOS PROPOSTA COMERCIAL LINKS PATROCINADOS O que você vai encontrar nesta proposta: Problemas comuns em empresas que usam Google Adwords A solução está mais perto do que imagina Por que a Dynamo é a empresa

Leia mais

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 O sistema T-Car-Win está sendo atualizado para a versão 1.15.5. Esta versão tem o objetivo de agregar as seguintes funcionalidades ao sistema: Possibilidade

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio.

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio. F R A N Q U I A Benefícios do Modelo Uma das marcas mais fortes e reconhecidas do país. A marca faz parte de um conglomerado que se consolida como um dos maiores do país (Alpargatas - Grupo Camargo Corrêa).

Leia mais

Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center

Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center O GrupoM8 utiliza o formato Norte-americano na administração e comercialização de sua

Leia mais

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car...

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car... ÍNDICE Operações com o Cartão Ticket Car... POS Ticket Car :... Funções... Mensagens... Terminal TEF: Ticket Car Novo... Funções... Mensagens... Transação de Venda Manual... Procedimento... Obter boleto...

Leia mais

Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução

Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução Procedimentos a serem seguidos pela diretoria, gerentes e funcionários. As informações serão passadas para os gerentes

Leia mais

Projeto Final do Semestre. Construxepa

Projeto Final do Semestre. Construxepa Universidade de Brasília FACE Departamento de Administração Disciplina: Administração de Recursos Materiais Professor: Guillermo José Asper Projeto Final do Semestre Construxepa Turma: 19 Grupo: H Integrantes:

Leia mais

1 DESCRITIVO TÉCNICO 1.1 INTRODUÇÃO. A Empresa

1 DESCRITIVO TÉCNICO 1.1 INTRODUÇÃO. A Empresa 1 DESCRITIVO TÉCNICO 1.1 INTRODUÇÃO A Empresa Inovação, superação, desenvolvimento, criatividade, inventividade e busca de soluções. Assim é a AF2G, uma empresa que ultrapassa os limites do convencional

Leia mais

Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA

Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA A MARCA A MAIS Q BÁSICA nasceu no verão de 2007, uma inspiração da designer Maria Alejandra Rizzo. Com um estilo muito próprio, suas

Leia mais

3.3 Análise Detalhada do Estado de Conservação do Veículo. 4.3 Interiores (estofado/couro, painéis, comandos, etc.)

3.3 Análise Detalhada do Estado de Conservação do Veículo. 4.3 Interiores (estofado/couro, painéis, comandos, etc.) Índice 1. Recompra Garantida 2. Agendamento da inspeção 3. Recompra do Veículo 3.1 Estado geral do veículo 3.2 Mecânica 3.3 Análise Detalhada do Estado de Conservação do Veículo 4. Danos permitidos/não

Leia mais

c) O Programa tem prazo para acúmulo de Pontos do Catálogo 03/2015 de Outubro de 2015, a 30 de Março de 2016.

c) O Programa tem prazo para acúmulo de Pontos do Catálogo 03/2015 de Outubro de 2015, a 30 de Março de 2016. Regulamento Clube do Desejo Miess 1. DISPOSIÇÕES GERAIS a) As presentes disposições regulam o programa de pontos * Clube do Desejo Miess * (Programa), por meio do qual são atribuídos (*Pontos *) os clientes

Leia mais

MIZUNO, TOPPER, RAINHA, HAVAIANAS, TIMBERLAND, DUPÉ E SETE LÉGUAS.

MIZUNO, TOPPER, RAINHA, HAVAIANAS, TIMBERLAND, DUPÉ E SETE LÉGUAS. SOBRE A ALPARGATAS Quem nunca usou um Bamba? Ou uma calça US Top, um tênis Rainha, uma sandália Havaianas, ou jogou com uma bola Topper? A Alpargatas e suas marcas estiveram e estarão sempre presentes

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

Manual de Instruções Bebedouro Stilo Eletrônico. Imagem meramente ilustrativa.

Manual de Instruções Bebedouro Stilo Eletrônico. Imagem meramente ilustrativa. Manual de Instruções Bebedouro Stilo Eletrônico Imagem meramente ilustrativa. Bebedouro Stilo LIBELL Eletrônico 1- MANUAL DE USUÁRIO Parabéns por ter escolhido a Libell Eletrodomésticos Ltda. para fazer

Leia mais

REGULAMENTO CARTÃO FIDELIDADE - POSTO CHAPARRAL

REGULAMENTO CARTÃO FIDELIDADE - POSTO CHAPARRAL REGULAMENTO CARTÃO FIDELIDADE - POSTO CHAPARRAL COMO PARTICIPAR Para participar basta preencher uma ficha de inscrição, disponível no POSTO CHAPARRAL ou fazendo seu cadastro via internet pelo site www.postochaparral.com.br.

Leia mais

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios...

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... Abra e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... anos Chegou a hora de crescer! Conte com a Todescredi e faça bons negócios. Há 5 anos, iniciavam as operações daquela que se tornou a única financeira

Leia mais

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos.

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos. MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO DISPOSIÇÕES INICIAIS O manual trás um resumo de algumas normas e rotinas que devem ser seguidas para o bom desempenho das tarefas necessárias para

Leia mais

RMA - DN Automação (Autorização para Retorno de Mercadoria)

RMA - DN Automação (Autorização para Retorno de Mercadoria) RMA - DN Automação (Autorização para Retorno de Mercadoria) Orientações gerais aos parceiros de negócios A DN Automação trabalha exclusivamente através de parceiros de negócios (revendedores e agentes),

Leia mais

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE C o n t r o l e E m p r e s a r i a l MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE s i s t e m a s SUMÁRIO INTRODUÇÃO CONCEITOS... 3 ENTRADA DIRETA DE PRODUTOS... 3 INCLUSÃO DE FORNECEDORES E CLIENTES...

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA 2013

CÓDIGO DE CONDUTA 2013 CÓDIGO DE CONDUTA 2013 CARTA DO PRESIDENTE A, traduzimos nossos valores e damos diretrizes à, de modo a garantir um relacionamento transparente e harmonioso com clientes, e e cotidianas de trabalho., aqui

Leia mais