ESTUDO DE TÉCNICAS DE DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA EM BIOLOGIA NA VALE VERDE PARQUE ECOLÓGICO BETIM / MG: ÊNFASE NA ORNITOFAUNA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTUDO DE TÉCNICAS DE DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA EM BIOLOGIA NA VALE VERDE PARQUE ECOLÓGICO BETIM / MG: ÊNFASE NA ORNITOFAUNA"

Transcrição

1

2 ESTUDO DE TÉCNICAS DE DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA EM BIOLOGIA NA VALE VERDE PARQUE ECOLÓGICO BETIM / MG: ÊNFASE NA ORNITOFAUNA Ana Lúcia de Jesus Santos André Campos Colares Botelho Andréia Eleto Magalhães Camila Mydori Fogaça Oiko Charles Batista de Azevedo Fabiana Castro Barbosa Fabiana da Costa Barros Leandro de Paula Nascimento Luciana Cristina Correa Acadêmicos de Ciências Biológicas com Ênfase em Ciências Ambientais PUC Minas / Betim Miguel Ângelo Andrade Renato Porto Ribeiro Mendes Professores-orientadores da Disciplina de Documentação em Biologia -PUC Minas / Betim INTRODUÇÃO A fotografia sem qualquer dúvida está em expansão como meio criativo para o registro de imagem. Tem vindo rapidamente a tornar-se cada vez mais popular no decurso dos últimos anos, devido principalmente as fotocâmaras e equipamentos cada vez mais complicados que permitem escolher entre alternativas que vão desde simplesmente apontar e disparar até o controle total de cada situação no momento em que se realiza a fotografia. OS ELEMENTOS DA FOTOGRAFIA ANIMAIS E PLANTAS O aumento generalizado de tudo o que se refere aos problemas do meio ambiente levou a um maior interesse fotográfico pela natureza, que se transformou num campo extremamente popular entre os amadores. O aperfeiçoamento das fotocâmaras teve importantes repercussões, pelo simples fato de que os temas da natureza desencadeiam grandes exigências técnicas. HISTÓRICO DA FAZENDA VALE VERDE E CRIATÓRIO A tecnologia das fotocâmaras avança a grandes velocidades, orientadas de forma irresistível na direção dos aparelhos eletrônicos que funcionam com pilhas e com elevado número de características automáticas, entre as quais há que evidenciar a focagem automática (autofocus) e a grande variedade de métodos de controle automático da exposição. O Vale Verde Parque Ecológico está situado em Vianópolis, município de Betim, e conta com uma área de 156 hectares, sendo 27 reservados para a plantação de cana-de-açúcar. O local até pouco tempo denominado fazenda Vale Verde, foi adquirido em 1953 pelo Sr. José Heibuth Gonçalves e tinha como atividades principais a bovinocultura e a suinocultura que se estendeu até o 29

3 ano de Em 1986, teve inicio a produção de aguardente, de forma artesanal e em pequena escala. Desde então são produzidas as cachaças Vale Verde e Minha Deusa. Outras atividades então começaram a ser desenvolvida e acontecem ainda hoje, entre elas: cultivo de orquídeas, a fábrica de ração e o criatório de aves. No inicio de 2002, a fazenda foi reformada, tornando-se um Parque Ecológico, com estrutura para recebimento de visitantes de terçafeira a domingo. Tal estrutura conta ainda com um restaurante, salão de jogos, playground, trilha ecológica, bosque entre outros. Quanto ao criatório de aves, foco de nosso projeto, este conta com Araras, Canarinhos, Maritacas e Papagaios, além de Faisões, Avestruzes, Perdizes, Angolas e muito mais. A maior diversidade está no grupo de Psitacídeos, mais conhecidos como aves de bico torto, como as araras, papagaios e maritacas. Entre as várias espécies destacam-se: Ararajuba (Guararuba guarouba), a Arara-azul (Anodorlaynais hyacinthinys) e o Papagaio Chauá (Amazona rohocorytha). Vale lembrar ainda, que diversos destes animais já foram premiados em diversas modalidades. OBJETIVOS a) Documentar a ornitofauna dos viveiros da Vale Verde Parque Ecológico; b) Praticar técnicas de fotografia de natureza em cativeiros fechados, em viveiros interativos e nos filhotes das aves que são criadas no parque ecológico; c) Fotografar, também, os répteis como forma de ilustrar toda a fauna do parque ecológico; JUSTIFICATIVA O projeto visa o treinamento em técnicas de Documentação em Biologia dos alunos do sétimo período do curso de ciências biológicas com ênfase em ciências ambientais. Aumentar o número do acervo fotográfico da ornitofauna e das orquídeas da Vale Verde Parque Ecológico que poderá ser usado posteriormente em trabalhos de Educação Ambiental. METODOLOGIA Inicialmente foi escrito um préprojeto para o planejamento do trabalho e para as saídas de campo; Para a realização do projeto foram necessárias duas visitas na parte da manhã a Vale Verde Parque Ecológico; A primeira visita caracterizada como uma ambientalização do local por parte do grupo e a confecção das primeiras fotografias; Para um melhor aproveitamento da visita as fotografias foram tiradas a partir de um roteiro pré-definido que tem como objetivos monitorar o estudo das técnicas de documentação em fotografia por parte de cada componente do grupo; O equipamento utilizado foi da marca Cânon tanto o corpo de máquina quanto as lentes; A segunda saída de campo foi caracterizada por fotografias livres onde cada componente poderia escolher o componente 30

