REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO"

Transcrição

1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO CENTER CAR / CENTER TRUCK ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PRETEÇÃO E BENEFICIOS AOS PROPRIETÁRIOS DE VEICULOS AUTOMOTORES. Sumário 1 - Objetivo do Programa 2 - Glossário 3 - CENTER CAR/CENTER TRUCK 4 - Associados 5 - Credenciados 6 - Regras Gerais 7 - Modalidades de Proteção 8 - Operacionalidades do Programa 9 - Disposições Finais 1 - OBJETIVO DO PROGRAMA O Programa de Proteção e Benefícios tem por finalidade oferecer proteção aos veículos dos associados em condições melhores do que as praticadas no mercado, uma vez que, o programa opera por meio da ajuda mútua, estabelecida em forma de rateio mensal das proteções Por meio do programa, os associados possuem determinadas proteções para seus veículos, mas são compelidos a serem responsáveis na utilização dos veículos em razão do mutualismo que rege o programa. 2 - GLOSSÁRIO Acessório: que fizerem parte do veiculo no momento da inspeção inicial, desde que originais e constates na nota fiscal de compra do veiculo. Obs.: Não estão cobertos, mesmo que fazendo parte do veiculo no momento da vistoria, acessórios como equipamentos de som, imagens (DVD, tela LCD, mini televisor). Associado: pessoa física ou jurídica pertencente ao quadro social da CENTER CAR/CENTER TRUCK, beneficiária da rede de proteção gerenciada pela entidade. Avarias prévias: danos existentes no veículo antes da contratação da proteção do veículo, ou antes, de um acidente tais como ferrugem, amassamento e riscos. Aviso de sinistro: é a comunicação a CENTER CAR/CENTER TRUCK da ocorrência de eventos cobertos pela proteção do veículo. Beneficiário: em caso de falecimento do associado em acidente, a proteção será paga aos herdeiros legais na forma prevista pela legislação brasileira, ou de acordo com a vontade testamental. Caso o associado deseje outro beneficiário deverá formalizar tal desejo junto a CENTER CAR/CENTER TRUCK.. Limite Máximo de Proteção: valor máximo de proteção considerado para as garantias adicionais a cobertura de casco, não condicionado, entretanto ao prévio reconhecimento de que num eventual acidente venha a ser liquidado pelo seu pagamento integral. O limite máximo de proteção das coberturas pactuadas será o da tabela FIPE do dia do sinistro para proteção total do veículo, furto ou roubo. Proposta de Proteção do Veículo: é o instrumento que formaliza o interesse do proponente ou estipulante em efetuar a proteção do veículo. Recuperado: é todo o material remanescente de um acidente e que pode ser reutilizado.

2 Regulação de Acidente: é a análise do acidente comunicado a CENTER CAR/CENTER TRUCK, incluindo causas, natureza e gravidade. Responsabilidade Civil: a CENTER CAR/CENTER TRUCK não possui nenhuma responsabilidade civil sobre os bens dos associados. Risco: possibilidade de um acontecimento inesperado e externo, causador de danos materiais ou corporais. As características que definem o risco são: incerto e aleatório, possível, concreto, fortuito e quantificável. Roubo: é a subtração do bem de associado mediante grave ameaça ou violência à pessoa, ou ainda, a eliminação de resistência da mesma por qualquer meio. O roubo é considerado pela CENTER CAR/CENTER TRUCK quando registrado em Boletim de Ocorrência e instaurado Inquérito Policial. Sindicância: averiguação sobre o sinistro para confirmação de fatos e dados, bem como apuração de culpabilidade. Tabela de Referência: é a tabela utilizada pela CENTER CAR/CENTER TRUCK para averiguar o valor de mercado dos bens dos associados. Atualmente é a tabela expedida pela FIPE-USP. A tabela FIPE somente será substituída caso deixe de existir ou se o veículo a ser protegido não figurar em seu rol. Terceiro: pessoa que não representa nenhuma das partes objeto da proteção prevista neste regulamento, mas que estejam envolvidas em acidente no qual figura um associado da CENTER CAR/CENTER TRUCK como parte. Não são considerados terceiros, para fins de aplicação deste regulamento, os parentes que dependam economicamente do associado, cônjuge, funcionários, sócios, representante do associado e preposto. Valor Determinado: quantia fixa garantida ao associado, em caso de proteção integral, fixada em moeda nacional e estipulada pelas partes no ato da contratação da proteção do veículo e está expresso neste regulamento. Regulagem de Sinistro: É uma forma de orçamento feito por um técnico especializado, para avaliação valores de peças em geral, horas de lanternagem, pintura e mecânica. Cota de Participação: È o valor financeiro de participação do associado no acidente ocorrido, casos de furto, roubo, incêndio e proteção integral (ver valores no item 6.9). 3 - CENTER CAR/CENTER TRUCK A CENTER CAR/CENTER TRUCK é uma associação civil sem fins lucrativos, políticopartidário e religioso, com duração por prazo indeterminado e ilimitado número de associados. Possui personalidade jurídica distinta da dos seus associados, não respondendo estes pelas obrigações assumidas por aquela. As operações necessárias à satisfação dos objetivos sociais são regulamentadas através do presente regulamento. O Regulamento do Programa de Proteção e Benefícios foi criado pela Diretoria Executiva, de acordo com o disposto no Estatuto Social Possui sede na Av. Raquel Teixeira Viana, n.º 52, Bairro: Canaan, Sete Lagoas/MG, CEP regida em consonância com seu Estatuto e legislação aplicável, é administrada por uma Diretoria Executiva eleita pelos associados e fiscalizada por um Conselho Fiscal Para o desenvolvimento de suas atividades, pode estabelecer parcerias com entidades e órgãos públicos e privados, além de contratar colaboradores para manter as atividades que estão previstas no estatuto social Constituem-se obrigações da CENTER CAR/CENTER TRUCK para com o associado: a) Cumprir com os prazos assumidos neste regulamento; b) prestar os serviços de assistência da forma como garantida neste regulamento; c) divulgar a relação de empresas conveniadas quando estas ocorrerem; d) divulgar qualquer alteração de valores devidos pelos associados à entidade em prazo não inferior a 30 dias;

3 e) efetuar quaisquer pagamentos nas formas previstas neste regulamento; f) convocar a assembléia geral dos associados para deliberação de casos omissos ao presente regulamento e no estatuto social e de difícil solução para a Diretoria Executiva; g) manter central de atendimento 24 horas através de empresa parceira. 4 - ASSOCIADOS Todos os associados da CENTER CAR/CENTER TRUCK podem usufruir do programa de proteção e benefícios, desde que assim o manifestem perante a administração da associação, apresentando a documentação e preenchendo os formulários necessários para a efetivação da adesão O estatuto social estabelece os direitos e deveres dos associados Além dos direitos e deveres dos associados, o estatuto social é o documento mais importante da CENTER CAR/CENTER TRUCK e deve ser conhecido por todos os associados, pois muitas outras relações institucionais estão lá gravadas A proteção ao veículo inicia-se após realização da inspeção do veículo pela CENTER CAR/CENTER TRUCK e cumpridas às demais exigências estatutárias por parte do associado O associado deverá permanecer por, no mínimo, 3(TRES) meses depois de efetivada sua adesão e, ocorrendo sinistro, permanecer por 12 (doze) meses após o mesmo. Esclarece que, caso o associado torne-se inadimplente, a CENTER CAR/CENTER TRUCK, tem o direito de cobrar os meses subseqüentes à sua saída, conforme preceitua o parágrafo 7º e 8º do artigo 6º do Estatuto Social da CENTER CAR/CENTER TRUCK O associado pode, em qualquer momento, pedir voluntariamente seu desligamento da associação, que não poderá ser negada, liquidando seus créditos e débitos, na data que se efetivar a saída, obedecendo ao critério do parágrafo 7º e 8º do artigo 6º do Estatuto Social da CENTER CAR/CENTER TRUCK O associado não pode abandonar o veículo em caso de sinistro e deve tomar todas as medidas possíveis para sua proteção. Caso o associado abandone seu veículo, fica impedido de ser atendido pelo presente programa de proteção e benefícios Constituem obrigações dos associados da, CENTER CAR/CENTER TRUCK além daquelas previstas no estatuto social: I - Manter o veículo em bom estado de conservação; II - Dar imediato conhecimento a CENTER CAR/CENTER TRUCK caso haja: a) mudança de dados cadastrais (endereço e telefone); b) alteração na forma de utilização do veículo; c) transferência de propriedade; d) alteração das características originais do veículo; e) O associado deverá comunicar ao da, CENTER CAR/CENTER TRUCK imediatamente à ocorrência do sinistro, para que assim, ações mais imediatas possam ser tomadas. III - Em caso de acidente: a) o associado deve tomar, o mais depressa possível, todas as providências ao seu alcance, para proteger o veículo acidentado, evitando agravamento dos prejuízos; b) informar às autoridades policiais casos de desaparecimento, roubo ou furto do veículo. Caso o mesmo possua dispositivo de segurança, acionar imediatamente a empresa prestadora de serviços para que tome as devidas providências com relação ao bloqueamento e rastreamento do veículo; c) avisar imediatamente a CENTER CAR/CENTER TRUCK a respeito do ocorrido, relatando completa e minuciosamente o fato, mencionando dia, hora, local, circunstâncias do acidente, nome, endereço e carteira de habilitação de quem dirigia o veículo, nome e endereço de testemunhas e solicitar a presença da autoridade policial para lavrar o Boletim de Ocorrência no local do acidente e tudo mais que possa contribuir para o esclarecimento da ocorrência, bem como a identificação do causador do acidente e dos terceiros envolvidos, em caso de furto ou roubo, o associado deve também registrar no DETRAN o ocorrido; d) caso não tenha a presença de policial para fazer o BO, deve o associado com o veículo no reboque, se dirigir a um posto policial e proceder ao BO, relatando o fato acontecido, e avarias ocorridas, conforme descriminado na letra c`` acima. e) aguardar a autorização da CENTER CAR/CENTER TRUCK para iniciar a reparação de quaisquer danos, conforme preceitua o estatuto social e este regulamento.

