17 de Janeiro a 23 de Janeiro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "17 de Janeiro a 23 de Janeiro"

Transcrição

1 Lição 4 17 de Janeiro a 23 de Janeiro Sabedoria Divina Sábado à tarde SÁBADO À TARDE LEITURA PARA O ESTUDO DA SEMANA: Provérbios 8:1-21; Mateus 16:26; Provérbios 8:22-31; Génesis 1:31; Provérbios 8:32-36; 9:1-18. VERSO ÁUREO: O Senhor me possuiu no princípio dos seus caminhos, e antes das suas obras mais antigas. Provérbios 8:22. NESTE PONTO DE PROVÉRBIOS, a sabedoria reaparece (ver Prov. 1:20 e 21) e é claro, com base nos textos para esta semana, que a sabedoria é a verdade a Verdade tal como existe em Deus, a fonte e o fundamento de toda a verdade. Esta ênfase no caráter absoluto da verdade contrasta com algum do pensamento contemporâneo, sobretudo no Ocidente, em que a verdade é tida como relativa, contingente, cultural, com a verdade de uma pessoa sendo diferente da verdade de outra pessoa. Contudo, este conceito não é bíblico. O que é verdade para mim deveria ser verdade para si, simplesmente porque a verdade é universal. A verdade não pertence a ninguém em particular, mas pertence a toda a Humanidade, quer toda a Humanidade a reconheça, quer não. É muito interessante que a famosa pergunta que Pilatos dirigiu a Jesus Que é a verdade? (João 18:38) tenha surgido em resposta à afirmação de Jesus: Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz (João 18:37). A verdade, a verdade absoluta, existe, e até nos fala; o que é importante para nós é se vamos dar ouvidos ou não àquilo que ela nos diz. Ano Bíblico: Êxodo 1-4. SOP: Ciência do Bom Viver (Livro), (Capítulo) O Comércio de Bebidas e a Proibição, (337) Comentário Incomensurável é a verdade em Cristo e mediante Cristo. O estudante da Escritura, por assim dizer, contempla uma fonte que se aprofunda e amplia à medida que contempla a sua profundeza. Nesta vida não entenderemos o mistério do amor de Deus ao entregar o Seu Filho para propiciação pelos nossos

2 pecados. A obra do nosso Redentor na Terra é e sempre será um assunto que há de exigir o máximo da nossa mais atenta imaginação. O homem pode empenhar toda a sua faculdade mental no esforço de penetrar este mistério, mas a sua capacidade de compreensão desfalecerá e fatigar-se-á. O pesquisador mais esforçado ver-se-á diante de um mar ilimitado e sem praias. A verdade, como é em Jesus, pode ser experimentada mas nunca explicada. A sua altura, largura e profundidade ultrapassam o nosso entendimento. Podemos exercitar ao máximo a imaginação, e veremos então só tenuemente o esboço de um amor inexplicável, tão alto como o Céu, mas que desceu à Terra para gravar em toda a Humanidade a imagem de Deus. Ainda nos é possível ver tudo o que podemos suportar da misericórdia divina. Ela será desvendada à alma contrita e humilde. Compreenderemos a misericórdia de Deus justamente na proporção em que apreciamos o Seu sacrifício por nós. Esquadrinhando com humildade de coração a Palavra de Deus, descerrar-se-á à nossa pesquisa o grande tema da Redenção. Ele aumentará de fulgor à medida que o contemplarmos, e, à medida que desejarmos entendê-lo, a sua altura e profundidade crescerão. Parábolas de Jesus, pp. 128 e 129.

3 A Sabedoria Clama Domingo, 18 de Janeiro. Leia Provérbios 8:1-21. De acordo com estes versículos, que valor tem a sabedoria? A sabedoria é tão importante que deve chegar a toda a gente. Deus criou toda a vida humana e Cristo morreu por cada um de nós. Por isso, a sabedoria, o conhecimento de Deus e da salvação que Ele oferece, é para todos os seres humanos. Repare-se nas palavras utilizadas para descrever a ação vocal da sabedoria: clama, a minha voz, proferirá, lábios se abrirão, boca, palavras. Seja como for que se entenda estas metáforas, o que é claro é que a sabedoria é para ser comunicada; é para ser escutada por todos os que ouvirem. Afinal, como vimos na semana passada, aquilo que a sabedoria diz é uma questão de vida ou de morte. Oito vezes a sabedoria menciona a veracidade das suas palavras. É interessante que a descrição da sabedoria neste passo estabelece um paralelo com a descrição do Senhor em Deuteronómio 32:4. Este paralelo não deve, naturalmente, surpreender, porque Deus, como Criador de todas as coisas (ver João 1:1-3), é o fundamento de toda a verdade. Leia Provérbios 8:10 e 11. Qual é a mensagem destes versículos a respeito da sabedoria? Há tanta gente que viveu, e continua a viver, na ignorância, na insensatez e nas trevas. São muitas as pessoas que vivem sem qualquer esperança ou com falsas esperanças. O que torna este triste estado de coisas ainda mais triste é que a sabedoria e a verdade são tão maravilhosas, estão repletas de esperança e de promessa de uma vida melhor agora e da certeza da vida eterna num novo Céu e numa nova Terra, tudo graças ao sacrifício de Jesus. A riqueza toda do mundo não significa nada (ver Ecl. 2:11-13) quando comparada com o conhecimento de Deus. Leia Mateus 16:26 e pergunte a si mesmo até que ponto a sua vida reflete a verdade crucial destas palavras. Ano Bíblico: Êxodo 5-8. Comentário Oh, podemos ter um conhecimento de Deus e da Sua verdade um conhecimento que está para lá da expressão! Diga-me, que palavras podemos encontrar para expressar o conhecimento que chega até nós quando Cristo nos revela a Sua presença, e o nosso coração é suavizado e subjugado pelo Seu poder? Tal conhecimento está para lá da expressão. Não o podemos explicar, no entanto sabemos que o possuímos.

4 Que aqueles que dizem ter o conhecimento de Deus trabalhem em cooperação com Cristo. Cristo depende de todos para fazer o Seu melhor. Ele deu a cada homem e a cada mulher um trabalho. Peter s Counsel to Parents, p. 25. Cristo chama cada um a ponderar. Façam uma avaliação honesta. Ponham num prato da balança Jesus, que significa tesouro eterno, vida, verdade, Céu e a alegria de Cristo pelos redimidos; no outro, ponham toda a atração que o mundo pode oferecer. Num prato ponham a vossa perdição, e a das pessoas que poderiam ser instrumentos para salvar; no outro, para vocês e para elas, uma vida que se compare com a vida de Deus. Pesem para agora e para a eternidade. Enquanto estão ocupados nisso, Cristo diz: Pois que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? (Mar. 8:36). Deus deseja que escolhamos o celestial em vez do terreno. Abre-nos as possibilidades de um investimento celestial. Deseja prover encorajamento para as nossas mais elevadas aspirações e segurança para o nosso mais seleto tesouro. Ele declara: Farei que um homem seja mais precioso do que o ouro puro e mais raro do que o ouro fino de Ofir (Isa. 13:12). Quando forem consumidas as riquezas que a traça devora e a ferrugem corrói (Mat. 6:19), os seguidores de Cristo poderão rejubilar-se no seu tesouro celestial, nas riquezas que são imperecíveis. Mensagens aos Jovens, p Porque o Senhor dá a sabedoria, e da Sua boca vem o conhecimento e o entendimento. Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos; escudo é para os que caminham na sinceridade. Prov. 2:6 e 7. Século após século, a curiosidade dos homens tem-nos levado a buscar a Árvore do Conhecimento; e muitas vezes pensam que estão a colher fruto verdadeiramente essencial quando, como Salomão nas suas pesquisas, verificam que é tudo vaidade e coisa sem valor em comparação com a ciência da verdadeira santidade. Nossa Alta Vocação (Meditações Matinais, 1962), p Não basta ter um conhecimento intelectual da verdade.... A Palavra tem de entrar no coração. Tem de causar impressão, pelo poder do Espírito Santo. A vontade tem de estar em harmonia com as suas reivindicações. Não só o intelecto, mas também o coração e a consciência têm de concorrer na aceitação da verdade. A entrada da Palavra de Deus dá entendimento aos simples os que ignoram a sabedoria do mundo. O Espírito Santo leva as salvadoras verdades das Escrituras à compreensão de todos os que desejam saber e cumprir a vontade de Deus. Espíritos iletrados tornam-se capazes de apreender os mais sublimes e comoventes assuntos que possam cativar a atenção dos homens assuntos que serão o estudo e o cântico dos remidos através de toda a eternidade. É o conhecimento provido pela Palavra de Deus, e que em nenhuma outra parte se pode encontrar, que nós precisamos mais do que qualquer outro. Precisamos de saber o que fazer nestes nossos dias, para escaparmos das ciladas de Satanás e ganharmos a coroa de glória. Para Conhecê-l O (Meditações Matinais, 1965), p. 192.

