Felicidade Interna Bruta FIB

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Felicidade Interna Bruta FIB"

Transcrição

1 2012 Felicidade Interna Bruta FIB Edelson Galvão da Silva Curitiba PR Maio/2012

2

3 FELICIDADE INTERNA BRUTA VERSUS PRODUTO INTERNO BRUTO Galvão, E. 1 RESUMO Este trabalho tem a finalidade de apresentar os conceitos de Produto Interno Bruto (PIB) e de Felicidade Interna Bruta (FIB) buscando mostrar a desvantagem da adoção de índices calcados na produtividade industrial como únicos critérios para avaliação do potencial e do desenvolvimento de uma nação. Foi caracterizado o país que sugeriu a adoção deste novo indicador de qualidade de vida, e o panorama histórico relativo à sua criação. Procurou-se destacar ensinamentos de cunho moral e ético de grandes luminares da humanidade e as recomendações de consagrados pensadores modernos, com foco na busca da felicidade. Premissas e Paradigmas que realizam a modelagem do comportamento dos indivíduos e nações são analisados e foram acrescentados ensinamentos ligados à espiritualidade de diversas tradições religiosas. Finalmente reproduziu-se artigos em jornal e de revistas sobre o tema de Felicidade Interna Bruta e sobre indicadores alternativos como o IDH - Índice de Desenvolvimento Humano. Palavras-chave: felicidade interna bruta busca da felicidade indicadores de qualidade de vida espiritualidade. ABSTRACT This paper aims to present the concepts of Gross Domestic Product (GDP) and Gross National Happiness (GNH) in order to show the downside of adopting indices rooted in industrial productivity as the sole criteria for assessing the potential and the development of a nation. Has characterized the country that suggested the adoption of this new indicator of quality of life, and historical background on its creation. We tried to emphasize teaching of moral and ethical great luminaries of humanity and the recommendations embodied modern thinkers, focusing on the pursuit of happiness. Assumptions and paradigms that perform modeling of the behavior of individuals and nations have been added are analyzed and linked to spirituality teachings of different religious traditions. Finally was reproduced in newspaper articles and magazines on the subject of Gross National Happiness and on alternative indicators as the HDI - Human Development Index. Keywords: gross national happiness the pursuit of happiness indicators of quality of life spirituality. 1 Edelson Galvão da Silva Eng Civil do Departamento de Edificações da Secretaria Municipal de Obras Públicas Prefeitura Municipal de Curitiba.

4 SUMÁRIO FELICIDADE INTERNA BRUTA...2 PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB)...3 RANKING MUNDIAL DO PIB (PPC) FELICIDADE NA ESTATÍSTICA BBC 200 PAÍSES, 200 ANOS, 4 MINUTOS...7 BUTÃO O PAÍS...8 RUMO À FELICIDADE...12 UMA FÁBULA PARA VENCER A RAIVA...30 A FORÇA MODELADORA DAS PREMISSAS E DOS PARADIGMAS...34 PREMISSAS ERRADAS OU PARADIGMAS A SEREM REINTERPRETADOS?...36 SER X TER...37 TESTE DE FELICIDADE INTERNA PESSOAL...40 ÍNDIA E ESPIRITUALIDADE...42 CARTA DA TERRA...45 O CONCEITO DE GOVERNANÇA...46 FELICIDADE INTERNA BRUTA (FIB) ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.50 SUGESTÕES PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO FIB...56 IDH DO BRASIL É O 20º DA AMÉRICA LATINA...62 OS CIDADÃOS EMERGENTES EM CURITIBA...64 REPORTAGEM ÉPOCA NEGÓCIOS...66 DEU NO NEW YORK TIMES...68 PORTUGAL PODE TRABALHAR PARA MEDIR FELICIDADE INTERNA BRUTA...70 GENTE - MÚSICA DE CAETANO VELOSO...72 BIBLIOGRAFIA...73

5 FELICIDADE INTERNA BRUTA Felicidade Interna Bruta (FIB) ou Gross National Happiness (GNH) é um conceito de desenvolvimento social criado em contrapartida ao Produto Interno Bruto (PIB). Histórico O termo foi criado pelo rei do Butão Jigme Singye Wangchuck, em 1972, em resposta a críticas que afirmavam que a economia do seu país crescia miseravelmente. Esta criação assinalou o seu compromisso de construir uma economia adaptada à cultura do país, baseada nos valores espirituais budistas. Assim como diversos outros valores morais, o conceito de Felicidade Interna Bruta é mais facilmente entendido a partir de comparações e exemplos do que definido especificamente. Especificidades Enquanto os modelos tradicionais de desenvolvimento têm como objetivo primordial o crescimento econômico, o conceito de FIB baseia-se no princípio de que o verdadeiro desenvolvimento de uma sociedade humana surge quando o desenvolvimento espiritual e o desenvolvimento material são simultâneos, assim se complementando e reforçando mutuamente. Os quatro pilares da FIB são a promoção de um desenvolvimento socioeconômico sustentável e igualitário, a preservação e a promoção dos valores culturais, a conservação do meio-ambiente natural e o estabelecimento de uma boa governança. 2

6 PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB) 1. Qual o significado do PIB? O Produto Interno Bruto é o principal medidor do crescimento econômico de uma região, seja ela uma cidade, um estado, um país ou mesmo um grupo de nações. Sua medida é feita a partir da soma do valor de todos os serviços e bens produzidos na região escolhida em um período determinado. 2. Como ele é medido? A fórmula para o cálculo é a seguinte: PIB = consumo privado + investimentos totais feitos na região + gastos do governo + exportações importações São medidas a produção na indústria, na agropecuária, no setor de serviços, o consumo das famílias, o gasto do governo, o investimento das empresas e a balança comercial. Entram no cálculo o desempenho de 56 atividades econômicas e a produção de 110 mercadorias e serviços. 3. Quem faz essa medição no Brasil? Exclusivamente o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, instituição federal subordinada ao Ministério do Planejamento. 4. Por que o cálculo fica apenas nas mãos do IBGE? De acordo com Cláudia Dionísio, economista da Coordenação de Contas Nacionais do IBGE, muitos dados utilizados para a apuração do PIB brasileiro são sigilosos. Isso porque algumas empresas privadas não divulgam seus resultados e mandam os dados para o IBGE sob a garantia de sigilo. Dessa forma, outros analistas não teriam condições de determinar com precisão qual o valor correto, mas apenas realizar estimativas sobre o desempenho da economia. 5. Desde quando é feita a medição do PIB? O medição foi aplicada no mundo e, consequentemente, no Brasil em 1948, ficando em seguida sob responsabilidade do Fundo Monetário Internacional (FMI) que tratou de espalhar seus conceitos às nações. No Brasil, a responsabilidade pelo cálculo já esteve a cargo da Faculdade Getúlio Vargas até Em seguida, o IBGE passou a fazer a medição. 6. Quem inventou esse conceito? O método moderno de aferição do desempenho dos diversos setores da economia foi estabelecido pelo economista britânico Richard Stone ( ). Ele formulou os princípios do cálculo na década de Stone foi imediatamente reconhecido, como fica claro pela adoção quase instantânea de seu método em quase todo o mundo. Outra forma de reconhecimento foi o Nobel de Economia, com o qual o economista foi agraciado em A metodologia de medição do PIB sempre foi a mesma? Não. O método foi modificado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no mundo diversas vezes o mesmo ocorrendo no Brasil. Um exemplo: até o ano de 2000, algumas atividades econômicas ficavam de fora das estatísticas ou tinham peso menor no cálculo do que seu real valor na economia. É o caso da consultoria de software, processamento de dados, agências de notícias, atividades de cinema, rádio e TV, serviços de telefonia celular e serviços financeiros. 3

7 8. Qual a diferença entre PIB nominal e o PIB real? O PIB nominal é valor calculado levando-se em conta os preços do ano corrente: ou seja, se houver inflação no período, ela será contabilizada no resultado final. Já o PIB real é medido com o preço fixado no ano anterior, tirando-se desse cálculo o efeito da inflação. 9. Como é calculado o PIB per capita? Para se chegar a renda per capita de uma região, basta dividir o valor PIB pelo número de habitantes dessa área em estudo. No caso do Brasil, teríamos o seguinte: PIB (2,889 trilhões de reais 2 ) / 190 milhões de habitantes 3 = reais / habitante Isso significa que, em um ano, cada brasileiro seria responsável em média pela produção de riquezas correspondentes a reais. (VEJA.COM, 2011) 2 Dado relativo a 2008 (IBGE). 3 Estimativa para junho de 2009 (IBGE). 4

8 RANKING MUNDIAL DO PIB (PPC) 2010 PIB (PPC) Nº País Nº País (milhões de USD) PIB (PPC) (milhões de USD) 1 Estados Unidos Roménia China Argélia Japão Portugal Índia Emirados Árabes Unidos Alemanha Israel Rússia Dinamarca Reino Unido Cazaquistão Brasil Hungria França Finlândia Itália Irlanda México Marrocos Coreia do Sul Catar Espanha Kuwait Canadá Bielorrússia Indonésia Eslováquia Turquia Nova Zelândia Austrália Equador Taiwan Iraque Irã Síria Polónia Angola Países Baixos Sri Lanka Argentina Sudão Arábia Saudita Tunísia Tailândia Bulgária África do Sul Azerbaijão Egito Líbia Paquistão República Dominicana Colômbia Etiópia Malásia Uzbequistão Bélgica Sérvia Nigéria Croácia Suécia Myanmar Filipinas Omã Venezuela Guatemala Áustria Quênia Hong Kong Iémen/Iêmen Suíça Gana Grécia Líbano Ucrânia Tanzânia Singapura Lituânia Vietname Eslovênia Peru Costa Rica República Checa Uruguai Bangladesh Bolívia Chile Panamá Noruega Camarões