4 a ser fotografado, sem poder sair do objetivo do trabalho; O equipamento utilizado foi da marca Nikon tanto o corpo de máquina quanto as lentes; Todas as imagens retratadas tiveram suas principais características técnicas anotadas em tabela padrão (em anexo); Em um segundo momento as filmes foram revelados e selecionados os que seriam discutidos para a realização do trabalho e os que seriam inseridos para retratar o local, sua flora e fauna; No terceiro momento as fotografias foram escaniadas, discutidas para a finalização do trabalho escrito; E finalmente no quarto momento foi planejado e confeccionado o Banner para a divulgação do projeto. RESULTADOS E DISCUSSÃO Todas as fotos foram tiradas com filme FujiColor Superia 135/36 ASA 400. TREINAMENTO DE RETIRADA DE GRADE EM ANIMAIS CRIADOS EM RECINTO FECHADO Imagem 01 Autor: André Campos Veloc.: 1/125 f: 9.5 Objetiva: 28 mm Descrição: Burki-rosa Data: 29/10/2003 Imagem 02 31

5 Autor: André Campos Veloc.: 1/125 f: 9.5 Objetiva: 50 mm Descrição: Burki-rosa Data: 29/10/2003 Imagem 03 Autor: André Campos Veloc.: 1/125 f: 5.6 Objetiva: 300 mm Descrição: Burki-rosa Data: 29/10/2003 Podemos verificar nas imagens mostradas uma grande diferença entre elas. Diferença constatada pela visualização da grade do receptáculo onde está a ave. O que podemos avaliar dentro das técnicas de fotografia que o mais importante quando se trata de retirar a grade 32

6 anterior ao animal é a utilização de uma objetiva de grande distância focal como é o caso da 300 mm usada no projeto, imagem 04. Outra técnica bastante indicada para a retirada da grade posterior à ave é a abertura do diafragma, além de tentar posicionar o animal no centro do viveiro. Como podemos observar nas imagens 01 e 02 que foram tiradas com uma grande angular e uma normal, respectivamente, não há retirada da grande anterior e posterior. Conclui-se então que para se retratar um animal que está em um viveiro fechado devese utilizar as duas técnicas descritas como no caso da imagem 03. POSICIONAMENTO COM RELAÇÃO AO SOL EM FOTOGRAFIAS DE NATUREZA. Imagem 04 Autor: Fabiana da Costa Veloc.: 1/350 f: 11 Objetiva: 300 mm Descrição: Avestruz Data: 05/11/2003 Imagem 05 33

7 Autor: Ana Lucia J. Santos Veloc.: 1/1500 f: 6.7 Objetiva: 300 mm Descrição: Avestruz Data: 05/11/2003 Nestas duas imagens podemos verificar o quanto é importante um posicionamento correto do fotógrafo com relação ao sol. Quando ele se coloca a favor do sol a imagem a ser retratada sai escura o que pode ocasionar uma perda de detalhes dando apenas a nuancia do corpo do animal, como na imagem 05. Agora na imagem 04 onde o fotógrafo se colocou contra o sol o detalhamento do corpo do animal foi bem maior. Deve-se tomar cuidado quando for tirar esse tipo de foto para que a sua própria sombra não saia na imagem. Conclui-se então que o melhor método para se retratar com detalhes e usando a luz do melhor modo possível e podendo utilizar uma velocidade mais rápida é quando o fotógrafo esta contra o sol e o objeto a seu favor. 34

8 NATURALIZAÇÃO DE AMBIENTES Imagem 06 Autor: Charles Batista Veloc.: 1/180 f: 11 Objetiva: 300 mm Descrição: Pavão Data: 05/11/2003 Tentar naturalizar um ambiente quanto o animal esta em recinto semiaberto é um grande desafio para o fotógrafo. Todavia existem técnicas que podem ajudá-lo no seu trabalho. Uma delas é tentar preencher o máximo possível a fotografia com o objeto a ser retrato. A imagem 06 está pouco estética por que nela aparece a tela do recinto, já a imagem 08 ficou Imagem 07 estaticamente correta, pois a animal esta preenchendo mais a foto e também não há sensação de que o animal esta em recinto fechado. Outro ponto importante a ser relatado na imagem 07 é o segundo plano, pois ele esta desfocado apesar do diafragma estar fechado dando assim uma melhor naturalização do ambiente. 35

9 Autor: André Campos Veloc.: 1/350 f: 11 Objetiva: 300 mm Descrição: Pavão Data: 05/11/2003 ESTUDO DE ENQUADRAMENTO E COMPOSIÇÃO DA IMAGEM Imagem 08 Autor: Ana Lucia J. Santos Veloc.: 1/90 f: 16 Objetiva: 35mm Descrição: Cisne Negro Data: 29/10/

10 Estes dois aspectos são de grande importância e interferem sensivelmente na qualidade da fotografia, sem falar no bom gosto. O enquadramento dará conforme for o objeto do fotógrafo, ou seja, ele poderá enquadrar o objeto de interesse da maneira como achar melhor, porém não deixando dúvidas ao observador da sua intenção. (Leite, 2000) A composição depende exclusivamente do fotógrafo, mas é de vital importância que ele escolha qual é o seu foco principal e tentar retratá-lo da melhor forma possível. Para ajudar o fotógrafo no enquadramento da imagem existem duas técnicas como, por exemplo, a Regra dos Terços e os Retângulos Áureos. A técnica da regra dos terços é a mais prática de se usar. Ele consiste em dividir o visor em terços (nove terços), sendo que o ponto ideal para localizar o motivo principal de sua foto será a interseção das linhas. Observando criticamente a imagem 08 temos a certeza que o foco principal é o cisne negro. Porem ele esta distante e foto esta repleta de outros componentes que podem tirar a atenção do foco principal como, por exemplo, a beira do lago e a mata atrás da ave. Na imagem abaixo que foi trabalhada via computador com base na imagem 08 a cisne negro é o ponto exclusivo da foto, além de estar no ponto áureo. Podemos concluir que antes do fotógrafo tirar a foto ele tem que ter certeza de que o foco principal esta no ponto áureo e não irá concorrer com nenhum outro objeto. Imagem 09 Imagem adaptada da imagem 08. Manteve as mesmas descrições da original. 37

11 UTILIZAÇÃO DE FLASH PARA A DOCUMENTAÇÃO DE AVES EM RECINTO FECHADO Imagem 10 Autor: André Campos Veloc.: 1/125 f: 6.7 Objetiva: 300 mm Descrição: Loris. Uso Flash Data: 05/11/2003 O flash é um ótimo acessório para ser utilizado tanto de dia quanto a noite para corrigir falhas da luz no objeto a ser fotografado. O uso desse equipamento torna-se falho quando se querer retratar animais em cativeiro fechado. Como podemos observar nas imagens 10 e 11 onde foi utilizado o flash para corrigir a falta de luz sobre as aves houve uma formação de sombra sobre o animal e um reflexo da grade. Esses efeitos reduziram a beleza técnica da foto, pois o objetivo de retirar a grade não foi alcançado. Deste modo podemos concluir que ao tirar fotos de animais em recinto fechado evite ao máximo usar flash para que esse efeito de sombra e reflexo não ocorra. 38

12 Imagem 11 Autor: Charles Batista Veloc.: 1/125 f: 5.6 Objetiva: 300 mm Descrição: Tucula. Uso Data: 05/11/2003 Flash REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA FREEMAN, M. Grande Manual de Fotografia. Ed. Dinalivro pg JOSÉ, H. Oficina de Fotografia para principiantes. Galeria ZooN de Fotografia, Apostila digital. Disponível em 38 p. LEITE, E. B. MANUAL DE FOTOGRAFIA E PLANEJAMENTO DE UM AUDIO-VISUAL. PUC / ICBS, p. PIAZZA, L. Manual prático de fotografia. Ed. Dinalivro, 1996.

MANUAL DE FOTOGRAFIA

MANUAL DE FOTOGRAFIA MANUAL DE FOTOGRAFIA 1. A máquina fotográfica. Breve história As primeiras fotografias tiradas, datam de 1826, mas só em 1870, é que foi possível obter um sistema que permitisse a comercialização de chapas

Leia mais

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos VERSÃO FOTOGRAFIA 10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos Existem várias formas de alterar o resultado final de uma foto, seja através do ISO, da velocidade do obturador, da abertura

Leia mais

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br 8 c o i s a s que vocêê precisa saber para FOTOGRAFAR Ana Flor www.anaflor.fot.br Introdução Esta apostila não pretende ser um manual de como ser um ótimo fotógrafo ou como usar sua câmera. Aqui você encontrará

Leia mais

Tutorial de animação quadro a quadro

Tutorial de animação quadro a quadro Tutorial de animação quadro a quadro quadro a quadro é uma técnica que consiste em utilizar imagens ou fotografias diferentes de um mesmo objeto para simular o seu movimento. Nesse caso, trata-se de relatar

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Histórico da Fotografia A fotografia surgiu do desejo do homem retratar o mundo a sua volta. Desde os primórdios, com a

Leia mais

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas Tirar fotos não é apenas uma ação de apontar a máquina e apertar o botão (a menos que essa seja sua intenção artística). É necessário saber o que vai retratar e como vai

Leia mais

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL Distância focal DISTÂNCIA FOCAL: Unidade de medida relativa à distância existente entre o centro óptico de uma lente e o plano de foco. A distância focal determina a relação de grandeza de um motivo e

Leia mais

PROJETO DE ENRIQUECIMENTO AMBIENTAL, TREINAMENTO E BEM- ESTAR ANIMAL (PEATREBA), REALIZADO COM ARARAJUBAS

PROJETO DE ENRIQUECIMENTO AMBIENTAL, TREINAMENTO E BEM- ESTAR ANIMAL (PEATREBA), REALIZADO COM ARARAJUBAS PROJETO DE ENRIQUECIMENTO AMBIENTAL, TREINAMENTO E BEM- ESTAR ANIMAL (PEATREBA), REALIZADO COM ARARAJUBAS (Guaruba guarouba, GMERLIN 1788) EM CATIVEIRO NO PARQUE ZOOBOTÂNICO ORQUIDÁRIO MUNICIPAL DE SANTOS.

Leia mais

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes?

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? Escolha da Objectiva Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? As lentes, também conhecidas como objectivas, são a parte mais importante do seu

Leia mais

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK 1 SÚMARIO ASSUNTO PÁGINA Componentes da Lousa... 03 Função Básica... 04 Função Bandeja de Canetas... 05 Calibrando a Lousa... 06

Leia mais

Tutorial de animação

Tutorial de animação Tutorial de animação Uma animação nada mais é que uma sequência de imagens estáticas que, quando mostradas rapidamente, dão a ilusão de movimento. Selecionamos um conjunto de dicas para você, professor(a),

Leia mais

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos stacking focus a técnica de empilhamento de foco Um outro modo de ver o mundo através da macrofotografia texto e fotos Tacio Philip Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos & Imagens,

Leia mais

CÂMERAS. fotográficas

CÂMERAS. fotográficas CÂMERAS fotográficas Quanto ao suporte: Digital Analógico Como classificar e diferenciar os tipos de Câmeras? Quanto a automação: Automáticas Semi-automáticas Auto e manual Quanto ao visor: Visor direto

Leia mais

Projeto Guia Fotográfico

Projeto Guia Fotográfico Projeto Guia Fotográfico Avifauna no Entorno do IFSP (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia) campus São Roque Márcia de Oliveira Campos Maria de Jesus Campos ISFP campus São Roque 2011 1

Leia mais

Introdução à Fotografia Digital

Introdução à Fotografia Digital Introdução à Fotografia Digital Aula 1 Fundamentos, Câmeras, Obje3vas Disponível em www.ecoclics.com/wp- content/pdf/aula_ifd_1.pdf Roteiro da Aula Apresentações Programação do curso Câmeras Objetivas

Leia mais

Tecnologias IXUS 210. Ecrã Táctil LCD PureColor II

Tecnologias IXUS 210. Ecrã Táctil LCD PureColor II Tecnologias IXUS 210 Interface Táctil Avançada A IXUS 210 inclui o ecrã táctil IXUS com a interface de utilizador mais avançada até hoje, proporcionando acesso ao menu principal da câmara, bem como ícones

Leia mais

Modalidade Fotografia Publicitária - Nativa Spa 1

Modalidade Fotografia Publicitária - Nativa Spa 1 Modalidade Fotografia Publicitária - Nativa Spa 1 Andressa Cristina Souza Silva 2 Douglas de Oliveira Silveira 3 Gabriella Ornella de Sá Leal 4 Ingrid Silva Albino 5 Larissa Amorim Silva 6 Nathalia Silva

Leia mais

O OBTURADOR 1. FUNCIONAMENTO:

O OBTURADOR 1. FUNCIONAMENTO: Esse anexo é um complemento do material didático exclusivo do Curso de Fotografia Digital - A fotografia sob uma nova óptica e função, com Célio Ricardo, constituindo uma parte que completa o total de

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica 3. Uso de diagonais 4. Regra dos terços 5. O Ponto Dourado Composição fotográfica 15 dicas para ter imagens com harmonia e proporção. Este tutorial vai ajudá-lo a usar melhor uma câmera fotográfica, compacta

Leia mais

energia que vai longe

energia que vai longe Como melhorar seus Clicks energia que vai longe CLICK 2014 Introdução A fotografia é uma das principais ferramentas de comunicação da atualidade. Com o avanço tecnológico das câmeras fotográficas e celulares,

Leia mais

Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo

Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo Daniel de Castro Brainer Pereira PIRES 1 Thatiane Oliveira de ALENCAR 2 Alessandra Oliveira ARAÚJO 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE RESUMO

Leia mais

Fotografia Digital 1

Fotografia Digital 1 Fotografia Digital 1 Apresentação Constituída em 2007 é referência nacional no ensino da fotografia de paisagem natural 2 Uma das entidades que mais workshops lecciona anualmente em Portugal Cursos de

Leia mais

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida!

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida! Introdução e índice Eu sou a Claudia Regina (www.claudiaregina.com) e resolvi criar este pequeno Manual Básico de Fotografia para ajudar quem procura por bom conteúdo para iniciantes, em português. Aprender

Leia mais

Astrofotografia com camera fixa

Astrofotografia com camera fixa Astrofotografia com camera fixa José Carlos Diniz - dinizfam@uninet.com.br Ao escrever sobre este tema pretendemos estimular o uso da astrofotografia, desmistificando e apresentando de forma simples e

Leia mais

COMO FOTOGRAFAR ANIMAIS MORTOS ENVOLVIDOS EM COLISÃO COM AERONAVES

COMO FOTOGRAFAR ANIMAIS MORTOS ENVOLVIDOS EM COLISÃO COM AERONAVES COMO FOTOGRAFAR ANIMAIS MORTOS ENVOLVIDOS EM COLISÃO COM AERONAVES COMO FOTOGRAFAR ANIMAIS MORTOS ENVOLVIDOS EM COLISÃO COM AERONAVES O objetivo desta cartilha é orientar os profissionais que lidam com

Leia mais

Professores Formadores NTE Uruaçu-GO

Professores Formadores NTE Uruaçu-GO Professores Formadores NTE Uruaçu-GO Núcleo de Tecnologia Educacional de Uruaçu NTE - 1 - INTRODUÇÃO O Aplicativo KolourPaint é utilizado para edição de desenhos e construção de conhecimento utilizando

Leia mais

A árvore das árvores

A árvore das árvores A árvore das árvores Resumo O documentário apresenta os múltiplos usos do carvalho para as sociedades, desde tempos remotos até os dias de hoje; além de retratar lendas e histórias sobre essas árvores

Leia mais

Aula 6 TREINAMENTO DE PROFESSORES. Ministério de Educação Cristã. Igreja Batista Cidade Universitária

Aula 6 TREINAMENTO DE PROFESSORES. Ministério de Educação Cristã. Igreja Batista Cidade Universitária Aula 6 TREINAMENTO DE PROFESSORES Igreja Batista Cidade Universitária Ministério de Educação Cristã PERÍODO Aula 5 Apresentações PPT Objetivo da Apresentação em Power Point Com a popularização dos softwares

Leia mais

Acostumado a buscar sempre

Acostumado a buscar sempre Técnica&Prática Casamento Iluminação criativa em fotos de casamento Luz de vídeo, de lanterna, natural ou flash. Saiba como é possível usar de tudo um pouco para fazer fotos sociais Vinícius Matos Por

Leia mais

FUJIFILM FinePix 1 RESUMO

FUJIFILM FinePix 1 RESUMO FUJIFILM FinePix 1 Bruna Karen Theodoro de SOUZA 2 Bruna Lais SILVA 3 Daiana MÜLLER 4 Daiane Alves Vila Nova RODRIGUES 5 Marcos Sérgio da Silva SARAIVA 6 Ronaldo Santana dos SANTOS 7 Edson PAIVA 8 Centro

Leia mais

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010 Marcus Ramos UNIVASF Engenheiro elétrico (USP/82); Mestre em Sistemas Digitais (USP/91); Professor do curso de Engenharia de Computação da UNIVASF em Juazeiro-BA

Leia mais

Editorial de Moda: Anos 60 1

Editorial de Moda: Anos 60 1 Editorial de Moda: Anos 60 1 Lucas Paiva de OLIVEIRA 2 Rosana Vilanova LACERDA 3 Paola Monteiro CORRÊA 4 Gabriella Grendene ZANCHI 5 Renata STODUTO 6 Centro Universitário Metodista do IPA, Porto Alegre,

Leia mais

Relatório Semana do Meio Ambiente 2013

Relatório Semana do Meio Ambiente 2013 Relatório Semana do Meio Ambiente 2013 No dia 03.06.13 foi iniciado a Semana do Meio Ambiente, onde os alunos da Escola Municipal Manuel Barbosa de Farias localizado no Km 13 do Ramal da Morena vieram

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

Ave: Manual do usuário

Ave: Manual do usuário As iniciais no canto superior esquerdo indicam a atual lista de espécies em uso. Clique neste campo para abrir uma grade com todas Ave: Manual do usuário Introdução A Janela Inicial O botão Listas Sobre

Leia mais

Programação do Curso

Programação do Curso Programação do Curso Introdução à Fotografia Digital Aula 2 Equipamentos acessórios; Composição Disponível em www.ecoclics.com/wp- content/pdf/aula_ifd_2.pdf Roteiro da Aula Acessórios Ø Tripés Ø Filtros

Leia mais

APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM

APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM APÊNDICE A - Análise dos softwares GeoGebra e Winplot I Objetivo: Identificar o software que será utilizado para desenvolver as atividades. II Metodologia:

Leia mais

A câmera fotográfica. 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento

A câmera fotográfica. 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento A câmera fotográfica 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento Definição Câmera fotográfica é uma câmara escura projetada segundo características específicas (quanto a ótica, mecânica

Leia mais

A Evolução Gráfica nos Jogos de Computador

A Evolução Gráfica nos Jogos de Computador A Evolução Gráfica nos Jogos de Computador Henrique Costa Nos últimos trinta anos, assistimos uma evolução tecnológica que permitiu aos jogos de computador passarem de uma simples modulação de sinal de

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas. 6. Fotografia com o Flash

Leia mais

TECNOLOGIA RADIOLÓGICA

TECNOLOGIA RADIOLÓGICA TECNOLOGIA RADIOLÓGICA Prof. Walmor Cardoso Godoi, M.Sc. http://www.walmorgodoi.com Aula 05 Qualidade Radiográfica Agenda Qualidade radiográfica, resolução, velocidade, d curva característica, ti densidade

Leia mais

DESMATAMENTO DA MATA CILIAR DO RIO SANTO ESTEVÃO EM WANDERLÂNDIA-TO

DESMATAMENTO DA MATA CILIAR DO RIO SANTO ESTEVÃO EM WANDERLÂNDIA-TO DESMATAMENTO DA MATA CILIAR DO RIO SANTO ESTEVÃO EM WANDERLÂNDIA-TO Trabalho de pesquisa em andamento Sidinei Esteves de Oliveira de Jesus Universidade Federal do Tocantins pissarra1@yahoo.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

Primeiras Informações

Primeiras Informações Primeiras Informações Para que um trabalho escolar fique com melhor qualidade é importante registrálo, não apenas para ser apresentado aos pais, mas principalmente como arquivo. Guardar o registro de trabalhos

Leia mais

E.M.E.F. ANTONIO DUARTE DE ALMEIDA O PARQUE DO CARMO

E.M.E.F. ANTONIO DUARTE DE ALMEIDA O PARQUE DO CARMO E.M.E.F. ANTONIO DUARTE DE ALMEIDA O PARQUE DO CARMO Trabalho Apresentado para a conclusão do ciclo autoral. Igor José Santos Matias Adriano Santos Daniel Santos William 9 ANO C Este trabalho é dedicado

Leia mais

FAQ Escrita de Cases

FAQ Escrita de Cases FAQ Escrita de Cases 1. Sobre o que escrever um case e com qual foco? Sua EJ poderá escrever cases de sucesso ou insucesso que tenha trazido muito aprendizado e superação, ou seja, cases distintos da realidade

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DE FOTOGRAFIA. TEMA: Garimpeiros do ouro verde: A predominância da mão de obra feminina na viticultura

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DE FOTOGRAFIA. TEMA: Garimpeiros do ouro verde: A predominância da mão de obra feminina na viticultura UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHA UNEB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CAMPUS III PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DISCIPLINA: A LINGUAGEM DOS MEIOS - SUPORTE FOTOGRAFIA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA AMADORA DA 1ª SEMANA INTERMUNICIPAL DA FRONTEIRA.

CONCURSO DE FOTOGRAFIA AMADORA DA 1ª SEMANA INTERMUNICIPAL DA FRONTEIRA. CONCURSO DE FOTOGRAFIA AMADORA DA 1ª SEMANA INTERMUNICIPAL DA FRONTEIRA. 1 O Concurso Consórcio Intermunicipal da Fronteira CIF, juntamente com as Secretárias de Educação dos municípios de Bom Jesus do

Leia mais

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 2 Guia para fotografar com pouca luz Versão 1 Texto e fotografias de Christian Camilo T 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 3 Índice FOTOGRAFANDO EM AMBIENTES

Leia mais

Ensaio Fotográfico Elisetes 1. Diego Henrique COUTO 2 Israel Vinicius da SILVA 3 Lamounier Lucas PEREIRA JÚNIOR 4 Centro Universitário Newton Paiva

Ensaio Fotográfico Elisetes 1. Diego Henrique COUTO 2 Israel Vinicius da SILVA 3 Lamounier Lucas PEREIRA JÚNIOR 4 Centro Universitário Newton Paiva Ensaio Fotográfico Elisetes 1 Diego Henrique COUTO 2 Israel Vinicius da SILVA 3 Lamounier Lucas PEREIRA JÚNIOR 4 Centro Universitário Newton Paiva RESUMO Ao planejar um ensaio, é importante pensar em todos

Leia mais

Tristes Olhos 1. Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN

Tristes Olhos 1. Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN Tristes Olhos 1 Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN RESUMO O presente trabalho trata-se de um registro fotográfico realizado

Leia mais

Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza

Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza Câm ara Escura Tipos de Câmeras A Câmera Básica Componentes comuns em todas as câmeras Visor Objetiva Plano do filme Diafragma Obturador Mecanismos de foco

Leia mais

Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010)

Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010) 1 of 6 02/12/2011 16:14 Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010) 13:58:20 Bem-vindos ao Bate-papo Educarede! 14:00:54 II Seminário

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Tutorial USERADM. Inserindo conteúdos no site

Tutorial USERADM. Inserindo conteúdos no site Tutorial USERADM Inserindo conteúdos no site Como acessar o Administrador de Conteúdos do site? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar o site da Prefeitura de Aliança-TO,

Leia mais

UM CAMINHO DE UMA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL

UM CAMINHO DE UMA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL UM CAMINHO DE UMA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL Existem infinitas maneiras de organizar, produzir e finalizar uma obra audiovisual. Cada pessoa ou produtora trabalha da sua maneira a partir de diversos fatores:

Leia mais

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I FUNCICI MG ESCOLA TÉCNICA DE FORMAÇÃO GERENCIAL DE CONTAGEM CURSO TÉCNICO AMBIENTAL E DE SEGURANÇA APOSTILA BÁSICA: Microsoft PowerPoint XP Módulo I I Elaborada por: Walter Santos 2007 2 S U M Á R I O

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Objetivas É uma lente óptica ou conjunto de lentes usada em conjunto com um corpo de câmera e um mecanismo para reproduzir

Leia mais

Tutorial Gerenciador de Conteúdo Site FCASA

Tutorial Gerenciador de Conteúdo Site FCASA Tutorial Gerenciador de Conteúdo Site FCASA Versão 1.0* Bolt Brasil Comunicação Digital Tel: 31 3335 7100 www.bolt.com.br Rua Santa Catarina, 1627 15 andar Lourdes Belo Horizonte / MG CEP: 30170-081 *

Leia mais

O VISOR TV. Texto e fotos: Paulo de Oliveira

O VISOR TV. Texto e fotos: Paulo de Oliveira O VISOR TV Texto e fotos: Paulo de Oliveira Quem quiser jogar pelo seguro e puder pagar esse conforto poderá adquirir, ou construir, um sistema de controlo remoto assistido por televisão. De qualquer modo

Leia mais

VÍDEO DA CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DO PROJETO DE INCLUSÃO SOCIAL DOS CATADORES 1

VÍDEO DA CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DO PROJETO DE INCLUSÃO SOCIAL DOS CATADORES 1 VÍDEO DA CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DO PROJETO DE INCLUSÃO SOCIAL DOS CATADORES 1 Gabriela Viero GARCIA 2 Jana GONÇALVES 3 Samira Tumelero VALDUGA 4 Luciano MATTANA 5 Universidade Federal

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL formação em imagem www.100iso.pt Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas.

Leia mais

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Projeto: Filhotes Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Justificativa: A escolha da temática FILHOTES para o infantil I se deve ao fato de que os animais em geral provocam

Leia mais

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico)

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) CÂMERA FOTOGRÁFICA Foto analógica Foto digital Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) O DIAFRAGMA OBJETO DIAFRAGMA EM IRIS OBJETO IRIS RETINA ABERTURA PUPILA LENTE CRISTANILO

Leia mais

O que Vês na Imagem?

O que Vês na Imagem? O que Vês na Imagem? Fonte: Farol, versão portuguesa do COMPASS: www.humanaglobal.com Duração aproximada: 30 minutos a 1 hora Palavras-chave: direitos humanos, interpretação/visão individual dos direitos

Leia mais

TUTORIAL COMO CRIAR E EDITAR UM VÍDEO NO WINDOWS MOVIE MAKER*

TUTORIAL COMO CRIAR E EDITAR UM VÍDEO NO WINDOWS MOVIE MAKER* TUTORIAL COMO CRIAR E EDITAR UM VÍDEO NO WINDOWS MOVIE MAKER* * Microsoft Windows MovieMakeré um programa da Microsoft Corporation. A versão utilizada é a 5.1 que já vem instalada no Microsoft Windows

Leia mais

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!!

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! TUTORIAL DO ALUNO Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! O Moodle é a plataforma de ensino a distância utilizada pela Uniapae sendo a unidade de ensino para rápida capacitação

Leia mais

Viajar é bom! Melhor ainda trazendo boas fotos.

Viajar é bom! Melhor ainda trazendo boas fotos. Viajar é bom! Melhor ainda trazendo boas fotos. Iniciamos mais um curso de dez módulos grátis. Nele apresentaremos as possibilidades de captura fotográfica diferenciada e que marcará para sempre sua viagem.

Leia mais

Ela funciona de um jeito parecido com as mídia de RSS próprio: o sistema acessa o feed do twitter e exibe, na tela, os últimos tweets.

Ela funciona de um jeito parecido com as mídia de RSS próprio: o sistema acessa o feed do twitter e exibe, na tela, os últimos tweets. Mídia do Twitter Esta mídia serve para mostrar os últimos tweets de uma conta específica. É útil para estabelecimentos que usam com frequência o twitter e que desejam que seus clientes acompanhem isso

Leia mais

Ciências da Natureza I Ensino Médio Oficina Espelhos Material do aluno

Ciências da Natureza I Ensino Médio Oficina Espelhos Material do aluno Caro aluno, Este material foi produzido objetivando que você aprofunde seus conhecimentos sobre os espelhos planos e os espelhos esféricos côncavos e convexos. Antes de iniciar as atividades desta oficina

Leia mais

Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania

Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania Sumário Objetivos do Blog... 2 Log-in... 3 Esqueci minha senha... 4 Utilizando o Blog... 5 Encontrando seu Blog... 5 Conhecendo o

Leia mais

Dúvidas Frequentes FOTOGRAFIA

Dúvidas Frequentes FOTOGRAFIA Dúvidas Frequentes FOTOGRAFIA 01) Como devo escolher um fotógrafo? Lembrando que é um momento único e especial e que esse momento se eternizara por muitos anos e deve gerar lembranças agradáveis com belas

Leia mais

Manual da Ferramenta Construtor de Página Programa de Formação Continuada 2012

Manual da Ferramenta Construtor de Página Programa de Formação Continuada 2012 Manual da Ferramenta Construtor de Página Programa de Formação Continuada 2012 1º Semestre/2012 Joice Lopes Leite e Ana Paula Daikubara 1 Índice Criando um site...03 Configurações gerais...04 Visual e

Leia mais

UNIMED-BH MANUAL DE AGENDAMENTO ON-LINE. acesse www.unimedbh.com.br/cooperados

UNIMED-BH MANUAL DE AGENDAMENTO ON-LINE. acesse www.unimedbh.com.br/cooperados UNIMED-BH MANUAL DE AGENDAMENTO ON-LINE acesse www.unimedbh.com.br/cooperados ÍNDICE Preparando para usar o sistema Como acessar o sistema 4 Inclusão de foto e currículo do médico cooperado (opcional)

Leia mais

Tutorial - Vetorizando uma fotografia

Tutorial - Vetorizando uma fotografia Tutorial - Vetorizando uma fotografia Thiago Santos 02-2013 Vetorizando uma fotografia Meu nome é Thiago Santos e vou mostrar a vocês como vetorizar uma fotografia. O processo não é muito complicado, mas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Microsoft Office PowerPoint 2007 Prof. M.Sc. Fábio Hipólito Julho / 2009 Visite o site:

Leia mais

PASSO A PASSO MOVIE MAKER

PASSO A PASSO MOVIE MAKER PASSO A PASSO MOVIE MAKER Nesta etapa, você deverá apresentar o programa e ajudá-los a montarem o filme. Veja como é fácil. Siga as instruções do passo-a-passo: DICA O que é o Movie Maker? Com o Microsoft

Leia mais

A inserção de jogos e tecnologias no ensino da matemática

A inserção de jogos e tecnologias no ensino da matemática A inserção de jogos e tecnologias no ensino da matemática Michel da Silva Machado e-mail: michel_nick25@hotmail.com Isaque Rodrigues e-mail: isaque.max@hotmail.com Márcia Marinho do Nascimento Mello e-mail:

Leia mais

O JORNAL EM SALA DE AULA: PARA ALÉM DO LETRAMENTO, O ALUNO COMO CENTRO DA NOTÍCIA

O JORNAL EM SALA DE AULA: PARA ALÉM DO LETRAMENTO, O ALUNO COMO CENTRO DA NOTÍCIA O JORNAL EM SALA DE AULA: PARA ALÉM DO LETRAMENTO, O ALUNO COMO CENTRO DA NOTÍCIA Ana Lhayse Feitoza Albuquerque analhayse@hotmail.com Beatriz Correia Neri de Araújo beatrizneri00@hotmail.com Thays Emanuela

Leia mais

Solute Manager Gerenciador de Conteúdo Manual de Utilização

Solute Manager Gerenciador de Conteúdo Manual de Utilização Solute Manager Gerenciador de Conteúdo Manual de Utilização SITE LABORATÓRIO SÃO JOSÉ ÍNDICE INTRODUÇÃO PÁG 03 USUÁRIOS DO SISTEMA PÁG 04 NOTÍCIAS PÁG 06 PÁGINAS INTERNAS PÁG 13 DICAS PÁG 16 BANNERS PÁG

Leia mais

Documento técnico. No melhor da iluminação Os desafios da iluminação mínima

Documento técnico. No melhor da iluminação Os desafios da iluminação mínima Documento técnico No melhor da iluminação Os desafios da iluminação mínima Índice 1. Introdução 3 2. O quebra-cabeça da sensibilidade de luz 3 3. Não seja enganado! 5 4. Como fazer a escolha mais inteligente

Leia mais

Oficina COMPUTADOR FERRAMENTA Objetivo

Oficina COMPUTADOR FERRAMENTA Objetivo Oficina COMPUTADOR FERRAMENTA Objetivo Para o professor, o uso da animação pode ser fonte de investigação e análise da visão de mundo de seu aluno e das diferentes linguagens utilizadas na elaboração da

Leia mais

Jovens do mundo todo Conheça outras culturas

Jovens do mundo todo Conheça outras culturas 5 a a 8 a séries Ensino Fundamental Jovens do mundo todo Conheça outras culturas Softwares Necessários: Microsoft Encarta 2000 Internet Explorer 5,0 Microsoft Publisher 2000 Microsoft Word 2000 Áreas:

Leia mais

O que é um Objeto Educacional? página 01. Objeto Educacional passo a passo página 05

O que é um Objeto Educacional? página 01. Objeto Educacional passo a passo página 05 O que é um Objeto Educacional? página 01 Objeto Educacional passo a passo página 05 O que é um Objeto Educacional A definição de Objeto Educacional, adotada pela equipe do projeto Arte com Ciência, é um

Leia mais

Check List de Pendências Nilko (Institucional e Gabinetes)

Check List de Pendências Nilko (Institucional e Gabinetes) Check List de Pendências Nilko (Institucional e Gabinetes) Cache O que eles indicaram para resolver o problema para não deixar nada em cache é usar, em todas as páginas, o código:

Leia mais

Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental

Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental Luciana Vieira Professora efetiva rede estadual de ensino de Santa Catarina e doutoranda em Ensino de Geografia/UFRGS lucianageografia1996@gmail.com

Leia mais

Manual de Operação. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados.

Manual de Operação. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. Manual de Operação Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. SUMÁRIO 1. Informações Gerais...7 1.1 EasyPass... 7 1.2 Observações... 8 2. Conceitos Básicos...10 2.1 Captura de Imagem...10 2.2 Crop...10

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA CIENTÍFICA AMBIENTAL

CURSO DE FOTOGRAFIA CIENTÍFICA AMBIENTAL Universidade do Estado do Rio de Janeiro Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes Departamento de Biofísica e Biometria Laboratório de Radioecologia e Mudanças Globais e CENBAM - Centro de Estudos

Leia mais

A câmera As lentes A exposição

A câmera As lentes A exposição A câmera As lentes A exposição 1 Corpo da câmera: a caixa sem as objetivas e os demais acessórios. Objetiva: as lentes intercambiáveis. Diafragma: dispositivo que controla a quantidade de luz que passa

Leia mais

dicas para usar o celular nas aulas

dicas para usar o celular nas aulas E-book 11 dicas para usar o celular nas aulas Sugestões de atividades com os aplicativos mais básicos e simples de um aparelho Por Talita Moretto É permitido compartilhar e adaptar este material, desde

Leia mais

PROJETO: VACA BOTA OVOS? Resumo. Introdução

PROJETO: VACA BOTA OVOS? Resumo. Introdução PROJETO: VACA BOTA OVOS? Resumo Elaine Cristina Florêncio Sala Gislayne de Santi Granato Alessandra Cristina Porcatti Paiva alessacp1@gmail.com O projeto foi desenvolvido na escola de Educação Infantil

Leia mais

CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL COM ESTUDANTES ORIUNDOS DA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE PELOTAS

CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL COM ESTUDANTES ORIUNDOS DA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE PELOTAS CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL COM ESTUDANTES ORIUNDOS DA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE PELOTAS EJE. Comunicacion y Extensión PETER, Cristina Mendes ¹; ZANI João Luiz ²; MONTEIRO, Alegani Vieira³; PICOLI,Tony

Leia mais

editor Writer, do BrOffice

editor Writer, do BrOffice editor Writer, do BrOffice Utilizar o editor Writer, do BrOffice, para editar textos e inserir tabelas; Conscientizar sobre o cuidado com os direitos autorais, citando sempre as fontes de onde foram retirados

Leia mais

Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ

Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ 1 1. Introdução Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ O ImageJ é um software livre (freeware) que pode ser obtido gratuitamente no site http://rsb.info.nih.gov/ij/. Esse software é

Leia mais

Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo

Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo Nome: Janet Strauss, Consultora do World Fisheries Trust Relatório Relativo ao Mês de: Março de 2006 Resumo Executivo Entre 6 e 26 de março de 2006,

Leia mais

Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva

Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva Técnicas de fotografia Objetivos Conhecer a fotografia Reconhecer tipos de câmeras Aprender técnicas Conhecer assessórios

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

Relacionando os conceitos: Genética da Conservação*

Relacionando os conceitos: Genética da Conservação* MATERIAIS DIDÁTICOS Relacionando os conceitos: Genética da Conservação* Mauricio Papa Arruda Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Instituto de Biologia, Departamento de Biologia Estrutural e Funcional.

Leia mais

FOLHAS EM TONS 1 APRESENTAÇÃO

FOLHAS EM TONS 1 APRESENTAÇÃO FOLHAS EM TONS 1 Andrea CHAGAS Amanda LIMA² Enéas MAMEDE Gabriela MAIA Jaqueline ARAGÃO Sabine AQUINO Wilton MARTINS ³ Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE APRESENTAÇÃO Este trabalho apresenta o resultado

Leia mais

Comunicado de imprensa

Comunicado de imprensa Comunicado de imprensa EMBARGO: 19 th August 2010, 06:00 CEST Canon apresenta a elegante e ultra compacta impressora fotográfica SELPHY CP800 SELPHY CP800 Lisboa, 19 de Agosto de 2010 A Canon apresenta

Leia mais

III Semana do Meio Ambiente

III Semana do Meio Ambiente III Semana do Meio Ambiente A Comissão Organizadora da Semana do Meio Ambiente apresenta a toda comunidade acadêmica (estudantes e servidores do Instituto), o Concurso de Fotografias a ser realizado durante

Leia mais