5 A Sabedoria e a Criação Segunda, 19 de Janeiro. Leia Provérbios 8: De que modo está a sabedoria relacionada com a Criação? Nestes textos, a sabedoria encontra-se misteriosamente relacionada com o Senhor como Criador. Este poema tem em comum Génesis 1 e 2 muitas das palavras utilizadas no relato da Criação, e reflete até a sua estrutura literária, organizada à volta dos três elementos básicos do céu, da água e da terra. A intenção deste paralelismo é enfatizar a credencial principal da sabedoria: se o próprio Deus Se serviu da sabedoria para criar, se a sabedoria é o mais antigo instrumento de Deus, mais antiga do que o próprio Universo, e é tão fundamental para a sua existência, então muito maior é a razão para que devamos todos usar mais a sabedoria em todas as coisas que fazemos na vida. Há também uma ênfase vigorosa na origem divina da sabedoria. A primeira palavra do poema é Senhor, Yahweh, de Quem é dito que possuiu (esta é a segunda palavra) a sabedoria. A palavra hebraica ganah, traduzida por possuiu na versão Almeida, tem a conotação de gerar, mais do que de criar (ver Deut. 32:6; Gén. 4:1). A palavra seguinte é o termo técnico que está associado à Criação no Génesis, reshit ( princípio ), e encontra-se no primeiro versículo de Génesis: No princípio, criou Deus os céus e a terra. No entanto, a palavra princípio, em Provérbios 8:22 é, de certo modo, usada de maneira diferente da de Génesis 1. Em Génesis 1:1, a palavra está relacionada com a própria Criação, enquanto, em Provérbios 8:22, a palavra está relacionada com o próprio Deus, com a Sua maneira de ser (derek), o que quer dizer a Sua natureza. Assim, a sabedoria é parte da própria natureza de Deus, é algo d Ele mesmo. A sabedoria, por conseguinte, situa-se no tempo ainda antes da criação do Universo. A existência da sabedoria, naquele tempo em que só Deus estava presente, traça a antiguidade da sabedoria desde a eternidade. Assim sendo, a sabedoria não se origina em nós, mas é, sim, revelada a nós; é algo que aprendemos, é algo que nos é ensinado; não é algo que geremos de nós mesmos. É claro que andarmos na nossa própria luz é andar em trevas. É-nos dito que Jesus é a luz verdadeira, que alumia a todo o homem (João 1:9). Assim, também todo o homem precisa dela. Ano Bíblico: Êxodo Comentário Como Deus é a fonte de todo o verdadeiro conhecimento, é, como temos visto, o principal objetivo da educação dirigir a nossa mente para a revelação que Ele faz de Si próprio. Adão e Eva adquiriam o saber através da comunhão direta com Deus, e aprendiam acerca d Ele através das Suas obras. Todas as coisas criadas, na sua perfeição original eram uma expressão do pensamento de Deus. Para Adão e Eva a Natureza estava repleta de sabedoria divina. Pela transgressão, porém, o homem ficou impedido de aprender com Deus através da comunhão direta, e, em grande parte, pelas Suas obras. A Terra, corrompida e maculada pelo pecado, reflete apenas palidamente a glória do Criador. É verdade que as Suas lições objetivas não se apagaram. Em cada página do grande livro das Suas obras criadas ainda se podem notar os traços da Sua escrita. A Natureza ainda fala do seu Criador. No entanto, estas revelações

6 são parciais e imperfeitas. E no nosso estado decaído, com faculdades enfraquecidas e visão restrita, somos incapazes de as interpretar corretamente. Necessitamos da revelação mais ampla que de Si mesmo Deus nos concedeu na Sua Palavra escrita. Educação, p. 16. Cristo declarou através de Salomão: O Senhor me possuiu no princípio de seus caminhos e antes de suas obras mais antigas. Quando punha ao mar o seu termo, para que as águas não trespassassem o seu mando; quando compunha os fundamentos da terra, então, eu estava com ele e era seu aluno; e era cada dia as suas delícias, folgando perante ele em todo o tempo (Prov. 8:22, 29 e 30). Ao falar da Sua preexistência, Cristo faz o pensamento remontar aos séculos eternos. Ele assegura-nos de que nunca houve um tempo em que não estivesse em íntima ligação com o Deus eterno. Aquele cuja voz os Judeus estavam então a ouvir estivera com Deus como Alguém que Se encontrava na Sua presença. As palavras de Cristo foram proferidas com calma dignidade e com uma certeza e poder que trouxeram convicção aos corações dos escribas e fariseus. Eles sentiram o poder da mensagem enviada pelo Céu. Deus estava a bater à porta do coração deles, pedindo entrada. Ele era igual a Deus, infinito e omnipotente.... É o Filho eterno, existente por si mesmo. Exaltai-O (Meditações Matinais, 1992), p. 17. O mundo foi feito por Ele, e sem ele nada do que foi feito se fez (João 1:3). Se Cristo fez todas as coisas, Ele existiu antes de todas as coisas. As palavras faladas em relação a isso são tão decisivas que ninguém precisa de ficar na dúvida. Cristo era Deus essencialmente, e no mais alto sentido. Ele estava com Deus desde toda a eternidade, Deus sobre todos, bendito para todo o sempre. O Senhor Jesus Cristo, o divino Filho de Deus, existiu desde a eternidade, como pessoa distinta, mas um com o Pai. Ele era a excelente glória do Céu. Era o Comandante dos seres celestiais, e a homenagem e adoração dos anjos era recebida por Ele por direito. Review and Herald, 5 de abril de A verdade tem poder para converter as declarações de Cristo em espírito e vida. Se for acolhida e respeitada, fará com que o homem abandone os seus caminhos ímpios. A verdade e o erro não podem habitar no mesmo coração. Cristo declara: Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha (Mat. 12:30). Sabedoria, intelecto, poder estas coisas não são Deus. Mas Deus é o autor de toda a sabedoria, graça e poder. Deus concedeu a Lúcifer poder e sabedoria, contudo essa inteligência não era o próprio Deus. Devemos conhecer Deus como Ele é revelado nas Suas maravilhosas obras. Quem, pela sua própria sabedoria, pode encontrar Deus? Isto não faz parte da nossa obra.... O caráter de Deus é expresso nos Dez Mandamentos. Conhecer Deus como Ele é esta é a ciência de toda a bondade e justiça. Devemos obedecer a toda a expressão do Seu caráter como revelada na Sua Lei. Olhando Para o Alto (Meditações Matinais, 1983), p. 341.

