Maria Zélia Baldessar Coordenadora do Curso de Medicina

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Maria Zélia Baldessar Coordenadora do Curso de Medicina"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA UNISUL CURSO DE MEDICINA CAMPUS TUBARÃO INTERNATO MÉDICO 9º SEMESTRE 2012/1 APRESENTAÇÃO Caro (a) Acadêmico (a), Seja bem vindo ao Internato Médico (9º semestre) do Curso de Medicina da Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul. Neste caderno do curso estão as informações necessárias para que você possa acompanhar o andamento do semestre, com o calendário acadêmico, quadro de horários, planos de ensino, esquema de rodízios, sistema de avaliação, alunos e corpo docente. Desejamos sucesso e que esta oportunidade possa levá-los a novas descobertas e novos valores! Maria Zélia Baldessar Coordenadora do Curso de Medicina 1

2 Prezado Aluno, A Biblioteca Universitária é responsável pela execução de um dos projetos estratégicos da Unisul: Integração e monitoramento das bases de conteúdo científico aprovadas. Para atendermos esta demanda e capacitarmos os alunos e professores, organizamos a Oficina: Base de dados de conteúdo científico: uso e organização dos resultados de pesquisa, tendo como objetivo a apresentação e uso das fontes de informação de conteúdo científico em diferentes suportes físicos, com ênfase nas bases de dados assinadas pela Unisul: OVID (Saúde): Base de dados internacional em medicina e demais áreas da saúde. Apresenta resultados na forma referencial e com texto completo de 85 títulos de periódicos de relevância na área. Academic OneFile (Multidisciplinar): Base de dados internacional nas áreas: Física, Tecnologia, Medicina, Ciências sociais, Artes, Teologia, Literatura, Lingüística entre outras. Referencial e com texto completo. E-Books Atheneu (Saúde): Base de dados na área da Saúde contendo e-books nacionais da editora Atheneu. Acesso na íntegra de 22 títulos e acesso parcial (até o terceiro capítulo) de aproximadamente 300 títulos. NTIS (Tecnologias e Engenharias): Base de dados internacional, referencial, nas áreas: Biofísica, Bioquímica, Engenharia Civil, Engenharia Agrícola, Engenharia de Materiais e Metalúrgica, Engenharia Elétrica, Eletrônica e Telecomunicações, Engenharia Mecânica e Térmica, Engenharia Química, Engenharia Sanitária, Engenharia de Produção, Higiene e Segurança do Trabalho, Engenharia Nuclear, Engenharia de Transportes, Engenharia Naval e Oceânica, Engenharia Aeroespacial, Biotecnologia. Computação, Meio ambiente, Saúde, Negócios e Ciências biológicas Business Souce Premier (Administração e Negócios): Base de dados internacional com texto completo nas áreas de Finanças, Administração, Negócios, Economia e Relações Internacionais. Regional Business News (Administração e Negócios): Base de dados internacional com texto completo nas áreas de Administração regional dos Estados Unidos. Na Biblioteca Universitária do Campus de Tubarão teremos disponível um dia por semana com os três períodos de capacitações, sempre nas 3ª ou 5ª feiras alternadamente, assim os usuários que quiserem poderão agendar individualmente. Agendaremos também capacitações para turmas, conforme a necessidade do curso. Os agendamentos podem ser feitos pelo ou pelo telefone , com Fabiana. Atenciosamente, Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL Cristiane Salvan - Coordenação da Biblioteca Universitária Campus de Tubarão (48) / Fax:(48)

3 CALENDÁRIO ACADÊMICO- UNISUL Janeiro D S T Q Q S S Fevereiro D S T Q Q S S DL Janeiro 23 Início do semestre letivo 2012/1 UNISUL Ensino a Distância 3 Início do período para solicitaçao de Revisão de Currículo Formandos 2011/2. 5 Data limite para solicitação dos requerimentos de aproveitamento de estudos de disciplinas cursadas em outra IES e na Unisul para dispensa e alteração de matrícula - Calouros - 1º período de 2012/1. 12 Encerramento de solicitaçao de Retorno, Destrancamento, Transf. Interna para o 2º período de 2012/1. 12 e 13 - Período reservado para solicitação de Trancamento de Disciplinas do 1º, 2º e 3º período de 2012/1. 13 Início do período para solicitaçao de Retorno e Destrancamento para o 3º período de 2012/1. 16 Início do período para solicitação de Trancamento de Curso para o semestre 2012/1. 23 Início do período de solicitação de Trancamento de Disciplinas do 2º e 3º período de 2012/1. 23 Início das aulas dos Cursos a Distância - 1º período 2012/1. Fevereiro Ensino Presencial 6 a 11 Período reservado para reuniões de congregação de cursos. 13 Início das aulas 2012/1 do 9º, 10º, 11º e 12º semestres do Curso de Medicina - Internato Médico. 13 a 17 Período reservado para o Programa de Formação Continuada da Unisul - PROFOCO. 27 Início das aulas dos Cursos Presenciais 2012/1. 27 Início das disciplinas a distância - DADS para alunos dos Cursos Presenciais 2012/1. Ensino a Distância 1º a 9 Período reservado para solicitação dos requerimentos de aproveitamento de estudos de disciplinas cursadas em outra IES e na UNISUL para dispensa e alteração de matrícula - Calouros - 2º período de 2012/1. 6 a 11 Período reservado para reuniões de congregação de cursos. 10 Data limite para solicitaçao de Revisão de Currículo Formandos 2011/2. 13 Data limite para solicitação de Trancamento de Curso para o semestre 2012/1 e de disciplinas do 2º e 3º período letivo de 2012/1. 13 a 17 Período reservado para o Programa de Formação Continuada da Unisul - PROFOCO. 15 Início do período para solicitação de Colação de Grau e troca de local da sessão solene Formandos 2011/2. 23 Início do período de solicitação de Trancamento de Disciplinas do 3º período de 2012/1. 23 Data limite para solicitaçao de Retorno e Destrancamento para o 3º período de 2012/1. 24 Início do período para solicitaçao de Retorno, Destrancamento e Transf. Interna para o 1º período de 2012/2. Feriados 20, 21 e 22 Feriado de Carnaval Março D S T Q Q S S DL Março Ensino Presencial 10 Data limite para matrícula em disciplinas isoladas/especiais. 17 Data limite para solicitação dos requerimentos de aproveitamento de estudos para dispensa de disciplinas cursadas em outra IES e na Unisul, para posterior alteração de matrícula Calouros. Ensino a Distância 5 Início das aulas dos Cursos a Distância - 2º período 2012/1. 9 Data limite para solicitação de Colação de Grau e troca de local da sessão solene Formandos 2011/2. 14 Data limite para solicitação de Trancamento de Disciplinas do 3º período de 2012/1. 15 a 22 Período reservado para solicitação dos requerimentos de aproveitamento de estudos de disciplinas cursadas em outra IES e na Unisul para dispensa e alteração de matrícula - Calouros - 3º período de 2012/1. 24 Data reservada para Colação de Grau (sessão solene) - Formandos 2011/2. 26 Início do período para solicitação de Colação de Grau em Gabinete Formandos 2011/2. Feriados 19 Feriado Municipal São José 23 Feriado Municipal Florianópolis 3

4 Abril D S T Q Q S S DL Maio D S T Q Q S S DL Junho D S T Q Q S S Abril Ensino Presencial 4 Data limite para os alunos solicitarem Trancamento de Curso, de Disciplina e aproveitamento de estudos para veteranos 2012/1. 14 Data limite para solicitação dos requerimentos de Colação de Grau (sessão solene), gratuitamente, para Formandos 2012/1 e Revisão de Currículo para os Formandos 2012/2. 16 Início do período de solicitação dos requerimentos para transferências interna e externa, Destrancamento de Matrícula, Reingresso, Retorno, Troca de Turno, permanência para nova habilitação e remanejamento de Campus, para o semestre letivo de 2012/2. Ensino a Distância 5 Início do período reservado para solicitação dos requerimentos de validação das Atividades Acadêmicas Curriculares Adicionais (AACAS) e aproveitamento de estudos de disciplinas cursadas em outras IES e na Unisul para dispensa e envio de documentos comprobatórios alunos Veteranos e Formandos de 2012/1. 9 Data limite para solicitação de Colação de Grau em Gabinete Formandos 2011/2. 16 Início das aulas dos Cursos a Distância - 3º período 2012/1. Feriados 3 Feriado Municipal Araranguá 5, 6 e 7 Feriado de Páscoa 21 Feriado Nacional Tiradentes 24 Feriado Municipal Palhoça 30 Recesso Escolar do Feriado Nacional Dia do Trabalho Maio Ensino Presencial 26 Data limite para solicitação dos requerimentos para Transferência Interna e Externa, Destrancamento de Matrícula, Reingresso, Retorno, Troca de Turno, permanência para nova habilitação e remanejamento de Campus, para o semestre letivo de 2012/2. Ensino a Distância 7 Data limite para solicitação dos requerimentos de validação das Atividades Acadêmicas Curriculares Adicionais (AACAS) e aproveitamento de estudos de disciplinas cursadas em outras IES e na Unisul para dispensa e envio de documentos comprobatórios alunos Veteranos e Formandos de 2012/1. 11 Data limite para solicitaçao de Retorno, Destrancamento e Transferência Interna para o 1º período de 2012/2. 12 Início do período para solicitação de Retorno, Destrancamento e Transferência Interna para o 2º período de 2012/2. Feriados 1 Feriado Nacional Dia do Trabalho 4 Feriado Municipal Araranguá Junho Ensino Presencial 18 a 23 Período reservado para solicitação dos alunos do Curso de Medicina cursarem Internato Médico fora da Unisul em 2012/2. 23 Data limite para solicitação de requerimentos de validação das Atividades Acadêmicas Curriculares Adicionais (AACAS) e Horas Extracurriculares - Formandos 2012/1. 30 Encerramento das atividades de 2012/1 do 9º, 10º, 11º e 12º semestres do Curso de Medicina Internato Médico. 30 Encerramento das aulas dos Cursos Presenciais do semestre letivo 2012/1. 23DL Ensino a Distância 14 Início do período para solicitação dos requerimentos de aproveitamento de estudos para dispensa de disciplinas cursados em outra IES e na Unisul, para posterior alteração de matrícula - Calouros - 1º período de 2012/2. 25 Início do período para solicitação do requerimento de Revisão de Currículo, para Formandos 2012/1. Feriados 7 Feriado Nacional Corpus Christi 8 e 9 Recesso Escolar *Mês previsto para inscrição de alunos irregulares no ENADE/2012 Cursos Presenciais e a Distância. 4

