Os Estudos Marplan/EGM são comercialiados em três softwares: o SISEM Suíte Integrada (consumer, mídia e simulação), o TOM Micro e o Galileu.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os Estudos Marplan/EGM são comercialiados em três softwares: o SISEM Suíte Integrada (consumer, mídia e simulação), o TOM Micro e o Galileu."

Transcrição

1 Apostila Treinamento SISEM Suíte

2 Sumário 1. Informações Iniciais...3 Apresentação...3 Como Instalar Menu janela principal:...5 Definir Banco de Dados Editor Composição de Processamentos...6 Tipo de Variáveis Filtro Coluna Linha Biblioteca Elemento Barra de Ferramentas Selecionar Mercado Tabulação Resultado da Tabulação Barra de Ferramentas Botões Diretos Opções Gerais Modulagem por base Barra de Ferramentas Resultado da Modelagem Enviar tabulação Simulação Importar tabela e definir retranca Ranking (Revistas/Jornais) Plano de Mídia Mídia Mix Resultado do Mix Audiência Midia Eletrônica Conceitos /definições Divulgação dos dados Informações de mídia Informações de consumo Categorias de marcas pesquisadas... 2

3 1. Informações iniciais 1.1. Apresentação Os Estudos Marplan/EGM Relacionados entre as pesquisas credenciadas pelo Cenp para efeito de certificação das agências de propaganda, os Estudos Marplan/EGM (Estudo Geral dos Meios) são realizados sobre uma base single source, na qual os dados de mídia, consumo, atitudes e estilo de vida são coletados a partir de uma mesma amostra, e disponibilizam informações contínuas nos 9 principais mercados brasileiros. Os Estudos Marplan/EGM são comercialiados em três softwares: o SISEM Suíte Integrada (consumer, mídia e simulação), o TOM Micro e o Galileu. SISEM Suíte Integrada O Sisem Suíte é a integração dos sistemas de tabulação dos Estudos Marplan/EGM já desenvolvidos (Sisem Consumer e Sisem Simulação), dentro de uma mesma plataforma de análise.entre seus principais dispositivos destacamos: Gerenciamento de informações Permite gerenciar o banco aberto de dados de mídia e consumo, com análises variáveis, de acordo com cada caso. Análise de eficiência de vários meios Permite o processamento de mídia mix e de estudos de marcas, para analisar a eficiência de vários meios de comunicação. Visualização de informações dos relatórios de mídia Permite a visualização das informações apresentadas nos relatórios de jornal, revista, TV, rádio, Internet, cinema,outdoor/mídia exterior e teatro para o desenvolvimento de análises mais rápidas e seguras. Facilidades na composição do target Permite a inclusão de vários elementos que servirão de base para a composiçao do target. Simulações Permite simular, para efeito de avaliação de cobertura, frequência média de exposição, impactos e rentabilidade, os planos de mídia impressa em diferentes alternativas. Link com as tabelas de preços JOVE para os meios revista e jornal. Análises comparativas Permitem comparar tendências de mídia e sazonalidade de consumo de produtos, serviços e marcas em períodos trimestrais, semestrais ou anuais consolidados. Modelagem por base Trabalha com técnicas de modelagem de dados. Basta definir o ponto de corte da informação de interesse e o sistema apresenta o ranking dos principais elementos de cada módulo selecionado. 3

4 1.2. Como instalar o software Clique no arquivo Setup.exe que está no CD. Feche todos os programas e clique em Avançar. Selecione o tipo de instalação a ser utilizada : 1. Completa (Programa e Bancos de Dados), 2. Somente o Programa ou 3. Somente os Bancos de Dados. Clique em Avançar. Instalação Programa Selecione a pasta em que o programa e os arquivos de configuração serão instalados. A pasta sugerida pela Ipsos Marplan é C:\Marplan\SisemSuite. Para alterá-la, clique em Procurar e então clique em Avançar. Se você escolheu a opção de instalação Somente os Bancos de Dados, essa opção não aparecerá. Selecionar a Pasta do Menu Iniciar Selecione o nome da pasta a ser criada no menu Iniciar. O nome sugerido pela Ipsos Marplan é SisEM Suíte. Para alterá-lo, clique em Procurar e então clique em Avançar. Se você escolheu a opção de instalação Somente os Bancos de Dados, esta opção não aparecerá Instalação do Banco de Dados Selecione a pasta em que os bancos de dados e os arquivos de amostra serão instalados. A pasta sugerida pela Ipsos Marplan é C:\Marplan\Consumer. Para alterá-la, clique em Procurar e então clique em Avançar. Se você escolheu a opção de instalação Somente o Programa, esta opção não aparecerá. Selecionar tarefas Adicionais Selecione se você deseja incluir um atalho do programa na área de trabalho clicando no quadrado branco e então clique em Avançar. Se você escolheu a opção de instalação Somente os Bancos de Dados, essa opção não aparecerá. Pronto para Instalar Certifique-se que todas as opções estão corretas ou clique em Voltar para modificar alguma escolha e então clique em Instalar. Aguarde a instalação até que a barra fique cheia por completo. Reinicie a máquina, no caso das opções de instalação Completa (Programa e Bancos de Dados) e Somente o Programa, para que o SISEM funcione perfeitamente. Dicas Se o banco de dados for instalado na rede, toda vez que chegar um banco atualizado, esse processo deverá ser feito apenas 1 vez; A atualização do programa não pode ser feita em rede. Portanto, o processo de atualização deve ser local, em cada máquina. 4

5 2. Menu Janela Principal: 2.1. Definir Banco de Dados Definir o(s) período(s) da análise é o primeiro passo a ser dado. 1 Selecione o(s) período(s) Exclui um período Excluir períodos selecionados Exclui todos os períodos selecionados 2 Clique em OK para prosseguir Na mesma tabulação, você pode selecionar até 4 períodos idênticos, ou seja, trimestre-atrimestre, semestre-a-semestre e consolidados, para análise. Somente estarão disponíveis para esse comparativo os módulos / assuntos / elementos que mantenham o mesmo conteúdo nos diferentes períodos do processamento. 5

6 3. Editor Composição de Processamentos Selecionar mercado Banco de dados Módulos e Assuntos 3.1. Tipo de Variáveis Filtro Universo dentro do qual você vai analisar o processamento. Após a escolha do filtro, que pode ser um target ou qualquer informação de consumo/hábito, clique em incluir. Dica: Nem todas as perguntas foram feitas para o universo 10+ anos, portanto observar ao lado de cada módulo a faixa etária pesquisada. Montar Target Um target é uma variável complexa, isto é, composta por itens mistos. No exemplo abaixo, criamos o target Homens AB 20/39 anos: (sexo - masculino) E (classe A OU B ) E (idade 20/24 OU idade 25/29 OU idade 30/34 OU idade 35/39). 6

7 1º Passo Escolher os itens que fazem parte da variável na caixa de elementos (módulos assuntos e elementos) e deixar na caixa itens selecionados. 2º Passo dar a condição para a variável: se E ou OU. 3º Passo descrever a variável e incluir. Menu: Abre parênteses para composição de uma variável Fecha parênteses para composição de uma variável Elemento que une duas ou mais variáves com condição de exclusividade. Ex: Homem E AB E 25 + anos Elemento que une duas ou mais variáves com condição de adição Ex: Classe A OU Classe B Desfazer uma inclusão na variável Ex: excluir E /parênteses Negar uma variável/elemento O sinal de! indica a negação Ex: Não tem DVD =! (Tem DVD) Para incluir um elemento na janela de composição Para excluir um elemento da janela de composição Para incluir todos elementos na janela de composição Para excluir todos elementos da janela de composição Coluna Variável que compõe uma tabulação, entretanto, não obrigatória, isto é, pode ou não constar no processamento. O máximo permitido em uma tabulação são 16 colunas. Para incluir uma coluna na tabulação, clique na variável desejada na caixa elemento e depois clique em incluir na caixa itens selecionados Linha Variável que compõe um processamento mas também não é obrigatória, assim como a coluna. O máximo permitido em uma tabulação são 199 linhas. Para incluir uma linha na tabulação, clique na variável desejada na caixa elemento e depois clique em incluir na caixa itens selecionados. 7

8 Biblioteca Local que armazena uma variável específica, como um filtro, target, coluna ou linha. Para salvar, antes de colocar a variável na tabulação, clique em biblioteca e incluir. A variável fica salva na caixa biblioteca abaixo da janela selecionar mercados. Para incluir no processamento, selecione com a setinha a variável desejada e clique em incluir Elemento Para facilitar a inserção de diversas linhas ou colunas no processamento, sem necessidade de clicar em incluir a cada vez que você escolhe um item na caixa elemento. Antes de escolher cada item, selecione elemento. Cada item fica isolado em uma linha/coluna Barra de Ferramentas Abre um processamento salvo Visualiza processamento Tabular os dados Ranking Títulos Modelagem do filtro Retorna ao Menu Inicia um processamento novo Salva processam ento Busca Mídia Mix Cobertura Rádio e TV Plano de Mídia Freqüência de leitura Volta para janela anterior 3.3. Selecionar Mercado Para tabular os dados é necessário selecionar o(s) mercado(s), entre aqueles disponíveis, de acordo com a assinatura. Mesmo que a assinatura seja de apenas 1 mercado é necessário selecionar. Selecione o(s) mercado(s) e depois clique OK. 8

9 4. Tabulação 4.1. Resultado da tabulação ABS: Números absolutos projetados à população em mil pessoas. No exemplo acima, milhões de pessoas da classe C consomem refrigerante sabor cola. V% (Percentual Vertical): em relação à coluna Da classe C, 72% consome refrigerante sabor cola. H% (Percentual Horizontal): em relação à linha Das pessoas que consomem refrigerante sabor cola, 38% são da classe C. AFI (Afinidade): Coeficiente entre o percentual de participação de um target no total de consumidores de um determinado veículo/categoria de consumo e o percentual de participação desse segmento na população. O resultado dessa divisão indica o grau de "afinidade" que o veículo/categoria tem com o target considerado, à medida que, quando maior do que 100, maior a participação do target na audiência/categoria. 9

10 A classe C tem um grau de afinidade (106) com o consumo de refrigerante sabor cola em relação à média da população. VU% (Vertical sobre o Universo): Alcance / penetração no total do filtro 26% é o total de classe C que consome refrigerante sabor cola no total geral da população 13+ anos. IM%(Índice de Multiplicidade):Participação do veículo no total da audiência ou da marca na categoria de consumo. No total de consumidores de refrigerante sabor cola da classe C, a marca coca-cola representa 82% do total de consumo Barra de Ferramentas Botões Diretos Copia planilha Adiciona ou Exclui Índices Aumenta uma casa decimal Seleciona gráfico Processa planilha Menu Principal Cola no Imprime MS-excel Ordenar pelos Índices Diminui uma casa decimal Seleciona célula Amostra Volta tela anterior Opções Gerais Abre janela do editor Menu Opção para retornar para as principais telas do software. Editor/tabulação/simulação/modelagem por base, entre outros. 10

11 Visualizar linhas Adiciona ou exclui índices nas linhas. Ordenar linhas Ordenar/rankear pelos índices nas linhas. Gráfico Opção de gerar gráfico no próprio sistema (Sisem Suíte) ou no Excel. Para criar gráfico, selecionar a opção de gerar em sistema ou excel, clicar no índice que deseja para o gráfico (Abs, %V, %H) e selecionar o tipo de gráfico: - Sisem Suíte: Permite copiar e colar o gráfico em outro aplicativo apenas como figura, sem vínculo de tabela no local de destino. 11

12 - Excel: Gera o gráfico selecionado em excel e os dados da tabulação em uma planilha. Nessa opção, é possível editar o gráfico. Colunamento Utilização numa análise de multi períodos. Opções de visualizar a tabulação por período x coluna ou coluna x período. 12

13 Personalizar Indica que o processamento sofreu alteração. Com a opção selecionada, quando alterar algum item na tabulação, abrirá o alerta com a mensagem: Recomendamos deixar selecionada essa opção. Janelas Opção de ir para janela principal, editor ou continuar no resultado do processamento. 5. Modelagem por base Ranking dos principais elementos de cada módulo selecionado para o target escolhido. Determinar o filtro (target) na tela Editor Selecionar mercado (s) Selecionar opção modelagem do filtro 13

14 5.1. Barra de ferramentas Imprimir Copiar nas linhas para tabulação Carrega por assuntos. Abre Editor Menu principal Copiar Copiar nas colunas para tabulação Nº de informações no ranking (1 a 15) Processar Volta para tela anterior Carrega por módulos 5.2. Resultado da Modelagem Clique com botão direito do mouse para colocar em ordem alfabética Excluir um item - clique e arraste para direita. ABS: Números absolutos projetados à população em mil pessoas. Das mulheres de 13+ anos, na Grande São Paulo, milhões se interessam por saúde bem estar/qualidade de vida V% (Percentual Vertical): em relação à coluna 82% das mulheres 13+ anos, na Grande São Paulo, se interessam por saúde bem estar/qualidade de vida. 14

15 Universo (em mil) Números absolutos projetados à população em relação ao filtro milhões de mulheres 13+ anos na Grande São Paulo Amostra: Número de entrevistas mulheres 13+ anos na Grande São Paulo 5.3. Enviar para tabulação Duplo clique no Módulo/assunto inclui os itens no processamento. 6. Simulação Antes de iniciar o planejamento de mídia é preciso definir, na janela do editor: Filtro target definido para análise; Mercado (s) O meio jornal é regional, portanto, selecionar o mercado especifico; Meio (s) selecionar somente jornal ou revista e ou os dois; Definir Retranca padrão (opcional) formato e custo de tabela. 6.1 Importar tabela e definir retranca Selecionar tabela de preço na tela principal 15

16 Janela Importar Tabela de Preços Jove Importar Período Clique em Importar Período Na janela seguinte, selecione o meio para importar a tabela de Revista ou Jornal (1) (cada meio por vez). Depois selecione a pasta onde salvou as tabelas(2). Clique no arquivo jove(3) e dê um nome para o período(4). Depois clique em importar(5). 16

17 Excluir Período Clique no período(1) e depois em Excluir Período (2). 1 2 Na janela seguinte, clique em sim(3). 3 Retranca Padrão Definir formato para cada período selecionado. Selecione o período(1) e depois um título de revista/jornal(2). 17

18 1 2 Defina o formato (1 pág det 4C, ½ pág Ind. 4C, etc) e clique em Retranca Padrão (3). 3 Na janela seguinte, clique sim(4). 4 18

19 Excluir Retranca Selecione o título revista/jornal(1), a retranca(2) e clique em Excluir Retranca (3) Na janela seguinte, clique sim(4) Ranking (Revistas/Jornais) Indicado quando necessitar de ranking de revistas/jornais ou ambos, em um target específico. Antes de iniciar ranking, definir filtro e mercado na janela do editor. Selecionar meio (s) e definir retranca padrão (opcional). 1 2 Na janela seguinte, selecionar retranca (s) para o (s) meio(s) disponível. (definida anteriormente ao importar o(s) período(s)) 19

20 Janela Ranking Barra de Ferramentas Total de leitores (Abs) Penetração no Filtro (%) Custo por mil Total Copia ranking Define retranca padrão Definir filtro (editor) Menu Principal Ordenar Título Penetração Total de no Univ. leitores Total (%) Filtro (Abs) Custo por mil Filtro Imprime Copia título (s) no plano de Mídia Mostra plano de mídia Processar Volta para tela anterior Resultado Ranking Universo 10+ anos Universo do filtro Nº de entrevistas no filtro - Total de Leitores (Abs): Total de leitores no universo 10+ anos No exemplo acima, milhões leitores de Veja 10+ anos - Leitores no filtro (Abs): Total de leitores no filtro absoluto Do Target, Ambos AB 25+ anos, 820 mil lêem Veja - Penetração no filtro (%): % de leitores no filtro 23% do target (Ambos AB 25+ anos) lê Veja - Perfil Univ.total (%): % da cobertura total do veículo que pertence ao filtro 52% dos leitores de Veja são Ambos AB 25+ anos - Custo por Mil (total): custo para cada mil pessoas atingidas no Univ.10+ R$ 104,32 para cada mil pessoas potencialmente atingidas 10+ anos 20

21 - Custo por Mil (filtro): custo para cada mil pessoas atingidas no filtro R$ 201,06 para cada mil pessoas potencialmente atingidas (AS AB 25+anos) Copiar para Plano de Mídia Opções 1 Duplo clique sobre o título, transporta para o plano de mídia 2 Selecionar título(s) e clicar em copiar Dicas Em caso de alterar o filtro/mercado, reprocesse o Ranking. O sistema apresenta a janela abaixo, alertando para esta necessidade. Clique em sim. 21

22 Menu Ordenar Opções para ranking, colocar em ordem decrescente/ crescente e destacar título(s) com amostra sub-dimensionada. 6.3 Plano de Mídia Barra de Ferramentas Abrir Ver Ranking Retranca Padrão Volta tela simulação Menu Principal Salvar Tabela de Novo Editor preços e Processa Plano desconto planilha Janela Plano de Mídia - Inserir Títulos e Inserções Volta para tela anterior Meios selecionados 1 3 Buscar títulos 3 Títulos selecionados

23 1 Duplo clique sobre o (s) título (s), na janela superior à esquerda, inclui título(s) no planejamento de mídia. 2 Para incluir o número de inserções que planeja simular, selecione a (s) célula (s) por plano. É possível realizar até 12 simulações de plano. 3 Os títulos com preço de tabela, definida anteriormente, aparecem automaticamente quando inseridos no plano de mídia. Inserir custos e descontos Selecione o título e clique em tabela de preço (barra de ferramenta). Na janela seguinte, selecione a retranca/formato (1) e calcule o custo para jornal. A maioria dos títulos de jornal,na tabela JOVE, estão com o custo por cm/col. Coloque o formato do anúncio, no caso abaixo 1 página (6x52), no quadro de custo (2), aplique o desconto (3) e clique em transporta (4). (inclui o valor negociado no plano de midia)

24 Excluir títulos Selecione a linha do título e clique no botão DEL no teclado. Resultado da simulação Resumo Impactos (em mil): impactos é o mesmo que GRP, ou seja, impactos são duplicações de audiência, em mil pessoas, porém contabilizadas como oportunidades em mil de a mensagem publicitária ser vista por pessoas diferentes ou pelas mesmas pessoas (inclui superposição de audiência). CPM Impactos (R$): Medida padrão para análise de rentabilidade do veículo/programação. Nesse caso, é o custo para atingir cada 1000 impactos. O valor é o resultado do total do plano dividido pelo total de impactos vezes mil. GRP (Gross Rating Points): Pontos brutos de audiência. Em análise de mídia, é a soma dos pontos brutos de audiência de todas as inserções programadas. Por exemplo, se um veículo atinge 30% de cobertura na população, 3 inserções nesse veículo representam 90 GRPs. 24

25 Audiência Líquida/cobertura (em mil): Número de pessoas cobertas pelo menos uma vez pela programação. É a cobertura líquida, isto é, sem superposição. É o mesmo que alcance/penetração. Cobertura (%): audiência do veículo (%), ou penetração, no filtro. Resultado da audiência líquida em números percentuais. CPM Aud.Líquida (R$): Medida padrão para análise de rentabilidade do veículo/ programação. É o valor para atingir cada grupo de 1000 pessoas. O valor é o resultado do total do plano dividido pelo total da audiência/cobertura liquida vezes mil. FM: Número médio de vezes em que as pessoas foram expostas à programação (ou tiveram a oportunidade de ser exposta). A freqüência média é conseguida através da fórmula de GRP/Cob ou número de impactos/audiência líquida. Impactos por título Janela com o total de impactos por título do plano. Custo por mil dos títulos Janela com o custo por mil (líquida) por título. 25

26 Barra de ferramentas Copia Definir filtro (editor) Mostra plano de mídia Menu Principal Cola no Imprime MS-Excel Ranking Processar Volta para tela anterior Dicas Para cada inclusão de inserção no plano, clique com a seta do teclado para o lado, a fim de que a totalização apareça no rodapé da janela. O símbolo na linha indica que o valor não foi atualizado. Não é possível simular títulos de SS (seg/sex). Somente por dia da semana. A variável SS é utilizada apenas na janela ranking. As tabelas de preços dos veículos, comercializada pela JoveData, são enviadas mensalmente no inicio de cada mês. As tabelas são enviadas em extensão ZIP contendo 2 arquivos para cada meio. Os arquivos compatíveis com o Sisem Suíte : Jornal - jo jor Revista - jo rev 26

27 7. Mídia Mix Avaliação de programação entre diversos meios. Utilizado para mostrar o quanto um meio/veículo agrega em impactos/cobertura em uma programação. Para iniciar o mídia mix é preciso definir, na janela do editor, as linhas para compor impactos, audiência, freqüência média e audiência média. Clique no na barra de ferramentas. Na janela seguinte, componha impactos, clicando cada linha por vez. A descrição, Impactos/Somatório (default), pode ser alterada. Depois de compor a linha, clique em Incluir. Componha audiência/alcance da mesma forma que os impactos/somatório. Após, clique em Incluir. O próximo passo é compor a linha de freqüência. A Freqüência é o resultado de Impactos dividido pela Audiência/alcance. Clique na linha de impactos e audiência/alcance. Após, clique em Incluir. 27

28 A informação de freqüência vale apenas para uma inserção por meio/veículo analisados nas linhas do mix. E por último, componha a linha de audiência média. Clique nas linhas, cada uma por vez, exceto as linhas já compostas impacto e audiência/ alcance. Depois clique em Incluir. Incluir /Excluir linhas Inclui linha seleciona Exclui linha seleciona Inclui todas as linhas Exclui todas as linhas Depois de montar as linhas na janela do Midia Mix, clique em sair. Automaticamente irá para janela do editor, clique em tabulação ferramentas, para processar o mix como uma tabulação comum., na barra de 28

29 7.1 Resultado do Mix GRP Cobertura Impactos: Oportunidades em mil de a mensagem publicitária ser vista por pessoas diferentes ou pelas mesmas pessoas (inclui superposição de audiência). O % V corresponde a GRP obtidos na programação formulada no midia mix. Audiência/Alcance: Número de pessoas cobertas pelo menos uma vez pela programação. É a cobertura líquida, isto é, sem superposição. O % V corresponde a Cobertura obtidos na programação formulada no midia mix em relação ao filtro ou targets nas colunas. Freqüência Média: Número médio de vezes em que as pessoas foram expostas à programação (ou tiveram a oportunidade de ser exposta). Na linha do mídia mix, a informação de freqüência vale apenas para uma inserção por meio/veículo compostos no mix. Audiência Média: Soma das audiências de um grupo de meios/veículos, divididas pelo seu número. 29

30 Dicas As variáveis compostas na janela do Mídia Mix não podem ser alteradas na janela do Editor. Se precisar alterá-las, é necessário refazer as variáveis de impactos, audiência/alcance, freqüência média e audiência média na janela do Mídia Mix. No resultado do mídia mix, ignorar as informações na linha do %H. 8. Audiência - Mídia Eletrônica Essa ferramenta permite analisar as audiências, isto é, cobertura da ½ hora ou cobertura média da faixa horária, de emissoras de Tv, Tv paga e Rádio Am/Fm. Definir na janela do editor: Filtro target definido para análise; Mercado (s); Selecionar a tabela de mídia eletrônica a ser analisada, três opções: Tv todos os dias - Nesta ferramenta, podemos analisar as audiências das emissoras de TV aberta, para cada dia da semana e por faixa horária (de meia em meia hora isolada, ou a cobertura média de um bloco horário/programa) Tv SS, Sab, Dom - Nesta ferramenta, podemos analisar as audiências das emissoras de TV por assinatura, nos períodos de Segunda/Sexta, Sábado e Domingo (de meia em meia hora isolada, ou a cobertura média de um bloco horário/programa) Rádio SS, Sab, Dom - Nesta ferramenta, podemos analisar as audiências das emissoras de Rádio AM/FM, nos períodos de Segunda/Sexta, Sábado e Domingo (de meia em meia hora isolada, ou a cobertura média de um bloco horário/programa). Clicar na barra de ferramentas para iniciar a análise de audiência. 30

31 8.2 Janela Audiência 7X7X7X Selecionar Emissora 2 Selecionar a(s) Faixa(s) Horária(s) e o(s) Dia(s) da Semana. Neste passo, pode selecionar apenas uma faixa horária ou um bloco horário/programa (em um ou mais dias da semana). 3 Clicar na seta para que a seleção da(s) Faixa(s) Horária(s) e do(s) Dia(s) da Semana seja(m) aceita(s). 4 É possível renomear a faixa horária ou o bloco horário/programa de acordo com sua necessidade. 5 Clique em OK para incluir a faixa horária ou bloco horário/programa selecionado Para incluir várias faixas horárias isoladas, podemos habilitar a tecla Elemento para facilitar a inclusão direta, sem a necessidade de clicar em OK Para processar clique 31

32 8.3 Resultado Audiência Linha de Impactos Em todas as 3 opções de análise da Audiência de Mídia Eletrônica, aparece uma linha referente ao Total de Impactos, ou seja, disponibilizamos a soma das audiências de todos os dias da semana e de cada faixa horária selecionada, independente se a inclusão foi feita isoladamente ou por bloco horário/programa. No exemplo abaixo, selecionarmos as faixas horárias da TV Globo de sábado (15:00/15:30,15:30/16:00, 16:00/16:30, 16:30/17:00, 17:00/17:30 hs) isoladamente e, também, incluímos a audiência média deste mesmo horário (15:00/17:30 hs), portanto teremos um total de impactos referente a soma das audiências isoladas mais a audiência isolada do bloco horário novamente. 32

33 Na coluna Total Geral, temos o Total da Audiência = , a audiência isolada da TV Globo de sábado das 15:00 às 15:30hs ( ), das 15:30 às 16:00hs ( ), das 16:00 às 16:30hs ( ), das 16:30 às 17:00hs ( ), das 17:00 às 17:30hs ( ), e a audiência média das 15:00 às 17:30hs ( ). Portanto, o Total de Impactos refere-se à soma das audiências isoladas ( ) mais as audiências isoladas do bloco horário das 15:00 às 17:30hs (842) totalizando os impactos apresentados. Dica É possível incluir apenas colunas na analise de audiência (máximo 16) e por exemplo, obter o perfil exato da faixa de ½ hora analisada. 9. Conceitos/definições Exposição aos meios Simples e Duplo Período DUPLO PERIODO RÁDIO/TV (Aberta /Fechada) Assiste/Ouve pelo menos uma vez por semana REVISTAS Leu/Folheou pelo menos um título nos últimos 6/12 meses JORNAIS Leu/Folheou pelo menos um título nos últimos 3 meses CINEMA/TEATRO Vai pelo menos 1 vez ao ano INTERNET Acessa até 1 vez por mês MÍDIA EXTERIOR Viu/Notou propaganda (sem periodo especificado) SIMPLES PERIODO RÁDIO/TV (Aberta /Fechada) Assistiu/Ouviu ontem REVISTAS Leu/Folheou pelo menos um título nos últimos 7/15/30 dias JORNAIS Leu/Folheou pelo menos um título nos últimos 7 dias CINEMA/TEATRO Vai pelo menos 1 vez por mês INTERNET Acessa até 1 vez por semana MÍDIA EXTERIOR Viu/Notou propaganda nos últimos 7 dias 33

34 Posição na Família Chefe de família - pode ser homem ou mulher (é aquele / aquela que dá a maior contribuição no orçamento). Dona de casa - também pode ser homem ou mulher (é aquele/aquela que decide a compra de produtos de uso familiar - alimentos e produtos de limpeza). Ambos são indicados pela primeira pessoa contatada no domicílio Presença de criança e jovens no lar Crianças até 14 anos Jovens de 15/24 anos Freqüência dos meios Televisão Heavy diariamente Medium assiste de 3 a 6 dias por semana Light assiste 1 a 2 dias por semana Radio Heavy diariamente Medium ouve de 3 a 6 dias por semana Light ouve 1 a 2 dias por semana Internet Heavy diariamente Medium 3 a 6 vezes por semana Light 1 a 3 vezes por mês Cinema Heavy até 1 vez por semana Medium de 1 a 3 vezes por mês Light 1 vez a cada 2 meses/ 1 vez a cada 3 a 6 meses Revista do total de 5 edições de cada título Heavy lêem 4 ou 5 edições Medium lêem 3 edições Light lêem 1 ou 2 edições Jornal do total de 5 edições Heavy lêem 4 ou 5 edições Medium lêem 3 edições Light lêem 1 ou 2 edições 34

35 PEA População Economicamente Ativa Critério IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) População Economicamente Ativa compreende o potencial de mão-de-obra com que pode contar o setor produtivo, isto é, a população ocupada e a população desocupada, assim definidas: população ocupada - aquelas pessoas que, num determinado período de referência, trabalharam ou tinham trabalho mas não trabalharam (por exemplo, pessoas em férias). As pessoas ocupadas são classificadas em: a) Empregados - aquelas pessoas que trabalham para um empregador ou ou mais, cumprindo uma jornada de trabalho, recebendo em contrapartida uma remuneração em Dinheiro ou outra forma de pagamento (moradia, alimentação, vestuário, etc.). Incluem- se, entre as pessoas empregadas, aquelas que prestam serviço militar obrigatório e os clérigos. Os empregados são classificados segundo a existência ou não de carteira de trabalho assinada. b) Conta Própria - aquelas pessoas que exploram uma atividade econômica ou exercem uma profissão ou ofício, sem empregados. c) Empregadores - aquelas pessoas que exploram uma atividade econômica ou exercem uma profissão ou ofício, com auxílio de um ou mais empregados. d) Não Remunerados - aquelas pessoas que exercem uma ocupação econômica, sem remuneração, pelo menos 15 horas na semana, em ajuda a membro da unidade domiciliar em sua atividade econômica, ou em ajuda a instituições religiosas, beneficentes ou de cooperativismo, ou, ainda, como aprendiz ou estagiário. População Desocupada - aquelas pessoas que não tinham trabalhado, num determinado período de referência, mas estavam dispostas a trabalhar, e que, para isso, tomaram alguma providência efetiva (consultando pessoas, jornais, etc.). II) População Não Economicamente Ativa As pessoas não classificadas como ocupadas ou desocupadas. Fonte: 10. Divulgação dos dados 1) Submeter às peças de divulgação a prévia autorização dos diretores ou gerentes da Ipsos Marplan - divulgar somente dados analisados (inclusive divulgação na Internet). 2) Terminalmente proibida a citação nominal dos veículos concorrentes (Citar: 2o. Colocado, veículo B, etc.) conforme ranking geral de audiência. 3) Não é permitida a divulgação de dados cujo base amostral seja inferior a 30 casos. O próprio sistema fará o alerta/usar bases maiores. 4) Citação da fonte. A partir desse ano, o ano móvel passa a ser referência para todas as análises e deverá constar como fonte dos trabalhos e peças publicitárias da seguinte forma: EX: Fonte: Ipsos Marplan - Estudos Marplan/EGM 9 Mercados Abril/05 Março/06 Filtro 10+ anos 35

36 Informações de Mídia Jornais Hábitos gerais de leitura Leitura por periodicidade e por dia da semana Seções / suplementos lidos em jornais Títulos lidos por periodicidade Freqüência de leitura e tempo de leitura (em horas) por título Tráfego de leitura por seções/suplementos Horários que costuma ler de 2 ª a 6 ª, Sábado e Domingo por bloco horário Forma de obtenção Superposição pareada de títulos por periodicidade. Revistas Hábitos gerais de leitura Títulos lidos por periodicidade Freqüência de leitura e tempo de leitura (em horas) por título Horários que costuma ler de 2 ª a 6 ª, Sábado e Domingo por bloco horário Procedência de leitura Número de vezes que lê o exemplar Forma de obtenção Superposição pareada de títulos por periodicidade. Se não leitor, se leu no passado. Motivo por não ler mais Rádio AM e FM Hábitos de ouvir rádio AM e FM Dias da semana por faixa horária Horários que costuma ouvir de 2 ª a 6 ª, Sábado e Domingo por bloco horário Locais em que costumam ouvir rádio AM e FM Tipos/gêneros de programas que ouve Emissoras ouvidas ontem (AM e FM) por faixa horária Emissoras ouvidas nos últimos 30 dias Superposição pareada de emissoras Televisão aberta e paga Hábitos de assistir TV aberta e paga Dias da semana por faixa horária Horários que costuma assistir de 2 ª a 6 ª, Sábado e Domingo por bloco horário Tipos/gêneros de programas que assiste Emissoras assistidas ontem (abertas e paga) por faixa horária Emissoras assistidas nos últimos 7 dias Emissoras assistidas nos últimos 30 dias, de 2 ª a 6 ª, Sábado e Domingo por bloco horário Superposição pareada de emissoras. 36

37 Internet Acesso e freqüência Média de horas que navega a cada acesso Última vez que navegou Número de vezes que acessou última semana Local de acesso Há quanto tempo acessa em casa Acesso / Conexão: pago ou gratuito Tipo de conexão Gasto médio mensal com assinatura Compras nos últimos 12 meses ecommerce - Itens comprados (... Imóvel: casa/ apartamento) Anúncio na internet nos últimos 12 meses Itens anunciados ( imóvel/automóvel informática/ currículo/outros) Comprou nos últimos 12 meses em sites: Brasileiro, Estrangeiro, ambos Quanto gastou nos últimos 30 dias com compras de produtos na Internet Cinema Finalidade de acesso freqüência e última vez Horários que costuma acessar de 2 ª a 6 ª, Sábado e Domingo por bloco horário Uso de serviço de voz Posse de - Qtd. de pagos e gratuitos Leitura de jornais últimos 30 dias Quando (tempo) e dia da semana (última semana) Leitura de revistas últimos 30 dias Quando (tempo) Sites visitados últimos 30 dias - freqüência e quando (tempo) Provedor de acesso em casa. Acesso em casa, com que freqüência. Acesso no trabalho, com que freqüência. Conseguiu concluir negócio através de anúncio publicado. Gênero/tipo de peça teatral que o entrevistado prefere. Freqüência com que o entrevistado costuma ir ao cinema Gasto médio mensal, com ingresso de cinema para uso próprio Alcance do meio cinema e por circuito/ Locais (salas) em que o entrevistado costuma ir ao cinema com maior freqüência Preferência por gênero de filme. Teatro Freqüência com que o entrevistado costuma ir ao teatro 37

38 Mídia Exterior / Outdoor Exposição habitual e recente (7 dias) à mídia exterior por tipo de suporte possível no mercado: Abrigo de Ônibus Abrigo de Táxi Banca de Jornais Bicicletário Coluna de Internet Dentro do aeroporto Metrô Mupi/ Totem Ônibus Outdoor Painéis eletrônicos com movimento Painéis em topo de prédio Painéis luminosos fixos Parede / lateral de prédio Placa com nome de rua Ponto de venda Quiosque de Flores Relógio de rua Sanitários Táxis. Meio de transporte utilizado durante a semana e no final de semana.

Consulta.Net. Manual do Usuário

Consulta.Net. Manual do Usuário Consulta.Net Manual do Usuário 1 Sobre o Consulta.Net O Consulta.Net é uma plataforma online para análises de audiência televisiva. Com acesso via login e senha, permite acesso à informações de diferentes

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Instruções de uso do TABNET. Linha, Coluna e Conteúdo

Instruções de uso do TABNET. Linha, Coluna e Conteúdo O Tabnet, aplicativo desenvolvido pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), permite ao usuário fazer tabulações de bases de dados on-line e foi gentilmente cedido para disponibilização

Leia mais

Investimento em mídia no Brasil - Projeto Inter-Meios (em R$ bilhões)

Investimento em mídia no Brasil - Projeto Inter-Meios (em R$ bilhões) Investimento em mídia no Brasil - Projeto Inter-Meios (em R$ bilhões) O share dos meios - 2012 Investimento por setor econômico - 2012 Investimento em mídia no Brasil e participação de cada meio Inter-Meios

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches -

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches - Curso de Capacitação ao Sistema CDV - GID Desmanches - Coordenadoria de Gestão de Desmanches Divisão de Desmanches Conteúdo Módulo 1 Como utilizar o Moodle... 4 Módulo 2 - Acessando o GID CDV... 4 Aula

Leia mais

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP PMAT Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações Manual 1 Índice 1. O que é o Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações PMAT... 3 2. Acessando o sistema pela primeira vez Download... 3 3. Fluxogramas

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais

Microsoft Office Excel 2007

Microsoft Office Excel 2007 1 Microsoft Office Excel 2007 O Excel é um programa dedicado a criação de planilhas de cálculos, além de fornecer gráficos, função de banco de dados e outros. 1. Layout do Excel 2007 O Microsoft Excel

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O WORD 03 - INSERIR TEXTO 04 - SALVAR UM DOCUMENTO 05 - FECHAR UM DOCUMENTO 06 - INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 07 - ABRIR UM DOCUMENTO 08 - SELECIONAR TEXTO 09 - RECORTAR,

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior 2000 Mozart de Melo Alves Júnior INTRODUÇÃO O Excel 7.0 é um aplicativo de planilha desenvolvido para ser usado dentro do ambiente Windows. As planilhas criadas a partir desta ferramenta poderão ser impressas,

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Mídia Brasil Online Manual do Usuário

Mídia Brasil Online Manual do Usuário 1) Menu Principal O Menu Principal se estende no topo da tela do MBO, apresentando as seguintes opções: Clicar sobre cada uma dessas opções permite o acesso às diferentes seções do site. 2) Funções do

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Parte 2 Sistema Operacional MS-Windows XP Créditos de desenvolvimento deste material: Revisão: Prof. MSc. Wagner Siqueira Cavalcante Um Sistema Operacional

Leia mais

Microsoft Power Point 2007

Microsoft Power Point 2007 Microsoft Power Point 2007 Sumário Layout e Design 4 Formatação de Textos 8 Salvando um arquivo do PowerPoint 15 Plano de Fundo 16 Marcadores 18 Réguas e grade 19 Tabelas 20 Gráficos 21 Imagens 22 Smart

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Versão 1.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Ponto Legal. Manual do PONTO LEGAL

Versão 1.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Ponto Legal. Manual do PONTO LEGAL Versão 1.0 CARBON SYSTEM Manual do Software Ponto Legal Manual do PONTO LEGAL S O F T W A R E P A R A E M I S S Ã O D O R E L A T Ó R I O E S P E L H O D E P O N T O Manual do Ponto Legal Versão 1.0 Carbon

Leia mais

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos)

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos) Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Seja bem-vindo(a) ao Simulador de Ações FinanceDesktop. Seu propósito é oferecer um ambiente completo e fácil de usar que permita o registro

Leia mais

Power Point. Autor: Paula Pedone

Power Point. Autor: Paula Pedone Power Point Autor: Paula Pedone INTRODUÇÃO O POWER POINT é um editor de apresentações, pertencente ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de apresentações através da

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

PROMOB ARCH PRIMEIROS PASSOS

PROMOB ARCH PRIMEIROS PASSOS PROMOB ARCH PRIMEIROS PASSOS O que compõe o software: O Promob éum software pago. A Procad eventualmente oferece preços promocionais para alunos da Universidade em função da parceria travada entre elas.

Leia mais

Importação de Dados no Sphinx

Importação de Dados no Sphinx Importação de Dados no Sphinx A importação de dados refere-se à transferência de dados coletados em outro ambiente para dentro do software Sphinx. No software, encontre a opção Importar dados no estágio

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO CLIENTE DE E-MAIL: MICROSOFT OUTLOOK 2003

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO CLIENTE DE E-MAIL: MICROSOFT OUTLOOK 2003 Universidade do Contestado UnC Campus Mafra/Rio Negrinho/Papanduva MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO CLIENTE DE E-MAIL: MICROSOFT OUTLOOK 2003 SUMÁRIO ENTENDENDO SUA TELA PRINCIPAL...3 Descrição da divisão da

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0

SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0 SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0 Autoria Cristiane Caldeira Mendes Belo Horizonte 2013 Índice Introdução... 3 Objetivo... 3 Considerações Gerais... 3 Glossário de Ícones, Botões e

Leia mais

A Estação da Evolução

A Estação da Evolução Microsoft Excel 2010, o que é isto? Micorsoft Excel é um programa do tipo planilha eletrônica. As planilhas eletrônicas são utilizadas pelas empresas pra a construção e controle onde a função principal

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

Gerenciador de Imóveis

Gerenciador de Imóveis Gerenciador de Imóveis O Corretor Top é o mais completo sistema de gestão de imóveis do mercado, onde corretores terão acesso à agenda, cadastro de imóveis, carteira de clientes, atendimento, dentre muitas

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

WF Processos. Manual de Instruções

WF Processos. Manual de Instruções WF Processos Manual de Instruções O WF Processos é um sistema simples e fácil de ser utilizado, contudo para ajudar os novos usuários a se familiarizarem com o sistema, criamos este manual. Recomendamos

Leia mais

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE Página 1 de REVISÃO DATA VERSÃO DO HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES SISTEMA 00 1.0 Emissão inicial. Página 2 de Sumário 1. Introdução... 4 2. Modelo Conceitual... 4 3. Programa Cliente... 5 3.1 Telas de Configuração...

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional

Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional O Sistema GeoOfficeGPS é uma ferramenta de automação desenvolvida pela Solution Softwares LTDA-ME para auxiliar no armazenamento e manipulação de dados

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Tutorial Plone 4 Manutenção de Sites Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Sumário Introdução 1 Como fazer a autenticação do usuário 1.1 Através do

Leia mais

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA: BrOffice Impress terceira parte Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Conhecer a integração dos softwares do BrOffice; Aprender a trabalhar no slide mestre; Utilizar interação entre

Leia mais

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE ÍNDICE ÍNDICE... 1 CAPÍTULO 01 PREPARAÇÃO DO AMBIENTE... 2 1.1 IMPORTAÇÃO DO DICIONÁRIO DE DADOS... 2 CAPÍTULO 02 CADASTRO E CONFIGURAÇÃO DE RELATÓRIOS... 4 2.1 CADASTRO DE RELATÓRIOS... 4 2.2 SELEÇÃO

Leia mais

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Pag.2 Backup (cópia de segurança) Após acessar a Intranet da Unimep, para abrir o Ambiente Virtual de Aprendizagem-Moodle, clique sobre seu link

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário Guia Rápido do Usuário 1 Apresentação Auxiliar o cliente Mesa01 de forma rápida e eficaz é o objetivo deste Manual Através dele, você conseguirá esclarecer dúvidas do dia-a-dia na utilização do sistema

Leia mais

EXCEL 2003. Excel 2003 SUMÁRIO

EXCEL 2003. Excel 2003 SUMÁRIO EXCEL 2003 SUMÁRIO INICIANDO O EXCEL... 2 CONHECENDO AS BARRAS DO EXCEL... 4 OS COMPONETES DO EXCEL 2003... 7 ENTENDENDO FUNÇÕES... 8 BOLETIM ESCOLAR... 16 QUADRO DE RENDIMENTO DO ALUNO... 17 CHAMADA ESCOLAR...

Leia mais

Manual do Usuário. Minha Biblioteca

Manual do Usuário. Minha Biblioteca Manual do Usuário Minha Biblioteca Sumário Acesso a Minha Biblioteca... 3 Tela Principal... 3 Para que serve o ícone Minha Biblioteca?... 3 O que você encontra no campo Pesquisar?... 4 Quando utilizar

Leia mais

Expresso Livre Correio Eletrônico

Expresso Livre Correio Eletrônico Expresso Livre Correio Eletrônico 1. EXPRESSO LIVRE Para fazer uso desta ferramenta de correio eletrônico acesse seu Navegador de Internet e digite o endereço eletrônico expresso.am.gov.br. Figura 1 A

Leia mais

96 cartuchos simultâneos ou não. Copiar e Colar Cartucho: O usuário poderá copiar e colar os cartuchos, e até mesmo colar o cartucho selecionado em um outro perfil. Além de ter o recurso para mudar a cor

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização

Manual de Instalação e Utilização Manual de Instalação e Utilização DIGITAÇÃO DE PROPOSTAS ORÇAMENTÁRIAS Supervisão de Licitações Índice 1. Instalação do Programa 2. Utilização do Digitação de Propostas 2.1. Importar um arquivo 2.2. Realizar

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida - Controle Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Vida - Controle Financeiro Conteúdo Part I Introdução 2 1 Vida Controle... Financeiro 2 Part II Novidades Versão 2.9 (Contas)

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

1) MANUAL DO INTEGRADOR Este documento, destinado aos instaladores do sistema, com informações de configuração.

1) MANUAL DO INTEGRADOR Este documento, destinado aos instaladores do sistema, com informações de configuração. O software de tarifação é uma solução destinada a rateio de custos de insumos em sistemas prediais, tais como shopping centers. O manual do sistema é dividido em dois volumes: 1) MANUAL DO INTEGRADOR Este

Leia mais

Manual WebAdmin News

Manual WebAdmin News Manual WebAdmin News 20/12/2008 Login: Com a integração das páginas de notícias ao site atual da empresa, você consegue publicar notícias e artigos com a cara da sua empresa, sem precisar conhecer os detalhes

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

Planilhas Eletrônicas

Planilhas Eletrônicas Planilhas Eletrônicas APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice AULA 1... 3 Apresentação do BrOffice Calc... 3 Tela Inicial... 4 Teclas e Atalhos de movimentação... 6

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

www.adsim.com.br SISTEMA DE MÍDIAS

www.adsim.com.br SISTEMA DE MÍDIAS SISTEMA DE MÍDIAS 1 SUMÁRIO Introdução... 3 Cadastro de Usuários... 4 Minha Conta... 5 Cadastrando um Pedido de Inserção... 5 Cadastrando cliente / Agência... 8 Imprimindo um Pedido de Inserção...11 Realizando

Leia mais

FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos

FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos Manual do Usuário Presidente Prudente, outubro de 2010 Índice 1. Introdução e Instruções

Leia mais

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO BLOG DO CONHECIMENTO APRESENTAÇÃO O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma ferramenta de COLABORAÇÃO que tem como objetivo facilitar

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

Planilha Eletrônica Excel

Planilha Eletrônica Excel COLÉGIO LA SALLE CANOAS Técnico em Informática Planilha Eletrônica Excel Excel Prof. Valter N. Silva Colégio La Salle Canoas Página 2 1. NOÇÕES BÁSICAS O Microsoft Excel 7.0 é um programa de planilha eletrônica,

Leia mais

EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM

EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM Bacharel em Ciência da Computação, especialista em Gerência de Projetos e em Criptografia e Segurança da Informação. Servidora Publica. Atua na área acadêmica em cursos de Graduação

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

Atualizaça o do Playlist Digital

Atualizaça o do Playlist Digital Atualizaça o do Playlist Digital Prezados Clientes, Nós da Playlist Software Solutions empresa líder de mercado no desenvolvimento de software para automação de rádios - primamos pela qualidade de nossos

Leia mais

Requerimento: Digitador de Pedidos ProfarmaNet. Manual de Apoio. Preparado por: Versão: 1.0. Sumário

Requerimento: Digitador de Pedidos ProfarmaNet. Manual de Apoio. Preparado por: Versão: 1.0. Sumário Vanderlei Manual de Apoio Resumo Módulo Básico Especifico para Instalação e Usabilidade Lista de Distribuição Nome Área / Função Histórico de modificações Versão Data Descrição Responsável 13/12/2013 Versão

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

Sistema de Planejamento

Sistema de Planejamento Sistema de Planejamento Copyright 2013 by Softplan Rod. José Carlos Daux, km 1, Nº 10 Centro de Tecnologia Ilhasoft - ParqueTecAlfa João Paulo CEP 88030-000 Florianópolis SC Telefone: (48) 3027-8000 Homepage:

Leia mais

SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI

SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI AUTOR: MÁRIO SÉRGIO CINTRA CAMARGO ÍNDICE ACESSANDO O WEBMAIL... 04 TRABALHANDO COM O CORREIO ELETRÔNICO... 09 CONCEITOS BÁSICOS... 09 O VISUAL DO CORREIO ELETRÔNICO... 10 CONHECENDO A JANELA INICIAL DO

Leia mais

Manual de uso do Gerente

Manual de uso do Gerente Manual de uso do Gerente Manual do Hypnobox: www.hypnobox.com.br/manual Índice Acessar o Hypnobox Endereço o www Login e Senha Tela Principal Perfil de acesso Editar Dados pessoais Fila de corretores Gerenciar

Leia mais

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Diário On-line Apresentação ----------------------------------------------------------------------------------------- 5 Requisitos Básicos

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11 15 PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11 QUESTÃO 41 Para se imprimir no ambiente do Microsoft Windows, é necessário que a impressora esteja cadastrada no sistema. Na configuração padrão do sistema, o

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4 Sumário Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5.988 de 14/12/73. Nenhuma parte deste livro, sem prévia autorização por escrito de Celta Informática, poderá ser reproduzida total ou parcialmente,

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Manual de instrução Gerenciador de Certificados Digitais

Manual de instrução Gerenciador de Certificados Digitais Manual de instrução Gerenciador de Certificados Digitais Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos reservados 1 SUMÁRIO CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA... 3 INSTALAÇÃO DO GERENCIADOR DE CERTIFICADOS

Leia mais

Informática. Rodrigo Schaeffer

Informática. Rodrigo Schaeffer Informática Rodrigo Schaeffer PREFEITURA DE PORTO ALEGRE- INFORMÁTICA Conceitos básicos de Word 2007; formatar, salvar e visualizar arquivos e documentos; alinhar, configurar página e abrir arquivos; copiar,

Leia mais

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS Apresentação As rotinas de Pedido de Compra do WinThor são utilizadas pelas empresas com objetivo de realizar: o pedido de compra baseado, ou não, em uma sugestão de compra, a cotação de compra entre fornecedores,

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

Como criar uma avaliação?

Como criar uma avaliação? EDITOR DE AVALIAÇÕES Com o editor, você cria avaliações para seus alunos com uma grande variedade de opções. Por exemplo: - A avaliação pode ser impressa ou aplicada de forma on-line. - Os alunos podem

Leia mais

Manual de Gerenciamento de Conteúdo

Manual de Gerenciamento de Conteúdo Manual de Gerenciamento de Conteúdo 1 Sumário 1) O que é um Gerenciador de Conteúdo...3 2) Como o Site está Estruturado...3 3) Como Gerenciar o Conteúdo do Site...5 3.1) Adicionar Itens no Menu de Navegação...6

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário SERVIÇO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ARQUIVO CENTRAL Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário Belém Pará Fevereiro 2000 Sumário Introdução... 3 Acesso ao Sistema...

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais