MINISTÉRIO PÚBLICO VENEZUELANO PROSSEGUE COM INVESTIGAÇÕES E SANÇÕES A RESPONSÁVEIS DE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO PÚBLICO VENEZUELANO PROSSEGUE COM INVESTIGAÇÕES E SANÇÕES A RESPONSÁVEIS DE"

Transcrição

1 Boletim Informativo Outubro de 2014 portugal.embajada.gob.ve - Ano 3 Nº 8 VENEZUELA ANUNCIA A ALBA DEFINE PLANO VENEZUELA INGRESSOU NO DE ACÇÃO CONJUNTA CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU CONSTRUÇÃO DO SEU TERCEIRO SATÉLITE CONTRA O ÉBOLA Os países do bloco regional concretizaram uma iniciativa de acção conjunta que, entre outras coisas, estabelece contribuir para o aperfeiçoamento profissional dos especialistas na luta contra o Ébola" e garantir grupos médicos de reserva e insumos médicos para o tratamento da doença". Pág. 6 Com 181 votos, a República Bolivariana da Venezuela foi eleita, na quinta-feira 16 Outubro, para ocupar um lugar como membro não permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas, por um período de dois anos. O Presidente Nicolás Maduro anunciou a construção e o lançamento do terceiro satélite que terá o país e que será baptizado com o nome Sucre, em homenagem ao Marechal António José de Sucre. NOVO RECONHECIMENTO DA FAO EVIDENCIA AS CONQUISTAS DA VENEZUELA EM MATÉRIA ALIMENTARIA MINISTÉRIO PÚBLICO VENEZUELANO PROSSEGUE COM INVESTIGAÇÕES E SANÇÕES A RESPONSÁVEIS DE Pág. 6 CONTRABANDO O satélite Sucre continuará com a captura de imagens iniciada pelo satélite Miranda, lançado em Setembro de 2012, com o qual fortalece-se a tomada de decisões do governo venezuelano em áreas estratégicas tais como: planeamento urbano e agrícola, saúde, energia, segurança alimentar, gestão de riscos de desastres socio naturais, segurança pública, entre outras Pág.04 A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura concedeu um novo reconhecimento para a Venezuela pelas suas conquistas na luta contra a fome e garantir a soberania alimentar no país. A EMBAIXADA DA VENEZUELA EM PORTUGAL RECEBE MANIFESTAÇÕES DE SOLIDARIEDADE PELO HOMICÍDIO DO DEPUTADO ROBERT SERRA CONHEÇA OS SECTORES PARA INVESTIR NA VENEZUELA Pág.10 Depois de conhecer a decisão, o Presidente Nicolás Maduro manifestou que demonstrou-se o apoio, o amor e a confiança da comunidade internacional a Venezuela, ressaltando também que "esta é uma vitória do Comandante Hugo Chávez. Pág. 2-3 Pág. 8-9 Pág 12

2 Multilaterais 02 Lisboa, Outubro de 2014 Venezuela em Notícias Venezuela ingressou no conselho de segurança da ONU Fonte: AVN-TELESUR A Venezuela foi eleita na quinta-feira 16 de Outubro, para ingressar no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), um fato que denota um amplo apoio regional e um reconhecimento mundial ao país. A Venezuela foi eleita como membro não-permanente, com 181 votos, para um período de dois anos. Em 2006, o líder da Revolução Bolivariana e então Presidente Hugo Chávez, já tinha expressado a sua intenção de entrar no organismo, para lhe dar mais equilíbrio e torná-lo mais representativo na construção de um mundo multipolar e multicêntrico. Assim a Venezuela ocupa, pela quinta vez na sua história, para o biénio , um lugar nãopermanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas que, embora não tendo poder de veto, permite-lhe participar na tomada de decisões desta instância. O governo do Presidente da República, Nicolás Maduro, recebeu em Julho a candidatura por parte do Grupo da América Latina e do Caribe (GRULAC) na ONU para ocupar a bancada correspondente à região e que actualmente ostenta a Argentina até o dia 31 de Dezembro de O Conselho de Segurança é composto por cinco membros permanentes (EUA, Rússia, China, França e Reino Unido), que têm poder de veto, e dez não permanentes, eleitos por dois anos. A Venezuela é membro das Nações Unidas desde 15 de Novembro de 1945 e fez parte do Conselho de Segurança em quatro períodos distintos: o primeiro , o segundo , o terceiro e o último O Presidente Nicolás Maduro foi um dos primeiros em se pronunciar depois do voto favorável do Conselho de Segurança da ONU para a entrada da Venezuela como membro não-permanente do órgão. Após conhecer a decisão, o Chefe de Estado disse que ficou demonstrado o apoio, o amor e a confiança da comunidade internacional à Venezuela". É um dia para "sentir no nosso coração, felicidade, alegria pois a Venezuela é no mundo um país querido e admirado. O nosso Comandante reposicionou a Venezuela como país de dignidade. Esta é a vitória de Hugo Chávez Frías". Por outro lado, o Ministro das Relações Exteriores, Rafael Ramirez, manifestou desde a sede da ONU em Nova York que, "este rotundo trunfo é o resultado da decisão do Comandante Hugo Chávez quando, em Janeiro de 2007, decidiu postular a Venezuela como candidata e isto evidencia o respaldo mundial que continua a ter a sua mensagem de paz, solidariedade e justiça social. A Venezuela sempre tem mantido uma atitude em favor da paz e da solução política dos problemas mundiais, a união e integração dos povos do mundo, bem como um férreo compromisso com a protecção do meio ambiente". Por sua vez, o Ministério das Relações Exteriores da Venezuela emitiu um comunicado no qual agradece o apoio recebido pela grande maioria dos países membros da ONU.

3 Multilaterais Venezuela em Notícias Lisboa, Outubro de Segue-se o texto integro do Comunicado emitido pela Venezuela: O Governo da República Bolivariana da Venezuela tem o prazer de informar que hoje, 16 de Outubro de 2014, o país foi eleito para ocupar um lugar como membro não permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas, durante dois anos a partir de 01 de Janeiro de 2015 até 31 de Dezembro de O nosso país, obteve na 69 Assembleia Geral das Nações Unidas, 181 votos, superando por uma ampla margem os dois terços necessários para ser eleito. Isto é uma demostração do sólido apoio da comunidade internacional à actuação responsável da Venezuela no concerto das nações. Esta eleição é motivo de orgulho para todos os venezuelanos, pois é um reconhecimento ao esforço cotidiano que faz a Venezuela na busca de soluções pacíficas para os conflitos que afectam o mundo. O governo nacional agradece a todos os países que votaram pela nossa candidatura, e, especialmente, agradece a África e Ásia que apoiaram a decisão do Grupo da América Latina e do Caribe, que em Julho do ano passado colocou a sua confiança na Venezuela, apoiando a nossa candidatura. A Venezuela compromete-se continuar a fomentar o respeito entre as nações, independentemente dos seus sistemas políticos, económicos, sociais e culturais e promover a igualdade soberana dos Estados. A nossa voz sairá sempre em defesa de um mundo em paz que promova os direitos humanos, um mundo sem armas de destruição em massa e livre do colonialismo. A Venezuela assume estes compromissos com responsabilidade e garantia de que este é o desejo de todos os países que estão representados neste fórum global. Portugal felicita Venezuela por ingresso a Conselho de Segurança O Governo Português remitiu, através da sua Chancelaria, uma nota verbal na qual felicita a República Bolivariana da Venezuela por ter entrado no Conselho de Segurança da ONU. "O Ministério das Relações Exteriores cumprimenta a Embaixada da República Bolivariana da Venezuela em Lisboa e apresenta as mais sinceras felicitações pela eleição da República Bolivariana da Venezuela como membro nãopermanente do Conselho de Segurança para o biénio , nas eleições realizadas em 16 de Outubro passado na Assembleia Geral das Nações Unidas", diz a carta. O documento também destaca que a Chancelaria portuguesa reafirma a vontade do governo de Portugal para "cooperar com a Venezuela em todos os assuntos relacionados ao Conselho de Segurança e as Nações Unidas bem como em outras áreas de interesse comum.

4 Multilaterais 04 Lisboa, Outubro de 2014 Venezuela em Notícias ALBA define plano de acção conjunta contra o ébola Fonte: AVN A Cimeira Extraordinária da Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (ALBA) concluiu na segundafeira 20 de Outubro, que a prevenção é a melhor arma para afrontar o vírus do Ébola. O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, leu a declaração final emitida no encontro por unanimidade. "Este documento foi elaborado por autoridades e especialistas. É um documento que constitui um plano de acção da ALBA". O texto assinala que "profundamente preocupados com o Ébola na África Ocidental, que tem sido considerado pela Organização Mundial da Saúde como uma epidemia, conscientes da urgência da comunidade internacional e constatando com preocupação que os recursos para enfrentar a epidemia são insuficientes", são tomadas em conta as acções coordenadas pelos membros da ALBA. Os países acordaram em "coordenar os nossos esforços para evitar a propagação do vírus do Ébola e atender, com prioridade, os irmãos das caraíbas que poderiam beneficiar-se da cooperação para prevenir o Ébola". Também estabeleceram "pôr em andamento o alerta epidemiológico" assim como oferecer apoio aos médicos especializados do continente que "trabalham em países africanos". Prevê-se, igualmente, "isolar e diagnosticar os possíveis casos, de acordo com os protocolos", também "partilhar e gerar capacidades para o diagnóstico de doenças," projectar "campanhas públicas" em torno do vírus a par das "medidas preventivas" assim com proporcionar "tratamento médico" às pessoas afectadas. O bloco também irá contribuir no "melhoramento profissional na luta contra o Ébola" e "assegurar grupos de médicos em reserva e insumos médicos para o tratamento da doença". O documento sugere "facilitar os mecanismos de informação entre os nossos países para disseminar mais facilmente as experiencias adquiridas" bem como respaldar iniciativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das Nações Unidas". Durante o seu discurso, o Presidente venezuelano expressou que deve realizar-se "uma reunião técnica de especialistas para organizar estratégias de prevenção". O bloco regional também instará à realização de "um esforço conjunto para criar capacidades para o diagnóstico", assim como a formação de especialistas "que se tornem em assessores e facilitadores" que possam "estender aos países da ALBA e das Caraíbas o programa de formação". Entre outras propostas também está o aperfeiçoamento do sistema de informação "entre os nossos países para manter uma actualização da situação epidemiológica".

5 Multilaterais Venezuela em Notícias Lisboa, Outubro de Novo reconhecimento da FAO evidencia as conquistas da Venezuela em matéria alimentaria Fonte: AVN A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) concedeu na quinta-feira 16 de Outubro, um novo reconhecimento a Venezuela pelos seus avanços na luta contra a fome e por garantir a soberania alimentar no país, informou o Presidente Nicolás Maduro. O reconhecimento vai expressamente dirigido à Missão Alimentação, uma iniciativa que impulsiona os programas sociais implementados pelo Governo Nacional, com jornadas de distribuição de alimentos para os seus trabalhadores. Também promove programas de saúde e nutrição das crianças no país, através do Programa de Alimentação Escolar (PAE), que prepara com alimentos saudáveis o menu que é oferecido nas escolas públicas a mais de quatro milhões de crianças e jovens. Estamos a ganhar prestígio com base numa obra. A Venezuela hoje volta novamente a receber reconhecimento mundial por tudo o que faz a Missão Alimentação", expressou o Presidente durante um Conselho de Ministros que foi realizado no Palácio de Miraflores, em Caracas. O documento diz que é um "reconhecimento especial pelos avanços conseguidos no campo da segurança alimentar que têm permitido que toda a população venezuelana tenha um melhor acesso aos alimentos". A primeira vez que a Venezuela foi reconhecida pela FAO, foi em 2012, pela redução da fome e extrema pobreza em mais de 50%, enquanto em 2013, concedeulhe o reconhecimento por estar, de acordo com as estimativas da FAO, no grupo dos 15 países (entre os quais Cuba, Nicarágua, Guiana, Peru, São Vicente e Granadinas, Uruguai, Chile e Brasil) que fizeram progressos excepcionais reduzindo a prevalência da desnutrição de 13,5% no período de , para menos de 5%, durante o período de Além disso, em Abril passado, o director da FAO, Raul Benítez, informou que o organismo adianta um programa para a erradicação da fome, que terá o nome de Hugo Chávez "para homenagear este homem que foi tão visionário neste tema. Adiantou-se em 10 anos ao resto dos líderes mundiais e fê-lo de maneira efectiva".

6 Secção Comercial 06 Lisboa, Outubro de 2014 Venezuela em Notícias Fonte: BANCOEX-CONAPRI Conheça os sectores para Sectores para investir na Venezuela A Venezuela conta com interessantes vantagens para atrair investimentos. Uma boa dotação de recursos naturais, infra-estrutura, mão de obra qualificada, localização geográfica privilegiada e a assinatura de acordos comerciais permite contar com um mercado para além das nossas fronteiras. Neste sentido, os esforços têm-se centrado na identificação e promoção das oportunidades mais rentáveis para a economia nacional e os empresários, nomeadamente nos seguintes sectores:

7 Secção Comercial Venezuela em Notícias Lisboa, Outubro de 2014 investir na Venezuela Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) A Venezuela é chamada a estar na vanguarda das TIC; pelo que investir neste sector é ter altas possibilidades de sucesso pela sua localização geográfica, a sua infraestrutura de porto satisfatória e o seus capacitados recursos humanos. Turismo Devido à sua localização geográfica privilegiada, a Venezuela é um ponto de entrada para a América do Sul e o acesso ideal da América Latina para os Estados Unidos e Europa. Alimentos Os solos venezuelanos estão dotados de grandes recursos agrícolas, ganadeiros, pesqueiros e florestais, os quais têm sido sempre um ponto importante para o desenvolvimento social e económico, unido a condições climáticas favoráveis com apenas duas estações (chuva e seca) e uma temperatura média de 26ºC. Mineração A Venezuela concentra um 2% da oferta mundial de minerais entre os quais destaca-se o ferro, o carvão, a bauxita, o fosfato e o calcário. A abundância dessas reservas e o seu baixo nível de exploração são circunstancias propicias para a incorporação de novos actores. Química e Petroquímica O acesso a matérias-primas de baixo custo, os vários acordos de integração e uma oferta reduzida de bens terminados oferecem grandes oportunidades para as empresas locais e estrangeiras. Serviços petroleiros A Venezuela continua a ocupar a primeira posição no ranking mundial de países com as maiores reservas de petróleo comprovadas, por esta razão a estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA) delineou uma estratégia que está resumida na quantificação e certificação de reservas de petróleo, a exploração do potencial gasífero, a expansão da capacidade de refinação e desenvolvimento da infraestrutura petrolífera no oriente do país. Gás Este hidrocarboneto é uma fonte de energia limpa e eficiente, cuja popularidade está a crescer em todo o mundo. A Venezuela hoje está na oitava posição dos países do mundo com as maiores reservas provadas de gás natural.

8 Informação de Interesse 08 Lisboa, Outubro de 2014 Venezuela em Notícias Fonte: PDVSA Óleos leves importados serão utilizados como diluentes do Petróleo pesado da Faixa Petrolífera do Orinoco Perante a informação tendenciosa contra a indústria petroleira, por parte dos autodenominados especialistas petroleiros que manipulam a informação, a Petróleos de Venezuela, SA (PDVSA) informou através de um comunicado que a aquisição pontual de óleo leve no exterior, obedece à necessidade de utiliza-lo como diluente do petróleo pesado da Faixa Petrolífera do Orinoco "Hugo Chávez" (FPO), já que pelas suas especificações não pode ser produzido nem transportado sem antes ter sido misturado com um hidrocarboneto de menor densidade. "O aumento sustentado da produção na área combinada com uma parada programada de manutenção no potenciador Petrocedeño, fez com que a directiva desta empresa mista, formada pela PDVSA, como socio majoritário, e pela Total e a Statoil, a tomar esta decisão porquanto a mistura com óleo leve produz uma maior rentabilidade que utilizar nafta; produto que supera o preço do petróleo leve em 30 dólares por barril, em média", diz o documento. A companhia petrolífera estatal afirma que a produção de óleos leves de PDVSA encontra-se totalmente comprometida, tanto para o sistema de refinação nacional como para contratos de fornecimento a outras empresas. "Este tipo de operação é comummente usada por outros países, cuja produção é de hidrocarbonetos extrapesados e têm também a necessidade de importar óleos leves para misturar ou diluir a sua produção, sem que se engendrem nos seus meios de comunicação a informação tendenciosa que se tem tentado posicionar no nosso país. No passado, durante o arranque dos potenciadores da FPO, usou-se esta pratica em reiteradas ocasiões pelas mal chamadas "parcerias estratégicas", que hoje estão revogadas após o processo de nacionalização em 2007", indica o comunicado. Na carta, a PDVSA apela à opinião pública e ao povo venezuelano a não se deixar enganar pelas matrizes noticiosas de aqueles que controlam os meios de comunicação, como parte da guerra económica para afectar a gestão do governo revolucionário, e em particular à indústria petroleira. Fonte: AVN Ministério Público venezuelano prossegue com investigações e sanções a responsáveis de contrabando O Ministério Público avança nas acções legais para investigar os casos de contrabando de extracção, tanto de produtos de primeira necessidade como de material estratégico e combustível, com o fim de encontrar os responsáveis e solicitar sanções em contra deles, ratificou a Fiscal Geral venezuelana, Luisa Ortega Diaz. "Desde o Ministério Público estão a ser executadas todas as acções legais, com o fim de investigar estes fatos e pedir sanções para os responsáveis e, desta maneira, contribuir à consecução dos princípios constitucionais em benefício da colectividade". As práticas de açambarcamento, usura, especulação e boicote têm caracterizado as irregularidades detectadas, durante as jornadas de fiscalização e inspecção da Ofensiva Económica que o governo nacional começou em 22 de Abril passado. A Fiscal manifestou que, de acordo com os números oficiais, foram apreendidas toneladas de alimentos neste ano, acrescentando que mais de 30% dos produtos são trazidos ilegalmente, através das fronteiras para ser vendidos mais caros, gerando escassez.

9 Venezuela em Notícias Informação de Interesse Lisboa, Outubro de VENEZUELA ANUNCIA CONSTRUÇÃO DO SEU TERCEIRO SATÉLITE Fonte: SIBCI Avançando no desenvolvimento da política aeroespacial, a Venezuela anunciou a construção do seu terceiro satélite, o qual tem sido assumido como um desafio por ser o primeiro desenhado e fabricado no território nacional, com uma equipe técnica (Venezuela-China), como parte das parcerias económicas entre os dois países, para a aplicação de novas tecnologias com fins sociais e pacíficos. O novo satélite que terá por nome Sucre (VRSS-2), em honra do Grande Marechal de Ayacucho, continuará com a captura iniciada pelo satélite Miranda (VRSS-1), lançado em Setembro de 2012, com o qual fortalece-se a tomada de decisões por parte do governo venezuelano, em áreas estratégicas, tais como: planeamento urbano e agrícola, saúde, energia, segurança alimentar, gestão de riscos sócio naturais, segurança pública, entre outros. Como parte da conceituação técnica do sistema de observação da terra, o VRSS-2, contemplará um peso aproximado de 1000 kg, terá uma órbita hélio-sincrónica (SSO) e vai estar à uma altura de 646 km da Terra. Tal como o Miranda, para o VRSS-2, utilizar-se-á a plataforma CAST-2000, desenhada para satélites de baixo peso. Outra das vantagens que irá apresentar o novo satélite é que a câmara terá maior resolução do que a câmara do satélite Miranda. O Sucre terá uma câmara de alta resolução (HRC) e uma câmara infravermelha, enquanto o satélite Miranda conta com uma pancromática espectral e uma multiespectral de 16 metros de resolução espacial. O satélite Sucre vai quadruplicar a capacidade de transmissão, armazenamento de memória e vão ser implantadas baterias de nova geração para lhe dar mais energia. Entre as características ópticas do satélite Sucre sobre a questão da largura de varredura é de 30 quilómetros, enquanto o satélite Miranda é de 57 quilómetros, o que significa que irá a fazer o percurso à Terra em menos tempo. As antenas do satélite Sucre vão-se poder direccionar, vão ter mobilidade, no caso das antenas do satélite Miranda não possuem flexibilidade.

10 Embaixada em Marcha 10 Lisboa, Outubro de 2014 Venezuela em Notícias Embaixada da Venezuela em Portugal recebe expressões de solidariedade pelo homicídio do deputado Robert Serra Grupos de solidariedade, organizações sociais e pessoas que apoiam o processo bolivariano, têm manifestado, através de cartas, telefonemas e correios electrónicos, a sua solidariedade com o povo e o governo venezuelano pelo vil e covarde assassinato do deputado Robert Serra e sua companheira Maria Herrera, facto ocorrido em 1 de Outubro, na residência do parlamentário, localizada em La Pastora, no oeste de Caracas. Esta missão diplomática deu a conhecer a triste notícia, através de uma nota de condolências publicada no seu site, unindo-se assim à profunda tristeza que afecta o povo e o governo da Venezuela. Mediante um comunicado, o Partido Comunista Português (PCP) condenou o assassinato do deputado Robert Serra e sua companheira Maria Herrera, destacando que eram jovens militantes empenhados no avanço e na defesa da Revolução Bolivariana, "o PCP manifesta a sua mais firme condenação por estes crimes e envia as suas mais profundas condolências ao PSUV, as suas famílias e ao povo da Venezuela". Por sua vez, o PCP manifestou a sua vontade para que os autores deste crime sejam responsabilizados, "reafirmamos a nossa solidariedade com o povo venezuelano, as forças revolucionárias da Venezuela e a Revolução Bolivariana perante a ameaça paramilitar e fascista e a ingerência do imperialismo", lêse no documento. Também, a Cooperativa Mó de Vida expressou por meio de uma carta, a sua profunda solidariedade aos familiares e companheiros de luta revolucionaria do deputado venezuelano Robert Serra e Maria Herrera. "A intolerância mostrada por amplos sectores da direita venezuelana e latino-americana, apoiada por poderosos grupos fascistas norte-americanos, tenta plantar de forma permanente, um clima de instabilidade política e social na Venezuela", diz a comunicação. Da mesma forma, a Associação Conquistas da Revolução transmitiu as suas condolências à família e ao governo venezuelano, afirmando mais uma vez "a mais activa solidariedade com a República Bolivariana da Venezuela". O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), também se juntou às demonstrações de solidariedade, condenando o facto e reafirmando o seu apoio ao processo bolivariano. "O CPPC solidariza-se com a mobilização e a unidade do povo venezuelano para que, mais uma vez, resista a escalada da violência fascista e continue o progresso na melhoria das condições de vida e na afirmação de uma Venezuela e uma América Latina e as Caraíbas livres e comprometidas com a paz, a cooperação e o progresso dos seus povos", lê-se no documento remitido a esta Missão Diplomática. Também, O Embaixador do Uruguai em Portugal, José Ignacio Korzeniak condenou o acontecimento, "Uno-me às manifestações de repudio e expresso a minha solidariedade para o povo irmão da Venezuela", enquanto remitiu o Comunicado do Ministério das Relações Exteriores do Uruguai, o qual condena o assassinato do deputado Robert Serra e sua companheira Maria Herrera. Através de um correio electrónico, o representante da Associação Cuba-Portugal, António José Batista da Costa, repudiou a criminosa eliminação física dos caros companheiros Robert Serra e Maria Herrera, jóias preciosas da Revolução Bolivariana, vítimas do fascismo covarde, estendendo a suas condolências ao PSUV e ao povo venezuelano. Estas são algumas das manifestações de solidariedade com a Venezuela que mostram o apoio incondicional à Revolução Bolivariana, um processo que tem transcendido fronteiras, acordando a consciência humanística e tornando-se um exemplo de luta para os povos do mundo.

11 Poder Popular Venezuela em Notícias Lisboa, Outubro de Presidente Maduro: o assassinato de Robert Serra faz parte de planos terroristas da direita Fonte: AVN O assassinato do deputado Robert Serra faz parte dos planos terroristas que impulsa a direita no país, denunciou na quarta-feira 15 de Outubro, o Presidente Nicolas Maduro, durante uma conferência de imprensa desde o Palácio de Miraflores, em Caracas. Explicou que o crime está registrado no contexto gerado por eventos como as acções violentas iniciadas em 12 de Fevereiro passado, o assassinato do vereador do município Libertador, Eliezer Otaiza, em 28 de Abril e a apreensão do cidadão Loreth Gomez ligado a grupos terroristas.. Nesse sentido, o Chefe de Estado expressou que entregará, com responsabilidade, ao povo venezuelano a verdade oportuna sobre o assassinato planificado do jovem deputado, "Eu vou entregar ao povo a verdade, para que faça justiça a tempo, para que haja paz na Venezuela". Afirmou que terá que se seguir impondo a paz com justiça, "tem sido um ano difícil. Houve um ataque contra a paz e contra a democracia venezuelana". O Chefe de Estado também denunciou que existem sectores extremistas no extrangeiro que têm tentado manipular o assassinato Serra. Foi um crime de laboratório Por sua vez, durante uma entrevista, o então Ministro do Interior, Justiça e Paz, Miguel Rodríguez Torres, caracterizou este facto como "um crime de laboratório, de planeamento detalhado, de execução rápida e limpa, onde depois do que aconteceu, alguém ficou monitorando o que se passa depois da morte". Informou que "esses crimes são planificados, para além de tirar a vida e manchar moralmente o falecido, é para gerar uma consequência na sociedade venezuelana, também explicou que a primeira conclusão é que "entraram unicamente para mata-lo, não para roubar nem para outra coisa, foram mesmo a matá-lo e planificaram-no muito bem, de maneira detalhada e milimétrica. Tinham o equipamento na mão. Cometeram o crime e saíram". Dez pessoas estão privadas de liberdade e quatro têm mandado de apreensão A Fiscal Geral da República, Luisa Ortega Diaz informou que, até agora, há 10 pessoas detidas e há quatro mandados de apreensão, três deles incluídos no banco de dados da INTERPOL com alerta vermelho pelo homicídio do deputado da Assembleia Nacional, Robert Serra e sua companheira Maria Herrera. Entre os detidos está o chefe de escoltas de Serra, Edwin Torres Camacho, apodado de "El Poli" que confessou quem e como foi planificado o homicídio. De acordo com Camacho, foi um gangue paramilitar liderado pelo cidadão Padilla Leive, conhecido como "El Colômbia", quem planificou o assassinato. O homicídio foi planificado durante três meses, tempo no qual Padilla Leive fez uma perseguição detalhada para registrar a rutina do deputado, para o qual o guarda-costas de Serra foi comprado para ajudar cometer o crime. Recentemente, entregou-se às autoridades policiais outro dos implicados no assassinato, o cidadão Jhonny Jose Padilla, também conhecido como "El Oreja". Às pessoas que se se encontram detidas por este crime executado na residência do parlamentário, se lhes imputa pelos crimes de homicídio agravado em prejuízo do deputado Serra, homicídio qualificado pelo assassinato de Herrera e o delito de conspiração para delinquir.

12 Cultura 10 Lisboa, Outubro de 2014 Venezuela em Notícias Alma Llanera 100 anos de canto primoroso a Venezuela Fonte: MIPPCI-MIN.Cultura Hà 100 anos, a 19 de Setembro de 1914, estreou-se no teatro de Caracas, El Alma Llanera que inicialmente foi interpretada como uma peça de teatro com o nome Alma Llanera: Zarzuela. Rafael Bolívar Coronado escreveu a letra, e a música foi composta por Pedro Elías Gutiérrez e ambos transmitem, na bela peça musical que hoje é conhecida como um Joropo, sentimentos de pertença e amor pela Venezuela: as suas planícies, rios, exuberante vegetação e tudo o que ela representa. A obra tem sido interpretada por laureados representantes de distintos géneros, tais como: Simón Diaz, Aldemaro Romero, Alfredo Sadel, Plácido Domingo, entre outros; assim como o maestro de orquestra Gustavo Dudamel e os músicos que integram o Sistema Nacional de Orquestras e Coros Infantis e Juvenis da Venezuela. A Assembleia Nacional da Venezuela reunida em sessão ordinária, aprovou por unanimidade a declaração da peça musical Alma Llanera como um bem de interesse cultural", por ocasião dos 100 anos da sua criação. Alma Llanera é um símbolo da Venezuela, pelo que se exalta a sua importância cultural. Esta declaração ainda tem mais relevância por ocasião do ano do Joropo como património cultural da pátria, porque assim continua-se fortalecendo os valores da identidade crioula. Alma Llanera EUUUUU, eu nasci nesta ribeira do Arauca impetuoso Sou irmão da espuma, das garças, das rosas, sou irmão da espuma, das garças, das rosas e do sol, e do sol. Meeee, arrulhou o vivo canto da brisa no palmar, e por isso tenho a alma como a alma primorosa, e por isso tenho a alma como a alma primorosa do cristal, do cristal. Amo, choro, canto, sonho com cravos de paixão, com cravos de paixão, Amo, choro, canto, sonho para ornar as loiras crinas do potro do meu amador. Eu nasci nesta ribeira do Arauca impetuoso sou irmão da espuma, das garças, das rosas, e do sol... Festa do Joropo O Joropo é uma forma tradicional de música e dança que identifica plenamente o venezuelano. Antigamente "Joropo" referia-se a uma festa e com o passar do tempo, identificou-se mais como uma forma de música e dança. O Joropo é uma dança alegre que diverte e reúne os seus participantes. Em cada zona geográfica toma a sua própria essência, e desenvolve diferentes passos e figuras na dança, no entanto, existem formas básicas que o identificam. A Festa do Joropo começou em 20 de Setembro deste ano, em Cumaná, capital do estado Sucre. O objectivo principal deste festival musical, de teatro multimédia é mostrar à sociedade uma proposta de alto nível artístico que reivindica o Joropo como uma expressão viva e contemporânea que reflecte a grande diversidade cultural com a qual conta o povo venezuelano.

IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global. Grupo Parlamentar Português sobre População e

IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global. Grupo Parlamentar Português sobre População e IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global Grupo Parlamentar Português sobre População e Cumprimentos: Desenvolvimento Assembleia da República 18 de Novembro

Leia mais

Sua Excelência, Doutor Abrahão Gourgel, Ministro da Economia,

Sua Excelência, Doutor Abrahão Gourgel, Ministro da Economia, ANGOLA NO CONTEXTO DA INTEGRAÇAO ECONÓMICA REGIONAL 29 de Setembro, 2015 Intervenção do Doutor Paolo Balladelli, Representante Residente do PNUD em Angola Sua Excelência, Doutor Abrahão Gourgel, Ministro

Leia mais

Utilizadores de internet participam mais em estruturas associativas

Utilizadores de internet participam mais em estruturas associativas 6. PARTICIPAÇÃO ASSOCIATIVA E INTERVENÇÃO CÍVICA participam mais em estruturas associativas Dos utilizadores de internet, 30% são membros de entidades associativas. São os utilizadores que pertencem mais

Leia mais

COMUNICADO FINAL. XXIXª Comissão Bilateral Permanente Washington 5 de Maio de 2011

COMUNICADO FINAL. XXIXª Comissão Bilateral Permanente Washington 5 de Maio de 2011 COMUNICADO FINAL XXIXª Comissão Bilateral Permanente Washington 5 de Maio de 2011 Na 29ª reunião da Comissão Bilateral Permanente Portugal-EUA, que se realizou em Washington, a 5 de Maio de 2011, Portugal

Leia mais

ASSINATURA DA CARTA DE AALBORG

ASSINATURA DA CARTA DE AALBORG PROPOSTA ASSINATURA DA CARTA DE AALBORG Desde sempre, desde as sociedades primitivas, o Homem usou os recursos naturais para viver. Porém durante muito tempo, a exploração de recursos era diminuta e a

Leia mais

I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP. Sessão de Abertura. Lisboa, 24 de junho de 2015

I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP. Sessão de Abertura. Lisboa, 24 de junho de 2015 I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP Sessão de Abertura Lisboa, 24 de junho de 2015 Intervenção do Secretário Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) Embaixador Murade

Leia mais

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite que a FCT me dirigiu para

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA, IOLANDA CINTURA SEUANE, MINISTRA DA MULHER E DA ACÇÃO SOCIAL DE MOÇAMBIQUE SOBRE O TEMA DESAFIOS DA PROTECÇÃO SOCIAL PARA ALCANÇAR A SEGURANÇA ALIMENTAR

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais Intervenção de SEXA o Secretário de Estado Adjunto do Ministro

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Desenvolvimento PROJECTO DE PARECER. destinado à Comissão dos Assuntos Externos

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Desenvolvimento PROJECTO DE PARECER. destinado à Comissão dos Assuntos Externos PARLAMENTO EUROPEU 2004 ««««««««««««Comissão do Desenvolvimento 2009 PROVISÓRIO 2004/2168(INI) 22.2.2005 PROJECTO DE PARECER da Comissão do Desenvolvimento destinado à Comissão dos Assuntos Externos sobre

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO (REVISTO) 2014-2016 VALORIZAÇÃO DA DIGNIDADE HUMANA, ATRAVÉS DE UMA ECONOMIA SUSTENTÁVEL

PLANO ESTRATÉGICO (REVISTO) 2014-2016 VALORIZAÇÃO DA DIGNIDADE HUMANA, ATRAVÉS DE UMA ECONOMIA SUSTENTÁVEL PLANO ESTRATÉGICO (REVISTO) 2014-2016 VALORIZAÇÃO DA DIGNIDADE HUMANA, ATRAVÉS DE UMA ECONOMIA SUSTENTÁVEL 1 PLANO ESTRATÉGICO 2014-2016 REUNIÃO DA COMISSÃO EXECUTIVA ABIDJAN 2014 2 PLANO ESTRATÉGICO 2014-2016

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Dia do Médico Moçambicano: Momento de celebração e reflexão sobre desafios da classe e do sector Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique,

Leia mais

Percepção de Portugal no mundo

Percepção de Portugal no mundo Percepção de Portugal no mundo Na sequência da questão levantada pelo Senhor Dr. Francisco Mantero na reunião do Grupo de Trabalho na Aicep, no passado dia 25 de Agosto, sobre a percepção da imagem de

Leia mais

REU IÃO I FORMAL DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVER O DE 7 DE OVEMBRO VERSÃO APROVADA

REU IÃO I FORMAL DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVER O DE 7 DE OVEMBRO VERSÃO APROVADA Bruxelas, 7 de ovembro de 2008 REU IÃO I FORMAL DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVER O DE 7 DE OVEMBRO VERSÃO APROVADA 1. A unidade dos Chefes de Estado e de Governo da União Europeia para coordenar as respostas

Leia mais

Cimeira do Fórum Índia África

Cimeira do Fórum Índia África REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU Presidência da República Cimeira do Fórum Índia África Intervenção de Sua Excelência Senhor José Mário Vaz Presidente da República Nova Delhi, 29 de Outubro de 2015 Excelência,

Leia mais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 23 de junho de 2015 Declaração de Cascais Os Ministros responsáveis pela Energia da Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

MANIFESTO. A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa

MANIFESTO. A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa QUEM SOMOS NÓS? MANIFESTO A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa Somos adultos que participam em acções de alfabetização oriundos da Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Holanda,

Leia mais

World Disaster Reduction Campaign 2010-2011 Making Cities Resilient: Amadora is Getting Ready!

World Disaster Reduction Campaign 2010-2011 Making Cities Resilient: Amadora is Getting Ready! Parceiros: Câmara Municipal da Amadora Serviço Municipal de Protecção Civil Tel. +351 21 434 90 15 Tel. +351 21 494 86 38 Telm. +351 96 834 04 68 Fax. +351 21 494 64 51 www.cm-amadora.pt www.facebook.com/amadora.resiliente

Leia mais

das Portugal, 19/05/2009

das Portugal, 19/05/2009 O Mecanismo Mundial da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação Portugal, 19/05/2009 CONTEUDO 1. Introdução à UNCCD e ao Mecanismo Mundial (MM) 2. Apoio do MM à mobilização de recursos no

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

Venezuela: Caracas e Lisboa assinaram nove novos acordos de cooperação - RTP Not...

Venezuela: Caracas e Lisboa assinaram nove novos acordos de cooperação - RTP Not... Venezuela: Caracas e Lisboa assinaram nove novos acordos de cooperação - RTP Not... http://ww1.rtp.pt/noticias/?article=362973&visual=26&tema=4 Page 1 of 2 Economia Venezuela: Caracas e Lisboa assinaram

Leia mais

Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo. II Cimeira de Presidentes de Parlamentos. Lisboa, 11 de maio de 2015

Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo. II Cimeira de Presidentes de Parlamentos. Lisboa, 11 de maio de 2015 Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo II Cimeira de Presidentes de Parlamentos Lisboa, 11 de maio de 2015 Senhora Presidente da Assembleia da República, Senhores Presidentes, Senhores Embaixadores,

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

POLÍTICA E ESTRATÉGIA DE HABITAÇÃO PARA MOÇAMBIQUE

POLÍTICA E ESTRATÉGIA DE HABITAÇÃO PARA MOÇAMBIQUE POLÍTICA E ESTRATÉGIA DE HABITAÇÃO PARA MOÇAMBIQUE Apresentado por :Zefanias Chitsungo (Director Nacional de Habitação e Urbanismo) INTRODUÇÃO Moçambique tem mais de 20 milhões de habitantes; sendo que

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001)

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião

Leia mais

D SCUR CU S R O O DE D SUA U A EXCE

D SCUR CU S R O O DE D SUA U A EXCE DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO MINISTRO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE, DR. RUI MARIA DE ARAÚJO, POR OCASIÃO DA ATRIBUIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CONFEDERAÇÃO EMPRESARIAL DA CPLP A

Leia mais

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao Envolvimento de Crianças em Conflitos Armados

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao Envolvimento de Crianças em Conflitos Armados Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao Envolvimento de Crianças em Conflitos Armados Os Estados Partes no presente Protocolo, Encorajados pelo apoio esmagador à Convenção

Leia mais

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite para participar neste debate e felicitar os organizadores pela importância desta iniciativa. Na minha apresentação irei falar brevemente da

Leia mais

Mensagem do senhor presidente da República para a 3ª Fispal Latino e ao 28º Congresso Hemisférico das Câmaras do Comércio e Indústrias Latinas:

Mensagem do senhor presidente da República para a 3ª Fispal Latino e ao 28º Congresso Hemisférico das Câmaras do Comércio e Indústrias Latinas: Íntegras da mensagem do Presidente Lula e do discurso da ministra Marta Suplicy no encerramento do XXVIII Congresso Hemisférico de Câmaras de Comércio e Indústrias Latinas Miami 02/06/2007. Antes de tudo,

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO ÍNDICE Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Trancoso... 1 Preâmbulo... 1 CAPÍTULO I... 2 Parte Geral... 2 Artigo 1º... 2 Lei Habilitante

Leia mais

Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995)

Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995) Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995) 1. Nós, os Governos, participante da Quarta Conferência Mundial sobre as

Leia mais

Segunda Cúpula das Américas Declaração de Santiago

Segunda Cúpula das Américas Declaração de Santiago Segunda Cúpula das Américas Santiago, Chile, 18 e 19 de abril de 1998 Segunda Cúpula das Américas Declaração de Santiago O seguinte documento é o texto completo da Declaração de Santiago assinada pelos

Leia mais

Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO

Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO Maio de 2011 Preâmbulo As alterações demográficas que se têm verificado na população portuguesa

Leia mais

República de Moçambique Presidência da República DISCURSO PARA BANQUETE DE ESTADO

República de Moçambique Presidência da República DISCURSO PARA BANQUETE DE ESTADO República de Moçambique Presidência da República DISCURSO PARA BANQUETE DE ESTADO Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique, por ocasião do Banquete de Estado

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso no encerramento do Fórum

Leia mais

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra. Senhor Representante de Sua Excelência o Presidente da República, General Rocha Viera, Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Leia mais

PROTEÇÃO DOS BENS AMBIENTAIS: PELA CRIAÇÃO DE UMA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE (OME). Brasília, 20/04/2012 Sandra Cureau

PROTEÇÃO DOS BENS AMBIENTAIS: PELA CRIAÇÃO DE UMA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE (OME). Brasília, 20/04/2012 Sandra Cureau XII CONGRESSO BRASILEIRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE MEIO AMBIENTE PROTEÇÃO DOS BENS AMBIENTAIS: PELA CRIAÇÃO DE UMA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE (OME). Brasília, 20/04/2012 Sandra Cureau FUNDAMENTOS

Leia mais

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013 BRIEF INSTITUCIONAL 2013 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1)

Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1) Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1) Permitam que em nome do Governo de Angola e de Sua Excelência Presidente

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Coerência das Políticas: O Desafio do Desenvolvimento. Sessão Pública ABERTURA

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Coerência das Políticas: O Desafio do Desenvolvimento. Sessão Pública ABERTURA MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Coerência das Políticas: O Desafio do Desenvolvimento Sessão Pública 19.01.2011 Assembleia da República ABERTURA Senhor Presidente da Comissão dos Negócios Estrangeiros

Leia mais

Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname

Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai, a República Oriental do Uruguai, a República Bolivariana

Leia mais

DIPLOMACIA Introdução

DIPLOMACIA Introdução DIPLOMACIA Introdução Ao longo dos tempos, o pensamento político e o pensamento jurídico sempre foram o reflexo das relações entre os homens, os povos, os Estados e as Nações. Foram se operando constantemente

Leia mais

DECLARAÇÃO DA CÚPULA DA UNIDADE DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE

DECLARAÇÃO DA CÚPULA DA UNIDADE DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE DECLARAÇÃO DA CÚPULA DA UNIDADE DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE As Chefes e os Chefes de Estado e de Governo dos países da América Latina e do Caribe, reunidos na Cúpula da Unidade, constituída pela XXI

Leia mais

ILUSTRES PARTICIPANTES DO FÓRUM EM CIÊNCIAS

ILUSTRES PARTICIPANTES DO FÓRUM EM CIÊNCIAS DISCURSO PRONUNCIADO POR SUA EXCELÊNCIA JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA, NA SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO FÓRUM EM CIÊNCIAS DO DESPORTO APLICADAS AO FUTEBOL Luanda, 29 de Agosto

Leia mais

Ciências Humanas. História e Geografia Professor: Renato Pellizzari e Claudio Hansen 08/10/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo

Ciências Humanas. História e Geografia Professor: Renato Pellizzari e Claudio Hansen 08/10/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo Ciências Humanas Material de apoio para Aula ao Vivo 1. A charge expressa enfaticamente uma característica do processo histórico de urbanização da sociedade brasileira. A crítica contida na charge refere-se

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO. Preâmbulo

REGULAMENTO INTERNO. Preâmbulo REGULAMENTO INTERNO Preâmbulo O (adiante designado de Pacto Territorial), é uma plataforma de intervenção integrada, criada no âmbito do Projecto EQUAL Migrações e Desenvolvimento com vista à dinamização

Leia mais

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional (MCTESTP) DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL

Leia mais

Regulamento do Conselho Municipal de Juventude. de S. João da Madeira. Artigo 1º. Definição. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º.

Regulamento do Conselho Municipal de Juventude. de S. João da Madeira. Artigo 1º. Definição. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º. Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de S. João da Madeira Artigo 1º Definição O Conselho Municipal de Juventude é o órgão consultivo do município sobre matérias relacionadas com a política de

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA A EMISSÃO DE PARECERES DO CLAS

REGULAMENTO INTERNO PARA A EMISSÃO DE PARECERES DO CLAS REGULAMENTO INTERNO PARA A EMISSÃO DE PARECERES DO CLAS (Enquadramento) Conforme o disposto na Resolução do Conselho de Ministros nº. 197/97, de 18 de Novembro e no Despacho Normativo nº. 8/2, de 12 de

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO

MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO Cidade do México - 27 a 31de Outubro de 2014 COM GARANTIA DE SUCESSO Saiba mais na pág. 5 MÉXICO O México, oficialmente Estados Unidos Mexicanos, é uma república constitucional

Leia mais

RELIABLE INNOVATION PERSONAL SOLUTIONS

RELIABLE INNOVATION PERSONAL SOLUTIONS RELIABLE INNOVATION PERSONAL SOLUTIONS PT COMO UM FORNECEDOR GLOBAL DE SOLUÇÕES PARA A PRODUÇÃO, TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO DE REDE ELÉTRICA, CONTRIBUÍMOS PARA UMA UTILIZAÇÃO RESPONSÁVEL E SUSTENTÁVEL DE

Leia mais

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas À semelhança do que acontece nas sociedades contemporâneas mais avançadas, a sociedade portuguesa defronta-se hoje com novos e mais intensos

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Ciberespaço: Liderança, Segurança e Defesa na Sociedade em Rede

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Ciberespaço: Liderança, Segurança e Defesa na Sociedade em Rede INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL 7º EIN Simpósio Internacional Ciberespaço: Liderança, Segurança e Defesa na Sociedade em Rede Lisboa, Academia Militar,

Leia mais

Discurso de Abertura do Embaixador INS Cerimónia de Lançamento da Primeira Pedra do Laboratório Nacional de Referência 13 de Novembro de 2014

Discurso de Abertura do Embaixador INS Cerimónia de Lançamento da Primeira Pedra do Laboratório Nacional de Referência 13 de Novembro de 2014 Discurso de Abertura do Embaixador INS Cerimónia de Lançamento da Primeira Pedra do Laboratório Nacional de Referência 13 de Novembro de 2014 S. Excia Ministro da Saúde S. Excia Governadora da Província

Leia mais

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE Durante muito tempo os países da Europa andaram em guerra. A segunda Guerra Mundial destruiu grande parte do Continente Europeu. Para evitar futuras guerras, seria

Leia mais

Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ

Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ ActionAid é uma federação internacional trabalhando para erradicar a pobreza e a injustiça. A ActionAid foi

Leia mais

implementação do Programa de Ação para a Segunda Década de Combate ao Racismo e à Discriminação Racial,

implementação do Programa de Ação para a Segunda Década de Combate ao Racismo e à Discriminação Racial, 192 Assembleia Geral 39 a Sessão suas políticas internas e exteriores segundo as disposições básicas da Convenção, Tendo em mente o fato de que a Convenção está sendo implementada em diferentes condições

Leia mais

VDA ESCREVE SOBRE INVESTIMENTO NO ESPAÇO

VDA ESCREVE SOBRE INVESTIMENTO NO ESPAÇO VDA ESCREVE SOBRE INVESTIMENTO NO ESPAÇO Helena Correia Mendonça, Vieira de Almeida & Associados [ A importância do espaço para a indústria e da indústria para o espaço, um texto de Helena Correia Mendonça,

Leia mais

FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS

FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS lano de Activida e es Orçamento PPI 2012 À INTRODUCÃO Para cumprimento do disposto na alínea a) do n 2 do artigo 34 da lei n 169/99 de 18 de Setembro, na redacção que lhe

Leia mais

SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES FORMADORAS ASPECTOS PRINCIPAIS DA MUDANÇA

SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES FORMADORAS ASPECTOS PRINCIPAIS DA MUDANÇA SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES FORMADORAS ASPECTOS PRINCIPAIS DA MUDANÇA O Sistema de Certificação de Entidades Formadoras, consagrado na Resolução do Conselho de Ministros nº 173/2007, que aprova

Leia mais

O que é o Banco Europeu de Investimento?

O que é o Banco Europeu de Investimento? O que é o Banco Europeu de Investimento? O BEI é o banco da União Europeia. Como primeiro mutuário e mutuante multilateral, proporciona financiamento e conhecimentos especializados a projectos de investimento

Leia mais

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA Causas da Hegemonia atual dos EUA Hegemonia dos EUA Influência Cultural: músicas, alimentações, vestuários e língua Poderio Econômico: 20% do PIB global Capacidade Militar sem

Leia mais

Auto-emprego Juvenil e o Papel das Cooperativas Modernas Maputo, 02 de Agosto de 2012

Auto-emprego Juvenil e o Papel das Cooperativas Modernas Maputo, 02 de Agosto de 2012 Auto-emprego Juvenil e o Papel das Cooperativas Modernas Maputo, 02 de Agosto de 2012 Por Ocasião do Lançamento do Projecto Oficinas de Trabalho e Aprendizagem promovido pela O nosso bem estar e a qualidade

Leia mais

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia:

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia: GRUPO FERREIRA A GFH, é um Grupo sólido e inovador, detendo um curriculum de projectos de qualidade reconhecida, com um portfólio de negócios diversificado, e que aposta no processo de internacionalização,

Leia mais

MINISTÉRIO DO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO AMBIENTE REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO AMBIENTE O Ministério do Ambiente tem o prazer de convidar V. Exa. para o Seminário sobre Novos Hábitos Sustentáveis, inserido na Semana Nacional do Ambiente que terá

Leia mais

Organizações internacionais Regionais

Organizações internacionais Regionais Organizações internacionais Regionais Percurso 4 Geografia 9ºANO Profª Bruna Andrade e Elaine Camargo Os países fazem uniões a partir de interesses comuns. Esses interesses devem trazer benefícios aos

Leia mais

aprovado no Foro de Ministros de Meio Ambiente (2004-2006) para 2005-2007.

aprovado no Foro de Ministros de Meio Ambiente (2004-2006) para 2005-2007. PROGRAMA LATINO-AMERICANO E CARIBENHO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ACORDOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA DO PLACEA: 2005-2007 1 (DOCUMENTO EM VERSÃO PRELIMINAR) Introdução: Os especialistas em Gestão Pública

Leia mais

Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos. A Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais

Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos. A Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais TRADUÇÃO (Fornecida pela DIGAN-MRECIC) Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos convidados, senhoras e senhores: É para mim uma grande honra dirigir-me, hoje, aos senhores.

Leia mais

PLANO DE ESTRUTURA URBANA DO MUNICÍPIO DE MAPUTO

PLANO DE ESTRUTURA URBANA DO MUNICÍPIO DE MAPUTO PLANO DE ESTRUTURA URBANA DO MUNICÍPIO DE MAPUTO Seminário sobre Pobreza Urbana Maputo, 16 de Abril de 2009 RAZOES E FILOSOFIA DO PEUMM O PEUM é o primeiro plano de ordenamento urbano elaborado pelo próprio

Leia mais

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO Citação de Dr. Emílio Rui Vilar 2 Tempo de mudanças sociais Estamos no início de um século que se adivinha difícil e instável nos seus Problemas Globais

Leia mais

ACQUALIVEEXPO. Painel A INTERNACIONALIZAÇÃO DO SECTOR PORTUGUÊS DA ÁGUA EVOLUÇÃO DO SECTOR DA ÁGUA NOS BALCÃS: O EXEMPLO DA SÉRVIA

ACQUALIVEEXPO. Painel A INTERNACIONALIZAÇÃO DO SECTOR PORTUGUÊS DA ÁGUA EVOLUÇÃO DO SECTOR DA ÁGUA NOS BALCÃS: O EXEMPLO DA SÉRVIA ACQUALIVEEXPO Painel A INTERNACIONALIZAÇÃO DO SECTOR PORTUGUÊS DA ÁGUA EVOLUÇÃO DO SECTOR DA ÁGUA NOS BALCÃS: O EXEMPLO DA SÉRVIA Lisboa, 22 de Março de 2012 1 1. Introdução A diplomacia económica é um

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MUNICIPIO DE SETÚBAL E A CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLECTIVIDADES DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO Considerando: a) As atribuições da Câmara Municipal de Setúbal, conferida

Leia mais

COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE)

COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE) COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE) DÉCIMO PERÍODO ORDINÁRIO DE SESSÕES OEA/Ser.L/X.2.10 17 a 19 de março de 2010 CICTE/DEC.1/10 Washington, D.C. 19 março 2010 Original: inglês DECLARAÇÃO

Leia mais

AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira

AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira 1- INTRODUÇÃO Divisão do continente americano por critério físico por critérios culturais Área da América Latina:

Leia mais

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 Reunidos na cidade de Quebec de 18 a 22 de setembro de 1997, na Conferência Parlamentar das Américas, nós, parlamentares das Américas, Considerando que o

Leia mais

GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL

GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL 4ª Edição QUANDO O BRASIL SE JUNTA, TODO MUNDO GANHA. Secretaria-Geral da Presidência da República Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Movimento Nacional

Leia mais

POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa

POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa A UGT saúda o debate em curso na Comissão dos Assuntos Europeus sobre o Futuro da Europa e, particularmente, sobre o futuro do Tratado Constitucional. O

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE OS ESTADOS MEMBROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA SOBRE O COMBATE AO HIV/SIDA

ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE OS ESTADOS MEMBROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA SOBRE O COMBATE AO HIV/SIDA Decreto n.º 36/2003 Acordo de Cooperação entre os Estados Membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa sobre o Combate ao HIV/SIDA, assinado em Brasília em 30 de Julho de 2002 Considerando a declaração

Leia mais

FICHA DE INTERESSE NOVAS MISSÕES SOCIAS NA VENEZUELA: EM DIREÇÃO À SUPREMA FELICIDADE SOCIAL. Governo Bolivariano da Venezuela

FICHA DE INTERESSE NOVAS MISSÕES SOCIAS NA VENEZUELA: EM DIREÇÃO À SUPREMA FELICIDADE SOCIAL. Governo Bolivariano da Venezuela FICHA DE INTERESSE Governo Bolivariano da Venezuela Embaixada da República Bolivariana da Venezuela na República Federativa do Brasil NOVAS MISSÕES SOCIAS NA VENEZUELA: EM DIREÇÃO À SUPREMA FELICIDADE

Leia mais

E D I T A L N.º 16/2010

E D I T A L N.º 16/2010 Torna público que nos termos do n.º 1 do art. 91.º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, com a redacção actualizada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e com as alterações introduzidas pela Lei n.º

Leia mais

. evolução do conceito. Inspecção 3. Controlo da qualidade 4. Controlo da Qualidade Aula 05. Gestão da qualidade:

. evolução do conceito. Inspecção 3. Controlo da qualidade 4. Controlo da Qualidade Aula 05. Gestão da qualidade: Evolução do conceito 2 Controlo da Qualidade Aula 05 Gestão da :. evolução do conceito. gestão pela total (tqm). introdução às normas iso 9000. norma iso 9000:2000 gestão pela total garantia da controlo

Leia mais

Acordo sobre o Aquífero Guarani

Acordo sobre o Aquífero Guarani Acordo sobre o Aquífero Guarani A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai e a República Oriental do Uruguai, Animados pelo espírito de cooperação e de integração

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS Junho, 2006 Anglo American Brasil 1. Responsabilidade Social na Anglo American Brasil e objetivos deste Manual Já em 1917, o Sr. Ernest Oppenheimer, fundador

Leia mais

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Iniciativas Globais Aliança do Setor Privado para a Redução do

Leia mais

A sustentabilidade da economia requer em grande medida, a criação duma. capacidade própria de produção e fornecimento de bens e equipamentos,

A sustentabilidade da economia requer em grande medida, a criação duma. capacidade própria de produção e fornecimento de bens e equipamentos, REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE -------- MINISTÉRIO DA ENERGIA GABINETE DO MINISTRO INTERVENÇÃO DE S.EXA SALVADOR NAMBURETE, MINISTRO DA ENERGIA, POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA FÁBRICA DE CONTADORES DA ELECTRO-SUL

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Michael Haradom - www.shalomsalampaz.org - ssp@shalomsalampaz.org tel (11) 3031.0944 - fax (11)

Leia mais

REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE AZAMBUJA

REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE AZAMBUJA MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE AZAMBUJA Aprovado por deliberação da Assembleia Municipal de 19 de Abril de 2011. Publicado pelo Edital n.º 73/2011. Em vigor desde 27

Leia mais

Discurso de Sua Excelência o Presidente da República

Discurso de Sua Excelência o Presidente da República Continuarei a percorrer o País, de Norte a Sul, a apelar à união de esforços, a levar uma palavra de esperança e a mostrar bons exemplos de resposta à crise. Discurso de Sua Excelência o Presidente da

Leia mais

O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina

O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina Informação 8 de Fevereiro de 2011 Campanha institucional do grupo Portucel Soporcel arranca hoje O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina Arranca hoje a nova campanha institucional

Leia mais

25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos

25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos 25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos Intervenção da Deputada Municipal do PSD Célia Sousa Martins Senhora Presidente da Assembleia Municipal, Senhor Presidente da Câmara

Leia mais

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino. Cerimónia de Abertura do WTPF-09

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino. Cerimónia de Abertura do WTPF-09 INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Eng. Mário Lino Cerimónia de Abertura do WTPF-09 Centro de Congressos de Lisboa, 22 de Abril de 2009 (vale a versão

Leia mais

Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016

Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016 COMUNICADO No: 58 Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016 10 de dezembro de 2015 (Genebra) - A International Air Transport Association (IATA) anunciou

Leia mais

Importância de Moçambique em termos ambientais. Situação de pobreza em que vive a maioria da população moçambicana. Corrida aos recursos naturais

Importância de Moçambique em termos ambientais. Situação de pobreza em que vive a maioria da população moçambicana. Corrida aos recursos naturais Carlos Manuel Serra Importância de Moçambique em termos ambientais. Situação de pobreza em que vive a maioria da população moçambicana. Corrida aos recursos naturais destaque para os petrolíferos e mineiros

Leia mais

1) Breve apresentação do AEV 2011

1) Breve apresentação do AEV 2011 1) Breve apresentação do AEV 2011 O Ano Europeu do Voluntariado 2011 constitui, ao mesmo tempo, uma celebração e um desafio: É uma celebração do compromisso de 94 milhões de voluntários europeus que, nos

Leia mais

Senhor Presidente da Assembleia Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente do Governo Regional Senhora e Senhores Membros do Governo

Senhor Presidente da Assembleia Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente do Governo Regional Senhora e Senhores Membros do Governo Intervenção sobre cabo de fibra óptica Flores, do Deputado António Maria Gonçalves Senhor Presidente da Assembleia Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente do Governo Regional Senhora e Senhores

Leia mais

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 5 o ano Geografia 1. Leia a notícia, divulgada em vários jornais brasileiros, no dia 21

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Adoptado a 25 de Junho de 1999 pelas três Associações:

CÓDIGO DE ÉTICA. Adoptado a 25 de Junho de 1999 pelas três Associações: CÓDIGO DE ÉTICA Adoptado a 25 de Junho de 1999 pelas três Associações: APDIS Associação Portuguesa de Documentação e Informação na Saúde BAD Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas

Leia mais

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados PRESIDENCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Assunto: DISCURSO DO EXMO. SUBCHEFE DE ASSUNTOS FEDERATIVOS DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DA

Leia mais

O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA

O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA PARECER SOBRE O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA (Proposta de Regulamento sobre o Estatuto da AE e Proposta de Directiva que completa o estatuto da AE no que se refere ao papel dos

Leia mais