9 PIB (PPC) Nº País Nº País (milhões de USD) PIB (PPC) (milhões de USD) 93 El Salvador Islândia Uganda Haiti Luxemburgo Níger Costa do Marfim Mongólia Turquemenistão Moldávia Nepal Guiné Jordânia Malta Honduras Bahamas Paraguai Montenegro Letônia Mauritânia Bósnia e Herzegovina Barbados Camboja Suazilândia Bahrein Togo Botswana Zimbabwe Afeganistão Guiana Trinidad e Tobago Serra Leoa Estónia Suriname Senegal Butão Albânia Fiji Guiné Equatorial Eritreia Jamaica Gâmbia Chipre República Centro-Africana Rep. Democrática do Congo Burundi Gabão Lesoto Geórgia Timor-Leste Moçambique Maldivas Brunei Belize Zâmbia Djibouti Macedónia Seychelles Burkina Faso Cabo Verde Madagáscar Santa Lúcia Maurícia Guiné-Bissau Nicarágua Libéria Chade Ilhas Salomão República do Congo Antígua e Barbuda Arménia Vanuatu Mali Granada Laos São Vicente e Granadinas Papua-Nova Guiné Samoa Tadjiquistão Comores Namíbia Dominica Benim Tonga Malawi São Cristóvão e Nevis Ruanda Kiribati Quirguistão São Tomé e Príncipe Kosovo Tuvalu 36 Fonte: WikiPédia // FMI dados divulgados em abril de

10 FELICIDADE NA ESTATÍSTICA BBC 200 PAÍSES, 200 ANOS, 4 MINUTOS HANS ROSLING Hans Rosling nasceu em 27 de julho de 1948 em Uppsala, na Suécia. Entre os anos de 1967 e 1974 estudou Estatística e Medicina na Universidade de Uppsala. Em 1972 estudou Saúde Pública no St. John's Medical College em Bangalore, na Índia. É Professor de Saúde Internacional no Karolinska Institute. Suas pesquisas estão focalizadas nas relações entre desenvolvimento econômico, agricultura, pobreza e saúde na Africa e na América Latina. Ele tem sido conselheiro da WHO World Health Organization, UNICEF - United Nations Children's Fund e várias outras Agências. Em 1993 ele foi um dos iniciadores do grupo Médicos Sem Fronteiras (Médecins Sans Frontières) na Suécia. Em 2009 foi listado como um dos 100 principais pensadores mundiais por Foreign Policy Magazine. O médico Hans Rosling mostra a história do desenvolvimento do planeta nos últimos dois séculos, transformando estatísticas em animação gráfica interativa. Este Programa "The Joy of Stats" foi gravado no Reino Unido pela BBC 4 em dezembro de 2010 (YOU TUBE, 2011). Assista ao vídeo em 7

11 BUTÃO O PAÍS O pequeno reino de 38,4 mil quilômetros quadrados é menor do que o Estado do Rio de Janeiro. Tem 72,5% de sua área coberta por florestas, 34 rios e uma biodiversidade de dar inveja a muitos países ricos. Também abriga cerca de Templos e Monastérios Budistas, um deles, denominado Kichu Lakhang foi construído em 659 d.c, em Paro. Punaka Dzong é a mais histórica e bela fortaleza construída no Butão em 1637 e o segundo mais velho Dzong do país, depois do Simtokha Dzong, em Thimphu. Em cada um dos 20 Distritos, 8

12 tem um "Dzong" - antigos fortes hoje usados como Sede Administrativa. Assim como os "Chortens", que são pequenos Templos construídos para abrigar imagens de Buda e relíquias religiosas, os Dzongs são símbolos da identidade e cultura butanesas. Tradição O pequeno Reino do Himalaia é também conhecido como "Land of Thunder Dragon". Por isso, o Butão ostenta um dragão branco em sua bandeira laranja e amarela. O dragão é um símbolo nacional, tanto quanto a papoula azul e os ciprestes, tão comuns no país. Em vez de futebol, vôlei, tênis ou basquete, o esporte nacional do Butão é o arco e flecha. Bandeira do Butão Terra do Dragão Trovejante Turismo Cultural Monastério de Taktsang, conhecido como Ninho do Tigre Para proteger seu patrimônio cultural e ecológico, o governo faz campanhas nas escolas rurais, treina guias turísticos e controla o turismo com mão de ferro. Oficialmente, o país abriu as portas aos estrangeiros em 1974, depois de séculos de isolamento e de muitas discussões sobre impacto sociocultural promovidas pelo Rei e seus Oficiais. 9

13 Um ponto de inflexão na História Até o século 20, o Butão era regido pela filosofia budista, que oferecia diretrizes administrativas, sociais, morais e legais. Somente em 1907, o país coroou o seu primeiro Rei, Gongsar Ugyen Wangchuck, dando início a uma monarquia hereditária. O Butão é hoje uma monarquia democrática. Por decisão do quarto Rei, os butaneses foram às urnas pela primeira vez para escolher seu primeiro-ministro, Jigme Thinley, em março de Quatro meses depois, o país promulgou sua primeira Constituição. JIGME SINGYE WANGCHUCK No dia 02 de junho de 1974, em seu discurso de coroação, Jigme Singye Wangchuck disse: "A felicidade interna bruta é muito mais importante do que o produto interno bruto". Ele tinha 18 anos e se convertia, após a repentina morte de seu pai, no monarca mais jovem do mundo. Jigme Singye Wangchuck foi educado no Reino Unido, é casado com quatro irmãs e pai de 10 filhos, um dos quais é o atual Rei. Ele vive sozinho em uma cabana modesta. Quando as pessoas se ofereceram para lhe construir um castelo, ele disse que não, que empregassem o dinheiro e o tempo na construção de escolas e de hospitais. O quarto Rei do Butão abdicou em 2006 para que a população pudesse escolher o seu monarca democraticamente. Em 24 de março de 2008, os butaneses foram às urnas, terminando assim mais de um século de monarquia absoluta. 10

14 JIGME KHESAR NAMGYEL WANGCHUCK O atual rei do Butão, Jigme Khesar Namgyel Wangchuck, tem 32 anos e é o chefe de estado mais jovem do mundo. O casamento do chamado "quinto dragão" da dinastia Wangchuck ocorreu em outubro de 2011, na cidade de Punakha, antiga Capital dessa remota Nação budista do Himalaia. Coroado em novembro de 2008 após a abdicação de seu pai, Jigme Singye Wangchuck, afirmou: "Encontrei uma pessoa e se chama Jetsun Pema. É jovem, cálida, de bom coração e de personalidade. Estas qualidades, junto à sabedoria que chegará com os anos e a experiência, farão dela uma grande servidora da nação", declarou o soberano. Gigantesca estátua de Buda em construção em Thimphu. 11

15 RUMO À FELICIDADE MAHATMA GANDHI Mohandas Karamchand Gandhi nasceu em 2 de outubro de 1869, em Porbandar, na Índia ocidental e foi assassinado em 30 de janeiro de Foi um líder político e apóstolo da não violência. Com a força espiritual de sua Grande Alma libertou a Índia do domínio do poderoso Império Britânico. Em Londres, em 1931, Charles Chaplin pediu para ver Gandhi. Ao ser perguntado pelo Ator quanto às suas atitudes em face da máquina ele respondeu ao visitante: Quanto mais rapidamente as máquinas se movem, tanto mais rapidamente o homem vive, e tanto maior é o tributo, em tensão nervosa, que ele paga às máquinas. A cultura, os lazeres, e, com efeito, o próprio ato de viver, se torna tão entrelaçado com máquinas, que o homem, individualmente, tende a empobrecer-se interiormente. O indivíduo fica mais ou menos na posição do selvagem que faz um ídolo e depois o serve e venera (FISCHER,1983). A resposta, ao que parece, impressionou de tal forma a Chaplin que este dedicou um de seus filmes ao tema da corrida diária entre homens e máquinas. Para Gandhi, a mecanização, ou qualquer forma de progresso, não era um fim em si mesma; julgava os progressos materiais pelo seu efeito moral e espiritual sobre os seres humanos. O indivíduo era sua preocupação central. Ele julgava os indivíduos, não pelo que possuíam, e sim pelo que eram; não pela propriedade, e sim pela personalidade; não pela fortuna exterior, e sim pelas riquezas interiores. Certa vez Gandhi afirmou: O homem se torna muitas vezes o que ele próprio acredita que é. Se eu insisto em repetir para mim mesmo que não posso fazer uma determinada coisa, é possível que eu acabe me tornando realmente incapaz de fazê-la. Ao contrário, se tenho a convicção de que posso fazê-la, certamente adquirirei a capacidade de realizá-la, mesmo que não a tenha no começo (ATTENBOROUGH,1982). 12

16 CONFÚCIO Kung-Fu-Tsé, literalmente Mestre Kong, nasceu em Tsou, na China, no ano de 551 a.c., e morreu em 479 a.c. Desde a infância teve de ser mestre de si mesmo. Na sua época, a China estava praticamente dividida em reinos feudais, cujos senhores dependiam muito pouco do rei. Confúcio não pregava a aceitação plena de um papel definido para os elementos da sociedade, mas sim que cada um cumprisse com seu dever de forma correta. Já o condicionamento dos hábitos serviria para temperar os espíritos e evitar os excessos. Logo, a sua doutrina apregoava a criação de uma sociedade capaz, culturalmente instruída e disposta ao bem estar comum. A filosofia de Confúcio visa a uma organização nacionalista da sociedade, baseando-se no princípio da simpatia universal que devia obter-se por meio da educação. Estendia-se do indivíduo à família e desta ao Estado a grande família. Eis algumas máximas do Mestre: Se o príncipe é pessoalmente virtuoso, o povo praticará os seus deveres sem necessidade de comando; se o príncipe não é pessoalmente virtuoso, por mais ordens que der, o povo não o seguirá. A vida humana, efetivamente, comporta um elemento material e um elemento espiritual; cada um deles tem as suas necessidades, que devem ser satisfeitas, sob pena de prejudicar gravemente a natureza humana (FERREIRA, 1968). Não tenhas nenhum receio de permanecer desconhecido dos homens, mas teme antes desconhecê-los tu próprio. Exige bastante de ti mesmo e pouco dos outros, pois é o caminho de afastar toda a animosidade. O homem de bem é cioso de nove coisas: aplica-se em bem ver o que olha, em bem ouvir o que escuta. É cioso de respirar a benevolência em sua expressão, a deferência em suas maneiras, a honestidade em suas palavras, a seriedade em seu trabalho. Em dúvida, pede conselho; num acesso de cólera, pensa nas consequências, na perspectiva do lucro, mantémse cioso do justo (DIÁLOGOS DE CONFÚCIO, 1983). 13