7 Regozijo na Criação Terça, 20 de Janeiro. Em Génesis 1, vemos que cada passo da Criação conclui com o mesmo refrão: Viu Deus que era bom (ver Gén. 1:4, 10, 12, 18, 21, 25, 31). O último passo (v. 31) vai ainda mais longe: Eis que era muito bom. A palavra hebraica para bom contém a ideia de regozijo e também envolve relacionamento. No final de toda a semana da Criação, Deus fez uma pausa para gozar plenamente da Sua Criação (Gén. 2:1-3). O tempo dessa pausa, o Sábado, foi abençoado. O nosso poema conclui, de igual modo, com a sabedoria a folgar com a Criação. Leia Provérbios 8:30 e 31. Por que razão rejubila a sabedoria? O regozijo da sabedoria reflete o regozijo de Deus na Criação. Este regozijo não só tem lugar diariamente, em cada passo da Criação, mas é também o culminar da obra de criação, quando se completou a própria Criação (da vida na Terra). Em Provérbios 8, descobrimos a razão para o regozijo da sabedoria: as minhas delícias com os filhos dos homens (v. 31). No final da semana da Criação, no dia de Sábado, Deus estabeleceu um relacionamento com os seres humanos. A aplicação imediata desta pausa divina e deste regozijo, depois do trabalho da semana, tem implicações na experiência humana do Sábado: Seguindo o modelo do Criador, também o homem pode olhar para trás, para o seu trabalho acabado, com alegria, agrado e satisfação. Desta forma, o homem pode regozijar-se não somente na criação realizada por Deus, mas também no domínio que não é exploração que ele tem sobre a Criação. Gerhard F. Hasel, em Kenneth A. Strand, The Sabbath in Scripture and History (O Sábado na Escritura e na História). Review and Herald Publishing Association, 1982, p. 23. Leia Colossenses 1:15-17, 2:3; Apocalipse 3:14; João 1:1-14. Qual é a informação destes versículos sobre a função de Jesus na própria Criação? Por que razão a Sua função como Criador é tão importante para a compreensão da Sua função como nosso Redentor? Ano Bíblico: Êxodo 12 e 13. Comentário Cristo compara o amor de um pai, que está tão disposto a atender às necessidades dos seus filhos, com o do Pai no Céu. Ele deseja vincar nos seus seguidores o seu verdadeiro relacionamento com Deus. Eles são os Seus filhos, Seus pela Criação e pela Redenção. Deus é o seu Pai num sentido que implica um relacionamento mais íntimo do que aquele que um filho tem com os seus pais terrenos. Ele amou o mundo, de tal maneira, que deu o seu Filho unigénito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (João 3:16). Se os pais terrenos sabem dar boas dádivas aos seus filhos, quanto mais dará o nosso Pai Celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem? (Luc. 11:13). Nas Suas lições, Cristo apresentou a relação que os agentes humanos deveriam manter com Deus e uns

8 com os outros. Ele não deixa ninguém nas trevas em relação à Fonte da nossa força. Ele indica-nos a oração como refúgio em todas as perplexidades e desapontamentos. Ele diz: tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis, e tê-lo-eis (Mar. 11:24). A alma necessitada pode receber graça, se pedir com uma fé simples, confiante e semelhante à de uma criança em Deus como seu Pai, através de Jesus como seu Salvador. Cristo compreende as necessidades da Humanidade. Ele não será indiferente à alma que deseja o Seu amor e a Sua presença. Ele espera para ser gracioso, para conceder os brilhantes raios da Sua justiça. Foi para isto que Ele veio ao nosso mundo. Ele diz: Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento (Luc. 5:32). Mas é apenas através do nosso consentimento que Jesus nos pode libertar da nossa escravidão de Satanás. A Sua promessa é: o que vem a mim, de maneira nenhuma o lançarei fora (João 6:37). Então não desonremos Deus ao recusar-nos a ir a Ele. The Signs of the Times, 14 de janeiro, O santo par era muito feliz no Éden. Foi-lhe dado controlo ilimitado sobre toda a criatura viva. O leão e o cordeiro divertiam-se pacífica e inofensivamente ao seu redor, ou dormitavam aos seus pés. Pássaros de toda a variedade de cores e plumagens esvoaçavam entre as árvores e flores e à volta de Adão e Eva, enquanto o seu melodioso canto ecoava entre as árvores em doces acordes de louvor ao seu Criador. Adão e Eva estavam encantados com as belezas do seu lar edénico. Eram deleitados com os pequenos cantores à sua volta, que usavam a sua brilhante e graciosa plumagem, e gorjeavam o seu feliz, jubiloso canto. O santo par unia-se a eles e elevava a sua voz num harmonioso cântico de amor, louvor e adoração ao Pai e ao Seu amado Filho pelos sinais de amor ao seu redor. Reconheciam a ordem e a harmonia da Criação, que falavam de sabedoria e conhecimento infinitos. Estavam continuamente a descobrir algumas novas belezas e excelências do seu lar edénico, as quais enchiam o seu coração de profundo amor e suscitavam dos seus lábios expressões de gratidão e reverência ao seu Criador. História da Redenção, p. 22.

9 O Apelo da Sabedoria Quarta, 21 de Janeiro. Os últimos dos restantes versículos deste provérbio regressam ao aspeto pessoal à aplicação prática do que significa ter sabedoria. Por contraste, o conhecimento intelectual sobre a preexistência da sabedoria, sobre a presença da sabedoria na Criação, é certamente profundo. Contudo, na Bíblia, a verdade deve sempre descer, em dado momento, até ao nível humano e refletir-se na forma como reagimos àquilo que nos foi dado em Jesus. Leia Provérbios 8: Que mensagem de vida ou de morte nos é dada neste texto? A palavra hebraica traduzida por bem-aventurado significa feliz (ver TIC). Nesta passagem, a palavra bem-aventurado vem ligada a duas afirmações. A primeira descreve uma ação: Bem-aventurados serão os que guardarem os meus caminhos (v. 32). A mesma linguagem é usada no Salmo 119:1 e 2, a respeito da Lei: Bem-aventurados os que trilham caminhos retos, e andam na lei do Senhor. Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos. A segunda descreve uma atitude: Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos (v. 34). Em ambos os casos, o requisito implica um esforço continuado. Não basta ter descoberto o caminho certo; temos de o guardar. Não é suficiente ouvir a palavra de Deus; temos de vigiar diariamente e seguir o que aprendemos. Como disse Jesus: Bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam (Lucas 11:28). É essa a felicidade desejável que deve ser achada na senda da desobediência e da transgressão da lei física e moral? A vida de Cristo aponta a fonte verdadeira de felicidade bem como a maneira de atingila. Se quiserem ser verdadeiramente felizes, devem tratar de ser achados no posto do dever, fazendo o trabalho que lhes redundará em fidelidade, conformando o coração e a vida com o modelo perfeito. Ellen G. White, Minha Consagração Hoje (Meditações Matinais, s/d), p A felicidade pode ser uma coisa ilusória; quanto mais nos esforçamos por obtê-la, mais difícil nos parece conseguir alcançá-la. Por que razão a fidelidade a Deus, em oposição à busca da felicidade, deve ser a nossa primeira prioridade? Além disso, o que tem mais probabilidades de produzir felicidade (e porquê): buscá-la ou procurar primeiro o reino de Deus? Ano Bíblico: Êxodo 14 e 15. Comentário Uma mera profissão de discipulado não tem nenhum valor. A fé em Cristo que salva a alma, não é o que é representada por muitos. Crede, crede, dizem eles, e não necessitam de guardar a lei. Mas uma crença que não leva à obediência, é presunção. Diz o apóstolo João: Aquele que diz: Eu conheço-o e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade. I João 2:4. Que ninguém nutra a ideia de que providências especiais ou manifestações miraculosas devem ser a prova da genuinidade da

10 sua obra ou das ideias que advogam. Quando as pessoas falam levianamente da Palavra de Deus, e colocam as suas impressões, sentimentos e práticas acima da norma divina, podemos saber que elas não têm luz. A obediência é a prova do discipulado. É a observância dos mandamentos que prova a sinceridade das nossas profissões de amor. Quando a doutrina que aceitamos mata no coração o pecado, purifica a alma da contaminação, dá frutos para a santidade, podemos saber que é a verdade de Deus. Quando se manifestam na vida a beneficência, a bondade, a brandura de coração, o espírito compassivo; quando a alegria de fazer o bem nos enche o coração; quando exaltamos Cristo e não o próprio eu, podemos saber que a nossa fé é da devida espécie. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos I (João 2:3). O Maior Discurso de Cristo, p Se há alguém que deve ser continuamente grato, esse é o Cristão. Se há alguém que desfruta de felicidade, mesmo nesta vida, é o fiel seguidor de Jesus Cristo. É dever dos filhos de Deus serem alegres. Devem conservar uma disposição de espírito alegre. Deus não pode ser glorificado quando os Seus filhos vivem continuamente na penumbra e lançam sombra onde quer que vão. O Cristão deve lançar luz em vez de sombra.... Terá um semblante alegre. Orientação da Criança, p Que uma fé viva se entreteça como fios de ouro na execução dos menores deveres. Então, toda a labuta diária promoverá o crescimento cristão. Contemplaremos Cristo continuamente. O amor a Ele dará força vital a tudo quanto empreendermos. Assim podemos, pelo bom uso dos nossos talentos, ligar-nos por uma cadeia áurea ao mundo superior. Esta é a verdadeira santificação; porque a santificação consiste na realização alegre dos nossos deveres quotidianos em obediência perfeita à vontade de Deus. Parábolas de Jesus, p A Bíblia apresenta-nos à vista as insondáveis riquezas e os imperecíveis tesouros do Céu. O mais forte impulso do homem incita-o a buscar a sua própria felicidade, e a Bíblia reconhece esse desejo e mostranos que todo o Céu se unirá ao homem nos seus esforços para atingir a verdadeira felicidade. Revela a condição sob a qual a paz de Cristo é concedida ao homem. Descreve um lar de eterna felicidade e resplendor, onde nunca serão conhecidas as lágrimas nem a necessidade. Habitar para sempre nesse lar de bem-aventuranças, trazer na alma, corpo e espírito não os traços do pecado e da maldição, mas a perfeita semelhança do nosso Criador, e através de eras eternas progredir em sabedoria, conhecimentos e santidade, explorando sempre novos campos do pensamento, encontrando sempre novas maravilhas e novas glórias, aumentando sempre a capacidade de saber e amar, e sabendo que há ainda diante de nós alegria, amor e sabedoria infinitos tal é o objetivo para o qual aponta a esperança cristã. Maravilhosa Graça (Meditações Matinais, 1974), p. 361.

11 Um ou Outro Quinta, 22 de Janeiro. Seguindo o apelo da sabedoria, o autor inspirado de Provérbios 9 incita a sua audiência a fazer agora uma escolha entre dois estilos de vida: sabedoria ou insensatez. Os primeiros seis e os últimos seis versículos (Prov. 9:1-6, 13-18) são simétricos e salientam o contraste entre os campos opostos. Compare Provérbios 9:1-6 com Provérbios 9: Qual é a diferença entre a sabedoria e a insensatez? 1. A sabedoria é eficiente e está envolvida na Criação: sete verbos são usados para descrever as suas ações nesse campo (vv. 1-3). Sete colunas já ela lavrou (v. 1), aludindo aos sete dias da Criação. A insensatez, em contrapartida, fica sentada sem fazer nada, pretendendo apenas ser alguém, quando, de facto, é simples, e não sabe coisa alguma (v. 13). 2. Embora a sabedoria e a insensatez se dirijam à mesma audiência (repare-se na semelhança dos vv. 4 e 16), o que oferecem é fundamentalmente diferente. A sabedoria convida os seus hóspedes a comerem pão e a beberem a bebida que ela preparou (v. 5). A insensatez não oferece nada de comer ou de beber; simplesmente se vangloria das provisões roubadas (v. 17). 3. A sabedoria chama-nos a abandonarmos a insensatez e, por conseguinte, a vivermos. A insensatez é mais tolerante; não requer que abandonemos nada, mas o resultado é a morte. Aqueles que seguem a sabedoria vão fazendo progressos; andarão pelo caminho do entendimento (v. 6). Aquele que segue a insensatez fica estático, parado, e simplesmente não sabe (v. 18). Leia Provérbios 9:7-9. De que maneira reagem o sábio e o arrogante às instruções da sabedoria? O que torna o sábio mais sábio do que o escarnecedor? O segredo para chegar à sabedoria é a humildade. O sábio é o homem que é ensinável e que responde à instrução com espírito aberto. A sabedoria vem apenas ao encontro daquele que, como uma criança, sente a necessidade de crescer. Esta é a razão por que, da maneira mais explícita, Jesus ensinou que se vos não converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus (Mat. 18:3). Ano Bíblico: Êxodo 16 e 17. Comentário Deus designou um lugar no Seu grande plano para cada homem. Pela verdade ou falsidade, pela insensatez ou sabedoria, cada um está a cumprir um propósito e a ocasionar certos resultados....

12 Aos olhos do mundo, os que servem Deus podem parecer fracos. Aparentemente podem estar a afundar-se sob as grandes ondas, mas com a próxima onda são vistos a erguerem-se mais perto do seu porto. Eu lhes dou a vida eterna diz o nosso Senhor;... e ninguém as arrebatará da minha mão (João 10:28). Embora sejam abatidos reis e extirpadas nações, as pessoas que pela fé se vinculam aos propósitos de Deus permanecerão para sempre. Este Dia Com Deus (Meditações Matinais, 1980), p Quanto mais profundamente é pesquisada a Palavra de Deus, e quanto mais bem compreendida for, mais vividamente compreenderá o aluno que existe, mais além, infinita sabedoria, conhecimento e poder. Aqueles que procuram descobrir Deus tal como está revelado nas páginas da Inspiração, aprenderão a dura mas útil lição de que o intelecto humano não é omnipotente; que, sem ajuda divina, a força e a sabedoria humanas não passam de fraqueza e insensatez. Review and Herald, 25 de setembro de A verdadeira sabedoria é um tesouro tão perdurável como a própria eternidade. Muitos dos homens a que o mundo chama sábios são sábios apenas aos seus próprios olhos. Satisfeitos com a aquisição da sabedoria mundana, nunca entram no jardim de Deus, para se relacionarem com os tesouros da ciência contida na Sua Santa Palavra. Julgando-se sábios, são ignorantes em relação à sabedoria que precisam de possuir todos os que hão de obter a vida eterna.... O ignorante, caso conheça Deus e Jesus Cristo, possui uma sabedoria mais perdurável do que o letrado que despreza a instrução de Deus. A sabedoria divina deve ser uma lâmpada para os vossos pés.... Tudo o que pode ser sacudido, será sacudido; mas, enraizados e firmados na verdade, vocês permanecerão com as coisas que se não podem abalar. Filhos e Filhas de Deus (Meditações Matinais, 1956), p Despertado, como de um sonho, por esta sentença pronunciada contra si e a sua casa, com a consciência aberta, Salomão começou a ver a sua loucura na sua verdadeira luz. Com o espírito afligido, com a mente e o corpo debilitados, abandonou, cansado e sedento, as rotas cisternas terrenas, para beber uma vez mais da Fonte da vida. Jamais poderia esperar escapar dos ruinosos resultados do pecado; jamais poderia libertar a sua mente de toda a recordação da conduta indulgente que tinha seguido para consigo mesmo; mas empenhar-se-ia com fervor em dissuadir outros de irem atrás dos desvarios. Vidas que Falam (Meditações Matinais, 1971), p Os que consideram que é corajoso e varonil tratar com indiferença e desprezo as reivindicações de Deus estão, desta maneira, a denunciar a sua própria loucura e ignorância. Ao mesmo tempo que se gabam da sua liberdade e independência, estão realmente no cativeiro do pecado e de Satanás. Uma conceção clara do que Deus é e do que Ele requer que sejamos conduzirá à verdadeira humildade. O que estuda corretamente a Santa Palavra aprenderá que o intelecto humano não é omnipotente. Aprenderá que a força e a sabedoria humanas são apenas fraqueza e ignorância, sem aquela ajuda que ninguém a não ser Deus pode dar.

13 O que segue a orientação divina encontrou a única fonte verdadeira de graça salvadora e real felicidade, e alcançou o poder de comunicar a felicidade a todos à sua volta. Sem religião, ninguém pode realmente aproveitar a vida. O amor a Deus purifica e enobrece cada gosto e desejo, intensifica cada afeição e abrilhanta todo o prazer digno. Habilita o homem a apreciar e a desfrutar de tudo o que é verdadeiro, bom e belo. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, p. 53.

