Instruções: 1. Deixe, sobre a carteira, apenas sua identidade e sua Ficha de Inscrição.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instruções: 1. Deixe, sobre a carteira, apenas sua identidade e sua Ficha de Inscrição."

Transcrição

1 2014 Redação... págs. 2 a 5 Língua Portuguesa... págs. 6 a 19 Língua Estrangeira (Inglês)... págs. 20 a 26 Ciências... págs. 27 a 42 Estudos Sociais... págs. 43 a 53 Instruções: 1. Deixe, sobre a carteira, apenas sua identidade e sua Ficha de Inscrição. 2. A posse de qualquer aparelho eletrônico de comunicação acarretará a anulação da prova; caso você esteja com bip, pager, telefone celular ou qualquer outro equipamento desse tipo, entregueo ao fiscal de sua sala para guarda até o final da prova. 3. No cartão óptico, preencha completamente o alvéolo correspondente à alternativa que você considerar correta. Use, para isso, apenas caneta esferográfica azul ou preta: o uso de outros tipos de canetas compromete a leitura óptica e impede a correção da prova. 4. Ao sair, você poderá levar este caderno. BOM TRABALHO! Página 1 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 1

2 INSTRUÇÕES PARA A REDAÇÃO Apoiando-se nos cinco textos que seguem, faça uma dissertação, com 15 a 20 linhas, sobre o tema JUVENTUDE E ALCOOLISMO: UM PROBLEMA SOCIAL. Além de um título, seu texto deverá possuir: a) Introdução, em que você apresentará seu ponto de vista sobre o tema; b) Desenvolvimento, em que você apresentará argumentos que sustentem sua opinião; c) Conclusão, em que você apresentará suas considerações finais. Seu texto será avaliado de acordo com os seguintes critérios: 1) adequação ao tipo de texto: dissertação; 2) adequação à proposta: a redação deverá ter relação direta com o tema proposto; 3) capacidade de organização dos argumentos que fundamentarão as conclusões do texto; 4) clareza, coerência, coesão e concisão; 5) respeito ao padrão formal da língua portuguesa. Atenção: Use a página 5 para fazer o rascunho de sua redação. Página 2 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 2

3 TEXTO 1 ALCOOLISMO NA ADOLESCÊNCIA Alcoolismo nunca foi problema exclusivo dos adultos. Pode também acometer os adolescentes. Hoje, no Brasil, causa grande preocupação o fato de os jovens começarem a beber cada vez mais cedo e as meninas, a beber tanto ou mais que os meninos. Pior, ainda, é que certamente parte deles conviverá com a dependência do álcool no futuro. (...) Sem desprezar os fatores genéticos e emocionais que influem no consumo da bebida o álcool reduz o nível de ansiedade e algumas pessoas estão mais propensas a desenvolver alcoolismo, a pressão do grupo de amigos, o sentimento de onipotência próprio da juventude, o custo baixo da bebida, a falta de controle na oferta e consumo dos produtos que contêm álcool, a ausência de limites sociais colaboram para que o primeiro contato com a bebida ocorra cada vez mais cedo. alcoolismo-na-adolescencia/ - acesso em 02/09/2013 TEXTO 2 A propaganda dirigida ao público jovem é mais intensa hoje e existem produtos desenvolvidos especialmente para essa faixa etária. Um exemplo são as sodas alcoólicas que, apesar de aparentemente fraquinhas, contêm teor alcoólico muito mais elevado do que a cerveja. Dr. Mauricio de Souza Lima é médico hebiatra, coordenador do Ambulatório de Filhos de Mães-Adolescentes do Hospital das Clínicas e membro da Associação Paulista de Adolescentes. Página 3 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 3

4 TEXTO 3 Uma das evidências mais consistentes na literatura médica é que o uso de álcool ou de cigarro antes dos 16, 17 anos aumenta muito o risco de experimentar maconha e, depois, partir para outras drogas. Dr. Ronaldo Ramos Laranjeira é médico psiquiatra, phd em Dependência Química na Inglaterra e professor de Psiquiatria na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo. TEXTO 4 Os jovens estão bebendo mais e cada vez mais cedo, o que aumenta o risco de boa parte desta juventude desenvolver o alcoolismo. Esta equação se repete em praticamente todo o mundo, inclusive no Brasil, apesar de as pesquisas sobre o tema ainda serem bem escassas por aqui. saude-nutricao/40/artigo asp/ TEXTO 5 ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente LEI 8069 de 1990 Art. 81. É proibida a venda à criança ou ao adolescente de: (...) II - bebidas alcoólicas; Art. 2º. Considera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade. Página 4 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 4

5 RASCUNHO DA REDAÇÃO Nota: após fazer o rascunho, passe seu trabalho para a Folha de Redação Definitiva, usando caneta azul ou preta. Não se esqueça de dar, nessa folha, um título para o seu trabalho. Página 5 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 5

6 TEXTOS PARA AS QUESTÕES 1 E 2 Razão de ser Escrevo. E pronto. Escrevo porque preciso, preciso porque estou tonto. Ninguém tem nada com isso. Escrevo porque amanhece, e as estrelas lá no céu lembram letras no papel, quando o poema me anoitece. A aranha tece teias. O peixe beija e morde o que vê. Eu escrevo apenas. Tem que ter por quê? Paulo Leminski ANTEPASTO Tudo o que o Poeta escreve está resumido numa única palavra: Solidão. Escrever é distanciar-se do mundo para poder entendê-lo é uma forma de morrer. Viver é outra coisa ainda que alienada. Eu trocaria mil rimas por uma noite de amor. E trocaria um belo poema sobre a fome por um singelo prato de comida. Antônio Miranda Página 6 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 6

7 1 - Observe os dois poemas acima e responda qual função da linguagem ambos apresentam em comum. a) Função conativa b) Função fática c) Função referencial d) Função metalinguística e) Função apelativa 2 - Baseando-se na leitura dos poemas Razão de Ser e Antepasto, assinale a alternativa incorreta. a) O maranhense Antônio Miranda vê o ato de escrever com certa negatividade. b) Em Razão de ser, segundo o autor, não é preciso uma razão específica para a concepção da escrita, pois a necessidade de expressão humana é essa justificativa. c) Para o poeta maranhense, a poesia exprime a vida, e ele não trocaria a possibilidade de escrever por qualquer coisa que fosse. d) Em Antepasto, o poeta assegura que as palavras, por mais preciosas que sejam, são menos importantes do que as experiências proporcionadas pela vida. e) Cada ser, por mais simples que seja, carrega consigo suas atribuições e inquietações, e a literatura é, para Leminski, uma forma de externar o que sente, o que pensa, pondo em contato com o mundo seus anseios pessoais. Página 7 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 7

8 TEXTO PARA AS QUESTÕES 3 E 4 Segundo Fernando Pessoa, o convívio com seres imaginários ocorre desde a infância. Leia um fragmento de carta sua endereçada a Adolfo Casais Monteiro (poeta e escritor português), datada de 13 Janeiro de 1935,em que fala, entre outras coisas, sobre a questão dos heterônimos. (...)Desde criança tive a tendência para criar em meu torno um mundo fictício, de me cercar de amigos e conhecidos que nunca existiram. (Não sei, bem entendido, se realmente não existiram, ou se sou eu que não existo. Nestas coisas, como em todas, não devemos ser dogmáticos). Desde que me conheço como sendo aquilo a que chamo eu, me lembro de precisar mentalmente, em figura, movimentos, caráter e história, várias figuras irreais que eram para mim tão visíveis e minhas como as coisas daquilo a que chamamos, porventura abusivamente, a vida real. Esta tendência, que me vem desde que me lembro de ser um eu, tem-me acompanhado sempre, mudando um pouco o tipo de música com que me encanta, mas não alterando nunca a sua maneira de encantar. Lembro, assim, o que me parece ter sido o meu primeiro heterônimo, ou, antes, o meu primeiro conhecido inexistente um certo Chevalier de Pas dos meus seis anos, por quem escrevia cartas dele a mim mesmo, e cuja figura, não inteiramente vaga, ainda conquista aquela parte da minha afeição que confina com a saudade. Lembro-me, com menos nitidez, de uma outra figura, cujo nome já me não ocorre mas que o tinha estrangeiro também, que era, não sei em quê, um rival do Chevalier de Pas... Coisas que acontecem a todas as crianças? Sem dúvida ou talvez. Mas a tal ponto as vivi que as vivo ainda, pois que as relembro de tal modo que é mister um esforço para me fazer saber que não foram realidades.(...) Escritos Íntimos, Cartas e Páginas Autobiográficas. Fernando Pessoa. (Introdução, organização e notas de António Quadros.) Lisboa: Publ. Europa-América, Baseando-se no texto acima, é correto afirmar que a) a infância do poeta foi cercada pela existência de muitos amigos e conhecidos. b) a tendência de criar um mundo fictício sempre existiu, mudando apenas a intensidade e nuanças. c) o poeta expressa certeza de que tais entidades não eram reais. d) sobre seu primeiro heterônimo, Pessoa afirma que escrevia cartas destinadas a ele, cujo nome era Chevalier de Pas. e) Fernando Pessoa assegura que os fatos ocorridos com ele eram comuns a todas as crianças. Página 8 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 8

9 4 - Assinale a alternativa verdadeira a respeito dos heterônimos pessoanos. I II Ricardo Reis valoriza a vida campestre e a simplicidade das coisas, mas, ao contrário de Caeiro, ele não se sente feliz e integrado à natureza, sentindo-se fruto de uma sociedade decadente, que caminhava para a destruição. Álvaro de Campos é o heterônimo mais ligado ao modernismo e ao futurismo. III Alberto Caeiro defende a simplicidade da vida e seus pensamentos são extraídos do contato com a natureza e a vida simples. a) I e III estão corretas, II está incorreta. b) I e II estão corretas, III está incorreta. c) apenas I está correta. d) todas estão incorretas. e) todas estão corretas. Página 9 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 9

10 TEXTO PARA AS QUESTÕES 5 E 6 SEXA - Pai - Hmmm? - Como é o feminino de sexo? - O quê? - O feminino de sexo. - Não tem. - Sexo não tem feminino? - Não. - Só tem sexo masculino? - É. Quer dizer, não. Existem dois sexos. Masculino e feminino. - E como é o feminino de sexo? - Não tem feminino. Sexo é sempre masculino. - Mas tu mesmo disse que tem sexo masculino e feminino. - O sexo pode ser masculino ou feminino. A palavra sexo é masculina. O sexo masculino, o sexo feminino. - Não devia ser a sexa? - Não. - Por que não? - Porque não! Desculpe. Porque não. Sexo é sempre masculino. - O sexo da mulher é masculino? - É. Não! O sexo da mulher é feminino. - E como é o feminino? - Sexo mesmo. Igual ao do homem. - O sexo da mulher é igual ao do homem? - É. Quer dizer Olha aqui. Tem o sexo masculino e o sexo feminino, certo? - Certo. - São duas coisas diferentes. - Então como é o feminino de sexo? - É igual ao masculino. - Mas não são diferentes? - Não. Ou, são! Mas a palavra é a mesma. Muda o sexo, mas não muda a palavra. - Mas então não muda o sexo. É sempre masculino. - A palavra é masculina. - Não. A palavra é feminino. Se fosse masculina seria O pal - Chega! Vai brincar, vai. O garoto sai e a mãe entra. O pai comenta: - Temos que ficar de olho nesse guri - Por quê? - Ele só pensa em gramática. Luís Fernando Veríssimo Comédias para se Ler na Escola, Objetiva, 2001 Página 10 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd

11 5 - Assinale a alternativa que apresenta afirmação incorreta sobre a crônica Sexa. a) O pai fica desconcertado devido às dúvidas gramaticais do menino. b) Os diálogos breves e dinâmicos tornam o texto de difícil compreensão. c) Nesta crônica, Veríssimo explora a curiosidade comum ao universo infantil. d) Em Temos que ficar de olho nesse guri..., nota-se o regionalismo do autor. e) Em O sexo da mulher é masculino? nota-se a presença de uma ambiguidade, que é desfeita pelo contexto. 6 - Observe a correspondência entre o gênero dos substantivos apresentados e assinale a alternativa incorreta. a) tatu macho - tatu fêmea o colega - a colega o frei - a sóror o cavaleiro - a amazona b) o carneiro - a ovelha o cantor - a cantora o abade - a abadessa o réu - a ré c) o rei - a rainha o bode - a cabra o czar - a czarina o conde - a condessa d) a cliente - o cliente o ateu - a ateia o judeu - a judeia cavalo macho - cavalo fêmea e) o ator - a atriz o campeão - a campeã o genro - a nora o cão - a cadela Página 11 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 11

12 7 - Associe cada frase com a figura de linguagem correspondente. Em seguida assinale a alternativa que apresenta a sequência correta retraiu-se e de novo afundou pelas rugas do semblante, como a pantera que recolhe à jaula, rangendo os dentes. - José de Alencar 2 - Meu pensamento é um rio subterrâneo. - Fernando Pessoa 3 - Rios te correrão dos olhos, se chorares (...) - Olavo Bilac 4 - Estou acordado e todos dormem... - Renato Russo 5 - A lua, (...) Pedia a cada estrela fria / Um brilho de aluguel. - João Bosco e Aldir Blanc ( ) hipérbole ( ) personificação ( ) comparação ( ) paradoxo ( ) metáfora a) 3, 4, 1, 5, 2 b) 4, 5, 2, 1, 3 c) 3, 5, 1, 4, 2 d) 1, 3, 2, 5, 4 e) 2, 1, 4, 3, 5 Página 12 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 12

13 TEXTO PARA AS QUESTÕES 8, 9 E anos para ser feliz Uma notinha instigante na Zero Hora de 30/09: foi realizado em Madri o Primeiro Congresso Internacional da Felicidade, e a conclusão dos congressistas foi que a felicidade só é alcançada depois dos 35 anos. Quem participou desse encontro? Psicólogos, sociólogos, artistas de circo? Não sei. Mas gostei do resultado. A maioria das pessoas, quando são questionadas sobre o assunto, dizem: Não existe felicidade, existem apenas momentos felizes. É o que eu pensava quando habitava a caverna dos 17 anos, para onde não voltaria nem puxada pelos cabelos. Era angústia, solidão, impasses e incertezas pra tudo quanto era lado, minimizados por um gardenparty de vez em quando, um campeonato de tênis, um feriadão em Garopaba. Os tais momentos felizes. Adolescente é buzinado dia e noite: tem que estudar para o vestibular, aprender inglês, usar camisinha, dizer não às drogas, não beber quando dirigir, dar satisfação aos pais, ler livros que não quer e administrar dezenas de paixões fulminantes e rompimentos. Não tem grana para ter o próprio canto, costuma deprimir-se de segunda a sexta e só se diverte aos sábados, em locais onde sempre tem fila. É o apocalipse. Felicidade, onde está você? Aqui, na casa dos 30 e sua vizinhança. Está certo que surgem umas ruguinhas, umas mechas brancas e a barriga salienta-se, mas é um preço justo para o que se ganha em troca. Pense bem: depois dos 30, você paga do próprio bolso o que come e o que veste. Vira-se no inglês, no francês, no italiano e no iídiche, e ai de quem rir do seu sotaque. Não tenta mais o suicídio quando um amor não dá certo, enjoou do cheiro da maconha, apaixonou-se por literatura, trocou sua mochila por uma Samsonitee, não precisa da autorização de ninguém para assistir ao canal da Playboy. Talvez não tenha se tornado o bam-bam-bam que sonhou um dia, mas reconhece o rosto que vê no espelho, sabe de quem se trata e simpatiza com o cara. Depois que cumprimos as missões impostas no berço ter uma profissão, casar e procriar passamos a ser livres, a escrever nossa própria história, a valorizar nossas qualidades e ter um certo carinho por nossos defeitos. Somos os titulares de nossas decisões. A juventude faz bem para a pele, mas nunca salvou ninguém de ser careta. A maturidade, sim, permite uma certa loucura. Depois dos 35, conforme descobriram os participantes daquele congresso curioso, estamos mais aptos a dizer que infelicidade não existe, o que existe são momentos infelizes. Sai bem mais em conta. Martha Medeiros, Outubro de Texto extraído do livro Trem-bala, L&PM Editores - Porto Alegre, 2002, pág.147. Página 13 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 13