5 9ª FASE GRUPOS PARA RODÍZIO TOTAL 40 ALUNOS GRUPO 1 CLÍNICA MÉDICA/ HOSPITAL LUCAS PENSIN DANILO AVANCI ORNELAS CHAVES SAMUEL DA SILVA LUNARDI LEANDRO NAKASHIMA até CLÍN. MÉDICA MARIANA ZAMPROGNO TEZZA até CLÍN. CIRURGICA LUIZ GUSTAVO COQUEMALA DA SILVA até AME I GABRIEL STEFANI LEÃO até PSF ILIANA DA ROSA ANDRETTA FLAVIANY ARAUJO CARMELLO BRUNA MARTINS LEAL ALDO GUILHERME PRETTI GESSER GRUPO 2 CLÍNICA CIRURGICA/ HOSPITAL GUSTAVO HENRIQUE TOMASI GEÓRGIA TREVISANI VAGNER OLIVEIRA até CLÍN. CIRURGICA HELOISA ALVES PACHECO até CLÍN. MÉDICA THIAGO HENRIQUE VIEIRA SANDOVAL até PSF ANIELE FAGUNDES até AME I DANIEL CORRÊA DÖERNER GUSTAVO VINICIUS GHELLIONI JOSIAS CORTEZ ALINE BERTOLI DA CUNHA GRUPO 3 AMBULATÓRIO DAS ESPECIALIDADES AME I SUELEN REGINA TOTTI LAYSANSELMO MOREIRA CAROLINA PICHETTI CALIRI LOURIMAR DE MOURA MOREIRA até AME I AMANDA BITTENCOURT até PSF EDIO ZEFERINO até CLÍN. MÉDICA VANESSA PEREIRA LEAL até CLÍN. CIRURGICA ALAN KNABBEN MAGRI FABIO JEAN GOULART SEBOLD MURIALDO MARGOTTI TEZZA GRUPO 4 ATENÇÃO A SAÚDE DA FAMILIA PSF CAMILA DUARTE MACHADO ISABELA BUSSOLO SIMONE ARTUS DETTENBORN LUIS CLAUDIO HOBUS até PSF MARIA CAROLINA SAGGIORATTO até AME I RAFAEL CAETANO DO AMARAL até CLÍN. CIRURGICA FAGNER GUESSER até CLÍN. MÉDICA AFONSO POSSAMAI DELLA JUNIOR LUCAS SOUTO DA SILVA NATALIA FARINA RESCHKE 5

6 SISTEMA DE AVALIAÇÃO 9º Semestre 74 créditos Internato Médico I Clínica Médica/Clínica Cirúrgica (36 créditos) Média final = 2MNAP + MAT 7, MNAP = Média das notas das avaliações práticas nos estágios de Clínica Médica/Clínica Cirúrgica MAT = Média da prova teórica de Clínica Médica/Clínica Cirúrgica TCC = Nota pelo Projeto e validação NÚCLEO ORIENTADO = Avaliação teórica Observações 1. O aluno terá uma avaliação continuada; 2. Todas as notas cognitivas definitivas se darão por conselho de Classe; 3. Durante estágio da clínica médica o aluno terá avaliações teórico-práticas (Enfermaria, aulas de emergência médica e seminários de radiologia); 4. Entre a segunda e terceira semana de estágios os alunos serão chamados na coordenação do internato para saberem do seu desempenho até então. 5. A prova teórica poderá constar de questões discursivas e objetivas e após a divulgação da nota no sistema o aluno tem 48 horas para solicitar formalmente a sua revisão. Não serão revisadas provas cujas solicitações extrapolarem este prazo (mesmo em caso de reprovação do aluno). 6. Ao final da quinta e décima semana ao ser publicada a nota cognitiva no sistema acadêmico, o aluno tem 48 horas para entrar com pedido de revisão. 7. O TCC e o núcleo orientado em nutrição constituem-se de disciplinas tendo notas separadas do estágio do internato. (média de aprovação =7,0) O aluno que faltar o estágio terá necessariamente que repor as horas ainda0 durante o internato. Se a falta for considerada injustificada ele receberá zero (0) nos quesitos de assiduidade, freqüência e interesse naquele período mesmo recuperando as horas depois(vide Resolução MED N o 02/2011). 8. Faltas devidas a congressos mesmo com apresentação de trabalhos devem ser compensadas. 9. O aluno deve requerer junto a UHE seu cartão de recuperação de faltas e entregá-lo ao final para o coordenador do estágio. 10. O TCC não tem horário especifico. 11. O núcleo orientado de nutrição ocorrera às sextas feiras a partir das 13h30min na UHE. 6

7 Resolução MED N o 02/2011 ESTABELECE PERCENTUAL DE FALTAS A SEREM RECUPERADAS EM CADA ESTÁGIO E NOVO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO PARA O INTERNATO MÉDICO O COORDENADOR DO CURSO DE MEDICINA, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES ESTABELECIDAS PELOS ARTIGOS 25, VII; INCISO VII E 89, DO REGIMENTO GERAL DA UNISUL E O DELIBERADO PELA CONGREGAÇÃO DE CURSO, RESOLVE: Art. 1º. Revogar o artigo 3º da Resolução MED N o 01/09 quanto aos critérios de avaliação cognitiva do aluno no Internato Médico. Art. 2º. Estabelecer novos critérios de avaliação cognitiva para os estágios do Internato Médico incluindo quesitos atitudinais, teóricos e de habilidades, com pesos específicos. Art. 3º - Estabelecer que será aprovado nas disciplinas do Internato Médico o aluno que obtiver nota igual ou superior a 7,0, numa escala de zero a dez, e 100% de freqüência, não sendo admitida avaliação final. Art. 4º - As avaliações cognitivas das disciplinas do Internato Médico serão realizadas através de Conselho de Classe presidido pelo Coordenador do Estágio com base nos critérios descritos no apêndice I (Instrumento de Avaliação do Internato Médico). Art. 5º - Estabelecer que o percentual de faltas justificadas a serem recuperadas para cada disciplina de dez (10) semanas será de 10%, em período determinado pelo Coordenador Geral do Internato. Caso o aluno não apresente justificativa documentada para as faltas ou possua um percentual maior que 10%, mesmo que estas sejam justificadas, o aluno será considerado reprovado. Art. 6º - A recuperação do Estágio será definida pelo Coordenador Geral do Internato Médico. Art. 7º - As faltas abonadas no Internato Médico seguirão normas da Unisul, com posterior deferimento do Coordenador do Curso. Art. 8º - Os casos omissos na presente Resolução serão resolvidos pelo Colegiado do Internato Médico, conforme o estabelecido no projeto de disciplina. Art. 9º - Esta Resolução entrará em vigor após a aprovação pelo órgão superior competente. Tubarão, 11 de novembro de Prof. Maria Zélia Baldessar Coordenadora do Curso de Medicina 7

8 APÊNDICE I - INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO INTERNATO MÉDICO CURSO DE MEDICINA UNISUL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO (I) ATITUDINAL/PESSOAL (3,00) I. Postura Ética: estabelece uma relação atenciosa e respeitosa com os pacientes, familiares, professores, colegas, equipe de saúde e comunidade. Observa os preceitos éticos e bioéticos (sigilo, prudência, diligência e perícia, respeito à autonomia não maleficência, beneficência e afetuosidade). 2. Pro - atividade: demonstra interesse e busca espontânea por mudanças Valor Total 0,75 em seu ambiente de aprendizagem. 0,75 3. Pontualidade e assiduidade: respeita os horários e cumpre o 0,75 cronograma Normas: respeita o ambiente de ensino e cumpre as normas administrativas da Unisul e da Unidade Concedente. 0,75 (II) CONHECIMENTO TEÓRICO (2,00) 1. Demonstra domínio teórico sobre técnicas e métodos. 1,00 2. Demonstra conhecimento teórico sobre os diferentes sistemas orgânicos. 1,00 Valor Atribuído (III) HABILIDADES E PROCEDIMENTOS (5,00) 1. Realiza anamnese e exame físico observando os princípios teóricopráticos da Medicina. 1,00 2. Estabelece diagnóstico e diagnóstico diferencial a partir do raciocínio clínico e estabelece planos para confirmação diagnóstica. 1,00 3. Estabelece planos para o tratamento. 1,00 4. Demonstra habilidade, destreza, segurança e organização na realização de técnicas e procedimentos e observa os princípios científicos. 1,00 5. Organiza o prontuário conforme as normas da instituição. Valoriza a comunicação escrita e observa a norma culta da Língua Portuguesa. 1,00 SOMATÓRIO 10,0 Espaço para Observações: 1 05 (cinco) atrasos ao estágio ou 1 (uma) falta sem justificativa será considerado zero no quesito (I.3). 8

9 NORMAS GERAIS 1- O Internato Médico tem seu início marcado para o dia e seu término para O cronograma de Rodízio nos vários estágios do Internato Médico obedecerá às seguintes datas: 1º Rodízio de até º Rodízio de até º Rodízio de até º Rodízio de até Cada Rodízio terá a duração de 5 (cinco) semanas, sendo que o rodízio de Clínica Médica/Clínica Cirúrgica Hospitalar, será de 10 (dez) semanas, num total de 50 (cinqüenta) dias letivos. 3- As provas durante o Internato Médico serão realizadas respectivamente nos dias e 22.06, além da avaliação continuada que ocorrerá diariamente. 4- Congressos, Simpósios e outros: Os internos que desejarem participar desses eventos deverão encaminhar solicitação ao Coordenador do Curso, através do Protocolo Acadêmico, com antecedência de 15 (quinze) dias, constando a programação do evento (folder), observando que os plantões caso ocorram nos dias do evento, deverão ser previamente trocados com os demais colegas. 5- Plantões noturnos, feriados e final de semana: Os plantões serão desenvolvidos conforme escala a ser publicada. 6-Observância ao uniforme solicitado, conforme normas estabelecidas. 9

10 PROGRAMAS DE ESTÁGIO: 1. Disciplina: Internato Médico I Clínica Médica Clínica Cirúrgica 2. Disciplina: Atenção à Saúde da Família Ambulatório Médico das Especialidades Programa de Saúde da Família 3.Disciplina : TCC I 4.Disciplina : Núcleo orientado I 10

11 CORPO DOCENTE Clínica Médica: Profº Lawrence de Lucca Dias (Coordenador de Fase) Profº Adilson Medeiros dos Santos Profº Marcelo Schuck Profª Lisiane Vieira Profº Lars Thales Escobar Profº Vilton Michels Profº Marilda Lima Profª Thaise Pellizzaro de Oliveira Clínica Cirúrgica: Profº Jaime Fernandes (Coordenador da fase) Profº Marcelo Losso Profº Ricardo Beckauser kuhnen Profº Miriam Borgert Profº Andre Calandrini 11

12 1- PROGRAMAÇÃO TEÓRICO-PRÁTICA: 20 SEMANAS COM RODÍZIO A CADA 5 SEMANAS. DISCIPLINA INTERNATO MÉDICO I 1.1 PROGRAMA DO ESTÁGIO EM CLINICA MÉDICA 2ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Lawrence/Residente da Emergência -Apresentar o relatório do plantão de sexta-feira, sábado e domingo. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo. -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado. 08:30h às 11:30h: -Participar da visita na Enfermaria da Unisul com o Preceptor. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas pela professora Marilda. -Evoluir os pacientes designados. -Participar ativamente das discussões dos casos. -Ir na busca de exames complementares do paciente designado. -Acompanhar o médico residente nas visitas com o preceptor. -Fazer Anamnese e exame físico nos pacientes novos. -Incluir na evolução lista de problemas e identificar os problemas em clínica médica -Discutir e se for o caso prescrever o paciente com a ajuda do preceptor. 1º Rodízio de até Grupo 1,11 Professor Adilson/Professora Thaise Pellizzaro 2º Rodízio de até Grupo 2 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 3º Rodízio de até Grupo 3 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 4º Rodízio de até Grupo 4 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 14:00 às 17:00h Prof. Lawrence -Participar ativamente das aulas práticas e revisões designadas. -Participar das aulas teórico-práticas de assistência em enfermagem com a professora Marilda. 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 12

13 3ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Lawrence/Residente da emergência -Apresentar o relatório do plantão de segunda feira. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado 08:30h às 11:30h: -Participar da visita na Enfermaria da Unisul com o Preceptor. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas pela professora Marilda. -Evoluir os pacientes designados. -Participar ativamente das discussões dos casos. -Ir na busca de exames complementares do paciente designado. -Acompanhar o médico residente nas visitas com o preceptor. -Fazer Anamnese e exame físico nos pacientes novos. -Incluir na evolução lista de problemas e identificar os problemas em clínica médica -Discutir e se for o caso prescrever o paciente com a ajuda do preceptor. 1º Rodízio de até Grupo 1,11 Professor Adilson/Professora Thaise Pellizzaro 2º Rodízio de até Grupo 2 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 3º Rodízio de até Grupo 3 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 4º Rodízio de até Grupo 4 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 14:00 às 17:00h Prof. Lars/Vilto e Prof. kelser -Ver,fazer anamnese e discutir os pacientes juntamente com o preceptor. -Discutir os temas teóricos e realizar as atividades teóricas solicitadas. 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 13

14 4ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Marcelo Schuck/Residente da emergência -Apresentar o relatório do plantão de terça feira. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado 08:30h às 11:30h: -Participar da visita na Enfermaria da Unisul com o Preceptor. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas pela professora Marilda. -Evoluir os pacientes designados. -Participar ativamente das discussões dos casos -Ir na busca de exames complementares do paciente designado. -Acompanhar o médico residente nas visitas com o preceptor. -Fazer Anamnese e exame físico nos pacientes novos. -Incluir na evolução lista de problemas e identificar os problemas em clínica médica -Discutir e se for o caso prescrever o paciente com a ajuda do preceptor. 1º Rodízio de até Grupo 1,11 Professor Adilson/Professora Thaise Pellizzaro 2º Rodízio de até Grupo 2 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 3º Rodízio de até Grupo 3 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 4º Rodízio de até Grupo 4 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 13:30 às 15:30h Profª. Lisiane-Patologia Clinica -Participar das aulas expositivas e criticas da disciplina. -Participar ativamente das aulas. -Levar exames e casos para discutir em caso de dúvida. -Realizar as atividades propostos pela professora. 15:30 livre para atividades do TCC 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 14

15 5ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Lawrence/Residente da emergência -Apresentar o relatório do plantão de quarta-feira. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo. -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado 08:30h às 11:30h: -Participar da visita na Enfermaria da Unisul com o Preceptor. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas, professora Marilda. -Evoluir os pacientes designados. -Participar ativamente das discussões dos casos -Ir na busca de exames complementares do paciente designado. -Acompanhar o médico residente nas visitas com o preceptor. -Fazer Anamnese e exame físico nos pacientes novos. -Incluir na evolução lista de problemas e identificar os problemas em clínica médica -Discutir e se for o caso prescrever o paciente com a ajuda do preceptor. 1º Rodízio de até Grupo 1,11 Professor Adilson/Professora Thaise Pellizzaro 2º Rodízio de até Grupo 2 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 3º Rodízio de até Grupo 3 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 4º Rodízio de até Grupo 4 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 14:00 às 17:00h Prof. Vilton/Prof. Kelser -Ver,fazer anamnese e discutir os pacientes juntamente com o preceptor. -Discutir os temas teóricos e realizar as atividades teóricas solicitadas. 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 15

16 6ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Paulo Klüeger -Participar ativamente da revisão Temas de Radiologia -Trazer dúvidas e exames duvidosos para serem discutidos em sala de aula. 08:30h às 11:30h: -Participar da visita na Enfermaria da Unisul com o Preceptor. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas, professora Marilda. -Evoluir os pacientes designados. -Participar ativamente das discussões dos casos -Ir na busca de exames complementares do paciente designado. -Acompanhar o médico residente nas visitas com o preceptor. -Fazer Anamnese e exame físico nos pacientes novos. -Incluir na evolução lista de problemas e identificar os problemas em clínica médica -Discutir e se for o caso prescrever o paciente com a ajuda do preceptor. 1º Rodízio de até Grupo 1,11 Professor Adilson/Professora Thaise Pellizzaro 2º Rodízio de até Grupo 2 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 3º Rodízio de até Grupo 3 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 4º Rodízio de até Grupo 4 Professor Adilson/ Professora Thaise Pellizzaro 13:30 às 17:30h- Núcleo de orientado de nutrição 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 16

17 Observações 1.Na última semana do estágio a critério do coordenador de fase poderá ser realizado avaliação teórico-prático na enfermaria com o aluno frente ao paciente onde será observado: -Relacionamento com o paciente; -Avaliação do quadro do paciente; -Capacidade de realizar anamnese e exame físico; -Capacidade de formular hipóteses diagnósticas plausíveis para o caso; -Decisão de propedêutica e terapêutica A esta avaliação será atribuída um valor e fará parte da avaliação nos tópicos cognitivos: avaliação real do paciente e associação da teoria com a prática diária. A critério do coordenador de fase poderá haver prova prática diária (por escrito) a respeito dos seminários. A prova prática da enfermaria será dividida com os professores (Lars/Adilson/Thaise/Vilton) e haverá prova prática de PCR no estágio de clínica médica com professores Marcelo e Lawrence. 2.O professor terá a disposição semanalmente avaliação a ser preenchida sobre o desempenho do aluno. 3.As aulas teóricas e discussão de casos serão realizadas na UHE e salas setor 7 e 9. 4.Conteúdos básicos para prova de clínica Médica Seminários de urgência e emergência Consensos de: HAS, Diabetes, ICC, BPN, DPOC, Eletrocardiograma, doenças emergentes, cirrose hepática, HIV Casos e textos discutidos em enfermarias Conteúdos de patologia clínica Conteúdos dos seminários de radiologia 5. Todos os estágios e seminários dados nestas 5 semanas poderão a critério do coordenador de fase ser cobrados em provas práticas rápidas individuais dadas pelos professores.. 17

18 1.2. PROGRAMA DO ESTÁGIO EM CLÍNICA CIRÚRGICA 2ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Lawrence/residente da Emergência -Apresentar o relatório do plantão de sexta-feira, sábado e domingo. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado 08:30h às 12:00h: Prof. Marcelo Losso e Prof Mirian Borgert O aluno, a beira do leito e sob orientação de seu professor, deverá: - Fazer e discutir o raciocínio clínico-cirúrgico -Solicitar sob orientação do professor exames complementares pertinentes ao quadro clínico. -Prescrever e discutir a terapêutica orientado pelo professor. -Realizar e prescrever os cuidados pré e pós operatórios. -Ir na busca de exames dos pacientes. -Realizar e anotar anamnese e exames dos pacientes novos. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas pela professora Miriam 1º Rodízio de até Grupo 2 2º Rodízio de até Grupo 1,11 3º Rodízio de até Grupo 4 4º Rodízio de até Grupo 3 13:30 às 17:00h Prof. Marcelo Losso Cirurgia ambulatorial Clínica Arnaldo Bittencourt Morro Becker -Sob supervisão realizar pequenas cirurgias e procedimentos cirúrgicos ambulatoriais. -Discutir ativamente sobre os casos atendidos. 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 18

19 3ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Lawrence/Residente da emergência -Apresentar o relatório do plantão de segunda-feira. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo. -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado. 08:30h às 12:00h: Prof. Andre Calandrini e Prof Mirian Borgert O aluno, a beira do leito e sob orientação de seu professor, desenvolverá: - Fazer e discutir o raciocínio clínico-cirúrgico -Solicitar sob orientação do professor exames complementares pertinentes ao quadro clínico. -Prescrever e discutir a terapêutica. -Realizar e prescrever os cuidados pré e pós operatórios. -Ir na busca de exames dos pacientes. -Realizar e anotar anamnese e exames dos pacientes novos. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas pela professora Miriam 1º Rodízio de até Grupo 2 2º Rodízio de até Grupo 1,11 3º Rodízio de até Grupo 4 4º Rodízio de até Grupo 3 13:30 às 17:00h prof Ricardo Kunhen Cirurgia ambulatorial Clínica Arnaldo Bittencourt Morro Becker -Sob supervisão realizar pequenas cirurgias e procedimentos cirúrgicos ambulatoriais. -Discutir ativamente sobre os casos atendidos. 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 19

20 4ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Marcelo Schuck/residente da emergência -Apresentar o relatório do plantão de terça-feira. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo. -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado. 08:30h às 12:00h: Prof. Jaime Fernandes e Prof Mirian Borgert O aluno, a beira do leito e sob orientação de seu professor, desenvolverá: - Fazer e discutir o raciocínio clínico-cirúrgico. -Solicitar sob orientação do professor exames complementares pertinentes ao quadro clínico. -Prescrever e discutir a terapêutica. -Realizar e prescrever os cuidados pré e pós operatórios. -Ir na busca de exames dos pacientes. -Realizar e anotar anamnese e exames dos pacientes novos. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas pela professora Miriam 1º Rodízio de até Grupo 2 2º Rodízio de até Grupo 1,11 3º Rodízio de até Grupo 4 4º Rodízio de até Grupo 3 13:30 às 17:00h Prof. Jaime Fernandes Cirurgia ambulatorial Clínica Arnaldo Bittencourt Morro Becker -Sob supervisão realizar pequenas cirurgias e procedimentos cirúrgicos ambulatoriais. -Discutir ativamente sobre os casos atendidos. 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 20

21 5ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Lawrence/residente da emergência -Apresentar o relatório do plantão de quarta feira. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo Sala Setor 7 -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado 08:30h às 12:00h: Prof. Andre Calandrini e Prof Mirian Borgert O aluno, a beira do leito e sob orientação de seu professor, desenvolverá: - Fazer e discutir o raciocínio clínico-cirúrgico. -Solicitar sob orientação do professor exames complementares pertinentes ao quadro clínico. -Prescrever e discutir a terapêutica. -Realizar e prescrever os cuidados pré e pós operatórios. -Ir na busca de exames dos pacientes. -Realizar e anotar anamnese e exames dos pacientes novos. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas pela professora Miriam 1º Rodízio de até Grupo 2 2º Rodízio de até Grupo 1,11 3º Rodízio de até Grupo 4 4º Rodízio de até Grupo 3 13:30 às 17:00h Prof. Andre Calandrini Cirurgia ambulatorial Clínica Arnaldo Bittencourt Morro Becker -Sob supervisão realizar pequenas cirurgias e procedimentos cirúrgicos ambulatoriais. -Discutir ativamente sobre os casos atendidos. 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 21

22 6ª FEIRA: 07:30 às 08:30h: Prof. Paulo Klüeger -Apresentar o relatório do plantão de quinta feira. -Revisar e fazer os Seminários conforme cronograma abaixo Sala Setor 7 -Apresentar os seminários de acordo com as instruções se for sorteado 08:30h às 12:00h: Prof. Ricardo B Kuhnen e Prof Mirian Borgert O aluno, a beira do leito e sob orientação de seu professor, desenvolverá: - Fazer e discutir o raciocínio clínico-cirúrgico. -Solicitar sob orientação do professor exames complementares pertinentes ao quadro clínico. -Prescrever e discutir a terapêutica. -Realizar e prescrever os cuidados pré e pós operatórios. -Ir na busca de exames dos pacientes. -Realizar e anotar anamnese e exames dos pacientes novos.. -Realizar as atividades de Enfermagem propostas pela professora Miriam 1º Rodízio de até Grupo 2 2º Rodízio de até Grupo 1,11 3º Rodízio de até Grupo 4 4º Rodízio de até Grupo 3 13:30 às 19:00h Núcleo Orientado de Nutrição 19:00 às 23:00h Atividade de plantão nos Andares-médico residente Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada 22

23 CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES TEÓRICAS / SEMINÁRIOS DE EMERGÊNCIA Horário: 07h30 às 08h30 Local: Sala setor 7 De até Grupo 1 e grupo 2 De até Grupo 3 e grupo 4 DATA TEMA APRESENTADOR HORÁRIO DIA SEMANA 1 07:30 Seg Apresentação do internato Prof. Lawrence Prof. Zélia Prof. Romilton 07:30 Ter 1- Ressuscitação cardiopulmonar Lawrence 07:30 Qua 2-Abordagem inicial ao paciente grave Marcelo 07:30 3- Síndrome coronariana aguda com Qui supra-st Lawrence 07:30 Sex Revisão de Radiologia Paulo Kluger HORÁRIO DIA SEMANA 2 07:30 Seg 3- Síndrome coronariana aguda sem Prof. Lawrence supra-st 07:30 Ter 5-Dispnéia Lawrence 07:30 Qua 6-Síncope Marcelo 07:30 Qui 7-Anafilaxia Lawrence 07:30 Sex Revisão de Radiologia Paulo Kluger HORÁRIO SEMANA 3 07:30 Seg 8- HAS-abordagem inicial Prof. Lawrence 07:30 Ter 9-Acidente vascular cerebral Lawrence 07:30 Qua 10-TCE Marcelo 07:30 Qui 11-Vertigem tonturas Lawrence 07:30 Sex Revisão de Radiologia Paulo Kluger HORÁRIO DIA SEMANA 4 07:30 Seg Cefaléia Prof. Lawrence 07:30 Ter 13-Convulsoões-crise epilética Lawrence 07:30 Qua 14-Acidentes com animais peçonhentos Marcelo 07:30 Qui 15-Dor abdominal na emergência Lawrence 07:30 Sex Revisão de Radiologia Paulo Kluger HORÁRIO DIA SEMANA 5 07:30 Seg 16-Febre e hipertermia no PS Prof. Lawrence 23

24 07:30 Ter 17-Infecção pelo Vírus H1N1 Lawrence 07:30 Qua Avaliação teórico prática enfermaria Lawrence/Adilson/ JaimeFernandes/Marce lo losso 07:30 Paulo Kluger/ Qui Avaliação teórico prática enfermaria Lawrence/Adilson 07:30 Sex Revisão de radiologia Paulo Kluger HORÁRIO DIA SEMANA 6 07:30 Seg 20-Dengue,leptospirose e tétano 07:30 07:30 Ter Qua 21- Abordagem do idoso no pronto socorro 22-Hiperglicemia Prof. Lawrence Lawrence Marcelo 07:30 23-Pneumonina adquirida na Qui comunidade Lawrence 07:30 Sex Revisão de Radiologia Paulo Kluger HORÁRIO DIA SEMANA 7 07:30 Seg 24-Hipoglicemia Prof. Lawrence 07:30 Ter 25-ICC Lawrence 07:30 Qua 26-Delirium( estado confusional agudo) Marcelo 07:30 Qui Avaliação com Prof. Lawrence Lawrence 07:30 Sex Revisão de Radiologia Paulo Kluger HORÁRIO DIA SEMANA 8 07:30 Seg 27-Infecções do SNC no Prof. Lawrence imunocompetente 07:30 Ter 28-Intoxicações exógenas Lawrence 07:30 Qua 29-Diarréia aguda Marcelo 07:30 Qui 30-Hemorragias digestiva alta Lawrence 07:30 Sex Revisão de Radiologia Paulo Kluger HORÁRIO DIA SEMANA 9 07:30 Seg 31-Hemorragia digestiva baixa Prof. Lawrence 07:30 Ter 32-Ascite no pronto socorro Lawrence 07:30 33-sedação e analgesia no pronto Qua Marcelo socorro 07:30 Qui 34- Emergências psiquiá6tricas Lawrence 07:30 Sex Revisão de Radiologia Paulo Kluger HORÁRIO DIA SEMANA 10 07:30 Seg 35-Infecções do trato urinário Prof. Lawrence 24

25 07:30 Ter 36-temas a serem acrescentados Lawrence 07:30 Lawrence/Adilson/ Qua Avaliação teórico prática enfermaria JaimeFernandes/Marce lo losso 07:30 Paulo Kluger/ Qui Avaliação teórico prática enfermaria Lawrence/Adilson 07:30 Sex Revisão de radiologia Paulo Kluger O livro usado será EMERGÊNCIAS CLÍNICAS -ABORDAGEM PRÁTICA 5º edição editora Manole (www.livrodeemergenciasclinicas.com.br). *Será realizado avaliação prática sobre temas, seminários de emergência na ultima semana do estágio (segunda feira da quinta semana às horas). A nota da avaliação será a baliza da avaliação da situação real do paciente e associação do conteúdo teórico prático. *Poderá ser feita uma avaliação relâmpago após cada seminário incluindo os de radiologia.. 25

26 BIBLIOGRAFIA CLÍNICA MÉDICA 1 Tratado de Medicina Interna.Cecil/ Bennet.20º edição. 2 Bases para a prática médica. Celmo Celeno Porto. 3 Diagnósticos difíceis.taylor et col. 4 Como solucionar Problemas em Clínica Médica.Paul Cutler.3º Edição. 5 Tratado de Clínica Médica- Harrison.20 o Edição. 6 Diagnóstico Diferencial em Clínica Médica. Frenchs Herbert. 13º edição 7 New England Journal of Medicine. 8 Circulation. 9 JBM Jornal Brasileiro de Medicina. 10 Jama Brasil. 11 Interpretação de exames laboratoriais.wallach Jacques.7º edição. 12 Emergências médicas-herlon Martins-5 edição(xerox com Dr. Lawrence) CLÍNICA CIRÚRGICA 1 Manual de Terapêutica Cirurgia. Associação Catarinense de Medicina. Ed. ACM. 2 Cirurgia Ambulatorial. Franklin Pinto Fonseca e Paulo Roberto Savassi Rocha. Ed. Guanabara Koogan. 3 Manual do Residente de Cirurgia Geral. Manlio Speranzini e Mario Ramos. Ed. Guanabara Koogan. 4 Tratado de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Otorrinolaringologia- Marcos Brasilino de Carvalho Ed. Atheneu, SP,2001 1ª Edição. 5 Duncan Medicina Ambulatorial: condutas de atenção primaria baseadas em evidencia / Burce B.Duncan, Maria Ines Schmidt, Elsa RJ Giugliani... [et al.]. - 3 ed. - Porto Alegre : Artmed, p ) 6 Sabiston Tratado de Cirurgia; 17ª Ed, Rotinas em Pronto Socorro; Luiz Antonio Nasi - 2ª Ed, Tratado de Enfermidades Gastrointestinais e Pancreaticas; Joaquim Prado, Cirurgia Diagnóstico e Tratamento; Way Doherty - 11ª Ed, Bases on Line Sites das sociedades de especialidades (a disposição no centro de estudos) 26

27 ATIVIDADE DE PLANTÃO 9º SEMESTRE Atividades a serem realizadas no plantão Segunda a sexta - 19h00min às 23h00minh Atividade de plantão nos Andares-médico residente. Nos finais de semana e véspera de feriados os plantões serão de doze horas conforme a escala a ser publicada. Em rodízio com duplas conforme escala a ser publicada. Ao chegar apresentar-se ao médico residente do andar que assinará a ficha de plantão A dupla de internos de plantão acompanhará o médico residente nas intercorrências e atendimentos de andar; Os alunos para melhor desempenho devem ficar nos andares e só se dirigir á emergência se forem requeridos pelo Residente. Obrigatoriamente fazer anamnese e exame físico de todos os pacientes que internarem no seu horário (Colocar no Tasy) Fazer um relatório de plantão a ser apresentado pela manhã Solicitar ao residente pela manhã que carimbe no local (hora de apresentação) e assine o relatório de plantão assim como a ficha de plantão. É considerado falta grave faltar/chegar atrasado ou ausentar-se dos plantões sob pena de suspensão. Os plantões na 9º serão realizados em duplas, sendo que farão os plantões os alunos que estão no estágio hospitalar mesclados um aluno da cirurgia e um aluno da clínica; A escala de plantão será entregue no primeiro dia do internato; É proibido realizar mais de 01 plantão por vez, ou seja, não deve ultrapassar a 12 horas Coordenador dos Plantões Prof. Lawrence de Lucca Dias. As trocas devem ser feitas e assinadas pelo coordenador de plantão até 48 horas antes do plantão. Não serão admitidos plantões de 24 horas. Falta ao plantão =suspensão de 3 dias PRECEPTOR RESPONSÁVEL: Profª Maria Zélia Baldessar e Lawrence de Lucca Dias Clínica Médica Profº Romilton Crozetta da Cunha e Jaime Fernandes Clínica Cirúrgica 27

28 Disciplina: Atenção à Saúde da Família Ambulatório Médico das Especialidades Programa de Saúde da Família CORPO DOCENTE Ambulatório Médico das Especialidades AME 1: Profº Peter Henrique da silva Profº Jorge de Faria Maraschin Profº Paulo Sérgio Silva Profa. Flávio Bianchini Prof. Gustavo Alvarenga Prof. Artur Furlaneto Programa de Saúde da Família PSF 1: Profº Alexandre Nunes Medeiros Profª Gustavo Dassoler da silva Profª José Antônio Rosso 28

29 SISTEMA DE AVALIAÇÃO 9º Semestre 74 créditos Atenção à Saúde da Família AME 1 + PSF 1 (36 créditos) Média final = 2MNAP + MAT 7,0 3 MNAP = Média das notas das avaliações práticas nos estágios de Ambulatório Médico das Especialidades- AME 1 e programa de Saúde da Família PSF 1 MAT = Média das provas teóricas do Ambulatório Médico das Especialidades- AME 1 e programa de Saúde da Família PSF 1 29

30 2- PROGRAMAÇÃO TEÓRICO-PRÁTICA: 20 SEMANAS COM RODÍZIO A CADA 5 SEMANAS. DISCIPLINA ATENÇÃO À SAÚDE DA FAMÍLIA 2.1 PROGRAMA DO ESTÁGIO NO AMBULATÓRIO MÉDICO DAS ESPECIALIDADES AME 1 2ª FEIRA: 08:00h às 16:30 Livre para atividades do TCC Coleta dos dados 1º Rodízio de até Grupo 3 2º Rodízio de até Grupo 4 3º Rodízio de até Grupo 1,11 4º Rodízio de até Grupo 2 Livre para a coleta de dados do TCC 13:30h as 17:30h Professor Artur Furlaneto Atendimento clínico ambulatorial supervisionado em neurologia -Fazer anamnese e exame físico no paciente designado. -Discutir ativamente com o professor os casos atendidos. -Fazer lista de problemas e hipóteses clínicas para os casos. -Fazer a propedêutica e terapêutica condizente ao caso sob orientação do professor. -Realizar os seminários e revisões teóricas solicitadas pelo professor. 16:30h às 17:30h Professor Artur Furlaneto Discussão dos casos atendidos no ambulatório. 30

31 3ª FEIRA: 08:00h às 11:00h Prof. Jorge de Faria Maraschin Atendimento clínico ambulatorial supervisionado em Endocrinologia. -Fazer anamnese e exame físico no paciente designado. -Discutir ativamente com o professor os casos atendidos. -Fazer lista de problemas e hipóteses clínicas para os casos. -Fazer a propedêutica e terapêutica condizente ao caso sob orientação do professor. -Realizar os seminários e revisões teóricas solicitadas pelo professor. 11:00h às 12:00h Prof. Jorge de Faria Maraschin Discussão dos casos atendidos no ambulatório. 1º Rodízio de até Grupo 3 2º Rodízio de até Grupo 4 3º Rodízio de até Grupo 1,11 4º Rodízio de até Grupo 2 13:30h às 16:30h Prof. Paulo Sérgio Atendimento clínico ambulatorial supervisionado em Reumatologia. -Fazer anamnese e exame físico no paciente designado. -Discutir ativamente com o professor os casos atendidos. -Fazer lista de problemas e hipóteses clínicas para os casos. -Fazer a propedêutica e terapêutica condizente ao caso sob orientação do professor. -Realizar os seminários e revisões teóricas solicitadas pelo professor. 16:30h às 17:30h Prof. Paulo Sérgio Discussão dos casos atendidos no ambulatório. 31

32 4ª FEIRA: 08:00h às 11:00h Prof. Flávio Bianchini Atendimento clínico ambulatorial supervisionado em Gastroenterologia. -Fazer anamnese e exame físico no paciente designado. -Discutir ativamente com o professor os acaso atendidos. -Fazer lista de problemas e hipóteses clínicas para os casos. -Fazer a propedêutica e terapêutica condizente ao caso sob orientação do professor. -Realizar os seminários e revisões teóricas solicitadas pelo professor. 11:00h às 12:00h Prof. Flávio Bianchini Discussão dos casos atendidos no ambulatório. 1º Rodízio de até Grupo 3 2º Rodízio de até Grupo 4 3º Rodízio de até Grupo 1,11 4º Rodízio de até Grupo 2 13:30h às 16:30h Prof. Prof. Flávio Bianchini Atendimento clínico ambulatorial supervisionado em Gastroenterologia. -Fazer anamnese e exame físico no paciente designado. -Discutir ativamente com o professor os casos atendidos. -Fazer lista de problemas e hipóteses clínicas para os casos. -Fazer a propedêutica e terapêutica condizente ao caso sob orientação do professor. -Realizar os seminários e revisões teóricas solicitadas pelo professor. 16:30h às 17:30h Prof. Flávio Bianchini Discussão dos casos atendidos no ambulatório. 32

33 5ª FEIRA: 08:00h às 11:00h Prof. Jorge de Faria Maraschin Atendimento clínico ambulatorial supervisionado em Endocrinologia. -Fazer anamnese e exame físico no paciente designado. -Discutir ativamente com o professor os casos atendidos. -Fazer lista de problemas e hipóteses clínicas para os casos. -Fazer a propedêutica e terapêutica condizente ao caso sob orientação do professor. -Realizar os seminários e revisões teóricas solicitadas pelo professor. 11:00h às 12:00h Prof. Jorge de Faria Maraschin Discussão dos casos atendidos no ambulatório. 1º Rodízio de até Grupo 3 2º Rodízio de até Grupo 4 3º Rodízio de até Grupo 1,11 4º Rodízio de até Grupo 2 13:30h às 17:30h - Prof. Gustavo Alvarenga Atendimento clínico ambulatorial supervisionado em Cardiologia. -Fazer anamnese e exame físico no paciente designado. -Discutir ativamente com o professor os casos atendidos. -Fazer lista de problemas e hipóteses clínicas para os casos. -Fazer a propedêutica e terapêutica condizente ao caso sob orientação do professor. -Realizar os seminários e revisões teóricas solicitadas pelo professor. 33

34 6ª FEIRA: 08:00h às 11:00h Prof. Peter Henrique Atendimento clínico ambulatorial supervisionado em Clínica Médica. -Fazer anamnese e exame físico no paciente designado. -Discutir ativamente com o professor os casos atendidos. -Fazer lista de problemas e hipóteses clínicas para os casos. -Fazer a propedêutica e terapêutica condizente ao caso sob orientação do professor. -Realizar os seminários e revisões teóricas solicitadas pelo professor. 11:00h às 12:00h Prof. Peter Henrique Discussão dos casos atendidos no ambulatório. 1º Rodízio de até Grupo 3 2º Rodízio de até Grupo 4 3º Rodízio de até Grupo 1,11 4º Rodízio de até Grupo 2 13:30h às 19:00h Núcleo orientado de nutrição UHE Professores Cristini e Mick 34

35 BIBLIOGRAFIA: 12 Tratado de Medicina Interna.Cecil/ Bennet.20º edição. 13 Bases para a prática médica. Celmo Celeno Porto. 14 Diagnósticos difíceis.taylor et col. 15 Como solucionar Problemas em Clínica Médica.Paul Cutler.3º Edição. 16 Tratado de Clínica Médica- Harrison.20 o Edição. 17 Diagnóstico Diferencial em Clínica Médica. Frenchs Herbert. 13º edição 18 New England Journal of Medicine. 19 Circulation. 20 JBM Jornal Brasileiro de Medicina. 21 Jama Brasil. 22 Interpretação de exames laboratoriais.wallach Jacques.7º edição. 23 Duncan Medicina Ambulatorial: condutas de atenção primaria baseadas em evidencia / Burce B.Duncan, Maria Ines Schmidt, Elsa RJ Giugliani... [et al.]. - 3 ed. - Porto Alegre : Artmed, p ) 24 Bases on Line Sites das sociedades de especialidades (a disposição no centro de estudos) PRECEPTOR RESPONSÁVEL: Profº Jorge de Faria Maraschin Estágio no Ambulatório Médico das Especialidades AME 1 Enfermeira Responsável Kátia de Bona Porton 35

36 2.2 PROGRAMA DE ESTÁGIO NO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PSF 1 2ª FEIRA: 07:00h às 12:00h 13:00h às 16:00h -Fazer atendimento clínico ambulatorial supervisionado em Programa de Saúde da Família (diariamente). -Participar da reunião de equipe (1x por semana). -Participar da reunião hiperdia (1x por semana). -Participar das visitas domiciliares (1x por semana no mínimo). -Realizar e participar reunião de grupo e revisão de casos (diariamente). - -Fazer a revisão de assuntos conforme demanda do posto (diariamente). -Fazer a revisão de assuntos conforme cronograma abaixo (diariamente). 1º Rodízio de até Grupo 4 2º Rodízio de até Grupo 3 3º Rodízio de até Grupo 2 4º Rodízio de até Grupo 1, 11 Unidade de Saúde Revoredo Prof. Gustavo Dassoler Unidade de Saúde Km 60 Prof. José Antônio Rosso Unidade de Saúde Arnaldo Bittencourt (Morro do Becker) Prof. Alexandre Nunes Medeiros Unidade de Saúde do Fábio Silva -Prof. Júlio Cesar Marcon Obs: os alunos serão designados para cada unidade de família no primeiro dia de aula ( ) 36

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015 CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015 05 a 10 Solicitação de vaga na IES Graduados e Transferência Externa 05 a 10 Solicitação de Transferência Interna de Curso e Turno 05 a 10 Solicitação e Readmissão por Trancamento

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2016. Cursos de Graduação e Superiores de Tecnologia

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2016. Cursos de Graduação e Superiores de Tecnologia Ultima atualização em 16 de novembro de 2015. Calendário Sujeito a alterações CALENDÁRIO ACADÊMICO 2016 Cursos de Graduação e Superiores de Tecnologia Aula Inaugural Ingressante 2016/1 25 de fevereiro

Leia mais

Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb

Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015/1 JANEIRO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 01 Confraternização Universal 01 a 31 Período férias docentes 03 Data limite para

Leia mais

Pós graduação Lato Sensu Curso de especialização em medicina interna. Manual de Pós-Graduação

Pós graduação Lato Sensu Curso de especialização em medicina interna. Manual de Pós-Graduação Pós graduação Lato Sensu Curso de especialização em medicina interna Manual de Pós-Graduação CARACTERIZAÇÃO DO CURSO Desde 2014 INSTITUIÇÕES Instituto ID Or- Hospital Quinta D Or (HQD) ENDEREÇO HOSPITAL

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL GR Nº 737/2015 DE OFERTA DE CURSOS E VAGAS - HISTÓRICO ESCOLAR

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL GR Nº 737/2015 DE OFERTA DE CURSOS E VAGAS - HISTÓRICO ESCOLAR EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL GR Nº 737/ DE OFERTA DE S E - HISTÓRICO ESCOLAR Edital complementar referente ao Edital de Oferta GR Nº 737/ - Histórico Escolar em Cursos de Graduação Presenciais da Unisul

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CONSELHO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CONSELHO DE GRADUAÇÃO RESOLUÇÃO CGRAD 24/15, DE 12 DE AGOSTO DE 2015 Aprova alteração no calendário letivo detalhado do segundo semestre letivo do ano de 2015 dos Cursos de Graduação ministrados em Belo Horizonte, aprovado

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014 CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014 2 a 8 Solicitação de vaga na IES Graduados e Transferência Externa. 2 a 8 Solicitação de Transferência Interna de Curso e Turno. 2 a 8 Solicitação de Readmissão por Trancamento

Leia mais

FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUAIA

FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUAIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC O Trabalho de Conclusão de Curso está estruturado sob a forma de elaboração de um artigo científico, sendo este resultado de um trabalho integrado entre as disciplinas

Leia mais

TOTAL DE VAGAS FURB 957

TOTAL DE VAGAS FURB 957 ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS Universidade Regional de Blumenau - FURB FURB Campus Blumenau ADMINISTRAÇÃO Noturno 60 ARQUITETURA E URBANISMO Matutino 30 BIOMEDICINA Noturno 25 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Leia mais

Calendário Acadêmico 2015 - IFG Campus Uruaçu

Calendário Acadêmico 2015 - IFG Campus Uruaçu JANEIRO 1 2 3 1 Confraternização Universal 4 5 6 7 8 9 10 2 31 Férias Docentes 11 12 13 14 16 17 5 16 Período para renovação de matrícula para cursos técnicos e pré-matrícula dos cursos superiores. 18

Leia mais

ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS

ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS Universidade Regional de Blumenau FURB Campus I ADMINISTRAÇÃO Matutino 30 ADMINISTRAÇÃO Noturno 30 ARQUITETURA E URBANISMO Matutino 30 BIOMEDICINA Noturno 24 CIÊNCIA DA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS RESOLUÇÃO N o 06/2015, DE 04 DE AGOSTO DE 2015 Aprova alterações no Calendário Escolar da UFMG para o segundo período letivo de 2015. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE

Leia mais

REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE ATENAS CURSO DE MEDICINA

REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE ATENAS CURSO DE MEDICINA REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE ATENAS CURSO DE MEDICINA PARACATU MG 2013 SUMÁRIO REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE ATENAS 2 CAPÍTULO I - DA NATUREZA

Leia mais

CALENDÁRIO ESCOLAR DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO - ANO LETIVO DE 2015

CALENDÁRIO ESCOLAR DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO - ANO LETIVO DE 2015 CALENDÁRIO ESCOLAR DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO - ANO LETIVO DE 2015 JANEIRO DE 2015 FEVEREIRO DE 2015 MARÇO DE 2015 1 2 3 1 2 3 4 5 6 7 1 2 3 4 5 6 7 4 5 6 7 8 9 10 8 9 10 11 12

Leia mais

CURSO DE MEDICINA VETRINÁRIA

CURSO DE MEDICINA VETRINÁRIA FACULDADES INTEGRADAS VALE DO IGUAÇU - UNIGUAÇU CURSO DE MEDICINA VETRINÁRIA REGIMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIÃO DA VITÓRIA 2012 REGIMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

Leia mais

Manual de Trabalho de Conclusão de Curso

Manual de Trabalho de Conclusão de Curso Manual de Trabalho de Conclusão de Curso Curso de Ciências Biológicas Corpo Administrativo Centro Universitário Newton Paiva Presidente do Grupo Splice Antônio Roberto Beldi Reitor Luis Carlos de Souza

Leia mais

MARÇO Dias letivos: 16 13 Início do 1º Ano letivo de 2014. 24 Início do período para solicitação de exame de suficiência (24/03 a 04/04).

MARÇO Dias letivos: 16 13 Início do 1º Ano letivo de 2014. 24 Início do período para solicitação de exame de suficiência (24/03 a 04/04). TÉCNICO INTEGRADO / ANUAL 1º BIMESTRE 2014 MARÇO Dias letivos: 16 13 Início do 1º Ano letivo de 2014. 24 Início do período para solicitação de exame de suficiência (24/03 a 04/04). ABRIL Dias letivos:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Especialização Profissional Técnica

Leia mais

PEDIATRIA CLÍNICA 1. OBJETIVOS

PEDIATRIA CLÍNICA 1. OBJETIVOS PEDIATRIA CLÍNICA PROGRAMA PARA O 6º. ANO DE MEDICINA 2015 Estágio obrigatório em tempo integral, que visa à formação em Pediatria Geral, em estagio prático, sob supervisão docente, com ênfase ao raciocínio

Leia mais

REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA UFCSPA CAPÍTULO I DA NATUREZA DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA UFCSPA CAPÍTULO I DA NATUREZA DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA UFCSPA CAPÍTULO I DA NATUREZA DOS OBJETIVOS Art. 1º. A formação dos alunos do Curso de Medicina da UFCSPA incluirá como etapa integrante da graduação, estágio

Leia mais

Rodovia TO 040 KM 349 Loteamento Rio Palmeira. Lote 1 77.300-000 Dianópolis - TO www.dianopolis.ifto.edu.br - dianopolis@ifto.edu.

Rodovia TO 040 KM 349 Loteamento Rio Palmeira. Lote 1 77.300-000 Dianópolis - TO www.dianopolis.ifto.edu.br - dianopolis@ifto.edu. 1 SEMESTRE/ 2015 (100 DIAS) JANEIRO 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 01/01 - Confraternização Universal ( Nacional) 01/01 a 18/01 - Docentes

Leia mais

CALENDÁRIO MÉDICO 2015/2 (ALTERAÇÕES DE ACORDO COM RESOLUÇÃO 06/2015 CEPE)

CALENDÁRIO MÉDICO 2015/2 (ALTERAÇÕES DE ACORDO COM RESOLUÇÃO 06/2015 CEPE) CALENDÁRIO MÉDICO 2015/2 (ALTERAÇÕES DE ACORDO COM RESOLUÇÃO 06/2015 CEPE) SETEMBRO 05, 12, 19 e 26 01 a 11 01 de setembro sábados terça a sexta terça-feira INTERNATO FORA DA UFMG: Período de inscrição

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica alterado o Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Psicologia, do. São Paulo, 26 de abril de 2012.

R E S O L U Ç Ã O. Fica alterado o Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Psicologia, do. São Paulo, 26 de abril de 2012. RESOLUÇÃO CONSEACC/SP 04/2012 ALTERA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PSICOLOGIA, DO CAMPUS SÃO PAULO DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente do Conselho Acadêmico de Campus

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Saúde Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Enfermagem

Leia mais

1. CADASTRO 2. AGENDAMENTOS:

1. CADASTRO 2. AGENDAMENTOS: 1. CADASTRO Para atuar no Hospital São Luiz, todo médico tem de estar regularmente cadastrado. No momento da efetivação, o médico deve ser apresentado por um membro do corpo clínico, munido da seguinte

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015. Aprovado na 856ª sessão do CEPE, em 07/11/2014

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015. Aprovado na 856ª sessão do CEPE, em 07/11/2014 JANEIRO 01/01/2015 Feriado FERIADO: Confraternização Universal, feriado nacional. 07/01/2015 Coordenações de curso de - modalidades 08/01/2015 a 15/01/2015 Coordenações de cursos de - modalidades 16/01/2015

Leia mais

FACULDADE SENAC PORTO ALEGRE CALENDÁRIO ACADÊMICO 1º SEMESTRE DE 2015 Atividades Previstas em Janeiro

FACULDADE SENAC PORTO ALEGRE CALENDÁRIO ACADÊMICO 1º SEMESTRE DE 2015 Atividades Previstas em Janeiro FACULDADE SENAC PORTO ALEGRE CALENDÁRIO ACADÊMICO 1º SEMESTRE DE 2015 Atividades Previstas em Janeiro 01 - Feriado de Confraternização Mundial 03 e 10 - Solenidade de Colação de Grau dos Cursos de Graduação

Leia mais

Atividades. Início do curso de verão complementar para alunos do T.I. Transportes de Cargas - 5 e 6 períodos de 2012/2

Atividades. Início do curso de verão complementar para alunos do T.I. Transportes de Cargas - 5 e 6 períodos de 2012/2 CALENDÁRIO ACADÊMICO 2013 Câmpus Anápolis JANEIRO 1 2 3 4 5 6 1 Confraternização Universal 7 9 10 11 12 13 7 do curso de verão complementar para alunos do T.I. Transportes de Cargas - 5 e 6 períodos de

Leia mais

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA ATIVIDADES TEÓRICO-PRÁTICAS - NORMAS -

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA ATIVIDADES TEÓRICO-PRÁTICAS - NORMAS - Direção da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Dom Bosco / AEDB Prof. Ms. Antonio Carlos Simon Esteves Coordenação do Curso de Pedagogia Profa. Ms. Sueli Sardinha Guedes 2 MISSÃO DA FFCLDB/AEDB Promover

Leia mais

Calendário. www.faculdadepromove.br/bh

Calendário. www.faculdadepromove.br/bh Calendário Acadêmico www.faculdadepromove.br/bh Janeiro / 201 1 2 3 4 6 7 8 9 10 11 12 13 14 1 16 17 18 19 20 21 22 23 24 2 26 27 28 29 30 31 1 - Confraternização Universal Recesso/Feriado Sábado Letivo

Leia mais

PÁGINA 1. Janeiro 2014 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab. Fevereiro 2014 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab

PÁGINA 1. Janeiro 2014 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab. Fevereiro 2014 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO / PRÓ-REITORIA DE PESQ. E PÓS-GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO CALENDÁRIO UNIVERSITÁRIO 2014 Janeiro 2014 1 2 3

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º Este Regulamento estabelece a normatização das disciplinas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º As Atividades Complementares (AC), doravante assim denominada, têm como objetivo geral flexibilizar e enriquecer a formação acadêmica e profissional proporcionada

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA

ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA 1. INTRODUÇÃO A Comissão de Ensino do Curso de Especialização em Cardiologia do Hospital

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA

FACULDADE DE ENGENHARIA FACULDADE DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DOS CURSOS DA FACULDADE DE ENGENHARIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DA FACULDADE

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015 FACULDADE RORAIMENSE DE ENSINO SUPERIOR FARES DIREÇÃO ACADÊMICA CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015 JANEIRO 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 02 a 31 -

Leia mais

Atividades Complementares

Atividades Complementares Centro de Ciências da Educação, Artes e Humanidades CCEAH-UNISANTOS Atividades Complementares ENGENHARIA AMBIENTAL ENGENHARIA CIVIL ENGENHARIA ELÉTRICA ENGENHARIA PETRÓLEO ENGENHARIA PORTUÁRIA ENGENHARIA

Leia mais

REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1. Das Disposições Preliminares Art. 1 o. Este Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

REGULAMENTO DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA AGÊNCIA BARU. Título I Do objeto

REGULAMENTO DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA AGÊNCIA BARU. Título I Do objeto REGULAMENTO DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA AGÊNCIA BARU Título I Do objeto Art. 1º. A Agência Experimental é um laboratório vinculado ao Curso de Comunicação Social - com habilitação

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE SEÇÃO I DO OBJETIVO Art. 1º O presente Regulamento tem por

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º O presente regulamento rege as atividades de elaboração

Leia mais

Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL

Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL Portaria Famerp 003, de 09-01-2015 O Diretor Geral em Exercício da Faculdade de

Leia mais

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: ANO SEMESTRE PERÍODO. 2010 Primeiro V TOTAL (H/A) SEMESTRAIS/ANUAL 36 50 86

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: ANO SEMESTRE PERÍODO. 2010 Primeiro V TOTAL (H/A) SEMESTRAIS/ANUAL 36 50 86 NIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGLO MINEIRO PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: ANO SEMESTRE PERÍODO 2010 Primeiro V CRSO: Medicina COMPONENTE CRRICLAR : Disciplina Semiologia Médica CÓDIGO: DCM

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 171/2015

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 171/2015 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 171/2015 Dispõe sobre as normas e fixa o calendário e o número de vagas para o Processo Seletivo Verão-2016, para os cursos de graduação presenciais da Universidade de Taubaté UNITAU.

Leia mais

JUNHO Dias letivos: 23 03 - Data limite para solicitação de consignação de unidades curriculares.

JUNHO Dias letivos: 23 03 - Data limite para solicitação de consignação de unidades curriculares. Proeja 1º Semestre FEVEREIRO Dias letivos: 15 09 - Início do 1º semestre letivo de 2009. MARÇO Dias letivos: 26 25 - Data limite para solicitação de trancamento total de matrícula. 25 - Data limite para

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Bacharelado em Engenharia de Software Campus Quixadá

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Bacharelado em Engenharia de Software Campus Quixadá REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Bacharelado em Engenharia de Software Campus Quixadá A COORDENAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE SOFTWARE da UFC em Quixadá, no uso de suas atribuições

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO E ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES CAPÍTULO I

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO E ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES CAPÍTULO I REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO E ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Dispõe sobre o Acompanhamento e Orientação do Estágio do Curso Superior de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO CEPE Nº 362, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 56/2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 56/2014 RESOLUÇÃO Nº 56/2014 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, CONSIDERANDO o que consta do Processo nº 18.717/2014-32 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (PROGRAD);

Leia mais

UNIÍTALO FISIOTERAPIA MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

UNIÍTALO FISIOTERAPIA MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Prezado aluno (a), As disciplinas Práticas Clínicas Supervisionadas (PCS), também conhecidas como estágios supervisionados, irão permitir que você integre todo o conhecimento adquirido ao longo do curso,

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso TCC

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso TCC Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso TCC Capítulo I Das Condições Gerais 1 O aluno do curso, cuja estrutura curricular contemple o TCC, deve se matricular na disciplina conforme as normas institucionais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA Resolução Nº 01/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE Regulamenta o Estágio Curricular - Internato obrigatório do Curso de Medicina do CCBS/UFCG. O Colegiado do Curso de Graduação em Medicina, no

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA (Ato de Aprovação:

Leia mais

CALENDÁRIO 2014 JANEIRO S T Q Q S S D 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31

CALENDÁRIO 2014 JANEIRO S T Q Q S S D 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 CALENDÁRIO 2014 JANEIRO 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 1 Confraternização Universal 06 a 31 Férias Docentes 06 Data inicial para requerimento, junto à CORE

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015 JANEIRO - - - - 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 1 Ano Novo. 12 Plantão de atendimento (Serviços Gerais, Central Telefônica, Informática, Secretaria Acadêmica

Leia mais

e-mail: faesf@faesf.com.br site: www.faesf.com.br CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014 2º Semestre

e-mail: faesf@faesf.com.br site: www.faesf.com.br CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014 2º Semestre JULHO/2014 CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014 2º Semestre D S T Q Q S S DIAS LETIVOS: 00 dias FERIADOS, DIAS SANTIFICADOS E RECESSO ESCOLAR 1 2 3 4 5 1 a 13 Recesso Copa do Mundo 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: AMBIENTE E SAÚDE Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ENFERMAGEM Qualificação:

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 79 de 25/11/2013- CAS

RESOLUÇÃO N o 79 de 25/11/2013- CAS RESOLUÇÃO N o 79 de 25/11/2013- CAS Aprova o Calendário Anual e o Calendário Semestral de Atividades Acadêmicas de 2014, dos cursos de Graduação (Bacharelado e Licenciatura) da Universidade Positivo (UP).

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO Art. 1º. Este Regulamento tem por finalidade regular o aproveitamento e a validação das Atividades Complementares Obrigatórias ACO que compõem a Matriz Curricular do Curso de Graduação em Administração

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA CURSO DE ENFERMAGEM MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES Belo Horizonte 2011 1 Presidente do Grupo Splice Antônio Roberto Beldi Reitor Luis Carlos de Souza Vieira Pró-Reitor

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Calendário Escolar e de Atividades da Universidade São Francisco USF para o ano letivo de 2012.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Calendário Escolar e de Atividades da Universidade São Francisco USF para o ano letivo de 2012. RESOLUÇÃO CONSEPE 36/2011 APROVA O CALENDÁRIO ESCOLAR E DE ATIVIDADES DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF PARA O ANO LETIVO DE 2012. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE, no uso

Leia mais

I - DO CONCEITO DO INTERNATO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA, DE SUA LOCALIZAÇÃO, DA SUA DURAÇÃO E DE SUA ORGANIZAÇÃO.

I - DO CONCEITO DO INTERNATO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA, DE SUA LOCALIZAÇÃO, DA SUA DURAÇÃO E DE SUA ORGANIZAÇÃO. RESOLUÇÃO NORMATIVA N 20/CGRAD, de 14 de março de 2014. Ementa: Estabelecer Normas pra realização do internato do Curso de Graduação em Medicina. Esta Resolução passa a vigorar a partir do 2º semestre

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEME MENTARES CURSO DE ENFERMAGEM. Belo Horizonte

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEME MENTARES CURSO DE ENFERMAGEM. Belo Horizonte MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEME MENTARES CURSO DE ENFERMAGEM Belo Horizonte 2013 ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 FINALIDADE... 3 3 DEVERES DO COORDENADOR EM RELAÇÃO AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 4 4 DEVERES

Leia mais

Centro de Estudos Sociais Aplicados Comissão Executiva do Colegiado do Curso de Graduação em Administração. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO COL-ADM No.

Centro de Estudos Sociais Aplicados Comissão Executiva do Colegiado do Curso de Graduação em Administração. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO COL-ADM No. 1 Centro de Estudos Sociais Aplicados Comissão Executiva do Colegiado do Curso de Graduação em Administração INSTRUÇÃO DE SERVIÇO COL-ADM No. 03/2014 Estabelece critérios e procedimentos para o cômputo

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Santa Maria, RS. 2012 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS... 3 CAPÍTULO II... 4 REGULARIZAÇÃO DO ESTÁGIO... 4 CAPÍTULO III... 5 DOS ASPECTOS LEGAIS... 5

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO- FADISA, Professor Dr. ELTON DIAS

Leia mais

Manual de Atividades Complementares

Manual de Atividades Complementares CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Manual de Atividades Complementares Belo Horizonte 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementar

Leia mais

Matrículas dos aprovados em 1ª chamada no Processo Seletivo Técnico Integrado 2014/1 (Leia Mais em http://www.ifg.edu.br/selecao).

Matrículas dos aprovados em 1ª chamada no Processo Seletivo Técnico Integrado 2014/1 (Leia Mais em http://www.ifg.edu.br/selecao). Janeiro 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 0 dias letivos. 17 dias letivos. Fevereiro 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios CURSO: Bacharelado em Administração MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado (

Leia mais

SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA - ACITA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA - FAIT

SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA - ACITA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA - FAIT REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA DA FAIT ATUALIZADO EM 22 DE MAIO DE 2013. PARA VIGÊNCIA A PARTIR DE 2013 2º SEMESTRE Itapeva- SP 1 ANO DE 2013 - REGULAMENTO

Leia mais

Prezados alunos e docentes:

Prezados alunos e docentes: 1 FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA EDITAL II DAS ATRIBUIÇÕES DE ESTÁGIO EM PSICOLOGIA EDUCACIONAL, PSICOLOGIA DO, PSICOLOGIA CLÍNICA E PSICOLOGIA INSTITUCIONAL/SOCIAL - 1º SEMESTRE

Leia mais

CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU. Normas do estágio supervisionado. CURSO: Enfermagem

CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU. Normas do estágio supervisionado. CURSO: Enfermagem CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU Normas do estágio supervisionado CURSO: Enfermagem Sumário 1. Boas Vindas...3 2. Vestimenta para o campo de estágio...3 3. Frequência...4 4. Em caso de acidentes...5 5. Material

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Área: Estágio de Enfermagem em Saúde do Adulto I e II Campo de Atuação: Santa Casa de Tupã; Instituto de Psiquiatria de Tupã e Hospital São

Leia mais

CAPÍTULO II DA DURAÇÃO E DA CARGA HORÁRIA

CAPÍTULO II DA DURAÇÃO E DA CARGA HORÁRIA POLO UFRJ - XERÉM COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SUPORTE ACADÊMICO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO Art. 1 o. As Atividades Complementares são componentes

Leia mais

FURB Universidade Regional de Blumenau. FURB Campus Blumenau Informações gerais dos cursos a serem oferecidos

FURB Universidade Regional de Blumenau. FURB Campus Blumenau Informações gerais dos cursos a serem oferecidos FURB Universidade Regional de Blumenau FURB Campus Blumenau ADMINISTRAÇÃO Gestão Empresarial Matutino 25 ADMINISTRAÇÃO Gestão Empresarial Noturno 50 ARQUITETURA E URBANISMO Matutino 25 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Leia mais

Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria

Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria Descrição do curso Período do curso De 18/02/2013 a 29/01/2014 Carga horária Total de horas = 476 horas 292 h de aulas teóricas, 120 h de prática

Leia mais

PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES

PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES EDITAL DE Nº 01/2015 DO PROCESSO SELETIVO PARA SERVIÇO VOLUNTÁRIO EXTRACURRICULAR SUPERVISIONADO DE ACADÊMICOS DE

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLENTARES 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementares do Curso Superior

Leia mais

NORMAS INTERNAS DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA BIOMÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC TÍTULO I DOS OBJETIVOS

NORMAS INTERNAS DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA BIOMÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC TÍTULO I DOS OBJETIVOS NORMAS INTERNAS DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA BIOMÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC TÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º O Programa de Pós-graduação em Engenharia Biomédica da UFABC (doravante,

Leia mais

ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1. A partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Serviço Social o planejamento acadêmico do deve assegurar, em termos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO JUINENSE DE ENSINO SUPERIOR DO VALE DO JURUENA AJES INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA

ASSOCIAÇÃO JUINENSE DE ENSINO SUPERIOR DO VALE DO JURUENA AJES INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA ASSOCIAÇÃO JUINENSE DE ENSINO SUPERIOR DO VALE DO JURUENA AJES INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO Ata Nº. 0072 Aos vinte e dois dias

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPE Nº 6.011

RESOLUÇÃO CEPE Nº 6.011 RESOLUÇÃO CEPE Nº 6.011 Aprova o Calendário Acadêmico para os cursos de graduação a distância, referente ao 2º semestre letivo de 2014. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Federal

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO GERAL DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO GERAL DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO GERAL DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA CONCEITUAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES SUPERVISIONADOS Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º.Os estágios que compõem a estrutura curricular do curso do curso de graduação em Farmácia da Faculdade de Ciências

Leia mais

Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1

Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1 Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1 ANO MÊS DIA EVENTO OUTUBRO Publicação da programação do semestre (disciplinas e horários) online no site da Faculdade. 30 Comunicar por e-mail e publicar

Leia mais

DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC)

DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) Escola de Enfermagem Wenceslau Braz DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) INTRODUÇÃO O Projeto Pedagógico do Curso de Enfermagem da Escola de Enfermagem Wenceslau Braz (EEWB) da cidade

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE PALMEIRAS DE GOIÁS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE PALMEIRAS DE GOIÁS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Unidade Universitária de Palmeiras de Goiás Rua S-7, s/ nº _ Setor Sul_ Palmeiras de Goiás-GO Fone/ Fax: (64) 3571-1198 (64) 3571-1173 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 01, DE 22 DE JANEIRO DE 2014 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 322ª Reunião Ordinária, realizada em 22 de janeiro de 2014, e considerando

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Barretos Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade definir normas e critérios para a seleção

Leia mais

Universidade Regional de Blumenau - FURB

Universidade Regional de Blumenau - FURB Universidade Regional de Blumenau - FURB FURB Campus Blumenau ADMINISTRAÇÃO Matutino 25 ADMINISTRAÇÃO Noturno 50 ARQUITETURA E URBANISMO Matutino 25 BIOMEDICINA Noturno 30 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Noturno

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL Este Regulamento e a Resolução do Conselho Superior da Uneal (CONSU/UNEAL) que o aprovou foram

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CAPÍTULO I

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CAPÍTULO I REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING Dispõe sobre o Acompanhamento e Orientação do Estágio do Curso Superior de Tecnologia em Marketing da Faculdade de Castanhal.

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E:

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E: RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. O Conselho Universitário CONSUNI, no uso de suas atribuições, em conformidade com Parecer nº 030, de 20 de agosto de 2015, R E S O L V E: Art. 1º - Aprovar

Leia mais

2 LOCAIS/ ÁREA/ VAGAS/ PERÍODO/ REQUISITOS/ ATIVIDADES

2 LOCAIS/ ÁREA/ VAGAS/ PERÍODO/ REQUISITOS/ ATIVIDADES EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO NO ÂMBITO DA UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL, NOS SEGUINTES LOCAIS: HOSPITAL GERAL (HG), AMBULATÓRIO CENTRAL (AMCE), INSTITUTO DE MEDICINA

Leia mais

EDITAL DE MATRÍCULA PARA DISCIPLINAS DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO NO PRIMEIROSEMESTRE DE 2010 - ENSINO SEMI PRESENCIAL CAMPUS SANT ANNA

EDITAL DE MATRÍCULA PARA DISCIPLINAS DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO NO PRIMEIROSEMESTRE DE 2010 - ENSINO SEMI PRESENCIAL CAMPUS SANT ANNA EDITAL DE MATRÍCULA PARA DISCIPLINAS DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO NO PRIMEIROSEMESTRE DE 2010 - ENSINO SEMI PRESENCIAL CAMPUS SANT ANNA O Prof. Raul Virginio da Silva Filho, Secretário Geral do Centro Universitário

Leia mais

2. Do Processo Seletivo 3. Das vagas

2. Do Processo Seletivo 3. Das vagas EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA DESTRANCAMENTO DE MATRÍCULA, DESTRANCAMENTO DE MATRÍCULA COM REOPÇÃO, ACEITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS REGULARES PARA CURSOS AFINS, REOPÇÃO DE CURSO, OBTENÇÃO DE NOVO

Leia mais

Calendário 2015 Calendário Acadêmico de 2015, aprovado em RESOLUÇÃO CONSEPE Nº. 119, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2014.

Calendário 2015 Calendário Acadêmico de 2015, aprovado em RESOLUÇÃO CONSEPE Nº. 119, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2014. Calendário 2015 Calendário Acadêmico de 2015, aprovado em RESOLUÇÃO CONSEPE Nº. 119, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2014. Em destaque as principais datas para os Programas de Pós-Graduação da UFMT, salientando que

Leia mais