14 Sexta, 23 de Janeiro. ESTUDO ADICIONAL: O Soberano do Universo não estava só na Sua obra de beneficência. Tinha um companheiro um cooperador que podia apreciar os Seus objetivos, e participar da Sua alegria ao dar felicidade aos seres criados. No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. João 1:1 e 2. Cristo, o Verbo, o Unigénito de Deus, era um com o eterno Pai um na natureza, caráter e propósito o único ser que poderia ter acesso a todos os conselhos e planos de Deus... E o Filho de Deus declara a respeito de Si mesmo: O Senhor me possuiu no princípio dos seus caminhos, e antes das suas obras mais antigas Quando compunha os fundamentos da terra, então eu estava com ele e era seu aluno; e era cada dia as suas delícias, folgando perante ele em todo o tempo. Provérbios 8: Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, pp. 11 e 12, ed. P. SerVir. PERGUNTAS PARA REFLEXÃO: Por que motivo a crença no relato da Criação descrita no Génesis é o fundamento da sabedoria bíblica? Que razão torna a ideia de evolução algo contrário à Bíblia em todos os aspetos? Pense um pouco mais nesta ideia de que a verdadeira sabedoria é uma coisa que não podemos gerar de nós próprios, mas que deve ser-nos revelada. Quais são alguns exemplos de verdades importantes que nunca chegaríamos a conhecer, se não fosse o terem sido reveladas por inspiração divina? Por exemplo, de que modo poderíamos saber acerca da morte de Cristo na cruz e do que ela nos oferece, se não tivesse sido revelado? Que dizer do Sábado do sétimo dia ou da Segunda Vinda? Em que termos a obra de Deus, conforme revelada em Génesis 1, testifica do facto de que o bem não pode ser misturado com o mal? Que implicações tem a sua resposta na ideia de que alguém poderia, por exemplo, incorporar uma cosmovisão evolucionista na história da Criação relatada em Génesis? Até que ponto o regozijo de Deus pela Criação nos ajuda a compreendermos a maneira como podemos ter uma experiência mais profunda e mais rica do Sábado? Ano Bíblico: Êxodo Comentários de EGW: Leitura Adicional A História da Redenção, A Criação, pp ; O Maior Discurso de Cristo, pp. 91 e 92.

15 Moderador Texto-Chave: Provérbios 8: Com o Estudo desta Lição o Membro da Unidade de Ação Vai: Aprender: A perceber a realidade de Cristo em Provérbios 8 como Sabedoria Divina, Co-criador com o Pai e como Mediador antes da Queda. Sentir: Apreço pelo carinho, pela intimidade, pela alegria e pela afabilidade da Trindade na Sua obra de Criação. Fazer: Aceitar o quadro bíblico de Cristo pré-incarnação como Co-criador com o Pai e como Mediador antes da Queda, e interiorizar esta demonstração do caráter de Deus. Esboço da Aprendizagem: I. Aprender: A realidade de Cristo Pré-incarnação em Provérbios 8. A. Provérbios 8 reafirma que Jesus é a Sabedoria Divina, Co-criador com o Pai e Mediador entre um Deus infinito e criaturas finitas. Em que outros passos nas Escrituras se deduz a mediação de Cristo antes da Queda (ver João 1:1-3)? Por que razão essa mediação foi necessária mesmo antes do pecado? II. Sentir: Cristo Pré-incarnação como Mediador. A. Provérbios 8 descreve Cristo a descer por ocasião da Criação para Se identificar com as Suas criaturas (vv. 30 e 31). Até que ponto isto demonstra o princípio de Emanuel ( Deus connosco ) logo deste o início? Em que aspetos este retrato de Cristo influencia os nossos sentimentos sobre o admirável caráter da Trindade? III. Fazer: A Sabedoria Divina e o Caráter de Deus. A. Provérbios 8 retrata a alegria vibrante, até jovial, e o companheirismo entre os membros da Trindade aquando da Criação. Imagine-se o Pai e o Filho alegremente, até jovialmente, a interagirem durante a Semana da Criação. De que modo este quadro transforma a nossa opinião sobre o caráter de Deus? Sumário: Provérbios 8 revela uma Trindade amorosa em íntima e jubilosa comunhão no momento da Criação, e revela também Cristo, a Sabedoria Divina, aceitando mediar (edificar uma ponte) entre a Trindade infinita e as criaturas finitas.

16 CICLO DA APRENDIZAGEM 1º PASSO MOTIVAR! Realce da Escritura: Provérbios 8: Conceito-Chave para Crescimento Espiritual: A Sabedoria, em Provérbios 8, ultrapassa a mera personificação profética e refere-se, de facto, a um Ser divino Cristo pré-incarnação, que foi Co-criador com o Pai e que serviu de Mediador entre a Trindade infinita e as criaturas finitas, mesmo ainda antes da entrada do pecado. Só para o Dinamizador: Nos primeiros séculos da história cristã, Provérbios 8:22-32 era uma das passagens mais populares do Velho Testamento utilizadas pelos Pais da Igreja quando se referiam a Cristo, e essa interpretação prevaleceu ao longo da era cristã, até aos tempos modernos. Embora a partir do século dezanove muitos académicos tenham visto em Provérbios 8 unicamente uma personificação poética da sabedoria, há uma evidência bíblica muito forte de que esta passagem fala diretamente do Filho de Deus pré-incarnação. Esta interpretação tem um significado e uma importância muito profundos para a compreensão dos relacionamentos entre os membros da Trindade, bem como para a perceção do admirável caráter do Criador ao descer à Terra para estar junto das Suas criaturas enquanto estas iam sendo criadas. Atividade de Abertura: Peça aos membros que forcem a mente numa tentativa de imaginar a disposição prevalecente do Pai e do Filho no decorrer da obra de criação do Universo e, em particular, deste mundo e dos seus habitantes. Foi essa uma ocasião tristonha ou foi jubilosa talvez até jovial? Que tipo de função especial desempenhou Cristo pré-incarnação nesta criação? Pense Nisto: De acordo com João 1:1-3, Cristo, no princípio, era chamado A Palavra. Uma palavra passa da boca de um para o ouvido de outro, para que possa haver comunicação. Esta semana, vamos descobrir que, desde o começo da Criação, o Filho de Deus foi essa Palavra mediadora ou facilitadora da comunicação entre a Trindade e os seres criados. 2º PASSO ANALISAR!

17 Só para o Dinamizador: Ao longo da passagem de Provérbios 1-7, a sabedoria é meramente personificada, mas, em Provérbios 8, a linguagem muda para descrever a Sabedoria de uma maneira que só se poderia aplicar à Segunda Pessoa da Trindade, Cristo pré-incarnação. (Ver Richard M. Davidson, Proverbs 8 and the Place of Christ in the Trinity [Provérbios 8 e o Lugar de Cristo na Trindade], em Journal of the Adventist Theological Society 17, no. 1 (Jornal da Sociedade Teológica Adventista, 17, nº 1), [primavera de 2006]: 33-54, disponível em COMENTÁRIO BÍBLICO I. Jesus como Sabedoria Divina (Recapitule com a Unidade de Ação Provérbios 8:12-21, ) A referência à sabedoria em Provérbios 8 designa o Segundo Membro da Trindade no momento da Criação. Este facto é claro, antes de mais, porque a Sabedoria é descrita com as mesmas prerrogativas que, noutras partes das Escrituras, são reservadas unicamente para Jeová: (1) Doador da vida e da morte (vv. 35 e 36; comparar com Prov. 14:27); (2) Fonte de governação legítima (vv. 15 e 16; comparar com, por exemplo, Núm. 11:16 e 17); (3) Aquele que deve ser procurado, encontrado e invocado (v. 17; comparar com Deut. 4:29); (4) Aquele que ama e deve ser amado (v. 17; comparar, por exemplo, com Nee. 13:26); (5) o Doador da riqueza (vv ; comparar com I Cró. 29:12); e (6) Fonte da revelação divina (vv. 6-10, 19, 32, 34; comparar com Prov. 29:18; 30:3-5). Em Provérbios 8:12, a expressão traduzida, frequentemente, por Eu, a sabedoria é mais bem traduzida por Eu sou a Sabedoria, num preciso paralelismo gramatical com a forma retórica comum da referência pessoal divina reservada para Deus noutras partes das Escrituras: Eu sou Jeová vosso Deus (ver, por exemplo, Eze. 12:25; 35:12; Zac. 10:6; Mal. 3:6). A Sabedoria em Provérbios 8 fala, portanto, e atua como um Ser divino distinto e autoconsciente (o Filho de Deus pré-incarnação). Este uso de um atributo (sabedoria) numa referência a uma Pessoa divina distinta é tecnicamente conhecido como hipóstase. Ellen G. White percebeu claramente a Sabedoria em Provérbios 8 como uma referência ao Filho de Deus pré-incarnação. Ver especialmente Signs of the Times (revista Sinais dos Tempos), 29 de agosto de 1900: Por meio de Salomão, Cristo declarou [citado Prov. 8:22-30]. Falando da Sua pré-existência, Cristo transporta a mente para trás através de épocas ilimitadas. Ele garante-nos que nunca houve um tempo em que Ele não estivesse em íntima comunhão com o Deus eterno. Pense Nisto: Até que ponto a nossa compreensão de Cristo como a Sabedoria Divina amplia a nossa perspetiva do caráter e da atuação de Deus?

18 II. A Sabedoria Divina (Jesus) como Co-criador com o Pai (Recapitule com a Unidade de Ação Provérbios 8:22-31; Colossenses 1:15 e 16.) A palavra hebraica amon, utilizada em Provérbios 8:30, é mais bem traduzida por Artífice Principal, apresentando, assim, mais uma evidência de que a Sabedoria divina é Cristo, Co-criador com o Pai. A edificação que a Sabedoria realiza de uma casa com sete colunas (Prov. 9:1) é, provavelmente, uma alusão aos sete dias da semana da Criação, e, possivelmente, também ao Templo. Provérbios 30:4 reforça esta interpretação, aludindo a este Co-criador com Jeová como o Filho de Deus. A ideia de que Provérbios 8:22-31 se refere especificamente ao Filho de Deus pré-incarnação, o Criador, é ainda reforçada pelas alusões a Provérbios 8 no Novo Testamento, e pela aplicação dessas alusões a Cristo na Sua obra de Criação (ver especialmente João 1:1-3; I Cor. 1:24, 30; Col. 1:15 e 16; Heb. 1:1-4). Pense Nisto: De acordo com Génesis 1:2, o Espírito Santo também esteve envolvido na Criação. Como é que imaginamos as três Pessoas da Trindade a desempenharem as respetivas operações co-criativas durante os trabalhos da Criação? Até que ponto este quadro acentua o conceito que temos da Trindade como sendo essencialmente relacional desde a eternidade (uma comunhão íntima de três Pessoas num só Deus)? III. A Sabedoria (Jesus) como Mediador entre Deus e as Suas Criaturas (Recapitule com a Unidade de Ação Provérbios 8:22-25, 30 e 31.) Provérbios 8:22-25 utiliza a linguagem do nascimento, referindo-se à Sabedoria ( gerar ), mas isto não é indicação de que Cristo foi literalmente gerado, nem implica que tivesse havido um tempo antes do qual Cristo não existia. Em vez disso, as alusões a nascimento, quando associadas à palavra hebraica para ungida (nasak, v. 23), são termos técnicos da linguagem do Velho Testamento para a investidura de uma pessoa num novo cargo. Repare-se no exato paralelismo no Salmo 2:6 e 7, onde o Rei Messiânico não é literalmente gerado, mas, sim, empossado num cargo real, usando a linguagem de nascimento combinada com a palavra hebraica que significa instalado ou empossado (nasak). O Salmo 2 aponta para diante, para a altura em que Cristo seria empossado como rei, após a Sua incarnação, enquanto Provérbios 8 aponta para trás, para a investidura de Cristo pré-incarnação numa nova função no princípio da Criação (vv. 22 e 23). Que função ou cargo? Provérbios 8:30 e 31 indica que esta nova função de Cristo foi a de Mediador, não no sentido de Intercessor por causa do pecado, mas no sentido de um elo de comunicação entre o Criador e o que é criado. A Sabedoria está num momento e no mesmo instante folgando perante ele

19 [Yahweh] em todo o tempo e também folgando no seu mundo habitável. Desta forma, a Sabedoria assume a função de Mediador (no sentido de intermediário) entre Deus e os seres criados, facilitando a comunicação entre o Deus infinito e as criaturas finitas. Pense Nisto: Qual é a diferença entre a função mediadora de Cristo junto dos pecadores, depois da Queda, e o Seu cargo como Mediador entre o Infinito e o finito, a partir do princípio da Criação? 3º PASSO PRATICAR! Só para o Dinamizador: No conselho de paz entre os membros coiguais da Trindade, antes da criação do Universo, parece que a Pessoa a Quem chamamos Pai representa a majestade e a glória transcendentes da Trindade, enquanto Aquela a Quem chamamos o Filho se esvaziou a Si mesmo, aproximando-se do Seu universo habitado, mediando entre o Infinito e o finito, demostrando, dessa forma, desde os começos da Criação, o princípio de Emanuel, Deus connosco! Perguntas para Reflexão: Que evidência no Velho Testamento dá a ideia da possibilidade de Cristo ter tomado a forma (não a natureza) de um anjo para Se encontrar com os seres por Si criados? (Ver as passagens que apresentam o divino Anjo [ou Mensageiro] do Senhor : Gén. 16:13, 18 e 19; 22:24; 48:16; Êxo. 23:20 e 21; 32 e 33; Juízes 13:3, 13, 17, 18, 22, etc.). De que modo a vinda de Cristo para estar junto das Suas criaturas, mesmo antes da entrada do pecado, revela que Deus não é estranho, distante, frio e ameaçador, mas, sim, íntimo, pessoal, caloroso e reconfortante? Perguntas para Aplicação:

20 De que modo a compreensão do princípio de Emanuel a respeito da atuação do Filho na Criação afeta o nosso relacionamento pessoal com Deus e, talvez, altere a nossa perspetiva sobre a natureza e o caráter de Deus? Por que razão foi importante para a Trindade que um dos Seus membros (Jesus) fosse um mediador (intermediário), cobrindo o fosso entre um Deus infinito e as criaturas finitas? O que teria mudado, se é que alguma coisa mudaria, se Eles tivessem decidido que Aquele a Quem chamamos Pai Se tivesse tornado no Mediador entre o Infinito e o finito? Analisem esta questão. 4º PASSO APLICAR! Só para o Dinamizador: A palavra hebraica para folgar usada em Provérbios 8:30 e 31 significa literalmente rir, brincar, folgar. Esta passagem parece retratar o Pai e o Filho jovialmente a rirem-se, a brincarem e até a folgarem durante o processo da Criação. Quer isto indicar que Deus até Se pode identificar connosco mesmo nas nossas brincadeiras? Atividade: Pense no assunto e partilhe com a Unidade de Ação possíveis ocasiões durante a semana da Criação em que o Pai, o Filho e o Espírito Santo pudessem ter estado alegremente a rirem-se enquanto criavam exemplares únicos de animais e plantas. (Uma girafa de pescoço comprido, uma zebra com listas, um canguru, etc..) Depois, falem acerca de como podemos imaginar Deus a desfrutar de companheirismo connosco, nas nossas inocentes brincadeiras, assim como no nosso trabalho e nos momentos de adoração.

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

Recomendação Inicial

Recomendação Inicial Recomendação Inicial Este estudo tem a ver com a primeira família da Terra, e que lições nós podemos tirar disto. Todos nós temos uma relação familiar, e todos pertencemos a uma família. E isto é o ponto

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1 Bíblia Sagrada Novo Testamento Primeira Epístola de São João virtualbooks.com.br 1 Capítulo 1 1 O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado

Leia mais

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e I João 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós

Leia mais

Jo 15.2 = Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto.

Jo 15.2 = Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. A Responsabilidade dos Filhos de Deus Texto Base: 1º João 2.6 = Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou. Introdução: O nosso dever é andar como Ele (Jesus) andou.. Todos que O aceitam

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 INTRODUÇÃO O Evangelho de João registra 7 afirmações notáveis de Jesus Cristo. Todas começam com Eu sou. Jesus disse: Eu sou o pão vivo

Leia mais

A Liderança do Espírito

A Liderança do Espírito A Liderança do Espírito Autor : Andrew Murray Para muitos Cristãos a liderança do Espírito é considerada como uma sugestão de pensamentos para nossa orientação. Eles almejam e pedem por ela em vão. Quando

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem!

Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem! Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem! Obedecer. Palavra fácil de entender, mas muitas vezes difícil de colocar em prática. Principalmente quando não entendemos ou concordamos com a orientação dada.

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4)

Leia mais

Predestinação. Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Predestinação. Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S S O homem é pecador Romanos 3:9-18 S Pecadores merecem a morte Genesis 2:17, Romanos 6:23 S Portanto, se é para Deus ser justo e dar somente o que

Leia mais

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós:

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós: Visão do MDa Na visão do MDA, é possível à Igreja Local ganhar multidões para Jesus sem deixar de cuidar bem de cada cristão é o modelo de discipulado um a um em ação. O MDA abrange diversos fatores desenvolvidos

Leia mais

LIÇÃO TÍTULO TEXTO PRINCÍPIO VERSÍCULOS-CHAVE ALVOS

LIÇÃO TÍTULO TEXTO PRINCÍPIO VERSÍCULOS-CHAVE ALVOS TEMA CENTRAL Todos os direitos reservados por: MINISTÉRIO IGREJA EM CÉLULAS R. Ver. Antônio Carnasciali, 1661 CEP 81670-420 Curitiba-Paraná Fone/fax: (041) 3276-8655 trabalhoemconjunto@celulas.com.br edile@celulas.com.br

Leia mais

I DOMINGO DA QUARESMA

I DOMINGO DA QUARESMA I DOMINGO DA QUARESMA LITURGIA DA PALAVRA / I Gen 2, 7-9; 3, 1-7 Leitura do Livro do Génesis O Senhor Deus formou o homem do pó da terra, insuflou em suas narinas um sopro de vida, e o homem tornou-se

Leia mais

ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS

ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS CANTATA DE NATAL 2015 ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS 1. O PRIMEIRO NATAL AH UM ANJO PROCLAMOU O PRIMEIRO NATAL A UNS POBRES PASTORES DA VILA EM BELÉM LÁ NOS CAMPOS A GUARDAR OS REBANHOS DO MAL NUMA NOITE

Leia mais

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014 2014 Visão MDA [Digite o subtítulo do documento] VI [Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento. Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um

Leia mais

Domingo dentro da Oitava de Natal SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS, MARIA E JOSÉ. Vésperas I

Domingo dentro da Oitava de Natal SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS, MARIA E JOSÉ. Vésperas I Domingo dentro da Oitava de Natal Semana I do Saltério SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS, MARIA E JOSÉ Festa Quando o Natal do Senhor é num Domingo, a festa da Sagrada Família celebra-se no dia 30 de Dezembro e

Leia mais

A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS

A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS Gn 5 1 Esta é a lista dos descendentes de Adão. Quando criou os seres humanos, Deus os fez parecidos com ele. 2 Deus os criou homem e mulher, e os abençoou, e lhes deu o nome de

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

A Bíblia afirma que Jesus é Deus

A Bíblia afirma que Jesus é Deus A Bíblia afirma que Jesus é Deus Há pessoas (inclusive grupos religiosos) que entendem que Jesus foi apenas um grande homem, um mestre maravilhoso e um grande profeta. Mas a Bíblia nos ensina que Jesus

Leia mais

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras)

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Mostre o "Homem em Pecado" separado de Deus Esta luz (aponte para o lado direito) representa

Leia mais

Lição Um. Um Novo Princípio. O Poder Transformador de Cristo

Lição Um. Um Novo Princípio. O Poder Transformador de Cristo Livro 1 página 4 Lição Um Um Novo Princípio O Poder Transformador de Cristo Da Palavra de Deus: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

A CRIAÇÃO DE DEUS. 2003 Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional

A CRIAÇÃO DE DEUS. 2003 Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional A CRIAÇÃO DE DEUS 2003 Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional A história que nós ouvimos frequentemente como a história da criação é realmente uma história da re-criação. Há muitos anos entre

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

TEMPO DO NATAL I. ATÉ À SOLENIDADE DA EPIFANIA HINOS. Vésperas

TEMPO DO NATAL I. ATÉ À SOLENIDADE DA EPIFANIA HINOS. Vésperas I. ATÉ À SOLENIDADE DA EPIFANIA No Ofício dominical e ferial, desde as Vésperas I do Natal do Senhor até às Vésperas I da Epifania do Senhor, a não ser que haja hinos próprios: HINOS Vésperas Oh admirável

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 2

Ajuntai tesouros no céu - 2 "Ajuntai tesouros no céu" - 2 Jesus nos ensinou a "alinharmos" os nossos valores aos valores de seu Reino, comparando em sua mensagem aquilo que é terreno e passageiro com aquilo que é espiritual e eterno.

Leia mais

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado.

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. 1 Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. Neste sentido a Carta aos Hebreus é uma releitura da lei,

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo.

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. 1 Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. Amados Irmãos no nosso Senhor Jesus Cristo: É devido à atuação intima do Espírito

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

Nem o Catecismo da Igreja Católica responde tal questão, pois não dá para definir o Absoluto em palavras.

Nem o Catecismo da Igreja Católica responde tal questão, pois não dá para definir o Absoluto em palavras. A pregação do Amor de Deus, por ser a primeira em um encontro querigmático, tem a finalidade de levar o participante ao conhecimento do Deus Trino, que por amor cria o mundo e os homens. Ao mesmo tempo,

Leia mais

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS 11. Já vimos que Jesus Cristo desceu do céu, habitou entre nós, sofreu, morreu, ressuscitou e foi para a presença de Deus. Leia João 17:13 e responda: Onde está Jesus Cristo agora? Lembremo-nos que: Jesus

Leia mais

O ARCO-ÍRIS. Usado em tantas fotos, admirado quando aparece no céu, usado em algumas simbologias... e muitas vezes desconhecido sua origem.

O ARCO-ÍRIS. Usado em tantas fotos, admirado quando aparece no céu, usado em algumas simbologias... e muitas vezes desconhecido sua origem. Origem do Arco-Íris O ARCO-ÍRIS Usado em tantas fotos, admirado quando aparece no céu, usado em algumas simbologias... e muitas vezes desconhecido sua origem. Quando eu era criança, e via um arco-íris,

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

O NASCIMENTO DO SALVADOR

O NASCIMENTO DO SALVADOR Mensagem pregada pelo Pr Luciano R. Peterlevitz no culto de natal na Igreja Batista Novo Coração, em 20 de dezembro de 2015. Evangelho de Lucas 2.8-20: 8 Havia pastores que estavam nos campos próximos

Leia mais

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4 Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher Os quatro estudos a seguir tratam sobre a passagem de Colossenses 3:1-17, que enfatiza a importância de Jesus Cristo ter sua vida por completo.

Leia mais

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org Evangelhos 1. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 5, 1-12a) ao ver a multidão, Jesus subiu ao monte e sentou-se. Rodearam-n O os discípulos e Ele começou a ensiná-los, dizendo:

Leia mais

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso Água do Espírito De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso EXISTE O DEUS PODEROSO QUE DESFAZ TODO LAÇO DO MAL QUEBRA A LANÇA E LIBERTA O CATIVO ELE MESMO ASSIM FARÁ JESUS RIO DE ÁGUAS LIMPAS QUE NASCE

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro 2 A autoridade de Jesus

FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro 2 A autoridade de Jesus OBJETIVOS 1) Analisar em que se resume a autoridade do Cristo. 2) Esclarecer como o Espiritismo explica essa autoridade. IDEIAS PRINCIPAIS 1) Sob a autoridade moral do Cristo, somos guiados na busca pela

Leia mais

CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA

CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA INTRODUÇÃO Irmãos! A bíblia nos ensina que Deus nos chama a realizar, a ser, a conhecer e a alcançar muitas coisas, tais como, realizar a obra de Deus, a ser santos,

Leia mais

Juniores aluno 7. Querido aluno,

Juniores aluno 7. Querido aluno, Querido aluno, Por acaso você já se perguntou algumas destas questões: Por que lemos a Bíblia? Suas histórias são mesmo verdadeiras? Quem criou o mundo? E o homem? Quem é o Espírito Santo? Por que precisamos

Leia mais

1ª Leitura - Gn 1,20-2,4a

1ª Leitura - Gn 1,20-2,4a 1ª Leitura - Gn 1,20-2,4a Façamos o homem à nossa imagem e segundo a nossa semelhança. Leitura do Livro do Gênesis 1,20-2,4a 20Deus disse: 'Fervilhem as águas de seres animados de vida e voem pássaros

Leia mais

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação?

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação? A BÍBLIA Parte 2 Objetivo para mudança de vida: Dar ao estudante um senso profundo e duradouro de confiança em sua capacidade de entender a Bíblia. Capacidade esta que lhe foi dada por Deus. Você se lembra

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ JESUS E TENTADO NO DESERTO Volume 4 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 11 7) PERGUNTAS: 1. Depois de ser batizado, onde Jesus foi guiado pelo espírito? 2. Quem

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30 PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:2730 FILIPENSES 1:2730 Somente deveis portarvos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação 1 LIÇÃO 1 A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação que Deus tem Se revelado ao homem. Deus revela-se também através da Palavra Escrita, a Bíblia

Leia mais

Todos Batizados em um Espírito

Todos Batizados em um Espírito 1 Todos Batizados em um Espírito Leandro Antonio de Lima Podemos ver os ensinos normativos a respeito do batismo com o Espírito Santo nos escritos do apóstolo Paulo, pois em muitas passagens ele trata

Leia mais

História: Vocês querem que eu continue contando a história do Natal? Maria e José seguiam para Belém,

História: Vocês querem que eu continue contando a história do Natal? Maria e José seguiam para Belém, Data: 13/12/2015 Texto Bíblico: Lucas 2:7; 8-20 e Mateus 2:1-12 Versículo para memorizar: Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu único Filho, para que todo aquele que Nele crê não morra,

Leia mais

Implantar o Seu Reino na Terra

Implantar o Seu Reino na Terra CHAMADOS PARA RESPLANDECER A LUZ DO SENHOR ENTRE TODOS OS POVOS Disse Jesus: Venham a mim todos que estão cansados e oprimidos e eu darei alivio para vocês Mat. 11.28 VISÃO DO MDA MÉTODO DE DISCIPULADO

Leia mais

Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons 1

Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons 1 1 O caminho da harmonia. Colossenses 3 e 4 Col 3:1-3 Introdução: Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham

Leia mais

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Roteiro 1- Introdução 2- Fundamento Bíblico 3- Conclusão 1. Introdução Voce entende por que é importante

Leia mais

GANHADO O MUNDO SEM PERDER A FAMILIA

GANHADO O MUNDO SEM PERDER A FAMILIA TEXTO: 1 SAMUEL CAPITULO 3 HOJE NÃO É SOBRE SAMUEL QUE VAMOS CONHECER, SABEMOS QUE SAMUEL foi o último dos juízes e o primeiro dos profetas. Ele foi comissionado para ungir asaul, o primeiro rei, e a David,

Leia mais

TRADUÇÃO Hope Gordon Silva Regina Aranha

TRADUÇÃO Hope Gordon Silva Regina Aranha TRADUÇÃO Hope Gordon Silva Regina Aranha 7 João Desfrutando João ao máximo Pode-se resumir o fato mais relevante de toda a história em quatro palavras: Jesus Cristo é Deus! A maior declaração da Bíblia

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO Texto: Apocalipse 22:1-2 Então o anjo me mostrou o rio da água da vida que, claro como cristal, fluía do trono de Deus e do Cordeiro, no meio da RUA principal da cidade. De

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

SEU NOME SERÁ CHAMADO DE "EMANUEL"

SEU NOME SERÁ CHAMADO DE EMANUEL Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel. Isaías 7.14 Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

Sal da TERRA e luz do MUNDO

Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da terra e luz do mundo - jovens - 1 Apresentação pessoal e CMV Centro Missionário Providência Canto: vós sois o sal da terra e luz do mundo... MOTIVAÇÃO: Há pouco tempo

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

LEIS DA JUSTIÇA, AMOR e CARIDADE 1. O obje6vo deste tema, será o de possibilitar o entendimento das leis de jus6ça, amor e caridade.

LEIS DA JUSTIÇA, AMOR e CARIDADE 1. O obje6vo deste tema, será o de possibilitar o entendimento das leis de jus6ça, amor e caridade. LEIS DA JUSTIÇA, AMOR e CARIDADE 1 O obje6vo deste tema, será o de possibilitar o entendimento das leis de jus6ça, amor e caridade. DIREITOS NATURAIS 2 Direitos Naturais: São os mesmos para todos os indivíduos,

Leia mais

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana HINOS DE DESPACHO Tema 2012: Flora Brasileira Estrela D Alva www.hinarios.org 1 2 01 O DAIME É O DAIME O é o Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana O é o O professor dos professores

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

Naquela ocasião Jesus disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos

Naquela ocasião Jesus disse: Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos As coisas encobertas pertencem ao Senhor, ao nosso Deus, mas as reveladas pertencem a nós e aos nossos filhos para sempre, para que sigamos todas as palavras desta lei. Deuteronômio 29.29 Naquela ocasião

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS JESUS ACALMA AS TEMPESTADES MATEUS 8:23-27; 14:22-33; MARCOS 4:35-41 OS MILAGRES: R E L E M B R A N D O - São ricos em significados (nos acorda dos milagres

Leia mais

FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36

FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36 FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36 Tendo, pois, Davi servido ao propósito de Deus em sua geração, adormeceu, foi sepultado com os seus antepassados e seu corpo se decompôs. Não são todos que têm o privilégio

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

Mantendo uma Posição Firme

Mantendo uma Posição Firme Livro 1 página 65 Lição Nove Mantendo uma Posição Firme (O Batismo e a Membresia na Igreja) Introdução: O batismo e a membresia na igreja säo coisas inteiramente diferentes. Eles estão juntos nesta lição

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

HUMILDADE- A VERDADEIRA GRANDEZA

HUMILDADE- A VERDADEIRA GRANDEZA HUMILDADE- A VERDADEIRA GRANDEZA Ministério de Mulheres Aulas: 1 - Abertura - Tudo começa na Mente 2- Considerações gerais sobre a humildade 3- Manifestações Orgulho 4- Orgulho - personagens bíblicos 5-

Leia mais

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 1) A Cruz era um instrumento de execução. Para os romanos, que tipo de pessoa era executado na cruz? E para os judeus? Resposta: Os romanos a usavam

Leia mais

Introdução à 26/05/2011 A doutrina de Cristo segundo as escrituras Divindade de Cristo O que a história da igreja fala sobre o assunto? A Igreja Primitiva No início do século II, o cristianismo era uma

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Centralidade da obra de Jesus Cristo

Centralidade da obra de Jesus Cristo Centralidade da obra de Jesus Cristo MÓDULO 3 3ª AULA AULA 3 MÓDULO 3 SALVAÇÃO EM CRISTO Jesus no Centro Por que deve ficar claro isso? Dá para evangelizar sem falar de Jesus? É possível partir de outro

Leia mais

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso!

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso! 2015 NOSSO CONTEXTO GLOBAL: Quase 3 bilhões de pessoas online Quase 2 bilhões de smartphones 33% de toda a atividade online é assistindo a vídeos BRAZIL: Mais de 78% dos jovens (15-29) usam internet. São

Leia mais

O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia. (Prov. 28:13)

O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia. (Prov. 28:13) CONFISSÃO E ARREPENDIMENTO O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia. (Prov. 28:13) A consequência natural do arrependimento é a confissão.

Leia mais

terça-feira, 26 de junho de 12

terça-feira, 26 de junho de 12 Recapitulando: O compromisso do descanso O compromisso do serviço O compromisso da vida comunitária hoje: O compromisso da devocionalidade Cuidamos do corpo e da alma? 1 Timóteo 4.7-8 Versão Revista e

Leia mais

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 1 Sumário Prefácio...3 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera Ministério de Grupos Pequenos Março

Leia mais

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA At 9.31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se

Leia mais

Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo

Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo 4ª Semana Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo I- CONECTAR: Inicie o encontro com dinâmicas que possam ajudar as pessoas a se conhecer e se descontrair para o tempo que terão juntas. Quando

Leia mais