14 8 - A respeito do texto, é incorreto afirmar que a) a felicidade não existe em outro momento, a não ser na casa dos 30. b) a crônica foi inspirada em nota do Jornal Zero Hora sobre o primeiro Congresso Internacional da Felicidade, realizado em Madri. c) devido aos pontos negativos existentes na adolescência, a autora afirma não ter a menor vontade de voltar para aquela época. d) as diversas obrigações e atividades próprias da adolescência conferem a esse período da vida muitas angústias. e) os participantes do referido Congresso eram psicólogos, sociólogos e artistas de circo. 9 - Com referência ao texto, assinale a alternativa correta. a) Em Adolescente é buzinado dia e noite, pode-se afirmar que a palavra em destaque emprega a linguagem conotativa. b) Na oração Depois dos 35, conforme descobriram os participantes daquele congresso curioso, a palavra em negrito classifica-se como um advérbio. c) Em Somos os titulares de nossas decisões., há a presença de um sujeito simples. d) Em...umas mechas brancas e a barriga salienta-se, mas é um preço justo para o que se ganha em troca., a conjunção mas introduz uma oração subordinada adverbial. e) O texto apresenta linguagem formal, portanto obedece aos padrões da norma culta Talvez não tenha se tornado o bam-bam-bam que sonhou um dia, mas reconhece o rosto que vê no espelho, sabe de quem se trata e simpatiza com o cara. A conjunção mas, no excerto acima, é a) coordenativa aditiva. b) coordenativa adversativa. c) subordinativa adverbial conformativa. d) subordinativa adverbial condicional. e) subordinativa adverbial concessiva. Página 14 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 14

15 11 - Relacione as obras abaixo às respectivas escolas literárias. 1 - Modernismo 2 - Realismo 3 - Trovadorismo ( ) Estou farto do lirismo comedido Do lirismo bem comportado Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente protocolo e manifestações de apreço ao Sr. diretor. Estou farto do lirismo que para e vai averiguar no dicionário o cunho vernáculo de um vocábulo. Abaixo os puristas... ( ) Ai, dona fea, foste-vos queixar que vos nunca louv[o] em meu cantar; mais ora quero fazer um cantar em que vos loarei toda via; e vedes como vos quero loar: dona fea, velha e sandia! ( )...E durante dois anos o cortiço prosperou de dia para dia, ganhando forças, socando-se de gente. E ao lado o Miranda assustava-se, inquieto com aquela exuberância brutal de vida, aterrado defronte daquela floresta implacável que lhe crescia junto da casa, por debaixo das janelas, e cujas raízes, piores e mais grossas do que serpentes, minavam por toda a parte, ameaçando rebentar o chão em torno dela, rachando o solo e abalando tudo. Posto que lá na Rua do Hospício os seus negócios não corressem mal, custava-lhe a sofrer a escandalosa fortuna do vendeiro aquele tipo! um miserável, um sujo, que não pusera nunca um paletó, e que vivia de cama e mesa com uma negra! A sequência correta é a) 1, 2, 3 b) 1, 3, 2 c) 3, 1, 2 d) 2, 3, 1 e) 3, 2, 1 Página 15 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 15

16 12 - Observe as seguintes assertivas referentes às escolas literárias brasileiras. I - II - O Parnasianismo é um movimento essencialmente poético e preza o uso da arte pela arte, sem obrigação de retratar a realidade, a objetividade, a forma, o racionalismo e a impessoalidade. Arcadismo é o movimento artístico que se manifesta na segunda metade do século XIX. Caracteriza-se pela intenção de uma abordagem objetiva da realidade e pelo interesse por temas sociais. III A literatura barroca se caracteriza pelo uso da linguagem dramática expressa no exagero de figuras de linguagem, de hipérboles, metáforas, anacolutos e antíteses. IV A Semana de Arte Moderna queria lançar as bases de uma produção artística em moldes acadêmicos, pois no Brasil se valorizava tradicionalmente a produção cultural popular. a) I, II, e III estão corretas, IV está incorreta. b) II, III e IV estão corretas, II está incorreta. c) I e III estão corretas, II e IV estão incorretas. d) II, III e IV estão corretas, I está incorreta. e) todas estão corretas Complete as frases abaixo com a palavra que apresenta a concordância nominal correta, a seguir assinale a alternativa correspondente a suas respostas. Falava fluentemente a(s)... inglesa e a espanhola. (Língua / línguas) Ela alegou estar... insegura.(meio / meia) Esta água é... para saúde. (bom / boa) As garotas só queriam ficar... (só / sós) a) línguas - meio - bom - sós b) língua - meio - bom - só c) línguas - meia - bom - só d) línguas - meio - boa - sós e) língua - meia - boa - sós Página 16 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 16

17 14 - Assinale a alternativa incorreta em relação à concordância verbal. a) A jovem e a sua amiga seguiram a pé. b) Os pedidos, as súplicas, o desespero, nada o comoveu. c) Fazia quinze anos que ele havia parado de estudar. d) É nove horas. e) Bateram cinco badaladas no sino da igreja Leia as frases abaixo e assinale a alternativa incorreta. a) Aspiro o ar fresco da serra. b) Assistimos a um bom filme. c) Ela namorava com o filho do advogado. d) Ele visava os contratos um a um. e) Compareceram à sessão de cinema. TEXTO PARA AS QUESTÕES 16 E 17 VERSOS QUE FAZEM BEM Pesquisadores da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, afirmam que ler poesia ajuda no desenvolvimento cognitivo. Em outras épocas, já coube à poesia um papel fundamental na formação das pessoas. Num passado escolar que hoje não parece tão distante quanto a palmatória, exigiam-se dos estudantes noções de versificação e o conhecimento de alguns poemas de cor. Hoje, porém, ler poetas como Camões, Drummond, Shakespeare, João Cabral de Melo Neto e outros clássicos já não é exigência, infelizmente, mas pode ser que argumentos daneurociência ajudem os leitores a enxergar o que os poetas sempre souberam: ler poesia faz bem. Cientistas da Universidade de Liverpool divulgaram um estudo que consistiu no monitoramento da atividade cerebral de 30 voluntários, que se dispuseram a ler o começo de determinados poemas para, em seguida, ler novamente os mesmos trechos, porém adaptados a uma linguagem mais coloquial. Ao se deparar com termos menos frequentes, estruturas sintáticas atípicas e semântica complexa, a atividade cerebral disparou, o que não ocorreu durante a leitura dos trechos simplificados. De acordo com o professor Phillip Davis, que participou do estudo, a leitura desses versos estimulou a parte do cérebro associada à memória e à emoção, permitindo que os voluntários refletissem sobre suas vidas. A pesquisa, contudo, mais do que incentivar a leitura de poesia, chama a atenção para a importância de ler livros difíceis, sobretudo numa época em que educadores parecem estar mais preocupados em oferecer aos estudantes textos acessíveis. Revista Metáfora, nº 16, pág. 8 Página 17 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 17

18 16 - De acordo com o texto, assinale a alternativa incorreta. a) Atualmente, ler poetas como Camões, Shakespeare, João Cabral de Melo Neto, entre outros, não é exigência das escolas. b) A expressão livros difíceis refere-se aos clássicos. c) A maior preocupação dos educadores atualmente é oferecer textos que sejam compreendidos pelos alunos, sem se importarem com a qualidade dos mesmos. d) O estudo concluiu que a leitura dos versos leva as pessoas a refletirem sobre si mesmas. e) Segundo a pesquisa realizada na Universidade de Liverpool, a linguagem coloquial faz disparar a atividade cerebral Observe os excertos e a afirmação referente à palavra em destaque; a seguir assinale a alternativa correta. I - Em Exigiam-se dos estudantes noções de versificação..., a partícula SE exerce a função de pronome reflexivo. II - Em De acordo com o professor Phillip Davis, que participou do estudo,..., o QUE é uma conjunção subordinativa integrante. III -Em Hoje, porém, ler poetas como Camões, Drummond... a palavra PORÉM é uma conjunção adversativa. a) III está correta; I e II estão incorretas. b) I e II estão corretas; III está incorreta. c) II e III estão corretas; III está incorreta. d) todas estão corretas. e) todas estão incorretas Assinale a alternativa em que a pontuação é empregada corretamente. a) Contudo, eles e outros tantos bilionários já doaram, inclusive, a maior parte de suas fortunas para a caridade ou para pesquisas científicas, como é o caso de Gates e sua esposa, Melinda. b) Deixar para os filhos e netos o patrimônio acumulado durante uma vida, pode parecer lógico para muitas famílias mas não para todas. c) Alguns bilionários já avisaram não deixarão suas fortunas para seus rebentos. d) Isso não significa, claro que os filhos de magnatas como Bill Gates e Warren Buffett ficarão sem um tostão de seus pais. e) O destino das grandes heranças do mundo, nem sempre é previsível. Página 18 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 18

19 19 - Assinale a alternativa em que a palavra destacada está aplicada incorretamente. a) Apesar dos comentários positivos a seu respeito, o apelido que recebeu corre o risco de soar pejorativo. b) Ninguém tem o direito de discriminar alguém por causa da origem. c) O cumprimento da calça está certo. d) Insolação é um mal estar decorrente da exposição prolongada ao sol intenso ou ao calor. e) O controlador do tráfego aéreo está muito ocupado. TEXTO PARA A QUESTÃO Sobre a charge acima, assinale a alternativa incorreta. a) Em entendeu por que a gente..., por que está aplicado corretamente. b) Em...a gente esconde ele há um erro gramatical. c) Há a utilização de linguagem coloquial, observada na expressão a gente. d) A expressão fui eu quem fiz é equivalente a fui eu que fiz. e) As palavras isso e aquilo classificam-se morfologicamente como pronomes relativos. Página 19 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 19

20 INGLÊS Página 20 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 20

21 Test Instruction: answer the questions from 21 to 23 according to the text 1. TEXT 1 Fruit and Vegetable Prescription Program (FVRx ) The fruit and vegetable prescription program fosters innovative partnerships between healthcare and community food providers to make a direct connection between increased consumption of fresh fruits and vegetables and improved health among vulnerable community members. FVRx is designed to provide assistance to overweight and obese children who are at risk of developing diet-related diseases, such as type 2 diabetes and heart disease. The program is intended to provide direct economic benefits to small and midsize farmers and bring additional resources into the local economies of underserved communities. Fruit and vegetable prescriptions are distributed by community healthcare providers and redeemed at participating farmers markets for fresh, locally grown fruits and vegetables. Each dollar invested in the FVRx program benefits the community three ways by: nourishing the consumer, boosting farmers revenue and supporting overall community health. Adaptado de Acesso em 26/08/ According to the text, this program intends to a) show that researchers have found that certain fruits play an important role in a child s chances of developing heart disease. b) state that most of the risk factors that affect children cannot be controlled early in life, because they are usually passed down through family members (they are hereditary). c) inform that children and teens can lower their risk of getting heart disease by avoiding certain kinds of fruits and vegetables. d) come to children s assistance who are taking health risks due to diet-related diseases. e) call attention that being overweight is a primary risk factor for type 2 diabetes and heart disease in children. Página 21 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 21

22 22 - Choose the words that best keep the meaning of the original sentences if they are substituted for the underlined words respectively. a) raised intaking /increasing farmers income b) raised ingestion / decreasing farmer s revenue c) reduced absorption /increasing farmers profit d) enlarged utilization / intensifying farmers loss e) reduced ingestion / reducing farmers earnings 23 - According to the text, which of the following is Not true? a) The program is intended to give direct economic benefits for small and middle size growers. b) The program aims to bring further resources into the local economies of underserved communities. c) Fruit and vegetable written directions by the physician are distributed by community healthcare providers. d) The money invested in the FVRx program helps the underserved communities. e) The fruit and vegetable prescription program discourages innovative partnerships between healthcare and community food suppliers. Página 22 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 22

23 Test Instruction: answer the questions 24 and 25 according to the text 2. TEXT 2 Babies hemorrhage after parents refuse vitamin K shots. Tom Wilemon, The Tennessean 8:37 p.m. EDT August 30, 2013 Four cases of a rare disorder that involved either brain hemorrhages or bleeding in the gastrointestinal tract 1 this year as vitamin K deficiency bleeding at a Nashville hospital. NASHVILLE, Tenn. A bleeding disorder in babies that is so rare that it typically affects fewer than one in 100,000 newborns 2 more common in Tennessee because parents are refusing vitamin K injections at birth, according to pediatric specialists. Since February, four babies with no signs of injury or abuse have been sent to Monroe Carell Jr. Children s Hospital at Vanderbilt University in Nashville with either brain hemorrhages or bleeding in the gastrointestinal tract. Dr. Robert Sidonio Jr., a hematologist, diagnosed 3 with vitamin K deficiency bleeding. After discovering that all four had not received the preventive treatment that doctors have been giving to newborns since the 1960s, he started making inquiries. Pediatricians told 4 parents are increasingly refusing consent because of concerns based on misinformation or the goal of having natural childbirths. USA TODAY 24 - Circle the letter of the verbs that correctly fill in the blanks 1 and 2. a) was diagnosed / are becoming b) were diagnose / is become c) was diagnosing / is becoming d) was diagnose / are becoming e) were diagnosed / is becoming 25 - Circle the letter of the pronouns that correctly complete the blanks 3 and 4. a) they / he b) his / their c) them / him d) their /his e) him / them Página 23 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd

24 Test Instruction: answer the questions 26 and 27 according to the text 3. TEXT 3 Health care in Brazil. Flying in doctors. The government imports foreigners to reach the parts locals don t want to. Aug 31st 2013 SÃO PAULO From the print edition The parlous state of public health care tops opinion polls of Brazilian voters concerns. Street protests in June were sparked by a rise in bus fares, but the low quality of hospitals and clinics was among the demonstrators main complaints. The constitution guarantees the right to free, state-provided health care. But two-fifths of Brazilians are not covered by local primary care, relying instead on chaotic hospital emergency rooms. A quarter go private. The proportion of total health spending that is public is lower than in the United States, which does not aspire to universal public provision. President Dilma Rousseff s answer is Mais Médicos ( More Doctors ), a crash programme to recruit thousands of foreign doctors to work in poor and remote areas shunned by locals. On August 23rd the first of them arrived. About 200, mostly from Argentina, Portugal and Spain, have been offered three-year contracts in family medicine. They will earn 10,000 reais ($4,250) a month, plus board and lodging. Some Cubans have also turned up, the first of 4,000 doctors the government hopes to hire from the island by December. The Economist From the print edition: The Americas 26 - It is stated in the passage that a) the reliable state of public health care tops opinion polls of Brazilian voters concerns. b) the constitution does not guarantee the right to free, state-provided health care. c) the proportion of total health spending that is public is lower than in the United States, which aspires to universal public provision. d) two-fifths of Brazilians are not covered by local primary care, depending instead on chaotic hospital emergency rooms. e) a crash programme to recruit thousands of foreign doctors to work in poor and remote areas accepted by locals was created by President Dilma Rousseff. Página 24 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 24

25 27 - The underlined words in the passage are respectively a) preposition / adverb. b) pronoun / preposition. c) pronoun / adverb. d) preposition / conjunction. e) conjunction / preposition. Test Instruction: answer the questions from 28 to 30 according to the text 4. TEXT 4 What Twitter Says to Linguists For researchers studying the use of language in today s networked world, social media is an invaluable tool By Katy Steinmetz Monday, Sept. 09, 2013 There s more in a tweet than 140 characters. Among the 500 million messages sent each day on Twitter, there s a tsunami of slang terms and textspeak. There are hashtags, emoticons and links. Many tweets contain geotags that identify where on earth a person stood when pressing send. That may sound like just a lot of noise, but for linguists making ever more sophisticated use of it all, Twitter is providing the most enormous stream of data they have ever had at their disposal. Gone are the days when a language researcher had to interview subjects in a lab or go door to door in the hope of a few insights about a limited sample of people. Academics in the U.S. and Europe are the seven-year-old microblogging platform to put millions of examples under the microscope in an instant. It s unprecedented, says sociolinguist Ben Zimmer, the sheer amount of text you can look at one time, and the number of people you can analyze at once. Hidden in tweets are insights about how we portray our identity in a few short sentences. There are clues to long-standing mysteries, like how slang spreads. And there is a new form of communication to study. If language is the archive of history, as Ralph Waldo Emerson once said, social media should get its own shelf. TIME - Magazine 28 - It is stated in the passage that a) a language researcher still has to interview subjects in a lab or go door to door in order to get a huge sample of people. b) Twitter cannot be considered a new form of communication. c) Twitter is providing the biggest data flow to the linguists they have ever had available to them. d) Social media is not an important tool for language researchers. e) There are no evidences to understand how slang spreads. Página 25 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 25

26 29 - Choose the letter that best defines the underlined expression in the passage. a) Going to or making appeals at residences, as when selling, or asking for votes. b) It is a technique used to get the person to agree to the small request, which is made to seem very reasonable. c) Indirect from point of origin to point of destination; indirect in spatial dimensions; proceeding with deviation and interruption. d) The space where the door opens into a room or building. e) Means of entry to a job, position, etc, that is secret, underhand, or obtained through influence Choose the letter of the verbs that correctly complete the blanks. a) gained / using b) gaining / used c) gain / use d) gaining / using e) gained / used Página 26 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 26

