SERVIÇO DE IDENTIFICAÇÃO DO EXÉRCITO (Sv Idt Ex)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SERVIÇO DE IDENTIFICAÇÃO DO EXÉRCITO (Sv Idt Ex)"

Transcrição

1 SERVIÇO DE IDENTIFICAÇÃO DO EXÉRCITO (Sv Idt Ex)

2 REUNIÃO DE COORDENAÇÃO ASSUNTO: PARTICIPAÇÃO DO Sv Idt Ex NA 5ª REUNIÃO DE COORDENAÇÃO DO PIPEx OBJETIVO: APRESENTAR AS FUNCIONALIDADES DA BIOMETRIA DIGITAL E FACIAL

3 1. INTRODUÇÃO 2. DESENVOLVIMENTO a. O que é Biometria? b. Tipos de Biometria SUMÁRIO c. Principais aplicações coletas biométricas feitas no Projetopiloto do Cartão de Identificação Militar (CIM); d. Atualização das informações sobre o processo de aquisição da solução (Sv Idt Ex + PIPEx) e. Fases de implementação da solução f. O novo documento de identificação do Exército: CIM 3. CONCLUSÃO

4 O QUE É BIOMETRIA? O termo biometria significa medição biológica, ou seja, é o estudo das características físicas e comportamentais de cada pessoa. O princípio básico desta técnica para identificação é: seu corpo, sua senha. Para que um sistema biométrico funcione sem problemas, alguns equipamentos são necessários: scanner ou sensor, um computador relativamente potente e um software para a análise das imagens captadas.

5

6 Padrão de digitação

7 Tipos de biometria Principais sistemas de leitura biométrica: A- Veias: fiabilidade média, difícil de fraudar, alto custo. B- Impressão digital: Sistema que capta a imagem da impressão digital com um leitor biométrico óptico e compara com um banco de dados de imagens com as digitais gravadas. Método rápido, de alta confiabilidade e baixo custo. C- Reconhecimento da face: menor confiabilidade, rápido e de baixo custo. D- Identificação pela íris: muito fiável, imutável com o passar dos anos, alto custo. E- Reconhecimento pela retina: fiável, imutável, leitura difícil e incômoda na medida em que exige que a pessoa olhe fixamente para um ponto de luz, alto custo

8 F- Reconhecimento de voz: menos fiável, problemas com ruídos no ambiente, problemas por mudança na voz do utilizador devido a gripes ou stress, demora no processo de cadastramento e leitura, baixo custo G- Geometria da mão: menos fiável, problemas com anéis, o utilizador precisa de encaixar a mão na posição correta, médio custo. H- Reconhecimento da assinatura: muito fiável, algumas assinaturas mudam com o passar do tempo, porém características como pressão, movimentos aéreos, entre outras são únicas de cada indivíduo, tornando extremamente difícil sua falsificação. Método prático e ágil, acessível a todos os públicos, médio custo. I- Reconhecimento da digitação: pouco fiável, demora no cadastramento e leitura, baixo custo J- Tecnologias futuras: odores e salinidade do corpo humano, padrões das veias por imagens térmicas do rosto ou punho, análise de DNA

9 IDENTIFICAÇÃO X NOVAS TECNOLOGIAS Escaneamento das veias é a evolução da identificação digital Um novo software que chegou ao Brasil promete substituir gradativamente a identificação digital pela leitura das veias das mãos. Chamado de Palm Secure, o sistema, através das hemoglobinas do corpo, identifica qualquer pessoa com cadastro prévio na central de controle e armazenamento de dados. O software é resultado de uma parceria da Hisco, empresa do grupo Telepac Brasil com a Fujitsu. Conforme a empresa, o método é mais higiênico e prático que o atual por funcionar através de um sensor infravermelho.

10 Identificação pela íris é mais real do que se pensa A tecnologia já permite a identificação por meio da íris, reduzindo as chances de erro para 1 em 1,2 milhão. LG IrisAccess 3000 Panasonic DT120

11 DNA SOLUÇÃO DE CRIMES PROVA DE PATERNIDADE IDENTIFICAÇÃO DE POSSÍVEIS DOENÇAS IDENTIFICAÇÃO DA CARGA GENÉTICA

12 IDENTIFICAÇÃO FACIAL Assinatura facial Um rosto é formado por diversas características, chamadas de pontos nodais. Há cerca de 80 pontos nodais na face humana: distância entre os olhos, comprimento do nariz, tamanho do queixo e a linha da mandíbula são alguns exemplos. Cada um desses pontos é medido e armazenado em uma base de dados, formando, assim, uma assinatura facial. Para um programa de computador extrair os pontos nodais de alguém, é preciso antes rastrear a imagem capturada para detectar a localização e a posição do rosto, pois é necessário ter uma correta posição dos elementos da face.

13 Os principais benefícios do reconhecimento facial é que ela é não-intrusivo, mãos-livres, contínuo e aceito pela maioria dos usuários. O reconhecimento facial usa características faciais distintivas, incluindo contornos superiores das órbitas, áreas em torno de maçãs do rosto, dos lados da boca e da localização do nariz e dos olhos. As maiorias das tecnologias evitam áreas do rosto, perto da linha do cabelo penteado para que as mudanças não afetem futuramente o reconhecimento.

14 Íris embora exija equipamentos de alto custo para análise, a íris é uma característica muito confiável para identificar as pessoas. É imutável com o passar dos anos e quase impossível de ser clonada; TIPOS DE BIOMETRIA

15 BIOMETRIA DIGITAL

16 TIPOS DE BIOMETRIA Impressão digital - é a forma mais comum de identificação. Além de ser o método mais rápido é também o que exige recursos de mais baixo custo. Fragmentos deixados em local de crime nos mais diversos tipos de materiais, em quaisquer superfícies e materiais podem ser recuperadas.

17 IMAGEM COLETADA EM 1977 IMAGEM COLETADA EM 2002

18 Quando o scanner é acionado, a principal função dele é obter uma imagem nítida e de alta resolução do objeto em estudo: digitais e geometria da mão, íris, retina, expressões faciais. O passo seguinte é colocar a imagem captada à disposição do software biométrico, o qual analisa e extrai as características mais relevantes da figura. Em uma foto da mão, por exemplo, o que interessa são as linhas que dão forma às digitais. ANÁLISE BIOMÉTRICA

19 Uma vez com as características extraídas, a última etapa consiste na comparação entre a imagem obtida e as fotos presentes no banco de dados. Esta verificação é feita com o auxílio de diversos algoritmos, cada um trabalhando da sua maneira.

20 SISTEMA AUTOMÁTICO DE RECONHECIMENTO DE IMPRESSÕES DIGITAIS - AUTOMATED FINGERPRINT IDENTIFICATION SYSTEM (AFIS)

21 TERMO DE REFERÊNCIA PARA A SOLUÇÃO 1. Processo de aquisição da solução da produção do CIM e Coleta Biométrica a. 1ª fase b. 2ª fase

22 1ª FASE 1ª fase 2ª fase RM CIDADE / ESTADO QUANTIDADE DE ESTAÇÕES 1 RIO DE JANEIRO RJ 18 2 SÃO PAULO - SP 20 3 PORTO ALEGRE RS 36 5 CURITIBA PR BRASÍLIA DF 13 Total 112 RM CIDADE / ESTADO QUANTIDADE DE ESTAÇÕES 4 BELO HORIZONTE - MG 10 6 SALVADOR - BA 8 7 RECIFE - PE 14 8 BELÉM - PA 10 9 CAMPO GRANDE - MS FORTALEZA - CE 4 12 MANAUS - AM 18 Total 87

23 PROJETO NOVA IDENTIDADE MILITAR Base legal: Decreto , 12 OUT Decreto 5.703, 15 FEV 2006 Portaria 148 DGP, 16 JUL 14 Alinhado com as normas para emissão do cartão de identificação militar do MD Cartão em policarbonato Chip de contato (gravação de atributos) Chip de aproximação Identificação com tecnologia de biometria digital

24 PROJETO PILOTO NOVA IDENTIDADE Termo de Cooperação Técnica com a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (ABRID) sob a supervisão do Instituto Brasileiro de Tecnologia da Informação (ITI). Emissão de lote piloto de cartões (SEOFA), numa primeira fase, em Brasília e, numa segunda fase, nos demais GIR e por alguns PI/Gu selecionados. Objetivos: simular o processo de personalização; testar o aplicativo para coleta de envio de dados de identificação (apoio do CDS); testar a infraestrutura de TI para tráfego dos dados em 500DPI (apoio do CITEX); definir a logística para remessa e distribuição do cartão; definir parâmetros para elaboração do edital para licitação.

25 PROJETO PILOTO DO NOVO CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO MILITAR DO EB ASSESSORIA TÉCNICA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE TECNOLOGIA DIGITAL EM IDENTIFICAÇÃO DIGITAL (ABRID); SERÃO DISPONIBILIZADOS PARA O PILOTO CERCA DE CARTÕES; INICIALMENTE NA GUARNIÇÃO DE BRASÍLIA E EM SEGUIDA PARA AS DEMAIS REGIÕES MILITARES;

26 ASSINATURA DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA (DSM ABRID ITI)

27 O CARTÃO Policarbonato em seis camadas; Dois chips um sem contato e outro com contato; Capacidade - 72/84 Kb; O CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO TERÁ APLICAÇÕES MÚLTIPLAS

28 APLICAÇÕES Suporte para o Projeto PIPEX na prevenção de fraudes previdenciárias. Utilização como token para certificação digital (integração com o Projeto AC-Defesa). Cartão de beneficiário do FUSEX. Chave de acesso ao prontuário médico informatizado em desenvolvimento (sem previsão). Controle de acesso a OM e/ou dependências/instalações em substituição aos crachás. Compatível com o Sistema AFIS (Automated Fingerprint Identification System). As aplicações não necessitam ser previamente implementadas. Podem ser desenvolvidas e gravadas no cartão oportunamente (linguagem Java Card).

29 ARMAZENAMENTO DE DADOS DE IDENTIFICAÇÃO CERTIFICAÇÃO DIGITAL ACESSO À BD SAÚDE OU ARMAZENAMENTO INDIVIDUAL DE DADOS DE SAÚDE SUBSTITUIÇÃO DO CARTÃO DO FUSEx ACESSO ÀS INSTALAÇÕES /OM - CATRACAS OUTRAS

30 O NOVO DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO DO EB

31 O NOVO DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO DO EB

32 COLETAS REALIZADAS DE DEZ 13 A AGO 14: 3897 DOCUMENTOS ENTREGUES ATÉ AGO 14: 65 GENERAIS

33 PIPEX Suporte ao Programa de Inativos e Pensionistas do Exército (PIPEx). O Sv Idt Ex contribuirá com o PIPEX da seguinte forma: Em cada um dos 151 postos de atendimento de Inativos e Pensionistas, existentes no Exército, haverá um Identificador Datiloscópico que realizará a coleta dos dados biométricos. Candidato à pensão; Apresentação anual de Inativo; Apresentação de pensionista; e/ou outro caso. Coleta de dados biométricos por um especialista Em caso de se tratar de fraude poderá haver contestação judicial, se não for.

34

35 ILHA DE PRODUÇÃO

36 ILHA DE PRODUÇÃO ILHA DE PRODUÇÃO ILHA DE PRODUÇÃO

37 Controle de Acesso Bio Inox Plus Registro Biométrico Reconhecimento Facial - PASSFACE 1010 Controle de Ponto Eletrônico Biométrico - PASSFINGER 2040-REP (HOMOLOGADO MTE) Catraca Eletrônica ATZ-100 Pé de Garça Controle de Acesso Teclado Senha Digital Controle de Acesso Teclado Senha Light - Deficientes Visuais

38 EQUIPAMENTO UTILIZADO PELA SSIEx

39 I WORKSHOP DE INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS NA ÁREA DE IDENTIFICAÇÃO I WITAID

40 APRESENTAÇÃO AC - DEFESA ABERTURA

41 APRESENTAÇÃO AC - DEFESA

42 APRESENTAÇÃO ABRID

43 APRESENTAÇÃO ITI

44 APRESENTAÇÃO NEC

45 EQUIPAMENTOS DE BIOMETRIA

46 DEMONSTRAÇÃO DO EQUIPAMENTO DE BIOMETRIA KIT BIO

47 PRÁTICA NO EQUIPAMENTO DE BIOMETRIA

48 PRÁTICA NO EQUIPAMENTO DE BIOMETRIA

49 APRESENTAÇÃO CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO DOS ADVOGADOS - OAB

50 APRESENTAÇÃO DO SISTEMA DE CONTROLE DE SAÚDE COM CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO DA PMDF PRONTUÁRIO MÉDICO NO CHIP

51 APRESENTAÇÃO DO INSTITUTO DE IDENTIFICAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL DO DF

52 APRESENTAÇÃO DO INSTITUTO DE IDENTIFICAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL

53 APRESENTAÇÃO DA ESCOLA DE INSTRUÇÃO ESPECIALIZADA CURSO DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

54 JÓ 37:7 DEUS SELA AS MÃOS DE TODO HOMEM, PARA QUE CONHEÇAM TODOS OS HOMENS A SUA OBRA.

Projeto IRS e Biometria. Implementação da visão unificada dos cadastros de indivíduos e uso da tecnologia de identificação biométrica nas aplicações

Projeto IRS e Biometria. Implementação da visão unificada dos cadastros de indivíduos e uso da tecnologia de identificação biométrica nas aplicações Implementação da visão unificada dos cadastros de indivíduos e uso da tecnologia de identificação biométrica nas aplicações Liliane Utz/SJS - maio/2013 Agenda Parte I Biometria o Conceitos o Tecnologia

Leia mais

SISTEMA AFIS Curso de Atualização para Promoção

SISTEMA AFIS Curso de Atualização para Promoção SISTEMA AFIS Curso de Atualização para Promoção Wanderlin Mota Classificador Polícia Civil do Estado de Goiás Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Goiânia, Novembro/2014 Ciências Grécia:

Leia mais

UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA GERENCIAMENTO DE REDES Segurança Lógica e Física de Redes 2 Semestre de 2012 PRINCIPAIS TIPOS DE ATAQUES A REDES E COMO EVITÁ-LOS: Segurança de acesso Senhas Fragilidades e como

Leia mais

UN 4 0,00 Catraca pedestal com cofre com leitor smart card

UN 4 0,00 Catraca pedestal com cofre com leitor smart card ITEM 1 - Município - Rio de Janeiro - RJ ANEXO II DO TERMO DE REFERÊNCIA QT Valor Unitário R$ Valor Total R$ 1 - Projeto (verba para infraestrutura e ativação local) VB 1 Software de Acesso - Licença Web

Leia mais

CLIPPING GRIAULE. 1 Brasil Inovador O Desafio Empreendedor: 40 histórias de sucesso de empresas que investem em inovação.

CLIPPING GRIAULE. 1 Brasil Inovador O Desafio Empreendedor: 40 histórias de sucesso de empresas que investem em inovação. CLIPPING GRIAULE 1 Brasil Inovador O Desafio Empreendedor: 40 histórias de sucesso de empresas que investem em inovação. 2 Revista VEJA Fev/2006 A Riqueza é o Saber: A vibrante geração de inovadores brasileiros

Leia mais

Material destinado ao estudo da Segurança da Informação - UNIP. Proibida a cópia ou distribuição. Prof. Marco Agisander Lunardi. Controle de Acesso

Material destinado ao estudo da Segurança da Informação - UNIP. Proibida a cópia ou distribuição. Prof. Marco Agisander Lunardi. Controle de Acesso Controle de Acesso É necessário não apenas proteger o acesso físico e lógico, mas também tem que controlar e auditar o acesso. Na década de 80, os Sistemas de Controle de Acesso Físico começaram a se popularizar.

Leia mais

Identificação Humana Através de Biometria

Identificação Humana Através de Biometria Identificação Humana Através de Biometria por Marco César Chaul, CBP. Diretor de Tecnologias Neokoros - Brasil CBP Certified Biometric Professional. Fundamentos da Biometria Definição de Biometria Termo

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO - UnC CAMPUS MAFRA/RIO NEGRINHO/PAPANDUVA CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO - UnC CAMPUS MAFRA/RIO NEGRINHO/PAPANDUVA CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO - UnC CAMPUS MAFRA/RIO NEGRINHO/PAPANDUVA CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FERNANDO DUTKA LEONARDO ZEQUINELLI BIBOLOTTI MAICON ÉDER MOTELIEVICZ ROBERTO FERNANDO NEHLS MAFRA - SC

Leia mais

Características Técnicas

Características Técnicas Características Técnicas Equipamento homologado de acordo com o Portaria 1510/09 do MTE, com as seguintes características: Possui 2 processadores de 32 Bits, onde um é dedicado para marcações de ponto

Leia mais

Gestão de. na prática. na prática

Gestão de. na prática. na prática Gestão de Controle de acesso na prática na prática Controlar Acesso É a determinação de quem, onde e quando pode entrar ou sair de um determinado local. Também inclui o monitoramento e relatórios de suas

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR. Fabio Henriques de Albuquerque Junior. Biometria Aplicada

Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR. Fabio Henriques de Albuquerque Junior. Biometria Aplicada Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR Fabio Henriques de Albuquerque Junior Biometria Aplicada 2009 1 2 Fabio Henriques de Albuquerque Junior Biometria Aplicada Estado da Arte Pontifícia Universidade

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Aula 4 Introdução aos Sistemas Biométricos 1. Identificação, Autenticação e Controle

Leia mais

Manual de implantação

Manual de implantação Manual de implantação O BioPass ID é um serviço online baseado em nuvem que fornece uma poderosa tecnologia multibiométrica (reconhecimento de impressões digitais e face) para os desenvolvedores de qualquer

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL SOLUÇÕES JÁ DISPONÍVEIS

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL SOLUÇÕES JÁ DISPONÍVEIS APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL DESENVOLVENDO SOLUÇÕES INOVADORAS DE TI PARA O MONITORAMENTO, OPERAÇÃO E GESTÃO DE PROCESSOS, AGREGANDO PRODUTIVIDADE E QUALIDADE ÀS ATIVIDADES DOS NOSSOS CLIENTES. 01 Gerenciamento

Leia mais

Guia Rápido. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados.

Guia Rápido. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. Guia Rápido Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. SUMÁRIO 1. Informações Gerais...5 1.1 EasyPass... 5 1.2 Vantagens do uso... 6 1.3 Necessidade do re-cadastro... 6 2. Conceitos Básicos...7 2.1

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES CARGO/ FORMÇÃO ÚLTIMA CLASSIFICAÇÃO CONVOCADA EDITAL 01/2011 PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES CARGO/ FORMÇÃO ÚLTIMA CLASSIFICAÇÃO CONVOCADA EDITAL 01/2011 PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 3ª PCD * PROFISSIONAL JÚNIOR ANALISTA DE SISTEMAS - ÊNFASE EM INFRAESTRUTURA RJ

Leia mais

Rádio Freqüência e Biometria no Controle do Material Bélico

Rádio Freqüência e Biometria no Controle do Material Bélico Rádio Freqüência e Biometria no Controle do Material Bélico Wilson Carlos Lopes Silva Cap Esp Arm Instituto Tecnológico de Aeronáutica ITA Praça Mal Eduardo Gomes, 50 Vila das Acácias São José dos Campos

Leia mais

CH & TCR. Tecnologias de Identificação

CH & TCR. Tecnologias de Identificação Tecnologias de Identificação Código de barras O sistema de identificação conhecido por código de barras teve origem nos EUA, em 1973, com o código UPC (universal product code) e, em 1977, esse sistema

Leia mais

ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO

ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO Ref.:COTAÇÃO ELETRÔNICANº003/2015 ApresentamosnossapropostaparafornecimentodosItensabaixodiscriminados,conformeAnexoI

Leia mais

Sistema de Inteligência Carcerária com Identificação Biométrica

Sistema de Inteligência Carcerária com Identificação Biométrica Sistema de Inteligência Carcerária com Identificação Biométrica Descrição SISBIOID é um software de controle e inteligência carcerária desenvolvido para ser uma poderosa ferramenta de combate ao crime

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista de Correios / Administrador AC / Rio Branco 123 1 123,00 Analista de Correios / Técnico em Comunicação Social Atuação: Jornalismo AC / Rio Branco 27 1 27,00 Médico do Trabalho Formação: Medicina

Leia mais

TRANSDATA SMART BILHETAGEM ELETRÔNICA

TRANSDATA SMART BILHETAGEM ELETRÔNICA BRASIL ARGENTINA +55 19 3515.1100 www.transdatasmart.com.br SEDE CAMPINAS-SP RUA ANA CUSTÓDIO DA SILVA, 120 JD. NOVA MERCEDES CEP: 13052.502 FILIAIS BRASÍLIA RECIFE CURITIBA comercial@transdatasmart.com.br

Leia mais

Módulo 6: Segurança da TI

Módulo 6: Segurança da TI 1 Módulo 6: Segurança da TI 6.1. Questões de Segurança da TI Discute como se pode promover a qualidade e segurança dos sistemas de informação por uma diversidade de controles, procedimentos e instalações.

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação Gestão da Tecnologia da Informação A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores

Leia mais

PROVENDO SEGURANÇA ATRAVÉS DA BIOMETRIA

PROVENDO SEGURANÇA ATRAVÉS DA BIOMETRIA PROVENDO SEGURANÇA ATRAVÉS DA BIOMETRIA Juliana Michele Vicentin 1, Fernanda Ferreira de Barros Barreto 2, Daniele Dickel 3, Patrícia Viturino dos Santos 4 1 Gerencia de Arquitetura Tecnológica Diretoria

Leia mais

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015 Programa de Requalificação de UBS Março/2015 PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS Instituído no ano de 2011 OBJETIVOS: Criar incentivo financeiro para as UBS Contribuir para estruturação e o fortalecimento

Leia mais

Software de Controle de Acesso

Software de Controle de Acesso Software de Controle de Acesso O W-Access é um software de controle de acesso 100% nacional, com padrões internacionais de qualidade, adequado ao mercado brasileiro e totalmente gerenciável por navegadores

Leia mais

SEGURANÇA E AUDITORIA DE TI

SEGURANÇA E AUDITORIA DE TI 1 SEGURANÇA E AUDITORIA DE TI Objetivos - Identificar diversos tipos de controles de sistemas de informação, controles de procedimentos e controles de instalações e explicar como eles podem ser utilizados

Leia mais

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Manual de Utilização Financeiras Versão 1.2 Manual de utilização do software para os usuários do Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos, com

Leia mais

Antecipação de destino e chamada

Antecipação de destino e chamada Antecipação de destino e chamada 1 2 Bem-vindo ao futuro! ADC XXI, a mais avançada tecnologia em sistemas de antecipação de destino e chamadas, desenvolvido pela ThyssenKrupp Elevadores para trazer ainda

Leia mais

REGISTRO CIVIL NACIONAL PL 1775/2015

REGISTRO CIVIL NACIONAL PL 1775/2015 REGISTRO CIVIL NACIONAL PL 1775/2015 CONTEXTO Dificuldades na área de identificação, gerando problemas de ordem de segurança pública e equívocos na ação policial; Fraudes em transações financeiras, de

Leia mais

Segurança & Auditoria de Sistemas AULA 05. Eduardo Silvestri www.eduardosilvestri.com.br

Segurança & Auditoria de Sistemas AULA 05. Eduardo Silvestri www.eduardosilvestri.com.br Segurança & Auditoria de Sistemas AULA 05 Eduardo Silvestri www.eduardosilvestri.com.br Autenticaçã ção Logo que se começa a falar em segurança a deve- se sempre lembrar do ponto por onde tudo começa,

Leia mais

Termo de Referência para Confecção e Distribuição de Pen Drives Personalizados

Termo de Referência para Confecção e Distribuição de Pen Drives Personalizados Localização: Termo de Referência para Confecção e Distribuição de Pen Drives Personalizados Prazo para envio de proposta: 08/11/2015 Data esperada de início: 09/11/2015 Data esperada de fim: 30/11/2015

Leia mais

A SEGURANÇA ATRAVÉS DA BIOMETRIA

A SEGURANÇA ATRAVÉS DA BIOMETRIA A SEGURANÇA ATRAVÉS DA BIOMETRIA Clevertom Silva Daiana de Miranda Fabiana de Oliveira Julio Cesar Ferreira Leandro Falbo Associação Educacional Dom Bosco - AEDB Pedro Sérgio Silveira Prof:Ernani RESUMO

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP HOME

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP HOME ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP HOME ÍNDICE a) OBJETIVO...3 b) MODELOS...3 c) ID REP HOME c.1) Características Funcionais Genéricas...4 c.2) Características Operacionais Genéricas...5 c.3)

Leia mais

Em poucas palavras, Biometria é o uso de características biológicas em mecanismos de identificação. Entre essas características tem-se a íris, a

Em poucas palavras, Biometria é o uso de características biológicas em mecanismos de identificação. Entre essas características tem-se a íris, a BIOMETRIA Em poucas palavras, Biometria é o uso de características biológicas em mecanismos de identificação. Entre essas características tem-se a íris, a retina,a impressão digital, a voz, o formato do

Leia mais

TIC.GOV.PT Medida 12 Lisboa, 31 de março de 2015

TIC.GOV.PT Medida 12 Lisboa, 31 de março de 2015 TIC.GOV.PT Medida 12 Lisboa, 31 de março de 2015 AGENDA COLABORAR SIMPLIFICAR INOVAR Cartão de cidadão uma identidade autenticação e assinatura digital um sistema Segurança em cenários de identidade Tendências

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO: BIOMETRIA, UMA MANEIRA DE AUTENTICAÇÃO EFICIENTE

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO: BIOMETRIA, UMA MANEIRA DE AUTENTICAÇÃO EFICIENTE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO: BIOMETRIA, UMA MANEIRA DE AUTENTICAÇÃO EFICIENTE Willian dos Santos Alécio 1, Júlio Cesar Pereira 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL E ASSINATURA DIGITAL: A EXPERIÊNCIA DA USP. Conceitos e problemas envolvidos

CERTIFICAÇÃO DIGITAL E ASSINATURA DIGITAL: A EXPERIÊNCIA DA USP. Conceitos e problemas envolvidos CERTIFICAÇÃO DIGITAL E ASSINATURA DIGITAL: A EXPERIÊNCIA DA USP Conceitos e problemas envolvidos Agenda Histórico Conceitos Aplicações na USP Recomendações Assinatura e Certificação Digital Objetivo =>

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 (opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 (opcional); Características Fabricada em aço-carbono, com pintura em epóxi preto; Tratamento anticorrosivo; Acabamento em aço inox; Fechadura para acesso aos componentes eletrônicos; Iluminação frontal, com chave

Leia mais

Análise e Comparação de Métodos de Pré-processamento de Imagens e Extração de Características em Impressões Digitais

Análise e Comparação de Métodos de Pré-processamento de Imagens e Extração de Características em Impressões Digitais Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas - ICEB Departamento de Computação - DECOM Análise e Comparação de Métodos de Pré-processamento de Imagens e Extração

Leia mais

Tecnologia de Soluções Biométricas Neokoros AFIS Corporate / SDK: Visão Geral

Tecnologia de Soluções Biométricas Neokoros AFIS Corporate / SDK: Visão Geral Tecnologia de Soluções Biométricas Neokoros AFIS Corporate / SDK: Visão Geral www.neokoros.com Neokoros IT Ltd. Biometric Technology. All Rights Reserved: 2010 2014 Índice 1 - Introdução... 3 2 - AFIS

Leia mais

GAMA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA PATRIMONIAL LTDA.

GAMA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA PATRIMONIAL LTDA. GAMA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA PATRIMONIAL LTDA. GAMA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA PATRIMONIAL LTDA. Criada em 2002, a GAMA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA foi fundada em João Pessoa PB, para prestar serviços de instalações

Leia mais

Características Técnicas

Características Técnicas Características Técnicas Equipamento homologado de acordo com o Portaria 1510/09 do MTE, com as seguintes características: Possui 2 processadores de 32 Bits, onde um é dedicado para marcações de ponto

Leia mais

Madis Rodbel Lança equipamento de ponto que atende a portaria 1510 do MTE

Madis Rodbel Lança equipamento de ponto que atende a portaria 1510 do MTE No dia 21 de agosto de 2009, o Ministério do Trabalho e Emprego assinou a Portaria 1510, que regulamenta o Registro Eletrônico de Ponto - REP e a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto -

Leia mais

Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos. Manual. Autorizador

Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos. Manual. Autorizador Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos Manual UP Autorizador UP Índice Divulgação do sistema Autorizador para os beneficiários... 3 Cadastro da digital do beneficiário... Justificativa de falha na autenticação

Leia mais

TUTORIAL REP IDX CONTROLID

TUTORIAL REP IDX CONTROLID 1 TUTORIAL REP IDX CONTROLID Orientações para integração do sistema de Ponto x ControlID IDx Opções impactadas: Cadastro > Cadastro de REP Integração -> Gerenciador de REP Objetivo: Atender ao novo equipamento

Leia mais

Reconhecimento de Dados Biométricos em Larga Escala

Reconhecimento de Dados Biométricos em Larga Escala Reconhecimento de Dados Biométricos em Larga Escala Profa. Fabíola Gonçalves Pereira Greve DCC - UFBA Departamento de Ciência da Computação Grupo de Algoritmos e Computação Distribuída http:// Equipe Profa.

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL

CERTIFICAÇÃO DIGITAL Autenticidade Digital CERTIFICAÇÃO DIGITAL Certificação Digital 1 Políticas de Segurança Regras que baseiam toda a confiança em um determinado sistema; Dizem o que precisamos e o que não precisamos proteger;

Leia mais

CONTROLE RN DE SENHAS DE AC

CONTROLE RN DE SENHAS DE AC MINISTÉRIO DA DEFESA EXERCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL DIRETORIA DE SERVIÇO MILITAR ( Confederação do Tiro Brasileiro/l906 ) NOTA INFORMATIVA N" OOS.DSM.SSIEX. DE 22 MAR 10 CONTROLE RN

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional); Características Fabricada em aço-carbono, com pintura em epóxi preto; Tratamento anticorrosivo e acabamento em aço inox; Fechadura para acesso aos componentes eletrônicos; Sistema de amortecimento de giros

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS CONTROL

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS CONTROL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS CONTROL ÍNDICE a) Objetivo 3 b) Hierarquia dos Produtos 3 c) Control c.1) Características Operacionais Genéricas 4 c.2) Características Técnicas Genéricas 4 c.3)

Leia mais

Uso de Biometria na Segurança Física e Patrimonial Ernandes Lopes Bezerra

Uso de Biometria na Segurança Física e Patrimonial Ernandes Lopes Bezerra Uso de na Segurança Física e Patrimonial O controle de acesso e a gestão de privilégios são as questões centrais a serem tratadas no amplo campo de atuação da segurança física. É importante a identificação

Leia mais

CONVOCAÇÕES REALIZADAS ATÉ 01/01/2012

CONVOCAÇÕES REALIZADAS ATÉ 01/01/2012 SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) CONCURSO PÚBLICO PARA PREENCHIMENTO DE E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA OS CARGOS DE ANALISTA E DE TÉCNICO EDITAL Nº 1 SERPRO, DE 08 DE OUTUBRO

Leia mais

Configuração de NFe. Acesse o módulo Administrativo.

Configuração de NFe. Acesse o módulo Administrativo. Configuração de NFe Para definir as configurações (Parâmetros) de cada empresa ou filial cadastrada no sistema para envios de NF-e, proceda da seguinte forma: Acesse o módulo Administrativo. Clique no

Leia mais

Monitoramento Remoto Wi Fi Mod. CS9267

Monitoramento Remoto Wi Fi Mod. CS9267 Monitoramento Remoto Wi Fi Mod. CS9267 Guia Rápido de Instalação DC 5V INTRODUÇÃO Obrigado por adquirir a IPCam Comtac mod. CS9267. Com ela você poderá monitorar remotamente um cômodo de sua residência

Leia mais

Sistema de Controle de Acesso Baseado no Reconhecimento de Faces

Sistema de Controle de Acesso Baseado no Reconhecimento de Faces Sistema de Controle de Acesso Baseado no Reconhecimento de Faces Access Control System Based on Face Recognition Tiago A. Neves, Welton S. De Oliveira e Jean-Jacques De Groote Faculdades COC de Ribeirão

Leia mais

DIGITALCRED. www.credifibra.com.br

DIGITALCRED. www.credifibra.com.br DIGITALCRED www.credifibra.com.br A CREDIFIBRA inova mais uma vez e disponibiliza aos seus clientes de varejo uma solução de crédito pioneira! O DIGITALCRED O DIGITALCRED O DIGITALCRED é uma ferramenta

Leia mais

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego;

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Características Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Poderá ser utilizado por empresas autorizadas por convenção ou acordo coletivo a usar sistemas

Leia mais

Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada

Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada Criptografia Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada Criptografia Onde pode ser usada? Arquivos de um Computador Internet Backups Redes

Leia mais

Sistema ADC XXI Antecipação de destino e chamada

Sistema ADC XXI Antecipação de destino e chamada Antecipação de destino e chamada TK Elevadores Americas Business Unit tk Bem-vindo ao futuro! ADC XXI, a mais avançada tecnologia em sistemas de antecipação de destino e chamadas, desenvolvido pela ThyssenKrupp

Leia mais

DO BACO INFORMA. Brasil Dados Públicos. O que é o DO BACO INFORMA

DO BACO INFORMA. Brasil Dados Públicos. O que é o DO BACO INFORMA especificações Busca textual pré-definida pelo assinante a qualquer conteúdo publicado em 213 Diários Oficiais de 27 Estados. O BACO Informa leva informação onde você estiver. O que é o O BACO INFORMA

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381 Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381 Institui Regime Especial para dispensa da guarda e arquivo das Notas Fiscais de Serviços, condicionada à guarda e ao arquivo, pelo período decadencial, dos respectivos

Leia mais

Micro-Point Controle de Ponto e Acesso. Soluções em controle de Ponto e Acesso de Minas.

Micro-Point Controle de Ponto e Acesso. Soluções em controle de Ponto e Acesso de Minas. Proposta Comercial para fornecimento de equipamento. Nossos dados cadastrais Nome fantasia.: Micro-Point Razão social.: C&C CONTROLE DE PONTO E ACESSO LTDA CNPJ.: 08.369.442/0001-11 IE.: 001.029.830-0060

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras MBA Gestão em TI Disciplina: Administração de Suporte e Automação AUTOMAÇÃO Professor: Fernando Zaidan Ago-2009 1 2 Conceitos iniciais Automação é todo um ferramental

Leia mais

Monitoramento Remoto Wi Fi Mod. CS9267

Monitoramento Remoto Wi Fi Mod. CS9267 Monitoramento Remoto Wi Fi Mod. CS9267 Guia Rápido de Instalação DC 5V INTRODUÇÃO Obrigado por adquirir a IPCam Comtac mod. CS9267. Com ela você poderá monitorar remotamente um cômodo de sua residência

Leia mais

Edital de 18 de janeiro de 2010 Bolsão Curso Clio Concurso de Bolsas por Desempenho

Edital de 18 de janeiro de 2010 Bolsão Curso Clio Concurso de Bolsas por Desempenho Edital de 18 de janeiro de 2010 Bolsão Curso Clio Concurso de Bolsas por Desempenho 1. Das disposições preliminares 1.1 O Concurso de Bolsas do Curso Clio será organizado por esta mesma instituição e o

Leia mais

ASSUNTO: ESCLARECIMENTOS QUANTO AO PREGÃO PRESENCIAL N.º 004/2012.

ASSUNTO: ESCLARECIMENTOS QUANTO AO PREGÃO PRESENCIAL N.º 004/2012. Brasília, 27 de julho de 2012. ASSUNTO: ESCLARECIMENTOS QUANTO AO PREGÃO PRESENCIAL N.º 004/2012. Prezados Senhores, Conforme Edital 04/2012, junto à área de interesse ao serviço presto-me a esclarecer

Leia mais

RESOLUÇÃO 287 DE 29 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO 287 DE 29 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO 287 DE 29 DE JULHO DE 2008 Regulamenta o procedimento de coleta e armazenamento de impressão digital nos processos de habilitação, mudança ou adição de categoria e renovação da Carteira Nacional

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL

CERTIFICAÇÃO DIGITAL CERTIFICAÇÃO DIGITAL 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVOS 3.CNES - LEGISLAÇÃO EM VIGOR PARA UTILIZAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO DIGITAL 4.CERTIFICAÇÃO DIGITAL - COMO OBTER E INICIAR UMA SOLICITAÇÃO 5.CNES - COMO INICIAR

Leia mais

Guia do Usuário Prosoft Analir versão 7.0. Introdução... 2. Liberação das licenças... 3

Guia do Usuário Prosoft Analir versão 7.0. Introdução... 2. Liberação das licenças... 3 Área Universidade Prosoft Autor Clécio Esteves Cavalcante Revisor Ricardo Sales Criação 26/02/2014 Publicação Edição 02-14/10/2014 Distribuição Franqueadora, Franquias e Clientes. Guia do Usuário Prosoft

Leia mais

PROJETO IDENTIDADE FUNCIONAL DO GOVERNO

PROJETO IDENTIDADE FUNCIONAL DO GOVERNO III Congresso Consad de Gestão Pública PROJETO IDENTIDADE FUNCIONAL DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Henrique Garcia de Lima Alexon Fernandes Painel 30/116 A modernização da gestão de recursos humanos

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E OPERACIONAL ID REP. a) Objetivo 2. b) Hierarquia dos Produtos 2

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E OPERACIONAL ID REP. a) Objetivo 2. b) Hierarquia dos Produtos 2 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E OPERACIONAL ID REP a) Objetivo 2 b) Hierarquia dos Produtos 2 c) ID REP c.1) Características Funcionais Genéricas 3 c.2) Características Operacionais Genéricas 4 c.2 Características

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Sistema F20 - Controle de acesso biométrico A série F20 foi desenvolvida para substituir os sistemas com chave comum em residências, apartamentos, comércios, escolas, fábricas, hotéis e etc. em ambientes

Leia mais

Controle de acesso Portfólio

Controle de acesso Portfólio Controle de acesso Portfólio 1ª edição 2015 Automatiza, uma empresa do Grupo Intelbras Os produtos da Automatiza complementam o portfólio de segurança da Intelbras, oferecendo soluções completas e inovadoras

Leia mais

Justiça sem papel. Como alcançar eficiência no mundo digital. Alexandre Atheniense

Justiça sem papel. Como alcançar eficiência no mundo digital. Alexandre Atheniense Justiça sem papel Como alcançar eficiência no mundo digital Alexandre Atheniense Mantenha-se atualizado 2 www.alexandreatheniense.com Blog : www.dnt.adv.br @atheniense www.facebook.com/ atheniense www.linkedin.com/atheniense

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP SMALL BUSINESS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP SMALL BUSINESS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP SMALL BUSINESS ÍNDICE a) OBJETIVO...3 b) MODELO...3 c) ID REP c.1) Características Funcionais Genéricas...4 c.2) Características Operacionais Genéricas...5

Leia mais

Informações sobre o Lançamento da Certificação Digital da OAB

Informações sobre o Lançamento da Certificação Digital da OAB Informações sobre o Lançamento da Certificação Digital da OAB RELEASE A Justiça Brasileira está presenciando um momento de mudança. Os atos processuais que anteriormente eram praticados de forma presencial

Leia mais

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas.

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas. 1/8 SISTEMA ZIGLOCK TCP Visão Geral: Instalação e configuração simplificada. Alta capacidade de armazenamento de registros e usuários. Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria.

Leia mais

Instalação das Cadeias de Certificação

Instalação das Cadeias de Certificação Instalação das Cadeias de Certificação Certificado Digital A1/S1 e A3/S3 Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. 2011 página 1 de 11 Pré-Requisitos para a instalação Dispositivos

Leia mais

DO COLETÂNEA ONLINE. Brasil Dados Públicos. atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União,

DO COLETÂNEA ONLINE. Brasil Dados Públicos. atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União, folheto de especificações ONLINE atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União, Estados e Municípios Base de dados eletrônica que contém a íntegra

Leia mais

CAPACITAÇÃO PROCESSO ELETRÔNICO

CAPACITAÇÃO PROCESSO ELETRÔNICO CAPACITAÇÃO EM PROCESSO ELETRÔNICO Caros Colegas! Essa é uma apostila eletrônica, utilize apenas em seu computador pessoal. Não recomendamos imprimir, devido ao seu grande volume. Para efetivo funcionamento

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID CP

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID CP ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID CP 2 ÍNDICE a) Objetivo...3 b) Hierarquia dos Produtos...3 c) ID CP c.1) Características Funcionais Genéricas...4 c.2) Características Operacionais Genéricas...5

Leia mais

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio 2 Access Professional Edition: a solução de controle de acesso ideal para empresas de pequeno e médio porte

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais: 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais: 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional); Características Possui estrutura com design moderno e LEDs que indicam a confirmação de registros; Os dados são gravados em um cartucho USB. Este modo de gravação oferece total proteção contra a perda

Leia mais

Especificação Técnica

Especificação Técnica Velti Ponto (REP) O Velti Ponto está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em 10 modelos que se diferenciam pela tecnologia de identificação (leitores),

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais opcional); Características Possui estrutura com design moderno e LEDs que indicam a confirmação de registros; Exclusivo sistema de hibernação quando o equipamento encontra-se sem energia vinda da rede elétrica, o

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP COMPANY

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP COMPANY ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP COMPANY 2 ÍNDICE a) Objetivo... 3 b) Hierarquia dos Produtos...3 c) ID REP c.1) Características Funcionais Genéricas...4 c.2) Características Operacionais

Leia mais

Keesing ID AuthentiScan PORTABLE

Keesing ID AuthentiScan PORTABLE Keesing ID AuthentiScan PORTABLE A solução automatizada para autenticação de documentos de identificação AuthentiScan Automated authentication of ID documents Ideal para o controlo das fronteiras, imigração,

Leia mais

Esclarecimento: Não, a operação de matching ocorre no lado cliente da solução, de forma distribuída.

Esclarecimento: Não, a operação de matching ocorre no lado cliente da solução, de forma distribuída. 1 Dúvida: - Em relação ao item 1.2 da Seção 2 - Requisitos funcionais, entendemos que a solução proposta poderá funcionar em uma arquitetura Web e que na parte cliente estará apenas o componente de captura

Leia mais

Certificado Digital A1. Solicitação

Certificado Digital A1. Solicitação A1 Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. 2012 Pré-Requisitos para a instalação Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo de instalação tenha sucesso, é necessário

Leia mais

Segurança da Informação e Proteção ao Conhecimento. Douglas Farias Cordeiro

Segurança da Informação e Proteção ao Conhecimento. Douglas Farias Cordeiro Segurança da Informação e Proteção ao Conhecimento Douglas Farias Cordeiro Revisando As transações eletrônicas demandam mecanismos de segurança que garantam: Autenticidade Confidencialidade Integridade

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Tópicos Avançados II 5º período Professor: José Maurício S. Pinheiro Aula 1 Introdução à Certificação

Leia mais

Sensores de Imagem ivu

Sensores de Imagem ivu Sensores de Imagem ivu www.bannerengineering.com.br Sensor de Visão ivu com interface integrada Sensor de imagem para inspeções de aprovação/rejeição ou leitura de código de barras Interface Gráfica do

Leia mais

Antonio Costas Presidente Corte Nacional Electoral de Bolivia (CNE) Introdução

Antonio Costas Presidente Corte Nacional Electoral de Bolivia (CNE) Introdução Antonio Costas Presidente Corte Nacional Electoral de Bolivia (CNE) "A nova lista biométrica de eleitores criada por meio de esforços conjuntos da NEC e da CNE tem resolvido definitivamente os problemas

Leia mais

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 Situação da microcefalia no Brasil Até 21 de novembro, foram notificados 739 casos suspeitos de microcefalia, identificados em 160 municípios de nove

Leia mais

:: BIOMETRIA IAPEP SAÚDE Versão 2.0 Manual do Usuário do Sistema

:: BIOMETRIA IAPEP SAÚDE Versão 2.0 Manual do Usuário do Sistema :: BIOMETRIA IAPEP SAÚDE Versão 2.0 Manual do Usuário do Sistema Sumário APRESENTAÇÃO... 3 BIOMETRIA... 4 CADASTRO DA DIGITAL... 4 AUTENTICAÇÃO BIOMÉTRICA... 10 RECADASTRAMENTO DE DIGITAIS... 11 DISPENSA

Leia mais

DIGIREP. Registro Eletrônico de Ponto

DIGIREP. Registro Eletrônico de Ponto DIGIREP Registro Eletrônico de Ponto DigiREP é um equipamento para Registro Eletrônico de Ponto, com impressão das marcações, atendendo à Portaria 1510 do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. A Digicon

Leia mais

SISTEMA HOMOLOGNET E CERTIFICAÇÃO DIGITAL CAMBORIÚ/SC - 2013

SISTEMA HOMOLOGNET E CERTIFICAÇÃO DIGITAL CAMBORIÚ/SC - 2013 SISTEMA HOMOLOGNET E CERTIFICAÇÃO DIGITAL CAMBORIÚ/SC - 2013 NOVOS CONTORNOS DA ATUAÇÃO SINDICAL NA ASSISTÊNCIA À Rescisão Do CONTRATO DE TRABALHO Zilmara Alencar Consultoria FUNDAMENTO LEGAL PARA ATUAÇÃO

Leia mais