17 LAO TSÉ Lao Tsé, que significa Jovem Sábio, viveu no 6º século a.c. Passou a primeira metade da sua vida cerca de 40 anos na corte imperial da China, trabalhando como historiador e bibliotecário. Homem de meia idade, Lao Tsé abandonou a corte imperial e retirou-se, como eremita, para a floresta, onde viveu a segunda metade de sua vida, estudando, meditando e auscultando a voz silenciosa da intuição cósmica. Com cerca de 80 anos, cruzou a fronteira ocidental da China e desapareceu, sem deixar vestígio da sua vida ulterior. O guarda da divisa lhe pediu um resumo de sua filosofia, e ele lhe entregou um pequeno manuscrito que continha a essência do Tao Te King. Sua imagem mais conhecida o representa sobre um búfalo; o processo de domesticação deste animal é associado ao caminho da iluminação nas tradições zen budistas. Falando sobre a volta à simplicidade, Lao Tsé declarou: Se pudéssemos renunciar à nossa sabedoria, à virtude feita à nossa moda, isto seria de grande benefício para todos que nos cercam. Se pudéssemos abolir nossa benevolência e correção as pessoas voltariam a ser amáveis e bondosas. Se pudéssemos abandonar nossas artimanhas e abafar o desejo constante de enriquecer, não mais haveria ladrões nem malfeitores. Devemos ser simples, desataviados, naturais, reduzindo os desejos juntamente com o egoísmo. Quanto à moderação do desejo, o Mestre assim se referiu: Quando a ordem prevalece no império, os cavalos de guerra cultivam os campos. Quando o Caminho (a ordem, a lei) é esquecido, os cavalos de guerra correm nas fronteiras. Não há maior crime do que ter demasiados desejos. Dão maior infortúnio do que ser invejoso. Quando estamos contentes possuímos todas as coisas do mundo (LAO TSÈ, 1993). Sobre a riqueza do Ser e a pobreza de só Ter, disse o sábio: Que vale mais: Meu nome de família ou meu Ser? Que é mais meu: Minhas posses externas ou meu íntimo Ser? 14

18 Que me é mais importante: Meus lucros ou minhas perdas? Quem prende seu coração a algo Está preso. Quem deseja possuir tesouros É um pobre possesso. Quem vive satisfeito É feliz com os satisfeitos. Quem respeita seus limites Não corre perigo. Isto gera verdadeira serenidade. De dentro vem o que por fora se revela (ROHDEN,1989). Sobre a dualidade e o não-agir, assim falou Lao Tsé: Só temos consciência do belo, quando conhecemos o feio. Só temos consciência do bom, quando conhecemos o mau. Porquanto, o Ser e o Existir, se engendram mutuamente. O fácil e o difícil se completam. O grande e o pequeno são complementares. O alto e o baixo formam um todo. O som e o silêncio formam a harmonia. O passado e o futuro geram o tempo. Eis porque o sábio age, pelo não-agir. E ensina sem falar. Aceita tudo que lhe acontece. Produz tudo e não fica com nada. O sábio tudo realiza - e nada considera seu. Tudo faz - e não se apega à sua obra. Não se prende aos frutos da sua atividade. Termina a sua obra, e está sempre no princípio. E por isso a sua obra prospera. 15

19 ROBERTO SHINYASHIKI Médico-psiquiatra, nasceu em Santos (SP) em 1952 e fez pós-graduação em Gestão de Negócios. É doutor em Administração e Economia, pela USP. Além de escrever livros que aplicam a espiritualidade ao mundo dos negócios, é consultor organizacional e ministra palestras no Brasil e no exterior. Já ministrou cursos de especialização nos EUA, na Europa e também no Japão. Segundo Roberto Shinyashiki, confiar em si mesmo tem a ver com acreditar na sua capacidade de superar desafios. Mas a confiança não nasce pronta, ela é construída; quanto mais vivemos novos desafios, mais nos tornamos conscientes da nossa capacidade de acreditar em Deus, no outro e em nós próprios. O poder interior nasce do equilíbrio dessas três forças: Fé, Confiança, Autoconfiança. Fé: acreditar em Deus A palavra fé vem do latim fides, que significa a convicção de que algo seja verdadeiro. A fé nos conecta com a dimensão da eternidade, nos faz lembrar que somos uma alma com um corpo e não um corpo com alma. A pessoa espiritualizada tem sempre a consciência de que realizar sua missão de vida, servir ao próximo e estar em paz consigo mesma são fundamentais para viver. Um dos grandes desafios das pessoas hoje em dia é conciliar a espiritualidade com um mundo cada vez mais materialista. Confiança: acreditar no outro Quando podemos entregar nosso coração a um amigo, ou compartilhar uma dificuldade com alguém em quem confiamos e receber sua orientação, temos certeza de que os problemas 16

20 são apenas oportunidades para estreitar nossas amizades. Todavia é preciso aprender a aproveitar a contribuição de amigos verdadeiros, que trazem elementos para o seu crescimento, e se afastar das pessoas que podem destruir seus sonhos. Confiar nos outros não significa confiar em todo mundo. O melhor caminho é criar a confiança dos outros em você. Como dizia Gandhi: Você tem de ser o espelho da mudança que está propondo. Se eu quero mudar o mundo, tenho de começar por mim. Precisamos lembrar sempre que confiança é uma via de mão dupla isto é, se você não acreditar nos outros, jamais poderá esperar que os outros confiem em você. Autoconfiança: acreditar em si mesmo A maioria das pessoas trabalha apenas para realizar objetivos materiais, sem perceber que essas metas são um ponto de referência muito limitado. Uma meta a ser atingida precisa levar em conta tudo que está envolvido no trajeto que você percorrerá até chegar lá. Penso que o verdadeiro sucesso integra amor, negócios, amigos e principalmente paz de espírito. A autoconfiança nos dá ânimo para superar os desafios e vontade de compartilhar nossas vitórias com todos. Ela pode e precisa ser aprendida, construída. Durante o processo de construção e manutenção da autoconfiança, precisamos estar atentos para o fato de que ela se fortifica a partir do desenvolvimento da autoeficácia, que é a nossa capacidade de acreditar em nosso potencial de realização (SHINYASHIKI, 2009). Muitas pessoas pensam que a felicidade somente será possível depois de alcançar algo, mas a verdade é que deixar para ser feliz amanhã é uma forma de ser infeliz. (Roberto Shinyashiki) 17

21 ROBERT HAPPÉ Robert Happé nasceu em 1944 em Amsterdã, Holanda. Estudou religiões e filosofias na Europa e dedicou-se desde então a descobrir o significado da vida. Estudou também Vedanta, Budismo e Taoísmo no Oriente durante quatorze anos, tendo vivido e trabalhado com nativos de diferentes culturas de cada região onde esteve Índia, Tibet, Nepal, Cambodja e Taiwan. Desde 1987 vem compartilhando informações em forma de seminários e workshops em países da Europa, na África do Sul, nos EUA, na Austrália, e no Brasil. Atualmente vive em Araçoiaba da Serra em São Paulo. Segundo Happé, a mente faz distinções o tempo todo, classificando nossas experiências. Mas ela só consegue observar uma coisa de cada vez, por isso é chamada de mente racional. Somente a consciência tem a habilidade de unir as polaridades da mente. A mente racional só consegue pensar em termos de bom ou mal, certo ou errado, verdadeiro ou falso. Não consegue enxergar que as duas faces pertencem à mesma moeda, à mesma experiência. Para tal, precisamos convidar nossa parte intuitiva, a imaginação feminina criadora; assim procedendo temos acesso à visão simultânea dos dois lados. O drama do conflito e da polaridade precisa ser resolvido para que ganhemos acesso a níveis mais elevados de consciência. O caminho para esse acesso é simplesmente parar de julgar, aceitar as coisas como elas acontecem e, em seguida, decidir por uma resposta, ação ou exemplo que ofereça algo de novo, como por exemplo, praticar a quietude. A ação de estar em quietude, observar o que acontece e decidir integrar as energias é o próprio ato da autopercepção consciente, que também é meditação. Quando praticamos diariamente ficar em quietude, estamos aprendendo a viver no momento presente, livres do passado ou do futuro. Cada pensamento é como uma semente; no momento em que você pensa, você planta essa semente. Ela irá crescer, tornar-se uma árvore que, por sua vez, produzirá frutos e criará milhares de novas sementes. Isso acontece com os pensamentos positivos e com os negativos. Logo, o indivíduo deve perceber que, ao pensar de maneira negativa, ele cria escuridão, com a qual ele mesmo terá de lidar. 18 Happé também nos ensina que energia é poder; ela vibra e é também conhecida como luz.

22 Em nosso mundo, uma das formas de armazenar energia de uma maneira física é através do dinheiro. O propósito do dinheiro, em essência, é o de ser um recurso para troca e enquanto funciona como tal não há nenhuma objeção a ele. Entretanto, num tempo em que o dinheiro se torna tão extremamente significativo que parece até ter vida própria, ele se torna vivo e não simbólico, devido à excessiva focalização da atenção. Chega-se, então, a uma distorção extremada na qual a consciência das pessoas se torna manipulável por valores relativos à posse de dinheiro, status e poder (HAPPÉ, 1997). A posse do dinheiro como representativa de poder tornou-se o fato mais importante na economia de nosso mundo. O desejo por ele é tão grande, que, muitos perdem o contato com seu verdadeiro sentido de valores e de responsabilidades. Muitos passaram a idolatrá-lo, e essa idolatria os separa de seu poder interior. A felicidade não depende de quanto você ganha em dinheiro, mas da maneira como você trabalha e pensa. A chave da sobrevivência não é a competição e sim a cooperação. (Robert Happé) 19

23 LAIR RIBEIRO Lair Ribeiro nasceu em Juiz de Fora/MG em 06 de julho de É médico, pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1972), com mestrado em Cardiologia na PUC/RJ em ( ). Autor de vários livros na área de auto-conhecimento. Lair Ribeiro viveu 17 anos nos EUA e trabalhou em três Universidades Americanas Harvard Medical School, Baylor College of Medicine e Thomas Jefferson University. Foi diretor médico da Merck Sharp & Dohme e diretor executivo, chegando a vice-presidente, da Ciba Corporation (hoje Novartis). Tem diversos livros, artigos, vídeos e áudios na área da Programação Neurolingüística (PNL). A seguir citaremos algumas recomendações do Dr. Lair Ribeiro: Uma pessoa bem-sucedida não é muito diferente de outra que não consegue o que quer na vida. A distância é muito menor do que parece, pois o sucesso mede-se em centímetros. Como exemplo cita uma corrida de cavalos em que o primeiro lugar recebe um prêmio de U$15 mil e o segundo lugar um prêmio de R$5 mil, mas a distância entre eles na reta de chegada é de alguns centímetros. Isto mostra como uma pequena diferença em desempenho faz uma grande diferença no resultado final. Se eu perguntasse às pessoas o que é Sucesso, receberia uma série de diferentes respostas, então vamos dar uma definição que servirá para todo mundo: Sucesso é conseguir o que você quer! Isto é diferente de Felicidade, que é: Querer o que você conseguiu! Nós vivemos e não usamos sequer cinco por cento da nossa capacidade cerebral. Einsten provavelmente não usou nem dez por cento: seu cérebro foi estudado em todos os detalhes, e não foi possível diferenciá-lo do de um idiota. A diferença, portanto, não está na anatomia e sim na programação. Se compararmos o cérebro humano com os computadores, veremos que não é o hardware (o equipamento) que faz um indivíduo mais inteligente do que outro, mas sim o software (o programa que ele usa). 20

24 Nosso cérebro precisa aprender a ver as oportunidades, pois na nossa educação não somos treinados para isto. Os atuais processos educativos focalizam os problemas e não as soluções. Em cada momento estamos criando em nosso cérebro a nossa própria realidade. Do mesmo modo podemos criar Sucesso em nossas vidas. O sucesso significa nunca parar, ou seja, sempre ir em busca de algo mais. O maior poder da nossa mente está no nosso inconsciente; no entanto, na civilização ocidental, a educação costuma estar concentrada no hemisfério esquerdo do cérebro. A porta para o inconsciente é o hemisfério direito, mas nós não aprendemos a utilizá-la. Se você passar a usar seus hemisférios direito e esquerdo de forma balanceada e integrada, sua capacidade mental vai aumentar tremendamente. Dentre várias funções que já foram catalogadas, sabe-se que o Hemisfério Esquerdo é detalhista, mecânico, cético, lógico, repetitivo, verbal e analítico, e o Hemisfério Direito por sua vez é amplo, criativo, receptivo, artístico, busca novos caminhos, intuitivo e sintético. Eis algumas recomendações para você aumentar o sucesso e a autoestima: Para melhorar sua autoestima é preciso praticar o relaxamento. Existem várias técnicas de relaxamento, como respiração, músicas especiais, mantras para meditação, massagem, ioga, etc. O ponto seguinte é a visualização. Se você fizer uma visualização bem-feita, seu cérebro não distingue se o fato aconteceu ou se você só pensou. Outro item é saber aceitar as falhas. Tudo que é importante na vida você não faz certo da primeira vez. Quanto melhor você aceita suas falhas, mais aprende com elas para fazer certo da próxima vez. Outra receita para a autoestima é sorrir. Você sabia que para franzir a testa usamos 32 músculos e, para sorrir, apenas 28? Quando você sorri, mesmo que não esteja sentindo nada, o seu cérebro recebe uma mensagem de que está tudo bem. Você também sabia que estudos comprovaram que as mulheres sorriem muito mais do que os homens? Sempre se disse que devemos desenvolver os pontos fracos na nossa vida. Isto não está correto. Na realidade, devemos nos concentrar em nossas qualidades. Trabalhe no que você é forte, que o resto se fortalece (RIBEIRO, 1993). Tão importante quanto as recomendações expostas é a mudança de PARADIGMAS. Paradigma é a forma como você percebe o mundo. Quando o paradigma muda, o conhecimento anterior vai à zero. Por isso é tão difícil mudar. Einstein dizia que problemas importantes não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento em que foram criados. Para resolver um problema sem solução, é preciso mudar o paradigma. (Lair Ribeiro) 21

25 DALAI LAMA OCEANO DE SABEDORIA Em 1950, com apenas 15 anos de idade, Tenzin Gyatso foi solicitado a assumir sua responsabilidade como líder religioso e Chefe de Estado da Nação Tibetana. Naquele mesmo ano o Tibet foi invadido pela China comunista. O Governo Tibetano tentou conviver com os invasores durante 9 anos, mas o Chefe da Nação o Dalai Lama e seu gabinete entenderam que seria impraticável permanecer sob o domínio dos Chineses, que pretendiam destruir não só o governo independente do Tibet, como também a sua cultura milenar e banir em definitivo suas práticas religiosas. Desta forma, no ano de 1959, o XIV Dalai Lama empreendeu uma fuga audaciosa atravessando as cadeias de montanhas das neves eternas, em companhia de inúmeros Monges e Lamas rumo à Índia, que os acolheu com afabilidade, vindo a se estabelecer na Cidade de Dharamsala, aonde criaram o Governo do Tibet no exílio. Tenzin Gyatso, Sua Santidade o Décimo Quarto Dalai Lama, é o líder espiritual e temporal do povo tibetano. Seus esforços inesgotáveis na defesa dos direitos humanos e da paz mundial valeram-lhe o reconhecimento internacional. Recebeu o Prêmio Wallenberg conferido pela Fundação dos Direitos Humanos do Congresso dos Estados Unidos, o Prêmio Albert Schweitzer e o Prêmio Nobel da Paz. O Dalai Lama tem como base a crença de que, embora não seja fácil alcançar a felicidade genuína e duradoura, mesmo assim, ela é algo que se pode realizar. Para ele, o próprio objetivo da vida é perseguir a felicidade. Se acreditamos em religião, ou não; se acreditamos nesta religião ou naquela; todos estamos procurando algo melhor na vida. Por isso, o próprio movimento da nossa vida é no sentido da felicidade, e ela pode ser alcançada através do treinamento da mente. Por meio de uma certa disciplina interior, podemos sofrer uma transformação da nossa atitude, de todo o nosso modo de encarar e abordar a vida. Diz ele: Quando falamos dessa disciplina interior, é claro que ela pode envolver muitos aspectos, muitos métodos. Mas em geral começa-se identificando aqueles fatores que levam à felicidade e 22

26 aqueles que levam ao sofrimento. Depois desse estágio, passa-se gradativamente a eliminar os que levam ao sofrimento e a cultivar os que conduzem à felicidade. Esse é o caminho. Pesquisas e mais pesquisas revelaram que as pessoas infelizes costumam ser mais centradas em si mesmas e que, em termos sociais, com frequência são retraídas e até mesmo hostis. Já as pessoas felizes são em geral consideradas mais sociáveis, flexíveis, criativas e capazes de suportar as frustrações diárias com maior facilidade do que as infelizes. E, o que é mais importante, considera-se que sejam mais amorosas e dispostas ao perdão do que as infelizes. As pessoas felizes demonstram um certo tipo de abertura, uma disposição para estender a mão e ajudar os outros. Na medida em que começarmos a identificar os fatores que levam a uma vida feliz, estaremos aprendendo como a busca da felicidade oferece benefícios não só ao indivíduo, mas à família do indivíduo e também à sociedade como um todo. Existem passos que podem ser dados para que trabalhemos com o fator mental, a fim de aumentar nossa sensação de felicidade. Isso, porque nossa felicidade de cada momento é em grande parte determinada por nosso modo de encarar a vida. O que determina nossa percepção e nosso nível de satisfação? Nossa sensação de contentamento sofre forte influência da nossa tendência à comparação. Podemos aumentar nossa sensação de satisfação com a vida comparando-nos com os que são menos afortunados do que nós e refletindo sobre tudo o que temos. Considera-se que a saúde é um dos fatores necessários para uma vida feliz. Outro fator que encaramos como fonte de felicidade são nossos recursos materiais, ou a riqueza que acumulamos. Ter amigos ou companheiros também conta: todos nós reconhecemos que, a fim de levar uma vida realizada, precisamos de um círculo de amigos com quem possamos nos relacionar emocionalmente e em quem confiemos. Ora, todos esses fatores são, no fundo, fontes de felicidade. No entanto, para que um indivíduo possa fazer pleno uso delas com o intuito de levar uma vida feliz e realizada, sua disposição mental é essencial. Ela tem importância crucial, pois sem a atitude mental correta, esses aspectos terão pouquíssimo impacto na nossa sensação de felicidade a longo prazo. Por exemplo, se a pessoa nutre pensamentos rancorosos ou muita raiva bem no fundo de si mesma, isso acaba com a saúde e, assim destrói um dos fatores. Por outro lado, se a pessoa conseguir manter um estado mental calmo e tranquilo, poderá ser muito feliz apesar de sua saúde ser frágil. Hoje em dia, há sociedades bastante evoluídas em termos materiais e, porém, em seu seio muitas pessoas não são felizes. Não há, portanto, nenhuma garantia de que a riqueza em si possa proporcionar a alegria ou a realização que buscamos. Tudo isso indica a tremenda influência que o estado da mente, o fator mental, exerce sobre nossa experiência do dia a dia. Quanto maior o nível de serenidade da mente, maior será nossa paz de espírito e maior nossa capacidade para levar uma vida feliz e prazerosa. A paz de espírito ou a serenidade têm como origem o afeto e a compaixão, nisso há um nível muito alto de sensibilidade e sentimento. Segundo Dalai Lama: Se as pessoas têm compaixão, naturalmente isso é algo com que podem contar. Mesmo que enfrentem problemas econômicos e que sua fortuna venha a minguar, elas ainda têm algo a 23

27 24 compartilhar com outros seres humanos. As economias são sempre tão frágeis, e nós estamos sujeitos a tantas perdas na vida, mas uma atitude norteada pela compaixão é algo que sempre podemos trazer conosco. Ao gerar a compaixão, iniciamos pelo reconhecimento de que não queremos o sofrimento e de que temos um direito à felicidade. Isso pode ser verificado e legitimado pela nossa própria experiência. Reconheçamos, então, que outras pessoas, exatamente como nós, também não querem sofrer e têm um direito à felicidade. Isso passa a ser a base para começarmos a gerar a compaixão. Nos últimos anos, houve muitos estudos que corroboram a ideias de que o desenvolvimento da compaixão e do altruísmo têm um impacto positivo sobre nossa saúde física e emocional. Em um estudo realizado por James House no Research Center da University of Michigan, os pesquisadores concluíram que a dedicação regular ao trabalho voluntário, em interação com os outros com calor humano e compaixão, aumentava tremendamente a expectativa de vida e provavelmente também a vitalidade geral. Ficou patente que estender a mão para ajudar os outros pode induzir um sentimento de felicidade, uma tranquilidade mental maior e menos depressão (CUTLER, 2000). Mas para que possamos ampliar nossa vivência de felicidade é importante também aceitarmos o sofrimento como um fato natural da existência humana, aliada à coragem de encarar nossos problemas de frente. Se enfrentarmos os nossos problemas em vez de evitá-los, estaremos em melhor posição para lidar com eles. Não há como evitar o fato de que o sofrimento faz parte da vida, e naturalmente temos uma tendência a não apreciar nosso sofrimento e nossos problemas. De acordo com o pensamento budista, as causas primeiras do sofrimento são a ignorância, a ganância e o ódio. Esses são considerados os 'três venenos da mente'. A ignorância, neste caso, se refere a um equívoco fundamental de percepção da verdadeira natureza do eu e de todos os fenômenos. Quando geramos uma percepção profunda da verdadeira natureza da realidade e eliminamos estados mentais aflitivos, tais como a ganância e o ódio, podemos atingir um estado mental totalmente purificado, livre do sofrimento. No entanto, podemos aumentar nosso sofrimento de outros modos. Com extrema frequência perpetuamos nossa dor, mantendo-a viva com a repetição infinita das nossas mágoas em pensamento, ao mesmo tempo em que exageramos as injustiças sofridas. Neste caso, nossa dor é nossa própria criação pessoal. Embora nem sempre sejamos capazes de evitar situações difíceis, podemos modificar a intensidade do nosso sofrimento pela escolha de como reagiremos a uma determinada situação. É perfeitamente apropriado que pesquisemos as causas da nossa infelicidade e façamos o que for possível para aliviar nossos problemas, procurando por soluções em todos os níveis global, da sociedade, da família e do indivíduo. Agora, com relação à religião, se acreditarmos em qualquer religião, isso é bom. Porém, mesmo sem uma crença religiosa, ainda podemos nos arranjar. Em alguns casos, podemos nos sair ainda melhor. Mas esse é nosso próprio direito individual. Se quisermos acreditar, ótimo! Se não quisermos, tudo bem. É que existe um outro nível de espiritualidade. É o que chamo de espiritualidade básica qualidades humanas fundamentais de bondade, benevolência, compaixão, interesse pelo outro. Quer sejamos crentes, quer não sejamos, esse tipo de espiritualidade é essencial. Eu particularmente considero esse segundo nível de espiritualidade mais importante do

28 que o primeiro, porque por mais maravilhosa que seja uma religião específica, ainda assim ela só será aceita por um número limitado de seres humanos, somente uma parte da humanidade. No entanto, enquanto formos seres humanos, enquanto formos membros da família humana, todos nós precisamos desses valores espirituais básicos. Sem eles, a existência humana é difícil, é muito árida. Resultado, nenhum de nós consegue ser uma pessoa feliz, toda a nossa família sofre com isso e a sociedade acaba ficando mais perturbada. Logo, torna-se claro que cultivar valores espirituais básicos dessa natureza passa a ser crucial. Perguntaram ao Dalai Lama: O que mais te surpreende na Humanidade? E ele respondeu: "Os homens... Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem-se do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer... e morrem como se nunca tivessem vivido." 25

29 BHAGAVAN KRISHNA De acordo com a tradição hindu, Krishna é considerado a oitava encarnação de Vishnu. É citado no Mahabharata, no livro conhecido como Bhagavad Gita que significa Cântico do Espírito. A autoria do Mahabharata é atribuída ao sábio iluminado Vyasa, de uma época muito remota, que não se consegue determinar com precisão. No Bhagavad Gita é narrada a história dos descendentes do rei Bharata, os Pandavas e os Kauravas, primos cuja disputa do reino foi a causa da cataclísmica guerra de Kurukshetra. Neste poema épico, se desenvolve um diálogo sagrado entre o Senhor Krishna e o príncipe Pandava Arjuna, que teria ocorrido nas vésperas desta horrível batalha. Existe todavia uma simbologia oculta nos textos e a batalha histórica retratada no Gita é uma alegoria do conflito interior entre os instintos materialistas inferiores do homem e seu anseio inato para alcançar a consciência espiritual bem-aventurada da unidade com Deus. Passaremos a descrever alguns trechos que trazem ensinamentos no tocante a conduta pessoal e a busca da felicidade: Arjuna pede a Krishna que coloque seu carro de combate entre os dois exércitos, pois, antes de começar a guerra, deseja ver com quem deve lutar. O príncipe contemplou os membros de ambos os exércitos ali, em posição avós, pais, sogros, tios, irmãos e primos, filhos, netos e, também colegas, amigos e professores e dirigindo-se a Krishna disse: Ó Krishna, ao contemplá-los, os meus parentes, cheios do desejo de combate, meus membros fraquejam e minha boca se resseca... Ó Krishna, tampouco percebo qualquer efeito que valha a pena em matar na batalha meus próprios parentes. Não anseio pelo triunfo, nem pelo reino, nem pelos prazeres! De que nos serve o domínio? De que vale a felicidade, ou 26

30 até o prosseguimento da vida, ó Govinda 4?... Que felicidade poderíamos obter ó Janardana 5 com a destruição do clã de Dhritarashtra?... Ó Mahadhava 6, como poderíamos alcançar a felicidade matando nossos próprios familiares? Ficando a família dizimada, seus imemoriais ritos religiosos vão desaparecendo... Quando se destrói o que sustenta a religião, o pecado predomina na família inteira (YOGANANDA, 2009). Disse o Senhor Bem-aventurado: Tu estás te lamentando por quem não merece tuas lamentações! Todavia, proferes palavras de sabedoria. Quem é verdadeiramente sábio não se lamenta pelos que estão vivos nem pelos que já se foram... Como admitir que aquele que sabe que o Eu é imperecível, que dura para todo o sempre, que é sem nascimento e imutável, possa pensar que esse Eu seja capaz de produzir a destruição de outrem?... Do mesmo modo que uma pessoa, deixando de parte suas roupas desgastadas, veste novos trajes, a alma encerrada no corpo, abandonando uma arruinada habitação corporal, ingressa em uma nova... Se morreres, ganharás o céu; se venceres, desfrutarás da terra. Portanto, ó filho de Kunti, levanta-te! Dispõe-te a lutar! Significado simbólico dos versículos acima citados: o Senhor recorda ao aspirante espiritual o poder inato de sua alma de vencer a natureza inferior do ego. Os devotos viciados na fraqueza dos sentidos e nos maus hábitos não apenas relutam em destruir esses inimigos aprazíveis, mas também sentem que o poder arrasador dessas forças certamente terá êxito no genocídio das divinas qualidades e aspirações da alma. Entretanto, embora o ego, os hábitos, os sentidos, os desejos possam velar por algum tempo a consciência do homem, não podem destruir nem alterar a alma, nem suprimi-la para sempre... A alma é indestrutível, intangível e inalterável pelos que seriam seus inimigos e espera apenas o toque de reunir do divino guerreiro resoluto. Mais adiante encontramos no Gita as seguintes palavras: Sabe também ó Arjuna, que Eu aceito toda a oferenda que se Me faça com amor: seja uma folha, uma flor ou apenas gotas de água... E oferecendo a Mim todas as tuas ações, serás livre dos vínculos da ação e das suas consequências. A tua mente torna-se, assim, bem equilibrada e harmonizada, e capaz de unir-se a Mim (LORENZ, 1987). Através deste poema divino somos incitados a superar nossas limitações, adotando uma conduta de doação e a enxergar a vida sob uma ótica sempre renovada e abrangente. Somos ainda convidados a buscar a verdadeira felicidade dentro de nós mesmos e a perceber tudo e a todos como uma manifestação do Criador. 4 Nome dado a Krishna. 5 Idem. 6 Idem. 27

31 BUDDHA O Buda nasceu em Lumbini, há cerca de anos, e foi criado no pequeno reino ou principado de Kapilavastu, sendo que ambos se localizavam na região do atual Nepal. Seu pai, Suddhodana, foi rei dos Sakyas, e ao nascer o príncipe recebeu o nome de Siddhartha. Quando chegou a idade de 16 anos, seu pai arranjou-lhe um casamento com uma prima da mesma idade chamada Yasodhara. Segundo o relato tradicional, ela deu à luz um filho, chamado Rahula. Aos 29 anos de idade o principe deixou a casa paterna e dedicou-se a busca da verdade. Depois de muitos anos de práticas ascetas, Gautama (que significa o Abençoado) sentou-se a sombra de uma figueira (ficus religiosa) em Bodhi Gaya, na índia, e jurou nunca mais se levantar enquanto ele não tivesse encontrado a verdade. Após 49 dias de meditação, e com a idade de 35 anos, Gautama alcançou a iluminação. Desde então, Gautama ficou conhecido por seus seguidores como Buda ou "O Iluminado". Ele é frequentemente referido dentro do Budismo como o Shakyamuni Buda, ou "O Iluminado da tribo dos Shakya". Dentre os diversos ensinamentos de Buda encontramos as Quatro Nobres Verdades. São elas: a experiência de existência cíclica; o reconhecimento de que a experiência cíclica é criada artificialmente; a afirmação da possibilidade de dissolução da existência cíclica e o Caminho Óctuplo, que leva à dissolução da fixação na experiência cíclica. Nos encontramos presos numa experiência cíclica conhecida como a Roda da Vida. Para alcançar a verdadeira felicidade o homem deve superar os cinco venenos da mente: o orgulho, a inveja, a obtusidade mental, a carência e a raiva. Quando, por exemplo, nos libertamos do orgulho, isso é bom para a pessoa que se liberta e para todos a sua volta. Isso é valido para cada um dos cinco venenos da mente. A prática budista requer um cuidadoso foco na motivação correta. Esta motivação correta visa também a trazer benefícios aos outros seres (SAMTEN, 2001). Parece que nossa felicidade material só ocorre com esforço e luta, mas essa visão é equivocada. A generosidade cria méritos que impedem a pessoa de viver uma situação de miséria. Os seres que nos cercam são inseparáveis de nós e, inseparáveis de nossos olhos e corações, manifestando-se para nós como amigos ou inimigos. 28

Necessidade de visto para. Não

Necessidade de visto para. Não País Necessidade de visto para Turismo Negócios Afeganistão África do Sul Albânia, Alemanha Andorra Angola Antígua e Barbuda Arábia Saudita Argélia. Argentina Ingresso permitido com Cédula de Identidade

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil País Afeganistão África do Sul Albânia Alemanha Andorra Angola Antígua e Barbuda Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Austrália

Leia mais

Argentina Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias. Entrada permitida com Cédula de Identidade Civil

Argentina Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias. Entrada permitida com Cédula de Identidade Civil PAÍS Visto de Turismo Visto de Negócios Observação Afeganistão Visto exigido Visto exigido África do Sul Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias Albânia Dispensa de visto,

Leia mais

Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 )

Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 ) Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 ) Legend # Entrance allowed by presenting Civil Identity Card * - Maximum stay of 90 days every 180 days For more informations: Phone: +55 11 2090-0970

Leia mais

L A E R T E J. S I L V A

L A E R T E J. S I L V A MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 07/02/2013) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 07/02/2013) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 14/05/2014) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 14/05/2014) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Introdução... 14. 1. Brasões de Armas da África... 16 1.1. África do Sul... 16

Introdução... 14. 1. Brasões de Armas da África... 16 1.1. África do Sul... 16 Sumário Introdução... 14 1. Brasões de Armas da África... 16 1.1. África do Sul... 16 1.1.1. Brasões de Armas da África do Sul... 18 1.1.2. Brasão de armas e Botswana... 23 1.1.3. Brasão de armas do Lesoto...

Leia mais

DDI VIA EMBRATEL Relação de países e seus respectivos códigos de acesso

DDI VIA EMBRATEL Relação de países e seus respectivos códigos de acesso PAIS CODIGO ACESSO DDI AFEGANISTAO 93 N AFRICA DO SUL 27 S ALASCA 1 S ALBANIA 355 S ALEMANHA 49 S ANDORRA 376 S ANGOLA 244 S ANGUILLA 1 S ANT.HOLANDESAS 599 S ANTIGUA 1 S ARABIA SAUDITA 966 S ARGELIA 213

Leia mais

Como não organizar todos os países do mundo?

Como não organizar todos os países do mundo? Como não organizar todos os países do mundo? A FIFA tem federações de 186 países independentes, de 19 regiões não independentes e das 4 regiões do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (abreviado

Leia mais

INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro

INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro ASSUNTO: CLASSIFICAÇÃO DE PAÍSES, BANCOS MULTILATERAIS DE DESENVOLVIMENTO E ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS Havendo necessidade de se estabelecerem critérios de classificação

Leia mais

Plano específico para a modalidade LDI (Longa Distância Internacional) utilizando o CSP (Código de Seleção da Prestadora) 17 da Transit.

Plano específico para a modalidade LDI (Longa Distância Internacional) utilizando o CSP (Código de Seleção da Prestadora) 17 da Transit. A. NOME DA EMPRESA Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO Plano Básico de Serviço LDI (Longa Distância Internacional). C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL Plano Básico de Serviço LDI (Longa Distância Internacional).

Leia mais

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC Categorias / Products:, INDUSTRIALIZADA / PROCESSED,,, 1 de 16 2000 1999 %(2000x1999) Janeiro / January US$ (000) US$/Ton 25.537 9.793 2.608 15.392 4.375 3.518 66% 124% -26% INDUSTRIALIZADA / PROCESSED

Leia mais

COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO 2012 (JANEIRO)

COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO 2012 (JANEIRO) Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO 2012 (JANEIRO) MRE-DPR JANEIRO/2012

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/ PPGD/2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/ PPGD/2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/ PPGD/2012 Disciplina a concessão de Recursos do PROEX/CAPES para a participação

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 24/11/2015) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 24/11/2015) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM

PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM 1 PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM 2 17. TABELA DE VISTOS Apresentamos a seguir uma tabela

Leia mais

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS 1 LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA ÁFRICA DO SUL ARÁBIA SAUDITA BRASIL CANADÁ COREIA DO SUL EGITO EQUADOR HOLANDA ITÁLIA JORDÂNIA NÍGER SUÉCIA ALEMANHA ARGENTINA

Leia mais

Introdução 1 As tabelas a seguir mostram os cartuchos de jato de tinta HP compatíveis com as impressoras HP Photosmart.

Introdução 1 As tabelas a seguir mostram os cartuchos de jato de tinta HP compatíveis com as impressoras HP Photosmart. Introdução 1 As tabelas a seguir mostram os cartuchos de jato de HP compatíveis com as impressoras HP Photosmart. Impressoras série 100 2 Impressora HP Photosmart 130 HP 57 HP Photosmart 100 HP 57 Impressoras

Leia mais

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial ONU A ONU (Organização das Nações Unidas) foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, em São Francisco, Estados Unidos. O encontro

Leia mais

ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS)

ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS) ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS) NACIONALIDADES Cód. Afeganistão 101 África do Sul 102 Albânia 103 Alemanha 104 Ando ra 105 Angola 106 Angui la 107 Antigua e Barbuda 108 Antilhas Holandesas

Leia mais

A) Lista dos países terceiros cujos nacionais devem possuir um visto para transporem as fronteiras externas. 1. Estados:

A) Lista dos países terceiros cujos nacionais devem possuir um visto para transporem as fronteiras externas. 1. Estados: Lista dos países terceiros cujos nacionais estão sujeitos à obrigação de visto para transporem as fronteiras externas e lista dos países terceiros cujos nacionais estão isentos dessa obrigação A) Lista

Leia mais

www.pwc.com/payingtaxes Paying Taxes 2014 Portugal e a CPLP Jaime Esteves 3 de dezembro de 2013, Lisboa

www.pwc.com/payingtaxes Paying Taxes 2014 Portugal e a CPLP Jaime Esteves 3 de dezembro de 2013, Lisboa www.pwc.com/payingtaxes Paying Taxes 2014 Portugal e a CPLP Jaime Esteves 3 de dezembro de 2013, Lisboa Agenda 1. A metodologia do Paying Taxes 2. Resultados de Portugal 3. Resultados da CPLP 4. Reforma

Leia mais

Parceria para Governo Aberto Open Government Partnership (OGP)

Parceria para Governo Aberto Open Government Partnership (OGP) Parceria para Governo Aberto Open Government Partnership (OGP) 1ª Conferência Anual de Alto-Nível da Parceria para Governo Aberto - OGP Roberta Solis Ribeiro Assessoria Internacional - CGU Conselho da

Leia mais

Notas: Este tarifário é taxado de 30 em 30 segundos após o primeiro minuto. Após os 1500 SMS's tmn-tmn grátis ou após os 250 SMS s para outras redes,

Notas: Este tarifário é taxado de 30 em 30 segundos após o primeiro minuto. Após os 1500 SMS's tmn-tmn grátis ou após os 250 SMS s para outras redes, Notas: Este tarifário é taxado de 30 em 30 segundos após o primeiro minuto. Após os 1500 SMS's tmn-tmn grátis ou após os 250 SMS s para outras redes, passa a pagar 0,080. Notas: Este tarifário é taxado

Leia mais

A lista que se segue mostra o sistema de definição de televisão standard utilizado na maioria dos Países do Mundo. American Forces Radio.

A lista que se segue mostra o sistema de definição de televisão standard utilizado na maioria dos Países do Mundo. American Forces Radio. SISTEMAS DE TV MUNDIAIS Países diferentes usam sistemas de TV diferentes. A diferença entre estes sistemas reside em parte na forma como a informação do sinal de cor é modulada com a informação de luminosidade

Leia mais

SWAZILÂNDIA E TANZÂNIA. Across Mundovip Quadrante Soltrópico TUNÍSIA. Club Med Grantur Mundovip Soltrópico. Travelers Travelplan U GANDA.

SWAZILÂNDIA E TANZÂNIA. Across Mundovip Quadrante Soltrópico TUNÍSIA. Club Med Grantur Mundovip Soltrópico. Travelers Travelplan U GANDA. Quem programa o quê? ÁFRICA ÁFRICA DO SUL ANGOLA BOTSWANA CABO VERDE EGIPTO GUINÉ-BISSAU LÍBIA MARROCOS MAURÍCIAS MOÇAMBIQUE NAMÍBIA QUÉNIA SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE SENEGAL SEYCHELLES SWAZILÂNDIA E TANZÂNIA

Leia mais

Tarifário 2015 Em vigor a partir de 1/1/2015

Tarifário 2015 Em vigor a partir de 1/1/2015 Uzo Sempre 8 Destino Preço por Minuto/SMS/MMS Voz Todas as redes nacionais 0,085 SMS Todas as redes nacionais 0,085 MMS Todas as redes nacionais 0,590 Todas as redes nacionais - Video 0,790 Dados Internet

Leia mais

mídiakit www.tvgazeta.com.br

mídiakit www.tvgazeta.com.br mídiakit www.tvgazeta.com.br JUNHO / 2015 #HISTÓRIA Fundada no aniversário da cidade de São Paulo, a TV Gazeta fala com uma metrópole globalizada com a intimidade de quem esteve presente na vida e no coração

Leia mais

Consulta pública - Melhoria dos procedimentos para obtenção de um visto Schengen de curta duração

Consulta pública - Melhoria dos procedimentos para obtenção de um visto Schengen de curta duração Consulta pública - Melhoria dos procedimentos para obtenção de um visto Schengen de curta duração Nos últimos três anos obteve algum visto Schengen de curta duração? A Comissão está a rever os procedimentos

Leia mais

Tarifário 2014 em vigor a partir de 1/1/2014

Tarifário 2014 em vigor a partir de 1/1/2014 Uzo Original Destino Preço por Minuto/SMS/MMS/Internet Voz Todas as redes nacionais 0,186 Voz (tarifa reduzida) Todas as redes nacionais 0,140 SMS Todas as redes nacionais 0,095 SMS (tarifa reduzida) Todas

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

Campus Prof. José Rodrigues Seabra - Av. BPS, 1303 - Bairro Pinheirinho - CEP 37500-903 - Itajubá -MG - Brasil Fone (35) 3629 1771

Campus Prof. José Rodrigues Seabra - Av. BPS, 1303 - Bairro Pinheirinho - CEP 37500-903 - Itajubá -MG - Brasil Fone (35) 3629 1771 RESOLUÇÃO Nº 001/2015 Dispõe sobre os critérios e valores de concessão e pagamento de auxílio financeiro a alunos para participação em eventos, cursos e trabalhos de campo. O Pró-Reitor de Extensão, da

Leia mais

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A palavra liderança é uma palavra grávida, tem vários significados. Desde os primórdios dos tempos a humanidade vivenciou exemplos de grandes líderes. Verdadeiros

Leia mais

IX. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de Título de Viagem da RAEM

IX. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de Título de Viagem da RAEM IX. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de (países ordenados por continente) Ásia Brunei 14 dias --- Camboja 30 dias c) --- Coreia do Sul 90 dias --- Filipinas 14 dias --- Indonésia

Leia mais

Índice de desenvolvimento humano

Índice de desenvolvimento humano 1Monitorizar o desenvolvimento humano: aumentar as escolhas das pessoas... Índice de desenvolvimento humano a DESENVOLVIMENTO HUMANO ELEVADO Valor do índice de desenvolvimento humano (IDH) Esperança de

Leia mais

Índice. 1. Registro Contrato DCE... 3. Participante 2

Índice. 1. Registro Contrato DCE... 3. Participante 2 Índice 1. Registro DCE... 3 Participante 2 Registro de de Derivativo Contratado no Exterior Nome do Arquivo Tamanho do Registro 1. Registro DCE Caracteres: 1500 Header Seq Campo Formato Posição Conteúdo

Leia mais

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS 1º. Semestre 2013 O Google Analytics é um serviço gratuito oferecido pelo Google que permite analisar as estatísticas de visitação de um site. Este é o primeiro

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas.

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. CARTA-CIRCULAR N 2.070 Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. Divulga relação das missões diplomáticas, repartições consulares de carreira e representações

Leia mais

Benfica Telecom. Serviço Internet. Serviço Internacional. em vigor a partir de 1/2/2013 1. preço por minuto / Destino. sms / mms

Benfica Telecom. Serviço Internet. Serviço Internacional. em vigor a partir de 1/2/2013 1. preço por minuto / Destino. sms / mms em vigor a partir de 1/2/2013 1 / Benfica Telecom sms / mms Voz Todas as redes nacionais 0,185 Voz (tarifa reduzida) Todas as redes nacionais 0,082 SMS Todas as redes nacionais 0,093 SMS (tarifa reduzida)

Leia mais

MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010

MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010 MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010 Caro Participante, Seja bem-vindo ao Programa de intercâmbio de estágio oferecido mundialmente pela IAESTE! Leia atentamente este manual. Ele contém todas as

Leia mais

Tributação Internacional Junho 2014

Tributação Internacional Junho 2014 www.pwc.pt/tax Tributação Internacional Junho 2014 Perante a aldeia global em que vivemos, atuar apenas no mercado doméstico não é suficiente. De facto, a internacionalização é um requisito obrigatório

Leia mais

Brasil 2012 SERVIÇOS E TARIFAS

Brasil 2012 SERVIÇOS E TARIFAS SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

Políticas de Cobertura para Mercados de Destino das Exportações Portuguesas Seguro de Créditos à Exportação com garantia do Estado

Políticas de Cobertura para Mercados de Destino das Exportações Portuguesas Seguro de Créditos à Exportação com garantia do Estado No âmbito de apólices individuais África do Sul 1 Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Barein Benim Brasil 1 Cabo Verde Camarões Chile China 2 Garantia bancária (decisão casuística). Caso a caso. Garantia

Leia mais

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR Viana do Castelo, 11de Fevereiro www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida em resumo

Leia mais

Benfica Telecom. Serviço Internet. Serviço Internacional. Tarifário 2012 1. preço por minuto / Destino. sms / mms Voz Todas as redes nacionais

Benfica Telecom. Serviço Internet. Serviço Internacional. Tarifário 2012 1. preço por minuto / Destino. sms / mms Voz Todas as redes nacionais Tarifário 2012 1 / Benfica Telecom sms / mms Voz Todas as redes nacionais 0,18 Voz (tarifa reduzida) Todas as redes nacionais 0,08 SMS Todas as redes nacionais 0,09 SMS (tarifa reduzida) Todas as redes

Leia mais

Brasil 2015. FedEx International Priority. FedEx International Economy 3

Brasil 2015. FedEx International Priority. FedEx International Economy 3 SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima

Leia mais

Federação Nacional dos Portuários. Boletim Econômico. (Agosto 2015)

Federação Nacional dos Portuários. Boletim Econômico. (Agosto 2015) Boletim Econômico (Agosto 2015) I. Movimentação Portuária As estatísticas de movimentação portuária, publicada pela ANTAQ, referente ao primeiro trimestre de 2015 mostram que os portos organizados e os

Leia mais

Campus Prof. José Rodrigues Seabra - Av. BPS, 1303 - Bairro Pinheirinho - CEP 37500-903 - Itajubá -MG - Brasil Fone (35) 3629 1771

Campus Prof. José Rodrigues Seabra - Av. BPS, 1303 - Bairro Pinheirinho - CEP 37500-903 - Itajubá -MG - Brasil Fone (35) 3629 1771 EDITAL N 01/2015/Unifei/Proex, de 14 de janeiro de 2015. CHAMADA PÚBLICA PARA CONCESSÃO DE AUXÍLIO-EXTENSÃO PARA PARTICIPAÇÃO EM ATIVIDADES QUE ENVOLVEM COMPETIÇÕES TECNOLÓGICAS, EVENTOS ESPORTIVOS E CULTURAIS.

Leia mais

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL DIRETORIA DE POLÍTICAS PENITENCIÁRIAS SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES PENITENCIÁRIAS ESTÁTÍSTICA SUSEPE - SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS

Leia mais

"Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein)

Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade. (Adaptado livremente de A. Einstein) Fácil assim. 12345 "Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein) 12345 Tudo é mais fácil com Lenze. O forte dinamismo dos tempos atuais o coloca em confronto

Leia mais

o Diretor Executivo da Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento - FAPED, no uso de suas atribuições legais,

o Diretor Executivo da Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento - FAPED, no uso de suas atribuições legais, Deliberação 01 de 23 de fevereiro de 2015. o Diretor Executivo da Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento - FAPED, no uso de suas atribuições legais, CONSIDERANDO o que dispõe a Lei n." 8.958, de

Leia mais

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012 Ação Cultural Externa Relatório Anual 0 Indicadores DSPDCE 0 .Iniciativas apoiadas pelo IC a) Número (total): 0 b) Montante global:.0,0,* Áreas Geográficas África América Ásia Europa Médio Oriente e Magrebe

Leia mais

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL MISSÃO PERMANENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA JUNTO DA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS REPRESENTAÇÃO COMERCIAL GENEBRA - SUÍÇA Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas

Leia mais

Simples. Conecta + 200. Conecta + 400. Conecta + 800

Simples. Conecta + 200. Conecta + 400. Conecta + 800 REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DO PLANO ALTERNATIVO LDI CSP81 Por este instrumento, em que fazem parte de um lado, DATORA TELECOMUNICAÇÕES LTDA, Prestadora do Serviço Telefônico Fixo Comutado STFC, inscrita no

Leia mais

Tudo o que você precisa saber para ter filhos éticos, inteligentes, felizes e de sucesso

Tudo o que você precisa saber para ter filhos éticos, inteligentes, felizes e de sucesso Tudo o que você precisa saber para ter filhos éticos, inteligentes, felizes e de sucesso SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 15 2. COMUNICAÇÃO E DIÁLOGO ENTRE PAIS E FILHOS 23 2.1 O problema da comunicação entre pais

Leia mais

Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito

Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito Autor: Regis Mesquita Blog Nascer Várias Vezes - http://www.nascervariasvezes.com/ "Não ser autêntico é uma forma de evitar aquilo

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

Portugal Leaping forward

Portugal Leaping forward Portugal Leaping forward Dr. Pedro Reis Presidente da AICEP Lisboa, 16 de Março 2012 Enquadramento internacional Fonte: EIU (Fev 2012) Nota: PIB a preços de mercado Variação (%) Enquadramento internacional

Leia mais

FILOSOFIA BUDISTA APLICADA A EMPRESA:

FILOSOFIA BUDISTA APLICADA A EMPRESA: FILOSOFIA BUDISTA APLICADA A EMPRESA: CRESCENDO PESSOAL E PROFISSIONALMENTE. 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Onde você estiver que haja LUZ. Ana Rique A responsabilidade por um ambiente

Leia mais

Programa de Incentivo para Bancos em Países Emergentes Perguntas & Respostas Janeiro de 2016

Programa de Incentivo para Bancos em Países Emergentes Perguntas & Respostas Janeiro de 2016 Programa de Incentivo para Bancos em Países Emergentes Perguntas & Respostas Janeiro de 2016 1. O que é o Programa de Incentivo para bancos em Países Emergentes? O Programa de Incentivo para Bancos em

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

Mercados. informação regulamentar. Portugal Acordos Bilaterais Celebrados

Mercados. informação regulamentar. Portugal Acordos Bilaterais Celebrados Mercados informação regulamentar Portugal Acordos Bilaterais Celebrados Janeiro 2013 Índice 5 NOTA DE PRÉVIA 6 ENQUADRAMENTO GERAL A 7 ÁFRICA DO SUL 7 ALBÂNIA 7 ALEMANHA 8 ANDORRA 8 ANGOLA 9 ANGUILLA 10

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

2015 Global Feed Survey

2015 Global Feed Survey 2015 Global Feed Survey 2015 RESULTADOS DA PESQUISA RESUMO EXECUTIVO 2015 é o quarto ano consecutivo que a Alltech realiza a pesquisa global sobre rações. Este empreendimento exige uma quantidade significativa

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA

PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA 1. Canadá 2. Comunidade da Austrália 3. Estado da Líbia 4. Estados Unidos da América 5. Federação Russa 6. Japão 7. Reino da Arábia Saudita 8. Reino

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2012

Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Volume 39 Ano base 2011 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2010-2011

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2015

Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Volume 42 Ano base 2014 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2013-2014

Leia mais

Dispositivo Universal de Enchimento e Teste FPU-1 para acumuladores de bexiga, pistão e membrana

Dispositivo Universal de Enchimento e Teste FPU-1 para acumuladores de bexiga, pistão e membrana Dispositivo Universal de Enchimento e Teste FPU-1 para acumuladores de bexiga, pistão e membrana 1. DESCRIÇÃO 1.1. FUNCIONAMENTO O dispositivo de enchimento e teste HYDAC FPU-1 é utilizado para carregar

Leia mais

Desses países, Portugal, Angola e Filipinas estabeleceram consulados-gerais na RAEM.

Desses países, Portugal, Angola e Filipinas estabeleceram consulados-gerais na RAEM. Relações Externas Como entidade não soberana, a Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) mantém contactos e relações estreitas com os países e regiões de todo o mundo. Desde sempre mantém relações

Leia mais

Expectativas para 2015

Expectativas para 2015 Crise Economia Pessimismo Política Otimismo Segurança Saúde Prosperidade Expectativas para 2015 OBJETIVO Medir a expectativa da população mundial para o ano seguinte, por meio de índices de esperança e

Leia mais

Exportação Brasileira de Tangerinas por País de Destino 2010

Exportação Brasileira de Tangerinas por País de Destino 2010 Exportação Brasileira de Laranjas por País de Destino 2010 ESPANHA 5.293.450 12.795.098 PAISES BAIXOS (HOLANDA) 4.669.412 10.464.800 REINO UNIDO 2.015.486 5.479.520 PORTUGAL 1.723.603 3.763.800 ARABIA

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DA BAHIA

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DA BAHIA R E S O L U Ç Ã O N.º 007, DE 08 DE JUNHO DE 2009 Normatiza critérios e define procedimentos relativos a autorização de viagem, ao adiantamento de numerário e à prestação de contas com deslocamento à serviço

Leia mais

O Budismo começou com a história do príncipe Siddartha Gautama que um dia abandonou: Buda e passou a pregar pelos quatro cantos da

O Budismo começou com a história do príncipe Siddartha Gautama que um dia abandonou: Buda e passou a pregar pelos quatro cantos da BUDISMO O Budismo começou com a história do príncipe p Siddartha Gautama que um dia abandonou: 1. Seu palácio; 2. Sua família 3. Suas riquezas; 4. Seu poder. Para ir em busca da iluminação. Atingiu o estado

Leia mais

O programa de Instaladores Qualificados da PROINSO ultrapassa as 2.000 empresas integradas em todo o mundo

O programa de Instaladores Qualificados da PROINSO ultrapassa as 2.000 empresas integradas em todo o mundo O programa de Instaladores Qualificados da PROINSO ultrapassa as 2.000 empresas integradas em todo o mundo PROINSO consolida assim a sua liderança internacional Desde a sua colocação em marcha, em 2010,

Leia mais

www. Lifeworld.com.br

www. Lifeworld.com.br 1 SISTEMA MONETARIO MUNDIAL MOEDAS A SEREM EMITIDAS EM CADA PAÍS ARTIGO 42º Capítulo -1º QUANTIDADE DE NOVAS MOEDAS VALOR POR PAÍS 42-1- 1º - A partir da data da promulgação da Constituição Mundial pela

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

Leia mais

China: a. Professor Zé Soares. potência do século XXI

China: a. Professor Zé Soares. potência do século XXI China: a Professor Zé Soares potência do século XXI China: o país do espetáculo do crescimento e os problemas atuais Desenvolvimento da nova China; Problemas atuais; Olimpíadas de Pequim; A questão do

Leia mais

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões:

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões: Electrolux AB 1. Principais Características Matriz: Electrolux AB Localização: Estocolmo, Suécia Ano de fundação: 1901 Internet: www.electrolux.com Faturamento (2000): US$ 11.537 mi Empregados (2000):

Leia mais

Seis dicas para você ser mais feliz

Seis dicas para você ser mais feliz Seis dicas para você ser mais feliz Desenvolva a sua Espiritualidade A parte espiritual é de fundamental importância para o equilíbrio espiritual, emocional e físico do ser humano. Estar em contato com

Leia mais

COLÉGIO MARISTA S.LUÍS ENSINO RELIGIOSO PROF.:Francisco Ferreira. Evolução histórica das reflexões sobre a Felicidade

COLÉGIO MARISTA S.LUÍS ENSINO RELIGIOSO PROF.:Francisco Ferreira. Evolução histórica das reflexões sobre a Felicidade COLÉGIO MARISTA S.LUÍS ENSINO RELIGIOSO PROF.:Francisco Ferreira Evolução histórica das reflexões sobre a Felicidade O Bem Pessoal e o Comunitário O que é o Bem? Bem é a qualidade de excelência ética que

Leia mais

Índice. 1. Registro de Cliente Não Residente...3 2. Registro Contrato DVE...7. Participante 2

Índice. 1. Registro de Cliente Não Residente...3 2. Registro Contrato DVE...7. Participante 2 Índice 1. Registro de Cliente Não Residente...3 2. Registro Contrato DVE...7 Participante 2 Títulos do Agronegócio Nome do Arquivo Tamanho do Registro 1. Registro de Cliente Não Residente Caracteres: 453

Leia mais

MRE ABC CGRM CGPD CGRB

MRE ABC CGRM CGPD CGRB 1 Organograma da ABC MRE ABC CGRM CGPD CGRB 2 Competências da ABC Coordenar, negociar, aprovar e avaliar a cooperação técnica internacional do país. Coordenar todo o ciclo da cooperação técnica internacional

Leia mais

Registro de Contrato de Derivativo Contratado no Exterior... 3 1. Registro Contrato DCE... 3 2. Alteração de Contrato DCE...11

Registro de Contrato de Derivativo Contratado no Exterior... 3 1. Registro Contrato DCE... 3 2. Alteração de Contrato DCE...11 Versão: 21/11/2011 Conteúdo Registro de Contrato de Derivativo Contratado no Exterior... 3 1. Registro Contrato DCE... 3 2. Alteração de Contrato DCE...11 Participante 2 Registro de Contrato de Derivativo

Leia mais

COOPERAÇÃO SUL-SUL BRASILEIRA

COOPERAÇÃO SUL-SUL BRASILEIRA COOPERAÇÃO SUL-SUL BRASILEIRA Representação organizacional da ABC O Mandato da ABC Negociar, aprovar, coordenar e avaliar a cooperação técnica internacional no Brasil Coordenar e financiar ações de cooperação

Leia mais

Economia Política Internacional

Economia Política Internacional Economia Política Internacional Reinaldo Gonçalves rgoncalves@alternex.com.br Economia Política Internacional Fundamentos Teóricos e Experiência Brasileira Sumário PARTE I: ECONOMIA POLÍTICA INTERNACIONAL:

Leia mais

Seu guia completo para nossos serviços móveis

Seu guia completo para nossos serviços móveis Seu guia completo para nossos serviços móveis Entre na maior comunidade de serviços móveis das Ilhas do Canal Guernsey GRÁTIS www.jtglobal.com Pesquise por Jtsocial A JT oferece mais Custo/benefício A

Leia mais

Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil

Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil 18_Animal Business-Brasil O Brasil e as biotecnologias reprodutivas

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI A VIDA AMEAÇADA...

MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI A VIDA AMEAÇADA... MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI Daniel Cenci A VIDA AMEAÇADA... A vida é sempre feita de escolhas. A qualidade de vida resulta das escolhas que fazemos a cada dia. É assim

Leia mais

Gestão de Desempenho no Uso de Energia: o Brasil está pronto para a ISO 50001?

Gestão de Desempenho no Uso de Energia: o Brasil está pronto para a ISO 50001? Oportunidades e desafios na expansão da oferta e no uso da energia - recursos, tecnologia e gestão Gestão de Desempenho no Uso de Energia: o Brasil está pronto para a ISO 50001? São Paulo, 27 de novembro

Leia mais

RELATÓRIO PÓS EVENTO

RELATÓRIO PÓS EVENTO RELATÓRIO PÓS EVENTO RELATÓRIO PÓS-EVENTO SUMÁRIO EXECUTIVO LAAD Defence & Security 2013 Expansão da feira Números da 9ª edição da feira Cerimônia Oficial de Abertura Apoio institucional Ministério da

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Mediunidade (Consciência, Desenvolvimento e Educação) Palestrante: Vania de Sá Earp Rio de Janeiro 16/06/2000 Organizadores da palestra:

Leia mais

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006 PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006 Versão: 1.0 Pág.: 1/7 1. ACESSO DIRECTO Chamadas DENTRO DO PAÍS Não Corp Corp Local 0,0201 0,0079 Local Alargado 0,0287 0,0105 Nacional 0,0287 0,0105 FIXO MÓVEL

Leia mais