27 CIÊNCIAS Página 27 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 27

28 31 - Um salão de beleza cuja especialidade é lidar com tratamentos cosméticos tem três tipos de tratamentos para eventos: Festa, Social e Noiva. Das clientes que o procuram, 50% delas querem tratamentos para o evento Noiva, 40% querem tratamentos para o evento Social e 10% delas querem para o evento Festa. As probabilidades das clientes saírem satisfeitas são de 90% para Noivas, 80% para Social e 60% para Festa. Se uma cliente saiu satisfeita, a probabilidade dela ter feito o tratamento para um evento Social será de aproximadamente a) 92%. b) 83%. c) 51%. d) 39%. e) 32% O sr. Antônio é o engenheiro responsável pelas obras de uma casa no bairro Nova Conquista e de uma casa no bairro Vida Nova. Para a compra de alguns materiais, ele fez a cotação com dois fornecedores de material de construção, Angedol e Mariel. A lista de cotação está representada pela Tabela Cotação (com preços em reais), com produtos separados por bairro. Tabela Cotação: Consumo quinzenal dos produtos listados por bairro Bairro Nova Conquista Vida Nova Página 28 Cimento (saco com 50 kg) Tijolo padrão (milheiro) Pedra brita (m 3 ) 8 10 As respostas dos fornecedores estão na Tabela Preço. Tabela Preço: Valor dos produtos listados por Fornecedor Produtos Cimento (saco com 50 kg) Tijolo padrão (milheiro) Pedra brita (m 3 ) Areia média (m 3 ) Angedol 25,00 390,00 100,00 60,00 Areia média (m 3 ) Mariel 22,00 400,00 120,00 70,00 Ao olhar as cotações, o engenheiro, pensando em termos de matrizes, fez alguns cálculos e concluiu que se ele comprasse todos os materiais no fornecedor com os preços mais em conta, iria ter uma economia por volta de a) 25% b) 20% c) 15% d) 10% e) 5% CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 28

29 33 - Com relação ao argumento θ do número complexo z = 3 + i podemos dizer que a) 0 < θ < π 4 b) π < θ < π 4 2 c) π < θ < 5π 4 d) π < θ < 3π 4 2 e) ele é o menor múltiplo de kπ, onde k N* 34 - João e Maria estão olhando a posição da antena do apartamento deles na cobertura do edifício. Considere o ângulo C como sendo de 90, a posição de Maria como - 100m e a posição de João como 50m. Sabendo-se que a altura H do edifício é de 60 m e considerando irrelevante a altura deles em relação ao edifício, determine o valor da posição x em que se encontra a aresta deste edifício sabendo-se que é João quem está mais próximo do edifício. OBS.: O desenho está fora de escala. a) x =17 m. b) x =18 m. c) x =19 m. d) x =20 m. e) x =21 m. Página 29 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 29

30 35 - No Brasil, a obesidade já é tratada como um sério problema de saúde da população, conforme os dados do Ministério da Saúde, já que temos 3,5 milhões de brasileiros em estado de obesidade mórbida, de acordo com a classificação do IMC - índice de massa corporal. Observe a tabela e o gráfico a seguir. Tabela referência do IMC de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) IMC Abaixo de 18,5 Entre 18,6 e 24,9 Entre 25,0 e 29,9 Entre 30,0 e 34,9 Entre 35,0 e 39,9 Acima de 40 Classificação Subnutrido (ou abaixo do peso) Peso ideal Levemente acima do peso (sobrepeso) Obesidade I (Primeiro grau) Obesidade II (Segundo grau) Obesidade III (mórbida) Consultando a tabela referência do IMC e com base no gráfico, podemos dizer que, quanto à(s) cidade(s) menos problemática(s), a) o índice da faixa obesidade está diminuindo. Caiu de 19,6% para 15,5% enquanto que na faixa outras classificações o índice está aumentando, pois saiu de 25,0% para 36,6%, sendo que o Rio de Janeiro é menos favorecido nestes quesitos, enquanto que Porto Alegre e Fortaleza se saíram melhores. b) a variação de 4,1% na faixa obesos não é tão significativa quanto a variação de 11,6% que ocorreu na faixa outras classificações, já que isso implica necessariamente um aumento percentual total na faixa subnutrido, como é o caso de São Paulo e Distrito Federal. c) com base na tabela, podemos afirmar que a cidade de São Paulo está com índices menores (nas faixas ditas graves) que as outras cidades listadas. d) com base na tabela podemos afirmar que a cidade de Porto Alegre está com índices menos graves que as outras cidades listadas, pois mais da metade da população está na faixa ideal de peso. e) com base na tabela podemos afirmar que as cidades do Rio de Janeiro e Maceió estão com os índices bem equilibrados, não havendo riscos à saúde de suas populações. Página 30 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 30

31 36 - Um rapaz em uma bicicleta parte do repouso e, depois de percorrer 50 m em 5s com aceleração constante, mantém-se em movimento reto e uniforme. Sabendo-se que as rodas da bicicleta têm, do eixo à borda do pneu, 40 cm, determine o valor aproximado da frequência com que estão girando estas rodas ao final de t 1 = 3 s e t 2 = 5 s. a) É impossível calcular as frequências solicitadas nos intervalos de tempos pedidos, já que se trata de um movimento acelerado. b) Em t 1 temos f 13 Hz e em t 2 não há como calcular por não ser um movimento periódico uniforme. c) Em t 2 temos f 8 Hz e em t 1 não há como calcular por não ser um movimento periódico uniforme. d) Temos f 1 13 Hz e f 2 8 Hz. e) Só há como calcular as frequências f 1 e f 2 após a construção do gráfico do movimento em questão, o que não pode ser feito, pois não foi fornecido o valor da aceleração angular A energia de um fóton emitido por um átomo de sódio (devido à variação de energia entre dois níveis) é de 2,12 ev. Sabendo-se que a energia de um fóton de frequência f é dada pela relação E = h f, podemos dizer que a frequência e o comprimento de onda deste fóton serão de, aproximadamente, a) f = 5, Hz e λ = 1, m. b) f = 5, Hz e λ = 5, m c) f = 5, Hz e λ = 1, m d) f = 6, Hz e λ = 4, m e) f = 6, Hz e λ = 1, m Adote: constante de Planck h = 4, evs e c = m/s. Página 31 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 31

32 38 - Analisando o gráfico abaixo, podemos dizer que se trata de uma representação gráfica referente a) à posição final do encontro de dois carros com aceleração maior que zero e diferentes entre si, portanto é um gráfico de S (m) x t (s). b) de duas substâncias simples e com capacidade térmica idênticas, mudando de fase e sendo aquecidas até 100 C, portanto é um gráfico de Q (cal) x T ( C). c) à velocidade de dois carros com o passar do tempo, portanto é um gráfico de v (m/s) x t (s). d) às isotermas de duas substâncias submetidas a pressões diferentes e com volumes iguais, portanto é um gráfico de P (atm) x V (m 3 ). e) ao trabalho realizado por duas forças variáveis e perpendiculares ao deslocamento sendo aplicadas em corpos diferentes, portanto é um gráfico de T(joule) x F(Newton). Página 32 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 32

33 39 - No circuito esquematizado abaixo, E representa a f.e.m. de 18V, r a resistência interna de 2 Ω, V um voltímetro ideal e A um amperímetro ideal. Considere as lâmpadas com resistências iguais a 10 Ω cada uma. Quanto às leituras podemos dizer que a) o amperímetro marca 1 A e o voltímetro marca 7 V b) o amperímetro marca 1 A e o voltímetro marca 14 V c) o amperímetro marca 1 A e o voltímetro marca 18 V d) o amperímetro marca 2 A e o voltímetro marca 7 V e) o amperímetro marca 2 A e o voltímetro marca 14 V Página 33 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 33

34 40 - O diagrama P-V da figura abaixo se refere a uma massa de gás ideal passando por uma transformação cíclica através de um sistema cilindro-pistão em um determinado momento. Essa massa de gás, inicialmente nas condições mínimas com P = 10 5 (N/m 2 ) e o volume V = 2,5 (cm 3 ), é submetida às seguintes sequências de transformações: 1ª - Transformação isocórica e é aquecida até que a pressão atinja o valor 4P; 2ª - Transformação isobárica e é expandida até que o volume atinja 5V; 3ª - Transformação isocórica e é levada à pressão inicial; 4ª - Transformação isobárica e é levada ao volume V. Indique o ponto em que a temperatura do gás será a menor possível e assinale o valor do trabalho realizado pelo sistema no ciclo ABCDA no ponto a) A e o trabalho é W = 5 J. b) D e o trabalho é W = J. c) A e o trabalho é W = 3, J. d) A e o trabalho é W = 3,0 J. e) D e o trabalho é W = 3, J. Página 34 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 34

35 41 O adoçante aspartame, substituto do acúcar comum em alguns alimentos dietéticos, tem poder de adoçar cerca de 200 vezes mais que a sacarose. Sua ingestão diária aceitável é no máximo de 50 mg/kg (EUA) e sua estrutura é apresentada abaixo: _ CH2 _ CH _ NH _ C _ CH _ NH 2 COOCH 3 O CH 2 COOH Na molécula de aspartame encontram-se os grupos funcionais abaixo, exceto a) ester. b) amina. c) amida. d) cetona. e) acido carboxilico Em um recipiente são colocados 4,0 (quatro) litros de nitrogênio e 9,0 (nove) litros de hidrogênio, em condições constantes de temperatura e pressão, segundo a equação não balanceada: N 2(g) + H 2(g) NH 3(g) Nestas condições podemos afirmar que a) os reagentes estão em proporção estequiométrica. b) após o término da reação não restam nitrogênio ou hidrogênio, foram totalmente convertidos em amônia. c) estequiometricamente a reaçâo se processa com expansão de volume. d) serão produzidos 13,0 litros de gás amônia. e) o gás nitrogênio está em excesso. Página 35 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 35

36 43 - Considere o seguinte diagrama de formação da água em kj/mol: kj/mol 0 H 2(g) + 1/2 O 2(g) H 2 O (g) H 2 O (l) A energia necessária para vaporizar 180 ml de água pura, baseando-se nos dados do gráfico, será a) 41 kj b) 59 kj c) 410 kj d) 531 kj e) Kj DADOS: H = 1,0 G/MOL O = 16 G/MOL Página 36 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 36

37 44 - São dadas as seguintes semi reações com seus respectivos potenciais de redução: Ca e - Ca E 0 = - 2,87 volts Zn e - Zn E 0 = - 0,76 volts Cu e - Cu E 0 = + 0,34 volts Pd e - Pd E 0 = + 0,99 volts Conside, agora, as seguintes reações: I - Ca + Zn 2+ Ca 2+ + Zn II - Zn + Cu 2+ Zn 2+ + Cu III - Zn 2+ + Pd Zn + Pd 2+ IV - Cu 2+ + Ca Ca 2+ + Cu Após analisar essas equações, pode-se concluir que a) somente as equações I e II são espontâneas. b) somente as equações II e III são espontâneas. c) somente as equações II, III e IV são espontâneas. d) somente as equações I,II e IV são espontâneas. e) todas são espontâneas O valor médio anual do ph das águas da chuva em centros altamente industrializados, como o de Cubatão, no Estado de São Paulo, é igual a 5,00 (cinco). Quando comparamos esse valor médio com o ph da água pura a 25ºC verifica-se que a concentração hidrogeniônica [H + ] da água da chuva nesses centros é cerca de a) duas vezes maior. b) duas vezes menor. c) 100 vezes maior. d) 1000 vezes maior. e) 1000 vezes menor. Página 37 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 37

38 46 - O modelo clássico postulado por S. J. Singer e G. L. Nicolson na década de 70 do século XX para a ultra-estrutura biológica das membranas propõe que a membrana biológica é uma estrutura dinâmica, fluida, constituida basicamente por uma bicamada de fosfolípidos na qual encontram-se distribuídas moléculas proteicas. As moléculas de proteínas integrais são responsáveis pela entrada e saída das moléculas polares, como água e sais, que exigiriam uma quantidade muito grande de energia livre para atravessar a bicamada fosfolipídica. Entre essas proteínas integrais encontramos moléculas que transportam íons e outras substâncias entre os meios intra e extracelulares. Com relação a essas proteínas, podemos afirmar que a) uma delas, a ATPase sódio/potássio transporta três íons sódio para o meio intracelular e dois íons potássio para o meio extracelular com gasto de ATP, motivo pelo qual o processo é chamado de transporte ativo primário. b) a atividade da ATPase sódio/potássio resulta num gradiente químico entre os meios intra e extracelulares, de tal maneira que o meio intracelular apresenta uma alta concentração de sódio e uma baixa concentração de potássio. c) a atividade da ATPase sódio/potássio cria um gradiente químico que possibilita que outra proteína de membrana realize o cotransporte sódio/glicose para o meio intracelular, num processo chamado de transporte ativo secundário ou acoplado. d) a ATPase sódio/potássio participa dos processos que envolvem a distribuição de cargas elétricas entre os meios intra e extracelulares da membrana, uma vez que sua atividade produz o transporte de uma carga positiva para o meio intracelular. e) O transporte ativo secundário ou acoplado que envolve, por exemplo, a entrada de sódio e aminoácidos na célula, se beneficia do fato da ATPase sódio/potássio manter uma concentração intracelular de sódio muito maior do que a extracelular. Página 38 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 38

39 47 - Os efeitos benéficos do cultivo de leguminosas sobre o solo foram reconhecidos há centenas de anos. Teofrasto, que viveu no terceiro século a.c., escreveu que os gregos utilizavam culturas de feijão para enriquecer os solos. Hoje plantam-se leguminosas num sistema de consórcio com outras plantações, como o milho, de modo a aumentar a fertilidade do solo e, consequentemente, a produtividade. Isso decorre do fato que a) as raízes das leguminosas se espalham rapidamente, produzindo uma aeração do solo que auxilia o crescimento da plantação consorciada. b) as raízes das leguminosas apresentam bactérias Nitrosomonas e Nitrosococcus associadas às suas raízes, as quais oxidam a amônia a nitrito, que será incorporado pelas plantas. c) as leguminosas liberam fatores de crescimento que estimulam sementes de outros vegetais a brotar e se desenvolver mais rapidamente. d) a presença de bactérias do gênero Rizobhium associadas às raízes das leguminosas promove a fixação do nitrogênio, que pode estar disponível para outras espécies vegetais que compartilhem o solo. e) as células das raízes das leguminosas fixam o nitrogênio do ar, o que propicia seu crescimento e de outras plantas que compartilhem o solo. Página 39 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 39

40 48 - Anemia falciforme é o nome dado a uma doença genética que causa a malformação das hemácias, as quais assumem forma semelhante a foices (de onde vem o nome da doença), sendo comum na África, na Europa mediterrânea, no Oriente Médio e em regiões da Índia. A forma normal das hemácias lhes confere resistência osmótica, uma vez que permite à célula inchar sem que ocorra hemólise. Sendo assim, espera-se que a) as hemácias normais resistam em condições de estresse hipotônico, quando a entrada de água provoca o aumento do seu volume, o mesmo não ocorrendo com as hemácias de uma pessoa com anemia falciforme. b) as hemácias normais sofram hemólise em condições extremas de estresse hipertônico, quando a entrada de água provocaria rompimento de sua membrana externa, da mesma forma que ocorreria com as hemácias de uma pessoa com anemia falciforme. c) a forma das hemácias normais permite que elas resistam à exposição a uma solução hipotônica, o que ocasionar uma intensa saída de água e consequente turgor, o mesmo não ocorrendo com as hemácias de uma pessoa com anemia falciforme, que sofreriam hemólise. d) as hemácias de uma pessoa com anemia falciforme sofreriam hemólise quando expostas a um meio hipertônico, o que não ocorre com as hemácias normais, uma vez que sua forma permite que ela inche nessas condições, sem que a sua membrana se rompa. e) tanto as membranas das hemácias normais quanto as das hemácias de uma pessoa com anemia falciforme se rompem com a entrada de água resultante da exposição a uma solução hipertônica. Página 40 CEUB NOVEMBRO PROVA 3 ALT_23-10.pmd 40

Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português

Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português 1 Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português A partir do momento que você souber de cor a função de cada peça do nosso jogo de dominó, você não terá mais problemas para formular frases,

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Inglês 22 Passive Voice

Inglês 22 Passive Voice Inglês 22 Passive Voice A voz passiva é muito utilizada em inglês. Por sorte, ela não é difícil de entender. Observe como ela é organizada. To be + Participle = Passive Usando-se então o verbo to be, em

Leia mais

PROVA COMENTADA E RESOLVIDA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO

PROVA COMENTADA E RESOLVIDA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO COMENTÁRIO GERAL DOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO Uma prova, para avaliar tantos candidatos deve ser sempre bem dosada como foi a deste ano. Houve tanto questões de interpretação (6) como de gramática

Leia mais

Aula 03 Passado do to be e past continuous

Aula 03 Passado do to be e past continuous Aula 03 Passado do to be e past continuous No passado, o to be se comporta de forma semelhante ao presente, ou seja, as afirmações, negações e questões são feitas da mesma forma. Examples: I was worried

Leia mais

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês 3 Truques Para Obter Fluência no Inglês by: Fabiana Lara Atenção! O ministério da saúde adverte: Os hábitos aqui expostos correm o sério risco de te colocar a frente de todos seus colegas, atingindo a

Leia mais

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

Lição 40: deve, não deve, não deveria

Lição 40: deve, não deve, não deveria Lesson 40: must, must not, should not Lição 40: deve, não deve, não deveria Reading (Leituras) You must answer all the questions. ( Você deve responder a todas as We must obey the law. ( Nós devemos obedecer

Leia mais

PORTUGUÊS CIDA BISPO

PORTUGUÊS CIDA BISPO TIPO 1 PORTUGUÊS CIDA BISPO 7º UNIDADE IV Orientações: Não será aceita a utilização de corretivo; não será permitido o empréstimo de material durante a avaliação; use somente caneta esferográfica azul

Leia mais

Teste de Habilidade Específica - THE

Teste de Habilidade Específica - THE LEIA COM ATENÇÃO 1. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 2. Preencha os dados pessoais. 3. Autorizado o inicio da prova, verifique se este caderno

Leia mais

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante?

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Do you know how to ask questions in English? Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Note que tanto

Leia mais

Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas. Nível Fundamental Incompleto. Águas e Esgoto. 22.01.2012 - Tarde

Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas. Nível Fundamental Incompleto. Águas e Esgoto. 22.01.2012 - Tarde Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas Nível Fundamental Incompleto Águas e Esgoto 22.01.2012 - Tarde LÍNGUA PORTUGUESA AJUDANTE / AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS / OPERADOR DE BOMBAS 22.01

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 1- Introdução Uma reação química é composta de duas partes separadas por uma flecha, a qual indica o sentido da reação. As espécies químicas denominadas como reagentes ficam à esquerda

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Governo de Minas Gerais CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 2ª ETAPA Provas abertas: Matemática, História e Redação em Língua Portuguesa.

Leia mais

www.souvestibulando.com.br MÓDULO DE INGLES

www.souvestibulando.com.br MÓDULO DE INGLES 1 MÓDULO DE INGLES ASSUNTO: AULA 01 THE SIMPLE PRESENT TENSE Esta aula é composta pelo texto da apostila abaixo e por um link de acesso à AULA VIRTUAL gravada. Estude com atenção o texto antes de acessar

Leia mais

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos.

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos. 1) Como está sendo a expectativa do escritor no lançamento do livro Ser como um rio que flui? Ele foi lançado em 2006 mas ainda não tinha sido publicado na língua portuguesa, a espera do livro pelos fãs

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Inglês 6º Ano de Escolaridade Prova 06 / 2.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. 2014 Prova 06/ 2.ª F.

Leia mais

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2009

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2009 Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá Vestibular 2009 PROVA ANALÍÍTIICO--DIISCURSSIIVA 2ªª Fase 05//01//2009 Tiipo de Prrova B05 Nome do Candidato: Nº de Inscrição Curso: 1. Este caderno

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: LEVANTAR HIPÓTESES SOBRE A AUTORA, SOBRE O LIVRO, INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO Para o professor Ou isto

Leia mais

Versão 1. Nome do aluno: N.º: Turma: Atenção! Não vires esta página até receberes a indicação para o fazeres.

Versão 1. Nome do aluno: N.º: Turma: Atenção! Não vires esta página até receberes a indicação para o fazeres. Teste Intermédio de Inglês Parte III Compreensão do oral Versão 1 Teste Intermédio Inglês Versão 1 Duração do Teste: 15 minutos 22.02.2013 9.º Ano de Escolaridade Escola: Nome do aluno: N.º: Turma: Classificação

Leia mais

Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos

Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos CHARLIZE NAIANA GRIEBLER EVANDIR BUENO BARASUOL Sociedade Educacional Três de Maio Três de Maio, Rio Grande do Sul, Brasil

Leia mais

Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões)

Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões) Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões) 1. O Ministério do Meio Ambiente, em junho de 2009, lançou campanha para o consumo consciente de sacolas plásticas, que já atingem, aproximadamente,

Leia mais

Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização. 04/12/2011 Física Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização. Instruções 1. Verifique

Leia mais

Teoria da Comunicação Funções da Linguagem

Teoria da Comunicação Funções da Linguagem Teoria da Comunicação Funções da Linguagem Professor Rafael Cardoso Ferreira O que é linguagem? A linguagem é o instrumento graças ao qual o homem modela seu pensamento, seus sentimentos, suas emoções,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA Página 1 de 12 Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior para titulares de Diploma de Especialização Tecnológica, Decreto-Lei n.º 113/2014, de

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

Series 1 Syllabus. Intro / Lesson 1. Competencies. Grammar Topics. Vocabulary. introductions. Names Tudo bem! > muito prazer, tudo bem, com licença

Series 1 Syllabus. Intro / Lesson 1. Competencies. Grammar Topics. Vocabulary. introductions. Names Tudo bem! > muito prazer, tudo bem, com licença Intro / Lesson 1 Competencies Introductions Names Tudo bem! Grammar Topics introductions > muito prazer, tudo bem, com licença Vocabulary com licença por favor obrigado, obrigada muito prazer bom dia Para

Leia mais

Exercícios 3º ano Química -

Exercícios 3º ano Química - Exercícios 3º ano Química - Ensino Médio - Granbery 01-ufjf-2003- Cada vez mais se torna habitual o consumo de bebidas especiais após a prática de esportes. Esses produtos, chamados bebidas isotônicas,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com

Leia mais

Lesson 17: Can, Cannot, Can...? Lição 17: Poder, Não Poder +?

Lesson 17: Can, Cannot, Can...? Lição 17: Poder, Não Poder +? Lesson 17: Can, Cannot, Can...? Lição 17: Poder, Não Poder +? Reading (Leituras) I can walk. (Eu posso andar.) He can write an email. (Ele pode escrever um e-mail.) You can dance. (Você pode dançar.) They

Leia mais

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião Família Qual era a profissão dos seus pais? Como eles conciliavam trabalho e família? Como era a vida de vocês: muito apertada, mais ou menos, ou viviam com folga? Fale mais sobre isso. Seus pais estudaram

Leia mais

Como dizer quanto tempo leva para em inglês?

Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Você já se pegou tentando dizer quanto tempo leva para em inglês? Caso ainda não tenha entendido do que estou falando, as sentenças abaixo ajudarão você a entender

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES Silvia Eula Muñoz¹ RESUMO Neste artigo pretendo compartilhar os diversos estudos e pesquisas que realizei com orientação do Prof. Me. Erion

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 III A JOGOS DIVERTIDOS Fizemos dois campeonatos com a Turma da Fazenda, o primeiro com o seguinte trajeto: as crianças precisavam pegar água em um ponto e levar até o outro,

Leia mais

CAp-UERJ Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira

CAp-UERJ Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira CAp-UERJ Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira INSTRUÇÕES Você está recebendo um caderno de prova com 12 (doze) folhas numeradas. As partes I e II contêm 16 (dezesseis) questões de Língua

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com BASIC QUESTIONS 200 Opportunities to Discover PORTUGUESE Basic Questions - Portuguese TABLE OF CONTENTS 1. SABE?...3 2. COMO?...4 3. QUANTO TEMPO?...5 4. QUANTOS?...6 5. QUANTO?...7 6. COM QUE FREQUÊNCIA?...8

Leia mais

Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA

Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA 2015 Ensino Médio ------Conteúdo e Datas 2ª PARCIAL /3ª Etapa Disciplina Data Série Conteúdo 25/09 1º A Lançamento horizontal 29/09 1 B Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA Física 29/09 2º ano Fundamentos

Leia mais

De Profundis.indd 25 20/05/15 18:01

De Profundis.indd 25 20/05/15 18:01 Janeiro de 1995, quinta feira. Em roupão e de cigarro apagado nos dedos, sentei me à mesa do pequeno almoço onde já estava a minha mulher com a Sylvie e o António que tinham chegado na véspera a Portugal.

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa

Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa Técnico Concomitante ou Subsequente ao Ensino Médio Instruções Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno. Assine

Leia mais

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com TRECHO: A VOLTA POR CIMA Após me formar aos vinte e seis anos de idade em engenharia civil, e já com uma

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS INSTRUÇÕES: PRCESS SELETIV 2013/2 - CPS PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA CURS DE GRADUAÇÃ EM MEDICINA 1. Só abra a prova quando autorizado. 2. Veja se este caderno contém 5 (cinco) questões discursivas. Caso

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA

Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA Aluno (a): Série: 3ª TUTORIAL 3B Ensino Médio Data: Turma: Equipe de Língua Portuguesa Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA TERMOS INTEGRANTES = completam o sentido de determinados verbos e nomes. São

Leia mais

Convite. Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam.

Convite. Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. Convite Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. As palavras não: quanto mais se brinca com elas mais novas ficam.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÕES DE 01 A 10

LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÕES DE 01 A 10 LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÕES DE 01 A 10 Leia o trecho a seguir para responder às questões 01 a 04: CONSTRUÇÃO Amou daquela vez como se fosse a última Beijou sua mulher como se fosse a última E cada filho

Leia mais

O ENSINO DA GRAMÁTICA DE LÍNGUA INGLESA COM BASE NA

O ENSINO DA GRAMÁTICA DE LÍNGUA INGLESA COM BASE NA O ENSINO DA GRAMÁTICA DE LÍNGUA INGLESA COM BASE NA GRAMÁTICA DA LÍNGUA PORTUGUESA EM SALA DE AULA Michael Gouveia de Sousa Júnior Universidade Estadual da Paraíba E-mail: mikesousajunior@gmail.com Dione

Leia mais

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome:

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome: 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome: Querida criança, Além desta revisão, estude, em seu Material Didático, os conteúdos do Volume III. Leia este texto: ASA BRANCA

Leia mais

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire Volunteer Profile Questionnaire 1 Índice 1 VOLUNTEER PROFILE QUESTIONNAIRE... 1.1 Country... 1. AGE... 1. GENDER... 1..1 GENDER vs... 1. Qualification... 1..1 QUALIFICATION GREECE VS PORTUGAL... 1. Are

Leia mais

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE

A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE Aline Trindade A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE Introdução Existem várias maneiras e formas de se dizer sobre a felicidade. De quando você nasce até cerca dos dois anos de idade, essa

Leia mais

Estratégia de Leitura Elementos de Referência. Reference devices ou elementos de referência

Estratégia de Leitura Elementos de Referência. Reference devices ou elementos de referência Estratégia de Leitura Elementos de Referência Reference devices ou elementos de referência Ao ler textos sobre qualquer assunto, em qualquer área de conhecimento, todo leitor percebe uma relação de REFERÊNCIA

Leia mais

Inglês 25 Vestibulares

Inglês 25 Vestibulares Inglês 25 Vestibulares Nos vestibulares. É bom que você leia primeiro as questões e depois os textos. Assim, você já terá uma idéia do que procurar no texto. Faça esta experiência agora. 1) Sobre o que

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Manual de Aplicação do Jogo da Escolha. Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas

Manual de Aplicação do Jogo da Escolha. Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas Manual de Aplicação do Jogo da Escolha Um jogo terapêutico para jovens usuários de drogas 1 1. Como o jogo foi elaborado O Jogo da Escolha foi elaborado em 1999 pelo Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

WORKSHOPS DE INGLÊS TEENS

WORKSHOPS DE INGLÊS TEENS WORKSHOPS DE INGLÊS TEENS Avenida dos Bombeiros Voluntários de Algés, 29-2º 1495-024 Algés Portugal T. 214102910 www.imagineacademies.com business@imagineacademies.com NIF - 508.835.445 Capital Social

Leia mais

WELCOME Entrevista Au Pair Care

WELCOME Entrevista Au Pair Care WELCOME Entrevista Au Pair Care MÓDULO 2. ENTREVISTA-PERGUNTAS EXTRAS ENTREVISTA FÓRMULA PARA O SUCESSO Passo 1 Vai ser uma conversa informal, então relaxe! Parte 2 Algumas perguntas vão ser as mesmas

Leia mais

6 Estimular a Criatividade

6 Estimular a Criatividade OZARFAXINARS N.2 DEZEMBRO 2005 121 6 Estimular a Criatividade Como aspecto menos valorizado pela Escola, a criatividade pode estimular novas formas de o jovem se relacionar com o mundo, desenvolvendo atitudes

Leia mais

Palestra tudo O QUE VOCE. precisa entender. Abundância & Poder Pessoal. sobre EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS

Palestra tudo O QUE VOCE. precisa entender. Abundância & Poder Pessoal. sobre EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS Palestra tudo O QUE VOCE sobre precisa entender Abundância & Poder Pessoal EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS Como aprendemos hoje na palestra: a Lei da Atração, na verdade é a Lei da Vibracao. A frequência

Leia mais

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos:

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos: Concordância Na aula de hoje, estudaremos os principais tipos e ocorrências de itens relacionados à concordância verbal cobrados nos vestibulares do país. Nesse sentido, é válido lembrar que serão observadas

Leia mais

DESAFIOS DE MATEMÁTICA E LÓGICA

DESAFIOS DE MATEMÁTICA E LÓGICA DESAFIOS DE MATEMÁTICA E LÓGICA 1. Use the same 7 letters in the same order to fill the gaps in the sentence below: A _ surgeon was _ to operate because there was _. 2. Four people (A, B, C and D) wanted

Leia mais

Capítulo 1: Como tudo Começou Catástrofe do Ultravioleta e Efeito Fotoelétrico

Capítulo 1: Como tudo Começou Catástrofe do Ultravioleta e Efeito Fotoelétrico Material Elaborado por Caio Guimarães Física Moderna: Análise da Aplicação da Teoria nos Exercícios do ITA Capítulo 1: Como tudo Começou Catástrofe do Ultravioleta e Efeito Fotoelétrico Nota do Autor A

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

REDE PRÓ-MENINO. ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA)

REDE PRÓ-MENINO. ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA) REDE PRÓ-MENINO ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil CURSISTA: JACKELYNE RIBEIRO CINTRA MORAIS CPF: 014275241-06 ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA) Características

Leia mais

To Be. Present Simple. You are (você é / está) He / she / it is (Ele ela é / está)(*) We were (Nos éramos / estávamos) You are (Voces são / estão)

To Be. Present Simple. You are (você é / está) He / she / it is (Ele ela é / está)(*) We were (Nos éramos / estávamos) You are (Voces são / estão) To Be Um dos mais famosos verbos do Inglês. Quem já fez colegial e não ouviu falar dele? Mas você realmente conhece o verbo To Be? Você sabe de todos os tempos compostos que ele ajuda a formar? Você sabe

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

Verbs - Simple Tenses

Verbs - Simple Tenses Inglês Prof. Davi Verbs - Simple Tenses Simple Present Simple Past Simple Future Simple Present - Formação Infinitivo sem o to Ausência do auxiliar (usa-se to do ) Inclusão de s na 3ª pessoa do singular

Leia mais

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as.

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as. FICHA DA SEMANA 5º ANO A / B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Lista de conteúdos que serão cobrados nas avaliações da 2ª etapa. Avaliação II

Lista de conteúdos que serão cobrados nas avaliações da 2ª etapa. Avaliação II DISCIPLINA: INGLÊS Lista de conteúdos que serão cobrados nas avaliações da 2ª etapa. Avaliação II Vocábulario Fazer frase afirmativano simple present Regras do s, es ies Thereis e There are Imperativo

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA:

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Fundo Perpétuo de Educação PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Os depoimentos, ensinamentos e metas dos participantes mais bem sucedidos. A escolha da escola fez a diferença na sua colocação

Leia mais

III SEMANA DO MEIO AMBIENTE

III SEMANA DO MEIO AMBIENTE III SEMANA DO MEIO AMBIENTE Durante a Semana do Meio Ambiente de 2008, o CMJF procurou envolver todos os alunos na discussão e reflexão sobre questões relativas ao ambiente. Através dos coordenadores de

Leia mais

REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS

REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS 1) A partir das informações dadas, enumere as informações, em ordem sequencial, de acordo com as etapas do método científico: ( ) Conclusões ( ) Possíveis respostas

Leia mais

4. Introdução à termodinâmica

4. Introdução à termodinâmica 4. Introdução à termodinâmica 4.1. Energia interna O estabelecimento do princípio da conservação da energia tornou-se possível quando se conseguiu demonstrar que junto com a energia mecânica, os corpos

Leia mais

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes Lesson 6 Notes Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job Welcome to Fun With Brazilian Portuguese Podcast, the podcast that will take you from beginner to intermediate in short, easy steps. These

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais