A dermatologia brasileira perdeu seu mais notável professor. Foi

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A dermatologia brasileira perdeu seu mais notável professor. Foi"

Transcrição

1 Diretoria Presidente - Alice de Oliveira de Avelar Alchorne Vice-presidente - Omar Lupi Secretária-geral - Ryssia Florião Tesoureira - Claudia Pires Amaral Maia 1 a secretária - Célia Kalil 2 o secretário - Josemir Belo Jornal da SBD Esta é uma publicação da Sociedade Brasileira de Dermatologia, dirigida a seus associados e órgãos de imprensa. Publicação bimestral - Ano XII - n o 5 - setembro-outubro Coordenador médico - Paulo R. Cunha Conselho editorial - Alice Alchorne, Omar Lupi, Ryssia Florião, Claudia Pires Amaral Maia, Célia Kalil e Josemir Belo Jornalista responsável - Andréa Fantoni - Reg. MTB/RJ n JP Redação - Andréa Fantoni Editoração eletrônica - Nazareno N. de Souza Estagiária - Ana Luíza Reyes Contato publicitário - Priscila Rudge Simões A equipe editorial do Jornal da SBD e a Sociedade Brasileira de Dermatologia não garantem nem endossam os produtos ou serviços anunciados, sendo as propagandas de responsabilidade única e exclusiva dos anunciantes. As matérias e textos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. Correspondência para a redação do Jornal da SBD Av. Rio Branco, 39/18 o andar - Centro - Rio de Janeiro RJ CEP: Assinatura anual: R$ 100,00 Número avulso: R$ 20,00 Tiragem: exemplares Impressão: Sol Gráfica Sumário Sociedade Brasileira de Dermatologia Afiliada à Associação Médica Brasileira Editorial A dermatologia brasileira perdeu seu mais notável professor. Foi com muito lamento que recebemos, no dia 19 de outubro, a notícia da morte do prof. Sampaio, grande líder de nossa especialidade, um modelo de médico-educador e querido amigo de todos. Serviu como inspiração para gerações de dermatologistas, e seu passamento deixará um grande vazio no coração dos dermatologistas brasileiros, de seus familiares e de todos aqueles que tiveram a oportunidade de com ele conviver. Fato de tamanha relevância, foi noticiado nos mais importantes meios de comunicação do Brasil, tendo causado comoção e manifestações de pesar de dermatologistas de vários lugares do mundo. Sendo eu mais um dos tantos discípulos e admiradores do prof. Sampaio, expresso meu profundo pesar, mas também imensa gratidão pelos momentos de agradável convívio e inúmeros ensinamentos recebidos do admirável mestre. Leiam matéria na página 4. Nas páginas 10 e 11, a entrevista com o prof.torello Lotti, de Florença, mostra as peculiaridades da dermatologia na Itália, que tem 57 milhões de habitantes e cerca de seis mil dermatologistas. Das questões globais para as locais:a SBD doa equipamentos digitais para suas Regionais, melhorando a infra-estrutura e a qualidade de trabalho nessas unidades. A profa. Alice, presidente de nossa entidade, fala sobre a grandiosidade e os benefícios das campanhas sociais promovidas pela SBD. A reportagem com o dr.antonio Gerbase, brasileiro que trabalha em Genebra no Departamento de HIV/Aids da Organização Mundial de Saúde, mostra que o dermatologista tem papel-chave na prevenção e no tratamento das DSTs, enfatizando a importância de aprofundarmos nossos conhecimentos e nossa atuação nessa área. Não deixem de ler a reportagem Dermatologistas Brasil afora, sinalizando a atuação competente de nossos colegas em diferentes realidades e longínquas áreas brasileiras. O Congresso Brasileiro, realizado em Fortaleza sob a presidência do dr. Heitor Gonçalves foi um sucesso e contou com a participação de mais de três mil dermatologistas, entre os quais o ilustre prof. Sampaio, que proferiu uma brilhante aula de despedida. Nesse evento tomaram posse o novo presidente da SBD, prof. Omar Lupi, e a vice-presidente, profa.victoria Bogdana, que já fizeram a primeira reunião com seus assessores e se preparam para atuar a partir de primeiro de janeiro de Vale a pena ler com vagar Ecos do Congresso da Academia Européia, que ocorreu em setembro em Paris, contou com 12 mil participantes e foi o maior já realizado pela Academia. Os franceses colhem o fruto dos investimentos na formação de competentes dermatologistas, um deles o próprio presidente do evento, Prof. Pascal Joly, jovem altamente competente e um dos maiores conhecedores de doenças bolhosas do mundo. Nessa matéria você poderá ler as principais novidades apresentadas nas diversas áreas da dermatologia. Gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecer a menção do prof. David Azulay, no jornal Rio Dermatológico, que passou a publicar coluna também intitulada Linha do Tempo, como a que criamos no Jornal da SBD. Penso que outras regionais poderiam seguir o exemplo, se dedicando a preservar nossa história dermatológica, reconhecendo fatos e pessoas que trabalharam para o engrandecimento de nossa especialidade. Por fim, não deixem de ler o jornal de nossa sociedade, que está prestes a completar 100 anos de existência. Boa leitura. 02 Palavra da Presidente 03 Obras na sede da SBD 04 Professor Sebastião Almeida Prado Sampaio: um legado 09 Regionais da SBD ganham equipamentos digitais 10 Dermatologia na Itália 13 Pérolas do Journal of Investigative Dermatology 14 Entrevista: Antonio Gerbase 15 AMB 16 Dermatologistas Brasil afora 20 Vultos da Dermatologia 22 Ecos do congresso da EADV Paris SBD e SBCP: proposições sobre defesa profissional Painel 29 Fronteiras da Dermatologia 31 Cartas Linha do Tempo 32 Departamentos Serviços Credenciados 35 Regionais Paulo R. Cunha - Coordenador médico do Jornal da SBD Prof. Dr. Paulo R. Cunha Matéria de capa 63 o Congresso da SBD 18 Jornal da SBD Ano XII n. 5 1

2 Palavra da Presidente Alice de Oliveira de Avelar Alchorne Campanhas da SBD Estamos em novembro de A SBD organizou para este mês duas grandes campanhas de âmbito nacional dirigidas ao público leigo. A maior, já com muita tradição, é a Campanha Nacional de Prevenção do Câncer da Pele (CNPCP) e a Alice de Oliveira de Avelar Alchorne outra, pioneira como campanha nacional, é o Dia Nacional da Psoríase (DNP), comemorativa do Dia Mundial da Psoríase, 29 de outubro. A Diretoria organizou as campanhas e para a CNPCP indicou como coordenadores os drs. Lúcio Bakos, Marcos Maia e Selma Cernea; para a do DNP, os drs. Cláudia Maia, Denise Takahashi e Ricardo Romitti; além desses nomes, contamos também com os coordenadores locais. A CNPCP é uma das maiores campanhas, senão a maior, do mundo em número de atendimentos. Na edição de 2007, foram examinados no país indivíduos, em (10%) dos quais foi detectado algum tipo de câncer carcinoma basocelular em (7,3%); carcinoma espinocelular em 538 (1,7%); melanoma maligno em 201 (0,6%); outros tumores malignos em 209 (0,7%). Foram diagnosticadas também (15,1%) dermatoses pré-malignas. A CNPCP está cada vez mais organizada, graças sobretudo aos 10 anos de experiência. Agradecemos por este ano ela ter sido novamente coroada de êxito no número de atendimentos e em sua outra função, que é educativa para o diagnóstico precoce do câncer da pele. O Dia Nacional da Psoríase, pela primeira vez, atingiu o Brasil todo, com a participação dos Serviços Credenciados e Regionais. A finalidade dessa campanha é o esclarecimento sobre essa prevalente dermatose com diversificados tipos clínicos, e a Diretoria espera que ela realmente tenha alcançado seus objetivos. Agradecemos aos associados por participarem de ambas as campanhas, junto com os coordenadores locais de suas cidades. Calendário Eventos Nacionais 8 Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele - Sociedade Brasileira de Dermatologia Brasil 21 Fórum Nacional de Alergias Dermatológicas SBD - Recife - PE Brasil Eventos Regionais 1 III Jornada de Cirurgia Dermatológica - SBD Cuiabá - MT - Brasil Regional MT 6 Quinta Dermatológica - SBD Maceió - AL- Brasil Regional AL 14 Reunião Ordinária - Complexo Hospitalar Santa Casa - SBD Porto Alegre - RS - Brasil Regional RS 14 V Jornada de Terapêutica Dermatologica - SBD Niterói - RJ - Brasil Regional Flum a Reunião Ordinária Mensal - SBD - Niterói - RJ - Brasil Regional Flum. 21 e 22 III Jornada Catarinense de Dermatologia - SBD Florianópolis - SC - Brasil Regional SC 21 L Jornada Goiana de Dermatologia - SBD Goiânia - GO - Brasil Regional GO 25 Atualização em Laser - SBD Campo Grande - MS - Brasil Regional MS 26 Quarta Dermatológica - SBD Recife - PE - Brasil Regional PE 26 Reunião mensal de casos clínicos - SBD Maceió - AL - Brasil Regional AL 26 Reunião Científica - SBD São Luís - MA - Brasil Regional MA 26 Reunião Mensal - SBD Rio de Janeiro - RJ - Brasil Regional RJ 28 e 29 2 o Simpósio de Dermatologia Cosmiátrica e Regional RJ 4 o Curso de Atualização em Laser - SBD Rio de Janeiro - RJ - Brasil 28 e 29 Jornada de Diagnóstico e Terapêutica em Dermatologia - SBD Belo Horizonte - MG - Brasil Regional MG 28 e 28 Reunião científica com discussão de casos ao vivo - SBD Natal - RN - Brasil Regional RN 28 e 29 VIII Jornada Paraense de Dermatologia - SBD - Belém - PA - Brasil Regional PA 29 Reunião Clínica Mensal - SDSCMV - SBD Regional Espírito Santo - Vitória - ES - Brasil Regional ES 29 Reunião Dermatológica do DF - Cabelos e Unhas - SBD Brasília - DF - Brasil Regional DF 2 Jornal da SBD Ano XII n. 5

3 Fotos: Samuel Peixoto Obras na sede da SBD O 17 o andar está pronto Aprimeira fase das obras na sede da SBD foi concluída na primeira semana de setembro, como previsto. Os setores administrativos da entidade estão agora funcionando no 17 o andar do n o 39 da Avenida Rio Branco, no Centro do Rio de Janeiro. O novo pavimento é formado por um amplo salão, com espaços fechados para o almoxarifado, arquivo, servidor, copa e gerência. A reforma do 18 o andar teve início imediatamente após a transferência dos funcionários. A primeira parte a ser concluída corresponde às instalações da biblioteca da SBD, que ocupa agora espaço maior, de aproximadamente 140m 2. Apesar de já ter sido entregue, a biblioteca continua fechada para consulta, em virtude das obras no restante do andar. Não podemos receber fisicamente os médicos, mas continuamos atendendo às solicitações por e por correio, explica a bibliotecária da SBD, Rosalynn Leite. De acordo com o arquiteto responsável pela execução da obra, Jerson Menezes, nas demais dependências do pavimento estão sendo feitas as instalações elétrica, de informática e dos sistemas de refrigeração e de incêndio. As paredes que definirão o novo layout do andar também já estão sendo erguidas. A maior dificuldade até o momento são as instalações no auditório, onde há muitos pontos no teto para iluminação, ar-condicionado, incêndio e som, pois temos que distribuí-los conservando a paginação do projeto, explica o arquiteto. A nova sede da SBD deverá ser entregue no dia 04 de dezembro de Novo prefeito anuncia revitalização da zona portuária do Rio Uma boa notícia para quem freqüenta a região da Praça Mauá, no Centro do Rio de Janeiro: o recém-eleito prefeito da cidade, Eduardo Paes, disse ter obtido apoio da União para revitalizar a zona portuária carioca. De acordo com Paes, o projeto incluirá restaurantes, áreas residenciais e um centro de convenções. Outros planos para revitalizar a região a longo prazo são a criação de um aquário, a implantação de um shopping cultural, de um centro cênico e do Museu do Amanhã, sobre meio ambiente. O projeto será encabeçado pela prefeitura, pelos proprietários dos terrenos e imóveis da zona portuária e pela iniciativa privada e deverá entrar em vigor em 2009.A atual sede da SBD localiza-se na Avenida Rio Branco, próximo à Praça Mauá. Com a reforma do porto, haverá grande valorização dos imóveis da região, além de mais estrutura e segurança. Jornal da SBD Ano XII n. 5 3

4 Especial Professor Sebastião Almeida Prado Sampaio: um legado O único lugar em que sucesso vem antes de trabalho é no dicionário. Portanto, plante o seu jardim, cultive a sua alma sem esperar que alguém lhe traga flores. E saiba que para vencer é preciso lutar, sofrer, suportar e nunca desanimar. Faça da dermatologia uma razão para a sua vida, para que tenha um encanto nela. Essa foi uma das frases emblemáticas proferidas pelo professor Sebastião Almeida Prado Sampaio, que faleceu no último dia 19 de outubro, em São Paulo. Na ocasião, ele deixara um conselho para os dermatologistas mais jovens. A frase, antes de tudo marca a personalidade do mestre: irreverente, firme, altruísta. Ele era um contador de histórias; para muitos, um guru. Conhecia muito a respeito da SBD e dedicava-se com afinco à entidade que presidiu em 1974 e a cujo Conselho Deliberativo ainda pertencia. Um de seus últimos legados é a atual Revisão do Estatuto da SBD, o mesmo documento que reformulou quando presidiu a entidade. Na época, estabeleceu, entre outras emendas, as comissões da entidade. Entre as grandes contribuições deixadas à dermatologia está a idealização e realização do I Exame para o Título de Especialista da SBD, em 1967, que ocorreu na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Foi fundador e presidente da Regional São Paulo da SBD, fundador e presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, presidente do Colégio Ibero-Latino-Americano de Dermatologia, membro do International Committee of Dermatology, enfim, um desbravador. Sebastião Sampaio nasceu na cidade de Casa Branca, interior de São Paulo, em Ele deixa esposa, quatro filhos e netos. Vade in pace! Sampaio: médico, cientista e educador Diplomado em 1943 pela Universidade de São Paulo, foi assistente da Clínica Dermatológica até 1960, quando passou a catedrático. Em 1951 fez estágio por um ano na Mayo Foundation for Medical Education and Research, maior centro médico dos Estados Unidos na época. Em agosto do ano passado, o professor foi homenageado como ex-aluno pela Mayo Clinic, em Rochester, Minessota. O chairman da Divisão de A Sociedade Brasileira de Dermatologia lamenta informar o falecimento do professor Sebastião de Almeida Prado Sampaio, no último dia 19 de outubro, domingo, às 12h. O professor Sampaio deixará muitas saudades entre todos os seus familiares e muitos amigos.a dermatologia brasileira perde seu mais notável professor. Ele foi um exemplo de dedicação e inspirou gerações de dermatologistas brasileiros. Como um grande líder da nossa especialidade, ele foi um modelo de médico, educador e amigo querido de todos. Paulo Cunha, Coordenador Médico do Jornal da SBD Em nome da EADV, envio nossos pêsames e condolências à família e aos amigos desse grande homem. O prof. Sampaio foi realmente uma pessoa importante no mundo da dermatologia, e seus conhecimentos e sua dedicação são exemplo para todos nós. Que descanse em paz. Andreas Katsambas, EADV 4 Jornal da SBD Ano XII n. 5

5 Seu nome: Sebastião Almeida Prado Sampaio Que em busca da medicina Seguiu veloz como um raio E fez da ciência médica O seu verdadeiro ensaio. Autor: Zé Maria de Fortaleza Dermatologia Clínica da instituição, prof. Mark Davis, considerava-o inspiração para o departamento. Na década de 1950 trouxe a isotretinoína para o tratamento da acne no Brasil, hoje um dos medicamentos mais usados contra a doença. E foi esse assunto que abordou no 63 o CSBD, em setembro último, na cidade de Fortaleza, para a platéia que, lotando o auditório, assistia, atenta, aos ensinamentos do mestre. Mesmo debilitado pela doença, ele estava fazendo aquilo a que dedicou a vida: ensinar. Mestre de gerações de dermatologistas Como professor titular e chefe do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, durante 29 anos ele formou cerca de 400 dermatologistas, entre residentes e estagiários, muitos dos quais se tornaram professores de dermatologia. Sua obra científica inclui mais de 120 trabalhos publicados no Brasil e no exterior, com diversos prêmios, e um livro sobre dermatologia básica: literatura essencial para o estudo da cadeira. Celebração A Diretoria da SBD prestou homenagem ao prof. Sampaio ao mandar celebrar missa, na cidade da sede, Rio de Janeiro. A missa foi na Igreja São José, na Lagoa, no dia 24 de outubro de Em nome da Associação Guatemalteca de Dermatologia e no meu próprio, envio-lhe nossas condolências por tão irreparável perda da dermatologia ibero-latino-americana. Descanse em paz. Patricia Chang Paseo, Plaza Clinic Center A Sociedade Chilena de Dermatologia e Venereologia se une à dor que entristece vossa entidade pela perda irreparável para a dermatologia latino-americana desse insigne dermatologista de indiscutível valor científico e humano, lutador incansável a favor da investigação, e cujos ensinamentos ficarão para sempre gravados dentro de nós. Dra. Irene Araya B. (secretária-geral), dr. Raúl Cabrera M. (presidente da comissão internacional) e Enrique Mullins L. (presidente) da Sociedade Chilena de Dermatologia e Venereologia Fiquei muito triste ao saber do falecimento do prof. Sampaio. Eu o conheci há muitos anos, em Antuérpia, no primeiro simpósio sobre miconazol intravenoso, quando falou sobre paracoccidioidomicose. Sempre gostei de encontrá-lo em congressos e compartir seu grande senso de humor, em inglês muito claro. Sei que os membros do comitê da International Foundation expressariam junto comigo os pêsames a sua família e aos colegas do Brasil. Professor Rod Hay, presidente de The International Foundation for Dermatology Jornal da SBD Ano XII n. 5 5

6 Especial Homenagem O prof. Antonio A. Laudanna, emérito da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e presidente da Fundação Médico-Cultural de Gastroenterologia fez,durante as últimas homenagens ao mestre, no dia 20 de outubro de 2008, um resumo do legado deixado pelo prof. Sampaio: Esboçando algumas, só algumas, de suas indeléveis marcas no campo da dermatologia, lembrava seus estudos sobre a blastomicose e aplicação da anfotericina no seu tratamento:seus estudos sobre o "fogo selvagem", em parceria com seus colaboradores e com a Universidade de Michigan.Tais pesquisas foram o alicerce dos passos científicos relativos a essa terrível moléstia. Lembrou ainda seu papel no desenvolvimento do estudo da histopatologia da pele, seus trabalhos incansáveis no campo do benéfico "adeus" à sífilis e aqueles relativos ao tratamento da acne. Em relação a funções didáticas e de pesquisa, afirmou que o professor usava continuamente sua privilegiada cabeça e seu coração. Sua participação no campo médico-científico da dermatologia internacional e sul-americana foi igualmente notável: ainda em agosto de 2007 compareceu à Clinica Mayo, já doente, convocado para receber a láurea insigne daquele centro mundial de pesquisa e ensino médico, só concedida às grandes personalidades médicas. Por fim, Laudanna agradeceu aos professores Evandro Rivitti e José Eduardo Martins, que denominou ilustres seguidores, e também aos professores eméritos, que, naquele momento,por intermédio do prof.walter Henrique Pinotti,solicitaram que, em nome deles, dissesse a palavra de despedida. E finalizou: Clamei por Cristo, recordando as palavras fortes que nos deixou: Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Banca examinadora do primeiro Exame para a concessão do TED. Ao centro o professor Sebastião Sampaio com os profs. Rubem David Azulay, Ruy Miranda, Tancredo Furtado e Clóvis Bopp. Sempre participante dos eventos da SBD No jantar comemorativo do aniversário da SBD, realizado em 5/2/2002 no Rio de Janeiro, os dermatologistas Clarisse Zaitz e Sebastião Sampaio apagaram as velas do bolo de 90 anos da entidade. 6 Jornal da SBD Ano XII n. 5

7 Profunda tristeza tivemos ao saber da notícia do falecimento do prof. dr. S. Sampaio, embaixador da dermatologia brasileira e latino-americana no mundo inteiro, de personalidade enérgica e entusiasta. Foi o 12 o presidente do Cilad, e seus títulos são muitos, mas, além de todos os méritos acadêmicos, foi um exemplo de vida, de amor por seu trabalho e de responsabilidade profissional. Descanse em paz. Drs. Roberto Arenas (presidente) e Carlos Fernando Gatti (secretário-geral) do Colégio Ibero-Latino-Americano de Dermatologia "O Departamento de Dermatologia da Escola Paulista de Medicina (Unifesp) manifesta seu pesar e sua solidariedade aos colegas da Faculdade de Medicina da USP e aos familiares pela perda do prof. dr. Sebastião Sampaio, grande mestre da dermatologia brasileira, que deixou inúmeros discípulos em sua incansável luta pela especialidade. Prof. dr. Osmar Rotta, chefe do Departamento de Dermatologia da Unifesp O Serviço de Dermatologia da Santa Casa de Curitiba vem externar seu profundo pesar pelo falecimento do prof. Sebastião de Almeida Prado Sampaio. A dermatologia brasileira perde um vulto grandioso, como mestre, conselheiro, companheiro e amigo, sempre atento às necessidades da Sociedade de Dermatologia; seus ensinamentos e sua forte personalidade ficarão eternamente lembrados na história da dermatologia brasileira. Prof. Luiz Carlos Pereira, chefe do Serviço de Dermatologia da Santa Casa de Curitiba da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro Sem dúvida a dermatologia perdeu um ilustre e admirável mestre.acredito que todos nos sentimos um pouco órfãos diante dessa perda. Seu exemplo e seus escritos ficaram para a história, e assim sua imortalidade está garantida entre os que optaram por segui-lo na especialidade. Que ele descanse em paz. Bernadete Gonçalves, Hospital Santa Casa de Misericórdia de Curitiba Gostaria de juntar-me à dor e ao sentimento de perda irreparável da Sociedade Brasileira de Dermatologia e dos familiares pelo falecimento do dr. Sebastião Almeida Sampaio, porém frisar que Deus o deve ter recebido no céu de braços abertos. O melhor dermatologista da nossa história. Dra. Maria da Paz Costa Tavares Quanta tristeza! Fica a despedida com lágrima nos olhos. Ele finalmente ganhou o descanso que merecia, depois da batalha que travou. Dra. Luna Azulay É com muita tristeza que fico ciente da morte do prof. Sebastião Sampaio. Comecei a conhecer esse sábio dermatologista ainda na graduação, porque seu livro era referência. Depois, passei a vê-lo em congressos e tive a honra de tê-lo em minha banca de mestrado. É algo inesquecível. Com certeza é um dos fundadores da boa dermatologia no Brasil. Exemplo de trabalho, pois era produtivo e simpático. Sou tão fã da isotretinoína quanto ele e graças a ele também. Evidências clínicas com ensaios clínicos são importantes, mas não se sobrepõem ao peso da série de casos que ele carregava (milhares). Vai-se um exemplo da dermatologia humana. Deus certamente guarda-lhe um bom lugar, porque na Terra desempenhou papel como poucos. Seu modelo como médico fica. Fique em paz. Dr. Roberto Rheingantz da Cunha Filho Não fui residente nem estagiário, nem assistente do professor Sampaio. É incrível que, mesmo assim, me sinto aluno dele. Somos felizes por tê-lo tido conosco e tristes nesta hora em que o perdemos. Ainda assim, ele continua entre nós com seu inesquecível trabalho e imortal existência. Alexandre Serdeira, presidente da Distrital Juiz de Fora da Regional Minas Gerais Perdemos um grande líder! Em que pese a existência de muitos embates, todos sabem reconhecer o que esse homem significou para a dermatologia brasileira, que hoje se encontra de luto! Deixou marcada mais uma data, um dia após o dia do médico! Dr. Abdiel Figueira Os conselheiros do Cremerj apresentam seu pesar pela perda do colega Sebatião Sampaio. Luís Fernando Soares Moraes, presidente do Cremerj Tomando conhecimento do falecimento do prof. Sebastião Sampaio, ex-presidente da SBD e uma das mais destacadas figuras da nossa dermatologia, a Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro apresenta à SBD suas muito sinceras condolências. Celso Ferreira Ramos Filho, presidente da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro Da esq. para dir. os doutores: Alberto Cox Cardoso, Evandro Rivitti, Heitor Gonçalves, Sebastião Sampaio e Bernardo Gontijo na palestra Minha experência de 65 anos no tratamento da acne, conferida pelo professor Sampaio. Jornal da SBD Ano XII n. 5 7

8 Especial O Jornal da SBD entrevistou o prof. Evandro Rivitti, co-autor do livro Dermatologia, escrito pelo prof. Sampaio, considerado uma bíblia para a especialidade. Na entrevista Rivitti fala sobre a medicina a serviço da população, suas inovações, lições e conceitos da dermatologia. JSBD Fale um pouco sobre a experiência de escrever o livro junto com o dr. Sampaio. Evandro Rivitti Obviamente, foi uma experiência muito enriquecedora trabalhar com o prof. Sampaio, porque me propiciou a possibilidade de muitas discussões extremamente produtivas com relação a problemas conceituais da dermatologia e pela possibilidade de troca de experiência no que tange a doenças dermatológicas e condutas.além disso, o prof. Sampaio sempre foi muito interessado no uso da linguagem, da qual era cultor diligente; no livro, aliás, cria neologismos como, por exemplo, "barbirese" por "shaving". Trabalhar com um professor culto, de grande conhecimento e vivência clínica foi claramente muito prazeroso e produtivo. JSBD Quais foram as principais lições deixadas pelo médico? ER O prof. Sampaio, como médico, foi extraordinário.tinha profundo conhecimento da dermatologia e tirocínio clínico muito desenvolvido, e era um terapeuta fantástico, que jamais desistia de fazer algo pelo paciente, por mais difícil que fosse sua condição clínica, e, muitas vezes, mesmo em doenças incuráveis, conseguia resultados surpreendentes no sentido de minorar o sofrimento do doente, obtendo, de alguma forma, melhoras. JSBD De que forma ele pôs a medicina a serviço da população? ER O prof. Sampaio sempre teve consciência da importância social da atividade do médico. Por exemplo, sempre batalhou para que se estendesse à coletividade o uso de medicamentos onerosos, como os retinóides, e questionava: se as instituições despendem altos recursos, justificadamente, com procedimentos caríssimos, como transplantes, por que não despender recursos para o tratamento de doenças, que, embora não fatais, trazem grande perda da qualidade de vida para os doentes, como psoríase e acne grave? Sempre deu grande importância, em seu serviço, às doenças próprias da população mais desassistida, como hanseníase, leishmaniose, pênfigo foliáceo endêmico e micoses profundas, áreas para as quais trouxe contribuições científicas de grande valia. Sua grande ação junto à coletividade foi a qualidade assistencial que imprimiu à Divisão de Dermatologia do Hospital das Clínicas, exigindo, sempre, que seus assistentes atendessem o maior número possível de doentes, com toda a dedicação possível. O prof. Sampaio e a esposa Heinke em caminhada durante o congresso que aconteceu em Natal, em Eles tiveram os filhos Marcelo, Fábio, Cláudio e Gisela. 8 Jornal da SBD Ano XII n. 5

9 Regionais da SBD ganham equipamentos digitais No mês de setembro, a SBD doou a todas as suas 23 regionais notebooks e projetores digitais. Os equipamentos eletrônicos foram escolhidos cuidadosamente, levando em consideração a qualidade e os avanços tecnológicos. Os notebooks,da marca Sony, modelo Vaio VGN-NR330, e os projetores Sony VPLES5 deverão ser utilizados em palestras, reuniões e encontros das entidades. A idéia partiu do vice-presidente da SBD, dr. Omar Lupi, que considera importante a SBD orientar sua política para o reforço das Regionais e Serviços Credenciados, posto que, ressalta, eles formam a estrutura médica, educacional e política sobre a qual a Sociedade se apóia. A doação foi igual para todas as Regionais da SBD, independente de seu número de sócios. O objetivo da iniciativa foi prover condições mínimas de trabalho nas entidades e contribuir para uniformizá-las quanto à infra-estrutura. Algumas Regionais já possuíam esses equipamentos. Outras, contudo, precisavam alugá-los sempre que realizavam uma palestra, por exemplo. Assim, penso que essa doação representa também grande economia para as entidades, aponta o dr. Omar Lupi. Jornal da SBD Ano XII n. 5 9

10 Entrevista com o prof. Torello M. Lotti feita pelo prof. Paulo Cunha Jornal da SBD - Fale um pouco sobre a sua carreira. Prof.Torello M. Lotti - Atualmente sou professor titular de dermatologia e chefe da Unidade de Dermatologia e Venereologia da Faculdade de Medicina, Universidade de Florença, Itália. Sou também coordenador do Programa de Residência da Escola para Especialização em Dermatologia e Venereologia, presidente do Centro Interuniversitário de Dermatologia Biológica e Psicossomática, renomado instituto de pesquisa das universidades de Milão, Siena e Florença, secretário-geral da Sociedade Internacional de Dermatologia (ISD) e presidente eleito da Sociedade Italiana de Dermatologia, cuja sigla italiana é SIDeMaST. Sócio honorário de associações de dermatologia em vários países, como a American Dermatological Association, e professor visitante de diversas universidades européias e norte-americanas,já publiquei mais de 500 artigos científicos,18 livros e atuei como editor de periódicos, como Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology (JEADV). Para mais informações acesse, JSBD - Como se forma um dermatologista na Itália? Há muitas instituições para a formação do especialista? TML - Os dermatologistas são treinados na Itália conforme o Programa Nacional de Residência, com duração de quatro Prof. Torello M. Lotti Dermatologia na Itália 10 Jornal da SBD Ano XII n. 5

11 anos e disponível em 24 universidades. Recebem salário de euros por mês e participam de atividades tanto nas universidades como no sistema público de saúde. JSBD - Como é o mercado de trabalho na área? Qual a proporção de dermatologistas em relação à população italiana? TML - Na Itália, os dermatologistas trabalham em serviços privados, hospitais e nas universidades. Os diretores e chefes de serviços dermatológicos dos hospitais são obrigados a cumprir horário integral. Para uma população de 57 milhões de habitantes há mais de seis mil especialistas em dermatologia e venereologia, dos quais menos de quatro mil trabalham ativamente como dermatologistas em tempo integral. JSBD - Como é o atendimento público e privado da especialidade? TML - Todo cidadão italiano tem direito a atendimento de dermatologia e venereologia gratuito (ou com pagamento mínimo) na rede do sistema público de saúde. Não é necessário ter seguro especial ou privado. É claro que as pessoas podem optar por consultas particulares, mas, de maneira geral, a maioria dos cidadãos está satisfeita com o desempenho dos dermatologistas que trabalham no sistema público de saúde. JSBD - A Sociedade Brasileira de Dermatologia congrega cerca de dermatologistas e é a única credenciada governamentalmente. Na Itália, pelo que percebi, há mais de uma sociedade de dermatologia. Qual a razão e as implicações disso? TML - No país há a Sociedade Italiana de Dermatologia (SIDeMaST, fundada em 1885) sou seu presidente eleito e disso muito me orgulho e outras associações: uma para Dermatologistas que Trabalham em Ambulatórios (Aida), outra para Dermatologistas que Trabalham em Hospitais (Adoi), a Associação de Cirurgia Dermatológica (Sidco), por exemplo. Muitos sócios dessas instituições são também membros da Sociedade Italiana de Dermatologia (SIDeMaST) e viceversa. As conseqüências são positivas: ter mais vozes diferentes é bom para obter avanços e democracia em nosso campo. JSBD - Fale um pouco sobre o prazer de ser um dermatologista que exerce a profissão em Florença, cidade com destaque cultural para a humanidade. TML - Ser chefe do Serviço de Dermatologia em uma cidade como Florença é um privilégio para mim: Florença é a cidade de ciências, artes e um legado cultural para a humanidade. As trocas de experiências culturais são contínuas e sempre positivas para aprimorar nossa especialidade. Também é privilégio ser professor e chefe em uma Faculdade de Medicina tão prestigiosa e suceder a meu mestre, professor Emiliano Panconesi. É, ao mesmo tempo, um grande desafio e uma excelente oportunidade. Jornal da SBD Ano XII n. 5 11

12 Itália Muito mais que uma bota A Itália foi o centro do maior império que o mundo já conheceu e o berço do movimento renascentista, com seus ideais de humanismo, razão e beleza. Roma, como o restante do país, atravessou diversos períodos históricos, razão pela qual seus bairros são uma mistura de construções clássicas, medievais, renascentistas e modernas.visitar a cidade é uma boa oportunidade de viajar também no tempo. O passeio pela antiga Roma imperial começa no Palatino, monte no qual, segundo a lenda, Rômulo fundou a cidade, há cerca de anos. Lá estão localizados o Fórum Romano, o Coliseu e o Arco de Constantino. Outra herança do Império é a Fontana di Trevi, a mais famosa das fontes romanas. Localizada sobre o monte Quirinal, o mais alto da cidade, a fonte representa o deus dos mares Netuno, ladeado pelas deusas da salubridade e da abundância. Na Praça Veneza, o visitante encontra o imponente monumento ao monarca Vitor Emanuel II, todo feito em mármore branco. A construção abriga o Museu da Unificação Italiana e o túmulo do soldado desconhecido, uma homenagem aos italianos mortos durante a Primeira Guerra Mundial. A praça é ocupada ainda pela fachada renascentista do Palácio Veneza, famosa por ter sido púlpito dos discursos de Benito Mussolini. O coração do movimento renascentista, entretanto, está em Florença, cidade natal de Dante Alighieri e Nicolau Maquiavel. Exemplos da arte renascentista podem ser encontrados na Galeria da Academia, que possui o original do Seqüestro de Sabines, de Giambologna, e o famoso Davi, de Michelangelo. Na Galeria dos Escritórios, um dos maiores museus do país, estão obras originais de pintores italianos dos séculos XV e XVI, como Botticelli, Leonardo, Raphael e Caravaggio. Outros pontos interessantes são o Palácio Medici Riccardi, antiga residência dos Médici, e a Basílica de San Lorenzo, onde se podem observar as capelas com os túmulos da família. Vale a pena também visitar a biblioteca pública da Renascença, no convento de São Marcos, e o Museu da Universidade de Florença. Torino Milão Gênova População: 57 milhões de habitantes Moeda: Euro Bolonha Veneza Florença Idioma: italiano, mas há diversos dialeto Dematologistas: Mais de seis mil ITÁLIA Roma Palermo Nápoli Davi: A famosa escultura de Michelangelo retrata o herói bíblico com realismo anatômico impressionante, sendo considerada uma das mais importantes obras do Renascimento. A estátua, de 5,17 metros de altura, demorou três anos para ficar pronta, sendo concluída em Jornal da SBD Ano XII n. 5

13 Pérolas do Journal of Investigative Dermatology Edições de agosto e setembro de 2008 Prevalência e tratamento de colonização por Staphylococcus aureus em pacientes com micose fungóide e síndrome de Sézary Talpur e cols. estudaram pacientes com micose fungóide (MF) e síndrome de Sézary (SS) para avaliar se eram portadores de Staphylococcus aureus nas narinas e na pele e se sua erradicação levaria à melhora clínica. De 106 pacientes, 67 (63%) apresentavam colonização cutânea, e 57 (54%) colonização nasal. Staphylococcus aureus foi isolado em 44 pacientes, sendo na pele e nas narinas de 33 (31%) deles. Houve maior colonização na SS com eritrodermia (48%), assim como na dermatite atópica (64%), e menor na MF sem eritrodermia (26%), psoríase (21%) e na população geral (10%). Antibióticos por via oral e tópica erradicaram a colonização por S. aureus nas narinas de 28 dos 33 (85%) pacientes e, nas lesões cutâneas da MF, de 30 dos 33 (91%) pacientes, no intervalo de quatro a oito semanas, com melhora clínica rápida observada em 58% dos pacientes com colonização por S. aureus. Os pacientes com MF e portadores de estafilococos apresentam lesões nas narinas e na pele semelhante àqueles com dermatite atópica. É possível erradicar estafilococos na pele com tratamento, o que se associa à melhora clínica. Br J Dermatol 2008; 158: Preditores farmacogenéticos Na psoríase, em aproximadamente 15% dos pacientes, o tratamento sistêmico se faz necessário. O uso da droga de escolha para uso sistêmico metotrexato, de baixo custo é dificultado pela variação individual em termos de eficácia e apresentação de efeitos colaterais importantes. Warren e cols. identificaram polimorfismos de um único nucleosídeo (SNPs) correlacionados com a eficácia do metotrexato em dois transportadores de efluxo (ABCC1 e ABCG2) e com a toxicidade em ABCC1, o transportador de influxo SLC19A1, e o receptor de adenosina ADORA2a. Portanto, a previsão da efetividade do metotrexato ou de outros medicamentos pode resultar de combinações de SNPs em vários genes envolvidos na ação e metabolismo de cada droga. J Invest Dermatol 2008; 128: Alérgenos com atividade proteolítica causam quebra de barreira Dois dos principais alérgenos ácaros de pó domiciliar (Dermatophagoides pteronyssinus) (DER p 1) e alérgenos de baratas apresentam atividade proteolítica e estimulam o receptor tipo 2 ativado por protease (PAR-2). Jeong e cols. (2008) mostram a exposição de epiderme humana e murina a ambos os alérgenos e relacionam o atraso observado na recuperação da barreira de permeabilidade à ativação/sinalização de PAR-2. O artigo mostra os limites incertos entre a homeostase e a imunidade da barreira. J Invest Dermatol 2008; 128: Tudo nas fotos O índice de área de severidade da psoríase Pasi foi desenvolvido para quantificar e padronizar a avaliação da psoríase entre os estados iniciais e após tratamento; contudo, a validade e a reprodutibilidade do índice têm sido questionadas. Farhi e cols. verificaram a avaliação global de gravidade e as alterações em fotografias padronizadas. Esse método mostrou-se preciso e consistente com cinco examinadores especializados. Além disso, foi observada excelente concordância entre a avaliação clínica e a avaliação fotográfica geral pelos especialistas. O uso de fotografia para a prática diária e investigação clínica apresenta vantagens, pois melhora a capacidade de comunicação, transparência, avaliação cega, independência das avaliações, e a homogeneidade em estudos multicêntricos. J Invest Dermatol 2008; 128: Jornal da SBD Ano XII n. 5 13

14 Entrevista para o Jornal da Sociedade Brasileira de Dermatologia JSBD Antonio Gerbase Antonio Gerbase, do Departamento de HIV/Aids da Organização Mundial de Saúde, concedeu entrevista para o JSBD do seu escritório em Genebra, na Suíça. Em sua opinião, o dermatologista tem importantíssimo papel na prevenção e no tratamento das DST, entre tantos motivos, porque pode dialogar com as outras especialidades. Afirma ainda que cabe ao profissional, por intermédio da SBD, contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas nessa área. JSBD Por favor, fale sobre o trabalho que está desenvolvendo na Organização Mundial de Saúde. Quais são suas repercussões no Brasil? AG - Nossa equipe no Departamento de HIV/Aids da Organização Mundial da Saúde tem como missão coordenar o apoio técnico e operacional em relação à prevenção e ao tratamento.as intervenções de saúde pública em relação à epidemia de Aids desenvolvidas no Brasil são consideradas exemplos a ser adaptados a outras regiões. A cooperação técnica da OMS com o Brasil na área de Aids é contínua, e em inúmeras oportunidades o Brasil tem colaborado em elaboração de políticas e normas técnicas. De 2003 a 2004, o dr. Paulo Roberto Teixeira, dermatologista, foi diretor de nosso Departamento, tendo sido o responsável pelo desenvolvimento da estratégia 3 por 5, que teve como objetivo colocar três milhões de pessoas sob anti-retrovirais até o final de Esse objetivo foi atingido no final de Atualmente estamos explorando modos de incrementar nossa colaboração com o Brasil, em cooperação técnica, nas áreas de planificação estratégica, prevenção da transmissão vertical, vigilância epidemiológica, diagnóstico e aconselhamento, tratamento da Aids e eliminação da sífilis como problema de saúde pública. Essas atividades são coordenadas pelos três níveis da OMS: escritório no país, escritório regional (Opas) e nossa sede em Genebra. JSBD Como está o desempenho do Brasil quanto às políticas públicas que visam reduzir a incidência das DST na população, em relação a outros países da América Latina? AG - Em relação às DST o Brasil tem desenvolvido atividades tanto no setor público quanto no privado. O surgimento da epidemia do HIV no início dos anos 80 permitiu que as atividades de prevenção às DST fossem expandidas, uma vez que os modos de prevenção das DTS e do HIV são na prática os mesmos. Por outro lado a ênfase necessária na Aids fez com que o tratamento das DST não tivesse o desenvolvimento desejado ao largo dos anos 90 e início do novo século. Nos últimos anos, com o desenvolvimento de nova estratégia de controle e a atividade de várias sociedades médicas, maior ênfase tem sido dada ao controle das DST. Isso, de certa forma, é válido para o Brasil assim como para os outros países da região. Progressos estão sendo feitos, sendo o principal desafio a expansão da cobertura de forma flexível e criativa com utilização de amplo leque de parcerias JSBD E em relação aos países mais desenvolvidos? As estratégias de controle são iguais. Diferentes são o nível dos sistemas de saúde, o acesso a serviços e o nível de receptividade das medidas de prevenção por parte da população. Fato comum a todos os países é a falta de sistema de informação que meça de forma adequada a incidência e a prevalência. 14 Jornal da SBD Ano XII n. 5

15 JSBD Quais são os avanços no acesso ao tratamento do HIV? AG - Com o advento de anti-retrovirais de alta eficácia já há 10 anos o manejo da infecção pelo HIV tornou-se semelhante ao seguimento de doença crônica, como hipertensão ou diabetes. Não esqueçamos, porém, que a infecção pelo HIV persiste incurável e que a resistência aos anti-retrovirais cresce. Medicamentos eficazes existem, mas os regimes devem ser simplificados, e o acesso garantido (o que inclui a questão dos custos) ao conjunto da população. Sistemas de saúde débeis e falta de pessoal de saúde capacitado e adequadamente remunerado continuam sendo barreiras nos países menos desenvolvidos. JSBD Em sua concepção qual o papel do dermatologista em relação às DST? Por quê? AG - O dermatologista tem papel-chave na prevenção e no tratamento das DST. No Brasil, o médico que maneja as doenças cutâneas, seja no setor público ou privado, é percebido pelo paciente afetado por DTS sintomáticas como recurso confiável e de alta capacidade de resolução. Isto é válido para a atenção primária, secundária e terciária. É, quando adequadamente formado nos variados aspectos da patologia cutânea e genital, o profissional com a maior compreensão da sífilis em todas as suas manifestações. O dermatologista, normalmente, é também a referência para ulcerações genitais e, algumas vezes, uretrites. Tem papel fundamental como referência especializada no diálogo com outras especialidades que manejam DTS, tais como infectologia, urologia e ginecologia, entre outras. Pode também exercer função de aconselhamento e testagem em relação ao HIV em pacientes de DST. A incidência de novas infecções pelo HIV em pacientes de DST é maior do que na população em geral. A oportunidade para a prevenção não pode ser perdida.tem ainda papel fundamental, como indivíduo e por intermédio de associações profissionais como a SBD, no desenvolvimento de políticas públicas de prevenção e tratamento das DST. JSBD Quais são os fatores fundamentais para a colaboração efetiva do dermatologista na prevenção e no tratamento das DST e da infecção pelo HIV? AG 1. A formação dos novos profissionais deve incluir formação aprofundada da patologia cutânea e genital em seus variados aspectos: clínicos, diagnósticos e de manejo, com base na mais recente evidência científica, capacitando o dermatologista para ação em todos os níveis de atendimento. 2.Trabalho em coordenação com outras especialidades, ocupando espaço de ação e referência 3.Visão de saúde pública e colaboração com as estratégias nacionais de prevenção e controle. CBHPM, Tuss e tabela do SUS Oprogresso da ciência exige a contínua reavaliação da prática clínica, de sorte a eliminar os procedimentos obsoletos e incorporar aqueles que, em razão das melhores evidências disponíveis, trazem benefícios aos cuidados da saúde. A Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), processo desenvolvido pela Associação Médica Brasileira (AMB) e suas Sociedades de Especialidade, com apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM) e Federação Nacional dos Médicos (Fenam), tem como objetivo primário a definição dos procedimentos médicos apropriados para uso clínico. Na elaboração da CBHPM, o trabalho se desenvolve em duas vertentes: na Câmara Técnica decidem-se quais procedimentos médicos constantes da Classificação devem ser reavaliados e quais procedimentos novos, que porventura nela devam ser incluídos, merecem avaliação. Assim, eles são primeiro submetidos à análise de evidência, de forma a manter a CBHPM permanentemente atualizada. A segunda parte do trabalho consiste em hierarquizar o procedimento e discutir com os pagadores e a agência regulatória sua valorização. A atualização da CBHPM é processo complexo e extenso, o que, entretanto, não afeta sua dinâmica. Atualmente, a AMB prepara a quinta edição da CBHPM, que representa a integralidade dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos apropriados para uso clínico. Espera-se para novembro o lançamento da Terminologia Unificada da Saúde Suplementar Tuss, que foi elaborada pelo Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar Copiss, do qual faz parte a AMB. Esse grupo, por unanimidade, entendeu que a terminologia e a codificação da CBHPM deveriam ser incorporadas à Tuss e encarregou a Associação Médica Brasileira de sugerir inclusões e exclusões. Ainda que tenha concordado em fazê-lo, a AMB entende que seria melhor e muito mais fácil a adoção direta da CBHPM. Os procedimentos constantes na Tuss fazem parte da CBHPM, na qual, porém, há cerca de 500 que não constam da Tuss. A tabela do Sistema Único de Saúde SUS contém os procedimentos indicados pelo Ministério da Saúde para compor a cobertura do sistema público. A AMB acredita que seria também mais acertado para o SUS incorporar a CBHPM. Só assim seriam respeitadas as finalidades do SUS, isto é, oferecer assistência médica integral e universal. Jornal da SBD Ano XII n. 5 15

16 Dermatologistas Brasil afora Em um país de dimensões continentais como o Brasil, levar a dermatologia a todos os recantos é tarefa árdua e ainda longe de estar concluída. São muitos, porém, os dermatologistas que driblam as adversidades e, com esforço e dedicação, constroem suas carreiras fora da cidade natal, longe dos grandes centros e até mesmo em locais considerados inóspitos. É o caso da dra. Ana Paula Moreira, única dermatologista atuando hoje no Alto Solimões, região que abrange nove municípios, no interior do Amazonas. Ana Paula é primeiro-tenente da Escola de Saúde do Exército (EsSeX) e, no Hospital de Guarnição de Tabatinga, cidade na fronteira com a Colômbia e o Peru, atende pacientes de toda a região, incluindo comunidades indígenas e ribeirinhas. Como não há nenhum outro hospital na cidade, nós atendemos a população civil e também estrangeira, explica. Só a cidade de Tabatinga, onde fica o hospital, possui 40 mil habitantes. Além de ser a única responsável pelo tratamento dermatológico, Ana Paula enfrenta outras adversidades, como as patologias próprias da região, as diferenças culturais e até lingüísticas, já que existem diferentes dialetos indígenas. Ademais, não há serviço anatomopatológico na área, as Dra. Ana Paula Moreira, única dermatologista atuando hoje na região do Alto Solimões drogarias não têm linha dermatológica satisfatória e não há farmácias de manipulação. Contudo, para a médica, de todas essas circunstâncias, o mais difícil é não ter com quem compartilhar a experiência profissional. Fato é que estou realmente longe; só se chega de barco ou avião. Assim, não é fácil me manter atualizada. Não sou visitada por laboratórios, conto com uma Internet precária, tudo chega com atraso, conta. Para driblar o isolamento, Ana Paula faz telemedicina com a Fundação Alfredo da Mata, em Manaus. Mando o caso, fotos e história clínica e aguardo a resposta pela Internet. Se o caso é urgente, sempre que tenho dúvidas entro em contato por telefone com ambulatórios específicos da Fuam e do Hospital Tropical, explica a dermatologista. A distância fica ainda mais evidente quando há pacientes em estado grave que precisam ser transferidos para Manaus, a 1.100km de Tabatinga. A evacuação, segundo Ana Paula, não é fácil; é feita pela Aeronáutica ou pela prefeitura. Mas a experiência é incrível. Hoje, compreendo que meu papel não é apenas médico, mas também social. Aprendi, que apesar da distância, não estou só. Sei que posso contar com vários colegas da SBD regional Amazonas, afirma. Graças à iniciativa da médica, este ano a Campanha Nacional de Prevenção do Câncer da Pele contou pela primeira vez com um posto no Amazonas fora da capital. Em outras regiões do país, as dificuldades enfrentadas pelos dermatologistas ao longo da carreira variam. Para o dr. Josenildo Rodrigues, um problema para qualquer área profissional é o fato de, no Brasil, a boa formação estar restrita a poucos grandes centros. Logo, é necessário o deslocamento, e há todas as adversidades enfrentadas por situarse fora da sua região e longe de seus familiares, observa. Tendo partido de Campina Grande, na Paraíba, para concluir o curso de medicina no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo, Josenildo retornou a sua cidade natal para começar a carreira. Abri um consultório em um centro médico, abrangendo as áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e cosmiátrica, graças à minha dedicação e ao excelente serviço oferecido à minha residência na honrosa Faculdade de Medicina de Jundiaí, explica. Ao longo de seis anos, o médico formou carta de mais 16 Jornal da SBD Ano XII n. 5

17 Tabatinga Para uma carreira ser bem-sucedida não basta vencer um obstáculo, Petrolina Campina Grande mas continuar vencendo-os Londrina dia a dia com muita garra e determinação de 12 mil clientes e, com isso, construiu uma clínica moderna e confortável, especializada em dermatologia. Parti para São Paulo no intuito de ter uma boa formação médica e oferecer à minha região um excelente serviço em medicina, o que alcancei com muita humildade e dedicação aos meus pacientes e à reciclagem permanente da minha formação, observa. O dermatologista Itamar Santos também optou por deixar seu local de origem, mas não para concluir os estudos. Itamar saiu de Recife após terminar a especialização no Ceder e mudou-se para Petrolina, também em Dr. Josenildo Rodrigues, em sua clínica em Campina Grande, Paraíba Pernambuco. Além da distância da família havia receio da população quanto à chegada de um médico novo na cidade, conta. Para contornar a situação, o dermatologista trabalhou em diferentes clínicas e hospitais, além de participar de eventos sociais e culturais. Hoje, como professor da Univasf, Universidade Federal de Petrolina, Itamar enfrenta as dificuldades de conciliar o magistério e a prática médica. Quando a pessoa gosta de lecionar, sempre dá um jeitinho, principalmente em dermatologia, em que há muitas aulas práticas em ambulatórios e salas de cirurgia, além da preparação das aulas teóricas, o que exige muito estudo e revisões da literatura mundial. Mas o prejuízo financeiro, esse existe e não tem retorno, afirma. Na opinião do dr. Lorivaldo Minelli, de Londrina, um dos problemas de atuar em cidades periféricas está na atualização profissional. Minha grande dificuldade, acredito, é a distância dos grandes centros dermatológicos, o que originou a necessidade de constante autodidatismo, diz. Para o dr. Josenildo Rodrigues, por outro lado, o maior desafio é passar pelas provas de concursos: para o sexto ano médico, para residência em dermatologia e para o título de especialista. Para uma carreira ser bem-sucedida não basta vencer um obstáculo, mas continuar vencendo-os dia a dia com muita garra e determinação, ressalta. De forma geral, esses médicos, independentemente da região do Brasil em que atuam, devem seus êxitos a muito trabalho, estudo, perseverança, empenho, dedicação ao paciente, vontade de servir e aprender. A dermatologia agradece. Jornal da SBD Ano XII n. 5 17

18 63 o Congresso da SBD Dermatologia solidária O 63 o Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia, que aconteceu no Centro de Convenções do Ceará, em Fortaleza, entre os dias 6 e 10 de setembro, foi considerado perfeito por seus participantes, cerca de três mil pessoas, incluindo 14 conferencistas estrangeiros. Foram abordados temas da dermatologia clínica e cirúrgica e da cosmiatria, com destaque para cirurgia dermatológica, laser em dermatologia, fotobiologia e fototerapia, dermatologia pediátrica e novas abordagens terapêuticas. Segundo o presidente do congresso, dr. Heitor Gonçalves, foram realizados 80 cursos práticos e 20 teóricos, além de apresentados 490 trabalhos pelos serviços credenciados pela SBD. "O Congresso da SBD é um dos maiores da especialidade no mundo. Escolhemos o tema Dermatologia e Compromisso Social. Considero que fizemos tudo com zelo a fim de contribuir definitivamente para a formação científica brasileira", comenta o dr. Heitor Gonçalves. No Dia da Pátria, 7 de setembro, os médicos exerceram a cidadania trabalhando voluntariamente para a população cearense. A ação Dermatologia Solidária foi realizada em dois lugares: no Posto de Saúde da Família, no bairro Pirambu, e no Centro Dermatológico Dona Libânia. No posto do Pirambu, além dos atendimentos médicos, as crianças desenvolveram atividades lúdicas. Já no Centro de Dermatologia Dona Libânia, havia 11 salas de atendimento. Enquanto esperava as consultas, a população assistiu a vídeos educativos sobre hanseníase, proteção solar, entre outros. A coordenadora do projeto, dra. Araci Pontes, registrou mais de 200 consultas. A pedagoga e moradora do Jardim Guanabara Francisca Ivonise Galvão, 28, considerou a iniciativa ótima porque os dermatologistas estavam perto da população. Ter médico atendendo de graça é ótimo. Estava preocupada com a possibilidade de ter hanseníase ou câncer de pele, comenta. Maria Ivonise leva o namorado para exames de prevenção 18 Jornal da SBD Ano XII n. 5

19 Conselho Fiscal Nos dias 5 e 6 de setembro aconteceram diversas reuniões da Diretoria da SBD e seus representantes. A principal foi com o Conselho Deliberativo, quando a Diretoria apresentou relatórios de todas as suas atividades. Também o fizeram os chefes das comissões Científica, de Ensino, de Ética e Defesa Profissional e de Título de Especialista.Todos aprovados por unanimidade. Outra decisão importante foi a eleição da dra. Izelda Costa como editora científica dos Anais Brasileiros de Dermatologia. Da esq. para dir. os drs. Cláudia Maia, Omar Lupi, Alice Alchorne, Ryssia Florião, Josemir Belo e Célia Kalil Atividades sociais A programação social do evento foi bastante intensa e divertida. A festa de abertura teve show do cantor e compositor Raimundo Fagner, que levantou a platéia do Siará Hall. No centro de convenções, a Banda Dona Zefa encerrou as atividades científicas do dia 8 de setembro. A festa de confraternização, em clima bem casual, aconteceu a céu aberto nas dependências do Marina Park Hotel, com jantar embalado pela banda Capim Cubano. A presidente da SBD Alice Alchorne e o presidente eleito Omar Lupi durante a cerimônia de posse Cerimônia de posse Na assembléia geral do dia 10 de setembro, a diretoria apresentou diversos relatórios descritivos de suas ações na SBD, com ênfase no detalhamento das atividades financeiras, feita pela tesoureira da SBD, dra. Cláudia Maia, que foi, aliás, elogiada pela dra. Luna Azulay, que estava na platéia. O ponto alto do encontro foi a transferência dos cargos da Presidência. No ritual, a professora Alice Alchorne passou a bandeira para o presidente eleito, dr. Omar Lupi. A nova diretoria é composta pelos drs. Bogdana Kadunc (vicepresidente), Maria de Lourdes Viegas (secretária-geral), Célia Kalil (primeira secretária), Emerson Lima (segundo secretário) e Fernanda Gavazzoni (tesoureira). O grupo assume efetivamente em janeiro de Depois da posse, em família: os drs. Omar Lupi e Andréia Mateus com os filhos Anna Clara e João Pedro Jornal da SBD Ano XII n. 5 19

20 ultos Vda Dermatologia Dr. João de Brito de Athayde Moura Por dr. Otavio Lopes, presidente da SBD-PB O dr. João de Brito de Athayde Moura nasceu em João Pessoa, na Paraíba, em 17/06/1935, formou-se na Universidade Federal da Paraíba em 8/12/1961, especializou-se em dermatologia no Hospital das Clínicas de São Paulo, Serviço do professor Sebastião Sampaio, em Ao retornar a João Pessoa, em 1964, foi Dr. João de B. de Athayde trabalhar no Hospital de Hanseníase como diretor, onde permaneceu por sete anos, sendo depois designado diretor do antigo Serviço Nacional de Lepra em seu estado. Ingressou na mesma época na UFPB, como professor da disciplina de dermatologia da Escola de Enfermagem, bem como na Escola de Enfermagem Santa Emilia de Rodat, particular. Ministrou aulas como professor convidado na UFRN e na Faculdade de Medicina de Campina Grande. Foi ao Rio de Janeiro por duas vezes nas décadas de 1970 e 1980 para curso de mestrado e doutorado. Obteve título de especialista nessa época. Junto com os colegas de João Pessoa e Campina Grande fundou a Sociedade Brasileira de Dermatologia Seção Paraíba em 18/01/1969. Logo começou a sonhar em fundar uma reunião dos três estados, uma Triangular PB-PE-AL aos moldes da Triangular RJ-SP-MG. Apesar da impropriedade geográfica, deslocou-se até Recife, levando a idéia ao professor Márcio Lobo, que de pronto a aceitou e ainda resolveu manter o nome de "Triangular". Dessa forma, a idéia foi levada ao professor Alberto Cardoso em Alagoas, cujo sentimento também foi de plena concordância. A despeito de a idéia ter nascido na Paraíba, foi Pernambuco que sediou a primeira jornada, fato aceito com humildade e senso de desprendimento pelo ilustre homenageado. João Pessoa sediou a terceira reunião, a qual trouxe grandes nomes do cenário dermatológico brasileiro e sul-americano. Nessa ocasião, nosso homenageado estava como presidente da SBD-PB e conseguiu transformar o que era uma reunião de estados irmãos em uma jornada de caráter regional, tendo vislumbrado a modificação do nome de reunião para jornada. E assim João Pessoa foi palco da III Jornada Norte-Nordeste de Dermatologia, e ainda nesse mesmo evento conseguiu por um dia, sob os auspícios do governo do Estado da Paraíba, levar do Recife o XXV Congresso Brasileiro de Dermatologia e a III Jornada Brasileira de Leprologia, fato guardado para sempre na história da dermatologia paraibana. Dra. Sarita Martins por dr. Emerson Andrade Lima, presidente da SBD-PE Natural do Recife, a dra. Sarita Martins entrou na Faculdade de Ciências Médicas da UPE com 17 anos, tendo-se graduado em Durante o internato escolheu a Dermatologia como especialidade. Fez sua residência no Dra Sarita Martins Serviço de Dermatologia da UFPE, onde ingressou como professora colaboradora em Concluiu o mestrado em Medicina Tropical também na UFPE em Em 1992, fez pós-graduação na Inglaterra. Em 2007, obteve o título de doutor em Dermatologia pela USP com a tese Efeitos da radiação solar crônica e prolongada sobre o sistema imunológico de pescadores do Recife. Sarita criou o Serviço de Cirurgia Dermatológica da UFPE em Foi coordenadora do Curso de Especialização em Dermatologia e da Residência Médica em Dermatologia da UFPE de 1990 a 2000, professora da disciplina de dermatologia da UFPE por 25 anos e vice-chefe do Departamento de Medicina Tropical de 1991 a Exerceu todos os cargos na Regional Pernambuco: tesoureira em 1978, secretária em 1979 e presidente em Em 1995 foi eleita para presidir a SBD nacional e em 1996 presidiu o Congresso Brasileiro de Dermatologia, realizado em Recife. Em 2003, foi eleita presidente nacional da SBCD, tendo presidido o Congresso da entidade em 2004, em Porto de Galinhas, PE. Em 2006, recebeu o título de membro honorário da Sociedade Cubana de Dermatologia. Ao longo de sua carreira, participou de 324 eventos regionais, nacionais e internacionais da especialidade, tendo integrado a comissão organizadora de 52 eventos dermatológicos. Atualmente, Sarita possui 21 artigos publicados em periódicos nacionais e estrangeiros, quatro capítulos de livros e 15 participações em bancas examinadoras. Além disso, ministrou 26 cursos em congressos e apresentou 181 trabalhos científicos em encontros da especialidade. 20 Jornal da SBD Ano XII n. 5

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Brasília, 02/01/2011 (Saudações e agradecimentos)... Senhoras e senhores,

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Bernardete Gatti: o país enfrenta uma grande crise na formação de seus professores em especial, de alfabetizadores.

Leia mais

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL Lembro-me que haviam me convocado para uma entrevista de trabalho no NOVOTEL. Lembro-me de estar ansioso e ter passado a noite anterior preparando a minha entrevista. Como iria

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por:

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por: PRÊMIO ABF- AFRAS Destaque em Responsabilidade Social Elaborado por: Depyl Action Franchising Av. Bias Fortes, 932 sl. 304 Lourdes CEP: 30170-011 Belo Horizonte / MG Fone: 31 3222-7701 Belo Horizonte,

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

Tudo sobre TELEMEDICINA O GUIA COMPLETO

Tudo sobre TELEMEDICINA O GUIA COMPLETO Tudo sobre TELEMEDICINA O GUIA COMPLETO O QUE É TELEMEDICINA? Os recursos relacionados à Telemedicina são cada vez mais utilizados por hospitais e clínicas médicas. Afinal, quem não quer ter acesso a diversos

Leia mais

FIOCRUZ: SAÚDE PARA MATO GROSSO DO SUL. Senhoras e senhores deputados,

FIOCRUZ: SAÚDE PARA MATO GROSSO DO SUL. Senhoras e senhores deputados, 1 Discurso proferido pelo Deputado Geraldo Resende (PMDB/MS) em Sessão no dia 18/11/2008. FIOCRUZ: SAÚDE PARA MATO GROSSO DO SUL Senhor Presidente, Senhoras e senhores deputados, Criada em 25 de maio de

Leia mais

Diretrizes Nacionais em Ligas

Diretrizes Nacionais em Ligas Diretrizes Nacionais em Ligas Acadêmicas de Medicina Introdução As Ligas Acadêmicas são entidades constituídas fundamentalmente por estudantes, em que se busca aprofundar temas em uma determinada área

Leia mais

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC ENTREVISTA MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES MALBA FUNDACIÓN CONSTANTINI Entrevista realizada com a educadora Florencia González de Langarica que coordenou o educativo do Malba até 2012, concedida

Leia mais

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate )

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate ) 1 Roteiro de Áudio Episódio 1 A língua, a ciência e a produção de efeitos de verdade Programa Hora de Debate. Campanhas de prevenção contra DST: Linguagem em alerta SOM: abertura (Vinheta de abertura do

Leia mais

10/09 CRMV-RN comemora, com êxito, o Dia do Médico Veterinário

10/09 CRMV-RN comemora, com êxito, o Dia do Médico Veterinário 10/09 CRMV-RN comemora, com êxito, o Dia do Médico Veterinário O Dia do Médico Veterinário, 9 de setembro, foi comemorado pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

Boletim Informativo SIERJ. Continuação da Programação do I Congresso. de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro

Boletim Informativo SIERJ. Continuação da Programação do I Congresso. de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro Ano 07 Nº 20 Out/Nov/Dez de 2006 Boletim Informativo SIERJ Continuação da Programação do I Congresso de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro 04 Congresso promove atualização e troca de experiência

Leia mais

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan.

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. A Professora Rosa Trombetta, Coordenadora de Cursos da FIPECAFI aborda o assunto elearning para os ouvintes da Jovem Pan Online. Você sabe o que

Leia mais

Cemitério Municipal de Curitiba traz histórias e arte a céu aberto

Cemitério Municipal de Curitiba traz histórias e arte a céu aberto 1 de 7 04/06/2013 12:52 globo.com notícias esportes entretenimento vídeos ASSINE JÁ CENTRAL E-MAIL criar e-mail globomail free globomail pro ENTRAR Paraná 04/06/2013 09h20 - Atualizado em 04/06/2013 12h15

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

?- Período em que participavam das aulas.

?- Período em que participavam das aulas. Iniciativa Apoio como foi a campanha HISTÓRIAS EX ALUNOS 1997 2013 as perguntas eram relacionadas ao:?- Período em que participavam das aulas. - Impacto que o esporte teve na vida deles. - Que têm feito

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso no encerramento do Fórum

Leia mais

Você conhece a Medicina de Família e Comunidade?

Você conhece a Medicina de Família e Comunidade? Texto divulgado na forma de um caderno, editorado, para a comunidade, profissionais de saúde e mídia SBMFC - 2006 Você conhece a Medicina de Família e Comunidade? Não? Então, convidamos você a conhecer

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso após a cerimónia de assinatura

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

SCOUTWEB 2010. Informativo da Rede Nacional de Jovens da UEB n 1_2010 [1]

SCOUTWEB 2010. Informativo da Rede Nacional de Jovens da UEB n 1_2010 [1] SCOUTWEB 2010 Informativo da Rede Nacional de Jovens da UEB n 1_2010 [1] Olá Rede, Sempre Alerta! Agora vocês tem um periódico nacional dos Jovens Líderes, um documento para para alegrar seus dias e deixa-los

Leia mais

Metodologia Para a realização desse trabalho foi analisado o Documento orientador

Metodologia Para a realização desse trabalho foi analisado o Documento orientador FORMAÇÃO CONTINUADA: UMA ANÁLISE DA APLICAÇÃO DO SISMÉDIO NA ESCOLA PROFESSOR JOSÉ SOARES DE CARVALHO- GUARABIRA-PB Gyslâynne Mary dos Santos Hermenegildo Rodrigues EEEFM Professor José Soares de Carvalho

Leia mais

GS Educacional www.gseducacional.com.br

GS Educacional www.gseducacional.com.br Curso: Completo de Importação Henrique, boa noite. Nós que pensamos a Meritocracia e valoramos a quem Realiza, nos vimos na obrigação de dar feedbacks. Em pouco tempo de curso e sem nem receber ainda a

Leia mais

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA Entrevista com Clínica Maló Paulo Maló CEO www.clinicamalo.pt Com quality media press para LA VANGUARDIA Esta transcrição reproduz fiel e integralmente a entrevista. As respostas que aqui figuram em linguagem

Leia mais

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico RESUMO EXECUTIVO Objetivo Melhorar a vida dos moradores e ajudálos a serem bem-sucedidos na

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 85 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

Art. 77 O Curso terá duração determinada pela AMB/CFM...

Art. 77 O Curso terá duração determinada pela AMB/CFM... Cursos de Especialização em Oftalmologia Normas para Credenciamento de Cursos de Especialização em Oftalmologia Art. 75 Para obter o credenciamento do CBO para ministrar Curso de Especialização em Oftalmologia,

Leia mais

O médico Rogério Antunes Pereira Filho, professor associado da disciplina de Gastroenterologia do Departamento de Clínica Medica da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, foi homenageado no dia

Leia mais

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #22 - maio 2015 - assistente social. agora? Sou E Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Apresentação 1.Identificação do órgão:tribunal do Trabalho da Paraíba/ Assessoria de Comunicação Social 2.E-mail para contato:rdaguiar@trt13.jus.br, rosa.jp@terra.com.br

Leia mais

CIDADES EDUCADORAS DICIONÁRIO

CIDADES EDUCADORAS DICIONÁRIO CIDADES EDUCADORAS A expressão Cidade Educativa, referindo-se a um processo de compenetração íntima entre educação e vida cívica, aparece pela primeira vez no Relatório Edgar Faure, publicado em 1972,

Leia mais

Tristes Olhos 1. Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN

Tristes Olhos 1. Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN Tristes Olhos 1 Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN RESUMO O presente trabalho trata-se de um registro fotográfico realizado

Leia mais

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ RESULTADOS DA PESQUISA DE PERCEPÇÃO E SATISFAÇÃO DOS CURSOS DE: MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA DOS NEGÓCIOS MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA COM PESSOAS FACULDADE REDENTOR 2012 ITAPERUNA RJ MODELO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto.

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto. Agradecimentos: Cumpre-me inicialmente agradecer a toda Diretoria Executiva, especialmente ao Teruo, por confiarem no meu trabalho e me darem toda a autonomia necessária para fazer o melhor que fui capaz

Leia mais

Os requisitos de patenteabilidade, previstos na Lei de Propriedade Industrial 9.279/96, são:

Os requisitos de patenteabilidade, previstos na Lei de Propriedade Industrial 9.279/96, são: Quais os requisitos de patenteabilidade? Os requisitos de patenteabilidade, previstos na Lei de Propriedade Industrial 9.279/96, são: (1) Novidade - a matéria objeto da pesquisa precisa ser nova, ou melhor,

Leia mais

Saúde Indígena no Brasil

Saúde Indígena no Brasil PAINEL I Particularidades genéticas das populações amazônicas e suas possíveis implicações Coordenação de Mesa: Wim Degrave. Saúde Indígena no Brasil Mário R. Castellani Abordarei um pouco do que estamos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP. Ministério da Educação MEC

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP. Ministério da Educação MEC 01) Qual o seu estado civil? A) Solteiro(a). B) Casado(a). C) Separado(a)/desquitado(a)/divorciado(a). D) Viúvo(a). E) Outro. 02) Como você se considera? A) Branco(a). B) Negro(a). C) Pardo(a)/mulato(a).

Leia mais

O ESPAÇO E O TEMPO DE FORA DA SALA DE AULA OBSERVAÇÕES PRELIMINARES

O ESPAÇO E O TEMPO DE FORA DA SALA DE AULA OBSERVAÇÕES PRELIMINARES 1 Trabalho apresentado no II EREBIO Encontro Regional de Ensino de Biologia. Niterói, Rio de Janeiro. Referência: DIB-FERREIRA, Declev Reynier. O espaço e o tempo de fora da sala de aula observações preliminares.

Leia mais

RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA. Dados do Intercâmbio

RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA. Dados do Intercâmbio RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA Nome: Juliana Malacarne de Pinho No. USP 7166759 Curso ECA: Jornalismo Dados do Intercâmbio Universidade: Universidade NOVA de Lisboa Curso: Comunicação Social Período:

Leia mais

ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra a AIDS

ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra a AIDS Carta ANAIDS 1º de Dezembro - Dia Mundial de Luta contra a AIDS Cada um tem sua cara e a aids também tem... A ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra Aids - colegiado que reúne os Fóruns de ONG Aids

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Dia do Médico Moçambicano: Momento de celebração e reflexão sobre desafios da classe e do sector Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 37 Discurso na cerimónia de assinatura

Leia mais

Pesquisa Semesp 2009. Índice de Imagem e Reputação

Pesquisa Semesp 2009. Índice de Imagem e Reputação Pesquisa Semesp 2009 Índice de Imagem e Reputação Uma ferramenta estratégica para a qualidade de mercado Desvendar qual é a real percepção de seus públicos estratégicos com relação à atuação das instituições

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente

A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente por Denise Marson Apesar da implantação do programa Saúde da família, a formação de profissionais especializados na área de medicina da

Leia mais

Plano Estadual de Educação está disponível para consulta pública

Plano Estadual de Educação está disponível para consulta pública Veículo: Portal Agência Alagoas Data: 15/05/2015 Coluna/Editoria: EDUCAÇÃO Página: On-line Agência Alagoas Plano Estadual de Educação está disponível para consulta pública Documento está disponível no

Leia mais

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA RELATO DE EXPERIÊNCIA SEMANA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA Mestranda Rita Aparecida Nunes de Souza da Luz PROGEPE UNINOVE Resumo O objetivo desse trabalho é relatar a experiência

Leia mais

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES Tânia de Sousa Lemos 1 ; Ana Beatriz Araujo Velasques 2 1 Aluna do Curso de Arquitetura e

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 49 Discurso no encontro com grupo

Leia mais

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN na solenidade de posse do Conselho Consultivo e do presidente executivo da AEERJ Dia 28 de julho de 2014 Centro de Convenções da Firjan Minhas Senhoras e Meus Senhores, Gostaria

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados PRESIDENCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Assunto: DISCURSO DO EXMO. SUBCHEFE DE ASSUNTOS FEDERATIVOS DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DA

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

Valores educacionais do Olimpismo

Valores educacionais do Olimpismo Valores educacionais do Olimpismo Aula 3 Busca pela excelência e equilíbrio entre corpo, vontade e mente Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Detalhar o valor busca pela excelência 2 Apresentar estratégias

Leia mais

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 27 de setembro a 1 o. de outubro de 2010 CD50/DIV/3 ORIGINAL:

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

produtos que antes só circulavam na Grande Florianópolis, agora são vistos em todo o Estado e em alguns municípios do Paraná.

produtos que antes só circulavam na Grande Florianópolis, agora são vistos em todo o Estado e em alguns municípios do Paraná. SABOR, TRADIÇÃO E PUREZA Uma marca conhecida por sua tradicionalidade, reconhecimento no mercado e sabor irresistível, a empresa Bebidas Leonardo Sell, completa 106 anos em 2011 sendo a primeira empresa

Leia mais

PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO BERNARDO SANTANA DE VASCONCELLOS, EM HOMENAGEM PÓSTUMA. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, o

PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO BERNARDO SANTANA DE VASCONCELLOS, EM HOMENAGEM PÓSTUMA. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, o PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO BERNARDO SANTANA DE VASCONCELLOS, EM HOMENAGEM PÓSTUMA AO DR. CARLOS PINTO COELHO MOTTA Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, o Estado de Minas Gerais e o Brasil

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 81 Discurso na cerimónia de entrega

Leia mais

PESSOAL PONTO APRESENTAÇÃO

PESSOAL PONTO APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO PONTO PESSOAL A PONTO PESSOAL É A PRIMEIRA AGÊNCIA E REVISTA DIGITAL DE MARKETING PESSOAL DO BRASIL QUE TRABALHA ESTRATÉGIAS PARA DIFERENCIAR PESSOAS NO MEIO PROFISSIONAL. 2010-2015 MARKETING

Leia mais

Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos

Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos O pedagogo David Bomfin, 50 anos, deixou, há algum tempo, de

Leia mais

Explique o que o atrai na empresa, na função, no setor. Aproveite para mostrar entusiasmo. Não se prolongue

Explique o que o atrai na empresa, na função, no setor. Aproveite para mostrar entusiasmo. Não se prolongue Cartas de apresentação Juntamente com o CV, a carta de apresentação é um dos primeiros elementos que a empresa à qual se candidata tem sobre si. Saiba como elaborar uma carta de apresentação e veja um

Leia mais

Contribuir para a implantação de programas de gestão e de educação ambiental em comunidades e em instituições públicas e privadas.

Contribuir para a implantação de programas de gestão e de educação ambiental em comunidades e em instituições públicas e privadas. TÍTULO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ESTRATÉGIA PARA O CONHECIMENTO E A INCLUSÃO SOCIAL AUTORES: Chateaubriand, A. D.; Andrade, E. B. de; Mello, P. P. de; Roque, W. V.; Costa, R. C. da; Guimarães, E. L. e-mail:

Leia mais

OSVALDO. Como também foi determinante a motivação e a indicação feita por um professor.

OSVALDO. Como também foi determinante a motivação e a indicação feita por um professor. OSVALDO Bom dia! Meu nome é Osvaldo, tenho 15 anos, sou de Santa Isabel SP (uma cidadezinha próxima à Guarulhos) e, com muito orgulho, sou bolsista ISMART! Ingressei no ISMART este ano e atualmente estou

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010 INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO Bruno Rodrigo Teixeira 1 Universidade Estadual de Londrina - UEL bruno_matuel@yahoo.com.br Camila Rosolen 2 Universidade Estadual de Londrina - UEL camilarosolen@yahoo.com.br

Leia mais

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Data: 15 de janeiro Hora: 12 horas Local: Sede do Conselho Regional de Economia

Leia mais

Escola Paulista de Direito. Transformando Conhecimento em Valores

Escola Paulista de Direito. Transformando Conhecimento em Valores Escola Paulista de Direito Transformando Conhecimento em Valores Índice Apresentação EPD... 3 Campus... 4 Biblioteca... 5 Laboratório informática... 6 Adaptação para portadores de necessidades especiais...

Leia mais

Regulamento Interno. de Estágios

Regulamento Interno. de Estágios Regulamento Interno de Estágios Índice Apresentação... 3 Capítulo 1 Caracterização e objetivo do estágio... 3 Capítulo 2 - Oferta de vagas de estágio... 4 Capítulo 3 - Duração do estágio... 5 Capítulo

Leia mais

Intercâmbio tem relatos de boas experiências e muita superação

Intercâmbio tem relatos de boas experiências e muita superação Intercâmbio tem relatos de boas experiências e muita superação Professora Áurea Santos, com o grupo de estudantes do Instituto Federal do Piauí pioneiro no intercâmbio com Espanha e a Portugal: A experiência

Leia mais

A Copa do Mundo e a importância dos CT s no Brasil DESTAQUES. Curitiba, 26 de setembro de 2012 l 6ª Edição - Setembro/Outubro

A Copa do Mundo e a importância dos CT s no Brasil DESTAQUES. Curitiba, 26 de setembro de 2012 l 6ª Edição - Setembro/Outubro Curitiba, 26 de setembro de 2012 l 6ª Edição - Setembro/Outubro DESTAQUES A Copa do Mundo e a importância dos CT s no Brasil Fifa indica estádios de futebol, mas seleções da Copa poderão escolher seus

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Entrevista com Ricardo de Paiva e Souza. Por Flávia Gomes. 2 Flávia Gomes Você acha importante o uso de meios de comunicação na escola? RICARDO

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE

DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE Paulo Eduardo Elias* Alguns países constroem estruturas de saúde com a finalidade de garantir meios adequados para que as necessidades

Leia mais

GRUPO OTIMISMO DE APOIO AO PORTADOR DE HEPATITE

GRUPO OTIMISMO DE APOIO AO PORTADOR DE HEPATITE GRUPO OTIMISMO DE APOIO AO PORTADOR DE HEPATITE Av. Copacabana, 1133 SL. 205 - Copacabana - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22060-001 ONG - Registro n. 176.655 - RCPJ-RJ - CNPJ: 06.294.240/0001-22 e-mail: hepato@hepato.com

Leia mais

APRESENTAÇÃO. 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Escola Judiciária Eleitoral.

APRESENTAÇÃO. 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Escola Judiciária Eleitoral. APRESENTAÇÃO 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. 2. E-mail para contato eje@tre-rj.gov.br. 3. Nome do Projeto. 4. Tema escolhido Gestão Sócio Ambiental. 5.

Leia mais

ENTREVISTA. COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com

ENTREVISTA. COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com Entrevista ENTREVISTA 146 COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com * Dra. em Letras pela PUC/RJ e professora do Colégio de Aplicação João XXIII/UFJF. Rildo Cosson Mestre em Teoria

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

O SR. RAUL CUTAIT - Ministro Gilmar Mendes, estimado. caro Ministro Gilmar Mendes que seu convite, para mim, foi

O SR. RAUL CUTAIT - Ministro Gilmar Mendes, estimado. caro Ministro Gilmar Mendes que seu convite, para mim, foi O SR. RAUL CUTAIT - Ministro Gilmar Mendes, estimado Ministro Cezar Peluso, senhoras e senhores. Inicialmente, quero dizer ao meu caro Ministro Gilmar Mendes que seu convite, para mim, foi uma convocação.

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Conselho Nacional de Controle Interno

Conselho Nacional de Controle Interno Veículo: Site Congresso em Foco Data: 13/07/2012 Editoria: Lei de Acesso Coluna: - Página: - Só 12% das prefeituras dão atenção a transparência Uma mesma pergunta foi feita às administrações de 133 cidades

Leia mais

A modalidade de ensino que cresce a passos largos no Brasil, ainda provoca desconfiança em muita gente. VOCÊ ESTUDARIA A DISTÂNCIA?

A modalidade de ensino que cresce a passos largos no Brasil, ainda provoca desconfiança em muita gente. VOCÊ ESTUDARIA A DISTÂNCIA? O formato é bem antigo, mas ele voltou a ganhar notoriedade na década de 90, com o avanço da tecnologia e, principalmente, devido ao alcance da internet pela população. Ainda assim, ele está longe de ser

Leia mais

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra. Senhor Representante de Sua Excelência o Presidente da República, General Rocha Viera, Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Leia mais

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA:

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Fundo Perpétuo de Educação PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Os depoimentos, ensinamentos e metas dos participantes mais bem sucedidos. A escolha da escola fez a diferença na sua colocação

Leia mais

EU VEJO O SANTO PADRE ANDRÉ BORTOLAMEOTTI Homenagem póstuma

EU VEJO O SANTO PADRE ANDRÉ BORTOLAMEOTTI Homenagem póstuma EU VEJO O SANTO PADRE ANDRÉ BORTOLAMEOTTI Homenagem póstuma * 22/12/1919 Vigolo Vattaro Itália + 28/10/2010 Barretos/SP Um belo dia recebo um e-mail do Padre André Bortolameotti, com quem tive a felicidade

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais