Programação Preliminar. 26 a 28 de Setembro de Centro de Convenções SulAmérica Rio de Janeiro RJ Brasil. Patrocínio Platinum: Patrocínio Ouro:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programação Preliminar. 26 a 28 de Setembro de 2011. Centro de Convenções SulAmérica Rio de Janeiro RJ Brasil. Patrocínio Platinum: Patrocínio Ouro:"

Transcrição

1 26 a 28 de Setembro de 2011 Centro de Convenções SulAmérica Rio de Janeiro RJ Brasil Patrocínio Platinum: Patrocínio Ouro: Patrocínio Prata: Patrocínio: Programação Preliminar Organização:

2 Sobre o Pré-Sal Brasil 2011 Após o sucesso do Pré-Sal Brasil 2010, o congresso, agora em sua segunda edição, vem abordar as principais temáticas ligadas à exploração do pré-sal brasileiro por meio de três eventos co-alocados. Maior e melhor, o Pré-Sal Brasil 2011, além de abordar temas essenciais ligados às regras do setor e às alternativas e condições de financiamento do pré-sal brasileiro, terá eventos subseqüentes que tratarão de temas técnicos ligados às tecnologias submarinas de exploração e transporte de óleo e gás, além de tópicos de segurança, cuidado ambiental, gestão de unidades flutuantes e ampliação da frota marítima. Estes eventos trarão, ainda, uma sessão especial focada no desenvolvimento do capital humano do setor. Aqui, as discussões tratarão sobre as demandas de profissionais para o setor, os números de posições esperadas para serem criadas com o Pré-Sal, onde estes profissionais estão e quais as ferramentas para formá-los, entre diversas outras questões. Assim, o Pre-Sal Brasil 2011 contará com três importantes eventos, os quais vão ter sessões em comum de regulação, captação de recursos financeiros e gestão do capital humano. Veja abaixo uma prévia de como funcionará esta agenda: Pré-Sal Brasil 2011 Dia 1 Expectativas Exploratórias, Regras e Projetos para E&P do Pré-Sal Alternativas de Financiamento e Instrumentos para Captação de Recursos Profissionalização e Gestão do Capital Humano Atuante na Região Dia 2 e Dia 3 (congressos simultâneos) Pre-Salt Technical E&P Congress 2011 Congresso Técnico de E&P no Pré-Sal Visão Geral do Evento: O Pre-Salt Technical E&P Congress 2011 tratará dos principais desafios técnicos para exploração e produção na camada présal, com destaque para o desenvolvimento da frota offshore e unidades flutuantes, o desenvolvimento e gestão de atividades submarinas e a perfuração e extração de petróleo e gás natural no chamado sub-sal Pre-Salt Shipping & Naval Congress 2011 Congresso Internacional da indústria Naval para o Pré-Sal Visão Geral do Evento: O Pre-Salt Shipping & Naval Congress 2011 tratará sobre temas técnicos ligados à construção de navios, cascos, resistência dos materiais, capacidade de transporte, prevenção e correção de problemas e diversas outras questões ligadas a industria naval Pre-Salt HSE Offshore Health, Safety & Environment 2011 Pré-Sal SSMA Saúde, Segurança e Meio Ambiente no Pré-Sal Visão Geral do Evento: O Pre-Salt HSE 2011 vêm para atender à crescente demanda de informações ligadas à segurança e gestão ambiental nas instalações offshore, com foco na confiabilidade de equipamentos, identificação e gestão de riscos, elaboração de planos de respostas, controle ambiental e diversas outras questões ligadas a este tema essencial para o setor de exploração Offshore como um todo.

3 Dia 01, 26 de Setembro de 2011 Segunda Feira Manhã Sessão Plenária PAINEL 1: Pre-Salt Executive Command and E&P Development O cenário do Pré-Sal: O atual estágio das áreas do pré-sal, blocos e produção Investimentos previstos para o desenvolvimento da E&P no Pré-Sal Potencial e Novas Fronteiras para médio prazo Edison Lobão Ministro MINISTÉRIO DAS MINAS E ENERGIA José Sergio Gabrielli de Azevedo Maurício Tolmasquim EMPRESA DE PESQUISA ENERGÉTICA PAINEL 2: Participação do Estado e o papel do Governo Federal Regulação e Novos Projetos de Lei Situação atual da PetroSal Licitações de novas áreas e a Política de Participação Privada O atual estágio da produção no Pré-Sal Haroldo Borges Rodrigues Lima Diretor Geral AGÊNCIA NACIONAL DE PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS Delcídio Amaral Vice- da Comissão de Assuntos Econômicos SENADO FEDERAL Arnaldo Jardim Deputado Federal CÂMARA DOS DEPUTADOS CONFIRMADO

4 Dia 01, 26 de Setembro de 2011 Segunda Feira Tarde Sessão Executiva PAINEL 3: Participações e Investimentos de Operadoras Privadas O atual cenário da E&P para operadoras privadas Planos para o desenvolvimento dos blocos e aumento na participação Novos entrantes e oportunidades em novas áreas Graciano Rodriguez CEO REPSOL SINOPEC Guillermo Quintero BP DO BRASIL Kenp Stingl Vice- de E&P SHELL Claudio Araujo Diretor Executivo ANADARKO Ricardo Peixoto PETROGAL Paulo Mendonça Diretor Geral OGX BRASIL Tarde PAINEL 4: Financiamento e Concessão de Créditos para o Desenvolvimento do Pré-Sal Investment demand analysis for mid and long term Public credit lines Concessions for Pre-Salt Private Financing for mid players Luciano Coutinho BNDES Walter Malieni Júnior Diretor de Crédito BANCO DO BRASIL Edalmo Porto Rangel Superintendente Regional de Negócios CEF CONFIRMADO Guido Mantega Ministro MINISTÉRIO DA FAZENDA Elson Ronaldo Nunes Dir. de Estudos de P&G e Biocombustíveis EPE Tarde PAINEL ESPECIAL: Desenvolvimento de profissionais e gestão do capital humano para atuar na exploração do Pré-Sal Um debate com líderes do setor e com especialistas em gestão do capital humano, captação e identificação de talentos e de programas de desenvolvimento intelectual e tecnológico offshore. Capacitação Técnica de Profissionais Captação e Identificação de Talentos Expatriação José Renato F. de Almeida Coordenador Executivo PROMINP Goret Pereira Paulo Diretora Adjunta FGV Orlando Ribeiro Coordenador PROCAP Nome à definir Swift Executivo de RH Petrobras Nome à definir Global Line

5 Dia 02, 27 de Setembro de 2011 Terça Feira Manhã: Início dos Tracks Simultâneos STREAM A: EXPLORATION & PRODUCTION STREAM B: SHIPPING AND LOGISTICS STREAM C: HEALTH, SAFETY & ENVIRONMENT A busca por óleo no Pré-Sal: Novas Fronteiras de exploração Exploração progressiva em áreas offshore no pré-sal Resultados de testes e estimativas para blocos futuros Cronogramas TLD para produções start-ups Magda Chambriard, Abel Carrasquilla Diretora ANP Geofísico e Vice Reitor UENF CONFIRMADO Eduardo R. Abdounur, Gerente de Desenvolvimento e Negociação de Parcerias de Exploração e Produção + PRIVATE PARTNERS Unidades de Produção em Operação Estudo de caso Tupi: A primeira a explorar no Pré-Sal Estudo de caso JUBARTE: A gestão de gás associado Tecnologia disponível para unidades de Produção: Unidades de Completação Seca, Monocolunas e Arquitetura Naval Roberto Simões, Gerente da P34 WELLTEC FMC Cenário da indústria de construção naval e offshore brasileira O pré-sal e as oportunidades para a cadeia do setor naval Perspectivas de ampliação e desenvolvimento da indústria naval do Brasil Oportunidades criadas com o Programa de Reaparelhamento da Marinha Principais players atuantes no setor e os possíveis novos entrantes Sérgio Machado TRANSPETRO Fernando Fialho Dir. Geral ANTAQ Contra-Almirante Antonio Carlos Frade Carneiro, Coordenador PROGRAMA DE REAPARELHAMENTO DA MARINHA Alternativas e incentivos para o fomento da Indústria Marítima Como superar os entraves à obtenção de crédito na indústria marítima Perspectivas e Oportunidades do Programa de Modernização da Frota de Apoio Marítimo (Promenf) Os impactos para o setor com a criação Programa EBN (Empresa Brasileira de Navegação) da Julio Cesar Costa Ger. Regional de Negócios CAIXA Luiz M. M. Almeida Ger. P&G BNDES Ariovaldo Rocha SINAVAL CONFIRMADO Arnaldo Arcadier Ger. Executivo PROMENF - TRANSPETRO Sessão Técnica Meio Ambiente Variável Ambiental: Causas e Impactos na E&P offshore Procedimentos para Licenciamento e Fiscalização Ambiental Novos sistemas de resposta rápida para conter vazamentos de petróleo em alto-mar Contencioso jurídico para outorgas e permissões offshore Branca Americano Secretária de Mudanças Climáticas MMA OPERADORA PROGRAMA DE RESPOSTA A RISCOS MINISTÉRIO PÚBLICO Sessão Técnica Saúde Acesso à saúde dos trabalhadores por meio da telemedicina Ações para assegurar o Controle Sanitário em Portos e Embarcações Medidas preventivas para uma vida saudável nas plataformas Medidas corretivas para eventos de riscos ligados à saúde dos profissionais Redução de riscos ergonômicos para profissionais atuantes em unidades offshore BP Brasil ANS / MINISTÉRIO DA SAÚDE APOIO OFFSHORE APRESENTAÇÕES DE ESPECIALISTAS: Todos os Streams Simultâneos possuem espaços reservados para apresentações de fornecedores de soluções para o setor, sejam equipamentos ou serviços para as aplicações offshore. Esta é uma importante oportunidade para que estes suppliers possam apresentar seus mais recentes desenvolvimentos para o setor durante o congresso

6 Dia 02, 27 de Setembro de 2011 Terça Feira Tarde: Continuação dos Tracks Simultâneos STREAM A: EXPLORATION & PRODUCTION STREAM B: SHIPPING AND LOGISTICS STREAM C: HEALTH, SAFETY & ENVIRONMENT A vanguarda da tecnologia Subsea para operações em águas profundas Engenharia Subsea, Umbilical, Riser e Flowline Tecnologias para árvores de natal e operações remotas Contrução, Instalação e intervenção abaixo d água FMC Ole Eddie Karlsen Director Global Subsea Intervation WELLTEC Tendências tecnológicas para a Indústria Naval Principais Inovações para aumentar a segurança, eficiência e reduzir emissões de poluentes dos navios Novas soluções tecnológicas para a Indústria Naval e Offshore brasileira Inovações em sistemas de propulsão e manobras e seu papel na eficiência de embarcações Ancoragem de unidades flutuantes para E&P no pré-sal brasileiro Isaias Masetti Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica TRANSPETRO Carlos Daher Padovezi, Diretor CENTRO DE ENGENHARIA NAVAL E OCEÂNICA DO IPT Eduardo Moreira Diretoria Comercial LLX CONFIRMADO Sessão Técnica Segurança Lições Aprendidas Esta sessão trará casos de operadoras que vivenciaram situações adversas e tiraram aprendizados e implementaram medidas para prevenção de outros desastres. Estruturação de uma matriz de probabilidade e impacto em unidades offshore Análise qualitativa e quantitativa de riscos em plataformas Gatilhos e planos de ação para eventos de risco: como as respostas foram executadas e os resultados na contingência do risco BP Marcus Vinicius Lisbôa Brandão, Gerente de Contigências do SMS Corporativo CONFIRMADO Guilherme Coelho, Diretor Geral TRANSOCEAN APRESENTAÇÕES DE ESPECIALISTAS: Todos os Streams Simultâneos possuem espaços reservados para apresentações de fornecedores de soluções para o setor, sejam equipamentos ou serviços para as aplicações offshore. Esta é uma importante oportunidade para que estes suppliers possam apresentar seus mais recentes desenvolvimentos para o setor durante o congresso APRESENTAÇÃO ESPECIAL: Apresentação reunindo os três streams de CEOs, s e Diretores Executivos de empresas atuantes no setor, traçando o panorama esperado para os próximos anos de aspectos estratégicos como o desenvolvimento do capital humano, desafios tecnológicos, variações no preço de BOE, entre outros.

7 Dia 03, 28 de Setembro de 2011 Terça Feira Manhã: Encerramento dos Tracks Simultâneos STREAM A: EXPLORATION & PRODUCTION STREAM B: SHIPPING AND LOGISTICS STREAM C: HEALTH, SAFETY & ENVIRONMENT Avanços na Perfuração em Águas Ultra-Profundas Perfuração em águas profundas com o emprego de Casers e Liners Altas temperaturas e pressões na perfuração de ambientes hostis no pré-sal Casos de Tecnologia dos Principais fornecedores Cenário das operações logísticas no offshore Variedade, Quantidade e logística da estocagem de Produtos Químicos Tendências internacionais e perspectivas da qualidade futura dos combustíveis marítimos Redução de custos para movimentação logística entre plataformas e unidades terrestres Estimativas de prazos para transporte de materiais Sessão de Segurança Operacional Por que a segurança na indústria offshore parece estar se deteriorando? A luta do setor para equilibrar prioridades de segurança com a necessidade de lucro e lapsos ocasionais devido à regulamentação frouxa. A experiência em águas mais profundas, ambientes mais hostis e jazidas de petróleo mais complexas Mauricio Aguiar, Gerente de Drilling SEADRILL - CONFIRMADO TRANSOCEAN NOV Construção de Poços e Gestão de Reservatórios Testes avançados de engenharia de poços. Instrumentos e maquinários para a perfuração de poços Completação, cimentação e otimização de poços no Pré-Sal ROYAL DUTCH SHELL FLOATEC CONOCOPHILLIPS TRANSPETRO Augusto Mendonça ABENAV CONFIRMADO Desenvolvimento da cadeia de fornecedores Alternativas para a escassez de mão de obra para a construção marítima Ações da indústria diante da necessidade de expansão da oferta de fornecedores para a indústria naval e offshore Conteúdo internacional x conteúdo local e seus impactos no fornecimento de soluções e/ou mão de obra Augusto Mendonça VP de Assuntos Offshore SINAVAL CONFIRMADO ABEAM REPSOL SINOPEC EXXON MOBIL Carlos Camargo Operational Health and Security Manager OGX Petróleo e Gás CONFIRMADO Medidas Práticas de Segurança Medidas para a segurança na perfuração e estabilidade de unidades flutuantes Identificação de Gaps entre as mais variadas Empresas em atividade em uma Plataforma durante o Processo de Perfuração Programa de Alerta Vermelho em Plataforma de Perfuração: Uma Forte Decisão para Mostrar a Liderança e o Envolvimento da Força de Trabalho Direcionada a Zero Incidentes Sérios ou Fatais Maurício Werneck, Coord. SOMAR ANADARKO GALP APRESENTAÇÕES DE ESPECIALISTAS: Todos os Streams Simultâneos possuem espaços reservados para apresentações de fornecedores de soluções para o setor, sejam equipamentos ou serviços para as aplicações offshore. Esta é uma importante oportunidade para que estes suppliers possam apresentar seus mais recentes desenvolvimentos para o setor durante o congresso

8 Dia 03, 28 de Setembro de 2011 Terça Feira Tarde: Business Round Tables 3 horas de reuniões privadas entre os participantes da conferência e palestrantes junto aos mais conhecidos desenvolvedores de soluções no setor, que disponibilizarão informações qualificadas sobre ferramentas e tecnologias de última geração. As reuniões são pré-agendadas pré agendadas e realizadas no sentido de troca de conhecimentos, conhecimentos networking e efetiva geração de oportunidades comerciais entre as partes interessadas. Veja, abaixo, quais as esferas envolvidas nestas reuniões: Operadoras Equipamentos de Posicionamento Marítimo Equipamentos de Perfuração Fabricantes de Navios e FPSOs Risers, Cables, Árvores de Natal e Manifolds Gerenciamento e Controle de Emergências Indústrias de Especialidades Químicas Telemedicina e Saúde Offshore Construção Naval Offshore Gestão Ambiental Informação Confidencial Programação Preliminar Pré-Sal Sal Brasil 2011

1. Informações Institucionais

1. Informações Institucionais 1. Informações Institucionais Nossa Empresa Líder mundial em eventos de negócios e consumo, a Reed Exhibitions atua na criação de contatos, conteúdo e comunidades com o poder de transformar negócios Números

Leia mais

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br Inovação Tecnológica Frente aos Desafios da Indústria Naval Brasileira Isaias Quaresma Masetti Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br ... O maior obstáculo à indústria

Leia mais

4 PRE-SALT & DEEPWATER BRAZIL FORUM 2011

4 PRE-SALT & DEEPWATER BRAZIL FORUM 2011 NEW! Participe de nosso Seminário Técnico O tradicional Deepwater Congress volta em 2011 repaginado: A operacionalização do pré-sal brasileiro: regulação, investimentos, boas práticas de segurança, qualificação

Leia mais

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Pós-Graduação Stricto Sensu Pós-Graduação Lato Sensu Extensão Graduação Diagnósticos Tecnológicos Soluções de Problemas Empresariais

Leia mais

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO Objetivo Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis, na implantação de projetos de óleo e gás no Brasil e no exterior. 1 Desafios Históricos:

Leia mais

A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ. CAMPUS 2014 Brésil Internacional

A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ. CAMPUS 2014 Brésil Internacional A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ CAMPUS 2014 Brésil Internacional Agenda PetróleoeGásNaturalnoBrasileRiodeJaneiro Situação da Indústria Naval Sistema FIRJAN: Soluções para Indústria de P&G

Leia mais

ANEXO XII ATIVIDADES NÃO REALIZADAS POR RESTRIÇÃO DE PESSOAL E DE ORÇAMENTO

ANEXO XII ATIVIDADES NÃO REALIZADAS POR RESTRIÇÃO DE PESSOAL E DE ORÇAMENTO ANEXO XII ATIVIDADES NÃO REALIZADAS POR RESTRIÇÃO DE PESSOAL E DE ORÇAMENTO ANEXO XII ATIVIDADES NÃO REALIZADAS POR RESTRIÇÃO DE PESSOAL E DE ORÇAMENTO QUADRO 1 Atividades a não serem realizadas por restrição

Leia mais

NAGI PG. As Oportunidades do Pré-sal: Como minha indústria pode participar deste mercado. Eng. Virgilio Calças Filho Sorocaba 27/02/2014

NAGI PG. As Oportunidades do Pré-sal: Como minha indústria pode participar deste mercado. Eng. Virgilio Calças Filho Sorocaba 27/02/2014 NAGI PG NÚCLEO DE APOIO À GESTÃO DA INOVAÇÃO NA CADEIA DE PETRÓLEO E GÁS As Oportunidades do Pré-sal: Como minha indústria pode participar deste mercado Eng. Virgilio Calças Filho Sorocaba 27/02/2014 Em

Leia mais

Perspectivas e Desafios ao Desenvolvimento de Infra-estrutura de Transportes no Brasil

Perspectivas e Desafios ao Desenvolvimento de Infra-estrutura de Transportes no Brasil Perspectivas e Desafios ao Desenvolvimento de Infra-estrutura de Transportes no Brasil Desafios Regulatórios: Visão dos Reguladores Fernando Fialho Diretor-Geral da ANTAQ Brasília, 29 de novembro de 2006

Leia mais

O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES

O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES 20.10.2009 Luciano Coutinho Mensagem Inicial Pré-sal:

Leia mais

Exigências de Conteúdo Local no Setor de Petróleo e Gás

Exigências de Conteúdo Local no Setor de Petróleo e Gás Exigências de Conteúdo Local no Setor de Petróleo e Gás São Paulo, 12/04/2013 Estrutura da Política de CL MME/CNPE Estratégias e Política de Conteúdo Local ANP Regulamentação Monitoramento Fiscalização

Leia mais

Mão de obra especializada: Produtividade Qualidade Conhecimento dos Processos de Soldagem Como solucionar este gargalo?

Mão de obra especializada: Produtividade Qualidade Conhecimento dos Processos de Soldagem Como solucionar este gargalo? Apresentação SOLDA BRASIL 2014 Mão de obra especializada: Produtividade Qualidade Conhecimento dos Processos de Soldagem Como solucionar este gargalo? A escassez de mão de obra qualificada no Brasil, em

Leia mais

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público nº 345 novembro 2014 Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público Odebrecht 70 anos: histórico e perspectivas em Óleo e Gás Foz Saneatins passa a se chamar Odebrecht Ambiental Saneatins

Leia mais

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Oportunidades e desafios de qualificação profissional III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Petrobras Plano de Negócios 2014-2018 Inovação e Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014 Os Desafios do Pré-Sal: Riscos e Oportunidades para o País As Políticas Industrial e de Inovação no setor de Petróleo e Gás Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho

Leia mais

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Data: 18/04/2013 Horário: 14 às 17h30 Local: Sede do Sistema FIESC Objetivo do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC: Incrementar e Promover

Leia mais

PLATEC Plataformas Tecnológicas

PLATEC Plataformas Tecnológicas Programa de Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor de Óleo e Gás - MULTIFOR PLATEC Plataformas Tecnológicas Barcos de Apoio Offshore Porto Alegre - RS em 26/03/2013 ONIP - MULTIFOR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás O que é? Conteúdo Local é a relação entre o valor dos bens produzidos e serviços prestados no país para executar o contrato e o valor total dos

Leia mais

Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE. Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012

Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE. Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012 Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012 PLATEC - CONCEITUAL Plataformas Tecnológicas É uma base de conhecimentos

Leia mais

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE PETROBRAS - REGAP Contagem 19 de outubro de 2011 Iniciativas de Qualificação - PROMINP PROMINP O PROMINP (Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo e

Leia mais

A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro

A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro Rio de Janeiro Localização Sudeste do Brasil (56% do PIB nacional) Área 43.90 km 2 (0,5% do território brasileiro) População 5,4 Mi (8,4% do total)

Leia mais

Andrea Gallo Xavier Coordenadora do Grupo de Acompanhamento de Questões Ambientais da ANP

Andrea Gallo Xavier Coordenadora do Grupo de Acompanhamento de Questões Ambientais da ANP AÇÕES E PROJETOS DA ANP RELACIONADOS AO MEIO AMBIENTE NA ÁREA DE E&P Andrea Gallo Xavier Coordenadora do Grupo de Acompanhamento de Questões Ambientais da ANP ARCABOUÇO LEGAL Art. 8, inciso IX da Lei do

Leia mais

Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP

Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP Coordenadoria de Conteúdo Local Marintec South America / 12ª Navalshore, 12/08/15 A Política de Conteúdo Local Definição: Política

Leia mais

Assunto: 13ª Rodada de Licitações de Blocos e de Campos Marginais - Alterações no Conteúdo Local para sondas.

Assunto: 13ª Rodada de Licitações de Blocos e de Campos Marginais - Alterações no Conteúdo Local para sondas. 48380.001019/2015-00 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Política de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural NOTA TÉCNICA

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil 2º Workshop Platec E&P Onshore - Sondas de Perfuração e Workover - Equipamentos

Leia mais

Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras

Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras Sumário A Petrobras Os Desafios O Alinhamento Estratégico - Gestão por Competências - A Concepção da Universidade

Leia mais

Desafios na. Operação em Águas. Profundas no Brasil. Click to edit Master text styles. Second level Third level

Desafios na. Operação em Águas. Profundas no Brasil. Click to edit Master text styles. Second level Third level 29 de agosto de 2012 Desafios na Click to edit Master text styles Operação em Águas Second level Third level Profundas no Brasil Fourth level» Fifth level Jacques Braile Saliés, Ph.D. Agenda Motivação

Leia mais

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea.

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea. ÍNDICE Sumário Apoios Media Partners Dados Gerais Conferência Expositores Visitantes Campanha de Marketing Mídia Espontânea Imagens 2 Sumário O Evento A 7ª Edição da BRASIL OFFSHORE - Feira e Conferência

Leia mais

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Sumário A Empresa - Petrobras A Exploração e Produção de Óleo e Gás Gestão Ambiental

Leia mais

Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás

Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás Santos Offshore Alfredo Renault Santos, 10 de abril de 2014. Sumário I PERSPECTIVAS E INVESTIMENTOS DO SETOR II A CADEIA DE FORNECEDORES III

Leia mais

Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo

Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo Ubirajara Sampaio de Campos Subsecretário de Petróleo e Gás Secretaria de Energia do Estado de São Paulo Santos Offshore 09 Abril 2014 Indústria

Leia mais

A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore

A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore Workshop de Tecnologia de Construção Naval e Offshore PROMINP Firjan, 24 de Junho de 2009 Sergio Leite de Andrade Vice

Leia mais

Pré-sal, Desenvolvimento Industrial e Inovação

Pré-sal, Desenvolvimento Industrial e Inovação Pré-sal, Desenvolvimento Industrial e Inovação André Tosi Furtado Departamento de Política Científica e Tecnológica Instituto de Geociências UNICAMP VIII Congresso Brasileiro de Planejamento Energético

Leia mais

Willis Latin American Energy Conference

Willis Latin American Energy Conference Willis Latin American Energy Conference Planejamento Financeiro e Gestão de Riscos outubro 2012 Cátia Diniz Gerente Setorial de Seguros Internacionais Estas apresentações podem conter previsões acerca

Leia mais

Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P

Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P Seminário BNDES: Desenvolvimento da cadeia de fornecedores de petróleo e gás Guilherme Estrella Diretor de E&P Rio Rio de de Janeiro, 1º 1º de de setembro

Leia mais

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Maurício Reis Santos AIB/DECAPEG Área de Insumos Básicos Departamento da Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás DEMANDA POR PETRÓLEO: aumento

Leia mais

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 1 Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 O Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totais de US$ 224 bilhões, representando a média de US$ 44,8 bilhões

Leia mais

Protection Offshore 2012

Protection Offshore 2012 Protection Offshore 2012 26 a 28 de Junho de 2012 Segurança - Prevenção - Integridade 26 a 28 de Junho de 2012 Macaé Centro Macaé Rio de Janeiro Relatório Pós Evento Prezado(a) Profissional, Entre os dias

Leia mais

24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro

24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro APRESENTAÇÃO 24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016 impõem a implantação de Sistemas Inteligentes

Leia mais

Integrando a Cadeia Produtiva de Petróleo Gás & Energia. www.redepetrorio.com.br 1

Integrando a Cadeia Produtiva de Petróleo Gás & Energia. www.redepetrorio.com.br 1 Integrando a Cadeia Produtiva de Petróleo Gás & Energia www.redepetrorio.com.br 1 Somos uma associação de empresas de pequeno, médio e grande porte atuantes nas áreas de Petróleo, Gás e Energia Fomentar

Leia mais

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010.

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010. Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário Porto Alegre, agosto de 2010. APOIO AO Polo Naval - Rio Grande Atuação integrada do Governo, por meio da SEINFRA e SEDAI, voltada

Leia mais

APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS

APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC II FPSO Workshop Tecnológico Campinas, 24-25 de abril de 2012 APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS Carlos Daher Padovezi Instituto de Pesquisas

Leia mais

8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA. Novos Mercados Encontro de Sectores INSCREVA-SE JÁ. Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS. www.expoenergia2011.about.

8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA. Novos Mercados Encontro de Sectores INSCREVA-SE JÁ. Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS. www.expoenergia2011.about. 8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA Centro de Congressos Univ. Católica Novos Mercados Encontro de Sectores Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS ORGANIZAÇÃO PARCEIRO PATROCÍNIO INSCREVA-SE JÁ www.expoenergia2011.about.pt

Leia mais

A Opção Nuclear Brasileira Estratégia irreversível para o desenvolvimento nacional Oportunidades e desafios da engenharia e da indústria brasileira

A Opção Nuclear Brasileira Estratégia irreversível para o desenvolvimento nacional Oportunidades e desafios da engenharia e da indústria brasileira APRESENTAÇÃO O potencial hidrelétrico brasileiro, que atualmente é a prioridade do governo federal, começa a se esgotar dentro de aproximadamente 20 anos. Diante dessa perspectiva, a energia nuclear passou

Leia mais

A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro.

A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro. comprometimento A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro. Oferecemos todo tipo de serviços e soluções associados à preparação

Leia mais

Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore

Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore Condições de Financiamento Luiz Marcelo Martins (luizmarcelo@bndes.gov.br) Março 2011 Crescimento Brasileiro e Investimentos Crescimento

Leia mais

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás Dezembro 2013 Tópicos Cenário P&G Rede de Núcleos de P&G - CNI e Federações Desenvolvimento de APLs

Leia mais

PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side

PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side Programa de Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor de Óleo e Gás - MULTIFOR PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side São Paulo - 16/10/2013 ONIP - MULTIFOR

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

2, 3 e 4 de Agosto de 2011 Windsor Barra Hotel - Rio de Janeiro

2, 3 e 4 de Agosto de 2011 Windsor Barra Hotel - Rio de Janeiro 2, 3 e 4 de Agosto de 2011 Windsor Barra Hotel - Rio de Janeiro Um evento consolidado que reúne os principais agentes do mercado de energia O Energy Summit, cuja missão é orientar os tomadores de decisão

Leia mais

Criação Publicitária: Colocando a Mão na Massa (Encefálica)

Criação Publicitária: Colocando a Mão na Massa (Encefálica) 30 de junho 09 às 13 horas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS CURSOS DESTE PERÍODO A Logística dos Granéis Líquidos e Gasosos Área: Portos & Logística Definição de granéis, equipamentos para manuseio de Granéis

Leia mais

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Oportunidades de Patrocínio 12/02/2015 São Paulo Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Situação do mercado brasileiro de TI O Brasil vive um déficit de mão-de-obra qualificada, especialmente

Leia mais

Agentes Governamentais. Indústria Nacional. Operadoras de P&G

Agentes Governamentais. Indústria Nacional. Operadoras de P&G Agentes Governamentais Indústria Nacional Operadoras de P&G Missão Promover a maximização dos benefícios decorrentes da expansão da indústria petrolífera para toda a sociedade brasileira Estimular novos

Leia mais

O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades

O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades Construção de uma Política Industrial Setorial Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral ONIP Brasilia, 3 de outubro

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

Mostrar de forma prática como pode ser conduzida a implementação ferramentas de gestão estratégica, como Balanced Scorecard, no Setor Público

Mostrar de forma prática como pode ser conduzida a implementação ferramentas de gestão estratégica, como Balanced Scorecard, no Setor Público O Brasil tem passado por um momento desafiador e que inclui, obviamente, as organizações do setor público. Impactadas pelo ajuste fiscal, estas empresas já possuem para o PPA de 2016-19 diversas medidas

Leia mais

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA Programas para consolidar e expandir a liderança PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA 1 Petróleo, Gás Natural e Petroquímica Estratégias: liderança mundial

Leia mais

Hidrocarbonetos nos mares da lusofonia

Hidrocarbonetos nos mares da lusofonia Hidrocarbonetos nos mares da lusofonia José Eduardo Sequeira Nunes Chefe do Gabinete da Presidência Lisboa, 29 de outubro de 2013 Operador integrado de energia focado na exploração e produção Subida do

Leia mais

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Thayne Garcia, Assessora-Chefe de Comércio e Investimentos (tgarcia@casacivil.rj.gov.br) Luciana Benamor, Assessora de Comércio e Investimentos

Leia mais

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA Por meio de um investimento estratégico de até R$314,7 milhões, a BNDESPAR ingressa no capital social da Renova Energia. Parceria de Longo Prazo A

Leia mais

17 e 18 de Março de 2009 São Paulo SP. 1 A Profissionalização da Gestão das IES para Impulsionar Resultados para a Instituição

17 e 18 de Março de 2009 São Paulo SP. 1 A Profissionalização da Gestão das IES para Impulsionar Resultados para a Instituição 4ª Conferência Anual Estratégias e Tendências do Mercado em Gestão para IES Privadas Garanta Excelência Através de Alternativas para Conciliar as Visões Acadêmica, Financeira e Administrativa 17 e 18 de

Leia mais

1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES

1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES 1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES FEV - 2013 Mercado de atuação do EEP descobertas do pré-sal: o Brasil se transformou no grande mercado para diversos equipamentos

Leia mais

Gerenciamento de Riscos

Gerenciamento de Riscos Gerenciamento de Riscos Introdução Crescimento industrial das últimas décadas Industrias maiores e mais complexas Acidentes industriais Investir na prevenção Histórico Engenharia de Confiabilidade - Análise

Leia mais

Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental

Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental NATAL-RIO GRANDE DO NORTE - ANO 03 - EDIÇÃO 19 Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental O Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo continua investindo alto no t r

Leia mais

21 a 23. novembro 2012. 13h00 20h30 São Paulo - Brasil www.itechfair.com.br

21 a 23. novembro 2012. 13h00 20h30 São Paulo - Brasil www.itechfair.com.br 21 a 23 novembro 2012 13h00 20h30 São Paulo - Brasil www.itechfair.com.br O Grupo Cipa Fiera Milano O Grupo A organização da itech - Feira Internacional de Tecnologia da Informação, é do Grupo Cipa Fiera

Leia mais

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf)

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf) www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/cni/iniciativas/eventos/enai/2013/06/1,2374/memoria-enai.html Memória Enai O Encontro Nacional da Indústria ENAI é realizado anualmente pela CNI desde

Leia mais

Painel I: Os investimentos necessários para seguirmos crescendo

Painel I: Os investimentos necessários para seguirmos crescendo Painel I: Os investimentos necessários para seguirmos crescendo José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente da Petrobras São Paulo, 24 de novembro de 2010 1 Plano de Negócios 2010-2014 Grandes Oportunidades

Leia mais

GESTÃO DE RISCOS AMBIENTAIS NO SETOR DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS

GESTÃO DE RISCOS AMBIENTAIS NO SETOR DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS Seminário Internacional GESTÃO DE RISCOS AMBIENTAIS NO SETOR DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS Lucia Maria de Araujo Lima Gaudencio Coordenadora de Meio Ambiente Agência Nacional do Petróleo,

Leia mais

Cenário de Investimentos no segmento de óleo e gás. (visão do IBP)

Cenário de Investimentos no segmento de óleo e gás. (visão do IBP) Cenário de Investimentos no segmento de óleo e gás. (visão do IBP) Fundado em 1957 INSTITUTO BRASILEIRO DE PETRÓLEO, GÁS E BIOCOMBUSTÍVEIS - IBP Missão: Promover o desenvolvimento das atividades de exploração

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável

Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável Juliana Rehfeld Gerente Desenvolvimento Sustentável Anglo American Brasil BH, 24 de setembro de 2009 0 Visão Macro da Anglo American Sustentabilidade - Negócio,

Leia mais

Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas. 19 de novembro de 2013

Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas. 19 de novembro de 2013 Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas 19 de novembro de 2013 Agenda PNG 2013-2017 Política de Conteúdo Local da Petrobras Oportunidades de Negócio Ações de Fomento

Leia mais

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013 Apimec Florianópolis Dezembro 2013 Exoneração de Responsabilidades Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro

Leia mais

PLATEC FPSO. 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012. Floating Production Storage and Offloading. Realização: Apoio:

PLATEC FPSO. 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012. Floating Production Storage and Offloading. Realização: Apoio: Floating Production Storage and Offloading 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012 Realização: Apoio: Brasil - mundo Demanda brasileira nos estaleiros do mundo PLATEC FPSO 2 Plataformas Tecnológicas

Leia mais

Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online

Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online Pernambuco Na indústria, mais demanda por trabalho Texto publicado em 28 de Dezembro

Leia mais

Secretário Executivo da CESPEG

Secretário Executivo da CESPEG PROSPECÇÃO E PREPARO DE FORNECEDORES PARA O PRÉ SAL Instrumentação e Automação em Petróleo e Gás José Roberto dos Santos Secretário Executivo da CESPEG São Paulo, 26 de Novembro de 2009 Envolvimento e

Leia mais

Regulamentação e Licenciamento Ambiental. Oscar Graça Couto Lobo & Ibeas

Regulamentação e Licenciamento Ambiental. Oscar Graça Couto Lobo & Ibeas Regulamentação e Licenciamento Ambiental Oscar Graça Couto Lobo & Ibeas Matriz Constitucional "Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia

Leia mais

Inovação Aberta na Petrobras

Inovação Aberta na Petrobras Inovação Aberta na Petrobras Open Innovation Seminar São Paulo, 12 de Novembro de 2012 Maria Cristina Espinheira Saba Gerente de Estratégia Tecnológica Centro de Pesquisas e Desenvolvimento (CENPES) Motivadores

Leia mais

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO A QGEP Participações iniciou o ano de 2011 com uma sólida posição financeira. Concluímos com sucesso a nossa oferta pública inicial de ações em fevereiro, com uma captação líquida

Leia mais

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 INTRODUÇÃO Sobre o Relatório O relatório anual é uma avaliação do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FDC sobre as práticas

Leia mais

DESENVOLVIMENTO. São Luís, 25 de Novembro de 2011 TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PARA O SETOR DE P&G

DESENVOLVIMENTO. São Luís, 25 de Novembro de 2011 TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PARA O SETOR DE P&G DESENVOLVIMENTO São Luís, 25 de Novembro de 2011 TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PARA O SETOR DE P&G CONVÊNIO PETROBRAS - SEBRAE OBJETIVO GERAL Promover a inserção competitiva e sustentável de micro e pequenas

Leia mais

Você sabe onde quer chegar?

Você sabe onde quer chegar? Você sabe onde quer chegar? O Ibmec te ajuda a chegar lá. Gabriel Fraga, Aluno de Administração, 4º periodo, Presidente do Ibmex, Empresa Jr. Ibmec. Administração Ciências Contábeis Ciências Econômicas

Leia mais

Investimento em infraestrutura: o que precisa ser feito?

Investimento em infraestrutura: o que precisa ser feito? SESSÃO TEMÁTICA Investimento em infraestrutura: o que precisa ser feito? Brasília, 17 de novembro de 2009 Perspectivas de Investimentos O Brasil está diante de uma oportunidade inédita para aumentar de

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

RIG CREW BAY. Sua Porta de Entrada para o Mercado Offshore. Copyright 2015 Rig Crew Bay. Todos os direitos reservados.

RIG CREW BAY. Sua Porta de Entrada para o Mercado Offshore. Copyright 2015 Rig Crew Bay. Todos os direitos reservados. RIG CREW BAY Sua Porta de Entrada para o Mercado Offshore #nossaspalestras A RIG CREW BAY desenvolve, a cada semestre, uma série de palestras com temas de grande relevância, pertinentes ao cenário atual

Leia mais

ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA

ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA PROMINP - 2o WORKSHOP NACIONAL ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA ÁREA DE NEGÓCIO INTERNACIONAL Cláudio Castejon Vitória, 28 de outubro de 2004 O portfolio

Leia mais

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe Iniciativa PE2020 A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos António Manzoni/Vilar Filipe Novembro 2013 Projeto Engenharia 2020 Preocupações macroeconómicas Papel da engenharia na

Leia mais

Últimos dias para inscrições. Eliane Martins Silvio dos Santos Gabriela Heckler Paulo Vivacqua. UNISANTOS UFSC UFMA Cor. Atlântico

Últimos dias para inscrições. Eliane Martins Silvio dos Santos Gabriela Heckler Paulo Vivacqua. UNISANTOS UFSC UFMA Cor. Atlântico 28 de março de 2011: Portos e Terminais Últimos dias para inscrições Eliane Martins Silvio dos Santos Gabriela Heckler Paulo Vivacqua UNISANTOS UFSC UFMA Cor. Atlântico PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS LICENCIAMENTO

Leia mais

Dia 18 de agosto TEMA I -QUESTÕES CONSTITUCIONAIS

Dia 18 de agosto TEMA I -QUESTÕES CONSTITUCIONAIS PROPOSTA DE PROGRAMA Data: 18 a 20 de agosto Local: Auditório do Ministério de Minas e Energia, Brasília DF Organização: Ministério de Minas e Energia - MME, Advocacia- Geral da União AGU e Universidade

Leia mais

FEDERAÇÃO ÚNICA DOS PETROLEIROS

FEDERAÇÃO ÚNICA DOS PETROLEIROS 1 A emancipação dos trabalhadores será obra dos próprios trabalhadores PAUTA POLÍTICA DA EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Karl Marx Iniciamos nossa pauta unificada de reivindicações com a apresentação da proposta

Leia mais

Manutenção de aeronaves mercado e regulação no Brasil. 2º fórum de: Patrocínio. Apoio. 22 de Outubro de 2015 - Sorocaba - SP.

Manutenção de aeronaves mercado e regulação no Brasil. 2º fórum de: Patrocínio. Apoio. 22 de Outubro de 2015 - Sorocaba - SP. 2º fórum de: Manutenção de aeronaves mercado e regulação no Brasil Patrocínio PBUSINESS PARTNERS INSTITUTE i 22 de Outubro de 2015 - Sorocaba - SP Apoio Oficial Apoio Informações e inscrições 11 50961420

Leia mais

Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013

Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013 Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013 Gerente de Relações Institucionais Marcio Mendonça Cruz Revitalização Revitalização da da indústria indústria

Leia mais

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Neste curso serão abordadas as melhores práticas que permitem gerir estrategicamente a informação, tendo em vista a criação de valor para

Leia mais

CONCESSÕES, GESTÃO OPERACIONAL E TECNOLOGIA PARA PORTOS E TERMINAIS

CONCESSÕES, GESTÃO OPERACIONAL E TECNOLOGIA PARA PORTOS E TERMINAIS 4ª edição CONCESSÕES, GESTÃO OPERACIONAL E TECNOLOGIA PARA PORTOS E TERMINAIS 5 DE MARÇO 2013 - NOVOTEL SANTOS DUMONT RIO DE JANEIRO Concessões de Terminais Investimentos no setor Tecnologia Regulação

Leia mais

APÊNDICE D TREINAMENTOS E SIMULADOS

APÊNDICE D TREINAMENTOS E SIMULADOS TREINAMENTOS E SIMULADOS Rev.00 Março/2015 i SUMÁRIO 1. PROGRAMA DE TREINAMENTO E EXERCÍCIOS SIMULADOS... 1 1.1. TREINAMENTOS... 2 1.2. EXERCÍCIOS... 2 1.3. CAPTURA DE CORREÇÕES E OPORTUNIDADES DE MELHORIA...

Leia mais

Polo Produtivo 2 de Julho

Polo Produtivo 2 de Julho Polo Produtivo 2 de Julho Cadeia de Óleo & Gás offshore, onshore e Indústria Naval Recôncavo - Bahia Apoio: OBJETIVO Implantação de um complexo Industrial para atender a crescente demanda da Indústria

Leia mais

2 Descrição da Empresa Focal

2 Descrição da Empresa Focal 2 Descrição da Empresa Focal 2.1 Origem e história da DNV A Det Norske Veritas 2 (DNV) é uma fundação global e independente, com o objetivo de salvaguardar a vida, a propriedade e o meio ambiente. Fundada

Leia mais

O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore. Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore

O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore. Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore Porto Alegre, 27 de julho de 2011 Panorama Brasileiro Novo

Leia mais

ADVOGADOS E CONSULTORES

ADVOGADOS E CONSULTORES ADVOGADOS E CONSULTORES QUEM SOMOS Com mais de 25 anos de experiência nas áreas jurídica e ambiental, o escritório DIAS LOPES ADVOGADOS E CONSULTORES está focado em atender as necessidades do mercado em

Leia mais

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 Vítor Escária CIRIUS ISEG, Universidade de Lisboa e Augusto Mateus & Associados Barreiro, 30/06/2014 Tópicos Enquadramento A Estratégia de Crescimento

Leia mais