Estudo dos Gases - Questões Objetivas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estudo dos Gases - Questões Objetivas"

Transcrição

1 Estudo dos Gases - Questões Objetivas TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufba) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. 1. As figuras a seguir representam os sistemas A, B e C, constituídos por um gás ideal puro. 2. Considere os seguintes dados: - O ar atmosférico é uma mistura gasosa. Cem litros (100L) desta mistura contêm aproximadamente: 78,084% de N ; 20,948% de O ; 0,934% de Ar; 0,032% de CO e 0,002 de outros gases. - Devido aos efeitos da poluição, outros constituintes podem ser encontrados, tais como poeira, fumaça e dióxido de enxofre. - Para a separação de gases de uma mistura, utiliza-se o processo de liquefação, seguido de uma destilação fracionada. Este procedimento é empregado, por exemplo, na obtenção de O utilizado nos hospitais. - Massas atômicas: 0=16 ; C=12. Com base nesses dados, é correto afirmar que: Sobre os sistemas representados, é correto afirmar: (01) Aquecendo-se isobaricamente o sistema A, até uma temperatura T =2T, seu volume será duplicado. (02) Aumentando-se a pressão P, exercida sobre o pistão do sistema A, mantida constante a temperatura T, o volume do sistema será reduzido. (04) Resfriando-se o sistema B, até que a temperatura seja reduzida à metade do valor inicial, sua pressão será duplicada. (08) Triplicando-se o número de moles do gás contido no sistema B, mantida constante a temperatura T, a pressão também será triplicada. (16) Abrindo-se a válvula que conecta os dois recipientes do sistema C, haverá passagem de gás, do recipiente da direita para o da esquerda, até que P=P. Soma ( ) TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufpr) Na(s) questão(ões) a seguir, escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. 01) A liquefação é um processo físico e pode ser obtida com o aumento de pressão do sistema. 02) Considerando-se um balão contendo 1L de ar atmosférico a temperatura ambiente, a pressão parcial do N é menor que a pressão parcial do O. 04) Na mesma temperatura e pressão, volumes iguais de N e O irão conter o mesmo número de moléculas. 08) A 0 C e 1atm (C.N.T.P.), o volume molar de 44g de CO é 44,8L. 16) A presença de poluentes sólidos faz com que a mistura homogênea se transforme em heterogênea. Soma = ( ) 3. (Ita) Considere a queima completa de vapores das quatro seguintes substâncias: metano, etano, metanol e etanol. Os volumes de ar necessário para a queima de 1 litro de cada um destes vapores, todos a mesma pressão e temperatura, são, respectivamente, V, V, Vƒ, V. Assinale a alternativa que apresenta a comparação CORRETA entre os volumes de ar utilizado na combustão. a) V > V > V > Vƒ b) V > V > V > Vƒ pag.1

2 c) V > V > Vƒ > V d) V > Vƒ > V > V e) V = Vƒ > V = V 4. (Fuvest) Certo gás X é formado apenas por nitrogênio e oxigênio. Para determinar sua fórmula molecular, comparou-se esse gás com o metano (CH ). Verificouse que volumes iguais dos gases X e metano, nas mesmas condições de pressão e temperatura, pesaram, respectivamente, 0,88g e 0,32g. Qual a fórmula molecular do gás X? Massas Molares (g/mol) H...1 C...12 N...14 O...16 b) 22,4 L c) 11,2 L d) 61,1 L e) 56,0 L 6. (Cesgranrio) 0,8g de uma substância no estado gasoso ocupa um volume de 656 ml a 1,2 atm e 63 C. A que substância correspondem os dados anteriores? Dados: O = 16; N = 14; H = 1; C = 12; CØ = 35,5 a) O b) N c) H d) CO e) CØ 7. (Cesgranrio) a) NO b) N O c) NO d) N Oƒ e) N O 5. (Uff) A massa de 0,48 kg de carbonato de amônio reage com excesso de ácido o-fosfórico de acordo com a reação: A análise do gráfico anterior, que mostra as transformações sofridas por um gás ideal quando variamos a sua temperatura, pressão ou volume, nos permite afirmar que o gás evolui: a) Isobaricamente de 1 a 2. b) Isotermicamente de 2 a 3. c) Isobaricamente de 3 a 4. d) Isometricamente de 4 a 2. e) Isometricamente de 3 a 4. O volume de CO liberado a 0 C e 2 atm é: Dado: Massas molares (NH ) COƒ = 96 g/mol a) 16,8 L 8. (Cesgranrio) 5 moles de um gás ideal a uma temperatura de 27 C ocupam um volume de 16,4 litros. A pressão exercida por essa quantidade do gás é: Dado: R = 0,082 atm. l/mol.k a) 0,675 atm pag.2

3 b) 0,75 atm c) 6,75 atm d) 7,5 atm e) 75 atm 9. (Cesgranrio) Antes da largada e "na volta de apresentação" de um Grande Prêmio de Fórmula 1, os pneus são pré-aquecidos para melhorar o desempenho do carro. Supondo desprezível variação do volume do pneu durante a prova, qual dos gráficos a seguir representa a variação da pressão do ar no interior do pneu em função da variação de temperatura absoluta atingida pelo pneu na reta de chegada? 10. (Cesgranrio) Num tanque de gás, havia 8,2 m de Oxigênio a -23 C e 2 atm de pressão. Tendo ocorrido um vazamento, verificou-se que a pressão diminuiu em 0,5 atm. Que massa de Oxigênio foi perdida, sabendose que a temperatura permaneceu constante? (Dados: O = 16; R = 0,082 atm.l/mol.k) a) 0,6 kg b) 6,4 kg c) 19,2 kg d) 25,6 kg e) 32,0 kg 11. (Cesgranrio) Um funileiro usa um maçarico de acetileno para soldar uma panela. O gás acetileno é obtido na hora, através da seguinte reação química: Qual a massa aproximada de carbureto de cálcio(cac ) que será necessária para obter 12,3Ø de acetileno (C H ) a 1atm e 27 C? Dados: Ca = 40 ; C = 12 R = 0,082 atm.ø.mol.k a) 8 g b) 16 g c) 24 g d) 32 g e) 48 g 12. (Cesgranrio) Um cilindro rígido contém 1400 g de nitrogênio puro. Aberto na atmosfera, a 27 C e 1 atm, até esgotar todo o conteúdo, o volume de N liberado terá sido de: (N = 14; R = 0,082 atm. Ø/k. mol) a) 110,7 Ø. b) 1119,3 Ø. c) 1230 Ø. d) 2240 Ø. e) 2460 Ø. 13. (Cesgranrio) O gás de cozinha, também chamado de gás liquefeito de petróleo (GLP), é formado por 50% de propano e 50% de butano. Sabendo-se que uma família domiciliada no Rio de Janeiro gastou 49,2 m de GLP no mês de setembro, o número de moléculas de gás butano queimado nesse mês foi: Dados: volume molar do butano a 27 C e 1tm=24,6 litros; Constante de Avogadro = 6,0 x 10 a) 6,0 x 10 b) 6,0 x 10 c) 6,0 x 10 d) 3,0 x 10 e) 3,0 x (Fuvest) CaC + 2H O ë Ca(OH) + C H pag.3

4 c) 48,2. d) 56,5. e) 71, (Fuvest) Dados referentes aos planetas: VÊNUS: % (em volume) de N na atmosfera = 4,0 Temperatura na superfície (K) = 750 Pressão na superfície (atm) = 100 Ao nível do mar e a 25 C: volume molar de gás=25 L/mol densidade do ar atmosférico=1,2 g/l (Dados: H = 1, C = 12, N = 14, O = 16 e Ar = 40) As bexigas A e B podem conter, respectivamente: a) argônio e dióxido de carbono. b) dióxido de carbono e amônia. c) amônia e metano. d) metano e amônia. e) metano e argônio. 15. (Fuvest) Na respiração humana o ar inspirado e o ar expirado têm composições diferentes. A tabela a seguir apresenta as pressões parciais, em mmhg, dos gases da respiração em determinado local. TERRA: % (em volume) de N na atmosfera = 80 Temperatura na superfície (K) = 300 Pressão na superfície (atm) = 1,0 A relação entre o número de moléculas de N em volumes iguais das atmosferas de Vênus e da Terra é: a) 0,10. b) 0,28. c) 2,0. d) 5,7. e) (Fuvest) Uma amostra de 0,212g de um haleto de alquila, quando vaporizada, apresentou um volume de 82mL a 227 C e 1 atm. Uma possível fórmula desse haleto é Dado: Volume molar de gás a 227 C e 1 atm = 41L/mol massas molares (g/mol) H = 1 C = 12 CØ = 35 Br = 80 a) CƒH CØ b) CƒH Br c) C H CØ d) C HCØ e) C HBr Qual é o valor de x, em mmhg? a) 12,4. b) 31, (Fuvest) A figura a seguir representa três etapas de uma experiência em que ocorre reação química entre pag.4

5 dois gases incolores (NO e O ), à mesma temperatura e pressão e contidos em seringas separadas. Após a mistura, houve consumo total dos reagentes com formação de um produto gasoso marrom, nas mesmas condições de pressão e temperatura dos reagentes. Se a reação química que ocorreu for representada por mno + no ë pnöoù os coeficientes estequiométricos, m, n e p deverão ser, respectivamente, e) é menor no cilindro que contém C H. 20. (Fuvest) H (g) e CØ (g) estão contidos em balões interligados por meio de um tubo com torneira, nas condições indicadas no desenho. Ao se abrir a torneira, os gases se misturam e a reação entre eles é iniciada por exposição à luz difusa. Forma-se então HCØ(g), em uma reação completa até desaparecer totalmente, pelo menos um dos reagentes. a) 2, 1, 1 b) 4, 1, 2 c) 1, 2, 1 d) 4, 3, 2 e) 2, 1, (Fuvest) Têm-se três cilindros de volumes iguais e à mesma temperatura, com diferentes gases. Um deles contém 1,3kg de acetileno (C H ), o outro 1,6kg de óxido de dinitrogênio (N O) e o terceiro 1,6kg de oxigênio (O ). massas molares (g/mol) C H N O O Comparando-se as pressões dos gases nesses três cilindros, verifica-se que a) são iguais apenas nos cilindros que contêm C H e O. b) são iguais apenas nos cilindros que contêm N O e O. c) são iguais nos três cilindros. d) é maior no cilindro que contém N O. Quanto vale a razão entre as quantidades, em mols, de CØ (g) e de HCØ(g), após o término da reação? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) (Fuvest) O diagrama esboçado a seguir mostra os estados físicos do CO em diferentes pressões e temperaturas. As curvas são formadas por pontos em que coexistem dois ou mais estados físicos. pag.5

6 Um método de produção de gelo seco (CO sólido) envolve I. compressão isotérmica do CO (g), inicialmente a 25 C e 1atm, até passar para o estado líquido; II. rápida descompressão até 1atm, processo no qual ocorre forte abaixamento de temperatura e aparecimento de CO sólido Em I, a pressão mínima a que o CO (g) deve ser submetido para começar a liquefação, a 25 C, é y e, em li, a temperatura deve atingir x. Os valores de y e x são, respectivamente, a) 67 atm e 0 C b) 73 atm e -78 C c) 5 atm e -57 C d) 67 atm e -78 C e) 73 atm e -57 C 22. (Fuvest) Em um artigo publicado em 1808, Gay- Lussac relatou que dois volumes de hidrogênio reagem com um volume de oxigênio, produzindo dois volumes de vapor de água (volumes medidos nas mesmas condições de pressão e temperatura). Em outro artigo, publicado em 1811, Avogadro afirmou que volumes iguais, de quaisquer gases, sob as mesmas condições de pressão e temperatura, contêm o mesmo número de moléculas. Dentre as representações a seguir, a que está de acordo com o exposto e com as fórmulas moleculares atuais do hidrogênio e do oxigênio é: 23. (Ita) A concentração de O na atmosfera ao nível do mar é 20,9% em volume. Assinale a opção que contém a afirmação FALSA. a) Um litro de ar contém 0,209 L de O. b) Um mol de ar contém 0,209 mols de O. c) Um volume molar de ar à CNTP contém 6,7 g de O. d) A concentração de O no ar é de 20,9% em massa. e) A concentração de O expressa como uma relação de volume ou uma relação de mol não se altera, se a temperatura ou a pressão são modificadas. 24. (Ita) Um cilindro provido de um pistão contém água até a metade do seu volume. O espaço acima da água é ocupado por ar atmosférico. Para aumentar a quantidade de CO dissolvido na água, alunos propuseram os seguintes procedimentos: I. Manter a temperatura constante e aumentar a pressão total introduzindo nitrogênio. II. Manter a temperatura constante e aumentar a pressão introduzindo CO. III. Manter a temperatura e a pressão constantes e substituir parte do ar por CO. IV. Manter a temperatura constante e diminuir a pressão total retirando oxigênio. V. Aumentar a temperatura e manter a pressão total constante, aumentando o volume do sistema. Quais destes procedimentos servem para atingir o objetivo desejado? a) Apenas I e II. b) Apenas II e III. pag.6

7 c) Apenas I, II e III d) Apenas I, III e IV. e) Apenas II, IV e V. 25. (Ita) Um cilindro provido de um pistão móvel e mantido em temperatura constante contém éter etílico no estado líquido em equilíbrio com seu vapor. O pistão é movido lentamente de modo a aumentar o volume da câmara. Com relação a este sistema são feitas as seguintes afirmações: I. Atingido o novo equilíbrio entre o líquido e o vapor, a pressão dentro do cilindro diminui. II. Atingido o novo equilíbrio entre o líquido e o vapor, o produto da pressão dentro do cilindro pelo volume da fase gasosa aumenta. III. Quando não existir mais líquido dentro do cilindro, o produto da pressão pelo volume dentro do cilindro aumenta com o aumento do volume. Destas afirmações estão CORRETAS. a) Apenas I. b) Apenas II. c) Apenas III. d) Apenas I e II. e) Apenas I e III. 26. (Ita) Considere as duas amostras seguintes, ambas puras e a 25 C e 1atm: P ë 1 litro de propano (g) B ë 1 litro de butano (g) Em relação a estas duas amostras são feitas as afirmações seguintes: I. P é menos densa que B. II. A massa de carbono B é maior que em P. III. O volume de oxigênio consumido na queima completa de B é maior que aquele consumido na queima completa de P. IV. O calor liberado na queima completa de B é maior que aquele liberado na queima completa de P. V. B contém um número total de átomos maior que P. VI. B e P são mais densas que o ar na mesma pressão e temperatura. Das afirmações anteriores são CORRETAS: a) Todas. b) Nenhuma. c) apenas I, II e III. d) Apenas I, III e V. e) Apenas II, IV e VI. 27. (Ita) Três recipientes iguais de 4 litros de capacidade, chamados de 1, 2 e 3, mantidos na mesma temperatura, contêm 180ml de água. A cada um destes recipientes se junta, respectivamente, 0,10mol e cada uma das seguintes substâncias: óxido de cálcio, cálcio metálico e hidreto de cálcio. Após a introdução do respectivo sólido, cada frasco é bem fechado. Atingindo o equilíbrio e descartada a hipótese de ocorrência de explosão, a pressão final dentro de cada recipiente pode ser colocada na seguinte ordem: a) p = p = pƒ. b) p < p < pƒ. c) p < p pƒ. d) p p < pƒ. e) p > p pƒ. 28. (Ita) Considere as afirmações abaixo relativas ao aquecimento de um mol de gás N contido em um cilindro provido de um pistão móvel sem atrito: I. A massa específica do gás permanece constante. II. A energia cinética média das moléculas aumenta. III. A massa do gás permanece a mesma. IV. O produto pressão x volume permanece constante. Das afirmações feitas, estão CORRETAS a) apenas I, II e III. b) apenas I e IV. c) apenas II e III. d) apenas II, III e IV. e) todas. 29. (Mackenzie) Sabendo que 2C H³ + 13O ë 8CO + 10H O, então o volume de ar, medido a 27 C e 1atm, pag.7

8 necessário para a combustão de 23,2g de gás butano, é: Dados: 1) Considerar a composição do ar (em volume): 80% de N e 20% de O 2) Constante universal dos gases = 0,082atm.litro/mol.K 3) Massa molar do butano = 58g/mol a) 319,8 litros. b) 116,4 litros. c) 302,8 litros. d) 127,9 litros. e) 80,0 litros. 30. (Mackenzie) Na síntese de 1,5 litros de amônia, ocorrida a pressão e temperatura constantes, o volume total dos gases que reagem, em litros, é igual a: a) 4,50 b) 3,00 c) 1,50 d) 0,75 e) 2, (Mackenzie) O gás hidrogênio foi utilizado no início do século em balões conhecidos como "Zeppelins". Atualmente, balões de publicidade e balões para crianças são enchidos com gás hélio. Relativamente ao gás hélio, é INCORRETO afirmar que: Dados: massas molares (g/mol) : H = 1; He = 4 a) tem densidade maior que o ar atmosférico. b) sua massa molar é maior do que a do gás hidrogênio. c) é um gás não inflamável. d) tem fórmula molecular: He. e) é um gás mais denso do que o gás hidrogênio. 32. (Puccamp) Um recipiente de 100 litros contém nitrogênio à pressão normal e temperatura de 30 C. A massa do gás, em gramas, é igual a Dado: Volume molar dos gases a 1,0atm e 30 C=25,0L/mol a) 112 b) 56,0 c) 42,0 d) 28,0 e) 14,0 33. (Puccamp) Tanto em comemorações esportivas como na prática do balonismo como esporte, bexigas e balões dirigíveis são cheios com gases que apresentam determinadas propriedades. Dentre as substâncias gasosas a seguir: I. HÉLIO: menos denso do que o ar e praticamente inerte; II. DIÓXIDO DE CARBONO: mais denso do que o ar e incombustível; III. CRIPTÔNIO: praticamente inerte e mais denso do que o ar; IV. HIDROGÊNIO: combustível e menos denso do que o ar; V. MONÓXIDO DE CARBONO: combustível e de densidade próxima à do ar; a mais segura para ser utilizada em balões e bexigas é a) I b) II c) III d) IV e) V 34. (Puccamp) A massa de oxigênio necessária para encher um cilindro de capacidade igual a 25 litros, sob pressão de 10atm e a 25 C é de Dados: Massa molar do O = 32g/mol Volume molar de gás a 1atm e 25 C = 25 L/mol a) 960 g b) 320 g c) 48 g d) 32 g e) 16 g 35. (Pucsp) Para a realização de um experimento, será necessário encher de gás um balão de 16,4 L que a 127 C suporta a pressão máxima de 2,0 atm. Nestas condições, a quantidade mais adequada para encher o pag.8

9 balão é: Dados: H = 1, C = 12, 0 = 16 e S = 32, R = 0,082 (atm. L. K. mol ) a) 10 g de hidrogênio. b) 24 g de metano. c) 45 g de etano. d) 64 g de dióxido de enxofre. e) 78 g de acetileno (etino). 36. (Uece) Considerando Vm como volume molar de um gás numa dada pressão e temperatura, teremos que: Vm H = Vm CH = Vm C H = Vm O Isto é, evidentemente, conseqüência direta do princípio de: a) Lavoisier b) Avogadro c) Proust d) Dalton 37. (Uel) Para dada amostra de substância gasosa, quando se dobra a pressão, à temperatura constante, o volume se reduz à metade. Essa afirmação explicita o que é conhecido como lei de a) Avogadro. b) Dalton. c) Gay-Lussac. d) Boyle. e) Lavoisier. 38. (Uel) Três extintores de fogo (cilindros metálicos) de volume, respectivamente, 20, 40 e 80 litros contêm dióxido de carbono (CO ), à mesma temperatura. Quando fechados o manômetro desses cilindros acusa pressões, respectivamente, de 20, 10 e 5atm. Sendo assim, pode-se afirmar que a) os três cilindros contêm massas iguais de CO. b) os três cilindros contêm massas diferentes de CO. c) o cilindro de menor volume contém menor massa de CO. d) as massas de CO nos cilindros são inversamente proporcionais às pressões. e) as massas de CO nos cilindros são inversamente proporcionais aos volumes. 39. (Uel) Um balão de vidro de 1 litro, com torneira, aberto ao ar foi ligado a uma "bomba de vácuo" durante algum tempo. Considerando-se que essa bomba é eficiente para baixar, a 25 C, a pressão até 10 mmhg, após fechar a torneira, quantos mols de oxigênio (O ) foram retirados do balão? (O que resta de ar no balão é desprezível). Dados: Volume molar dos gases a 1atm e 25 C=25L/mol Composição aproximada do ar = 80% de N e 20% de O (% em mols) a) 1 10 mol b) 2 10 mol c) 4 10 mol d) 8 10 mol e) 8 10 mol 40. (Uel) O ozônio pode ser preparado nos ozonizadores (cilindros concêntricos de vidro, o interno é percorrido por um fio metálico e o externo é recoberto internamente por metal. Uma diferença de potencial elevada entre os metais provoca descargas elétricas silenciosas). Passando O entre esses cilindros ocorre: 3O ë 2Oƒ Considerando que cerca de 20% em volume de O é transformado, quantos litros de Oƒ são obtidos, nessas condições, a partir de 15 litros de O? Dado: Os volumes gasosos são medidos nas mesmas condições de pressão e temperatura. a) 1 litro. b) 2 litros. c) 3 litros. d) 4 litros. e) 6 litros. 41. (Uerj) Uma das principais fontes de fertilizantes é o pag.9

10 gás amoníaco (NHƒ) obtido pelo processo Haber, através da reação de síntese representada pela equação: N (g) + 3H (g) Ï 2NHƒ(g) Considerando a temperatura constante, o gráfico que representa a variação da percentagem de rendimento do processo, em termos de NHƒ, em função da pressão total é: 42. (Ufes) Num sistema a uma determinada pressão e temperatura, dois gases, A e B, inodoros e incolores, reagem entre si na proporção de 1 volume de A para 3 volumes de B, gerando 2 volumes de um gás irritante, C. Quando 3 volumes do gás A e 6 volumes do gás B forem submetidos às mesmas condições, o volume final do sistema será a) 2 volumes. b) 3 volumes. c) 5 volumes. d) 8 volumes. e) 9 volumes. 43. (Uff) Tem-se uma amostra gasosa formada por um dos seguintes compostos: CH ; C H ; C H ; CƒH ou CƒHˆ Se 22g dessa amostra ocupam o volume de 24,6L à pressão de 0,5 atm e temperatura de 27 C (dado R = 0,082L.atm K mol ), conclui-se que se trata do gás: Dados: Massas molares (g/mol): C = 12; H = 1 a) etano b) metano c) propano d) propeno e) eteno 44. (Uff) Um meteorito de 4,5 bilhões de anos, que caiu numa cidadezinha do Texas, trouxe uma surpresa para os cientistas: "vestígio de água" (transcrito de "O Globo" 30/08/99). Na investigação sobre a vida em outros planetas, procura-se verificar a existência ou não de água, pois, esta é elemento essencial à vida, nos moldes até agora conhecidos. Considere a reação completa de 1,5m de H (g) com O à temperatura de 27 C e pressão de 8,2atm. Nestas condições, a massa de água produzida e o volume de O consumindo são, respectivamente: a) 1,80 kg e 15,00 m b) 4,50 kg e 3,00 m c) 9,00 kg e 0,75 m d) 18,00 kg e 1,50 m e) 45,00 kg e 30,00 m 45. (Ufg) O "hobby" do balonismo fez com que Charles e Gay-Lussac estudassem algumas das importantes propriedades dos gases. Considerando-se um balão, de paredes rígidas, não elásticas, com uma abertura inferior, por onde se faz o aquecimento do ar - que ascende na atmosfera quando inflado com ar quente, ( ) a pressão do gás aumenta com o aumento da temperatura. ( ) a densidade do gás aumenta com o aumento da temperatura ( ) o volume do balão aumenta com o aumento da temperatura. ( ) o volume molar do gás aumenta com o aumento da temperatura. ( ) o volume molar do gás aumenta com o aumento da temperatura. pag.10

11 46. (Ufmg) A figura representa um balão, contendo amônia gasosa, colocado invertido dentro de uma bacia, que contém água e algumas gotas de uma solução do indicador fenolftaleína. Observa-se, então, que a água: 1) jorra para dentro do balão, enchendo-o parcialmente; 2) se aquece e 3) se colore de vermelho. Todas as alternativas apresentam conclusões compatíveis com essas observações, EXCETO a) A amônia é solúvel em água. b) A pressão é menor na extremidade inferior do tubo do que na superior. c) A amônia é uma base. d) A dissolução da amônia gasosa na água é um processo exotérmico. 47. (Ufpe) Dois cilindros de aço de mesmo volume contém massas iguais de oxigênio (massa molar 32g/mol) e nitrogênio (massa molar 28g/mol) gasosos, à mesma temperatura. Assinale a afirmativa falsa: a) A pressão no cilindro de nitrogênio é maior b) A velocidade média das moléculas de oxigênio é menor c) Existem mais moléculas no cilindro de nitrogênio d) A energia cinética média das moléculas de oxigênio é menor e) A densidade nos dois cilindros é a mesma 48. (Ufpe) Um balão cheio com ar quente sobe a grandes altitudes porque: a) as moléculas do ar quente são menores do que as moléculas do ar na temperatura ambiente; b) dentro do balão há menos moléculas de ar por unidade de volume; c) as moléculas do ar quente são maiores do que a moléculas do ar na temperatura ambiente; d) as moléculas do ar quando aquecidas são rompidas, formando átomos mais leves e diminuindo a densidade do ar; e) as moléculas do ar quando aquecidas formam agregados, aumentando o espaço vazio entre elas. 49. (Ufrs) Resfria-se um recipiente contendo 1530 litros de vapor d'água a 100 C e 1 atm até liquefazer todo o vapor. Considerando os valores para R=0,082atm.L.K.mol e massa específica da H O(Ø) = 1g.ml, o volume de água líquida obtida, a 20 C, será de aproximadamente: Dados: Massas molares H = 1 g/mol; O = 16 g/mol a) 0,9 L b) 20 L c) 50 L d) 186 L e) 900 L 50. (Ufrs) Dois recipientes idênticos, mantidos na mesma temperatura, contêm o mesmo número de moléculas gasosas. Um dos recipientes contém hidrogênio, enquanto o outro contém hélio. Qual das afirmações a seguir está correta? a) A massa de gás em ambos os recipientes é idêntica. b) A pressão é a mesma nos dois recipientes. c) Ambos os recipientes contêm o mesmo número de átomos. d) A massa gasosa no recipiente que contém hidrogênio é o dobro da massa gasosa no recipiente que contém hélio. e) A pressão no recipiente que contém hélio é o dobro da pressão no recipiente que contém hidrogênio. 51. (Ufv) Considere um balão de aniversário contendo 2,3L de ar seco. Aproximadamente 20% deste gás são constituídos por oxigênio (O ). Suponha que 1mol de gás ocupa aproximadamente um volume de 23L, a 25 C e sob a pressão de 1atm. O número aproximado de pag.11

12 moléculas de oxigênio presentes no balão será: a) 6,0 10 moléculas. b) 6,0 10 moléculas. c) 1,2 10 moléculas. d) 23 moléculas. e) 0,46 moléculas. 52. (Unb) O estudo das propriedades macroscópicas dos gases permitiu o desenvolvimento da teoria cinéticomolecular, a qual explica, ao nível microscópico, o comportamento dos gases. A respeito dessa teoria, julgue os itens que se seguem. (1) O comportamento dos gases está relacionado ao movimento uniforme e ordenado de suas moléculas. (2) A temperatura de um gás é uma medida da energia cinética de suas moléculas. (3) Os gases ideais não existem, pois são apenas modelos teóricos em que o volume das moléculas e suas interações são considerados desprezíveis. (4) A pressão de um gás dentro de um recipiente está associada às colisões das moléculas do gás com as paredes do recipiente. 53. (Unesp) Um dos projetos elaborados para comemorar os duzentos anos da Revolução Francesa, consiste em mergulhar no rio Sena milhares de balões (bexigas) coloridos, cheios de gás e presos a pequenos sacos com um sal. Depois de certo tempo, esses balões devem emergir e subir colorindo o céu de Paris. A emersão e a subida dos balões, nesse projeto, dependem, principalmente, dos fatores: a) número de átomos presentes, na fórmula do sal, constituição do saco, densidade da água. b) massa do sal, densidade e tamanho do fio, permeabilidade, e coloração do balão. c) densidade do sal, índice de refração da água, condições de temperatura e pressão. d) estado de agregação do sal, densidade do saco, poluição e largura do rio. e) solubilidade do sal na água, permeabilidade do saco, densidade do gás. 54. (Unesp) O volume de uma massa fixa de gás ideal, a pressão constante, é diretamente proporcional à: a) concentração do gás. b) pressão atmosférica. c) densidade do gás. d) temperatura absoluta. e) massa molar do gás. 55. (Unesp) Sabendo-se que o volume molar de um gás nas condições normais de temperatura e pressão (CNTP) é igual a 22,4L e que R = 0,082atm. L. K. mol, o maior número de moléculas está contido em 1,0L de a) H, nas CNTP. b) N, nas CNTP. c) H, a - 73 C e 2 atm. d) H, a 27 C e 1 atm. e) Uma mistura equimolar de H e N, a 127 C e 1,5 atm. 56. (Unirio) "O uso de amoníaco (NHƒ) nos cigarros aumenta o impacto e o efeito da nicotina. (...) com esse estudo confirmamos o que antes desconfiávamos: as empresas manipulam a quantidade de amoníaco com o propósito de reforçar a nicotina, disse o deputado Henry Waxman (E.U.A)". "Jornal do Brasil" - 31/7/97. Suponha que uma amostra de cigarro contenha 5ml de NHƒ, a 27 C. Se aquecermos o cigarro a 627 C, mantendo a pressão constante, o volume de NHƒ, em L será de: a) 150 b) 15 c) 0,15 d) 0,015 e) 0, (Unirio) É possível fazer um vulcão, em miniatura, no laboratório, usando o dicromato de amônio (NH ) Cr O. Este composto, ao ser aquecido, se decompõe vigorosamente, liberando, dentre outras substâncias, os gases N e H O. Se utilizarmos 25,2g de dicromato de amônio e se forem recolhidos os gases de reação num balão de 2,0L a 27 C, a pressão total do gás, neste balão, em atmosferas, será igual a: (Dados: Massas atômicas: H=1u; N=14u; O=16u; pag.12

13 Cr=52u, R=0,082atm.L.K.mol ) a) 0,11 b) 1,00 c) 1,11 d) 1,23 e) 12,3 58. (Ufmg) Um tubo inicialmente cheio de água (B) foi conectado a outro tubo (A), ao qual foi adicionada solução de ácido clorídrico e raspas de zinco. O sistema foi fechado e após algum tempo, apresentava-se como indicado na figura. c) Permanecer aproximadamente constante. d) Aumentar mais que 10%, sem chegar a duplicar. e) Aumentar menos do que 10%, porém mais de 1%. 60. (Fatec) Cilindros contendo os gases hidrogênio(h ), metano(ch ), etano(c H ), monóxido de carbono(co) e butano(c H³) estão armazenados inadequadamente em local rebaixado, com pouca ventilação. No caso de haver vazamento nos cilindros um dos perigos é o acúmulo de gás nas partes inferiores, resultando numa atmosfera explosiva e/ou pobre de oxigênio. Entre os gases citados qual é que tenderia a se acumular nas partes inferiores do local é o Dados para a resolução da questão: Massas atômicas: H=1,0; C=12,0; N=14,0; O=16,0 Massa molecular média do ar=10(aproximadamente 20% O e 78% N ) a) etano b) metano c) hidrogênio d) butano e) monóxido de carbono Em relação ao sistema e ao que nele ocorreu, estão corretas todas as afirmativas, EXCETO a) A pressão do gás no tubo B é maior do que a pressão atmosférica. b) A reação que ocorre no tubo A é de oxi-redução. c) O gás hidrogênio é produzido no tubo A. d) O tubo B contém algum vapor de água. e) O volume de água deslocado no tubo B é igual ao volume do gás recolhido. 59. (Ita) Um cilindro provido de torneira contém uma mistura de N O (g) e NO (g). Entre estas substâncias se estabelece, rapidamente, o equilíbrio N O (g) Ï 2NO (g), ÐE > ZERO. Mantendo o volume (V) constante, a temperatura é aumentada de 27 para 57 C. Diante deste aumento de temperatura, re-estabelecido (sic) o equilíbrio, podemos concluir que a pressão total (Pt) vai: a) Aumentar cerca de 10%. b) Aproximadamente duplicar. pag.13

14 GABARITO = = [A] 4. [B] 5. [E] 6. [B] 7. [C] 8. [D] 9. [C] 10. [B] 11. [D] 12. [C] 13. [B] 14. [E] 15. [B] 16. [C] 17. [D] 18. [E] 19. [A] 20. [B] 21. [D] 22. [B] 23. [D] 24. [B] 25. [B] 26. [A] 27. [B] 28. [C] 29. [A] 30. [B] 31. [A] 32. [A] 33. [A] 34. [B] Comentário: A partir da equação do estado do gás (PV = nrt), temos: R = (P.V)/(n.T) Ao analisarmos esta equação e partindo do enunciado, que admite o volume constante e igual a 25 L, podemos perceber que P e n são grandezas diretamente proporcionais, logo: 1 atm 1 mol de O 32g 10 atm 10 mol de O 320 g (alternativa B) A equação do estado do gás (também conhecida como equação de Clapeyron) é um modelo matemático criado para gases ideais, por isso podemos encontrar várias imprecisões ao trabalharmos com gases reais. 35. [D] 36. [B] 37. [D] pag.14

15 38. [A] 60. [D] 39. [D] 40. [B] 41. [A] 42. [C] 43. [C] 44. [C] 45. F V F V 46. [B] 47. [D] 48. [B] 49. [A] 50. [B] 51. [C] 52. F V V V 53. [E] 54. [D] 55. [C] 56. [D] 57. [D] 58. [A] 59. [D] pag.15

LISTA DE EXERCÍCIOS ESTUDO DOS GASES

LISTA DE EXERCÍCIOS ESTUDO DOS GASES GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO GRÉ MATA NORTE UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO CAMPUS MATA NORTE ESCOLA DE APLICAÇÃO PROFESSOR CHAVES LISTA DE EXERCÍCIOS ALUNO(A): Nº NAZARÉ DA MATA, DE DE 2015 2º ANO ESTUDO

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Equação do Gás Ideal EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (UFSCar-SP) Tem-se 0,8 mol de um gás ideal, ocupando o volume de 8,2 litros. Sabendo que a pressão exercida é de 5 atm, calcule em que temperatura o gás

Leia mais

Prof. Rogério Gartz. motor do carro". Esta advertência deve-se à preocupação com o possível acúmulo de um gás inodoro e tóxico, que é

Prof. Rogério Gartz. motor do carro. Esta advertência deve-se à preocupação com o possível acúmulo de um gás inodoro e tóxico, que é Colégio Santa Marcelina - 2 0 ano - EM / Química I - Exercícios de Recuperação - 1 0 sem / 15 Prof. Rogério Gartz I. Assinale, com um X, a única opção correta. 1. Ao longo de túneis muito longos, são colocadas

Leia mais

Professora Sonia Exercícios sobre Cinética gasosa

Professora Sonia Exercícios sobre Cinética gasosa Exercícios sobre Cinética gasosa O próximo enunciado se refere às questões de 01 a 09. Coloque V (verdadeiro) e F (falso) para as questões a seguir. 01. ( ) As partículas que formam um gás (que podem ser

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Densidade dos Gases EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (FEI-SP) Um gás, que está inicialmente a uma pressão de 1 atm e temperatura de 273 K, sofre uma transformação de estado adquirindo uma pressão de 3 atm e

Leia mais

Lista de exercícios 15 Transformações gasosas

Lista de exercícios 15 Transformações gasosas Lista de exercícios 15 Transformações gasosas 01. Desenhe a curva correspondente (numa dada temperatura) para a transformação isotérmica, explique o porquê desta denominação. 02. Desenhe a curva correspondente

Leia mais

Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte

Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte RECIFE Colégio Salesiano Sagrado Coração ] Aluna(o): Nº: Turma: 3º ano Recife, de de 03 Disciplina: Química Professor: Eber Barbosa Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte 0 Energia Cinética Média dos

Leia mais

Lista I de exercícios de estequiometria e balanceamento de equações Química Geral e Experimental I Prof. Hamilton Viana

Lista I de exercícios de estequiometria e balanceamento de equações Química Geral e Experimental I Prof. Hamilton Viana 1. O iso-octano é um combustível automotivo. A combustão desse material ocorre na fase gasosa. Dados a massa molar do iso-octano igual a 114g/mol, o volume molar de gás nas "condições ambiente" igual a

Leia mais

Equação Geral dos Gases

Equação Geral dos Gases Equação Geral dos Gases EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (EEM-SP) Uma determinada massa gasosa, confinada em um recipiente de volume igual a 6,0 L, está submetida a uma pressão de 2,5 atm e sob temperatura de

Leia mais

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Por que precisamos calibrar os pneus dos carro? Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=9aapomthyje Pressão abaixo da recomendada reduz a durabilidade

Leia mais

RESUMO EXERCÍCIOS DE REVISÃO. P: pressão V: volume T: temperatura absoluta (em K) n: número de mols de gás R: constante universal dos gases

RESUMO EXERCÍCIOS DE REVISÃO. P: pressão V: volume T: temperatura absoluta (em K) n: número de mols de gás R: constante universal dos gases Química Frente IV Físico-Química Prof. Vitor Terra Lista 02 Gases Equação de Clapeyron RESUMO Transformações gasosas (massa de gás = cte) P V T Lei Isobárica CTE Varia Varia Isocórica* Varia CTE Varia

Leia mais

TURMA DE ENGENHARIA - FÍSICA

TURMA DE ENGENHARIA - FÍSICA Prof Cazuza 1 (Uff 2012) O ciclo de Stirling é um ciclo termodinâmico reversível utilizado em algumas máquinas térmicas Considere o ciclo de Stirling para 1 mol de um gás ideal monoatônico ilustrado no

Leia mais

Gases. 1 atm = 1 kpa. 1 mmhg = 1 Torr. 1 m = 1000 L 1 L = 1000 ml = 1000 cm ESTUDO DOS GASES

Gases. 1 atm = 1 kpa. 1 mmhg = 1 Torr. 1 m = 1000 L 1 L = 1000 ml = 1000 cm ESTUDO DOS GASES 1 ESUDO DOS GSES INRODUÇÃO O estudo dos gases é de grande importância na compreensão de fatos que ocorrem no nosso cotidiano, tais como: um balão subir, uma bexiga murchar com o tempo, a pressão interna

Leia mais

Exercícios de Termodinâmica

Exercícios de Termodinâmica Exercícios de Termodinâmica 1-Uma massa gasosa, inicialmente num estado A, sofre duas transformações sucessivas e passa para um estado C. A partir do estado A esse gás sofre uma transformação isobárica

Leia mais

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS 1. Duas amostras de carbono, C, de massas iguais, foram totalmente queimadas separadamente,

Leia mais

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 1- Introdução Uma reação química é composta de duas partes separadas por uma flecha, a qual indica o sentido da reação. As espécies químicas denominadas como reagentes ficam à esquerda

Leia mais

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA QUESTÃO 01 Em uma determinada transformação foi constatado que poderia ser representada

Leia mais

Comportamento Físico dos Gases Parte I

Comportamento Físico dos Gases Parte I RECIFE Colégio Salesiano Sagrado Coração ] Aluna(o): Nº: Turma: 2º ano Recife, de de 2013 Disciplina: Química Professor: Eber Barbosa Comportamento Físico dos Gases Parte I 01 Características do Estado

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Informações de Tabela Periódica CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Folha de Dados Elemento H C N O F Al Cl Zn Sn I Massa atômica (u) 1,00 12,0 14,0

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA. Prof. João Neto

ESTEQUIOMETRIA. Prof. João Neto ESTEQUIOMETRIA Prof. João Neto 1 Lei de Lavoisier Leis Ponderais Lei de Dalton Lei de Proust 2 Fórmula molecular Fórmula mínima Tipos de Fórmulas Fórmula eletrônica ou de Lewis Fórmula Centesimal Fórmula

Leia mais

UNIDADES DAS VARIÁVEIS DE ESTADO DE UM GÁS E CARACTERÍSTICAS DOS GASES

UNIDADES DAS VARIÁVEIS DE ESTADO DE UM GÁS E CARACTERÍSTICAS DOS GASES Prof. Agamenon Roberto ESTUDO DOS GASES www.agamenonquimica.com 1 ESTUDO DOS GASES UNIDADES DAS VARIÁVEIS DE ESTADO DE UM GÁS E CARACTERÍSTICAS DOS GASES 01)Um corpo apresenta uma temperatura de 37 o encontraremos

Leia mais

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno UNESP- 2013- Vestibular de Inverno 1-Compostos de crômio têm aplicação em muitos processos industriais, como, por exemplo, o tratamento de couro em curtumes e a fabricação de tintas e pigmentos. Os resíduos

Leia mais

Escola de Engenharia de Lorena USP - Cinética Química Capítulo 05 Reações Irreversiveis a Volume Varíavel

Escola de Engenharia de Lorena USP - Cinética Química Capítulo 05 Reações Irreversiveis a Volume Varíavel 1 - Calcule a fração de conversão volumétrica (ε A) para as condições apresentadas: Item Reação Condição da Alimentação R: (ε A ) A A 3R 5% molar de inertes 1,5 B (CH 3 ) O CH 4 + H + CO 30% em peso de

Leia mais

Lista de estequiometria 1. (Ufes) A decomposição térmica do carbonato de cálcio produz óxido de cálcio e dióxido de carbono. Decompondo-se 5,0g de carbonato de cálcio impuro e recolhendo-se todo o dióxido

Leia mais

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico 1. (UFF 2009) Desde a Antiguidade, diversos povos obtiveram metais, vidro, tecidos, bebidas alcoólicas, sabões, perfumes, ligas metálicas, descobriram elementos

Leia mais

4. Introdução à termodinâmica

4. Introdução à termodinâmica 4. Introdução à termodinâmica 4.1. Energia interna O estabelecimento do princípio da conservação da energia tornou-se possível quando se conseguiu demonstrar que junto com a energia mecânica, os corpos

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

Se um sistema troca energia com a vizinhança por trabalho e por calor, então a variação da sua energia interna é dada por:

Se um sistema troca energia com a vizinhança por trabalho e por calor, então a variação da sua energia interna é dada por: Primeira Lei da Termodinâmica A energia interna U de um sistema é a soma das energias cinéticas e das energias potenciais de todas as partículas que formam esse sistema e, como tal, é uma propriedade do

Leia mais

Prof. Rafa - Química Cálculo Estequiométrico

Prof. Rafa - Química Cálculo Estequiométrico Prof. Rafa - Química Cálculo Estequiométrico Lista de exercícios 01. (UFBA) Hidreto de sódio reage com água, dando hidrogênio, segundo a reação: NaH + H 2 O NaOH + H 2 Para obter 10 mols de H 2, são necessários

Leia mais

Leis Históricas da Estequiometria

Leis Históricas da Estequiometria Estequiometria A proporção correta da mistura ar-combustível para o motor de uma carro de corrida pode ser tão importante quanto a habilidade do piloto para ganhar a corrida. As substâncias químicas, como

Leia mais

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém sete questões, constituídas de itens e subitens, e é composto de dezesseis

Leia mais

Prof: René dos Reis Borges

Prof: René dos Reis Borges OS MATERIAIS E SUAS PROPRIEDADES 01) (FATEC) Um estudante recebeu uma amostra na forma de um pó branco, constituída por mistura das substâncias sólidas A e B, que frente à água comportam-se como registra

Leia mais

Lista de Química 1º Bimestre Valor: 3,0 Nota:

Lista de Química 1º Bimestre Valor: 3,0 Nota: Professor (a): Diego Diniz F Gomes Disciplina Química Aluno (a): Série:2ª Data: / / 2015 Lista de Química 1º Bimestre Valor: 3,0 Nota: 01 - (FUVEST SP) Uma mistura de carbonato de amônio e carbonato de

Leia mais

1,2 g / ml ; R 0,082 atm L mol K. 5C 2Sr NO 2SrO 2N 5CO HCO3

1,2 g / ml ; R 0,082 atm L mol K. 5C 2Sr NO 2SrO 2N 5CO HCO3 LISTA DE RECUPERAÇÃO º BIESTRE - º ANO Professor: GIL KENNEDY DATA: 9 / 0 / 05 0. (PUCRJ) Assumindo que uma amostra de gás oxigênio puro, encerrada em um frasco, se comporta idealmente, o valor mais próximo

Leia mais

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron:

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: Equação de Estado de Van der Waals Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: P i V i = nrt em que colocamos

Leia mais

FIEB FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI CURSINHO PREPARATÓRIO PARA VESTIBULARES PROVA DE QUÍMICA 2016

FIEB FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI CURSINHO PREPARATÓRIO PARA VESTIBULARES PROVA DE QUÍMICA 2016 FIEB FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI CURSINHO PREPARATÓRIO PARA VESTIBULARES PROVA DE QUÍMICA 2016 NOME: INSCRIÇÃO: RG: E-MAIL: TEL: INSTRUÇÕES Verifique se este caderno corresponde a sua opção

Leia mais

Matéria: Química Assunto: Materiais Prof. Gilberto Ramos

Matéria: Química Assunto: Materiais Prof. Gilberto Ramos Matéria: Química Assunto: Materiais Prof. Gilberto Ramos Química Materiais, suas propriedades e usos Estados Físicos Estado vem do latim status (posição,situação, condição,modo de estar). O estado físico

Leia mais

EXERCÍCIOS PROPOSTOS RESUMO. ΔH: variação de entalpia da reação H R: entalpia dos reagentes H P: entalpia dos produtos

EXERCÍCIOS PROPOSTOS RESUMO. ΔH: variação de entalpia da reação H R: entalpia dos reagentes H P: entalpia dos produtos Química Frente IV Físico-química Prof. Vitor Terra Lista 04 Termoquímica Entalpia (H) e Fatores que Alteram o ΔH RESUMO Entalpia (H) é a quantidade total de energia de um sistema que pode ser trocada na

Leia mais

T = 273 K e P = 1 atm

T = 273 K e P = 1 atm Física Frente III CAPIULO 4 GASES Aula 9 a 11 CONCEIOS IMPORANES Gás: fluido que tem forças de coesão muito fracas, resultando em um distanciamento intermolecular grande em comparação com sólidos e líquidos.

Leia mais

Estudo dos Gases. 1- Diagrama de Estado:

Estudo dos Gases. 1- Diagrama de Estado: 1 TEXTO DE REVISÃO Termodinâmica e Gases Ideais Caro aluno (a) : Este texto de revisão é uma continuação do texto de revisão Termologia e Calorimetria. A melhor forma de abordá-lo seja sugerir que ele

Leia mais

Exercícios 3º ano Química -

Exercícios 3º ano Química - Exercícios 3º ano Química - Ensino Médio - Granbery 01-ufjf-2003- Cada vez mais se torna habitual o consumo de bebidas especiais após a prática de esportes. Esses produtos, chamados bebidas isotônicas,

Leia mais

As curvas que correspondem aos experimentos I, II e III são respectivamente, A) B, A, C. B) C, A, B. C) C, B, A. D) A, B, C. E) A, C, B.

As curvas que correspondem aos experimentos I, II e III são respectivamente, A) B, A, C. B) C, A, B. C) C, B, A. D) A, B, C. E) A, C, B. CINÉTICA QUÍMICA 1) (UFMG) O gráfico a seguir representa a variação de energia potencial quando o monóxido de carbono, CO, é oxidado a CO 2 pela ação do NO 2, de acordo com a equação: CO(g) + NO 2 (g)

Leia mais

TERMODINÂMICA EXERCÍCIOS RESOLVIDOS E TABELAS DE VAPOR

TERMODINÂMICA EXERCÍCIOS RESOLVIDOS E TABELAS DE VAPOR TERMODINÂMICA EXERCÍCIOS RESOLVIDOS E TABELAS DE VAPOR Prof. Humberto A. Machado Departamento de Mecânica e Energia DME Faculdade de Tecnologia de Resende - FAT Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

a) Qual a pressão do gás no estado B? b) Qual o volume do gás no estado C

a) Qual a pressão do gás no estado B? b) Qual o volume do gás no estado C Colégio Santa Catarina Unidade XIII: Termodinâmica 89 Exercícios de Fixação: a) PV = nr T b)pvn = RT O gráfico mostra uma isoterma de uma massa c) PV = nrt d) PV = nrt de gás que é levada do e) PV = nrt

Leia mais

1- PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES OU PROPRIEDADES COLIGATIVAS

1- PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES OU PROPRIEDADES COLIGATIVAS 1- PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES OU PROPRIEDADES COLIGATIVAS Em países quentes, é costume adicionar à água do radiador dos automóveis o etilenoglicol, que eleva a temperatura de ebulição da água. Evita-se

Leia mais

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas Conteúdo para Recuperação Final de Química 1 ano do Ensino Médio Bimestre Apostila Tema Páginas 1 1 2 Substâncias e átomos: tipos de substâncias, simples ou composta, íons, núcleo e eletrosfera, isótopos,

Leia mais

O interesse da Química é analisar as...

O interesse da Química é analisar as... O interesse da Química é analisar as... PROPRIEDADES CONSTITUINTES SUBSTÂNCIAS E MATERIAIS TRANSFORMAÇÕES ESTADOS FÍSICOS DOS MATERIAIS Os materiais podem se apresentar na natureza em 3 estados físicos

Leia mais

Química 2. Módulo 9: Termoquímica ATIVIDADE III

Química 2. Módulo 9: Termoquímica ATIVIDADE III Química Módulo 9: Termoquímica 1. (UNESP/010) A tabela apresenta informações sobre as composições químicas e as entalpias de combustão para três diferentes combustíveis que podem ser utilizados em motores

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014.

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. 1- Prazeres, benefícios, malefícios, lucros cercam o mundo dos refrigerantes. Recentemente, um grande fabricante nacional anunciou que havia reduzido em 13

Leia mais

Termodinâmica Química: Lista 1: Gases. Resolução comentada de exercícios selecionados

Termodinâmica Química: Lista 1: Gases. Resolução comentada de exercícios selecionados Termodinâmica Química: Lista 1: Gases. Resolução comentada de exercícios selecionados Prof. Fabrício R. Sensato Semestre 4º Engenharia: Materiais Período: Matutino/diurno Regimes: Normal/DP Agosto, 2005

Leia mais

Exercícios Sobre MudanÇas de estados físicos e diagramas

Exercícios Sobre MudanÇas de estados físicos e diagramas Exercícios Sobre MudanÇas de estados físicos e diagramas 01. (Uepg) Quanto às características das substâncias puras e das misturas, assinale o que for correto. 01) Misturas sólidas homogêneas não podem

Leia mais

Exercícios sobre Termoquímica- variação de entalpia

Exercícios sobre Termoquímica- variação de entalpia Exercícios sobre Termoquímica- variação de entalpia 01. (Cesgranrio) Quando se adiciona cal viva (CaO) à água, há uma liberação de calor devida à seguinte reação química: CaO + H 2O Ca(OH) 2 + X kcal/mol

Leia mais

CAPÍTULO 13 EQUILÍBRIO DE FASES E SOLUÇÕES MOLECULARES. 2. Equilíbrios de fases entre líquidos e seus vapores

CAPÍTULO 13 EQUILÍBRIO DE FASES E SOLUÇÕES MOLECULARES. 2. Equilíbrios de fases entre líquidos e seus vapores CAPÍTULO 13 CAPÍTULO 13 EQUILÍBRIO DE FASES E SOLUÇÕES MOLECULARES 1. Introdução No capítulo 12 tratamos de equilíbrio químico de modo geral, mas em particular de sistemas homogêneos, onde todas as espécies

Leia mais

- A velocidade da reação direta (V1) é igual à velocidade da reação inversa (V2) V 1 = V 2

- A velocidade da reação direta (V1) é igual à velocidade da reação inversa (V2) V 1 = V 2 EQUILÍBRIO QUÍMICO Equilíbrio Químico - Equilíbrio químico é a parte da físico-química que estuda as reações reversíveis e as condições para o estabelecimento desta atividade equilibrada. A + B C + D -

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

Termoquímica. Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier

Termoquímica. Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier Termoquímica 1 História A sociedade é movida a energia e a invenção da máquina a vapor contribuiu decisivamente na Revolução Industrial, que levou ao aumento da produtividade e diminuição da influência

Leia mais

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação 01. (Cesgranrio) Sendo dadas as seguintes entalpias de reação: C (s) C (g) H = + 170,9 kcal/mol 2 H 2 (g) 4H (g) H = + 208,4 kcal/mol C (s) + 2 H 2 (g)

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

QUÍMICA TESTES EXERCÍCIOS DE SOLUBILIDADE SÉRIE CASA

QUÍMICA TESTES EXERCÍCIOS DE SOLUBILIDADE SÉRIE CASA QUÍMICA Prof. Borges TESTES EXERCÍCIOS DE SOLUBILIDADE SÉRIE CASA 1. (Fuvest-SP) Descargas industriais de água pura aquecida podem provocar a morte de peixes em rios e lagos porque causam: a) o aumento

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3)

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3) química 2 Questão 37 Questão 38 abendo-se que a amônia (N 3) é constituída por moléculas polares e apresenta boa solubilidade em água. o diclorometano (2 2) não possui isômeros. ua molécula apresenta polaridade,

Leia mais

SOLUÇÕES. 3) (UNIFOR) O gráfico seguinte dá a solubilidade em água do açúcar de cana em função da temperatura.

SOLUÇÕES. 3) (UNIFOR) O gráfico seguinte dá a solubilidade em água do açúcar de cana em função da temperatura. SOLUÇÕES 1) (FEI) Tem-se 500g de uma solução aquosa de sacarose (C 12 H 22 O 11 ), saturada a 50 C. Qual a massa de cristais que se separam da solução, quando ela é resfriada até 30 C? Dados: Coeficiente

Leia mais

Sobre as substâncias representadas pelas estruturas I e II, é INCORRETO afirmar:

Sobre as substâncias representadas pelas estruturas I e II, é INCORRETO afirmar: 8 GABARITO 1 1 O DIA 2 o PROCESSO SELETIVO/2005 QUÍMICA QUESTÕES DE 16 A 30 16. Devido à sua importância como catalisadores, haletos de boro (especialmente B 3 ) são produzidos na escala de toneladas por

Leia mais

Professora Sonia Exercícios Sobre SeparaÇão de misturas (Análise imediata)

Professora Sonia Exercícios Sobre SeparaÇão de misturas (Análise imediata) Exercícios Sobre SeparaÇão de misturas (Análise imediata) 01. Preencha os quadros a seguir com a descrição da utilização de cada equipamento de laboratório: 1 02. (Cesgranrio) Numa das etapas do tratamento

Leia mais

IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Considerando os elementos químicos Be, B, F, Ca e Cs, classifique-os em ordem crescente de acordo com as propriedades periódicas

Leia mais

Propriedades coligativas I

Propriedades coligativas I Propriedades coligativas I 01. (Ufrn) Um béquer de vidro, com meio litro de capacidade, em condições normais de temperatura e pressão, contém 300 ml de água líquida e 100 g de gelo em cubos. Adicionando-se,

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

Divirta-se com o Clube da Química

Divirta-se com o Clube da Química Divirta-se com o Clube da Química Produzido por Genilson Pereira Santana www.clubedaquimica.com A idéia é associar a Química ao cotidiano do aluno usando as palavras cruzadas, o jogo do erro, o domino,

Leia mais

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE QUESTÃO 1 Peso 2 A dissolução do cloreto de amônio, NH 4 Cl(s), em água ocorre

Leia mais

Variação de entalpia nas mudanças de estado físico. Prof. Msc.. João Neto

Variação de entalpia nas mudanças de estado físico. Prof. Msc.. João Neto Variação de entalpia nas mudanças de estado físico Prof. Msc.. João Neto Processo Endotérmico Sólido Líquido Gasoso Processo Exotérmico 2 3 Processo inverso: Solidificação da água A variação de entalpia

Leia mais

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1,66.10-24 g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1,66.10-24 g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron. Cálculos Químicos MASSA ATÔMICA Na convenção da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) realizada em 1961, adotou-se como unidade padrão para massa atômica o equivalente a 1/12 da massa

Leia mais

A Matéria e Diagrama de Fases. Profº André Montillo www.montillo.com.br

A Matéria e Diagrama de Fases. Profº André Montillo www.montillo.com.br A Matéria e Diagrama de Fases Profº André Montillo www.montillo.com.br Substância: É a combinação de átomos de elementos diferentes em uma proporção de um número inteiro. O átomo não é criado e não é destruído,

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo I 1 a série do ensino médio Fase 01 Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO

Leia mais

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 CATEGORIA EM-2 Nº INSCRIÇÃO: Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 Questão 3: O chamado soro caseiro é uma tecnologia social que consiste na preparação e administração de uma mistura de água,

Leia mais

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão.

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão. QUÍMICA QUESTÃ 01 Aparelhos eletrônicos sem fio, tais como máquinas fotográficas digitais e telefones celulares, utilizam, como fonte de energia, baterias recarregáveis. Um tipo comum de bateria recarregável

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO TAREFINHA DE QUÍMICA - 1 COLEGIAL DATA DE ENTREGA: 28/03 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 1. (UGF-RJ) O aquecimento global já apresenta sinais visíveis em alguns pontos do planeta. Numa ilha do Alasca na aldeia

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

Lista de Exercícios - Unidade 10 Entropia e a segunda lei da termodinâmica

Lista de Exercícios - Unidade 10 Entropia e a segunda lei da termodinâmica Lista de Exercícios - Unidade 10 Entropia e a segunda lei da termodinâmica Segunda Lei da Termodinâmica 1. (UECE 2009) Imagine um sistema termicamente isolado, composto por cilindros conectados por uma

Leia mais

Aluno (a): Nº. Disciplina: Química Goiânia, / / 2014

Aluno (a): Nº. Disciplina: Química Goiânia, / / 2014 Lista de Exercícios Aluno (a): Nº. Professora: Núbia de Andrade Série: 1º ano (Ensino médio) Turma: Disciplina: Química Goiânia, / / 2014 01) A mudança de fase denominada sublimação ocorre quando a) o

Leia mais

Termodinâmica Química Lista 2: 1 a Lei da Termodinâmica. Resolução comentada de exercícios selecionados

Termodinâmica Química Lista 2: 1 a Lei da Termodinâmica. Resolução comentada de exercícios selecionados Termodinâmica Química Lista 2: 1 a Lei da Termodinâmica. Resolução comentada de exercícios selecionados Prof. Fabrício R. Sensato Semestre 4º Engenharia: Materiais Período: Matutino/diurno Regimes: Normal/DP

Leia mais

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08 P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08 Nome: Gabarito Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Constantes: R 8,314 J mol -1 K -1 0,0821

Leia mais

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Testes para identificar a gravidez Como é possível identificar se uma mulher está grávida? Após os sintomas apresentados acima, normalmente

Leia mais

Propriedades da Matéria

Propriedades da Matéria Professor: Robinho AULA 1 QMC E Propriedades da Matéria Matéria Massa Volume AR Matéria/Propriedades Pág. 263 DENSIDADE d = m V Matéria/Propriedades Pág. 263 Med (UFSC 2011)Uma medalha, supostamente de

Leia mais

TERMOQUÍMICA. 6) O ΔH da reação H 2 O (g) H 2 (g) + ½ O 2 (g), calculado a partir dos dados da tabela abaixo, é igual a kj por mol de H 2 O (g).

TERMOQUÍMICA. 6) O ΔH da reação H 2 O (g) H 2 (g) + ½ O 2 (g), calculado a partir dos dados da tabela abaixo, é igual a kj por mol de H 2 O (g). TERMOQUÍMICA 1) (UFRGS) Conhecendo-se as equações termoquímicas S (rômbico) + O 2(g) SO 2(g) ΔH = - 70,96 kcal S (monoclínico) + O 2(g) SO 2(g) ΔH = - 71,03 kcal são feitas as seguintes afirmações: I-

Leia mais

TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima

TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima 1. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

O balão cairia! O que é o MOL? Quantidade de matéria. Obtido a partir da contagem indireta do nº de átomos em exatamente te 12g do

O balão cairia! O que é o MOL? Quantidade de matéria. Obtido a partir da contagem indireta do nº de átomos em exatamente te 12g do No estado gasoso, as partículas estão em movimento caótico, contínuo e incessante, amplamente separadas, livres das forças de atração e repulsão* e com grandes espaços vazios entre elas. Por isso os gases

Leia mais

QUÍMICA SEGUNDA ETAPA - 1997

QUÍMICA SEGUNDA ETAPA - 1997 QUÍMICA SEGUNDA ETAPA - 1997 QUESTÃO 01 Os valores das sucessivas energias de ionização de um átomo constituem uma evidência empírica da existência de níveis de energia. Os diagramas abaixo pretendem representar,

Leia mais

, em vez de apenas em água.

, em vez de apenas em água. Questão 01 QUÍMIA Utilizada comumente para desinfecção, a água clorada é obtida por meio de borbulhamento do gás cloro em água, num processo que corresponde à reação descrita nesta equação: + - (g) ( )

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 13/04/2013

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 13/04/2013 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 13/04/2013 Nome: Gabarito Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Dados R = 0,0821 atm L mol -1 K -1 T (K)

Leia mais

MUDANÇA DE ESTADO FÍSICO, PRESSÃO DE VAPOR... *

MUDANÇA DE ESTADO FÍSICO, PRESSÃO DE VAPOR... * MUDANÇA DE ESTADO FÍSICO, PRESSÃO DE VAPOR... * MUDANÇA DE ESTADO FÍSICO Antes de verificarmos como ocorrem as mudanças de estado físico de uma substância, vamos caracterizar cada um dos estados aqui estudados.

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS DE QUÍMICA 1 etapa/14 2 Série Ensino Médio

ROTEIRO DE ESTUDOS DE QUÍMICA 1 etapa/14 2 Série Ensino Médio ROTEIRO DE ESTUDOS DE QUÍMICA 1 etapa/14 2 Série Ensino Médio Aluno (a): Turma n Mol Massa de átomos molécula, íons, mol e determinação de fórmula química Aspectos quantitativos das reações químicas. Relações

Leia mais

Propriedades de uma Substância Pura

Propriedades de uma Substância Pura Propriedades de uma Substância Pura A substância pura Composição química invariável e homogênea. Pode existir em mais de uma fase, porém sua composição química é a mesma em todas as fases. Equilíbrio Vapor-líquido-sólido

Leia mais

SISTEMAS MATERIAIS - 2012

SISTEMAS MATERIAIS - 2012 SISTEMAS MATERIAIS - 2012 1- (UFV) A obtenção de gasolina a partir do petróleo é feita por: A) destilação fracionada; B) destilação simples; C) filtração simples; D) filtração sob pressão reduzida; E)

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares Resolução das atividades complementares 4 Química Q50 Forças intermoleculares p. 15 1 (Unifor-CE) Considerando a natureza das ligações químicas intermoleculares existentes nas substâncias: Etanol C 2 H

Leia mais

Transições de Fase de Substâncias Simples

Transições de Fase de Substâncias Simples Transições de Fase de Substâncias Simples Como exemplo de transição de fase, vamos discutir a liquefação de uma amostra de gás por um processo de redução de volume a temperatura constante. Consideremos,

Leia mais

Matéria e Estados da Matéria

Matéria e Estados da Matéria Matéria e Estados da Matéria A matéria é o material físico do universo. Matéria é tudo que tem massa e ocupa certo lugar no espaço. Na antiguidade, o homem chegou a acreditar que toda matéria existente

Leia mais