UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS FAEPU 20 de fevereiro de 2011 Início: 9 horas Duração: 3 horas TIPO 1 MÉDICO CLÍNICA MÉDICA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES 1 - Verifique se este caderno contém um total de 40 questões. 2 - Fique atento aos avisos a serem feitos pelo chefe de setor. 3 - Após ser autorizado, abra o caderno, verifique o seu conteúdo e solicite imediatamente a troca caso faltem folhas ou existam falhas na impressão. 4 - Transfira cada uma de suas respostas para a Folha de Respostas conforme as instruções lá contidas. 5 - Para se dirigir aos fiscais, levante o braço e aguarde ser atendido. 6 - O candidato que for flagrado com telefone celular ou outro aparelho eletrônico, mesmo desligado, terá a sua prova anulada. Não leve o celular ou outro aparelho eletrônico para o banheiro, pois o porte destes, nessa situação, também ocasionará a anulação da prova. 7 - Ao término da prova, este caderno deverá ser levado pelo candidato. OBS.: os fiscais não estão autorizados a dar informações sobre esta prova.

2 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica TIPO 1 LÍNGUA PORTUGUESA Será que criaturas inteligentes podem escapar do instinto assassino? Quando se fala de invasões de extraterrestres, em geral, o foco é apocalíptico: eles vêm para nos destruir e roubar os bens do nosso planeta sem qualquer remorso. Essa visão dos ETs não passa de um espelho de nós mesmos. Basta olhar para o dano que os colonizadores causaram na África, nas Américas e no Pacífico. Segundo os especialistas do projeto Seti, que há 50 anos busca por sinais transmitidos por supostas civilizações extraterrestres, temos grandes chances de detectar algo nas próximas décadas. Em 20 anos, teremos visitado dez milhões de estrelas, uma amostra razoável. O problema, porém, não é a identificação de uma transmissão inteligente, mas a sua interpretação. Os ETs provavelmente não serão tão bonzinhos quanto os do romance Contato, de Carl Sagan, que montaram uma mensagem que podemos compreender. Usar a psicologia humana para especular sobre o comportamento de inteligências extraterrestres pode ser não só uma atitude míope, mas perigosa. Claro, temos de começar de algum lugar. O que é suposto (como em filmes e livros de ficção científica que partem de A Guerra dos Mundos ) é que as leis da evolução e a sobrevivência do mais forte ditam o comportamento de todos os seres inteligentes do Universo. Em outras palavras, mesmo criaturas inteligentes não podem escapar dos seus instintos animais: onde há vida, o instinto assassino reina. Gostaria de apresentar uma visão menos pessimista. A prova de uma inteligência altamente sofisticada é justamente seu controle sobre o instinto assassino. Em humanos e outros primatas, o instinto assassino é tribal: encontramos proteção na tribo e a protegemos com unhas e dentes. Criamos divisões como Estado, nação e clã, e nos alojamos dentro delas. ETs capazes de sobreviver a si próprios por um tempo suficientemente longo para criarem tecnologias de comunicação e de viagens interestelares devem ter evoluído além do comportamento primitivo. O oposto é bem deprimente: quanto mais evoluída a espécie, mais efetivas as suas formas de matar, enquanto sua moralidade permanece ancorada no animalesco. Se for esse o caso, estamos perdidos, como eles. Prefiro acreditar que não seja assim. O fato de estarmos ponderando essas questões mostra que estamos progredindo. Sobrevivemos a 60 anos de bombas nucleares (claro, a ameaça ainda é concreta, mas hoje temos consciência de que uma guerra nuclear não tem vencedores). Existe, também, uma maior conscientização da fragilidade do nosso planeta. Sabemos que o mundo precisa mudar e que talvez a mudança tenha de ser global. Pode ser que estejamos vivenciando o começo de nossa própria transformação numa espécie mais evoluída, menos tribal. É óbvio que o mundo permanece polarizado, dividido pela intolerância religiosa e também pela ganância. É hora de virarmos essa página e avançarmos coletivamente a um novo nível de sofisticação social. Ao menos por ora, a mensagem que vem dos céus nos diz muito mais sobre quem somos do que sobre quem, afinal, são eles. GLEISER, Marcelo. Folha de S. Paulo, 9 de janeiro, 2011, Caderno Ciência, p.c7 QUESTÃO 01 Assinale a alternativa que expressa a ideia de comparação. A) Usar a psicologia humana para especular sobre o comportamento de inteligências extraterrestres pode ser não só uma atitude míope, mas perigosa. (linhas 10-11) B) [...] quanto mais evoluída a espécie, mais efetivas as suas formas de matar, enquanto sua moralidade permanece ancorada no animalesco. (linhas 23 e 24) C) Os ETs provavelmente não serão tão bonzinhos quanto os do romance Contato, de Carl Sagan [...]. (linhas 8 e 9) D) O problema, porém, não é a identificação de uma transmissão inteligente, mas a sua interpretação. (linha 8) Língua Portuguesa 1

3 TIPO 1 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica QUESTÃO 02 Gostaria de apresentar uma visão menos pessimista. (linha 17) No período acima, o termo em destaque A) expressa uma opção, dependente de certo acontecimento. B) atenua uma expressão por respeito, polidez ou timidez. C) expressa incerteza a respeito de um fato já ocorrido. D) exprime um fato futuro em relação a outro já ocorrido. QUESTÃO 03 Em outras palavras, mesmo criaturas inteligentes não podem escapar dos seus instintos animais: onde há vida, o instinto assassino reina. (linhas 15 e 16) No trecho acima, a expressão em destaque objetiva A) tornar o conteúdo veiculado anteriormente mais transparente. B) retomar algo que foi dito anteriormente. C) estabelecer relação de sentido entre os parágrafos. D) correlacionar diferentes argumentos. QUESTÃO 04 Em humanos e outros primatas, o instinto assassino é tribal: encontramos proteção na tribo e a protegemos com unhas e dentes. (linhas 18 e 19) No fragmento acima, a relação de sentido entre as proposições é de: A) compensação. B) adição. C) contraste. D) explicação. Língua Portuguesa 2

4 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica TIPO 1 QUESTÃO 05 Assinale a alternativa em que o que é afirmado NÃO se refere ao momento da fala. A) Usar a psicologia humana para especular sobre o comportamento de inteligências extraterrestres pode ser não só uma atitude míope, mas perigosa. (linhas 10 e 11) B) [...] a ameaça ainda é concreta, mas hoje temos consciência de que uma guerra nuclear não tem vencedores. (linhas 27 e 28) C) É hora de virarmos essa página e avançarmos coletivamente a um novo nível de sofisticação social. (linha 33) D) Ao menos por ora, a mensagem que vem dos céus nos diz muito mais sobre quem somos do que sobre quem, afinal, são eles. (linhas 33 e 34) QUESTÃO 06 De acordo com o texto, assinale a alternativa correta. A) Não há dúvidas sobre a existência de outras civilizações inteligentes. B) O emprego das aspas em visitado (linha 6) e Contato (linha 9) apresenta função idêntica, ou seja, ressaltar o valor significativo das palavras. C) Assim como os ETs, os seres humanos não têm remorso por destruir o planeta. D) É evidente que a evolução da espécie tem correlação com o abandono do comportamento primitivo. QUESTÃO 07 De acordo com o texto, assinale a alternativa em que o autor expressa certeza. A) Os ETs provavelmente não serão tão bonzinhos quanto os do romance Contato, de Carl Sagan [...]. (linhas 8 e 9) B) ETs capazes de sobreviver a si próprios por um tempo suficientemente longo para criarem tecnologias de comunicação e de viagens interestelares devem ter evoluído além do comportamento primitivo. (linhas 21-22) C) Será que criaturas inteligentes podem escapar do instinto assassino? (linha 01) D) Se for esse o caso, estamos perdidos, como eles. (linhas 24 e 25) Língua Portuguesa 3

5 TIPO 1 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica QUESTÃO 08 Assinale a alternativa em que o referente NÃO foi identificado corretamente. A) Ao menos por ora, a mensagem que vem dos céus nos diz muito mais sobre quem somos do que sobre quem, afinal, são eles.(linhas 33 e 34) = os assassinos B) Prefiro acreditar que não seja assim. (linhas 24 e 25) = que estejamos errados C) É hora de virarmos essa página e avançarmos coletivamente a um novo nível de sofisticação social. (linha 33) = da intolerância e da ganância D) Gostaria de apresentar uma visão menos pessimista. (linha 17) = a prova de uma inteligência capaz de controlar o instinto assassino. QUESTÃO 09 [...] quanto mais evoluída a espécie, mais efetivas as suas formas de matar, enquanto sua moralidade permanece ancorada no animalesco. (linhas 23 e 24) Assinale a alternativa que melhor corresponde ao trecho destacado acima. A) Ao mesmo tempo em que a espécie evolui, as formas de matar tornam-se mais efetivas. B) Se a espécie for mais evoluída, mais efetivas serão suas formas de matar. C) As formas de matar tornam-se mais efetivas à medida que a espécie evolui. D) A efetividade nas formas de matar é proporcional à evolução da espécie. Observe os fragmentos abaixo. QUESTÃO 10 I - [...] eles vêm para nos destruir e roubar os bens do nosso planeta sem qualquer remorso. (linhas 2 e 3) II - Basta olhar para o dano que os colonizadores causaram na África, nas Américas e no Pacífico. (linhas 3 e 4) III - Usar a psicologia humana para especular sobre o comportamento de inteligências extraterrestres [...]. (linhas 10 e 11) IV - ETs capazes de sobreviver a si próprios por um tempo suficientemente longo para criarem tecnologias de comunicação e de viagens interestelares [...]. (linhas 21 e 22) Assinale a alternativa em que os termos em destaque expressam finalidade. A) Apenas II e IV. B) Apenas I e III. C) Apenas I e II. D) Apenas II e III. Língua Portuguesa 4

6 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica TIPO 1 NOÇÕES DE INFORMÁTICA QUESTÃO 11 Considere as afirmativas a seguir em relação às configurações de conta de usuário no Windows XP. I - Somente o usuário proprietário da conta pode alterar a senha de sua própria conta. II - O usuário do tipo administrador pode alterar senhas para todas as contas de usuário. III - O usuário limitado pode mudar o tipo de sua conta para o tipo administrador. IV - O usuário limitado não pode alterar o nome de sua própria conta. Assinale a alternativa que apresenta as afirmativas corretas. A) Apenas II e IV. B) Apenas I e IV. C) Apenas I. D) Apenas II e III. QUESTÃO 12 Sobre o Windows Explorer, assinale a alternativa correta. A) Para alterar o atributo de um arquivo selecionado para Somente Leitura, o usuário pode utilizar a combinação de teclas de atalho <CTRL>+<ENTER> e, em seguida, marcar a opção Somente Leitura na aba Geral da janela de propriedades. B) Para desfazer a última operação de cópia, movimentação ou exclusão de arquivo, o usuário pode aplicar a combinação de teclas <CTRL>+<Z>. C) A combinação de teclas <CTRL>+<X> sobre arquivos selecionados e <CTRL>+<V> na pasta de destino permite a cópia desses arquivos, mantendo os arquivos originais. D) Arquivos excluídos com a combinação de teclas <SHIFT>+<DELETE> podem ser acessados e recuperados na Lixeira do Windows XP. QUESTÃO 13 No Microsoft Excel XP, ao se copiar a fórmula =A5+B$5*3 * da célula A6 para a célula A9, o resultado obtido será A) =A8+B$5*3* B) =A8+B$8*3* C) =A5+B$8*3* D) =A$8+B$5*3* Noções de Informática 5

7 TIPO 1 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica QUESTÃO 14 Considere o bloco de texto, a seguir, editado no Microsoft Word XP. Assinale a alternativa INCORRETA. A) O espaçamento simples entre as linhas do documento pode ser alterado para cada parágrafo individualmente. B) O quarto parágrafo (4) foi formatado em duas colunas, acessando a opção Colunas no menu Formatar. C) O texto exibido no cabeçalho do documento é editado apenas uma vez e aparece automaticamente em todas as páginas. D) O recuo do segundo parágrafo (2) foi formatado por meio do ajuste das margens esquerda e direita da configuração de página. QUESTÃO 15 Sobre o navegador Web Mozilla Firefox 3, assinale a alternativa INCORRETA. A) O Firefox armazena no cache, temporariamente, imagens, textos, scripts durante a navegação. O usuário pode limpar o cache sempre que achar necessário, entretanto sua capacidade de armazenamento não pode ser controlada pelo usuário. B) O Firefox permite habilitar ou desabilitar a exibição de popups por meio do menu Ferramentas, na janela de Opções, na aba Conteúdo. C) Uma das formas de definir a página inicial é arrastar o endereço exibido na janela de endereços para o ícone. D ) Para recarregar o conteúdo de uma página web exibida, o usuário pode utilizar a tecla <F5> ou a combinação de teclas <CTRL>+<R>. Noções de Informática 6

8 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica TIPO 1 SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE QUESTÃO 16 Sobre os três termos utilizados em saúde coletiva Atenção Básica em Saúde, Atenção Primária em Saúde e Estratégia de Saúde da Família, assinale a alternativa INCORRETA. A) O termo Atenção Básica ainda é muito utilizado no país, tem significado muito semelhante ao da Atenção Primária em Saúde. No entanto, Atenção Primária à Saúde representa melhor a proposta da Estratégia Saúde da Família e facilita as traduções para outros idiomas, agregando valor às publicações em português. B) As três expressões buscam aplicar princípios comuns na organização do Sistema Único de Saúde, entre eles: o primeiro contato/acesso e longitudinalidade e integralidade. C) Atenção Básica em Saúde é um termo utilizado internacionalmente, por sua vez Atenção Primária em Saúde é nomenclatura criada pelo Ministério da Saúde, enquanto Estratégia de Saúde da Família é uma proposta do Ministério da Saúde para substituir a atenção hospitalar. D) Atenção Básica é nomenclatura brasileira para a Atenção Primária em Saúde e Estratégia de Saúde da Família, sendo entendida como o formato operacional dado à implementação da atenção básica ou atenção primária em saúde. QUESTÃO 17 Em recente campanha dirigida aos seus munícipes, o município de Uberlândia-MG informa: A dengue mata. A picada do mosquito Aedes aegypti transmite o vírus e não há vacina para se proteger. Em 2010 a doença matou quatro vezes mais em que em A situação é de alto risco de epidemia! Além disso, a doença causa mal estar, sofrimento ao paciente e aos seus familiares e, sem cuidados, leva à morte. Por isso precisamos de todos na guerra contra a dengue, mobilize-se já e vamos lutar juntos para vencer o risco de epidemia. Nossa causa é a vida. São princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), enfatizados nessa campanha, EXCETO: A) Direito à informação e divulgação de informações. B) Organização dos serviços públicos de modo a evitar duplicidade de meios para fins idênticos. C) Utilização da epidemiologia para o estabelecimento de prioridades e a orientação programática. D) Participação da comunidade. QUESTÃO 18 Entre as doenças e agravos de Notificação Compulsória, NÃO se inclui na Lista Nacional (portaria n - 5, de 21 de fevereiro de 2006): A) hanseníase. B) cólera. C) hipertensão arterial. D) dengue. Sistema Único de Saúde 7

9 TIPO 1 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica QUESTÃO 19 Compete à direção municipal do Sistema Único de Saúde (SUS), EXCETO: A) Controlar e fiscalizar os procedimentos dos serviços privados de saúde. B) Colaborar na fiscalização das agressões ao meio ambiente, que tenham repercussão sobre a saúde humana. C) Executar serviços de saneamento básico, de alimentação e de nutrição. D) Garantir a cobertura assistencial à saúde de sua população, recorrendo de forma prioritária, quando as suas disponibilidades forem insuficientes, aos serviços ofertados pela iniciativa privada. QUESTÃO 20 A quem compete a gestão municipal do Sistema Único de Saúde (SUS)? A) Ao Diretor do Hospital Universitário, quando houver no município. B) Ao Presidente do Conselho Municipal de Saúde. C) Ao Secretário Municipal de Saúde. D) Ao Secretário Estadual de Saúde. Sistema Único de Saúde 8

10 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica TIPO 1 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÃO 21 Em relação à síndrome metabólica (SM), assinale a alternativa INCORRETA. A) São condições agravantes da SM: história de primeiro grau de doença coronariana prematura, microalbuminuria e hipertrofia ventricular esquerda. B) A SM expressa uma condição de inflamação crônica subclínica, com citocinas e marcadores inflamatórios. C) A SM é um transtorno complexo caracterizado pelo agrupamento de fatores de risco cardiovascular, frequentemente relacionado à deposição central de gordura e à resistência periférica a insulina. D) Não estão relacionadas à presença da SM a disfunção endotelial, a apneia obstrutiva do sono, a hiperuricemia e a esteatohepatite não alcoólica. QUESTÃO 22 Em relação à terapêutica da hipertensão arterial sistêmica, assinale a alternativa INCORRETA. A) Os diuréticos são indicados aos pacientes obesos, idosos, negros, e possuem efeito hipotensor inicial pela redução do volume circulante. B) Os inibidores da enzima de conversora da angiotensina oferecem proteção às lesões renais e diminuem a incidência de diabetes mellitus. C) Os bloqueadores de canais de cálcio são indicados no tratamento da hipertensão arterial de pacientes portadores de insuficiência cardíaca congestiva e nos bloqueios AV de graus 2 e 3. Esses bloqueadores causam vasodilatação, levando a edema, rubor e palpitação. D) Os bloqueadores beta adrenérgicos estão contraindicados para portadores da asma brônquica, e são eficazes no tratamento da insuficiência cardíaca, angina e pós-infarto do miocárdio. QUESTÃO 23 Em relação à dislipdemia, assinale a alternativa correta. A) As estatinas são mais potentes para a redução de LDL e aumento do HDL e não apresentam riscos de lesão hepática e muscular quando associadas aos fibratos. B) Os fibratos são medicamentos eficazes no tratamento da hipertrigliceridemia e podem elevar os valores de HDL colesterol. C) O uso de corticosteróide e de bloqueadores beta adrenérgicos promove o aumento de LDL colesterol e redução do HDL colesterol. D) A mudança no estilo de vida dos pacientes, a correção alimentar e a atividade física apresentam eficiência sobre o risco cardiovascular, independemente dos valores do LDL colesterol. Conhecimentos Específicos 9

11 TIPO 1 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica QUESTÃO 24 A obesidade é o acúmulo inapropriado de gordura corpórea em condições metabólicas capazes de aumentar a morbi-mortalidade. A respeito da obesidade, assinale a alternativa INCORRETA. A) A obesidade aumenta a incidência de algumas neoplasias, como mama, intestino grosso e estômago. B) Na obesidade, a presença de apneia obstrutiva do sono não eleva o risco cardiovascular dos pacientes. C) Obesos apresentam risco maior de desenvolver pancreatite aguda, associada, sobretudo, à colelitíase e à hipertigliceridemia > 500 mg/ml. D) Os estudos de Framingham sugerem que a cada 10% de aumento de massa corpórea, há um aumento de 6,5 mmhg na pressão arterial sistólica. QUESTÃO 25 Das doenças abaixo, qual delas necessita de profilaxia antibiótica para cirurgia odontológica? A) Defeito do septal atrial. B) Endocardite infecciosa prévia. C) Prolapso de válvula mitral. D) Enxerto de artéria coronariana. QUESTÃO 26 Das lesões cutâneas abaixo, qual NÃO está relacionada à maior incidência de neoplasia maligna no adulto? A) Síndrome de Peutz-Jeghers. B) Acantose nigricans. C) Dermatomiosite. D) Síndrome carcinóide. QUESTÃO 27 Das alternativas abaixo, qual NÃO é um fator de risco para o infarto do miocárdio? A) Obesidade central (cintura-quadril). B) LDL colesterol alto. C) Diabetes melitus. D) HDL colesterol alto. Conhecimentos Específicos 10

12 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica TIPO 1 QUESTÃO 28 Uma paciente submeteu-se à dosagem de glicemia de jejum e teste de tolerância a glicose que revelaram valores de 125mg/dl e 135mg/dl, respectivamente. Com esses achados, a paciente foi classificada como intolerante ao jejum. Essa paciente apresenta risco de desenvolver: A) nefropatia. B) retinopatia. C) doença vascular. D) diabetes mellitus. QUESTÃO 29 Um paciente com diagnóstico de hipertensão arterial está em tratamento não medicamentoso. Como não há resposta satisfatória, decide-se pelo tratamento em monoterapia. Das drogas relacionadas abaixo, qual NÃO deve ser utilizada nessa situação? A) Enalapril. B) Anlodipino. C) Candersatana. D) Atenolol. QUESTÃO 30 Um homem de 61 anos realiza uma paracentese e apresenta os seguintes resultados no líquido ascítico: 130 leucócitos/mm3, 35% de polimorfos nucleares, albumina 1,2g%, proteína de 2,0 g%, triglicérides 320 mg% e albumina sérica de 2,6 g%. Dos diagnósticos abaixo, qual poderia seria o mais provável? A) Hipertensão portal. B) Tuberculose peritonial. C) Ascite quilosa. D) Peritonite bacteriana. Conhecimentos Específicos 11

13 TIPO 1 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica QUESTÃO 31 Considere um homem de 45 anos de idade com anemia de 8,0 g/ml de hemoglobina e hematócrito de 29%. O esfregaço periférico apresenta eritrócitos hipocrômicos e microcíticos. Dos exames laboratoriais abaixo, qual NÃO se relaciona com o mecanismo de anemia do paciente? A) Ferritina. B) Eletroforese de hemoglobina. C) Capacidade de fixação do ferro. D) Índice de saturação de ferro. QUESTÃO 32 Uma mulher de 67 anos com doença cerebral ateroesclerótica extensa queixa-se de tontura e vertigem. Das artérias abaixo, qual é a que tem maior probabilidade de estar relacionada à doença da mulher? A) Carótida. B) Vertebro-basilar. C) Cerebral médica. D) Cerebral anterior. QUESTÃO 33 Um homem de 24 anos está em tratamento de tuberculose pulmonar com isoniazida, rifampicina e pirazinamida. Depois de 3 meses de uso dos medicamentos, relata dormência nos pés. A conduta mais apropriada é A) iniciar piridoxina (vitamina B6). B) realizar tomografia computadorizada na coluna lombar. C) manter a medicação e monitorar outros sintomas neurológicos. D) realizar eletroneuromiografia. QUESTÃO 34 Há um ano, uma mulher de 24 anos teve episódio de diplopia com duração de 2 semanas. Atualmente, queixa-se de fraqueza no braço esquerdo. Dos diagnósticos abaixo, o mais provável é A) miastenia gravis. B) hemorragia subaracnóidea. C) enxaqueca complicada. D) esclerose múltipla. Conhecimentos Específicos 12

14 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica TIPO 1 QUESTÃO 35 Um homem de 66 anos apresenta dor lombar intensa há seis semanas. A radiografia de crânio revelou lesões líticas. A eletroforese de proteínas mostrou banda monoclonal nas regiões beta e gama. No mielograma, foram identificados plamocitos atípicos constituindo 45% das células nucleares. Dos achados abaixo, qual deles NÃO é frequente no mieloma múltiplo? A) Fraturas osteoporoticas. B) Proteinuria de cadeia leve. C) Hipercalcemia. D) Hepatomegalia. QUESTÃO 36 Um homem de 35 anos apresenta quadro clínico de anemia. O diagnóstico inicial da anemia deve-se basear em A) dosagem da ferritina. B) contagem de reticulócitos. C) hemograma completo. D) dosagem da Vitamina B12. QUESTÃO 37 Uma mulher de 42 anos tem diagnóstico de artrite reumatóide há cerca de 8 anos. Com relação ao comprometimento articular, qual seria o menos provável? A) Coluna cervical. B) Interfalangeanas proximais. C) Punhos. D) Metacarpofalangeanas. QUESTÃO 38 Um homem de 36 anos apresenta disuria e secreção uretral purulenta e espessa três dias após a relação sexual sem proteção. Das condutas abaixo, qual é a mais recomendada? A) Pesquisa de anticorpos IgG, IgA para clamídia. B) VDRL. C) Teste sorológico para HIV. D) Gram da secreção uretral. Conhecimentos Específicos 13

15 TIPO 1 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica QUESTÃO 39 Uma mulher de 72 anos, tabagista, apresenta dispneia de esforço progressivo, com três semanas de evolução, associada a tosse produtiva. No exame físico, sinais vitais e saturação de oxigênio estão em condição normal. No exame pulmonar, percebe-se macicez na base do pulmão esquerdo, diminuição do frêmito toraco-vocal, dos ruídos respiratórios e da transmissão da voz. O pulmão direito está normal. Das medidas abaixo, qual se apresenta como a mais adequada para o caso? A) Oxigênioterapia sob cateter nasal. B) Antibióticos intravenosos. C) Toracocentese. D) Broncodilatadores. QUESTÃO 40 Um jovem de 15 anos queixa-se de artrite migratória nos joelhos, punho esquerdo e tornozelo há alguns dias. Há dois dias, apresenta dor precordial e dispneia aos grandes esforços. No exame, constatam-se artrite no tornozelo direito, taquicardia e sopro sistólico em foco mitral com irradiação para axila. Dos parâmetros abaixo, qual NÃO constitui sinais maiores para o diagnóstico de febre reumática? A) Cardite. B) Artrite. C) Nódulos subcutâneos. D) Febre. Conhecimentos Específicos 14

16 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica TIPO 1 R A S C U N H O Conhecimentos Específicos 15

17 TIPO 1 Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Funcionários FAEPU - Médico Clínica Médica R A S C U N H O 16

18 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS FAEPU 20 de fevereiro de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS FAEPU 20 de fevereiro de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS FAEPU 20 de fevereiro de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DIRPS - Diretoria de Processos Seletivos PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS FAEPU 20 de fevereiro de

Leia mais

ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA

ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA Obesidade 300 mil mortes / ano; 100 bi dólares / ano; O excesso de peso (IMC >25) acomete de 15% a 60% da população de todos os países civilizados. EUA...

Leia mais

Colesterol O que é Isso? Trabalhamos pela vida

Colesterol O que é Isso? Trabalhamos pela vida Colesterol O que é Isso? X O que é o Colesterol? Colesterol é uma gordura encontrada apenas nos animais Importante para a vida: Estrutura do corpo humano (células) Crescimento Reprodução Produção de vit

Leia mais

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL As doenças do coração são muito freqüentes em pacientes com insuficiência renal. Assim, um cuidado especial deve ser tomado, principalmente, na prevenção e no controle

Leia mais

PROVA PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA EM CARDIOLOGIA, GASTROENTEROLOGIA E MEDICINA INTENSIVA CONCURSO DE SELEÇÃO 2013 PROVA DE CLÍNICA MÉDICA

PROVA PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA EM CARDIOLOGIA, GASTROENTEROLOGIA E MEDICINA INTENSIVA CONCURSO DE SELEÇÃO 2013 PROVA DE CLÍNICA MÉDICA PROVA PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA EM CARDIOLOGIA, GASTROENTEROLOGIA E MEDICINA INTENSIVA CONCURSO DE SELEÇÃO 2013 PROVA DE CLÍNICA MÉDICA Nome: Dia: 20 de dezembro de 2012. 01 - A conduta inicial em embolia

Leia mais

FARMACOLOGIA APLICADA À ODONTOLOGIA EM ATENÇÃO PRIMÁRIA

FARMACOLOGIA APLICADA À ODONTOLOGIA EM ATENÇÃO PRIMÁRIA FARMACOLOGIA APLICADA À ODONTOLOGIA EM ATENÇÃO PRIMÁRIA Maria Beatriz Cardoso Ferreira Departamento de Farmacologia Instituto de Ciências Básicas da Saúde - UFRGS Paciente de 68 anos procura atendimento

Leia mais

TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA

TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA Disciplina: Farmacologia Curso: Enfermagem TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA Professora: Ms. Fernanda Cristina Ferrari Controle da Pressão Arterial Sistêmica Controle Neural estimulação dos

Leia mais

Na diabetes e dislipidemia

Na diabetes e dislipidemia Cuidados de saúde primários e Cardiologia NOCs e Guidelines: com tanta orientação ficamos mesmo orientados? Na diabetes e dislipidemia Davide Severino 4.º ano IFE de Cardiologia Hospital de Santarém EPE

Leia mais

ANEXO. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 4ª etapa do curso

ANEXO. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 4ª etapa do curso ANEXO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 4ª etapa do curso Células e Tecidos do Sistema Imune Anatomia do sistema linfático Inflamação aguda e crônica Mecanismos de agressão por

Leia mais

Informática. Rodrigo Schaeffer

Informática. Rodrigo Schaeffer Informática Rodrigo Schaeffer PREFEITURA DE PORTO ALEGRE- INFORMÁTICA Conceitos básicos de Word 2007; formatar, salvar e visualizar arquivos e documentos; alinhar, configurar página e abrir arquivos; copiar,

Leia mais

Definição. Febre Reumática. Introdução. Introdução. Epidemiologia 24/08/2011

Definição. Febre Reumática. Introdução. Introdução. Epidemiologia 24/08/2011 Definição Febre Reumática Doença inflamatória, sistêmica, deflagrada pelo agente infeccioso Streptococcus β-hemolítico do grupo A, que ocorre em pessoas geneticamente predispostas ; Professor Leonardo

Leia mais

Epidemiologia DIABETES MELLITUS

Epidemiologia DIABETES MELLITUS Epidemiologia DIABETES MELLITUS 300 milhões / mundo ( 5,9% população adulta) / Brasil : > 10 milhões Aumento progressivo : Longevidade, Síndrome metabólica Mortalidade anual : 3,8 milhões AVC, IAM... Amputação

Leia mais

Doenças do Sistema Circulatório

Doenças do Sistema Circulatório Doenças do Sistema Circulatório Dados Mundiais: Mortes por grupos de causas - 2000 Total de Mortes: 55.694.000 Causas Externas ( 9.1%) Doenças Não Transmissíveis (59.0%) Doenças transmissíveis, mortalidade

Leia mais

RISCO PRESUMIDO PARA DOENÇAS CORONARIANAS EM SERVIDORES ESTADUAIS

RISCO PRESUMIDO PARA DOENÇAS CORONARIANAS EM SERVIDORES ESTADUAIS 8. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: SAÚDE RISCO PRESUMIDO PARA DOENÇAS CORONARIANAS EM SERVIDORES ESTADUAIS Apresentador 1 SILVA,Claudia Fagundes e Apresentador 2 PLOCHARSKI, Mayara

Leia mais

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes.

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pâncreas Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pancreatite aguda Pancreatite crônica Cistos pancreáticos Câncer de Pancrêas Pancreatite aguda O pâncreas é um órgão com duas funções básicas:

Leia mais

DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO

DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO UNESC ENFERMAGEM SAÚDE DO ADULTO PROFª: : FLÁVIA NUNES DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO ENDOCARDITE REUMÁTICA O desenvolvimento da endocardite reumática é atribuído diretamente à febre reumática, uma doença

Leia mais

Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes

Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes Uma vida normal com diabetes Obesidade, histórico familiar e sedentarismo são alguns dos principais fatores

Leia mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES: LEIA COM ATENÇÃO

INFORMAÇÕES IMPORTANTES: LEIA COM ATENÇÃO 1 de 7 Prezado(a) Candidato(a), INFORMAÇÕES IMPORTANTES: LEIA COM ATENÇÃO Utilize um computador instalado o software Acrobat Reader (www.adobe.com/br/) para ler textos disponibilizados na prova. Lembre-se

Leia mais

EMENTA DO CURSO INFORMÁTICA BÁSICA

EMENTA DO CURSO INFORMÁTICA BÁSICA EMENTA DO CURSO INFORMÁTICA BÁSICA OBJETIVO A informática está presente em praticamente todos os setores da vida moderna. Atualmente ter o conhecimento básico de como utilizar um computador é fundamental.

Leia mais

PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia

PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia Início 28 de Fevereiro

Leia mais

A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da

A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da 2 A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da inflamação, o que dificulta a realização das trocas gasosas.

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11 15 PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11 QUESTÃO 41 Para se imprimir no ambiente do Microsoft Windows, é necessário que a impressora esteja cadastrada no sistema. Na configuração padrão do sistema, o

Leia mais

O que fazer. Gesso e fraturas.

O que fazer. Gesso e fraturas. DOUTOR,POSSO VOAR? (extraído de http://www.orkut.com.br/main#commmsgs?cmm=17111880&tid=5625830708854803828, em 15/05/2012) Posso viajar de avião se estou com conjuntivite ou depois de me recuperar de um

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. TJ-SP INFORMÁTICA CARLOS VIANA 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 1. ( VUNESP - 2011 - TJM-SP - Windows XP; ) Analise as afirmativas referentes ao MS-Windows

Leia mais

Anexo 2. Documento elaborado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em parceria com:

Anexo 2. Documento elaborado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em parceria com: Anexo 2 Recomendação para o tratamento da hipertensão arterial sistêmica Documento elaborado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em parceria com: Sociedade Brasileira de Cardiologia - Departamento

Leia mais

Aumento dos custos no sistema de saúde. Saúde Suplementar - Lei nº 9.656/98

Aumento dos custos no sistema de saúde. Saúde Suplementar - Lei nº 9.656/98 IX ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA DA SAÚDE DA ABRES Utilização de Serviços em uma Operadora de Plano de Saúde que Desenvolve Programas de Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças Cardiovasculares Danielle

Leia mais

ASSISTÊNCIA EM MASTOLOGIA

ASSISTÊNCIA EM MASTOLOGIA ASSISTÊNCIA EM MASTOLOGIA I - Ações da Unidade Básica: 1) Estímulo ao auto-exame de mamas 2) Exame clínico das mamas como parte integrante e obrigatória das consultas ginecológicas e de pré natal 3) Solicitação

Leia mais

NOÇÕES DE INFORMÁTICA. Letra E, a única opção existente no Windows 7. Todas as demais são fictícias.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA. Letra E, a única opção existente no Windows 7. Todas as demais são fictícias. CURSO: Câmara Municipal de São José dos Campos DISCIPLINA: Informática INSTRUTOR: Fernando Nishimura de Aragão NOÇÕES DE INFORMÁTICA 31. O sistema operacional Windows 7, em sua configuração padrão, permite

Leia mais

Ácido nicotínico 250 mg, comprimido de liberação Atorvastatina 20 mg, comprimido; Bezafibrato 400 mg, comprimido; Pravastatina 20 mg, comprimido;

Ácido nicotínico 250 mg, comprimido de liberação Atorvastatina 20 mg, comprimido; Bezafibrato 400 mg, comprimido; Pravastatina 20 mg, comprimido; DISLIPIDEMIA PARA A PREVENÇÃO DE EVENTOS CARDIOVASCULARES E PANCREATITE (CID 10: E78.0; E78.1; E78.2; E78.3; E78.4; E78.5; E78.6; E78.8) 1. Medicamentos Hipolipemiantes 1.1. Estatinas 1.2. Fibratos Atorvastatina

Leia mais

Glaucoma. O que é glaucoma? Como acontece?

Glaucoma. O que é glaucoma? Como acontece? Glaucoma O que é glaucoma? Glaucoma é uma doença crônica do olho (que dura toda a vida), que ocorre quando há elevação da pressão intra-ocular (PIO), que provoca lesões no nervo ótico e, como conseqüência,

Leia mais

Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004.

Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004. Artigo comentado por: Dr. Carlos Alberto Machado Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004. Kwok Leung Ong, Bernard M. Y. Cheung, Yu Bun

Leia mais

BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL

BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL A1 Sumário Orientações Iniciais... 3 1. Mozilla Firefox... 4 2. Acessando o sistema... 4 3. Baixando e Instalando um certificado Tipo A1... 5 4. Backup do certificado

Leia mais

Prevenção da Angina e do Infarto do Miocárdio

Prevenção da Angina e do Infarto do Miocárdio Prevenção da Angina e do Infarto do Miocárdio A doença arterial coronária (DAC) é a causa mais freqüentes de mortalidade na América do Norte, Europa, Austrália e Nova Zelândia. Desde 1980, no entanto,

Leia mais

EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM

EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM Bacharel em Ciência da Computação, especialista em Gerência de Projetos e em Criptografia e Segurança da Informação. Servidora Publica. Atua na área acadêmica em cursos de Graduação

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

EMENTA DO CURSO INFORMÁTICA BÁSICA

EMENTA DO CURSO INFORMÁTICA BÁSICA EMENTA DO CURSO INFORMÁTICA BÁSICA OBJETIVO No curso Informática Básica o participante vai aprender: os recursos básicos do Sistema Operacional Windows XP, a utilizar o editor de texto Word e trabalhar

Leia mais

INE 5223. Sistemas Operacionais. Noções sobre sistemas operacionais, funcionamento, recursos básicos. Windows (cont.)

INE 5223. Sistemas Operacionais. Noções sobre sistemas operacionais, funcionamento, recursos básicos. Windows (cont.) INE 5223 Sistemas Operacionais Noções sobre sistemas operacionais, funcionamento, recursos básicos Windows (cont.) Baseado no material do IFRN e de André Wüst Zibetti WINDOWS 7 Tópicos Windows 7 Área de

Leia mais

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br QUESTÕES TRE / TJ FCC 2007 CARGO: TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA QUESTÃO 11 -. Com relação a hardware, é correto afirmar que: (A) Computadores com placas-mãe alimentadas por fontes ATX suportam o uso do comando

Leia mais

O desafio de deixar de fumar

O desafio de deixar de fumar O desafio de deixar de fumar O uso do cigarro tem como objetivo a busca por efeitos prazerosos desencadeados pela nicotina, melhora ime - diata do raciocínio e do humor, diminuição da ansiedade e ajuda

Leia mais

Actualizado em 28-09-2009* Definição de caso, de contacto próximo e de grupos de risco para complicações

Actualizado em 28-09-2009* Definição de caso, de contacto próximo e de grupos de risco para complicações Definição de caso, de contacto próximo e de grupos de risco para complicações 1. Introdução A evolução da epidemia causada pelo vírus da gripe pandémica (H1N1) 2009 implica que as medidas sejam adaptadas

Leia mais

Resposta ao Recurso da Candidata Nayara Alves de Oliveira

Resposta ao Recurso da Candidata Nayara Alves de Oliveira Resposta ao Recurso da Candidata Nayara Alves de Oliveira RESPOSTA: CORRETA PERMANECE A LETRA D QUESTÃO 42. A senhora Maria Cristina 22 anos, do lar, união estável, tem um filho de 2 anos(pedro). A mesma

Leia mais

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet.

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. CORREIO inotes Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. Na sua Área de Trabalho execute dois cliques rápidos no ícone do Internet Explorer. Ao ser exibida a primeira tela do Internet

Leia mais

Polimialgia reumática e arterite temporal Resumo de diretriz NHG M92 (fevereirio 2010)

Polimialgia reumática e arterite temporal Resumo de diretriz NHG M92 (fevereirio 2010) Polimialgia reumática e arterite temporal Resumo de diretriz NHG M92 (fevereirio 2010) Hakvoort L, Dubbeld P, Ballieux MJP, Dijkstra RH, Meijman HJ, Weisscher PJ, Willemse BG, Eizenga WH traduzido do original

Leia mais

DIABETES MELLITUS. Prof. Claudia Witzel

DIABETES MELLITUS. Prof. Claudia Witzel DIABETES MELLITUS Diabetes mellitus Definição Aumento dos níveis de glicose no sangue, e diminuição da capacidade corpórea em responder à insulina e ou uma diminuição ou ausência de insulina produzida

Leia mais

AULA 11: CRISE HIPERTENSIVA

AULA 11: CRISE HIPERTENSIVA AULA 11: CRISE HIPERTENSIVA 1- INTRODUÇÃO No Brasil a doença cardiovascular ocupa o primeiro lugar entre as causas de óbito, isto implica um enorme custo financeiro e social. Assim, a prevenção e o tratamento

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012)

Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012) Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012) traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

MINI BULA CARVEDILOL

MINI BULA CARVEDILOL MINI BULA CARVEDILOL Medicamento Genérico Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÃO: Comprimido 3,125mg: caixas contendo 15, 30; Comprimido 6,25 mg: caixa contendo 15, 30; Comprimido 12,5 mg: caixa contendo

Leia mais

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado?

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado? Colesterol Colesterol 3 Que tipos de colesterol existem? 3 Que factores afectam os níveis de colesterol? 4 Quando está o colesterol demasiado elevado? 4 Como reduzir o colesterol e o risco de doença cardiovascular?

Leia mais

a. CONSIDERAÇÕES ESPECIAIS DE AVALIAÇÃO Objetivos do tratamento pré-hospitalar da síndrome coronariana aguda

a. CONSIDERAÇÕES ESPECIAIS DE AVALIAÇÃO Objetivos do tratamento pré-hospitalar da síndrome coronariana aguda Parte II P R O T O C O L O S D E D O E N Ç A S C A R D I O V A S C U L A R E S [111] 47. SÍNDROME CORONARIANA AGUDA a. CONSIDERAÇÕES ESPECIAIS DE AVALIAÇÃO A isquemia do miocárdio resulta do desequilíbrio

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Especialização Profissional Técnica

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

O sistema esquelético ou sistema ósseo é formado por vários ossos, cujo estudo é chamado de osteologia.

O sistema esquelético ou sistema ósseo é formado por vários ossos, cujo estudo é chamado de osteologia. SISTEMA ESQUELÉTICO Ossos do corpo humano se juntam por meio das articulações. E são responsáveis por oferecer um apoio para o sistema muscular permitindo ao homem executar vários movimentos. O sistema

Leia mais

INFORMÁTICA PROF. RENATO DA COSTA

INFORMÁTICA PROF. RENATO DA COSTA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO FCC 2012 NOÇÕES DE : 1 Conceitos de Internet e intranet. 2 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e

Leia mais

DIABETES MELLITUS NO BRASIL

DIABETES MELLITUS NO BRASIL DIABETES MELLITUS NO BRASIL 17º Congresso Brasileiro Multidisciplinar em Diabetes PATRÍCIA SAMPAIO CHUEIRI Coordenadora d Geral de Áreas Técnicas DAB/MS Julho, 2012 DIABETES MELITTUS Diabetes é considerado

Leia mais

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA. Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA. Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc Insuficiência Cardíaca Conceito É a incapacidade do coração em adequar sua ejeção às necessidades metabólicas do organismo, ou fazê-la

Leia mais

Transfusão de sangue UHN. Informação para os pacientes sobre os benefícios, riscos e alternativas

Transfusão de sangue UHN. Informação para os pacientes sobre os benefícios, riscos e alternativas Transfusão de sangue Blood Transfusion - Portuguese UHN Informação para os pacientes sobre os benefícios, riscos e alternativas Quais são os benefícios da transfusão de sangue? A transfusão de sangue pode

Leia mais

ESTRATIFICAÇÃO DE RISCO

ESTRATIFICAÇÃO DE RISCO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE REDES DE ATENÇÃO A SAÚDE DIRETORIA DE REDES ASSISTÊNCIAIS COORDENADORIA DA REDE DE HIPERTENSÃO E DIABETES ESTRATIFICAÇÃO DE RISCO

Leia mais

Tome uma injeção de informação. Diabetes

Tome uma injeção de informação. Diabetes Tome uma injeção de informação. Diabetes DIABETES O diabetes é uma doença crônica, em que o pâncreas não produz insulina em quantidade suficiente, ou o organismo não a utiliza da forma adequada. Tipos

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013)

Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013) Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013) grupo de estudos NHG-fibrilação atrial traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para

Leia mais

EXERCÍCIO E DIABETES

EXERCÍCIO E DIABETES EXERCÍCIO E DIABETES Todos os dias ouvimos falar dos benefícios que os exercícios físicos proporcionam, de um modo geral, à nossa saúde. Pois bem, aproveitando a oportunidade, hoje falaremos sobre a Diabetes,

Leia mais

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA.

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA. RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O GABARITO PRELIMINAR DO CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL DE ESPERANTINÓPOLIS-MA 1. Recurso Contra as Questões de PORTUGUÊS NIVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO para os cargos de: AUXILIAR

Leia mais

CARGO: TÉCNICO EM INFORMÁTICA

CARGO: TÉCNICO EM INFORMÁTICA PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº. 001/2015, de 01 de Julho de 2015 PROVA OBJETIVA: 16 DE AGOSTO DE 2015 CARGO: TÉCNICO EM INFORMÁTICA Nome do Candidato (A)...... Assinatura INSTRUÇÕES AO CANDIDATO 1. A prova

Leia mais

Prova do INSS 2012 Cargo Técnico FCC

Prova do INSS 2012 Cargo Técnico FCC Prova do INSS 2012 Cargo Técnico FCC Prof(a) Ana Lucia de Informática 18. Pedro trabalha em uma pequena imobiliária cujo escritório possui cinco computadores ligados em uma rede com topologia estrela.

Leia mais

GRUPOS DE ATIVIDADES EDUCATIVAS PARA OS PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA AO HIPERTENSO, DIABÉTICOS E IDOSO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JATAÍ-GO*.

GRUPOS DE ATIVIDADES EDUCATIVAS PARA OS PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA AO HIPERTENSO, DIABÉTICOS E IDOSO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JATAÍ-GO*. GRUPOS DE ATIVIDADES EDUCATIVAS PARA OS PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA AO HIPERTENSO, DIABÉTICOS E IDOSO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JATAÍ-GO*. SILVA, Kelvia Donato¹; SILVA, Lorrayne Emanuela Duarte¹;

Leia mais

2. HIPERTENSÃO ARTERIAL

2. HIPERTENSÃO ARTERIAL TESTE ERGOMETRICO O teste ergométrico serve para a avaliação ampla do funcionamento cardiovascular, quando submetido a esforço físico gradualmente crescente, em esteira rolante. São observados os sintomas,

Leia mais

16. Assinale a alternativa que NÃO apresenta uma vantagem dos Sistemas Operacionais com interface gráfica:

16. Assinale a alternativa que NÃO apresenta uma vantagem dos Sistemas Operacionais com interface gráfica: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO 7 INFORMÁTICA QUESTÕES DE 16 A 35 16. Assinale a alternativa que NÃO apresenta uma vantagem dos Sistemas Operacionais com interface gráfica: a) Possibilita a ativação de vários

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Atualização deixa Java mais seguro, mas ainda é melhor desativar

Atualização deixa Java mais seguro, mas ainda é melhor desativar Atualização deixa Java mais seguro, mas ainda é melhor desativar seg, 21/01/13 por Altieres Rohr Segurança Digital Se você tem alguma dúvida sobre segurança da informação (antivírus, invasões, cibercrime,

Leia mais

Resposta ao Recurso da Candidata Camila Karla da Cunha Gonçalves

Resposta ao Recurso da Candidata Camila Karla da Cunha Gonçalves Resposta ao Recurso da Candidata Camila Karla da Cunha Gonçalves RESPOSTA: CORRETA PERMANECE A LETRA D QUESTÃO 42. A senhora Maria Cristina 22 anos, do lar, união estável, tem um filho de 2 anos(pedro).

Leia mais

ALTERAÇÕES METABÓLICAS NO PERFIL LIPÍDICO E GLICÊMICO DE PACIENTES HIV POSITIVOS QUE FAZEM USO DE ANTIRETROVIRAIS

ALTERAÇÕES METABÓLICAS NO PERFIL LIPÍDICO E GLICÊMICO DE PACIENTES HIV POSITIVOS QUE FAZEM USO DE ANTIRETROVIRAIS ALTERAÇÕES METABÓLICAS NO PERFIL LIPÍDICO E GLICÊMICO DE PACIENTES HIV POSITIVOS QUE FAZEM USO DE ANTIRETROVIRAIS Greice Rodrigues Bittencourt Introdução A terapia antiretroviral contemporânea (TARV) baseado

Leia mais

3. Cópia dos resultados dos principais exames clínicos e os relacionados à obesidade Hemograma Glicemia Colesterol Triglicérides T3 T4 TSH

3. Cópia dos resultados dos principais exames clínicos e os relacionados à obesidade Hemograma Glicemia Colesterol Triglicérides T3 T4 TSH Cirurgia de Obesidade Mórbida Documentação Necessária Para solicitar a análise de Cirurgia de Obesidade ao Economus, é imprescindível o envio da relação completa dos documentos descritos abaixo: 1. Solicitação

Leia mais

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Tutorial Hotmail Sobre o MSN Hotmail Acessando o Hotmail Como criar uma conta Efetuando o login Verificar mensagens Redigir

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO EDITAL Nº 031/2015 SÓ ABRA

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA 17 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA QUESTÃO 21 Analise as seguintes afirmativas sobre as ferramentas disponíveis no Painel de Controle do Microsoft Windows XP Professional, versão

Leia mais

CONSULTA EM CLINICA MÉDICA CÓDIGO SIA/SUS 03.01.01.007-2

CONSULTA EM CLINICA MÉDICA CÓDIGO SIA/SUS 03.01.01.007-2 CONSULTA EM CLINICA MÉDICA CÓDIGO SIA/SUS 03.01.01.007-2 INDICAÇÃO 1. Diabetes Mellitus (CIDs E11 ao E14) 2. Tireoidopatias (CIDs E01 ao E02 e E04 ao E05) 2.1. Hipotireoidismo e 2.2. Hipertireoidismo 3.

Leia mais

Derrame cerebral Resumo de diretriz NHG M103 (dezembro 2013)

Derrame cerebral Resumo de diretriz NHG M103 (dezembro 2013) Derrame cerebral Resumo de diretriz NHG M103 (dezembro 2013) Beusmans GHMI, Van Noortwijk-Bonga HGC, Risseeuw NJ, Tjon-A-Tsien MRS, Verstappen WHJM, Burgers JS, Wiersma Tj, Verburg AFE traduzido do original

Leia mais

Windows Explorer. Prof. Valdir

Windows Explorer. Prof. Valdir Do Inglês Explorador de Janelas, o é o programa para gerenciamento de discos, pastas e arquivos no ambiente Windows. É utilizado para a cópia, exclusão, organização e movimentação de arquivos além de criação,

Leia mais

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Tutorial Plone 4 Manutenção de Sites Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Sumário Introdução 1 Como fazer a autenticação do usuário 1.1 Através do

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

INTRODUÇÃO. Diabetes & você

INTRODUÇÃO. Diabetes & você INTRODUÇÃO Diabetes & você Uma das coisas mais importantes na vida de uma pessoa com diabetes é a educação sobre a doença. Conhecer e saber lidar diariamente com o diabetes é fundamental para levar uma

Leia mais

DOENTE DE RISCO EM CIRURGIA ORAL

DOENTE DE RISCO EM CIRURGIA ORAL DOENTE DE RISCO EM CIRURGIA ORAL I AVALIAÇÃO PRÉVIA DO DOENTE Uma boa metodologia para avaliação de um doente candidato a cirurgia oral é tentar enquadrá-lo na classificação da American Society of Anesthesiologists

Leia mais

Modelo de Atenção às Condições Crônicas. Seminário II. Laboratório de Atenção às Condições Crônicas

Modelo de Atenção às Condições Crônicas. Seminário II. Laboratório de Atenção às Condições Crônicas Modelo de Atenção às Condições Crônicas Seminário II Laboratório de Atenção às Condições Crônicas A Estratificação de Risco na SMS de Curitiba HAS Diabete melito + Laboratório de Inovações na Atenção às

Leia mais

O que é O que é. colesterol?

O que é O que é. colesterol? O que é O que é colesterol? 1. O que é colesterol alto e por que ele é ruim? Apesar de a dislipidemia (colesterol alto) ser considerada uma doença extremamente prevalente no Brasil e no mundo, não existem

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15. Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos:

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15. Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos: 8 PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15 QUESTÃO 16 Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos: I. acessou a pasta Relatorios, selecionou

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.5 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Incluído novas

Leia mais

PROVA OBJETIVA. Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015. Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência:

PROVA OBJETIVA. Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015. Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência: PROVA OBJETIVA Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015 Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência: Fique atento para as instruções abaixo: - As questões a

Leia mais

Praticando vitalidade. Sedentarismo. corra desse vilão!

Praticando vitalidade. Sedentarismo. corra desse vilão! Praticando vitalidade Sedentarismo corra desse vilão! O que é sedentarismo? Sedentarismo é a diminuição de atividades ou exercícios físicos que uma pessoa pratica durante o dia. É sedentário aquele que

Leia mais