4 4.9 - O associado poderá deixar a associação quando lhe convier, mas deverá observar: I - O desligamento terá efeito se for formalizado em termo próprio e quitado os valores em aberto, sendo: a) se a solicitação ocorrer até o dia 15 do mês, o associado ainda entra no próximo rateio, de forma proporcional, a vencer no próximo dia 10, sendo gerado na hora do pedido o boleto de pagamento; b) se a solicitação ocorrer após o dia 15 do mês, o associado participará do rateio, integral, do próximo mês e ainda entrará no rateio, de forma proporcional, domes posterior, sendo gerado para o mesmo o boleto com os dois valores. II - Para se desligar, o associado deverá observar o prazo mínimo de 3(três) meses, e quando não houver alcançado este período, ser-lhe-á cobrado o valor referente aos 3 (três) meses; III - Se o associado se envolveu com sinistro, o mesmo deverá observar o prazo de 12 (doze) meses da data do sinistro para desligar-se, ou indenizar a associação nos meses que restar para completar o período de 12 (doze) meses; IV - em nenhum momento a associação reembolsará o associado por qualquer valor pago pela proteção ou serviços oferecidos A CENTER CAR/CENTER TRUCK trabalha com pagamentos por serviços prestados, ou seja, o associado é beneficiado com pagamento posterior (Exemplo: boleto com vencimento em 10 de junho refere-se ao mês de maio). O fechamento do mês corresponde ao período do 1º ao 30º dia de cada mês. 5 - CREDENCIADOS Para a consecução de seus objetivos, a CENTER CAR/CENTER TRUCK irá demandar de parceiros estratégicos em prestação de serviços automotivos, bem como em áreas de interesse dos associados De modo a atender o programa de proteção e benefícios, interessa-nos aqui os parceiros em prestação de serviços automotivos Os serviços automotivos são considerados, para fins deste regulamento, aqueles prestados por pessoa física ou jurídica, em mecânica de veículos, lanternagem, pintura, fornecedores de vidros automotivos, fornecedores de peças, fornecedores de acessórios, lavação, capotaria, borracharia, empresas especializadas em ajustes eletrônicos, reboques e despachantes, dentre outros Para a comodidade dos associados, a CENTER CAR/CENTER TRUCK possui um rol com diversos prestadores de serviços, que atendem a CENTER CAR/CENTER TRUCK e aos associados, mediante condições diferenciadas no mercado. Este rol de credenciados pode ser consultado na sede da associação ou pelo site. Os credenciados podem sofrer alterações a qualquer momento por questões de ordem técnica ou mera conveniência. 6 - REGRAS GERAIS O veículo cadastrado somente será reconhecido como beneficiário da proteção após a inspeção técnica com identificação através de foto, placa e chassi. Toda alteração deverá ser comunicada a CENTER CAR/CENTER TRUCK, sob pena de perda da proteção O veículo cadastrado não poderá estar segurado por companhias de seguro, sob pena de perda dos direitos a ressarcimentos futuros, assim como dos valores pagos em outros acidentes, exceto em casos de seguros contra terceiros Os valores correspondentes às despesas administrativas e às necessárias ao ressarcimento de associados em decorrência da utilização da proteção de seus veículos serão cobrados mensalmente (mensalidade), por meio de boleto bancário com vencimento no dia 10 (dez) de cada mês. O rateio é calculado por cotas e as cotas variam de acordo com o valor do veículo, observando-se o mês vigente A taxa administrativa a ser paga pelo associado é: : Categoria Caminhões: TRUCK 1: R$120,00 TRUCK 2: R$120,00 TRUCK 3: R$120,00

5 TRUCK 4: R$120,00 TRUCK 5: R$120,00 TRUCK 6: R$120,00 TRUCK 7: R$120, : Categoria Diesel Leve: Leve 1: R$70,00 Leve 1,5: R$70,00 Leve 2: R$70,00 Leve 2,5: R$70,00 Leve 3: R$70, : Categoria Automóvel: Auto 1: R$35,00 Auto 1,5: R$40,00 Auto 2: R$50,00 Auto 2,5: R$50,00 Auto 3: R$60,00 Auto 3,5: R$60,00 Auto 4: R$65, : Categoria Motocicletas: Moto 1: R$30,00 Moto 1,5: R$35,00 Moto 2: R$40, Caso a mensalidade não consiga cobrir os custos com as despesas administrativas e às necessárias ao ressarcimento de associados em decorrência da utilização da proteção de seus veículos, a diretoria promoverá o rateio do saldo restante entre os associados, proporcional ao número de cotas Os valores pagos mensalmente não são devolvidos em caso de desligamento do associado O associado que atrasar o pagamento de suas obrigações por período superior a 5 (cinco) dias corridos, considerando o dia 10 como data de pagamento, terá o veículo cadastrado desprotegido sumariamente de todos os benefícios da CENTER CAR/CENTER TRUCK Os valores referentes às despesas administrativas e as necessárias ao ressarcimento de associados em decorrência da utilização da proteção de seus veículos, serão devidos pelos associados que efetivamente tenham seus veículos cadastrados na CENTER CAR/CENTER TRUCK A inclusão do associado será efetivada após o pagamento dos seguintes valores: A taxa de adesão é devida pelo associado, por bem cadastrado no programa de proteção da CENTER CAR/CENTER TRUCK, variando de acordo com a categoria do bem, sendo: a) Categoria Motocicletas: R$100,00(cem reais) b) Categoria Automóveis: b.1- Até 1,5 cotas: R$100,00 (cem reais) b.2- Acima de 2,0 cotas: R$200,00 (duzentos reais) c) Categoria Diesel Leve (até 4,5toneladas): R$300,00 (trezentos reais) d)categoria Caminhão: d.1-3/4: R$400,00(quatrocentos reais) d.2-2-eixos: R$700,00(setecentos reais) d.3-3-eixos:r$700,00(setecentos reais) d.4- Cavalo Mecânico + 1(um) implemento: R$900,00(novecentos reais) d.5- Cavalo Mecânico + 2(dois) implementos :R$1200,00(um mil e duzentos reais) Os valores da taxa de adesão poderão ter alterações desde que sejam justificável e favorável para o desenvolvimento da CENTER CAR/CENTER TRUCK.

6 Nos valores da inscrição já estão incluídos a carroceria, desde que esta não seja em forma de implemento a parte. Os implementos deverão ser adicionados individualmente pelo associado O valor máximo de responsabilidade da CENTER CAR/CENTER TRUCK para cada veículo ou conjunto cadastrado, observados os valores de tabela e de mercado do bem, sendo que as divisões de cotas se darão da seguinte forma: 6.8.1: Categoria Caminhões: TRUCK 1: veículos ou conjuntos com valores de mercado até R$ ,00 (cinquenta mil reais); TRUCK 2: veículos ou conjuntos com valores de mercado de R$ ,01 (cinquenta mil reais e um centavo) até R$ ,00(cem mil reais); TRUCK 3: veículos ou conjuntos com valores de mercado de R$ ,01 (cem mil reais e um centavo) até R$ ,00(cento e cinquenta mil reais); TRUCK 4: veículos ou conjuntos com valores de mercado de R$ ,01 (cento e cinquenta mil reais e um centavo) até R$ ,00 (duzentos mil reais); TRUCK 5: veículos ou conjuntos com valores de mercado de R$ ,01 (duzentos mil reais e um centavo) até R$ ,00(duzentos e cinquenta mil reais); TRUCK 6: veículos ou conjuntos com valores de mercado de R$ ,01 (duzentos e cinquenta mil reais e um centavo) até R$ ,00 (trezentos mil reais); TRUCK 7: veículos ou conjuntos com valores de mercado de R$ ,01 (trezentos mil reais e um centavo) até R$ ,00(trezentos e cinquenta mil reais) : Categoria Diesel Leve: Leve 1: veículos com valores de mercado de até R$40.000,00(quarenta mil reais) Leve 1,5: veículos com valores de mercado de R$40.000,01(quarenta mil reais e um centavo) até R$60.000,00(sessenta mil reais). Leve 2: veículos com valores de mercado de R$60.000,01 (sessenta mil reais e um centavo) até R$80.000,00(oitenta mil reais). Leve 2,5: : veículos com valores de mercado de R$80.000,01(oitenta mil reais e um centavo) até R$ ,00(cem mil reais). Leve 3: veículos com valores de mercado de R$ ,01(cem mil e um reais e um centavo) até R$ ,00(cento e vinte mil reais) : Categoria Automóvel: Auto 1: veículos com valores de mercado de até R$20.000,00(vinte mil reais). Auto 1,5: veículos com valores de mercado de R$20.000,01(vinte mil reais e um centavo) até R$30.000,00(trinta mil reais). Auto 2: veículos com valores de mercado de R$30.000,01(trinta mil reais e um centavo) até R$40.000,00(quarenta mil reais). Auto 2,5: veículos com valores de mercado de R$40.000,01(quarenta mil reais e um centavo) até R$50.000,00 (cinqüenta mil reais). Auto 3: veículos com valores de mercado de R$50.000,01(cinqüenta mil e um centavo) até R$60.000,00(sessenta mil reais). Auto 3,5: veículos com valores de mercado de R$60.000,01(sessenta mil reais e um centavo) até R$70.000,00(setenta mil reais). Auto 4: veículos com valores de mercado de R$70.000,01(setenta mil reais e um centavo) até R$80.000,00(oitenta mil reais) : Categoria Motocicletas: Moto 1: motocicletas de até 150 cilindradas. Moto 1,5: motocicletas de 151 cilindradas até 250 cilindradas. Moto 2: motocicletas de 251 cilindradas até 400 cilindradas A cota de participação do associado no acidente ocorrido, casos de furto, roubo, incêndio e proteção integral inclusive; na fração de 3% (três por cento) do valor do veículo (tabela FIPE); Sendo que os valores mínimos cobrados por categoria serão: a) Caminhões: participação mínima de R$1.500,00 (Hum mil e quinhentos reais). b) Diesel leve: participação mínima de R$1.200,00 (Hum mil e duzentos reais). c) Automóveis: participação mínima de R$ 600,00 (Seiscentos reais). d) Motocicletas: - Até 150cc participação mínima de R$ 500,00 (Quinhentos reais). - De 151cc a 250cc participação mínima de R$ 700,00 (Setecentos reais). - De 251cc a 400cc participação mínima de R$ 900,00 (Novecentos reais).

7 O pagamento da cota de participação será efetuado no ato de abertura do sinistro junto à associação, inclusive para acionamento exclusivo de terceiros, EM DINHEIRO A cota de participação será devida pelo associado em qualquer modalidade de proteção, inclusive furto/roubo, proteção integral e acionamento de terceiros O valor da proteção será definido de acordo com o valor do veículo previsto na tabela FIPE do dia. Caso a referida tabela não alcance o ano de fabricação/modelo do veículo, será considerado o valor do último ano informado na tabela e o valor para pagamento do sinistro será o do dia do sinistro para roubo/furto ou proteção integral. Este valor nunca poderá ser superior ao valor de mercado do veículo. Caso nenhuma das formas acima venha atender, a diretoria executiva poderá autorizar a aceitação de avaliação, por escrito, de uma agência de veículos conceituada no mercado No caso de roubo ou furto, quando o veículo for recuperado, o programa cobrirá danos ocorridos no veículo e será cobrado do associado à Cota de Participação A utilização de equipamento de rastreamento é obrigatória para todos os veículos das categorias CAMINHÕES, DIESEL LEVE e AUTOMOVEIS COM VALOR DE MERCADO ACIMA DE R$40.000,01(quarenta mil reais e um centavo). Constatado que o veículo estava sem o equipamento, ou com o mesmo desligado, por vontade e deliberação do associado, sem comunicar tal fato a CENTER CAR/CENTER TRUCK, será indevido o pagamento da proteção por furto/roubo O rastreador poderá ser contratado através da CENTER CAR/CENTER TRUCK em regime de comodato, de forma opcional e o valor da mensalidade / monitoramento será cobrado juntamente com a taxa de administração e rateio, sendo que neste caso o serviço é prestado por empresa terceirizada e deverão ser respeitadas pelo associado todas as condições do contrato da empresa terceirizada O associado poderá contratar o rastreador/ monitoramento diretamente na empresa de rastreamento e deverá fornecer a CENTER CAR/CENTER TRUCK a senha e o login para o acompanhamento do associado Nos casos acima, item , em caso de sinistro, roubo, furto, a cobertura estará condicionada a apresentação pelo associado dos últimos 03 comprovantes de pagamento do sistema de rastreamento quitados, bem como o relatório de rastreamento do veículo durante os últimos 30(Trinta) dias Será cobrada a cota de participação em casos de roubo, furto, proteção integral ou parcial, bem como quando o associado acionar a proteção exclusiva de terceiro, sendo que neste caso o valor da cota de participação será o mesmo do veículo associado A tabela substituta (segunda tabela de referência), divulgada pela revista MOLICAR, será utilizada em caso de extinção ou interrupção da tabela de referência adotada originalmente Caso o associado seja o beneficiário de seguro contra terceiros, o valor ressarcido será revertido em favor da CENTER CAR/CENTER TRUCK, que fica sub-rogada nos direitos de receber de terceiros, eventuais indenizações a favor da Associação Em concordância, os associados aderidos ao Sistema de Proteção e Benefícios de Veículos da CENTER CAR/CENTER TRUCK, além da taxa mensal, arcarão também com o rateio mensal dos gastos decorrentes de todas as coberturas garantidas por este regulamento, sempre que o fundo de reserva for insuficiente O não pagamento das contribuições, nos prazos determinados e considerando suas tolerâncias, dar-se-á o cancelamento da proteção, conforme preceitua o Estatuto Social da CENTER CAR/CENTER TRUCK Caso o associado retire o veículo do pátio da CENTER CAR/CENTER TRUCK e havendo agravamento dos danos no veículo, o associado perderá o direito a proteção e benefícios, pois assumiu o risco de agravar os danos ao veiculo.

8 Caso o motorista do associado se envolva em três ou mais acidentes em um período de 12 meses, e sendo comprovada sua culpa/dolo, este poderá ser excluído do programa de proteção e benefícios A CENTER CAR/CENTER TRUCK reserva-se o direito de recusa de qualquer tipo de ressarcimento em caso de desistência do associado Em caso de acidente, o conserto será realizado o mais breve possível, obedecendo aos procedimentos e prazos previstos neste regulamento. A CENTER CAR/CENTER TRUCK celebrará o credenciamento das oficinas especializadas e idôneas, através de convênios para a realização dos serviços Caso o associado delibere formalmente não efetuar o conserto do veículo nas oficinas credenciadas, a CENTER CAR/CENTER TRUCK, não se responsabilizará pela qualidade do serviço efetuado Todo acidente, de pequeno, médio ou grande porte será feito a regulagem de sinistro, ou seja, o orçamento através de técnico especializado O associado que receber da CENTER CAR/CENTER TRUCK qualquer valor referente a acidentes, roubos ou furtos não poderá se desligar da associação enquanto não vencer o seu prazo de permanência de 12 (doze) meses. Em casos que o associado, por motivos alheios à sua vontade ou por vontade própria tenha que se desligar da associação, o mesmo deverá pagar, a título de compensação, a média dos últimos três rateios e contribuições mensais, multiplicada pelos meses restantes à sua saída O associado que se tornar inadimplente sem comunicar sua intenção de desligamento da entidade, ficará responsável pelos pagamentos de todos os valores devidos até a data da sua Comunicação de Exclusão`` que será feita na sede da CENTER CAR/CENTER TRUCK por escrito, valores estes que serão cobrados judicial ou extrajudicialmente, devidamente corrigido, com multa de 2% (dois por cento) sobre o valor devido, juros, correção monetária e honorários advocatícios e de cobrança O rateio das despesas será devido a todos os associados que integrarem a CENTER CAR/CENTER TRUCK Se o pedido de desligamento ocorrer antes do dia 15 o associado deverá estar com seus pagamentos em dia, pagará o valor correspondente à assistência 24 horas e a proteção de terceiros, em razão de serem serviços terceirizados. Se efetuado após o dia 15, entrará no próximo rateio, em razão da associação trabalhar com o pagamento por serviço já prestado e não por antecipação de despesa, além da assistência e da cobertura de terceiros As despesas com segurança dos veículos serão rateadas por todos, independentemente da marca, valor e ano do veículo Se o associado necessitar de reboque em casos de colisão que a distância exceda o limite contratado pela RBS(Os serviços e limites oferecidos pela RBS constam em regulamento próprio ),o associado deverá solicitar, pela central 24 horas da CENTER CAR/CENTER TRUCK, o serviço de reboque, que será realizado por veículo credenciado pela associação e o valor gasto com reboque será por conta do associado Em caso de capotamento ou que o veículo esteja em local que dificulte o serviço de remoção (exige trabalho extra), o associado deverá arcar com este custo O mesmo se aplica à hora parada do reboque em caso de espera para registro da ocorrência na autoridade competente Alguns prejuízos que também não são amparados pelo sistema de proteção da CENTER CAR/CENTER TRUCK: I - Lucros cessantes e danos emergentes, direta ou indiretamente decorrentes da paralisação do veículo do associado, mesmo quando em conseqüência de risco coberto pela proteção do veículo; II - Perdas e danos ocorridos quando em trânsito por estradas ou caminhos impedidos, não abertos ao tráfego ou de areias fofas ou movediças; III - Danos causados à carga transportada;

9 IV - Danos sofridos por pessoas transportadas em locais não especificamente destinados e apropriados para tal. VI - Perdas ou danos ocorridos durante a participação do veículo em competições, apostas, provas de velocidade, inclusive treinos preparatórios. VII - Danos aos acessórios e equipamentos; VIII - Multas e fiança impostas ao associado, e despesas de qualquer natureza relativas a ações e processos criminais; IX - Danos causados ao veículo associado por qualquer uma das suas partes ou elementos nele fixados, excluindo-se os danos causados pelo rebocador ao reboque e vice-versa. X - As avarias que forem previamente constatadas e relacionadas na Inspeção Prévia do veículo associado nos acidentes de danos materiais parciais; XI - As avarias não relacionadas com o acidente protegido; XII - Danos decorrentes de atos ilícitos cometidos pelo associado, seus dependentes, representantes ou prepostos; XIII - Reparos do veículo à revelia, isto é, sem a autorização da CENTER CAR/CENTER TRUCK; XIV - A cobertura de diárias por perda de faturamento em momento algum poderá ser reintegrada ao associado. XV - Danos ocorridos no veículo que não se enquadrar no conceito da proteção do veículo e os riscos decorrentes da inobservância das leis em vigor; XVI - Desgaste natural ou pelo uso, deterioração gradativa e vício próprio, defeito de fabricação, defeitos mecânicos, da instalação elétrica do veículo, vibrações, corrosão, ferrugem, umidade e chuva; XVII - Quaisquer atos de hostilidade ou guerra, tumultos, motins, comoção civil, sabotagem e vandalismo; XVII - Poluição, contaminação e vazamento; XIV - Negligência do associado ou daquele autorizado na utilização, bem como na adoção de todos os meios razoáveis para salvá-los e preservá-los durante ou após a ocorrência de qualquer acidente; XX - Acidentes ocasionados pela inobservância de disposições legais como dirigir sem possuir carteira de habilitação ou estar com a mesma suspensa, ou ainda, não ter habilitação adequada, conforme a categoria do veículo; XXI - Utilizar, inadequadamente, o veículo com relação à lotação de passageiros, dimensão, peso e acondicionamento de carga transportada; XXII - Atos praticados em estado de insanidade mental e/ou sob efeito de bebidas alcoólicas e/ou substâncias tóxicas; XXIII - Danos emergentes; XXIV - Atos reconhecidamente perigosos que não sejam motivados por necessidade justificada; XXV - Não observar as regras de trânsito e circulação; XXVI - Quando o condutor do veículo associado deixar de proceder a exames e testes exigidos pela fiscalização e previstos na legislação e demais normativos, gerando suspeita sobre o uso de substâncias proibidas; XXVII Radiação de qualquer tipo; XXVIII Furacoes, ciclones, terremotos, erupções vulcânicas e outras convulsões; XXIX Atos de autoridade publica salvo para evitar propagação de danos cobertos Não há proteção: I - Responsabilidade Civil Facultativa de Veículo associado e terceiro; II - Danos morais a terceiros; III - Coberturas adicionais; IV - Acidentes pessoais de passageiros Também não haverá proteção para sinistros envolvendo: I - parentes em qualquer grau; II - veículos de mesmo proprietário e/ou mesmo associado; III - pessoas ligadas por relação de emprego Os veículos com a numeração de chassi remarcada, ou que já tenham sido vendidos em leilão e/ou que possuam outras características que o depreciem publica e notoriamente em relação aos demais, sofrerão depreciação de 20% (vinte por cento) em relação ao preço de mercado geral, fornecido pela tabela FIPE. A indenização não será paga em caso de incêndio para estes veículos TAXI: veiculo em caso de indenização integral sofrera deságio de 28% (vinte e oito por cento) sobre o valor da tabela FIPE. Este veiculo tem uma cota de participação de 6% (seis por cento) do valor da tabela.

10 EQUIPAMENTO DE LOCADORA: devidamente registrada nos órgãos competentes terá uma cota de participação de 10% (dez por cento) do valor da tabela. EQUIPAMENTO DE AUTO-ESCOLA: devidamente registrada nos órgãos competentes terá uma cota de participação de 6% (seis por cento) do valor da tabela Com o pagamento da proteção, a CENTER CAR/CENTER TRUCK ficará sub-rogada, até o limite pago, em todos os direitos e ações do associado contra aquele que por ato, fato ou omissão tenha causado os prejuízos ou para eles contribuído A negativa da proteção se efetivará por meio de notificação a ser entregue ao associado, contendo as razões e seus fundamentos, embasados no estatuto social, neste regulamento e na legislação pertinente, podendo se amparar, ainda, nos relatórios de sindicância O não pagamento do boleto ou outro instrumento de cobrança até o dia 10 (dez), com a tolerância máxima de 05 (cinco) dias, fará com que o veículo cadastrado fique sem proteção. Após o período de tolerância, para que o veículo retorne ao sistema de proteção, será devida pelo associado nova taxa de inspeção O fato do associado não receber o boleto para pagamento por qualquer motivo, não justifica o atraso no pagamento, uma vez que, este pode ser feito na sede da associação; ou poderá ser solicitada segunda via do boleto pelo telefone da associação No ato de inscrição, fica estipulado para o associado o valor a ser pago pela proteção do veículo, juntamente com os serviços opcionais colocados à disposição dos associados, sendo do conhecimento destes que poderá haver rateio quando o fundo de reserva for insuficiente para cobrir as despesas com sinistros Os valores e critérios serão alterados anualmente, caso haja necessidade, mediante reunião da diretoria executiva e após análise dos dados referentes ao ano anterior, consubstanciado em relatórios fornecidos pelos setores competentes da associação Decorridos os prazos de tolerância para pagamento dos valores devidos pelos associados, a associação adotará as medidas necessárias, sendo: I - inclusão do nome do associado no cadastro de restrição de crédito autorizado, mediante convênio firmado entre a associação e a CDL/SPC e SERASA; II - encaminhar o título para protesto; III - efetuar cobrança administrativa ou judicial, diretamente ou por empresa de cobrança contratada; IV - abertura de procedimento de eliminação do associado da CENTER CAR/CENTER TRUCK Quaisquer taxas, emolumentos ou depósitos junto a órgãos públicos no caso de sinistro, são de responsabilidade do associado É expressamente proibido ao associado celebrar qualquer tipo de acordo com a outra parte sem comunicar a CENTER CAR/CENTER TRUCK, e obter desta orientação e autorização para a situação, sob pena de negativa de atendimento do sinistro 7. MODALIDADES DE PROTEÇÃO A CENTER CAR/CENTER TRUCK pela união de forças de seus associados, oferecerá aos mesmos as seguintes proteções: Proteção para os associados: a) acidente/colisão; b) incêndio; c) fenômenos da natureza; d) furto/roubo; e) proteção integral. Acidente/colisão: danos materiais causados ao veículo por colisão, capotamento, abalroamento, queda, acidente durante transporte por meio apropriado. Incêndio: danos materiais causados por incêndio.

11 Fenômenos da natureza: danos materiais causados por granizo e submersão por inundação ou alagamento de água doce. Acessórios: que fizerem parte do veiculo no momento da inspeção inicial, desde que originais e constantes na nota fiscal da compra do veiculo. Roubo: roubo ou furto do veículo. Proteção Integral: haverá pagamento de proteção integral do veículo associado, quando o valor estimado para reparação do bem atingir ou ultrapassar 75% (setenta e cinco por cento) do valor do veículo, no ato da vistoria e orçamento Os procedimentos de atendimento estão descritos no item 8 deste regulamento Os danos referentes a incêndio e fenômenos da natureza serão atendidos desde que não seja caracterizada culpa do associado pelo evento Caso o veículo seja alienado fiduciariamente, através de arrendamento mercantil, ou outra modalidade de financiamento, a proteção será paga ao associado, deduzido o valor da dívida, a qual será paga diretamente pela CENTER CAR/CENTER TRUCK ao agente credor, até o limite do valor da Proteção. Neste caso, o associado receberá o valor da diferença da CENTER CAR/CENTER TRUCK. Qualquer proteção somente será paga mediante apresentação dos documentos previamente exigidos pela CENTER CAR/CENTER TRUCK Danos materiais parciais: o associado arcará com a cota de participação no ato de abertura de sinistro, não tendo mais contato com o veículo e a oficina em que o mesmo estará em reparos. Qualquer informação sobre o veículo deverá o associado dirigir-se a CENTER CAR/CENTER TRUCK. Os reparos seguirão os procedimentos internos da associação quanto aos orçamentos, compras de peças e pagamentos dos serviços executados. Após os reparos o veículo será entregue ao associado na CENTER CAR/CENTER TRUCK após a vistoria e assinatura do termo de quitação Recuperados: no caso de proteção integral ou de substituição de peças, os recuperados (o que restou do veículo protegido ou a peça substituída) pertencerá a CENTER CAR/CENTER TRUCK, que se responsabilizará tão somente pela venda. A liberação do recuperado para a associação é de exclusiva responsabilidade do associado, mormente quanto liberação de documentos. A CENTER CAR/CENTER TRUCK não tem qualquer responsabilidade sobre o destino final dos recuperados, no entanto cabe à entidade dar preferência de compra a pessoas credenciadas e ou de credibilidade junto ao mercado de compra de recuperados para que o destino final destes equipamentos esteja dentro de todos os limites legais Assistência 24 horas A CENTER CAR/CENTER TRUCK oferece, através da RBS Clube de Assistência (empresa contratada pela CENTER CAR/CENTER TRUCK). Obs. (Os serviços e limites oferecidos pela RBS constam em regulamento próprio) Proteção contra terceiros A CENTER CAR/CENTER TRUCK disponibiliza aos associados proteção contra terceiros, de forma opcional, através de empresas parceiras especializadas. O valor será cobrado juntamente com a taxa de administração e rateio Será cobrada a cota de participação quando o associado acionar a proteção exclusiva de terceiro, sendo que neste caso o valor da cota de participação será o mesmo do veículo associado Danos pessoais a terceiros, na modalidade de assistência médica, até o limite estipulado na adesão Dano material a terceiros relativos aos reparos de veículos ate o limite estipulado na adesão Os limites de proteção a terceiros serão devidos pelos associados no ato de sua adesão e constará do referido termo.

12 8 - OPERACIONALIDADES DO PROGRAMA Para que o associado seja beneficiado pelo sistema de proteção e benefícios, deverá estar em dia com suas obrigações financeiras perante a associação, sendo estas obrigações: I - pagamento da taxa de inscrição dos veículos e implementos ao programa; II - pagamento da taxa de administração (mensal); III - pagamento da proteção para terceiros (mensal e facultativo); IV - pagamento do serviço de monitoramento via satélite (mensal e quando houver); V - taxas de serviços extras, conforme estabelecido neste regulamento; VI - Pagamento dos rateios, sempre que o fundo de reserva for insuficiente As despesas de rateio incluem todos os sinistros ocorridos com os associados dentro do período estipulado para fechamento, e que não foram cobertos pelo fundo reserva (mensalidade) Despesas operacionais referem-se a serviços de reboques, entregas de peças a oficinas, serviços próprios de oficina, dentre outros, e que não são amparados pela assistência 24 horas O atraso superior aos prazos estipulados, sem prévia justificativa, acarreta na suspensão da proteção ao associado, retornando este ao sistema após a regularização de seus débitos O cumprimento das obrigações de todos os associados é fator determinante na manutenção de taxa de administração mais baixa, o que beneficia todos os associados Para ser atendido pelo programa e beneficiado pela proteção, deverá o associado abrir um sinistro junto à associação, apresentando: I - Formulário de Aviso de Sinistro - fornecido pela associação no ato de abertura do sinistro; II - Cópia do Boletim de Ocorrência emitido por órgão competente (Polícia Militar, Polícia Militar Rodoviária Estadual ou Polícia Rodoviária Federal); III - Cópia da CNH do condutor do veículo; IV - Cópia do CRLV do veículo; V - Comprovante de endereço; VI - Comprovante de pagamento da cota de participação, conforme estabelecido neste regulamento; VII - Apresentar o veículo no pátio da CENTER CAR/CENTER TRUCK O prazo para que o associado efetue a abertura do sinistro junto CENTER CAR/CENTER TRUCK é de 5 (cinco) dias úteis, a contar do evento e não da lavratura do Boletim de Ocorrência Aberto o sinistro, CENTER CAR/CENTER TRUCK encaminhará o aviso de sinistro e a documentação apresentada para a empresa de sindicância contratada para apurar a veracidade dos fatos apresentados e propiciar maior segurança a todos os associados. O prazo para conclusão da sindicância é de até 30 (trinta) dias úteis, que poderá ser entendido dependendo da necessidade e justificativa a ser apresentada pela referida empresa Concluída a sindicância e sendo a mesma regular, o veículo será liberado para oficina em até 5 (cinco) dias úteis a contar do recebimento da sindicância A sindicância pode ou não ser necessária, o que será determinado após análise técnica do setor de sinistros, financeira e jurídica O associado não pode exigir, sob qualquer hipótese e pretexto, a instalação de determinada peça (marca) no veículo, sendo que a CENTER CAR/CENTER TRUCK observará as recomendações do fabricante Para os pneus serão observadas as seguintes regras: pneus superiores a meia vida, substituição por pneu novo; pneus inferiores a meia vida, substituição por pneu usado em bom estado e garantia de procedência Caberá a CENTER CAR/CENTER TRUCK analisar e decidir sobre o envio ou não do veículo a ser reparado para concessionárias autorizadas das marcas, somente quando for alegada a existência de garantia.

13 Não existe prazo predeterminado para entrega dos veículos aos associados ou terceiros, sendo que o prazo de entrega está sujeito ao volume de serviço das oficinas credenciadas, disponibilidade de peças no mercado e da gravidade do sinistro Em nenhum momento o veículo será retirado pelo associado diretamente na oficina reparadora No caso de furto/roubo, o procedimento de abertura de sinistros será o mesmo para colisões, incluindo a apresentação dos documentos e será obrigatória a realização de sindicância para apuração dos fatos O prazo para pagamento da compensação por proteção integral, furto ou roubo será de 60 (sessenta) dias úteis a contar da data de entrega do resultado final da sindicância, que iniciará após o associado apresentar todos os documentos Será suspensa a contagem do prazo para o pagamento da proteção a partir do momento em que for solicitada documentação complementar, no caso de dúvida fundada e justificável, sendo reiniciada a contagem do prazo remanescente a partir do dia útil posterior àquele em que forem apresentados os respectivos documentos Em caso do veículo roubado/furtado for localizado, ficará cancelado o ressarcimento por roubo/furto sendo o veículo recuperado para entrega ao associado, sendo que neste caso deverá ser quitada, pelo associado, a cota de participação. O programa cobrirá danos ocorridos no veículo Se o veículo for recuperado após os procedimentos e o associado já beneficiado, deverá este providenciar a transferência do bem recuperado para a CENTER CAR/CENTER TRUCK que providenciará o melhor destino ao bem Para os veículos terceiros, o valor a ser pago pela proteção total fica condicionado ao limite da proteção oferecida ao associado e por este paga à associação, também condicionada à conclusão da sindicância Os associados deverão estar atentos aos prazos e documentos a serem apresentados, de forma a evitar transtornos desnecessários, ou mesmo a negativa da proteção Quaisquer vistorias nos veículos deverão ser feitas na própria CENTER CAR/CENTER TRUCK, ou no local onde esta indicar, sendo que os veículos serão enviados para as oficinas por pessoas credenciadas pela associação Em caso de dúvida deverá o associado entrar em contato imediato na central de atendimento da CENTER CAR/CENTER TRUCK conforme número que consta no documento de adesão Para atendimento de assistência 24 horas, o associado deverá ligar para a Central de Assistência da RBS Clube de Assistência pelo número Atendido o associado, ficará a CENTER CAR/CENTER TRUCK sub-rogada nos direitos de cobrar dos terceiros, de acordo com os resultados das sindicâncias, via administrativa ou judicial, e ocorrendo o ressarcimento para a associação, a cota de participação paga pelo associado ser-lhe-á devolvida, e o restante do valor ficará na associação de forma a propiciar a redução dos próximos rateios No caso de cobrança administrativa ou judicial do sinistro por culpa do terceiro, a CENTER CAR/CENTER TRUCK cobrará o valor total do sinistro, incluindo a cota de participação do terceiro, de forma a ser restituída posteriormente ao associado Caso o terceiro comprove o pagamento do valor da cota de participação direta ao associado, a CENTER CAR/CENTER TRUCK insistirá na cobrança junto ao terceiro, podendo este cobrar do associado o valor pelo qual pagou, uma vez que, o associado não pode receber do terceiro o valor da cota de participação. 9 - DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA ABERTURA DE SINISTRO: Casos de danos parciais (colisão): I copia da CNH do condutor do veiculo cadastrado;

14 II copia do comprovante de endereço; III copia do boletim de ocorrência; IV copia do CRLV (certificado do registro e licenciamento do veiculo); Casos de proteção integral decorrente de acidentes, incêndio, furto ou roubo, são necessários também: I - Cópia do CPF e RG; II - Cópia autenticada do contrato social e CNPJ (pessoa jurídica); III - Comprovante de residência (última conta da energia elétrica, água e telefone); IV - Ficha - proposta cadastral de associado; V - CRV - Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo original (documento de transferência), preenchido a favor da CENTER CAR/CENTER TRUCK ou de quem ela indicar, assinado com firma reconhecida por autenticidade; VI - CRLV - original Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo com o Seguro Obrigatório quitado (último exercício); VII - Cópia autenticada do boletim de ocorrência; VIII - Cópia da carteira de habilitação do condutor do veículo; IX. IPVA original quitado (exercício atual e anterior) - ou a comprovação quando for o caso, da isenção do pagamento do IPVA, expedida pela Secretaria da Fazenda Estadual; X - Extrato do DETRAN, onde deve constar a situação do veículo (proprietário, débitos, demais restrições, se houver). Caso haja alguma restrição, deve as mesmas ser regularizadas. Em seguida deve ser providenciada nova consulta ao DETRAN, com apresentação de novo extrato e dos originais dos documentos que comprovem a quitação dos débitos junto ao órgão. Caso o DETRAN ou CETRAN-REGIONAL não forneçam a simples consulta, anexar o extrato com negativa de multas expedidas pelo DETRAN ou outros órgãos fiscalizadores; XI - Chaves do veículo; XII - Manual do proprietário, quando se tratar do primeiro proprietário; XIII - Termos de responsabilidade, contendo os dados do veículo, por eventuais multas e débitos existentes até a data do acidente, com firma reconhecida em cartório; XIV - Caso o veículo seja financiado ou arrendado deve ainda ser providenciada a liberação da financeira ou termo de liberação do bem (originais), com firma reconhecida das assinaturas, quando se tratar, respectivamente, de veículo financiado ou arrendado. XV - Comprovante do último pagamento do serviço DISPOSIÇÕES FINAIS Fica eleita a comarca de Sete Lagoas - MG, local da sede da CENTER CAR/CENTER TRUCK, para dirimir quaisquer dúvidas que surjam relativas a este regulamento ou ao estatuto social, afastando quaisquer outros por mais privilegiados que sejam. O presente regulamento entra em vigor na data de sua aprovação em assembléia geral. SETE LAGOAS, 02 de MAIO Diretor Presidente Leonardo Pereira Vaz de Mello

MANUAL DO PLANO ASSOCIADO

MANUAL DO PLANO ASSOCIADO MANUAL DO PLANO ASSOCIADO Capítulo I Do Objetivo Art. 1º - O Plano de Proteção Veicular (PPV) tem o objetivo de proporcionar aos associados, pelo sistema mutualista de rateio, a reparação dos danos acontecidos

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS

MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS Capítulo I Do Objetivo Art. 1º - O Plano de Proteção Veicular (PPV) tem o objetivo de proporcionar aos associados, pelo sistema mutualista de rateio, a reparação dos

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO Sumário 1 Objetivo do Programa 2 Glossário 3 BRASIL TRUCK NORDESTE 4 Associados 5 Credenciados 6 Regras Gerais 7 Modalidades de Proteção

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO Sumário 1 Objetivo do Programa 2 Glossário 3 AUTOTRUCK 4 Associados 5 Credenciados 6 Regras Gerais 7 Modalidades de Proteção 8 Operacionalidade

Leia mais

Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES

Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES O presente Regimento Interno da AVANT Associação de Veículos Autônomos Nacional dos Transportes foi elaborada com base

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR OBS: NÃO CONFUNDIR COM CONTRATO DE SEGURO.

REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR OBS: NÃO CONFUNDIR COM CONTRATO DE SEGURO. REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR O presente documento tem o escopo regulamentar à proteção do patrimônio dos associados da ABRAPV, segundo critério de rateio dos

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS 1. DAS ATIVIDADES DO PROVEL. 1.1. A Associação de Grupos Solidários, doravante denominada AGS é dotada de personalidade

Leia mais

Se estiver no Mercosul, também poderá contar com os serviços de emergência, bastando ligar para 55 11 4133 6537.

Se estiver no Mercosul, também poderá contar com os serviços de emergência, bastando ligar para 55 11 4133 6537. Assist24h_AutoPasseio_jul 6/13/07 4:32 PM Page 1 CARO SEGURADO Para você que adquiriu o Real Automóvel e contratou os serviços de Assistência 24 horas, este é o seu guia de serviços da Real Assistência.

Leia mais

ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO

ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO O programa de filiação de proteção veicular da ÁCROMO foi criado a fim de amparar os seus associados

Leia mais

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO RESPONSABILIDADE CIVIL FACULTATIVA ESTA COBERTURA NÃO PODERÁ SER CONTRATADA ISOLADAMENTE FICANDO CONDICIONADA À COBERTURA DO EQUIPAMENTO ATIVO CADASTRADO

Leia mais

7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA

7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA 7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA 1. - O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Proteção Automotiva da ANPARA ( Clube Anpara

Leia mais

CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010

CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010 CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010 APRESENTAÇÃO: O Regulamento do Central Clube foi criado com a finalidade de proporcionar aos seus Associados, a proteção de seus veículos cadastrados na base RBS

Leia mais

O SEU PROCESSODE SINISTROS

O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSO 1. Abertura 1.1. Entre em contato com a seguradora para realizar a abertura do sinistro (portando DOCUMENTO DO VEÍCULO + CNH) ou se preferir ligue para a gente

Leia mais

REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO

REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO Nos termos do artigo 45 do Estatuto Social da PROTEV-RIO (Associação de Proteção à Moto e Veículos), temos o prazer de editar o presente regulamento, que estabelecerá

Leia mais

REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE. CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento

REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE. CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento O presente Regulamento do Associado Contribuinte previsto no artigo 6º da Consolidação do Estatuto ao Novo Código

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. 1 - Objetivo. 2 Condições Gerais

REGIMENTO INTERNO. 1 - Objetivo. 2 Condições Gerais O presente Regimento Interno da ANACAM Associação Nacional Dos Caminhoneiros teve sua fundação com base nas diretrizes regulamentares que regem a Associação e o Código Civil Brasileiro em seu artigo 53,

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO Estipulante: BANCO TRIÂNGULO S. A. Seguradora: PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS Número processo SUSEP: 15414.000223/2007-67

Leia mais

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR Nos termos do artigo 43 do estatuto social da SHALOM Associação de Proteção Veicular, temos o prazer de apresentar o presente

Leia mais

Prezado (a) Associado (a)

Prezado (a) Associado (a) Prezado (a) Associado (a) Bem vindo (a) a ÂNCORA Associação Nacional de Benefícios Você está recebendo o manual do associado do Programa de Benefícios Automotivos ÂNCORA com as garantia específicas para

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO 1. - O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Proteção Automotiva do PROTVAÇO, conforme estatuto social,

Leia mais

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições:

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições: CONTRATO DE MÚTUO Prelo presente instrumento particular, [O Estudante, pessoa física proponente de empréstimo com determinadas características ( Proposta )], identificado e assinado no presente contrato

Leia mais

Regulamento do Grupo GoldCar (APROVADF)

Regulamento do Grupo GoldCar (APROVADF) ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO DOS PROPRIETARIOS DE VEICULOS AUTOMOTORES DO DISTRITO FEDERAL CBS 05 LOTE 08 SALA 102, CEP 72015-575, TAGUATINGA-SUL - BRASILIA-DF CNPJ:10.809.395/0001-21 Regulamento do Grupo GoldCar

Leia mais

REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055

REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055 REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055 Somente quando estiver com documento do veículo em mãos, para fornecer ao atendente a placa e o chassi do veículo.

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS

REGULAMENTO INTERNO ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS REGULAMENTO INTERNO Nos termos do que dispõe o Estatuto Social da ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS, torna público o presente REGIMENTO INTERNO, cujas normas devem ser seguidas por todos os seus associados

Leia mais

ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO

ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO REGIMENTO INTERNO ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO O presente Regimento Interno da ABRASCAM - Associação Brasileira de Assistência ao Caminhoneiro foi elaborado com base

Leia mais

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores.

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores. REGULAMENTO A CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S.A., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às

Leia mais

REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO

REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS DA CEG 1.º PARTES a) CEG: COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355 doravante identificada LOCADORA e a pessoa física ou

Leia mais

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC)

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) O texto deste Contrato foi submetido à aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, estando sujeito a

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO SERVIÇO SEM PARAR Consulte a Proposta de Adesão com as regras específicas do Plano de Serviços escolhido.

TERMO DE ADESÃO AO SERVIÇO SEM PARAR Consulte a Proposta de Adesão com as regras específicas do Plano de Serviços escolhido. TERMO DE ADESÃO AO SERVIÇO SEM PARAR Consulte a Proposta de Adesão com as regras específicas do Plano de Serviços escolhido. 1. DAS DEFINIÇÕES 1.1. São aplicáveis as seguintes definições: (I) AUTOATENDIMENTO:

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO:

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: 1.1 A destinação deste plano de benefício é disponibilizar, ora contratado, diárias de veículo econômico com ar para as pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE REGULAMENTO

PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE REGULAMENTO PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE 1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS REGULAMENTO 1.1 - O presente regulamento objetiva a concessão de Crédito Educativo para estudantes devidamente Matriculados nos cursos

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS RESERVE CLUBCAR

CONDIÇÕES GERAIS RESERVE CLUBCAR Seja bem-vindo à Blue Service Assistance, a opção mais vantajosa em assistência e clube de vantagens. É uma enorme satisfação ter você como nosso associado. A Blue Service Assistance está cada vez mais

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 1. FINALIDADE 1.1. Este Regulamento tem por finalidade disciplinar as concessões de empréstimos aos Participantes do Plano de Benefícios JMalucelli, administrado pelo

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição.

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição. TARIFAS BANCÁRIAS A utilização de bancos é praticamente indispensável aos cidadãos. Contas e impostos, salários e seguros-desemprego são exemplos de transferência de dinheiro normalmente intermediada por

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO A Associação de Benefícios Mútuos, que doravante passa a ser denominar simplesmente de CITYCAR AUTO, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 20.711.329/0001-78,

Leia mais

CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO

CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO I - Formalização e Aceitação do Pedido 1.1 - O Aceite será automático caso o fornecedor não faça uma recusa parcial ou total, Por escrito no prazo de 2(dois) após o recebimento

Leia mais

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS.

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS. REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS. entre os associados participantes do programa referente ao bem cadastrado na associação.

Leia mais

MANUAL DO SERVIÇO PARA ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL SERVCAR

MANUAL DO SERVIÇO PARA ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL SERVCAR MANUAL DO SERVIÇO PARA ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL SERVCAR 1. OBJETIVO Este manual contém informações acerca dos procedimentos que deverão ser tomados na ocorrência de qualquer fato que acarrete na utilização

Leia mais

TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE. Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: Representante legal:

TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE. Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: Representante legal: TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: CEP: Telefone: Representante legal: RG: CPF: 1. Por este termo, o associado

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da Boticário Prev, dos Participantes e Assistidos, para a concessão

Leia mais

REGULAMENTO VEÍCULOS DOS ASSOCIADOS

REGULAMENTO VEÍCULOS DOS ASSOCIADOS REGULAMENTO VEÍCULOS A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas por todos os

Leia mais

REGULAMENTO VEÍCULOS

REGULAMENTO VEÍCULOS REGULAMENTO VEÍCULOS A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas por todos os

Leia mais

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS II - GLOSSÁRIO PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU HARTFORD CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS 9 - Regulamentos Política de Empréstimos 9.1 Condições para associação O Funcionário, na sua admissão na empresa, assina a Proposta de Admissão e Depósito na Cooperativa, se for de seu interesse, sendo

Leia mais

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL Nº DA CÉDULA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) (S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL RENAVAN CHASSI PLACA NOTA FISCAL (CASO VEÍCULO

Leia mais

Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. (Sl. 121:1-2)

Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. (Sl. 121:1-2) Endereço: Rua Pitangui Nº 2208 Bairro Sagrada Família Belo Horizonte/MG CEP: 30030-204 Telefones: (31) 2127-2166 (31) 8384-5929 (31) 9558-0109 Site: www.abapav.org.br E-mail: abapav@abapav.org.br Elevo

Leia mais

PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO. b) Providenciar especificação detalhada de todos os prejuízos sofridos, além da comprovação

PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO. b) Providenciar especificação detalhada de todos os prejuízos sofridos, além da comprovação PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO 1. PROCEDIMENTO DO SEGURADO 1.1. SINISTRO DE INCÊNDIO E EXPLOSÃO Em caso de Incêndio e/ou Explosão, o Segurado deve atentar para as seguintes orientações:

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. Estabelece, altera e consolida as regras e critérios complementares de funcionamento e de operação dos contratos de seguros de automóveis, com inclusão

Leia mais

4.000,00 (VINTE MIL REAIS). 4.8.2 EM CASO DE SOLICITAR Á ASSOCIAÇÃO TROCA DE VIDROS, O PAGAMENTO DA COTA DE PARTICIPAÇÃO SERÁ DE 30% DO VALOR DA PEÇA

4.000,00 (VINTE MIL REAIS). 4.8.2 EM CASO DE SOLICITAR Á ASSOCIAÇÃO TROCA DE VIDROS, O PAGAMENTO DA COTA DE PARTICIPAÇÃO SERÁ DE 30% DO VALOR DA PEÇA 1 OBJETIVO: 1.1 O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PARA MILITARES (PPA-190), TEM O OBJETIVO DE: PROPORCIONAR AOS ASSOCIADOS, PELO SISTEMA DE RATEIO, A REPARAÇÃO DOS DANOS ACONTECIDOS A SEUS VEÍCULOS EM

Leia mais

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE Manual de Assistência 24 horas Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE I. Assistência 24 Horas 1. Descrição da Assistência 24 Horas Prestação de atendimento ao cliente/usuário através da administração de rede

Leia mais

PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012.

PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012. PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012. Dispõe sobre os procedimentos a serem observados e aplicados no parcelamento/reparcelamento de débitos referente a multas e taxa de vistoria e fiscalização

Leia mais

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto.

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Orientações para aquisição de Bens Móveis Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Lembrando que a análise do seu

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY Os presentes termos e condições gerais de uso (os Termos de Uso ) definem os direitos e obrigações aplicáveis aos usuários do

Leia mais

TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se:

TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se: TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU 1. Definições Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se: Empresa Concessionária: Viação Itu Ltda, pessoa

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições:

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: a) PASSA TEMPO ADMINISTRADORA DE CARTÃO LTDA., com sede na Rua

Leia mais

NORMA RESSARCIMENTO POR DANO ELÉTRICO

NORMA RESSARCIMENTO POR DANO ELÉTRICO PÁGINA 1 de 7 ÍNDICE DO CONTEÚDO 1. Objetivo 1 2. Norma e Documentos Complementares 1 3. Definições 1/2 4. Condições Gerais 2 5. Procedimentos 3/4/5 6. Anexo 6 7. Ficha de Vida 7 1. Objetivo: Esta norma

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA Capítulo I Da Finalidade Artigo 1 - O presente Regulamento de Empréstimo Pessoal, doravante denominado Regulamento, tem por finalidade definir normas

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA 1. O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Benefícios Automotivos da ÂNCORA, devendo ser meticulosamente

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO 001/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS GO.

EDITAL DE LEILÃO 001/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS GO. EDITAL DE LEILÃO 001/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS GO. O MUNICÍPIO DE BOM JESUS, Estado de Goiás, pessoa jurídica de direito público interno, com sede administrativa situada na Praça Sebastião

Leia mais

Bairro Rua Número/ Complemento CEP

Bairro Rua Número/ Complemento CEP PROPOSTA DE ADESÃO AO PROVEL-AUTO Programa de Rateio de Perdas e Danos a Veículos Obs.: Só poderão aderir a este programa os Associados da AGS Associação de Grupos Solidários Dados da Gestora: Associação

Leia mais

Regulamento PREÂMBULO

Regulamento PREÂMBULO PREÂMBULO Entre a Acred Auto, doravante designada Acred Auto e o ASSOCIADO constante no Termo de Adesão ao Programa de Proteção e Assistência Automotiva, firma-se Termo de Associação que se regula pelo

Leia mais

CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, 292 - CEP

CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, 292 - CEP Apresentação CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, sociedade civil, sem fins lucrativos, sediada Av. Brigadeiro Lima e Silva, 292 Sobrado - CEP 25085-132 - Duque de Caxias Parque Duque - Rio de Janeiro,

Leia mais

1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO

1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO 1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO FORTBRASIL ADMINISTRADORA DE CARTÕES DE CRÉDITO S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 02.732.968/0001-38,

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos a serem adotados para a utilização dos meios de transporte na COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma, poderá ser necessário consultar:

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. Estabelece, altera e consolida as regras e critérios complementares de funcionamento e de operação dos contratos de seguros de automóveis, com inclusão

Leia mais

RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA

RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA 1 PARCELAMENTO DE DÉBITO 1.1 No caso de titular da conta 1. Original e cópia do RG ou da Carteira de Habilitação;

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA

REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA PREÂMBULO Entre a PROTECT 24HS, doravante designada PROTECT 24HS e o ASSOCIADO constante no Termo de Adesão ao Programa de Proteção e Assistência

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame De acordo com a portaria 2.762 de 28 de dezembro

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA

MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA VERSÃO: 01/7/2008 2 / 10 MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL

Leia mais

REGULAMENTO. Capítulo 1º. Definições:

REGULAMENTO. Capítulo 1º. Definições: REGULAMENTO A OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS CVC TUR LTDA., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às condições

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR Nos termos do Estatuto Social ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR,

Leia mais

8) Qual o papel da administradora?

8) Qual o papel da administradora? 1) Como funciona o consórcio? R= Consórcio é um sistema que reúne em grupo pessoas físicas e/ou jurídicas com interesse comum para compra de bens ou serviços, por meio de autofinanciamento, onde o valor

Leia mais

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

Contrato de Adesão. Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO]

Contrato de Adesão. Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO] Contrato de Adesão Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO] [MUTUO Associação Brasileira de Benefícios Assistência e Amparo Mútuo, situada no endereço

Leia mais

Portaria PGFN nº 164, de 27.02.2014 - DOU de 05.03.2014

Portaria PGFN nº 164, de 27.02.2014 - DOU de 05.03.2014 Portaria PGFN nº 164, de 27.02.2014 - DOU de 05.03.2014 Regulamenta o oferecimento e a aceitação do seguro garantia judicial para execução fiscal e seguro garantia parcelamento administrativo fiscal para

Leia mais

CONTRATO DE COMODATO DE EQUIPAMENTO PARA MONITORAMENTO DE ALARME ELETRÔNICO

CONTRATO DE COMODATO DE EQUIPAMENTO PARA MONITORAMENTO DE ALARME ELETRÔNICO INSTALAÇÃO ENDEREÇOS COBRANÇA PADRÃO CONTRATO DE COMODATO DE EQUIPAMENTO PARA MONITORAMENTO DE ALARME ELETRÔNICO RITA DE CASSIA ALMEIRA SAMPAIO & CIA LTDA - ME, Rua Francisco Glicério, 992 - Complemento

Leia mais

ANEXO II - MINUTA DE CONVÊNIO

ANEXO II - MINUTA DE CONVÊNIO ANEXO II - MINUTA DE CONVÊNIO CONVÊNIO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E O PRESTADOR DE SERVIÇOS DE SAÚDE... PROCESSO Nº: 04.001368.06.32 O MUNICÍPIO

Leia mais

Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA.

Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA. Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA. Declaro para os devidos fins que autorizo à GENERALI DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS a debitar de minha indenização, as MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA existentes

Leia mais

TERMO DE DISPONIBILIZAÇÃO DE ESPAÇO VIRTUAL PARA DIVULGAÇÃO DE MARCA, PRODUTOS E/OU SERVIÇOS

TERMO DE DISPONIBILIZAÇÃO DE ESPAÇO VIRTUAL PARA DIVULGAÇÃO DE MARCA, PRODUTOS E/OU SERVIÇOS TERMO DE DISPONIBILIZAÇÃO DE ESPAÇO VIRTUAL PARA DIVULGAÇÃO DE MARCA, PRODUTOS E/OU SERVIÇOS Pelo presente Termo, em que são partes, de um lado SHAPE.I e, de outro, PARCEIRO, regularmente cadastrado em

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 Din Din Copa Santander Libertadores MODALIDADE:

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA. O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE

REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA. O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E AJUDA MÚTUA, foi criado pela Diretoria Executiva, com finalidade

Leia mais

I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS

I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELO DETRAN NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS 1 VISTORIA 2. Certificado de Registro de Veículo - CRV e/ou Certificado de Registro de

Leia mais

TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se:

TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se: TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal 1. DEFINIÇÕES: Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se: EMPRESA CONCESSIONÁRIA Viação Atibaia

Leia mais

BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações

BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações A Banrisul Armazéns Gerais S.A., atendendo ao disposto nos arts. 13 e 25 II da lei nº 8.666/93,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP MULTISORTE PM24P - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

MEU VEÍCULO. Veículo segurado. ... Seguradoras. ... Contatos da Seguradora(s) Contratadas. ... Dados da Corretora Durango Corretora de Seguros

MEU VEÍCULO. Veículo segurado. ... Seguradoras. ... Contatos da Seguradora(s) Contratadas. ... Dados da Corretora Durango Corretora de Seguros PARABÉNS, Você acaba de adquirir um seguro personalizado com a garantia da Durango. Obrigado por contratar nossos serviços. Aqui você irá encontrar uma equipe preparada para te atender com a credibilidade,

Leia mais

Art. 2 o Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Art. 2 o Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa. RESOLUÇÃO CA N o 220 DE 9 DE JUNHO DE 2014. Aprova a assinatura do Convênio a ser celebrado entre a Universidade Estadual de Ponta Grossa e a Barigui S/A- Crédito, Financiamento e Investimentos. O CONSELHO

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. www.action.org.br

MANUAL DO ASSOCIADO. www.action.org.br MANUAL DO ASSOCIADO 0800 603 3102 www.action.org.br Prezado(a) Associado(a) Você está recebendo o manual do Associado do Programa de Proteção Veicular ÁGIL com as proteções e benefícios para seu veículo.

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV.

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. Sumário Capítulo I Da finalidade...1 Capítulo II - Dos contratantes...1 Capítulo III - Dos limites individuais...2 Capítulo IV -

Leia mais

MANUAL DO PPA. Programa de Proteção e Assistência Veicular. 5ª Edição. Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia

MANUAL DO PPA. Programa de Proteção e Assistência Veicular. 5ª Edição. Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia MANUAL DO PPA Programa de Proteção e Assistência Veicular Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia 5ª Edição Boas Vindas Objetivo Valores Boa Fé Compromisso Responsabilidade Social

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO. Normas de Garantia Especial

ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO. Normas de Garantia Especial ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO Normas de Garantia Especial 6º. Edição Abril de 2014 ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO A Associação de Benefícios do

Leia mais

BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO

BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO Condições Particulares Processo SUSEP Nº 15414.003063/2009-70 0 ÍNDICES CONDIÇÕES PARTICULARES 1. OBJETO DO SEGURO 2 2. ESTIPULANTE 2 3. GRUPO SEGURÁVEL 2 4. GRUPO SEGURADO

Leia mais

REGULAMENTO BANCO DE PREÇOS

REGULAMENTO BANCO DE PREÇOS REGULAMENTO BANCO DE PREÇOS O BANCO DO BRASIL S.A., sociedade de economia mista, com sede em Brasília, Distrito Federal, sito no SBS, Quadra 4, Lote 32, Bloco C, inscrito no CNPJ sob o n.º 00.000.000/0001-91,

Leia mais

REGULAMENTO CLUBE DE RELACIONAMENTO DROGARIA CATARINENSE

REGULAMENTO CLUBE DE RELACIONAMENTO DROGARIA CATARINENSE REGULAMENTO CLUBE DE RELACIONAMENTO DROGARIA CATARINENSE 1. PROGRAMA DE RELACIONAMENTO 1.1. O presente instrumento tem por objetivo regulamentar a participação dos clientes da COMPANHIA LATINO AMERICANA

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 56, DE 5 DEZEMBRO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 56, DE 5 DEZEMBRO DE 2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 56, DE 5 DEZEMBRO DE 2007 Dispõe sobre instauração e organização de processo de tomada de contas especial e dá outras providências. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso do

Leia mais

BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Gerais. Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74. Apólice nº 13.606

BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Gerais. Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74. Apólice nº 13.606 BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO Condições Gerais Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74 Apólice nº 13.606 COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL CNPJ: 28.196.889/0001-43 ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO DESPACHO 2007 N O PROJETO DE LEI Nº 1310/2007 INSTITUI O SERVIÇO E COLETA DE PEQUENAS CARGAS, MEDIANTE UTILIZAÇÃO DE MOTOCICLETAS, NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, DENOMINADO MOTO-FRETE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais